Carla Maria da Silva

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8089333265450833
  • Última atualização do currículo em 10/10/2018


Mestre pelo Programa de Educação, Gestão e Difusão em Biociências do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis da Universidade Federal do Rio de Janeiro - IBqM/UFRJ (2018). Especialista em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz/Fiocruz/Museu da Vida (2013) e em História da Arte e Arquitetura no Brasil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio (2009). Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense (1999) com habilitação em Jornalismo. Como jornalista, possui ampla vivência em divulgação científica e tecnológica, tendo trabalhado por 13 anos na Assessoria de Comunicação do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ). Bolsista do Programa Institucional de Bolsas para Cursos de Extensão (PIBCE) da UFRJ em 2016, atuou no Museu Espaço Ciência Viva (ECV) como jornalista e organizadora do Curso de Capacitação de Mediadores para Atuação em Ambientes de Ensino Não Formal. Membro associada ao LASERA (Asociación Latino americana de Investigación en Educación en Ciencias). Integra os Grupos de Pesquisa CNPq Divulgação Científica, Saúde e Ambiente (IFRJ) e Ensino de Ciências e Divulgação Científica (UFRJ). É pesquisadora assistente do projeto de colaboração internacional Mobilisation of Resources for Public Engagement with Science and Technology (MORE-PE), que reúne instituições científicas de 10 países. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Carla Maria da Silva
Nome em citações bibliográficas
SILVA, C. M.;SILVA, C.M.


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em Educação, Gestão e Difusão em Biociências.
Instituto de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, IBQM/UFRJ, Brasil.
Título: Cinema e doença de Alzheimer: relações entre a patologia e a divulgação científica em filmes de ficção,Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Profa. Dra. Grazielle Rodrigues Pereira.
Palavras-chave: Divulgação científica; Cinema; Doença de Alzheimer.
Grande área: Outros
2012 - 2013
Especialização em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde. (Carga Horária: 360h).
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Título: Recrutando Cérebros para as Fileiras da Ciência: a divulgação científica no programa Globo Universidade.
Orientador: Luisa Massarani.
2007 - 2009
Especialização em História da Arte e Arquitetura no Brasil. (Carga Horária: 528h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: O Desenho e a Escrita na Obra de Carmela Gross.
Orientador: Cecília Martins de Mello.
1992 - 1999
Graduação em Comunicação Social.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Simpatias Populares: uma leitura Foucaultiana.
Orientador: Júlio Cesar de Souza Tavares.




Formação Complementar


2015 - 2015
Introdução à Fotografia Digital. (Carga horária: 48h).
SENAC, S_FORN, Brasil.
2012 - 2013
Représenter l?humain, représenter le sacré. (Carga horária: 72h).
Ecole Du Musee Du Louvre, França.
2006 - 2006
Curso Jornalismo para Internet/Impactos Ambientais da Indústria do Petróleo. (Carga horária: 24h).
Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
2005 - 2005
Arte Contemporânea. (Carga horária: 48h).
Escola de Artes Visuais do Parque Lage, EAV, Brasil.
2004 - 2004
Técnicas de Redação em Inglês. (Carga horária: 24h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2004 - 2004
Século XX: Arte e Conceitos. (Carga horária: 48h).
Escola de Artes Visuais do Parque Lage, EAV, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Curso de Extensão em Comunicação, Gestão e Novas Estruturas Organizacionais. (Carga horária: 48h).
Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, ECO/UFRJ, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL, Portugal.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Rádio Música, Educação e Cultura (MEC), RÁDIO MEC, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 8
Outras informações
Produção, redação e locução do programa: E Por Falar em Ciência


World Ecotour ?97, WORLD ECOTOUR, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Freelancer, Enquadramento Funcional: Freelancer, Carga horária: 36
Outras informações
Assessoria de Imprensa da feira internacional de turismo ecológico realizada no RioCentro.


Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia, COPPE/UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2011
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Jornalista, Assessora de Comunicação, Carga horária: 40
Outras informações
Durante os 13 anos em que permaneci na instituição, destaco o período em que exerci a função de coordenadora interina do setor de Comunicação da Coppe/UFRJ entre janeiro de 2003 a junho de 2004. Desempenhei ainda diversas atividades como: apuração, redação, edição e atualização de matérias para o Planeta COPPE (jornal eletrônico da instituição); redação e edição de newsletter; divulgação dos projetos da instituição; acompanhamento da produção de material gráfico institucional; intermediação entre os especialistas da instituição e a imprensa; organização de eventos da instituição; produção e participação em feiras e eventos externos. Ampla vivência no ambiente científico e tecnológico.


Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos, COPPETEC, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Prestadora de serviço, Enquadramento Funcional: Jornalista, Carga horária: 20
Outras informações
Jornalista do estande Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe/UFRJ) durante a realização da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em junho de 2012. Atendimento ao público e à imprensa.


Agência Kazoo Comunicação Digital, KAZOO, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Prestadora de Serviços, Enquadramento Funcional: Prestadora de Serviços, Carga horária: 20
Outras informações
Assessora de Comunicação Divulgação dos projetos, produtos e campanhas da empresa junto aos veículos de comunicação: preparação de releases, avisos de pauta, textos para internet e redação publicitária.


Museu Espaço Ciência Viva, ECV, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Assessora, mediadora, organizadora de evento, Carga horária: 20
Outras informações
Atuação no Museu Espaço Ciência Viva (ECV) na organização do curso de extensão Capacitação de Mediadores para Atuação em Ambientes de Ensino não Formal, assessoria de comunicação, redação e edição de textos em publicações e redes sociais, mediação com o público visitante, organização de eventos (Sábados da Ciência, Museus de Portas Abertas etc.) e trabalho administrativo.



Projetos de pesquisa


2016 - 2018
Cinema e doença de Alzheimer: relações entre a patologia e a divulgação científica em filmes de ficção
Descrição: Com o envelhecimento da população, os avanços na medicina e o consequente aumento da expectativa de vida e dos níveis de saúde das pessoas de modo geral, cresce o contingente de idosos no Brasil, assim como em várias regiões do mundo. Esta é a parcela da população mais sujeita a doenças crônicas neurológicas, entre elas a doença de Alzheimer (DA). As questões e dificuldades decorrentes desse processo não despertam o interesse apenas daqueles envolvidos na área de saúde. O tema da DA vem atraindo crescente atenção da indústria cinematográfica mundial. Neste sentido, este projeto tem como objetivo estudar a relação entre cinema e ciência, analisando filmes que abordam a doença de Alzheimer (DA). Especificamente, é investigado de que forma a percepção pública sobre a doença de Alzheimer ? inferida a partir de trabalhos sobre a qualidade de vida do doente e do cuidador ? dialoga com os filmes de ficção que abordam essa enfermidade, analisando a relação entre divulgação científica e o cinema. Para realização do trabalho foi feito um levantamento prévio de filmes que abordam a temática da doença de Alzheimer. Os filmes de ficção voltados para o grande público são veículos privilegiados para a transmissão de conhecimento científico. No entanto, acabam predominando nos filmes analisados neste projeto as associações negativas dirigidas aos personagens. Os filmes tendem a estigmatizar o doente em recorrentes situações de ?morte em vida?. Se o cinema, por vezes, reproduz e reforça estereótipos negativos, por outro lado, pode servir como um potente veículo para pensar, repensar e lidar com a doença..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Mobilisation of Resources for Public Engagement (MORE-PE)
Descrição: Existe uma necessidade crescente de representação da sociedade na ciência e na tecnologia (C&T) e de diálogo entre cientistas, decisores políticos e o público. Existe ainda consenso acerca da necessidade de envolvimento público (Public Engagement - ¬PE) em C&T de forma a capacitar os cidadãos nas suas decisões profissionais, pessoais e políticas, e de que é necessário mobilizar recursos para esse envolvimento. Consequentemente, os investigadores sofrem pressão constante para demonstrarem o impacto que a sua investigação tem na sociedade, e as instituições cientificas questionam de que forma poderão envolver a sociedade de forma mais eficaz. Contudo, enquanto a investigação em PE se tem debruçado essencialmente sobre as práticas dos cientistas, pouca atenção tem sido dada ao contexto institucional em que o PE ocorre. Isto verifica-se apesar de as instituições de investigação desempenharem um papel crucial de suporte e de criação de instalações, políticas e agendas para o envolvimento público. Mas ainda que as atividades de PE cresçam em vários países e as instituições comecem a criar estratégias de envolvimento público, não sabemos o que está sendo feito, de que modo e com que intensidade, nem qual o impacto que esses esforços têm na sociedade. Esta questão tem ganhado relevância à medida que o impacto social torna-se uma determinante -chave no financiamento às instituições. O projeto MORE¬-PE (Mobilisation of Resources for Public Engagement) tem como objetivo responder a esta necessidade por meio da análise da forma como as instituições envolvem a sociedade na sua investigação e da criação de indicadores de medida de envolvimento público. Especificamente, o projeto procura constituir uma base global de dados comparáveis sobre as práticas e cultura de envolvimento societal no âmbito institucional, e inclui para isso colaborações europeias, norte-americanas, asiáticas e latino-americanas (Brasil). A medição do envolvimento público no nível das instituições e a construção de indicadores adequados são questões que colocam alguns desafios, em parte devidos às diferenças nos sistemas científicos e tecnológicos, nos níveis de interesse pela ciência, e nos antecedentes e experiências de PE nos vários países..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Alemão
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2016
Bolsista do Programa Institucional de Bolsas para Cursos de Extensão (PIBCE) para atuação no Museu Espaço Ciência Viva (ECV), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
2016
Menção Honrosa 7ª Semana de Integração Acadêmica (Siac) da UFRJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro.
2010
Bolsa Prêmio de Vocação para a Diplomacia de Afrodescendentes, Programa de Ação Afirmativa do Instituto Rio Branco / CNPq.
2009
Bolsa Prêmio de Vocação para a Diplomacia de Afrodescendentes, Programa de Ação Afirmativa do Instituto Rio Branco / CNPq.
2005
Bolsa Prêmio de Vocação para a Diplomacia de Afrodescendentes, Programa Ação Afirmativa do Instituto Rio Branco / CNPq.
2004
Bolsa Prêmio de Vocação para a Diplomacia de Afrodescendentes, Programa de Ação Afirmativa do Instituto Rio Branco / CNPq.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SILVA, C. M.2017 SILVA, C. M.; PEREIRA, G. R. . Cinema e doença de Alzheimer: notas sobre a percepção pública da enfermidade nos filmes Away from her e Fred won?t move out. LATIN AMERICAN JOURNAL OF SCIENCE EDUCATION, v. 4, p. 1-9, 2017.

2.
SILVA, C. M.2016 SILVA, C. M.; PEREIRA, G. R. . Divulgação científica e cinema: a doença de Alzheimer nos filmes Cinzas e Para sempre Alice. LATIN AMERICAN JOURNAL OF SCIENCE EDUCATION, v. 3, p. 1-7, 2016.

3.
MASSARANI, L.2015 MASSARANI, L. ; SILVA, C.M. . Divulgando a Ciência: A Academia e o Mundo Científico pela Lente do Globo Universidade. COMUNICAÇÃO & SOCIEDADE (ONLINE), v. 37, p. 121-142, 2015.

Capítulos de livros publicados
1.
SILVA, C. M.; PEDROTTI, M. . Partiu 4R: reduzir, reutilizar, reciclar e repensar.. In: Grazielle Rodrigues Pereira; Fábio Rapello Alencar. (Org.). Papo legal sobre saúde, ciência e ambiente. 1ªed.Rio de Janeiro: Yellow Carbo, 2017, v. , p. 107-123.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SILVA, C. M.; PEDROTTI, M. ; LISKAUSKAS, S. F. ; ALENCAR, F. R. ; RONCHI, V. C. L. . Origem e peculiaridades da pesquisa de fenômenos sociais nas ciências com o uso de grupos focais. Revista Ensino Superior Unicamp, 29 set. 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
SILVA, C. M.; PEREIRA, G. R. . Cinema e doença de Alzheimer: notas sobre a percepção pública da enfermidade nos filmes Away from her e Fred won?t move out. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SILVA, C. M.; PEREIRA, G. R. . Divulgação científica e cinema: a doença de Alzheimer nos filmes Cinzas e Para sempre Alice. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
SILVA, R. C. ; SILVA, C. M. ; THOME, A. ; WENJUN, A. ; MACEDO, P. ; ZUIM, T. ; MASCARENHAS, L. . II Curso de Capacitação de Mediadores para Atuação em Ambientes não Formais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
RIBEIRO, D. A. ; SILVA, C. M. . Programa de Engenharia Biomédica: 40 anos de de engenharia dedicados à saúde. 2011; Tema: Engenharia Biomédica. (Site).

2.
RIBEIRO, D. A. ; SILVA, C. M. . Revista Clima & Energia. 2011; Tema: Engenharia Ambiental. (Site).

3.
RIBEIRO, D. A. ; SILVA, C. M. . Corrida para o Mar: os desafios tecnológicos e ambientais do pré-sal. 2010; Tema: Engenharias. (Site).


Demais tipos de produção técnica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
A ciência da divulgação científica II: a construção de um campo acadêmico (Organizado pela FIOCRUZ). 2018. (Seminário).

2.
Conferencia de la Asociación Latino americana de Investigación en Educación en Ciencias (LASERA) 2017.Cinema e doença de Alzheimer: notas sobre a percepção pública da enfermidade nos filmes Away from her e Fred won't move out.. 2017. (Outra).

3.
7ª Semana de Integração Acadêmica da UFRJ.II Curso de Capacitação de Mediadores para Atuação em Ambientes de Ensino não Formal. 2016. (Outra).

4.
II Seminario de la Asociación Latino americana de Investigación en Educación en Ciencias (Lasera - 2016).Divulgação científica e cinema: a doença de Alzheimer nos filmes Cinzas e Para sempre Alice. 2016. (Seminário).

5.
Museus para quê? (Organizado pelo British Council). 2016. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
SILVA, C. M.2016 SILVA, C. M.; PEREIRA, G. R. . Divulgação científica e cinema: a doença de Alzheimer nos filmes Cinzas e Para sempre Alice. LATIN AMERICAN JOURNAL OF SCIENCE EDUCATION, v. 3, p. 1-7, 2016.

2.
SILVA, C. M.2017 SILVA, C. M.; PEREIRA, G. R. . Cinema e doença de Alzheimer: notas sobre a percepção pública da enfermidade nos filmes Away from her e Fred won?t move out. LATIN AMERICAN JOURNAL OF SCIENCE EDUCATION, v. 4, p. 1-9, 2017.

3.
MASSARANI, L.2015 MASSARANI, L. ; SILVA, C.M. . Divulgando a Ciência: A Academia e o Mundo Científico pela Lente do Globo Universidade. COMUNICAÇÃO & SOCIEDADE (ONLINE), v. 37, p. 121-142, 2015.


Livros e capítulos
1.
SILVA, C. M.; PEDROTTI, M. . Partiu 4R: reduzir, reutilizar, reciclar e repensar.. In: Grazielle Rodrigues Pereira; Fábio Rapello Alencar. (Org.). Papo legal sobre saúde, ciência e ambiente. 1ªed.Rio de Janeiro: Yellow Carbo, 2017, v. , p. 107-123.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SILVA, C. M.; PEDROTTI, M. ; LISKAUSKAS, S. F. ; ALENCAR, F. R. ; RONCHI, V. C. L. . Origem e peculiaridades da pesquisa de fenômenos sociais nas ciências com o uso de grupos focais. Revista Ensino Superior Unicamp, 29 set. 2016.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/11/2018 às 3:25:09