Kelin Valeirão

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7568906437198533
  • Última atualização do currículo em 08/08/2018


Licenciatura em Filosofia (2005), Especialização em Filosofia Moral e Política (2007), Mestrado em Educação (2009) e Doutorado em Educação (2014) com estágio de doutoramento no Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa/ Portugal sob a coorientação do prof. Dr. Nuno Nabais. Recentemente realizou um estágio de pós-doutoramento (2017) no Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa/ Portugal sob a coorientação da profª. Drª. Olga Pombo. Atualmente é professora do Departamento de Filosofia, da Universidade Federal de Pelotas/UFPel. Participa do Grupo de Pesquisa Filosofia, Educação e Práxis Social (FEPráxiS) e do Grupo de Estudos Foucault (GEF), buscando a vinculação entre a Filosofia e a Educação. Dentre os temas em estudo evidenciam-se: poder, biopoder, biopolítica, sociedade de normalização, loucura. É integrante do projeto de Cooperação Internacional CAPES/AULP com a Universidade Eduardo Mondlane de Moçambique/África. Autora dos livros "Foucault na Educação" (2010, 2012), "Fundamentos da Educação" (2014) e "Marx e Foucault: ideologia como política da vida" (2015). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Kelin Valeirão
Nome em citações bibliográficas
VALEIRÃO, Kelin


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Educação.
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
com período sanduíche em Universidade Clássica de Lisboa (Orientador: Nuno Nabais).
Título: Marx e Foucault: ideologia como dispositivo biopolítico, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Avelino da Rosa Oliveira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: ideologia; dispositivo; biopolítica.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
2007 - 2009
Mestrado em Educação.
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
Título: Foucault na Educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Avelino da Rosa Oliveira.
Coorientador: Alfredo Veiga-Neto.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: práxis educacional; poder; governamentalidade.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da Educação.
Setores de atividade: Educação.
2006 - 2007
Especialização em Filosofia Moral e Política. (Carga Horária: 408h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
Título: Michel Foucault: poder, razão de Estado e governamentalidade.
Orientador: Joãosinho Beckenkamp.
2002 - 2005
Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia.
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
Título: Sobre a analítica do sujeito em Michel Foucault: A Literatura Infantil e o Cuidado de Si.
Orientador: Joãosinho Beckenkamp.
1997 - 2000
Curso técnico/profissionalizante.
Instituto Estadual de Educação Paulo Freire, IEEPF, Brasil.


Pós-doutorado


2017 - 2017
Pós-Doutorado.
Universidade de Lisboa, UL, Portugal.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia das Ciências.


Formação Complementar


2016 - 2016
Missão de trabalho - CAPES. (Carga horária: 50h).
Universidade Eduardo Mondlane, UEM, Moçambique.
2015 - 2015
Centro de Filosofia das Ciências. (Carga horária: 40h).
Universidade de Lisboa, UL, Portugal.
2012 - 2012
Estágio de Pós doutoramento. (Carga horária: 200h).
Universidade de Lisboa, UL, Portugal.
2010 - 2011
Extensão universitária em Curso de Aperfeiçoamento em Pedagogia Social. (Carga horária: 163h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
2010 - 2010
Estágio de Docência. (Carga horária: 136h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
2008 - 2008
Nascimento da Biopolítica. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2008 - 2008
Governamentalidade e Educação. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2007 - 2008
Extensão universitária em Licenciatura Plena em Pedagogia - EAD. (Carga horária: 140h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
2006 - 2008
Extensão universitária em Francês. (Carga horária: 240h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
2007 - 2007
Fazendo Filosofia com Arte. (Carga horária: 120h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
2006 - 2006
Michel Foucault e Educação. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Profª adjunta do Departamento de Filosofia, responsável pelos estágios do curso de Licenciatura em Filosofia e pesquisadora do pensamento do filósofo francês Michel Foucault.

Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professora pesquisadora, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsa de professora conteudista e, mais tarde, pesquisa pesquisadora no curso de Filosofia a distância, promovido pelo Departamento de Filosofia, da Universidade Federal de Pelotas. Link: http://moodle.ufpel.edu.br/ead/

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio de doutoramento realizado no Departamento de Filosofia, da Universidade Clássica de Lisboa, sob a co-orientação do prof. Dr. Nuno Nabais.

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Professora Substituta, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 40
Outras informações
Professora substituta do Departamento de Ensino da Faculdade de Educação/UFPel, ministrando as seguintes disciplinas: Teoria e Prática Pedagógica na Música, Estágio I na Filosofia, Teoria e Prática Pedagógica na Geografia, Teoria e Prática Pedagógica na História, Estágio I nas Artes, Estágio IV na Filosofia.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Aluna de pós-graduação, Enquadramento Funcional: Mestranda em Educação, Carga horária: 20
Outras informações
Mestrado em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação PPGE da UFPel.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboradora em evento internacional
Outras informações
Colaboradora na organização do evento internacional "II Encontro de Filosofia e Ensino", coordenado pela profª Ursula da Rosa Oliveira do Instituto de Artes e Design.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Aluna de Especialização, Enquadramento Funcional: Aluna de pós-graduação latu senso, Carga horária: 20
Outras informações
Especialização em Filosofia Moral e Política

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboradora no Ciclo de Estudos, Carga horária: 90
Outras informações
Colaboradora e participante no Ciclo de Estudos "Modernidade e Experiência em Walter Benjamin", projeto coordenado pelo profº Dr. Joãosinho Beckenkamp.

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora PIC, Carga horária: 20
Outras informações
A presente pesquisa desenvolvida no Grupo de Pesquisa em Filosofia, Educação e Práxis Social - FEPráxiS, orientada pelo professor Avelino da Rosa Oliveira, objetiva esmiuçar a obra : "Arte de crear bem os Filhos na idade de Puericia", do padre, português, Alexandre de Gusmão e tentar, dentro do possível, relacionar com a produção de Locke sobre educação, especialmente a obra "Some Thoughts concerning Education", a partir da tradução que está sendo realizada por Avelino da Rosa Oliveira nos Cadernos de Educação do capítulo 13 em diante. O ápice do projeto reflete-se na problemática: Afinal, o filósofo Locke usou das idéias de Alexandre de Gusmão sem referir-se ao mesmo ou na época havia um consenso de como criar os meninos? Assim, o presente atua como um micro projeto dentro do macro, sendo desenvolvido pelos professores Avelino da Rosa Oliveira e Gomercindo Ghiggi, intitulado A obra educacional de John Locke: correlações no interior da filosofia lockiana e com outros projetos educacionais do início da modernidade . Enfim, pretende-se achar nas obras supracitadas, de Alexandre de Gusmão e John Locke, aspectos semelhantes que leve a tese fundamental para desta forma justificar as semelhanças existentes na criação de meninos, tanto na obra de Gusmão quanto na de Locke.

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Monitoria, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 20
Outras informações
Executar a função de monitora da professora Maria Manuela Alves Garcia, na disciplina Escola, Cultura e Sociedade II.

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 5
Outras informações
Estágio realizado com uma turma da EJA em ensino médio, no Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, como pré-requisito para alcançar o título de licenciada em Filosofia.

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: monitora no evento - Encontro, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 44, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Trabalhar como monitora no evento: Encontro sobre o 5 Poder Escolar e 6 Seminário Interinstitucional de Educação.

Vínculo institucional

2002 - 2005
Vínculo: Aluna de graduação, Enquadramento Funcional: Aluna de graduação, Carga horária: 20
Outras informações
Licenciatura Plena em Filosofia

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Monitoria, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 20
Outras informações
Exercer as funções de monitora, na disciplina de Lógica I, do Departamento de Filosofia, do Instituto de Ciências Humanas.

Atividades

05/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia, Sociologia e Política, .

10/2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , IAD, .

10/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Educação, .

03/2006 - 12/2006
Extensão universitária , Instituto de Ciências Humanas, .

Atividade de extensão realizada
Ciclo de Estudos.
01/2006 - 12/2006
Extensão universitária , Instituto de Ciências Humanas, .

Atividade de extensão realizada
Projeto de Extensão.
6/2005 - 9/2005
Estágios , Ieeab, Instituto Estadual de Educação Assis Brasil.

Estágio realizado
Estágio obrigatório para obtenção do título de Licenciatura Plena em Filosofia.
08/2002 - 06/2003
Extensão universitária , UFPEL, .

Atividade de extensão realizada
Sócia colaboradora na gestão da Cooperativa de Livros dos Estudantes de Pelotas.

Universidade Aberta do Brasil, UAB, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenadora do Curso de Especialização/EAD, Carga horária: 20
Outras informações
Coordenadora do Curso de Especialização em Filosofia, na modalidade a distância.

Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista UAB, Enquadramento Funcional: Professora pesquisadora, Carga horária: 10
Outras informações
Professora responsável pelas disciplinas de : * Fundamentos sócio-histórico-filosóficos da Educação; * Fundamentos psicológicos da Educação; * Teoria e Prática Pedagógica; * Estágio I; * Estágio II; * Estágio III; * Estágio IV.

Vínculo institucional

2007 - 2010
Vínculo: Professora Pesquisadora II, Enquadramento Funcional: Professora Pesquisadora II, Carga horária: 20
Outras informações
Atribuições:  elaborar e entregar os conteúdos dos módulos desenvolvidos ao longo do curso no prazo determinado;  adequar conteúdos, materiais didáticos, mídias e bibliografia utilizados para o desenvolvimento do curso á linguagem da modalidade a distância  realizar a revisão de linguagem do material didático desenvolvido para a modalidade a distância;  adequar e disponibilizar, para o coordenador de curso, o material didático nas diversas mídias;  participar e/ou atuar nas atividades de capacitação desenvolvidas na Instituição de Ensino;  desenvolver as atividades docentes da disciplina em oferta na modalidade a distância mediante o uso dos recursos e metodologia previstos no projeto acadêmico do curso;  coordenar as atividades acadêmicas dos tutores atuantes em disciplinas ou conteúdos sob sua coordenação;  desenvolver as atividades docentes na capacitação de coordenadores, professores e tutores mediante o uso dos recursos e metodologia previstos no plano de capacitação;  desenvolver o sistema de avaliação de alunos, mediante o uso dos recursos e metodologia previstos no plano de curso;  apresentar ao coordenador de curso, ao final da disciplina ofertada, relatório do desempenho dos estudantes e do desenvolvimento da disciplina;  participar de grupo de trabalho para o desenvolvimento de metodologia e materiais didáticos para a modalidade a distância.  realizar a revisão de linguagem do material didático desenvolvido para a modalidade a distância;  participar das atividades de docência das disciplinas curriculares do curso;  desenvolver, em colaboração com o coordenador de curso, a metodologia de avaliação do aluno;  desenvolver pesquisa de acompanhamento das atividades de ensino desenvolvidas nos cursos na modalidade a distância; elaborar relatórios semestrais sobre as atividades de ensino no âmbito de suas atribuiç

Atividades

11/2007 - 06/2010
Ensino, CEAD, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Atuação como professora/tutora a distância

Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Projeto de Extensão, Enquadramento Funcional: Nietzsche, Freud, Foucaut e Deleuze na Educ.
Outras informações
O Minicurso ?Nietzsche, Freud, Foucault e Deleuze na educação? surge em 2011, especialmente a partir de demandas emergidas na disciplina Filosofia da Educação II, do curso de Pedagogia, desenvolvidas pelas Professoras Lúcia Hardt e Rosana Moura. As interrogações nietzscheanas sobre a cultura, a moral, a Verdade, atingem o leitor do filósofo alemão e nos alcançam nos interpelando sobre o que estamos fazendo com a educação contemporânea. Assim, aquela edição, inspirando-se na arte de J. Pollock, pretendia uma ?Convergence? de pensamentos que expusessem o solo fértil da modernidade e, na incompletude estética de uma performance, semeasse possibilidades para pensarmos a filosofia da educação no contemporâneo. Na segunda edição (2012), o Minicurso acontece no formato de um projeto de extensão universitária. Mantendo-se o propósito do diálogo interinstitucional, constituído em 2011, experimentamos outros textos e temas dos mesmos provocadores da cultura, para pensarmos, de modo mais aproximado, questões que se colocam na formação humana e cotidiano da escola. Por meio do aceite de uma proposta para organização de um simpósio estaremos no II Encuentro de Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración en el Conosur - Internacional del Conocimiento: Diálogos en nuestra América, em Bogotá/Colombia, de 02 a 04 de maio de 2013, na Universidad Sergio Arboleda. Aguardem informações sobre inscrições e envio de resumos para apresentação de comunicações dentro da temática do Minicurso ?Nietzsche, Freud, Foucault e Deleuze na educação?.


Prefeitura Municipal de Pelotas, P/PELOTAS, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Séries Iniciais, Carga horária: 20
Outras informações
Professora de séries iniciais no município de Pelotas.


Serviço Social da Indústria, SESI, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Alfabetizadora Voluntária, Enquadramento Funcional: Alfabetizadora Voluntária, Carga horária: 20
Outras informações
Desempenhar as funções de educadora popular em duas turmas de jovens e adultos (EJA), no município de Pelotas.

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Alfabetizadora Voluntária, Enquadramento Funcional: Alfabetizadora Voluntária, Carga horária: 20
Outras informações
Desempenhar as funções de educadora popular em duas turmas de jovens e adultos (EJA), no município de Pelotas.

Atividades

10/2007 - 03/2008
Ensino, Educação de Jovens e Adultos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Atuação como educadora popular no Curso de Alfabetização com duas turmas de Educação de Jovens e Adultos.

Central Única dos Trabalhadores, CUT, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Alfabetizadora Voluntária, Enquadramento Funcional: Educadora voluntária, Carga horária: 20
Outras informações
O projeto Todas as Letras está inserido no programa Brasil Alfabetizado. Tem por objetivo incluir trabalhadores e/ou não trabalhadores, principalmente os vinculados aos programas assistenciais do governo federal como, o de Fome Zero.

Atividades

12/2004 - 8/2005
Ensino, Projeto Todas As Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Alfabetização
12/2004 - 8/2005
Estágios , Bairro Porto, Doquinhas.

Estágio realizado
Alfabetização de adultos.


Linhas de pesquisa


1.
Filosofia, Educação e Práxis Social

Objetivo: Investiga o fenômeno educativo em seu vir-a-ser histórico e em sua articulação com a sociedade, buscando, na reflexão filosófica, a construção de categorias que fundamentem o entendimento e dêem sustentação à práxis histórica dos educadores. Incluem-se estudos sobre: filósofos clássicos e sua produtividade para a educação. história das idéias pedagógicas. análise do referencial teórico de experiências educacionais históricas. análise filosófico-educacional de processos educacionais populares. Além disso, cabe ressaltar que dentro desta linha participo do Grupo de Pesquisa FEPráxiS - Filosofia, Educação e Práxis Social.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: filosofia, educação e práxis social.
2.
Ensino da Arte e Interdisciplinaridade

Objetivo: Nesta linha participo do grupo Fazendo Filosofia com Arte, o qual proporciona uma introdução ao exercício da reflexão filosófica e da prática artística com crianças, fornecendo aportes metodológicos à prática pedagógica..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Ensino, Filosofia; arte.
3.
Filosofia Francesa Contemporânea

Objetivo: Para Paul-Michel Foucault (1926-1984) o problema filosófico essencial da nossa época, a grande tarefa filosófica atual, é a análise do mundo em que vivemos. A filosofia é ontologia do presente, pergunta: Quem somos nós? Quem somos nós neste preciso momento da história? A ontologia histórica, a qual Foucault é adepto, é uma luta e o objetivo principal não é descobrir quem somos, mas antes recusar o que somos, recusar o tipo de individualidade que nos impuseram durante séculos, promover novas formas de subjetividade. A ontologia crítica de nós mesmos é uma atitude que deve passar pela experiência da realidade e da atualidade, para que possa apreender os pontos em que a mudança, a resistência, é possível, desejável, e aqueles em que não é necessária. A ontologia histórica, em um viés foucaultiano, não é um projeto global, radical, é limitada, determinada e sempre passível de recomeço. O que se propõe é um êthos, uma vida filosófica em que a crítica do que somos é a análise histórica dos limites que nos são colocados e a experiência da sua transgressão possível. Vida que procura promover e dar forma à impaciência da liberdade segundo o princípio da autonomia..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia Contemporânea Francesa.
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: arqueologia; genealogia; biopolítica; estética da existência; dispositivo de sexualidade; dispositivo de raça.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
HOLOCAUSTO BRASILEIRO A História da Loucura de Michel Foucault e as ressonâncias no maior hospício do Brasil
Descrição: O conceito de loucura é um dos trabalhados por Foucault em muitos dos seus livros e cursos, assim como objeto de discussão que permeia entrevistas, artigos e demais publicações. A própria tese de doutoramento Historie de la folie à l?âge classique, publicada em 1961 trata da loucura como uma produção histórica. Logo, a loucura não existe em si, ela é um objeto de percepção produzido por práticas sociais. Aqui, cabe apontar, em linhas gerais, a discussão acerca da loucura ao longo dos anos. Em fins do século XIV e meados do século XVI, o Renascimento expusera a loucura à luz. A partir da filosofia, da literatura e da pintura, a loucura é reflexo da consciência cósmico-trágica que se expressa no mundo. A experiência da loucura assume a forma da sátira moral visível, por exemplo, na pintura de Bosch intitulada A nave dos loucos. Temos, então, a representação simbólica do banimento e da peregrinação do louco em busca da razão. Na Era Clássica (1650-1800) a loucura é reduzida ao silêncio. Antigos leprosários abandonados eram utilizados para uma nova finalidade: o confinamento ? prática que corresponde mais exatamente à loucura experimentada como desrazão, ou seja, o esvaziamento da razão. Em 1656, um decreto fundou o Hospital Geral em Paris, neste momento um em cada cem parisienses estava confinado ? o louco junto ao pobre e ao criminoso. Em poucas palavras, o confinamento tinha mais a ver com o problema econômico do desemprego, da inatividade e da mendicância, em síntese, da moralidade burguesa. O confinamento não era inspirado por um desejo de punir ou de corrigir, mas simplesmente de disciplinar e de manter, o dito louco, a parte. Os insanos passaram a viver atrás de grades, acorrentados às paredes e, muitas vezes, comidos por ratos. O homem não é um enfermo, uma vez que sua animalidade o torna imune ao frio, à fome e à dor. A medicina da época percebia a loucura como um movimento excessivo de paixões perigosas. Por isso, tratamentos eram dirigidos ao corpo da pessoa dita insana, bem como à sua imaginação ? músicas, corridas, viagens, imersão em água gelada, purificação com elementos de limpeza e com comidas com aspecto de lavagens ? aliviavam espíritos febris. No final do século XVIII reformadores psiquiátricos passaram a considerar as medidas punitivas como tratamentos maléficos. Os loucos foram fisicamente liberados e submetidos a um discurso moral, educacional e psiquiátrico. Mas, de fato, eles passaram a ser menos livres, à medida que, até suas mentes estavam sujeitas a tratamentos. Na Modernidade, a loucura aparece como doença mental. A partir de 1900, muito em função dos estudos de Freud, aboliu-se o regime de silêncio e fez-se o louco falar, mas também se desenvolveu a estrutura que inclui o personagem médico, como onipotente e quase divino. O mundo que pensava mensurar e justificar a loucura por meio da Psicologia tem de justificar a si mesmo diante da loucura ? do excesso de obras como as de Antoine Marie Joseph Artaud (1896-1948) que em 1937 foi tido como louco, passou 6 anos em manicômios e, em seguida, foi transferido para o hospital psiquiátrico em Rodez, onde permaneceu ainda 3 anos. Em Rodez, estabeleceu uma intensa correspondência com o médico-responsável. Uma relação ambígua se estabelece: o médico reconhece o valor do poeta e o incentiva a retomar a atividade literária, mas julgando a poesia e o comportamento de seu paciente muito delirante, assim o submete a tratamentos de eletrochoque que prejudicam sua memória, seu corpo e seu pensamento. Há um afrontamento entre dois mundos: o mundo da medicina e da razão social, e o mundo do poeta cuja razão ultrapassa a lógica normal do homem saudável..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Monique Navarro Souza - Integrante.
2014 - Atual
Diálogo Interinstitucional na pesquisa em hermenêuticas da cultura, mundo e educação
Descrição: A pesquisa propõe-se a consolidar um vínculo interinstitucional no horizonte da Filosofia da Educação, no intuito de aprofundar estudos para a interpretação da formação humana desde uma pesquisa de "hermenêuticas da cultura, mundo e educação", em curso no Programa de Pós-graduação em Educação, da Universidade Federal de Santa Catarina (2014-2017), sob um registro interdisciplinar. Almeja-se agora uma ampliação dos sujeitos para um diálogo interinstitucional, implicando professores colaboradores do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas e da Faculdade de Filosofia da mesma IES. O projeto prevê também a participação de alunos de graduação e pós-graduação, dada a relevância da imbricação entre estes níveis de ensino superior como modo de ampliação da formação humana, em estabelecimentos de ensino regular. Como produto da pesquisa projeta-se a possibilidade de apresentação dos estudos na Semana de Pesquisa e Extensão/SEPEX bem como desenvolvimento de uma atividade extracurricular no curso de Pedagogia da UFSC e no Curso de Filosofia da UFPel..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Integrante / Belkis Souza Bandeira - Integrante / Rosana Silva de Moura - Coordenador.
2013 - 2016
PAUL-MICHEL FOUCAULT: o conceito de biopolítica
Descrição: A origem do termo biopolítica (bios politikós) é bastante problemática. A biopolítica situa-se numa zona de dupla indiscernibilidade, uma vez que bios remete a zoé e, por fim, também a techne. Como se não bastasse o termo é visto como negativo e acaba assumindo o rosto do enigma ao ser bifurcado lexicalmente em biopolítica (política em nome da vida) e biopoder (vida submetida ao poder da política). A produção bibliográfica de Foucault que formula a noção de biopolítica concentra-se entre 1974 e 1979, mas podemos, nestes poucos anos, demarcar cinco diferentes formulações de biopolítica correspondendo a mecanismos de poder distintos: o poder medical, o dispositivo de raça, o dispositivo de sexualidade, o dispositivo de segurança e a governamentalidade neoliberal. Cronologicamente, é notória a expansão da noção de biopolítica, de uma aplicação quase local (a medicina, a saúde da população) para domínios cada vez mais abrangentes (a segurança, a economia). Diante deste cenário, o projeto de pesquisa pretende averiguar qual é a concepção de ?biopolítica? no pensamento de Foucault; extrair, dos textos estudados, a relação entre o conceito de biopolítica (cálculo sobre a vida), de tanatopolítica (cálculo sobre a morte) e de biotanatopolítica (cálculo, respectivo, sobre a vida e a morte); aprofundar os conhecimentos quanto ao conceito de biopolítica apresentado por Foucault em A vontade de saber, Em defesa da Sociedade e, sobretudo, em Nascimento da Biopolítica; aperfeiçoar as discussões acerca do conceito e, por fim, aperfeiçoar as discussões acerca do apogeu da biopolítica vivenciado durante o Nazismo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador.
2010 - 2014
Ideologia como dispositivo biopolítico
Descrição: Tese de Doutorado.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2007 - 2009
Foucault na Educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje
Descrição: A pesquisa objetiva refletir sobre a escola e/ou educação escolar, levantando a questão problemática: como a articulação entre poder e governamentalidade contribui no entendimento da práxis educacional hoje?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Avelino da Rosa Oliveira - Integrante / Alfredo Veiga-Neto - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 24
2007 - 2007
Fazendo Filosofia com Arte
Descrição: O projeto objetiva proporcionar a reflexão filosófica juntamente com a atuação artística com crianças..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 4
2006 - 2008
Michel Foucault: poder, razão de Estado e governamentalidade
Descrição: A pesquisa surge da vontade de saber mais acerca da forma como se constitui e engendra conceitos-chave do pensamento do filósofo francês Paul-Michel Foucault (1926-1984), a saber: poder, razão de Estado e governamentalidade. No desenvolvimento deste trabalho foi analisado principalmente o curso proferido por Foucault no Collège de France intitulado "O nascimento da Biopolítica" (1978-1979). Neste curso, assim como no curso do ano anterior que recebeu o título de "Segurança, Território e População" (1977-1978) o autor define um novo campo de pesquisa que chamou de "racionalidade governamental, ou, em seu neologismo: "governamentalidade"..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2006
Correlações educacionais entre Alexandre de Gusmão e John Locke
Descrição: O presente objetiva esmiuçar a obra : Arte de crear bem os Filhos na idade de Puericia, do padre, português, Alexandre de Gusmão e tentar, dentro do possível, relacionar com a produção de Locke sobre educação, especialmente a obra Some Thoughts concerning Education, a partir da tradução que está sendo realizada por Avelino da Rosa Oliveira nos Cadernos de Educação do capítulo 13 em diante. O ápice do projeto reflete-se na problemática: Afinal, o filósofo Locke usou das idéias de Alexandre de Gusmão sem referir-se ao mesmo ou na época havia um consenso de como criar os meninos? Assim, o presente pretende encontrar aspectos semelhantes que leve a tese fundamental para desta forma justificar as semelhanças existentes na criação de meninos, tanto na obra de Gusmão quanto na de Locke. O projeto atua como um micro projeto dentro do macro, sendo desenvolvido pelos professores Avelino da Rosa Oliveira e Gomercindo Ghiggi, intitulado " A obra educacional de John Locke: correlações no interior da filosofia lockiana e com outros projetos educacionais do início da modernidade"..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal de Pelotas - Outra.
Número de produções C, T & A: 11
2005 - 2006
Por que privilegiar os conceitos exclusão/inclusão em detrimento de opressão/libertação na análise educacional?
Descrição: O presente projeto de pesquisa propõe a análise das categorias e suas diferenciações. Assim como a importância destas para pensar o cenário educacional..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Integrante / Gomercindo Ghiggi - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal de Pelotas - Outra.
Número de produções C, T & A: 10
2004 - 2005
A subjetividade visibilizada nas histórias infantis
Descrição: O presente projeto objetiva descrever a subjetividade visibilizada nas histórias infantis, analisando-as no referencial foucaultiano. Por subjetividade entende-se o modo como se constitui ou a forma como cada sujeito vai se constituindo na vida, dependendo de questões internas (individuais) e questões externas (o que é ensinado ou que diferencia a formação dos indivíduos). A subjetividade pode ser conhecida da seguinte forma: de que modo as crianças são afetadas por questões explícitas e implícitas da literatura infantil? Como elas enxergam as mesmas? Inicialmente a problemática se dá na forma como as instituições usam as histórias infantis como mecanismo de poder. A hipótese consiste em averiguar como as mensagens das histórias infantis atuam como um obstáculo ao desenvolvimento do sujeito (ou da subjetividade), qual a sua medida e eficácia. A pesquisa deve revelar os modos pelos quais deve se articular uma proposta de interpretação das histórias infantis que exalte ver o aspecto positivo enquanto luta por diminuir seus efeitos negativos. O que se pretende enfatizar, ao analisar as histórias infantis, é a sua inexorável vinculação aos jogos de poder. O projeto consiste em realizar uma pesquisa inicial em diversas escolas de educação infantil situadas no município de Pelotas, RS, a fim de verificar quais são as histórias infantis que são contadas pelo corpo docente. Posteriormente, será feita uma seleção das histórias infantis mais utilizadas nessas escolas, e a partir desse resultado se procederá uma análise filosófica dessas histórias, para entender de que forma elas atuam como mecanismo de poder, além de procurar ressaltar as duas interpretações (o que está explícito e implícito) nos contos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 6


Projetos de extensão


2018 - Atual
Filosofia no Buteco
Descrição: O projeto de extensão "Filosofia no Buteco" tem como objetivo promover o diálogo e a reflexão filosófica a partir de uma forma atrativa para a comunidade mediante debates, entrevistas e conversas não só entre e por filósofos, exclusivamente, mas a partir da participação de pessoas, acadêmic@s e profissionais das mais variadas areas do conhecimento, cultura, arte e religiões..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2017 - Atual
Programa Universidade Aberta a terceira Idade
Descrição: A UNATI-UFPel surge como forma de oportunizar à população idosa pelotense um espaço não somente educacional mas também social e cultural. Acredita-se na inclusão da pessoa idosa dentro do espaço universitário, na busca do conhecimento e da sua formação continuada, proporcionando além de melhor inserção no mercado de trabalho, a troca de experiência entre gerações. A proposta geral deste espaço é oferecer diversas atividades a comunidade idosa do município. Serão ofertadas disciplinas em diferentes áreas de conhecimento, assim como, oficinas, tendo o cuidado na escolha de uma metodologia específica e direcionada a pessoa idosa. Acredita-se que a implementação da UNATI-UFPel trará benefícios importantes e permitirá transformações biopsicossociais que possibilitarão ao idoso ter um olhar diferenciado do processo de envelhecimento. Os benefícios desta proposta não se relacionam somente aos idosos, mas aos discentes, profissionais/docentes e também a própria UFPel enquanto instituição de ensino que exercerá seu protagonismo neste cenário em consonância com as atuais políticas direcionadas à população idosa..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2015 - 2017
Práxis
Descrição: O Projeto de Extensão Práxis é um projeto interdisciplinar que busca realizar ações, intervenções e oficinas no intuito de desenvolver e ampliar as potencialidades e capacidades de adolescentes residentes nos Orfanatos e Abrigos Institucionais do Município de Pelotas..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (5) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Integrante / Flávia Carvalho Chagas - Coordenador / Evandro Barbosa - Integrante / Thaís Alves da Costa - Integrante / Taís Bopp - Integrante / Renato Waldemarin - Integrante.
2014 - 2017
Filosofia, Terceira Idade e Sustentabilidade Social: uma perspectiva interdisciplinar
Descrição: Promover um diálogo entre as diversas áreas do conhecimento para que se fortaleça as ações sociais que contribuam na reinserção do idoso e demais cidadãos com limitações físicas e/ou psicológicas, de forma sustentável e economicamente viável. A partir do trabalho interdisciplinar, almejamos produzir um alimento saudável e de baixo custo. Esses produtos hidropônicos, na forma em que serão produzidos, conferem a prova de importância na busca pelo conhecimento unificado, articulado e interdisciplinar. Pensamos que, por via desta estratégia, é possível retornar para a sociedade benefícios efetivos, palpáveis e práticos, de forma acessível e simples..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Belkis Souza Bandeira - Integrante / Flávia Ferreira Trindade - Integrante / Flávia Carvalho Chagas - Integrante / Keberson Bresolin - Integrante / Jair Milpratz de Mello Júnior - Integrante / Jorge Ronaldo da Fonseca Dias - Integrante / Luís Mendonça da Silva - Integrante / Pedro Gilberto da Silva Leite Junior - Integrante / Luis Eduardo Xavier Rubira - Integrante / Evandro Barbosa - Integrante / Carlos Alberto Miraglia - Integrante / Eduardo Saraçol Vieira - Integrante / Eustaquio Alves dos Santos - Integrante / Juliana Vöz Wille - Integrante.
2014 - 2014
I Seminário Internacional Filosofia e Educação: a atualidade do pensamento de Michel Foucault
Descrição: Em virtude de intercâmbios acadêmicos e da continuidade dos debates, estudos e pesquisas na área de Educação e Filosofia, envolvendo Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal de Pelotas ? UFPel, Universidade Federal do Rio Grande ? FURG, Instituto Federal Sul-rio-grandense ? IFSUL e Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA propõem a primeira edição do I Seminário Internacional Filosofia e Educação: a atualidade do pensamento de Michel Foucault com a participação de professores-pesquisadores do pensamento foucaultiano. São professores reconhecidos nacional e internacionalmente por suas publicações no campo da Educação, Filosofia e Sociologia. São eles: Dr. Edgardo Castro (Consejo Nacional de investigaciones cientificas y tecnicas /Argentina), Drª. Vera Portocarrero (Universidade do Estado do Rio de Janeiro/Brasil), Drª. Rosa Maria Fischer (Universidade Federal do Rio Grande do Sul/Brasil), Dr. Alfredo Veiga-Neto (Universidade Federal do Rio Grande do Sul/Brasil), Dr. Nildo Avelino (Universidade Federal da Paraíba/Brasil) e Dr. Nuno Nabais (Universidade de Lisboa/Portugal)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (19) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (12) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Madalena Klein - Integrante / Sônia Maria Schio - Integrante / Jarbas da Silva Vieira - Integrante / Angela Nediane dos Santos - Integrante / Donald Hugit de Barros Kerr Junior - Integrante / Kamila Lockmann - Integrante / Mara Rejane Vieira Osório - Integrante / Roger Albernaz de Araujo - Integrante / Regina Célia Couto - Integrante / Paula Corrêa Henning - Integrante.
2013 - 2014
Grupo de Estudos Foucault
Descrição: O pensamento de Foucault está dividido em três momentos específicos, respectivamente, arqueologia, genealogia e ética. Embora não possamos falar em um método e uma teoria foucaultiana o autor nos oferece ferramentas analíticas que sustentam as suas metodologias e teorizações. 2013 - Os três Foucault: arqueologia, genealogia e ética 2014 - dispositivo de raça 2015 - dispositivo de sexualidade 2016 - sociedade de normalização.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Sônia Maria Schio - Integrante / Mateus Weizenmann - Integrante / Tulipa Martins Meireles - Integrante / Flávia Ferreira Trindade - Integrante / Monique Navarro Souza - Integrante.
Número de produções C, T & A: 7
2013 - 2013
Nietzsche, Freud, Foucault & Deleuze na Educação
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2009 - 2010
Núcleo de Práticas Complementares ao Ensino Regular no Loteamento CEVAL, Pelotas/RS
Descrição: Descrição: O Projeto de Extensão Núcleo de Práticas Complementares ao Ensino Regular no Loteamento CEVAL, Pelotas/RS está sendo proposto com a intenção de agregar apoio institucional ao trabalho multidisciplinar de um grupo de extensionistas ligados à FaE/UFPEL. Tendo em vista minimizar a vulnerabilidade e exclusão social dessa comunidade e investir na melhoria de sua qualidade de vida, este Projeto tem por objetivo a criação de um núcleo, o NUPRAC Núcleo de Práticas Complementares ao Ensino Regular - que possibilite o desenvolvimento de práticas complementares à educação regular ministrada nas instituições educacionais.. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão. Alunos envolvidos: Graduação ( 20) . Integrantes: Kelin Valeirão - Integrante / Giane Lange do Amaral - Coordenador / Teresinha Fujita - Integrante / Elisa dos Santos Vanti - Integrante / Gilsenira de Alcino Rangel - Integrante / Jiani Torres Álvaro - Integrante / Heloisa Helena Duval de Azevedo - Integrante. Financiador(es): Ministério da Educação e Cultura - Auxílio financeiro...
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Integrante / Giane Lange do Amaral - Coordenador / Teresinha Fujita - Integrante / Elisa dos Santos Vanti - Integrante / Gilsenira de Alcino Rangel - Integrante / Heloisa Helena Duval de Azevedo - Integrante / Jiani Torres Álvaro - Integrante.Financiador(es): Ministério da Educação - Auxílio financeiro.


Projetos de desenvolvimento


2004 - 2006
Alfabetização de Adultos
Descrição: O presente objetiva apresentar e socializar a proposta e experiências do projeto intitulado "Todas as Letras" que vem sendo desenvolvido em todo o Brasil pela CUT (central única dos trabalhadores), contando com o apoio do MEC e sendo patrocinado também pela Petrobrás. A articulação tem como propósito recuperar o papel do Estado como provedor de políticas públicas e recolocar o debate sobre a Educação, em especial a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no campo do direito. É fundamental ressaltar que o projeto não pretende de forma alguma substituir o papel do Estado com relação a Educação. É uma questão de contribuir nas formulações de um projeto político-pedagógico que reflita as diversas realidades dos trabalhadores e intervir nas definições de políticas públicas no campo da educação que contemplem os interesses da classe trabalhadora, permitindo ao educando perceber o que se passa nas estrelinhas das informações e ideologias veiculadas pelas relações sociais e pela mídia. Desta forma, a força mobilizadora de todas as nossas instâncias (CUTs Estaduais, Confederações, Federações e Sindicatos) na materialização das ações de alfabetização/letramento será fundamental para que o projeto seja uma ferramenta indispensável no resgate da educação como direito de todos. O projeto "Todas as Letras" surge então como um "olhar" sindical sobre a educação dos trabalhadores, ou seja, uma luta por políticas públicas de inclusão social, onde educar é transformar e não reproduzir servilmente ,e consequentemente optar pelo conformismo à tradição..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador.Financiador(es): Ministerio da Educacao e Cultura - Auxílio financeiro / Fundo Nacional de Educação - Auxílio financeiro / PETROBRAS - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 11


Outros Projetos


2018 - Atual
GEF VI: A coragem da verdade
Descrição: O Curso "A coragem da verdade" (1983-1984) foi o último pronunciado por Michel Foucault, no Collège de France. O filósofo francês apresenta a análise das estruturas epistemológicas (conhecimento verdadeiro) e o estudo das formas aletúrgicas (transformações éticas do sujeito). No presente Curso o conceito de parresía, o dizer-a-verdade, toma um destaque central na constituição da ética como estética da existência..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2017 - 2017
GEF V - A Sociedade Punitiva (1972-1973)
Descrição: O curso "A Sociedade Punitiva" (1972-1973) é constituído dos estudos que mais tarde originam a obra "Vigiar e Punir: nascimento das prisões" (1975). Nesta última, Foucault propõe uma análise histórico-filosófica sobre a estruturação organizativa do Ocidente nos últimos séculos. Uma das questões que norteiam a problematização de Foucault consiste na interrogação: Como, na história recente, chegamos ao panoptismo como forma de vigilância e controle sobre os corpos? Para o autor, a história do Ocidente pode ser reconstruída sob a ótica do binômio vigiar e punir..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2016 - 2017
Grupo de Estudos Foucault IV - Os Anormais
Descrição: Ao se pensar na operacionalização do conceito de poder, talvez seja bastante produtivo adotar as noções de sociedade de soberania e sociedade de normalização explicitadas na aula de 17 de março de 1976. Esta aula encontra-se no final do curso intitulado Em defesa da sociedade, de Michel Foucault, e é bastante esclarecedora, pois estas duas noções acionam distintas formas de poder, a saber: soberano, disciplinar e controle. Na sociedade de soberania, um dos atributos fundamentais é o direito de vida e de morte. O soberano pode fazer morrer ou deixar viver o súdito. Assim, vida e morte aparecem não como fenômenos naturais, mas se localizam no campo do poder político. Em suma, ?o súdito não é, de pleno direito, nem vivo nem morto. Ele é, do ponto de vista da vida e da morte, neutro [...], tem direito de estar vivo ou tem direito, eventualmente, de estar morto? (FOUCAULT, 1999, p.286), dependendo da vontade soberana. Isso implica um disparate teórico, um desequilíbrio prático, uma vez que ?o efeito do poder soberano sobre a vida só se exerce a partir do momento em que o soberano pode matar? (FOUCAULT, 1999, p.286). Desta forma, é pelo efeito do soberano poder matar que ele exerce seu direito sobre a vida. A este direito oriundo do soberano, Foucault vai chamar de direito de espada, ou seja, é o direito de fazer morrer ou deixar viver. No século XIX, o direito político empenhou-se em aprimorar esse direito exercido pela sociedade de soberania. Neste momento histórico, o poder é menos o direito de fazer morrer e cada vez mais o direito de intervir para fazer viver, para aumentar a vida e controlar as suas eventualidades. Nesta lógica, a morte, que era o ponto mais brilhante na sociedade de soberania, passa a ser o que há de mais privado. O poder não tem domínio sobre a morte (Agora o que interessa é a mortalidade!). Ele não conhece a morte, deixando-a de lado. Para Foucault (1999), no final do século XVIII são introduzidas duas tecnologias de poder com uma certa defasagem cronológica e que são sobrepostas. A primeira, uma técnica disciplinar que tem como centro o corpo, e a segunda, uma tecnologia que é centrada na vida, visando ao equilíbrio global, uma espécie de homeóstase . Ainda no que tange às especificidades das duas tecnologias, nas palavras do autor [...] uma tecnologia de treinamento oposta a, ou distinta de, uma tecnologia de previdência; uma tecnologia disciplinar que se distingue de uma tecnologia previdenciária ou reguladora; uma tecnologia que é mesmo, em ambos os casos, tecnologia do corpo, mas, num caso, trata-se de uma tecnologia em que o corpo é individualizado como organismo dotado de capacidades e, no outro, de uma tecnologia em que os corpos são recolocados nos processos biológicos de conjunto (FOUCAULT, 1999, p.297). A velha mecânica de poder, operante na sociedade de soberania, não produz o efeito necessário no nível do detalhe e da população, com a explosão demográfica e a industrialização. Para acomodação do detalhe, deram-se dois arranjos distintos, um no século XVII e início do século XVIII, e o segundo no final do século XVIII, a saber: a ?acomodação dos mecanismos de poder sobre o corpo individual, com vigilância e treinamento ? isso foi a disciplina? e a ?[...] acomodação, sobre os fenômenos globais, sobre os fenômenos de população, com os processos biológicos ou bio-sociológicos das massas humanas? (FOUCAULT, 1999, p.298). A primeira acomodação foi mais simples e econômica. Já a segunda apresentou mais dificuldade, pois implicou órgãos complexos de coordenação e centralização. Nesta lógica, Foucault (1999) aponta duas séries: a série corpo ?> organismo ?> disciplina ?> instituições; e a série população ?> processos biológicos ?> mecanismos regulamentadores ?> Estado. Cabe salientar que as duas acomodações não são opostas, embora elas não estejam no mesmo nível. Isso possibilita que os mecanismos dis.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Sônia Maria Schio - Integrante / Mateus Weizenmann - Integrante / Dirceu Arno Krüger Junior - Integrante / Flávia Ferreira Trindade - Integrante / Monique Navarro Souza - Integrante / Tales Flores da Fonseca - Integrante / Eduardo Saraçol Vieira - Integrante.
2015 - 2015
Grupo de Estudos Foucault III - História da Sexualidade
Descrição: O GEF III propõe discutir a questão do sexo e da sexualidade. Na obra História da Sexualidade I ? A vontade de saber, Foucault demonstra que, no momento em que nasceu a preocupação com uma sexualidade saudável, o sexo se torna alvo privilegiado da atuação de um poder não somente disciplinador e regulador dos comportamentos individuais, mas que pretendia normalizar a própria conduta da espécie pela gestão da vida: taxas de natalidade e de mortalidade, condições sanitárias, fluxo das infecções e contaminações, duração e condições da vida, entre outras. Como é sabido, o capitalismo não exigiu o silêncio sobre o sexo, muito pelo contrário, obrigou-nos a tudo dizer sobre o sexo. Desde o século XVII, as tentações da carne se tornaram centrais nas confissões religiosas. A partir do século XVIII, a sexualidade infantil aparece na arquitetura e nos regulamentos das escolas. Desde muito cedo, interessaram-se e discursaram sobre o sexo da população. Em contrapartida, a sociedade burguesa multiplicou as formas de manifestação extraconjugal da sexualidade, instaurando e provocando uma série de perversidades, aberrações, desvios sexuais pela saturação sexual da família, das escolas, das diversas relações sociais. No final do século XIX, os mecanismos de sexualização serão aplicados sobre o proletariado, como resposta a urgências econômicas e a questões de saúde. E aí a psicanálise vai garantir à burguesia a especificidade de sua sexualidade em relação à sexualidade das camadas sociais inferiores. A burguesia será capaz de reconhecer o recalcamento do desejo e suspender a sua interdição, quando se manifesta como patologia. Para Foucault, a sexualidade é o nome correlato de uma forma de exercício do poder, que faz do sexo e do prazer um dos pontos de inscrição sobre os corpos individuais. O filósofo não aborda a sexualidade como uma coisa natural preexistente, que se desvela de forma cada vez mais objetiva para as ciências. A sexualidade é algo que toma forma em meio a práticas discursivas complexas e institucionalizadas, às quais o autor dá o nome de dispositivo de sexualidade..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Sônia Maria Schio - Integrante / Mateus Weizenmann - Integrante / Tulipa Martins Meireles - Integrante / Dirceu Arno Krüger Junior - Integrante / Flávia Ferreira Trindade - Integrante / Marcos Luiz de França - Integrante / Tales Flores da Fonseca - Integrante / Eduardo Saracol - Integrante / Renan Costa Valle - Integrante / Juliana Scherdien Amaral - Integrante.
2015 - Atual
Filosofia Social - Desafios e Perspectivas Contemporâneas.
Descrição: O Programa Internacional de Apoio à Pesquisa e ao Ensino por meio da Mobilidade Docente e Discente Internacional (Pró-Mobilidade Internacional) destina-se à estruturação, fortalecimento e internacionalização dos Programas de Graduação, Pesquisa e Pós-Graduação das universidades integrantes da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP)...
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Integrante / Flávia Carvalho Chagas - Coordenador / Keberson Bresolin - Integrante / Evandro Barbosa - Integrante / Luis Eduardo Rubira - Integrante / Manoel Vasconcelos - Integrante / Pedro Leite - Integrante / Juliano do Carmo - Integrante / João Francisco Hobuss - Integrante / Sérgio Ricardo Strefling - Integrante - Integrante / Robinson dos Santos - Integrante.
2015 - Atual
Pró-Mobilidade Internacional Capes/ AULP - Projeto: Filosofia Social - Desafios e Perspectivas Contemporâneas.
Descrição: O Programa Internacional de Apoio à Pesquisa e ao Ensino por meio da Mobilidade Docente e Discente Internacional (Pró-Mobilidade Internacional) destina-se à estruturação, fortalecimento e internacionalização dos Programas de Graduação, Pesquisa e Pós-Graduação das universidades integrantes da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP)..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (11) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Integrante / Flávia Carvalho Chagas - Coordenador / Keberson Bresolin - Integrante / Pedro Gilberto da Silva Leite Jr. - Integrante / Evandro Barbosa - Integrante / Luis Eduardo Rubira - Integrante / Manoel Vasconcelos - Integrante / Juliano do Carmo - Integrante / João Francisco Hobuss - Integrante / Sérgio Ricardo Strefling - Integrante - Integrante / Robinson dos Santos - Integrante.
2014 - 2014
Núcleo de Estágios em Filosofia
Descrição: Com o passar dos anos, é visível ao Departamento de Filosofia a desistência de muitos alunos do curso de Licenciatura em Filosofia sobretudo durante o período dos estágios. Neste sentido, talvez a justificativa mais plausível para a efetivação deste projeto de ensino recaia em uma aproximação do corpo discente com as necessidades do mundo do trabalho e da realidade da prática docente. Não é apenas o momento de estabelecer uma parceria com as escolas da rede municipal e estadual de ensino, mas principalmente a explicitação da indissociabilidade entre a teoria e a prática. O discente é incitado a assumir-se como sujeito ativo, propondo soluções a problemas emergentes dos mais diversos campos de conhecimento de um modo eminentemente filosófico..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Belkis Souza Bandeira - Integrante / Mara Cristina Ramos de Lima - Integrante / William Saraiva Borges - Integrante / Eduardo Ferreira das Neves Filho - Integrante / Flávia Carvalho Chagas - Integrante / Keberson Bresolin - Integrante / Pedro Gilberto da Silva Leite Jr. - Integrante / Antonio Carlos Maia Gissoni - Integrante / Jair Milpratz de Mello Júnior - Integrante / Jorge Ronaldo da Fonseca Dias - Integrante / Luís Mendonça da Silva - Integrante / Elda Maria Lopes Morais - Integrante / Leonor Gularte Soler - Integrante.
2013 - 2013
Grupo de Estudos Foucault II - Em defesa da Sociedade
Descrição: O GEF II propõe discutir a questão do racismo. Como as populações são expostas a uma guerra permanente onde é preciso eliminar o adversário, garantir a própria segurança e a regeneração de um ponto de vista biológico? Como atrelar direito de morte de uns com a proteção à vida de outros? Estas são algumas problematizações que o GEF II traz a partir da leitura, estudo e discussão do curso Em defesa da sociedade (1975-1976), do filósofo contemporâneo francês Michel Foucault..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (15) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Kelin Valeirão - Coordenador / Sônia Maria Schio - Integrante / Mateus Weizenmann - Integrante / Tulipa Martins Meireles - Integrante / Bruno Silva Kauss - Integrante / Daniele Ramires da Silva Robaina - Integrante / Dirceu Arno Krüger Junior - Integrante / Flávia Ferreira Trindade - Integrante / Gabryel Pioner - Integrante / Mara Cristina Ramos de Lima - Integrante / Marcelo Henrique Groes - Integrante / Marcos Luiz de França - Integrante / Maurício Rossales Aires - Integrante / Monique Navarro Souza - Integrante / Rafael dos Santos Ramos - Integrante / Tales Flores da Fonseca - Integrante / William Aparecida da Silva - Integrante / William Saraiva Borges - Integrante.


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: Revista Enciclopédia
2013 - Atual
Periódico: Núcleo de Ensino e Pesquisa em Filosofia


Revisor de periódico


2013 - Atual
Periódico: Revista Conjectura: filosofia e educação
2013 - Atual
Periódico: Revista Thema
2015 - Atual
Periódico: Educacao e Realidade


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da Educação.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia Contemporânea Francesa.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
VALEIRÃO, Kelin2017VALEIRÃO, Kelin. Foucault y el marxismo. Cuestiones de Filosofia, v. 3, p. 42-54, 2017.

2.
TRINDADE, F. F.2016TRINDADE, F. F. ; VALEIRÃO, Kelin . Direito e Dispositivo de Sexualidade: quando o sexo entra no jogo político. Práxis Jurídica, v. 3, p. 1-12, 2016.

3.
VALEIRÃO, Kelin2016VALEIRÃO, Kelin. A Modernidade para Foucault. Revista de Educação da Universidade Pedagógica, v. 26, p. 199-212, 2016.

4.
BRESOLIN, K.2015 BRESOLIN, K. ; VALEIRÃO, Kelin . Foucault e o kantismo para além de Kant: Aufklarüng e governamentalidade. Kínesis (Marília), v. 7, p. 203-224, 2015.

5.
VALEIRÃO, Kelin2014VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . A microfísica dos corpos na escola. Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional (Curitiba. Impresso), v. 9, p. 79-94, 2014.

6.
OLIVEIRA, A. R.2013OLIVEIRA, A. R. ; VALEIRÃO, Kelin . Governamentalidade e práxis educacional na contemporaneidade. Educação e Filosofia (UFU. Impresso), v. 27, p. 559-578, 2013.

7.
VALEIRÃO, Kelin2013VALEIRÃO, Kelin. Por que Foucault?. Vivências (URI. Erechim), v. 9, p. 201-208, 2013.

8.
OLIVEIRA, Neiva Afonso2013OLIVEIRA, Neiva Afonso ; VALEIRÃO, Kelin . Sujeito e práxis social. Discusiones Filosóficas, v. 23, p. 67-77, 2013.

9.
VALEIRÃO, Kelin2012VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação. P@rtes (São Paulo), v. 15, p. 1-6, 2012.

10.
VALEIRÃO, Kelin2012VALEIRÃO, Kelin; MORAES, M. ; CORRÊA, Letícia . Jean-Jacques Rousseau: um filósofo crítico. Cadernos de Educação (UFPel), v. 41, p. 148-166, 2012.

11.
BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini2012BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini ; VALEIRÃO, Kelin . Educar é transformar a vida. Revista Pensamento Biocêntrico, v. 16, p. 183-197, 2012.

12.
VALEIRÃO, Kelin2012VALEIRÃO, Kelin. Corpo + Disciplina = Escola?. Revista Pensamento Biocêntrico, v. 17, p. 7-32, 2012.

13.
BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini2012BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini ; VALEIRÃO, Kelin . Projeto Tutu: além da reciclagem de resíduos. P@rtes (São Paulo), v. 15, p. 1-7, 2012.

14.
VALEIRÃO, Kelin2011VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Biopolítica na Educação. Diálogo (Canoas), v. 17, p. 133-147, 2011.

15.
VALEIRÃO, Kelin2010VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Foucault e o Projeto Moderno: algumas reflexões acerca do kantismo de Foucault. Revista Pesquisa em Foco em Educação e Filosofia, v. 3, p. 40-52, 2010.

16.
VALEIRÃO, Kelin2009VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . A escola enquanto instituição disciplinar. Revista Educação Pública (Rio de Janeiro), v. 32, p. 1-6, 2009.

17.
VALEIRÃO, Kelin2009VALEIRÃO, Kelin. Sobre a antinomia: liberalismo versus comunitarismo. Revista Educação Pública (Rio de Janeiro), v. 40, p. 1-9, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
VALEIRÃO, Kelin; SCHIO, S. M. (Org.) . Michel Foucault: As palavras e as coisas. 1. ed. Pelotas: NEPFIL, 2017. v. 1. 1p .

2.
ARALDI, C. (Org.) ; VALEIRÃO, Kelin (Org.) . OS HERDEIROS DE NIETZSCHE: Foucault, Agamben e Deleuze. 1. ed. Pelotas: NEPFIL, 2016. v. 1. 282p .

3.
BANDEIRA, Belkis Souza (Org.) ; ARALDI, C. (Org.) ; VALEIRÃO, Kelin (Org.) ; SCHIO, S. M. (Org.) . Anais I - Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas. 1. ed. Pelotas: NEPFIL, 2016. v. 1. 787p .

4.
BANDEIRA, Belkis Souza (Org.) ; ARALDI, C. (Org.) ; VALEIRÃO, Kelin (Org.) ; SCHIO, S. M. (Org.) . Anais II - Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de 'As palavras e as coisas'. 2. ed. Pelotas: NEPFIL, 2016. v. 2. 577p .

5.
VALEIRÃO, Kelin. Formação docente e ética profissional. 1. ed. Pelotas: NEPFIL, 2016. v. 1. 118p .

6.
VALEIRÃO, Kelin. Marx e Foucault: ideologia como política da vida. 1. ed. Saarbrücken/Alemanha: Novas Edições Acadêmicas (OmniScriptum GmbH & Co. KG), 2015. v. 1. 148p .

7.
VALEIRÃO, Kelin. Fundamentos da Educação. 1. ed. Pelotas: NEPFIL, 2014. v. 500. 105p .

8.
ALMEIDA, A. L. (Org.) ; VALEIRÃO, Kelin (Org.) . Fundamentos Psicológicos da Educação. 1. ed. Pelotas: NEPFIL, 2014. v. 1. 139p .

9.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Foucault na Educação. 2. ed. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária - UFPEL, 2012. v. 300. 132p .

10.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação. 1. ed. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária - UFPel, 2010. v. 1. 132p .

Capítulos de livros publicados
1.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . Ideologia e biopolítica: Marx e Foucault e a Ideologia como política da vida. In: Amarildo Trevisan; Elisete Medianeira Tomazetti; Noeli Dutra Rossatto. (Org.). Filosofia e educação: ética, política e barbárie. 1ed.Curitiba: Editora Appris, 2017, v. 1, p. 199-208.

2.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . Ideologia e biopolítica: possíveis aproximações e deslocamentos. In: Keberson Bresolin; Evandro Barbosa.. (Org.). Temas de filosofia política contemporânea. 1ed.Caxias do Sul: EDUCS, 2017, v. 1, p. 171-191.

3.
VALEIRÃO, Kelin; BRESOLIN, K. . Foucault e a Modernidade como atitude ética. In: RODRIGUES, Nina Tricia Disconzi; SPAREMBERGER, Raquel Fabiana Lopes; CALGARO, Cleide (Orgs.).. (Org.). Direito constitucional ecológico. 1ed.Porto Alegre: Editora FI, 2017, v. , p. 479-497.

4.
BRESOLIN, K. ; VALEIRÃO, Kelin . Aristóteles, comunitarista?. In: Cleide Calgaro; Luis Fernando Biasoli; Cesar Augusto Erthal. (Org.). Ética e Direitos Humanos. 1ed.Caxias do Sul: UCS, 2016, v. 1, p. 289-295.

5.
VALEIRÃO, Kelin; BRESOLIN, K. . Foucault leitor de Kant. In: Clademir Araldi; Kelin Valeirão. (Org.). OS HERDEIROS DE NIETZSCHE: Foucault, Agamben e Deleuze. 1ed.Pelotas: NEPFIL, 2016, v. 1, p. 33-56.

6.
BRESOLIN, K. ; VALEIRÃO, Kelin ; FRANÇA, M. . A inviolabilidade dos direitos individuais e a limitação do estado em Robert Nozick. In: Cleide Cargaro, Agostinho Oli Koppe Pereira, Paulo César Nodari. (Org.). O hiperconsumo e a democracia: os reflexos éticos e socioambientais. 1ed.Caxias do Sul: EDUCS, 2016, v. 1, p. 146-162.

7.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . Indústria Cultural e Semiformação: Theodor Adorno e os prejuízos da formação danificada. In: Lúcia Schneider Hardt; Rosana Silva de Moura (Org.). (Org.). Filosofia da Educação: entre devires, interrupções e aberturas - outro mundo contemplado. 1ed.Blumenau: EDIFURB, 2016, v. 1, p. 149-170.

8.
VALEIRÃO, Kelin. O percurso da biopolítica no pensamento de Michel Foucault. In: Marina Camejo (compiladora). (Org.). Miradas desde Foucault: aportes a las humanidades y a la educación. 1ed.Montevidéu: Ediciones Universitarias, 2015, v. 1, p. 189-208.

9.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault, leitor e Marx. In: Marcelo Carvalho; Vinicius Figueiredo. (Org.). Filosofia Contemporânea: Deleuze, Guattari e Foucault. 7ed.ANPOF: São Paulo, 2015, v. 7, p. 123-133.

10.
VALEIRÃO, Kelin. Biopolítica e responsabilidade moral. In: Pedro Leite Júnior; Lucas Duarte Silva. (Org.). Sobre Responsabilidade - Anais do II Congresso de Filosofia Moral e Política - Contemporaneidade. 3ed.Pelotas: NEPFIL, 2014, v. 3, p. 566-586.

11.
VALEIRÃO, Kelin; AZEVEDO, Heloisa Helena Duval de . Alfabetização de jovens e adultos : novos desafios para educação. In: Sergio Pedro Herbert; Heloisa Helena Duval de Azevedo;José Fernando Kieling; Danilo Romeu Streck. (Org.). Participação e práticas educativas: a construção coletiva de conhecimento. 1ed.São Leopoldo: Oikos, 2010, v. 1, p. 139-146.

12.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Liberalismo versus comunitarismo. In: OLIVEIRA, A. R; GHIGGI, G; OLIVEIRA, N. A.. (Org.). CALEIDOSCÓPIO: temas de educação e filosofia. 4ed.Pelotas: Editora e Gráfica Universitária, 2010, v. 4, p. 103-114.

13.
VALEIRÃO, Kelin. O kantismo de Foucault. In: Heloisa Helena Duval de Azevedo, Neiva Afonso Oliveira, Gomercindo Ghiggi. (Org.). Interfaces: temas de Educação e Filosofia. 1ed.Editora e Gráfica da UFPel: Pelotas, 2009, v. 2, p. 83-103.

14.
VALEIRÃO, Kelin. Michel Foucault: a literatura infantil e o cuidado de si. In: Avelino da Rosa Oliveira; Gomercindo Ghiggi; Neiva Afonso Oliveira. (Org.). Filosofia, Educação e Práxis Social em Textos. 4ed.Pelotas: Editora e Gráfica Universitária PREC-UFPel, 2008, v. 1, p. 225-236.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
VALEIRÃO, Kelin. Profissão ou Vocação?. Folha Gaúcha, Rio Grande, p. 8 - 8, 15 set. 2006.

2.
VALEIRÃO, Kelin. Castigos: Crueldade ou Educação?. Folha Gaúcha, Rio Grande, p. 11 - 11, 15 set. 2006.

3.
VALEIRÃO, Kelin. Filosofia: Não é um bicho de sete cabeças. Folha Gaúcha, Rio Grande, , v. 2, p. 7 - 7, 31 jul. 2006.

4.
VALEIRÃO, Kelin. Filosofia e Sociologia no Ensino Médio: da proibição à obrigatoriedade. Folha Gaúcha, Rio Grande, p. 8 - 8, 30 jun. 2006.

5.
VALEIRÃO, Kelin. Mulher X Futebol: Tem jogo nesse campo?. Folha Gaúcha, Rio Grande, , v. 1, p. 6 - 6, 15 jun. 2006.

6.
VALEIRÃO, Kelin. Eis a questão: Mães Boas X Mães Más. Jornal da Mulher, Rio Grande, , v. 5, p. 7 - 7, 15 maio 2006.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
VALEIRÃO, Kelin; SCHMIDT, J. B. . Aproximações conceituais: Marx e Foucault e a ideologia como política da vida. In: II Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas, 2016, Pelotas. Anais I - Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas. Pelotas: NEPFIL, 2016. v. 1. p. 362-375.

2.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . Michel Foucault e a Modernidade: Alguns apontamentos. In: II Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas, 2016, Pelotas. Anais I - II Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas. Pelotas: NEPFIL, 2016. v. 1. p. 376-395.

3.
SOUZA, M. N. ; AFFONSO, L. C. ; VALEIRÃO, Kelin . O pixo enquanto criação e resistência na cidade de Pelotas/RS. In: 16º Encontro da Abrapso Regional Sul, 2016, Curitiba. Anais do 16º Encontro da Abrapso Regional Sul. Curitiba: Abrapso, 2016. v. 16. p. 1-13.

4.
VALEIRÃO, Kelin. Ideologia como política da vida. In: XI CONLAB - 1º Congresso da Associação, 2015, Lisboa. http://www.conlab2015.com/pt/conteudo/noticias-pt/livro-de-atas-do-congresso.html. Lisboa/Portugal: XII CONLAB, 2015. v. 12. p. 9107-9118.

5.
TRINDADE, F. F. ; VALEIRÃO, Kelin . A medicina social: análise de Michel Foucault sobre o uso do poder medical como ferramenta biopolítica. In: Saberes e práticas na constituição dos sujeitos na Contemporaneidade, 2015, São Leopoldo. Saberes e práticas na constituição dos sujeitos na Contemporaneidade. São Leopoldo: UNISINOS, 2015. v. 5. p. 139-147.

6.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . Ideologia como política da vida: alguns deslocamentos para pensar a educação contemporânea. In: 2º Congreso Latinoamericano de Filosofía de la Educación, 2013, Montevidéu. Anais do 2º Congreso Latinoamericano de Filosofía de la Educación. Montevidéu: ALFE, 2013. v. 2. p. 1-11.

7.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Marx e Foucault: aportes para pensar a educação contemporânea. In: 2º Congreso Latinoamericano de Filosofía de la Educación, 2013, Montevidéu. Anais do 2º Congreso Latinoamericano de Filosofía de la Educación. Montevidéu: ALFE, 2013. v. 2. p. 18-29.

8.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault e a disciplina dos corpos na escola. In: II Encuentro Internacional del conocimiento diálogos en nuestra América, 2013, Bogotá. Anales del II Encuentro Internacional del conocimiento diálogos en nuestra América. Bogotá: Universidade Sergio Arboleda, 2013. v. 1. p. 454-464.

9.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . Nietzsche e Foucault: da vontade de potência ao poder como ato. In: II Encuentro Internacional del conocimiento diálogos en nuestra América, 2013, Bogotá. Anales del II Encuentro Internacional del conocimiento diálogos en nuestra América. Bogotá: Universidade Sergio Arboleda, 2013. v. 1. p. 484-493.

10.
VALEIRÃO, Kelin. Ideologias e governamentalidades: alguns deslocamentos para pensar a educação contemporânea. In: IX Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul - ANPED SUL, 2012, Caxias do Sul. Anais do IX ANPEDSUL. Caxias do Sul: UCS, 2012. v. 9. p. 1-14.

11.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Ideologias e governamentalidades na Educação Contemporânea. In: VII Congresso Internacional de Educação, 2011, São Leopoldo. VII Congresso Internacional de Educação - Profissão Docente. São Leopoldo: Casa Leiria, 2011. v. 7. p. 1-8.

12.
OLIVEIRA, Neiva Afonso ; VALEIRÃO, Kelin . Paradigmas sócio-educacionais: desvelando trajetórias e itinerários. In: VII Congresso Internacional de Educação, 2011, São Leopoldo. VII Congresso Internacional de Educação - Profissão Docente. São Leopoldo: Casa Leiria, 2011. v. 7. p. 1-7.

13.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Governamentalidade e práxis educacional: um questionamento da alegada. In: I Congresso Latinoamericano de Filosofia da Educação, 2011, São Paulo. I Congresso LatinoAmericano de Filosofia da Educação. São Paulo: Alfe, 2011. v. 1. p. 468-478.

14.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin ; OLIVEIRA, A. R. . Formação cultural e semiformação: contribuições de Kant, Hegel, Marx e Adorno para pensar a educação hoje. In: I Congresso Latinoamericano de Filosofia da Educação, 2011, São Paulo. I Congresso LatinoAmericano de Filosofia da Educação. São Paulo: Alfe, 2011. v. 1. p. 390-398.

15.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . Formação Cultural e Semiformação: Contribuições de Kant, Hegel, Marx e Adorno para pensar à educação hoje.. In: IV Seminário Internacional sobre Filosofia e Educação, 2011, Passo Fundo. Racionalidade, Reconhecimento e experiência Formativa. Passo Fundo: Editora Universitária, 2011. v. 1. p. 1-11.

16.
Silva, Ursula Rosa da ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . Infância e educação filosófica: uma prática interdisciplinar. In: IX Simpósio Sulbrasileiro de Filosofia, 2010, Porto Alegre. Anais do Simpósio Sulbrasileiro de Filosofia. Porto Alegre: Universitária Metodista, 2010. v. 9. p. 1-10.

17.
VALEIRÃO, Kelin. Honneth e a Educação: um ensaio acerca da categoria reconhecimento. In: VI Ciclo de Estudos: Educação e Filosofia: tem jogo neste campo? Liberalismo, Formação e Políticas Educacionais, 2010, Pelotas. Anais do VI Ciclo de Estudos: Educação e Filosofia: tem jogo neste campo? Liberalismo, Formação e Políticas Educacionais. Pelotas: Editora e Gráfica da UFPel, 2010. v. 6. p. 1-6.

18.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault e o Projeto Moderno: Aufklärung e governamentalidade. In: ANPED SUL, 2010, Londrina. Anais do VIII - Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sul - ANPED SUL. Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2010. v. 8. p. 1-13.

19.
Silva, Ursula Rosa da ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . INFÂNCIA DO SENTIDO: CONTRIBUTOS DA ESTÉTICA À EDUCAÇÃO. In: V Colóquio Internacional de Filosofia da Educação: Devir-criança da filosofia, 2010, Rio de Janeiro. V Colóquio Internacional de Filosofia da Educação: Devir-criança da filosofia. Rio de Janeiro: Gráfica da UERJ, 2010. v. 5. p. 1-12.

20.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; BANDEIRA, Belkis Souza . Governamentalidade e Práxis Educacional. In: XI Simpósio Internacional IHU: O (des)governo biopolítico da vida humana, 2010, São Leopoldo. Simpósio Internacional IHU. São Leopoldo: UNISINOS, 2010. v. 1. p. 1-18.

21.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; BANDEIRA, Belkis Souza . Reconhecimento, educação e trabalho social. In: 7º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad, 2010, Montevidéu. Anais do 7º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad. Montevidéu: Signo Latinoamérica, 2010. v. 7. p. 1-10.

22.
NUNES, A. S. C. ; ROSA, C. M. ; VALEIRÃO, Kelin . O que é filosofar? Concepções de acadêmicos da UFPel e da UCPel. In: VI Ciclo de Estudos: Educação e Filosofia: tem jogo neste campo? Liberalismo, Formação e Políticas Educacionais, 2010, Pelotas. Anais do VI Ciclo de Estudos: Educação e Filosofia: tem jogo neste campo? Liberalismo, Formação e Políticas Educacionais. Pelotas: Editora e Gráfica da UFPel, 2010. v. 6. p. 1-6.

23.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; BANDEIRA, Belkis Souza . Uma rediscussão da crise da escola. In: VI Congresso Internacional de Educação, 2009, São Leopoldo. VI Congresso Internacional de Educação - Educação e Tecnologias: Sujeitos (des)conectados?. São Leopoldo: Casa Leiria, 2009. v. 6. p. 1-12.

24.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin ; OLIVEIRA, A. R. . Estética e Educação ou Educação e Estética: possibilidades de diálogo. In: VI Congresso Internacional de Educação, 2009, São Leopoldo. VI Congresso Internacional de Educação -Educação e Tecnologia: Sujeitos (des)conectados?. São Leopoldo: Casa Leiria, 2009. v. 6. p. 1-10.

25.
VALEIRÃO, Kelin. O kantismo de Foucault. In: V Ciclo de Estudos: Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo?, 2009, Pelotas. Anais V Ciclo de Estudos: Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo?. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária, 2009. v. 5. p. 1-7.

26.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Globalização e contemporaneidade: uma rediscussão da crise da escola. In: X Corredor de las Ideas, 2009, Maldonado. Anais do X Corredor de las Ideas. Maldonado/Uruguai: Corredor de las Ideas, 2009. v. 10. p. 779-785.

27.
OLIVEIRA, A. R. ; VALEIRÃO, Kelin . Foucault na Educação: governamentalidade e práxis educacional na contemporaneidade. In: I Congresso Internacional de Filosofia e Educação de Países e Comunidades de Língua Portuguesa, 2009, Marília/SP. I Congresso Internacional de Filosofia e Educação de Países e Comunidades de Língua Portuguesa. Marília: UNINOVE, 2009. v. 1. p. 1-20.

28.
BANDEIRA, Belkis Souza ; OLIVEIRA, A. R. ; VALEIRÃO, Kelin . Formação Cultural, Educação e Emancipação. In: I Congresso Internacional de Filosofia e Educação de Países e Comunidades de Língua Portuguesa, 2009, Marília. Anaia do I Congresso Internacional de Filosofia e Educação de Países e Comunidades de Língua Portuguesa. Marília: UNINOVE, 2009. v. 1. p. 1-20.

29.
AZEVEDO, Heloisa Helena Duval de ; AMARAL, Giane Lange do ; VANTI, Elisa dos Santos ; FUJITA, Teresinha ; VALEIRÃO, Kelin . Núcleo de Práticas complementares ao ensino regular no Loteamento CEVAL. In: 6º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad, 2009, Montevidéu. 6º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad - Identidad para la diversidad, memoria para el futuro. Montevidéu: Editora Signo - Centro Interdisciplinario, 2009. v. 6. p. 1-6.

30.
VALEIRÃO, Kelin. Educação e Globalização: uma rediscussão da crise da escola. In: 6º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad, 2009, Montevidéu. 6º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad. Montevidéu: Signo - Centro interdisciplinario, 2009. v. 6. p. 1-11.

31.
SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . A construção do conhecimento filosófico e artístico numa proposta interdisciplinar com crianças. In: II Encontro de Filosofia e Ensino (evento internacional), 2008, Pelotas. II Encontro de Filosofia e Ensino. Pelotas, 2008. v. II. p. 1-6.

32.
VALEIRÃO, Kelin. Comunitarismo versus Liberalismo. In: I Encontro Internacional de Ciências Sociais, 2008, Pelotas. I Encontro Internacional de Ciências Sociais. Pelotas: ISP-UFPel, 2008. v. 1. p. 1-12.

33.
VALEIRÃO, Kelin; Silva, Ursula Rosa da ; LEITE, Vanessa Caldeira ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte . Filosofia e interdisciplinaridade: uma proposta filosófica-educativa na escola. In: Congresso Internacional de Filosofia, 2008, Caxias do Sul. Anais do Congresso Internacional de Filosofia. Caxias do Sul, 2008. v. 1. p. 1-14.

34.
VALEIRÃO, Kelin. A escola enquanto instituição disciplinar. In: VII Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul - ANPED SUL, 2008, Itajaí. VII Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul. Itajaí: UNIVALI, 2008. p. 1-6.

35.
VALEIRÃO, Kelin. Michel Foucault e a biopolítica: implicações educacionais. In: III Seminário Internacional sobre Filosofia e Educação, 2008, Passo Fundo. Anais do III Seminário Internacional sobre Filosofia e Educação. Passo Fundo: Editora de Passo Fundo, 2008. v. 1. p. 1-11.

36.
VALEIRÃO, Kelin. Os Incríveis: disciplina, gênero e normalização. In: Simpósio sobre Gênero, Arte e Memória, 2008, Pelotas. Abrindo a caixa de Pandora - Simpósio sobre Gênero, Arte e Memória. Pelotas: Instituto de Artes e Design, 2008. v. 1. p. 104-109.

37.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault e a biopolítica: a nova arte de governar. In: I Colóquio Michel Foucault: Educação, Filosofia e História - Transversais, 2008, Uberlândia. Anais do I Colóquio Michel Foucault: Educação, Filosofia e História - Transversais. Uberlândia: Digital Solutions Ltda, 2008. v. 1. p. 1-10.

38.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . Nietzsche e Foucault: da vontade de potência ao poder como ato. In: I Colóquio Nacional Michel Foucault: Educação, Filosofia, História - Transversais, 2008, Uberlândia. Anais do I Colóquio Nacional Michel Foucault: Educação, Filosofia, História - Transversais. Uberlândia: Digital Solutions Ltda, 2008. v. 1. p. 1-10.

39.
VALEIRÃO, Kelin. A pesquisa educacional como problematização. In: VII Seminário de Pesquisa Qualitativa, 2008, Rio Grande. http://www.ceamecim.furg.br/vii_pesquisa/trabalhos/37.doc, 2008. v. 7. p. 1-8.

40.
VALEIRÃO, Kelin. Biopolítica na Educação. In: IV Ciclo de Estudos Filosofia e Educação: tem jogo neste campo?, 2008, Pelotas. Anais do IV Ciclo de Estudos Filosofia e Educação: tem jogo neste campo?. Pelotas: Editora e Gráfica da UFPel, 2008. v. 4. p. 1-10.

41.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . Educação popular no Brasil: resgatando identidades. In: 5º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad, 2008, Montevidéu. 5º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad - Caminos para un desarrollo desde los pueblos y sus culturas. Montevidéu: Ministerio de desarrollo social, 2008. p. 1-4.

42.
BANDEIRA, Belkis Souza ; OLIVEIRA, A. R. ; VALEIRÃO, Kelin . Estética da Educação ou Educação Estética: repensando a Educação sob outro olhar. In: II Simpósio Internacional em Educação e Filosofia, 2008, Marília. Anais do II Simpósio Internacional em Educação e Filosofia. Marília: FUNDEPE, 2008. p. 930-945.

43.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; Ghiggi, Gomercindo ; Battestin, Claudia . Por um Brasil Alfabetizado: novos desafios para a educação brasileira. In: II Seminário Diálogos com Paulo Freire, 2008, Pelotas. Anais do II Seminário Diálogos com Paulo Freire. Pelotas: UFPel, 2008. v. 2. p. 1-8.

44.
Battestin, Claudia ; Ghiggi, Gomercindo ; VALEIRÃO, Kelin ; OLIVEIRA, A. R. . Que sombras procuramos para refletir sobre os problemas de nosso tempo? reflexões freireanas. In: Ciencias, tecnologías e culturas. Diálogo entre las disciplinas del conocimiento, 2008, Santiago de Chile. Gran Congreso Ciencias, tecnologías e culturas. Diálogo entre las disciplinas del conocimiento. Santiago de Chile: Universidad de Santiago de Chile, 2008.

45.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; Ghiggi, Gomercindo ; Battestin, Claudia . Novos desafios para a educação brasileira: algumas reflexões acerca do projeto de educação popular: Por um Brasil Alfabetizado. In: Ciencias, tecnologías e culturas. Diálogo entre las disciplinas del conocimiento, 2008, Santiago de Chile. Gran Congreso Ciencias, tecnologías e culturas. Diálogo entre las disciplinas del conocimiento. Santiago de Chile: Universidad de Santiago de Chile, 2008. p. 1-8.

46.
Silva, Ursula Rosa da ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . Produzindo Arte, Filosofando a vida: uma proposta interdisciplinar com crianças. In: VII Simpósio Sul-Brasileiro sobre o Ensino de Filosofia: Filosofia e Sociedade, 2007, Porto Alegre. VII Simpósio Sul-Brasileiro sobre o Ensino de Filosofia: Filosofia e Sociedade. Porto Alegre: PUCRS, 2007. p. 1-12.

47.
VALEIRÃO, Kelin; Silva, Ursula Rosa da ; LEITE, Vanessa Caldeira . ARTE E FILOSOFIA: uma prática educativa para a construção do conhecimento. In: IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL AS REDES DE CONHECIMENTOS E A TECNOLOGIA: práticas educativas, cotidiano e cultura, 2007, Rio de Janeiro. IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL AS REDES DE CONHECIMENTOS E A TECNOLOGIA: práticas educativas, cotidiano e cultura. Rio de Janeiro: Laboratório de Educação e Imagem, 2007. p. 1-19.

48.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje. In: VI Seminário de Pesquisa Qualitativa: fazendo metodologia, 2007, Rio Grande. Anais do VI Seminário de Pesquisa Qualitativa: fazendo metodologia. Rio Grande: Editoração do evento, 2007. p. 1-11.

49.
VALEIRÃO, Kelin. ?Todas as Letras?: relatos sob a ótica de uma educadora popular. In: IX Fórum Estudos: Leituras de Paulo Freire, 2007, Rio Grande. IX Fórum Estudos: Leituras de Paulo Freire. Rio Grande: Editora da FURG, 2007. p. 1-5.

50.
VALEIRÃO, Kelin; Silva, Ursula Rosa da ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte . Uma prática educativa visando a constituição do conhecimento: Arte e Filosofia nas séries iniciais. In: V Congresso Internacional de Educação - PEDAGOGIAS (entre) lugares e saberes, 2007, São Leopoldo. V Congresso Internacional de Educação. Pelotas: Seiva Publicações, 2007. p. 1-15.

51.
Menezes, Diego Sabbado ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; Lucas Duarte Silva ; Silva, Ursula Rosa da ; LEITE, Vanessa Caldeira . Arte e Filosofia na pré-escola: uma proposta interdisciplinar de educação. In: 10º Seminário Internacional de Educação - Educação e currículo: debates contemporâneos, 2007, Novo Hamburgo. 10º Seminário Internacional de Educação. São Leopoldo: Cd editado pelo evento, 2007. p. 1-11.

52.
LEITE, Vanessa Caldeira ; Silva, Ursula Rosa da ; VALEIRÃO, Kelin ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte . Interdisciplinaridade e a constituição de conhecimento em Arte e Filosofia. In: I Simpósio Internacional de Educação e IV Fórum Nacional de Educação, 2007, Torres. I Simpósio Internacional de Educação e IV Fórum Nacional de Educação. Torres: Ed. pela Ulbra, 2007. p. 1-9.

53.
VALEIRÃO, Kelin. Alfabetização e identidade cultural: construindo uma nova história. In: 1º Seminário Diálogos com Paulo Freire, 2007, Pelotas. 1º Seminário Diálogos com Paulo Freire. Pelotas, 2007. v. 1. p. 1-7.

54.
VALEIRÃO, Kelin. Educação e Identidade Cultural: construindo uma nova história. In: 4º Foro latinoamericano: Memoria e Identidad, 2007, Montevidéu. Memorias del 4º Foro Latinoamericano. Montevidéu: Signo, 2007. p. 1-4.

55.
VALEIRÃO, Kelin. Contribuições de John Locke e Alexandre de Gusmão à Educação. In: II Seminário Nacional de Filosofia e Educação, 2006, Santa Maria. II Seminário Nacional de Filosofia e Educação. Santa Maria: ~Facos - UFSM, 2006. p. 1-6.

56.
VALEIRÃO, Kelin. Projeto Todas as Letras: Uma proposta de alfabetização na perspectiva do letramento. In: 7 Fórum de Estudos: Leituras de Paulo Freire, 2005, São Leopoldo. Anais do 7 Fórum de Estudos: Leituras de Paulo Freire, 2005. p. 1-7.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
VALEIRÃO, Kelin. O pensamento ético-político de Aristóteles: repensando a dicotomia liberalismo versus comunitarismo. In: XIII Encontro Nacional de Filosofia - ANPOF, 2008, Canela. Livro de Atas do XIII Encontro Nacional de Filosofia - ANPOF. São Leopoldo: Editora UNISINOS, 2008. p. 374-375.

2.
SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; Silva, Ursula Rosa da ; LEITE, Vanessa Caldeira ; VALEIRÃO, Kelin . A construção do conhecimento em Arte numa proposta interdisciplinar. In: 5º Encontro Nacional de Pesquisa em Arte, 2007, Montenegro. Anais do 5° Encontro Nacional de Pesquisa em Arte. Montenegro: Quinta Edição, 2007. p. 348-350.

3.
VALEIRÃO, Kelin. Nietzsche e a vontade de poder. In: IX Encontro de Pós-Graduação, 2007, Capão do Leão. IX Encontro de Pós-Graduação. Pelotas: Editorado pela comissão do evento, 2007. p. 1-4.

4.
VALEIRÃO, Kelin. Correlações Educacionais entre Alexandre de Gusmão e John Locke. In: VIII Encontro de pós- graduação, 2006, Capão do Leão. VII Encontro de pós- graduação. Pelotas: Editora do evento, 2006. p. 1-4.

5.
VALEIRÃO, Kelin. A problematização do sujeito foucaultiano. In: VII Encontro de pós- graduação, 2006, Capão do Leão. XIV Congresso de Iniciação Científica e VII Encontro de pós- graduação. Pelotas: Editoração do evento, 2006. p. 1-4.

6.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre uma possível aproximação entre Alexandre de Gusmão e John Locke. In: VIII Congresso de Pós-Graduação, 2006, Capão do Leão. XV Congresso de Iniciação Científica e VIII Encontro de Pós-Graduação. Pelotas: Editoração do evento, 2006. p. 1-4.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
VALEIRÃO, Kelin. Ideologia como política da vida. In: XII CONLAB - 1º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas, 2015, Lisboa. Anais do XII CONLAB. Lisboa: AILP - CSH, 2015. v. 1. p. 1-1.

2.
VALEIRÃO, Kelin. O percurso da biopolítica no pensamento de Michel Foucault. In: Congreso Internacional de la Sociedad Filosófica del Uruguay, 2014, Montevidéu. Congreso Internacional de la Sociedad Filosófica del Uruguay. Montevidéu: SFU, 2014. v. 1. p. 143-144.

3.
VALEIRÃO, Kelin. O ensino de filosofia e a transposição didática. In: Jornadas de Filosofía: A 15 años del Centro Regional de Profesores SW, 2014, Colônia do Sacramento. Jornadas de Filosofía: A 15 años del Centro Regional de Profesores SW. Colônia do Sacramento: Departamento de Filosofia, 2014. v. 1. p. 1-1.

4.
VALEIRÃO, Kelin. O percurso da biopolítica no pensamento de Foucault. In: XVI Encontro da ANPOF, 2014, Campos de Jordão. Anais do XVI Encontro da ANPOF. ANPOF: ANPOF, 2014. v. 16. p. 1-1.

5.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . Ideologia como política da vida: alguns deslocamentos para pensar a educação contemporânea. In: 2º Congresso Latinoamericano de Filosofia de la Educación, 2013, Montevidéu. Aais do 2º Congresso Latinoamericano de Filosofia de la Educación. Montevidéu: ALFE, 2013. v. 2. p. 1-1.

6.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Marx e Foucault: aportes para pensar a educação contemporânea. In: 2º Congresso Latinoamericano de Filosofia de la Educación, 2013, Montevidéu. Anais do 2º Congresso Latinoamericano de Filosofia de la Educación. Montevidéu: ALFE, 2013. v. 2. p. 18-18.

7.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault e a disciplina dos corpos na escola. In: II Encuentro Internacional del conocimiento, 2013, Bogotá. Anales del II Encuentro Internacional del conocimiento. Bogotá/Colômbia: Universidad Segio Arboleda, 2013. v. 2. p. 454-454.

8.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault, leitor de Marx. In: XV Encontro Nacional da ANPOF, 2012, Curitiba. XV Cadernos de Resumos. Curitiba: ANPOF, 2012. v. 15. p. 426-425.

9.
VALEIRÃO, Kelin. Ideologias e governamentalidades: alguns deslocamentos para pensar a lógica da educação contemporânea. In: ANPED - SUL, 2012, Caxias do Sul. Anais da IX ANPED-SUL. Caxias do Sul: UCS. v. 9. p. 1-14.

10.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Governamentalidade e práxis educacional: um questionamento da alegada. In: Congresso Internacional III Congresso da SOFELD, 2011, Porto. A solidão nos limiares da pessoa e da solidariedade: entre os laços e as fracturas sociais. Porto - Portugal: CSS2011, 2011. v. 1. p. 133-133.

11.
OLIVEIRA, Neiva Afonso ; VALEIRÃO, Kelin . PARADIGMAS SÓCIO-EDUCACIONAIS: DESVENDANDO TRAJETOS E ITINERÁRIOS. In: VII Congresso Internacional de Educação Profissão Docente: Há futuro para esse ofício?, 2011, São Leopoldo. Anais do VII Congresso Internacional de Educação Profissão Docente: Há futuro para esse ofício?, 2011. v. 7. p. 126-126.

12.
VALEIRÃO, Kelin. Governamentalidade e práxis educacional na contemporaneidade. In: VII Congresso Internacional de Educação Profissão Docente: Há futuro para esse ofício, 2011, São Leopoldo. Anais do VII Congresso Internacional de Educação Profissão Docente: Há futuro para esse ofício?. São Leopoldo, 2011. v. 7.

13.
Silva, Ursula Rosa da ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . Infância do sentido: contributos da estética à educação filosófica. In: V Colóquio Internacional de Filosofia da Educação, 2010, Rio de Janeiro. Cadernos de Resumos Devir-criança da Filosofia. Rio de Janeiro: Gráfica da UERJ, 2010. v. 5. p. 220-221.

14.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Governamentalidade e práxis educacional: a contribuição da Filosofia Francesa na rediscussão da crise da escola. In: Colóquio Internacional de Filosofia Francesa, 2009, São Luís/MA. Revista Pesquisa em Foco em Educação e Filosofia. Maranhão: Gráfica Universitária/UFMA, 2009. v. 1. p. 21-22.

15.
VALEIRÃO, Kelin. Educação de jovens e adultos: retirando do silêncio a fala. In: II Congresso Nacional de Alfabetização e Educação Ambiental, 2008, Rio Grande. II Congresso Nacional de Alfabetização e Educação Ambiental. Rio Grande: NUPEPSO, 2008. p. 1-1.

16.
VALEIRÃO, Kelin. Educação Popular no Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas. In: II Congresso Nacional de Alfabetização e Educação Ambiental, 2008, Rio Grande. II Congresso Nacional de Alfabetização e Educação Ambiental, 2008. p. 1-1.

17.
VALEIRÃO, Kelin. Educação Popular e identidade cultural: retirando do silêncio a fala. In: IX Encontro Nacional de História Oral, 2008, São Leopoldo. IX Encontro Nacional de História Oral Testemunhos e Conhecimentos. São Leopoldo: Oikos, 2008. v. 9. p. 172-173.

18.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault e a biopolítica: a nova arte de governar. In: I Colóquio Nacional Michel Foucaul: Educação, Filosofia, História - Transversais, 2008, Uberlândia. Cadernos de Resumos I Colóquio Nacional Michel Foucaul: Educação, Filosofia, História - Transversais. Uberlândia: EDUFU, 2008. v. 1. p. 80-81.

19.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . Nietzsche e Foucault: da vontade de poder ao poder como ato. In: I Colóquio Nacional Michel Foucaul: Educação, Filosofia, História - Transversais, 2008, Uberlândia. Caderno de Resumos I Colóquio Nacional Michel Foucaul: Educação, Filosofia, História - Transversais. Uberlândia: EDUFU, 2008. v. 1. p. 30-31.

20.
SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; LEITE, Vanessa Caldeira ; VALEIRÃO, Kelin ; Silva, Ursula Rosa da . Práticas interdisciplinares: arte e filosofia em séries iniciais. In: 7º Encontro sobre o Poder Escolar, 2007, Pelotas. Profissão Professor. Pelotas: UFPel, 2007. v. 7. p. 157-158.

21.
VALEIRÃO, Kelin. Alfabetização na perspectiva do letramento no Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas - CAPS-AD. In: 7º Encontro Poder Escolar/ 1º Encontro Internacional sobre o Poder Escolar, 2007, Pelotas. Profissão Professor. Pelotas: Gráfica da UFPel, 2007. v. 7. p. 190-190.

22.
VALEIRÃO, Kelin. Abrindo a caixa de ferramentas: poder, sujeito e resistência. In: 6ª Mostra de Pós-Graduação - CIC UCPEL, 2007, Pelotas. CIC UCPEL. Pelotas: CIC UCPEL, 2007. p. 1-1.

23.
VALEIRÃO, Kelin. Educação e Identidade Cultural: construindo uma nova história. In: 4º Foro Latinoamericano Memoria e identidad, 2007, Montevidéo. Horizontes de maíz y barro - Saberes e imaginarios en diálogo hacia un nuevo orden social. Montevidéo: Editora da Universidade, 2007. p. 79-79.

24.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a antinomia: liberalismo versus comunitarismo. In: XII Simpósio de Filosofia Moderna e Contemporânea da Unioeste, 2007, Toledo. XII Simpósio de Filosofia Moderna e Contemporânea da Unioeste. Cascavél: Coluna do Saber, 2007. p. 167-168.

25.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje (pôster). In: IX ENPOS, 2007, Pelotas. IX Encontro de Pós-Graduação. Pelotas: Editora do evento, 2007. p. 1-1.

26.
Menezes, Diego Sabbado ; Lucas Duarte Silva ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira ; Daiana Trindade Furtado . Arte e Filosofia com crianças: da interdisciplinaridade ao contexto social. In: XIX Salão de Iniciação Científica, 2007, Porto Alegre. XIX Salão de Iniciação Científica/ XVI Feira de Iniciação Científica/ II Salão UFRGS Jovem. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2007. p. 1-1.

27.
VALEIRÃO, Kelin. Do poder à violência: um estudo genealógico. In: VIII Encontro de Pós-Graduação, 2006, Rio Grande. V Mostra Universitária da FURG. Rio Grande: Editoração do evento, 2006. p. 1-1.

28.
VALEIRÃO, Kelin. Correlações Educacionais entre Alexandre de Gusmão e John Locke. In: IV Encontro dos Grupos de Pesquisa & Desenvolvimento - RS Zona Sul - FURG, 2006, Rio Grande. IV Encontro dos grupos de Pesquisa & Desenvolvimento - RS Zona Sul. Rio Grande: FURG, 2006. p. 1-1.

29.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a analítica do poder em Michel Foucault: um estudo genealógico. In: Ciência & Consciência 2006, 2006, Pelotas. Ciência & Consciência 2006. Pelotas: EDUCAT, 2006. p. 1-1.

30.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a diferenciação entre poder e violência no pensamento foucaultiano. In: VIII Encontro de Pós-Graduação, 2006, Pelotas. XV Congresso de Iniciação Científica e VIII Encontro de Pós-Graduação, 2006. p. 1-1.

31.
VALEIRÃO, Kelin. Alexandre de Gusmão:. In: Ciência & Consciência 2005, 2005, Pelotas. Ciência & Consciência 2005, 2005.

32.
VALEIRÃO, Kelin. A subjetividade visibilizada nas histórias infantis. In: Ciência & Consciência 2004, 2004, Pelotas. Ciência & Consciência 2004. Pelotas: Editoração do evento, 2004. p. 1-1.

33.
VALEIRÃO, Kelin. A subjetividade visibilizada nas histórias infantis. In: XIII Congresso de Iniciação Científica UFPel, 2004, Pelotas. XIII Congresso de Iniciação Científica e VI Encontro de pós-graduação. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária UFPel, 2004. p. 1-1.

34.
VALEIRÃO, Kelin. A subjetividade visibilizada nas histórias infantis. In: IV Seminário de Educação e Comunicação e III Colóquio sobre imaginário, cultura e educação, 2004, Pelotas. IV Seminário de Educação e Comunicação e III Colóquio sobre imaginário, cultura e educação. Pelotas: Editora e gráfica universitária, 2004. p. 30-31.

Apresentações de Trabalho
1.
VALEIRÃO, Kelin. O ensino de Filosofia/EAD: a formação focada em problemas filosóficos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
VALEIRÃO, Kelin. Respeito é bom e eu gosto!. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
VALEIRÃO, Kelin. Michel Foucault: ética como estética da existência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
VALEIRÃO, Kelin. Curso Intensivo - Problemas Filosóficos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
VALEIRÃO, Kelin. Um pouco da história das mulheres no Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
VALEIRÃO, Kelin. A Modernidade para Foucault. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
VALEIRÃO, Kelin. Michel Foucault: ética como estética da existência. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
VALEIRÃO, Kelin. A construção da loucura e o papel dos anormais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
VALEIRÃO, Kelin. Educação segundo Michel Foucault. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
VALEIRÃO, Kelin. Modernidade em Michel Foucault. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
VALEIRÃO, Kelin. Ideologia como política da vida. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
TRINDADE, F. F. ; VALEIRÃO, Kelin . A medicina social: análise de Michel Foucault sobre o uso do poder medical como ferramenta biopolítica. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
VALEIRÃO, Kelin. As transformações da sexualidade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
VALEIRÃO, Kelin. O conceito de biopolítica no pensamento de Michel Foucault. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
VALEIRÃO, Kelin. Alfabetização: métodos e processos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
VALEIRÃO, Kelin. O ensino de filosofia e a transposição didática. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
VALEIRÃO, Kelin. O percurso da biopolítica no pensamento de Michel Foucault. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
VALEIRÃO, Kelin. Biopoder e biopolítica no pensamento de Michel Foucault. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
VALEIRÃO, Kelin. O percurso da biopolítica no pensamento de Foucault. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Marx e Foucault: aportes para pensar a educação contemporânea. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . A filosofia, sob a perspectiva da obra de Theodor Adorno, como possibilidade de enfrentamento ao modelo semiformativo da educação hoje. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
VALEIRÃO, Kelin. Biopolítica e responsabilidade moral. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
VALEIRÃO, Kelin. Michel Foucault: Ética como estética da existência. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault e a disciplina dos corpos na escola. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
BANDEIRA, Belkis Souza ; VALEIRÃO, Kelin . Nietzsche e Foucault: da vontade de potência ao poder como ato. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
VALEIRÃO, Kelin. Ideologias e governamentalidades: alguns deslocamentos para pensar a educação contemporânea. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault, leitor de Marx. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Ideologia como política da vida: contributos de Marx e Foucault à Educação. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Governamentalidade e práxis educacional: um questionamento da alegada. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . Reconhecimento e Educação. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . A contemporaneidade e suas técnicas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Ideologias e governamentalidades na Educação Contemporânea. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . O pensamento ético-político de Aristóteles: Repensando a dicotomia liberalismo versus comunitarismo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
VALEIRÃO, Kelin. Sujeito e Práxis Social. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
VALEIRÃO, Kelin. Honneth e a Educação: um ensaio acerca da categoria reconhecimento. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
BANDEIRA, Belkis Souza ; OLIVEIRA, A. R. ; VALEIRÃO, Kelin . Adorno, estética e educação: possibilidades de diálogos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; BANDEIRA, Belkis Souza . Governamentalidade e práxis educacional. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
Silva, Ursula Rosa da ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . Infância do sentido: contributos da estética à educação filosófica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

40.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; BANDEIRA, Belkis Souza . RECONHECIMENTO, EDUCAÇÃO E TRABALHO SOCIAL. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

41.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; BANDEIRA, Belkis Souza . Uma rediscussão da crise da escola. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
AZEVEDO, Heloisa Helena Duval de ; AMARAL, Giane Lange do ; VANTI, Elisa dos Santos ; FUJITA, Teresinha ; VALEIRÃO, Kelin . Núcleo de práticas complementares ao ensino regular no Loteamento CEVAL. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

43.
VALEIRÃO, Kelin. Educação e globalização: uma rediscussão da crise da escola. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . A construção do conhecimento filosófico e artístico numa proposta interdisciplinar com crianças. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

45.
VALEIRÃO, Kelin. Liberalismo versus comunitarismo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

46.
VALEIRÃO, Kelin. Educação de jovens e adultos: retirando do silêncio a fala. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

47.
VALEIRÃO, Kelin. Educação Popular no Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

48.
VALEIRÃO, Kelin. Educação e identidade cultural: retirando do silêncio a fala (pôster). 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

49.
VALEIRÃO, Kelin; Silva, Ursula Rosa da ; LEITE, Vanessa Caldeira ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte . Filosofia e Interdisciplinaridade: uma proposta filosófica-educativa na escola. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

50.
VALEIRÃO, Kelin. A escola enquanto instituição disciplinar (pôster). 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

51.
VALEIRÃO, Kelin. O pensamento ético-político de Aristóteles: repensando a dicotomia liberalismo versus comunitarismo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

52.
VALEIRÃO, Kelin; BANDEIRA, Belkis Souza . Educação Popular no Brasil: resgatando identidades. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

53.
VALEIRÃO, Kelin; Battestin, Claudia ; OLIVEIRA, A. R. ; Ghiggi, Gomercindo . Alfabetização de jovens e adultos: novos desafios para a educação brasileira. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

54.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. ; Ghiggi, Gomercindo ; Battestin, Claudia . Por um Brasil Alfabetizado: novos desafios para a educação brasileira. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

55.
VALEIRÃO, Kelin. Os Incríveis: disciplina, gênero e normalização. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

56.
SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; LEITE, Vanessa Caldeira ; VALEIRÃO, Kelin ; Silva, Ursula Rosa da . Práticas interdisciplinares: arte e filosofia em séries iniciais. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

57.
Menezes, Diego Sabbado ; Lucas Duarte Silva ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira ; Daiana Trindade Furtado . Arte e Filosofia com crianças: da interdisciplinaridade ao contexto social. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

58.
VALEIRÃO, Kelin. Alfabetização e identidade cultural: construindo uma nova história. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

59.
VALEIRÃO, Kelin; Silva, Ursula Rosa da ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte . Uma prática educativa visando a constituição do conhecimento: Arte e Filosofia nas séries iniciais. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

60.
VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, Neiva Afonso . Sujeito e Práxis: a retomada do conceito aristotélico de práxis no pensamento heideggeriano. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

61.
Menezes, Diego Sabbado ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; Lucas Duarte Silva ; Silva, Ursula Rosa da ; LEITE, Vanessa Caldeira . Arte e Filosofia na pré-escola: uma proposta interdisciplinar de educação. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

62.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a diferenciação entre poder e violência no pensamento foucaultiano (pôster). 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

63.
LEITE, Vanessa Caldeira ; Silva, Ursula Rosa da ; VALEIRÃO, Kelin ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte . Interdisciplinaridade e a constituição e a constituição de conhecimento em Arte e Filosofia. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

64.
Silva, Ursula Rosa da ; SACRAMENTO, Cristiane Duarte ; VALEIRÃO, Kelin ; LEITE, Vanessa Caldeira . Produzindo Arte, filosofando a vida: uma proposta interdisciplinar com crianças. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

65.
VALEIRÃO, Kelin; Silva, Ursula Rosa da ; LEITE, Vanessa Caldeira . Arte e Filosofia com crianças: uma prática educativa para a construção do conhecimento. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

66.
VALEIRÃO, Kelin; ANJOS, Priscila de . FEPráxiS - Filosofia, Educação e Práxis Social. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

67.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a antinomia do poder em Hobbes e Foucault. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

68.
VALEIRÃO, Kelin. "Todas as Letras": relatos sob a ótica de uma educadora popular. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

69.
VALEIRÃO, Kelin. Aristóteles, comunitarista?. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

70.
VALEIRÃO, Kelin. Alfabetização na perspectiva do letramento no Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

71.
VALEIRÃO, Kelin. Abrindo a caixa de ferramentas: poder, sujeito e resistência (pôster). 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

72.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje (pôster). 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

73.
VALEIRÃO, Kelin. Nietzsche e a vontade de poder (pôster). 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

74.
VALEIRÃO, Kelin. O conhecimento filosófico e artístico com crianças e a metodologia interdisciplinar. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

75.
VALEIRÃO, Kelin. A modernidade e a invenção da escola: sobre a diferenciação entre poder e violência. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

76.
VALEIRÃO, Kelin. Karl Raimund Popper e o falsificacionismo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

77.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

78.
VALEIRÃO, Kelin. O sujeito e o poder em Foucault. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

79.
VALEIRÃO, Kelin. Contribuições de John Locke e Alexandre de Gusmão à Educação. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

80.
VALEIRÃO, Kelin. Construção da subjetividade a partir das histórias infantis: uma leitura foucaultiana. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

81.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre uma possível aproximação entre Alexandre de Gusmão e John Locke (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

82.
VALEIRÃO, Kelin. Do poder a violência: um estudo genealógico (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

83.
VALEIRÃO, Kelin. Correlações educacionais entre Alexandre de Gusmão e John Locke (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

84.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre uma possível aproximação entre Alexandre de Gusmão e John Locke (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

85.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a diferenciação entre poder e violência no pensamento foucaultiano. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

86.
VALEIRÃO, Kelin. Correlações educacionais entre Alexandre de Gusmão e John Locke (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

87.
VALEIRÃO, Kelin. A problematização do sujeito foucaultiano (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

88.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a analítica do poder em Michel Foucault: um estudo genealógico (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

89.
VALEIRÃO, Kelin. Do poder à violência: um estudo genealógico (pôster). 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

90.
VALEIRÃO, Kelin. Sobre a analítica do sujeito em Michel Foucault: a literatura infantil e o cuidado de si. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

91.
VALEIRÃO, Kelin. A problematização do sujeito foucaultiano. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

92.
VALEIRÃO, Kelin. Projeto "Todas as Letras": uma proposta de alfabetização na perspectiva do letramento. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

93.
VALEIRÃO, Kelin. Alexandre de Gusmão: "A Arte de crear bem os filhos na idade da puericia" (pôster). 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

94.
VALEIRÃO, Kelin. A subjetividade visibilizada nas histórias infantis. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

95.
VALEIRÃO, Kelin. A subjetividade visibilizada nas histórias infantis (pôster). 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

96.
VALEIRÃO, Kelin. A subjetividade visibilizada nas histórias infantis (pôster). 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
ARALDI, C. ; VALEIRÃO, Kelin . Herdeiros de Nietzsche: Foucault, Agamben e Deleuze. Pelotas, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
VALEIRÃO, Kelin. Mais uma lacônica viagem no tempo e no espaço. Canoas, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini ; VALEIRÃO, Kelin . ADUFPel: uma trajetória pela democracia. 2003.

2.
BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini ; VALEIRÃO, Kelin . Anais da III Jornada Universitária. 2002.


Demais tipos de produção técnica
1.
CARMO, J. ; VALEIRÃO, Kelin . Visita Técnica para Cooperação Internacional (UFPel/UDELAR). 2018. (Visita Técnica UDELAR).

2.
VALEIRÃO, Kelin. Seminário III - A atualidade do pensamento de Michel Foucault. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'Ideologia como política da vida' ministrada no Programa de Pós-Graduação em Educação - UFPel. 2013. (Palestra).

4.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'Foucault na educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje' ministrada no PPGE. 2009. (Palestra).

5.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'Foucault na Educação: governamentalidade e práxis educacional na contemporaneidade' ministrada no PPGE. 2009. (Palestra).

6.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'Trabalho, política e cultura como mediações da existência humana' ministrada na Escola Superior de Educação Física - UFPel. 2008. (Palestra).

7.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'Educação e sociedade: conservação e transformação' ministrada na Escola Superior de Educação Física - UFPel. 2008. (Palestra).

8.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'O caráter sócio-histórico da educação' ministrada na Escola Superior de Educação Física - UFPel. 2008. (Palestra).

9.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'A educação como prática histórica e político-social' ministrada na Escola Superior de Educação Física - UFPel. 2008. (Palestra).

10.
VALEIRÃO, Kelin. Palestra 'Educação e poder: o jogo da sociabilidade' ministrada na Escola Superior de Educação Física - UFPel. 2008. (Palestra).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
BECKENKAMP, J ; FONTOURA, C. Tadeu ; QUEVEDO, A.W ; VALEIRÃO, Kelin . Pensando Mídia: A imprensa. 2006.

2.
BECKENKAMP, J ; FONTOURA, C. Tadeu ; QUEVEDO, A.W ; VALEIRÃO, Kelin . Pensamento: Os meios de comunicações. 2006.

3.
BECKENKAMP, J ; FONTOURA, C. Tadeu ; QUEVEDO, A.W ; VALEIRÃO, Kelin . Teorias do Rádio: Bertolt Brecht e Walter Benjamin. 2006.

4.
BECKENKAMP, J ; FONTOURA, C. Tadeu ; QUEVEDO, A.W ; VALEIRÃO, Kelin . Pensando Mídia: telégrafo e telefone. 2006.

5.
BECKENKAMP, J ; FONTOURA, C. Tadeu ; QUEVEDO, A.W ; VALEIRÃO, Kelin . Pensado Mídia: A fotografia. 2006.

6.
BECKENKAMP, J ; FONTOURA, C. Tadeu ; QUEVEDO, A.W ; VALEIRÃO, Kelin . A fotografia, o cinema e os jogos infantis na perspectiva de Walter Benjamin. 2005.

Demais trabalhos
1.
VALEIRÃO, Kelin. A microfísica dos corpos em Foucault. 2012 (MINICURSO) .

2.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação. 2011 (MINICURSO) .

3.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação: governamentalidade e práxis educacional na contemporaneidade. 2009 (Palestra) .

4.
VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação: ferramentas analíticas para a práxis educacional hoje. 2009 (Palestra) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SCHIO, S. M.; VALEIRÃO, Kelin; NOTO, C. S.. Participação em banca de Dirceu Júnior Kruger. Foucault: O dispositivo de sexualidade no discurso médico e higienista. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

2.
ARALDI, C.; SANTOS, J. V.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Tulipa Martins Meireles. Estética da existência em Michel Foucault: a formação ética através de uma ascética filosófica. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

Qualificações de Doutorado
1.
ARALDI, C. L.; GARCIA, M. M. A; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Tulipa Martins Meireles. Michel Foucault e a reavaliação cínica: outros caminhos na história da subjetividade. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

2.
PATIMALE, J. B.; VALEIRÃO, Kelin; MESQUITA, A. P.. Participação em banca de Daniel Vasco Nhantumbo. Educação e Cidadania: um desafio da ?Educação Básica para todos? em Moçambique (1987-2013). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade Eduardo Mondlane.

Qualificações de Mestrado
1.
VALEIRÃO, Kelin; TONDOLO, R.. Participação em banca de Joice Pereira da Silva Carvalho. Discutindo a evasão nos cursos de graduação criados através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI: o caso da UFPel. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em PROFIAP - Programa de Pós-Graduação em Administração Pública em Rede - UFPe) - Universidade Federal de Pelotas.

2.
SCHIO, S. M.; VALEIRÃO, Kelin; ARALDI, C.. Participação em banca de Dirceu Arno Krüger. Foucault: o dispositivo de sexualidade no discurso médico/higienista. 2016.

3.
SCHIO, S. M.; BARBOSA, E.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Juliana Scherdien Amaral. Hannah Arendt: Política a responsabilidade do homem de massa. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

4.
ARALDI, C.; VALEIRÃO, Kelin; BRESOLIN, K.. Participação em banca de Daniel de Alvarenga Berbare. A filosofia do Espírito Livre em Nietzsche: tensões, rupturas e inovações. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

5.
ARALDI, C. L.; RUBIRA, E.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Lays Rodrigues da Silva. Acerca da relação entre moral, linguagem e verdade no pensamento de Nietzsche. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

6.
ARALDI, C.; SCHIO, S. M.; AVELINO, N.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Tulipa Meirelles Martins. Estética da existência em Michel Foucault: a formação ética através de uma ascética filosófica. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

7.
BARBOSA, E.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Juliana Scherdien Amaral. Hannah Arendt: Política e responsabilidade do homem de massa. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
ESLABAO, L. C.; SANTOS JR., N. J. F.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Evelise Sampaio da Silva. O olhar docente sobre o tratamento de questões de ética e comportamento da educação profissional. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Profissional com habilitação para a docên) - INST FED DE EDUC, CIENC E TECNOL SUL RIO GRANDENSE.

2.
ESLABAO, L.; MACHADO, E. P. S.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Rafael Bertinetti Alves Gonçalves. Reflexão sobre empoderamento como estratégia de desenvolvimento no programa Mulheres Mil. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Profissional com habilitação para a docên) - INST FED DE EDUC, CIENC E TECNOL SUL RIO GRANDENSE.

3.
MEGIATO, Érica Insaurriaga; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Luís Felipe Aires Magalhães. Capitalismo dependente e políticas públicas em EaD. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLOS) - Universidade Federal de Pelotas.

4.
VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Edelci Maria Krügel Baierle. GESTÃO DE POLOS: DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GESTÃO DE POLOS E A REALIDADE MUNICIPAL. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLOS) - Universidade Federal de Pelotas.

5.
VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Mariane Lander Cossio. HISTÓRIA DA EAD E A GESTÃO DE POLOS GESTÃO DE POLOS: PERSPECTIVAS SÓCIO-HISTÓRICAS-FILOSÓFICAS. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLOS) - Universidade Federal de Pelotas.

6.
VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Sara Raquel Levy De Oliveira. GESTÃO DE POLOS: ORGANIZAÇÃO E INFRAESTRUTURA DE POLO DE APOIO PRESENCIAL X TIC?S. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLOS) - Universidade Federal de Pelotas.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Maria Ida Hellebrandt da Silva.O olhar crítico de Friedrich Nietzsche sobre a educação. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

2.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Jairson Martins Duarte.Banca de defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

3.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Marlos de Lima Mirapalhete.O caminho percorrido para a constituição de um professor de Filosofia. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

4.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Michel Schellin Canez.A prática docente no Colégio Cassiano do Nascimento. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

5.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Danilo Alves Rodrigues.Experiência docente na Escola Estadual Cassiano do Nascimento. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

6.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Leonardo Peres Motta.Estágio de docência em Filosofia no IFSul/Pelotas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

7.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Maria Ida Hellbrandt.Reflexões de uma estagiária sobre a prática pedagógica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

8.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Jociara Mendes Dias.Banca de defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

9.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de José Henrique Denardin.Reflexões sobre a prática pedagógica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

10.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Lair Peres Barcellos da Silva.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

11.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Erivelton Cardoso Rego.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

12.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Igor Daniel Escobar Borges.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

13.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Danielle Machado de Oliveira.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

14.
MACHADO, A. S.; CORRÊA, Letícia; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Cláudia do Nascimento Nunes.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

15.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Chaiane Luche Laranjo Garcia.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

16.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Aliana Rostand Mendes.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

17.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Nadyne Quadros Garcia.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

18.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Marina Leal Barão.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

19.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Marina Gomes Oliveira.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

20.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Marcela Fossati Otero.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

21.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Letícia da Silva Larroza.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

22.
SILVEIRA, L. D.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Danielle Machado de Oliveira.O niilismo segundo a concepção filosófica de Friedrich Nietzsche. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

23.
SILVEIRA, L. D.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Nadyne Quadros Garcia.Uma análise panorâmica dos conceitos de utopia e distopia e sua aplicação na obra "Admirável mundo novo" de Aldous Huxley. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

24.
MACHADO, A. S.; VALEIRÃO, Kelin; CORRÊA, Letícia. Participação em banca de Luís Fernando Farias Lucas.Banca de Defesa de Memorial Descritivo de Prática Docente. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Católica de Pelotas.

25.
BRANDÃO, C. M.; CORRÊA, D. R. D. T.; VALEIRÃO, Kelin. Participação em banca de Amanda Ribeiro Corrêa.A cultura visual e a formação de tribos urbanas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Visuais Licenciatura) - Universidade Federal de Pelotas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
DOCA, F. M.; VALEIRÃO, Kelin. Banca avaliadora de prova de títulos. 2015. Instituto Federal Sul-Rio-Grandense.

2.
DOCA, F. M.; VALEIRÃO, Kelin; BRENNER, M. L.; BARRIOS, S. T.. Banca avaliadora da prova de desempenho didático-pedagógico. 2015. Instituto Federal Sul-Rio-Grandense.

3.
DOCA, F. M.; VALEIRÃO, Kelin; GUIMARAES, M. H. S.; FUAO, M. H. R.. Banca elaboradora/Revisora da prova escrita. 2015. Instituto Federal Sul-Rio-Grandense.

Outras participações
1.
PINHEIRO, A. C.; SILVA, A. F.; MANETTI, A. G. S.; MAGALHAES NETO, A.; SILVA, A. C.; SANTOS, A. J. R. W. A.; BARBOSA, E.; VALEIRÃO, Kelin. Comissão para seleção de projetos de ensino/UFPEL. 2018. Universidade Federal de Pelotas.

2.
VALEIRÃO, Kelin; BRESOLIN, K.; NEVES FILHO, E. F.. Banca de Comissão de seleção de tutores a distância. 2018. Universidade Federal de Pelotas.

3.
VALEIRÃO, Kelin. Parecerista Ad Hoc. 2018. Universidade do Oeste de Santa Catarina.

4.
SOARES, A. G. T.; LONGO, M. C.; TONETTO, M. C.; FIGUEIREDO, V. B.; OLIVA, A. C.; SAMPAIO, E.; CECCHINATO, G.; JOHANSON, I.; AGGIO, J. O.; VALEIRÃO, Kelin; SILVEIRA, L. C.; ZATERKA, L.. Reunião de Classificação de Livros da Área de Filosofia 2013,2014,2015/CAPES. 2017. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

5.
SOARES, A. G. T.; OLIVA, A. C.; JOHANSON, I.; VALEIRÃO, Kelin; SILVEIRA, L. C.; LONGO, M. C.; TONETTO, M. C.; FIGUEIREDO, V. B.. Reunião de Classificação de Livros da área de Filosofia 2016/CAPES. 2017. CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social.

6.
VALEIRÃO, Kelin. XXV Congresso de Iniciação Científica (CIC). 2016. Universidade Federal de Pelotas.

7.
VALEIRÃO, Kelin. XVIII Encontro de Pós-Graduação (ENPOS). 2016. Universidade Federal de Pelotas.

8.
VALEIRÃO, Kelin. XXIV Congresso de Iniciação Científica (CIC). 2015.

9.
VALEIRÃO, Kelin. XVII Encontro de Pós-Graduação. 2015. Universidade Federal de Pelotas.

10.
VALEIRÃO, Kelin. XXIII Congresso de Iniciação Científica. 2014. Universidade Federal de Pelotas.

11.
VALEIRÃO, Kelin. XXII Congresso de Iniciação Científica. 2013. Universidade Federal de Pelotas.

12.
VALEIRÃO, Kelin. XV Encontro de Pós-Graduação. 2013. Universidade Federal de Pelotas.

13.
PIZZI, J.; VALEIRÃO, Kelin. 21º Congresso de Iniciação Científica. 2012. Universidade Federal de Pelotas.

14.
VALEIRÃO, Kelin. XIX Congresso de Iniciação Científica Mostra Científica. 2010. Universidade Federal de Pelotas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Formação Pedagógica do Curso de Licenciatura em Filosofia EAD.Mesa redonda com a Coordenação do Curso de Licenciatura em Filosofia EAD. 2018. (Outra).

2.
6ª Semana Acadêmica: Educação - desafios tecnológicos e a formação humana.Novos olhares sobra a educação: Interdisciplinaridade. 2017. (Outra).

3.
Buteco da Filosofia.A sociedade do cansaço. 2017. (Encontro).

4.
Circuito de Conversas 08 de março - Dia Internacional da Mulher.Uma breve história das mulheres no Brasil. 2017. (Outra).

5.
Curso de Extensão "Problemas Filosóficos".Problemas Filosóficos. 2017. (Outra).

6.
Escola Municipal de Arte - NH.Michel Foucault: ética como estética da existência. 2017. (Encontro).

7.
IV Jornada acadêmica e VII Seminário de Educação.Diferentes olhares na Educação: Uma perspectiva interdisciplinar. 2017. (Seminário).

8.
II Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas.Michel Foucault e a Modernidade: Alguns apontamentos. 2016. (Seminário).

9.
II Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas.Aproximações conceituais: Marx e Foucault e a ideologia como política da vida. 2016. (Seminário).

10.
XII CONLAB - 1º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa. Ideologia como política da vida. 2015. (Congresso).

11.
Congreso Internacional de la Sociedad Filosófica del Uruguay. O percurso da biopolítica no pensamento de Foucault. 2014. (Congresso).

12.
Jornadas de Filosofía: A 15 años del Centro Regional de Profesores SW.O ensino de filosofia e a transposição didática. 2014. (Outra).

13.
XVI Encontro da ANPOF. O percurso da biopolítica no pensamento de Foucault. 2014. (Congresso).

14.
A Filosofia e o Cinema Existencial. 2013. (Outra).

15.
II Congresso Latinoamericano de Filosofía de la Educación. Ideologia como política da vida... Marx e Foucault.... 2013. (Congresso).

16.
Projeto Nacional Marx: a criação destruidora. 2013. (Outra).

17.
A Filosofia e o Cinema Psicológico. 2012. (Outra).

18.
Bachelard 2012: le Surrationalisme 50 ans après. 2012. (Congresso).

19.
Congresso Internacional Marx em Maio - perspectivas para o século XXI. 2012. (Congresso).

20.
IX Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul - ANPED SUL.Ideologias e governamentalidades: alguns deslocamentos para pensar a educação contemporânea. 2012. (Seminário).

21.
Seminário Internacional Manifestos & Manifestações - Política, Linguagem e Revolta. 2012. (Seminário).

22.
XV Encontro Nacional da ANPOF.Foucault, leitor de Marx. 2012. (Encontro).

23.
III SOFELP ? Sociedade de Filosofia da Educação de Língua Portuguesa / Congresso Internacional de Filosofia da Educação. Governamentalidade e práxis educacional: um questionamento da alegada crise da escola. 2011. (Congresso).

24.
IV Seminário Internacional sobre Filosofia e Educação.Racionalidade, reconhecimento e experiência formativa: contribuições de Kant, Hegel, Marx e Adorno para pensar à educação hoje. 2011. (Simpósio).

25.
ANPED SUL. Foucault e o projeto moderno: Auffklärung e governamentalidade. 2010. (Congresso).

26.
SEMINÁRIO NACIONAL THEODOR ADORNO. 2010. (Seminário).

27.
VI Ciclo de Estudos Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo?.O que é filosofar? Concepções de acadêmicos da UFPel e da UCPEL. 2010. (Encontro).

28.
XI Simpósio Internacional IHU: O (des)governo biopolítico da vida humana.Governamentalidade e práxis educacional. 2010. (Simpósio).

29.
6 Foro Latinoamericano Memoria e Identidad. 2009. (Outra).

30.
Capacitação junto ao Curso de Licenciatura em Pedadogia EAD-UFPel. 2009. (Encontro).

31.
I Congresso Internacional de Filosofia e Educação de Países e Comunidades de Língua Portuguesa. 2009. (Congresso).

32.
I Jornada de Discussões sobre a Consciência Negra do ICH. 2009. (Outra).

33.
VI Congresso Internacional de Educação. Ideologia e governamentalidade na Educação Contemporânea. 2009. (Congresso).

34.
5º Foro Latinoamericano Memoria e Identidad. 2008. (Congresso).

35.
As Interfaces da Filosofia Lockiana. 2008. (Outra).

36.
Capacitação de Alfabetizadores no Projeto SESI. 2008. (Oficina).

37.
Ciencias, tecnologías y cultura - Diálogo entre las disciplinas del conocimiento. Mirando al futuro de América Latina y El Caribe. 2008. (Congresso).

38.
Congresso Internacional de Filosofia. 2008. (Congresso).

39.
Curso de Capacitação no Projeto SESI, Por um Brasil Alfabetizado. 2008. (Oficina).

40.
Filosofia e Arte entre o concreto e o abstrato. 2008. (Outra).

41.
I Colóquio Brasil - Alemanha sobre Pedagogia Social. 2008. (Outra).

42.
I Colóquio Brasil-Alemanha sobre Pedagogia Social. 2008. (Outra).

43.
I Colóquio Nacional Michel Foucault: Educação, Filosofia, História - Transversais. 2008. (Outra).

44.
II Congresso Nacional de Alfabetização e Educação Ambiental. 2008. (Congresso).

45.
II Encontro de Filosofia e Ensino. 2008. (Encontro).

46.
III Seminário Internacional sobre Filosofia e Educação: racionalidade, diversidade e formação pedagógica. 2008. (Seminário).

47.
II Semana Acadêmica do Curso de Filosofia, Filosofia e Arte: entre o concreto e o abstrato. 2008. (Outra).

48.
II Seminário de Pesquisa: Políticas da Subjetividade e Práticas de Diferença em Educação. 2008. (Seminário).

49.
IV Ciclo de Estudos Filosofia e Educação: tem jogo nesse campo?. 2008. (Outra).

50.
IX Encontro Nacional de História Oral. 2008. (Encontro).

51.
VII Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul /ANPEDSUL. 2008. (Seminário).

52.
VII Seminário de Pesquisa Qualitativa: fazendo metodologia. 2008. (Seminário).

53.
XIII Encontro Nacional de Filosofia - ANPOF. 2008. (Encontro).

54.
1º Seminário Diálogos com Paulo Freire. 2007. (Seminário).

55.
5º Telecongresso Internacional de Educação. 2007. (Congresso).

56.
7º Encontro Poder Escolar/ 1º Encontro Internacional sobre o Poder Escolar. 2007. (Encontro).

57.
Colóquio Bicentenário da Fenomenologia do Espírito em Hegel. 2007. (Outra).

58.
Colóquio Bicentenário Fenomenologia do Espírito de Hegel. 2007. (Encontro).

59.
Curso de Capacitação de tutores e professores do curso de Pedagogia a Distância. 2007. (Outra).

60.
Curso de Formação Continuada de Alfabetizador do Projeto SESI, Por um Brasil Alfabetizado. 2007. (Oficina).

61.
Curso de Formação Inicial de Alfabetizador do Projeto SESI. 2007. (Oficina).

62.
Curso de Formação Inicial de Alfabetizador do Projeto SESI. 2007. (Oficina).

63.
Ensino de Filosofia com crianças e práticas interdisciplinares. 2007. (Seminário).

64.
Formação Continuada de Alfabetizador do Projeto SESI, Por um Brasil Alfabetizado. 2007. (Oficina).

65.
II Colóquio sobre Filosofia Medieval. 2007. (Encontro).

66.
III Ciclo de Estudos Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo?. 2007. (Encontro).

67.
III Seminário Internacional pensamento latino americano. 2007. (Seminário).

68.
I Seminário Internacional de Filosofia e Educação: papel da Filosofia e do Educador no processo educativo. 2007. (Seminário).

69.
IV Colóquio Internacional Michel Foucault. 2007. (Congresso).

70.
IV Seminário Internacional As redes de conhecimentos e a Tecnologia: práticas educativas, cotidiano e cultura. 2007. (Seminário).

71.
IX Fórum Estudos: Leituras de Paulo Freire. 2007. (Outra).

72.
Segundo Colóquio sobre Filosofia Medieval. 2007. (Outra).

73.
Semana Acadêmica do Curso de Filosofia. 2007. (Encontro).

74.
Semana Acadêmica do Curso de Filosofia/2007 - A política na História da Filosofia. 2007. (Outra).

75.
Seminário Corpo, gênero e sexualidade. 2007. (Seminário).

76.
Seminário Reforma Política. 2007. (Seminário).

77.
V Congresso Internacional de Educação - PEDAGOGIAS (entre) lugares e saberes. 2007. (Congresso).

78.
VIII Simpósio Sul-Brasileiro sobre o ensino da Filosofia: Filosofia e Sociedade. 2007. (Simpósio).

79.
VI Seminário de Pesquisa Qualitativa: fazendo metodologia. 2007. (Seminário).

80.
V Seminário Nacional de Pedagogia Universitária. 2007. (Simpósio).

81.
2 Seminário Brasileiro de Estudos Culturais e Educação.2 Seminário Brasileiro de Estudos Culturais e Educação. 2006. (Seminário).

82.
Curso de Epistemologia e Hermenêutica: o Debate entre Filosofia, Direito e Educação. 2006. (Encontro).

83.
Encontro Internacional Escola e Contemporaneidade.Encontro Internacional Escola e contemporaneidade. 2006. (Encontro).

84.
Filosofia e Ensino.Filosofia e Ensino. 2006. (Encontro).

85.
II Ciclo de Estudos Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo?. 2006. (Outra).

86.
II Seminário Nacional de Filosofia e Educação. 2006. (Seminário).

87.
Temas em Ética e Filosofia Política. 2006. (Outra).

88.
5 Encontro sobre o Poder Escolar.5 Encontro sobre o Poder Escolar - Na sala de aula o que fazer é não medir horizontes. 2005. (Encontro).

89.
Ciclo de Estudos Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo?. 2005. (Outra).

90.
Curso de Atualização ao magistério público federal.Curso de atualização ao magistério público federal. 2005. (Outra).

91.
Filosofia e Cotidiano. 2005. (Outra).

92.
III Encontro Regional de Educação Popular e I Encontro de Filosofia, Educação e Praxis Social. 2005. (Encontro).

93.
I Seminário Internacional sobre o Pensamento Crítico Latino-Americano e o Mundo da Vida.I Seminário Internacional sobre o Pensamento Crítico Latino-Americano e Mundo da Vida. 2005. (Seminário).

94.
V Simpósio Sul-Brasileiro sobre o Ensino de Filosofia e VII Encontro de cursos de Filosofia do Sul do Brasil: Filosofia e Ensino - Filosofia e Escola. 2005. (Simpósio).

95.
A questão do sujeito e a prática social.A Questão do Sujeito e a Prática Social. 2004. (Outra).

96.
I Colóquio sobre Filosofia Medieval. 2004. (Outra).

97.
IV Seminário de Educação e Comunicação e III Colóquio sobre imaginário, cultura e educação. 2004. (Seminário).

98.
IV Simpósio Sul Brasileiro sobre o Ensino de Filosofia. 2004. (Simpósio).

99.
O pensamento político na História da Filosofia.O Pensamento Político na História da Filosofia. 2004. (Outra).

100.
Encontros Nietzche.Encontros Nietzsche. 2003. (Encontro).

101.
Curso de Recreação, Expressão e Dramatização.Curso de Recreação, expressão e dramatização. 2002. (Outra).

102.
Licenciatura em Filosofia.II Encontro da Filosofia. 2002. (Encontro).

103.
Produção de Conhecimento em Filosofia.I Encontro da Filosofia. 2002. (Encontro).

104.
Segundo Colóquio sobre Kant: A filosofia do Direito.Segundo Colóquio sobre Kant: A Filosofia do Direito. 2002. (Outra).

105.
Alfabetização de Jovens e Adultos e uma proposta de escrita e de leitura.Alfabetização de Jovens e Adultos e uma proposta de escrita e de leitura. 1999. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ARAUJO, R. A. ; VALEIRÃO, Kelin . III Seminário Internacional Michel Foucault: Por uma vida não fascista. 2018. (Outro).

2.
NEVES FILHO, E. F. ; BRESOLIN, K. ; VALEIRÃO, Kelin . I Formação Pedagógica do Curso de Licenciatura em Filosofia EAD. 2018. (Outro).

3.
SILVA JUNIOR, A. L. ; FERREIRA, L. M. ; COLVERO, R. B. ; SANTOS, A. B. ; SOUZA, F. P. ; MACHADO, J. P. ; BOUJADI, M. ; VALEIRÃO, Kelin . I Encontro Internacional de Pesquisa em Ciências Humanas. 2017. (Outro).

4.
VALEIRÃO, Kelin; SCHIO, S. M. ; ARALDI, C. ; BANDEIRA, Belkis Souza . II Seminário Internacional Michel Foucault: Cinquentenário de As palavras e as coisas. 2016. (Congresso).

5.
ARALDI, C. L. ; RUBIRA, E. ; VALEIRÃO, Kelin . Os Herdeiros de Nietzsche: Foucault, Agamben, Deleuze. 2015. (Congresso).

6.
VALEIRÃO, Kelin. XXIII Congresso de Iniciação Científica. 2014. (Congresso).

7.
VALEIRÃO, Kelin. I Seminário Internacional Filosofia e Educaçação: a atualidade do pensamento de Michel Foucault. 2014. (Congresso).

8.
KLEIN, M. ; CENCI, A. ; HENTGES, A. ; FRUET, F. S. O. ; RIBEIRO, G. M. ; CALDEIRA, J. S. ; CELORIO, J. A. ; MADEIRA, J. C. ; VALEIRÃO, Kelin ; RODRIGUES, L. M. P. ; KLUMB, M. C. V. ; SANTOS, M. G. C. ; SANTOS, M. C. ; CASTRO, R. I. ; SILVA, S. G. ; NOGUEIRA, V. S. ; MORAES, V. P. . Conversações/2013 PPGE. 2013. (Outro).

9.
OLIVEIRA, Neiva Afonso ; OLIVEIRA, A. R. ; CORRÊA, Letícia ; VALEIRÃO, Kelin . Curso de Aperfeiçoamento em Pedagogia e Formação Social. 2011. (Outro).

10.
FELDKERGER, N ; VIEIRA, L ; VALEIRÃO, Kelin . IV Semana de Conversações PPGE/FAE/UFPEL. 2011. (Outro).

11.
OLIVEIRA, A. R. ; OLIVEIRA, Neiva Afonso ; AZEVEDO, Heloisa Helena Duval de ; Ghiggi, Gomercindo ; BANDEIRA, Belkis Souza ; CORRÊA, Letícia ; VALEIRÃO, Kelin . V Ciclo: Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo? Ética e escola: discutindo a transversalidade. 2009. (Outro).

12.
OLIVEIRA, Neiva Afonso ; ANJOS, Priscila de ; VALEIRÃO, Kelin . III Ciclo de Estudos Educação e Filosofia: tem jogo nesse campo?. 2007. (Outro).

13.
VALEIRÃO, Kelin; LOPES, Domingos Manoel ; GARCIA, Jucenir . A Questão do sujeito e a prática social. 2004. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Tulipa Martins Meireles. Michel Foucault e a reavaliação cínica: outros caminhos na história da subjetividade. Início: 2018. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

2.
Daniel Vasco Nhantumbo. Filosofia da Educação: um desafio da educação para todos em Moçambique Liberal. Início: 2015. Tese (Doutorado em Faculdade de Ciências Sociais e Filosóficas) - Faculdade de Ciências Sociais e Filosóficas. (Coorientador).

Iniciação científica
1.
Monique Navarro de Souza. HOLOCAUSTO BRASILEIRO A História da Loucura de Michel Foucault e as ressonâncias. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Baltazar Joaquim Luís Transval. A biopolítica na educação escola em Moçambiquer: educar para governar. 2016. Dissertação (Mestrado em Faculdade de Ciências Sociais e Filosóficas) - Universidade Eduardo Mondlane, . Coorientador: Kelin Valeirão.

2.
Tulipa Martins Meireles. Estética da existência em Michel Foucault: a formação ética através de uma ascética filosófica. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, . Coorientador: Kelin Valeirão.

3.
Dirceu Arno Krüger. FOUCAULT: A HIGIENIZAÇÃO DA SEXUALIDADE DO SUJEITO COMO ESTRATÉGIA ANÁTOMO-POLÍTICA. 2015. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Kelin Valeirão.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Edelci Maria Krügel Baierle. GESTÃO DE POLOS: DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GESTÃO DE POLOS E A REALIDADE MUNICIPAL. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLOS) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

2.
Sara Raquel Levy De Oliveira. GESTÃO DE POLOS: ORGANIZAÇÃO E INFRAESTRUTURA DE POLO DE APOIO PRESENCIAL X TIC?S. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLOS) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

3.
Mariane Lander Cossio. HISTÓRIA DA EAD E A GESTÃO DE POLOS GESTÃO DE POLOS: PERSPECTIVAS SÓCIO-HISTÓRICAS-FILOSÓFICAS. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLOS) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Luana Franciene Nyland. A lógica como ferramenta para o filosofar na comunidade de investigação. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

2.
Daniel Antônio Veiras Martins. Sobre o conceito de Autoridade: Um ensaio histórico, filosóficos, pedagógico e político. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

3.
Maurício Rossales Aires. Metodologia de Ensino de Filosofia de Sílvio Gallo. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

4.
Sara Del Valle. Sobre o conceito de poder disciplinar no pensamento de Michel Foucault. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

5.
Scheila Nunes Meira. O estudante emancipado. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

6.
Vanessa Boeno Lopes. Reflexões metodológicas acerca da autonomia em sala de aula. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

7.
Wiliam Martini. Educação compulsório: Os problemas inerentes e a possível saída. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

8.
Angélica de Jesus Piedras. A ideia de interação social como metodologia de trabalho inspirada na filosofia de John Dewey. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

9.
Bruna Schneid da Silva. O currículo como um obstáculo para o ensino de Filosofia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

10.
Carmen Rosane Dias Bülow. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

11.
Elda Maria Lopes Morais. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

12.
Jaqueline Peglow. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

13.
Josiele Volz Wille. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

14.
Leonor Gularte Soler. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

15.
Luigi Henrique Chiattoni Fetter. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

16.
Luiz Antonio Pereira. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

17.
Matheus de Lima Rui. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

18.
Otavio Segal de Araujo. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

19.
Rafael dos Santos Ramos. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

20.
Vicente Cougo Cichowski. Trabalho de conclusão de curso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

21.
Giovana Cóssio Rodriguez. O discurso do ser enfermeiro produzido no livro. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

22.
Cristiann Wissmann Matos. Relatório Final de Estágios. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

23.
Denise Soares Amaro. Relatório Final de Estágios. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

24.
Dirceu Arno Kruger Junior. Relatório Final de Estágios. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

25.
Eliane Rosa da Mota. Relatório Final de Estágios. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

26.
Roberto Carlos da Silva Louro. Relatório Final de Estágios. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

27.
Waldo Antonio de Oliveira Gouveia. Relatório Final de Estágios. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

28.
Antonio Carlos Maia Gissoni. Relatório de Estágio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

29.
Bruno Strapazon Figueiredo. Relatório de Estágio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

30.
Jair Milpratz de Mello Júnior. Relatório de Estágio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

31.
Jorge Ronaldo da Fonseca Dias. Relatório de Estágio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

32.
Lucas Vinicius Cintra Mendes. Relatório de Estágio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

33.
Luis Mendonça da Silva. Relatório de Estágio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

34.
William Saraiva Borges. Relatório de Estágio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

35.
Alexandre Neves Sapper. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

36.
Ana Paula Rokembach Matos. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

37.
Antônio Locatelli Lunkes. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

38.
Claúdia Elisabete dos Santos. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

39.
Daniel Colares Conceição. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

40.
Diego Sabbado Menezes. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

41.
Fábio Cantarelli Silveira. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

42.
Francesca Batista de Azevedo. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

43.
Jaqueline Sampaio da Silva. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

44.
João Alberto Acunha Tissot. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

45.
Juliana Cristina Bitencourt Stainki. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

46.
Marcele Alves Farias. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

47.
Marcelo da Silva Pereira. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

48.
Márcio Rogério Quintana Gularte. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

49.
Mariana Secani Lucas. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

50.
Mário Ronaldo Corrêa Pinto. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

51.
Milton Luiz Castro Martins. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

52.
Pedro Gomes Moreira. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

53.
Richard Leal Freiesleben. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

54.
Rosangela Machado Soares. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

55.
Roselaine de Sá Nunes. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

56.
Sidnei Almeida Pestano. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

57.
Fabiano da Conceição Costa Boeira. Relatório Final de Estágio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

Iniciação científica
1.
Eustaquio Alves dos Santos. Filosofia, Terceira Idade e Sustentabilidade: uma proposta interdisciplinar. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

2.
Leonor Gularte Soler. Filosofia, Terceira Idade e Sustentabilidade: uma proposta interdisciplinar. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

3.
Monique Navarro de Souza. Grupo de Estudos Foucault IV - Os Anormais. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

4.
Flávia Ferreira Trindade. Paul-Michel Foucault: o conceito de biopolítica. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

5.
Diego da Silva Ribeiro. Filósofos e a Educação. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Artes Visuais) - Universidade Federal de Pelotas, Bolsa de Iniciação ao ensino. Orientador: Kelin Valeirão.

6.
Flávia Ferreira Trindade. Paul-Michel Foucault: o conceito de biopolítica. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

7.
Monique Navarro Souza. Grupo de Estudos Foucault III - História da Sexualidade. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal de Pelotas, Bolsa de Iniciação ao ensino. Orientador: Kelin Valeirão.

8.
Matheus Rui de Lima. Projeto de ensino - Filósofos e a Educação. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

9.
Luis Mendonça. Projeto de extensão: Filosofia, Cultura e Sustentabilidade. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

10.
Flávia Ferreira Trindade. Paul-Michel Foucault: o conceito de biopolítica. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

11.
Eduardo Saraçol Vieira. Grupo de Estudos Foucault II. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, Programa de Bolsas Acadêmicas. Orientador: Kelin Valeirão.

12.
Diego da Silva Ribeiro. Núcleo de Estágios em Filosofia. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, Programa de Bolsas Acadêmicas. Orientador: Kelin Valeirão.

13.
Flávia Ferreira Trindade. Paul-Michel Foucault: o conceito de biopolítica. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, Bolsa de iniciação à pesquisa. Orientador: Kelin Valeirão.

14.
Flávia Ferreira Trindade. Paul-Michel Foucault: o conceito de biopolítica. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Kelin Valeirão.

15.
Flávia Ferreira Trindade. Paul-Michel Foucault: o conceito de biopolítica. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas, Bolsa de iniciação à pesquisa. Orientador: Kelin Valeirão.



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
VALEIRÃO, Kelin2009VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . A escola enquanto instituição disciplinar. Revista Educação Pública (Rio de Janeiro), v. 32, p. 1-6, 2009.

2.
VALEIRÃO, Kelin2009VALEIRÃO, Kelin. Sobre a antinomia: liberalismo versus comunitarismo. Revista Educação Pública (Rio de Janeiro), v. 40, p. 1-9, 2009.

3.
VALEIRÃO, Kelin2010VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Foucault e o Projeto Moderno: algumas reflexões acerca do kantismo de Foucault. Revista Pesquisa em Foco em Educação e Filosofia, v. 3, p. 40-52, 2010.

4.
VALEIRÃO, Kelin2011VALEIRÃO, Kelin; OLIVEIRA, A. R. . Biopolítica na Educação. Diálogo (Canoas), v. 17, p. 133-147, 2011.

5.
VALEIRÃO, Kelin2012VALEIRÃO, Kelin. Foucault na Educação. P@rtes (São Paulo), v. 15, p. 1-6, 2012.

6.
VALEIRÃO, Kelin2012VALEIRÃO, Kelin; MORAES, M. ; CORRÊA, Letícia . Jean-Jacques Rousseau: um filósofo crítico. Cadernos de Educação (UFPel), v. 41, p. 148-166, 2012.

7.
BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini2012BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini ; VALEIRÃO, Kelin . Educar é transformar a vida. Revista Pensamento Biocêntrico, v. 16, p. 183-197, 2012.

8.
VALEIRÃO, Kelin2012VALEIRÃO, Kelin. Corpo + Disciplina = Escola?. Revista Pensamento Biocêntrico, v. 17, p. 7-32, 2012.

9.
OLIVEIRA, A. R.2013OLIVEIRA, A. R. ; VALEIRÃO, Kelin . Governamentalidade e práxis educacional na contemporaneidade. Educação e Filosofia (UFU. Impresso), v. 27, p. 559-578, 2013.

10.
BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini2012BONTEMPO, Carla Gabriela Cavini ; VALEIRÃO, Kelin . Projeto Tutu: além da reciclagem de resíduos. P@rtes (São Paulo), v. 15, p. 1-7, 2012.



Outras informações relevantes


Aprovada em 1º lugar no processo seletivo para professora efetiva de Filosofia (40h/DE), na Universidade Federal de Rio Grande (FURG), Concurso Público, de 05 de novembro de 2012, Instituto de Educação, área de conhecimento Filosofia, conforme processo n. 23116.003011/2012-91.

Aprovada em 1º lugar no processo seletivo para professora substituta no Departamento de Ensino, da Faculdade de Educação, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em abril de 2009.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/11/2018 às 9:08:18