Marcos Fernando Basso

Bolsista de Pós-doutorado Júnior do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7165937202170185
  • Última atualização do currículo em 11/03/2018


Possui graduação em Biotecnologia (UNOESC - Videira, SC), mestrado em Agronomia (UEPG, Ponta Grossa, PR) e doutorado em Fitopatologia (UFV, Viçosa, MG). Realizou pós-doutorado e prestou consultoria científica de 2015/1 a 2017/2 em biotecnologia vegetal na Embrapa Agroenergia (CNPAE, Brasília, DF). Atualmente é bolsista de pós-doutorado no Laboratório de Interação Molecular Planta-Praga (LMPPI) na Embrapa CENARGEN (Brasília), atuando no desenvolvimento de ferramentas biotecnológicas baseadas em transgenia, edição de genomas, tecnologia Bt, tecnologia de RNA de interferência (através de plantas OGM ou aplicação tópica de moléculas de dsRNA estruturadas ou lineares complexadas em nanopartículas carreadoras e agentes estabilizantes) para controle de insetos-praga e fitonematoides. Além disso, desenvolve estudos com engenharia genética visando melhorar a tolerância a estresses bióticos e abióticos de plantas de algodão (Gossypium hirsutm) e soja (Glycine max). Tem experiência com virologia vegetal, fitopatologia, biologia molecular de plantas, biotecnologia vegetal e bioinformática. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcos Fernando Basso
Nome em citações bibliográficas
Basso MF;BASSO, MARCOS FERNANDO;BASSO, MARCOS F.

Endereço


Endereço Profissional
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Cenargen.
Embrapa Cenargem
Asa Norte
70770917 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (5561) 34484700
URL da Homepage: https://www.embrapa.br/en/recursos-geneticos-e-biotecnologia


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em Agronomia (Fitopatologia).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Título: Caracterização de um novo vírus de ssDNA infectando fruteiras de clima temperado, e aspectos da interação molecular begomovírus-hospedeiro, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Francisco Murilo Zerbini Junior.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Virologia Vegetal Molecular; MIR genes; Begomovírus; Bioinformática; Pequenos RNAs interferentes.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Interação patógeno-hospedeiro.
2008 - 2010
Mestrado em Agronomia.
Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
Título: Desenvolvimento de ferramentas sorológicas e moleculares para identificação de vírus em videiras e cochonilhas, alterações fisiológicas e na qualidade enológica da uva de videiras infectadas,Ano de Obtenção: 2010.
Orientador: Ricardo A. Ayub / Carolina W. Galvão / Thor V. M. Fajardo.
Bolsista do(a): Fundação Araucária de Apoio ao Desenv. Científico e Tecnológico do Paraná, FUND. ARAUCÁRIA, Brasil.
Palavras-chave: Bioinformática; virologia; biotecnologia vegetal; Cultura de tecidos.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Bioinformática.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Biotecnologia Vegetal.
2004 - 2007
Graduação em Desenvolvimento Regional.
Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus de Videira, UNOESC, Brasil.
Título: Administração rural no ensino fundamental.
Orientador: Profª Drª. Magali Beatriz Augusto.
Bolsista do(a): Governo do Estado de Santa Catarina, SC, Brasil.
2003 - 2007
Graduação em Biotecnologia.
Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus de Videira, UNOESC, Brasil.
Título: Análise genética da resistência a Xylella fastidiosa em ameixeira (Prunus salicina) com o uso de marcadores microssatélites.
Orientador: Prof. Dr. Marco Antonio Dalbó.
Bolsista do(a): Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina, EPAGRI, Brasil.


Pós-doutorado


2018
Pós-Doutorado.
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, CENARGEN, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
2015 - 2018
Pós-Doutorado.
EMBRAPA Agroenergia, CNPAE, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética.


Formação Complementar


2016 - 2016
Regulação epigenética da expressão gênica. (Carga horária: 40h).
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.
2013 - 2013
Filogenia Molecular: Princípios e Prática. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2012 - 2012
Metabolômica: Princípios e métodos analíticos. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2011 - 2011
I Treinamento Operacional no Microscópio Confocal. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2009 - 2009
Treinamento Portal da CAPES. (Carga horária: 3h).
Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
2009 - 2009
Acesso às Bases de Dados da Web of Science. (Carga horária: 3h).
Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
2009 - 2009
Bioinformática. (Carga horária: 60h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2009 - 2009
Teórico-Prático de Virologia Vegetal. (Carga horária: 80h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2004 - 2004
Biotecnologia Vegetal. (Carga horária: 15h).
Laboratório Vitroplanta Biotecnologia Vegetal, VITROPLANTA, Brasil.
2003 - 2003
Biotecnologia de Microrganismos. (Carga horária: 8h).
Universidade do Oeste de Santa Catarina, UNOESC, Brasil.
2002 - 2002
Extensão universitária em Windows 98 Word Excel Internet. (Carga horária: 80h).
Escola de Informatica Siga, SIGA, Brasil.
2000 - 2000
Extensão universitária em Curso Avançado de Vendas Tecnicas E Relacionamento. (Carga horária: 10h).
Luzoneli Treinamentos E Novartis Seeds, LUZONELI, Brasil.


Atuação Profissional



Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, CENARGEN, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista de Pós-doutorado, Enquadramento Funcional: Bolsista, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atualmente é bolsista de pós-doutorado no Laboratório de Interação Molecular Planta-Praga (LMPPI) na Embrapa CENARGEN (Brasília), atuando no desenvolvimento de ferramentas biotecnológicas baseadas em transgenia, edição de genomas, tecnologia Bt, tecnologia de RNA de interferência (através de plantas OGM ou aplicação tópica de moléculas de dsRNA estruturadas ou lineares complexadas em nanopartículas carreadoras e agentes estabilizantes) para controle de insetos-praga e fitonematoides


EMBRAPA Agroenergia, CNPAE, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Consultor científico, Enquadramento Funcional: Consultor científico em Biotecnologia Vegetal, Carga horária: 50, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Bolsista de CAPES, Enquadramento Funcional: Bolsista de pós-doutorado CAPES, Carga horária: 50, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Bolsista de doutorado, Enquadramento Funcional: Estudante de doutorado em Fitopatologia, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Doutorando em Fitopatologia com tese defendida em virologia vegetal


Centro Nacional de Pesquisa Uva e Vinho - Embrapa Uva e Vinho, CNPUV, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Bolsista de mestrado, Enquadramento Funcional: Estudante de mestrado em Agronomia, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Desenvolvimento da parte prática do mestrado.


Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Bolsista de mestrado, Enquadramento Funcional: Bolsista de mestrado em Agronomia, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista de Mestrado pela Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná, com dissertação defendida em biotecnologia e virologia vegetal.


Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina, EPAGRI, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2008
Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação em Biotecnologia, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade do Oeste de Santa Catarina, UNOESC, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Bolsista Iniciação científica, Enquadramento Funcional: Bolsista IC de graduação em Biotecnologia, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participante do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - EPAGRI, sob a orientação do Prof. PhD. Marco Antonio Dalbó, com carga horária total de 2250 horas



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Plataforma de desenvolvimento de algodoeiro transgênico resistente ao bicudo-do-algodoeiro (Anthonomus grandis)
Descrição: Projeto temático ?Plataforma de desenvolvimento de algodoeiro transgênico resistente ao bicudo-do-algodoeiro?, foi proposto ao Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) por várias instituições de pesquisa (nacionais e internacionais), dentre elas a Embrapa CENARGEN, na qual o projeto será liderado pela pesquisadora Dra. Maria Fatima Grossi de Sa. O período de vigência do projeto é de 5 anos com início em fevereiro deste ano e término previsto para janeiro de 2023. O valor total de recursos do projeto é de R$17.908.059,47 (dezessete milhões, novecentos e oito mil e cinquenta e nove reais e quarenta e sete centavos)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - 2018
Tecnologia CRISPR/Cas9 para edição de genes de interesse agronômico nas culturas de cana-de-açúcar (Saccharum spp.), soja (Glycine max), milho (Zea mays) e sorgo (Sorghum bicolor)
Descrição: CRISPR/Cas9 [Clustered Regularly Interspaced Palindromic Repeat (CRISPR) and CRISPR-associated protein 9 nuclease (Cas9)] é uma das mais efetivas tecnologias de nocaute ou edição de genes, sendo amplamente utilizada em diversos organismos, incluindo plantas modelo ou cultivadas. No sistema CRISPR/Cas9, basicamente um RNA guia (gRNA) é complexado a nuclease Cas9 no núcleo da célula hospedeira. Este complexo gRNA/Cas9 reconhece uma sequência de DNA específica no genoma e catalisa a clivagem do DNA dupla fita. A clivagem do DNA alvo ocorre especificamente na região homóloga ao gRNA que apresente um motivo denominado de PAM (Protospacer-Adjacent Motif) na posição 3´. Após a clivagem do DNA dupla fita, mecanismos de reparo de DNA são recrutados para esta região, sendo esperadas tipicamente três possíveis situações durante o evento de reparo: (i) inserção ou deleção de um ou mais nucleotídeos durante o reparo independente de homologia de sequências (Error-Prone Non-Homologous End Joining, NHEJ), resultando em mudança de fase de leitura na tradução do mRNA, aparecimento de um códon de parada prematuro e nocaute do gene; (ii) reparo dependente de homologia (Homology-Directed Repair, HDR) sendo requerido a presença de um DNA molde, o qual serve como referência de reparo de cada uma das fitas do DNA; e (iii) reparo dependente de homologia e recombinação (Homology and Recombination-Directed Repair, HRDR) sendo também requerido a presença de um DNA molde. Recentes avanços em CRISPR/Cas9 têm demonstrado que as estratégias NHEJ, HDR e HRDR são eficientes no nocaute e edição de genes de interesse em plantas. Cana-de-açúcar (Saccharum spp.), soja (Glycine max), milho (Zea mays) e sorgo (Sorghum bicolor) estão entre as principais culturas agroenergéticas consideradas de elevada importância sócio-econômica para o Brasil. O melhoramento genético destas culturas é laborioso e demanda tempo para alcançar um evento elite. Por outro lado, a tecnologia CRISPR/Cas9 poderá contribuir com a redução no tempo de desenvolvimento de novas cultivares elites não transgênicas. A otimização desta tecnologia para uso rotineiro pode ser considerada extremamente importante para a competitividade técnico-científica da Embrapa. Diante disto, o objetivo deste projeto será otimizar a tecnologia CRISPR/Cas9 em cana-de-açúcar SP80-3280, soja BRS184, milho HiII e L3 e sorgo CMSX102B para a edição de genes de interesse via inserção de mutações sítio-dirigidas pontuais ou múltiplas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
Perfil de pequenos RNAs e de seus mRNAs alvos em ápices radiculares de Setaria viridis sob condições de estresse por alumínio (Al3+)
Descrição: Duas grandes limitações para a produção agrícola mundial, particularmente nas regiões tropicais, é a toxidez por alumínio (Al3+) e o déficit hídrico. Regiões brasileiras consideradas potenciais para a expansão agrícola canavieira estão localizadas na Região Centro-Oeste, caracterizada por apresentar solos ácidos e com elevados níveis de Al3+. A sua presença causa redução do crescimento radicular, tornando-as incapazes de explorar camadas mais profundas do solo, restringindo a absorção de nutrientes, aumentando a susceptibilidade ao déficit hídrico e reduzindo a produtividade. No entanto, as plantas desenvolveram seus próprios mecanismos de defesa para adaptarem-se a estas condições adversas. Um desses mecanismos é a reprogramação da expressão de genes codificadores de miRNAs (MIR genes). Estes miRNAs são uma classe de pequenos RNAs (smRNAs) não codificantes que apresentam cerca de 22 nucleotídeos e desempenham importante papel na regulação dos mecanismos de adaptação, resistência ou tolerância a toxidez por Al3+, atuando como reguladores a nível transcricional ou pós-transcricional da expressão de diversos genes. O projeto proposto tem por objetivos (i) realizar uma análise global do acúmulo de smRNAs em ápices radiculares da planta modelo Setaria viridis sob diferentes níveis de estresse por Al3+; (ii) identificar in silico e validar in vitro a expressão de MIR genes; (iii) identificar in silico e validar in vitro RNAs mensageiros que sejam alvos dos miRNAs diferencialmente expressos; (iv) selecionar, a partir da validação, MIR genes que estejam relacionados à tolerância ao Al3+ em S. viridis e (v) caracterizar in silico a região promotora dos MIR genes selecionados, visando identificar os cis-elementos e (vi) predizer os fatores de transcrição envolvidos na ativação da transcrição dos MIR genes selecionados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
Ecofisiologia e perfil de pequenos RNAs e de seus mRNAs alvos em Setaria viridis sob condições de déficit hídrico
Descrição: As mudanças climáticas tem se tornado cada vez mais abrangentes e acentuadas a nível mundial. O déficit hídrico é um dos maiores gargalos para a agricultura, limitando a produtividade ou ainda impossibilitando o cultivo de diversas espécies de plantas em determinadas regiões. Os pequenos RNAs (smRNAs) desempenham importante papel na regulação dos mecanismos de adaptação ou tolerância das plantas ao déficit hídrico, atuando como reguladores a nível transcricional ou pós-transcricional da expressão de diversos genes. Os miRNAs são uma classe de smRNAs não codificantes que apresentam cerca de 22 nucleotídeos e são codificados pelos MIR genes. Os miRNAs são parcialmente complementares a uma ou mais moléculas de RNA mensageiro, de forma que eles regulam a expressão gênica de diferentes maneiras, dentre elas, a metilação do DNA direcionada por RNA, a clivagem sítio-específica e/ou a deadenilação da cauda poliA dos RNAs mensageiros e a inibição estérica do processo de tradução gênica. O projeto tem por objetivos (i) realizar estudos de ecofisiologia na planta modelo com metabolismo fotossintético do tipo C4 Setaria viridis (genótipos A10.1 considerado tolerante e Ast1 considerado suscetível ao déficit hídrico), submetida a diferentes níveis de déficit hídrico e, a partir deste experimento, (ii) realizar uma análise global do acúmulo de smRNAs; (iii) identificar in silico e validar in vitro a expressão de MIR genes; (iv) identificar in silico e validar in vitro RNAs mensageiros que sejam alvos dos miRNAs diferencialmente expressos; (v) selecionar, a partir da validação, MIR genes que estejam relacionados à tolerância ao déficit hídrico em Setaria viridis, (vi) caracterizar in silico, a partir do genoma público de Setaria viridis, a região promotora dos MIR genes selecionados, visando identificar os cis-elementos, (vii) predizer os fatores de transcrição envolvidos na ativação da transcrição dos MIR genes selecionados, e (viii) identificar regiões genômicas diferencialmente metiladas em Setaria viridis genótipos A10.1 e Ast1, mantidos sob condições de déficit hídrico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2017
Prospecção de genes e promotores (endógenos e exógenos) constitutivos e induzíveis de interesse para melhoramento por engenharia genética da cana-de-açúcar visando conferir tolerância ao estresse hídrico e salino, aumento da produção e acúmulo de açúcares
Descrição: Este é um projeto temático constituído de subprojetos que, no conjunto, visam aprofundar estudos sobre a produção de bioetanol de cana-de-açúcar. Sua execução conta com a participação do Laboratório de Bioquímica de Plantas (UEM), Embrapa Agroenergia (DF), Instituto de Botânica de São Paulo (SP), Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR, Londrina), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal do ABC (Santo André, SP), Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol CTBE (Campinas). O projeto conta com 8 bolsas (2 de Mestrado, 4 de Doutorado, 2 de Pós-doutorado), disponibilizadas pelo Programa CAPES - Embrapa, e os recursos de custeio são fornecidos pela Embrapa Agroenergia (DF).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcos Fernando Basso - Integrante / Hugo Bruno Correa Molinari - Coordenador / Adilson Kenji Kobayashi - Integrante / Eduardo Formighieri - Integrante / Barbara Barreto Dias Andrade - Integrante / Ana Paula Ribeiro - Integrante / Karoline Duarte - Integrante / Gisele Pereira Domiciano - Integrante / Felipe Vinecky - Integrante / Polyana Kelly Martins - Integrante / Patrícia Abrão de Oliveira - Integrante / Leticia Jungmann Cancado - Integrante.
2013 - 2015
Análise do perfil de siRNAs e miRNAS em hospedeiros infectados por geminivírus
Descrição: O estudo do silenciamento gênico ou RNA de interferência (iRNA) mostrou a existência de pequenos RNAs (sRNAs) de classes distintas, sendo alguns, como os miRNAs, envolvidos em processos regulatórios importantes para o desenvolvimento de plantas e animais. Até recentemente, a maioria dos estudos realizados sobre sRNAs em plantas foram concentrados em Arabidopsis, arroz, Populus trichocarpa. Usando técnicas de sequenciamento em baixa escala, acreditou-se que a maioria dos miRNAs eram conservados e atuavam em fatores de transcrição envolvidos na regulação do desenvolvimento. Entretanto, com o advento dos métodos de sequenciamento paralelo massivo de DNA (?deep-sequencing?) foi possível à identificação de um maior número de sRNAs. Os resultados evidenciaram a existência de uma ampla gama de sRNAs não conservados, com apenas 1/9 dos quais tendo fatores de transcrição como alvos, sugerindo que esses RNAs estejam envolvidos na regulação de mecanismos específicos. De fato, miRNAs não conservados foram observados em vias de diferentes tipos de estresses, tanto bióticos, quanto abióticos. O presente projeto tem por objetivo, fazer uma análise aprofundada de miRNAs envolvidos na interação vírus-planta (Geminivirus-Hospedeiro), a fim de identificar aqueles que estejam desregulados nesta condição. Após a identificação e validação, serão selecionados miRNAs específicos que terão suas vias regulatórias estudadas, primeiramente pela identificação de alvos por predição e confirmação via degradoma, e em um segundo momento, por análises de genômica funcional..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos Fernando Basso - Integrante / Francisco Murilo Zerbini - Coordenador / Poliane Alfenas-zerbini - Integrante / Cesar Llave - Integrante / Régis Lopez Corrêa - Integrante / João Cleydson da Silva - Integrante.
2012 - 2014
Produção de anticorpo policlonal com CP-PLYV, avaliação da resistência genética e fisiologia foliar de mamoeiros infectados com PLYV e avaliação de transmissão do PLVY pelo ácaro rajado
Descrição: O mamoeiro (Carica papaya) é uma fruteira nativa da América tropical, de onde se disseminou por todo o mundo. Mamoeiros podem ser afetados pela doença denominada "amarelo letal", causada pelo Papaya lethal yellowing virus (PLYV, uma possível espécie do gênero Sobemovirus), que constitui uma séria limitação para a cultura. Os objetivos deste trabalho foram expressar a proteína capsidial (CP) do PLYV em Escherichia coli para produzir antissoro policlonal, avaliar a resistência ao PLYV em germoplasmas de mamoeiro, e avaliar a capacidade do ácaro rajado (Tetranychus urticae) em adquirir e transmitir o PLYV para plantas de mamoeiro. O antissoro policlonal obtido reconheceu a CP do PLYV especificamente e discriminou a infecção pelo PLYV de infecções causadas por outros vírus em hospedeiros naturais. Dos 65 acessos de mamoeiros avaliados, 15 foram considerados resistentes, 18 foram moderadamente resistentes e 32 foram suscetíveis. O ácaro rajado Tetranychus urticae foi capaz de adquirir, mas não de transmitir o PLYV para mamoeiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos Fernando Basso - Integrante / Francisco Murilo Zerbini - Coordenador / Humberto Josué de Oliveira Ramos - Integrante / Elisabeth Pacheco Batista Fontes - Integrante / Eduardo Chumbinho de Andrade - Integrante / Alvaro Julio Pereira - Integrante / Jorge Loyola Dantas - Integrante.
2011 - 2015
Estudo da interação entre a proteína de movimento viral de begomovírus e proteínas de hospedeiros
Descrição: Os vírus pertences à família Geminiviridae são considerados de grande importância econômica por causarem doenças em diversas culturas relevantes para a agricultura no mundo todo, incluindo o feijoeiro e o tomateiro. No Brasil, um complexo viral composto por 16 espécies pertencentes à família Geminivirus e ao gênero Begomovirus (transmitidos por mosca-branca - Bemisia Tabaci) infectam tomateiro, causando consequentemente perdas significativas na produtividade e qualidade, constituindo um sério desafio para os produtores e fitopatologistas. Os begomovírus têm sido utilizados como modelos para o estudo de interações vírus-hospedeiro, e diversas proteínas do hospedeiro que interagem com proteínas virais ao longo do processo infeccioso já foram identificadas e caracterizadas. Surpreendentemente, nenhum trabalho foi publicado até o momento envolvendo a proteína de movimento célula-a-célula dos begomovírus, denominada MP (moviment protein). A presente proposta tem como objetivos de identificar e caracterizar proteínas de hospedeiros que interagem com a MP de begomovírus promovendo o movimento viral, utilizando-se as plantas modelos Arabidopsis thaliana, Nicotiana benthamiana e tomateiro cv. moneymaker. Foram utilizados 2 métodos de identificação/purificação de complexos proteícos: (i) afinidade em tandem (TAP) e (ii) pull-down 6His-MP-ToYSV. Para o método TAP, foram produzidas plantas transgênicas de A. thaliana ColØ e S. lycopersicum cv. ?moneymaker? para a expressão constitutiva dos construtos NTAPi-MP e -GFP, sendo estes mesmos construtos também expressos transientemente em folhas de N. benthamiana (plantas sadias ou infectadas por ToYSV). Folhas provenientes destas plantas transgênicas ou expressando transientemente, foram coletadas para posterior extração dos heterocomplexos proteícos. Através do método TAP original ou com modificações, não foi possível encontrar proteínas dos hospedeiros do ToYSV candidatas a interagem com a MP. Por outro lado, com a metodologia pull-down 6His-MP-ToYSV, foram identificadas 64 proteínas candidatas, sendo que destas, foram selecionadas 25 para testes de interação in vitro com a MP-ToYSV, através do sistema de duplo híbrido em leveduras. Nenhuma das 25 proteínas candidatas selecionadas interagiram com a MP in vitro e 4 foram selecionadas para testes de interação in vivo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2015
Prospecção de agentes virais em fruteiras de clima temperado e tropical, focando em vírus de DNA
Descrição: Fruit trees of temperate and tropical climate are economically of great importance worldwide and several viruses have already been reported affecting their productivity and longevity. Fruit trees of different Brazilian regions, presenting characteristic symptoms but not virus-specific, were evaluated to circular DNA viruses infection..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos Fernando Basso - Integrante / Thor Martins Vinícius Fajardo - Integrante / Francisco Murilo Zerbini - Coordenador / Elisabeth Pacheco Batista Fontes - Integrante / João Cleydson da Silva - Integrante.
2008 - 2010
Desenvolvimento de ferramentas sorológicas e moleculares para identificação de vírus em videiras e cochonilhas, alterações fisiológicas e na qualidade enológica da uva de videiras infectadas
Descrição: A videira (Vitis spp.), por ser propagada vegetativamente, facilita a disseminação dos vírus. O objetivo I foi identificar e caracterizar molecularmente os vírus presentes em dois vinhedos antigos: um da cv. Cabernet Sauvignon (CS) (Vitis vinifera) de 1995 e outro da cv. Isabel (V. labrusca) de 1971 além de detectar sorologicamente tais isolados. Foram amplificados, por RT-PCR, fragmentos que compreendem genes virais completos ou parciais, utilizando-se 17 pares de oligonucleotídeos específicos para a detecção dos seguintes vírus: Grapevine virus A (GVA), Grapevine virus B (GVB), Grapevine virus D (GVD), Grapevine fleck virus (GFkV), Grapevine fanleaf virus (GFLV), Arabis mosaic virus (ArMV), Grapevine chrome mosaic virus (GCMV), Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), Grapevine leafroll-associated virus 1 a 4 (GLRaV-1 a -4), além de oligonucleotídeos degenerados para a família Betaflexiviridae e os gêneros Closterovirus, Trichovirus e Vitivirus. Pelo menos um fragmento amplificado, para cada par de oligonucleotídeos, foi clonado e sequenciado, identificando-se sete isolados de RSPaV, três de GLRaV-2 e dois de GLRaV-3. As sequências obtidas e depositadas no GenBank apresentaram identidades superiores a 90% com os respectivos isolados virais do GenBank. Também GVA, GVB e GLRaV-3 foram detectados via RT-PCR, em três de cinco amostras de cochonilhas coletadas em vinhedos de Caxias do Sul (RS) e Petrolina (PE). A variabilidade genética do RSPaV e a indisponibilidade de antissoro comercial têm dificultado a detecção deste vírus em videiras. O objetivo II foi produzir antissoro policlonal utilizando a proteína capsidial (CP) recombinante do RSPaV. O gene completo da CP deste vírus foi previamente amplificado, clonado e sequenciado e, posteriormente subclonado em vetor de expressão pRSET-B, sendo o plasmídeo recombinante utilizado para a expressão em Escherichia coli BL21:DE3. O rendimento foi de 17,35 ug de CP do RSPaV expressada por ml de cultura, sendo utilizados 2,55 mg para a imunização do coelho. O antissoro produzido apresentou uma concentração de 1939 ug de IgG/ml, foi capaz de reconhecer a proteína recombinante em Western blot e detectar o RSPaV em tecidos infectados de videira em ELISA indireto. De forma geral, os vírus são capazes de induzir desordens na célula vegetal que incluem alterações fotossintéticas e metabólicas, refletindo na qualidade da uva. O objetivo III foi estudar as alterações fisiológicas e da qualidade enológica da uva produzida em videiras infectadas com os vírus GLRaV-2 e RSPaV. Foram determinados nas folhas: potencial fotossintético, clorofilas total a e b, açúcares solúveis totais e amido. Quanto às variáveis de qualidade da uva, foram observadas diferenças significativas, em favor das uvas de plantas sadias, em 5 das 6 variáveis. Uvas sadias apresentaram 2,53 (C. Franc, CF) e 2,72 (CS) °Brix a mais do que as infectadas. Para as variáveis relacionadas às alterações fisiológicas foram observadas diferenças significativas, em favor das folhas sadias ou assintomáticas, para quase todas variáveis analisadas, sendo a fotossíntese de saturação 2,9 (CF) e 2,25 (CS) vezes superior em plantas sadias. Estes vírus podem comprometer a produtividade e a qualidade da produção destas cultivares..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcos Fernando Basso - Integrante / Ricardo Antonio Ayub - Integrante / Thor Martins Vinícius Fajardo - Coordenador / Marcelo Eiras - Integrante / Osmar Nickel - Integrante / Celito Crivelaro Guerra - Integrante / Marcos Botton - Integrante / Henrique Pessoa dos Santos - Integrante.
2003 - 2008
Evolução da resposta de populações segregantes de ameiexeira e associação com marcadores microssatélites à escaldadura das folhas
Descrição: Avaliou-se o nível de resistência de sete populações segregantes de ameixeira à escaldadura das folhas (Xylella fastidiosa), criadas com a utilização de nove cultivares apresentando variados níveis de resistência à doença. As populações foram submetidas à inoculação artificial e avaliadas anualmente a partir de 2002 quanto a evolução dos sintomas da escaldadura. A população segregante Amarelinha x Carazinho se mostrou a mais resistente, enquanto as populações Chatard x Santa Rosa e Chatard x Simka apresentaram maior susceptibilidade à escaldadura das folhas. A co-segregação foi avaliada com auxílio dos marcadores microssatélites, nas populações Chatard x Harry Pickstone e Chatard x Angeleno, por apresentarem comportamento intermediário em relação à doença. A análise da segregação genética dos 60 marcadores microssatélites e das curvas de resistência à doença em diferentes populações, indicam que a herança da resistência à escaldadura das folhas é poligênica e predominantemente recessiva, com a eventual presença de QTLs no parental suscetível..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Marcos Fernando Basso - Integrante / Marco Antonio DalBó - Coordenador / Denise Fernandes - Integrante / Gustavo Henrique Ferrerro Klabunde - Integrante / Rubens Onofre Nodari - Integrante.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: CIENCIA RURAL
2017 - Atual
Periódico: TROPICAL PLANT PATHOLOGY


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Biotecnologia Vegetal.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade/Especialidade: Fitopatologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos/Especialidade: Virologia.


Idiomas


Italiano
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2009
Destaque no XVIII Encontro Anual de Iniciação Científica - EAIC, "Indução de multibrotaçãoin vitro em videira cv. Bordo"., Universidade estadual de Londrina - UEL.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
Basso MF2017Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; Saldarelli, P . GRAPEVINE VIRUS DISEASES:ECONOMIC IMPACT AND CURRENT ADVANCES IN VIRAL PROSPECTION AND MANAGEMENT. REVISTA BRASILEIRA DE FRUTICULTURA (ONLINE), v. 39, p. e-411-1, 2017.

2.
NEPOMUCENO, ALEXANDRE L.2017NEPOMUCENO, ALEXANDRE L. ; MARCOLINO-GOMES, JULIANA ; NAKAYAMA, THIAGO J. ; MOLINARI, HUGO B. C. ; BASSO, MARCOS F. ; HENNING, LILIANE M. M. ; FUGANTI-PAGLIARINI, RENATA ; HARMON, FRANK G. . Functional Characterization of a Putative Glycine max ELF4 in Transgenic Arabidopsis and Its Role during Flowering Control. Frontiers in Plant Science, v. 8, p. 1-14, 2017.

3.
SILVA, JOSE CLEYDSON F.2017SILVA, JOSE CLEYDSON F. ; CARVALHO, THALES F. M. ; BASSO, MARCOS F. ; DEGUCHI, MICHIHITO ; PEREIRA, WELISON A. ; SOBRINHO, ROBERTO R. ; VIDIGAL, PEDRO M. P. ; BRUSTOLINI, OTÁVIO J. B. ; SILVA, FABYANO F. ; DAL-BIANCO, MAXIMILLER ; FONTES, RENILDES L. F. ; SANTOS, ANÉSIA A. ; ZERBINI, FRANCISCO MURILO ; CERQUEIRA, FABIO R. ; FONTES, ELIZABETH P. B. . Geminivirus data warehouse: a database enriched with machine learning approaches. BMC BIOINFORMATICS, v. 18, p. 1-11, 2017.

4.
RIBEIRO, ANA P.2017RIBEIRO, ANA P. ; DE SOUZA, WAGNER R. ; MARTINS, POLYANA K. ; VINECKY, FELIPE ; DUARTE, KAROLINE E. ; BASSO, MARCOS F. ; DA CUNHA, BÁRBARA A. D. B. ; CAMPANHA, RAQUEL B. ; DE OLIVEIRA, PATRÍCIA A. ; CENTENO, DANILO C. ; CANÇADO, GERALDO M. A. ; DE MAGALHÃES, JURANDIR V. ; DE SOUSA, CARLOS A. F. ; ANDRADE, ALAN C. ; KOBAYASHI, ADILSON K. ; MOLINARI, HUGO B. C. . Overexpression of BdMATE Gene Improves Aluminum Tolerance in Setaria viridis. Frontiers in Plant Science, v. 8, p. 1-12, 2017.

5.
Basso MF2017Basso MF; ANDRADE, B. B. D. ; RIBEIRO, A. P. ; MARTINS, P. K. ; DE SOUZA, WAGNER R. ; DE OLIVEIRA, NELSON GERALDO ; NAKAYAMA, THIAGO J. ; CASARI, R. A. C. N. ; SANTIAGO, T. R. ; VINECKY, F. ; CANCADO, L. J. ; SOUSA, C. A. F. ; OLIVEIRA, P. A. ; SOUZA, S. A. C. D. ; CANCADO, G. M. A. ; KOBAYASHI, A. K. ; MOLINARI, H. B. C. . Improved Genetic Transformation of Sugarcane (Saccharum spp.) Embryogenic Callus Mediated by Agrobacterium tumefaciens. Current Protocols in Plant Biology, v. 2, p. 221-239, 2017.

6.
NAKAYAMA, THIAGO J.2017NAKAYAMA, THIAGO J. ; RODRIGUES, FABIANA A. ; NEUMAIER, NORMAN ; MARCOLINO-GOMES, JULIANA ; MOLINARI, HUGO B. C. ; SANTIAGO, THAÍS R. ; FORMIGHIERI, EDUARDO F. ; BASSO, MARCOS F. ; FARIAS, JOSÉ R. B. ; EMYGDIO, BEATRIZ M. ; DE OLIVEIRA, ANA C. B. ; CAMPOS, ÂNGELA D. ; BORÉM, ALUÍZIO ; HARMON, FRANK G. ; MERTZ-HENNING, LILIANE M. ; NEPOMUCENO, ALEXANDRE L. . Insights into soybean transcriptome reconfiguration under hypoxic stress: Functional, regulatory, structural, and compositional characterization. PLoS One, v. 12, p. e0187920, 2017.

7.
MARTINS, POLYANA KELLY2016MARTINS, POLYANA KELLY ; MAFRA, VALÉRIA ; DE SOUZA, WAGNER RODRIGO ; RIBEIRO, ANA PAULA ; VINECKY, FELIPE ; BASSO, MARCOS FERNANDO ; DA CUNHA, BÁRBARA ANDRADE DIAS BRITO ; KOBAYASHI, ADILSON KENJI ; MOLINARI, HUGO BRUNO CORREA . Selection of reliable reference genes for RT-qPCR analysis during developmental stages and abiotic stress in Setaria viridis. Scientific Reports, v. 6, p. 28348, 2016.

8.
MARTINS, MARIA THEREZA BAZZO2016MARTINS, MARIA THEREZA BAZZO ; DE SOUZA, WAGNER RODRIGO ; DA CUNHA, BÁRBARA ANDRADE DIAS BRITO ; BASSO, MARCOS FERNANDO ; DE OLIVEIRA, NELSON GERALDO ; VINECKY, FELIPE ; MARTINS, POLYANA KELLY ; DE OLIVEIRA, PATRÍCIA ABRÃO ; ARENQUE-MUSA, BRUNA CERSÓZIMO ; DE SOUZA, AMANDA PEREIRA ; BUCKERIDGE, MARCOS SILVEIRA ; KOBAYASHI, ADILSON KENJI ; QUIRINO, BETANIA FERRAZ ; MOLINARI, HUGO BRUNO CORREA . Characterization of sugarcane (Saccharum spp.) leaf senescence: implications for biofuel production. Biotechnology for Biofuels, v. 9, p. 1-17, 2016.

9.
Basso MF;BASSO, MARCOS FERNANDO;BASSO, MARCOS F.2015Basso MF; PEREIRA, A. J. ; PEREIRA, H. H. M. ; RAMOS, H. J. O. ; DANTAS, J. L. ; FONTES, E. P. B. ; ANDRADE, E. C. ; ZERBINI, M.F. . Screening of papaya accessions resistant to Papaya lethal yellowing virus and capacity of Tetranychus urticae to transmit the virus. Pesquisa Agropecuária Brasileira (Online), v. 50, p. 97-105, 2015.

10.
BASSO, MARCOS FERNANDO2015BASSO, MARCOS FERNANDO; SILVA, JOSÉ CLEYDSON FERREIRA DA ; FAJARDO, THOR VINÍCIUS MARTINS ; FONTES, ELIZABETH PACHECO BATISTA ; ZERBINI, FRANCISCO MURILO . A novel, highly divergent ssDNA virus identified in Brazil infecting apple, pear and grapevine. Virus Research (Print), v. 210, p. 27-33, 2015.

11.
Basso MF2014Basso MF; FAJARDO, THOR VINÍCIUS MARTINS ; Pio-Ribeiro, G ; EIRAS, M. ; ZERBINI, M.F. . Avanços e perspectivas no estudo das doenças virais e subvirais em videira com ênfase na realidade brasileira. Revisao Anual de Patologia de Plantas, v. 22, p. 160-207-207, 2014.

12.
DALBO, M. A.2010DALBO, M. A. ; klabunde, G.H.F, ; Nodari, R.O ; Fernandes ; Basso MF . Response of segregating progenies of plums to leaf scald (Xylella fastidiosa). Crop Breeding and Applied Biotechnology (Impresso), v. 10, p. 337-344, 2010.

13.
Basso MF;BASSO, MARCOS FERNANDO;BASSO, MARCOS F.2010Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Produção de antissoro policlonal utilizando a proteína capsidial recombinante do Rupestris stem pitting-associated virus. Ciência Rural (UFSM. Impresso), v. 40, p. 2385-2388, 2010.

14.
Basso MF;BASSO, MARCOS FERNANDO;BASSO, MARCOS F.2010Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Detecção e identificação de espécies e estirpes virais associadas a videiras sintomáticas e assintomáticas. Ciência Rural (UFSM. Impresso), v. 40, p. 2249-2245, 2010.

15.
AYUB, R. A.2010AYUB, R. A. ; SPINARDI, B. ; Basso MF ; Biasi . Indução de multibrotação in vitro em videira cv. Bordô. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 32, p. 675-681, 2010.

16.
Basso MF;BASSO, MARCOS FERNANDO;BASSO, MARCOS F.2010Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; SANTOS, H. P ; GUERRA, C. C. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Fisiologia foliar e qualidade enológica da uva em videiras infectadas por vírus. Tropical Plant Pathology (Impresso), v. 35, p. 351-359, 2010.

Capítulos de livros publicados
1.
BASSO, MARCOS FERNANDO; LIMA, J. A. A. ; DEGUCHI, M. ; GALDEANO, D. M. ; AMARAL, L. S. ; FERNANDES, P. M. B. . Papaya viral diseases: recent advances and perspectives. In: Nova Science Publishers, Advances in Genetics Research. (Org.). Papaya viral diseases: recent advances and perspectives. 1ed.Hauppauge, New York, USA: Nova Science Publishers, 2015, v. 16, p. 90-110.

2.
CERQUEIRA, F. R. ; MARQUES, Y. B. ; CARVALHO, T. F. M. ; SILVA, J. C. F. ; Basso MF ; MORAIS, G. L. ; CARVALHO, J. B. . Predição computacional de microRNAs em genomas. In: Tiago Campos Pereira. (Org.). Introdução ao mundo dos microRNAs. 1ed.São Paulo: Sociedade Brasileira de Genética, 2015, v. 1, p. 288-320.

3.
ZERBINI, M.F. ; da Silva, F.N ; URQUIZA, G. P. C. ; Basso MF . Transgenic plants. In: Aluízio Borém & Robert Fritsche-Neto. (Org.). Biotechnology and Plant Breeding: Applications and Approaches for Developing Improved Cultivars.. 1aed.New York: Elsevier Academic Press, 2014, v. 1, p. 179-199.

4.
ZERBINI, M.F. ; da Silva, F.N ; URQUIZA, G. P. C. ; Basso MF . Variabilidade genética de vírus de plantas. In: Laércio Zambolim; Waldir Cintra de Jesus Júnior & Fabrício de Ávila Rodrigues. (Org.). O Essencial da Fitopatologia - Controle de doenças de plantas. 1aed.Viçosa, MG: UFV - Departamento de Fitopatologia, 2014, v. 1, p. 100-150.

5.
Zerbini, F. M ; SILVA, F. N. ; URQUIZA, G. P. C. ; Basso MF . Plantas Transgênicas. In: Aluízio Borém; Roberto Fritsche-Neto. (Org.). Biotecnologia aplicada ao melhoramento de plantas. 1ed.Viçosa: Editora UFV, 2012, v. 1, p. 229-266.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Breyer ; Basso MF ; Barrato . Métodos moleculares para identificação e caracterização de Salmonella oriundas da cadeia produtiva de aves e suínos. In: III Simpósio de Microbiologia Aplicada, 2009, Porto Alegre. CD-ROM, 2009.

2.
Basso MF; SPINARDI, B. ; Biasi ; Strimer, J.C ; AYUB, R. A. . Esteviol, isoesteviol e oxima de esteviol na micropropagação de videiras cv. Bordô. In: XXVI Congresso Brasileiro de Agronomia, 2009, Gramado, RS. Anais CD-ROM, 2009.

3.
Basso MF; Rodrigues, A.M ; SPINARDI, B. ; BIASI, L.A ; AYUB, R. A. . Extratos vegetais antivirais no desenvolvimento in vitro de plântulas de videiras. In: XXVI Congresso Brasileiro de Agronomia, 2009, Gramado, RS. Anais CD-ROM, 2009.

4.
GATTI, D. J. ; DALBO, M. A. ; Basso MF ; GELINSKI, J. M. L. N. . Análise de DNA ribossomal 16S de cepas de bactérias lácticas. In: IV Simpósio de Genética, Ecologia e Evolução e III Workshop de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva, 2009, Ponta Grossa. CD-ROM, 2009.

5.
Basso MF; SPINARDI, B. ; Galvão, C.W ; SCHUHLI, G.S ; AYUB, R. A. . Avaliação filogenética da variabilidade entre diferentes isolados de Grapevine leafroll associated virus 3 depositados no Banco de dados do NCBI. In: IV Simpósio de Genética, Ecologia e Evolução e III Workshop de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva, 2009, Ponta Grossa. CD-ROM, 2009.

6.
Basso MF; Rodrigues, A.M ; Galvão, C.W ; AYUB, R. A. . Viroses em vinhedos brasileiros. In: XXVI Congresso Brasileiro de Agronomia, 2009, Gramado, RS. Anais-CD-ROM, 2009.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Basso MF; PEREIRA, A. J. ; SOUZA, A. N. ; ANDRADE, E. C. ; Zerbini, F. M . Genetic resistance in papaya germplasm against Papaya lethal yellowing virus (PLYV) and physiology of healthy and PLYV-infected papaya leaves. In: IV Simpósio Brasileiro de Genética Molecular de Plantas, 2013, Bento Gonçalves, RS. Anais do IV Simpósio Brasileiro de Genética Molecular de Plantas, 2013.

2.
Basso MF; AMARAL, J. G. ; ZERBINI, M.F. . Failure of the two-spotted mite Tetranychus urticae to transmit Papaya lethal yellowing virus. In: 46 Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2013, Ouro Preto. CD ROM: 46º Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2013. p. 202-1.

3.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; SILVA, J. C. F. ; Alfenas-Zerbini, P. ; ZERBINI, M.F. . Association of a novel higly divergente monopartite circular ssDNA virus with chlorotic darf and dry branches in apple and pear and potential association with symptoms in grapevine. In: 7th International Geminivirus Symposium and 5th International ssDNA Comparative Virology Workshop, 2013, Hangzhou. Program and Abstracts. Hangzhou, 2013. p. 56-56.

4.
GODINHO, M. T ; Basso MF ; Zerbini, F. M . Mixed infections prevent the use of restriction enzyme profiles for the diagnosis of tomato begomoviruses at the species level. In: 44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2011, Bento Gonçalves. Tropical Plant Pathology, Suplemento, 2011. v. 36. p. 93-93.

5.
Amaral, L. S ; Basso MF ; Cavalcante, G. P ; Raimundi, M. K ; Oliveira, J. R . Avaliação da sensibilidade de Pseudomonas syringae pv. tomato a antibióticos.. In: 44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2011, Bento Gonçalves. Tropical Plant Pathology, Suplemento, 2011. v. 36. p. 105-105.

6.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; BOTTON, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . RT-PCR para detecção de vírus em vinhedos antigos e em cochonilhas vetoras. In: XLIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2010, Cuiabá, MT. Tropical Plant Pathology, Suplemento. Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2010. v. 35. p. S165.

7.
FAJARDO, T. M. V. ; Basso MF ; GUERRA, C. C. ; SANTOS, H. P ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Alterações fisiológicas e de qualidade da uva produzida em videiras infectadas por vírus. In: XLIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2010, Cuiabá, MT. Tropical Plant Pathology, Suplemento. Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2010. v. 35. p. S191.

8.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Production of polyclonal antiserum using recombinant coat protein of Rupestris stem pitting-associated virus. In: XLIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2010, Cuiabá, MT. Tropical Plant Pathology, Suplemento. Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2010. v. 35. p. S272.

9.
LIMA, A. T. M ; NAITO, F. Y. B ; ROCHA, C.S ; BARROS, D.R ; CASTILLO-URQUIZA, G.P ; MALTA, A. W. O ; Basso MF ; GODINHO, M. T ; MIZUBUTI, E. S. G ; Zerbini, F. M ; INOUE-NAGATA, A . Diversity of tomato begomoviruses in three major tomato growing states of Brazil. In: 6th International Geminivirus Symposium & 4th International ssDNA Comparative Virology Workshop, 2010, Guanajuato, México. Anals International Geminivirus Symposium & 4th International ssDNA Comparative Virology Workshop, 2010.

10.
Basso MF; Galvão, C.W ; SPINARDI, B. ; Schnell e Schühli ; AYUB, R. A. . Caracterização filogenética de viroses da videira Vitis ssp.. In: VIII Encontro de Pesquisa e II Simpósio de Pós-Graduação - UEPG. Ponta Grossa : UEPG, 2009., 2009, Ponta Grossa. Anais do VIII Encontro de Pesquisa e II Simpósio de Pós-Graduação - UEPG. Ponta Grossa : UEPG, 2009., 2009.

11.
SPINARDI, B. ; Basso MF ; AYUB, R. A. ; Biasi . Indução de multibrotação em videiras (Vitis ssp.) cv. Bordô. In: VIII Encontro de Pesquisa e II Simpósio de Pós-Graduação - UEPG, 2009, Ponta Grossa. Anais do VIII Encontro de Pesquisa e II Simpósio de Pós-Graduação - UEPG. Ponta Grossa : UEPG, 2009., 2009.

12.
Basso MF; AYUB, R. A. ; SCHUHLI, G.S ; GALVÃO, C.W ; SPINARDI, B. . Avaliação da variabilidade genética da virose Rupestris stem pitting associated virus. In: XLII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2009, Rio de Janeiro. Tropical Plant Pathology (Impresso). Brasília: Brazilian Phytopathological Society, 2009. v. 34. p. S275-S275.

13.
AYUB, R. A. ; Basso MF ; BIASI, L.A ; SPINARDI, B. . Indução de multibrotação in vitro em viderira cv. Bordô. In: Encontro Nacional sobre Fruticultura de Clima Temperado, 2009, Fraiburgo. Anais do XI ENFRUTE - Resumos. Caçador: Epagri, 2009. v. 2. p. 12-12.

14.
Basso MF; AYUB, R. A. ; Schnell e Schühli ; GALVÃO, C.W ; SPINARDI, B. ; ZERBINI, M.F. . Cartacterização filogenética de viroses da videira (Vitis ssp.). In: Encontro Nacional sobre Fruticultura de Clima Temperado, 2009, Fraiburgo. Anais do XI ENFRUTE ? Resumos. Caçador: Epagri, 2009. v. 2. p. 58-58.

15.
Fernandes ; Ghral, C. ; Basso MF ; POMPELI, M. ; DALBO, M. A. . Identificação de regiões do genoma da Ameixeira (Prunus sp) associadas a suscetibilidade a escaldadura das folhas (Xylella fastidiosa) com base em marcadores microssatélites. In: XI Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 2007. Brazilian Journal of Plant Physiology, Suplemento, 2007. v. 19.

Apresentações de Trabalho
1.
Basso MF; PEREIRA, H. H. M. ; SOUZA, A. N. ; RAMOS, H. J. O. ; URQUIZA, G. P. C. ; FONTES, E. P. B. ; ANDRADE, E. C. ; ZERBINI, M.F. . Molecular cloning and expression of recombinant capsid protein of Papaya lethal yellow virus in E. coli and production of polyclonal antiserum. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
SPINARDI, B. ; Basso MF ; AYUB, R. A. ; Biasi . Indução de multibrotação em videira (Vitis ssp.) cv. Bordô. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
Basso MF; Galvão, C.W ; SPINARDI, B. ; Schnell e Schühli ; AYUB, R. A. . Caracterização filogenética de viroses da videira. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
Basso MF; AYUB, R. A. ; SCHUHLI, G.S ; GALVÃO, C.W ; SPINARDI, B. ; ZERBINI, M.F. . Caracterização filogenêtica de viroses da videira (Vitis ssp.). 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
AYUB, R. A. ; Basso MF ; BIASI, L.A ; SPINARDI, B. . Indução de multibrotação in vitro em videiras cv. Bordô. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
Basso MF; AYUB, R. A. ; SCHUHLI, G.S ; GALVÃO, C.W ; SPINARDI, B. . Avaliação da variabilidade genética da virose Rupestris stem pitting associated virus. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
Breyer ; Basso MF ; Barrato . Métodos moleculares para identificação e caracterização de Salmonella oriundas da cadeia produtiva de aves e suínos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
Basso MF; Rodrigues, A.M ; Galvão, C.W ; AYUB, R. A. . Viroses em vinhedos brasileiros. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
Basso MF; SPINARDI, B. ; BIASI, L.A ; Strimer, J.C ; AYUB, R. A. . Extratos vegetais no desenvolvimento in vitro de plântulas de videiras. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
GATTI, D. J. ; DALBO, M. A. ; Basso MF ; SCHUHLI, G.S ; GELINSKI, J. M. L. N. . Análise de DNA ribossomal 16S de cepas de bactérias lácticas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
Basso MF; SPINARDI, B. ; GALVAO, C. ; SCHUHLI, G.S ; AYUB, R. A. . Avaliação filogenética da variabilidade entre diferentes isolados de Grapevine leafroll associated virus 3 depositados no Banco de dados do NCBI. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
SPINARDI, B. ; Basso MF ; BIASI, L.A ; AYUB, R. A. . Indução de multibrotação in vitro em videiras cv. bordô. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
Basso MF; SPINARDI, B. ; BIASI, L.A ; Strimer, J.C ; AYUB, R. A. . Esteviol, isoesteviol e oxima de esteviol na micropropagação de videiras cv. Bordô. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
Fernandes ; Basso MF ; DALBO, M. A. . Identificação de regiões do genoma da ameixeira (Prunus sp) associadas a escaldadura das folhas (Xylella fastidiosa com base em marcadores moleculares microssátelites. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; AYUB, R. A. ; GALVÃO, C.W . Desenvolvimento de ferramentas sorológicas e moleculares para identificação de vírus em videiras e cochonilhas, alterações fisiológicas e na qualidade enológica da uva de videiras infectadas. 2010.

2.
Basso MF. Análise genética da resistência a Xylella Fastidiosa em ameixeira (Prunus salicina) com o uso de marcadores moleculares. 2007.

3.
Basso MF; AUGUSTO, M. B. ; RISSARDI . Administração rural no ensino fundamental. 2007.


Demais tipos de produção técnica
1.
Basso MF; SILVA, J. C. ; FAJARDO, T. M. V. ; FONTES, ELIZABETH PACHECO BATISTA ; ZERBINI, FRANCISCO MURILO . Depósito de sequências genômicas completas (código de acesso KR134311-KR134350 e KJ955447-KJ955451) do vírus Temparete fruit decay-associated virus (TFDaV), no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2015. (Sequenciamento automático de DNA).

2.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM059039) do gene da proteína heat shock protein 70 do Grapevine leafroll-associated virus 2 (GLRaV-2), isolado CS1, de videira cv. Cabernet Sauvignon, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

3.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM059035) do gene da proteína capsidial do Grapevine leafroll-associated virus 2 (GLRaV-2), isolado CS2, de videira cv. Cabernet Sauvignon, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

4.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM059040) do gene da proteína heat shock protein 70 do Grapevine leafroll-associated virus 3 (GLRaV-3), isolado IS1, de videira cv. Isabel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

5.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência completa de nucleotídeos (código de acesso HM059034) do gene da proteína capsidial do Grapevine leafroll-associated virus 3 (GLRaV-3), isolado IS2, de videira cv. Isabel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

6.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM059036) do gene da proteína replicase do Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), isolado CS2, de videira cv. Cabernet Sauvignon, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

7.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM059038) do gene da proteína replicase do Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), isolado CS2, de videira cv. Cabernet Sauvignon, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

8.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM059037) do gene da proteína replicase do Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), isolado IS1, de videira cv. Isabel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

9.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM130524) do gene da proteína replicase do Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), isolado IS3, de videira cv. Isabel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

10.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM130523) do gene da proteína heat shock protein 70 do Grapevine leafroll-associated virus 2 (GLRaV-2), isolado SE, de videira cv. Seibel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento Automático).

11.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM358051) do gene da replicase do Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), isolado IS2, de videira cv. Isabel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento automático).

12.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM358050) do gene da proteína capsidial do Grapevine leafroll-associated virus 2 (GLRaV-2), isolado IS3, de videira cv. Isabel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento automático).

13.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; BOTTON, M. . Depósito da sequência parcial de nucleotídeos (código de acesso HM358052) do gene da proteína capsidial do Grapevine virus A (GVA), isolado PC40 de cochonilha Planococcus citri, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov). 2010. (Sequenciamento automático).

14.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência completa de nucleotídeos (código de acesso GU166289) do gene da proteína capsidial do Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), isolado CS1, de videira cv. Cabernet Sauvignon, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov).. 2009. (Sequenciamento automático de DNA).

15.
Basso MF; FAJARDO, T. M. V. ; EIRAS, M. ; AYUB, R. A. ; NICKEL, O. . Depósito da sequência completa de nucleotídeos (código de acesso GU166290) do gene da proteína capsidial do Rupestris stem pitting-associated virus (RSPaV), isolado IS2, de videira cv. Isabel, no banco de dados GenBank (http://www.ncbi.nlm.nih.gov).. 2009. (Sequenciamento automático de DNA).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Maciel, F. L; Basso MF; Russi, A.. Participação em banca de Jakeline Kathiele Poppe.Diagnóstico e caracterização molecular, via RT-PCR, do gene da proteína capsidial do vírus associado ao enrolamento da folha da videira (Grapevine leafroll-associated virus 1 - GLRaV-1) e indicação da epóca adequada para sua detecção. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia) - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

2.
Maciel, F. L; Basso MF; SILVA, N. M.. Participação em banca de Fabiana de Souza.Quimioterapia na remoção de vírus em plântulas de maça cultivadas in vitro associada á confirmação de infecção via detecção por RT-PCR. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia) - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Encontro da Rede Centro-Oeste de Formação e Pesquisa em Biologia Computacional. 2016. (Encontro).

2.
46 Congresso Brasileiro de fitopatologia. Failure of the two-spotted mite Tetranychus urticae to transmit Papaya lethal yellowing virus. 2013. (Congresso).

3.
III Simpósio sobre atualidades em fitopatologia: Nutrição Mineral. 2012. (Simpósio).

4.
VI Reunião Brasileira sobre Indução de Resistência em Plantas a Patógenos. 2012. (Encontro).

5.
44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2011. (Congresso).

6.
II Simpósio sobre atualidades em Fitopatologia - Avanços e perspectivas no manejo de doenças de plantas. 2011. (Simpósio).

7.
I Simpósio sobre atualidades em fitopatologia: Doenças emergentes. 2010. (Simpósio).

8.
II Encontro de Fruticultura dos Campos Gerais, 'Uma Opção de Negócio'. 2009. (Encontro).

9.
III Simpósio de Microbiologia Aplicada.métodos moleculares para detecção e caracterização de Salmonella oriundas da cadeia produtiva de aves e suínos. 2009. (Simpósio).

10.
IV Simpósio de Genética, Ecologia e Evolução e III Workshop de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva. 2009. (Simpósio).

11.
VIII Encontro de Pesquisa e II Simpósio de Pós-Graduação - UEPG.Caracterização filogenética de viroses da videira. 2009. (Simpósio).

12.
XI Encontro Nacional de Fruticultura de Clima Temperado. 2009. (Encontro).

13.
XLII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2009. (Congresso).

14.
XXVI Congresso Brasileiro de Agronomia. 2009. (Congresso).

15.
I Encontro de Fruticultura dos Campos Gerais, 'Uma Opção de Negócio'. 2008. (Encontro).

16.
III SEMINÁRIO CATARINENSE DA UVA E DO VINHO. 2006. (Seminário).

17.
IV Encontro Nacional de Fruticultura de Clima Temperado, ENFRUTE.. 2006. (Seminário).

18.
SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL. 2005. (Seminário).

19.
VIII Encontro Nacional de Fruticultura de Clima Temperado, ENFRUTE. 2005. (Seminário).

20.
A INTER-RELAÇÃO ENTRE AGRONEGÓCIO E ECONEGÓCIOS. 2004. (Seminário).

21.
BIOTECNOLOGIA ELA JÁ MUDOU SUA VIDA E VAI MUDAR MUITO MAIS. 2004. (Seminário).

22.
COMO FINANCIAR UM BIONEGÓCIO. 2004. (Seminário).

23.
DESENVOLVIMENTOS BIOTECNOLÓGICOS NA AGRICULTURA E AGROINDÚSTRIA, COM ÊNFASE EM ENOLOGIA.. 2004. (Seminário).

24.
DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL: TUDO COMEÇA NA SEMENTE. 2004. (Outra).

25.
III SEMANA DE BIOTECNOLOGIA. 2004. (Outra).

26.
X CONGRESSO BRASILEIRO DE VITIVINICULTURA E ENOLOGIA E DO SEMINÁRIO CYTED 2003. 2003. (Congresso).

27.
PROJETO DESPERTAR PARA A CIDADANIA.PARTICIPAÇÃO NO PROJETO 'DESPERTAR PARA A CIDADANIA'. 2001. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Basso MF. Revisor de resumos do 46º Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2013. (Outro).

2.
AYUB, R. A. ; Basso MF ; SPINARDI, B. . II Encontro de Fruticultura dos Campos Gerais. 2009. (Outro).

3.
AYUB, R. A. ; Basso MF ; SPINARDI, B. . I Encontro de Fruticultura dos Campos Gerais. 2008. (Outro).



Outras informações relevantes


Participação em projetos de iniciação científica durante 3 anos na Empresa de Pesquisa Agropecúaria e Extensão Rural de Santa Catarina em parceria com a Universidade do Oeste de Santa Catarina.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/12/2018 às 18:29:01