José Marques Carriço

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5129172395420370
  • Última atualização do currículo em 18/12/2018


Com experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, em especial nas áreas de planejamento urbano e regional, habitação de interesse social e desenho urbano, é arquiteto do quadro permanente da Prefeitura Municipal de Santos, lotado na Secretaria Municipal de Governo. É professor e pesquisador do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito e do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Católica de Santos, onde é titular nas disciplinas da área de Direito Urbanístico e Urbanismo, e orientador de projetos de pesquisa de Mestrado, Iniciação Científica e Trabalhos de Conclusão de Curso. É representante da Universidade Católica de Santos, na Câmara Temática de Saneamento e Usos Múltiplos, do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista. Desde 2013, é membro da Comissão Municipal de Análise de Estudos de Impacto de Vizinhança, da Prefeitura Municipal de Santos. Entre 2013 e 2016, coordenou o Grupo Técnico de Trabalho do Plano Diretor de Santos, responsável pela elaboração do atual Plano Diretor de Desenvolvimento e Expansão Urbana do Município. Atuou como assessor parlamentar na Câmara Municipal de Santos (1997 a 2012). Foi chefe do Departamento de Planejamento da Secretaria Municipal de Planejamento e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santos (1993 a 1996). Graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Fundação Visconde de São Leopoldo, atual Universidade Católica de Santos (1984), Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2002) com a dissertação "Legislação urbanística e segregação espacial nos municípios centrais da Região Metropolitana da Baixada Santista" e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2006) com a tese "Baixada Santista: transformações produtivas e sócio-espaciais na crise do capitalismo após a década de 1980". (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
José Marques Carriço
Nome em citações bibliográficas
CARRIÇO, J. M.

Endereço


Endereço Profissional
Prefeitura Municipal de Santos, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano.
Praça dos Expedicionários, 10, 11º andar
Gonzaga
11065922 - Santos, SP - Brasil
Telefone: (13) 32288800
Ramal: 8830
URL da Homepage: http://www.santos.sp.gov.br/aprefeitura/secretaria/desenvolvimento-urbano


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2006
Doutorado em Arquitetura e Urbanismo.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Baixada Santista: Transformações produtivas e sócio-espaciais na crise do capitalismo após a década de 1980, Ano de obtenção: 2006.
Orientador: Sueli Ramos Schiffer.
Palavras-chave: Região Metropolitana da Baixada Santista; Segregação espacial; História do Urbanismo; Planejamento urbano.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Planejamento Urbano e Regional / Especialidade: Economia espacial.
Setores de atividade: Desenvolvimento Urbano; Planejamento e Gestão das Cidades, Inclusive Política e Planejamento Habitacional.
1998 - 2002
Mestrado em Arquitetura e Urbanismo.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Legislação urbanística e segregação espacial nos municípios centrais da Região Metropolitana da Baixada Santist,Ano de Obtenção: 2002.
Orientador: Sueli Terezinha Ramos Shiffer.
Palavras-chave: Legislação urbanística; Região Metropolitana da Baixada Santista; Segregação espacial; Habitação de interesse social.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Desenvolvimento Urbano; Planejamento e Gestão das Cidades, Inclusive Política e Planejamento Habitacional.
1978 - 1984
Graduação em Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Santos.
Fundação Visconde de São Leopoldo, FVSL, Brasil.




Formação Complementar


2008 - 2008
Introdução ao Programa TerraView Política Social. (Carga horária: 20h).
Universidade Católica de Santos, UNISANTOS, Brasil.
2004 - 2004
Estágio como docente. (Carga horária: 60h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2004 - 2004
Arquitetura e Urbanismo. (Carga horária: 24h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
1997 - 1997
Direito Ambiental. (Carga horária: 5h).
Secretaria de Estado do Meio Ambiente, SMA, Brasil.
1994 - 1994
Diretrizes orçamentárias. (Carga horária: 7h).
Fundação Prefeito Faria Lima, CEPAM, Brasil.
1990 - 1990
Curso de Curta Duração.
Fundação Prefeito Faria Lima, CEPAM, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Santa Cecília, UNISANTA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Ensino Superior, Carga horária: 5

Atividades

06/2014 - 12/2014
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional IV
02/2014 - 06/2014
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional III
08/2013 - 12/2013
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional IV
02/2013 - 06/2013
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional III
08/2012 - 12/2012
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional IV
02/2012 - 06/2012
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional III
08/2011 - 12/2011
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional IV
02/2011 - 06/2011
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Urbano e Regional III

Universidade Católica de Santos, UNISANTOS, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40
Outras informações
Docente do Programa de Graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internacional e do Curso de Arquitetura e Urbanismo. Líder do Grupo de Pesquisa "Direito Ambiental das Cidades" desde 2015. Membro do Grupo de Pesquisa "Observatório Socioespacial da Baixada Santista" desde 2015.

Atividades

07/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Câmara Técnica de Saneamento e Usos Múltiplos CB-BS, .

Cargo ou função
Conselheiro.
02/2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, .

08/2018 - 12/2018
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
08/2017 - 12/2018
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
10/2018 - 11/2018
Ensino, Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Regularização Fundiária Urbana
08/2018 - 10/2018
Ensino, Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Estatuto da Metrópole
05/2018 - 06/2018
Ensino, Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Instrumentos de Política Urbana do estatuto da Cidade
02/2018 - 06/2018
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
02/2018 - 04/2018
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Direito Ambiental das Cidades
10/2017 - 12/2017
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Regularização Fundiária Urbana
08/2014 - 12/2017
Pesquisa e desenvolvimento , Curso de Arquitetura e Urbanismo, .

08/2017 - 09/2017
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Gerenciamento Costeiro
05/2017 - 06/2017
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Instrumentos de Política Urbana do Estatuto da Cidade
02/2017 - 06/2017
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
05/2017 - 05/2017
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Master Class - Preparação para o ENADE - Estatuto da Cidade e Estatuto da Metrópole
02/2017 - 04/2017
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Direito Ambiental das Cidades
08/2016 - 12/2016
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
10/2016 - 11/2016
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Gerenciamento Costeiro
08/2016 - 09/2016
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Alternativos de Solução de Conflitos Socioambientais
05/2016 - 06/2016
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Instrumentos de Política Urbana do Estatuto da Cidade
02/2016 - 06/2016
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
02/2016 - 04/2016
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Direito Ambiental das Cidades
08/2015 - 12/2015
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
10/2015 - 11/2015
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Gerenciamento Costeiro
08/2015 - 09/2015
Ensino, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Alternativos de Solução de Conflitos Socioambientais
02/2015 - 06/2015
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
02/2015 - 04/2015
Ensino, Programa de Pós-graduação em Direito Ambiental e Internacional, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Direito Ambiental das Cidades
08/2014 - 12/2014
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
02/2014 - 06/2014
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
06/2013 - 12/2013
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
02/2013 - 06/2013
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
08/2012 - 12/2012
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
02/2012 - 06/2012
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
08/2011 - 12/2011
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV
02/2011 - 06/2011
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo III
06/2010 - 12/2010
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Urbanismo IV

Prefeitura Municipal de Santos, PMS, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Arquiteto do quadro permanente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Optante pelo regime jurídico único em 1991

Atividades

01/2017 - Atual
Serviços técnicos especializados , Secretaria Municipal de Governo de Santos, .

Serviço realizado
Projetos especiais.
01/2013 - 12/2016
Serviços técnicos especializados , Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, .

Serviço realizado
Coordenação do Grupo Técnico de Trabalho do Plano Diretor de Santos.
02/1997 - 12/2012
Direção e administração, Câmara Municipal de Santos, .

Cargo ou função
Arquiteto comissionado.
01/1993 - 12/1996
Direção e administração, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, .

Cargo ou função
Chefe do Departamento de Planejamento.


Linhas de pesquisa


1.
Direito e Política da Sustentabilidade Ambiental e Social

Objetivo: As transformações pelas quais tem passado o meio ambiente, nesta primeira década do século XXI, não são animadoras. As últimas décadas, entretanto, têm revelado, através da dinâmica social e das políticas públicas estampadas em leis aparentemente especiais, um universo temático centrado, merecedor de atenção pela Academia. Os estudos qualificados do tema direito, políticas públicas e sustentabilidade social e ambiental ocupam relevância entre as diversas áreas do saber, notadamente por transcender a interdisciplinariedade, alcançando a transdisciplinariedade, através do diálogo necessário entre as ciências e suas fontes, a serviço da sociedade moderna, respeitando-se a cultura e a diversidade de cada povo, de cada região. A linha de pesquisa trabalha aplica tais conceitos e análises a uma questão específica: o Direito Ambiental das Cidades, com ênfase à temática regional, tratando da urbanização e sustentabilidade da Região Metropolitana da Baixada Santista..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Planejamento Urbano e Regional.
Palavras-chave: Direito Ambiental; Direito Urbanístico; Direitos Sociais.
2.
Urbanização e sustentabilidade da metrópole litorânea paulista

Objetivo: É objetivo do projeto o estudo do processo de formação da Região Metropolitana da Baixada Santista, a metrópole litorânea paulista, por meio do levantamento e análise de seus padrões de urbanização e da legislação ambiental e urbanística nacional pertinente à matéria, bem como, em relação aos padrões internacionais, estabelecidos por fontes de Direito Internacional aplicáveis ao tema. Além, deverão ser estudadas a oferta e pontos críticos dos sistemas urbanos e regionais de infraestrutura, os serviços públicos e de mobilidade, em especial quanto ao processo de segregação socioespacial, agravado pela expansão urbana periférica e processos de irregularidade fundiária e urbanística, a partir das produções imobiliárias estatal e privada, com foco na sustentabilidade ambiental e socioeconômica. A metodologia adotada é a pesquisa bibliográfica, acompanhada da análise da legislação nacional, e especialmente local e regional, bem como da jurisprudência a respeito..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Urbanístico.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito ambiental.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Palavras-chave: Planejamento urbano; Direito Urbanístico; Meio Ambiente.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
As cidadelas: impactos da lei 13.465/2017 nos loteamentos com acesso controlado no Estado de São Paulo
Descrição: Estudo cuja finalidade é perquirir os reflexos fáticos e legais que poderão advir da vigência da recém- promulgada Lei 13465/2017 nos loteamentos com acesso controlado. Colima-se aferir eventuais inconstitucionalidades formais e materiais da referida legislação, assim como se o aludido diploma legal se manteve atento às naturezas dos institutos que tratou, abordando ainda, a irradiação de efeitos jurídicos sobre as Leis 6.015/1973, 6766/1979, 10.257/2001 e 11.977/2009, 12.651/2012, e sobre a.MP 2.220/2001..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Alexandre dos Santos Gossn - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2018 - Atual
Regularização Fundiária e seus aspectos socioambientais
Descrição: Aborda problemas socioambientais e da biodiversidade decorrentes da irregularidade fundiária urbana , especialmente na Área Continental do Município de Santos, bairro do Caruara, identificando as situações de irregularidade , de forma a avaliar métodos de regularização fundiária urbana que assegurem qualidade de vida e o respeito ao meio ambiente sustentável..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Sophia Alvarez Amaral Melo Bueno - Integrante.Número de orientações: 1
2018 - Atual
Impactos ambientais do modelo de uso e ocupação do solo na cidade de Santos
Descrição: Analise do processo de regulação urbanística do Município de Santos, São Paulo, buscando identificar os impactos ambientais deste decorrente..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Rafael Paulo Ambrosio - Integrante.Número de orientações: 1
2018 - Atual
Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs): Um Estudo do Município de Santos/SP
Descrição: Estudo dos objetivos do Desenvolvimento Sustentável propostos pela ONU e adoção como estudo de caso o município de Santos/SP. A proposta consiste em verificar, no âmbito do município, informações junto aos órgãos competentes ou fruto de trabalhos acadêmicos e científicos até que ponto o município atende aos mencionados objetivos. Num primeiro momento, focar nos seguintes ODSs: ? ODS1 - Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares; - Investigar o nível de pobreza no município e, consequentemente, a fome e segurança alimentar, levando em conta o número de pessoas que vivem abaixo do nível de pobreza, nas favelas e ruas e providências do poder púbico municipal; ? ODS2 - Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável; - pesquisar as providências do poder público municipal no sentido de garantir o acesso das pessoas pobres, especialmente as que estão em situações consideradas vulneráveis à alimentação nutritiva; ? ODS3 - Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades; - estudar os números existentes, obtendo informações a respeito do atendimento público dos hospitais do município, a existência de atendimento às gestantes nos exames pré-natais e a quantidades de mulheres e crianças que morrem no parto; - Já com relação às crianças, conhecer informações a respeito da morte nos primeiros anos de vida, assim como, a situação da vacinação das crianças no município. E, ainda, a escolaridade e a situação das escolas públicas; ? ODS4 - Garantir educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizado ao longo da vida para todos; - investigar se a educação fornecida pelo município é inclusiva e equitativa, estudando os indicadores específicos; ? ODS5 - Alcançar igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas; - buscar dados e informações a respeito da discriminação contra todas as mulheres e meninas; ? ODS6 - Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos; - pesquisar junto aos setores responsáveis a situação do saneamento básico na cidade de Santos, inclusive da população mais pobre; ? ODS7 - Garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável e moderna para todos; - Buscar informações junto aos setores responsáveis sobre a situação do fornecimento de energia na cidade de Santos, especialmente da população mais pobre; ? ODS 11 ? Tornar as cidades e assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. - Obter informações a respeito do planejamento e gerenciamento com medidas que tornem o espaço urbano mais inclusivo, seguro, resiliente e sustentável, especialmente medidas para reduzir a população que vive em favelas e/ou em condições abaixo da linha de pobreza. Para o alcance do objetivo geral aqui proposto, definiram-se os seguintes objetivos específicos: . estudar a bibliografia, documentos nacionais e internacionais e legislação pertinente; . identificar os especialistas que serão entrevistados. . elaborar questionário/roteiro que subsidiarão a coleta dos dados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, pois a intenção é investigar e entender a situação do município de Santos em relação aos objetivos do desenvolvimento sustentável para 2030, propostos pela ONU em 2015, dos quais o Brasil é signatário. A pesquisa bibliográfica contempla autores renomados e estudiosos da questão proposta, a legislação pertinente e os acordos internacionais. O estudo propõe uma investigação dos dados em órgãos oficiais, além de ir a campo para realizar entrevistas com especialistas da Prefeitura do Município, cientistas e estudiosos acadêmicos das questões que permeiam os objetivos destacados neste estudo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Zahra Adnan Kabbara de Queiroz - Integrante.Número de orientações: 1
2018 - Atual
Sambaiatuba, urbanização de sucesso de assentamento precário na primeira cidade do Brasil e governança global
Descrição: O Exame da Urbanização de um Assentamento Precário, denominado Sambaiatuba, que foi financiado pelo Banco Mundial e pelo Governo Federal, fiscalizado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), no Município de São Vicente, que chegou a ter reconhecimento Mundial e Nacional como modelo a ser seguido, inclusive com recuperação ambiental de franja de mangue, berço da vida marinha. Contudo, por falta controles ou sustentabilidade da cidade voltou a ser irregularmente ocupado. Assim, a pesquisa ora proposta se propõe a análise dos fundamentos legais da urbanização, dos acertos, os desacertos e suas causas, e, apontar possíveis soluções visando novas ações de Governança Global..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Bernadete Bacellar do Carmo Mercier - Integrante.Número de orientações: 1
2018 - Atual
Regularização fundiária urbana na Região Metropolitana da Baixada Santista
Descrição: Identificação e análise da irregularidade fundiária urbana, na perspectiva do Direito à Cidade e do Direito à Moradia, a partir de estudos comparados e análise da aplicabilidade do marco legal do setor, em especial no tocante a elaboração de plano urbanístico de reurbanização de núcleos urbanos informais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Julia dos Santos de Pádua - Integrante.Número de orientações: 1
2018 - Atual
Mobilidade urbana e sistema de espaços livres de uso público na Região Metropolitana da Baixada Santista
Descrição: Identificação e análise da qualidade urbanística do sistema de espaços livres de uso público, na perspectiva da Política Nacional de Mobilidade Urbana, a partir de estudos comparados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Ane Caroline de Souza Ferreira da Costa - Integrante.Número de orientações: 1
2017 - Atual
A função da legislação urbanística e ambiental no processo de urbanização dos municípios litorâneos não centrais da Região Metropolitana da Baixada Santista ? RMBS. Estudo de caso
Descrição: Tendo como tema o processo de urbanização e a legislação urbanística, a pesquisa estudará os municípios turísticos não centrais da Região Metropolitana da Baixada Santista (Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe e Bertioga) cujos processos de urbanização estão em curso desde metade do século XX, assim como a legislação que historicamente orientou esse processo. A principal característica desses municípios é a hospedagem baseada na 2ª residência, fato que determinou a ocupação da faixa da orla da praia por habitações para atender primordialmente turistas, que se fazem presentes somente nos meses de verão. Não obstante a ociosidade desse território fora dos períodos de temporadas, é nele que se concentram os investimentos públicos em infraestrutura e serviços urbanos, produzindo grande valorização do solo nessa faixa e afastando os moradores locais para a periferia da orla praiana, dinâmica que tem como resultado um modelo de urbanização dispersa e predatória, inclusive com a ocupação de áreas de preservação permanente e de risco. Esses municípios contam com um forte aparato legal de proteção ambiental e todos possuem plano diretor. No entanto, os descompassos entre a aplicação da legislação ambiental (de âmbito federal e estadual) e os planos diretores, são fatores que associados à subordinação da legislação municipal aos ditames do mercado imobiliário, impedem que se construa modelos de desenvolvimento sustentáveis. Após traçar um quadro geral do processo de urbanização dos municípios, verificando aspectos comuns assim como a função da legislação urbanística e ambiental na consolidação do modelo de desenvolvimento, será feito um estudo detalhado do município de Bertioga, selecionado por ser o que tem a mais antiga legislação municipal de proteção ambiental..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Lenimar Gonçalves Rios - Integrante.Número de orientações: 1
2017 - Atual
Análise das conexões hidroviárias existentes e propostas de ligação seca entre os municípios de Guarujá/SP e Santos/SP
Descrição: Análise das diferenças no processo de estruturação e formação do espaço interurbano da Ilha de São Vicente, em especial quanto ao desenho e morfologia urbanos, qualidade dos espaços livres públicos e padrões de acessibilidade, mobilidade e oferta de transportes públicos, em diferentes regiões das cidades de Santos e São Vicente, como orlas das praias, Zona Leste, Zona Noroeste e Morros, em uma perspectiva comparada. Assim, procura-se evidenciar como este processo produz consequências socioespaciais caracterizadas pela segregação da população de menor renda e auto-segregação da população se maior renda, no tocante ao direito à cidade, sobretudo quanto à qualidade urbano-ambiental do espaço de assentamento, à oferta de infraestrutura urbana e ao acesso aos serviços públicos essenciais, bem como ao mercado de trabalho..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Andrei Krichinak Faria - Integrante.Número de orientações: 1
2016 - 2018
Aspectos jurídicos da preservação cultural material e imaterial: experiência do Município de Triunfo, Paraíba
Descrição: O presente estudo trata-se de uma análise histórica e normativa sobre os instrumentos utilizados para a preservação cultural do patrimônio material e imaterial do município de Triunfo, no estado da Paraíba. No desenvolvimento da pesquisa analisou-se a legislação de todas as esferas de governo sobre o tema, focando, ao final e de forma mais aprofundada, nos dispositivos existentes ou que podem ser desenvolvidos no município em questão para, além de preservar o patrimônio que representa a história do município, que tem grande relação com a religiosidade, incentivar a população local a ter maior conhecimento sobre suas origens, fortalecendo sua identidade. O objetivo do estudo foi justamente o de perceber e demonstrar a importância da preservação do patrimônio cultural na formação da identidade da população. Para tanto, utilizou-se a investigação documental e a dialética para coletar os dados que formaram as informações da pesquisa. Ao fim da pesquisa acredita-se ter sido possível demonstrar o quanto é importante que os gestores e toda a sociedade tenham consciência da relevância da preservação do patrimônio cultural diante da formação intelectual e da identidade da população, dando-lhes o conhecimento sobre suas origens..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Damísio Mangueira da Silva - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2016 - 2018
Do urbanismo sanitarista ao planejamento urbano: o (re)significado da função social da propriedade e da cidade no município de Santos
Descrição: A região denominada MacroáreaMorros* na área insular de Santos abriga não só a maior reserva de fauna e flora da região, mas também os assentamentos habitacionais com maiores fragilidades do município, seja do ponto de vista da ocupação em áreas de risco geológico e ambiental, seja pela insegurança jurídica, por tratar-se de ocupações irregulares do ponto de vista da propriedade. Estes assentamentos aumentaram consideravelmente a partir da década de 60, e desde então, também passaram a incidir neste território vasta legislação ambiental e urbanística. O tema proposto investigará a relação dos marcos legais ambientais e urbanísticos e sobretudo das Políticas Públicas e à gestão desta porção do território com o aumento dos assentamentos precários..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Renata Sioufi Fagundes dos Santos - Integrante.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1
2016 - 2017
O Plano de Saneamento de Saturnino de Brito: um olhar sobre a paisagem de Santos-SP
Descrição: O Plano de Saneamento realizado pela Comissão de Melhorias do Estado, a partir de 1905, à chefia do eng. Saturnino de Brito, e a Planta de Santos, plano urbanístico, também de autoria de Brito, porém parcialmente implantado, estruturaram a paisagem urbana e orientaram o crescimento de Santos, SP, na primeira metade do século XX. A pesquisa busca compreender o momento histórico em que ambos os projetos foram propostos e suas consequências em termos de paisagem urbana e qualidade dos espaços livres públicos. Inicialmente se estuda as transformações ocorridas na paisagem urbana após a implantação do Plano de Saneamento. A análise comparativa entre a Planta de Santos e o modelo urbano atual é feita através do software QGIS, que permite a sobreposição dos mapas a partir de pontos georreferenciados. O recorte de estudo para análise é uma área no bairro Campo Grande, o bairro mais denso de Santos e que apresenta uma síntese da diferença entre as duas propostas. Como o Plano de Saneamento e a Planta de Santos tinham como objeto a expansão da cidade a leste do maciço central de morros, esta análise não se aplica ao tecido urbano das regiões dos morros e da Zona Noroeste da área insular do município..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Fernanda Cossu Tosoni - Integrante.Número de orientações: 1
2016 - 2017
Qualidade e acessibilidade nos espaços livres e públicos da Baixada Santista
Descrição: Este trabalho tem como objetivo analisar as diferenças existentes no desenho urbano de áreas distintas da Baixada Santista, visando compreender a relação desses espaços com a cidade e com a população, verificando-se a qualidade desses locais, analisando seus aspectos urbanísticos e arquitetônicos, como o desenho e a morfologia urbanos, o entorno, os acessos, as áreas verdes e, especialmente, a acessibilidade e caminhabilidade, com o objetivo de concluir como esses espaços recebem cidadãos portadores de necessidades especiais, considerando as dificuldades de acesso, circulação e de permanência. Assim, este trabalho justifica-se pela busca de um pensamento crítico que possibilite novas intervenções nesses espaços, trazendo mais qualidade de vida para a população. Os espaços escolhidos como objetos de pesquisa foram a Praça 22 de Janeiro, em São Vicente ? SP, também conhecida como "Praça do Ipupiara", e a Praça Dr. Caio Ribeiro de Moraes e Silva, Santos ? SP, também conhecida como "Praça do SESC". A partir desta escolha, realizou-se uma análise comparativa baseada nas diferenças e semelhanças de cada praça, como a feira aos finais de semana, mas principalmente pelos seus problemas em comum, como a falta de segurança pública e iluminação, que podem potencializar a criminalidade no local e a falta de acessibilidade, desníveis, má qualidade dos pisos, mobiliários urbanos que não seguem a NBR9050, ausência de pisos táteis e direcionais, tanto nas praças quanto em suas vias de acesso..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Amanda Lobato Gibertoni - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 1
2015 - 2017
Regularização Fundiária em Terrenos de Marinha
Descrição: A regularização fundiária passa por uma nova etapa jurídica com a transformação da MP 759/2016 em lei ? PLV 12/2017. O texto vem trazendo muita polêmica e expectativa por parte de juristas e de movimentos em favor de moradia, uma vez que algumas novidades impactam diretamente em bens maiores, como é o caso da Amazônia. Esta dissertação traz uma análise da evolução histórica do conceito, fazendo um estudo a respeito de seus conceitos históricos e evolutivos, analisando ainda o conceito de propriedade e sua evolução inicial passando pela função social da propriedade e evoluindo até o conceito sócio ambiental da propriedade, trazendo então, uma análise das legislações relativas à regularização fundiária em paralelo com o conceito de terrenos de marinha, que fazem parte do rol dos bens da União e que também são objeto de diversos assentamentos precários e que, diante dessas novas normas legais, também serão objeto de regularização. Ao final, é feito um estudo a respeito do registro de imóveis dessas áreas, que como se verá, seguem os trâmites legais previsto na Lei de Registros. O método utilizado é o hipotético-dedutivo. A metodologia tem como base a pesquisa exploratória e qualitativa de uma revisão bibliográfica sobre as leis, doutrinas, documentos da mídia eletrônica e jurisprudências sobre o tema..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Luís Fernando Bacellar - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2015 - 2017
Os desafios para proteção do patrimônio histórico edificado no Brasil: estudo de caso do programa ?Alegra Centro? em Santos/SP
Descrição: A dissertação em questão visou analisar os desafios para a proteção do patrimônio histórico edificado no Brasil, levando-se em consideração o Programa de revitalização da área central do Município de Santos/SP, denominado ?Alegra Centro?. Objetivou-se desmistificar a concepção negativa que o instituto do tombamento ganhou ao longo dos anos. Para tanto, abordou-se desde a evolução do conceito de direito de propriedade até a função social da cidade. Demonstrou-se que o patrimônio arquitetônico está inserido no Meio Ambiente Artificial, merecendo a tutela ambiental, ressaltando que não existe povo sem identidade de modo que a proteção do patrimônio cultural edificado visa garantir a dignidade da pessoa humana. Sob o foco do Direito Internacional, o trabalho abordou sucintamente alguns Pactos Internacionais que tutelam o patrimônio cultural, assim como a evolução do conceito de proteção dos monumentos para proteção dos conjuntos urbanos, por meio da análise das Cartas Patrimoniais. No âmbito nacional, estudou-se o Decreto-Lei n. 25, de 1937, que trata da tutela do patrimônio cultural no País, criando o instituto do tombamento. Assim, procedeu-se à análise jurisprudencial das principais discussões envolvendo o tema. Na análise do estudo de caso, foi abordada a questão da revitalização da área central de Santos/SP no sentido de apurar se os incentivos constantes da legislação foram suficientes para promoção da transformação pretendida, bem como se houve o processo de gentrificação. Abordou-se ainda a possibilidade ou não de coexistência entre o direito à moradia e o direito à cultura. Para alcançar os objetivos propostos, utilizou-se do método dedutivo, por meio de análise geral da legislação de proteção do patrimônio histórico edificado, bem como do estudo de caso, utilizando-se ainda os recursos bibliográficos para confirmar ou refutar as premissas lançadas nesta pesquisa qualitativa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Vivian Valverde Corominas - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1
2015 - 2016
Segregação socioespacial em Santos/SP: mobilidade urbana sob uma perspectiva comparada
Descrição: A segregação socioespacial é um dos principais fenômenos que estruturam as cidades brasileiras. A pesquisa procura analisar as consequências da segregação socioespacial nas condições de mobilidade urbana da cidade de Santos, SP, . A análise foi feita a partir do diagnóstico comparativo entre duas regiões segregadas socioespacialmente. Os bairros da Ponta da Praia e Vila Progresso foram submetidos a um levantamento de oferta de transporte público e de caminhabilidade. Os resultados identificaram como a Vila Progresso, bairro segregado e de menor renda, apresentou falta de integração no transporte público além de condições precárias de caminhabilidade em comparação ao bairro da Ponta da Praia, caracterizado por uma população de maior renda. Compreendeu-se como a renda familiar e as feições geográficas condicionam a morfologia do espaço do assentamento. Por fim, foi realizado um diagnóstico do setor urbano da Vila Progresso e elaborado um plano de intervenção..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Matheus Duarte Pardal - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2015 - 2016
Segregação socioespacial em Santos/SP: qualidade e fruição dos espaços livres públicos em uma perspectiva comparada
Descrição: Essa pesquisa procura analisar a relação entre o espaço livre público da Zona Leste e dos Morros da cidade de Santos (SP), de forma a apontar como a segregação socioespacial na cidade afeta a qualidade urbanística destes espaços. Para isso são utilizadas como referências a Praça Primeiro de Maio, localizada no bairro Ponta da Praia, e a Praça do Céu, na Vila Progresso, que retratam diferentes realidades socioeconômicas, revelando a grande desigualdade social do município. Metodologicamente, foram utilizadas coletas de dados nos locais investigados, realizou-se pesquisa documental e análise comparativa dos espaços, usando como referência métodos de avaliação baseados nos autores referenciados na bibliografia. Observa-se que a Praça do Céu é bastante frequentada, as pessoas permanecem e circulam no local, possuindo qualidade de vida pública, mas detém alguns equipamentos em más condições e alguns pontos da praça são mais frequentados que outros, por conta da insolação. A Praça Primeiro de Maio, que teve grande parte do centro de sua área doada para uma associação privada, possui bastante circulação e permanência de pessoas naquilo que ficou definido como seu lado norte e que se encontra de frente para duas avenidas; já o seu lado sul, muito prejudicado por essa doação, tem pouca frequência de pessoas e por tempo limitado. A partir disso elaborou-se projeto de intervenção para cada praça, buscando preservar os aspectos positivos e rever os negativos, visando melhorar a qualidade urbanística de ambas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Luiza Passos Bechelli - Integrante.Número de orientações: 1
2015 - 2016
Os desafios para proteção do patrimônio histórico edificado no Brasil: estudo de caso do programa ?Alegra Centro? em Santos/SP
Descrição: A dissertação em questão visou analisar os desafios para a proteção do patrimônio histórico edificado no Brasil, levando-se em consideração o Programa de revitalização da área central do Município de Santos/SP, denominado ?Alegra Centro?. Objetivou-se desmistificar a concepção negativa que o instituto do tombamento ganhou ao longo dos anos. Para tanto, abordou-se desde a evolução do conceito de direito de propriedade até a função social da cidade. Demonstrou-se que o patrimônio arquitetônico está inserido no Meio Ambiente Artificial, merecendo a tutela ambiental, ressaltando que não existe povo sem identidade de modo que a proteção do patrimônio cultural edificado visa garantir a dignidade da pessoa humana. Sob o foco do Direito Internacional, o trabalho abordou sucintamente alguns Pactos Internacionais que tutelam o patrimônio cultural, assim como a evolução do conceito de proteção dos monumentos para proteção dos conjuntos urbanos, por meio da análise das Cartas Patrimoniais. No âmbito nacional, estudou-se o Decreto-Lei n. 25, de 1937, que trata da tutela do patrimônio cultural no País, criando o instituto do tombamento. Assim, procedeu-se à análise jurisprudencial das principais discussões envolvendo o tema. Na análise do estudo de caso, foi abordada a questão da revitalização da área central de Santos/SP no sentido de apurar se os incentivos constantes da legislação foram suficientes para promoção da transformação pretendida, bem como se houve o processo de gentrificação. Abordou-se ainda a possibilidade ou não de coexistência entre o direito à moradia e o direito à cultura. Para alcançar os objetivos propostos, utilizou-se do método dedutivo, por meio de análise geral da legislação de proteção do patrimônio histórico edificado, bem como do estudo de caso, utilizando-se ainda os recursos bibliográficos para confirmar ou refutar as premissas lançadas nesta pesquisa qualitativa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Vivian Valverde Corominas - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
2015 - Atual
Urbanização e sustentabilidade da metrópole litorânea paulista
Descrição: Avaliação dos padrões de urbanização na área central da Região Metropolitana da Baixada Santista e suas consequências em termos socioambientais, em especial quanto á questão habitacional, do saneamento ambiental e da mobilidade urbana..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (13) / Mestrado acadêmico: (5) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Lenimar Gonçalves Rios - Integrante / Renata Sioufi Fagundes dos Santos - Integrante / Clarissa Duarte Souza - Integrante / Edson Ricardo Saleme - Integrante / Vivian Valverde Corominas - Integrante / Matheus Duarte Pardal - Integrante / Luís Fernando Bacellar - Integrante / Damísio Mangueira da Silva - Integrante / Amanda Lobato Gibertoni - Integrante / Andrei Krichinak Faria - Integrante / Fernanda Cossu Tosoni - Integrante / Luiza Passos Bechelli - Integrante.
Número de produções C, T & A: 14 / Número de orientações: 13
2015 - Atual
Observatório Socioespacial da Baixada Santista
Descrição: Observatório Socioespacial da Baixada Santista da Unisantos responde à necessidade de organizar informações e disponibilizá-las para os diversos fins. Além de suprir as deficiências na produção, sistematização e análises de informações sobre o espaço urbano e regional da região metropolitana da Baixada Santista - RMBS, que possibilitem as mais diversas pesquisas. O Observatório deve produzir também indicadores sobre temas de relevância para a região, monitorar as transformações na configuração socioespacial e econômica da RMBS, assim como na morfologia e desenho urbanos de seus municípios, incluindo o resgate das informações históricas que possibilitem melhor compreensão da realidade atual e auxiliam na projeção de cenários futuros. Tais informações são importantes para dar o devido respaldo para trabalhos nos diversos campos, tanto dentro da Universidade Católica de Santos (ensino, pesquisa e extensão) como também na aplicação das mesmas para encaminhamentos práticos, institucionais e de utilidade pública. As Linhas de Pesquisas do Observa BS são duas: Planejamento e Projeto Urbano Regional e Habitação e Sustentabilidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) .
Integrantes: José Marques Carriço - Integrante / Lenimar Gonçalves Rios - Integrante / Mônica Antônia Viana - Coordenador / Clarissa Duarte Souza - Integrante.
2013 - 2014
Veículo Leve sobre Trilhos da Baixada Santista: Mobilidade e Desenvolvimento Urbano em Santos
Descrição: Projeto de Iniciação Científica.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Dryelle Christine da Silva Gomes - Integrante.
2011 - 2012
Dique da Vila Gilda: Avaliação da viabilidade de produção de habitação de interesse social sobre a água.
Descrição: Iniciação Científica.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / João Guilherme Marque - Integrante.
2010 - 2011
Avaliação de tipologias habitacionais em urbanização de terrenos em Zona Especial de Interesse Social no Município de Santos
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Marques Carriço - Coordenador / Luisa Leme Simoni - Integrante.


Revisor de periódico


2018 - Atual
Periódico: ARQUITEXTOS (SÃO PAULO)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Planejamento Urbano e Regional.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Urbanístico.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito ambiental.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Desenho urbano.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: História do Urbanismo.
6.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Projeto de Arquitetura e Urbanismo/Especialidade: Planejamento e Projeto do Espaço Urbano.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Quarto lugar como professor orientador na XII Jornada de Iniciação Científica e Tecnológica, na área de Ciências Exatas, Engenharias e Arquitetura., Universidade Católica de Santos.
2016
Primeiro lugar como professor orientador na XI Jornada de Iniciação Científica e Tecnológica, na área de Ciências Exatas, Engenharias e Arquitetura., Universidade Católica de Santos.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GOSSN, A. S.2018GOSSN, A. S. ; CARRIÇO, J. M. . A genealogia dos planos urbanísticos no Brasil: precedentes históricos e fundamentos. Revista Querubim (Online), v. 1, p. 1-17, 2018.

2.
RIOS, L. G.2018RIOS, L. G. ; CARRIÇO, J. M. . Zona Costeira: planos de gerenciamento costeiro, plano diretor e Estatuto da Cidade. REVISTA DE DIREITO AMBIENTAL, v. 92, p. 211-229, 2018.

3.
CARRIÇO, J. M.2017CARRIÇO, J. M.. Afloramento do subsolo em Santos: A eliminação da interface entre espaço público e privado. Minha Cidade, v. 02, p. 01-06, 2017.

4.
FERRO, A. L.2017FERRO, A. L. ; CARRIÇO, J. M. . Outorga Onerosa do Direito de Construir: natureza jurídica e justiça social. ARQUITEXTOS (SÃO PAULO), v. 211, p. 211.01, 2017.

5.
BECHELLI, L. P.2017BECHELLI, L. P. ; CARRIÇO, J. M. . Segregação socioespacial em Santos/SP: morfologia urbana e qualidade dos espaços livres públicos em uma perspectiva comparada. LEOPOLDIANUM (UNISANTOS), v. 43, p. 51-72, 2017.

6.
PARDAL, M. D.2017PARDAL, M. D. ; CARRIÇO, J. M. . Segregação socioespacial em Santos/SP: mobilidade urbana sob uma perspectiva comparada. LEOPOLDIANUM (UNISANTOS), v. 1, p. 195-220, 2017.

7.
CARRIÇO, J. M.2016CARRIÇO, J. M.. O Plano de Saneamento de Saturnino de Brito para Santos: construção e crise da cidade moderna. Risco: Revista de Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo (on line), v. 0i, p. 30-46, 2016.

8.
COROMINAS, V. V.2016COROMINAS, V. V. ; CARRIÇO, J. M. . A evolução do direito de propriedade e a função social da propriedade. Revista de Direito Urbanístico, Cidade e Alteridade, v. 2, p. 1-21, 2016.

9.
CARRIÇO, J. M.2010CARRIÇO, J. M.. Plano Diretor de Santos: planejamento entre o discurso e a prática. Revista da Procuradoria Geral do Município de Santos. Revista da Procuradoria Geral do Município de Santos, v. 6, p. 38-52, 2010.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SALEME, E. R. (Org.) ; CARRIÇO, J. M. (Org.) . Comentários ao Estatuto da Metrópole. 1. ed. Santos: Editora Universitária Leopoldianum, 2018. v. 1. 152p .

2.
SAULE JUNIOR ; AMARAL, A. ; KLINTOWITZ, D. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Agendas de Desenvolvimento Sustentável: contribuições para a Baixada Santista e Litoral Norte de São Paulo. 1. ed. São Paulo: Instituto Pólis, 2014. v. 3000. 284p .

Capítulos de livros publicados
1.
CARRIÇO, J. M.; SALEME, E. R. . Dos Planos Municipais ao Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado: A aprovação do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado pela Região Metropolitana da Baixada Santista. In: Marguti, Barbara Oliveira; Costa, Marco Aurélio; Favarão, Cesar Bruno. (Org.). Brasil Metropolitano em Foco. Desafios à implementação do Estatuto da Metrópole. 1ed.Brasília: IPEA, 2018, v. 4, p. 297-322.

2.
BRANDAO, M. V. M. ; MORELL, M. G. G. ; SANTOS, A. R. ; CARRIÇO, J. M. ; VAZQUEZ, D. A. . Baixada Santista: desigual, periférica e complexa. In: Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro; Marcelo Gomes Ribeiro. (Org.). Metrópoles brasileiras: síntese da transformação na ordem urbana 1980 a 2010. 1ed.Rio de Janeiro: Letra Capital : Observatório das Metrópoles, 2018, v. 1, p. 204-232.

3.
OSCAR JUNIOR, A. C. S. ; SANTOS, B. B. O. ; HOSOKAWA, E. K. ; ARAUJO, P. P. ; CARRIÇO, J. M. . Land Use Change Dynamics in the Metropolitan Region of Baixada Santista MRBS (SP): Between Development and Environmental Impacts. In: Lucí Hidalgo Nunes; Roberto Greco; José A. Marengo. (Org.). Climate Change in Santos Brazil: Projections, Impacts and Adaptation Options. 1ed.Zurique: Springer, Cham, 2018, v. 1, p. 177-199.

4.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D. . Sustentabilidade urbana e padrão de ocupação do solo: os paradigmas da evolução da mancha urbana na Região Metropolitana da Baixada Santista. In: SALVI, A. E.; PEREZ, C. B.. (Org.). Arquitetura: ambientes e sustentabilidade. 1ed.Santos: Leopoldianum, 2016, v. 1, p. 53-67.

5.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D. . Baixada Santista: pendularidade, estrutura urbana e mudanças dos padrões de integração interna e externa da metrópole. In: Marinez Villela Macedo Brandão; Maria Graciela González de Morell; André Rocha Santos. (Org.). Baixada Santista: transformações na ordem urbana.. 1ed.Rio de Janeiro: Letra Capital: Observatório das Metrópoles, 2015, v. 1, p. 31-60.

6.
CARRIÇO, J. M.. O plano de Saturnino de Brito para Santos: urbanismo entre o discurso e a prática. In: Cristina de Campos; Fernando Antique; George Alexandre Ferreira Dantas. (Org.). Profissionais, práticas e representações da construção da cidade e do território. 1ed.São Paulo: Alameda Casa Editorial, 2013, v. 1, p. 141-169.

7.
CARRIÇO, J. M.. Produção do espaço urbano voltada para as elites: doze anos de aplicação da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo na área insular de Santos. In: Daniel Arias Vazquez. (Org.). A questão urbana na Baixada Santista: Políticas, vulnerabilidades e desafios para o desenvolvimento. 1ed.Santos: Universitária Leopoldianum, 2011, v. 1, p. 145-176.

8.
CARRIÇO, J. M.. Plano Diretor de Santos: planejamento entre o discurso e a prática. In: Procuradoria Geral do Município de Santos. (Org.). Revista da Procuradoria Geral do Município de Santos - 2009 N° 6. 1ed.Santos: Procuradoria Geral do Município de Santos, 2009, v. 1, p. 38-52.

9.
CARRIÇO, J. M.. Direito à Cidade, Direito à Vida. In: Diocese de Santos, Fórum da Cidadania de Santos: Universidade Católica de Santos. (Org.). Cartilha da Participação Cidadã. 1ed.Santos: Fórum da Cidadania de Santos, 2009, v. 1, p. 41-44.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CARRIÇO, J. M.. Santos, meio século de Plano Diretor. Jornal A Tribuna de Santos, Santos, p. 2 - 2, 16 abr. 2018.

2.
CARRIÇO, J. M.. 110 anos dos canais de Santos. Jornal A Tribuna de Santos, Santos, p. 2 - 2, 26 ago. 2017.

3.
NUNES, C. M. ; CARRIÇO, J. M. . Política para as cidades e os cidadãos. Jornal A Tribuna de Santos, Santos-SP, p. A13 - A13, 28 out. 2006.

4.
CARRIÇO, J. M.. O futuro da cidade. Jornal A Tribuna de Santos, Santos, p. A2 - A2, 06 abr. 1996.

5.
CARRIÇO, J. M.. Plano Diretor debate transporte e sistema viário. Diário Oficial do Município de Santos, Santos, p. 2 - 3, 22 maio 1990.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FARIA, A. K. ; CARRIÇO, J. M. . ANÁLISE DAS CONEXÕES HIDROVIÁRIAS EXISTENTES E PROPOSTAS DE LIGAÇÃO SECA ENTRE OS MUNICÍPIOS DE GUARUJÁ/SP E SANTOS/SP. In: 18ª Congresso Nacional de Iniciação Científica, 2018, São Paulo. Anais do Conic-Semesp. São Paulo: SEMESP, 2018. v. 6. p. 1-11.

2.
SANTOS, R. S. F. ; CARRIÇO, J. M. . Quinze anos de Estatuto da Cidade e o ressignificado das funções sociais da propriedade e da cidade. In: IV Congresso Internacional de Direito Ambiental Internacional da Unisantos, 2016, Santos. Anais do IV Congresso Internacional de Direito Ambiental Internacional da Unisantos [e-book]: encontro internacional sobre estratégia e economia azul : governança ambiental global. Santos: Leopoldianum, 2016. v. 1. p. 73-88.

3.
SANTOS, R. S. F. ; CARRIÇO, J. M. ; BANDINI, M. P. . A regularização fundiária de assentamentos precários nos morros de Santos: ?aluguel de chão?, direito à moradia, risco geológico e recuperação ambiental. In: II Seminário Nacional de Urbanização de Favelas - II Urbfavelas, 2016, Rio de Janeiro. Anais do II Seminário Nacional de Urbanização de Favelas. Rio de Janeiro: UERJ, 2016. v. 1. p. 236-259.

4.
CARRIÇO, J. M.; BARROS, M. F. . Crise de mobilidade urbana em Santos/SP: produção imobiliária, segregação socioespacial e desenraizamento. In: XVI Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional, 2015, Belo Horizonte. Anais do XVI ENANPUR, 2015. v. 01. p. 01-20.

5.
CARRIÇO, J. M.. Região Metropolitana da Baixada Santista: Segregação Sócio-espacial e os Limites do Planejamento Municipal. In: XIII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL, 2009, Florianópolis. XIV Encontro Nacional da ANPUR. Florianópolis/SC - Brasil: Lagoa Editora ltda., 2009. v. Único. p. 110-110.

6.
CARRIÇO, J. M.; NUNES, L. A. P. ; LIMA JUNIOR, N. G. . Urbanismo e democracia: implementação das Zonas Especiais de Interesse Social em Santos. In: 1ª Bienal Internacional de Urbanismo, 1996, Buenos Aires. Anais da 1ª Bienal Internacional de Urbanismo. Buenos Aires: Taller Internacional de Urbanística Latinoamericana, 1996.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. . O PLANO DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E URBANÍSTICA DO MUNICÍPIO DE SANTOS/SP: PRIORIZANDO A INCLUSÃO SOCIAL E A CIDADANIA. In: I UrbFavelas, 2014, São Bernardo do Campo. I URBFAVELAS Seminário Nacional sobre Urbanização de Favelas. São Bernardo do Campo: Bartira, 2014. v. 1. p. 73-73.

2.
CARRIÇO, J. M.. Urbanismo a beira mar. In: VIII Seminário de História da Cidade e do Urbanismo, 2004, Niterói/RJ. Anais do VIII Seminário da História da Cidade e do urbanismo. Niterói: Saqua.com, 2004. v. Único.

Artigos aceitos para publicação
1.
BARROS, M. F. ; CARRIÇO, J. M. . Esvaziamento e transformação morfológica da área central de Santos?SP ? gênese e perspectivas. Urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, 2019.

Apresentações de Trabalho
1.
CARRIÇO, J. M.. Região Metropolitana da Baixada Santista: elementos para um diagnóstico socioespacial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
CARRIÇO, J. M.. Centro de Santos: crise e oportunidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
CARRIÇO, J. M.. Integração das políticas urbana e ambiental: o Porto de Santos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
COROMINAS, V. V. ; CARRIÇO, J. M. . A evolução do direito de propriedade e a função social da propriedade. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SANTOS, R. S. F. ; CARRIÇO, J. M. . Quinze anos de Estatuto da Cidade e o ressignificado das funções sociais da propriedade e da cidade. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SANTOS, R. S. F. ; CARRIÇO, J. M. ; BANDINI, M. P. . A regularização fundiária de assentamentos precários nos morros de Santos: ?aluguel de chão?, direito à moradia, risco geológico e recuperação ambiental. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
CARRIÇO, J. M.; BARROS, M. F. . Crise de mobilidade urbana em Santos/SP: produção imobiliária, segregação socioespacial e desenraizamento. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
CARRIÇO, J. M.. Plano Municipal de Mobilidade Urbana e suas Conexões Metropolitanas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
CARRIÇO, J. M.. Crescimento Urbano x Políticas Públicas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
CARRIÇO, J. M.; LIMA JUNIOR, N. G. . O PLANO DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E URBANÍSTICA DO MUNICÍPIO DE SANTOS/SP: PRIORIZANDO A INCLUSÃO SOCIAL E A CIDADANIA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
CARRIÇO, J. M.. Mobilidade Urbana e Meio Ambiente. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
CARRIÇO, J. M.. PLANO DIRETOR À LUZ DO DIREITO URBANÍSTICO. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
CARRIÇO, J. M.. Evolução Urbana, Segregação Socioespacial e Tendências. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
CARRIÇO, J. M.. Santos, Cidade Sustentável?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
CARRIÇO, J. M.. Região Metropolitana da Baixada Santista: Perspectivas de desenvolvimento e Planejamento urbano. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
CARRIÇO, J. M.. Reflexos do investimento privado no desenvolvimento de Santos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
CARRIÇO, J. M.. Impactos do crescimento imobiliário em Santos e Região. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
CARRIÇO, J. M.. Urbanismo na orla marítima. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; AMARAL, A. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental e Planejamento de Políticas Públicas em Municípios do Litoral Norte e Baixada Santista. 2013.

2.
CARRIÇO, J. M.. Consultoria Ad hoc Programa de Iniciação Científica da Uniso. 2013.

3.
CERRI, L. E. S. ; NOGUEIRA, F. R. ; CARRIÇO, J. M. . Mapeamento de Assentamentos Precários de São Bernardo do Campo. 2009.

4.
CARRIÇO, J. M.. Gerenciamento da Agenda 21 de Cubatão. 2008.

5.
NOGUEIRA, F. R. ; CARRIÇO, J. M. . Plano Municipal de Redução de Riscos de Cubatão. 2007.

6.
CARRIÇO, J. M.; GOMES, S. G. ; CANNO, J. M. . Consolidação do relatório Perfil do Projeto do Programa Monumenta MinC/BID 7ª Etapa do Projeto de Recuperação do Centro Histórico de Salvador/BA. 2002.

7.
CARRIÇO, J. M.; GOMES, S. G. ; CANNO, J. M. . Consolidação do relatório do Perfil do Projeto do Programa Monumenta MinC/BID para o município de Pelotas/RS. 2002.

8.
CARRIÇO, J. M.; GOMES, S. G. ; CANNO, J. M. . Consolidação do relatório do Perfil do Projeto do Programa Monumenta MinC/BID para o município de São Paulo/SP. 2002.

9.
CARRIÇO, J. M.; GOMES, S. G. ; CANNO, J. M. . Consolidação do relatório do Perfil do Projeto do Programa Monumenta MinC/BID para o município de São Francisco do Sul/SC. 2002.

10.
CARRIÇO, J. M.. Relatório de avaliação de impactos urbanos da implantação de via elevada no prolongamento da rodovia dos Imigrantes no município de São Vicente/SP. 2001.

Trabalhos técnicos
1.
CARRIÇO, J. M.; LIMA JUNIOR, N. G. ; SECCO JUNIOR, A. . Projeto de requalificação do Mercado Municipal de Santos. 2017.

2.
LIMA JUNIOR, N. G. ; SECCO JUNIOR, A. ; CARRIÇO, J. M. . Retrofit para Habitação de Interesse Social de edifício a Rua Gonçalves Dias - Santos. 2017.

3.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. ; BARROS, M. F. . Plano Municipal de Mobilidade Urbana de Santos. 2016.

4.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. ; BARROS, M. F. . Decreto nº 7.607, de 06 de dezembro de 2016, que regulamenta a instalação de 'parklets' no município de Santos/SP. 2016.

5.
LIMA JUNIOR, N. G. ; HOSOKAWA, E. K. ; CARRIÇO, J. M. . Plano Municipal de Mudança do Clima de Santos. 2016.

6.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. ; PEDRO, G. R. . Revisão da Lei de Estudo de Impacto de Vizinhança, Lei Complementar Municipal nº 916, de 28 de dezembro. 2015.

7.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. ; PEDRO, G. R. . Revisão da Lei de Estudo de Impacto de Vizinhança, Lei Complementar Municipal nº 869, de 19 de dezembro. 2014.

8.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. . Lei Complementar nº 821, de 27 de dezembro de 2014, Plano Diretor de Desenvolvimento e Expansão Urbana de Santos/SP. 2013.

9.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Consolidado do Plano Diretor de Desenvolvimento e Expansão Urbana do Município de Santos. 2013.

10.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnósticos Urbanos Socioambientais Regional. 2013.

11.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Santos. 2013.

12.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de São Vicente. 2013.

13.
SAULE JUNIOR ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Guarujá. 2013.

14.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Cubatão. 2013.

15.
SAULE JUNIOR ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Praia Grande. 2013.

16.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Mongaguá. 2013.

17.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Itanhaém. 2013.

18.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Peruíbe. 2013.

19.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Bertioga. 2013.

20.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de São Sebastião. 2013.

21.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Caraguatatuba. 2013.

22.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Ilha Bela. 2013.

23.
SAULE JUNIOR, N. ; NAKANO, K. ; CARRIÇO, J. M. . Diagnóstico Urbano e Socioambiental de Ubatuba. 2013.

24.
NOGUEIRA, F. R. ; NUNES, C. M. ; CARRIÇO, J. M. ; SIQUEIRA FILHO, W. . Plano Municipal de Redução de Risco de São Vicente. 2009.

25.
Diêgoli, Leila ; Magaldi, Cássia ; CARRIÇO, J. M. . Canteiro Experimental do Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos - Habitafaus. 2009.

26.
CERRI, L. E. S. ; NOGUEIRA, F. R. ; CARRIÇO, J. M. . Plano Municipal de Redução de Risco de Caraguatatuba. 2007.

27.
CERRI, L. E. S. ; NOGUEIRA, F. R. ; CARRIÇO, J. M. . Plano Municipal de Redução de Riscos de Itapecerica da Serra. 2006.

28.
CARRIÇO, J. M.. Projeto de Lei Complementar Zonas Especiais de Interesse Social. 2006.

29.
CARRIÇO, J. M.; CANNO, J. M. ; ZIMMERMANN, I. . Relatório de Avaliação de Impacto Ambiental Programa Habitar Brasil/BID Bolsão IX - Cubatão/SP. 2002.

30.
CARRIÇO, J. M.. Zonas Especiais de Desenvolvimento Econômico. 1996.

31.
CARRIÇO, J. M.; LARA, M. A. R. . Prolongamento da avenida Senador Feijó. 1996.

32.
CARRIÇO, J. M.; NUNES, L. A. P. . Plano Diretor de Desenvolvimento e Expansão Urbana do Município de Santos. 1995.

33.
CARRIÇO, J. M.; GAMBINI, E. B. . Plano Viário do Município de Santos. 1994.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
CARRIÇO, J. M.. O futuro chega pelo mar. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
CARRIÇO, J. M.. Novo perfil etário influencia moradias. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
CARRIÇO, J. M.. Bikes viram alternativa de transporte. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
CARRIÇO, J. M.. Imóveis tombados: desenvolvimento rima com preservação?. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
CARRIÇO, J. M.; FRUTUOSO, A. . Programa Entrelinhas. 2018.

6.
CARRIÇO, J. M.. Balanço Geral. 2018.

7.
CARRIÇO, J. M.. A cidade ao nível dos olhos. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
CARRIÇO, J. M.; MOTTA, R. ; CHAGAS, F. . Programa Entrelinhas. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
CARRIÇO, J. M.. O aluguel social seria muito mais adequado à política urbana. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
CARRIÇO, J. M.. Linhas tortas. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
CARRIÇO, J. M.. Canal de desenvolvimento. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
BOTURAO, E. ; CARRIÇO, J. M. ; FERNANDEZ, G. Z. ; SIRNA, I. . Ponto de Vista. 2017.

13.
CARRIÇO, J. M.; MONTEIRO, D. . Acessibilidade em Santos. 2017.

14.
CARRIÇO, J. M.. Região em Pauta - Renovação Urbana: Ocupar e Proteger. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
CARRIÇO, J. M.. Especial - Saneamento no Brasil. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
CARRIÇO, J. M.. Modelo a ser repensado: conjuntos residenciais estão longe de resolver o problema habitacional na Baixada Santista. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
CARRIÇO, J. M.. Caderno Regional - Zona de proteção a aeródromos. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
CARRIÇO, J. M.. Prefeitura revê Alegra Centro. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

19.
CARRIÇO, J. M.. Regiçao em Pauta - Mobilidade - VLT Baixada Santista. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

20.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D. . VLT a caminho. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

21.
CARRIÇO, J. M.. Agem e Condesb discutem novo plano. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

22.
CARRIÇO, J. M.. Conferência das Cidades define foco. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
CARRIÇO, J. M.. Direito Ambiental das Cidades. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

2.
CARRIÇO, J. M.; RIOS, L. G. . Por dentro do Plano Diretor. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
CARRIÇO, J. M.. Curso de Capacitação de Agentes Comunitários de Cidadania. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
NOGUEIRA, F. R. ; CARRIÇO, J. M. . Mapeamento e Gerenciamento de Riscos em Assentamentos Precários. 2008. .

5.
VAZQUESZ, D. ; RIOS, L. G. ; CARRIÇO, J. M. . Políticas Públicas. 2008. (Curso de Especialização).

6.
CARRIÇO, J. M.; CAIUBY, S. C. . Cidade Educadora: compromisso de tecer redes de conhecimento. 2006. .

7.
CARRIÇO, J. M.; IWAKAMI, L. N. . Cidade e Região. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

8.
CARRIÇO, J. M.. Um olhar sobre o futuro da cidade - Processo Legislativo: autoritarismo x participação popular. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
CARRIÇO, J. M.. Mini-curso Gestão Ambiental. 2002. .

10.
CARRIÇO, J. M.. Habitação: alternativas locais para a crise. 1997. .

11.
CARRIÇO, J. M.. IV Curso Internacional de Planejamento e Tecnologia da Habitação. 1994. .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.; SALEME, E. R.. Participação em banca de Damísio Mangueira da Silva. Aspectos jurídicos da preservação cultural material e imaterial: experiência do município de Triunfo, Paraíba.. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

2.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; NASCIMENTO, A.. Participação em banca de Maria Fernanda de Carvalho Bottallo. Arte de rua na mira da (i)legalidade: redesenhando a paisagem urbana. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

3.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.. Participação em banca de Ana Paula Rodrigues Metropolo. As moradias irregulares e a Regularização Fundiária na Lei nº 13.465/2017. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

4.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; ARRUDA JUNIOR, A. C. M.. Participação em banca de José Herbert Luna Lisboa. A concessão de uso especial para fins de moradia como instrumento da Política Urbana de Regularização Fundiária. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

5.
CARRIÇO, J. M.; SALEME, E. R.; VIANA, M. A.. Participação em banca de Luís Fernando Bacellar. Regularização Fundiária em Terrenos de Marinha. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

6.
CARRIÇO, J. M.; SALEME, E. R.; SOUZA, C. D.. Participação em banca de Vivian Valverde Corominas. Os desafios para proteção do patrimônio histórico edificado no Brasil: estudo de caso do programa ?Alegra Centro? em Santos/SP. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

7.
BARRELLA, W.; CARRIÇO, J. M.; REIGADA, A. L. D.. Participação em banca de Daniela Colin Lima. Do morro ao mar: alterações urbanas sobre os caminhos das águas na ilha de São Vicente. 2017. Dissertação (Mestrado em Sustentabilidade de Ecossistemas Costeiros e Marinhos) - Universidade Santa Cecília.

8.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; LEITE, F. P. A.. Participação em banca de Leonardo Bernardes Guimarães. Política e Direito na Mobilidade Urbana do Município de Santos. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

9.
GRANZIERA, M. L. M.; CARRIÇO, J. M.; SODRE, M. G.. Participação em banca de Fábio Brito Ferreira. Polo Turístico Cabo Branco: Considerações em face do licenciamento ambiental complexo. 2015. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade Católica de Santos.

10.
GIORDANO, F.; CARRIÇO, J. M.; TOMA, W.. Participação em banca de Fernando José Rodrigues Carol. Ecologia da Paisagem: expansão urbana de Santos e os impactos na paisagem natural nativa. 2015. Dissertação (Mestrado em Sustentabilidade de Ecossistemas Costeiros e Marinhos) - Universidade Santa Cecília.

11.
GIORDANO, F.; MAGENTA, M. A. G.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Patrícia Veloso D'Andréa. Arborização ao longo dos canais de Santos-SP e sua importância para preservação da biodiversidade. 2015. Dissertação (Mestrado em Sustentabilidade de Ecossistemas Costeiros e Marinhos) - Universidade Santa Cecília.

12.
SOLA, F.; SILVA, F. K. M.; NUNES, L. A. P.; LEITE, E. C.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Tiago da Guia Oliveira. Segregação urbana, depreciação socioambiental e o Estatuto da Cidade: critérios para adequação do Plano Diretor de Votorantim. 2014. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação Sustentabilidade da Gestão Ambiental) - Universidade Federal de São Carlos.

13.
REI, F. C. F.; GRANZIERA, M. L. M.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Bruno Faro Eloy Dunda. Intervenção para Urbanização de Assentamentos Precários no Bairro São José em João Pessoa - PB. 2014. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade Católica de Santos.

14.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.; SANTOS, R. S. F.. Participação em banca de Nayara Etinger de Souza Lima. REURBANIZAÇÃO E REFORÇO DA CENTRALIDADE DO BAIRRO CENTRO DO MUNICÍPIO DE SÃO VICENTE. 2014. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília.

15.
MARTINS, M. L. R. R.; SOUZA, Angela; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Rafael Paulo Ambrosio. Acesso à terra e informalidade - Vila Progresso e o aluguel de chão. 2013. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
ROLNIK, R.; CARVALHO, C. S.; MASSONETTO, L. F.; SANTOS JUNIOR, O. A.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Fernanda Accioly Moreira. Terras de exclusão, portos de resistência: um estudo sobre a função social das terras da União. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo.

2.
CUNHA, J. M. P.; CARRIÇO, J. M.; JAKOB, A. A. E.; MATIAS, L. F.; BRITO, F. R. A.. Participação em banca de Luiz Antonio Chaves de Farias. Mobilidade populacional e produção do espaço urbano na Baixada Santista: um olhar sociodemográfico sobre sua trajetória nos últimos 20 anos. 2018. Tese (Doutorado em Instituto de Filosofia e Ciências Humanas) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
GONCALVES, A. F.; REI, F. C. F.; CARRIÇO, J. M.; RODRIGUES, G. M. A.; FARIAS, V. C.. Participação em banca de Cristiane Elias de Campos Pinto. A ação internacional dos municípios: Santos e a Rede Mundial de Cidades Portuárias. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona) - Universidade Católica de Santos.

4.
GONCALVES, A. F.; REI, F. C. F.; CARRIÇO, J. M.; NEVES, M. F. B.; SOUZA, C. D.. Participação em banca de Douglas Predo Mateus. Participação dos governos locais na construção do Direito Ambiental Internacional: avanços e retrocessos na busca pelo direito à moradia digna no município de Santos. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

5.
GONCALVES, A. F.; REI, F. C. F.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Douglas Predo Mateus. Participação dos governos locais na construção do direito ambiental internacional: avanços e retrocessos na busca pelo direito à moradia digna no município de Santos. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

6.
REI, F. C. F.; CARRIÇO, J. M.; FERRAO, C.; MORE, R. F.; RIBEIRO, F. M.. Participação em banca de Maria Fernanda Britto Neves. Agenda Ambiental do Porto de Santos, Desafios e Oportunidades na Governança Internacional das Mudanças Climáticas. 2015. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade Católica de Santos.

7.
GONCALVES, A. F.; REI, F. C. F.; CARRIÇO, J. M.; MAZIVIERO, M. C.; RIBEIRO, I. C.. Participação em banca de Cesar Tavares. Cidades e Globalização Econômica: possibilidades de um regime urbano internacional. 2015. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade Católica de Santos.

8.
SZMRECSANYI, M. I.; MARTINS, M. L. R. R.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Maria Carolina Maziviero. Privatismo e Gestão Pública na Urbnização de Santos, continuidades e mudanças: décadas de 1910, 1940 e 2000. 2013. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo.

9.
MOREIRA, A. C. M.; CARRIÇO, J. M.; FERREIRA, J. S. W.; DIEGOLI, L. R.; NOBRE, E. A. C.. Participação em banca de Clarissa Duarte Souza. Santos e o processo de requalificação de áreas portuárias sob a perspectiva do planejamento. 2012. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo.

10.
CHAIA, M. W.; Melo; LIMENA, M. M. C.; Quinto Jr.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Monica Antonia Viana. Navegando pelas ondas do desenvolvimento: Baixada Santista em busca de um porto seguro - Desenvolvimento, Metropolização e os (des)compassos da gestão urbano-regional em múltiplos olhares sociais. 2010. Tese (Doutorado em curso de pós-graduação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
GONCALVES, A. F.; REI, F. C. F.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Cesar Tavares. Um regime internacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Direito) - Universidade Católica de Santos.

2.
REI, F. C. F.; MORE, R. F.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Maria Fernanda Britto Neves. Agenda Ambiental do Porto de Santos: Desafios e Oportunidades na Governança Internacional das Mudanças Climáticas. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Direito) - Universidade Católica de Santos.

Qualificações de Mestrado
1.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; BONAVIDES, R. S.. Participação em banca de Ana Paula Rodrigues Metropolo. As moradias irregulares e a regularização fundiária na Lei nº 13.465/2017. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito) - Universidade Católica de Santos.

2.
COMARU, F. A.; CARRIÇO, J. M.; NOGUEIRA, F. R.. Participação em banca de Cassandra Maroni Nunes. A relevância de se manter o domínio público dos terrenos e acrescidos de marinha, no Brasil do Século XXI. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação de Planejamento e Gestão do Território) - Universidade Federal do ABC.

3.
CARRIÇO, J. M.; GONCALVES, A. F.; VIANA, M. A.. Participação em banca de Lenimar Gonçalves Rios. Turismo de segunda residência: impactos ambientais e legislação urbanística o caso de Betioga. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito) - Universidade Católica de Santos.

4.
FREITAS, D. M.; CARRIÇO, J. M.; CHRISTOFOLETTI, R. A.. Participação em banca de Danielle Almeida de Carvalho. Percepção de representantes de instituições públicas, privadas, ONGs e associação civil organizada sobre as possibilidades de integração de iniciativas de enfrentamento às mudanças do clima e seus impactos na biodiversidade aquática na Região da Baixada Santista, São Paulo. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Biodiversidade de Ambientes Costeiros) - Universidade Estadual Paulista.

5.
CARRIÇO, J. M.; GONCALVES, A. F.; SALEME, E. R.. Participação em banca de Luis Fernando Bacellar. Regularização Fundiária em Terrenos de Marinha. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

6.
CARRIÇO, J. M.; SALEME, E. R.; SOUZA, C. D.. Participação em banca de Damísio Mangueira da Silva. Aspectos jurídicos da preservação cultural material e imaterial: experiência do município de Triunfo, Paraíba. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

7.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; NASCIMENTO, L. S.. Participação em banca de Maria Fernanda de Carvalho Bottallo. Arte de rua na mira da (i)legalidade: redesenhando a paisagem urbana. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

8.
CARRIÇO, J. M.; GONCALVES, A. F.; RUDIGER, D. S.. Participação em banca de Renata Sioufi Fagundes dos Santos. Do urbanismo sanitarista ao planejamento urbano: o (re)significado da função social da propriedade e da cidade no município de Santos/SP. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos.

9.
MEYER, J. F. P.; TORRES, N. R.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Adão Antonio Ribeiro Júnior. Política habitacional e desenvolvimento urbano - conflitos e contradições: o caso da Baixada Santista no período de 1998 a 2013. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Curso de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo.

10.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.; SALEME, E. R.. Participação em banca de Vivian Valverde Corominas. Os desafios para proteção do patrimônio histórico edificado no Brasil: estudo de caso do programa ?Alegra Centro? em Santos/S.P.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

11.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; RUDIGER, D. S.. Participação em banca de Laíse Helena Silva Macedo. Da compensação ambiental na Lei nº 9985/2000 que trata do Sistema Nacional de Unidades de Conservação. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

12.
CARRIÇO, J. M.; SALEME, E. R.; RUDIGER, D. S.. Participação em banca de Francisco da Motta Macedo. Uma cidade sem catracas: um estudo sobre o instrumento da tarifa zero, bem como a análisede sua implementação no transporte público de Maricá/RJ. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

13.
FREITAS, G. P.; CARRIÇO, J. M.; KHAMIS, R. B. M.. Participação em banca de Meilyng Leone Oliveira. Educação para a sustentabilidade: uma análise da alteração da lei nº 9795/99, para implementação da Educação Ambiental como Disciplina Autonoma. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

14.
GIORDANO, F.; MAGENTA, M. A. G.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Patrícia Veloso D?Andréa. Arborização ao longo dos canais de Santos-SP e sua importância para preservação da biodiversidade. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Sustentabilidade de Ecossistemas Costeiros e Marinhos) - Universidade Santa Cecília.

15.
SALEME, E. R.; CARRIÇO, J. M.; BONAVIDES, R. S.. Participação em banca de Leonardo Bernardes Guimarães. Política e Direito na Mobilidade Urbana do Município de Santos. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
CARRIÇO, J. M.; VIANA, M. A.. Participação em banca de Flávia Lins de Oliveira Nogueira. Política Habitacional e Programas de Intervenção nos Cortiços de Santos. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Cidade e Região) - Universidade Católica de Santos.

2.
VIANA, M. A.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Sérgio Ricardo Bonito. Desenvolvimento Urbano: influência do Plano Diretor no Des. Urb. de Praia Grande. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Cidade e Região) - Universidade Católica de Santos.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
CARRIÇO, J. M.; SANTOS, R. S. F.. Participação em banca de ALICE TAVARES VIEIRA.Parque urbano e Complexo comunitário multiuso - Praia Grande/SP. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

2.
CARRIÇO, J. M.; BARROS, M. F.. Participação em banca de MARIANA CRISTINA SILVA DE CARVALHO.Requalificação do Bairro Valongo, Santos-SP. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

3.
CARRIÇO, J. M.; BARROS, M. F.. Participação em banca de BEATRIZ MENDES COUTINHO.Requalificação da Orla Portuária da Área Central de Santos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

4.
VAZ, J. A.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Michele Rabelo Cruz.Análise da influência dos canais de drenagem na distribuição superficial da temperatura nas áreas urbanas do município de Santos/SP através do sensoriamento remoto. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade Católica de Santos.

5.
VAZ, J. A.; CARRIÇO, J. M.; NEVES, M. F. B.. Participação em banca de Michele Rabelo Cruz.Uso de sensoriamento remoto para análise da influência dos Canais de Drenagem na distribuição da temperatura nas áreas urbanas do município de Santos - SP. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Engenharia Ambiental) - Universidade Católica de Santos.

6.
AMBROSIO, R. P.; CARRIÇO, J. M.; DIAS, M. A.. Participação em banca de Augusto Henrique Gracia da Silva.Ecomuseu do mangue - Educar para a sustentabilidade. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Paulista.

7.
AMBROSIO, R. P.; CARRIÇO, J. M.; DIAS, M. A.. Participação em banca de Rafaella Garcia de Almeida.Centro de reintegração social - APAC Samaritá. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Paulista.

8.
CARRIÇO, J. M.; AMBROSIO, R. P.; FRANCA, P.. Participação em banca de Daniella Cardozo de Santana.Habitar e Viver Vila Gilda. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

9.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.; BARROS, M. F.. Participação em banca de Carolina Goes da Silva.Parque linear urbano em Vicente Carvalho, Guarujá/SP,. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

10.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.; BARROS, M. F.. Participação em banca de Odara Ohannah F. da Cunha.Requalificação da Região Central de São Vicente/SP. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

11.
CARRIÇO, J. M.; AMBROSIO, R. P.; FRANCA, P.. Participação em banca de Marcelo da Silva Brito Mendes.Reurbanização e recuperação ambiental da margem do Rio Mariana, São Vicente/SP. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

12.
AMBROSIO, R. P.; CARRIÇO, J. M.; DIAS, M. A.. Participação em banca de Fabiano da Silva.Projeto de requalificação da Bacia do Mercado em Santos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Paulista.

13.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.; BARROS, M. F.. Participação em banca de NATHALIA MORAIS DA COSTA MARQUES.Requalificação de setor urbano nos bairros Vila Nova e Paquetá, Santos/SP. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

14.
CARRIÇO, J. M.; AMBROSIO, R. P.; FILARDO JUNIOR, A. S.. Participação em banca de MAYARA GOMES DA SILVA.Projeto urbanístico de regularização fundiária de interesse social de setor do bairro Perequê, Guarujá/SP. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

15.
CARRIÇO, J. M.; VIANA, M. A.; BARROS, M. F.. Participação em banca de PEDRO ANDRIANI.Adaptação às Mudanças Climáticas e Requalificação da Orla Marítima da Ponta da Praia, Santos/SP. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

16.
CARRIÇO, J. M.; SOUZA, C. D.; BARROS, M. F.. Participação em banca de SOLIANA PEREIRA DA SILVA.Função social da propriedade e diretrizes de desenho urbano para a área central de Santos: o caso do bairro Paquetá. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

17.
CARRIÇO, J. M.; AMBROSIO, R. P.; FILARDO JUNIOR, A. S.. Participação em banca de KAREN NUNES DA SILVA.Reurbanização do bairro de Santa Cruz dos Navegantes, Guarujá/SP. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

18.
REI, F. C. F.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Fabio Tadeu Rodrigues Peres.Política ambiental urbana: o caso da gestão do Museu Pelé. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos.

19.
AMBROSIO, R. P.; GARCIA, T. S.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Pamela Amarante de Souza.Habitação de Interesse Social como instrumento de garantia à cidade no bairro Saboó. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIP - Campus Rangel) - Universidade Paulista.

20.
AMBROSIO, R. P.; GARCIA, T. S.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de Daniela Costa do Nascimento.Habitabilidade: regularização das moradias encortiçadas no bairro Paquetá. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIP - Campus Rangel) - Universidade Paulista.

21.
SOUZA, C. D.; CARRIÇO, J. M.; FRANCA, P.. Participação em banca de Osnei Ruthes.Jardins do Forte: proposta de desenho urbano para a cidade de Bertioga. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília.

22.
CARRIÇO, J. M.; NUNES, L. A. P.; SANTOS, R. S. F.. Participação em banca de Carolina Helena Toledo da Silva.Acesso portuário à margem esquerda do porto de santos: uma proposta para solução dos conflitos urbanos. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília.

23.
MEYER, J. F. P.; CARRIÇO, J. M.. Participação em banca de André Luiz O. Miotti.Estudo de viabilidade para empreendimento residencial vertical na cidade de São Paulo. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo.

24.
VIANA, M. A.; IWAKAMI, L. N.; CARRIÇO, J. M.; Sampaio, Paulo. Participação em banca de Náthali Domingos Nunes.Requalificação do Paquetá. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

25.
VIANA, M. A.; IWAKAMI, L. N.; CARRIÇO, J. M.; Sampaio, Paulo. Participação em banca de Clarissa Alves Francisco.Transporte Aquaviário Metropolitano da Baixada Santista. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

26.
VIANA, M. A.; IWAKAMI, L. N.; CARRIÇO, J. M.; Sampaio, Paulo. Participação em banca de Helena Aparecida Peres Rodrigues.Parque Urbano Valongo. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

27.
VIANA, M. A.; IWAKAMI, L. N.; CARRIÇO, J. M.; Sampaio, Paulo. Participação em banca de Patrícia Akemi Iraha.Centro Profissionalizante Jardim Quietude. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

28.
CARRIÇO, J. M.; NUNES, L. A. P.. Participação em banca de José Luiz de Jesus Lima.Regularização Fundiária de Santa Cruz dos Navegantes. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília.

29.
CARRIÇO, J. M.; ABDALA, C. A. Q.; RIOS, L. G.. Participação em banca de Maria de Fátima Gonçalves.Trabalho de Graduação Interdisciplinar. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.

30.
CARRIÇO, J. M.; RIOS, L. G.; ABDALA, C. A. Q.. Participação em banca de Marisa Ribeiro.Trabalho de Graduação Interdisciplinar. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
18º Congresso Nacional de Iniciação Científca. ANÁLISE DAS CONEXÕES HIDROVIÁRIAS EXISTENTES E PROPOSTAS DE LIGAÇÃO SECA ENTRE OS MUNICÍPIOS DE GUARUJÁ/SP E SANTOS/SP. 2018. (Congresso).

2.
Bacia do Mercado Municipal de Santos.Bacia do Mercado e o repovoamento da Área Central desde uma perspectiva de inclusão social. 2018. (Oficina).

3.
III SEMINÁRIO NACIONAL SOBRE URBANIZAÇÃO DE FAVELAS (III URBFAVELAS).OS DESAFIOS DA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DO BAIRRO CARUARA, SANTOS/SP. 2018. (Seminário).

4.
I Semana Saturnino de Brito.O Plano de Saneamento de Saturnino de Brito para Santos. 2018. (Outra).

5.
JORNADA SANTISTA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO.A LUOS e o Patrimônio Histórico de Santos. 2018. (Encontro).

6.
Política Metropolitana: governança, instrumentos e planejamento metropolitanos. 2018. (Seminário).

7.
3º Urban 21 - Concurso Universitário Nacional de Urbanismo.DiverCidade - DOT e Equidade. 2017. (Outra).

8.
Fórum Revitalização do Centro. 2017. (Seminário).

9.
II SEMINÁRIO - ESTATUTO DA METRÓPOLE ? CAU/SP - Implantação da Nova Política Metropolitana.Articulação dos Planos Municipais e Metropolitanos. 2017. (Seminário).

10.
Oficinas para elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana da Baixada Santista.Painel "Mobilidade e Logística". 2017. (Oficina).

11.
Região em Pauta.Centro de Santos: crise e oportunidade. 2017. (Seminário).

12.
XXVIII Encontro Regional de Estudantes de Arquitetura 2017.Direito à moradia como Direito à cidade. 2017. (Encontro).

13.
27ª Jornada de Eventos dos Cursos das Áreas de Negócios, Porto e Relações Internacionais da Unisantos.Conflitos entre cidade e porto: o caso de Santos/SP. 2016. (Outra).

14.
63ª Semana Jurídica da Universidade Católica de Santos.Mesa de discussão: Porto e a cidade. 2016. (Encontro).

15.
Estratégias de integração dos eixos sociais junto ao Sistema de Monitoramento e Avaliação do PMDE-BS.A cidade como rebatimento territorial das relações sociais e econômicas. 2016. (Oficina).

16.
II Seminário Nacional sobre Urbanização de Favelas - II Urbfavelas.A regularização fundiária de assentamentos precários nos morros de Santos: ?aluguel de chão?, direito à moradia, risco geológico e recuperação ambiental. 2016. (Seminário).

17.
IV Congresso Internacional de Direito Ambiental e Internacional da Unisantos. Legislação Urbanística - Um século de Saturnino de Brito: do sanitarismo a reforma urbana. 2016. (Congresso).

18.
IV Congresso Internacional de Direito Ambiental e Internacional da Unisantos. Quinze anos de Estatuto da Cidade e o ressignificado das funções sociais da propriedade e da cidade. 2016. (Congresso).

19.
Região em Pauta - Mobilidade Urbana Baixada Santista.Veículo Leve sobre Trilhos da Baixada Santista e Impactos Urbanos. 2016. (Encontro).

20.
Soluções de Engenharia Imediatas e Definitivas para Proteção da Orla de Santos. 2016. (Seminário).

21.
20° Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito. 2015. (Congresso).

22.
2º Workshop Medidas de Adaptação Projeto Metrópole - Forum Belomnt. 2015. (Oficina).

23.
Encontro ESW para Validação do Estudo ?Incentivos à Participação Privada em Operações Urbanas?,as". 2015. (Encontro).

24.
V Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação.Importância do projeto de arquitetura na reforma urbana. 2015. (Encontro).

25.
I URBFAVELAS Seminário NAcional sobre Urbanização de Favelas.O PLANO DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E URBANÍSTICA DO MUNICÍPIO DE SANTOS/SP: PRIORIZANDO A INCLUSÃO SOCIAL E A CIDADANIA. 2014. (Seminário).

26.
Oficina Parcelamento, Edificação ou Utilização Compulsórios e IPTU Progressivo no Tempo.Parcelamento, Edificação ou Utilização Compulsórios e IPTU Progressivo no Tempo em Santos. 2014. (Oficina).

27.
A Cadeia Logística Portuária e Impactos Sociais na Baixada Santista.Baixada Santista: cenários de crescimento e a crise da mobilidade. 2012. (Seminário).

28.
Baixada Santista; Convergências e Divergências no início do Século XXI.Evolução urbana, Segregação Socioespacial e Tendências. 2011. (Encontro).

29.
Debate *Notícias de uma Guerra Particular".*Notícias de uma Guerra Particular". 2009. (Outra).

30.
XIII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL.Região Metropolitana da Baixada Santista: Segregação Sócio-espacial e os Limites do Planejamento Urbano Municipal. 2009. (Encontro).

31.
2° Seminário do Desenvolvimento Sustentável de Cubatão.Análise Qualitativa do tema Habitação de Interesse Social da Agnda 21 de Cubatão. 2008. (Seminário).

32.
Aula Magna do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UniSantos.Santos e o novo "boom" imobiliário: uma reflexão sobre os impactos na cidade. 2008. (Outra).

33.
Palestra Rotary Club de Santos-Porto.Impacto Imobiliário em Santos. 2008. (Outra).

34.
Seminário de Capacitação de Lideranças sobre o Direito à Cidade.O Direiro à Cidade e o Plano Diretor. 2008. (Seminário).

35.
Cem Anos dos Canais de Santos.Cem Anos dos Canais de Santos. 2007. (Outra).

36.
Palestra em disciplina do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo da UniSantos.Santos: Política urbana neoliberal e segregação sócio-espacial. 2007. (Outra).

37.
8ª Semana da Arquitetura e Urbanismo.Mesa Redonda. 2006. (Encontro).

38.
Centenário dos Canais de Santos.Centenário dos Canais de Santos. 2006. (Seminário).

39.
Ciclo de Estudos de Política e Estratégia ADESG.Os planos de saneamento de Santos na virada do século XX. 2006. (Oficina).

40.
II Encontro da REABS.Os Planos de Saneamento para Santos na virada do Século XX. 2006. (Oficina).

41.
I Joranada Integrada de Biologia e Geografia.Os planos de saneamento ambiental de Santos na virada do século XX. 2006. (Outra).

42.
Oficina de Sensibilização em Habitação.Programa Municipal de Habitação de Santos. 2006. (Oficina).

43.
Por uma cidade sã e bela: o urbanismo dos engenheiros sanitaristas no Brasil Republicano.O plano de Saturnino de Brito para Santos: urbanismo e planejamento urbano entre o discurso e a prática. 2006. (Seminário).

44.
Seminário e curso Política Fundiária Municipal e Gestão Social da Valorização da terra. 2006. (Oficina).

45.
Oficina de Trabalho Os Palnos Diretores à luz do Estatuto da Cidade.Os Palnos Diretores à luz do Estatuto da Cidade: a realidade da Região Metropolitana da Baixada Santista. 2005. (Oficina).

46.
Palestra na disciplina de Urbanismo no 4º ano do curso de Arquitetura e Urbanismo.Baixada Santista: Legislação Urbanística e Segregação Sócio-espacial. 2005. (Outra).

47.
1º Seminário sobre Saneamento Ambiental em Regiões Litorâneas. 2004. (Seminário).

48.
III Congresso de Direito Ambiental da UNISANTA. Urbanismo na Orla Marítima. 2004. (Congresso).

49.
Palestra.O Papel do Arquiteto no Serviço Público. 2004. (Oficina).

50.
Seminário sobre o Programa Estadual de Regularização de Núcleos Habitacionais de Interesse Social. 2004. (Seminário).

51.
VIII Seminário de História da Cidade e do Urbanismo.VIII Seminário de História da Cidade e do Urbanismo. 2004. (Seminário).

52.
Gestão do Ambiente Portuário - Para uma agenda ambiental negociada. 2003. (Seminário).

53.
I Seminário Brasileiro Habitação e Encostas. 2003. (Seminário).

54.
Meio Ambiente: A Cidade que queremos.Planejamento Urbano e Exercício da Cidadania. 2002. (Seminário).

55.
Palestra.O Estatuto da Cidade, desafios de sua aplicação em Santos. 2002. (Outra).

56.
Palestra na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UNISANTOS.Questão Econômica Regional e a Questão Urbana/Ambiental da Baixada Santista. 2002. (Outra).

57.
Estatuto da Cidade. 2001. (Seminário).

58.
Encontro com a Planners Network - Planejadores Urbanos e Justiça Social. 1999. (Encontro).

59.
Debate.Porto de Santos - Ampliação do trecho Valongo-Paquetá. 1998. (Outra).

60.
Palestra. 1997. (Outra).

61.
8ª Semana Fafiana.Palestra: O Futuro das Cidades: uma Visão do Plano Diretor de Santos. 1996. (Outra).

62.
I Encontro Brasileiro de Habitação em Centros Históricos. 1996. (Encontro).

63.
Palestra.Plano Diretor de Santos e as propostas para a área do Porto. 1996. (Outra).

64.
Simpósio de Modernização Portuária. 1996. (Simpósio).

65.
Santos defende seu mangue.Santos defende seu mangue. 1995. (Seminário).

66.
O desafio dos portos de terceira geração na América Latina. 1994. (Oficina).

67.
Metodologia de estudos de Impacto Ambiental e suas implicações no setor de transportes e planejamento ambiental em regiões litorâneas. 1993. (Seminário).

68.
Seminário Internacional Avaliação dos Instrumentos de Intervenção Urbana. 1993. (Seminário).

69.
VII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto.VII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. 1993. (Simpósio).

70.
Infra e Super Estrutura e Sistema Viário.Infra e Super Estrutura e Sistema Viário. 1992. (Seminário).

71.
Gerência de Riscos Portuários.Gerência de Riscos Portuários. 1991. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CARRIÇO, J. M.; OCTAVIANO, E. . Mesa Espaços Urbanos Mais Seguros, Resilientes e Sustentáveis: Estudo de Caso ? Ponta da Praia. 2018. (Congresso).

2.
CARRIÇO, J. M.; BARROS, M. F. ; SOUZA, C. D. . Primeiro Festival Jane's Walk de Santos. 2017. (Festival).

3.
LIMA JUNIOR, N. G. ; CARRIÇO, J. M. . 6ª Conferência da Cidade de Santos. 2016. (Outro).

4.
CARRIÇO, J. M.; NUNES, C. M. ; SARTOR, S. . Simpósio Balneabilidade das Praias de Santos e a Saúde da População. 2004. (Outro).

5.
CARRIÇO, J. M.; NUNES, C. M. . I Simpósio Contaminação do Estuário de Santos: Em Busca de Soluções. 2003. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Sophia Alvarez Amaral Melo Bueno. Regularização Fundiária e seus aspectos socioambientais. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).

2.
Alexandre dos Santos Gossn. As cidadelas: impactos da lei 13.465/2017 nos loteamentos com acesso controlado no Estado de São Paulo. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internacional) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).

3.
João Anónio da Silva Perata. Outras formas de arquitetura. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Integrado em Arquitetura do Depto. de Arq. da Fac. de Ciênc. e Tec) - Universidade de Coimbra. (Coorientador).

4.
Lenimar Gonçalves Rios. A função da legislação urbanística e ambiental no processo de urbanização dos municípios litorâneos não centrais da Região Metropolitana da Baixada Santista ? RMBS. Estudo de caso. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos, Universidade Católica de Santos. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Bernadete Bacellar do Carmo Mercier. Sambaiatuba, urbanização de sucesso de assentamento precário na primeira cidade do Brasil e governança global. Início: 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).

2.
Zahra Adnan Kabbara de Queiroz. Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs): Um Estudo do Município de Santos/SP. Início: 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).

3.
Silvia Elena Barreto Saborita. Da informação ambiental e do diálogo de medidas adequadas em um ambiente de governança global. Início: 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).

4.
Rafael Paulo Ambrosio. Impactos ambientais do modelo de uso e ocupação do solo na cidade de Santos. Início: 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental e Internaciona) - Universidade Católica de Santos, Universidade Católica de Santos. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Dandhara Ferreira Nobre. Reabilitação do Mercado Municipal de Santos/SP. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Ane Caroline de Souza Ferreira da Costa. Mobilidade urbana e sistema de espaços livres de uso público na Região Metropolitana da Baixada Santista. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).

2.
Julia dos Santos de Pádua. Regularização fundiária urbana na Região Metropolitana da Baixada Santista. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Damísio Mangueira da Silva. Aspectos jurídicos da preservação cultural material e imaterial: experiência do município de Triunfo, Paraíba. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos, . Orientador: José Marques Carriço.

2.
Renata Sioufi Fagundes dos Santos. Do urbanismo sanitarista ao planejamento urbano: o (re)significado da função social da propriedade e da cidade no município de Santos. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos, Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

3.
Vivian Valverde Corominas. Os desafios para proteção do patrimônio histórico edificado no Brasil: estudo de caso do programa ?Alegra Centro? em Santos/SP. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos, . Orientador: José Marques Carriço.

4.
Luís Fernando Bacellar. Regularização fundiária em terrenos de marinha. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Direito) - Universidade Católica de Santos, Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Alice Tavares Vieira. Complexo Cultural, Esportivo e de Lazer em Praia Grande/SP. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

2.
Mariana Cristina Silva de Carvalho. Requalificação do bairro Valongo, Santos/SP. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

3.
Beatriz Mendes Coutinho. Requalificação do Porto Valongo, Santos/SP: novas perspectivas. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

4.
Marcelo da Silva Brito Mendes. Reurbanização e recuperação da margem do rio Mariana, São Vicente/SP. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

5.
Carolina Goes da Silva. Parque Linear Urbano em Vicente de Carvalho, Guarujá/SP. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

6.
Odara Ohannah Fernandes da Cunha. Requalificação urbanística da área central da cidade de São Vicente/SP. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

7.
Daniella Cardozo de Santana. Habitar e Viver Vila Gilda. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

8.
Mayara Gomes da Silva. Projeto Urbanístico de Regularização Fundiária de uma determinada área do bairro do Perequê. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

9.
Soliana Pereira da Silva. Função social da propriedade e diretrizes de desenho urbano para a região central de Santos: o caso do bairro Paquetá. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

10.
Pedro Adriani. Adaptação às mudanças climáticas e requalificação da orla marítima do bairro Ponta da Praia na cidade de Santos/SP. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

11.
Nathalia Morais da Costa Marques. Requalificação de setor urbano nos bairros Paquetá e Vila Nova, Santos/SP. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

12.
Karen Nunes da Silva. Reurbanização do bairro de Santa Cruz dos navegantes. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

13.
Nayara Etinger de Souza Lima. Reurbanização e reforço da centralidade do bairro Centro do município de São Vicente. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília. Orientador: José Marques Carriço.

14.
Carolina Helena Toledo da Silva. Acesso portuário à margem esquerda do porto de santos: uma proposta para solução dos conflitos urbanos. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília. Orientador: José Marques Carriço.

15.
Carlos Alberto da Silva Junior. Plano de Segregação Viária e Uso do Solo entre Áreas Urbana e Portuária no Principal Acesso ao Município de Santos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília. Orientador: José Marques Carriço.

16.
Marcondes Martins. Destinação Adequada dos Resíduos Sólidos Domiciliares oriundos da Cidade de Mongaguá. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Santa Cecília. Orientador: José Marques Carriço.

Iniciação científica
1.
Andrei Krichinak Faria. Análise das conexões hidroviárias existentes e propostas de ligação seca entre os municípios de Guarujá/SP e Santos/SP. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: José Marques Carriço.

2.
Amanda Lobato Gibertoni. Qualidade e acessibilidade dos espaços livres e públicos na Baixada Santista/SP. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: José Marques Carriço.

3.
Fernanda Cossu Tosoni. O Plano de Saneamento de Saturnino de Brito: um olhar sobre a paisagem de Santos. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

4.
Luiza Passos Bechelli. Análise comparativa da qualidade de praças nos bairros Ponta da Praia e Vila Progresso (Santos ? SP). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos, Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

5.
Matheus Duarte Pardal. Segregação socioespacial a partir da configuração do sistema de transporte público de Santos. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos, Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

6.
Dryelle Christine da Silva Gomes. Veículo Leve sobre Trilhos da Baixada Santista: Mobilidade e Desenvolvimento Urbano em Santos. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

7.
João Guilherme Marques. Dique da Vila Gilda: Avaliação da viabilidade de produção de habitação de interesse social sobre a água.. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.

8.
Luisa Leme Simoni. Avaliação de tipologias habitacionais em Zona Especial de Interesse Social na Zona Noroeste de Santos. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Católica de Santos. Orientador: José Marques Carriço.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
CARRIÇO, J. M.. Produção do espaço urbano voltada para as elites: doze anos de aplicação da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo na área insular de Santos. In: Daniel Arias Vazquez. (Org.). A questão urbana na Baixada Santista: Políticas, vulnerabilidades e desafios para o desenvolvimento. 1ed.Santos: Universitária Leopoldianum, 2011, v. 1, p. 145-176.


Apresentações de Trabalho
1.
CARRIÇO, J. M.. Crescimento Urbano x Políticas Públicas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
CARRIÇO, J. M.. Integração das políticas urbana e ambiental: o Porto de Santos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
CARRIÇO, J. M.. Região Metropolitana da Baixada Santista: elementos para um diagnóstico socioespacial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
CARRIÇO, J. M.. Especial - Saneamento no Brasil. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).



Outras informações relevantes


É conselheiro do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU-SP), da gestão 2018-2020.
Participa como representante da Secretaria Municipal de Governo de Santos da Comissão Municipal de Adaptação às Mudanças Climáticas (2017);
Participa como representante da Universidade Católica de Santos, da Câmara Técnica de Saneamento e Usos Múltiplos do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baixada Santista (2017).
Coordenou o Grupo Técnico de Trabalho do Plano Diretor de Santos, de acordo com a Portaria Nº 121/2013-GPM que regulamenta o Decreto Municipal 6.465, de 24 de julho de 2013 (2013 a 2016). 
Participa do Grupo Técnico de Trabalho para Regularização Fundiária de Santos, de acordo com a Portaria Nº 003/2014-GPM que regulamenta o Decreto Municipal 6.674, de 24 de outubro de 2013. 
Participou como representante da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Santos dos seguintes órgãos:
Comissão Municipal de Adaptação às Mudanças Climáticas (2015 a 2016);
Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (CONDEPASA) - Santos/SP (2014 a 2016);
Conselho Municipal de Habitação (CMH) - Santos/SP (2013 a 2016);
Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (CMDU) - Santos/SP (2013 a 2016);
Comissão Municipal das Zonas Especiais de Interesse Social (COMZEIS) - Santos/SP (2013 a 2016);
Comissão Municipal de Análise de Impactos de Vizinhança (COMAIV) - Santos/SP (desde 2013).
Participou como conselheiro, representante do Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas no Estado de São Paulo (SASP) dos seguintes órgãos:
Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (CONDEPASA) - Santos/SP (de 1997 a 2002);
Conselho Municipal de Trânsito (de 1993 a 1994).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 5:29:19