Elves Matiolo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4748139541200516
  • Última atualização do currículo em 24/10/2018


Possui graduação em Engenharia de Minas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002), Mestrado (2005) e Doutorado em Engenharia de Minas pela UFRGS (2008). Foi Engenheiro de Processos entre 2007 e 2011 na Bunge Fertilizantes e na Vale Fertilizantes em Araxá (MG), e no Centro de Desenvolvimento Mineral (CDM) da Vale em Santa Luzia (MG) entre 2011 e 2013. Atualmente é Pesquisador Adjunto no Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), órgão ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia Inovações e Comunicações (MCTIC) no Rio de Janeiro (RJ). Tem experiência na área de Engenharia de Minas, com ênfase em Métodos de Concentração e Enriquecimento de Minérios e tratamento de efluentes líquidos por flotação, atuando principalmente nos seguintes temas: flotação de finos e ultrafinos, flotação de sulfetos de cobre, molibdênio, chumbo e zinco; flotação em coluna; processamento de minérios de fosfatos, nióbio e de minérios de ferro. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Elves Matiolo
Nome em citações bibliográficas
MATIOLO, E.;MATIOLO, ELVES

Endereço


Endereço Profissional
Centro de Tecnologia Mineral, Diretoria, Coordenação de Tratamento de Minérios.
Av. Pedro Calmon, 900
Cidade Universitária
21941908 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 38657334
Ramal: 7334
URL da Homepage: www.cetem.gov.br


Formação acadêmica/titulação


2005 - 2008
Doutorado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Avanços no desenvolvimento da coluna de três produtos - C3P - Fundamentos e Aplicações, Ano de obtenção: 2009.
Orientador: Jorge Rubio.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2003 - 2005
Mestrado em Engenharia de Minas.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Recuperação otimizada de finos de minérios de cobre e molibdênio por flotação não convencional,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Jorge Rubio.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
1997 - 2002
Graduação em Engenharia de Minas.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
Gestão de Projetos. (Carga horária: 40h).
Grupo IBMEC, IBMEC, Brasil.
2011 - 2011
Measurement, modelling and simulation of flotation. (Carga horária: 40h).
JK Tech Pty Ltd, JKTECH, Austrália.
2009 - 2009
Gestão de Projetos - Módulos I e II. (Carga horária: 16h).
MCA Auditoria e Gerenciamento Ltda, MCA, Brasil.


Atuação Profissional



Centro de Tecnologia Mineral, CETEM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisador Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Companhia Vale do Rio Doce, CVRD, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Engenheiro de Processos, Enquadramento Funcional: Engenheiro de Processos Master, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Dedicação exclusiva, Enquadramento Funcional: Engenheiro de Processos Sênior, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Bunge Fertilizantes - Matriz, BUNGE/SP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Engenheiro de Processos Pleno, Enquadramento Funcional: Engenheiro de Processos Pleno, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, CEFET/MG, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor substituto, Carga horária: 20


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Bolsa de Doutorado, Enquadramento Funcional: Bolsista de Doutorado - CAPES, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Bolsa de Mestrado, Enquadramento Funcional: Bolsista de Mestrado - CAPES, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Bolsa de Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2013 - Atual
PROTERRARAS - PD&I em tecnologia de processos para obtenção de compostos de terras-raras
Descrição: O presente Projeto atende à demanda do MCTI denominada Apoio à retomada da pesquisa desenvolvimento tecnológico e inovação na área de terras raras no Centro de Tecnologia Mineral do Ministério da Ciência de Tecnologia e Inovação ? CETEM/MCTI. Tal demanda objetiva apoiar as atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, capacitação e formação de recursos humanos, instalação, atualização e modernização laboratorial e cooperação internacional na área de terras raras, a serem desenvolvidas pelo Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Sua finalidade é contribuir para o domínio tecnológico da produção de óxidos, metais e ligas de terras raras e seus usos, como uma das etapas indispensáveis para implantação e desenvolvimento da cadeia produtiva de terras raras no País e da indústria nacional de produtos de alta tecnologia contendo terras raras..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (8) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Elves Matiolo - Integrante / Fernanda Nunes Ferreira - Integrante / Hudson Jean Bianquini Couto - Integrante / Ysrael MArrero Vera - Integrante / Clenilson da Silva Sousa Junior - Integrante / Flávia Alves Ferreira - Integrante / Flávio de Almeida Lemos - Integrante / Ellen Cristina Giese - Integrante / Luis Gonzaga Santos Sobral - Integrante / Isaías Viana Junior - Integrante / Alberto Batista Mara Junior - Integrante / Roosvelt de Almeida Ribeiro - Integrante / Cláudio Luiz Schneider - Integrante / Marisa Nascimento - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2007 - 2008
Tratamento de Ultrafinos (Lamas) de Minérios de Ferro por Flotação não Convencional

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jorge Rubio Rojas em 16/10/2012.
Descrição: Este projeto visa realizar estudos de caracterização tecnológica para a obtenção de concentrados de ferro com teores adequados, permitindo o aproveitamento parcial ou integral destas lamas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2008
Pesquisa, desenvolvimento e inovação para recuperação de finos de minério por flotação em coluna modificada. Edital Universal 02/2006 CNPq Proc. 473808/2006-4

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rafael Teixeira Rodrigues em 27/10/2013.
Descrição: O projeto apresenta relevância relacionada à necessidade de inovações no setor produtivo, sendo as indústrias alvo, as de mineração, principalmente, de minérios de ferro, fosfato, alumínio e carvão.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
Desenvolvimento e inovação de técnicas não convencionais de flotação para o aumento da recuperação de partículas minerais finas e ultrafinas. Projeto Universal CNPq - Proc. 481567/2007-0

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jorge Rubio Rojas em 16/10/2012.
Descrição: O projeto objetiva o desenvolvimento de estudos teórico-práticos no tratamento de minérios, com ênfase na recuperação por flotação avançada das frações finas e ultrafinas, para diminuir as perdas existentes.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2008
Desenvolvimento de equipamentos para tratamento de recursos hídricos impactados por áreas mineradas na bacia carbonífera de Santa Catarina - FINEP 904-05
Descrição: O projeto visa o desenvolvimento do equipamento RGF -FADAT para o tratamento da DAM incluindo a avaliação de performance e estabelecimento de parâmetros de dimensionamento e escalonamento em nível industrial...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2008
Técnicas inovadoras de remoção de poluentes da mineração. CNPq - Proc.: 471997/2004-8
Descrição: Técnicas inovadoras de remoção de poluentes da mineração..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2008
Tratamento de efluentes ácidos da mineração do carvão - CNPq 400960/2004-4

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jorge Rubio Rojas em 16/10/2012.
Descrição: Os objetivos do projeto são a caracterizaçao da DAM, tratamento otimizado de DAM e o reuso de águas enquadrando as concentrações residuais de sulfato e manganes, entre outros. As etapas propostas são: caracterização, in situ, da DAM, remoção de íons sulfato em efluentes (águas) selecionados, tratamento de DAM por floculação-flotação rápida, usando técnicas desenvolvidas no LTM e avaliaçao técnica e avaliação econômica. Como principal produto esperado citamos o desenvolvimento de equipamentos e o aprimoramento de tecnicas de tratamento de DAM visando o aproveitamento da água tratada.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Elves Matiolo - Integrante / Jorge Rubio - Coordenador / Maria Luiza Souza - Integrante / Elvis Carissimi - Integrante / Solange Amaral - Integrante / Cristiane Oliveira - Integrante / Meise Pricila de Paiva - Integrante.


Projetos de desenvolvimento


2018 - Atual
AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO DE FLOTAÇÃO EM COLUNA PARA CONCENTRAÇÃO DE PIROCLORO
Descrição: A CMOC Brasil opera um complexo minero-químico-metalúrgico nos municípios de Ouvidor e Catalão, ambos no estado de Goiás, onde produz fertilizantes fosfatados e liga ferro-nióbio a partir lavra e beneficiamento de um minério de fosfato e nióbio. Em termos de mineralogia, o depósito do tipo carbonatítico é constituído basicamente por apatita, óxidos/hidróxidos de ferro, barita, carbonatos (em especial calcita e dolomita), silicatos, minerais de titânio, monazita e pirocloro. A lavra de fosfato é realizada no perfil mais intemperizado do depósito e a do nióbio, além da fração mais alterada do minério, também é realizada a lavra no horizonte de rocha fresca. Basicamente, os concentrados de pirocloro produzidos nas plantas de beneficiamento mineral da Niobras incluem o tratamento dos rejeitos de flotação gerados na concentração de apatita (Planta Tailings) e o beneficiamento da rocha fresca na planta denominada de Boa Vista Fresh Rock. (BVFR). As principais operações unitárias no processo de concentração de pirocloro incluem britagem, moagem, deslamagem, separação magnética de baixa intensidade, condicionamento, flotação de carbonatos, flotação de silicatos e flotação de pirocloro. A recuperação global de Nb2O5 na Planta Tailigns é da ordem de 30% e na BVFR varia entre 50%-60%, dependendo do minério tratado, continuidade operacional e parâmetros de processo empregados. O circuito de concentração de pirocloro da planta BVFR aplica operações de britagem, moagem, deslamagem, condicionamento, flotação de carbonatos, flotação de silicatos e por fim flotação de pirocloro. O P80 da moagem é em torno de 90µm e todo o circuito de flotação é composto por células mecânicas convencionais. A equipe de Desenvolvimento de Processos da Niobras identificou as fontes das principais perdas de Nb2O5 na planta de processamento mineral. Em termos gerais, as perdas de pirocloro estão distribuídas nos três circuitos de flotação (carbonatos, silicatos e pirocloro), além de perdas consideráveis na fração lama. Por fim, também foi identificado que as maiores perdas de pirocloro estão em partículas em tamanho menor que 25µm. O objetivo geral deste estudo de processo é o de avaliar a aplicação de flotação em colunas em substituição às células mecânicas convencionais com o objetivo de diminuir as perdas de pirocloro nas etapas de flotação de carbonatos, silicatos e pirocloro..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (3) .
Integrantes: Elves Matiolo - Coordenador / Vicente Paul Juaréz - Integrante / Hudson Couto - Integrante / Amanda Soares de Freitas - Integrante / Renata Nigri de Almeida - Integrante.Financiador(es): Niobras - Outra.
2018 - Atual
ESTUDOS DE CONCENTRAÇÃO DE APATITA CONTIDA NA FRAÇÃO ULTRAFINA DE MINÉRIO DE FOSFATO
Descrição: No decorrer do ano de 2016 o CETEM desenvolveu um estudo em escala piloto com amostra de lama de minério de fosfato proveniente da planta de concentração da CMOC localizada em Ouvidor cujo objetivo principal foi o de desenvolver um projeto conceitual para concentração da apatita contida nesta fração. O circuito desenvolvido atendeu aos requisitos de FEL I do projeto e atualmente a CMOC planeja desenvolver a etapa de FEL II. O objetivo geral deste estudo de processo para a etapa de FEL II é o de avaliar o efeito da variabilidade do minério sobre o desempenho metalúrgico (teor e recuperação de P2O5) considerando a aplicação do circuito conceitual previamente definido na etapa de FEL I..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (3) .
Integrantes: Elves Matiolo - Coordenador / Hudson Jean Bianquini Couto - Integrante / Vicente Paul Juaréz - Integrante / Amanda Soares de Freitas - Integrante / Renata Nigri de Almeida - Integrante.
2017 - 2018
ESTUDOS DE CONCENTRAÇÃO DE ULTRAFINOS DE PIROCLORO EM AMOSTRA DE REJEITO DE FLOTAÇÃO DE APATITA

Projeto certificado pela empresa COPEBRAS INDUSTRIA LTDA. em 17/11/2017.
Descrição: O objetivo geral deste trabalho é realizar ensaios de flotação em colunas em escala piloto para avaliar a possibilidade de concentração do pirocloro contido no rejeito da etapa de flotação de apatita. Espera-se obter um produto com teor de Nb2O5 no concentrado final da ordem de 44% e recuperação metalúrgica na ordem de 30%...
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) .
Integrantes: Elves Matiolo - Coordenador / Hudson Jean Bianquini Couto - Integrante / Renata Nigri de Almeida - Integrante.
2016 - 2018
Estudos de concentração de lamas de minério de ferro

Projeto certificado pela empresa Companhia Vale do Rio Doce em 25/10/2016.
Descrição: O fluxograma geral para a concentração da hematita dos minérios de ferro itabiríticos do Quadrilátero Ferríero em Minas Gerais envolve as etapas de britagem, moagem até obtenção de um produto com P80 de 150μm, deslamagem em hidrociclones para retirada da fração lama, usualmente abaixo de 10μm, e por fim flotação catiônica de quartzo da fração deslamada. Em geral, nas usinas de beneficiamento de minérios de ferro itabiríticos da Vale, as lamas produzidas na etapa de ciclonagem possuem granulometria em torno de 99% < 45 μm, 25% > 10μm, 45% < 5 μm e 15% < 1 μm, 3% de sólidos em peso e 35% Fe, e são direcionadas para espessadores de grandes diâmetros visando a obtenção de um fluxo de underflow com 30-35% de sólidos e overflow com qualidade de água de processo para recirculação na planta. A retirada das lamas do processo é necessária pois a presença destas na flotação da fração mais grosseira é extremamente deletéria levando a perdas de recuperação metalúrgica de Fe e também diminuição da qualidade químicas dos concentrados finais. As perdas de partículas minerais com tamanho inferior a 10 μm nas plantas de beneficiamento são extremamente elevadas. No beneficiamento de minérios de fosfatos brasileiros de chaminés alcalinas, minérios de nióbio e em minérios de ferro itabiríticos são observadas perdas entre 20-30% dos minerais de interesse que alimentam as plantas de concentração na fração abaixo de 10 μm. A fração do minério abaixo deste tamanho é removida do processo com o uso de hidrociclones de pequeno diâmetro gerando um fluxo de baixa porcentagem de sólidos (entre 2-6%) e grande vazão. A retirada das partículas desta classe de tamanho do fluxo de beneficiamento e as dificuldades encontradas na concentração por flotação é devida, entre outros, aos seguintes fatores:  A composição mineralógica das lamas é bastante complexa, onde além da presença dos minerais de interesse é comum a presença argilo minerais que apresentam efeito deletério a flotação das partículas de maior tamanho, como por exemplo adsorção não seletiva dos coletores, depressores, ativadores;  A probabilidade de colisão entre as bolhas de ar e as partículas minerais no processo de flotação das partículas ultrafinas é baixa devido ao baixo momentum dessa classe de tamanho partículas o que acarreta em baixas recuperações metalúrgicas;  As partículas ultrafinas são mais susceptíveis aos mecanismos de arraste hidrodinâmico durante a flotação. Este fenômeno é o responsável pelo arraste de partículas de ganga para os concentrados de flotação o que acarreta em perda da qualidade química. A literatura especializada mostra que as técnicas mais promissoras para a concentração de partículas minerais ultrafinas podem ser, entre outras, o condicionamento em alta intensidade (CAI); flotação com injeção de bolhas geradas através de sistemas de cavitação associado a flotação em coluna. Estudos com a aplicação do CAI têm mostrado que a transferência de energia em valores maiores que os usualmente utilizados nos projetos de condicionadores leva a geração de agregados de partículas hidrofóbicas aumentando assim a probabilidade de colisão bolhas/partículas e como consequência um aumento na recuperação metalúrgica dos minerais de interesse. Também são reportados nestes estudos com CAI que além dos ganhos em recuperação também são alcançados aumentos também nos teores dos concentrados finais de flotação. O objetivo deste trabalho será o de avaliar a possibilidade de concentração de duas amostras de lamas de minério de ferro de duas plantas diferentes de concentração de itabiritos da Vale. Espera-se que de forma que os concentrados produzidos atendam às especificações químicas de produto tipo pellet feed (~ 65 % Fe, ~ 3 % de alumina + sílica)..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2016 - 2016
Testes pilto para recuperação de lamas de minério de fosfato

Projeto certificado pela empresa COPEBRAS INDUSTRIA LTDA. em 20/10/2016.
Descrição: O projeto de desenvolvimento teve por objetivo realizar estudos de concentração de apatita contida na fração fina/ultrafina (< 30 µm) de um minério de fosfato de origem ígnea (oxidado). O resultado do projeto foi o estabelecimento de um circuito conceitual envolvendo as operações unitárias de deslamagem em hidrociclones e flotação em colunas de apatitas onde foram gerados concentrados de flotação, a partir das lamas, com características químicas que atendem as especificações para fabricação de fertilizantes fosfatados..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2016 - 2016
Estudos de sedimentação e flotação por ar dissolvido (FAD) para adensamento de lamas de minério de ferro
Descrição: O fluxograma geral para a concentração da hematita dos minérios de ferro itabiríticos do Quadrilátero Ferríero em Minas Gerais envolve as etapas de britagem, moagem até obtenção de um produto com P80 de 150μm, deslamagem em hidrociclones para retirada da fração lama, usualmente abaixo de 10μm, e por fim flotação catiônica de quartzo da fração deslamada. A operação unitária de separação sólido-líquido das lamas e dos concentrados de flotação é realizada em espessadores e tem por principal objetivo promover a recuperação/recirculação de água para o processo de concentração. Em torno de 75% do total de água utilizada no processo provém da recirculação do espessamento dos fluxos de lamas e concentrados. Em geral, nas usinas de beneficiamento de minérios de ferro itabiríticos da Vale, as lamas produzidas na etapa de ciclonagem possuem granulometria em torno de 99% < 45 μm, 25% > 10μm, 45% < 5 μm e 15% < 1 μm, 3% de sólidos em peso e 35% Fe, e são direcionadas para espessadores de grandes diâmetros visando a obtenção de um fluxo de underflow com 30-35% de sólidos e overflow com qualidade de água de processo para recirculação na planta. A flotação por ar dissolvido (FAD) tem sido aplicada como etapa de separação sólido/líquido para o tratamento de águas, efluentes industriais, tais como aplicação em tratamento de água de lavagem de veículos, tratamento de drenagem ácida de mina (DAM), efluentes domésticos. O processo de flotação por ar dissolvido é baseado na saturação de ar em água em elevadas pressões, em geral acima de 4 kgf/cm2 em um vaso saturador. Após a esta etapa, a água saturada com ar é injetada no tanque de separação (célula de flotação), a pressão atmoférica, através da passagem por válvulas constritoras de fluxo. A diminuição brusca de pressão através dos orifícios constritores leva a geração de um grande número de microbolhas com faixa de tamanho entre 30-100 μm. As bolhas geradas aderem-se à superfície da fase em suspensão (partículas/gotas) promovendo assim a sua flotação. As vantagens observadas na aplicação da FAD como etapa de separação sólido/líquido, em FACC ? Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Computação Científica Proposta de Trabalho ? ?Estudos de sedimentação e flotação por ar dissolvido (FAD) para adensamento de lamas de minério de ferro da Vale?. 3 comparação com a sedimentação, incluem uma melhor qualidade da água tratada, maior cinética de separação, menor foot print e lodo mais espesso. Entre as desvantagens destacam-se o maior custo e complexidade operacional. O objetivo geral deste trabalho será o de avaliar a possibilidade de aplicação da flotação por ar dissolvido (FAD) como etapa de separação sólido/líquido de lamas de minério de ferro, de forma comparativa com o processo de sedimentação atualmente empregado nas unidades industriais de concentração de minério de ferro..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: International Journal of Mineral Processing (Print)
2015 - Atual
Periódico: REM. Revista Escola de Minas (Impresso)
2017 - Atual
Periódico: Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração (Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Minas / Subárea: Tratamento de Minérios/Especialidade: Métodos de Concentração e Enriquecimento de Minérios.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Minas / Subárea: Tratamento de Minérios/Especialidade: Equipamentos de Beneficiamento de Minérios.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2009
Doutorado em Engenharia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
2005
Mestrado em Engenharia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
2003
Graduação em Engenharia de Minas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
2002
Destaque Salão de Iniciação Científica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MATIOLO, E.2017MATIOLO, E.; COUTO, H. J. B. ; TEIXEIRA, M. F. L. ; FREITAS, A. S. ; ALMEIDA, R. N. . Recovery of apatite from slimes of a Brazilian phosphate ore. Journal of Wuhan Institute of Technology, v. 39, p. 39-48, 2017.

2.
RUBIO, Jorge2015RUBIO, Jorge ; MATIOLO, ELVES ; DE PAIVA, MEISE . Recovery of phosphate ores in the modified three-product column (3PC) flotation cell. Minerals Engineering, v. 72, p. 121-128, 2015.

3.
MATIOLO, E.;MATIOLO, ELVES2011MATIOLO, E.; TESTA, F. ; YIANATOS, J. ; RUBIO, Jorge . On the gas dispersion measurements in the collection zone of flotation columns. International Journal of Mineral Processing (Print), v. 99, p. 78-83, 2011.

4.
MATIOLO, E.;MATIOLO, ELVES2007MATIOLO, E.; CAPPONI, Fabiano Nunes ; RODRIGUES, Rafael Teixeira ; RUBIO, Jorge . Técnicas no convencionales de flotación de partículas finas de sulfuros de cobre y molibdeno. Scientia et Technica, v. 36, p. 843-848, 2007.

5.
RUBIO, Jorge2007RUBIO, Jorge ; CAPPONI, Fabiano Nunes ; RODRIGUES, Rafael Teixeira ; MATIOLO, E. . Enhanced flotation of sulfide fines using the emulsified oil extender technique. International Journal of Mineral Processing, v. 84, p. 41-50, 2007.

Capítulos de livros publicados
1.
SCHNEIDER, C. L. ; MATIOLO, E. ; NEUMANN, R. ; GOMES, O. F. M. . Beneficiamento de Minérios. In: Adolpho José Melfi; Aroldo Misi; Diogenes de Almeida Campos; Umberto Giuseppe Cordani. (Org.). Recursos Minerais no Brasil problemas e desafios. Ied.Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Ciências, 2016, v. , p. 256-262.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MATIOLO, E.; CAPPONI, Fabiano ; RUBIO, Jorge . Técnicas para recuperar minério de cobre. Brasil Mineral, p. 144 - 150, 01 jun. 2004.

2.
JUAREZ, V. P. ; MATIOLO, E. ; BROCCHI, E. A. . Aspectos Fundamentales en flotación diferencial de calcopirita-molibdenita usando tiourea como depressor. MINERÌA, Peru, , v. 491, p. 72 - 78.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
LIMA, N. ; SILVA, K. ; COUTO, H. J. B. ; MATIOLO, E. ; FREITAS, A. S. ; ALMEIDA, R. N. . ESTUDO COMPARATIVO ENTRE SEDIMENTAÇÃO E FLOTAÇÃO POR AR DISSOLVIDO PARA ADENSAMENTO DE LAMAS DE MINÉRIO DE FERRO. In: XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017, Belém. XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017. v. Unico. p. 2004-2011.

2.
MATIOLO, E.; COUTO, H. J. B. ; TEIXEIRA, M. ; FREITAS, A. S. ; ALMEIDA, R. N. . CONCENTRAÇÃO DE APATITA CONTIDA EM LAMAS DE MINÉRIO DE FOSFATO. In: XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017, Belém. XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017. v. Unico. p. 1101-1108.

3.
FREITAS, A. S. ; MATIOLO, E. ; MELLO, S. . AVALIAÇÃO DO EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DE ÍONS NA FLOTAÇÃO DE CALCITA COM GÁS CARBÔNICO. In: XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017, Belém. XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017. v. Unico. p. 1076-1083.

4.
JUAREZ, V. P. ; MATIOLO, E. ; BROCCHI, E. . ESTUDO DA MICROFLOTAÇÃO DE MOLIBDENITA-CALCOPIRITA USANDO O MODIFICADOR ÁCIDO TIOGLICOLICO COMO DEPRESSOR. In: XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017, Belém. XXVII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2017. v. Unico. p. 1149-1158.

5.
MATIOLO, E.; GONZAGA, L. M. ; GUEDES, A. L. . An alternative flotation process for apatite concentration of the Santa Quitéria (Brazil) carbonaceous uranium-phosphate ore. In: Beneficiation of Phosphates - Comprehensive extraction, Technology Innovations and Advanced reagents, 2016, Melbourne. Proceedings of a meeting held 29 March - 3 April 2015, Melbourne, Australia.. Englewood: Society for Mining, Mettalurgy & Exploration (SME), 2016. v. Único. p. 81-89.

6.
JOSE NETO, D. ; HORTA, D. G. ; MATIOLO, E. ; BERGERMAN, M. G. ; RODRIGUES, J. F. P. . Caracterização hidrodinâmica de coluna de flotação. In: XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2015, Poços de Caldas. Livro de Anais, 2015. v. 2. p. 384-392.

7.
JUAREZ, V. P. ; MATIOLO, E. ; BROCCHI, E. ; SANTOS, V. G. . Flotação diferencial de calcopirita-molibdenita usando ácido pseudoglicol tioureia como depressor. In: XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2015, Poços de Caldas. Livro de Anais, 2015. v. 2. p. 555-563.

8.
MATIOLO, E.; GONZAGA, L. M. ; GUEDES, A. L. . Flotação reversa com o uso de gás carbônico aplicada ao minério fósforo-uranífero de Santa Quitéria. In: XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa - ENTMME, 2015, Poços de Caldas. Livro de Anais, 2015. v. 2. p. 564-572.

9.
MATIOLO, E.; SOUZA, A. ; RODRIGUES, Rafael Teixeira ; RUBIO, Jorge . Treatment of a low grade compact itabirite iron ore from Carajás - Brazil. In: XXVI International Mineral Processing Congress - IMPC, 2012, New Delhi. XXVI International Mineral Processing Congress, 2012. p. 3315-3323.

10.
MATIOLO, E.; CENTENO, C. ; RUBIO, Jorge . Flotação primária de minérios de fosfato em coluna de três produtos-C3P. In: XXIII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2009, Gramado. XXIII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2009. v. I. p. 301-308.

11.
CARISSIMI, E. ; GOMES, C. B. ; CADORIN, L. ; MATIOLO, E. ; RUBIO, Jorge . Reaproveitamento de águas ácidas residuais da mineração de carvão. In: XXII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa - VII Meeting of the Southern Hemisphere on Mineral Techonology, 2007, Ouro Preto - MG. Anais XXII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa - VII Meeting of the Southern Hemisphere on Mineral Techonology, 2007. v. 2. p. 401-408.

12.
RUBIO, Jorge ; MATIOLO, E. ; RODRIGUES, Rafael Teixeira ; CAPPONI, Fabiano . Nuevas técnicas de flotación de minerales finamente divididos. In: XXVII Convención Internacional de Minería, 2007, Veracruz. Memoria de la XXVII Convención Internacional de Minería, 2007. p. 214-221.

13.
RUBIO, Jorge ; CAPPONI, Fabiano ; RODRIGUES, Rafael Teixeira ; MATIOLO, E. . Optimizing the flotation of sulfide fines using emulsified oil extender technique. In: XII Balkan Mineral Processing Congress, 2007, Delphi. Proceedings of the XII Balkan Mineral Processing Congress. Athens: National Technical University of Athens (NTUA), 2007. v. Unico. p. 245-250.

14.
RUBIO, Jorge ; MATIOLO, E. ; RODRIGUES, Rafael Teixeira ; CAPPONI, Fabiano . Flotación extensora y con acondicionamento en alta intensidad de finos y ultrafinos de sulfuros de Cu e Mo. In: XVI Congresso internacional de metalurgia extractiva, 2006, Saltillo. Memorias XVI Congresso Internacional de Metalurgia Extractiva, 2006. p. 182-194.

15.
RUBIO, Jorge ; CAPPONI, Fabiano Nunes ; MATIOLO, E. . Flotation of sulphides ore fines and ultrafines particles. In: XXIII International Mineral Processing Congress, 2006, Istambul, 2006. v. 1. p. 587-592.

16.
CAPPONI, Fabiano ; MATIOLO, E. ; RUBIO, Jorge . Flotação extensora de finos de minérios de cobre e molibdênio. In: tamento de minérios e metalurgia extrativa - ENTMME, 2005, Natal. XXI Encontro Nacional de tratamento de minérios e metalurgia extrativa, 2005. v. 1. p. 235-242.

17.
CAPPONI, Fabiano ; MATIOLO, E. ; RUBIO, Jorge ; ROSA, J. . Avanços na flotação de finos de minérios de sulfetados de cobre e molibdênio. In: XX Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2004, Florianópolis. Anais XX Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2004. v. 2. p. 69-77.

18.
RUBIO, Jorge ; CAPPONI, Fabiano ; MATIOLO, E. ; BERKOWITZ, G. ; GUERRERO, C. P. ; NUNES, D. G. . Advances in flotation of minerals fines. In: XXII International Mineral Processing Congress, 2003, CapeTown. Proceedings XXII International Mineral Processing Congress, 2003. v. único. p. 1014-1022.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SARTORI, M. ; MATIOLO, E. ; SOUZA, M. L. ; RUBIO, Jorge . Desenvolvimento de uma coluna Multibolhas na remoção de precipitados coloidais em efluentes líquidos. In: XIII SALÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2002, Porto Alegre, 2002.

2.
MATIOLO, E.; CAPPONI, Fabiano ; RUBIO, Jorge . NOVAS TÉCNICAS DE FLOTAÇÃO DE PARTÍCULAS FINAS E ULTRAFINAS DE MINÉRIOS. In: XIV SALÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2002, Porto Alegre, 2002.

Apresentações de Trabalho
1.
MATIOLO, E.; GONZAGA, L. M. ; GUEDES, A. L. . An alternative flotation process for apatite concentration of the Santa Quitéria (Brazil) carbonaceus uranium-phosphate ore. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
MATIOLO, E.. A Pesquisa hoje no Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MATIOLO, E.. Flotação na área Mineral e Ambiental: a experiência do LTM/UFRGS. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Processos ou técnicas
1.
REZENDE, S. E. ; MARTINS, J. S. ; TAKATA, L. A. ; MATIOLO, E. . Processo para obtenção de concentrados de apatita por flotação. 2009.



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 REZENDE, S. E. ; MARTINS, J. S. ; TAKATA, L. A. ; MATIOLO, E. . Process for obtaining apatite concentrates by flotation. 2010, Estados Unidos.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: US2012/0087850A1, título: "Process for obtaining apatite concentrates by flotation" , Instituição de registro: United States Patent and Trademark Office. Depósito: 09/06/2010; Depósito PCT: 09/06/2010; Concessão: 12/04/2012.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BROCCHI, E. A.; OLIVEIRA, J. F.; SANTOS, I. D.; MATIOLO, E.. Participação em banca de Vicente Paul Juarez Soto. Flotação Diferencial de calcopirita/Molibdenita usando Ácido Pseudo Glicol Tioureia como depressor. 2015. Dissertação (Mestrado em Departamento de Engenharia Química e de Materiais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

2.
RUBIO, Jorge; SCHNEIDER, I. A. H.; MATIOLO, E.. Participação em banca de Everton Pedroza dos Santos. Caracterização e tratamento de ultrafinos de minério de ferro da Mina do Pico/MG por flotação em coluna. 2010. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
MATIOLO, E.; FERREIRA, E.; NEUMANN, R.. Participação em banca de Angela Nair Avelar. Caracterização dos minerais do grupo da apatita e carbonatos no minério sílico-carbonatado de Catalão, GO, e sua relevância no processo de flotação. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Metalúrgic) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Qualificações de Doutorado
1.
MATIOLO, E.; NEUMANN, R.; FERREIRA, E.. Participação em banca de Angela Nair Avelar. Caracterização das apatitas e carbonatos nos minérios sílico-carbonatados de Catalão e Araxá e sua relevância no processo de flotação. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Metalúrgic) - Universidade Federal de Minas Gerais.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
MATIOLO, E.; CAPPONI, Fabiano; CARAUTA, A. N. M.; SANTOS, D. C.; SOUZA, F. A.; ASSAD, M. L. L.; BARROCAS, P.. XIX Jornada de Iniciação Científica do CETEM. 2011. Centro de Tecnologia Mineral.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
1st International Conference on Sustainable Development of Phosphate Resources. RECOVERY OF APATITE FROM SLIMES OF A BRAZILIAN PHOSPHATE ORE. 2017. (Congresso).

2.
Beneficiation of Phosphates VII. AN ALTERNATIVE FLOTATION PROCESS FOR APATITE CONCENTRATION OF THE SANTA QUITÉRIA (BRAZIL) CARBONACEOUS URANIUM-PHOSPHATE ORE. 2015. (Congresso).

3.
XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa.FLOTAÇÃO REVERSA COM O USO DE GÁS CARBÔNICO APLICADA AO MINÉRIO FÓSFORO-URANÍFERO DE SANTA QUITÉRIA. 2015. (Encontro).

4.
5ª Reunião Anual dos Coordenadores dos Programas Institucionais do PIBIC, PIBIC-Af e PIBITI. 2014. (Outra).

5.
Flotation 2013. Understanding the effect of CO2 on apatite flotation from Catalão´s siliceous carbonate phosphate ore. 2013. (Congresso).

6.
II Seminário Brasileiro de Terras Raras. 2013. (Seminário).

7.
Sustentabilidade 2013. 2013. (Seminário).

8.
XXV Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgica Extrativa. 2013. (Encontro).

9.
Beneficiation of Phosphates VI. 2011. (Congresso).

10.
XXIII Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa.Flotação primária de minérios de fosfato em coluna de três produtos - C3P. 2009. (Encontro).

11.
Encontro Nacional do CETEM - TENDÊNCIAS TECNOLÓGICAS ? TECNOLOGIA MINERAL - PAINEL FLOTAÇÃO.Flotação na área mineral e ambiental. 2006. (Outra).

12.
XXI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa.Flotação extensora de finos de minérios de cobre e molibdênio. 2005. (Encontro).

13.
XX Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa.Avanços na flotação de finos de minérios de cobre e molibdênio. 2004. (Encontro).

14.
XIX Prêmio Jovem Cientista - Água - Fonte de vida.Flotação avançada para o tratamento e reaproveitamento de águas poluídas. 2003. (Outra).

15.
II Congresso Brasileiro de Mina a céu aberto e subterrânea. 2002. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Rafael Santos Monteiro. ? FLOTAÇÃO DE XENOTIMA A PARTIR DOS REJEITOS DO CIRCUITO DE CASSITERITA NA MINERADORA TABOCA. Início: 2018 - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Ariel Romano Rubil. Estudos de concentração e contribuições para o entendimento do mecanismo de separação entre calcita e apatita do minério fósforo-uranífero de Santa Quitéria (CE) na flotação com o uso de gás carbônico. Início: 2018 - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Vicente Paul Juarez Soto. Flotação diferencial de calcopirita-Molibdenita usando Ácido Pseudo Glicol Tioureia como depressor. 2015. Dissertação (Mestrado em Departamento de Engenharia Química e de Materiais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Elves Matiolo.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Dimas José Neto. ESTRATÉGIAS DE FLOTAÇÃO EM COLUNA: MONITORAMENTO DAS VARIÁVEIS HIDRODINÂMICAS E SUAS IMPLICAÇÕES. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em engenharia de minas) - Universidade Federal de Alfenas. Orientador: Elves Matiolo.

Iniciação científica
1.
Suzanne Marques Freire de Mello. Estudo de otimização do circuito de beneficiamento para o minério fósforo-uranífero de Santa Quitéria. 2018. Iniciação Científica - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

2.
Suzanne Marques Freire de Mello. AVALIAÇÃO DO EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DE ÍONS Ca2+ NA FLOTAÇÃO DE CALCITA DO MINÉRIO DE SANTA QUITÉRIA COM USO DE CO2. 2017. Iniciação Científica - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

3.
André Francisco Gomes Júnior. CARACTERIZAÇÃO DE UMA AMOSTRA DE MINÉRIO DE CASSITERITA, TÂNTALO E TERRAS-RARAS DA MINA DO PITINGA. 2017. Iniciação Científica - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

4.
Maria Clara Novaes Silva. Estudo de concentração de monazita em uma amostra de carbonatito friável brasileiro. 2016. Iniciação Científica - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

5.
Rhuan Duarte Carvalho. Desenvolvimento do circuito de beneficiamento para o minério fósforo-uranífero de Santa-Quitéria(CE). 2016. Iniciação Científica - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

6.
Maria Clara Novaes Silva. Medidas de mobilidade eletroforética nos minerais cassiterita, niobatos e xenotima em uma amostra da Mina do Pitinga. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

7.
Ana Luiza de Jesus Guedes. Caracterização tecnológica de uma amostra de carbonatito friável visando ao aproveitamento de elementos de terras-raras (ETR). 2015. Iniciação Científica - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

8.
Vinícius Gonçalves dos Santos. Flotação diferencial de calcopirita-molibdenita usando ácido pseudo-glicol tioureia como depressor. 2015. Iniciação Científica - Centro de Tecnologia Mineral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.

9.
Ana Luiza de Jesus Guedes. Estudo para concentração de apatita e caracterização da distribuição de elementos de terras raras (ETR) contidos no minério fósforo-uranífero de Itataia. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elves Matiolo.



Inovação



Patente
1.
 REZENDE, S. E. ; MARTINS, J. S. ; TAKATA, L. A. ; MATIOLO, E. . Process for obtaining apatite concentrates by flotation. 2010, Estados Unidos.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: US2012/0087850A1, título: "Process for obtaining apatite concentrates by flotation" , Instituição de registro: United States Patent and Trademark Office. Depósito: 09/06/2010; Depósito PCT: 09/06/2010; Concessão: 12/04/2012.


Projetos de pesquisa

Projeto de desenvolvimento tecnológico


Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
SCHNEIDER, C. L. ; MATIOLO, E. ; NEUMANN, R. ; GOMES, O. F. M. . Beneficiamento de Minérios. In: Adolpho José Melfi; Aroldo Misi; Diogenes de Almeida Campos; Umberto Giuseppe Cordani. (Org.). Recursos Minerais no Brasil problemas e desafios. Ied.Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Ciências, 2016, v. , p. 256-262.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
JUAREZ, V. P. ; MATIOLO, E. ; BROCCHI, E. A. . Aspectos Fundamentales en flotación diferencial de calcopirita-molibdenita usando tiourea como depressor. MINERÌA, Peru, , v. 491, p. 72 - 78.


Apresentações de Trabalho
1.
MATIOLO, E.. Flotação na área Mineral e Ambiental: a experiência do LTM/UFRGS. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MATIOLO, E.. A Pesquisa hoje no Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 4:48:04