Viviane Gianluppi Ferro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4073294502295550
  • Última atualização do currículo em 25/07/2018


é docente na Universidade Federal de Goiás. Possui graduação em Biologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998), mestrado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (2001), doutorado em Ecologia pela Universidade de Brasília (2007) e pós-doutorado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Tem experiência na área de Ecologia e Zoologia, com ênfase em ecologia de mariposas, atuando principalmente nos seguintes temas: diversidade de mariposas Arctiinae e interação inseto-planta. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Viviane Gianluppi Ferro
Nome em citações bibliográficas
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Goiás, Instituto de Ciências Biológicas.
Campus Samambaia, Departamento de Ecologia, prédio ICB1
Vila Itatiaia
74690900 - Goiânia, GO - Brasil
Telefone: (62) 00000000
Fax: (62) 35211190


Formação acadêmica/titulação


2003 - 2007
Doutorado em Ecologia.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Título: Diversidade de Arctiidae (Lepidoptera) do Cerrado, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: Ivone Rezende Diniz.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Arctiidae; Cerrado; Diversidade; Lepidoptera.
Grande área: Ciências Biológicas
1999 - 2001
Mestrado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Padrões de utilização de Crotalaria spp. (Leguminosae, Papilionoideae, Crotalarieae) por larvas de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae),Ano de Obtenção: 2001.
Orientador: José Roberto Trigo.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: alcalóides pirrolizidínicos; Arctiidae; defesa química; seleção de planta hospedeira; Utetheisa.
Grande área: Ciências Biológicas
1994 - 1998
Graduação em Biologia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Criação de Heliconius erato phyllis (Fabricius) (Lepidoptera: Nymphalidae) em condições semi-naturais.
Orientador: Gilson Rudinei Pires Moreira.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil.


Pós-doutorado


2007 - 2008
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas


Formação Complementar


2007 - 2007
Morfologia de Insetos I. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2005 - 2005
Ferramentas Analíticas Estudo Biodiversidade. (Carga horária: 20h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
1998 - 1998
Abelhas africanizadas: da colméia ao DNA. (Carga horária: 3h).
44º Congresso Nacional de Genética, CNG, Brasil.
1996 - 1996
Mamíferos Marinhos. (Carga horária: 7h).
Grupo de Estudos de Mamíferos Marinhos do Rio Grande do Sul, GEMARGS, Brasil.
1995 - 1996
Ingês Específico Nível Intermediário. (Carga horária: 136h).
Escolas Michigan, MICHIGAN, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Docente, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Integrante do NDE do Curso de Ecologia & Análise Ambiental.
2016 - Atual
Ensino, Biodiversidade Animal, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Entomologia
2015 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia II
2012 - Atual
Ensino, Ecologia e Análise Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Entomologia
2011 - Atual
Ensino, Ecologia e Análise Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Supervisionado
2010 - Atual
Ensino, Ecologia e Análise Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia dos Invertebrados
2009 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Biológicas, .

2009 - Atual
Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia e Zoologia
2016 - 2017
Direção e administração, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia.

Cargo ou função
Comissão de Bolsas do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Animal.
2013 - 2017
Ensino, Ecologia e Evolução, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Interação Inseto-Planta
2014 - 2016
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia e Zoologia
2013 - 2015
Direção e administração, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Chefe do Departamento de Ecologia.
2011 - 2013
Ensino, Ecologia e Análise Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Campo
2011 - 2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Membro do Comitê interno do PIBIC.
2009 - 2013
Direção e administração, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Vice-chefe do Departamento de Ecologia.
2009 - 2013
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia dos Invertebrados
2009 - 2012
Ensino, Ecologia e Evolução, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Insetos

Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2007
Vínculo: aluna de pós-graduação, Enquadramento Funcional: aluna de pós-graduação, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluna de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ecologia. Desenvolveu o projeto " Diversidade de mariposas Arctiidae (Lepidoptera) do Cerrado" sob a orientação da Dra. Ivone Rezende Diniz. Bolsista Capes e CNPq.

Atividades

01/1996 - 12/2007
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biologia/Departamento de Zoologia, .


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2001
Vínculo: aluna de pós-graduação, Enquadramento Funcional: aluna de pós-graduação, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluna de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ecologia. Desenvolveu o projeto " Padrões de utilização de Crotalaria ssp. (Leguminosae, Papilionoideae, Crotalarieae) por larvas de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae)" sob a orientação do Dr. José Roberto Trigo. Bolsista Fapesp.


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Bolsista de Pós Doutorado, Enquadramento Funcional: Bolsista de Pós-Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Desenvolveu o projeto de pós-doutorado "Explicando a diversidade beta das mariposas Arctiidae (Insecta: Lepidoptera): importância relativa dos tipos de vegetação e da distância geográfica" junto ao Departamento de Zoologia, com a supervisão da Dra. Helena P. Romanowski. Bolsista CNPq.

Vínculo institucional

1994 - 1998
Vínculo: aluna de graduação, Enquadramento Funcional: aluna de graduação

Atividades

05/2007 - 12/2008
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, Departamento de Zoologia.

08/1995 - 08/1998
Estágios , Instituto de Biociências, Departamento de Zoologia.

Estágio realizado
Estágio com a orientação do professor Dr. Gilson R. P. Moreira. Linha de Pesquisa: bases morfológicas e comportamentais da interação entre insetos e plantas..


Linhas de pesquisa


1.
Diversidade e Conservação de Mariposas

Objetivo: O principal objetivo é descrever o padrão de diversidade beta das mariposas da família Arctiidae e analisar se o padrão observado está mais relacionado com o tipo de habitat ou com a distância geográfica entre os sítios de coleta. Além disso, está sendo testado se as espécies com pouca habilidade de dispersão mostram maiores taxas de decréscimo na similaridade com o aumento da distância geográfica. O estudo está sendo conduzido no nordeste do RS..
2.
Ecologia e Conservação da Fauna do Cerrado

Objetivo: Tem como objetivos principais (1) estudar os padrões de riqueza e abundância de espécies e os padrões de uso do habitat e alimento pela fauna do Cerrados e (2) estudar os impactos causados pela atividade humana sobre a fauna dos cerrados, propondo medidas que promovam sua conservação..
3.
Diversidade de mariposas

Objetivo: (1) avaliar os padrões de distribuição das espécies e a diversidade alfa e beta em várias localidades e fitofisionomias desse bioma, (2) investigar se o padrão de diversidade beta observado está mais relacionado com características do ambiente ou com a distância geográfica entre os sítios de amostragem, (3) conhecer a sazonalidade e o horário de atividade das espécies e investigar se existe relação entre esses dois parâmetros e as características abióticas (temperatura, vento, umidade, fase lunar) e bióticas (intensidade de predação e disponibilidade de alimento para larvas e adultos), (4) verificar a existência de relação entre riqueza de mariposas e características da vegetação (riqueza, heterogeneidade) e entre a riqueza de mariposas e intensidade de predação/parasitismo, (5) amostrar em regiões subamostradas do bioma e (6) criar uma coleção de referência de mariposas do Cerrado.
Grande área: Ciências Biológicas
Palavras-chave: Arctiidae; Cerrado; Diversidade; mariposas.
4.
Interação inseto-planta

Objetivo: investigar sobre os seguintes temas: seleção de planta hospedeira por insetos herbívoros, desempenho de insetos herbívoros em diferentes recursos vegetais, interação planta-inseto herbívoro-inimigos naturais, efeito da herbivoria em plantas, ecologia química e estratégias de defesa em insetos e plantas..
Palavras-chave: seleção de planta hospedeira; preferencia alimentar; polinização; performance; defesa química.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Padrões de distribuição e riqueza das mariposas Arctiinae
Descrição: Além de conhecer as espécies que habitam determinada área, descobrir quais são os mecanismos responsáveis pelas mudanças na diversidade das comunidades ao longo do tempo e de gradientes ambientais é uma das questões centrais em biologia. Vários trabalhos têm encontrado relações entre diversidade e latitude, altitude, clima, produtividade primária, heterogeneidade do habitat e interações interespecíficas. Uma alta porcentagem desses trabalhos utiliza como modelos comunidades de insetos. Apesar das mariposas corresponderem a 90% dos Lepidoptera, elas são muito menos estudadas do que as borboletas, especialmente em aspectos relacionados com a seleção de plantas hospedeiras, ciclos de vida, diversidade e conservação. Arctiinae é uma subfamília de Erebidae. Compreende quase 11 mil espécies de mariposas. No Brasil, são registradas 1.391 espécies: 94 dessas ocorrendo no Pantanal, 116 nos Campos Sulinos, 145 na Caatinga, 753 na Amazônia, 723 no Cerrado e 1.193 na Mata Atlântica. Contudo, esses valores são subestimativas, pois ainda existem muitos locais não amostrados ou subamostrados. Além disso, em um cenário de mudanças climáticas, a atual rede de unidades de conservação da Mata Atlântica terá sua eficiência em preservar a diversidade de Arctiinae significativamente reduzida no futuro, sendo que 12% das 291 espécies analisadas serão extintas na Mata Atlântica no futuro. Os objetivos deste projeto são: (1) avaliar se as unidades de conservação brasileiras são efetivas na conservação de mariposas Arciinae; (2) obter um padrão geral de riqueza no Brasil; (3) testar a relação entre a riqueza das mariposas e as características ambientais; (4) identificar áreas prioritárias para conservação dessas mariposas; (5) analisar a influência da distribuição das plantas hospedeiras sobre a distribuição e riqueza das mariposas no cenário atual e futuro, com mudanças climáticas; (6) investigar como a paisagem influencia a riqueza, composição e morfologia das mariposas; (7) analisar se existe relação entre variáveis da vegetação (riqueza, composição, densidade) e a riqueza, composição e abundância de mariposas; (8) testar se existe relação entre a heterogeneidade do habitat e a riqueza de Arctiidae; (9) investigar se a diversidade alfa e beta das mariposas Arctiidae difere entre as fitofisionomias do Cerrado; (10) testar se o padrão de diversidade beta observado está mais relacionado com características do ambiente ou com a distância geográfica entre os sítios de amostragem; (11) avaliar a importância das variáveis ambientais e espaciais (distância geográfica entre os sítios) em explicar a diversidade beta das mariposas varia entre grupos funcionais de mariposas; (12) criar uma coleção de referência de mariposas desse estado na UFG; (13) conhecer o padrão sazonal e interanual de riqueza e abundância de mariposas Arctiinae; (14) verificar a relação entre riqueza e abundância de mariposas e fatores climáticos (temperatura, umidade do ar e precipitação); (15) verificar a relação entre riqueza e abundância de mariposas com a fenologia das plantas; (16) testar a relação entre estabilidade e biodiversidade; (17) avaliar se a persistência é relacionada ao tamanho do corpo/capacidade de dispersão das mariposas; (18) conhecer a capacidade de dispersão de algumas espécies; e (19) conhecer o horário de atividade ao longo da noite das mariposas Arctiinae..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Viviane Gianluppi Ferro - Coordenador.
2016 - Atual
INCT ECOLOGIA, EVOLUÇÃO & CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE
Descrição: O INCT em Ecologia, Evolução e Conservação da Biodiversidade (EECBIO) reunirá especialistas nas principais áreas de pesquisa em biodiversidade, consolidando uma rede de pesquisa e de formação de recursos de excelência nessa área. A compreensão dos padrões e processos relativos à origem e manutenção da diversidade biológica, em diferentes escalas espaciais e em diferentes níveis da hierarquia biológica, permite que sejam adotadas medidas adequadas para sua conservação, o que, em última instância, é fundamental para a manutenção dos serviços ecossistêmicos que tanto beneficiam as sociedades humanas. Assim, o EECBIO será uma referência internacional em análise da biodiversidade (com um forte componente teórico e metodológico) e sua conservação, mostrando a importância de interação entre pesquisadores de diferentes áreas a fim de inovar e definir novas direções de pesquisa e intervenção..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2017
Efeito do estresse luminoso em Crotalaria spectabilis (Fabaceae) e em seu inseto herbívoro, a mariposa Utetheisa ornatrix (Erebidae: Arctiinae)
Descrição: Muitas hipóteses foram propostas para explicar os padrões de interação entre insetos e plantas. Uma dessas é a Hipótese do Estresse da Planta (HSP) (White 1969), que prediz, resumidamente, que plantas estressadas são mais atacadas por insetos herbívoros. Este projeto possui os seguintes objetivos: (1) Verificar a influência do estresse luminoso na planta. Especificamente pretende-se responder se plantas de Crotalaria spectabilis Roth 1821 (Fabaceae) estressadas por sombreamento diferem das plantas não estressadas em relação à produtividade (altura, biomassa, número de sementes), características morfológicas (dureza, área foliar, massa foliar específica e número de tricomas) e características químicas (água, nitrogênio, alcaloides pirrolizidínicos e compostos fenólicos). (2) Investigar se plantas estressadas sofrem uma maior herbivoria do que as plantas não estressadas, como predito pela hipótese do estresse da planta. (3) Analisar a preferência das larvas da mariposa especialista Utetheisa ornatrix L. 1758 (Erebidae: Arctiinae) por plantas estressadas ou não estressadas. (4) Avaliar o desempenho (sobrevivência, tempo de desenvolvimento larval, fecundidade das fêmeas) de U. ornatrix em plantas estressadas e não estressadas. (5) Caso o tempo de desenvolvimento larval seja significativamente diferente entre as plantas estressadas e não estressadas, testar se um maior tempo de desenvolvimento resulta em maior risco de predação da larva..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Viviane Gianluppi Ferro - Coordenador / José Roberto trigo - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás - Auxílio financeiro.
2012 - Atual
Interação inseto-planta no Cerrado
Descrição: Este projeto apresenta os seguintes objetivos principais: (1) testar a validade de hipóteses relacionadas com interação inseto-planta (como por exemplo, hipótese do estresse da planta, hipótese da taxa de crescimento-predação, hipótese da limitação neuronal em herbívoros generalistas, hipótese do espaço livre de inimigos naturais, etc.), (2) investigar a importância das formigas e de outros inimigos naturais como mecanismo de defesa das plantas contra herbivoria, (3) avaliar a existência de competição interespecífica entre insetos herbívoros, (4) verificar a existência de defesas químicas constitutivas e induzidas em plantas e de defesa química em insetos herbívoros, (5) caracterizar a fauna de herbívoros em diferentes espécies de plantas e relacionar a riqueza de herbívoros com características da vegetação e com a intensidade de predação/parasitismo, (6) descrever ciclos de vida de insetos herbívoros, (7) investigar os mecanismos de seleção de plantas hospedeiras e a relação entre escolha da planta e o desempenho do inseto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Viviane Gianluppi Ferro - Coordenador.
2011 - 2014
Rede Nacional de Pesquisa e Conservação de Lepidópteros
Descrição: Este projeto é executado em escala nacional e apresenta os seguintes objetivos específicos: (1) identificar e amostrar áreas indicadas a partir de análises de lacunas de conhecimento sobre os lepidópteros; (2) projetar cenários dos impactos do desenvolvimento e mudanças climáticas sobre a fauna de lepidópteros; (3) propor melhorias no Sistema Nacional de Unidades de Conservação baseado em dados da lepidopterofauna; (4) conduzir estudos taxonômicos e genéticos com grupos de lepidópteros carentes de resolução taxonômica; (5) criar e manter um repositório de dados sobre a biodiversidade de Lepidópteros no Brasil como instrumento para a conservação e tomada de decisões; (6) formar e ajudar a fixar recursos humanos em vários níveis (desde parataxonomistas até pós-doutorado) para atuar com lepidópteros em todos os biomas do Brasil. Este projeto apresenta vários subprojetos, sendo um, denominado "Cerrado", coordenado por mim..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Fatores determinantes da diversidade, concordância e persistência interanual de comunidades animais e vegetais no Cerrado
Descrição: Estudos ecológicos de longo-prazo sobre diversos tópicos, particularmente: i) persistência de comunidades, ii) concordância espacial e temporal de comunidades e iii) grupos substitutos. Estudaremos oito grupos definidos por taxonomia ou ecossistema: i) mariposas Arctiidae, ii) macroinvertebrados em riachos, iii) Trichoptera (insetos, adultos), iv) Odonata (insetos, adultos), v) anfíbios, vi) pequenos mamíferos, vii) morcegos e viii) angiospermas. Além destes, estão contemplados estudos com produção primária terrestre, decomposição de matéria vegetal, e atividades de divulgação científica e educação ambiental. A metodologia de coleta de dados em todos grupos tem como meta prioritária a geração de séries históricas em escala supra-anual. Após análise cuidadosa, o sítio de estudo escolhido foi o Parque Nacional das Emas, localizado no sudoeste de Goiás. O núcleo do grupo de pesquisa deste projeto é composto por 11 professores do Departamento de Ecologia, Universidade Federal de Goiás..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Viviane Gianluppi Ferro - Integrante / Adriano - Coordenador / Diniz-Filho, J. A. F. - Integrante / Paulo De Marco Jr. - Integrante / Luis Mauricio Bini - Integrante / Rogerio Pereira Bastos - Integrante / Natan M. Maciel - Integrante / Marcus Vinícius Cianciaruso - Integrante / Rafael Dias Loyola - Integrante / Marco A. P. L. Batalha - Integrante / Flávia Pereira Lima - Integrante / Thiago F. L. V. B. Rangel - Integrante / Adolfo R. Calor - Integrante / Ronaldo Angelini - Integrante / Adriana R. Carvalho - Integrante / Daniel de Brito C. da Silva - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - 2015
Padrões de distribuição e riqueza das mariposas Arctiidae do Cerrado
Descrição: A proposta desse projeto é investigar a influência de uma série de variáveis na diversidade mariposas Arctiidae no Cerrado. Especificamente, espera-se: (1) conhecer a fauna de mariposas Arctiidae do Cerrado, (2) avaliar os padrões de distribuição das espécies e a diversidade beta dessas mariposas em várias localidades e fitofisionomias desse bioma, (3) investigar se o padrão de diversidade beta observado está mais relacionado com características do ambiente ou com a distância geográfica entre os sítios de amostragem, (4) conhecer a sazonalidade e o horário de atividade das espécies e investigar se existe relação entre esses dois parâmetros e as características abióticas (temperatura, vento, umidade, fase lunar) e bióticas (intensidade de predação e disponibilidade de alimento para larvas e adultos), (5) verificar a existência de relação entre riqueza de mariposas e características da vegetação (riqueza, heterogeneidade ? em associação com um ecólogo vegetal) e entre a riqueza de mariposas e intensidade de predação/parasitismo e (6) criar uma coleção de referência de mariposas do Cerrado na UFG..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Viviane Gianluppi Ferro - Coordenador.
2007 - 2008
Explicando a diversidade beta das mariposas Arctiidae (Insecta: Lepidoptera): importância relativa dos tipos de vegetação e da distância geográfica
Descrição: O principal objetivo deste trabalho foi analisar se a diversidade beta de um grupo de mariposas (família Arctiidae) era melhor explicado por diferenças ambientais entre os habitat ou pela habilidade de dispersão das mariposas. Além disso, foram examinadas as seguintes questões: (1) o padrão de diversidade beta observado muda com o aumento da escala espacial?; (2) existe maior riqueza de espécies e abundância de Arctiidae em mata de araucária do que em campo?; (3) a fauna da mata de araucária possui composição de espécies diferente da de campo?; (4) a distribuição do tamanho do corpo difere entre mata de araucária e campo?; (5) a proporção de mariposas aposemáticas difere entre mata de araucária e campo?; (6) a dominância é maior no campo do que na mata de araucária? (7) a proporção de unicatas (espécies que ocorrem com apenas um indivíduo numa única amostra) é maior na mata de araucária?; (8) existe maior riqueza de espécies e abundância de Arctiidae manchas maiores de mata do que em manchas menores de mata? e (9) variáveis ambientais (tipo de vegetação, velocidade do vento, temperatura e umidade relativa do ar) influenciam a riqueza e a abundância das espécies de Arctiidae?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2007
Diversidade de mariposas Arctiidae (Lepidoptera) do Cerrado
Descrição: O bioma Cerrado ocupa 23% do território brasileiro e abriga aproximadamente um terço da biota estimada para o país. Apesar disso, a fauna, principalmente de invertebrados, é ainda pouco estudada. O principal objetivo desta tese é conhecer os padrões de diversidade beta, de distribuição espacial e de descrição das espécies da família Arctiidae (Insecta, Lepidoptera) no Cerrado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1999 - 2001
Padrões de utilização de Crotalaria ssp. (Leguminosae, Papilionoideae, Crotalarieae) por larvas de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae)
Descrição: As larvas de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae) são encontradas principalmente dentro das vagens verdes de Crotalaria spp. (Leguminosae, Papilionoideae), onde se alimentam das sementes. As plantas de Crotalaria spp. possuem alcalóides pirrolizidínicos (APs) em seus tecidos, sendo que as maiores concentrações são verificadas nas sementes. Essas substâncias são seqüestradas pelas larvas, protegendo-as contra predadores. Os objetivos desse estudo foram investigar que pressões seletivas estariam influenciando o uso diferencial de duas espécies de Crotalaria pela mariposa U. ornatrix e descobrir quais as pressões seletivas que levaram à utilização de sementes dentro de vagens verdes pela larva..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Bioikos (Campinas)


Revisor de periódico


2007 - Atual
Periódico: Iheringia. Série Zoologia
2008 - Atual
Periódico: Oecologia Brasiliensis
2008 - Atual
Periódico: Boletim do Museu Nacional. Zoologia
2008 - Atual
Periódico: Biological Journal of the Linnean Society
2009 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Entomologia
2009 - Atual
Periódico: Revista Colombiana de Entomología
2009 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Zoociências
2010 - Atual
Periódico: The Open Ecology Journal
2010 - Atual
Periódico: Revista de Biologia Neotropical
2010 - Atual
Periódico: Natureza & Conservação
2011 - Atual
Periódico: Acta Amazonica (Impresso)
2011 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Zoologia (Online) (Cessou em 2008. Cont. ISSN 1984-46
2011 - Atual
Periódico: Check List (São Paulo. Online)
2011 - Atual
Periódico: International Research Journal of Agricultural Science
2012 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Biology (Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Neotropical Entomology (Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Biological Conservation


Revisor de projeto de fomento


2014 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Populações e Comunidades.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Química.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Entomologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Interação Inseto-Planta.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia, Biogeografia e Diversidade de mariposas.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Morfologia de Lepidoptera.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2012
homenageada da Atlética do curso de Ecologia & Análise Ambiental da UFG - Associação Atlética Acadêmica Viviane Gianluppi Ferro, Atlética do curso de Ecologia & Análise Ambiental da UFG.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:9
Total de citações:79
Fator H:6
Ferro, Viviane G  Data: 17/07/2015

SCOPUS
Total de trabalhos:18
Total de citações:136
Ferro, V.G.  Data: 24/03/2017

Artigos completos publicados em periódicos

1.
OLIVEIRA, UBIRAJARA2018OLIVEIRA, UBIRAJARA ; SOARES-FILHO, BRITALDO SILVEIRA ; SANTOS, ADALBERTO J. ; PAGLIA, ADRIANO PEREIRA ; BRESCOVIT, ANTONIO D. ; BARBOSA, JOÃO PAULO PEIXOTO PENA ; DE CARVALHO, CLAUDIO J.B. ; SILVA, DANIEL PAIVA ; REZENDE, DANIELLA T. ; LEITE, FELIPE SÁ FORTES ; BATISTA, JOÃO AGUIAR NOGUEIRA ; STEHMANN, JOÃO RENATO ; ASCHER, JOHN S. ; VASCONCELOS, MARCELO FERREIRA DE ; DE MARCO, PAULO ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI ; LÖWENBERG-NETO, PETER . Reply to Biodiversity conservation gaps in Brazil: A role for systematic conservation planning. Perspectives in Ecology and Conservation, v. 16, p. 61-67, 2018.

2.
OLIVEIRA, UBIRAJARA2017 OLIVEIRA, UBIRAJARA ; SOARES-FILHO, BRITALDO SILVEIRA ; PAGLIA, ADRIANO PEREIRA ; BRESCOVIT, ANTONIO D. ; DE CARVALHO, CLAUDIO J. B. ; SILVA, DASNIEL PAIVA ; REZENDE, DANIELLA T. ; LEITE, FELIPE SÁ FORTES ; BATISTA, JOÃO AGUIAR NOGUEIRA ; BARBOSA, JOÃO PAULO PEIXOTO PENA ; STEHMANN, JOÃO RENATO ; ASCHER, JOHN S. ; DE VASCONCELOS, MARCELO FERREIRA ; DE MARCO, PAULO ; LÖWENBERG-NETO, PETER ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI ; SANTOS, ADALBERTO J. . Biodiversity conservation gaps in the Brazilian protected areas. Scientific Reports, v. 7, p. 1-9, 2017.

3.
TESTON, JOSÉ A.2016TESTON, JOSÉ A. ; FERRO, VIVIANE G. . Arctiini Leach, [1815] (Lepidoptera, Erebidae, Arctiinae) of the Brazilian Amazon. I - Subtribe Phaegopterina Kirby, 1892. Check List (São Paulo. Online), v. 12, p. 1852, 2016.

4.
MORENO, C.2016 MORENO, C. ; LANDEIRO, V. L. ; FERRO, V. G. . Plant species richness as the main driver of moth metacommunities. Ecological Entomology (Print), p. 707-715, 2016.

5.
NASCIMENTO, MILENA DE SOUSA2016NASCIMENTO, MILENA DE SOUSA ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI ; MONTEIRO, RICARDO FERREIRA . Arctiinae (Lepidoptera: Erebidae) in the state of Rio de Janeiro, Brazil. Biota Neotropica (Online. Edição em Inglês), v. 16, p. e20150112, 2016.

6.
MORENO, CAROLINA2016MORENO, CAROLINA ; FERRO, VIVIANE G . Arctiinae moths (Lepidoptera, Erebidae) of the Emas National Park, Goiás, Brazil. Biota Neotropica (Online. Edição em Inglês), v. 16, p. e20150037, 2016.

7.
OLIVEIRA, U.2016OLIVEIRA, U. ; PAGLIA, A. P. ; BRESCOVIT, A. D. ; CARVALHO, C. J. B. ; SILVA, D. P. ; TEIXEIRA, D. ; LEITE, F. S. F. ; BATISTA, J. A. N. ; BARBOSA, J. P. P. P. ; STEHMANN, J. R. ; ASCHER, J. S. ; VASCONCELOS, M. F. ; MARCO JR, P. ; LOWENBERG-NETO, P. ; DIAS, P. G. ; FERRO, V. G. ; SANTOS, A. J. . The strong influence of collection bias on biodiversity knowledge shortfalls of Brazilian terrestrial biodiversity. Diversity and Distributions (Print), v. 22, p. 1232-1244, 2016.

8.
TESTON, JOSÉ A.2016TESTON, JOSÉ A. ; FERRO, VIVIANE G. . Arctiini Leach, [1815] (Lepidoptera, Erebidae, Arctiinae) of the Brazilian Amazon. II - Subtribe Pericopina Walker, [1865]. Check List (São Paulo. Online), v. 12, p. 1988, 2016.

9.
MORENO, CAROLINA2015MORENO, CAROLINA ; MAGALHÃES, FLÁVIO C. ; REZENDE, LUIZ H. G. DE ; NEVES, KAREN ; FERRO, VIVIANE G. . Riqueza e composição de Arctiinae (Lepidoptera, Erebidae) em cinco Unidades de Conservação do Cerrado. Iheringia. Série Zoologia (Online), v. 105, p. 297-306, 2015.

10.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2014 FERRO, V. G.; LEMES, P. ; MELO, A. S. ; Loyola, R. D. . The Reduced Effectiveness of Protected Areas under Climate Change Threatens Atlantic Forest Tiger Moths. Plos One, v. 9, p. e107792, 2014.

11.
MORENO, CAROLINA2014MORENO, CAROLINA ; CIANCIARUSO, MARCUS V. ; SGARBI, LUCIANO FABRIS ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI . Richness and composition of tiger moths (Erebidae: Arctiinae) in a Neotropical savanna: are heterogeneous habitats richer in species?. Natureza & Conservação, v. 12, p. 138-143, 2014.

12.
SCHERRER, S.2013FERRO, V. G.; SCHERRER, S. ; RAMOS, M. N. ; Diniz, I. R. . Species composition and temporal activity of Arctiinae (Lepidoptera: Erebidae) in two cerrado vegetation types. Zoologia (Curitiba): an international journal for zoology, v. 30, p. 200-210, 2013.

13.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2012FERRO, V. G.; RESENDE, I. M. H. ; Duarte, M. . Mariposas Arctiinae (Lepidoptera: Erebidae) do estado de Santa Catarina, Brasil. Biota Neotropica (Edição em Português. Online), v. 12, p. 1-15, 2012.

14.
MORENO, C.2012MORENO, C. ; FERRO, V. G. . Intensidade de ataque a lagartas artificiais em diferentes formações vegetais do Cerrado. Bioikos (Campinas), v. 26, p. 71-75, 2012.

15.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2012FERRO, V. G.; Romanowski, H.P. . Diversity and composition of tiger moths (Lepidoptera: Arctiidae) in an area of Atlantic Forest in southern Brazil: is the fauna more diverse in the grassland or in the forest?. Zoologia (Curitiba): an international journal for zoology, v. 29, p. 7-18, 2012.

16.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2011FERRO, V. G.; Melo, A.S. . Diversity of tiger moths in a Neotropical hotspot: determinants of species composition and identification of biogeographic units. JOURNAL OF INSECT CONSERVATION, v. 15, p. 643-651, 2011.

17.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2010FERRO, V. G.; Melo, A.S. ; Diniz, I. R. . Richness of tiger moths (Lepidoptera: Arctiidae) in the Brazilian Cerrado: how much do we know?. Revista Brasileira de Zoologia (Online) (Cessou em 2008. Cont. ISSN 1984-4689 Zoologia (Curitiba. Online)), v. 27, p. 725-731, 2010.

18.
Diniz-Filho, J. A. F.2010Diniz-Filho, J. A. F. ; FERRO, V. G. ; Santos, T. ; Nabout, J. C. ; Dobrovolski, R. ; DeMarco, P. . The three phases of the ensemble forecasting of niche models: geographic range and shifts in climatically suitable areas of Utetheisa ornatrix (Lepidoptera, Arctiidae). Revista Brasileira de Entomologia (Impresso), v. 54, p. 339-349, 2010.

19.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2009FERRO, V. G.; TESTON, J. A. . Composição de espécies de Arctiidae (Lepidoptera) no sul do Brasil: relação entre tipos de vegetação e entre a configuração espacial do hábitat. Revista Brasileira de Entomologia (Impresso), v. 53, p. 278-286, 2009.

20.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2008 FERRO, V. G.; Diniz, I. R. . Biological attributes affect the data of description of tiger moths (Arctiidae) in the Brazilian Cerrado. Diversity and Distributions (Print), v. 14, p. 472-482, 2008.

21.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2007FERRO, V. G.; Diniz, I. R. . Composição de espécies de Arctiidae (Insecta, Lepidoptera) em áreas de Cerrado. Revista Brasileira de Zoologia (Online), v. 24, p. 635-646, 2007.

22.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2007FERRO, V. G.; Diniz, I. R. . Arctiidae (Insecta: Lepidoptera) da Estação Biológica de Boracéia (Salesópolis, São Paulo, Brasil). Biota Neotropica (Edição em português. Impresso), v. 7, p. 1-8, 2007.

23.
FERRO, V. G.;FERRO, VIVIANE GIANLUPPI;FERRO, VIVIANE G.;FERRO, VIVIANE G2006 FERRO, V. G.; GUIMARAES JUNIOR, P. R. ; TRIGO, J. R. . Why do larvae of Utetheisa ornatrix penetrate and feed in pods of Crotalaria? Larval performance versus chemical and physical constraints. Entomologia Experimentalis et Applicata, v. 121, p. 23-29, 2006.

24.
KAMINSKI, L. A.2002KAMINSKI, L. A. ; TAVARES, M. ; FERRO, V. G. ; MOREIRA, G. R. P. . Ultraestrutura tegumentar externa dos estágios imaturos de heliconíneos neotropicais: III - Heliconius erato phyllis (Fabricius, 1775). Revista Brasileira de Zoologia (Online), Curitiba, v. 19, p. 977-993, 2002.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Bond-Buckup, G. Dreier,C. Boldrini, I.I. Longhi-Wagner, H.M. Eggers, L. Melo, A.S. Buckup, L. Castiglioni, D.S. Bueno, A.A.P. GRAZIA, J. Romanowski, H.P. ARAUJO, P. B. SCHWERTNER, C. F. ISERHARD, C. A. MOURA, L. A. FERRO, V. G. Fucilini, L.L. Malabarba, L.R. Anza, J.A. Oliveira, C.L.C. Verrastro, L. Schossler,M. Colombo, P. Zank, C. Fontana, C.S. , et al.Reppening, M. Rovedder, C.E. Gonçalves, M.L. Freitas, T.O. Stolz,J.F.B. ; Biodiversidade dos Campos de Cima da Serra. Livro de Atividades. Porto Alegre: Libretos, 2008. v. 1. 96p .

Capítulos de livros publicados
1.
FERRO, VIVIANE G.. Deliciosamente tóxica. In: Lima, F.P.. (Org.). Pesquisa no Parque. Curiosidades sobre bichos e plantas do Parque Nacional das Emas. 1ed.Goiânia: UFG, 2013, v. , p. 16-17.

2.
FERRO, V. G.; Diniz, I. R. . Riqueza e composição das mariposas Arctiidae (Lepidoptera) no Cerrado. In: Diniz I. R.; Marinho-Filho J.; Machado R. B.; Cavalcanti R.. (Org.). Cerrado: conhecimento quantitativo como subsídio para as ações de conservação. 1ed.Brasília: Editora Thesaurus, 2010, v. , p. 255-313.

3.
GRAZIA, J. ; Romanowski, H.P. ; ARAUJO, P. B. ; SCHWERTNER, C. F. ; ISERHARD, C. A. ; MOURA, L. A. ; FERRO, V. G. . Artrópodes terrestres. In: Buckup, G. B.. (Org.). Biodiversidade dos Campos de Cima da Serra. Porto Alegre: Libretos, 2008, v. , p. 76-97.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
OLIVEIRA, U. ; PAGLIA, A. ; BRESCOVIT, A. ; CARVALHO, C. ; SILVA, D. ; TEIXEIRA, D. ; LEITE, F. ; BATISTA, J. ; BARBOSA, J. ; STEHMANN, J. ; ASCHER, J. ; VASCONCELOS, M. ; MARCO, P. ; LOWENBERG-NETO, P. ; DIAS, P. ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI ; SANTOS, A. ; FILHO, B. . Evolutionary approach for mapping biodiversity priorities in Brazil. In: International Conference on cenarios and models of biodiversity and ecossystems services in support of decision-making, 2016, Montpellier. International Conference on cenarios and models of biodiversity and ecossystems services in support of decision-making, 2016.

2.
OLIVEIRA, U. ; PAGLIA, A. ; BRESCOVIT, A. ; CARVALHO, C. ; SILVA, D. ; TEIXEIRA, D. ; LEITE, F. ; BATISTA, J. ; BARBOSA, J. ; STEHMANN, J. ; ASCHER, J. ; VASCONCELOS, M. ; MARCO, P. ; LOWENBERG-NETO, P. ; DIAS, P. ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI ; SANTOS, A. . Seleção e conservação filogenética de nicho e a origem das áreas de endemismo em Mata Atlântica. In: III Simpósio de Zoologia Sistemática, 2015, Belo Horizonte. III Simpósio de Zoologia Sistemática, 2015.

3.
MAGALHÃES, V. B. S. ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI . Testando a existência de defesa induzida no sistema Caryocar brasiliense-formigas em duas estações do ano. In: XI Congresso de Ecologia do Brasil, 2013, Porto Seguro. XI Congresso de Ecologia do Brasil, 2013.

4.
CARRASCOSA, V. A. C. ; FERRO, VIVIANE GIANLUPPI ; Cianciaruso, M. V. ; DELABIE, J. H. C. ; MORENO, C. ; NEVES, KAREN . DETERMINANTES DA RIQUEZA DE ESPÉCIES DE FORMIGAS ARBORÍCOLAS EM UMA ÁREA DE CERRADO. In: X CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2013, Goiânia. X CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2013.

5.
FERRO, V. G.; LEMES, P. ; MELO, A. S. ; Loyola, R. D. . Eficiência de unidades de conservação da Mata Atlântica em proteger espécies de mariposas Arctiinae (Erebidae) diante das mudanças climáticas globais. In: XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, 2012, Curitiba. XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, 2012.

6.
MORENO, C. ; SGARBI, L. F. ; REZENDE, L. H. G. ; FERRO, V. G. . RICHNESS AND COMPOSITION OF ARCTIINAE MOTHS (LEPIDOPTERA: NOCTUIDAE) IN DIFFERENT PHYTOPHYSIOGNOMIES IN AN AREA OF BRAZILIAN CERRADO. In: IV Encuentro de Lepidoptera Neotropicales, 2012, Montevideo. IV Encuentro de Lepidoptera Neotropicales, 2012.

7.
REZENDE, L. H. G. ; MORENO, C. ; FERRO, V. G. . GEOGRAPHICAL RANGE, HOST PLANTS AND BODY SIZE OF THE NEOTROPICAL ARCTIINAE (LEPIDOPTERA: NOCTUIDAE). In: IV Encuentro de Lepidoptera Neotropicales, 2012, Montevideo. IV Encuentro de Lepidoptera Neotropicales, 2012.

8.
FERRO, V. G.; Romanowski, H.P. . Riqueza e composição de espécies de mariposas Arctiidae (Lepidoptera) numa área de Mata Atlântica no sul do Brasil. In: XXIII Congresso Brasileiro de Entomologia, 2010, Natal. Congresso Brasileiro de Entomologia, 2010.

9.
FERRO, V. G.; Diniz, I. R. ; Becker, V. O. . Padrões de riqueza e distribuição espacial dos Arctiidae do Cerrado. In: I Encontro de Lepidoptera Neotropicais, 2005, Campinas. Livro de Resumos, 2005. p. 39-39.

10.
FERRO, V. G.; Diniz, I. R. ; Becker, V. O. . Diversidade de Arctiidae (Lepidoptera) do Cerrado: dados preliminares. In: XX Congresso Brasileiro de Entomologia, 2004, Gramado. Livro de Resumos, 2004. p. 195-195.

11.
Ribeiro, P. A. ; Medeiros, M. A. ; Rodovalho, S. ; FERRO, V. G. ; Diniz, I. R. ; Morais, H. C. . Herbivoria em Hymatanthus obovatus (Apocynaceae): tipos e proporção de danos em relação à idade das folhas. In: XX Congresso Brasileiro de Entomologia, 2004, Gramado. Livro de Resumos, 2004. p. 419-419.

12.
Brown, K. S. ; Freitas, A. V. L. ; Uehara-Prado, M. ; Osses, F. ; Alonso, R. S. ; Francini, R. B. ; FERRO, V. G. ; Furegatti, A. N. . Biomas do estado de São Paulo: identificação, classificação e conservação usando Lepidoptera. In: III Simpósio do Programa Biota/Fapesp, 2002, São Carlos. Livro de Resumos, 2002.

13.
FERRO, V. G.; TRIGO, J. R. . Seleção da planta hospedeira e performance em Utetheisa ornatrix (Lep.: Arctiidae).. In: V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001, Porto Alegre. Livro de Resumos, 2001. v. 5. p. 70-70.

14.
FERRO, V. G.; TRIGO, J. R. . Utilização de vagens de Crotalaria pallida por larvas de Utetheisa ornatrix (Arctiidae): fatores químicos e morfológicos atuando contra predadores. In: V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001, Porto Alegre. Livro de Resumos, 2001. v. 5. p. 70-70.

15.
FERRO, V. G.; TRIGO, J. R. . Performance of Utetheisa ornatrix (Lepid., Arctiidae) in two species of Crotalaria (Fabaceae) host plants. In: XXI International Congress of Entomology, 2000, Foz do Iguacu. International Congress of Entomology, 2000. v. 21. p. 245-245.

16.
CITOLIN, G. C. ; CORBO, M. C. ; YOSHIDA, T. P. ; FERRO, V. G. ; TRIGO, J. R. . Performance da larva de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera, Arctiidae) em diferentes partes de Crotalaria pallida (Fabaceae). In: I Encontro Brasileiro de Ecologia Quimica, 1999, Curitiba. Encontro Brasileiro de Ecologia Química, 1999. v. 1. p. 31-31.

17.
FERRO, V. G.; MOREIRA, G. R. P. . Influência da dieta na performance reprodutiva das fêmeas de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera, Nymphalidae). In: XXII Congresso Brasileiro de Zoologia, 1998, Recife. Congresso Brasileiro de Zoologia, 1998. v. 22. p. 167-167.

18.
FERRO, V. G.; MOREIRA, G. R. P. . Influência do polen na longevidade e na fecundidade de fêmeas de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera, Nymphalidae). In: IX Salao de Iniciacao Cientifica, 1997, Porto Alegre. Salao de Iniciacao Cientifica, 1997. v. 9. p. 208-208.

19.
FERRO, V. G.; MOREIRA, G. R. P. . Preferência alimentar de larvas de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera, Nymphalidae) em relação a duas espécies de Passifloraceae. In: VIII Salao de Iniciacao Cientifica, 1996, Porto Alegre. Salao de Iniciacao Cientifica, 1996. v. 8. p. 184-184.

Apresentações de Trabalho
1.
FERRO, V. G.. Diversidade de Arctiidae (Insecta: Lepidoptera) do Cerrado. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FERRO, V. G.. Explicando a diversidade beta das mariposas Arctiidae: importância relativa dos tipos de vegetação e da distância geográfica. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
FERRO, V. G.. Explicando a diversidade beta das mariposas Arctiidae (Insecta: Lepidoptera): importância relativa dos tipos de vegetação e da distância geográfica. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
FERRO, V. G.. Análises Multivariadas - exemplos práticos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
FERRO, V. G.. Diversidade de Arctiidae (Lepidoptera) nos Campos de Cima da Serra: diferenças entre campo e mata. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
FERRO, V. G.. Diversidade de Arctiidae nos Campos de Cima da Serra. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FERRO, V. G.. Padrões de utilização de Crotalaria spp (Leguminosae: Papilionoidea: Crotalariae) por larvas de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae). 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
FERRO, V. G.. Avanços na criação de Heliconius erato (Lepidoptera) em condições de insetário e laboratório. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
FERRO, V. G.. Revista Brasileira de Entomologia. 2016.

2.
FERRO, V. G.. Bioikos. 2016.

3.
FERRO, V. G.. Bioikos. 2015.

4.
FERRO, V. G.. Check List. 2014.

5.
FERRO, V. G.. Revista de Biologia Neotropical. 2013.

6.
FERRO, V. G.. Bioikos. 2013.

7.
FERRO, V. G.. Bioikos. 2013.

8.
FERRO, V. G.. Brazilian Journal of Biology. 2012.

9.
FERRO, V. G.. Neotropical Entomology. 2012.

10.
FERRO, V. G.. Biological Conservation. 2012.

11.
FERRO, V. G.. Zoologia. 2011.

12.
FERRO, V. G.. Revista Brasileira de Entomologia. 2011.

13.
FERRO, V. G.. Acta Amazonica. 2011.

14.
FERRO, V. G.. Check List. 2011.

15.
FERRO, V. G.. International Research Journal of Agricultural Science. 2011.

16.
FERRO, V. G.. Acta Amazonica. 2011.

17.
FERRO, V. G.. Revista Brasileira de Entomologia. 2011.

18.
FERRO, V. G.. Revista Brasileira de Entomologia. 2010.

19.
FERRO, V. G.. Natureza & Conservação. 2010.

20.
FERRO, V. G.. The Open Ecology Journal. 2010.

21.
FERRO, V. G.. Revista de Biologia Neotropical. 2010.

22.
FERRO, V. G.. Revista Brasileira de Entomologia. 2009.

23.
FERRO, V. G.. Iheringia. Série Zoologia. 2009.

24.
FERRO, V. G.. Revista Brasileira de Zoociências. 2009.

25.
FERRO, V. G.. Revista Colombiana de Entomologia. 2009.

26.
FERRO, V. G.. Biological Journal of the Linnean Society. 2008.

27.
FERRO, V. G.. Boletim do Museu Nacional. Zoologia. 2008.

28.
FERRO, V. G.. Oecologia Brasiliensis. 2008.

29.
FERRO, V. G.. Iheringia. Série Zoologia. 2007.

30.
FERRO, V. G.. Iheringia. Série Zoologia. 2007.


Demais tipos de produção técnica
1.
MORENO, C. ; FERRO, V. G. . Mariposas Arctiinae. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Coleção Biodiversidade do Parque Nacional das Emas. Volume 1).

2.
MORENO, C. ; FERRO, V. G. . Vaga-lume. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Coleção Biodiversidade do Parque Nacional das Emas. Volume 1).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Paola Arielle Ferreira Nobre. Efeito da amplitude da dieta e da abundância de plantas sobre o uso de hospedeiras por insetos herbívoros em capítulos de Asteraceae. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás.

2.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Lucas Gontijo Gomes. Determinantes de riqueza e padrões de uso de plantas hospedeiras por moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae). 2013. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás.

3.
DeMarco, P.; FERRO, V. G.; Brandão, D.. Participação em banca de Yessenia Paulina Rosero Gordon. Influência da transformação da cobertura vegetal na comunidade de besouros de dossel (Coleoptera: Carabidae) em florestas de terra firme da amazônia equatoriana. 2010. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás.

4.
FERRO, V. G.; GAIESKY, V. L. S. V.; CASAGRANDE, M. M.. Participação em banca de Marina Todeschini de Quadros. Diversidade e composição da assembléia de borboletas (Lepidoptera: Papilionoidea e Hesperoidea) em diferentes ambientes da Floresta Nacional de São Francisco de Paula, RS. 2009. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
Moraes, A.B.B.; FERRO, V. G.; Mendonça Jr, M. de S.. Participação em banca de Daniel Eloy de Sousa Castro. Diversidade de borboletas frugívoras (Lepidoptera; Papilionoidea e Hesperioidea) em três morros graníticos de Porto Alegre, RS, Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Ana Luiza Gomes Paz. Composição de Satyrini (Lepidoptera, Nymphalidae, Satirinae) no Rio Grande do Sul, Brasil. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Biodiversidade Animal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FERRO, VIVIANE G.. Participação em banca de Edgar Luiz de Lima.Efeito da fragmentação de habitat na assembléia de artrópodes de serrapilheira. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás.

2.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Andressa Paulino Costa.Distribuição potencial de Neoseiulus californicus (Acari: Phytoseiidae): os efeitos da temperatura e sua consequencia na utilização no controle biológico. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás.

3.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Camila Silva Matos.Utilização de macroinvertebrados bentônicos como indicadores da qualidade ambiental em um trecho do córrego Botafogo, Goiânia, GO. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás.

4.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Renata Tharyanne Alves Moraes.Avanços no conhecimento ecológico de protozoários ciliados planctônicos de água doce: uma análise cienciométrica. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás.

5.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Aline de Oliveira Paiva.Análise comparativa da dieta da coruja Tyto furcata (Aves: Strigiformes) na estação seca e chuvosa no estado de Goiás. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás.

6.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Karla Costa Siqueira.Avaliação da produção científica sobre as espécies do gênero Podocnemis (tartarugas de água doce): implicações para a conservação. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás.

7.
FERRO, V. G.. Participação em banca de Wagner Jordane Ferreira.Fauna de ácaros (Arachnida, Acari) associada com Pouteria torta (Sapotaceae) no Parque Nacional das Emas, Goiás. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás.

8.
FERRO, V. G.; Bastos, R. P.; DeMarco, P.. Participação em banca de Leonardo Lima Bergamini.Predação de sementes em Bauhinia curvula Benth. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás.

9.
FERRO, V. G.; ARAUJO, A. M.. Participação em banca de Josielma Hoffman de Macedo.Utilização de recursos florais por adultos de Heliconius erato phyllis em diferentes ambientes. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
FERRO, VIVIANE G.; Daud, R.D.; Oliveira, S.S.. Processo seletivo simplificado para professor por tempo determinado. 2016. Universidade Federal de Goiás.

2.
FERRO, V. G.. Processo seletivo simplificado para professor por tempo determinado. 2014. Universidade Federal de Goiás.

Outras participações
1.
FERRO, V. G.. Comitê Externo PIBIC. 2016. Universidade Estadual de Goiás.

2.
FERRO, V. G.; ARAUJO, P. B.. Morfologia comprada dos estágios de larva e pupa, e identificação dos Heliconiini (Lepidoptera, Nymphalidae, Heliconiinae) do Rio Grande do Sul. 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
FERRO, V. G.; Romanowski, H.P.. Composição e estrutura da fauna araneológica (Arachnida; Araneae) associada a matas ciliares em diferentes latitudes no Rio Grande do Sul, Brasil. 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
FERRO, V. G.. IV Jornada de Iniciação Científica. 2008. Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul.

5.
FERRO, V. G.. Avaliação dos projetos de doutorado e mestrado PPG BAN. 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
MULLER, S. C.; FERRO, V. G.; Rodrigues, D.. XIX Salão de Iniciação Científica. 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
Hartz, S.M.; FERRO, V. G.; Schreiner, R.. XIX Salão de Iniciação Científica. 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia. Eficiência de unidades de conservação da Mata Atlântica em proteger espécies de mariposas Arctiinae (Erebidae) diante das mudanças climáticas globais. 2012. (Congresso).

2.
XXIII Congresso Brasileiro de Entomologia. Riqueza e composição de espécies de mariposas Arctiidae (Lepidoptera) numa área de mata atlântica no sul do Brasil. 2010. (Congresso).

3.
Biofórum.Diversidade de Arctiidae (Insecta: Lepidoptera) do Cerrado. 2008. (Seminário).

4.
III Encontro do Laboratório de Ecologia de Insetos - Oficina de Análise em Biodiversidade.Análises Multivariadas - exemplos práticos. 2008. (Encontro).

5.
XXX Seminários sobre Arthropoda.Explicando a diversidade beta das mariposas Arctiidae (Insecta: Lepidoptera): importância relativa dos tipos de vegetação e da distância geográfica. 2008. (Seminário).

6.
II Encontro do Laboratório Ecologia de Insetos - Oficina de Diversidade e Conservação de Insetos.Diversidade de Arctiidae nos Campos de Cima da Serra. 2007. (Encontro).

7.
XXVIII Seminários sobre Arthropoda.Diversidade de Arctiidae (Lepidoptera) nos Campos de Cima da Serra: diferenças entre campo e mata. 2007. (Seminário).

8.
XXVII Seminários sobre Arthropoda. 2007. (Seminário).

9.
I Encontro de Lepidoptera Neotropicais.Padrões de riqueza e distribuição espacial dos Arctiidae do Cerrado. 2005. (Encontro).

10.
XX Congresso Brasileiro de Entomologia. Diversidade de Arctiidae (Lepidoptera) do cerrado: dados preliminares; Herbivoria em Hymatanthus obovatus (Apocynaceae): tipos e proporção de danos em relação à idade das folhas. 2004. (Congresso).

11.
XVIII Seminários sobre Arthropoda.Padrões de utilização de Crotalaria spp (Leguminosae: Papilionoidea: Crotalariae) por larvas de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae). 2002. (Seminário).

12.
V Congresso de Ecologia do Brasil. Seleção da planta hospedeira e performance em Utetheisa ornatrix (Lep.: Arctiidae); Utilização de vagens de Crotalaria pallida por larvas de Utetheisa ornatrix (Arctiidae): fatores químicos e morfológicos atuando contra predadores. 2001. (Congresso).

13.
XXI International Congress of Entomology. Performance of Utetheisa ornatrix (Lepid., Arctiidae) in two species of Crotalaria (Fabaceae) host plants. 2000. (Congresso).

14.
I Encontro Brasileiro de Ecologia Química.Performance da larva de Utetheisa ornatrix (Lepidoptera, Arctiidae) em diferentes partes de Crotalaria pallida (Fabaceae). 1999. (Encontro).

15.
44° Congresso Nacional de Genética. 1998. (Congresso).

16.
X Seminários sobre Arthropoda.Avanços na criação de Heliconius erato (Lepidoptera) em condições de insetário e laboratório. 1998. (Seminário).

17.
XXII Congresso Brasileiro de Zoologia. Influencia da dieta na performance reprodutiva das femeas de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera, Nymphalidae). 1998. (Congresso).

18.
IX Salão de Iniciação Científica. Influencia do polen na longevidade e na fecundidade de femeas de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera, Nymphalidae). 1997. (Congresso).

19.
XVI Congresso Brasileiro de Entomologia. 1997. (Congresso).

20.
VIII Salão de Iniciação Científica. Preferencia alimentar de larvas de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera, Nymphalidae) em relacao a duas especies de Passifloraceae. 1996. (Congresso).

21.
XXI Congresso Brasileiro de Zoologia. 1996. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Marchiori, O.M. ; FERRO, V. G. . III Encontro do Laboratório de Ecologia de Insetos - Oficina de análise em Biodiversidade. 2008. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Glendha. Efeito da presença de predadores sobre o comportamento de lepidópteros polinizadores. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

2.
Davi Amaral Lopes. Diversidade beta e funcional de mariposas Arctiinae no tempo e no espaço. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

3.
Gerson Borges Gomes. Predação de lagartas de Utetheisa ornatrix em diferentes fitofisionomias do Cerrado. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Vidal A. Cobos Carrascosa. Importância Da Quantidade E Heterogeneidade Do Habitat Na Riqueza E Redundância Funcional De Formigas Arborícolas. 2014. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás, Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

2.
Carolina Moreno dos Santos. Influência da heterogeneidade do habitat e da intensidade de predação nos padrões de riqueza e diversidade beta de mariposas Arctiinae (Lepidoptera: Noctuidae). 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

Tese de doutorado
1.
Carolina Moreno dos Santos. Diversidade espacial, temporal e filogenética de mariposas Arctiinae (Lepidoptera: Erebidae). 2017. Tese (Doutorado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Pedro Henrique Santana Xavier. Variação temporal na abundância e riqueza de espécies de mariposas Arctiinae. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

2.
Lorena Souza Lima. Efeito do estresse luminoso em Crotalaria spectabilis (Fabaceae) e em seu inseto herbívoro, a mariposa Utetheisa ornatrix (Erebidae: Arctiinae). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

3.
Marcos Vinícius Moreira Crispim. Dispersão em Lepidoptera: uma análise cienciométrica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

4.
Letícia Lorrany Barbosa. Efeito do estresse luminoso sobre Crotalaria spectabilis (Fabaceae). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

5.
Amanda Honório Rosa. Abundância, composição e riqueza de espécies de Arctiinae (Lepidoptera: Erebidae) nas estações seca e chuvosa. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

6.
Matheus Alves de Carvalho. Assimetria flutuante em paisagens com diferentes níveis de perturbação antrópica. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

7.
Verônica Bernardino de Souza Magalhães. Testando a existência de defesa induzida no sistema Caryocar brasiliense-formiga em duas estações do ano. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

Iniciação científica
1.
Lorena Sousa Lima. Efeito do estresse da planta sobre o desenvolvimento da mariposa Utetheisa ornatrix (Arctiinae).. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

2.
Mariana Nunes Valério. Efeito das mudanças globais sobre a amplitude de sobreposição de nichos de mariposas Arctiinae e suas plantas hospedeiras. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

3.
Pedro Henrique Santana Xavier. Diversidade temporal de mariposas Arctiinae. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

4.
Leonardo Marques de Abreu. Efeito do estresse da planta sobre o desenvolvimento da mariposa Utetheisa ornatrix (Arctiinae). 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

5.
Mariana Nunes Valério. Efeito das mudanças globais sobre a amplitude de sobreposição de Nicho de Mariposas Arctiinae e suas plantas hospedeiras. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

6.
Luiz Henrique G. de Rezende. Relações entre amplitude de distribuição geográfica, tamanho do corpo e especificidade alimentar em mariposas Arctiinae. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

7.
Verônica Bernardino de Souza Magalhães. O papel das formigas na proteção de Davilla elliptica A. St.-Hil. contra insetos herbívoros. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

8.
Ângela Soares Barbosa. Padrões de distribuição e riqueza das mariposas Arctiidae do Cerrado. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

9.
Flávio Cardoso Magalhães. Riqueza e composição de Arctiinae (Lepidoptera: Erebidae) em áreas de Cerrado. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

10.
Leticia Lorrany Barbosa. Efeito do estresse luminoso em Crotalaria spectabilis (Fabaceae). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

11.
Luiz Henrique G. de Rezende. Mariposas Arctiidae do Cerrado: preenchendo lacunas do conhecimento. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

12.
Taynara Nascimento. Importância de fatores ambientais e da distância geográfica na diversidade beta de mariposas Arctiidae do Cerrado. 2011. Iniciação Científica - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

Orientações de outra natureza
1.
Sara Pereira. Monitoria em Zoologia dos Invertebrados. 2017. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, UFG. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

2.
Dandara Moura dos Santos. Monitoria em Zoologia III. 2017. Orientação de outra natureza. (Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, UFG. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

3.
Matheus Silva de Souza. Monitoria em Zoologia dos Inveretebrados. 2016. Orientação de outra natureza. (Ecologia e Análise Ambiental) - Universidade Federal de Goiás, UFG. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

4.
Flávio Cardoso Magalhães. Monitoria em Zoologia. 2015. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, UFG. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

5.
Karla Costa Siqueira. Monitoria em Zoologia. 2014. Orientação de outra natureza. (Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, UFG. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

6.
Carolina Moreno dos Santos. Padrões de distribuição das mariposas Arctiinae no Cerrado, no Brasil e nos neotrópicos. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.

7.
Luiz Henrique G. de Rezende. Repositório de dados para a caracterização das mariposas Arctiinae neotropicais. 2012. Orientação de outra natureza. (Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Viviane Gianluppi Ferro.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
FERRO, VIVIANE G.. Deliciosamente tóxica. In: Lima, F.P.. (Org.). Pesquisa no Parque. Curiosidades sobre bichos e plantas do Parque Nacional das Emas. 1ed.Goiânia: UFG, 2013, v. , p. 16-17.


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
MORENO, C. ; FERRO, V. G. . Mariposas Arctiinae. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Coleção Biodiversidade do Parque Nacional das Emas. Volume 1).

2.
MORENO, C. ; FERRO, V. G. . Vaga-lume. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Coleção Biodiversidade do Parque Nacional das Emas. Volume 1).



Outras informações relevantes


É sócia do Instituto Uiraçu (ONG que objetiva a conservação da mata atlântica do sul da Bahia) e da Sociedade Brasileira de Zoologia



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 16:11:22