Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2143459525637679
  • Última atualização do currículo em 20/11/2017


Possui graduação em Agronomia pela FACULDADE DE AGRONOMIA E ZOOTECNIA ´MANOEL CARLOS GONÇALVES´ (1980), mestrado em Agronomia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2000) e doutorado em Sistemas de Produção - UNESP- Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira (2008). Atualmente é efetivo da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, lotada no Pólo Regional da Alta Sorocabana. Tem experiência na área de Sanidade Vegetal, atuando principalmente na identificação, monitoramento e manejo de pragas em culturas de importância econômica regional como: batata doce, manga, café, pêssego, romã; pragas quarentenárias. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes
Nome em citações bibliográficas
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni

Endereço


Endereço Profissional
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, Departamento de Descentralização do Desenvolvimento, Pólo Regional de Desenvolvimento Tecnologico dos Agronegocios.
RODOVIA RAPOSO TAVARES, KM 561
PONTILHÃO
19015-970 - Presidente Prudente, SP - Brasil - Caixa-postal: 298
Telefone: (18) 32220732
Fax: (18) 32220732
URL da Homepage: www.apta.sp.gov.br


Formação acadêmica/titulação


2005 - 2008
Doutorado em Sistemas de Produção.
UNESP- Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, FEIS/UNESP, Brasil.
Título: Avaliação fenológica e aspectos fitossanitários de pessegueiros na região oeste do estado de São Paulo, Ano de obtenção: 2008.
Orientador: Dra. Aparecida Conceição Boliani.
Palavras-chave: PESSEGO; Prunus persica; mariposa oriental; mosca-das-frutas; ácaro fitófago; Lonchaeidae.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Fisiologia de Plantas Cultivadas.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1998 - 2000
Mestrado em Agronomia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Manejo da larva minadora Phyllocnistis citrella Stainton (Lepidoptera: Gracillariidae) através de parasitóides nativos e introduzido na cultura de citros,Ano de Obtenção: 2001.
Orientador: APARECIDA CONCEIÇÃO BOLIANI.
Palavras-chave: Larva minadora dos citros; Parasitóides; citros; Phyllocnistis citrella; AGENIASPIS CITRICOLA.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
1977 - 1980
Graduação em Agronomia.
FACULDADE DE AGRONOMIA E ZOOTECNIA "MANOEL CARLOS GONÇALVES", FPE-FAZMCG, Brasil.




Formação Complementar


2010 - 2010
Ácaros de Importância Quarentenária. (Carga horária: 40h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2009 - 2009
Interpretação da NBR ISO IEC 17025. (Carga horária: 12h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em ~Proteção dos Recursos Hídricos Subterrâneosso. (Carga horária: 20h).
Servmar- Ambiental & Engenharia, SERVMAR, Brasil.
2008 - 2008
I Curso aplicação Redes neurais Artificiais na Mod. (Carga horária: 16h).
Instituto Agronômico de Campinas, IAC, Brasil.
2008 - 2008
4ºSem.Programa Estratégicos-Produtos e Processos. (Carga horária: 8h).
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.
2007 - 2007
Workshop: Prospecção demandas Des. Agrop. Alta Sor. (Carga horária: 8h).
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.
2007 - 2007
VII curso de Atuallização em Café. (Carga horária: 24h).
Instituto Agronômico de Campinas, IAC, Brasil.
2006 - 2006
Moscas-das-frutas em citros. (Carga horária: 14h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2006 - 2006
Programa PAIS-Produção Agroecologica Integrada Sus. (Carga horária: 32h).
Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo, SEBRAE/SP, Brasil.
2006 - 2006
I Fórum Des. Rural Sust. Pontal Paranapanema. (Carga horária: 8h).
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.
2006 - 2006
Como Negociar. (Carga horária: 4h).
Cursos Executivos Homero Amato, E-CURSOS EXECUTI, Brasil.
2005 - 2005
Métodos Identificação/monitoramento Sigatoka Negra. (Carga horária: 24h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2004 - 2004
Extensão universitária em Controle Microbiano de Insetos- Fungos Entomopatog. (Carga horária: 24h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Identificação de nematóides fitoparasitos de semen. (Carga horária: 8h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Criação de Peixes em Tanque rede. (Carga horária: 24h).
APTA- Pólo Reg.Des.Tec.Agron.Médio Paranapanema, APTA-PRDTAMP, Brasil.
2003 - 2003
Deteccção Claviceps sp em sementes forrageiras. (Carga horária: 16h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2003 - 2003
Patologia de sementes para identificação de fungo. (Carga horária: 16h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2003 - 2003
Identif.Nematóides Fitoparasitos de Forrageiras. (Carga horária: 8h).
Instituto Biológico, IB, Brasil.
2002 - 2002
Extensão universitária em Uso das Sas na Pesquisa Em Fruticultura.
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.
2002 - 2002
Uso do SAS na pesquisa em fruticultura. (Carga horária: 8h).
Sociedade Brasileira de Fruticultura, SBF, Brasil.
2001 - 2001
Tratamento de Resíduos Químicos Em Laboratório. (Carga horária: 4h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.
2001 - 2001
Credenciamento Para Emissão do Certificado Fitross. (Carga horária: 16h).
Coordenadoria de Defesa Agropecuária, CDA, Brasil.
2000 - 2000
I Curso Sobre Pragas e Doenças Em Plantas Ornament. (Carga horária: 16h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.
1997 - 1997
Noções Básicas de Virologia Vegetal. (Carga horária: 15h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.
1997 - 1997
Curso Teórico Prático Diagnóstico de Clorose Varie. (Carga horária: 16h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.
1997 - 1997
Treinamento de Micologia Vegetal. (Carga horária: 24h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.
1996 - 1996
Atualização Em Problemas Causados Por Pragas e Doe. (Carga horária: 16h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.
1993 - 1993
I Curso Itinerante da Divisão de Parasitologia Veg. (Carga horária: 16h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.
1993 - 1993
Treinamento Sobre Avaliação de Doenças Para Seleçã. (Carga horária: 6h).
INSITUTO BIOLOGICO, IB, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Outro -Efetivo, Carga horária: 40

Atividades

1/2002 - Atual
Direção e administração, Departamento de Descentralização do Desenvolvimento, Pólo Regional de Desenvolvimento Tecnologico dos Agronegocios.

Cargo ou função
Diretor do Núcleo de Informação e Transferência do Conhecimento.
1/2002 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Descentralização do Desenvolvimento, Pólo Regional de Desenvolvimento Tecnologico dos Agronegocios.

Linhas de pesquisa
Sanidade Vegetal

Instituto Biológico, IB, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - 2002
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: IEfetivo, Carga horária: 40

Atividades

09/1992 - 1/2002
Pesquisa e desenvolvimento , Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, Estação de Pesquisas Biológicas.



Linhas de pesquisa


1.
PARASITOLOGIA
2.
FITOPATOLOGIA
3.
ENTOMOLOGIA
4.
Sanidade Vegetal


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Monitoramento de Anastrepha sp. e A. grandis em cultivo de Abobora Híbrido Atlas, em área de Mitigação de Risco, no município de Indiana, SP.
Descrição: A importância econômica das moscas-das-frutas deve-se aos danos diretos causados à produção e às exigências quarentenárias impostas pelos países importadores de frutas in natura. Os frutos destinados à comercialização no mercado interno ou para exportação são invariavelmente atacados por espécies de moscas-das-frutas. O monitoramento populacional permite o acompanhamento da flutuação da praga em certa área, ou a detecção de espécies exóticas ou quarentenárias. As finalidades básicas do monitoramento podem ser resumidas em pesquisa científica/identificação e distribuição de espécies; certificação de uma região ou país quanto à ausência de uma determinada espécie-praga-área livre e programa de erradicação de uma espécie praga. A instalação e adequada verificação das armadilhas são a base para um eficiente programa de controle. Através destas, obtêm-se dados sobre a presença e abundância de uma determinada praga, o que contribui para o planejamento das atividades de controle. A armadilha mais utilizada em escala comercial é a McPhail de plástico ou vidro de base amarela que no presente projeto será instalada em número de 5 unidades, compreendendo 5 armadilhas na UP-2 com 24,20 ha e 1 armadilha já instalada no Barracão-Paking-house , do cultivo de Abóbora Híbrido Atlas, para exportação na Fazenda Boa Vista, Indiana, SP. Os resultados permitirão atestar a não ocorrência de praga quarentenária na região, e a obtenção de autorização para exportação da produção, com benefícios econômicos e sociais para a região, que tem na atividade uma oportunidade de atingir novos mercados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
Monitoramento de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis em cultivo de Melancia Manchester, em Área de Mitigação de Risco, no município de Indiana, SP.
Descrição: A importância econômica das moscas-das-frutas deve-se aos danos diretos causados à produção e às exigências quarentenárias impostas pelos países importadores de frutas in natura. Os frutos destinados à comercialização no mercado interno ou para exportação são invariavelmente atacados por espécies de moscas-das-frutas. O monitoramento populacional permite o acompanhamento da flutuação da praga em certa área, ou a detecção de espécies exóticas ou quarentenárias. As finalidades básicas do monitoramento podem ser resumidas em pesquisa científica/identificação e distribuição de espécies; certificação de uma região ou país quanto à ausência de uma determinada espécie-praga-área livre e programa de erradicação de uma espécie praga. A instalação e adequada verificação das armadilhas são a base para um eficiente programa de controle. Através destas, obtêm-se dados sobre a presença e abundância de uma determinada praga, o que contribui para o planejamento das atividades de controle. A armadilha mais utilizada em escala comercial é a McPhail de plástico ou vidro de base amarela que no presente projeto será instalada em número de 6 unidades, compreendendo 5 armadilhas na UP-1 com 24 ha e 1 armadilha no Barracão-Paking-house, do cultivo de Melancia, para exportação na Fazenda Boa Vista, Indiana, SP. Os resultados permitirão atestar a não ocorrência de praga quarentenária na região, e a obtenção de autorização para exportação da produção, com benefícios econômicos e sociais para a região, que tem na atividade uma oportunidade de atingir novos mercados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Caracterização morfométrica e molecular de populações de Anastrepha obliqua (Macquart 1835) e Anastrepha sororcula Zucchi, 1979 (DIPETRA: TEPHRITIDAE) no Estado da Bahia
Descrição: O projeto objetiva realizar caracterização morfométrica e molecular de populações de moscas das frutas, notadamente A. obliqua e A. sororcula no estado da Bahia, e a partir de um banco de dados, correlacionar com outras coleções de outros estados e estabelecer complexos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Novos negócios no município de Presidente Prudente- A cultura da Romã
Descrição: A cultura da romã, Punica granatum L., nas diferentes fases de seu desenvolvimento, é atacada por alguns insetos-praga responsáveis por diversos tipos de danos quali-quantitativos. O Estado de São Paulo apresenta potencial para crescimento de cultivo de romã tendo em vista as condições edafoclimáticas favoráveis ao desenvolvimento da cultura. A região de Presidente Prudente conta atualmente com uma área de romã de 6,8 ha, nos municípios de Presidente Prudente, Álvares Machado e Narandiba, sendo contabilizado pela Associação de Fruticultores de Presidente Prudente, SP, um total de 3.196 pés de romã em franca produção. Por se tratar de uma cultura pouco conhecida pelos produtores, e com bibliografia escassa do assunto, o presente estudo objetiva realizar um levantamento entomológico/fitopatológico na cultura de romã, avaliar os danos, a ocorrência de inimigos naturais e propor táticas de manejo para as pragas chave. Para tanto, serão desenvolvidos estudos em área comercial de romã localizada no Sítio São José, distrito de Montalvão, município de Presidente Prudente, SP., e Chácara Bela, em Santo Anastácio, com romanzeiras com 4 anos de idade, num espaçamento de 6 x 3,5 metros e pomar recém implantando, respectivamente, onde será realizado levantamento entomológico/fitopatológico na cultura de romã, na região de Presidente Prudente; Identificação dar época de ocorrência, danos e inimigos naturais; realização de testes com armadilhas e produtos para controle; a fim de se propor táticas de manejo das pragas-chave. Na região de Presidente Prudente, SP, a cultura da romã, carece de um estudo mais dirigido para identificação de espécies de insetos-praga e doenças que apresentam comportamento de ocorrência preferencial nesta região, visto o aumento do interesse pela cultura detectado junto aos fruticultores..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
O efeito do silicio no controle de pragas da batata-doce
Descrição: O trabalho objetiva estudar os benefícios do uso do silício no cultivo da batata-doce, medidas nas características da planta (comprimento de ramos, número de folhas/planta, tamanho e massa dos tubérculos), mudanças na epiderme dos tubérculos, incidência de pragas e produtividade das plantas, e elaborar uma escala diagramática de danos de insetos que possa servir de instrumento para avaliação prática e rápida pelo produtor em campo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes - Coordenador / Adalton Raga - Integrante / Ricardo Firetti - Integrante / Renata Espolador São João - Integrante / Rafael Montes - Integrante.
2012 - Atual
Estabelecimento do Manejo Integrado de pragas na cultura da Batata-doce na região oeste do Estado de São Paulo
Descrição: A batata doce é uma planta rústica, porém é suscetível a um grande número de pragas, onde os insetos de solo são os principais responsáveis pelas perdas econômicas de produção, afetando não sómente a produtividade, mas também a qualidade, conservação e aspecto comercial dos tubérculos. Dentre eles, destacam-se os coleópteros, principalmente a broca-da-raiz e as larvas de Chrysomelidae. Em sistemas convencionais de produção da batata doce, a utilização de inseticidas no solo não é recomendada por ser anti-econômica e ineficiente. Embora não haja registro de produtos para a cultura da batata doce, produtores vem utilizando produtos recomendados para outras culturas, visando o controle de pragas na cultura da batata doce. Desta forma, a identificação de pragas chave da cultura, seu comportamento em relação aos materiais genéticos utilizados na região e épocas de maior ocorrência, assim como a busca por métodos alternativos de controle torna-se uma prioridade de pesquisa, para atender a demanda tecnológica de pequenos e médios produtores, além de assentados da região oeste do estado de São Paulo. Para cumprir as estratégias de estabelecimento de MIP da batata doce serão realizados estudos a campo para identificação das principais pragas, instalados em Presidente Prudente em área comercial de batata doce. Serão avaliadas as cultivares Uruguaiana e Canadense, em parcelas de três ruas de cinco metros de comprimento, com espaçamento de 0,90 x 0,30 m, totalizando 45 plantas dispostas linearmente, sendo que as duas ruas da extremidade serão consideradas bordadura. Será adotado o delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. A entomofauna presente no ensaio será levantada através de coletas quinzenais de amostras de espécimes de insetos presentes na área de cultivo. Cada experimento será conduzido por 24 semanas, com 12 semanas de coleta em cada experimento. As variações em números de individuos obtidos nas coletas períodicas serão graficamente representadas para o estudo da flutuação de suas populações. Para avaliação de danos de insetos do solo, os tubérculos serão escolhidos aleatoriamente em número de 10 para a avaliação de danos. Também será realizada avaliação de resistência de genótipos para pragas da parte aérea, de pragas desfolhadoras e sugadoras, e determinação de índice de infestação nas diferentes fases fenológicas da cultura em dois plantios e ocorr~encia de parasitóides. Também serão realizadas coletas de raízes tuberosas de batata-doce seis meses após o plantio para avaliar os danos causados às mesmas, de acordo com o critério de avaliação de notas. 1. INTRODUÇÃO.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2015
TT ? PROPAGAÇÃO RÁPIDA DE MUDAS DE BATATA DOCE EM BANDEJAS E MANUTENÇÃO DE PLANTAS LIVRES DE VÍRUS
Descrição: A batata doce é uma hortaliça de pequena participação no cardápio do brasileiro, e em decorrência desta menor importância, as pesquisas nesta área também são escassas. Sendo a região da Alta Sorocabana, notadamente o município de Presidente Prudente, a maior região produtora do estado, respondendo por 40% da produção, a demanda por pesquisas é bastante forte e revestida de bastante originalidade, haja vista que plantios em larga escala e monocultivos, acabam por apresentar problemas ao longo do tempo em razão da pouca diversidade. Dentre os principais fatores que interferem com a produção da batata doce, como falta de material de propagação sadio, cultivares mais produtivas e resistentes a doenças, o fator que mais reduz a produção são as viroses. A pesquisa da virose na batata doce, as ações realizadas para dar o suporte necessário frente à esta problemática, com a limpeza do material genético e multiplicação em viveiros telados com disponibilização de mudas livres de vírus aos produtores, é um serviço especializado que vem sendo prestado aos produtores da região, com disponibilização de produto estratégico. Este projeto é uma realização da APTA Regional Alta Sorocabana e com o apoio do CNPH-EMBRAPA que vem realizando a limpeza de vírus do material genético desta região. Consiste em atividades de manutenção do material livre de livres em estufas e produção rápida de mudas em bandejas para disponibilização aos produtores. Serão realizados treinamentos aos produtores, assim como atendimento de visitas à unidade para conhecimento das instalações e tecnologia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Controle de pragas na batata doce pela prática da rotação de cultura
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
Avaliação da ocorrência de sintomas e danos de Enneotrips flavens Moulton, 1941 (Thysanoptera: Thripidae) em amendoim, Presidente Prudente, SP.
Descrição: Na cultura de amendoim os ganhos são satisfatórios somente com o uso das tecnologias disponíveis e os aumentos adicionais de rentabilidade estão condicionados a condições climáticas favoráveis para ocorrência de pragas e doenças e ao controle destes que aumentam o custo de produção. Desta forma, o presente estudo contribuirá para o desenvolvimento da cultura na região, na medida em que gera informações para um melhor manejo da cultura que implicarão na redução de custos e aumento de produção..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes - Coordenador / Adalton Raga - Integrante / Edison Martins Paulo - Integrante.
2009 - 2012
ESTUDO DA FAUNA NA CULTURA DO PINHÃO MANSO NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
DINÂMICA POPULACIONAL DE BICHO MINEIRO E SEUS INIMIGOS NATURAIS EM CULTIVARES DE CAFÉ NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
Dinâmica populacional de moscas-das-frutas em pomares de manga na região oeste do estado de São Paulo
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
AVALIAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE FERRUGEM EM CULTIVARES DE CAFEEIROS NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE, SP
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2009
Estudo comparativo de ocorrência de chrisopídeos em diferentes culturas
Descrição: De forma geral os crisopídeos tem sido relacionados como predadores de insetos de vários ordens e famílias. A capacidade de alimentação depende da disponibilidade e qualidade do alimento oferecido para cada espécie do predador, e a quantidade de presas consumidas varia de acordo com a capacidade de caça e a facilidade de manuseio da presa. Desde o final do século XX, os crisopoídeos têm despertado atenção quanto ao seu uso no controle populacional de insetos e ácaros-praga.Busca-se atualmente um decréscimo no uso de inseticidas convencionais, não sómente por causa dos custos, mas para minimizar os rsicos de desiquilibrio ambiental e evitar a resistência de pragas a defensivos agrícolas. A busca por uma laternativa de controle biológico, vem atender a necessidade de alternativas de controle menos agressivos ao meio ambiente, e menos onerososa ao produtor, além de uma pesquisa de baixo custo e alto retorno. No presente estudo objetiva-se avaliar a ocorrência e diversidade de chrisopideos em diferentes culturas, de modo a poder subsidiar medidas de controle biológico..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes - Coordenador / Adalton Raga - Integrante / Sérgio de Freitas - Integrante.
Número de produções C, T & A: 8
2005 - 2011
Dinâmica populacional de moscas-das-frutas em pomares de manga na região oeste do estado de São Paulo
Descrição: A produção paulista prioriza o atendimento ido mercado nterno de manga, principalmente dos grandes centros consumidores do Sudeste e Sul do país, tendo como vantagem menores custos de transporte. Entretanto isto não significa que se trata de produção sem condições de atender ao mercado internacional, ao contrário. Os pomares implantados mais recentemente em municípios menos tradicionais, com as variedades Tommy Atkins e Palmer, se enquadram neste perfil, e é o caso de Presidente Prudente, SP. As larvas das moscas-das-frutas causam sérios prejuízos à fruticultura, pois se alimentam da polpa dos frutos, tornando-os impróprios´para o consumo in natura e para a industrialização. Estudos de dinâmica populacional de tefritídeos em fruteiras foram realizados por vários pesquisadores, mas os reesultados de uma região nem sempre podem ser aproveitados em outras. Desta maneira, objetivou-se estudar as espécies e apresentar a dinâmica populacional e análise faunística das moscas-das-frutas nas variedades Tommy Atkins e Palmer, na região de Presidente Prudente, SP. Também a incidência de doenças nas cultivares será avaliada, de modo a subsidiar o manejo da cultura na região..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2009
Estudo do comportamento de variedades de mandioca na região de Presidente Prudente e a incidência de pragas/doenças de importância econômica
Descrição: A mandioca tem como origem a região subtropical e atualmente vem sendo plantada em áreas tropicais de diferentes continentes. No Estado de São Paulo, segundo dados do IEA, a produção na alta sorocabana, nos municípios de Presidente Prudente e P. Venceslau foi de 60.130 e 22.499 toneladas de mandioca para industria e 192.550 e 207.600 cx de 25 kg de mandioca de mesa, no ano de 2008. Estima-se que cerca de 200 artrópodes alimentam-se da mandioca apenas no continente americano, sendo que muitos organismos são específicos da cultura e apresentam graus variáveis de adaptação às defesas bioquímicas das plantas que incluem a produção de substâncias lactescentes e ácido cianídrico. Dada a importância da cultura da mandioca para pequenos agricultores , agricultura familiar e assentados da região oeste do estado de São Paulo, o presente estudo objetivou avaliar a incidência de moscas-das-frutas e ácaros na cultura, a fim de subsidiar o manejo da cultura..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2012
Estudo do comportamento de variedades de batata-doce na região de Presidente Prudente e a incidência de pragas/doenças de importância econômica
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2009
Avaliação fenológica e aspecto fitossanitário de cultivares de pessegueiros na região oeste do estado de São Paulo
Descrição: A produção paulista de pêssegos destina-se baiscamente, ao mercado in natura. Existem duas regiões tradicionais produtortas de pêssegos, a primeira próxima à capital (Guapiara, Mairinque, Mogi das Cruzes, Valinhos, Atibais, Jundiaí) e a outra Itapetininga, Angatuba, Paranapanema, Capão Bonito e São Miguel Arcanjo. A fruticultura paulista tem se deslocado para outras regiões subtropicais e tropicais do interior, muitas vezes desprovidas de temperaturas hibernais frias. A implantação de cultivares comercias de pêssego com baixa exigência de frio hibernal no oeste de São Paulo, apresentou-se como uma possibilidade de obtenção de uma produção ainda mais precoce, em função de temperatura médfia mais elevada e baixa ocorrência de geadas. Assim, a implantação de pomar com diferentes cultivares de pêssego (Talismã, Tropical, Aurora 1, Aurora 2, Régis, Doçura 2, Dourado 2, Rei da conserva, Jóia 4, sobre os porta-enxertos Okinawa e Umê, permitirá avaliar a fenologia, produção e aspectos fitossanitários visando alavancar o desenvolvimento de um polo frutícola para o fortalecimento da fruticultura na região e a agricultura familiar..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2008 - 2010
Monitoramento Hidrometeorológico e suporte aos processos de outorga e defesa civil no CBH- Pontal do Paranapanema
Descrição: Os recentes cenários estabelecidos pelo Painel de Mudanças climáticas (IPCC_2007) descrevem um aumentoo global acentuado da temperatura do globo, o que leva a acréscimo de eventos meteorológicos extremos como: seca, geada, furacões. Desta maneira, a sociedade tem de se adaptar e desenvolver metodologias e estratégias para sobrepor a estas adversidades climáticas, meteorológicas e agronômicas, de modo a reduzir os impactos negativos destas anomallias e seus efeitos adversos na sociedade. A área agrícola e a de recursos hídricos em termos sócio-econômicos, é sem dúvida a parcela mais beneficiada com o incremento de uma politica de desenvolvimento meteorológico no país. Independentemente de sua forte contribuição para o produto interno bruto do país e de sua alta taxa de captação de recursos devido à exportação, a atividade agro-silvo-pastoril pode ser uma causa direta da diminuição das diferenças socias e da eliminação da pobreza absoluta. Com toda sua característica demográfica e topográfica, a densidade de Estações Hidrometeorológicas na Bacia do Pontal do Paranapanema ainda é muito restrita, sendfo que a amioria se localiza no inicio da bacia, e os usos para controlar procedimento de monitoramento de irrigação ou mesmo processos de outorga são muito incipientes, devido à fragilidade de disponibilização destas informações à saociedade, e em especial aos órgãos tomadores de decisão. com relação à pesquisa, é imprescindível a dotação da unidade de pesquisa regional de uma unidade automatizada de informações meteorológicas para que otodas a informaçõpes possam saer correlacionadas com estas informaç~~oes e disponibilizadas à sociedade. A proposta é através de instalação de uma estação no Pólo REgional alta Sorocabana/APTA, manter na região uma dinamicidade no gerenciamento de estações meteorológicas, agregando-se estações existentes na região, permitindo-se assim um monmitoramento eficiente, prático e consciente das necesidades hídricas das culturas, variabilidade e ad.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Projetos de desenvolvimento


2010 - 2010
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em Melão, Abóbora e Melancia, em área de Mitigação de risco, Fazenda Boa Vista, Municío de Rinópolis, SP.
Descrição: No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação.O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas.
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2010 - 2010
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em melancia, em área de Mitigação de Risco em Regente Feijó, SP.
Descrição: No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação. O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas.
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2010 - 2010
onitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em melão e Abóbora, em área de Mitigação de Risco, Fazenda Boa vista, município de Rinópolis, SP.
Descrição: No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação.O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2010 - 2010
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em cucurbitácea, em área de Mitigação de Risco em Regente Feijó, S.
Descrição: O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas. No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2010 - 2010
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em Abobora Híbrido Atlas, em área de Mitigação de Risco, Fazenda Leonilda, Rinópolis, SP.
Descrição: No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação. O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2010 - Atual
Utilização de mudas isentas de vírus como material de propagação para a cultura da batata doce
Descrição: A nova tecnologia, mudas de batata doce isentas de virusa, tem como objetivo solucionar aperda da capacidade produtiva da planta da batata doce no decorrer do seu ciclo causado por viroses, como perda da produtividade e degenerescência da planta, que num primeieo momento pode não exprimir o problema, mas que com o uso de material de propagação originária de cultura comercial, é de frequente ocorrência..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes - Coordenador.Financiador(es): Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - Outra.
Número de produções C, T & A: 3
2010 - Atual
Utilização de mudas isentas de vírus como material de propagação para a cultura da batata doce
Descrição: A nova tecnologia, mudas de batata doce isentas de virusa, tem como objetivo solucionar aperda da capacidade produtiva da planta da batata doce no decorrer do seu ciclo causado por viroses, como perda da produtividade e degenerescência da planta, que num primeieo momento pode não exprimir o problema, mas que com o uso de material de propagação originária de cultura comercial, é de frequente ocorrência..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes - Coordenador.Financiador(es): Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - Outra.
Número de produções C, T & A: 3
2009 - 2009
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em cucurbitáceas, em área sob Sistema de Mitigação de Risco em Regente Feijó, SP.
Descrição: O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas. No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2009 - 2009
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em cucurbitáceas em Área de Mitigação de Risco, Fazenda Boa Vista, município de Rinópolis, SP.
Descrição: O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas. No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2009 - 2009
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em Cucurbita moschata (Abóbora híbrido F1 Atlas) em área de Mitigação de risco, no município de Presidente Bernardes, SP.
Descrição: O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas. No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2008 - 2009
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em Abóbora Híbrido Atlas em área sob Sistema de Mitigação de Risaco, município de Rinópolis, SP.
Descrição: O presente estudo objetiva a prestação de serviços especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de monitoramento de cucurbitáceas. No Brasil, as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos de Sistema de Mitigação de Risco-SMR, deverão ser cadastradas junto ao MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada á América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No presente estudo pretende-se através de levantamento e monitoramento, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2008 - 2008
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em Melão e Melancia, em àrea de Mitigação de Risco
Descrição: Em conformidade dom o MAPA/DAS, o estabelecimento do SMR-sistema de Mitigação de Risco e os levantamentos de detecção e delimitação deverão ser conduzidos pelo período mínimo e ininterrupto de seis meses que antecedem o inicio da cultura,até o reconhecimento oficial. Npo Brasil as empresas que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas, oriundos do SMRE, deverão ser cadastrados para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Desta forma, o presente projeto objetiva a prestação de serviços técnicos especializados e suportte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Monitoramento de área de Melão e Melancia..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2008 - 2008
Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em Abóbora e Melancia em área de Mitigação de risco
Descrição: Objetiva-se a prestação de serviços técnicos especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto de Monitoramento de Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em Abóbora e melancia em área de Mitigação de Risco. As empresas no Brasil que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos do SMR, deverão ser cadastradas no MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. O controle racional e eficiente de moscas-das-frutas tem como pré-requisito o conhecimento das espécies incidentes e o momento adequado para iniciar as medidas de controle. A grandis tem sua dsitribuição confinada à América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos querentenários da produção, impostos pelos países importadores. Em copnformidade com portaria do MAPA/DAS, o estabelecimento do SMR e os levantamentos de detecção e delimitação deverão ser conduzidos pelo periodo minimo e ininterruprto de seis meses que antecedem a solicitação do reconheicmento oficial..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2007 - 2007
Levantamento de moscas-das-frutas Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em abóbora híbrida em Presdiente Bernardes, SP.
Descrição: Anastrepha grandis tem sua dsitribuição confinada à América do sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente de pérdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No Brasil as empresas exportadores que desejarem exportar seus frutos frescos de cucurbitáceas oriundos do Sistema de mitigação de Risco (SMR) deverão ser cadastradas no MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Desta forma, o projeto visa através do levantamento populacional de moscas-das-frutas, por meio de armadilhas McPhail, garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária para fins de exportação. Objetiva-se prestar serviços tecnicos especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do projeto de levantamento de moscas-das-frutas em abóbora híbrida em Presidente Bernardes, SP..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2006 - 2006
Levantamento populacional da mosca-das-frutas Anastrepha spp. e A. grandis em Abóbora híbrida na região de Presidente Prudente, SP
Descrição: O sistema de Mitigação de risco-SMR, consiste na integração de diferentes medidas de manejo de risco de pragas das quais , pelo menos duas, atuam independentemente, com efeito cumulativo, para atingir um nível apropriado de segurança fitossanitária. No Braisl as mpresas que quisewrem exportar seus frutos frescos de cucurbitáceas precisam fazer parte do SMR, em atendimento às restrições fitossanitárias impostas pelos paíoses importadores. O presente projeto tem como objetivo a prestação de serviços técnicos especializados e suporte ao desenvolvimento tecnológico para viabilização e desenvolvimento do Projeto "Levantamento de moscas-das-frutas Anastrepha spp. e a. grandis em abobora híbrida na região de Presidente Prudente, SP.".
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2004 - 2005
Levantamento populacional da mosca-das-fruta Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em abóbora híbrida na região de Presidente Prudente, SP.
Descrição: Anastrepha grandis tem sua distribuição confinada à América do Sul, formando populações de baixa densidade. Sua importância refere-se mais aos aspectos quarentenários da produção do melão do que efetivamente de perdas no campo. Na cultura da abóbora, as larvas destroem a polpa e o fruto tende a apodrecer havendo destruição total ou parcial dos frutos. No brasil, as empresas exportadoras que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos do sistema de Mitigação de risco (SMR), deverão ser cadastradas no MAPA, para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Desta forma, o porjeto visa através do levantamento populacional de moscas-das-frutas, por meio de armadilhas McPhail, garantir por evidencia científica garantir a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação da produção..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Outros Projetos


2014 - Atual
Monitoramento de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis em Abóbora TEtsukabuto, em Área de Mitigação de Risco, no município de Presidente Bernardes, SP.
Descrição: O SMR-Sistema de Mitigação de Risco, consiste na integracão de diferentes medidas de manejo de risco de pragas das quais, pelo menos duas, atuam independentemente, com efeito acumulativo, para atingir o nível apropriado de segurança fitossanitária. No Brasil, as empresas exportadoras que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos do Sistema de Mitigação de Riscos, deverão ser cadastradas no SSV/DFA para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Assim, a rastreabilidade dos produtos oriundos do SMR, permitirá ao produtor atender às exigências de países importadores que classificam a praga Anastrepha grandis como uma praga quarentenária, impondo restrições fitossanitárias às importações de frutos hospedeiros da mesma. O presente levantamento objetiva observar a ocorrência ou não da mosca-das-frutas Anastrepha spp. e Anastrepha grandis, de modo a garantir por evidencia científica a condição de área livre da praga quarentenária, para fins de exportação da produção, através de : - realização de levantamento de detecção da mosca-das-frutas Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em cultura de AbóBora e Melancia, dentro de uma área em Sistema de Mitigação de Risco; - avaliar as características da população de mosca-das-frutas, através de identificação taxonômica das espécies; - registrar a ocorrência/ausência de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis na cultura para enquadramento do produtor na norma estabelecida pelo sistema de certificação. O monitoramento será realizado em área de 14 alqueires, localizada no município de Presidente Bernardes, SP, em área arrendada na propriedade Fazenda são José pela Sra. Josane Aparecida Parron Gardenal Teles, cultivado com Abóbora e Melancia..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2014 - Atual
Monitoramento de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis em Abóbora Híbrido atlas e Tetsukabuto, em Área de Mitigação de Risco, no município de Indiana, SP.
Descrição: A importância econômica das moscas-das-frutas deve-se aos danos diretos causados à produção e às exigências quarentenárias impostas pelos países importadores de frutas in natura. Os frutos destinados à comercialização no mercado interno ou para exportação são invariavelmente atacados por espécies de moscas-das-frutas. O monitoramento populacional permite o acompanhamento da flutuação da praga em certa área, ou a detecção de espécies exóticas ou quarentenárias. As finalidades básicas do monitoramento podem ser resumidas em pesquisa científica/identificação e distribuição de espécies; certificação de uma região ou país quanto à ausência de uma determinada espécie-praga-área livre e programa de erradicação de uma espécie praga. O SMR-Sistema de Mitigação de Risco consiste na integração de diferentes medidas de manejo de risco de pragas das quais, pelo menos duas, atuam independentemente, com efeito acumulativo, para atingir o nível apropriado de segurança fitossanitária. No Brasil, as empresas exportadoras que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos do Sistema de Mitigação de Riscos, deverão ser cadastradas no SSV/DFA para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Assim, a rastreabilidade dos produtos oriundos do SMR, permitirá ao produtor atender às exigências de países importadores que classificam a praga Anastrepha grandis como uma praga quarentenária, impondo restrições fitossanitárias às importações de frutos hospedeiros da mesma. O presente levantamento objetiva observar a ocorrência ou não da mosca-das-frutas Anastrepha spp. e Anastrepha grandis, de modo a garantir por evidencia científica a condição de área de baixa prevalência da praga quarentenária, para fins de exportação da produção, através de : - realização de levantamento de detecção da mosca-das-frutas Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em cultura de Abóbora Híbrido Atlas e Abóbora Kabocha, dentro de uma área em Sistema de Mitigação de Risco; - avaliar as características da população de mosca-das-frutas, através de identificação taxonômica das espécies; - registrar a ocorrência/ausência de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis na cultura para enquadramento do produtor na norma estabelecida pelo sistema de certificação. O monitoramento será realizado em área de 9,7 hectares, localizada no município de Indiana, SP, em área arrendada na propriedade Fazenda Boa Vista, mun. Presidente Prudente, SP, pela Sra. Débora Daiane Negri, com Abóbora (Cucurbita moschata F1 Atlas e Cucurbita moschata x C. maxima)..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2014 - Atual
Monitoramento de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis em Abóbora Híbrido Atlas e Tetsukabuto, em Área-2 de Mitigação de Risco, no município de Indiana, SP.
Descrição: A importância econômica das moscas-das-frutas deve-se aos danos diretos causados à produção e às exigências quarentenárias impostas pelos países importadores de frutas in natura. Os frutos destinados à comercialização no mercado interno ou para exportação são invariavelmente atacados por espécies de moscas-das-frutas. O monitoramento populacional permite o acompanhamento da flutuação da praga em certa área, ou a detecção de espécies exóticas ou quarentenárias. As finalidades básicas do monitoramento podem ser resumidas em pesquisa científica/identificação e distribuição de espécies; certificação de uma região ou país quanto à ausência de uma determinada espécie-praga-área livre e prO SMR-Sistema de Mitigação de Risco consiste na integração de diferentes medidas de manejo de risco de pragas das quais, pelo menos duas, atuam independentemente, com efeito acumulativo, para atingir o nível apropriado de segurança fitossanitária. No Brasil, as empresas exportadoras que desejarem exportar frutos frescos de cucurbitáceas oriundos do Sistema de Mitigação de Riscos, deverão ser cadastradas no SSV/DFA para efeito de certificação fitossanitária de sua produção. Assim, a rastreabilidade dos produtos oriundos do SMR, permitirá ao produtor atender às exigências de países importadores que classificam a praga Anastrepha grandis como uma praga quarentenária, impondo restrições fitossanitárias às importações de frutos hospedeiros da mesma. O presente levantamento objetiva observar a ocorrência ou não da mosca-das-frutas Anastrepha spp. e Anastrepha grandis, de modo a garantir por evidencia científica a condição de área de baixa prevalência da praga quarentenária, para fins de exportação da produção, através de : - realização de levantamento de detecção da mosca-das-frutas Anastrepha spp. e Anastrepha grandis em cultura de Abóbora Híbrido Atlas e Abóbora Kabocha, dentro de uma área em Sistema de Mitigação de Risco; - avaliar as características da população de mosca-das-frutas, através de identificação taxonômica das espécies; - registrar a ocorrência/ausência de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis na cultura para enquadramento do produtor na norma estabelecida pelo sistema de certificação O monitoramento será realizado em área de 9,7 hectares, localizada no município de Indiana, SP, em área arrendada na propriedade Fazenda Boa Vista, mun. Presidente Prudente, SP, pela Sra. Débora Daiane Negri, com Abóbora (Cucurbita moschata F1 Atlas e Cucurbita moschata x C. maxima)..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2010 - 2012
Produção de mudas de batata doce livres de vírus e a transferência da tecnologia aos produtores da região de Presidente prudente, SP.
Descrição: Sendo propagada vegetativamente, a cultura da batata doce tende a aumentar a incidência de plantas infectadas por vírus durante os sucessivos cultivos, resultando em uma significativa queda na produção, fenômeno referido como degenerescência. Este acúmulo de vírus promove danos consideráveis, como redução e deformação foliar, com reflexo negativo sobre o rendimento das raízes. Os bnenefícios fisiológicos propiciados pela limpeza clonal, expresos no incremento da produtividade, podem manifestar-se por alguns ciclos de cultivo, faorecendo a amortização do custo das mudas de cultura de tecidos..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes - Coordenador.
2010 - 2010
Monitoramento de Anastrepha sp. e Anastrepha grandis em cucurbitáceas, em área sob Sistema de Mitigação de Risco em Regente Feijó, SP.
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Revisor de periódico


2013 - Atual
Periódico: Ciência Rural (UFSM. Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Arquivos do Instituto Biológico (Impresso)
2013 - Atual
Periódico: Fruits (Paris. Imprimé)
2014 - Atual
Periódico: OECOLOGIA AUSTRALIS


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade/Especialidade: Entomologia Agrícola.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade/Especialidade: Fitopatologia.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade/Especialidade: Parasitologia Agrícola.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2010
Honra ao Mérito, Faculdades Adamantinenses Integradas.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
RAGA, A.2015RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; STRIKIS, P.C. ; MONTES, S. M. N. M. . Lance fly (Diptera: Lonchaeidae) host plants in the State of Ppaulo, Southeast Brazil. Entomotropica, v. 30, p. 57-68-68, 2015.

2.
Arruda, M.C. de2015Arruda, M.C. de ; Fisher , I.H. ; VEGIAN, M. R. C. ; FILETI, M. S. ; MONTES, S. M. N. M. . Efeito da temperatura de armazenamento na conservação pós-colheita de amora-preta. Pesquisa Agropecuária Tropical (Online), v. 45, p. 413-419, 2015.

3.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2015Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; Paulo, Edison Martins ; MONTES, RAFAEL MARANGONI . Avaliação da ação de uma virose na produção e qualidade de tubérculos de batata-doce. Arquivos do Instituto Biológico (Online), v. 82, p. 1-3, 2015.

4.
SAÕ JOAO, R. E.2014SAÕ JOAO, R. E. ; MONTES, S. M. N. M. ; RAGA, A. . Fruit flies in a guava orchard in Indiana county, São Paulo, southeastern Brazil. Idesia (Arica. Impresa), v. 32, p. 101-107, 2014.

5.
PAULO, E. M.2013PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; FISCHER, I. H. . Progresso temporal da ferrugem alaranjada em cultivares de cafeeiro no oeste do estado de São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso), v. 80, p. 59-64, 2013.

6.
MONTES, S. M. N. M.2013MONTES, S. M. N. M.; PAULO, E. M. ; RAGA, A. . Incidência del Enneothrips flavens Moulton, 1941 (Thysanoptera: Thripidae) en maní, en Presidente Prudente, São Paulo, Brasil. Idesia (Arica. Impresa), v. 31, p. 67-73, 2013.

7.
MONTES, S. M. N. M.2012MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; STRIKIS, P.C. ; SANTOS, P. C. . Moscas-das-frutas em cultivares de cafeeiros de Presidente Prudente,SP.. Coffee Science, v. 7, p. 99-109-109, 2012.

8.
MONTES, S. M. N. M.2012MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; Boliani, Aparecida Conceição ; Mineiro, Jeferson Luiz Carvalho ; Santos, Pedro César dos . Mite fauna (Arachnida : Acari) on peach cultivars in Presidente Prudente, São Paulo, Brazil. Journal of Plant Studies, v. 1, p. 173-179-179, 2012.

9.
MONTES, S. M. N. M.2012MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; CERAVOLO, L. C. . Avaliação de danos de adultos de Costalimaita ferruginea (Fabricius) (col.: Chysomelidae) em Eucalyptus spp, na região de Presidente Prudente, SP.. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso), v. 79, p. 431-435, 2012.

10.
MONTES, S. M. N. M.2012MONTES, S. M. N. M.; Paulo, Edison Martins ; FISCHER, I. H. . Incidência da ferrugem alaranjada em cafeeiros nas condições climáticas de Presidente Prudente, SP.. Coffee Science, v. 7, p. 208-214, 2012.

11.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2012Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Occurrence of fruit flies (Diptera: Tephritidae) in a mixed mango orchard in the city of Presidente Prudente, SP, Brasil. Revista Colombiana de Entomologia, v. 38, p. 231-237, 2012.

12.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2011Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; Raga, Adalton ; Boliani, Aparecida Conceição ; de Carvalho Mineiro, Jeferson Luiz ; dos Santos, Pedro César . Effect of Fungicides on the Mite Fauna of <i>Prunus Persica</i> L. Cultivars in Presidente Prudente, SP, BrazilWp yw fungicydów na faun roztoczy wyst puj cych na odmianach brzoskwini zwyczajnej (<i>Prunus persica</i> L.) w Presidente Prudente, sp, Brazylia. Journal of Plant Protection Research, v. 51, p. 285-293, 2011.

13.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2011Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; Raga, Adalton ; Boliani, Aparecida Conceição ; Santos, Pedro César dos . Dinâmica populacional e incidência de moscas-das-frutas e parasitoides em cultivares de pessegueiros (Prunus Persica L. Batsch) no município de presidente prudente-sp. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 33, p. 402-411, 2011.

14.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2011MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Ocorrência de espécies de Anastrepha (Diptera: Tephritidae) em áreas de Cucurbitáceas sob Sistema de Mitigação de Risco. Arquivos do Instituto Biológico (Impresso), v. 78, p. 317-320, 2011.

15.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2011Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; Boliani, Aparecida Conceição ; Raga, Adalton ; Paulo, Edison Martins . Preferência de oviposição de Grapholita molesta (busck) (lepidoptera: tortricidae) em cultivares de pessegueiro. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 33, p. 429-435, 2011.

16.
RÓS, A.B.2011RÓS, A.B. ; MONTES, S. M. N. M. ; NARITA, N. ; TAVARES FILHO, J. . Viabilidade técnica da produção de mudas de batata doce em bandejas. Semina. Ciências Agrárias (Impresso), v. 32, p. 1423-1428, 2011.

17.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2011MONTES, S. M. N. M.. Parasitismo de huevos de Paraselenis flava (Coleoptera: Chrysomelidae) en batata (Ipomoea batatas). Revista Colombiana de Entomología, v. 37, p. 249-250, 2011.

18.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2010MONTES, S. M. N. M.; Raga, Adalton ; Boliani, Aparecida Conceição ; Mineiro, Jeferson Luiz Carvalho ; Santos, Pedro César dos . Composição acarina em diferentes cultivares de pessegueiros [Prunus persica (L.)], em Presidente Prudente, estado de São Paulo. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 32, p. 414-422, 2010.

19.
FISCHER, I. H.2010FISCHER, I. H. ; Arruda, M.C. de ; ALMEIDA, A. M. ; MONTES, S. M. N. M. . Doenças e características físico-químicas pós-colheita em pêssego 'Régis' produzido em Presidente Prudente, SP.. Semina. Ciências Agrárias (Impresso), v. 31, p. 627-632, 2010.

20.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2010MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; STRIKIS, P.C. ; SANTOS, P. C. . Infestación natural de Lonchaeidae (Diptera) en variedades de Melocotón. Revista Colombiana de Entomología, v. 36, p. 223-228, 2010.

21.
FISCHER, I. H.2009FISCHER, I. H. ; Arruda, M.C. de ; ALMEIDA, A. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; JERONIMO, E. M. ; SIMIONATO, E. M. R. ; BERTANI, R. M. A. . Doenças e características físicas e químicas pós-colheita em manga. Semina. Ciências Agrárias (Impresso), v. 30, p. 107-116, 2009.

22.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2008Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; Boliani, Aparecida Conceição ; Raga, Adalton ; Santos, Pedro César dos ; Corrêa, Luiz de Souza ; Ferrari, Josiane Takassaki . Características produtivas, físicas e químicas de frutos de cultivares de pessegueiros sobre dois porta-enxertos no oeste do Estado de São Paulo. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 30, p. 1065-1070, 2008.

23.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2006MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. . Eficácia de atrativos para monitoramento de Ceratitis capitata (Diptera: Tephritidae) em pomar de citros. Arquivos do Instituto Biológico (Online), v. 73, p. 317-323, 2006.

24.
LATADO, Rodrigo Rocha2006LATADO, Rodrigo Rocha ; TULMANN NETO, Augusto ; POMPEU JUNIOR, Jorgino ; FIGUEIREDO, José Orlando ; PIO, Rose Mary ; MACHADO, Marcos Antonio ; NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos . Seedless and Citrus cranker tolerant mutant clones in Sweet Orange induced by gamma rays. Mutation Breeding Newsletter, v. 1, p. 21-22, 2006.

25.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2006MONTES, S. M. N. M.; FIRETTI, R. ; GOLLA, A. R. ; TARSITANO, M. A. A. . Custos e Rentabilidade da Batata-doce (Ipomoeas batatas L.) na região oeste do estado de São Paulo: estudo de caso. Informações Econômicas. Instituto de Economia Agrícola, v. 36, p. 4/15-23, 2006.

26.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2005MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. . Dinâmica Estacional do Psilídeo-de-concha Glycaspis brimblecombei Moore (Hemiptera: Psyllidae) na região oeste do Estado de São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico (Online), v. 72, p. 511-515, 2005.

27.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2004MONTES, S. M. N. M.; ROSSI, Antonio Carlos ; BOLIANI, A. C. ; PAPA, G. ; CERAVOLO, L. C. . Estabelecimento e Recuperação do parasitóide Ageniaspis citricola Logvinovskaya (Hym.: Encyrtidae), sobre a larva minadora dos citros, Phyllocnistis citrella Stainton (Lep.: Gracillariidae) em condições de campo.. Revista de Agricultura (Piracicaba), Piracicaba/SP, v. 79, n.01, p. 70-79, 2004.

28.
BERNARDI, Walter Fernando2004BERNARDI, Walter Fernando ; RODRIGUES, Benedita Ines ; CASSIERE NETO, Paulo ; ANDO, Akihiki ; TULMANN NETO, Augusto ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; MONTES, S. M. N. M. . Micropropagação de baixo custo em Bananeira cv. Maça em meios com diferentes fontes de carbono e avaliação da performance em campo das mudas produzidas. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 26, n.3, p. 503-506, 2004.

29.
NAMEKATA, Takao2003 NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, L. C. ; MONTES, S. M. N. M. ; TAKASAKI, J. F. ; NOGUEIRA, E. M. C. . Revisão Bibliográfica- Contribuição à Bibliografia sobre Cancro cítrico- Resumos dos trabalhos publicados por pesquisadores do Instituto Biológico e em Colaboração com pesquisadores em outras Instituições(1957-1999). Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 69, n.n.4, 2003.

30.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni2001MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; PAPA, G. ; ROSSI, C. E. ; NAMEKATA, Takao . Ocorrência de parasitóides da larva minadora dos citros Phyllocnistis citrella Stainton no Município de Presidente Prudente,SP. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 68, n.2, p. 63-66, 2001.

31.
CERAVOLO, L. C.1999CERAVOLO, L. C. ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos ; NAMEKATA, Takao ; PACHECO, D. J. P. . Níveis de infecção do cancro cítrico (Xanthomonas axonopodis pv.citri) num pomar de citrus com sistema de quebra-vento antes e depois da chegada da larva minadora. Colloquium (UNOESTE), Presidente Prudente, v. 2, n.2, p. 60-68, 1999.

32.
RAGA, A.1998RAGA, A. ; CERAVOLO, L. C. ; SOUZA FILHO, M. F. ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos ; SATO, M. E. . Ação de inseticidas sobre Phyllocnistis citrella Stainton(Lep.; Gracillariidae) em citros ( Citrus sinensis L. Osbeck). Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 65, n.1, p. 35-42, 1998.

33.
RAGA, A.1998RAGA, A. ; CERAVOLO, L. C. ; SATO, M. E. ; SOUZA FILHO, M. F. ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos . Efeito de inseticidas sobre Phyllocnistis citrella Stainton (Lep.: Gracillariidae) em Laranja Pêra (Citrus sinensis L. Osbeck). Revista de Agricultura (Piracicaba), Piracicaba, v. 73, n.2, p. 143-154, 1998.

34.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni1997MONTES, S. M. N. M.; CEZARIO, A. C. ; GUILHEM, D. J. ; CERAVOLO, L. C. ; MENDONCA, M. E. B. M. . Controle químico das doenças foliares do amendoim (Arachis hypogaea L.). Revista da Agricultura, Piracicaba, v. 72, n.1, p. 69-84, 1997.

35.
ROSSI, C. E.1997ROSSI, C. E. ; SILVEIRA, S. G. P. ; ARAÚJO, A. C. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; GUILHEM, D. J. ; LOPES, L. C. . Levantamento do nematóide de cisto da soja Heterodera glycines no Estado de São Paulo, Brasil. Revista da Agricultura, Piracicaba, v. 1, n.2, p. 189-198, 1997.

36.
SATO, M. E.1994SATO, M. E. ; CERAVOLO, L. C. ; CEZARIO, A. C. ; RAGA, A. ; MONTES, S. M. N. M. . Toxicidade residual de acaricidas a Euseius citrifolius. Revista de Agricultura (Piracicaba), Piracicaba, v. 69, n.3, p. 257-267, 1994.

37.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni1981MONTES, S. M. N. M.; TAMBORLIM, M. J. ; CALAFIORI, M. H. . Disseminação de fungos pela broca do cafe, Hypotenemus hampei (Ferrari, 1867). Ecossistema (FAZMCG), Espirito Santo do Pìnhal, v. 6, p. 131-139, 1981.

38.
MONTES, S. M. N. M.;Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni1980MONTES, S. M. N. M.; CHAIM, Y. C. ; ALVES, S. B. ; TAMBORLIM, M. J. ; CALAFIORI, M. H. . Teste com inseticidas para controle de Sitophilus sp e Acanthoscelides sp em grãos armazenados. Ecossistema, Espirito Santo do Pinhal, v. 1, p. 34-38, 1980.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
RÓS, A.B. ; FERNANDES, A. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; FISCHER, I. H. ; LEONEL, M. ; FRANCO, C. M. L. . Culturas Amiláceas-Batata-doce, Inhame, Mandioca e Mandioquinha-salsa. 1. ed. Botucatu: Centro de Raízes e amidos Tropicais-UNESP, 2015. v. 1. 428p .

2.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; COLARICCIO, A. ; SPADOTTI, A. M. A. ; PAULO, E. M. ; FURLANETO, F. P. B. ; MINEIRO, J. L. C. ; FISCHER, I. H. ; GARCIA, M. J. D. ; FIRETTI, R. . Cultura da Batata-Doce: do plantio à comercialização. 1. ed. Campinas: Instituto Agronômico, 2014. v. 1. 80p .

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ABE, A. ; MONTES, S. M. N. M. . Fórum em Presidente Prudente fomenta cultivo de batata-doce na região. O Imparcial, ARESIDENTE PRUDENTE, p. 6A - 6A, 11 nov. 2017.

2.
NASSER, M. D. ; CARDOSO, A. I. I. ; MONTES, S. M. N. M. ; NASSER, F. A. C. M. . A produção de mudas, o cultivo e a colheita de batata-doce. CAMPO & NEGÓCIOS, Uberlândia, p. 28 - 30, 01 maio 2016.

3.
MONTES, S. M. N. M.; FIRETTI, R. . Cultivo de agrião em sistema de hidroponia: Novos negócios no oeste paulista. Pesquisa & Tecnologia- Informações Tecnológicas, Campinas, p. 1 - 5, 01 dez. 2015.

4.
MONTES, S. M. N. M.. Utilização de mudas isentas de vírus como material de propagação para a cultura da batata doce. Pesquisa & TEcnologia, Campinas, 01 set. 2014.

5.
FURLANETO, F. P. B. ; FIRETTI, R. ; MONTES, S. M. N. M. . Comercialização, Custos e Indicadores de rentabilidade de batata-doce. Pesquisa & Tecnologia, Campinas, 12 set. 2012.

6.
MONTES, S. M. N. M.; PAULO, E. M. ; RAGA, A. ; GABRIEL, D. ; ARAUJO, H. S. . Ocorrência de cigarrinha verde em Pinhão manso na região de Presidente Prudente, Estado de São Paulo. Pesquisa & Tecnologia, www.aptaregional.sp.gov.br, 31 maio 2012.

7.
MONTES, S. M. N. M.; PAULO, E. M. ; RAGA, A. . Ocorrência e danos de tripes em amendoim em Presidente Prudente, SP. Pesquisa & Tecnologia, www.apta.sp.gov.br, 21 maio 2012.

8.
PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; Fisher , I.H. . Ocorrência da ferrugem do cafeeiro no oeste de São Paulo. Pesquisa & Tecnologia, Campinas, 20 out. 2011.

9.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; SANTOS, P. C. . Moscas-das-frutas em cultivares de pessegueiros (Prunus persica L. Batsch) no município de Presidente Prudente, SP.. Toda Fruta, Jaboticabal, 01 set. 2011.

10.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; STRIKIS, P.C. . Ocorrência de moscas-das-frutas (Lonchaeidae) em pessegueiros. Site da APTA- Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, ww.aptaregional.sp.gov.br, 04 maio 2010.

11.
MONTES, S. M. N. M.. Comportamento de pessegueiros no oeste do Estado de são Paulo: aspectos fenológicos e aborto de frutos. Site da APTA Regional - www.aptaregional.sp.gov.br, Campinas, 28 mar. 2010.

12.
MONTES, S. M. N. M.. Avaliação da acarofauna em pessegueiros sob efeito de fungicidas. www.aptaregional.sp.gov.,br, Campinas, 28 mar. 2010.

13.
MONTES, S. M. N. M.. Ocorrência de inimigos naturais (Bicho lixeiro) em agroecossistemas na Alta Sorocabana, Estado de São Paulo. Site APTA Regional www.aptaregional.sp.gov.br, Campinas, 28 mar. 2010.

14.
MONTES, S. M. N. M.. APTA monitora mosca da fruta na região de Presidente Prudente. Oeste Notícias, Presidente Prudente, p. 2.2 - 2.2, 29 set. 2009.

15.
MONTES, S. M. N. M.. Moscas-das-frutas - Importante praga da fruticultura. Portal do governo do estado de São Paulo, www.aptaregional.sp.gov.br, 28 jul. 2006.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MONTES, S. M. N. M.; SOUZA FILHO, M. F. ; RAGA, A. . Fruits flies captured in red mombim (Spondias purpurea L.) in the western region of the state of São Paulo, Brazi,. In: 8vo Congreso Hemisférico Occidental de Moscas de la Fruta, 2012, Panamá city. Anasi do 8vo Congreso Hemisférico Occidental de Moscas de la Fruta. Panamá City, 2012. v. 1.

2.
TULMANN NETO, Augusto ; LATADO, Rodrigo Rocha ; ANDO, Akihiko ; IEMMA, A. F. ; POMPEU JUNIOR, Jorgino ; FIGUEIREDO, José Orlando ; PIO, Rose Mary ; NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, L. C. ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos . Mutantes de Laranja Pera com Porte compacto e menor número de semente obtidos por indução de mutação com raios gama. In: XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 2002, BELÉM. BELEM: SBF, 2002.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
DONA, S. ; MONTES, S. M. N. M. ; GISLOTI, L. J. ; RAGA, A. . Incidência e diversidade de Nepsilba (Tephritoidea : Lonchaidea) em pessegueiro, na região paullista do Médio Paranapanema, SP. In: XXIII Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2014, Cuiabá. Anais do XXIII Congresso Brasileiro de Fruticultura. Jaboticabal, 2014.

2.
DONA, S. ; MONTES, S. M. N. M. ; FISCHER, I. H. . Avaliação da incidência e severidade de ferrugem em pessegueiros na região paulista do Médio Paranapanema. In: XXIII Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2014, Cuiabá. XXIII Congresso Brasileiro e Fruticultura. Jaboticabal, 2014.

3.
VEGIAN, M. R. C. ; SANTOS, C. A. J. P. ; FILETI, M. S. ; Arruda, M.C. de ; Fisher , I.H. ; MONTES, S. M. N. M. . Efeito da temperatura de armazenamento na conservação pós-colheita de Amora preta. In: Simpósio Brasileiro de Pós-colheita de Frutas, Hortaliças e Flores e VII encontro de Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças, 2013, Ribeirão Preto. Anais do simpósio BRasileiro de Pós-colheita de Frutas , Hortaliças e Flores. Ribeirão Preto, 2013.

4.
SAÕ JOAO, R. E. ; MONTES, S. M. N. M. ; RAGA, A. . Infestação e flutuação populacional de moscas-das-frutas em pomar de goiaba em Indiana, SP.. In: 6º Congresso Interinstitucional de Iniciação científica, 2012, Jaguariúna. Anais do 6ë CIIC, 2012. v. 1.

5.
SOUZA FILHO, M. F. ; OLIVEIRA, A. S. ; RAGA, A. ; AZEVEDO-FILHO, JOAQUIM A.de ; MONTES, S. M. N. M. ; GARCIA, M. J. D. ; ALMEIDA, M. A. ; PEREIRA, M. F. A. ; MICHELOTTO, M. D. ; MATIOLI, A.L. . Natural hosts for Anastrepha grandis (Macquart) in the São Paulo state, Brazil. In: 8vo Congreso Hemisférico Occidental de Moscas de la Fruta, 2012, Panamá city. Anais do 8vo Congreso Hemisférico Occidental de Moscas de la Fruta. Panamá city, 2012. v. 1.

6.
MONTES, S. M. N. M.; PAULO, E. M. ; MONTES, R. M. . Impacto do uso de ramas isentas de vírus na produção de batata doce. In: 58º Reunión Anual da sociedad Interamericana de Horticultura Tropical (ISTH), 2012, Lima-Peru. Anais da 58º Reunión Anual da Sociedad Interamericana de Horticultura Tropical. Lima, 2012. p. 70-71.

7.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; PAULO, E. M. . Preferência de oviposição de Grapholita molesta (Busck) (Lepidoptera: Tortricidae) on peach cultivars. In: simpósio Internacional de Fruticultura Avanços na Fruticultura, 2011, Campinas. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso). Jaboticabal: FCAV-UNESP, 2011. p. 429-435.

8.
GOLLA, A. R. ; MONTES, S. M. N. M. ; NARITA, N. ; COSTA, L. P. R. ; FABRI, E. G. . Avaliação de viabilidade do método de multiplicação rápida em bandejas de material vegetativo de 30 genótipos de batata-doce (ipomoea batatas (L>) Lam.). In: 48ºCongresso Brasileiro de Olericultura, 2008, Maringá. 48º copngresso Brasileiro de Olericultura - Hortaliças: esse é o nosso negócio, 2008.

9.
GOLLA, A. R. ; MONTES, S. M. N. M. ; ARAUJO, H. S. ; COSTA, L. P. R. ; FABRI, E. G. . Caracterização morfológica de 14 genótipos de batata-doce (Ipomoea batatas (L.) Lam.) oriundos do Peru na região de Presidente Prudente/SP. In: 48ngresso Brasileiro de Olericultura, 2008, Maringá. 48ngresso Brasileiro de Olericultura- Hortaliças: esse é o nosso negócio, 2008.

10.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; MINEIRO, J. L. C. ; SANTOS, P. C. ; CORREA, L. S. . Diversidade de ácaros em diferentes cultivares de pessegueiros (Prunus persica L.) em Presidente Prudente, Estado de São Paulo. In: I Congresso Nacional de Produção Integrada e VIII Encontro Nacional de Proteção Integrada, 2008, Ponte de Lima- Portugal. Actas do I Congresso Nacional de Produção Integrada e VIII Encontro Nacional de Proteção Integrada. Ponte de Lima: Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, 2008. v. 01. p. 324-332.

11.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; J.L.C.Mineiro ; SANTOS, P. C. ; CORREA, L. S. . Efeito de fungicidas sobre ácaros fitófagos e predadores em cultivares de Prunus persica L. Batsch, Presidente Prudente, São aulo, Brasil. In: I congresso Nacional de Produção Integrada e VIII Encontro Nacional de Proteção Integrada, 2008, Ponte de Lima- Portugal. Actas do I Congresso Nacional de Produção Integrada e VIII encontro Nacional de Proteção Integrada. Ponte de Lima- Portugal: Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, 2008. v. 1. p. 316-332.

12.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; SANTOS, P. C. ; CORREA, L. S. . Caracterização físico-química dos frutos de cultivares de pessegueiros sobre dois porta-enxertos. In: XX Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2008, Vitória/ES. Anais do XX Congresso Brasileiro de Fruticultura. Vitória, 2008.

13.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; SANTOS, P. C. ; CORREA, L. S. . Comportamento do pessegueiro na região oeste do estado de São Paulo: Fenologia e Aborto de frutos. In: XX Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2008, Vitória. Anais do XX Congresso Brasileiro de Fruticultura. Vitória, 2008.

14.
REZENDE, J. C. F. ; TULMANN NETO, Augusto ; SILVA, S. O. E. ; MONTES, S. M. N. M. . Redução da latura de plantas de Bananeira (Musa ssp.) através do uso de Raios Gama e Variação somaclonal. In: XVII Reunião Internacional da associação para a cooperação nas Pesquisas sobre Banana no Caribe e América Tropical, 2006, Joinville. XVII Reunião Internacional ACORBAT. Joinville: ACORBAT/ACAFRUTA, 2006. v. 1. p. 330-330.

15.
GERMER, Silvia Pimentel Marconi ; AGUIRRE, J M ; BERBARI, S A ; MONTES, S. M. N. M. ; MENDONÇA, T A . Aptidão das variedades de pêssego Régis, Tropical e IAC-680 para produção de passas por secagem osmótica. In: XIX Congresso Brasileiro de ciência e Tecnologia de Alimentos: Estratégia para o Desenvolvimento, 2004, Recife, 2004.

16.
TULMANN NETO, Augusto ; LATADO, Rodrigo Rocha ; ANDO, Akihiko ; POMPEU JUNIOR, Jorgino ; FIGUEIREDO, José Orlando ; PIO, Rose Mary ; NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; ROSSI, Antonio Carlos ; MONTES, S. M. N. M. . Clones mutantes de laranja Pêra com maturação tardia obtidos por indução de mutação. In: XVIII Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2004, Florianópolis, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DASILVA, M. G. ; MONTES, S. M. N. M. ; SOUZA, R.L. de ; OLIVEIRA, D.R ; MELLO, A.S.F. . Occurrence if viruses on sweet potato commercial fileds in Brasilia and São Paulo. In: 57º CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 2017, Uberlândia. Anais do Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Uberlândia: SBF, 2017. v. 1. p. 1-2.

2.
MONTES, S. M. N. M.; MONTES, R. M. ; SAÕ JOAO, R. E. ; RAGA, A. ; SOUZA, L. C. G. ; SANTOS, L. M. . Efeito do silício na redução de injúria por Euscepes postfasciatus em tubérculos de batata-doce. In: XXVI Congresso Brasileiro de Entomologia, 2016, Maceió. Anais do XXVI CBE. Londrina: Sociedade Brasileira de entomologia-SEB, 2016. v. 1.

3.
MONTES, S. M. N. M.; MONTES, R. M. ; SAÕ JOAO, R. E. ; RAGA, A. ; SOUZA, L. C. G. ; SANTOS, L. M. . Efeito do silicio na redução de injúria por Euscepes postfasciatus rem tubérculos de batata-doce. In: XXVI Congresso Brasileiro de Entomologia, 2016, Maceio. Anais do XXVI CBE/IX congresso Latino-americano de Entomologia. Maceio, 2016. v. 1.

4.
DONA, S. ; FISCHER, I. H. ; MONTES, S. M. N. M. . Avaliação da incidência e severidade de ferrugem em pessegueiros e nectarina em Palmital, SP.. In: XXXVII Congresso Paulista de Fitopatologia, 2014, Botucatu. Anais do XXXVII Congresso Paulista de Fitopatologia. Botucatu: Sociedade Paulista de Fitopatologia, 2014.

5.
DONA, S. ; FISCHER, I. H. ; MONTES, S. M. N. M. . Avaliação da incidência e severidade de chumbinho em pessegueiros e nectarina em Palmital, SP.. In: XXXVII Congresso Paulista de Fitopatologia, 2014, Botucatu. Anais do XXXVII Congresso Paulista de Fitopatologia. Botucatu: Sociedade Paulista de Fitopatologia.

6.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; Paulo, Edison Martins ; GABRIEL, D. ; RAGA, A. . Flutuação populacional de cigarrinha verde em Jatropha curcas L.. In: XXIV CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2012, Curitiba-PR. Anasi do XXIV Combresso Brasileiro de Entomologia. curitiba-PR, 2012.

7.
SAÕ JOAO, R. E. ; MONTES, S. M. N. M. ; RAGA, A. . Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) em pomar de goiaba no município de Indiana, SP. In: XXIV CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2012, Curitiba-PR. Anais do XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, 2012.

8.
MONTES, S. M. N. M.; COSTA, V. A. ; RAGA, A. . Primeiro relato da vespa da galha do eucalipto Leptocybe invasa (Hym.: Eulophiodae) na região oeste do estado de São Paulo. In: XXIV CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2012, Curitiba-PR. Anais do XXIV Congresso Brasileiro de Entomoloiga. Curitiba-PR, 2012.

9.
MONTES, S. M. N. M.; SOUZA FILHO, M. F. ; RAGA, A. . Tephritidae species recorded in the western region of stete of São Paulo, Brazil.. In: 8vo. Congreso Hemisférico Occidental de Moscas de la Fruta, 2012, Panamá City. Anais do 8vo. Congreso Hemisferico Occidental de Moscas de la Fruta. Panamá city, 2012. v. 1.

10.
SOUZA FILHO, M. F. ; OLIVEIRA, A. S. ; RAGA, A. ; AZEVEDO-FILHO, JOAQUIM A.de ; MONTES, S. M. N. M. ; GARCIA, M. J. D. ; ALMEIDA, M. A. ; PEREIRA, M. F. A. ; MICHELOTTO, M. D. ; MATIOLI, A.L. . Geographical distribution of Anastrepha grandis (Macquart) in the state of São Paulo, Brazil. In: 8vo. Congreso Hemisférico Occidental de Moscas de la Fruta, 2012, Panamá City. Anais do 8vo Congreso Hemisferico Occidental de Moscas de la fruta. Panamá city, 2012. v. 1.

11.
MONTES, S. M. N. M.; SAÕ JOAO, R. E. ; RAGA, A. ; COSTA, V. A. . Composição de espécies de parasitóides de Phyllocnistis citrella Stainton (Lep: Gracilariidae) em dois pomares de citros. In: 25º Reunião anual do Instituto Biológico, 2012, São Paulo. O Biológico (Impresso). São Paulo: Secretaria da Agricultura, 2012. v. 74. p. 75-180.

12.
Okada, D. ; MONTES, S. M. N. M. . Monitoramento de Anastrepha grandis (Diptera: Tephritidae) em frutos de Cucurbitaceae. In: V CICFAI, 2012, Adamantina. Rev. OMNIA - Suplemento. Adamantina: Edições OMINIA, 2012. v. 15. p. 13-14.

13.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; MINEIRO, J. L. C. ; MONTES, R. M. . Diversidade de ácaros fitófagos e predadores em plantas hospedeiras em Presidente Prudente, São Paulo, Brasil. In: III SIBC- Simpósio Brasileiro de Acarologia, 2011, Campinas. Anais do III SIBAC - Simpósio Brasileiro de Acarologia. Campinas, 2011. v. 1.

14.
MONTES, R. M. ; MONTES, S. M. N. M. . Danos de Euscepes postfasciatus em cultivares de batata doce em Presidente Prudente, SP. In: IV SICFAI, 2011, Adamantina. Revista Omnia. Adamantina: Adamantina: Edições OMNIA:1998, 2010. v. 14. p. 39-40.

15.
Okada, D. ; MONTES, S. M. N. M. . Monitoramento de Anastrepha grandis (Diptera: Tephritidae) em frutos de Cucurbitaceae. In: Congresso de Iniciação Científica das Faculdades Adamantinenses Integradas, 2011, Adamantina. Revista Omnia. Adamantina: Edições OMINA, 2011. v. 15. p. 13-14.

16.
MONTES, S. M. N. M.; MINEIRO, J. L. C. ; MONTES, R. M. ; RAGA, A. . Mite fauna in cassava varieties in Presidente Prudente, State of São Paulo, Brazil. In: XIII International Congress of Acarology, 2010, REcife. Annals of XIII International Congress of Acarology, 2010.

17.
MONTES, S. M. N. M.; MONTES, R. M. ; GOLLA, A. R. ; PAULO, E. M. . Danos de Euscepes postfasciatus em cultivares de Batata doce em Presidente Prudente, SP.. In: IV Congresso de Iniciação científica da FAI, 2010, Adamantina. Revista Omnia. Adamantina: Edições MNIA, 2010.

18.
MONTES, S. M. N. M.; GOLLA, A. R. ; PAULO, E. M. . Produção de tubérculos de cultivares de batata doce na ausência e presença de vírus. In: 23º RAIB, 2010, São Paulo. O Biológico. São Paulo: Instituto Biológico, 2010. v. 72. p. 120-12003990567.

19.
MONTES, S. M. N. M.; MINEIRO, J. L. C. ; RAGA, A. ; GOLLA, A. R. . Ocorrência de eriofídeo em cultivares de batata doce em Presidente Prudente, SP.. In: 23º RAIB, 2010, São Paulo. O Biológico (Impresso). São Paulo: Instituto Biológico, 2010. v. 72. p. 123.

20.
MONTES, S. M. N. M.; LANZIANI, A. ; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; MONTES, R. M. . Resultado do monitoramento populacional de Anastrepha grandis (Diptera: Tephritidae) em áreas de produção de Cucurbitáceas em Sistema de Mitigação de Risco. In: XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2010, Natal. Anais do XXIII CBE, 2010.

21.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Occurrence of fruit flies in Mango orchard in the west region of the state of São Paulo, Brazil.. In: 8TH International symposium on Fruit flies of Economic Importance, 2010, Valência. Book of Abstracts-8TH International Symposium on Fruit flies of Economic Importance. Valencia: Editorial Universitat Politécnica de Valencia, 2010. v. 1. p. 158-158.

22.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Dynamic population of fruit flies in Cassava crops (Manihot esculenta). In: 8TH International Symposium on Fruit flies of Economic Importance, 2010, Valencia. Book of Abstracts-8TH International Sympoisum on Fruit flies of Economic Importance. Valencia: Editorial Universitat Politécnica de Valencia, 2010. v. 1. p. 157-157.

23.
SOUZA FILHO, M. F. ; RAGA, A. ; MONTES, S. M. N. M. ; AZEVEDO-FILHO, JOAQUIM A.de ; GARCIA, M. J. D. ; ALMEIDA, A. M. ; MATIOLI, A.L. . Cucurbitaceae hosts for natural infestations of Anastrepha grandis (Macquart) in the State of São paulo, Brazil.. In: 8TH International Symposium on Fruit Flies of Economic Importance, 2010, Valencia. Book of abstracts- 8TH International Symposium on Fruit flies of Economic Importance. Valencia: Editorial Universitat Politécnica de Valencia, 2010. v. 1. p. 170-170.

24.
SOUZA FILHO, M. F. ; RAGA, A. ; MONTES, S. M. N. M. ; AZEVEDO-FILHO, JOAQUIM A.de ; GARCIA, M. J. D. ; ALMEIDA, A. M. . Geographical distribution of Anastrepha grandis (Macquart) in the State of São Paulo, Brazil.. In: 8TH International Symposium on Fruit flies of Economic Importance, 2010, Valencia. Book of abstracts- 8TH International Symposium on Fruit Flies of Economic Importance. Valencia: Editorial Universitat Politécnica de Valencia, 2010. v. 1. p. 212-212.

25.
RAMIRO, Z. A. ; COSTA, V. A. ; PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; IMPERATO, R. . Estudo da Fauna de Ichneumonoidea e Chalcidoidea (Hymenoptera) em variedades de Café (Rubiaceae) em Adamantina/SP.. In: XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2010, Natal. Anais do XXIII congresso Brasileiro de Entomologia. Natal: Multi Records Duplicadora fonografica Ltda-ME, 2010. p. 117.

26.
MONTES, R. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; PAULO, E. M. . Avaliação da incidência da ferrugem em cultivares de cafeeiros no município de Presidente Prudente, SP. In: III congresso de Iniciação científica das Faculdades Adamantinenses Integradas, 2009, Adamantina. Resumos do III CICFAI. Adamantina, 2009. v. 1.

27.
PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. . Resultados preliminares da infestação de bicho mineiro em populações de cafeeiro cv. Obatã 1669-20. In: 22 RAIB, 2009, São Paulo. Biológico. São Paulo, 2009. v. 71. p. 143-143.

28.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Monitoramento de Anastrepha spp.(Diptera: Tephritidae) em área de cultivo de Cucurbitaceae na região de Presidente Prudente, SP.. In: 22 RAIB, 2009, São Paulo. Biológico. São Paulo, 2009. v. 71. p. 136-136.

29.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Registro de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) em plantio de Manihot esculenta Crantz, na região de Presidente Prudente, SP;. In: 22 RAIB, 2009, São Paulo. Biologico. São Paulo, 2009. v. 71. p. 122-122.

30.
FILETEI M.S . ; MONTES, S. M. N. M. ; FISCHER, I. H. ; ALMEIDA, A. M. ; Arruda, M.C. de ; BERTANI, R. M. A. ; GARCIA, M. J. D. ; GODOY, A. R. . Doenças Pós-Colheita em Pêssegos produzidos em Presidente Prudente, SP.. In: XII Simpósio de Ciências Aplicadas da FAEF, 2009, Garça. Anais do XII Simpósio de ciências aplicadas da FAEF. Garça: Editora FAEF, 2009. v. 3. p. 121-121.

31.
MONTES, S. M. N. M.; PAULO, E. M. . Avaliação da incidência de ferrugem em linhagens de cafeeiros, no município de Presidente Prudente, SP.. In: XXXI Congresso Paulista de Fitopatologia, 2008, Campinas. Summa Phytophatologica. Botucatu: Grupo Paulista de Fitopatologia, 2008. v. 34. p. 41-41.

32.
FISCHER, I. H. ; ALMEIDA, A. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; Arruda, M.C. de ; FILETEI M.S . ; GARCIA, M. J. D. ; BERTANI, R. M. A. . Doenças pós-colheita em pêssego 'Régis' produzido em Presidente Prudente. In: XLI Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2008, Belo Horizonte. Tropical Plant Patology, 2008. v. 33. p. 271-271.

33.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; MINEIRO, J. L. C. ; SANTOS, P. C. . Ocorrência de ácaros em cultivares de Prunus Persica L. BATSCH. In: XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2008, UBERLÂNDIA. XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2008.

34.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; SANTOS, P. C. . Ocorrência de loncheídeos em cultivares de pessegueiros em Presidente Prudente, SP. In: XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2008, UBERLÂNDIA. XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA. UBERLÂNDIA, 2008.

35.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; SANTOS, P. C. . Dinâmica populacional de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) e ocorrência de parasitóides em pêssegos. In: XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 2008, UBERLÂNDIA. XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA. UBERLÂNDIA, 2008.

36.
Fisher , I.H. ; ALMEIDA, A. M. ; Arruda, M.C. de ; MONTES, S. M. N. M. ; GARCIA, M. J. D. . Quantificação de doenças pós-colheita de mangas Palmer e Tommy atkins. In: II Workshop Internacional de Pós-colheita de Frutas e III Workshop Internacional de Pós-colheita de citros, 2007, Campinas. Anais do II Workshop Internacional de Pós-colheita de Frutas- III Workshop Internacional de Pós-colheita de citros. Campinas: Gráfica do IAC, 2007.

37.
MONTES, S. M. N. M.; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento populacional de crisopídeos na cultura da Batata-doce. In: X SICONBIOL, 2007, Brasília. X SICONBIOL - Inovar para Preservar a Vida, 2007.

38.
LEBRE, V.P. ; MONTES, S. M. N. M. ; FREITAS, S. ; CERAVOLO, L. C. ; R.M.O.Pontes . Levantamento de crisoídeos em pomar de acerola (Malphigia emarginata Dc.) no oeste do Estado de São Paulo. In: X SICONBIOL, 2007, Brasília. X SICONBIOL- Inovar para Preservar a Vida, 2007.

39.
MONTES, S. M. N. M.; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento de crisopídeos em pomar de manga (Mangifera indica L.) no oeste do Estado de São Paulo. In: X SICONBIOL, 2007, Brasília. X SICONBIOL, 2007.

40.
LAVAGNINI, T.C. ; MONTES, S. M. N. M. ; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento populacional de crisopídeos em cucurbitáceas para exportação. In: X SICONBIOL, 2007, Brasília. X SICONBIOL, 2007.

41.
AGOSTINI, L.T. ; MONTES, S. M. N. M. ; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes ; SATO, M. E. ; RAGA, A. . Ocorrência e flutuação populacional de crisopídeos em café na região oeste do Estado de São Paulo. In: X SICONBIOL, 2007, Brasília. X SICONBIOL, 2007.

42.
MONTES, S. M. N. M.; FREITAS, S. ; RAGA, A. ; R.M.O.Pontes . Levantamento de Chrysopidae (Neuroptera) em variedades de Eucalipto (Eucaliptus sp.) no oeste do Estado de São Paulo. In: XX REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO, 2007, São Paulo. XX RAIB. São Paulo: iNSTITUTO BIOLÓGICO, 2007. v. 69. p. 113-198.

43.
MONTES, S. M. N. M.; FREITAS, S. ; RAGA, A. ; R.M.O.Pontes . Levantamento de Crhysopidae (Neuroptera) em pessegueiros (Prunus persica L.) no oeste do Estado de São Paulo. In: XX REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO, 2007, São Paulo. XX RAIB. São Paulo: Instituto Biologico, 2007. v. 69. p. 113-198.

44.
MINEIRO, J. L. C. ; MONTES, S. M. N. M. ; RAGA, A. . Primeiro registro de Tetranychus desertorum (Manks) (Acari: Tetranychidae) em Batata-doce (Ipomoea batatas L.) em Presidente Prudente, SP.. In: XX REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO, 2007, São Paulo. XX RAIB. São Paulo: Instituto Biológico, 2007. v. 69. p. 113-198.

45.
RAGA, A. ; MONTES, S. M. N. M. ; SATO, M. E. . Efeito de inseticidas sobre adultos do fusquinha Paraselenis flava (Linnaeus)(Coleoptera: Chrysomelidae) em laboratório. In: XX REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO, 2007, São Paulo. XX RAIB. São Paulo: Instituto Biológico, 2007. v. 69. p. 113-198.

46.
MONTES, S. M. N. M.; J.L.C.Mineiro ; D.Navia ; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. . Primeiro relato de Aculus fockeui (Nalepa&Trouessart)(Acari: Eriophyidae) em cultivares de pessegueiro em Presidente Prudente/SP. In: XIX congresso Brasileiro de Fruticultura, 2006, Cabo Frio. Frutas do Brasil: Saúde para o Mundo- Palestras e Resumos. Cabo Frio, 2006. v. 1. p. 295.

47.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; R.M.O.Pontes . Monitoramento de moscas-das-frutas (Diptera:Tephritidae) em abóbora destinadas à exportaçãoem Presidente Bernardes/SP. In: 19º Reunião Anual do Instituto Biológico-RAIB, 2006, São Paulo. resumos da 19º RAIB. São Paulo: Instituto Biológico, 2006. v. 1.

48.
MONTES, S. M. N. M.; A.R.Golla ; RAGA, A. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho . Avaliação de acessos de Batata-doce, Ipomoea batatas L., oriundos da Embrapa Hortaliças na região de Presidente Prudente/SP. In: 19º Reunião Anual do Instituto Biológico-RAIB, 2006, São Paulo. Resumos da 19º RAIB. São Paulo: Instituto Biológico, 2006. v. 1.

49.
FISCHER, I. H. ; ALMEIDA, A. M. ; M.C.Arruda ; MONTES, S. M. N. M. ; GARCIA, M. J. D. . Quantificação de doenças pós-colheita de Manga 'Haden". In: XXX Congresso Paulista de Fitopatologia, 2006, Jaboticabal. Summa Phytophatologica. Botucatu: Grupo Paulista de Fitopatologia, 2006. v. 33. p. 69-69.

50.
MONTES, S. M. N. M.; MINEIRO, J. L. C. ; NAVIA, D. ; RAGA, A. . Primeiro relato de Aculus fouckei (Nalepa & Trouessard) (Acari: eriophidae) em cultivares de pessegueiro em Presidente Prudente/SP.. In: XIX congresso Brasileiro de Fruticultura, 2006, Cabo Frio. Frutas do Brasil: Saúde para o Mundo. Jaboticabal: sociedade Brasileira de fruticultura, 2006. v. 1.

51.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SATO, M. E. ; CERAVOLO, L. C. . Danos de Costalimaita ferruginea (Coleoptero: Chrysomelidae) em espécies de Eucaliptus na região da Alta Sorocabana. In: XXI congresso Brasileiro de Entomolgia, 2006, Recife. Anais do XXI Congresso Brasileiro de Entomolgia. Londrina: Sociedade Entomológica do Brasil, 2006. v. 1.

52.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; CERAVOLO, L. C. . Monitoramento de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritdae) em áreas de mitigação de risco na região oeste do estado de São Paulo. In: XXI Congresso Brasileiro de Entomologia, 2006, Recife. Anais do XXI Congresso Brasileiro de Entomolgia. Londrina: Sociedade Entomológica do Brasil, 2006. v. 1.

53.
LATADO, Rodrigo Rocha ; TULMANN NETO, Augusto ; POMPEU JUNIOR, Jorgino ; FIGUEIREDO, José Orlando ; PIO, Rose Mary ; MACHADO, Marcos Antonio ; NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; ROSSI, Antonio Carlos ; MONTES, S. M. N. M. . Avaliação agronômica de clones mutantes de laranjeira. In: 3º congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas, 2005, Gramado, 2005.

54.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. . Ocorrência do psilídeo de concha, Glycaspis brimblecombei Moore (Hem.: Psyllidae) e seu parasitóide Psyllaephagus bliteus Riek (Him.: Encyrtidae) na região da Alta Sorocabana. In: XX Congresso Brasileiro de Entomologia, 2004, Gramado/RS. Programa e Resumos do XX Congresso Brasileiro de Entomologia. Gramado/RS: Sociedade Entomológica do Brasil, 2004. v. 01. p. 01-695.

55.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; CERAVOLO, L. C. . Dinâmica Estacional do psilídeo de concha, Glycaspis brimblecombei Moore (meiptera: Psyllidae) no Município de Presidente Venceslau, Estado de São Paulo. In: XX Congresso Brasileiro de Entomologia, 2004, Gramado/RS. Programa e Resumos do XX Congresso Brasileiro de Entomologia. Gramado/RS: Sociedade Entomológica do Brasil, 2004. v. 01. p. 01-695.

56.
MONTES, S. M. N. M.; CERAVOLO, L. C. ; NAMEKATA, Takao ; ROSSI, Antonio Carlos . Sobrevivência da bactéria Xanthomonas axonopodis pv.citri, mantidas na superficie ou incorporadas no solo, após desfolha com o herbicida Diquat. In: 15º Reunião Anual do Instituto Biológico, 2002, São Paulo. Arquivos do Instituto Biologico. São Paulo: Instituto Biologico, 2002.

57.
MONTES, S. M. N. M.; PAPA, G. ; BOLIANI, A. C. ; CERAVOLO, L. C. ; ROSSI, Antonio Carlos ; FERREIRA FILHO, H. F. . Seletividade de inseticidas e acaricidas ao parasitóide introduzido Ageniaspis citricola L. (Hymenoptera: Encyrtidae). In: 19º Congresso Brasileiro de Entomologia, 2002, Manaus. Resumos do 19º Congresso Brasileiro de Entomologia, 2002. p. 72-72.

58.
MONTES, S. M. N. M.; PAPA, G. ; CERAVOLO, L. C. ; ROSSI, Antonio Carlos ; BOLIANI, A. C. . Efeito de liberações do parasitóide Ageniaspis citricola L. (Hymenoptera: Encyrtidae), no controle da larva minadora, Phyllocnistis citrella S. (Lepidoptera: Gracillariidae), na cultura dos citros.. In: 19º Congresso Brasileiro de Entomologia, 2002, Manaus. Resumos do 19º Congresso Brasileiro de entomologia, 2002. p. 73-73.

59.
BRIGNANI NETO, F. ; ROLIM, P. R. R. ; MONTES, S. M. N. M. ; CERAVOLO, L. C. . Tratamento Pós-colheita de frutos cítricos para controle de Penicillium digitatum. In: XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2002, Recife. Revista Fitopatologia Brasileira, 2002. v. 27. p. 88.

60.
MONTES, S. M. N. M.; PACHECO, D. J. P. ; CERAVOLO, L. C. ; RAMIRES, Z. A. . Diagnosticos positivos de cancro cítrico (Xanthomonas axonopodis pv citri) emitidos pelo Núcleo Regional de Presidente Prudente. In: 13ºReunião Anual do Instituto Biológico, 2000, São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico. São Paulo: Instituto Biológico, 2000. v. 67. p. 113.

61.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; PAPA, G. ; CERAVOLO, L. C. ; ROSSI, Antonio Carlos ; NAMEKATA, Takao . Ocorrência de parasitóides da larva minadora dos citros, Phyllocnistis citrella Stainton, no Município de Presidente Prudente, SP. In: 13º RAIB- rEUNIAÕ ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO, 2000, SÃO PAULO. ARQUIVOS DO INSTITUTO BIOLOGICO, 2000. v. 67. p. 113.

62.
ROLIM, P. R. R. ; BRIGNANI NETO, F. ; SILVA, J. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; CERAVOLO, L. C. . Ação in vitro de produtos homeopáticos sobre Xanthomonas axonopodis pv citri, agente causal do Cancro cítrico.. In: I CONGRESSO BRASILEIRO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS NATURAIS, 2000, Fortaleza. Anais do I Congresso Brasileiro de Defensivos Agrícolas Naturais (I COBRADAN), 2000. v. 1. p. 78.

63.
CERAVOLO, L. C. ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos ; NAMEKATA, Takao . Níveis de infecção do Cancro cítrico (Xanthomonas axonopodis pv citri) num pomar de citrus com o sistema de quebra vento antes e depois da infestação da larva minadora (Phyllocnistis citrella). In: XXII CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA, 1999, JABOTICABAL. Programa e Resumos do XXII Congresso Paulista de Fitopatologia, 1999. v. 1. p. 93.

64.
MONTES, S. M. N. M.; NAMEKATA, Takao ; CHAGAS, M. C. M. ; CERAVOLO, L. C. ; PARRA, J. R. P. ; ROSSI, Antonio Carlos . Papel da lagarta minadora dos citros Phyllocnistis citrella Stainton (Lepidoptera: Gracillariidae) na infecção pelo cancro cítrico. In: congresso Brasileiro de Entomologia, 1998, Rio de Janeiro. Anais do 17 Congresso Brasileiro de Entomologia. Rio de Janeiro: Sociedade Entomológica Brasileira, 1998.

65.
NAMEKATA, Takao ; ROSSI, Antonio Carlos ; CERAVOLO, L. C. ; MONTES, S. M. N. M. . Eradicação do cancro cítrico pelo método de podas drásticas de plantas contaminadas. In: XXI CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA, 1998, BOTUCATU. SUMMA PHYTOPATHOLOGICA, 1998. v. 24. p. 75.

66.
ROSSI, C. E. ; SILVEIRA, S. G. P. ; ARAÚJO, A. C. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; GUILHEM, D. J. ; LOPES, L. C. . Levantamento do Nematóide de cisto da soja, Heterodera glycines no Estado de São Paulo. In: XXVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 1994, ITAJAÍ. FITOPATOLOGIA BRASILEIRA, 1994. p. 291.

67.
CERAVOLO, L. C. ; ROSSI, Antonio Carlos ; CESÁRIO, A. C. ; MONTES, S. M. N. M. ; PACHECO, D. J. P. ; NAMEKATA, Takao . Estudos da evolução da Clorose Variegada dos Citros. In: XVII CONGRESSO PAULISTA DE ENTOMOLOGIA, 1994. Summa Phytopathologica (Impresso), 1994. v. 20. p. 52.

68.
MONTES, S. M. N. M.; PACHECO, D. J. P. ; CERAVOLO, L. C. ; RAMIRES, Z. A. . Ocorrência de Eutinobothrus brasilienses em cultivares de algodão. In: Reunião Anual do Instituto Biológico, 1993, São Paulo. Anais da 6 Reunião anual do Instituto Biológico. São Paulo: Instituto Biológico, 1993.

69.
MONTES, S. M. N. M.; CEZARIO, A. C. ; PACHECO, D. J. P. ; CERAVOLO, L. C. ; RAMIRES, Z. A. . Avaliação de danos de percevejos em sementes dos cultivares de soja. In: Reunião anual do Instituto Biológico, 1993, São Paulo. Anais da 6 Reunião Anual do Instituto Biológico. São Paulo: Instituto Biológico, 1993. v. 1.

70.
LOPES, M. E. B. M. ; LASCA, D. H. C. ; GUILHEM, D. J. ; MONTES, S. M. N. M. ; CEZARIO, A. C. ; CERAVOLO, L. C. . Controle das cercosporioses do amendoim (Arachys hypogea L.). In: XVI CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA, 1993, CAMPINAS. Summa Phytopathologica (Impresso), 1993. v. 19. p. 50-51.

Artigos aceitos para publicação
1.
FIRETTI, R. ; MONTES, S. M. N. M. . Caracterização sócio-economica e tecnológica dos sistemas produtivos de batata doce na região de Presidente Prudente-SP. Revista de Economia Agrícola (Impresso), 2016.

2.
FIRETTI, R. ; OLIVEIRA, D. E. S. ; MONTES, S. M. N. M. . Produção e comercialização de batata-doce na microrregião de Presidente Prudente-SP: caracterisiticas de organização social e dificuldades para o desenvolvimento local. Interações (UCDB), 2016.

3.
RAMIRO, Z. A. ; PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; IMPERATO, R. . Ocorrência sazonal da fauna Chalcidoidea (Hymenoptera) capturada em armadilhas Moericke na cultura do café. Coffee Science, 2013.

4.
RAMIRO, Z. A. ; PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; IMPERATO, R. . Seasonal occurrence of Hymenoptera captured at different plant heights on coffee crop. Revista Colombiana de Entomologia, 2013.

Apresentações de Trabalho
1.
MONTES, S. M. N. M.. Aspectos atuais na produção e Manejo de batata-doce. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MONTES, S. M. N. M.. Aspectos atuais na produção e manejoda batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeia produtiva e Boas práticas na produção de batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeira produtiva e boas práticas na produção de batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MONTES, S. M. N. M.. Boas práticas na Olericultura - Batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cultura da batata-doce e sistema de produção. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
MONTES, S. M. N. M.. Cultura da batata-doce. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
MONTES, S. M. N. M.. Manejo de pragas e doenças na cultura da Batata-doce. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
MONTES, S. M. N. M.. Manejo de pragas e doenças da cultura da Batata-doce. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MONTES, S. M. N. M.. Controle de Doenças e Pragas em Batata-doce. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
VEGIAN, M. R. C. ; SANTOS, C. A. J. P. ; FILETTI, M. S. ; Arruda, M.C. de ; Fisher , I.H. ; MONTES, S. M. N. M. . IV Simpósio Brasileiro de Pós-Colheita de Frutas, Hortaliças e Flores. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
MONTES, S. M. N. M.. Produção de batata-doce no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
MONTES, S. M. N. M.. Pragas e doenças da cultura da Mandioca. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; PAULO, E. M. . Preferência de oviposição de Grapholita molesta (Busck) (Lepidoptera: Tortricidae) em cultivares de péssegueiro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
Okada, D. ; MONTES, S. M. N. M. . Monitoramento de Anastrepha grandis (Diptera: Tephritidae) em frutos de Cucurbitaceae. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; MINEIRO, J. L. C. ; MONTES, R. M. . Mite fauna in cassava varieties in Presidente Prudente, State of são Paulo, Brazil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Occurrence of fruit flies in Mango orchard in the west region of the state of São Paulo, Brazil.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

18.
SOUZA FILHO, M. F. ; RAGA, A. ; MONTES, S. M. N. M. ; AZEVEDO-FILHO, JOAQUIM A.de ; GARCIA, M. J. D. ; ALMEIDA, A. M. ; MATIOLI, A.L. . Cucurbitae hosts for natural infestation of Anastrepha grandis (Macquart) in the of São Paulo State, Brazil.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

19.
SOUZA FILHO, M. F. ; RAGA, A. ; MONTES, S. M. N. M. ; AZEVEDO-FILHO, JOAQUIM A.de ; GARCIA, M. J. D. ; ALMEIDA, A. M. . Geographical distribution of Anastrepha grandis (Macquart) in the state of São Paulo, Brazil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

20.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Dynamic Population of Fruit Flies in Cassava Crops (Manihot esculenta). 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

21.
MONTES, S. M. N. M.; MINEIRO, J. L. C. ; RAGA, A. ; RÓS, A.B. . Ocorrência de eriofídeo em cultivares de batata-doce em Presidente Prudente, SP.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

22.
MONTES, S. M. N. M.; RÓS, A.B. ; PAULO, E. M. . Produção de tubérculos de cultivares de batata-doce na ausência e presença de virus. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

23.
MONTES, R. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; PAULO, E. M. . Danos de Eucespes postfasciatus em cultivares de batata-doce em Presidente Prudente, SP.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
RAMIRO, Z. A. ; PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; IMPERATO, R. . Estudo da fauna de Ichneumonoidea e Chalcidoidea (Hymenoptera) em variedades de café (Rubiaceae) em Adamantina, SP. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
MONTES, S. M. N. M.; LANZIANI, A. ; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; MONTES, R. M. . Resultado do monitoramento populacional de Anastrepha grandis (Diptera: Tephritidae) em áreas de produção de Cucurbitáceas em Sistema de Mitigação de Risco. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. . Resultados preliminares da infestação de bicho-mineiro em populações de cafeeiro cv.Obatã 1669-20.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Monitoramento de Anastrepha spp. (Diptera: Tephritidae) em área de cultivo de cucurbitaceaew na região de Presidente Prudente,SP.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

28.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . Registro de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritdae) em plantio de Manihot esculenta Krantz, na região de Presidente Prudente, SP>. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

29.
MONTES, R. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; PAULO, E. M. . Avaliação da incidência de ferrugem em cultivares de cafeeiros no município de Presidente Prudente, SP.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
FILETEI M.S . ; MONTES, S. M. N. M. ; FISCHER, I. H. ; ALMEIDA, A. M. ; Arruda, M.C. de ; BERTANI, R. M. A. ; GARCIA, M. J. D. ; GODOY, A. R. . Doenças pós-colheita em pessegos produzidos em Presidente Prudente, SP. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

31.
MONTES, S. M. N. M.; PAULO, E. M. . Avaliação da incidência de ferrugem em linhagens de cafeeiros, no município de Presidente Prudent. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; MINEIRO, J. L. C. ; SANTOS, P. C. . Ocorrência de ácros em cultivares de Prunus persica L. Batsch.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. . Dinâmica populacional de adultos de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) em variedades de cafeeiro. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

34.
PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. . Incidência de bicho-mineiro em cultivares e populações de cafeeiros. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

35.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; SANTOS, P. C. . Ocorrência de Lonchaeidae em cultivares de pessegueiros, em Presidente Prudente, SP. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

36.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; SANTOS, P. C. . Dinâmica populacional de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) e seus parasitóides em pêssegos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

37.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; Boliani, Aparecida Conceição ; MINEIRO, J. L. C. ; SANTOS, P. C. . Efeito de fungicidas sobre ácaros fitófagos e predadores em cultivares de Prunus persica L. Batsch, Presidente Prudente, SP, Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

38.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; MINEIRO, J. L. C. ; SANTOS, P. C. ; CORREA, L. S. . Diversidade de ácaros em diferentes cultivares de pessegueiros (Prunus persicaL.) em Presidente Prudente, estado de São Paulo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

39.
FISCHER, I. H. ; ALMEIDA, A. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; Arruda, M.C. de ; FILETEI M.S . ; GARCIA, M. J. D. ; BERTANI, R. M. A. . Doenças pós-colheita em pêssego 'Régis' produzido em Presidente Prudente, SP.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

40.
GOLLA, A. R. ; MONTES, S. M. N. M. ; NARITA, N. ; COSTA, L. P. R. ; FABRI, E. G. . Avaliação de viabilidade do método de multiplicação rápida em bandejas de material vegetativo de 30 genótipos de batata-doce (Ipomoea batas L.(Lam.). 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

41.
GOLLA, A. R. ; MONTES, S. M. N. M. ; ARAUJO, H. S. ; COSTA, L. P. R. ; FABRI, E. G. . Caracterização morfológica de 14 genótiupos de batata-doce (IPomoea batatas L.) oriundos do Peru na região de Presidente Prudente, SP.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

42.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; SANTOS, P. C. ; CORREA, L. S. . Comportamento do pessegueiro na região oeste do estado de São paulo: Fenologia e Aborto de frutos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

43.
MONTES, S. M. N. M.; BOLIANI, A. C. ; RAGA, A. ; SANTOS, P. C. . Caracterização físico-química dos frutos de cultivares de pessegueiros sobre dois porta-enxertos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

44.
FISCHER, I. H. ; ALMEIDA, A. M. ; Arruda, M.C. de ; MONTES, S. M. N. M. ; GARCIA, M. J. D. . Quantificação de doenças pós-colheita de Manga Palmer e Tommy Atkins. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

45.
MONTES, S. M. N. M.; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento de crisopídeos em pomar de Manga (Mangifera indica L.) no oeste do Estado de São Paulo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

46.
MONTES, S. M. N. M.; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento populacional de crisopídeos na cultura da batata-doce (Ipomoea batatas L.) no oeste do estado de São Paulo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

47.
LEBRE, V.P. ; MONTES, S. M. N. M. ; FREITAS, S. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; R.M.O.Pontes . Levantamento de crisopídeos em pomar de acerola (Malphigia emarginata Dc.) no oeste do estado de São Paulo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

48.
AGOSTINI, L.T. ; MONTES, S. M. N. M. ; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes ; RAGA, A. ; SATO, M. E. . Ocorrência e flutuação populacional de crisopídeos em café na região oeste do estado de São Paulo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

49.
LAVAGNINI, T.C. ; MONTES, S. M. N. M. ; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento populacional de crisopídeos em cucurbitáceas para exportação. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

50.
MONTES, S. M. N. M.; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento de Chrysopidae (Neuroptera) em variedades de eucalipto (eucaliptus sp.) no oeste do estado de São Paulo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

51.
MINEIRO, J. L. C. ; MONTES, S. M. N. M. ; RAGA, A. . Primeiro registro de TTetranychus desertorum (Banks)(Acari: Tetranichydae) em batata-doce (Ipomoea batatas L.) em Presidente Prudente, SP. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

52.
RAGA, A. ; MONTES, S. M. N. M. ; SATO, M. E. . Efeito de inseticidas sobre adultos do fusquinha Paraselenis flava (Linnaeus)(Coleoptera:Chrysomelidae) em laboratorio. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

53.
Montes, Sônia Maria Nalesso Marangoni; FREITAS, S. ; R.M.O.Pontes . Levantamento de Chrysopidae (Neuroptera) em pessegueiros (Prunus persica L.) no oeste do estado de São Paulo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

54.
MONTES, S. M. N. M.. VII Jornada de Educação da FACLEPP. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

55.
MONTES, S. M. N. M.. Fórum de Desenvolvimento Rural Sustentável do Pontal do Paranapanema- A Atuação da APTE Regional na Pesquisa Agropecuária. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

56.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; R.M.O.Pontes . Monitoramento de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) em abóbora destinadas exportação em Presidente Bernardes, SP.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

57.
MONTES, S. M. N. M.; GOLLA, A. R. ; RAGA, A. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho . Avaliação de acessos de batata-doce, Ipomoea batatas L., oriundos da Embrapa Hortaliças na região de Presidente Prudente, SP.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

58.
MONTES, S. M. N. M.; MINEIRO, J. L. C. ; NAVIA, D. ; RAGA, A. ; Boliani, Aparecida Conceição . Primeiro relato de Aculus fockeui (Nalepa & Trouessart) (Acari: Eriophyidae) em cultivares de pesegueirtos em Presidente Prudente, SP.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

59.
REZENDE, J. C. F. ; TULMANN NETO, Augusto ; SILVA, S. O. E. ; MONTES, S. M. N. M. . Redução da altura de plantas de bananeira (Musa ssp.) através do uso de raios gama e variação somaclonal. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

60.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho . Monitoramento de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) em área de mitigação de risco na região oeste do estado de São Paulo. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

61.
LATADO, Rodrigo Rocha ; TULMANN NETO, Augusto ; POMPEU JUNIOR, Jorgino ; FIGUEIREDO, José Orlando ; PIO, Rose Mary ; MACHADO, Marcos Antonio ; NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; ROSSI, Antonio Carlos ; MONTES, S. M. N. M. . Avaliação agronômica de clones mutantes de laranjeira. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

62.
TULMANN NETO, Augusto ; LATADO, Rodrigo Rocha ; ANDO, Akihiko ; IEMMA, A. F. ; POMPEU JUNIOR, Jorgino ; FIGUEIREDO, José Orlando ; PIO, Rose Mary ; NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos . Mutantes de Laranja pera com porte compacto e menor número de sementes obtidos por indução de mutação com raios-gama. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

63.
FERRARI, J. T. ; MONTES, S. M. N. M. ; NOGUEIRA, E. M. C. ; LOUZEIRO, I.M. ; TOKUNAGA, T. . Avaliação da resistência a ferrugem em cultivares de pessegueiro. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

64.
MONTES, S. M. N. M.; COSTA, V. A. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; ZOCOLLARO, P.T. . Emersonella pubipennis (Hymenoptera: Eulophidae): primeiro registro de parasitismo em ovos de Paraselenis flava (L.)(Coleoptera: Chrysomelidae) em batata doce na região de Presidente Prudente, SP.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

65.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. . Ocorrência do psilídeo de concha Glycaspis brimblecombei MOORE (Hem.: Psyllidae) e seu parasitóide Psyllaephagus bliteus RIEK (Hym.: Encyrtidae) na região da Alta Sorocabana. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

66.
GERMER, Silvia Pimentel Marconi ; BERBARI, S A ; MONTES, S. M. N. M. ; MENDONÇA, T A . Aptidão das variedades de pêssego Régis, Tropical e IAC 680 para produção de passas por secagem osmótica. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

67.
TULMANN NETO, Augusto ; LATADO, Rodrigo Rocha ; ANDO, Akihiko ; POMPEU JUNIOR, Jorgino ; FIGUEIREDO, José Orlando ; PIO, Rose Mary ; NAMEKATA, Takao ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; ROSSI, Antonio Carlos ; MONTES, S. M. N. M. . Clones Mutantes de laranja "Pêra" com maturação tardia obtidos por indução de mutação. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

68.
MONTES, S. M. N. M.; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; NAMEKATA, Takao ; ROSSI, Antonio Carlos . Sobrevivência da bactéria Xanthomonas axonopodisd pv. citri em folhas de plantas cítricas, mantidas na superfície ou incorporadas no solo, após a desfolha com o herbicida Diquat. 2002. (Apresentação de Trabalho/Outra).

69.
BRIGNANI NETO, F. ; ROLIM, P. R. R. ; MONTES, S. M. N. M. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho . TRatamento Pós-colheita de frutos cítricos para controle de Penicillium digitatum. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

70.
ROLIM, P. R. R. ; BRIGNANI NETO, F. ; SILVA, J. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho . Ação "in vitro" de rpodutos homeopáticos sobre Xantohomonas axonopodis pv. citri, agente causal do cancro cítrico. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

71.
MONTES, S. M. N. M.; Boliani, Aparecida Conceição ; PAPA, G. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; ROSSI, Antonio Carlos ; NAMEKATA, Takao . Ocorrência de parasitóides da larva minadora dos citros, Phyllocnistis citrella Station, no município de Presidente Prudente, SP.. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).

72.
CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; MONTES, S. M. N. M. ; ROSSI, Antonio Carlos ; NAMEKATA, Takao . Níveis de infecção do cancro cítrico (Xanthomonas axonopodis pv. citri) num pomar de citros com o sistema de quebra vento antes e depois da infestação da larva minadora (Phyllocnistis citrella ).. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

73.
NAMEKATA, Takao ; ROSSI, Antonio Carlos ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; MONTES, S. M. N. M. . Erradicação do cancro cítrico pelo método de poda drástica em plantas contaminadas. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

74.
CHAGAS, M. C. M. ; NAMEKATA, Takao ; ROSSI, Antonio Carlos ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; MONTES, S. M. N. M. ; PARRA, J. R. P. ; LOPES, J. R. S. . Papel da lagarta minadora dos citros, Phyllocnistis citrella (Lepidoptera: Gracillariidae) na infecção pelo Cancro cítrico. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

75.
ROSSI, C. E. ; SILVEIRA, S. G. P. ; ARAÚJO, A. C. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; GUILHEM, D. J. ; LOPES, L. C. . Levantamento do nematóide de cisto da soja, Heterodera glycines no estado de São Paulo. 1994. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

76.
LOPES, M. E. B. M. ; LASCA, D. H. C. ; GUILHEM, D. J. ; MONTES, S. M. N. M. ; CEZARIO, A. C. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho . Controle das cercosporioses do amendoim (Arachis hypogea L.). 1993. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

77.
RAMIRO, Z. A. ; PACHECO, D. J. P. ; MONTES, S. M. N. M. ; CEZARIO, A. C. ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho . Ocorrência de eutinobothrus brasiliensis em cultivares de algodão. 1993. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
MONTES, R. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; RAGA, A. . O uso do silício no manejo de pragas. São Paulo: Instituto Biológico, 2015 (Documento Técnico).

2.
MONTES, S. M. N. M.; FIRETTI, R. . Cultivo de agrião em sistema de hidroponia: Novos negócios no oeste paulista. Campinas: APTA, 2015 (Documento técnico).

3.
MONTES, S. M. N. M.; PAULO, E. M. ; MONTES, R. M. . Avaliação da ação de uma virose na produção e qualidade de tubérculos de batata-doce. São Paulo: Instituto Biológico, 2015 (Scientific communication).

4.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; SOUZA FILHO, M. F. . MOSCAS-DAS-FRUTAS (DIPTERA: TEPHRITIDAE) NA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE, SP.. São Paulo: Instituto Biológico, 2013 (Documento técnico).

5.
MONTES, S. M. N. M.; MINEIRO, J. L. C. ; RAGA, A. . ACAROFAUNA REGISTRADA NA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE, SP. São Paulo: Instituto Biológico, 2011 (Documento Técnico).

6.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. . "FUSQUINHA" Paraselenis flava (L. 1758) Praga da Batata doce. São Paulo: Instituto Biológico, 2010 (Documento Técnico).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MONTES, S. M. N. M.; ABE, A. . Forum de batata-doce. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
MONTES, S. M. N. M.. Produção de batata-doce tem alta de 50% na região de Presidente Prudente. 2014.

3.
MONTES, S. M. N. M.; CASTRO, L. . TEcnologia de mudas livres de vírus na cultura da batata-dcoe. 2014.

4.
MONTES, S. M. N. M.. PRODUÇÃO DE BATATA-DOCE TEM ALTA DE 50% NA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
MONTES, S. M. N. M.; LARISSA . Região oeste produz Batata doce. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
ALVES, S. ; MONTES, S. M. N. M. ; TELES, E. . Monitoramento de moscas-das-frutas em cucurbitáceas para exportação. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
PADOVAN, V. ; MONTES, S. M. N. M. ; MILANI, C. ; OSTI, L.C. . Capacitação para produção de mudas de batata doce livres de virus. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
MONTES, S. M. N. M.. Variedade de Abóbora é exportada. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
MONTES, S. M. N. M.; Simões, A. . APTA monitora mosca da fruta na região de Presidente Prudente. 2009. (Programa de rádio ou TV/Outra).


Demais tipos de produção técnica
1.
MONTES, S. M. N. M.. Cultivo da Batata-doce. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeia produtiva e boas práticas na produção de Batata-doce. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da Cadeia produtiva e Boas Práticas na Produção de Batata-doce. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
MONTES, S. M. N. M.. Aspectos atuais na produção e Manejo da Batata-doce. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cultura da batata-doce e sistema de produção. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
MONTES, S. M. N. M.. Cultura da Batata doce. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. . "FUSQUINHA" Paraselenis flava (L.1758) PRAGA DA BATATA-DOCE. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Documento Técnico).

8.
MONTES, S. M. N. M.. Manejo Integrado de Pragas e a Produção Integrada. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
MONTES, S. M. N. M.; GOLLA, A. R. . Curso sobre a cultura da Batata-doce. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

10.
MONTES, S. M. N. M.. Treinamento em Manutenção e Segurança Laboratorial. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Demais trabalhos
1.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; BOLIANI, A. C. ; SANTOS, P. C. . Moscas-das-frutas em cultivares de pessegueiros (Prunus persica L. Batsch) no município de Presidente Prudente, SP.. 2011 (Artigo técnico) .

2.
PAULO, E. M. ; MONTES, S. M. N. M. ; FISCHER, I. H. . Ocorrência da ferrugem do cafeeiro no oeste de São Paulo. 2011 (Artigo técnico) .



Patentes e registros



Cultivar registrada
1.
 LATADO, Rodrigo Rocha ; TULMANN NETO, Augusto ; ANDO, Akihiko ; ROSSI, Antonio Carlos ; CERAVOLO, Leonardo Coutinho ; MONTES, S. M. N. M. ; NAMEKATA, Takao . IAC 2014. 2017, Brasil. Número do registro: XXX, título: "IAC 2014" , Instituição de registro: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BOLIANI, A. C.; SASAKI, J. L. S.; MONTES, S. M. N. M.. Participação em banca de Antonio Flávio Arruda Ferreira. Propagação vegetativa de Tamarindus indica L.. 2014. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Produção Vegetal) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
CORREA, L. S.; BOLIANI, A. C.; MONTES, S. M. N. M.. Participação em banca de Mauricio Dominguez Nasser. Propagação por garfagem da aceloreira cv. Okinawa sobre diferentes porta-enxertos. 2013. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Produção Vegetal) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

3.
RAGA, A.; MONTES, S. M. N. M.; CUNHA, U.S.. Participação em banca de Fernando Berton Baldo. Diversidade e Dinâmica populacional de ácaros em Rosaceae na região sudoeste do Estado de São Paulo. 2012. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

4.
RAGA, A.; MINEIRO, J. L. C.; MONTES, S. M. N. M.. Participação em banca de Fernando Berton Baldo. Dinâmica populacional de ácaros em cultivares de rosaceae na região sudoeste do estado de São Paulo. 2011. Dissertação (Mestrado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

5.
BOLIANI, A. C.; SANTOS, P. C.; MONTES, S. M. N. M.. Participação em banca de Jorge Luiz Lombardi Jorge. Avaliação de produtos alternativos para a superação de dormência de gemas, produção e qualidade dosa frutos de "Niagara Rosada". 2011. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agronomica) - UNESP- Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira.

6.
REIS, E. M.; MONTES, S. M. N. M.; ESPANHOL, A. N.. Participação em banca de Emanuel Martins dos Reis. A Política Fitossanitária de Combate ao Cancro Cítrico na região de Presidente Prudente. 2008. Dissertação (Mestrado em GEOGRAFIA) - FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA/UNESP.

Teses de doutorado
1.
RAGA, A.; MONTES, S. M. N. M.; VILLAVICENCIO, A. L. C. H.; POTENZA, M. R.; SATO, M. E.. Participação em banca de Fernando Berton Baldo. Avaliacao do emprego dos tratamentos Hidrotérmico e Radiaçao Gama no controle quarentenário de Anastrepha grandis (Diptera: Tephritidae). 2017. Tese (Doutorado em Sanidade,Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) - Instituto Biológico.

2.
GOTO, R.; LIMA, G. P. P.; FERNANDES, A. M.; MONTES, S. M. N. M.; EVANGELISTA, R. M.. Participação em banca de Adelana Maria Freitas Santos. Batata-doce: Resistência a nematóides de galhas e caracterização físico-química de clones promissores em betacaroteno. 2015. Tese (Doutorado em AGRONOMIA) - Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu.

3.
PRADO, A. P.; ALLEGRETTI, S. M.; LINHARES, A. X.; PINTO, M. C.; RAGA, A.; MONTES, S. M. N. M.. Participação em banca de Laura Jane Gisloti. "O gênero Neosilba McAlpine (Tephritoidea: Lonchaeidae): revisão, ocorrência e diversidade". 2014. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Mestrado
1.
RAGA, A.; RIBEIRO, R. V.; ALMEIDA, J. E. M.; MONTES, S. M. N. M.. Participação em banca de Renata Espolador São João. Efeitos provocados pela Mosca-negra-dos-citros (Aleurocanthhus woglumi) sobre a morfologia, anatomia e fotossíntese de folhas de lima ácida Tahiti (Citrus latifolia Tanaka). 2017.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MONTES, S. M. N. M.; MACEDO, L.O.B. Participação em banca de Abdul Nasser Salem e João Barreto Nobre.Análise da evolução do movimento dos trabalhadores sem terra: o caso do assentamento Engenho II. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração de empresas) - Faculdade de Presidente Epitácio.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Dia de campo da Agricultura Familiar.A cultura da batata-doce- produção de mudas. 2016. (Outra).

2.
XXVI Congresso BRasileiro de Entomologia. Efeito do silício na redução de injúria por Euscepes postfasciatus em tubérculos de batata-doce. 2016. (Congresso).

3.
3º Dia de campo de Olericultura- Telas de sombreamento e Variedades de alface de verão. 2015. (Outra).

4.
interpretação e Formação de Auditor Interno da NBR ISO 17025 E 19011. 2015. (Outra).

5.
II Seminário de Fruticultura da Nova Alta Paulista. 2014. (Seminário).

6.
VII Encpontro Nacional sobre Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças.Efeito da temperatura do armazenamento na conservação pós-colheita de amora preta. 2014. (Encontro).

7.
XXIII Congresso Brasileiro de Fruticultura. Incidência e diversidade de Neosilba (Tephritoidea: Lonchaeidae) em pessegueiros. 2014. (Congresso).

8.
XXIII Congresso Brasileiro de Fruticultura. Avalição da incidência e severidade de ferrugem em pessegueiros. 2014. (Congresso).

9.
XXXVII Congresso Paulista de Fitopatologia. Avaliação de incidência e severidade de ferrugem em pessegueiros e nectarina em Palmital, SP.. 2014. (Congresso).

10.
26º RAIB.REgistro do ataque de Euchistus heros (Fabricius) (Hemiptera: Pentatomidae) em frutos de pessegueiro. 2013. (Outra).

11.
25º Reunião Anual do Instituto Biologico.Composição de espécies de parasitóides de Phyllocnistis citrella Stainton (Lep: Gracillariidae) em dois pomares de citros no município de Presidente Prudente, SP, Brasil.. 2012. (Outra).

12.
58TH ANNUAL MEETING OF THE INTERAMIERICAN SOCIETY FOR TROPICAL HORTICULTURE. Impacto do uso de ramas isentas de vírus na produção de batata doce. 2012. (Congresso).

13.
6º Congresso Interinstitucional de Iniciação científica-CIIC 2012. INFESTAÇÃO E FLUTUAÇÃO POPULACIONAL DE MOSCAS-DAS-FRUTAS EM POMAR DE GOIABA EM INDIANA, SP. 2012. (Congresso).

14.
8vo. Congreso Hemisférico Occidental de Moscas de la Fruta. Fruit flies in red mombim (Spondias purpurea L.) in the western region of the state of São Paulo, Brazil.. 2012. (Congresso).

15.
V CICFAI. Monitoramento de Ansstrepha grandis (Diptera: Tephritidae) em frutos de Cucurbitaceae. 2012. (Congresso).

16.
XXIV CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA. Flutuação populacional de cigarrinha verde em Jatropha curcas L.. 2012. (Congresso).

17.
Efeitos do Aquecimento global sobre o Microzoneamento e Gestão de REcursos Hídricos para o Comitê da Região do Pontal do Paranapanema. 2011. (Seminário).

18.
International Fruit Symposium: Advances in fruit production.Preferência de oviposição de Grapholita molesta (Busck) (Lepidoptera: Tortricidae) em cultivares de pessegueiro. 2011. (Simpósio).

19.
IV SICFAI. Danos de Euscepes postfasciatus em cultivares de batata doce em Presidente Prudente, SP. 2011. (Congresso).

20.
Worshop Internacional de Mudanças Climáticas. 2011. (Outra).

21.
23º Reunião Anual do Instituto Biológico-RAIB.Ocorrência de eriofídeo em cultivares de batata doce em Presidente Prudente, SP.. 2010. (Outra).

22.
8TH International Symposium on Fruit Flies of Economic Importance.Cucurbitaceae hosts for natural infestation of Anastrepha grandis (Macquart) in the State of São Paulo, Brazil. 2010. (Simpósio).

23.
Encontro técnico sobre mosca do estábulos associada á vinhaça no cultivo da cana-de-açucar. 2010. (Encontro).

24.
IV Congresso de Iniciação Científica das Faculdades Adamantinenses Integradas-CICFAI. Danos de Euscepes postfasciatus em cultivares de Batata doce em Presidente Prudente, SP. 2010. (Congresso).

25.
XIII INTERNATIONAL CONGRESS OF ACAROLOGY. ?Mite fauna in cassava varieties in Presidente Prudente, State of São Paulo, Brazil. 2010. (Congresso).

26.
XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA. Estudo da Fauna de Ichneumonoidea e Chalcidoidea (Hymenoptera) em variedades de café (Rubiaceae) em Adamantina/SP. 2010. (Congresso).

27.
XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA. Resultado do monitoramento populacional de Anastrepha grandis (Diptera: Tephritidae) em áreas de produção de cucurbitáceas em sistema de mitigação de risco. 2010. (Congresso).

28.
22 Reunião Anual do Instituto Biológico-RAIB.Registro de Moscas-das-frutas (Diptera: Tpehritidae) em plantio de Manihot esculenta Crantz, na região de Presidente Prudente. 2009. (Outra).

29.
22º Reunião Anual do Instituto Biológico.Resultados preliminares da infestação de bicho-mineiro em populações de cafeeiro cv. Obatã 1669-20. 2009. (Outra).

30.
II CLACMESA-Conferencia Latino Americana e Caribenha de Medidas de Segurança alimentar. 2009. (Outra).

31.
III Congresso de Iniciação Científica da Faculdades Adamantinenses Integradas. Avaliação da incidência da ferrugem em cultivares de cafeeiros no município de Presidente prudente, SP.. 2009. (Congresso).

32.
III Encontro de Ciências da Vida.Manejo Integrado de Pragas. 2009. (Encontro).

33.
I Congresso Nacional de Produção Integrada e VIII Encontro Nacional de Proteção Integrada. diversidade de ácaros em diferentes cultivares de pessegueiros (Prunus persica L.) em Presidente Prudente, Estado de São Paulo. 2008. (Congresso).

34.
Seminário Programas Estratégicos da APTA: Produtos e Processos Estratégicos para o Agropnegócio. 2008. (Seminário).

35.
Seminário Programas Estratégicos da APTA: Segurança Alimentar. 2008. (Seminário).

36.
Seminário Regional da Cultura da Batata doce. 2008. (Seminário).

37.
XXXI Congresso Paulista de Fitopatologia. Avaliação da incidência de ferrugem em linhagens de cafeeiros, no município de Presidente Prudente, SP.. 2008. (Congresso).

38.
Agronegócio: Desenvolvimento, Meio Ambiente e Perspectivas-Ciclo de debates IEA 65 anos. 2007. (Outra).

39.
II WORKSHOP INTERNACIONAL DE PÓS-COLHEITA DE FRUTAS E II WORKSHOP INTERNACIONAL DE PÓS-COLHEITA DE CITROS.Quantificação de doenças pós-colheita de manga Palmer e Tommy Atkins. 2007. (Outra).

40.
I Reunião da Cadeia Produtiva da Mandioca na Agência Paulista de Tecnologia Agronegócios. 2007. (Outra).

41.
I Simpósio sobre Manejo de Pragas e Doenças na Horticultura. 2007. (Simpósio).

42.
Simpósio Regional sobre Oleaginosas na produção de Biodiesel no Pontal do Paranapanema.A pesquisa na produção de tecnologia para oleaginosas para o biodiesel. 2007. (Simpósio).

43.
Workshop- Prospecção de Demandas do Pólo Desenv. Aronegócios da Alta Sorocabana. 2007. (Outra).

44.
X SICONBIOL.Levantamento populacional de crisoídeos na cultura da Batata-dcoe (Ipomoea batatas L.) no oeste do estado de São Paulo. 2007. (Simpósio).

45.
X SICONBIOL.Levantamento de crisopídeos em pomar de Acerola (Malphigia emarginata Dc.) no oeste do Estado de São Paulo. 2007. (Simpósio).

46.
XXX Congresso Paulista de Fitopatologia. 2007. (Congresso).

47.
19º Reunião Anual do Instituto Biologico.Monitoramento de moscas-das-frutas (Dip. Tephritidae) em abóbora destinada à exportação em Presidente Bernardes/SP. 2006. (Outra).

48.
2 Reunião da Cãmara Técnica do Projeto CEAGESP Inclusão Social e Econômica dos Produtortes Familiares do Pontal do Paranapanema. 2006. (Outra).

49.
2º Reunião da Cãmara Técnica do Projeto CEAGESP. 2006. (Outra).

50.
I Encontro Pesquisadores da APTA REgional de Sanidade Vegetal. 2006. (Encontro).

51.
I Reunião da Cadeia produtiva da mandioca na APTA. 2006. (Outra).

52.
I Reunião Técnica sobre Principais Viroses de Cucurbitáceas e Maracujá. 2006. (Outra).

53.
O Uso do Melhoramento Genético na Pesquisa Agrícola. 2006. (Outra).

54.
XIX Congresso Brasileiro de Fruticultura. Primeiro relato de Aculus fouckei (Nalepa & Trouessart) (Acari: Eriophidae) em cultivares de pessegueiro em Presidente Prudente/SP. 2006. (Congresso).

55.
XVII Reunião Internacional ACORBAT. Redução da altura de plantas de bananeira (Musa ssp.) através do uso de raios gama e variação somaclonal. 2006. (Congresso).

56.
XXI Congresso Brasileiro de Entomologia. Danos de Costalimaita ferruginea (Coleoptero: Chrysomelidae) em espécies de Eucaliptus na região da Alta Sorocabana. 2006. (Congresso).

57.
XXI Congresso Brasileiro de Entomologia. Monitoramento de mocas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) em áreas de mitigação de risco na região oeste do estado de São Paulo. 2006. (Congresso).

58.
XXIX Congresso Paulista de Fitopatologia. 2006. (Congresso).

59.
XXX Congresso Paulista de Fitopatologia. Quantificaçao de doenças pós-colheita de Manga Haden. 2006. (Congresso).

60.
III Seminário Álvaro Santos Costa-Batata, Batata doce e Mandioquinha Salsa. 2005. (Seminário).

61.
XVIII Semana de Estudos Agronômicoas de Presidente Prudente. 2005. (Outra).

62.
Reunião de Psicultura em tanque rede.Reunião de Psicultura em Tanque rede. 2004. (Outra).

63.
V Encontro sobre plantio direto.V Encontrol sobre plantio direto. 2004. (Encontro).

64.
XIX Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos: Estratégia para o Desenvolvimento. Aptidão das variedades de pêssego régis, Tropical e IAC 680 para produção de passas por secagem osmótica. 2004. (Congresso).

65.
XX Congresso Brasileiro de Entomologia. Ocorrência do psilídeo de concha, Glycaspis brimblecombei Moore (Hem.: Psyllidae) e seu parasitóide Psyllaephagus bliteus Riek (Hym.: Encyrtidae) na região da Alta Sorocabana. 2004. (Congresso).

66.
1º Encontro de Reestruturação da Cadeia da Batata doce.1º Encontro de Reestruturação da cadeia da Batata Doce. 2003. (Encontro).

67.
Seminário da Cadeia Produtiva da Soja.Seminario da Cadeia Produtiva da Soja. 2003. (Seminário).

68.
15º REUNIAÕ ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO.15º REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO. 2002. (Outra).

69.
VII Seminário Internacional de Citros Melhoramento.VII SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE CITROS MELHORAMENTO. 2002. (Seminário).

70.
VI SIMPOSIO DE ATUALIZAÇÃO EM GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS.VI SIMPÓSIO DE ATUALIZAÇÃO EM GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS. 2002. (Simpósio).

71.
XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. 2002. (Congresso).

72.
WORKSHOP SOBRE QUALIDADE DE FRUTAS.Qualidade de frutas. 2001. (Outra).

73.
13º REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO-RAIB.REUNIÃO ANUAL-RAIB. 2000. (Outra).

74.
I SIMPOSIO BRASILEIRO SOBRE A CULTURA DA FIGUEIRA.CULTURA DA FIGUEIRA. 1999. (Simpósio).

75.
XXI CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA. FITOPATOLOGIA. 1998. (Congresso).

76.
10º REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO-RAIB.REUNIÃO ANUAL-RAIB. 1997. (Outra).

77.
CULTIVARES DE MILHO VARIEDADE PRODUZIDOS PELA CATI. CULTIVARES DE MILHO DA CATI. 1997. (Congresso).

78.
SEMINÁRIO DE DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DE PESQUISA DE CITROS NA ESTAÇÃO EXPERIMENTAL DE PRESIDENTE PRUDENTE.RESULTADOS DE PESQUISAS DE CITROS. 1997. (Seminário).

79.
XX CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA. FITOPATOLOGIA. 1997. (Congresso).

80.
XVII CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA. FITOPATOLOGIA. 1994. (Congresso).

81.
XXVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA. FITOPATOLOGIA. 1994. (Congresso).

82.
6º REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO.REUNIÃO ANUAL-RAIB. 1993. (Outra).

83.
XVI CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA. FITOPATOLOGIA. 1993. (Congresso).

84.
5º REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLOGICO-RAIB.REUNIÃO ANUAL-RAIB. 1992. (Outra).

85.
CICLO DE PALESTRAS SOBRE TECNOLOGIA AGRÍCOLA. TECNOLOGIA AGRÍCOLA. 1990. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeia produtiva e boas práticas na produção de batata-doce. 2015. (Outro).

2.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeia produtiva e boas práticas na produção de batata-doce. 2015. (Outro).

3.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cultura da batata-doce e sistema de produção. 2015. (Outro).

4.
MONTES, S. M. N. M.. 49º EXPOPRUDENTE. 2012. (Exposição).

5.
MONTES, S. M. N. M.. Capacitação para a produção de mudas de batata doce. 2011. (Outro).

6.
MONTES, S. M. N. M.; BARCI, L. ; Comitre. V. . Seminário Programas Estratégicos da APTA- Segurança alimentar. 2008. (Outro).

7.
MONTES, S. M. N. M.. Curso sobre a cultura da Batata doce. 2008. (Outro).

8.
MONTES, S. M. N. M.. I fórum Desenvolvimento Rural Sustentável do Pontal do Paranapanema. 2006. (Outro).

9.
MONTES, S. M. N. M.. Manutenção e Segurança alimentar. 2005. (Outro).

10.
MONTES, S. M. N. M.. Treinamento em Manutenção e Segurança Laboratorial. 2005. (Outro).

11.
MONTES, S. M. N. M.. Cultivo de Peixes em Tanque-rede. 2003. (Outro).

12.
MONTES, S. M. N. M.. I Encontro de Raiva do Oeste Paulista. 2002. (Outro).

13.
MONTES, S. M. N. M.. Seminário de divulgação dos REsultados de Pesquisa de citros na Estação Experimental de Presidente Prudente. 1997. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Renata Espolador São João. Estudos da infestação das moscas-das-frutas e ocorrência de eus parasitóides para viabilização do cultivo de goiabeira em pequenas propriedades e agricultura familiar. Início: 2011. Iniciação científica (Graduando em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade do Oeste Paulista, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
REnata Espolador São João. Estudos da infestação das moscas-das-frutas e ocorrência dos seus parasitoides para viabilização do cultivo da goiabeira em pequenas propiredades e agricultura familiar. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Oeste Paulista, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes.

Orientações de outra natureza
1.
Lady Helaine de Paula Oliveira. O efeito do silício no controle de pragas da batata-doce. 2013. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade do Oeste Paulista. Orientador: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes.

2.
Rosa Maria de Oliveira Pontes. Avaliação de moscas-das-frutas em cultivares de pessegueiro. 2006. Orientação de outra natureza. (CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade do Oeste Paulista, Fundação do Desenvolvimento Administrativo. Orientador: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes.

3.
Paulo Tadeu Zocollaro. Estudo da entomofauna na cultura do pessegueiro no oeste do estado de São Paulo. 2004. Orientação de outra natureza. (CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade do Oeste Paulista, Fundação do Desenvolvimento Administrativo. Orientador: Sônia Maria Nalesso Marangoni Montes.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de desenvolvimento tecnológico

Outros projetos


Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
MONTES, S. M. N. M.; RAGA, A. ; COLARICCIO, A. ; SPADOTTI, A. M. A. ; PAULO, E. M. ; FURLANETO, F. P. B. ; MINEIRO, J. L. C. ; FISCHER, I. H. ; GARCIA, M. J. D. ; FIRETTI, R. . Cultura da Batata-Doce: do plantio à comercialização. 1. ed. Campinas: Instituto Agronômico, 2014. v. 1. 80p .


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ABE, A. ; MONTES, S. M. N. M. . Fórum em Presidente Prudente fomenta cultivo de batata-doce na região. O Imparcial, ARESIDENTE PRUDENTE, p. 6A - 6A, 11 nov. 2017.


Apresentações de Trabalho
1.
MONTES, S. M. N. M.. Produção de batata-doce no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MONTES, S. M. N. M.. Pragas e doenças da cultura da Mandioca. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MONTES, S. M. N. M.. Manejo de pragas e doenças da cultura da Batata-doce. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MONTES, S. M. N. M.. Controle de Doenças e Pragas em Batata-doce. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MONTES, S. M. N. M.. Aspectos atuais na produção e manejoda batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeia produtiva e Boas práticas na produção de batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeira produtiva e boas práticas na produção de batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
MONTES, S. M. N. M.. Boas práticas na Olericultura - Batata-doce. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cultura da batata-doce e sistema de produção. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MONTES, S. M. N. M.. Aspectos atuais na produção e Manejo de batata-doce. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cadeia produtiva e boas práticas na produção de Batata-doce. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da Cadeia produtiva e Boas Práticas na Produção de Batata-doce. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MONTES, S. M. N. M.. Aspectos atuais na produção e Manejo da Batata-doce. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
MONTES, S. M. N. M.. Panorama da cultura da batata-doce e sistema de produção. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MONTES, S. M. N. M.; ABE, A. . Forum de batata-doce. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).



Outras informações relevantes


-Apoio financeiro FAPESP Processo nº05/55649-5 para desenvolvimento de Projeto de Pesquisa para obtenção de título de doutor" Avaliação fenológica e aspectos fitossanitários de cultivares de pessegueiros na região oeste do Estado de São Paulo".
-Apoio financeiro FAPESP Processo nº08/55613/9 para reunião no exterior.
-Realização de visita Técnica à Universitat Politécnica de Valencia, Espanha, em 2008 no Instituto Agroflorestal mediterraneo, Prof.Dr. Ferran Garcia Mari
-Realização de visita técnica Instituto Valenciano de Investigaciones Agrarias (IVIA), Espanha, com Dr. Alberto Urbaneja Garcia e equipe, em 2008 conhecendo estudos desenvolvidos do Departamento de Protecção Vegetal e Biotecnologia
-Realização de Visita Técnica ao Instituto Superior Politécnico de Viana do Castelo , Escola Superior Agrária, Portugal em 2008, no Laboratório de Proteção de Plantas, Prof. Dr.Raul Rodrigues.
Realização de visita técnica ao Instituto Murciano de Investigaciones Agrarias, Espanha, em 2008, Pesquisador Dr.Alfredo Lacasa e Dr.José LLorens em pesquisas de citros.
-Realização de Visita técnica à Criação em laboratório de Ceratitis capitata, para controle em pomares de citros, no Instituto Valencioano de Investigaciones Agrárias, Moncada, Valência, Espanha, 2010, Dr. Alberto Urbaneja.
-Realização de Visita Técnica à Universitat de Bologna, Itália, Programa de vivitultura Suistentável do |Prof. Adamo Domenico Rombolá e ao dipartamento di Scienze e Tecnologie Agroambientali, Profa Dra. Maria Lucia Dindo, Dr. Edison Pasqualini
- Prêmio de melhor trabalho a "Doenças Pós-Colheita em Pêssegos produzidos em Presidente Prudente", no XII simpósio de ciências Aplicadas da FAEF
-Prêmio de menção honrosa pela orientação do trabalho "Danos de Euscepes postfasciatus em cultivares de Batata-doce em Presidente Prudente, SP.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 11/12/2018 às 5:47:40