Camila Negrão Signori

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4653925864000765
  • Última atualização do currículo em 27/08/2018


É Professora Doutora do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP) e atua na área de Oceanografia Microbiana. Graduada em Oceanografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2005) e mestre em Ciências Biológicas/Zoologia pelo Museu Nacional (2008). Tem Doutorado em Ciências/Microbiologia (bolsa CNPq) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014), com Doutorado Sanduíche (bolsa CAPES e Mary Sears Visitor Award, 2013) no Woods Hole Oceanographic Institution, EUA, onde também foi Pesquisadora Visitante (Guest Investigator) em 2015, com premiação do Scientific Committee on Antarctic Research (SCAR). Desenvolveu duas pesquisas de Pós-Doutorado no IO-USP (2016-2018, bolsa FAPESP). Foi premiada com Diane Poehls Adams - Early Career Award durante evento científico no Woods Hole em 2017. É membro da Deep-Sea Biology Society, APECS-Brasil e ex-council member da APECS internacional (Association of Polar Early Career Scientists) (2015-2016). É pesquisadora certificada pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para uso de radioisótopos na pesquisa (2012-2022). Atua nas seguintes linhas de pesquisa: processos de quimiossíntese e fotossíntese; produção bacteriana heterotrófica e alça microbiana; diversidade e biogeografia de bactérias e arqueas em ecossistemas marinhos; interação entre fatores oceanográficos e ambientais e a estrutura das comunidades e processos microbianos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Camila Negrão Signori
Nome em citações bibliográficas
SIGNORI, C. N.;SIGNORI, CAMILA;SIGNORI, CAMILA NEGRÂO;SIGNORI, C.N.;Signori, C.N.;SIGNORI, CAMILA N.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico.
Praça do Oceanográfico, 191 - Depto. Oceanografia Biológica, Sala 117A
Butantã
05508120 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30916551


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Ciências (Microbiologia).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
com período sanduíche em Woods Hole Oceanographic Institution (Orientador: Stefan Sievert).
Título: Chemosynthesis and bacterial production in marine ecosystems: quantification, importance and regulatory factors, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Alex Enrich-Prast.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2006 - 2008
Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Padrões de distribuição e similaridades faunísticas das espécies da família Rajidae (Elasmobranchii, Rajiformes) ocorrentes em águas brasileiras.,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Gustavo Wilson Nunan.
2001 - 2005
Graduação em Oceanografia.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Distribuição atual da Família Dasyatidae (Chondrichthyes, Myliobatiformes) no Oceano Atlântico Ocidental.
Orientador: Ulisses Leite Gomes.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2016 - 2018
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2015 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.


Formação Complementar


2016 - 2016
PAPRICA: Metabolic inference using 16S rRNA data. (Carga horária: 10h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2016 - 2016
Molecular Harmonising and Functional Analyses of Antarctic microbiomes. (Carga horária: 10h).
State of the Antarctic Ecosystem, ANTECO, Noruega.
2015 - 2015
I Workshop em Análise Bioinformática de Microbioma. (Carga horária: 20h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2015 - 2015
Guest Investigator.
Woods Hole Oceanographic Institution, WHOI, Estados Unidos.
2013 - 2013
Doutorado Sanduíche.
Woods Hole Oceanographic Institution, WHOI, Estados Unidos.
2012 - 2012
On Writing and Publishing Science. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2012 - 2012
1° Encontro de Usuários de Contadores de Radiação. (Carga horária: 7h).
Perkin-Elmer Corporation, P.E.C., Estados Unidos.
2012 - 2012
Elementos de Espectrometria Gama, Cintilação Líquida e Proteção Radiológica. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2012 - 2012
Treinamento Pré Antártico. (Carga horária: 150h).
Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, SECIRM, Brasil.
2011 - 2011
Inorganic C acquisition by aquatic and terrestrial. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2009 - 2009
Boas práticas de laboratório. (Carga horária: 4h).
S&B Químicas Associadas, S&B, Brasil.
2008 - 2008
Curso de Sobrevivência no Mar. (Carga horária: 12h).
Seal Inspection Training, SEAL, Brasil.
2008 - 2008
Geotecnologias aplicadas ao estudo de petróleo e g. (Carga horária: 27h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2005 - 2005
Geoprocessamento aplicado à gestão de recursos cos. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
2004 - 2004
Introdução à Modelagem e Previsão de Ondas no Mar. (Carga horária: 12h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
2004 - 2004
Avaliação de Risco em Indústrias Petrolíferas.
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
2002 - 2002
Aqüicultura e desenvolvimento sustentável. (Carga horária: 6h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, MS-3 contratada em RDIDP, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboradora em disciplinas IO, ICB, ESALQ
Outras informações
Colaboradora nas disciplinas de Graduação: Produção Primária do Fitoplâncton Marinho (IOB 127) - IOUSP Autótrofos do Sistema Bentônico e Ecossistemas Associados (IOB0155) - IOUSP Microbiologia Marinha (IOB 156) - IOUSP Origem da Vida (IO 153) - IOUSP Ecologia de Mar Profundo (IOB 149) - IOUSP Sistema Pelágico (IOB 135) - IOUSP Colaboradora nas disciplinas de Pós-Graduação: Extremófilos: Ecologia e Aplicações Biotecnológicas (LMA5005) - ESALQ Tópicos avançados em Ecologia de Microrganismos Marinhos (IOC5729) - IOUSP Ecologia de Microrganismos (BMM 5725) - ICB

Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora de Pós Doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Instituto Oceanográfico

Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Integrante de Projeto, Enquadramento Funcional: Integrante de Proj. liderado pela instituição

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, Oceanografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
IOB0155 - Autótrofos do sistema bêntico e ecossistemas associados
IOB0135 - Sistema Pelágico
IOF0269 - Métodos de Apresentação Científica em Oceanografia na Língua Inglesa
07/2018 - Atual
Direção e administração, Instituto Oceanográfico, .

Cargo ou função
Supervisora Acadêmica da IO Júnior.
04/2018 - Atual
Direção e administração, Instituto Oceanográfico, .

Cargo ou função
Gestão administrativa do LARADOB (Laboratório de Radioisótopos do Departamento de Oceanografia Biológica).
05/2016 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Instituto Oceanográfico, Instituto Oceanográfico.

Atividade realizada
Renovação da autorização para operação do Laboratório de Radioisótopos junto à Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).
09/2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Oceanográfico, .


Woods Hole Oceanographic Institution, WHOI, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Guest Investigator, Enquadramento Funcional: Bolsista do SCAR, Carga horária: 40

Atividades

06/2015 - 08/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Biology Department - WHOI, .


Woods Hole Oceanographic Institution, WHOI, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estudante visitante, Enquadramento Funcional: Participação em expedição científica
Outras informações
Expedição científica internacional no Oceano Pacífico para investigação dos processos microbianos e biogeoquímicos das fontes hidrotermais realizado sob supervisão do Dr. Stefan Sievert.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estudante visitante, Enquadramento Funcional: Doutorado Sanduíche, Carga horária: 40
Outras informações
Plano de pesquisa ?Diversidade e processos microbianos, e seus fatores reguladores no entorno da Península Antártica? desenvolvido no Laboratório "Studying the microbial ecology and physiology of dark life", supervisionada pelo Dr. Stefan Sievert, com bolsa CAPES para Doutorado Sanduíche.

Atividades

04/2013 - 12/2013
Pesquisa e desenvolvimento , Biology Department - WHOI, .


Sociedade Brasileira de Microbiologia, SBM, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Colaboradora, Enquadramento Funcional: Colaboração em aulas e banca avaliadora
Outras informações
Ministro aulas sobre Oceanografia Microbiana e participo da comissão avaliadora do Curso de Especialização em Microbiologia Ambiental/Industrial da Sociedade Brasileira de Microbiologia (SBM)


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutoranda, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Monitora, Enquadramento Funcional: Monitora voluntária, Carga horária: 30
Outras informações
Disciplina "Biogeoquímica Microbiana" oferecida para o Programa de Pós Graduação em Microbiologia (IMPG, UFRJ) e "Biogeoquímica Experimental" para o Programa de Pós Graduação em Ecologia (PPGE, UFRJ).

Atividades

08/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório de Biogeoquímica, .


Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de Iniciação Científica, Carga horária: 20
Outras informações
Projeto ?Guia de identificação de tubarões e raias da costa do Estado do Rio de Janeiro, Brasil (Pisces: Chondrichthyes: Elamobranchii)?, com Bolsa de Iniciação Científica PIBIC/CNPq. Orientador: Prof. Ulisses Leite Gomes, Instituto de Biologia, UERJ.

Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de Iniciação Científica, Carga horária: 20
Outras informações
Projeto ?Guia de identificação de raias da costa do Estado do Rio de Janeiro, Brasil (Pisces: Chondrichthyes: Elamobranchii)?, com bolsa de Iniciação Científica PIBIC-UERJ. Orientador: Prof. Ulisses Leite Gomes, Instituto de Biologia, UERJ.

Atividades

02/2003 - 12/2005
Estágios , Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes, .

Estágio realizado
Taxonomia e distribuição de elasmobrânquios na costa do Rio de Janeiro, Laboratório de Taxonomia de Elasmobrânquios, UERJ, Prof. Ulisses Leite Gomes.
07/2001 - 12/2002
Estágios , Departamento de Oceanografia, .

Estágio realizado
Criação de robalos em tanques-rede, Laboratório de Maricultura e Desenvolvimento Sustentável, Prof. Marcos Bastos.

Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2014
Vínculo: Integrante de Projetos, Enquadramento Funcional: Integrante de Proj liderados pela instituição


Association of Polar Early Career Scientists, APECS, Noruega.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Council member, Enquadramento Funcional: Council member


Associação de Pesquisadores e Educadores em Início de Carreira sobre o Mar, APECS-BRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Membro do Conselho, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho


Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Integrante de projeto, Enquadramento Funcional: Integrante de projeto liderado pela inst.


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2016
Vínculo: Participação em projeto, Enquadramento Funcional: Participação em projeto liderado pela instit.



Linhas de pesquisa


1.
Quimiossíntese e produção bacteriana em ecossistemas marinhos
2.
Diversidade Microbiana no Oceano Austral
3.
Ecologia Microbiana Marinha
4.
Diversidade Microbiana e Biogeografia de Microrganismos Quimiossintéticos
5.
Ecologia Microbiana Marinha
6.
Oceanografia Microbiana
7.
Biogeoquímica Marinha
8.
Diversidade Microbiana no Oceano Austral


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Temático FAPESP - Marine ferromanganese deposits: a major resource of Etech elements
Descrição: Minerals are essential for economic development, the functioning of society and maintaining our quality of life. Consumption of most raw materials has increased steadily since World War II, and demand is expected to continue to grow in response to the burgeoning global population and economic growth, especially in Brazil, Russia, India and China (BRIC) and the other emerging economies. We are also using a greater variety of metals than ever before. New technologies such as those required for modern communication and computing and to produce clean renewable, lowcarbon energy require considerable quantities of many metals. In the light of these trends there is increasing global concern over the longterm availability of secure and adequate supplies of the minerals and metals needed by society. Of particular concern are ?critical? raw materials (Etech element), so called because of their growing economic importance and essential contribution to emerging ?green? technologies, yet which have a high risk of supply shortage. The following Etech elements are considered to be of highest priority for research: cobalt, tellurium, selenium, neodymium, indium, gallium and the heavy rare earth elements. Some of these Etech elements are highly concentrated in seafloor deposits (ferromanganese nodules and crusts), which constitute the most important marine metal resource of future exploration and exploitation. For example, the greatest levels of enrichment of Tellurium are found in seafloor FeMn crusts encrusting some underwater mountains. Tellurium is a key component in the production of thin film solar cells, yet is prone to security of supply concerns because of projected increased demand resulting from the widespread deployment of photovoltaic technologies; low recycling rates; and its production as a byproduct from cooper refining. As a result, it is vital to assess alternative sources of supply of tellurium and the other Etech elements, the largest source of which is held as seafloor mineral deposits. Our research programme aims to improve understanding of Etech element concentration in seafloor mineral deposits, which are considered the largest yet least explored source of Etech elements globally. Our research will focus on two key aspects: The formation of the deposits, and reducing the impacts resulting from their exploration. Our primarily focus is on the processes controlling the concentration of the deposits and their composition at a local scale (10?s to 100?s square km). These will involve data gathering by robotic vehicles across underwater mountains and small, deepsea basins off the coast of North Africa and Brazil. By identifying the processes that result in the highestgrade deposits, we aim to develop a predictive model for their occurrence worldwide. We will also address how to minimize the environmental impacts of mineral exploitation. Seafloor mining will have an impact on the environment. It can only be considered a viable option if it is environmentally sustainable. By gathering ecological data and experimenting with underwater clouds of dust that simulate those generated by 5 resultado(s) Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção CDi/FAPESP Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo R. Pio XI, 1500 Alto da Lapa CEP 05468901 São Paulo/SP Brasil cdi@fapesp.br Converse com a FAPESP mining activity, we will explore of extent of disturbance by seafloor mineral extraction. Metal extraction from ores is traditionally very energy consuming. To reduce the carbon footprint of metal extraction we will explore the novel use of organic solvents, microbes and nanomaterials. An important outcome of the work will be to engage with the wider community of stakeholders and policy makers on the minimizing the impacts of seafloor mineral extraction at national and intern..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Pode um arquipélago fertilizar o oceano? Um estudo multidisciplinar para a investigação do ?Efeito- Ilha? na Cadeia Vitória-Trindade
Descrição: Este projeto visa caracterizar o efeito-ilha através de uma análise multidisciplinar, desde o ambiente dinâmico (estruturas de meso- e submesoscala, padrões de turbulência), até as distribuições de tipos de fito- e zooplâncton, passando pela distribuição de nutrientes que delineia tal padrão biogeoquímico. Usando análises in situ, este projeto pretende investigar como a Cadeia Vitória-Trindade, localizada próxima ao eixo principal da Corrente do Brasil e interagindo com vórtices de mesoescala formados remotamente, afeta padrões de turbulência e, consequentemente, a produtividade biológica na região..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Interações biológicas em ecossistemas marinhos próximos à Península Antártica sob diferentes impactos de câmbios climáticos (INTERBIOTA)
Descrição: O último relatório Intergovernamental sobre alterações climáticas foi contundente em concluir que "o aquecimento do sistema climático é inequívoco...". A Península Antártica Ocidental (PAO) é uma das regiões do Planeta onde ser registra o mais rápido aquecimento dos últimos 50 anos. A temperatura do ar superficial aumentou 2oC na média anual e 6oC na média do inverno. A temperatura da água superficial também aumentou mais de 1oC no mesmo período e cerca de 87% das geleiras da PAO estão em retração. A extensão do gelo marinho reduziu e sua duração média encurtou cerca de 90 dias, sendo o gelo perene não mais uma característica deste ambiente. Este padrão contrasta com as demais regiões da Antártica, inclusive com locais próximos, como o lado leste da Península Antártica e Mar de Weddell, o qual é mais estável. Estas mudanças no clima regional e na dinâmica do gelo marinho afetam todos os níveis da cadeia alimentar, desde comunidades microbianas, produtores primários (fitoplâncton), krill e outros organismos zooplanctônicos, peixes até predadores de topo, cujas histórias de vida apresentam diferentes afinidades com o gelo. Portanto, o principal desígnio do Projeto INTERBIOTA será o de contribuir para uma melhor compreensão sobre a funcionalidade dos ecossistemas ao redor da Península Antártica, de forma a determinar eventuais alterações nos processos biológicos, desde o nível molecular ao ecossistêmico, que estejam ocorrendo em regiões sob diferentes impactos dos câmbios climáticos. Três perguntas chaves orientam a fundamentação teórica desta proposta: i. Como e em que escalas temporais os vários componentes bióticos do ecossistema marinho antártico respondem às mudanças no ambiente abiótico? ii. Quais são os principais elos tróficos entre fitoplâncton, consumidores secundários e predadores de topo e como a complexidade dessas interações aumenta sua resiliência às mudanças climáticas? iii. Qual é o grau de variabilidade dos ecossistemas marinhos antárticos em diferentes escalas espaço-temporais? Para responder estas perguntas, uma série de objetivos específicos serão abordados de forma inter e multidisciplinar, combinando abordagens observacionais, experimentais e in silico (modelagem). A realização deste projeto representará uma mudança de paradigma nas pesquisas na área de ciências da vida marinha dentro do Proantar. Pela primeira vez, ao longo dos mais de 30 anos de existência do Programa, conduzir-se-á um projeto ecossistêmico que leva em consideração as interações entre os componentes pelágicos de todos os níveis tróficos, objetivando compreender como diferentes condições físico-químicas do ambiente, desencadeadas pelas mudanças climáticas, determinam os padrões de diversidade biológica e as principais vias de fluxo de energia entre seus componentes. O INTERBIOTA está em sintonia com os novos programas de pesquisa da área de ciências da vida do Comitê Científico de Pesquisas Antárticas (SCAR). Além da contribuição científica e formação de recursos humanos, o sucesso desta proposta representará uma maior inserção da comunidade científica brasileira no cenário internacional das pesquisas polares..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2016
Processo 2011/50317-5 - Temático Biota/Araçá Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro tropical: subsídios para gestão integrada, Módulos Interações Tróficas, Sistema Nectônico, Modelagem Ecológico
Descrição: A região costeira vem sofrendo pressões de diferentes origens, tipos e magnitudes que comprometem serviços ambientais e levam a perda de qualidade de vida da população que depende direta ou indiretamente de seus recursos. O gerenciamento costeiro tem como meta integrar interesses econômicos, sociais e ambientais e buscar a sustentabilidade desta região. Entretanto, a tomada de decisão recai sobre a necessidade de um entendimento amplo e ao mesmo tempo profundo do sistema a ser manejado, como preconiza a Agenda 21, integração de conhecimento inexistente na costa brasileira. Neste sentido este projeto tem como objetivo realizar uma pesquisa efetivamente integrada e orientada por esta demanda para entender como uma região costeira funciona em termos sistêmicos, considerando processos físicos, biológicos e sociais, como circulação, transporte de sedimentos, interações tróficas, fluxos de matéria e energia, produção e dinâmica pesqueira, entre outros temas. Adicionalmente, este estudo irá caracterizar os serviços ambientais prestados por este ambiente, incluindo os econômicos e não econômicos bem como os diretos e indiretos, com destaque para aqueles derivados da biodiversidade marinha, e avaliar a importância socioeconômica da região. Por fim, pretende elaborar, participativamente, propostas de ação visando a sustentabilidade da região. Como estratégia de execução este projeto considerará a baía do Araçá como modelo de estudo que poderá ser transposto para outras regiões. A obtenção e a análise desses dados de forma simultânea, por tipo de habitat, permitirá investigar essa região sob uma ótica integrada, ou seja, as questões relacionadas com o estado atual da área e sua importância ecológica, social, econômica e política, permitindo um diálogo entre ciência e tomadores de decisão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2012
Processos microbiológicos do ciclo do carbono e seus fatores reguladores no entorno da Cadeia Vitória-Trindade
Descrição: Este projeto visa quantificar e avaliar a contribuição energética microbiana através da quimiossíntese, produção bacteriana e respiração em relação ao ambiente físico, no entorno da Cadeia Vitória-Trindade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
INCT-Mar COI Oceanografia integrada e usos múltiplos da plataforma continental e oceano adjacente
Descrição: Pesquisar, desenvolver, inovar e prestar serviços tecnológicos na área de Ciências do Mar, a fim de contribuir para a ampliação do conhecimento e a eficaz utilização do meio ambiente marinho, no interesse da MB e do desenvolvimento socioeconômico do país..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2014
Processos de enriquecimento de águas superficiais do Oceano Austral e influências sobre o ecossistema marinho: Dos produtores primários aos predadores de topo (PRO-OASIS)
Descrição: Compreender os processos oceanográficos e aqueles associados ao gelo, que propiciam o enriquecimento das águas superficiais do Oceano Austral, e sua influência sobre o ecossistema marinho..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2013
Relações entre a estrutura de comunidades fitoplanctônicas e as taxas de incorporação do carbono inorgânico no Oceano Atlântico Sul e Tropical
Descrição: Esse projeto visa adquirir conhecimentos sobre elementos chave para a compreensão dos ciclos de carbono tanto em nível regional quanto global, a saber :a) composição e estrutura de tamanho das comunidades de fitoplâncton marinho; b) sua biomassa; e c) sua performance fotossintética..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2014
Circulação oceânica e interações criosfera-oceano no entorno da Peninsula Antártica: Uma investigação das ligações entre processos costeiros e o Oceano Profundo (POLARCANION)
Descrição: Esta proposta tem como objetivo principal contribuir para o melhor entendimento dos processos oceânicos e costeiros associados à diminuição e derretimento do manto de gelo da Peninsula Antártica. Particularmente, esta proposta estará focada no impacto que este derretimento está ocasionando no oceano adjacente e nos processos que propagam este sinal para a circulação oceânica global e, desta maneira, ao clima..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Estrutura e Funções do Ecossistema da Baía da Guanabara: Uma Pesquida Ecológica de Longa Duração - PELD
Descrição: Verificar por meio de estudo contínuo de longo prazo, e de experiências in situ e in vitro, os efeitos quali-quantitativos das alterações de origem antrópica locais e globais das características ambientais sobreo ecossistema da Baia de Guanabara. Procurar-se-a estabelecer um prognóstico da tendência evolutiva desse ecossistema a partir da elaboração de uma base de dados relacional e de um modelo ecológico de previsão..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Meninas com Ciência - 2a edição SP: de mulheres cientistas para meninas que sonham
Descrição: ?Meninas com Ciência - 2a edição SP: de mulheres cientistas para meninas que sonham?, em sua primeira edição na capital, é um evento gratuito destinado a meninas em fase escolar. O curso é composto por palestras e atividades práticas em laboratório e acontecerá no Instituto Oceanográfico - Universidade de São Paulo, ao longo de 5 sábados (27/10, 10/11, 17/11, 24/11, 01/12/2018) em período integral. Para o curso, serão selecionadas 50 meninas cursando entre o 5o e 9o ano do Ensino Fundamental em escolas públicas e privadas (50% das vagas para cada). Também serão selecionadas 15 monitoras que estejam na Graduação em universidades paulistas. O curso conta com a colaboração de grandes cientistas (professoras ou especialistas) da Universidade de São Paulo (IO, ICB, IAG, FM) e outras universidades paulistas parceiras (UFSCar, UFABC, PUC-CAMP), que ensinarão sobre diversos temas interessantes: Oceanografia, Engenharia Elétrica, Astronomia, Neurociências, Microbiologia, Zoologia, Paleontologia, Astrobiologia, Farmacologia, Física e Educação. Também conta com a participação de um Comitê Organizador bastante eficiente e comprometido..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - 2016
IV Simpósio da APECS-Brasil: Legado e perspectivas do Protocolo de Madrid: 25 anos de história e os próximos 25 anos
Descrição: Foi dada a largada para o IV Simpósio da APECS-Brasil: ?Legado e perspectivas do Protocolo de Madrid: 25 anos de história e os próximos 25 anos? que será realizado na Universidade de Brasília, entre os dias 27 e 29 de julho de 2016. O tema deste evento científico organizado pela APECS-Brasil não poderia ser outro: em 2016 o Protocolo de Proteção Ambiental do Tratado da Antártica ou Protocolo de Madrid completa 25 anos. O Protocolo de Madrid assegura a proteção do meio ambiente na Antártica, e envolve todas as atividades humanas que são desenvolvidas no continente, incluindo as atividades de pesquisa nas quais estamos inseridos. A APECS-Brasil considera esta data uma excelente oportunidade para a comunidade científica que estuda os ambientes polares discutir sobre os acertos e conquistas nestes 25 anos de Protocolo, e, talvez mais importante, as perspectivas para os próximos 25 anos..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Informativo APECS-Brasil


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: BRAZILIAN JOURNAL OF OCEANOGRAPHY
2018 - Atual
Periódico: POLAR RESEARCH


Revisor de projeto de fomento


2016 - 2016
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal
2018 - 2018
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco
2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco
2016 - 2016
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco
2015 - 2015
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Biológica.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2017
Diane Poehls Adams Early Career Award: presented to an early-career scientist who exemplifies attributes of fearlessness, deep intellect, and a broad, synthetic approach to sci, Woods Hole Oceanographic Institution/ Deep-Sea Biology Society.
2016
Grant for Early Career Researchers (U$ 1,100) - Conferences, SCAR Biology Program - State of the Antarctic Ecosystem (AntEco).
2016
Travel award (NOK 4,750) for Antarctic Conferences, Antarctic Science Ltd. e APECS (Association of Early Polar Career Researchers).
2016
1st Place Oral Presentation - South American Region, XXXIV Scientific Committee on Antarctic Research.
2014
SCAR fellowship (U$ 10,500), Scientific Committee on Antarctic Research - SCAR.
2013
WHOI Mary Sears Visitor Award (U$ 5,000), Woods Hole Oceanographic Institution.
2013
Bolsa de Doutorado Sanduíche, CAPES.
2005
Prêmio de Iniciação à Ciência - Menção Honrosa pelo trabalho Guia de identificação de tubarões e raias da costa do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
1BENDIA, AMANDA G.2018BENDIA, AMANDA G. ; SIGNORI, CAMILA N. ; FRANCO, DIEGO C. ; DUARTE, RUBENS T. D. ; BOHANNAN, BRENDAN J. M. ; PELLIZARI, VIVIAN H. . A Mosaic of Geothermal and Marine Features Shapes Microbial Community Structure on Deception Island Volcano, Antarctica. Frontiers in Microbiology, v. 9, p. 899-1, 2018.

2.
4BERGO, NATASCHA M.2017BERGO, NATASCHA M. ; SIGNORI, CAMILA N. ; AMADO, ANDRÉ M. ; BRANDINI, FREDERICO P. ; PELLIZARI, VIVIAN H. . The Partitioning of Carbon Biomass among the Pico- and Nano-plankton Community in the South Brazilian Bight during a Strong Summer Intrusion of South Atlantic Central Water. FRONTIERS IN MARINE SCIENCE, v. 4, p. 1, 2017.

3.
3SIGNORI, CAMILA N.2017 SIGNORI, CAMILA N.; VALENTIN, JEAN L. ; POLLERY, RICARDO C. G. ; ENRICH-PRAST, ALEX . Temporal Variability of Dark Carbon Fixation and Bacterial Production and Their Relation with Environmental Factors in a Tropical Estuarine System. Estuaries and Coasts, v. 4, p. 1, 2017.

4.
2SIGNORI, CAMILA N.2017 SIGNORI, CAMILA N.; PELLIZARI, VIVIAN H. ; ENRICH-PRAST, ALEX ; SIEVERT, STEFAN M. . Spatiotemporal dynamics of marine bacterial and archaeal communities in surface waters off the northern Antarctic Peninsula. DEEP-SEA RESEARCH PART II-TOPICAL STUDIES IN OCEANOGRAPHY, v. xxx, p. 1, 2017.

5.
5FRANCO, DIEGO C.2017FRANCO, DIEGO C. ; SIGNORI, CAMILA N. ; DUARTE, RUBENS T. D. ; NAKAYAMA, CRISTINA R. ; CAMPOS, LÚCIA S. ; PELLIZARI, VIVIAN H. . High Prevalence of Gammaproteobacteria in the Sediments of Admiralty Bay and North Bransfield Basin, Northwestern Antarctic Peninsula. Frontiers in Microbiology, v. 08, p. 1, 2017.

6.
6SIGNORI, CAMILA N.2014 SIGNORI, CAMILA N.; THOMAS, FRANçOIS ; ENRICH-PRAST, ALEX ; POLLERY, RICARDO C. G. ; SIEVERT, STEFAN M. . Microbial diversity and community structure across environmental gradients in Bransfield Strait, Western Antarctic Peninsula. Frontiers in Microbiology (Online), v. 5, p. 1/647-12, 2014.

7.
7van WEERELT, M. D. M.2012van WEERELT, M. D. M. ; SIGNORI, C. N. ; ENRICH-PRAST, A. . BALNEABILIDADE DA LAGOA RODRIGO DE FREITAS: VARIAÇÃO TEMPORAL E ESPACIAL. Oecologia Australis, v. 16, p. 566-580, 2012.

8.
8Gomes, U. L.2006Gomes, U. L. ; SIGNORI, C. N. ; Gadig, O. F. B. . Report on the smallfin catshark Apristurus parvipinnis Springer & Heemstra (Chondrichthyes, Scyliorhinidae) in Western South Atlantic with notes on its taxonomy. PAN-AMERICAN JOURNAL OF AQUATIC SCIENCES, v. 1, p. 99-103, 2006.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Gomes, U. L. ; SIGNORI, C. N. ; Gadig, O. F. B. ; Santos, H. R. S. . Guia para identificação de tubarões e raias do Rio de Janeiro. 1. ed. Rio de Janeiro: Technical Books Editora Ltda., 2010. v. 1. 320p .

Capítulos de livros publicados
1.
CIOTTI, A. M. ; MARCOLIN, C. R. ; SIGNORI, C. N. ; LOPES, R. M. ; PELLIZARI, V. H. . Sistema Planctônico. In: Amaral, A.C.Z.; Turra, A.; Ciotti, A.M.; Wongtschowski, C.; Schaeffer-Novelli, Y.. (Org.). Métodos de estudo em ecossistemas costeiros: biodiversidade e funcionamento. Projeto Biota-Araçá. 1ed.Campinas: Biblioteca UNICAMP, 2018, v. , p. 42-60.

2.
ENRICH-PRAST, A. ; Bastviken, D. ; Crill, P. ; Santoro, A.L. ; Signori, C.N. ; Sanseverino, A.M. . Chemosynthesis. Reference Module in Earth Systems and Environmental Sciences. 1ed.: Elsevier, 2014, v. , p. 1-.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SIGNORI, C.N.. Mergulho para a vida na escuridão: uma pesquisa nas profundezas do mar. InForMar, , v. 25, p. 8 - 14, 31 jul. 2015.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SIGNORI, C. N.; Santos, H. R. S. ; Gomes, U. L. . Distribuição atual da Família Dasyatidae (Chondrichthyes, Myliobatiformes) no Oceano Atlântico Ocidental. In: II Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO' 2005) e XVII Semana Nacional de Oceanografia (XVII SNO), 2005, Vitória ES. II congresso Brasileiro de Oceanografia 09 a 12 de outubro de 2005, 2005.

2.
SIGNORI, C. N.; Gomes, U. L. . Guia de identificação de tubarões e raias da costa do Estado do Rio de Janeiro (Pisces: Chondrichthyes: Elasmobranchii). In: 14ª Semana de Iniciação Científica da UERJ, 2005, Rio de Janeiro. 14ª Semana de Iniciação Científica - Resumos 2005, 2005.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Gomes, U. L. ; SIGNORI, C. N. ; Santos, H. R. S. ; Gadig, O. F. B. . Diversidade de tubarões e raias do Rio de Janeiro. In: 1°Simpósio Nacional de Taxonomia e Biodiversidade, 2009, Rio de Janeiro. 1°Simpósio Nacional de Taxonomia e Biodiversidade, 2009.

2.
SIGNORI, C. N.; Gomes, U. L. ; Gadig, O. F. B. . Fauna de tubarões, raias e quimeras (Pisces: Chondrichthyes) da costa do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2004), 2004, Itajaí - SC. Congresso Brasileiro de Oceanografia' 2004 (CBO' 2004) e XVI Semana Nacional de Oceanografia (XVI SNO): livro de resumos. Itajaí - SC: Associação Brasileira de Oceanografia, 2004. p. 37-38.

3.
SOARES, M. L. G. ; BASTOS, M. ; MOSCHEN, F. ; SIGNORI, C. N. ; CASTELAR, B. ; COSTA, G. . Desenvolvimento e apoio de atividades de maricultura na Vila Dois Rios - Ilha Grande. In: 6ª Mostra de Extensão - Uerj Sem Muros, 2002, Rio de Janeiro. 6ª Mostra de Extensão - Uerj Sem Muros, 2002.

Artigos aceitos para publicação
1.
BENDIA, A. G. ; SIGNORI, C.N. ; FRANCO, D. C. ; DUARTE, R. T. D. ; BOHANNAN, B. ; PELLIZARI, V. H. . A mosaic of geothermal and marine features shapes microbial community structure on Deception Island Volcano, Antarctica. Frontiers in Microbiology, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
BERGO, N. M. ; SIGNORI, C. N. ; MURTON, B. ; BRANDINI, F. P. ; PELLIZARI, V. H. . Microbial Community in Polymetallic Nodules and Cobalt-rich Crusts of the . 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
FRANCO, D. C. ; BENDIA, A. G. ; SIGNORI, C. N. ; SIEVERT, S. M. ; DULEBA, W. ; PELLIZARI, V. H. . Metagenomics Reveals Potential For Dark Carbon Fixation At Hook Ridge, Bransfield Strait, Antarctica. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SIGNORI, C. N.; PELLIZARI, V. H. ; BRANDINI, F. P. . Dark carbon fixation in the pelagic zones of the Southwestern Atlantic Ocean. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
SIGNORI, C.N.. Oceanografia Motivacional: as novidades de um amor pelo mar profundo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
SIGNORI, C.N.. Oceanografia Microbiana levada ao extremo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
SIGNORI, C.N.; SIEVERT, S. M. ; PELLIZARI, V. H. . Dinámica especial de la diversidad y estructura de la comunidad microbiana en las zonas pelágicas alrededor de la Península Antártica / Spatial dynamics of microbial diversity and community structure in the pelagic zones around the Antarctic Peninsula. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
PERES, F. V. ; FRANCO, D. C. ; SIGNORI, C.N. ; SUMIDA, P. Y. G. ; NAKAYAMA, C. R. ; SMITH, C. R. ; PELLIZARI, V. H. . Sunken organic substrates in the deep Southwestern Atlantic and Northeastern Pacific harbor distinct bacterial communities. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
BENDIA, A. G. ; SIGNORI, C.N. ; FRANCO, D. C. ; DUARTE, R. T. D. ; BOHANNAN, B. ; PELLIZARI, V. H. . Chronicles of ice and fire: Archaeal communities from an active volcano in Antarctica (Deception Island). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
PERES, F. V. ; FRANCO, D. C. ; SIGNORI, C.N. ; SUMIDA, P. Y. G. ; NAKAYAMA, C. R. ; PELLIZARI, V. H. . Sunken organic and synthetic substrates in the deep Southwestern Atlantic harbor distinct bacterial communities. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
SIGNORI, C.N.; PELLIZARI, V. H. ; SIEVERT, S. M. . Controls on chemoautotrophic production along depth profiles of the water column off the Northwestern Antarctic Peninsula. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
SIGNORI, C.N.; PERES, F. V. ; AGOSTINI, L. ; BERGO, N. M. ; FRANCO, D. C. ; PELLIZARI, V. H. . Microbial diversity and community structure in a tropical bay (Araçá Bay, São Sebastião, Brazil). 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
CIOTTI, A. M. ; FERREIRA, A. ; GIANNINI, M. F. C. ; LOPES, R. M. ; MEDEIROS, M. G. ; MARCOLIN, C. R. ; SIGNORI, C.N. ; PELLIZARI, V. H. . Variabilidade sazonal e episódica das comunidades de plâncton da Baía do Araçá. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
SIGNORI, C.N.; SIEVERT, S. M. . Assessing the impact of climate change on microbial diversity across environmental gradients in the Southern Ocean. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
SIGNORI, C.N.. Microbial Oceanography: where small microbe and big ocean meet in a sea of opportunities. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
Signori, C.N.; ENRICH-PRAST, A. ; THOMAS, F. ; SIEVERT, S. M. . Microbial diversity across environmental gradients in the Southern Ocean. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
SIGNORI, C. N.; GUIMARAES, G. P. ; van WEERELT, M. D. M. ; REGO, B. C. ; Pollery, R.C. ; ENRICH-PRAST, A. . Chemosynthesis and bacterial production in a eutrophic estuary. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
PRAST, A. E. ; SIGNORI, C. N. ; GUIMARAES, G. P. ; REGO, B. C. ; Pollery, R.C. . Relative importance of chemosynthesis in a polluted tropical estuary. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
van WEERELT, M. D. M. ; SIGNORI, C. N. ; GUIMARAES, G. P. ; Pollery, R.C. ; ENRICH-PRAST, A. . Variação temporal de curta duração e espacial de indicadores da qualidade de água da Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
SIGNORI, C. N.. Do topo à base da cadeia alimentar: estudos no ecossistema marinho. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
SIGNORI, C. N.; Pollery, R.C. ; SILVA, E. C. ; ANDRADE, A. L. S. ; REGO, B. C. ; PRAST, A. E. ; Garcia, V.M.T. ; MATA, M. M. ; GARCIA, C. A. E. . Variação das concentrações de nutrientes inorgânicos e clorofila-a na região noroeste do Mar de Weddell, Antártica, durante os verões austrais de 2007/08 e 2008/09. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
SIGNORI, C. N.; Pollery, R.C. ; PRAST, A. E. . Quantificação, importância e regulação da quimiossíntese e da produção bacteriana em ambientes marinhos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

22.
TAKANOHASHI, R. A. ; Pollery, R.C. ; MOSER, G. A. O. ; SIGNORI, C. N. ; PRAST, A. E. . Variação Espacial da Concentração de Nutrientes na Plataforma Continental e Talude Superior ao largo da Região de Cabo Frio e Baía de Guanabara (RJ). 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
SIGNORI, C. N.; Pollery, R.C. ; SILVA, E. C. ; ANDRADE, A. L. S. ; REGO, B. C. ; PRAST, A. E. ; Garcia, V.M.T. ; MATA, M. M. ; GARCIA, C. A. E. . Variação das concentrações de nutrientes inorgânicos e clorofila-a na região noroeste do Mar de Weddell, Antártica, durante os verões austrais de 2007/08 e 2008/09. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
GUIMARAES, G. P. ; SIGNORI, C. N. ; REGO, B. C. ; TENORIO, M. M. ; Pollery, R.C. ; TENENBAUM, D. R. ; PRAST, A. E. . Pesquisas Ecológicas de Longa Duração (PELD) ? Guanabara: Perfilagem de fatores físicos, físico-químicos e químicos em três estações na Baia de Guanabara. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
SIGNORI, C. N.; Pollery, R.C. ; PRAST, A. E. . Quantificação, importância e regulação da quimiossíntese e da produção bacteriana em ambientes marinhos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

26.
REGO, B. C. ; SIGNORI, C. N. ; PRAST, A. E. . Monitoramento da qualidade da Baía de Guanabara através de parâmetros físico-químicos (Programa de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração ? PELD Guanabara). 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
Pollery, R.C. ; SIGNORI, C. N. ; PRAST, A. E. ; Garcia, V.M.T. ; MATA, M. M. ; GARCIA, C. A. E. . Nitrate, phosphate and silicate variations in Weddell Sea water masses during austral summers of 2007/08 and 2008/09. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
Gomes, U. L. ; SIGNORI, C. N. ; Santos, H. R. S. ; Gadig, O. F. B. . Diversidade de tubarões e raias do Rio de Janeiro. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

29.
SIGNORI, C. N.; Gomes, U. L. ; Santos, H. R. S. . Distribuição atual da Família Dasyatidae (Chondrichthyes, Myliobatiformes) no Oceano Atlântico Ocidental. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
SIGNORI, C. N.; Gomes, U. L. ; Gadig, O. F. B. . Guia de identificação de tubarões e raias da costa do Estado do Rio de Janeiro (Pisces: Chondrichthyes: Elasmobranchii). 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

31.
SIGNORI, C. N.; Gomes, U. L. ; Gadig, O. F. B. . Fauna de tubarões, raias e quimeras (Pisces: Chondrichthyes) da costa do Estado do Rio de Janeiro. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
SIGNORI, C. N.; Gomes, U. L. ; Gadig, O. F. B. . Guia de identificação de raias da costa do Estado do Rio de Janeiro (Pisces: Chondrichthyes: Elasmobranchii). 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
SIGNORI, C.N.. Informativo APECS-Brasil (jul-dez 2015), 2016. (Tradução/Outra).

2.
SIGNORI, C.N.. Chemosynthesis and bacterial production in marine ecosystems: quantification, importance and regulatory factors 2014 (Tese de Doutorado).

3.
SIGNORI, C.N.. Padrões de distribuição e similaridades faunísticas das espécies da família Rajidae (Elasmobranchii, Rajiformes) ocorrentes em águas brasileiras 2008 (Dissertação de Mestrado).

4.
SIGNORI, C.N.. Distribuição atual da Família Dasyatidae (Chondrichthyes, Myliobatiformes) no Oceano Atlântico Ocidental 2005 (Monografia de Bacharelado).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Monitoramento do Ictioplâncton em plataformas da Bacia de Campos. 2009.

2.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Monitoramento da Biota Aquática do Terminal da Ilha Guaíba (TIG). 2009.

3.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Programa de Monitoramento da Qualidade das Águas para o Projeto de Duplicação da BR-101-Sul/Itaguaí e Acesso ao Porto de Sepetiba. 2009.

4.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Qualidade da Água e Biota Aquática para o EIA-RIMA do Porto de Ubú (ES). 2009.

5.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Monitoramento Ambiental da plataforma P-47 correspondente à campanha 5 da Fase II (FIIc5). 2009.

6.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Monitoramento Ambiental de três plataformas da PETROBRAS (1. Programa de Monitoramento Ambiental da qualidade da água e efluentes da plataforma SS-06 correspondente a Fase II ? 11a campanha oceanográfica e 10a campanha de bioincrustação e ictiofauna; 2. Primeira Campanha Oceanográfica de Monitoramento Ambiental Pós-operação da UEP PCE-01; 3. Primeira Campanha Oceanográfica de Monitoramento Ambient. 2009.

7.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Programa de Monitoramento da Qualidade das Águas na Região de Influência do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro ? BR 493/RJ109. 2009.

8.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Meio Biótico do RAS do Projeto de Adequação e Modernização do Sistema de Flare da UN-REDUC. 2008.

9.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Limnologia e Qualidade das Águas para o EIA-RIMA do Sistema Adutor do Agreste Pernambucano. 2008.

10.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Meio Biótico - Desenvolvimento Integrado da Produção e Escoamento na Área Denominada Parque das Baleias e no Campo de Catuá. 2008.

11.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Qualidade da Água para o Relatório Ambiental Simplificado (RAS) referente às obras de dragagem dos canais de acesso interno e externo e das bacias de evolução, dos cais da Gamboa, São Cristóvão e Caju. 2008.

12.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Qualidade do Sedimento para o Monitoramento Ambiental Costeiro ? Ilha da Marambaia, DOCAS do Rio de Janeiro (CDRJ). 2008.

13.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Qualidade da Água e Biota para o EIA-RIMA do Porto do Açú (RJ). 2008.

14.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Programa de Monitoramento da Qualidade das Águas para o Projeto de Duplicação da BR-101-Sul/Itaguaí e Acesso ao Porto de Sepetiba. 2008.

15.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Monitoramento da Biota Aquática do Terminal da Ilha Guaíba (TIG). 2008.

16.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Meio Físico do RAS do Projeto de Adequação e Modernização do Sistema de Flare da UN-REDUC. 2008.

17.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . Meio Biótico no EIA-RIMA do projeto: Desenvolvimento Integrado da Produção e Escoamento na Área Denominada Parque das Baleias e no Campo de Catuá. 2007.

18.
KURTZ, F. W. ; SIGNORI, C. N. . EIA-RIMA Meio Aquático do COMPERJ (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro). 2007.

Trabalhos técnicos
1.
SIGNORI, C. N.. Inspeção da Ictiofauna em fazenda de Campo Grande com ênfase em áreas inundadas. 2007.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SIGNORI, C. N.. Rádio CBN, Programa Revista Responde: Como educar seus filhos. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
PELLIZARI, V. H. ; SIGNORI, C.N. . Impacto das mudanças climáticas na Antártica. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
SIGNORI, C.N.. Oceanógrafa de Campinas estuda mudanças climáticas em viagens à Antártica. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
SIGNORI, C. N.; NUCCI, A. . Profissionais de Qualidade - Cosmopolitan Campinas. 2018. (Blog).

2.
SIGNORI, C. N.; MATTOS, C. . Vida microscópica obscura é tema de nova docente do Instituto Oceanográfico da USP (IOUSP). 2018. (Blog).

3.
SIGNORI, C.N.. Diving for life in the darkness: A survey of the deep. 2016; Tema: Oceano profundo. (Blog).

4.
SIGNORI, C.N.. Ex-Alunos Destaque do Porto. 2015; Tema: Ex-alunos destaque do Colégio Visconde de Porto Seguro: como a escola me ajudou na profissão. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
SIGNORI, C. N.. Descobrindo od Oceanos - Embarque Imediato: Oceanografi Microbiana. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
SIGNORI, C. N.. Oceanografia Microbiana: a grande importância dos pequenos organismos. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
SIGNORI, C.N.; BENDIA, A. G. . Meninas com Ciência SP: Oceanografia Microbiana do Oceano Profundo. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Teses de doutorado
1.
Signori, C.N.. Participação em banca de Amanda Gonçalves Bendia. A vida microbiana em um vulcão antártico: diversidade e adaptação procariótica na Ilha Deception. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Microbiologia)) - Universidade de São Paulo.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
SIGNORI, C.N.; PELLIZARI, V. H.; BENDIA, A. G.. Participação em banca de Marina Santos Medeiro Batista. Potencial biotecnológico de Pleurotus ostreatus. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia.

2.
SIGNORI, C.N.; PELLIZARI, V. H.; BENDIA, A. G.. Participação em banca de Vitor Amaral Sanches Lucas. Efeitos dos fungos micorrízicos arbusculares (FMA) no crescimento de mudas de embaúba (Cecropia pachystachya Trecúl.) em diferentes doses de rocha fosfática. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia.

3.
SIGNORI, C.N.; PELLIZARI, V. H.; BENDIA, A. G.. Participação em banca de Aline Cristina Farias dos Santos. Variação da diversidade microbiana e degradação da matéria orgânica em amostra de efluente de ETE. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia.

4.
SIGNORI, C.N.; OROZCO, S. F. B.; SILVA, T. A. C. E.. Participação em banca de Samara Suemi IIzuka. Avaliação de pontos críticos de contaminação microbiológica na produção de cosméticos e artigos de higiene pessoal. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia.

5.
SIGNORI, C.N.; OROZCO, S. F. B.; SILVA, T. A. C. E.. Participação em banca de Regina Christiano. Aplicação de Rhodopseudomonas capsulata no processo de adubação. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia.

6.
SIGNORI, C.N.; OROZCO, S. F. B.; SILVA, T. A. C. E.. Participação em banca de Rafaela Serra Naliato. Aplicação de plásticos biodegradáveis produzidos por microrganismos em dispositivos médicos. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia.

7.
SIGNORI, C.N.; OROZCO, S. F. B.; SILVA, T. A. C. E.. Participação em banca de Paloma Garcia Cabrini. Alternative methodology for Azospirillum inoculant count. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
SIGNORI, C.N.. Avaliação da diversidade e da circulação de vírus de eucarioto, de vírus de bactérias e de vírus de archaea em águas de mananciais e esgoto de São Paulo. 2017. Universidade de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
2018 OCB, Ocean Carbon and Biogeochemistry - Summer Workshop.Dark carbon fixation in the pelagic zones of the Southwestern Atlantic Ocean. 2018. (Simpósio).

2.
6th International Symposium on Chemosynthetic-Based Ecosystems (CBE-6).Controls on chemoautotrophic production along depth profiles of the water column off the Northwestern Antarctic Peninsula. 2017. (Simpósio).

3.
24 Simpósio Internacional de Iniciação Científica Tecnológica da USP (SIICUSP).Posters da área de Ciências Exatas e da Terra. 2016. (Simpósio).

4.
3o Workshop do BIOTA/FAPESP-ARAÇÁ.Microbial diversity and community structure in a tropical bay (Araçá Bay, São Sebastião, Brazil) e Variabilidade sazonal e episódica das comunidades de plâncton da Baía do Araçá. 2016. (Encontro).

5.
XXXIV SCAR Biennial Meetings including the 2016 Open Science Conference. Assessing the impact of climate change on microbial diversity across environmental gradients in the Southern Ocean. 2016. (Congresso).

6.
XXXIV SCAR Biennial Meetings including the 2016 Open Science Conference. Co-chair and co-convene session 28 (S28. Diversity and distribution of life in Antarctica). 2016. (Congresso).

7.
OCCI Climate Retreat (Ocean and Climate Change Institute).Assessing the impact of climate change on microbial diversity across environmental gradients in the Southern Ocean. 2015. (Simpósio).

8.
Ocean Carbon and Biogeochemistry Summer Workshop. 2015. (Seminário).

9.
Workshop FAPESP: The E-tech Element Submarine Ferromanganese Crusts Research. 2015. (Outra).

10.
Workshop Unravelling microbial metabolic processes and their role in ecosystem functioning. 2015. (Outra).

11.
American Society for Microbiology 114th. General Meeting. Microbial diversity across environmental gradients in the Southern Ocean. 2014. (Congresso).

12.
Ocean Carbon and Biogeochemistry Summer Workshop. 2013. (Outra).

13.
Ocean Sciences Meeting. Chemosynthesis and bacterial production in an eutrophic estuary. 2012. (Congresso).

14.
3°Congresso Brasileiro de Biologia Marinha. Variação das concentrações de nutrientes inorgânicos e clorofila-a na região noroeste do mar de Weddell, Antártica, durante os verões austrais de 2007/08 e 2008/09. 2011. (Congresso).

15.
Semana de Pós da Microbiologia UFRJ.Quantificação, importância e regulação da quimiossíntese e da produção bacteriana em ambientes marinhos. 2011. (Outra).

16.
XIII Congresso Brasileiro de Geoquímica. Pesquisas Ecológicas de Longa Duração (PELD) ? Guanabara: Perfilagem de fatores físicos, físico-químicos e químicos em três estações na Baia de Guanabara. 2011. (Congresso).

17.
XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar. Variação Espacial da Concentração de Nutrientes na Plataforma Continental e Talude Superior ao largo da Região de Cabo Frio e Baía de Guanabara (RJ). 2011. (Congresso).

18.
XVII Semana de Microbiologia e Imunologia. 2011. (Outra).

19.
XXXIII Jornada Giulio Massari de Iniciação Científica, Artística e Cultural.Monitoramento da qualidade da Baía de Guanabara através de parâmetros físico-químicos (Programa de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração - PELD-Guanabara). 2011. (Outra).

20.
I Workshop da Associação de Pesquisadores Polares em Início de Carreira: Perspectivas e Oportunidades. 2010. (Outra).

21.
VIII Simpósio em Ecologia Lagoa Rodrigo de Freitas: passado, presente e futuro.-. 2010. (Simpósio).

22.
XXXI SCAR Open Science Conference.Nitrate, phosphate and silicate variations in Weddell Sea water masses during austral summers os 2007/08 and 2008/09. 2010. (Outra).

23.
I Simpósio Nacional de Taxonomia e Biodiversidade.Diversidade de tubarões e raias do Rio de Janeiro. 2009. (Simpósio).

24.
II Workshop do Projeto de Avaliação Ambiental da Baía de Guanabara. 2008. (Outra).

25.
Seminário Interno do COMPERJ (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro).Qualidade da Água e Limnologia. 2007. (Seminário).

26.
14ª Semana de Iniciação Científica da UERJ.Guia de identificação de tubarões e raias da costa do Estado do Rio de Janeiro (Pisces: Chondrichthyes: Elasmobranchii). 2005. (Outra).

27.
II Congresso Brasileiro de Oceanografia e XVII Semana Nacional de Oceanografia. Distribuição atual da Família Dasyatidae (Chondrichthyes, Myliobatiformes) no Oceano Atlântico Ocidental. 2005. (Congresso).

28.
13ª Semana de Iniciação Científica da UERJ.Guia de identificação de raias da costa do Estado do Rio de Janeiro (Pisces: Chondrichthyes: Elasmobranchii). 2004. (Outra).

29.
Congresso Brasileiro de Oceanografia e XVI Semana Nacional de Oceanografia.Fauna de tubarões, raias e quimeras (Pisces: Chondrichthyes) da costa do Estado do Rio de Janeiro. 2004. (Simpósio).

30.
I Simpósio Brasileiro de Oceanografia. 2002. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PELLIZARI, V. H. ; BOHANNAN, B. ; SIGNORI, C. N. ; NAKAYAMA, CRISTINA R. . São Paulo School of Advanced Methane Science. 2018. (Outro).

2.
SIGNORI, C. N.; PELLIZARI, V. H. ; SUMIDA, P. Y. G. ; NAKAYAMA, C. R. . Chemosynthesis Based Ecosystems CBE-7. 2018. (Outro).

3.
SIGNORI, C.N.. Ciclo de Seminários Científicos do Instituto Oceanográfico da USP. 2017. (Outro).

4.
SUL, J. A. I. ; COSTA, E. S. ; CAMARA, P. E. A. S. ; SIGNORI, C.N. ; QUAGLIO, F. . IV Simpósio da APECS-Brasil: Legado e perspectivas do Protocolo de Madrid: 25 anos de história e os próximos 25 anos. 2016. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Ana Paula Amaral. Diversidade de cianobactérias na represa de Itupararanga, Sorocaba - SP. Início: 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia Industrial e Ambiental) - Sociedade Brasileira de Microbiologia. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Carolina da Luz Soares Viscarra. Quimiossíntese nos sedimentos marinhos da Elevação do Rio Grande, Oceano Atlântico Sul. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Oceanografia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

2.
Ana Carolina de Oliveira Gusmão. Diversidade e estrutura das comunidades microbianas do sedimento marinho profundo na região sul do Platô de São Paulo, Atlântico Sudoeste. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Oceanografia) - Universidade Federal do Paraná. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
João Paulo de Sá Felizardo. Importância relativa da produção foto e quimiossintética e da produção bacteriana em uma lagoa eutrofizada (Lagoa Rodrigo de Freitas, RJ, Brasil). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Camila Negrão Signori.

Iniciação científica
1.
Tainá Maria Miranda Souza. Quimiossíntese e Produção bacteriana no Canal de São Sebastião, inserido em Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada (BIOTAlFAPESP-Araçá). 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário da Zona Oeste, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Camila Negrão Signori.

2.
Luísa Oliveira Dantas. Quimiossíntese e Produção Bacteriana monitoradas na Baía de Guanabara. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Biofísica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro - Pólo de Xerém, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Negrão Signori.

3.
Bruno Cavalcante Rego. Quimiossíntese e produção bacteriana na Baía de Guanabara. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas - Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Negrão Signori.

4.
Bruno Cavalcante Rego. Monitoramento da qualidade da Baía de Guanabara através de parâmetros físico-químicos (Programa de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração - PELD Guanabara). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Negrão Signori.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SIGNORI, C.N.. Mergulho para a vida na escuridão: uma pesquisa nas profundezas do mar. InForMar, , v. 25, p. 8 - 14, 31 jul. 2015.


Apresentações de Trabalho
1.
SIGNORI, C.N.. Oceanografia Motivacional: as novidades de um amor pelo mar profundo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SIGNORI, C.N.. Oceanografia Microbiana levada ao extremo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
SIGNORI, C.N.; BENDIA, A. G. . Meninas com Ciência SP: Oceanografia Microbiana do Oceano Profundo. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SIGNORI, C. N.. Descobrindo od Oceanos - Embarque Imediato: Oceanografi Microbiana. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SIGNORI, C.N.. Oceanógrafa de Campinas estuda mudanças climáticas em viagens à Antártica. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
SIGNORI, C. N.. Rádio CBN, Programa Revista Responde: Como educar seus filhos. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
PELLIZARI, V. H. ; SIGNORI, C.N. . Impacto das mudanças climáticas na Antártica. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SUL, J. A. I. ; COSTA, E. S. ; CAMARA, P. E. A. S. ; SIGNORI, C.N. ; QUAGLIO, F. . IV Simpósio da APECS-Brasil: Legado e perspectivas do Protocolo de Madrid: 25 anos de história e os próximos 25 anos. 2016. (Congresso).

2.
SIGNORI, C.N.. Ciclo de Seminários Científicos do Instituto Oceanográfico da USP. 2017. (Outro).

3.
PELLIZARI, V. H. ; BOHANNAN, B. ; SIGNORI, C. N. ; NAKAYAMA, CRISTINA R. . São Paulo School of Advanced Methane Science. 2018. (Outro).

4.
SIGNORI, C. N.; PELLIZARI, V. H. ; SUMIDA, P. Y. G. ; NAKAYAMA, C. R. . Chemosynthesis Based Ecosystems CBE-7. 2018. (Outro).


Redes sociais, websites e blogs
1.
SIGNORI, C. N.; NUCCI, A. . Profissionais de Qualidade - Cosmopolitan Campinas. 2018. (Blog).

2.
SIGNORI, C.N.. Ex-Alunos Destaque do Porto. 2015; Tema: Ex-alunos destaque do Colégio Visconde de Porto Seguro: como a escola me ajudou na profissão. (Site).

3.
SIGNORI, C.N.. Diving for life in the darkness: A survey of the deep. 2016; Tema: Oceano profundo. (Blog).

4.
SIGNORI, C. N.; MATTOS, C. . Vida microscópica obscura é tema de nova docente do Instituto Oceanográfico da USP (IOUSP). 2018. (Blog).



Outras informações relevantes


Aprovada em Primeiro Lugar no Concurso Público para Professor Doutor do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (Edital 13/2017), em 15 de março de 2018.

Realizou um mergulho profundo no submersível DSV2 Alvin (Dive 4769) a profundidade de 2.513 m, 9°50.588N, 104°17.434W, em 14 nov 2014. 

Tem experiência em diversas expedições oceanográficas: 
- Cadeia de Montes Submarinos de Vitória-Trindade (fev 2017) a bordo do Alpha Crucis (IOUSP)
- Oceano Austral: OPERANTAR XXXIV (fev 2016), OPERANTAR XXXIII (fev 2015), OPERANTAR XXXII (fev-mar 2014), OPERANTAR XXXI (fev-mar 2013) a bordo do Npo Almirante Maximiano
- East Pacific Rise, Expedição internacional AT26-23 (out-nov 2014) a bordo do R/V Atlantis (WHOI)
- Comissão MCTIII, 2ª pernada II Transatlântico Brasi-África (dez 2011) a bordo do NHo Cruzeiro do Sul
- Comissão MCTII, na plataforma e talude sudeste e sul do Brasil (dez 2010) a bordo do NHo Cruzeiro do Sul
- Comissão MCTI, na plataforma e talude sudeste e sul do Brasil (jun-jul 2010) a bordo do NHo Cruzeiro do Sul
- Comissão Oceanográfica na plataforma continental sudeste do Brasil, para pesquisa de Oceanografia Física (nov 2002), a bordo do Noc Antares

Participou de trabalhos de campo, coletando água, sedimento e biota aquática para Consultoria Ambiental em diferentes ecossistemas aquáticos em São Luís (Maranhão), Pernambuco, Ubu (Espírito Santo), Ilhéus (Bahia), Sepetiba, Atafona, Baía de Guanabara e Lagoa Rodrigo de Freitas (Rio de Janeiro).

Foi premiada pelo Consulado Geral Alemão em 1999 com uma viagem de Intercâmbio Cultural para a Alemanha.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 18:45:02