Deilson Elgui de Oliveira

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5240998569868081
  • Última atualização do currículo em 01/11/2018


Biomédico pelo Instituto de Biociências de Botucatu (1997) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP). Doutor em Patologia pela Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB; 2002), UNESP, com pós-doutoramento na Weill Cornell Medical College, EUA (2008-2009). Atua na UNESP em regime de tempo integral e dedicação exclusiva como docente junto ao Departamento de Patologia da FMB (2003-*) e como pesquisador do Instituto de Biotecnologia da UNESP (2015-*). Possui experiência em Patologia Humana, com ênfase em Cancerologia e Patologia Molecular. Principais temas de trabalho: biologia dos cânceres, carcinogênese viral e carcinogênese ambiental. Realizou estágios de curta duração em diversas instituições no exterior, incluindo Children's & Women?s Hospital / University of British Columbia (Vancouver, BC, Canada; 2004); Texas Children?s Hospital / Baylor College of Medicine (Houston, TX, USA; 2005); Hillman Cancer Center / University of Pittsburgh (Pittsburgh, PA, USA; 2006), Weill Medical College / Cornell University (New York, NY, USA; 2007; 2008-2009) e Whitehead Institute / Massachusetts Institute of Technology (Cambridge, MA, USA; 2012). É coordenador e Investigador Principal do Grupo de Estudos em Carcinogênese Viral e Biologia dos Cânceres (ViriCan - http://virican.net). LINKS: ORCID: https://orcid.org/0000-0001-5562-9648; Google Scholar - http://goo.gl/wdGbi; ResearchID - http://goo.gl/ewUOg; Publons: http://goo.gl/Foh7k5; FAPESP: http://goo.gl/DTTxT. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Deilson Elgui de Oliveira
Nome em citações bibliográficas
ELGUI DE OLIVEIRA, D.;DE OLIVEIRA, D. E.;OLIVEIRA D. E.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Patologia.
Av. Prof. Mário Rubens G. Montenegro, s/n
Unesp Campus de Botucatu
18618687 - Botucatu, SP - Brasil
Telefone: (14) 38801573
Fax: (14) 38152348
URL da Homepage: http://virican.net


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2002
Doutorado em Patologia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Infecção pelo vírus de Epstein-Barr (EBV) e vírus do papiloma humano (HPV), expressão de p53 e proliferação celular em carcinomas de nasofaringe e laringe, Ano de obtenção: 2002.
Orientador: Maura Moscardi Bacchi.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Câncer; Respiratory tract.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica / Especialidade: Genética de Tumores Sólidos.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Aplicada / Especialidade: Microbiologia Médica.
Setores de atividade: Saúde Humana.
1994 - 1997
Graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
1990 - 1992
Curso técnico/profissionalizante em Técnico Em Patologia Clínica.
Escola Americana e Colégio Mackenzie, EACM, Brasil.


Pós-doutorado


2008 - 2009
Pós-Doutorado.
Weill Cornell Medical College, WEILL, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Anatomia Patológica e Patologia Clínica / Especialidade: Biologia do Câncer.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Anatomia Patológica e Patologia Clínica / Especialidade: Biologia dos cânceres.


Formação Complementar


2018 - 2018
Workshop de elaboração de Testes de Múltipla Escolha NBME/HSL. (Carga horária: 4h).
Hospital Sírio-Libanês, SIRIO-LIBANÊS, Brasil.
2017 - 2017
Seminário de avaliação do Estudante: domínios, funções e atributos. (Carga horária: 9h).
Faculdade de Medicina de Botucatu, FMB-UNESP, Brasil.
2014 - 2014
Best Practices in Publishing. (Carga horária: 12h).
Faculdade de Medicina de Botucatu, FMB-UNESP, Brasil.
2014 - 2014
Medical Education in the New Millennium. (Carga horária: 30h).
Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
2013 - 2013
Análise de Indicadores Cienciométricos nas Ciência. (Carga horária: 6h).
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, SBPC, Brasil.
2013 - 2013
Fórum de Educação em Patologia. (Carga horária: 12h).
Faculdade de Medicina de Botucatu, FMB-UNESP, Brasil.
2013 - 2013
Fórum Indicadores Ensino dos Cursos de Graduação. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2011 - 2011
Ensino e aprendizagem na Universidade. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2011 - 2011
Valorização do Ensino de Graduação na Universidade. (Carga horária: 4h).
Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, FCA, Brasil.
2011 - 2011
Avaliação por competências. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2009 - 2009
Proteomics for Pathologists. (Carga horária: 3h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2009 - 2009
Basic Principles & Practice of Molecular Pathology. (Carga horária: 5h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2009 - 2009
Laboratory Safety. (Carga horária: 2h).
Weill Cornell Medical College, WEILL, Estados Unidos.
2009 - 2009
The Twelve Keys to Successful Grant Writing. (Carga horária: 3h).
Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, MSKCC, Estados Unidos.
2009 - 2009
Foundation Grant Funding. (Carga horária: 3h).
Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, MSKCC, Estados Unidos.
2009 - 2009
Advanced Molecular Pathology. (Carga horária: 5h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2008 - 2008
Radiation Safety for Lab Personnel. (Carga horária: 6h).
Weill Cornell Medical College, WEILL, Estados Unidos.
2007 - 2007
Targeted Therapy of Cancer. (Carga horária: 6h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2007 - 2007
Case Studies in Molecular Surgical Pathology. (Carga horária: 3h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2007 - 2007
Advanced Molecular Pathology. (Carga horária: 5h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2007 - 2007
Capacitação Banco de Avaliadores do Sinaes (BASis). (Carga horária: 24h).
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.
2006 - 2006
Oficina de Estudos Pedagógicos. (Carga horária: 36h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2006 - 2006
Células Tronco e Terapia Celular. (Carga horária: 7h).
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, SBPC, Brasil.
2006 - 2006
Sociologia da Medicina e da Saúde. (Carga horária: 7h).
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, SBPC, Brasil.
2006 - 2006
Empreendedorismo (Parceria UNESP e SEBRAE-SP). (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2006 - 2006
Transfecção de células de mamíferos (prático). (Carga horária: 12h).
Instituto de Biociências de Botucatu, IBB-UNESP, Brasil.
2005 - 2005
Advanced Molecular Pathology. (Carga horária: 4h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2005 - 2005
In Situ Hybridization. (Carga horária: 4h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2005 - 2005
Curso Longo de Biologia Molecular. (Carga horária: 8h).
Sociedade Brasileira de Patologia, SBP**, Brasil.
2005 - 2005
Treinamento Em Pcr Em Tempo Real Real Time Pcr. (Carga horária: 40h).
Ludwig Institute For Cancer Research, LICR, Brasil.
2004 - 2004
Advanced Molecular Pathology. (Carga horária: 8h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2004 - 2004
Gene Arrays And Tissue Arrays For Pathologists. (Carga horária: 4h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2004 - 2004
Molecular Studies in Leukemias & Lymphomas. (Carga horária: 4h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2004 - 2004
Aprendizagem Baseada Em Problemas. (Carga horária: 16h).
Faculdade de Medicina de Botucatu, FMB-UNESP, Brasil.
2004 - 2004
Society For Cardiovascular Pathology (CM). (Carga horária: 4h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2004 - 2004
American Society of Investigative Pathology (CM). (Carga horária: 4h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2004 - 2004
Forensic Pathology. (Carga horária: 2h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2004 - 2004
Hematopathology. (Carga horária: 2h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2004 - 2004
Dermatopathology. (Carga horária: 2h).
United States And Canadian Academy Of Pathology, U.S.C.A.P., Estados Unidos.
2003 - 2003
Extensão universitária em Biologia Molecular Diagnóstica. (Carga horária: 6h).
Fleury Centro de Medicina Diagnóstica, FLEURY, Brasil.
2003 - 2003
Curso Básico de Cancerologia Para Não Especialista. (Carga horária: 8h).
Sociedade Brasileira de Cancerologia, SBC, Brasil.
2003 - 2003
Oficina de Didática no Ensino Superior. (Carga horária: 32h).
Faculdade de Medicina de Botucatu, FMB-UNESP, Brasil.
2003 - 2003
Hematopatologia. (Carga horária: 8h).
Sociedade Brasileira de Patologia, SBP**, Brasil.
2003 - 2003
Atualização Continuada à Distância Em Oncologia.
Rede Brasileira de Combate Ao Câncer Sbc Sboc, RBCC, Brasil.
2001 - 2001
Genetic Studies In Humam Hematologic Malignancies. (Carga horária: 21h).
Harvard University, HARVARD, Estados Unidos.
2001 - 2001
Molecular Control Of Apoptosis. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2001 - 2001
Apoptose: metodologias, mecanismos e aplicações. (Carga horária: 4h).
Associação Latino Americana de Mutagênese Carcinogênese e Teratogênese Ambi, ALAMCTA, Brasil.
2000 - 2000
Capacitação Docente e Treinamento de Tutores. (Carga horária: 40h).
Faculdade de Medicina de Botucatu, FMB-UNESP, Brasil.
2000 - 2000
Tecnologia de microarray. (Carga horária: 16h).
Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.
1999 - 1999
Mouse Lymphoma Assay. (Carga horária: 8h).
Associação Latino Americana de Mutagênese Carcinogênese e Teratogênese Ambi, ALAMCTA, Brasil.
1999 - 1999
Genética Molecular do Câncer. (Carga horária: 12h).
.
1999 - 1999
Uso da Técnica de Fish em Citogenética de Tumores. (Carga horária: 24h).
Sociedade Brasileira de Biologia Celular, SBBC, Brasil.
1999 - 1999
Biologia Molecular Aplicada à Medicina. (Carga horária: 20h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
1998 - 1998
Hpv e Câncer Profa Dra Luisa Lina Villa. (Carga horária: 180h).
Ludwig Institute For Cancer Research, LICR, Brasil.
1996 - 1998
Patologia Humana - Profa. Dra. Maura M. Bacchi.
Faculdade de Medicina de Botucatu, FMB-UNESP, Brasil.
1994 - 1997
Programa Especial de Treinamento (PET-CAPES).
.
1995 - 1995
Biologia Molecular - Prof. Dr. Fernando F. Costa. (Carga horária: 160h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
1995 - 1995
Radiação Solar - Prof. Dr. João Francisco Escobedo.
.
1994 - 1994
Introdução à Fotografia Como Doc Científica. (Carga horária: 16h).
Centro Acadêmico V de Junho, CAVJ-IBB, Brasil.
1994 - 1994
Monitoria em Biologia Celular.
.
1994 - 1994
Monitoria em Morfologia.
.
1992 - 1992
Fórum de Debates Sobre a Aids nas Escolas. (Carga horária: 6h).
Federação de Obras Sociais, FOS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente Doutor (RDIDP), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente Doutor (RTC), Carga horária: 24
Outras informações
Reversão de Regime de Turno Completo (RTC) para Regime de Dedicação Integral à Docência e ao Ensino (RDIDP) em março de 2006.

Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Substituto (RTC), Carga horária: 24

Atividades

09/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular representante docente no Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria D.FMB 218, de 16/Ago/2018)..
02/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho do Departamento de Patologia (Portaria 34, de 21/Fev/2018).
02/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biotecnologia (IBTEC), .

Cargo ou função
Membro suplente da Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) do CPPA-IBTEC, UNESP (UNESP Proc. 3995-50-1-2007, 08/Fev/2018).
10/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular, representante docente, junto à Congregação da FMB-UNESP (Portaria D.FMB 336, de 30/Out/2017).
09/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro do Grupo de Trabalho para Implantação da Reestruturação Curricular do Curso de Graduação em Medicina (Portaria D.FMB 293, de 25/Mai/2017).
05/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titularo da comissão local do Centro de Estudos e Práticas Pedagógicas (CENEPP) (Portaria CENEPP-UNESP 02, de 12/Mai/2017).
05/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular da Comissão de Estágios do Curso de Graduação em Ciências Biomédicas (Portaria 073, de 29/Mai/2017).
04/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biotecnologia (IBTEC), .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho Executivo IBTEC, UNESP (Portaria UNESP 145, de 22/Abr/2017).
10/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho Científico do NEAD.TIS da FMB, UNESP, subcoordenadoria de Telemedicina (Portaria D.FMB 306, de 04/Out/2016).
05/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho de Curso de Graduação em Ciências Biomédicas (Portaria D.IBB 046, de 25/Mai/2016).
02/2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biotecnologia (IBTEC), .

10/2014 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Coordenação do bloco Fisiopatológico do Eixo curricular "Bases biológicas, fisiológicas e clínicas das doenças prevalentes? na reestruturação do Curso de Graduação em Medicina da FMB, UNESP..
02/2014 - Atual
Ensino, Biologia Geral e Aplicada, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Câncer: das causas ao surgimento da célula maligna (2018-*; 60h)
Microambiente tumoral e progressão dos cânceres (2014-2017; 45h)
Fundamentos de Informática e de tecnologias digitais aplicadas ao ensino e à pesquisa (2018-*; 60h)
12/2013 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Coordenador do Núcleo de Tecnologias Digitais em Patologia (http://www.fmb.unesp.br/ntdp).
02/2004 - Atual
Ensino, Patologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia dos Cânceres (2010-2013; 90h)
Câncer: das causas ao surgimento da célula maligna (2014-2017; 45h)
Fundamentos de Informática e tecnologias digitais aplicadas ao ensino e à pesquisa (2013-2016; 45h)
Herpesvírus gama na patogênese de distúrbios proliferativos e neoplasias (2004-2010; 30h)
Microambiente tumoral e progressão dos cânceres (2018-*; 60h)
Tópicos Especiais: Infecção e Cânceres (Infection and Cancer) (ed. 2010, 2015; 30h)
9/2003 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Patologia.

Cargo ou função
Líder do grupo de pesquisa "ViriCan - Grupo de Estudos em Carcinogênese Viral e Biologia dos Cânceres" (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/6631987838918676).
1/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Patologia.

1/2003 - Atual
Ensino, Ciências Biomédicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos de Biologia dos Cânceres (Optativa, ed. 2012, 2014; 45h)
Informática e tecnologias digitais: recursos para fazer mais e melhor (Optativa 45h; 2018-*)
Patologia Geral (obrigatória, 2003-*)
1/2003 - Atual
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Medicina (obrigatória; até 2015)
Oncologia (obrigatória; até 2015)
Patologia Geral (obrigatória; até 2019)
02/2018 - 08/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular representante docente no Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria D.FMB 37, de 22/Fev/2018).
05/2017 - 02/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biotecnologia (IBTEC), .

Cargo ou função
Membro titular da Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) do IBTEC, UNESP (UNESP Proc. 3995-50-1-2007, 23/Mai/2017).
08/2016 - 02/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente representante docente no Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria D.FMB 251, de 15/Ago/2016).
02/2016 - 02/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho do Departamento de Patologia (Portaria 37, de 15/Fev/2016).
08/2016 - 10/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular representante docente no Conselho de Curso de Graduação em Enfermagem (Portaria D.FMB 250, de 11/Ago/2016).
01/2014 - 10/2017
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Docente responsável pela Disciplina 'Anatomia Patológica Geral' ministrada ao Curso de Graduação em Enfermagem (Obrigatória, 45h)
1/2003 - 10/2017
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Anatomia Patológica Geral (obrigatória)
11/2015 - 09/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro representante da Comissão de Estágios na Comissão de Avaliação Curricular (Currículo 2013) do Curso de Ciências Biomédicas (Portaria D.IBB 150/2015, de 18/Nov/2015).
01/2015 - 09/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Docente membro da Comissão de Reestruturação do Curso de Graduação em Medicina (Portaria D.FMB 25, de 29/Jan/2015).
3/2006 - 09/2017
Extensão universitária , Liga do Câncer de Botucatu, .

Atividade de extensão realizada
Docente-orientador/tutor da Liga do Câncer de Botucatu, SP..
04/2016 - 04/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular e vice presidente da Comissão de Estágios do Curso de Ciências Biomédicas do IBB (Portaria D.IBB 32, de 19/Abr/2016).
02/2015 - 02/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro e parecerista da Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) (Portaria D.FMB 48/2015, de 20/Fev/2015).
11/2014 - 11/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho Científico do NEAD.TIS da FMB, UNESP, subcoordenadoria de Telemedicina (Portaria D.FMB 344, de 10/Nov/2014).
09/2015 - 10/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro do titular da subcoordenadoria de Telesaúde do Conselho Científico do NEAD.TIS (Portaria D.FMB 297/2015, de 17/Set/2015).
08/2014 - 08/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular representante docente no Conselho de Curso de Graduação em Enfermagem (Portaria D.FMB 246, de 07/Ago/2014).
05/2014 - 05/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular no Conselho deliberativo da Unidade de pesquisa Clínica (UPECLIN), representante da Comissão Permanente de Pesquisa (Portaria D.FMB 136, de 06/Mai/2014).
04/2014 - 04/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular e vice presidente da Comissão de Estágios do Curso de Ciências Biomédicas do IBB (Portaria D.IBB 34, de 10/Abr/2014).
02/2014 - 02/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho do Departamento de Patologia (Portaria 47, de 21/Fev/2014).
06/2015 - 11/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro Titular na Comissão Permanente de Pesquisa (Portaria D.FMB 215/2015, de 29/Jun/2015).
11/2014 - 11/2015
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Docente designado para substituição eventual do diretor e vice-diretor da FMB durante o ano de 2015 (Portaria 356, de 21/Nov/2014).
11/2014 - 11/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Representante docente da Congregação da FMB-UNESP no Escritório de Apoio à Pesquisa (EAP) (Portaria D.FMB 240, de 24/Nov/2014)).
11/2013 - 11/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular, representante docente, junto à Congregação da FMB-UNESP (Portaria 305, de 19/Nov/2013).
09/2013 - 09/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria 248, de 25/Set/2013).
12/2013 - 06/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente da Comissão Permanente de Pesquisa (Portaria 329, de 04/Dez/2013).
02/2013 - 02/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro e parecerista da Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) (Portaria D.FMB 18/2013, de 14/Fev/2013).
11/2012 - 11/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Científico do Núcleo de Educação à Distância e Tecnologias da Informação em Saúde (Portaria 590, de 14/Nov/2012).
9/2003 - 11/2014
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Patologia.

Cargo ou função
Coordenação de Laboratório de Patologia Molecular.
06/2012 - 05/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho de Graduação em Ciências Biomédicas do IBB (Portaria D.IBB 66, de 18/Jun/2012).
03/2012 - 02/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular da Comissão Permanente Assessora de Tecnologia da Informação e Comunicação (COINF), representante docente do Conselho do Curso de Graduação em Medicina (Portaria 152, de 21/Mar/2012).
03/2012 - 02/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente na Comissão de Estágios do Curso de Ciências Biomédicas, representante do Conselho de Curso de Ciências Biomédicas (Portaria D.IBB 28, de 22/Mar/2012).
02/2012 - 02/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho do Departamento de Patologia (Portaria 82, de 24/Fev/2012).
01/2010 - 12/2013
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Docente responsável pela Disciplina "Patologia Geral" Ministrada ao Curso de Graduação em Medicina (Obrigatória, 144h)
04/2010 - 10/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Vice-presidente da Comissão Permanente Assessora de Tecnologia da Informação e Comunicação (COINF) (Ata de Abril/2010).
09/2011 - 09/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria 476, de 16/Set/2011).
03/2010 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho do Departamento de Patologia (Portaria 85, de 02/03/2010).
02/2010 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular da Comissão Permanente Assessora de Tecnologia da Informação e Comunicação (COINF), representante docente do Conselho do Curso de Graduação em Medicina (Portaria 57, de 12/Fev/2010).
11/2009 - 11/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria 611, de 02/12/2009).
09/2009 - 10/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro convidado do Conselho Gestor de Tecnologias da Informação da FMB-UNESP.
10/2007 - 10/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho de Curso de Graduação em Ciências Biológicas (Portaria D.IBB 122/2007, de 24/10/2007).
08/2006 - 01/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão para estudar e repactuar o projeto pedagógico do Curso de Graduação em Medicina (Portaria 349, de 28/08/2006).
9/2003 - 01/2008
Extensão universitária , Instituto de Biociências, Núcleo de Estudos Transdisciplinares.

Atividade de extensão realizada
Membro integrante do Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Botucatu (NET-UNESP).
09/2005 - 09/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria 267, de 14/09/2005).
11/2006 - 01/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Mediador nas ações de implantação das Oficinas de Estudos Pedagógicos (Portaria UNESP de 10/11/2006, Proc. 2781/50/1/2005).
06/2006 - 11/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão para Discussão e Análise de Abertura de Vagas para Estudantes Provenientes de Outros Países (Parecer 084/06-CCGM/SG).
09/2003 - 09/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho de Curso de Graduação em Ciências Biológicas (Portaria D.IBB 77/2003).
09/2003 - 09/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho de Curso de Graduação em Medicina (Portaria 187, de 09/09/2003).
05/2003 - 05/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Membro titular do Conselho Provisório do Curso de Graduação em Ciências Biológicas, Mod. Médica (Portaria D.IBB 41/2003).

Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar, FAMESP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

Atividades

09/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Administração FAMESP, .

Cargo ou função
Membro representante suplente da Congregação da FMB, UNESP no Conselho de Administração (Portaria 015, de 15/Set/2015).

Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Scientific Advisory Board, Enquadramento Funcional: Scientific Advisory Member - Medicine X
Outras informações
Medicine X is a catalyst for new ideas about the future of medicine and health care. The initiative explores how emerging technologies will advance the practice of medicine, improve health, and empower patients to be active participants in their own care. The ?X? is meant to encourage thinking beyond numbers and trends?it represents the infinite possibilities for current and future information technologies to improve health. Under the direction of Dr. Larry Chu, Associate Professor of Anesthesia, Medicine X is a project of the Stanford AIM Lab. (Source: http://medicinex.stanford.edu/)


Whitehead Institute For Biomedical Research, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visiting Scholar, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Contemplado no Edital Nº 01/2012 - PROPG "Internacionalização dos Programas de Pós-graduação - AuxÍlio Para a Realização de Estágio no Exterior?, com a proposta intitulada ?Aperfeiçoamento em Biologia dos Cânceres e prospecção de oportunidades no Whitehead Institute for Biomedical Research (WIBR) e Massachusetts Institute of Technology (MIT), Cambridge, MA, USA. Pesquisador visitante junto ao Laboratório de Biologia dos Cânceres conduzido pelo Professor Robert A. Weinberg, WIBR/MIT. Além do WIBR e MIT, participação de atividades junto ao "Eli and Edythe L. Broad Institute" (http://www.broadinstitute.org), "The David H. Koch Institute for Integrative Cancer Research" (http://ki.mit.edu), e "Dana-Farber Cancer Institute" (http://www.dana-farber.org). Relatório final em http://goo.gl/XRvBSa. Summary on activities: http://goo.gl/Zd8gSo. Confirmatory letter: http://goo.gl/ey6JRj


Weill Cornell Medical College, WEILL, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Pós-doutorando, Enquadramento Funcional: Visiting Scholar, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Contemplado com bolsa do programa de pós-doutoramento no exterior (PDE) do CNPq, Proc. 200117/2008-4. Relatório final disponível em http://goo.gl/YnV3Xn


Laboratório Bacchi - Consultoria em Patologia, BACCHILAB, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2005
Vínculo: Prestador de serviço, Enquadramento Funcional: Biomédico autônomo, Carga horária: 24

Atividades

8/2002 - 9/2005
Direção e administração, Genepath, .

Cargo ou função
Coordenador Divisão de Biologia Molecular (GenePath).
7/2002 - 9/2005
Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório Bacchi - Consultoria em Patologia, .

Linhas de pesquisa
Patologia Molecular
7/2002 - 9/2005
Serviços técnicos especializados , Laboratório Bacchi - Consultoria em Patologia, .

Serviço realizado
Patologia Molecular Diagnóstica.

Hospital Sírio-Libanês, SIRIO-LIBANÊS, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - 2018
Vínculo: Docente colaborador, Enquadramento Funcional: Revisor de itens APEM 2018, Carga horária: 16
Outras informações
Revisor de itens para o Programa Qualificação Médica (QM1/QM2), parceria de Avaliação Progressiva do Ensino Médico (APEM) estabelecida pelo Hospital Sírio-Libanês, National Board ff Medical Examiners (NBME - EUA) e Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Atividades desenvolvidas dias 22 e 23/Mai/2018.


Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Produtividade em Pesquisa, Carga horária: 20


National Board of Medical Examiners, NBME, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Redator de itens exame QM1/QM2, Enquadramento Funcional: Colaborador
Outras informações
Redator de itens para o Programa Qualificação Médica (QM1/QM2), parceria de Avaliação Progressiva do Ensino Médico (APEM) estabelecida pelo Hospital Sírio-Libanês, National Board of Medical Examiners (NBME - EUA) e Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP).



Linhas de pesquisa


1.
Patologia Molecular
2.
Biologia dos cânceres
3.
Inovação e empreendedorismo em biociências
4.
Carcinogênese viral
5.
Carcinogênese ambiental


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Efeitos in vitro de RNAs não-codificantes (ncRNAs) humanos e do vírus de Epstein-Barr (EBV) em células imortalizadas derivadas de epitélio nasofaríngeo
Descrição: A infecção pelo EBV está associada a patogênese de distúrbios proliferativos e diversos cânceres humanos, notadamente a forma endêmica do Linfoma de Burkitt e a variante indiferenciada do carcinoma de nasofaringe. O EBV foi o primeiro vírus no qual pequenos RNAs não codificantes (miRs) foram encontrados codificados no genoma viral. Por outro lado, o importante papel que miRs endógenos humanos desempenham na carcinogênese tem sido sistematicamente verificado nas últimas duas décadas. Assim, além de sofrer a influência de miRs humanos, o desenvolvimento de cânceres humanos associados ao EBV pode ainda ser influenciado pelos miRs virais. O presente estudo visa verificar a hipótese de que mudanças nos níveis de expressão de determinados miRs endógenos humanos ou miR-BARTs do EBV em células imortalizadas de epitélio nasofaríngeo (CIEN) humano podem modificar suas propriedades biológicas e comportamento in vitro, de modo a favorecer a transformação celular ou aquisição de características relacionadas à agressividade biológica em cânceres. Para tanto serão gerados modelos baseados em linhagens de CIENs EBV-negativas com alteração na expressão de miRs endógenos humanos (miR-100, miR-192 e miR-574), e CIENs infectadas com EBV cujo genoma foi editado por CRISPR/Cas9 para deleção de miR-BARTs (miR-BART 7 e 9). As CIENs EBV-positivas e EBV-negativas indicadas serão então avaliadas quanto as taxas de proliferação, migração, invasão, e transformação celular in vitro. As alterações moleculares subjacentes aos efeitos possivelmente verificados nas CIENs com alteração na expressão de miRs endógenos (EBV-negativas) ou dos miR-BARTs virais (EBV-positivas) também serão avaliadas no que se refere à modulação de vias de sinalização intracelular relevantes na carcinogênese, tais como NF-κB, PI3K/AKT e JAK/STAT..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Barbara Grasiele Muller Coan - Integrante / Brunno Felipe Ramos Caetano - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de SP - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2016 - 2016
Avaliação da contaminação ambiental no polo industrial de Paulínia, SP, e dos efeitos nocivos da exposição crônica a substâncias químicas nocivas e metais pesados contaminantes identificados na região
Descrição: O município de Paulínia localiza-se no noroeste do Estado de São Paulo (SP), distando cerca de 118km da Capital. Destaca-se pela pujante atividade industrial e por sediar um dos maiores polos petroquímicos da América Latina. Em meados da década de 1990, Paulínia ganhou maior foco pelo registro de contaminação ambiental relevante associada à atividade industrial, notadamente por resíduos de defensivos agrícolas e metais pesados. Embora medidas de saneamento tenham sido tomadas, os danos ambientais e as repercussões à saúde da população local não foram suficientemente investigados, inviabilizando melhor conhecimento sobre a magnitude dos efeitos nocivos de médio e longo prazo. O presente projeto visa diagnosticar a atual situação da contaminação ambiental na região do polo industrial de Paulínia, SP, além de estimar sistematicamente os efeitos biológicos nocivos à saúde decorrentes da exposição crônica aos contaminantes derivados de atividades da indústria química local. A proposta tem duração prevista de 5 anos e está dividida em duas etapas. Na primeira (anos 1 a 3) será efetuado o diagnóstico da situação atual do sistema solo-planta e águas subterrâneas na região. Adicionalmente, será efetuado experimento in vivo (em animais de laboratório roedores) de exposição subcrônica a misturas de pesticidas organofosforados e metais pesados contaminantes, os quais foram relatados localmente na década de 1990. O ensaio subcrônico visa determinar doses e composição das misturas para estudo crônico, no qual será efetuada ampla investigação dos efeitos biológicos da exposição aos contaminantes, incluindo estimativa de estresse oxidativo, efeitos sexuais e reprodutivos, efeitos em descendentes de animais expostos (e.g., desenvolvimento pré e pós-natal, efeitos comportamentais, neurológicos e cognitivos), modificação do risco cancerígeno e alterações na expressão gênica de órgãos e tecidos selecionados. Na segunda etapa (anos 4 e 5) serão delineadas e avaliadas estratégias para recuperação do dano ambiental e novos experimentos in vivo de exposição crônica serão realizados, agora baseados nos dados obtidos na primeira fase do projeto. As informações produzidas no presente projeto devem subsidiar condutas mais efetivas para prevenção e tratamento de pessoas vítimas de intoxicação ou adoecimento decorrente de desastres ambientais. Os resultados obtidos acerca das alterações biológicas em animais de laboratório expostos possibilitarão melhor entendimento dos potenciais riscos à saúde humana decorrentes de contaminação dessa natureza, de modo a favorecer o aperfeiçoamento da regulação pelo poder público e da legislação pertinentes à segurança da atividade industrial em termos ambientais e de saúde humana. Por fim, o trabalho busca investigar alternativas para recuperação dos danos ambientais observados, de modo a contribuir no estabelecimento de estratégias para restauração da salubridade dos locais afetados. (Projeto sob análise pelo Ministério Público do Trabalho para destinação de recursos provenientes da indenização de dano moral coletivo do acordo firmado em 2013 entre as empresas Shell/Basf e o MPT, conforme chamada do comunicado público do MPT de 17/Jul/2014 15a. região - Campinas, SP).
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2016 - 2016
Chemopreventive Potential Of Phenolic Acids Present In Propolis Against Neoplastic Epithelial Cells In Vitro
Descrição: The control of cancers depends on the integrity of a complex network of defence mechanisms that help cells to respond to various stress conditions. A combinatory chemoprevention approach will be used in the proposed work investigating phenolics compounds and conventional drugs to combat neoplastic cells. Caffeic acid, ferulic acid and cinnamic acid will be used in combination or not with carboplatin, methotrexate and doxorubicin against breast, colon and prostate cancer cell lines, reducing drugs concentration to avoid side effects. The project has been structured into two areas. The first part involves an antiproliferative screening in vitro, evaluating viability and cytotoxicity, apoptosis/necrosis, cell cycle and transcriptome analysis; the second part focuses on the evaluation of inhibitory effects on tumor progression, notably the phenotype of the malignant cell regarding the epithelial-mesenchymal transition, cell migration and cell invasion in vitro. Due to the high incidence of the aforementioned cancers worldwide, the data generated in this project has the potential to improve the design of better chemotherapeutic strategies that will improve patients? outcomes..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (2) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / José Maurício Sforcin - Coordenador / Brayan Lopez - Integrante / Elisa de Oliveira Cardoso - Integrante / Livia Matsumoto da Silva - Integrante / Lucas Pires Garcia de Oliveira - Integrante / Yahima Frión Herrera - Integrante.
2015 - 2017
Efeitos da proteína LMP1 dos isolados B95-8 e M81 do vírus de Epstein-Barr no potencial de invasão de células de carcinoma humano e na regulação de microRNAs endógenos e proteínas implicados na progressão de cânceres?
Descrição: O vírus de Epstein-Barr (EBV) é um gamaherpesvírus responsável pelo desenvolvimento de diferentes cânceres humanos, notadamente o linfoma de Burkitt e o carcinoma de nasofaringe, além de parcela dos casos de linfoma de Hodgkin, do carcinoma gástrico e alguns linfomas não-Hodgkin, particularmente em indivíduos imunocomprometidos. O potencial cancerígeno do vírus é atribuído à atividade de diferentes produtos virais expressos na célula infectada, com destaque para LMP1, uma proteína transmembrana expressa na maioria das células malignas latentemente infectadas pelo EBV. LMP1 exibe propriedades oncogênicas pela ativação de diversas vias de sinalização intracelular, notadamente NF-kB. Tem sido demonstrado que células epiteliais in vitro expressando LMP1 apresentam maior motilidade celular e maiores taxas de invasão, fenômenos críticos da progressão tumoral. Assim, admite-se que LMP1 pode ter impacto na agressividade biológica dos cânceres associados ao EBV. Sabe-se que diferentes isolados do EBV podem apresentar propriedades biológicas peculiares: o isolado M81, por exemplo, apresenta elevada propensão à reativação lítica espontânea e maior tropismo por infecção de células epiteliais em comparação ao B95.8. Entretanto, ainda não é conhecido se as variantes de LMP1 derivadas desses isolados apresentam propriedades distintas em termos de fenômenos e moléculas relevantes à progressão de cânceres. Por essa razão, o presente estudo visa investigar se células de carcinoma humano expressando LMP1 dos isolados M81 e B95.8 diferem em termos das taxas de invasão celular in vitro ou em relação à expressão de reguladores conhecidos de fenômenos da progressão tumoral, tais como os microRNAs endógenos da família mIR-200 e mIR-21 e proteínas de sinalização das vias FAK, NF-κB e PI3K/AKT e do programa de transição epitelial-mesenquimal (EMT)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Ethel Cesarman - Integrante / Barbara Grasiele Muller Coan - Integrante / Cleiton Silva Marques - Integrante / Victor Costa Losi - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Auxílio financeiro / Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 3
2009 - 2014
Efeitos da proteína K1 de diferentes genótipos do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi / herpesvírus humano tipo 8 na expressão gênica de células endoteliais humanas in vitro
Descrição: O herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi / herpesvírus humano tipo 8 (KSHV/HHV-8) participa do desenvolvimento do sarcoma de Kaposi e de algumas doenças linfoproliferativas, notadamente em indivíduos imunocomprometidos. Embora o vírus seja encontrado em fase de latência na maior parte das células neoplásicas infectadas, alguns produtos virais de ciclo lítico também podem ter participação na patogênese dos cânceres associados ao KSHV/HHV-8. Dentre estes destaca-se a proteína K1, que interfere na transdução de sinais intracelulares, favorecendo a proliferação e sobrevivência da célula infectada pelo KSHV/HHV-8. K1 é codificada pela ORF-K1, que apresenta elevada variabilidade em relação aos outros segmentos do genoma do KSHV/HHV-8e é comumente empregada para a genotipagem viral . Até o momento não se sabe se os diferentes genótipos virais apresentam características biológicas distintas, com consequências no potencial cancerígeno do KSHV/HHV-8. Assim, o presente estudo visa verificar se células endoteliais humanas primárias expressando diferentes formas da proteína K1 do KSHV/HHV-8 apresentam mudanças na expressão de genes celulares críticos na carcinogênese e na biologia de células endoteliais. Vetores de expressão contendo a ORF-K1 de genótipos A, B e C do KSHV/HHV-8 serão transfectados em células endoteliais de cordão umbilical humano (HUVECs). Constatada a expressão de K1, as células serão submetidas a análise de expressão em nível transcricional de genes celulares selecionados empregando-se PCR quantitativa em tempo real. Os resultados serão analisados com vistas a se verificar eventuais modificações no fenótipo celular in vitro e na expressão dos genes celulares avaliados na dependência das diferentes formas de K1 expressas pelas células endoteliais transfectadas..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Renata Nacasaki Silvestre - Integrante / Annie Cristhine Moraes Sousa - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.Número de orientações: 2
2008 - 2014
Avaliação dos efeitos parácrinos do silenciamento de tat e nef do HIV-1 sobre linhagem de células endoteliais KSHV/HHV-8-positivas e negativas
Descrição: Em 2007 foram documentadas 2,5 milhões de novas infecções pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e 2,1 milhões de pessoas morreram direta ou indiretamente em conseqüência da aids. Apesar das terapias anti-retrovirais e das campanhas de prevenção realizadas em todo mundo, os índices de infecção pelo HIV-1 continuam preocupantes. A aids ocasiona um grave comprometimento do sistema imunológico, que enseja o desenvolvimento de infecções oportunistas e neoplasias malignas. Dentre os cânceres comumente observados em pacientes portadores do HIV-1 estão o carcinoma de colo uterino, linfomas não-Hodgkin e o sarcoma de Kaposi (SK). Este último possui como agente etiológico o vírus associado ao sarcoma de Kaposi, também denominado herpesvírus humano tipo-8 (KSHV/HHV-8). Digno de nota, o SK associado a aids (SK-AIDS) apresenta a maior agressividade biológica dentre as quatro formas de SK descritas, o que levanta questões sobre as relações existentes entre o HIV-1 e o KSHV/HHV-8. A maioria das informações disponíveis na literatura sinaliza um papel importante da tat do HIV-1 na relação entre esses vírus; por outro lado, são raros os trabalhos sobre as influências de nef do HIV-1 na patogênese do SK-AIDS. O presente estudo visa avaliar o efeito do silenciamento da expressão de tat e nef em células linfoblastóides T portadoras do HIV-1 (CLTs/HIV+) sobre células endoteliais com e sem o KSHV/HHV-8. Células endoteliais KSHV/HHV-8 positivas e negativas serão co-cultivadas com CLTs/HIV+ submetidas a diferentes tratamentos com RNA de interferência (RNAi) para silenciamento dos genes de tat e nef do HIV-1. Serão avaliados dois grupos experimentais principais constituídos, por células endoteliais sem e com KSHV/HHV-8, respectivamente. Cada grupo será subdividido em cinco de acordo com o tratamento ao qual foram submetidas as CLTs/HIV+: RNAi para silenciamento de tat, RNAi para silenciamento de nef, os respectivos controles negativos (i.e., scrambled RNAi para tat e para nef) e com RN.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Ana Paula Ferraz da Silva - Integrante / Suzane Ramos da Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2008 - 2011
Tumor Development And Treatment Of EBV-Associated Lymphomas In Immune Competent Humanized Mice
Descrição: Epstein-Barr virus (EBV) is an oncogenic virus that is causally associated with a variety of lymphomas and carcinomas. Currently no treatments exist that are specific for the transforming EBV latency program. We have identified EBV LMP1 as a promising viral therapeutic target: knock-down of LMP1 results in apoptosis of EBV-infected (LMP1 expressing) lymphoma cells. To identify inhibitors of LMP1, we have been evaluating the mechanisms of action and critical molecular interactions of this protein. LMP1 activates NF-B through direct binding with TRAF2. The LMP1?TRAF2 protein?protein interaction consists of a shallow, elongated groove in the TRAF2 surface, presenting a challenging molecular target for traditional libraries of compact, drug-like molecules. In contrast, larger, more complex natural product molecules have an established track record of targeting protein?protein interactions successfully. Since several polyketide natural products have been shown to exhibit non-obvious peptidomimetic properties, we are assessing these structures as inhibitors of LMP1?TRAF2 interaction. Further, the availability of several cocrystal structures of peptide ligands with TRAF2 provides the opportunity to design biased libraries of hybrid polyketide?peptides to target this binding interface. Effective methods for preparing these polyketide libraries and coupling with biasing elements have been developed, and these libraries are currently in their final stages of completion. To screen these libraries, we have developed a cell-based assay consisting of an NF-B-luciferase EBV-positive lymphoma cell line. We have also developed a fluorescent polarization assay for high throughput screening. To test potential inhibitors, we have developed a mouse model of EBV infection that recapitulates primary EBV infection in humans and generates T cell?mediated immune responses that prevent tumor development. T cell depletion in these mice results in elevated viral loads and em.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Utthara Nayar - Integrante / Shalini Bakarishnan - Integrante / Qian Yin - Integrante / Christian Münz - Integrante / Amy Chadburn - Integrante / Fraser Glickman - Integrante / Hao Wu - Integrante / Derek Tan - Integrante / Ethel Cesarman - Coordenador.
2007 - 2011
Mistura De Praguicidas Em Baixas Doses: Efeitos Sobre O Sistema De Biotransformação E Carcinogênese Hepática Em Ratos
Descrição: O presente projeto pretende estudar experimentalmente os efeitos da combinação, em baixas doses, de alguns pesticidas cujos resíduos foram detectados pela ANVISA nas culturas de tomate. Os objetivos específicos do presente projeto são: 1) Verificar o efeito promotor da hepatocarcinogênese em ratos Lewis machos pela mistura, em baixas doses, de pesticidas de três classes diferentes (organoclorados, organofosforados e piretróides): dieldrin, dicofol, endosulfan, diclorvos e permetrina. As baixas doses foram escolhidas considerando-se os NOELs e os LOELs de cada um dos componentes da mistura; 2) Verificar o efeito da mistura destes pesticidas sobre a indução das enzimas metabolizadoras hepáticas da família citocromo P450 CYP1A e CYP2B; 3) Analisar os fenômenos de proliferação e morte celular (apoptose) em fígado de ratos expostos a esta mistura. Serão utilizados dois delineamentos experimentais com 8 semanas de duração. O primeiro delineamento, para avaliação da hepatocarcinogênese (experimento A), será segundo protocolo de Ito et al. (1988), com iniciação com dietilnitrosamina (DEN) e hepatectomia parcial. No segundo delineamento (experimento B), para avaliação enzimática, os animais receberão as misturas de pesticidas (a partir de 6 semanas de idade), até a 14a semana de vida. Os end points serão: marcação dos focos GST-P+ para hepatocarcinogênese e para quantificação das enzimas CYP450 serão utilizados PCR em tempo real, imunoistoquímica e western blot..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Carla Adriene da Silva Franchi - Integrante / João Lauro Viana de Camargo - Coordenador / Suzane Ramos da Silva - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2007 - 2011
Praguicidas agrícolas como fatores de risco: avaliações toxicopatológica, molecular e analítica em modelos experimentais de exposição individual e combinada
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Carla Adriene da Silva Franchi - Integrante / Maria Luiza Cotrim Sartor de Oliveira - Integrante / Wilma de Grava Kempinas - Integrante / Wagner Vilegas - Integrante / Mary Rosa Rodrigues de Marchi - Integrante / Luciana Polese - Integrante / Noeme Souza Rocha - Integrante / João Lauro Viana de Camargo - Coordenador / Suzane Ramos da Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2007 - 2010
Estudo prospectivo da infecção pelo herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi / Herpesvírus humano tipo 8 (KSHV/HHV-8) em pacientes portadores do Vírus da imunodeficiência Humana (HIV)
Descrição: Pacientes infectados pelo HIV, o agente etiológico da aids, estão sob maior risco de desenvolverem neoplasias malignas associadas à infecção por certos vírus oncogênicos, incluindo o KSHV/HHV-8. Esse vírus é responsável pelo desenvolvimento do sarcoma de Kaposi e determinados linfomas, notadamente em indivíduos HIV-positivos. São descritos cinco grupos genotípicos principais do KSHV/HHV-8, cuja distribuição nas populações humanas é influenciada por fatores etno-geográficos. Entretanto, são raros os estudos sobre a freqüência desses genótipos virais em pacientes portadores do HIV em nosso país. Adicionalmente, não está definido se a infecção por determinados genótipos do KSHV/HHV-8 influencia o risco para o desenvolvimento de neoplasia maligna ou modifica a evolução clínica do paciente portador do HIV. O presente estudo visa avaliar prospectivamente 150 pacientes portadores do HIV-1 que não tenham desenvolvido neoplasia maligna associada ao KSHV/HHV-8. Serão efetuadas coletas de sangue periódicas a fim de se determinar a prevalência de infecção pelo KSHV/HHV-8 e quais os genótipos virais mais freqüentes. Para tanto serão utilizados métodos de Biologia Molecular baseados em PCR e seqüenciamento de ácidos nucléicos. Ao final da pesquisa, pretende-se verificar as eventuais correlações existentes entre a infecção por determinados genótipos do KSHV/HHV-8, parâmetros clínicos e evolução dos pacientes HIV-positivos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Domingos Alves Meira - Integrante / Ana Paula Ferraz da Silva - Integrante / Ana Rachel de Oliveira Léda - Integrante / Alexandre Naime Barbosa - Integrante / Lenice do Rosário de Souza - Integrante / Ricardo Augusto Monteiro de Barros Almeida - Integrante / Suzane Ramos da Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Hospital-dia HIV/Aids da Faculdade de Medicina de Botucatu, UNESP. - Cooperação.Número de orientações: 1
2006 - 2009
Análise do nível sérico de citocinas na apresentação e evolução do Linfoma de Hodgkin clássico
Descrição: O presente trabalho pretende verificar a hipótese de que as alterações nos níveis séricos de IL-3, IL-6, IL10 ou IL-13 apresentam associação com aspectos anatomoclínicos ou fatores prognósticos conhecidos do LH clássico. Seus principais objetivos são: 1) Documentar as características clínicas e histopatológicas dos casos estudados de LH clássico; 2) Avaliar se a alteração no nível sérico de uma ou mais das citocinas estudadas se correlaciona com características anatomoclínicas dos casos de LH acompanhados ao longo de 1,5 anos. Serão estudados prospectivamente os casos de LH clássico virgens de tratamento diagnosticados na disciplina de Hematologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (UNESP Botucatu, SP). Na primeira etapa (A), serão feitas coletas de soro na ocasião do diagnóstico (Momento 0) e após o tratamento (Momento 1). Na segunda etapa (B), os pacientes que obtiveram remissão completa após o tratamento de primeira linha serão acompanhados pelo período de um ano, com novas dosagens das citocinas ocorrendo concomitantemente à reavaliação clínica efetuada a cada 3 meses (Momentos 2, 3 e 4). Pacientes que apresentaram resposta parcial ou ausência de resposta ao tratamento de primeira linha serão excluídos das análises referentes à etapa B da pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Rafael Dezen Gaiolla - Integrante / Maria Aparecida Custódio Domingues - Integrante / Lígia Niero-Melo - Integrante.
2005 - 2007
Genotipagem e carga viral do HHV-8 em Sarcoma de Kaposi de pacientes HIV-positivos e HIV-negativos
Descrição: Perspectivas promissoras para o entendimento da patogênese do Sarcoma de Kaposi (SK) e outros cânceres humanos surgiram com a descoberta do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi/Herpesvírus Humano tipo-8 (KSHV/HHV-8), em 1994. O genoma viral está completamente seqüenciado e é detectado em virtualmente todos os casos de SK, além de parcela de casos de linfomas não-Hodgkin e da doença de Castleman. Recentemente, diferentes estudos têm procurado descrever os genótipos virais presentes em doenças humanas associadas ao KSHV/HHV-8. Sabe-se que a prevalência de infecção pelos diferentes genótipos virais é influenciada por fatores geográficos e étnicos. Nesse sentido, é grande a variedade de genótipos virais no Brasil, possivelmente devido a movimentos migratórios e elevada miscigenação da população. Até o momento, entretanto, não é possível dizer se determinados genótipos virais estão preferencialmente associados ao desenvolvimento de doenças em seres humanos, notadamente neoplasias. Por esse motivo, o presente trabalho buscou identificar retrospectivamente os genótipos do KSHV/HHV-8 e a carga viral em biopsias de sarcoma de Kaposi de pacientes portadores ou não do vírus da imunodeficiência humana (HIV). Para a genotipagem do KSHV/HHV-8 foi utilizada a técnica PCR-RFLP e seqüenciamento de ácidos nucléicos seguida de análise filogenética; por outro lado, a carga viral nas lesões foi estimada pela PCR em tempo real.Dentre as 50 amostras de SK avaliadas por PCR-RFLP e seqüenciamento, 22 (44,0%) eram de pacientes portadores do HIV e 14 (28,0%) de pacientes HIV negativos. Para os demais casos (14/50, 28,0%) não havia informações sobre sorologia para o HIV. A média de idade dos pacientes foi de 37,9 anos e 60,5 anos para os indivíduos HIV-positivos e negativos, respectivamente. Empregando PCR-RFLP seguida de seqüenciamento, foram freqüentemente detectados os genótipos A (25/50; 50,0%) e C (24/50; 48,0%); apenas um 1/50 (2,0%) caso revelou a presença de isolado viral de genó.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Ana Paula Ferraz da Silva - Integrante / Maura Moscardi Bacchi - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante / Suzane Ramos da Silva - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2005 - 2007
Freqüência do Herpesvírus humano tipo 8 (HHV-8) em linfadenopatias benignas e linfomas de pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV)
Descrição: A melhoria na sobrevida de pacientes HIV-positivos obtida com a terapêutica anti-retroviral tem ocasionado expectativa de aumento na incidência de algumas neoplasias malignas em relação às doenças infecciosas associadas à AIDS. Pacientes HIV-positivos precocemente desenvolvem linfadenopatias benignas, mas ainda é controverso se essas lesões são precursoras do desenvolvimento de neoplasias linfóides. Linfomas não-Hodgkin (LNH) de pacientes HIV-positivos apresentam comportamento epidemiológico incerto e etiologia obscura. Recentemente tem sido cogitado um possível papel do herpesvírus humano tipo 8 (HHV-8) na patogenia dos distúrbios linfoproliferativos de pacientes HIV-positivos. O objetivo do presente trabalho é avaliar a freqüência de infecção pelo HHV-8 em casos de linfadenopatias benignas e LNH de pacientes HIV-positivos. Serão estudados 50 casos de linfadenopatias benignas e cerca de 40 casos de LNH de pacientes HIV-positivos; adicionalmente, a infecção viral será pesquisada em 50 casos de hiperplasia linfóide reativa folicular de pacientes HIV-negativos (grupo controle). Será empregada a técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) para detecção do genoma do HHV-8 nos tecidos linfóides avaliados. Casos HHV-8-positivos serão analisados pela imunoistoquímica para detecção da expressão do antígeno nuclear associado à latência (LANA-1) do HHV-8..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Claudete Esteves Klumb - Integrante / Mariana Leão de Lima - Integrante / Márcio de Carvalho - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.Financiador(es): Instituto Nacional de Câncer - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2
2001 - 2004
Expressão da proteína imunossupressora BCRF-1 do vírus de Epstein-Barr e Interleucina 10 humana em Doença de Hodgkin e Linfoma de Burkitt
Descrição: O vírus do Epstein-Barr (EBV) é um microorganismo ubíquo associado a diversas doenças humanas, inclusive neoplasias malignas. Estabelece infecção latente em seus hospedeiros e possui genes cujos produtos interferem no ciclo celular (e.g., EBNAs, LMP-1) e alguns que codificam proteínas homólogas a proteínas humanas. O EBV é freqüentemente detectado em Linfoma de Burkitt (100% dos casos da forma esporádi-ca) e alguns subtipos da Doença de Hodgkin (30-96%, dependendo da área geográfi-ca). O produto gene BCRF-1 do EBV é similar à Interleucina 10 (IL-10) humana, e ambas estimulam respos-ta imunitária do tipo humoral em detrimento da celular, mais eficiente na eliminação de células infectadas por vírus ou células transformadas. O presente tra-balho visa avaliar a expressão do produto do gene BCRF-1 do EBV e da IL-10 humana em casos de Doença de Hodgkin e Linfoma de Burkitt e verificar se há correlação com parâmetros anátomo-clínicos que permitam inferir o grau de agressividade da doença..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Aline do Nascimento Bolpetti - Integrante / Gisele Malerbi Zapparoli - Integrante / Glenda Nicioli da Silva - Integrante / Maura Moscardi Bacchi - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2001 - 2004
Inter-relação entre HHV-8 e Apoptose em Sarcoma de Kaposi e Doença Hematopoética
Descrição: Perspectivas promissoras para o entendimento da patogênese do Sarcoma de Kaposi e outros cânceres humanos surgiram com a descoberta do Herpevírus Humano tipo 8 (HHV-8), em 1994. O genoma viral já é completamente conhecido e tem sido detectado em casos de linfomas não-Hodgkin, Doença de Castleman e mielomas, além de grande parcela dos casos de Sarcoma de Kaposi. Elucidar os mecanismos pelos quais o vírus participa na transformação celular é objetivo de vários trabalhos recentemente publicados. O presente trabalho visa detectar o HHV-8 em Sarcoma de Kaposi e em algumas doenças hematopoéticas. A prevalência de infecção viral será confrontada com os níveis de produtos anti-apoptóticos expressos nas células neoplásicas e parâmetros anátomo-clínicos das lesões. Pretende-se averiguar se eventual mecanismo de proteção das células tumorais contra apoptose passa pela expressão de bcl-2 viral e/ou alterações nos níveis de expressão da bcl-2 endógena..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Luciene Borges - Integrante / Mariana Maschietto - Integrante / Maura Moscardi Bacchi - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Coordenador / Suzane Ramos da Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 4
2001 - 2003
Avaliação da composição haplotipica do locus A do Complexo Principal de Histocompatibilidade na susceptibilidade ao desen-volvimento de carcinoma de células transicionais de bexiga
Descrição: O Complexo Principal de Histocompatibilidade (CPH) foi originalmente identificado como um conjunto de genes com importante papel em transplantes de pele, graças ao controle que exercem na resposta imunitária. Os produtos dos genes do CPH envolvidos com a resposta imunitária têm por função associar-se a fragmentos peptídicos dentro da célula, apresentando-os aos linfócitos T citotóxicos CD8+, deflagrando resposta imunitária específica. É sugerida participação de alguns alelos CPH no aumento do risco para Carcinoma de Células Transicionais (CCT). Muitos trabalhos associando CPH e CCT mostraram-se conflitantes, o que pode ser explicado pelo estudo de populações humanas distintas e emprego de técnicas pouco sensíveis para a tipagem de CPH. O presente projeto pretende verificar a existência de associações entre diferentes alelos do locus A do CPH e carcinoma de células transicionais da bexiga, empregando-se a associação das técnicas de PCR-SSP (Sequence-specific primer PCR) e RFLP (Restriction Fragment Lenght Polymorphism), de modo a se discriminar o maior número de alelos possível para o locus A do CPH..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Erick da Cruz Castelli - Integrante / João Lauro Viana de Camargo - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2000 - 2003
Freqüência de mutações em genes da família RAS e gene supressor tumoral TP53 em lesões pré-neoplásicas e neoplásicas observadas em ensaio de carcinogênese química de média duração
Descrição: O presente projeto objetiva identificar mutações em éxons considerados hot spots em dois genes da família RAS (H-RAS e K-RAS, éxons 1 e 2 de ambos) e do gene supressor tumoral TP53 (éxons 5, 6, 7 e 8) em lesões pré-neoplásicas e neoplásicas encontradas em fígado, rins e cólon de ratos Wistar machos submetidos ao protocolo DMBDD de carcinogênese de média duração para múltiplos órgãos. As alterações dos referidos genes de estudo serão avaliadas diretamente pela técnica não-isotópica de Polimorfismo de Conformação de Cadeia Simples (PCR-SSCP) e indiretamente pela técnica de imuno-histoquímica, a fim de se avaliar a expressão das proteínas associadas p21ras , p53 e bcl-2. Os padrões Imuno-histoquímicos e de alterações moleculares encontrados serão comparados entre si e avaliados em função da topografia e histopatologia das lesões em cada um dos diferentes grupos experimentais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Glenda Nicioli da Silva - Integrante / Edaíse Maria da Silva - Integrante / Aline Lisie Ramos - Integrante / Erick da Cruz Castelli - Integrante / Andréia Hanada Otake - Integrante / João Lauro Viana de Camargo - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.Número de orientações: 3
1999 - 2001
Padronização de dois métodos de análise genômica baseada em PCR para caracterização de cepas hospitalares de Pseudomonas aeruginosa
Descrição: Pseudomonas aeruginosa foi o agente mais freqüentemente implicado em infecções hospitalares (ih) no hospital da faculdade de medicina de botucatu (unesp) em 1997. Nosso projeto tem como objetivo padronizar três métodos baseados em pcr para tipagem de isolados dessa bactéria para fins de investigação de surtos hospitalares. Cepas de p. Aeruginosa envolvidas em ih serão coletadas por um período de três meses e submetidas a caracterização genômica por: ribotipagem por pcr; ap-pcr e eric-pcr. Os resultados serão cotejados com análise epidemiológica, visando estabelecer criterios de tipabilidade, estabilidade e poder discriminatório dos métodos.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza - Integrante / Marcelo C Ramos - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
1999 - 2001
Detecção da proteína quimérica p80 (NPM/ALK), produto da translocação t(2; 5)(p23; q35), e sua correlação com Bcl-6, Proteí-na p53 e EBV em linfomas de Hodgkin e não-Hodgkin ocorrendo em pacientes pediátricos
Descrição: A translocação t(2;5)(p23;q35) produz uma proteína híbrida, p80 (NPM/ALK), associada a cerca de 60% dos linfomas anaplásicos CD30-positivos, com implicação prognóstica. Seu significado em outros linfomas T é incerto. Nosso objetivo é conhecer a frequência da t(2;5) em linfomas não-Hodgkin e de Hodgkin de pacientes infanto-juvenis e suas eventuais relações com o vírus de Epstein-Barr (EBV) e as proteínas Bcl-6 e p53. Para isso realizaremos análise histológica, imuno-histoquímica (IHQ) e hibridização in situ (HIS), em biópsias de linfomas de pacientes com menos de 18 anos de nossos arquivos. Realizaremos IHQ com marcadores linfóides, LMP1-EBV, ALK1, p53, Ki-67 e Bcl-6, e a HIS com sonda EBER1 para EBV..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Maura Moscardi Bacchi - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Coordenador / Eliane Souto de Abreu - Integrante.
1998 - 2001
Análise da incidência do vírus de Epstein-Barr (EBV), vírus do papiloma humano (HPV) e expressão da proteína p53 em carcino-mas de laringe e nasofaringe
Descrição: Esse trabalho utilizou metodologias de biologia molecular (hibridação in situ e PCR) para estimar a freqüência de infecção pelo EBV e pelo HPV em 25 carcinomas indiferenciados de nasofaringe e 110 carcinomas de laringe (52 tumores supraglóticos, 53 glóticos e 5 transglóticos). Detecção do produto do gene supressor tumoral TP53 nas células neoplásicas foi realizada através de imunoistoquímica. Adicionalmente, a taxa de proliferação celular nos tumores foi estimada empregando-se o anticorpo monoclonal MIB-1 (que reconhece o antígeno Ki-67) e análise semi-automatizada de imagem. Nos carcinomas de nasofaringe foi observada infecção pelo EBV e HPV em 52% e 4% dos casos, respectivamente. Virtualmente todos os carcinomas de nasofaringe estudados exibiram acúmulo do produto do gene supressor tumoral TP53 e, em geral, taxa de proliferação celular superior aos carcinomas de laringe. Carcinomas de nasofaringe EBV-positivos e EBV-negativos comportam-se de modo semelhante quanto à taxa de proliferação celular. Também não foi observada diferença com relação à presença de deleção de 30pb na porção terminal do gene viral BNLF-1, que codifica a proteína latente de membrana 1 (LMP-1) do EBV. Infecção pelo HPV foi observada em 37,3% dos carcinomas de laringe, sendo mais evidente em tumores glóticos, e nenhum dos casos avaliados revelou infecção pelo EBV. Os carcinomas de laringe HPV-positivos apresentavam infecção por genótipo viral de alto risco (tipos 16 e 18), sem, contudo, distribuição preferencial dos genótipos virais quanto à topografia. Acúmulo de p53 foi observado em 78,2% dos casos, e se correlacionou principalmente com maior índice de proliferação celular e grau histológico mais elevado dos tumores..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Maura Moscardi Bacchi - Integrante / Ricardo Sivestre e Silva Macarenco - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.


Projetos de desenvolvimento


2018 - Atual
Fermentação em estado sólido para produção custo-efetiva de peptídeos de interesse biotecnológic
Descrição: Peptídeos bioativos são fragmentos proteicos com potencial para beneficiar a saúde humana e animal. Podem atuar contra infecções e doenças que causam elevada mortalidade, morbidade e prejuízo socioeconômico, como a obesidade, o diabetes, hipertensão e cânceres. Sendo que já foram obtidos peptídeos bioativos com ações antimicrobiana, antioxidante, antihipertensiva, imunomodulatória, opióide e antineoplásica. É reportado que estes compostos podem ser mais seletivos quando comparados a outras pequenas moléculas empregadas como fármacos. O leite é uma das principais fontes de obtenção de peptídeos relativamente seguros para consumo. Alguns produtos derivados de peptídeos bioativos de leite (PBaL) já são disponíveis no mercado, incluindo produtos com propriedades anti-hipertensiva e antimicrobiana. Entretanto, esses produtos apresentam elevado custo pela forma de prospecção empregada em virtude das enzimas altamente purificadas usadas na sua produção. PBaLs são inativos in vivo até serem liberados da proteína parental na digestão, mas podem ser gerados in vitro por ação proteolítica utilizando processos enzimáticos e digestivos. As enzimas proteolíticas aplicadas podem ser produzidas de forma econômica por meio de fermentação em estado sólido (FES), método com diversas características interessantes em termos econômicos e biotecnológicos. Digno de nota, a FES tem caráter sustentável por necessitar de pouca água livre no sistema e poder utilizar resíduos agroindustriais como substrato. Esse método é particularmente interessante quando emprega fungos filamentosos, pois mimetiza seu habitat e podem ser utilizadas espécies consideradas seguras para o consumo (Generally Recognized as Safe - GRAS), proporcionando valor agregado ao bioprocesso. A aplicação de proteases fúngicas obtidas por FES em proteínas de leite pode gerar pools de PBaLs com propiedades biológicas potencialmente interessantes, mesmo sem purificação de peptídeos. A demanda mundial por enzimas está em ascensão, com crescimento estimado em USD 6 bilhões entre 2015-2020. Empresas internacionais de grande porte têm a maior fatia de mercado (market share) para enzimas purificadas. Entretanto, não há no Brasil empresas fornecedoras de extratos enzimáticos obtidos por FES, tampouco empresas produtoras de peptídeos bioativos empregando esse bioprocesso. O uso de FES com combinação de diferentes resíduos e parâmetros propicia ampla gama de possibilidades em termos de enzimas com diferentes propriedades hidrolíticas, repercutindo nos peptídeos gerados. Se por um lado isso oferece elevada versatilidade, por outro trata-se de um desafio, pois as atividades biológicas dos PBaLs decorrem de sua composição. Assim, o desenvolvimento de propostas baseadas na FES para prospecção de PBaLs em fase de delimitação de ideia (Fase 1 da inovação) requer o estabelecimento das condições ótimas e a miniciosa caracterização dos bioprodutos, com monitoramento do rendimento do bioprocesso, da atividade enzimática dos extratos e sequenciamento dos fragmentos peptídicos. A evolução da proposta (Fase 2) requer investigação das propriedades biológicas dos PBaLs e eventuais peptídeos isolados de potencial interesse biotecnológico, de forma padronizada e reprodutível para viabilizar ensaios necessários à pesquisa pré-clínica. Assim, este trabalho visa explorar o uso de FES para gerar proteases e aplicá-las na produção de PBaLs, de forma custo-efetiva e sustentável. O desenvolvimento da proposta na fase 1 do PIPE culmina com a padronização da produção dessas biomoléculas e sua caracterização proteômica. Programas de Inovação Tecnológica / PIPE - Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas / PIPE - Fase 1 - 4º Ciclo/2018 - PROJETO EM ANÁLISE.
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2005 - 2005
Métodos moleculares para o diagnóstico do linfoma anaplásico de grandes células ALK+
Descrição: A despeito da grande heterogeneidade clínica e histopatológica, casos de linfoma anaplásico de grandes células (Anaplastic Large Cell Lymphoma - ALCL) tipicamente a-presentam imunofenótipo T ou Null. Adicionalmente, são distribuídos em dois grupos prin-cipais de acordo com a presença ou ausência de imunomarcação das células neoplásicas com anticorpos contra a proteína alk, que atua como receptor com atividade tirosina-quinase. Cerca de 83% dos casos de ALCL T/null pediátricos e 31% dos casos de ALCL T/null de adultos exibem a translocação recorrente t(2;5), que envolve os genes ALK e NPM1 ( mapeados em 5q35 e 2p23, respectivamente). Em menor freqüência, outros rear-ranjos envolvendo ALK são observados, incluindo t(1;2) TPM3-ALK (10-20% dos casos), t(2;3) TFG-ALK (2-5%), inv2 ATIC-ALK, t(2;17) CLTC-ALK (2-5%) e t(2;17) CLTC-ALK (2-5%). Raros casos diagnosticados como ALCL T/null (1-2%) podem apresentar outros re-arranjos envolvendo ALK ou alterações citogenéticas ainda por esclarecer. Quando os achados morfológicos e imunofenotípicos são insuficientes ou controversos para fechar o diagnóstico de ALCL T/null, a detecção de t(2;5)(p23;q35), verificada na maior parcela dos casos pediátricos e em menor freqüência nos adultos, é particularmente útil e pode ser realizada por RT-PCR. Adicionalmente, a presença de rearranjos envolvendo ALK define grupo de melhor prognóstico de pacientes com ALCL T/null. * Drexler HG, Gignac SM, von Wasielewski R, Werner M, Dirks WG. Pathobiology of NPM-ALK and variant fusion genes in anaplastic large cell lymphoma and other lymphomas. Leukemia. 14(9):1533-59, 2000. * Morris SW, Xue L, Ma Z, Kinney MC. Alk+ CD30+ lymphomas: a distinct molecular genetic subtype of non-Hodgkin's lymphoma. Br J Haematol. ;113(2):275-95, 2001..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.Financiador(es): Bayllor College Of Medicine - Cooperação.
2004 - 2005
Métodos moleculares para o diagnóstico do rabdomiossarcoma alveolar
Descrição: Rabdomiossarcomas, os principais tumores de partes moles observados em crianças, exibem achados histopatológicos, imunofenotípicos e ultraestruturais de diferenciação em musculatura esquelética. Em alguns casos, o diagnóstico histopatológico de rabdomiossarcomas pode oferecer dificuldade devido ao amplo leque de diagnósticos diferenciais, que inclui neuroblastomas, sarcomas de Ewing/PNET e linfomas. De acordo com suas características citológicas, rabdomiossarcomas são classificados nas variantes embrionária e alveolar. Ao contrário do rabdomiossarcoma embrionário, o rabdomiossarcoma alveolar (Alveolar Rhabdomyosarcoma - ARMS) é agressivo, apresenta rápida evolução e freqüentemente exibe disseminação metastática. Por outro lado, casos de ARMS apresentam alterações citogenéticas características, notadamente as translocações t(2;13)(q35;q14) e t(1;13)(q36;q14), que justapõem o gene FOXO1A (mapeado em 13q14.1) ao gene PAX3 (2q35) ou PAX7 (1p36.2-p36.12), respectivamente. A detecção de t(2;13)(q35;q14) PAX3-FOXO1A é observada na maior parcela dos casos de ARMS t(1;13)(q36;q14), enquanto um pequeno subgrupo de tumores exibe t(1;13)(q36;q14). Além da evidente aplicação no esclarecimento do diagnóstico, alguns trabalhos sugerem que a detecção dessas translocações permite diferenciar tumores com propriedades biológicas e prognóstico distintos. * Barr FG. Gene fusions involving PAX and FOX family members in alveolar rhabdomyosarcoma. Oncogene. 10;20(40):5736-46, 2001..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.Financiador(es): University of British Columbia - Cooperação.
2004 - 2005
Métodos moleculares para o diagnóstico do fibrossarcoma congênito
Descrição: O fibrossarcoma congênito é um raro tumor maligno de partes moles que acomete crianças em seus primeiros anos de vida e apresenta evolução indolente. Seu diagnóstico é desafiador, pois esse tumor deve ser distinguido de outros sarcomas de células fusiformes mais agressivos e com pior prognóstico, como o sarcoma sinovial, rabdomiossarcomas, hemangiopericitomas, tumores malignos de bainha nervosa e leiomiossarcomas. No fibrossarcoma congênito, a translocação t(12;15)(p13;q25), que resulta na fusão dos genes ETV6 (mapeado em 12p13) e NTRK3 (mapeado em 15q25), tem sido consistentemente detectada. A mesma translocação foi relatada na variante celular do nefroma mesoblástico congênito (NMC) e, mais recentemente, no carcinoma secretor de mama. Entretanto, essa alteração citogenética recorrente não é encontrada na forma clássica do NMC e em nenhum dos casos estudados até o momento de fibrossarcoma de adultos ou fibromatose infantil. A despeito da existência de abordagens de citogenética molecular que também permitem a detecção de t(12;15)(p13;q25) ETV6-NTRK3, a confirmação do diagnóstico de fibrossarcoma congênito tem sido amplamente realizada com auxílio da detecção do transcrito quimérico por RT-PCR. * Sandberg AA, Bridge JA. Updates on the cytogenetics and molecular genetics of bone and soft tissue tu-mors: congenital (infantile) fibrosarcoma and mesoblastic nephroma. Cancer Genet Cytogenet. 1;132(1):1-13, 2002..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.Financiador(es): University of British Columbia - Cooperação.
2004 - 2005
Métodos moleculares para o diagnóstico do sarcoma de Ewing
Descrição: Tumores da família de sarcomas de Ewing/tumores neuroectodérmicos primitivos (Ewing's Sarcoma/Primitive Neuroectodermal Tumors - ES/PNETs) são neoplasias malignas mesenquimais que apresentam grau variável de diferenciação neuroectodérmica. Embora incomuns considerando-se todos os sarcomas, em crianças são o segundo grupo mais freqüente de neoplasias malignas primárias de tecidos ósseos e de partes moles. A translocação t(11;22)(q24;q12), que envolve os genes EWSR1 (mapeado em 22q12.2) e FLI-1 (11q24), tem sido detectada em cerca de 85% dos casos de ES/PNET. Em parcela menor dos casos (10-15%) é verificada a presença de t(21;22)(q22;q12), que envolve EWSR1 e ERG (21q22.3). Assim como em outros sarcomas, as alterações citogenéticas recorrentes nos casos de ES/PNETs podem ser detectadas tanto pela técnica de RT-PCR como FISH. * Qian X, Jin L, Shearer BM, Ketterling RP, Jalal SM, Lloyd RV. Molecular diagnosis of Ewing's sar-coma/primitive neuroectodermal tumor in formalin-fixed paraffin-embedded tissues by RT-PCR and fluores-cence in situ hybridization. Diagn Mol Pathol. 14(1):23-8, 2005..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.Financiador(es): University of British Columbia - Cooperação.
2004 - 2005
Métodos moleculares para o diagnóstico do sarcoma sinovial
Descrição: O sarcoma sinovial (SS) é uma neoplasia maligna que apresenta componente variável de diferenciação epitelial. Representa cerca de 5-10% dos sarcomas de partes moles e acomete predominantemente homens jovens, notadamente entre 15-35 anos. Mais de 90% dos casos caracteristicamente exibem t(X;18)(p11.2;q11.2), translocação que envolve o gene SS18 (SYT ou SSXT), mapeado no braço longo cromossomo 18, e os genes SSX1, SSX2 ou SSX4, todos mapeados no cromossomo X. As translocações envolvendo os genes SS18-SSX1 são observadas em cerca de 2/3 dos casos, enquanto os casos remanescentes exibem translocações envolvendo SS18-SSX2 e, mais raramente, SS18-SSX4. As alterações moleculares associadas ao SSS podem detectadas pela técnica de hibridação in situ fluorescente (FISH) e por métodos baseados na reação em cadeia da polimerase (PCR), particularmente a PCR acoplada a transcrição reversa (RT-PCR) para detecção de transcritos de fusão gênica. * Ladanyi M. Fusions of the SYT and SSX genes in synovial sarcoma. Oncogene. 20(40):5755-62. 2001..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.Financiador(es): University of British Columbia - Cooperação.
2002 - 2005
Métodos moleculares para o estudo de neuroblastomas
Descrição: O neuroblastoma é o segundo tumor sólido mais comum na infância, atingindo em media uma a cada 10.000 crianças. A idade do paciente e estágio do tumor na ocasião do diagnóstico influenciam o curso clinico da doença. Adicionalmente, dados da literatura indicam a existência de pelo menos dois grupos biologicamente distintos de neuroblastomas, definidos com base na presença de amplificação do gene MYCN. Pacientes cujos tumores possuem MYCN amplificado exibem prognóstico pobre, mesmo em estágios precoces da doença (I e II). Observa-se ainda redução na sobrevida nos casos de neuroblastomas com MYCN amplificado, o que é particularmente evidente em pacientes com menos de 1 ano de idade. * Shapiro DN, Valentine MB, Rowe ST, Sinclair AE, Sublett JE, Roberts WM, Look AT. Detection of N-myc gene amplification by fluorescence in situ hybridization. Diagnostic utility for neuroblastoma. Am J Pathol. 142(5):1339-46, 1993. * Cohn SL, Tweddle DA. MYCN amplification remains prognostically strong 20 years after its "clinical debut". Eur J Cancer. 40(18):2639-42, 2004..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para a detecção de P. brasiliensis
Descrição: A paracoccidioidomicose é uma doença endêmica na América Latina, causada pelo fungo dimórfico Paracoccidioides brasiliensis. O diagnóstico dessa micose sistêmica é tradicionalmente realizado pela cultura do fungo, sorologia ou por análise histopatológica. Entretanto, embora amplamente empregados, esses métodos apresentam limitações importantes, o que pode tornar difícil a confirmação ou exclusão do diagnóstico diferencial de paracocciodomicose. No estudo histopatológico, não são infreqüentes, por exemplo, os resultados falso-negativos ou a confusão do P. brasiliensis com outros fungos, como o Histoplasma capsulatum e o Coccidioides immitis. Em virtude da elevada sensibilidade e especificidade de métodos baseados em PCR, a detecção molecular do genoma do fungo permite a resolução de casos particularmente desafiadores. * Bialek R, Ibricevic A, Aepinus C, Najvar LK, Fothergill AW, Knobloch J, Graybill JR. Detection of Paracoc-cidioides brasiliensis in tissue samples by a nested PCR assay. J Clin Microbiol. 38(8):2940-2, 2000..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Integrante / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Coordenador / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para o estudo de doenças linfoproliferativas
Descrição: Rearranjos que envolvem o gene que codifica cadeias pesadas de imunoglobulinas (Immunogloulin heavy Chain - IgH) e do receptor de células T (T-cell Receptor - TCR) ocorrem durante a diferenciação de linfócitos e são responsáveis pelo aparecimento de seqüências únicas de DNA. Esses rearranjos permitem o reconhecimento de numero extraordinário de moléculas antigênicas pelas células linfóides, possibilitando o desencadeamento de resposta imunitária mais efetiva. Linfócitos reacionais apresentam rearranjos gênicos diferentes, resultado da proliferação de diferentes clones, isto é, apresentam natureza policlonal. Linfócitos neoplásicos, por outro lado, compartilham o mesmo rearranjo gênico, evidenciando sua natureza monoclonal. O estudo de clonalidade em populações de células linfóides por meio da pesquisa de rearranjos gênicos favorece o discernimento entre lesões linfoproliferativas benignas e neoplasias linfóides. Adicionalmente, a detecção de translocações freqüentemente verificadas em determinadas entidades, como t(11;18)(q21;q21) nos linfomas MALT, t(14;18)(q32;q21) no linfoma folicular, t(11;14)(q13;q32) no linfoma de células do manto, entre outros, favorecem a confirmação do diagnóstico naqueles casso em que métodos convencionais se mostraram insuficientes ou não puderam ser executados. * Theriault C, Galoin S, Valmary S, Selves J, Lamant L, Roda D, Rigal-Huguet F, Brousset P, Delsol G, Al Saati T. PCR analysis of immunoglobulin heavy chain (IgH) and TcR-gamma chain gene rearrangements in the diagnosis of lymphoproliferative disorders: results of a study of 525 cases. Mod Pathol. 13(12):1269-79, 2000. * Bahloul M, Asnafi V, Macintyre E. Clinical impact of molecular diagnostics in low-grade lymphoma. Best Pract Res Clin Haematol. 18(1):97-111, 2005..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Integrante / Luciana Hayashi Silva - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para a detecção de Bartonella sp.
Descrição: A doença da arranhadura do gato (Cat Scratch disease - CSD) geralmente se apresenta como linfadenite subaguda e está associada à infecção pelo bacilo gram-negativo Bartonella (Rochalimaea) henselae. Além da CSD, essa bactéria também foi detectada em outras doenças, incluindo a angiomatose bacilar e alguns casos de endocardite em pacientes imunossuprimidos. B. henselae é freqüentemente isolada em gatos domésticos; por esse motivo, a informação de contato com esses animais auxilia o diagnóstico de CSD. Em pacientes imunocompetentes, a maior parcela dos casos de CSD é auto-limitada e o diagnóstico é concluído com base nos achados clínicos e histopatológicos, com eventual suporte de colorações especiais para detecção do bacilo em tecido. Entretanto, os aspectos morfológicos da infecção por B. henselae em nódulos linfáticos variam de acordo com a evolução da doença, o que pode dificultar o diagnóstico de CSD, notadamente quando são escassos os dados de história do paciente. Devido ao crescimento lento do microrganismo em cultura e a relativa baixa sensibilidade dos métodos sorológicos, recentemente foram desenvolvidas abordagens moleculares para identificação de B. henselae em espécimes clínicos. Nesses contextos, tornam-se úteis protocolos baseados na PCR, que permitem a detecção de B. henselae pela amplificação de segmentos intergênicos conservados do genoma bacteriano. Essa estratégia pode ser utilizada partindo-se de DNA extraído de diferentes amostras biológicas, incluindo tecido incluído em parafina. * Sander A, Posselt M, Bohm N, Ruess M, Altwegg M. Detection of Bartonella henselae DNA by two different PCR assays and determination of the genotypes of strains involved in histologically defined cat scratch dis-ease. J Clin Microbiol. 37(4):993-7, 1999..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Integrante / Luciana Hayashi Silva - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para detecção do Herpesvírus Humano tipo 8 (HHV-8)
Descrição: O herpesvírus humano tipo 8 (Human herpesvirus type 8), também denominado herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi (Kaposi sarcoma-associated herpesvírus - KSHV), foi originalmente identificado em 1994 por Chang e colaboradores. Atualmente a infecção pelo HHV-8 é verificada em todas as formas do sarcoma de Kaposi (SK), além de casos de linfoma de efusão primária (Primary Efusion Lymphoma - PEL) e de doença de Castleman multicêntrica (Multicentric Castleman Disease - MCD). Duas abordagens principais podem ser empregadas para detecção do HHV-8 em tecido: pesquisa por imunoistoquímica da expressão do antígeno nuclear associado à latência 1 (Latency-associated nuclear antigen 1 - LANA-1), produto da ORF 73 viral, e a pesquisa do genoma viral pela PCR. Embora a PCR apresente maior sensibilidade, a pesquisa de LANA-1 é preferível nos casos em que se faz necessária a confirmação do diagnóstico de SK, notadamente quando se faz necessária a distinção entre o SK verdadeiro e lesões angioproliferativas SK-símiles. * Pak F, Pyakural P, Kokhaei P, Kaaya E, Pourfathollah AA, Selivanova G, Biberfeld P. HHV-8/KSHV during the development of Kaposi's sarcoma: evaluation by polymerase chain reaction and immunohistochemistry. J Cutan Pathol. 32(1):21-7, 2005..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Integrante / Luciana Hayashi Silva - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para a detecção e genotipagem do vírus do Papilloma Humano (HPV)
Descrição: A infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV) é uma das causas mais freqüentes de doenças sexualmente transmissíveis em todo o mundo. São denominados HPVs de baixo e alto risco, respectivamente, os genótipos virais mais comumente observados em lesões benignas (e.g., 6, 11, 26, 42, 44 e 54), e aqueles detectados em neoplasias malignas (e.g., HPVs 16, 18, 31, 33, 45 e 58). Virtualmente todos os casos de câncer de colo uterino exibem infecção por HPVs de alto risco, notadamente HPVs 16 e 18. A presença de HPVs de baixo risco nessas lesões é rara, cerca de 0,2% segundo trabalho publicado em 1995 por Bosh e colaboradores. Dentre as técnicas disponíveis para pesquisa de infecção pelo HPV estão a hibridação in situ, captura de híbridos e métodos de Biologia Molecular baseadas PCR. A detecção de HPV por PCR apresenta maior sensibilidade quando comparada aos demais métodos, além de exibir elevada especificidade e ser flexível quanto ao tipo de amostra biológica a ser empregada no estudo. * Bosch FX et al. Prevalence of human papillomavirus in cervical cancer: a worldwide perspective. Interna-tional biological study on cervical cancer (IBSCC) Study Group. J Natl Cancer Inst. 87:796-802, 1995. * Molijn A, Kleter B, Quint W, van Doorn LJ. Molecular diagnosis of human papillomavirus (HPV) infections. J Clin Virol. 32 Suppl 1:S43-51, 2005..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Integrante / Luciana Hayashi Silva - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para a detecção de Leishmania sp.
Descrição: A leishmaniose tegumentar americana, doença infecciosa endêmica no Brasil, é causada por protozoários do gênero Leishmania, notadamente Leishmania (Viannia) braziliensis. Tradicionalmente seu diagnóstico é baseado em dados clínico-epidemiológicos, sorologia e identificação das formas amastigotas do protozoário nas lesões biopsiadas. Dentre os métodos convencionais de diagnóstico, a cultura dos parasitas tende a apresentar maior taxa de positividade, demonstrando infecção em aproximadamente 60% dos casos. Entretanto, seu uso é restritivo, pois a técnica é laboriosa, demorada, e necessita tecido fresco para obtenção de organismos viáveis. O diagnóstico histopatológico da leishmaniose por meio das colorações de HE e Giemsa, principalmente nas formas cutâneas e mucocutânea, apresenta baixa sensibilidade e é dificultado pela escassez de parasitas nos tecidos. Em 1990, Rodgers e colaboradores propuseram o uso da PCR para detecção de Leishmania em ampla gama de espécimes biológicos empregando amplificação por PCR de seqüências conservada do DNA do cinetoplasto do protozoário. Comparada ao exame direto de esfregaços de lesões ulceradas, a PCR tem apresentado sensibilidade entre 97% a 100% em diferentes trabalhos da literatura, e foi empregada com sucesso na detecção do parasita em lesões cicatriciais mesmo 8 anos após tratamento. * Rodgers et al. Amplification of kinetoplast DNA as a tool in the detection and diagnosis of Leishmania. Exp Parasitol 71:267-75, 1990. * Schubach A et al. Detection of Leishmania DNA by Polymerase Chain Reaction in scars of treated human patients. J Infec Dis 178:911-4, 1998..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Integrante / Luciana Hayashi Silva - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para a detecção do vírus de Epstein-Barr (EBV)
Descrição: O vírus de Epstein-Barr (Epstein-Barr virus - EBV), ou herpesvírus humano tipo 4 (Human herpesvirus type 4 - HHV-4), é agente etiológico da mononucleose infecciosa e também participa na patogênese de diferentes neoplasias malignas em humanos, incluindo o linfoma de Burkitt e o carcinoma de nasofaringe, além de parcela dos casos de linfoma de Hodgkin e de linfomas não-Hodgkin em pacientes com imunossupressão terapêutica ou associada à infecção pelo vírus da imunodeficiência Humana (Human Immunodeficiency Virus - HIV). A hibridação in situ para pesquisa de EBERs (EBV-encoded RNAs), pequenos transcritos não-traduzidos do EBV, é a técnica consagrada para pesquisa do vírus em tecido, pois permite constatar a infecção viral nas células neoplásicas. O método é baseado no emprego de segmentos de DNA marcados (sonda) que se ligam aos RNAs virais e permitem sua detecção em tecido. * Gulley ML, Raab-Traub N. Detection of Epstein-Barr virus in human tissues by molecular genetic techniques. Arch Pathol Lab Med. 117(11):1115-20, 1993. * Ambinder RF, Mann RB. Detection and characterization of Epstein-Barr virus in clinical specimens. Am J Pathol. 145(2):239-52, 1994..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Luciana Hayashi Silva - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.
2002 - 2005
Métodos moleculares para a detecção de micobactérias
Descrição: O diagnóstico convencional da tuberculose e outras doenças causadas por micobactérias é baseado na indentificação de bacilos álcool-ácido resistentes (BAAR) em tecido por meio de coloração pelo método de Ziehl. Em raras situações pode ser realizada cultura dos bacilos, que requer recuperação de microrganismos viáveis a partir do espécime avaliado e demanda 3-4 semanas para fornecer resultados, tempo demasiadamente longo para a definição da conduta terapêutica adequada. Por outro lado, são freqüentes os casos com dados clínicos e/ou morfológicos sugestivos de infecção por micobactérias nos quais é negativo o resultado da pesquisa de BAAR pelo método de Ziehl, o que inviabiliza a confirmação do diagnóstico. Nesses casos, a detecção de micobactérias por PCR é ferramenta importante, pois permite afastar ou confirmar com segurança a existência de infecção por esses microrganismos. Em trabalho publicado em 2000, Li e colaboradores demonstraram que a PCR apresenta sensibilidade superior à da cultura na detecção de M. tuberculosis em casos Ziehl-negativos (72 e 42%, respectivamente), sendo a única alternativa disponível para pesquisa dos microorganismos em tecido fixado e incluído em parafina. * Li JY, Lo ST, Ng CS. Molecular detection of Mycobacterium tuberculosis in tissues showing granulomatous inflammation without demonstrable acid-fast bacilli. Diagn Mol Pathol. 9(2):67-74, 2000..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador / Naila Cristina Vilaça Lourenço - Integrante / Luciana Hayashi Silva - Integrante / Carlos Eduardo Bacchi - Integrante.


Outros Projetos


2013 - 2015
PatoWiki - Patologia Essencial
Descrição: A espantosa quantidade de informações sobre as causas e mecanismos de doenças acumuladas no último século, bem como a revelação de conexões insuspeitadas entre diversos processos patológicos, mudaram o modo convencional de se entender o conhecimento em Patologia. Para se manterem em compasso com essa evolução, as fontes tradicionais de informação no meio acadêmico tornaram-se densas e de difícil assimilação. Entretanto, o acesso rápido e a apresentação sucinta de conceitos básicos de Patologia podem ser úteis na formação de estudantes e atuação de profissionais interessados em temas da Patologia. O presente projeto visa a criação e manutenção de sítio na Internet baseado em modelo wiki contendo conceitos de Patologia Geral expressos na forma de verbetes interconectados. Os conceitos são apresentados de maneira sucinta, direta e integrada com conceitos afins, quer no próprio sítio ou em outras fontes relevantes de informação, notadamente bases públicas de informações de área biomédica. Endereço: http://www.patowiki.net.
Situação: Desativado; Natureza: Outra.
2013 - Atual
Núcleo de Tecnologias Digitais em Patologia (NTDP)
Descrição: O NTDP foi inspirado na necessidade de melhor gerenciar o repertório de equipamentos e soluções de software de alto custo lotados no Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), UNESP, de modo a torná-los amplamente disponíveis. Visa ainda propiciar a captação de recursos para auxiliar sua autogestão e ampliação de seu parque tecnológico. Seus objetivos específicos são: 1) Administrar tecnologias digitais (i.e., equipamentos, softwares ou sistemas integrados) com característica de multiusuário para atividades de ensino, pesquisa e extensão no âmbito do Departamento de Patologia da FMB, UNESP; 2) Manter as tecnologias digitais geridas e viabilizar sua disponibilização, prioritariamente para a comunidade acadêmica da FMB e UNESP; 3) Fomentar o uso de tecnologias digitais para a formação de recursos humanos especializados; 4) Prestar assessorias, consultorias e outros serviços relacionados ao uso de tecnologias digitais para educação em patologia, patologia diagnóstica, patologia investigativa e áreas afins; 5) Atuar junto às instâncias Institucionais de Informática e de Tecnologias da Informação para propiciar o adequado uso de tecnologias digitais para atividades-fim da Universidade. O presente projeto visa consolidar a implantação do núcleo, efetivada por meio de elaboração do regimento interno e dos fluxos administrativos, mapeamento e organização do parque tecnológico e início das prestação de serviços à comunidade acadêmica. Acesso à página do NTDP no sítio Institucional da FMB, UNESP: http://goo.gl/iVKI3N..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2011 - 2013
I Fórum de Educação em Patologia (I FEPat)
Descrição: O conhecimento de Patologia em nível de graduação é explorado em disciplinas com diferentes denominações (e.g., Pa-tologia Geral, Patologia Sistêmica ou Especial, Fisiopatologia, Anatomia Patológica, Bases das Doenças, etc.), bem como em módulos didáticos integradores. Independentemente da abordagem, esse conhecimento têm papel crucial na formação e exercício dos profissionais da área de saúde. Ao mesmo tempo em que representa oportunidade singular para a consolidação do entendimento de processos biológicos normais e as repercussões morfofuncionais de seus desvios, a natureza transdisci-plinar da Patologia oferece também um grande desafio para assimilação da essência das principais situações de comprome-timento da saúde. Por outro lado, o ensino de Patologia ainda apresenta as mesmas características operacionais e ideológicas daquele ocorrendo em meados do século XIX, situação em descompasso com a atual realidade dos indivíduos, da sociedade, das ciências e das tecnologias disponíveis. O I Fórum de Educação em Patologia (I FEPat) visa reunir educadores e educandos interessados em discutir os rumos do ensino de Patologia. Pretende propiciar amplo debate das estratégias atualmente aplicadas em diferentes contextos educacionais, com vistas a se definir princípios norteadores para um ensino significativo de Patologia, que melhor explore as potencialidades de docentes, discentes e dos recursos educacionais atualmente disponíveis..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2010 - 2014
Coleção de anatomia patológica do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina de Botucatu, UNESP
Descrição: O ensino de Patologia tradicionalmente utiliza espécimes anatomopatológicos para ilustrar e exemplificar as repercussões de doenças nos tecidos e órgãos afetados. A análise macroscópica desses espécimes, também denominadas "peças anatomopatológicas", favorece o reconhecimento das principais características morfológicas das doenças, bem como o entendimento de seus mecanismos (patogenia) e suas consequências em termos de funcionamento do organismo (fisiopatologia). A coleção de peças anatomopatológicas do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), UNESP, teve início na década de 1970 e alcançou mais de 3000 peças catalogadas, primariamente derivadas de exames post-mortem (necropsias) efetuados no âmbito do serviço local de verificação de óbitos. Ao longo do tempo a manutenção dessa coleção deixou de ter a devida atenção e um número substancial de peças perdeu suas características originais em decorrência de problemas de preservação ou excessivo manuseio. Dada a importância de uma coleção de espécimes anatomopatológicos para enriquecimento da experiência educacional em Patologia, o presente projeto visa recompor a coleção de peças de anatomia patológica do Departamento de Patologia da FMB, UNESP. Para tanto, peças existentes da coleção original serão resgatadas e, na medida do possível, recuperadas e recatalogadas em nova coleção. Simultaneamente, novos espécimes selecionados pelos docentes patologistas da FMB-UNESP serão coletados, revisados quanto ao diagnóstico anatomopatológico e anotados em termos de informações relevantes que podem se mostrar úteis para ensino de Patologia em aulas práticas e demonstrações. A presente iniciativa tem características de trabalho contínuo, que se espera que possibilite a preservação do repertório de espécimes anatomopatológicos disponíveis para fins de ensino de Patologia exercido nos cursos de saúde da FMB-UNESP. Adicionalmente, vislumbra-se que a a recomposição da coleção propicie a criação de material d.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Deilson Elgui de Oliveira - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2018 - Atual
Periódico: Journal of Medical Virology
2017 - Atual
Periódico: Frontiers in Cell and Developmental Biology
2017 - Atual
Periódico: Frontiers in Cell and Developmental Biology
2014 - Atual
Periódico: Frontiers in Oncology
2014 - Atual
Periódico: Frontiers in Oncology
2008 - Atual
Periódico: Cancer Letters


Membro de comitê de assessoramento


2018 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco
2016 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2015 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2010 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Revisor de periódico


2005 - Atual
Periódico: Cancer Letters
2006 - Atual
Periódico: Digestive Diseases and Sciences
2008 - Atual
Periódico: International Journal of Gynecological Cancer
2009 - Atual
Periódico: Journal of Medical Virology
2009 - 2009
Periódico: Handbook of Epigenetics: The New Molecular and Medical Genetics
2010 - Atual
Periódico: Histology and Histopathology
2010 - Atual
Periódico: Annals of Hematology (Print)
2012 - Atual
Periódico: Revista Pan-Amazônica de Saúde (Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Virology Journal
2013 - Atual
Periódico: Mediterranean Journal of Hematology and Infectious Diseases
2015 - Atual
Periódico: Medicine (Baltimore, Md.)
2016 - Atual
Periódico: OncoTarget
2015 - Atual
Periódico: Cellular Signalling
2015 - Atual
Periódico: FEBS Letters (Print)
2015 - Atual
Periódico: Journal of Experimental & Clinical Cancer Research (Online)
2014 - Atual
Periódico: Frontiers in Oncology
2016 - Atual
Periódico: Archives of Virology
2017 - Atual
Periódico: CELLULAR PHYSIOLOGY AND BIOCHEMISTRY
2017 - Atual
Periódico: Trends in Cancer
2017 - Atual
Periódico: ANGIOGENESIS
2018 - Atual
Periódico: Frontiers in Immunology (Online)


Revisor de projeto de fomento


2010 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Oncologia/Especialidade: Biologia dos cânceres.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Anatomia Patológica e Patologia Clínica/Especialidade: Carcinogênese.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Oncologia.
4.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Anatomia Patológica e Patologia Clínica/Especialidade: Patologia Geral.
5.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Anatomia Patológica e Patologia Clínica/Especialidade: Patologia Molecular.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2016
Menção honrosa no 'VIII Prêmio Maria José Queirós de Freitas Alves', conferida a trabalho apresentado no evento XIX ENBM, categoria painel, Encontro Nacional de Biomedicina.
2012
Trabalho científico premiado em 2o. lugar no VII Encontro de Pós-Graduação FMB-UNESP, categoria painel, Faculdade de Medicina de Botucatu, UNESP.
2010
Menção honrosa no Prêmio CAPES TESES 2009, conferida à tese da orientada de doutorado Suzane Ramos da Silva, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
2009
'I Prêmio Profa. Dra. Márcia G. da Silva', conferido a trabalho apresentado no evento XII ENBM, categoria pós-graduação, Encontro Nacional de Biomedicina.
2006
Votos de Congratulações pelo lançamento do livro 'Patologia Geral. Abordagem Multidisciplinar' (Req. 1091/2006), Câmara Municipal de Botucatu, SP.
2004
Premiação aos três melhores trabalhos apresentados no VII ENBM, Encontro Regional de Biomedicina.
2003
Prêmio 'Alvary de Castro', Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia.
2003
Prêmio 'Atualização Médica', Rede Brasileira de Combate ao Câncer (SBC-SBOC).
2003
Trabalho científico premiado no XXIV Congresso Brasileiro de Patologia, Sociedade Brasileira de Patologia.
2003
'I Prêmio Sílvio Alencar Marques', XI Congresso Médico Acadêmico de Botucatu.
1997
Diploma de Honra ao Mérito 'Horácio Passos', pelo desempenho obtido durante curso de graduação em Ciências Biológicas mod. Médica, IBB-UNESP, Rotary Clube de Botucatu.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:27
Total de citações:339
Fator H:11
Elgui de Oliveira, Deilson  Data: 27/02/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:27
Total de citações:454
ELGUI DE OLIVEIRA, D; DE OLIVEIRA; D E; OLIVEIRA, D E. | https://www.mendeley.com/profiles/deilson-elgui-de-oliveira/  Data: 31/10/2018

Outras
Total de trabalhos:54
Total de citações:706
ELGUI DE OLIVEIRA, D; DE OLIVEIRA; D E; OLIVEIRA, D E. | http://scholar.google.com/citations?user=kZLpyxgAAAAJ  Data: 23/03/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
MÜLLER-COAN, BARBARA GRASIELE2018MÜLLER-COAN, BARBARA GRASIELE ; CAETANO, BRUNNO FELIPE RAMOS ; PAGANO, JOSEPH STEPHEN ; Elgui de Oliveira, Deilson . Cancer Progression Goes Viral: The Role of Oncoviruses in Aggressiveness of Malignancies. Trends in Cancer, v. 4, p. 485-498, 2018.

2.
SILVA, WILLIAM DE MELO2017SILVA, WILLIAM DE MELO ; RIBEIRO, CAMILA AMORIM ; MARQUES, CLEITON SILVA ; TABATA, AMÉRICO SHEITIRO ; SAEKI, MARGARIDA JURI ; MEDEIROS, LEONARDO IUSUTI ; Oliveira, Deilson Elgui de . Fibroblast and pre-osteoblast cell adhesive behavior on titanium alloy coated with diamond film. Materials Research-Ibero-american Journal of Materials, v. x, p. x, 2017.

3.
Elgui de Oliveira, Deilson2016 Elgui de Oliveira, Deilson; MÜLLER-COAN, BÁRBARA G. ; PAGANO, JOSEPH S. . Viral Carcinogenesis Beyond Malignant Transformation: EBV in the Progression of Human Cancers. Trends in Microbiology (Regular Ed.), v. 24, p. 649-664, 2016.

4.
Elgui de Oliveira, Deilson2016Elgui de Oliveira, Deilson; MARQUES, CLEITON SILVA ; LOSI, VICTOR COSTA . 'Cell identity' crisis: Another call for immediate action. Cancer Letters (Print), v. 381, p. 122-123, 2016.

5.
BARTOLOMEU, ARIANE ROCHA2016BARTOLOMEU, ARIANE ROCHA ; FRIÓN-HERRERA, YAHIMA ; DA SILVA, LIVIA MATSUMOTO ; ROMAGNOLI, GRAZIELA GORETE ; de Oliveira, Deilson Elgui ; SFORCIN, JOSÉ MAURÍCIO . Combinatorial effects of geopropolis produced by Melipona fasciculata Smith with anticancer drugs against human laryngeal epidermoid carcinoma (HEp-2) cells. Biomedicine & Pharmacotherapy, v. 81, p. 48-55, 2016.

6.
Ferraz da Silva, A. P.2015Ferraz da Silva, A. P. ; Giron, L. B. ; Ramos da Silva, S. ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Human gammaherpesviruses viraemia in HIV infected patients. Journal of Clinical Pathology, v. 68, p. 726-732, 2015.

7.
SOUSA-SQUIAVINATO, ANNIE CRISTHINE MORAES2015SOUSA-SQUIAVINATO, ANNIE CRISTHINE MORAES ; SILVESTRE, RENATA NACASAKI ; Elgui de Oliveira, Deilson . Biology and oncogenicity of the Kaposi sarcoma herpesvirus K1 protein. REVIEWS IN MEDICAL VIROLOGY, v. 25, p. 273-285, 2015.

8.
MACARENCO, RICARDO S.2014MACARENCO, RICARDO S. ; de Oliveira, Deilson Elgui . Chronic Reparative Changes in Medium-Sized Vessels in a Case of Primary Cutaneous Anaplastic Large-Cell Lymphoma With Angioinvasive Features and Cytotoxic Phenotype. The American Journal of Dermatopathology (Print), v. n.a, p. 1, 2014.

9.
GAIOLLA, R. D.2014GAIOLLA, R. D. ; Domingues, M. A. C. ; Niero de Melo, L. ; Elgui de Oliveira, Deilson . Serum levels of interleukins 6, 10, and 13 before and after treatment of classic Hodgkin lymphoma. Archives of Pathology & Laboratory Medicine (1976), v. 135, p. 483-489, 2014.

10.
Hoyama, Erika2013Hoyama, Erika ; VIVEIROS, MAGDA MASSAE HATA ; SHIRATORI, CLAUDIA ; Oliveira, Deilson Elgui de ; Padovani, Carlos Roberto ; SELVA, DINESH ; Schellini, Silvana Artioli . Expression of Vascular Endothelial Growth Factor (VEGF) in Macrophages, Fibroblasts, and Endothelial Cells in Pterygium Treated with 5-Fluorouracil. Seminars in Ophthalmology, v. 30, p. 1-6, 2013.

11.
GIRON, LEILA BERTONI2013GIRON, LEILA BERTONI ; RAMOS DA SILVA, SUZANE ; BARBOSA, ALEXANDRE NAIME ; MONTEIRO DE BARROS ALMEIDA, RICARDO AUGUSTO ; ROSÁRIO DE SOUZA, LENICE DO ; Elgui de Oliveira, Deilson . Impact of epstein-barr virus load, virus genotype, and frequency of the 30-bp deletion in the viral BNLF-1 gene in patients harboring the human immunodeficiency virus. Journal of Medical Virology (Print), v. 85, p. n/a-n/a, 2013.

12.
Ramos da Silva, S.2011Ramos da Silva, S. ; Elgui de Oliveira, Deilson . HIV, EBV and KSHV: Viral cooperation in the pathogenesis of human malignancies. Cancer Letters (Print), p. 175-185, 2011.

13.
Ramos da Silva, S.2011 Ramos da Silva, S. ; da Silva, A. P. F. ; Bacchi, M. M. ; Bacchi, C. E. ; Elgui de Oliveira, Deilson . KSHV genotypes A and C are more frequent in Kaposi sarcoma lesions from Brazilian patients with and without HIV infection, respectively. Cancer Letters (Print), v. 301, p. 85-94, 2011.

14.
ELGUI DE OLIVEIRA, D2011ELGUI DE OLIVEIRA, D. Infection and human cancer: disclosing the biology of cancer and beyond (Editorial foreword). Cancer Letters (Print), v. 305, p. 101-103, 2011.

15.
Elgui de Oliveira, Deilson2011Elgui de Oliveira, Deilson. Featuring the special issue Editor: Deilson Elgui de Oliveira, Ph.D.. Cancer Letters (Print), p. x, 2011.

16.
Porto, C. D.2011Porto, C. D. ; NUNES, L. C. ; Masseno, A. P. B. ; SEQUEIRA, J. L. ; DE OLIVEIRA DE ; Alvarenga, M. A. . Expression of MMP-2 and MMP-9 in helth endometrium and in chronic endometritis of mares. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 63, p. 12-19, 2011.

17.
Fortaleza, C. M. C. B.2011Fortaleza, C. M. C. B. ; Bacchi, C. E. ; OLIVEIRA D. E. . Polyclonal endemicity of Pseudomonas aeruginosa in a teaching hospital from Brazil: molecular typing of decade-old strains. The Journal of Venomous Animals and Toxins Including Tropical Diseases (Online), v. 17, p. 176-183, 2011.

18.
de Oliveira, Deilson Elgui2010 de Oliveira, Deilson Elgui; Ballon, G. ; Cesarman, E. . NF-?B signaling modulation by EBV and KSHV. Trends in Microbiology (Regular Ed.), v. 18, p. 248-257, 2010.

19.
Barros, M.R.2009Barros, M.R. ; Andreatti Filho, R.L. ; Oliveira, D.E. ; Lima, E.T. ; Crocci, A.J. . Comparação entre método bioquímico e reação em cadeia de polimerase para identificação de Lactobacillus spp., isolados de aves. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 61, p. 319-325, 2009.

20.
SUZANO, S. M. C. E.2008SUZANO, S. M. C. E. ; SEQUEIRA, J. L. ; Pessoa, A. W. P. ; Porto, C. D. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Proliferação celular nos linfomas caninos. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso), v. 45, p. 313, 2008.

21.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.;DE OLIVEIRA, D. E.;OLIVEIRA D. E.2007ELGUI DE OLIVEIRA, D.. DNA viruses in human malignancies: an integrated overview onfundamental mechanisms of viral carcinogenesis. Cancer Letters (Print), v. 247, p. 182-196, 2007.

22.
DA SILVA, G. N.2007DA SILVA, G. N. ; Bacchi, M. M. ; Rainho, C. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Epstein-Barr Virus Infection and Single Nucleotide Polymorphisms (SNPs) in the Promoter Region of Interleukin-10 Gene in Patients with Hodgkin Lymphoma. Archives of Pathology & Laboratory Medicine (1976), v. 131, p. 1691-1696, 2007.

23.
Ramos da Silva, S.2007Ramos da Silva, S. ; Bacchi, M. M. ; Bacchi, C. E. ; Elgui de Oliveira, Deilson . Human bcl-2 Expression, Cleaved Caspase-3, and KSHV LANA-1 in Kaposi Sarcoma Lesions. American Journal of Cinical Pathology, v. 128, p. 794-802, 2007.

24.
Oliveira, Deilson Elgui de2006Oliveira, Deilson Elgui de; Bacchi, M. M. ; MACARENCO, R. S. S. ; TAGLIARINI, J. V. ; CORDEIRO, R. C. ; Bacchi, C. E. . Human Papillomavirus and Epstein-Barr Virus Infection, p53 Expression, and Cellular Proliferation in Laryngeal Carcinoma. American Journal of Clinical Pathology, Estados Unidos, v. 126, n.2, p. 284-293, 2006.

25.
Ramos da Silva, S.2006Ramos da Silva, S. ; Elgui-de-Oliveira, D. ; BORGES, L. ; Bacchi, C. E. . Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus infection and Kaposi's sarcoma in Brazil. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, Ribeirão Preto, v. 39, n.5, p. 573-580, 2006.

26.
HASSAN, R.2006HASSAN, R. ; WHITE, L. R. ; STEFANOFF, C. G. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; FELISBINO, F. E. ; Klumb, C. E. ; Bacchi, C. E. ; SEUÁNEZ, H. N. ; ZALCBERG, I. R. . Epstein-Barr Virus (EBV) detection and typing by PCR: A contribution to diagnosis and management of EBV-positive Burkitt's lymphoma. Diagnostic pathology, v. 1, p. 17, 2006.

27.
Schellini, S. A.2006Schellini, S. A. ; HOYAMA, E. ; Oliveira, Deilson Elgui ; Bacchi, C. E. ; Padovani, C. R. . Matrix metalloproteinase-9 expression in pterygium. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 69, n.2, p. 161-164, 2006.

28.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.;DE OLIVEIRA, D. E.;OLIVEIRA D. E.2005ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Comment on: Alves G, Menezes Trindade Macrini C, De Souza Nascimento P, Carlos Morais J, Augusto Ornellas A. Detection and expression of Epstein-Barr Virus (EBV) DNA in tissues from penile tumors in Brazil. (letter to the Editor). Cancer Letters, v. 227, n.2, p. 223-224, 2005.

29.
LOPES, L. F.2004LOPES, L. F. ; Bacchi, M. M. ; Elgui-de-Oliveira, D. ; ZANATI, S. G. ; ALVARENGA, M. ; Bacchi, C. E. . Epstein-Barr virus infection and gastric carcinoma in São Paulo State, Brazil. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, Ribeirão Preto, v. 37, n.11, p. 1707-1712, 2004.

30.
Klumb, C. E.2003Klumb, C. E. ; HASSAN, R. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; RESENDE, L. M. M. ; CARRIÇO, M. K. S. ; DOBBIN, J. A. ; POMBO-DE-OLIVEIRA, M. S. ; MAIA, R. C. . Geographic variation in Epstein-Barr virus-associated Burkitt's lymphoma in children from Brazil. International Journal of Cancer (Print), v. 108, n.1, p. 66-70, 2003.

31.
Oliveira, MS, Deilson Elgui de2002Oliveira, MS, Deilson Elgui de; Bacchi, M. M. ; ABREU, E. S. ; NIERO-MELO, L. ; Bacchi, C. E. . Hodgkin Disease in Adult and Juvenile Groups From Two Different Geographic Regions in Brazil. American Journal of Clinical Pathology, Chicago, IL, USA, v. 118, n.1, p. 25-30, 2002.

32.
Castelli, E. C.2002Castelli, E. C. ; Otake, A. H. ; Oliveira, Deilson Elgui de ; ROCHA, N. S. ; Salvadori, D. M. F. ; de Camargo, J. L. V. . No mutations found in exons of TP53, H-RAS and K-RAS genes in liver of male Wistar rats submitted to a medium-term chemical carcinogenesis assay. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso), Rio de Janeiro, v. 38, n.3, p. 175-182, 2002.

33.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.;DE OLIVEIRA, D. E.;OLIVEIRA D. E.1999ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Monteiro, T. A. F. ; Melo, W. A. ; MOREIRA, M. A. R. ; ALVARENGA, M. ; Bacchi, C. E. . Lack of Epstein-Barr Virus (EBV) infection in cervical squamous cell carcinomas and endocervical adenocarcinomas. Archives of Pathology & Laboratory Medicine (1976), United States of America, v. 123, n.11, p. 1098-1100, 1999.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
de Camargo, J. L. V. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Patologia Geral - Abordagem Multidisciplinar. 1. ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2006. v. 1. 204p .

Capítulos de livros publicados
1.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Verbetes ?Aberrações cromossômicas?, ?Biomarcadores?, ?Carcinogênese?, ?Dano (Patologia)?, ?Edema?, ?Epigenético?, ?Genotóxico, genotoxidade?, ?Mutações, mutagênese e mutagenicidade?, e ?Patologia?. In: René Mendes. (Org.). Dicionário de Saúde e Segurança do Trabalhador: conceitos, definições, história e cultura. 1ed.Novo Hamburgo,RS: Proteção Pub, 2018, v. 1, p. 1-1280.

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Rodrigues, M. A. M. ; Longatto Filho, A. ; Alves, V. A. . Neoplasias e carcinogênese. In: Marcello Franco, Mário R. Montenegro (in memoriam), Thales de Brito, Carlos E. Bacchi, Paulo Cardoso de Almeida. (Org.). Patologia - Processos Gerais. 6ed.Rio de Janeiro: Atheneu, 2015, v. 1, p. 270-278.

3.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Bacchi, L. M. ; Bacchi, C. E. . Transtornos do Crescimento e da Diferenciação Celular. In: Marcello Franco, Mário R. Montenegro (in memoriam), Thales de Brito, Carlos E. Bacchi, Paulo Cardoso de Almeida. (Org.). Patologia - Processos Gerais. 6ed.Rio de Janeiro: Atheneu, 2015, v. 1, p. 257-267.

4.
Mendes R. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Patogênese do adoecimento relacionado com o trabalho. In: René Mendes. (Org.). Patologia do Trabalho. 3ed.São Paulo: Atheneu, 2013, v. 1, p. 49-120.

5.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Transtornos do Crescimento e da Diferenciação Celular. In: Franco M., Montenegro MR (In memoriam), de Brito T, Bacchi CE, de Almeida PC. (Org.). Patologia - Processos gerais. 5ed.São Paulo: Atheneu, 2010, v. , p. 246-253.

6.
Bacchi, C. E. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Tumor estromal gastrointestinal. In: Carlos Gil Ferreira; José Cláudio Rocha. (Org.). Oncologia Molecular. 1ed.São Paulo: Atheneu, 2004, v. 1, p. 183-188.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Bacchi, M. M. ; VILELA, M. H. T. ; ROBERTI, M. R. F. ; VALE, F. ; LANDMAN, G. ; POTENCIANO, O. ; VILELA, T. T. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Granulomatous lack skin: report of a case with histopathologic, imunophenotypic e genotypic study. In: Meeting European Association for Haematopathology, 2002, Siena. Journal Of Clinical Pathology, 2002. v. 55. p. A43-A43.

2.
Castelli, E. C. ; Otake, A. H. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; ROCHA, N. S. ; Salvadori, D. M. F. ; de Camargo, J. L. V. . Freqüência de mutações em éxons dos genes TP53, H-RAS e K-RAS em fígado de ratos Wistar submetidos a ensaio de carcinogênese química de média duração. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2001, Salvador/BA. Jornal Brasileiro de Patologia, 2001. v. 37. p. 22-22.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Müller-Coan, B. G. M. ; Coan, R. L. B. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . In silico pathway enrichment analysis based on genes targeted by microRNAs deregulated in human nasopharyngeal cells in vitro expressing the LMP1 oncoprotein of Epstein-Barr virus strain M81. In: Frontiers in Molecular Oncology, 2018, São Paulo. Frontiers in Molecular Oncology - Annals. Sao Paulo: FiMO Organizing Committee, 2018. v. 1. p. 18-18.

2.
Müller-Coan, B. G. M. ; Coan, R. L. B. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Common And Exclusive Cellular Pathways Regulated By micrornas Differentially Expressed In Human Nasopharyngeal Cells in Vitro Expressing The Lmp1 Oncoprotein Of Epstein-barr Virus strains B95.8 And M81. In: Frontiers in Molecular Oncology, 2018, São Paulo. Frontiers in Molecular Oncology - Annals. São Paulo: FiMO Organizing Committee, 2018. v. 1. p. 19-19.

3.
Müller-Coan, B. G. M. ; Coan, R. L. B. ; Caetano, B. F. R. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Pathway prediction analysis of miR-100-5p target genes differentially expressed in EBV-positive nasopharyngeal carcinoma cells in vivo. In: II AACR International Conference Translational Cancer Medicine Cancer Discoveries for Clinical Application, 2018, São Paulo. Program and Proceedings. São Paulo: AACR & LACOG, 2018. v. 1. p. 91-91.

4.
Caetano, B. F. R. ; Müller-Coan, B. G. M. ; Coan, R. L. B. ; Fantinatti, B. E. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Identification of potential cellular targets for Epstein-Barr virus encoded microRNAs miR-BART7 and miR-BART9 by in silico analysis. In: II AACR International Conference Translational Cancer Medicine Cancer Discoveries for Clinical Application, 2018, São Paulo. Program and Proceedings. São Paulo: AACR & LACOG, 2018. p. 90-90.

5.
Cucielo, M. S. ; da Silva, I. M. ; Nunes, H. C. ; Caleffi, J. T. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Delella, F. K. . Exposure to fibronectin suppress the invadopodia formation and migratory behavior of LNCaP cells. In: XIX Congress of the Brazilian Society for Cell Biology, 2018, São Paulo. Abstracts. São Paulo: SBBC, 2018. p. 43-43.

6.
Medeiros, M. ; Cucielo, M. S. ; da Silva, I. M. ; Caleffi, J. T. ; Grandisoli, A. P. ; Corrêal, L. S. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Delella, F. K. . Extracellular Matrix Action On Aggressive Prostatic Neoplastic Cell Morphology And Migration. In: XIX Congress of the Brazilian Society for Cell Biology, 2018, São Paulo. Abstracts. São Paulo: SBBC, 2018. p. 24-24.

7.
Silva, W. M. ; Saeki, M. S. ; Ribeiro, C. A. ; Almeida, D. T. M. ; Ral, V. L. M. ; Batalha, J. E. N. ; Dantas, S. T. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Cell viability and biofilm formation on hydroxyapatite-coated titanium alloy substrate. In: 7th International Conference on Mechanics of Biomaterials and Tissues, 2017, Waikoloa, Hawaii. Proceedings of 7th ICBMOT, 2017. v. 1. p. P36.

8.
SILVA, WILLIAM DE MELO ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Marques, C. S. ; Tabata, A. ; Saeki, M. S. ; Medeiros, L. I. ; Macedo, D. ; Bailo, W. . Influence of the contact angle/interfacial tension in the adhesion of fibroblast and preosteoblast cells into diamond film. In: 7th Latin American Conference on Metastable and Nanostructured Materials, 2017, Brotas, SP. Proceedings for Nanomat 2017. São Carlos: UFSCar, 2017.

9.
Zanutto, M. R. ; Andrade, I. C. ; Pereira, M. S. ; Rodrigues, J. C. Z. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Fleury, L. F. . Antioxidant properties of bioactive peptides obtained from milk. In: III Wokshop da PG em Biotecnologia e II Symposium on Cellular Dynamics, 2017, Botucatu, SP. Proceedings for the III Workbiotech. Botucatu: Instituto de Biociências de Botucatu, 2017.

10.
Camargo, I. A. ; Zanutto, M. R. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Fleury, L. F. . Human milk-derived peptides show antioxidant properties in vitro. In: III Wokshop da PG em Biotecnologia e II Symposium on Cellular Dynamics, 2017, Botucatu, SP. Proceedings for the III Workbiotech. Botucatu: Instituto de Biociências de Botucatu, 2017.

11.
Müller-Coan, B. G. M. ; Cesarman, E. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Abstract 5756: Effects of Epstein-Barr virus latent membrane protein 1 (LMP1) on cell invasiveness and expression of endogenous microRNAs in human cells in vitro. In: American Association for Cancer Research Annual Meeting, 2017, Washington, DC. Proceedings: AACR Annual Meeting 2017. Philadelphia, PA: American Association for Cancer Research, 2017. v. 77. p. 5756-5756.

12.
LOSI, VICTOR COSTA ; MÜLLER-COAN, BÁRBARA G. ; MARQUES, CLEITON SILVA ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Efeitos da proteína LMP1 das variantes B95.8 e M81 do vírus de Epstein-Barr na invasão celular in vitro. In: XIX Encontro Nacional de Biomedicina, 2016, Botucatu, SP. Anais do XIX Encontro Nacional de Biomedicina. Botucatu, SP: Encontro Nacional de Biomedicina, 2016. v. 1. p. 80-80.

13.
Silva, W. M. ; Marques, C. S. ; TABATA, AMÉRICO SHEITIRO ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Saeki, M. S. ; Medeiros, L. I. ; Ribeiro, C. A. . Fibroblast And Osteoblast Cell Adhesive Behavior On Titanium Alloy Coated With Diamond Film (#308-007). In: Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais (CBECiMat), 2016, Natal, RN. Anais XXII CBECiMat. Natal: Comissão Organizadora XXII CBECiMat, 2016. v. 1. p. 7227-7227.

14.
GAIOLLA, R. D. ; Moraes, M. P. T. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . SNPs in IL-10, TNF-Alfa, and NFkB1 Genes and Their Association with Prognostic Parameters in Patients with Hodgkin Lymphoma. In: 57th ASH Annual Meeting, 2015, Orlando. Blood. Washington DC: American Association of Hemathology, 2015. v. 126. p. 3867-3867.

15.
MÜLLER-COAN, BÁRBARA G. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Effects of Epstein-Barr virus strains M81 and B95.8 in the behavior of immortalized and malignant epithelial cells in vitro.. In: XXVI Brazilian COngress of Virology & X Mercosul Meeting of Virology, 2015, Florianópolis, SC. Virus Reviews and Research. Novo Hamburgo, RS: Sociedade Brasileira de Virologia, 2015. v. 20. p. 63-63.

16.
Souza, A. C. M. ; Silvestre, R. N. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Produção e Validação de vetores recombinantes para expressão da proteína K1 de diferentes genótipos do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi (KSHV). In: XXVII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2013, Natal. Anais do 27 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2013. p. 569-1.

17.
Laszkiewicz, N. S. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Genotipagem HLA de classe I e II e análise in silico para seleção de populações precursoras de células dendríticas para estudo das alterações imunobiológicas de variantes da proteína LMP1 do vírus de Epstein-Barr em células dendríticas in vitro. In: XXVII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2013, Natal. http://www.sbmicrobiologia.org.br/cd27cbm/resumos/R0866-1.html, 2013. p. 866-1.

18.
Silvestre, R. N. ; Souza, A. C. M. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Produção de vetores recombinantes para expressão de diferentes formas da proteína k1 do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi (KSHV). In: XV Encontro Nacional de Biomedicina, 2012, Botucatu, SP. Anais do XV Encontro Nacional de Biomedicina, 2012. v. 1. p. 114-114.

19.
NAYAR, U. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Perez, R. ; Yin, Q. ; Bishop, G. ; Glickman, J. F. ; Ostrov, D. ; WU, H. ; Cesarman, E. . Discovery of a novel small molecule inhibitor of TRAF2 that disrupts its binding to EBV LMP1 and LMP1-induced downstream signaling. In: International Congress on Oncogenic Herpesviruses and Associated Diseases, 2012, Pennsylvania, PA. International Congress on Oncogenic Herpesviruses and Associated Diseases. Pennsylvania, 2012. v. 1. p. 32-32.

20.
Giron, L. B. ; Ramos da Silva, S. ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; Chaves, C. R. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Epstein-Barr Virus: Viral Load, Genotyping, and Frequency Of The 30bp Deletion In The Viral BNLF1 Gene In Patients Harboring The Human Immunodeficiency Virus. In: XXII Encontro Nacional de Virologia / VI Encontro de Virologia do Mercosul, 2011, Atibaia. Virus Reviews & Research. São Paulo: Sociedade Brasileira de Virologia, 2011. v. 16. p. 136-137.

21.
da Silva, A. P. F. ; Giron, L. B. ; Ramos da Silva, S. ; Barbosa, A. N. ; Chaves, C. R. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Epstein-Barr Virus And Kaposi's Sarcoma Herpesvirus Infection In Patients Living With Human Immunodeficiency Virus In Brazil. In: XXII Encontro Nacional de Virologia / VI Encontro de Virologia do Mercosul, 2011, Atibaia. Virus Reviews & Research. São Paulo: Sociedade Brasileira de Virologia, 2011. v. 16. p. 177-178.

22.
de Camargo, J. L. V. ; Franchi, C. A. S. ; Ramos da Silva, S. ; Martinez, M. F. ; DE OLIVEIRA DE . Enzyme induction and hepatocarcinogenesis in Lewis rats exposed to mixtues of five pesticides at low-concentrations in the diet. In: Internal Congress of the International Academy of Pathology, 2010, São Paulo. Histopathology, 2010. v. 57 S1. p. 76-76.

23.
Léda, A. R. O. ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Single nucleotide polymorphisms (SNPs) in cytokine-coding genes in HIV-infected patients from Brazil. In: XVII International AIDS Conference, 2010, Viena. XVII International AIDS Conference Abstract Book, 2010. v. 1. p. 334-334.

24.
Léda, A. R. O. ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Polimorfismo de nucleotídeo simples (SNP) na região promotora do gene da IL-4 em pacientes portadores do HIV. In: Encontro Nacional de Biomedicina, 2009, Botucatu. XII Encontro Nacional de Biomedicina, 2009. p. 75-75.

25.
Léda, A. R. O. ; da Silva, A. P. F. ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Single nucleotide polymorphisms in the Interleukin 10 gene promoter region in patients harboring the Human Immunodeficiency Virus 1. In: XXXIII Congress of the Brazilian Society for Immunology, 2008, Ribeirão Preto. XXXIII Congress of the Brazilian Society for Immunology II Extra Section of Clinical Immunology, 2008.

26.
Léda, A. R. O. ; da Silva, A. P. F. ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Single nucleotide polymorphisms in the Interleukin 10 gene promoter region in patients harboring the Human Immunodeficiency Virus 1. In: XIX Encontro Nacional de Virologia, 2008, Caxambú. Virus Reviews and Research. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Virologia, 2008. v. 13. p. 2-313-2-313.

27.
da Silva, A. P. F. ; Léda, A. R. O. ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Frequency of infection with the Kaposi's Sarcoma-associated Herpesvirus/Human Herpesvirus in people living with HIV/Aids. In: XIX Encontro Nacional de Virologia, 2008, Caxambú. Virus Reviews and Research. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Virologia, 2008. v. 13. p. 2-313-2-313.

28.
Diniz, P. P. V. P. ; Elgui de Oliveira, Deilson ; ROCHA, N. S. ; Schwartz, D. ; Morais, H. S. A. . Myocardial necrosis and apoptosis in canine Monocytic Ehrlichiosis. In: 25th ACVIM Forum, 2007, Seattle. Journal of Veterinary Internal Medicine. Lakewood, CO: Allen Press, 2007. v. 21. p. 624-625.

29.
da Silva, A. P. F. ; Ramos da Silva, S. ; Bacchi, M. M. ; Bacchi, C. E. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Distribuição dos genótipos do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi / Herpesvírus Humnao tipo 8 (KSHV/HHV-8) em pacientes com sarcoma de Kaposi no Brasil.. In: 58a. Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, 2006, Florianópolis, SC, 2006.

30.
DE CARVALHO, M. ; Klumb, C. E. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Freqüência de infecção pelo herpesvírus humano tipo 8 (HHV-8) em linfomas não-Hodgkin de pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) e hiperplasia linfóide folicular reativa de pacientes HIV-negativos. In: 58a. Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, 2006, Florianópolis, SC, 2006.

31.
DE LIMA, M. L. ; DE CARVALHO, M. ; COELHO, K. I. R. ; MARQUES, M. F. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Frequency of Infection by the Human Herpesvirus type 8 (HHV-8) in Benign Lymphadenopathies of Patients Infected with Human Immunodeficiency Virus Type 1. In: XVII Encontro Nacional de Virologia, 2006, Campos do Jordão. Virus Revies & Research. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Virologia, 2006. v. 11. p. 66-67.

32.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Bacchi, M. M. ; MACARENCO, R. S. S. ; TAGLIARINI, J. V. ; CORDEIRO, R. C. ; Bacchi, C. E. . Human papillomavirus (HPV) and Epstein-Barr virus (EBV) infection, p53 expression and cellular proliferation in laryngeal carcinomas from Brazilian patients. In: United States and Canadian Academy of Pathology Annual Meeting, 2004, Vancouver, CA. Modern Pathology, 2004. v. 17. p. 223A-223A.

33.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Bacchi, M. M. ; MACARENCO, R. S. S. ; TAGLIARINI, J. V. ; CORDEIRO, R. C. ; Bacchi, C. E. . Infecção pelo virus de Epstein-Barr (EBV) e virus do papiloma humano (HPV), expressão de p53 e proliferação celular em carcinomas de laringe.. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 153-153.

34.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Bacchi, M. M. ; MACARENCO, R. S. S. ; TAGLIARINI, J. V. ; CORDEIRO, R. C. ; Bacchi, C. E. . Infecção pelo virus de Epstein-Barr (EBV) e virus do papiloma humano (HPV), expressão de p53 e proliferação celular em carcinomas de nasofaringe. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 152-152.

35.
Ramos da Silva, S. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; BORGES, L. ; Bacchi, C. E. . Infecção por HHV-8 e expressão de bcl-2 humana e caspase-3 em lesões de sarcoma de Kaposi de pacientes HIV-positivos e HIV-negativos. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 33-33.

36.
da Silva, E. M. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; ROCHA, N. S. ; Salvadori, D. M. F. ; de Camargo, J. L. V. . Detecção de mutações no gene supressor tumoral TP53 e oncogenes K-RAS e H-RAS em cólon de ratos submetidos a ensaio de carcinogênese química de média duração. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 117-117.

37.
Castelli, E. C. ; GIL, D. S. ; VEIGA, L. C. S. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; de Camargo, J. L. V. . Molecular typing for class I HLA-A gene using nested PCR-RFLP. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 117-117.

38.
Castelli, E. C. ; GIL, D. S. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; de Camargo, J. L. V. . HLA-A Alleles and risk to urinary bladder transicional cell carcinoma. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 43-43.

39.
DA SILVA, G. N. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; ROCHA, N. S. ; Salvadori, D. M. F. ; de Camargo, J. L. V. . Freqüência de mutações no gene supressor tumoral TP53 e oncogenes K-RAS e H-RAS em lesões reanis observadas em ensaio de carcinogênese química de média duração. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 116-116.

40.
NUNES, L. C. ; SEQUEIRA, J. L. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Amorim, A L . Imunofenotipagem do infiltrado inflamatório nas endometrites crônicas das éguas. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 112-112.

41.
Bolpetti, A. N. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Bacchi, M. M. . Infecção pelo EBV, freqüência da deleção de 30pb do gene viral da LMP-1e expressão de interleucina 10 humana em linfoma de Hodgkin. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 40-40.

42.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Lourenço, N. C. V. ; Silva, L. H. ; WLUDARSKI, S. C. L. ; Bacchi, C. E. . Pesquisa de amplificação em N-MYC em neuroblastomas utilizando a técnica de hibridação in situ fluorescente em núcleo interfásico.. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2003, Florianópolis. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso). Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia, 2003. v. 39. p. 138-138.

43.
HASSAN, R. ; Bacchi, C. E. ; Klumb, C. E. ; STEFANOFF, C. G. ; Tabak, D. G. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; FELISBINO, F. E. ; SEUÁNEZ, H. N. ; ZALCBERG, I. R. ; WHITE, L. R. . Validação da detecção do genoma do vírus de Epstein-Barr (EBV) por PCR: uma contribuição ao diagnóstico molecular dos linfomas não-Hodgkin (LNH). In: 37º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica / Medicina Laboratorial, 2003, Rio de Janeiro. Anais do 37º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica / Medicina Laboratorial. Rio de Janeiro, 2003. v. 1. p. 50-50.

44.
Schellini, S. A. ; HOYAMA, E. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Bacchi, C. E. ; Padovani, C. R. . Papel do fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) na patogênese do pterígio. In: Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação, 2002, Curitiba, 2002.

45.
HOYAMA, E. ; Schellini, S. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Bacchi, C. E. ; Padovani, C. R. . Expressão das metaloproteinases de matriz MMP-2 e MMP-9 no pterígio. In: Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação, 2002, Curitiba, 2002.

46.
da Silva, E. M. ; Ramos, A. L. ; Castelli, E. C. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Barbisan, L. F. ; ROCHA, N. S. ; Salvadori, D. M. F. ; de Camargo, J. L. V. . Mutation analysis of H-RAS AND TP53 genes in colon neoplastic and pre-neoplastic lesions in Wistar rats submitted to a medium-term multiorgan chemical carcinogenesis assay. In: Congresso Nacional de Genética, 2002, Águas de Lindóia, 2002.

47.
Maschietto, M. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Bacchi, C. E. . Assessment of HHV-8 infection in lymphoproliferative disorders. In: Encontro Nacional de Virologia, 2002, Águas de Lindóia. Virus Reviews & Research, 2002. v. 7. p. 111-111.

48.
Ramos da Silva, S. ; BORGES, L. ; Maschietto, M. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Bacchi, C. E. . Freqüência do HHV-8 em Sarcoma de Kaposi de pacientes bvrasileiros avaliada pela técnica de PCR. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 2001, Salvador/BA. Jornal Brasileiro de Patologia, 2001. v. 37. p. 54-54.

49.
CANDEIAS, J. M. G. ; Perosa, A. H. S. ; MOREIRA, M. A. R. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; CARNEIRO, S. S. ; Bacchi, C. E. . Detection and typing of human papillomavirus (HPV) in uterine adenocarcinomas. In: International Papillomavirus Conference, 2001, Florianópolis, 2001.

50.
Castelli, E. C. ; Otake, A. H. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; ROCHA, N. S. ; Salvadori, D. M. F. ; de Camargo, J. L. V. . No mutations found in exons from TP53, H-RAS and K-RAS genes in liver of male wistar rats submitted to a medium-term chemical carcinogenesis assay. In: Eurotox, 2001, Istambul. Toxicology Letters, 2001. v. 123. p. 84-84.

51.
Fortaleza, C. M. C. B. ; Bacchi, C. E. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Montelli, A. C. ; Correia, C. E. ; RAMOS, M. C. . Characterization of Pseudomonas aeruginosa strains from a Brazilian university hospital using ERIC-PCR.. In: Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC), 2000, Toronto. 40th Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC), 2000. v. 40. p. 416-416.

52.
Bacchi, M. M. ; ABREU, E. S. ; SILVA, R. G. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Bacchi, C. E. . Nasal NK/T Cell lymphoma in Brazil: association with Epstein-Barr virus (EBV) infection. In: Meeting European Association for Haematopathology, 1998, Leiden, 1998.

53.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Fortaleza, C. M. C. B. ; MARQUES, M. F. ; FRANCO, M. F. ; COELHO, K. I. R. ; MEIRA, D. A. ; Bacchi, M. M. . Epstein-Barr virus and benign lymphadenopathy in AIDS: a study in 97 autopsies from Brazil. In: Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC), 1998, San Diego. 38th Interscience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy (ICAAC), 1998. p. 323-323.

54.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Bacchi, M. M. ; FRANCO, M. F. ; MARQUES, M. F. ; Souza, L. R. ; MILANEZI, M. F. ; COELHO, K. I. R. . Aids em Botucatu/SP: causas de óbito em 97 autópsias. In: Congresso Brasileiro de Patologia, 1997, Brasília. Jornal Brasileiro de Patologia, 1997. p. 23-23.

Apresentações de Trabalho
1.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Cânceres: aspectos gerais e fundamentos de sua patobiologia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
Elgui de Oliveira, Deilson. Progressão tumoral e metástase. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
Elgui de Oliveira, Deilson. Inflamação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Carcinogênese Viral. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
Elgui de Oliveira, Deilson. Transformação celular e características das células malignas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Transgênicos e segurança alimentar. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Subversão da resposta imunitária por herpesvírus humanos oncogênicos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Fundamentos de Carcinogênese Viral. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
Laszkiewicz, N. S. ; Bolpetti, A. N. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . HLA class I and II genotyping and in silico analysis to study the immunobiology of Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
Laszkiewicz, N. S. ; Bolpetti, A. N. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . HLA class I and II genotyping and in silico analysis to study the immunobiology of Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
Giron, L. B. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D ; Barbosa, A. N. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; Ramos da Silva, S. . Epstein-Barr virus (EBV) frequency and analysis of the EBV BNLF-1 gene variants in patients harboring the Human Immunodeficiency Virus 1. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
Giron, L. B. ; Ramos da Silva, S. ; Barbosa, A. N. ; Chaves, C. R. ; Almeida, R. A. M. B. ; Souza, L. R. ; MEIRA, D. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Pesquisa do Vírus de Epstein-Barr (EBV) e Análise da Frequência das Variantes do Gene Viral BNLF-1 em Indivíduos Portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana 1 (HIV-1). 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
DA SILVA, G. N. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; Rainho, C. A. ; Bacchi, M. M. . Avaliação de polimorfismos de base única na região promotora do gene da Interleucina 10 em pacientes com Linfoma de Hodgkin. 2004.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Pagano, J. S. . Frontiers in Oncology 'Oncovirus and cancer Progression' Research Topic. Lausanne, Switzerland: Frontiers, 2014 (Editor convidado de número especial de revista científica).

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Impacts of endogenous retroviruses on tumorigenesis, immunity, stem cells, and research safety. Lausanne: Frontiers in Oncology, 2014 (Revisor declarado de publicação científica indexada).

3.
Damjanov, I. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. . Atlas de Histopatologia. Clayton: Jaypee Brothers Medical Publishers, 2012. (Tradução/Livro).

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; ELGUI DE OLIVEIRA, D Blackbourn, D. J. Bouchard, M. J. Carroll, J. D. Cesarman, E. Duensing, A. Flemington, E. K. Fried, B. Gao, S-J Hippocrate, A. Joab, I. Kim, S. S. Lin, Z. Mayer, D. Minarovits, J. Moss, S. F. Navas-Martin, S. Niller, H. H. Oussaief, L. Porta, C. Ramos da Silva, S. Reddy, A. Riboldi, E. Ruiz, V. E. Sica, A. , et al.Spardy, N. Taylor, G. S. Uldrick, T. S. Villa, L. L. Whitby, D. Wolf, H. Schwab, M. ; Cancer Letters Special Issue Infection & Human Cancer. Oxford, UK: Elsevier, 2011 (Editor convidado de número especial de revista científica).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
Puttini, R. F. ; Schumacher, A. A. ; Elgui de Oliveira, Deilson ; Machado Filho, F. ; Carelli, G. ; Barros, G. A. M. ; Corrente, J. E. . Projeto 'Salas de Espera como Ambientes de Comunicação em Saúde com Foco nas Equipes em um Hospital De Clínicas'. 2013.

Trabalhos técnicos
1.
Schellini, S. A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; CANDEIAS, J. M. G. ; Bacchi, C. E. . Estudo da patogenia do Pterígeo. 2000.

2.
CANDEIAS, J. M. G. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D. ; MOREIRA, M. A. R. ; Bacchi, C. E. . Estudo da prevalência dos tipos de papilomavírus humano em população feminina atendida pelo hospital das clínicas da facul-dade de medicina da universidade estadual paulista, campus de Botucatu-SP. 2000.

Redes sociais, websites e blogs
1.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. UNESP Bioforum. 2012; Tema: Compartilhamento de experiências, recursos e oportunidades relacionadas a pesquisa em áreas de ciências da vida. (Rede social).

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. ViriCan.Net. 2007; Tema: Website para divulgação de informações relacionadas às atividades do ViriCan (Grupo de Estudos Em Carcinogênese Viral e Biologia dos Cânceres), UNESP. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
Franchi, C. A. S. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D . Impacto ambiental sobre a saúde humana, educação e ética ambiental: aspectos importantes para sensibilização de alunos de ensuino médio da rede pública. 2016. (Extensão universitária).

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Lima, S. A. M. . Empreendedorismo (Convênio SEBRAE-SP/UNESP). 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Curso 'Deslindando a complexidade biológica dos cânceres'. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Lima, S. A. M. . Empreendedorismo (Convênio SEBRAE-SP/UNESP). 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Ramos da Silva, S. ; Bolpetti, A. N. . Carcinogênese viral: fundamentos conceituais e metodológicos aplicados ao estudo de vírus oncogênicos e doenças associadas. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Okoshi, M. P. . Empreendedorismo (Convênio SEBRAE-SP/UNESP). 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Okoshi, M. P. . Empreendedorismo (Convênio SEBRAE-SP/UNESP). 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Implantação da plataforma Moodle de ensino à distância (EaD) na Faculdade de Medicina de Botucatu. 2006. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Novas abordagens educacionais).

Demais trabalhos
1.
Sartori, A. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D ; Peraçoli, M. A. S. . Membro da Comissão Científica do 4º. Simpósio de Imunologia: Imunobiologia dos tumores (20 a 22 de Maio 2011). 2011 (Acessoria científica) .

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Palestra - Gamaherpesvírus humanos oncogênicos: EBV e KSHV/HHV-8. 2011 (Palestra) .

3.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Membro da Comissão Científica do 14º Encontro Nacional de Biomedicina (20 a 22 de Outubro 2011). 2011 (Assessoria científica) .

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Membro da Comissão julgadora de trabalhos submetidos ao V Encontro de Pós-graduação FMB-UNESP. 2009 (Assessoria científica) .

5.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Membro da Comissão Organizadora e Comissão Científica do 2º. Simpósio de Imunologia: Imunobiologia dos tumores (17 a 18 de junho de 2005). 2005 (Organização de eventos) .

6.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Palestra - FISH e hibridação in situ como ferramenta na pesquisa e diagnóstico em Patologia. 2005 (Palestra) .

7.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Palestra - Proliferação e morte celular no estudo de neoplasias. 2005 (Conferências) .

8.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Conferência - FISH e Hibridação in situ na rotina do laboratório de Patologia. 2004 (Conferências) .

9.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Palestra - Técnicas moleculares na identificação de apoptose. 2004 (Palestra) .

10.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Palestra - Carcinogênese Viral. 2004 (Palestra) .

11.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Parecerista de projetos de pesquisa para concessão de bolsas pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). 2002 (Assessoria científica) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Elgui de Oliveira, Deilson; Okamoto, O. K.; Rainho, C. A.. Participação em banca de Cleiton Silva Marques. Efeitos de variantes da proteína LMP1 do vírus de Epstein-Barr na regulação da transição Epitelial-Mesenquimal em células humanas in vitro. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada) - Instituto de Biociências de Botucatu.

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Santos, M. F.; Delella, F. K.. Participação em banca de Bárbara Grasiele Müller Coan. Efeitos da Oncoproteína LMP1 do Vírus de Epstein-Barr no Potencial de Invasão e na Expressão de microRNAs Endógenos em Células Humanas in vitro. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada) - Instituto de Biociências de Botucatu.

3.
Ribolla, P. E. M.; Pardini, M. I. M.; ELGUI DE OLIVEIRA, D. Participação em banca de Daíse Moreno Sás. Mutações em genes de predisposição para câncer de mama em pacientes brasileiros de risco. 2015. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Genética) - Instituto de Biociências de Botucatu.

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; ARAÚJO, J. P.; HASSAN, R.. Participação em banca de Annie Christine Moraes Sousa Squiavinato. Produção de vetores recombinantes para análise das propriedades biológicas e cancerígenas da proteína K1 do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi (KSHV/HHV-8). 2014. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

5.
ROCHA, N. S.; ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Cassali, G. D.. Participação em banca de Breno Souza Salgado. Análise Prognóstica da imunoexpressão de proteínas relacionadas à transição epitelial-mesenquimal nos carcinomas mamários esporádicos de cadelas. 2011. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

6.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; BAIOCCHI, O. C. C. G.; Segurado, A. A. C.. Participação em banca de Ana Paula Ferraz da Silva. Pesquisa de gamaherpesvírus em pacientes portadores do vírus da imunodeficiência humana. 2010. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

7.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; DIAZ, R. S.; Mendes JR, C T. Participação em banca de Ana Rachel Oliveira Léda. Polimorfismos de nucleotídeo simples (SNPs) em genes codificadores de citocinas e suas correlações com parâ-metros clínicos e laboratoriais de pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana. 2010. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

8.
Elgui de Oliveira, Deilson; ZERBINI, M. C. N.; DE OLIVEIRA, J. S. R.. Participação em banca de Rafael Dezen Gaiolla. Avaliação do nível sérico de IL-6, IL-10 e IL-13 antes e após o tratamento do linfoma de Hodgkin clássico. 2008. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

9.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Consolaro, A.; LANDMAN, G.. Participação em banca de Renato Vieira de Moraes. Carcinoma verrucoso de boca: análise das características clínica e microscópica, da expressão imuno-histoquímica e da hipermetilação do gene da E-caderina. 2005. Dissertação (Mestrado em Curso de Pós Graduação Em Odontologia) - Universidade de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
ROCHA, N. S.; ELGUI DE OLIVEIRA, D; Costa, M. T.; Dagli, M. L. Z.; de Souza, V. B.. Participação em banca de Fabrizio Grandi. Perfil fenotípico de potenciais células iniciadoras tumorais no tumor venéreo transmissível canino ex vivo.. 2016. Tese (Doutorado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
Sforcin, J. M.; Castilho, G. G. R.; ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Pavanelli, W. R.; Buzalaf, M. A. R.. Participação em banca de Yahima Frión Herrera. Atividade citotóxica de amostras de própolis brasileira e cubana contra células tumorais humanas. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

3.
Miot, H. A.; Oliveira, C. C.; ELGUI DE OLIVEIRA, D; Melo Júnior, M. R.; Nai, G. A.. Participação em banca de Jacqueline Silva Brito Lima. Expressão de fatores de proliferação e antiapoptóticos em carcinomas basocelulares. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Niero de Melo, L.; Sartori, A.; BAIOCCHI, O. C. C. G.; Vidal, D. O.. Participação em banca de Rafael Dezen Gaiolla. Polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) nos genes codificadores da IL-10, TNF-alfa e NFkB1 e sua associação com parâmetros clínicos, laboratoriais e de seguimento de pacientes com linfoma de Hodgkin clássico. 2015. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

5.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Rainho, C. A.; Fortaleza, C. M. C. B.; Pierulivo, E. M. B.; Parmigiani, R. B.. Participação em banca de Ana Paula Ferraz da Silva Santos. Análise da expressão de genes selecionados do KSHV em células TIVE-LTC expostas à proteína tat do HIV-1. 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

6.
ARAÚJO, J. P.; Pardini, M. I. M.; ELGUI DE OLIVEIRA, D; Silva, J. C. R.; Svoboda, W. K.. Participação em banca de Leila Sabrina Ullman. Pesquisa de vírus em primatas não-humanos por técnicas moleculares e metagenômica. 2014. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu.

7.
Lemke, N.; Mombach, J. C. M.; ELGUI DE OLIVEIRA, D; Koide, T.; Fontes, M. R. M.. Participação em banca de Marcio Luis Acencio. Construção e análise de rede integrada de interação entre genes humanos envolvida com a regulação da transição G1/S do ciclo celular pela adesão à matriz extracelular. 2011. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Genética) - Instituto de Biociências de Botucatu.

8.
Ortolan, E. V. P.; Cataneo, A. J. M.; ELGUI DE OLIVEIRA, D; Carvalho, P. E. O.; Rodrigues, O. R.. Participação em banca de Olívia Adayr Xavier Suarez. Alterações histopatológicas, ultraestruturais e dos biomarcadores do estresse oxidativo nos pulmões de ratos diabéticos aloxânicos. 2010. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Bases gerais da Cirurgia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

9.
Caramori, C. A.; Matsubara, B. B.; ELGUI DE OLIVEIRA, D; RAMOS, M. P.; BARROS, D. M. V.. Participação em banca de Denise de Cássia Moreira Zornoff. Desenvolvimento de Sistema de Educação Continuada à Distância e Interconsulta em Hepatites Virais. 2009. Tese (Doutorado em Pós-graduação em FisioPatologia em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

10.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Vassallo, J.; Villa, L. L.; Botelho-Costa S. C.; Pannuti C. S.. Participação em banca de Suzane Ramos da Silva. Patobiologia do Hespervírus associado ao Sarcoma de Kaposi/Hespervírus Humano Tipo-8: Genotipagem de isolados virais em lesões de sarcoma de Kaposi e imunoevasão dependente da inibição da síntese e modulação da degradação da proteína viral LANA-1. 2008. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

Qualificações de Doutorado
1.
ARAÚJO, J. P.; Oliveira Filho, J. P.; ELGUI DE OLIVEIRA, D. Participação em banca de Camila Dantas Malossi. Caracterização molecular do vírus da anemia infecciosa equina no pantanal e padronização de qPCR para diagnóstico. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Biotecnologia) - Instituto de Biociências de Botucatu.

2.
ARAÚJO, J. P.; Magro, A. J.; ELGUI DE OLIVEIRA, D. Participação em banca de Jacqueline Kazue Kurissio. Análise de expressão gênica celular e viral durante a infecção in vitro de células infectadas pelo herpesvírus canino 1. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu.

3.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Niero de Melo, L.; Rainho, C. A.. Participação em banca de Rafael Dezen Gaiolla. Polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) nos genes codificadores da IL-10, TNF-α e em NFKB1 e sua correlação com parâmetros clínicos, laboratoriais e de seguimento de pacientes com linfoma de Hodgkin clássico. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Reis, P. P.; Barbosa, A. N.. Participação em banca de Ana Paula Ferraz da Silva. Análise da expressão de genes selecionados do KSHV em células TIVE-LTC expostas à proteína tat do HIV-1. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

5.
ROCHA, N. S.; Amorin, R. L.; ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Participação em banca de Fabrizio Grandi. Análise da relação entre os miofibroblastos associados ao câncer, transição endotelial miofibroblástica e características clinico-patológicas em melanomas cutâneos caninos espontâneos. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

6.
Cataneo, A. J. M.; Ortolan, E. V. P.; ELGUI DE OLIVEIRA, D. Participação em banca de Olívia Adayr Xavier Suarez. Estudo das Alterações Histopatológicas, Ultraestruturais e dos Marcadores Bioquímicos Envolvidos na Injúria Celular mediadas por Espécies Reativas do Oxigênio nos Pulmões de Ratos Diabéticos Induzidos pela Aloxana. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Bases gerais da Cirurgia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

7.
Caramori, C. A.; Matsubara, B. B.; ELGUI DE OLIVEIRA, D. Participação em banca de Denise de assia Moreira Zornoff. Desenvolvimento de sistema de Educação Continuada à Distância e Interconsulta em Hepatites Virais. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em FisioPatologia em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

8.
Elgui de Oliveira, Deilson; Fortaleza, C. M. C. B.; ARAÚJO, J. P.. Participação em banca de Suzane Ramos da Silva. Avaliação dos Efeitos Parácrinos do Silenciamento de tat e nef do HIV-1 sobre Linhagem de Células Endoteliais KSHV/HHV-8 Positivas e Negativas. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

Qualificações de Mestrado
1.
Elgui de Oliveira, Deilson; ARAÚJO, J. P.; Rainho, C. A.. Participação em banca de Cleiton Silva Marques. Efeitos das variantes da proteína LMP1 do vírus de Epstein-Barr na regulação da transição epitelial-mesenquimal em células epiteliais humanas in vitro. 2016.

2.
Sforcin, J. M.; Barbisan, L. F.; ELGUI DE OLIVEIRA, D. Participação em banca de Ariane Rocha Bartolomeu. Associação de geoprópolis 'a quimioterápicos: ação citotóxica e antiproliferativa sobre células de linhagem tumoral HEp-2. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.

3.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; ARAÚJO, J. P.; Martins, C.. Participação em banca de Annie Christine Moraes Sousa Squiavinato. Propriedades Biológicas e Cancerígenas da Proteína K1 do KSHV. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

4.
ARAÚJO, J. P.; Ribeiro, M. G.; ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Participação em banca de Jacqueline Kazue Kurissio. Isolamento viral e diagnóstico molecular de herpesvírus canino. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Dal Pai, M. D.; ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Felisbino, S.; Sforcin, J. M.. Comissão examinadora de processo seletivo de mestrandos e doutorandos para o Programa de PG em Biologia Geral e Aplicada. 2017. Instituto de Biociências de Botucatu.

2.
Amorim, J. B. O.; Elgui de Oliveira, Deilson; Leon, J. E.. Examinador em banca para preenchimento de Cargo de Professor Assistente Doutor (40h, CLT) junto à Disciplina de Patologia Geral do Departamento de Biociências e Diagnóstico Bucal, ICT. 2014. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Outras participações
1.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Avaliador na prova prática de Habilidades da segunda fase do processo seletivo de Residência Médica 2017. 2016. Faculdade de Medicina de Botucatu.

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. Examinador em banca de seleção do Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais - CAPES, Programa Nacional de Pós-Doutoramento (PNPD). 2016. Faculdade de Medicina de Botucatu.

3.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Avaliador na prova prática de Habilidades da segunda fase do processo seletivo de Residência Médica 2016. 2015. Faculdade de Medicina de Botucatu.

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Fabris, V. E.; Kaneno, R.; da Silva, M. G.. Examinador em Banca de Seleção de Candidato a Aluno Regular do Programa de Pós-Graduação em Patologia, nível Mestrado. 2012. Faculdade de Medicina de Botucatu.

5.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.; Martins, C.; da Silva, R. J.. Examinador em Banca de Qualificação de ÁLVARO LUIZ MARTINS GONÇALVES, Programa de Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada, Nível Mestrado. 2011. Instituto de Biociências de Botucatu.

6.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Acessor ad hoc para avaliação de projetos de pesquisa para oferecimento de bolsas de iniciação científica pelo Programa Institucional de Bolsas. 2002. Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
108th AACR Annual Meeting. 2017. (Congresso).

2.
Stanford Medicine X | ED Conference. Stanford Medicine X | ED 2017 Scientific Board. 2017. (Congresso).

3.
XX Encontro Nacional de Biomedicina.Membro de Comissão Científica. 2017. (Encontro).

4.
XIX Encontro Nacional de Biomedicina.Membro de Comissão Científica. 2016. (Encontro).

5.
I Simpósio de Farmácia das Unidades FAMESP.Patobiologia dos cânceres e principais desafios para seu controle. 2015. (Simpósio).

6.
XVIII Encontro Nacional de Biomedicina.Membro de Comissão Científica. 2015. (Encontro).

7.
XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP. Avaliador de trabalhos da 1a Fase. 2015. (Congresso).

8.
Workshop 'Telomeres and TERRA (TElomeric Repeat-containing RNA)'. 2014. (Outra).

9.
65a. Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. 2013. (Congresso).

10.
XVI Encontro Nacional de Biomedicina.Simpósio de câncer. 2013. (Encontro).

11.
XVI Encontro Nacional de Biomedicina.Membro de Comissão Científica. 2013. (Encontro).

12.
Seminário Internacional sobre Avaliação Educacional FAPESP/Fundação Bunge. 2012. (Seminário).

13.
VII Encontro de Pós-Graduação da Faculdade de Medicina de Botucatu.Membro da comissão científica. 2012. (Encontro).

14.
XV Encontro Nacional de Biomedicina.Membro da comissão científica avaliadora. 2012. (Encontro).

15.
Jogo demonstrativo Desafio Sebrae. 2011. (Oficina).

16.
XIV Encontro Nacional de Biomedicina.Simpósio. 2011. (Encontro).

17.
XXII Encontro Nacional de Virologia / VI Encontro de Virologia do Mercosul. 2011. (Congresso).

18.
Infecção pelo HIV e Aids: 30 anos depois, onde estamos e para onde vamos?.Biologia do HIV e imunopatogênese da infecção retroviral. 2010. (Outra).

19.
International AIDS Conference. Single nucleotide polymorphisms (SNPs) in cytokine-coding genes in HIV-infected patients from Brazil. 2010. (Congresso).

20.
VII Congresso de Oncologia de Botucatu. Seção "Fronteiras em Oncologia" (Conferências e mesa-redonda). 2010. (Congresso).

21.
Encontro de Pesquisa da Faculdade de Medicina de Botucatu. 2009. (Encontro).

22.
Translational Cancer Research - Bench, Bedside and Community (22nd Annual Symposium Hunter College Gene Center). 2009. (Simpósio).

23.
United States and Canadian Academy of Pathology Annual Meeting. 2009. (Congresso).

24.
O Papel da Patologia Toxicológica na Avaliação do Risco Químico. 2008. (Simpósio).

25.
Noite de Ingresso à Liga do Câncer.Introdução à cancerologia. 2007. (Outra).

26.
United States and Canadian Academy of Pathology Annual Meeting. 2007. (Congresso).

27.
Encontro Nacional de Pós-Graduação em Patologia. 2006. (Encontro).

28.
I Encontro Nacional de Biorepositórios. 2006. (Encontro).

29.
International Congress of Clinical Oncology & Immunobiomodulation (ICOI). 2006. (Congresso).

30.
Reunião Anual da SBPC. 2006. (Congresso).

31.
Congresso Brasileiro de Patologia. 2005. (Congresso).

32.
USCAP Annual Meeting. 2005. (Congresso).

33.
USCAP Annual Meeting. 2004. (Congresso).

34.
Congresso Brasileiro de Cancerologia. 2003. (Congresso).

35.
Congresso Brasileiro de Patologia. 2003. (Congresso).

36.
Congresso Brasileiro de Mutagênese. Ensaios de mutagenicidade: avanços conceituais e metodológicos. 2001. (Congresso).

37.
Simpósio de Câncer. 2001. (Simpósio).

38.
Encontro Regional de Biomedicina.Carcinogênese Viral. 2000. (Encontro).

39.
Biologia Molecular na Área Médica. 1999. (Simpósio).

40.
Congresso Brasileiro de Patologia. 1999. (Congresso).

41.
Encontro Regional de Histotecnologia. 1999. (Encontro).

42.
Mini-Jornada Científica do Curso de Pós-Graduação em Patologia.Infecção pelo vírus de Epstein-Barr (EBV) e vírus do papiloma humano (HPV), expressão de p53 e proliferação celular em carcinomas de nasofaringe e laringe. 1999. (Outra).

43.
Congresso Brasileiro de Patologia. 1997. (Congresso).

44.
Congresso Médico-Acadêmico de Botucatu. 1997. (Congresso).

45.
I Semana da Bio. 1997. (Outra).

46.
Reunião Anual da SBPC. 1997. (Congresso).

47.
Encontro de Geneticistas Paulistas. 1996. (Encontro).

48.
Encontro PET/CAPES-UNESP. 1996. (Encontro).

49.
Congresso Médico-Acadêmico de Botucatu. 1995. (Congresso).

50.
Reunião Anual da SBPC. 1995. (Congresso).

51.
Semana da Biologia. 1995. (Outra).

52.
Semana da Biologia. 1994. (Outra).

53.
Workshop de Plantas Medicinais de Botucatu. 1994. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Reis, P. P. ; ELGUI DE OLIVEIRA, D ; Müller-Coan, B. G. M. ; Marques, C. S. ; Ferreira, I. F. ; Ariede, J. R. ; Felix, T. F. ; Losi, V. C. ; Rogatto, S. R. ; Marino, C. L. ; Souza Neto, J. A. ; Ribolla, P. E. M. . I Workshop de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia IBTEC/FMB, UNESP. 2015. (Outro).

2.
Elgui de Oliveira, Deilson; Dias-Melicio, L. A. ; Rodrigues, M. A. M. ; Domingues, M. A. C. ; Marques, M. E. A. ; Dorico, C. A. . I Fórum de Educação em Patologia (IFEPat) da FMB-UNESP. 2013. (Outro).

3.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. VIII Congresso de Oncologia de Botucatu. 2012. (Congresso).

4.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Noite de Oncologia do Congresso Médico-Acadêmico de Botucatu. 2011. (Congresso).

5.
ELGUI DE OLIVEIRA, D. VII Congresso de Oncologia de Botucatu. 2010. (Congresso).

6.
ELGUI DE OLIVEIRA, D; Barbosa, A. N. ; Ramos da Silva, S. . Infecção pelo HIV e Aids: 30 anos depois, onde estamos e para onde vamos?. 2010. (Outro).

7.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. 2º. Simpósio de Imunologia: Imunobiologia dos tumores. 2005. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Beatrice Adrianne Silva Jorge. Efeitos da expressão da proteína RPMS1 do vírus de Epstein-Barr em células humanas cultivadas in vitro. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

2.
César Augusto Gandin. Caracterização proteômica de complexos formados pela proteína RPMS1 do vírus de Epstein-Barr (EBV) expressa em células humanas in vitro. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Pós-graduação em Biotecnologia) - Instituto de Biociências de Botucatu. (Coorientador).

3.
Alison Felipe Bordini Biggi. Ação das proteínas LMP1 e RPMS1 do vírus de Epstein-Barr (EBV) na regulação de genes codificadores de proteínas de checkpoint imunológico em células humanas cultivadas in vitro. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Candidato de PG, nível Mestrado) - Instituto de Biotecnologia, UNESP. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Mirella Rossito Zanutto Elgui. "Produção de proteases fúngicas e aplicação para a obtenção de peptídeos bioativos". Início: 2018. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Biotecnologia) - Instituto de Biociências de Botucatu, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

2.
Bárbara Grasiele Müller Coan. Efeitos de microRNAs endógenos humanos no repertório de células tronco cancerígenas e progressão de cânceres in vivo empregando modelo Zebrafish. Início: 2017. Tese (Doutorado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

3.
Brunno Felipe Ramos Caetano. Efeitos de miR-BARTs do vírus de Epstein-Barr nas propriedades in vitro de células derivadas de linfomas humanos e na modulação de vias de sinalização intracelular envolvidas na linfomagênese. Início: 2017. Tese (Doutorado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

4.
Brayan Sayed López Castañeda. Ação de compostos fenólicos isolados da própolis na geração de metástases de linhagens de células neoplásicas humanas empregando modelo zebra-fish. Início: 2017. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Maira Smaniotto Cucielo. Formação de Invadopódios na Migração de Células Neoplásicas Malignas Expostas à Fibronectina. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada) - Instituto de Biociências de Botucatu, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Deilson Elgui de Oliveira.

2.
Cleiton da Silva Marques. Efeitos de variantes da proteína LMP1 do vírus de Epstein-Barr na regulação da transição Epitelial-Mesenquimal em células humanas in vitro. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

3.
Bárbara Grasiele Muller Coan. Efeitos da Oncoproteína LMP1 do Vírus de Epstein-Barr no Potencial de Invasão e na Expressão de microRNAs Endógenos em Células Humanas in vitro. 2016. Dissertação (Mestrado em Biologia Geral e Aplicada) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

4.
Nathália Suiti Laszkiewicz. Migração e invasão celular in vitro de células humanas expressando variantes da proteína LMP1 do vírus de Epstein-Barr (EBV). 2015. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

5.
Annie Cristhine Moraes Sousa. Produção de vetores recombinantes para análise das propriedades biológicas e cancerígenas da proteína K1 do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi (KSHV/HHV-8). 2014. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

6.
Ana Paula Ferraz da Silva. Pesquisa de gamaherpesvírus em pacientes portadores do vírus da imunodeficiência humana. 2010. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

7.
Ana Rachel de Oliveira Léda. Polimorfismos de nucleotídeo simples (SNPs) em genes codificadores de citocinas e suas correlações com parâ-metros clínicos e laboratoriais de pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana. 2010. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

8.
Rafael Dezen Gaiolla. Avaliação do NÍvel Sérico De IL-6, IL-10 E IL-13 Antes E Após o Tratamento do Linfoma de Hodgkin Clássico. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, . Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

9.
Suzane Ramos da Silva. Expressão de bcl-2 humana, caspase-3 clivada e LANA-1 no sarcoma de Kaposi.. 2004. 73 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Coorientador: Deilson Elgui de Oliveira.

10.
Glenda Nicioli da Silva. Avaliação de polimorfismos de nucleotídeos simples (SNPs) na região promotora da Interleucina 10 em Linfoma de Hodgkin. 2004. 60 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Coorientador: Deilson Elgui de Oliveira.

Tese de doutorado
1.
João Carlos Zamae Rodrigues. In vitro effects of phenolic coumpounds from bee propolis on biological phenomena critical for the progression of common carcinomas. 2018. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

2.
Rafael Dezen Gaiolla. Polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) nos genes codificadores da IL-10, TNF-alfa e NFkB1 e sua associação com parâmetros clínicos, laboratoriais e de seguimento de pacientes com linfoma de Hodgkin clássico. 2015. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, . Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

3.
Ana Paula Ferraz da Silva. Análise da expressão de genes selecionados do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi (KSHV) em células TIVE-LTC expostas à proteína tat do vírus da imunodeficiência humana (HIV-1). 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

4.
Suzane Ramos da Silva. Patobiologia do Herpesvírus associado ao Sarcoma de Kaposi / Herpesvírus Humano Tipo-8: Genotipagem de isolados virais em lesões de sarcoma de Kaposi e imunoevasão dependente da inibição da síntese e modulação da degradação da proteína viral LANA-1. 2007. 0 f. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Patologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Suzane Ramos da Silva. 2012. Faculdade de Medicina de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Deilson Elgui de Oliveira.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Brayan Sayed López Castañeda. Efeitos antineoplásicos da própolis: revisão de literatura. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Oncologia Veterinária) - Faculdade Jaguariúna. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Natacha Azussa Migita. Cultivo celular in vitro: importância para a pesquisa biomédica e dimensão da problemática de autenticação de linhagens celulares. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

2.
Ana Paula Ferraz da Silva. A metodologia da problematização para abordagem de doenças sexualmente transmissíveis: uma experiência no ensino fundamental. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas mod. Licenciatura) - Instituto de Biociências de Botucatu. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

3.
Márcio de Carvalho. Multimídia sobre Fundamentos de Biologia dos Cânceres. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas mod. Licenciatura) - Instituto de Biociências de Botucatu. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

4.
Gisele Malerbi Zapparoli. Infecção pelo vírus de Epstein-Barr e expressão de interleucina 10 humana em Linfomas de Burkitt. 2002. 55 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica) . Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

5.
Edaíse Maria da Silva. Freqüência de mutações no gene supressor tumoral TP53, oncogenes K-RAS e H-RAS em lesões pré-neoplásicas e neoplásicas de cólon observada em ensaio de carcinogênese química de média duração. 2002. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica) . Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

Iniciação científica
1.
Beatrice Adrianne Silva Jorge. Construção de vetor de expressão da proteína RPMS1 do vírus de Epstein-Barr para estudo de seus efeitos biológicos em células humanas in vitro. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

2.
Carolina Fazio Campos. Efeitos do ácido cafeico no comportamento in vitro de células neoplásicas malignas humanas. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

3.
Victor Costa Losi. Efeito de LMP1 das variantes B95.8 e M81 do vírus de Eps-tein-Barr na invasão celular in vitro. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Universidade Estadual Paulista. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

4.
Marina de Araújo Naves. Avaliação dos efeitos de aloe-emodin em células uroteliais cultivadas in vitro. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

5.
Natacha Azussa Migita. Determinação do perfil genômico (DNA Fingerprinting) para validação de células humanas rotineiramente utilizadas em cultura celular para experimentação biomédica. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biomédicas) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

6.
Renata Nacasaki Silvestre. Produção de vetores recombinantes para expressão de diferentes formas da proteína K1 do herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi (KSHV). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

7.
Mariana Letícia Matias. Expressão de genes com propriedades oncogênicas do KSHV em células endoteliais humanas co-cultivadas com células linfóides expressando a proteína tat do HIV-1. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

8.
Nathália Suiti Laszkiewicz. Genotipagem de HLA classe I e II para seleção de populações de células precursoras dendríticas para estudo da imunobiologia do vírus associado ao Sarcoma de Kaposi (KSHV). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

9.
Leila Bertoni Giron. Carga viral e genotipagem do vírus de Epstein-Barr (EBV) e análise da freqüência das variantes do gene viral BNLF-1 em indivíduos portadores do vírus da imunodeficiência humana 1 (HIV-1). 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biomédicas) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

10.
Danielle Amorim. Carcinoma de células de Merckel humano e sua potencial associação com o recém-descrito poliomavírus MCPyV: avaliação preliminar de biopsias e análise de casualidade. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biomédicas) - Instituto de Biociências de Botucatu. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

11.
Alice Silva Gonçalves. Apoptose em casos de Linfoma de Hodgkin clássico, com e sem infecção pelo vírus de Epstein-Barr (EBV). 2007. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas Modalidade Médica) - Instituto de Biociências de Botucatu. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

12.
Ana Paula Ferraz da Silva. Detecção e genotipagem do Herpesvírus associado ao Sarcoma de Kaposi / Herpesvírus Humano tipo 8 em Pacientes Portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana tipo 1. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas Modalidade Bacharelado) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

13.
Ana Rachel de Oliveira Léda. Polimorfismos de nucleotídeo simples na região promotora do gene da Interleucina 10 em pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana, com e sem co-infecção pelo Herpesvírus associado ao sarcoma de Kaposi / Herpesvírus Humano Tipo 8. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

14.
Mariana Leão de Lima. Freqüência de infecção pelo herpesvírus humano tipo 8 (HHV-8) em linfadenopatias benignas de pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

15.
Ana Paula Ferraz da Silva. Genotipagem do Herpesvírus Humano tipo 8 em casos de Sarcoma de Kaposi de pacientes brasileiros. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

16.
Márcio de Carvalho. Avaliação da freqüência de infecção pelo herpesvírus humano tipo 8 (HHV-8) em linfomas não-Hodgkin de pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

17.
Cínthia Rosane Orasmo. Expressão de hTERT em lesões de Sarcoma de Kaposi de pacientes HIV-positivos e HIV-negativos. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Curso de Graduação Em Medicina Humana) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

18.
Aline do Nascimento Bolpetti. Infecção pelo vírus de Epstein-Barr, freqüência da deleção de 30pb no gene viral da LMP-1 e expressão de interleucina 10 humana em Linfomas de Hodgkin. 2002. 66 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas Modalidade Médica) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

19.
Mariana Maschietto. Associação entre infecção pelo HHV-8 e Doenças Hematopoéticas. 2002. 71 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas Modalidade Médica) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

20.
Luciene Borges. Avaliação da infecção pelo HHV-8 e apoptose em Sarcoma de Kaposi clássico e associado à AIDS. 2002. 67 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas Modalidade Médica) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

21.
Glenda Nicioli da Silva. Freqüência de mutações no gene supressor tumoral TP53, oncogenes K-RAS e H-RAS em lesões pré-neoplásicas e neoplásicas de rim observada em ensaio de carcinogênese química de média duração. 2001. 54 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas Modalidade Médica) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

22.
Suzane Ramos da Silva. Infecção pelo HHV-8 e expressão da oncoproteína bcl-2 em Sarcoma de Kaposi. 2001. 60 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas Modalidade Médica) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

23.
Erick da Cruz Castelli. Freqüência de mutações no gene supressor tumoral TP53 em lesões pré-neoplásicas e neoplásicas de fígado observada em ensaio de carcinogênese química de média duração. 2000. 39 f. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.

24.
Andréia Hanada Otake. Freqüência de mutações em genes da família RAS em lesões pré-neoplásicas e neoplásicas de fígado observadas em ensaio de carcinogênese química de média duração. 2000. 47 f. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Instituto de Biociências de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Deilson Elgui de Oliveira.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. Curso 'Deslindando a complexidade biológica dos cânceres'. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Redes sociais, websites e blogs
1.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. UNESP Bioforum. 2012; Tema: Compartilhamento de experiências, recursos e oportunidades relacionadas a pesquisa em áreas de ciências da vida. (Rede social).

2.
ELGUI DE OLIVEIRA, D.. ViriCan.Net. 2007; Tema: Website para divulgação de informações relacionadas às atividades do ViriCan (Grupo de Estudos Em Carcinogênese Viral e Biologia dos Cânceres), UNESP. (Site).



Outras informações relevantes


ESTÁGIOS INTERNACIONAIS
? Tema: ?Molecular Virology of Kaposi Sarcoma Herpesvirus?. Instituição: Weill Medical College, CORNELL UNIVERSITY - New York, NY, USA. Supervisor: Ethel Cesarman, MD, PhD. (5 a 23/Mar/2007)
? Tema: ?Molecular Virology of Kaposi Sarcoma Herpesvirus?. Instituição: KSHV Laboratory at Hillman Cancer Center, UNIVERSITY OF PITTSBURGH - Pittsburgh, PA, USA. Surpervisores: Patrick Moore, MD, MPH e Yuan Chang, MD. (27/Fev a 17/Mar/2006)
? Tema: ?Diagnostic Molecular Pathology?. Molecular Pathology Laboratory at Texas Children?s Hospital, BAYLOR COLLEGE OF MEDICINE - Huston, TX, USA. Surpervisor: Dolores Lopez-Terrada, MD, PhD. (7 a 18/Mar/2005)
? Tema: ?Molecular Pathology of Soft Tissue Tumors?. Molecular Pathology Laboratory at Children?s & Women?s Hospital, UNIVERSITY OF BRITISH COLUMBIA - Vancouver, BC, Canada. Surpervisor: Poul H. Sorensen, MD, PhD. (15 a 26/Mar/2004).

AFILIAÇÕES:
? United States & American Association of Pathology (USCAP): membro ativo desde 2004
? American Association for Cancer Research (AACR): membro ativo desde 2010



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 3:29:21