Adriano Ferreti Borgatto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0409933387817596
  • Última atualização do currículo em 01/10/2018


Possui graduação em Estatística pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997), mestrado em Estatística e Experimentação Agropecuária pela Universidade Federal de Lavras (2000) e doutorado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agronômica) pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (2004). Atualmente é professor associado da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Probabilidade e Estatística, com ênfase em Estatística Experimental, atuando principalmente nos seguintes temas: estilo de vida, carreira docente, professor, qualidade de vida e ensino. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Adriano Ferreti Borgatto
Nome em citações bibliográficas
BORGATTO, Adriano Ferreti;Borgatto, Adriano Ferreti;BORGATTO, ADRIANO FERRETTI;FERRETI BORGATTO, ADRIANO;BORGATTO, ADRIANO F.;BORGATTO, A

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Departamento de Informática e Estatística.
Campus Universitário
Centro
88040900 - Florianópolis, SC - Brasil - Caixa-postal: 476
Telefone: (48) 33317565
Fax: (48) 33317553
URL da Homepage: http://www.inf.ufsc.br


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2004
Doutorado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agronômica).
Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, USP/ESALQ, Brasil.
Título: Estimação Bayesiana para proporções com superdispersão e excesso de zeros, Ano de obtenção: 2004.
Orientador: Clarice Garcia Borges Demétrio.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Modelos Lineares Generalizados; Inferência Bayesiana; Excesso de zeros; Superdispersão.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Estatística / Especialidade: Planejamento de Experimentos.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Estatística / Especialidade: Análise Bayesiana.
Setores de atividade: Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários; Produção Vegetal; Silvicultura, Exploração Florestal e Serviços Relacionados.
1998 - 2000
Mestrado em Estatística e Experimentação Agropecuária.
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
Título: Análise de Intervenção em Séries Temporais: Aplicações em Transporte Urbano,Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Thelma Sáfadi.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Séries Temporais, Análise de Intervenção, Previsão.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Estatística / Especialidade: Análise de Dados.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Estatística / Especialidade: Planejamento de Experimentos.
Setores de atividade: Educação Superior; Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários; Produção Vegetal.
1993 - 1997
Graduação em Estatística.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Descrição Estatística do Perfil dos Moradores dos Domicílios Residenciais que Recebem Sistematicamente as Edições Diárias do Jornal O Imparcial.
Orientador: Antonio Assiz Carvalho Filho.


Pós-doutorado


2012 - 2012
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2008 - 12/2011
Extensão universitária , UFSC/CCS, .

Atividade de extensão realizada
Curso de especialização em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial em sua 11a edição.
08/2010 - 12/2010
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Estatísticos I
08/2010 - 12/2010
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Estatística
05/2010 - 08/2010
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos em Bioestatística
03/2010 - 07/2010
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Estatística
03/2010 - 07/2010
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Estatísticos I
03/2010 - 05/2010
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Bioestatística
08/2009 - 12/2009
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Estatística - Turma 107 e Turma 307
08/2009 - 12/2009
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Estatísticos I
03/2008 - 12/2009
Extensão universitária , Centro Tecnológico, Departamento de Informática e Estatística.

Atividade de extensão realizada
Instrumentos de medida nas Ciências Sociais e Humanas: uso de técnicas estatísticas para a obtenção de construtos com base em itens.
05/2009 - 09/2009
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Avançados em Bioestatística
03/2009 - 07/2009
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Bioestatística
03/2009 - 07/2009
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Estatística
03/2009 - 05/2009
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Bioestatística
08/2008 - 12/2008
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística para Administradores I - Turma 200
08/2008 - 12/2008
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Bioestatística - Turma 664
02/2008 - 12/2008
Extensão universitária , Centro Tecnológico, Departamento de Informática e Estatística.

Atividade de extensão realizada
Curso de Especialização em Engenharia de Produção Ênfase em Ferramentas Estatísitcas para Gestão Industrial.
12/2006 - 11/2008
Extensão universitária , Centro de Desportos, Departamento de Educação Física.

Atividade de extensão realizada
Programa de Formação Continuada para Docentes de Cursos de Graduação em Educação Física de Santa Catarina.
05/2008 - 08/2008
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado em Bioestatística
08/2007 - 08/2008
Extensão universitária , Centro Tecnológico, Departamento de Informática e Estatística.

Atividade de extensão realizada
Preparativos da XXVth International Biometric Conference. Florianópolis, 2010.
03/2008 - 07/2008
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Estatística - Turma 307
03/2008 - 07/2008
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística para Administradores I - Turma 200
03/2008 - 05/2008
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Bioestatística
8/2006 - 1/2008
Extensão universitária , Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia.

Atividade de extensão realizada
V Curso de Especialização em Ortodontia.
09/2007 - 12/2007
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado em Bioestatística aplicada à Atividade Física
08/2007 - 12/2007
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Inrodução a Estatística - turma 307
8/2007 - 12/2007
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística para Administradores I - Turma 200
6/2007 - 9/2007
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado em Bioestatística aplicada à Cineantropometria e Desempenho Humano
4/2007 - 7/2007
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Estatística - turma 3007
4/2007 - 7/2007
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Estatísticos II - Turma 403
7/2006 - 7/2007
Extensão universitária , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Ciências Farmacêuticas.

Atividade de extensão realizada
Planejamento e análise de dados em Farmacologia Clínica.
3/2007 - 5/2007
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Bioestatística
9/2006 - 2/2007
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Estatística
Turma 307
9/2006 - 2/2007
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Estatísticos I - Turma 203
5/2006 - 8/2006
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Turma 204
Turma 303
5/2006 - 8/2006
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Turma 307
9/2005 - 8/2006
Extensão universitária , Centro Tecnológico, Departamento de Informática e Estatística.

Atividade de extensão realizada
Análise de dados agronômicos na forma de proporção e contagem.
3/2006 - 6/2006
Ensino, Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Bioestatística
8/2005 - 3/2006
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Estatísticos I - Turma 204
Métodos Estatísticos I - Turma 303
8/2005 - 3/2006
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Estatística - Turma 307
3/2005 - 7/2005
Ensino, Engenharia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística e Probabilidade para Ciências Exatas
3/2005 - 7/2005
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos Estatísticos I
3/2005 - 7/2005
Ensino, Sistemas de Informação, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Probabilidade e Estatística

Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

8/2004 - 12/2004
Ensino, Matemática, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cálculo Numérico
8/2004 - 12/2004
Ensino, Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cálculo Numérico
8/2004 - 12/2004
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística Aplicada a Ciências Sociais
10/2003 - 12/2004
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Exatas, Departamento de Estatística e Matemática Aplicada.

3/2004 - 7/2004
Ensino, Geografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística Básica
3/2004 - 7/2004
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística Básica e Probabilidades
11/2003 - 2/2004
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística
9/2003 - 2/2004
Ensino, Matemática, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cálculo Numérico
9/2003 - 2/2004
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística Básica
11/2003 - 12/2003
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística Aplicada a Área Médica

Banco do Brasil, BB, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 25

Atividades

4/1997 - 12/1997
Estágios , Banco do Brasil, Presidente Prudente.

Estágio realizado
Recadastramento de dados.

O Imparcial, JORNAL, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estatístico, Carga horária: 20

Atividades

1/1997 - 12/1997
Estágios , O Imparcial, Presidente Prudente.

Estágio realizado
Estudo do perfil dos assinantes do jornal.


Linhas de pesquisa


1.
Modelos Lineares Generalizados
2.
Análise Bayesiana
3.
Programação Computacional


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Autoavaliação dos cursos de licenciatura a distância na UFSC: da elaboração da proposta aos resultados
Descrição: INTRODUÇÃO No ano de 2004 a Universidade Federal de Santa Catarina ? UFSC iniciou um processo de ampliação e institucionalização de suas atividades em Educação a Distância. O LANTEC, por meio do trabalho que desenvolve especialmente nos Núcleos de Formação e Criação e Desenvolvimento de Materiais, estabelece parceria com os cursos de Licenciatura em Biologia, Física e Matemática ofertados pela UFSC na modalidade a distância. No Núcleo de Formação é planejada, em conjunto com a coordenação dos cursos parceiros, a formação dos professores e dos tutores, semestralmente. Em razão dessa forte vinculação do LANTEC com os cursos de licenciaturas ofertados na modalidade a distância pela UFSC, o Núcleo de Avaliação, com a finalidade de ampliar e fortalecer a parceria, propõe construir e implantar este projeto de autoavaliação dos cursos de licenciatura em EaD Biologia, Física e Matemática, atento às especificidades do ensino na EaD. Ao mesmo tempo em que propiciará a coleta de informações sobre elementos importantes à análise das múltiplas dimensões implicadas na formação, também possibilitará que se colete e produza informações à análise e à avaliação do próprio trabalho desenvolvido pelo LANTEC. No âmbito do trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Avaliação do LANTEC, organiza-se esta pesquisa que tem como tema a autovaliação dos cursos de formação de professores a distância e, como problemática central a elaboração de um processo de autoavaliação das características dos cursos de licenciatura na modalidade EaD na UFSC. OBJETIVOS DA PESQUISA Elaborar um processo de autoavaliação das características dos cursos de licenciatura na modalidade EaD na UFSC. Objetivos específicos a. Elaborar sistema de autoavaliação dos cursos de licenciatura a distância da UFSC, parceiros do LANTEC. b. Implementar o sistema de autoavaliação dos cursos de licenciatura a distância da UFSC, parceiros do LANTEC. c. Avaliar a implementação do sistema de autoavaliação dos cursos de licenciatura a distância da UFSC, parceiros do LANTEC. METODOLOGIA Para atingir os objetivos específicos e, portanto, o geral, estão previstos os procedimentos de coleta e de análise dos dados: a. Do sistema de autoavaliação dos cursos de licenciatura a distância da UFSC, parceiros do LANTEC: (i) Estabelecer as bases teórico-metodológicas orientadoras do processo de autoavaliação; (ii) Definir os componentes de análise da autoavaliação dos cursos de licenciatura; (iii) Definir as variáveis que serão observadas no cursos; (iv) Definir e/ou elaborar os procedimentos de coleta. b. Da implementação do sistema de autoavaliação dos cursos de licenciatura a distância da UFSC, parceiros do LANTEC: (i) Aplicar os instrumentos elaborados; (ii) Organizar os dados coletados por meio da aplicação. c. Da avaliação do sistema de autoavaliação dos cursos de licenciatura a distância da UFSC, parceiros do LANTEC: (i) Analisar os dados coletados, de modo quanti-quali, por meio da aplicação, considerando sua relevância, pertinência e suficiência; (ii) Divulgação dos resultados produzidos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Promoção de um estilo de vida saudável em adolescentes e sua relação com o desempenho escolar

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Kelly Samara da Silva em 01/09/2016.
Descrição: A promoção de um estilo de vida mais saudável em escolares se justifica por ser a escola um ambiente favorável ao desenvolvimento de ações direcionadas a mudanças de comportamento e, pela infância e adolescência serem as fases em que mais é promissora essas transformações. Além disso, pretende-se com esse estudo investigar aspectos relevantes e pouco explorados como avaliação de diversos componentes do estilo de vida, mecanismos psicossociais e ambientais que possam explicar a mudança de comportamento nos adolescentes e a relação que comportamentos saudáveis podem ter com o desempenho escolar dos estudantes. O presente projeto propõe avaliar a efetividade de um programa de intervenção sobre aspectos do estilo de vida, com foco na prática de atividade física (AF) e redução dos comportamentos sedentários, e a relação desses fatores com o desempenho escolar de estudantes da rede de ensino municipal de Florianópolis, SC, Brasil. Trata-se de um estudo de intervenção randomizado e controlado que terá, como unidade primária de amostra, as escolas, com participação de todas as turmas de 7º ao 9º ano do ensino fundamntal. Dois critérios de elegibilidade serão adotados para a participação das escolas: 1) participar dos programas Mais Educação e Saúde do Escolar; 2) ofertar, pelo menos, duas aulas de educação física escolar por semana. Das 36 escolas existentes no município, treze atendem esses critérios. Dessas, 5 escolas estarão em reforma no período da intervenção, sendo 8 elegíveis (78 turmas com 2.340 escolares regularmente matriculados). Com isso, quatro escolas constituirá o grupo de intervenção e quatro o grupo controle. Docentes e discentes dos cursos de Educação Física e de Nutrição da UFSC estarão envolvidos com o planejamento, desenvolvimento e avaliação da intervenção. O programa de intervenção terá a duração de um semestre letivo (aproximadamente quatro meses), com suas ações divididas em três focos: capacitação de professores/diretores/coordenadores/articuladores, ações educativas e alterações ambientais para mudança de comportamento. A avaliação das variáveis de interesse será realizada em três momentos (antes, imediatamente após e seis meses depois da intervenção). As variáveis primárias serão a prática de AF e os comportamentos sedentários, mensurados por meio de acelerômetros e questionários, e o desempenho escolar (notas obtidas nas avaliações nas disciplinas de português e matemática). Fatores de ordem intrapessoal, interpessoal e contextual associados à AF e aos comportamentos sedentários serão avaliados por meio de questionário padronizado. As variáveis secundárias serão qualidade de vida, hábitos alimentares e de estudo, obtidos através de questionários, e medidas de massa corporal, estatura e circunferência da cintura, por meio de aferições seguindo protocolos padronizados. As variáveis de controle do estudo serão de cunho demográfico e socioeconômico. Espera-se que o programa de intervenção proposto possa aumentar o volume de prática de AF, o atendimento às recomendações de AF e reduzir as estimativas de comportamento sedentário em 15%. E que essas mudanças possam manter ou melhorar o desempenho escolar dos alunos durante o ano letivo. Para a saúde do escolar, o programa contribuirá com o fortalecimento dos Programas Saúde do Escolar e do Mais Educação. No atributo relevância social, o programa terá uma grande abrangência e permitirá beneficiar, direta ou indiretamente, a comunidade escolar. Ainda, as ações propostas são adaptáveis à realidade das escolas públicas brasileiras, podendo o programa se estender a escolas com perfil similar. No corpo deste documento, estão apresentados os detalhes metodológicos do estudo, aspectos éticos, cronograma de atividades e previsão orçamentária..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (6) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Integrante / Kelly Samara da Silva - Coordenador / MARIA ALICE ALTENBURG DE ASSIS - Integrante.
2015 - Atual
Adaptação Transcultural do Kidscreen 27 para o Brasil - Questionário de Qualidade de vida relacionada à Saúde
Descrição: Historicamente, o interesse pelo tema ?qualidade?, em seu conceito genérico, teve início no âmbito da produção industrial e da prestação de serviços. Na área da saúde, a sua investigação passou a ter importância ao promover alterações nos critérios usados para a avaliação dos resultados médicos, sendo útil também para a avaliação da necessidade de cuidados de saúde, investigação do impacto de intervenções em saúde e de seu custo-benefício. Informações quanto à qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) vêm despertando importante interesse da comunidade científica no campo da Epidemiologia e da Saúde Pública, com o propósito de complementar informações objetivas associadas às morbimortalidades. Ainda na perspectiva da saúde, a avaliação da qualidade de vida é um bom indicador das consequências físicas e psicossociais associadas ao indivíduo. Em se tratando de crianças e adolescentes, as medidas QVRS podem ser úteis para identificar subgrupos de crianças e adolescentes que estão em risco de saúde, além de ajudar na determinação da carga de uma determinada doença ou deficiência. Ainda, a preocupação em monitorar a QVRS em idades jovens é destacada em razão de suas repercussões sobre a qualidade de vida e saúde em idades adultas. Neste sentido, encontra-se na literatura grande número de questionários, em sua maioria criados para populações de países anglo-saxões e traduzidos posteriormente para outros idiomas. Por esse motivo, a aplicação desses questionários em população distinta da original apresenta limitações, pois exige um minucioso processo de adaptação cultural do idioma utilizado na elaboração das questões e dos conceitos subjacentes nas dimensões consideradas quanto à qualidade de vida. Uma exceção é o genérico Kidscreen, primeiro instrumento para crianças e adolescentes, que foi desenvolvido simultaneamente em vários países diferentes e testado em uma ampla amostra representativa de crianças e adolescentes, contribuindo assim para dar uma perspectiva ampla na compreensão e interpretação de QVRS em diferentes países. A versão completa do Kidscreen conta 52 itens que cobrem 10 dimensões de QVRS, e demonstrou sua confiabilidade e validade com base em estudos anteriores. Embora o Kidscreen 52 ser a versão mais completa pois aborda diversos itens de 10 dimensões da QVRS, nota-se que um instrumento mais curto é o mais indicado para uso em estudos clínicos e epidemiológicos, pois reduz a carga de resposta, diminui os custos de administração além de permitir a medição dos componentes mais importantes da QVRS abordados pelo modelo completo de avaliação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Coordenador / PABLO MAGNO DA SILVEIRA - Integrante.
2014 - 2015
CRIAÇÃO DE UM ÍNDICE DE SATISFAÇÃO COM A VIDA POR MEIO DA TEORIA DA RESPOSTA AO ITEM E FATORES ASSOCIADOS EM ADULTOS TRABALHADORES
Descrição: A satisfação com a vida é um julgamento cognitivo de alguns domínios específicos na vida e depende de uma comparação entre as circunstâncias de vida do indivíduo e um padrão por ele estabelecido. Reflete, em parte, o bem-estar subjetivo individual, ou seja, o modo e os motivos que levam as pessoas a viverem suas experiências de vida de maneira positiva. Diante disto, o objetivo deste trabalho foi criar um índice de satisfação com a vida e testar a sua associação com aspectos demográficos, socioeconômicos, comportamentais e com o Índice de Massa Corporal ? IMC, em adultos trabalhadores no Brasil. Para isso, foi realizada uma análise secundária dos dados coletados, por meio de questionário, no inquérito ?Estilo de Vida e Hábitos de Lazer de Trabalhadores da Indústria?, entre 2006 e 2008, com amostra representativa de 24 unidades federativas do Brasil, totalizando 47.477 trabalhadores. Para a criação do índice de satisfação com a vida foi usada a Teoria da Resposta ao Item (TRI). A análise estatística de fatores associados foi realizada por meio de regressão linear múltipla bruta e ajustada, com base na abordagem hierárquica, adotando um nível de significância de 5%. A construção do índice contou com 7 itens do bloco de perguntas ?Indicadores de saúde e comportamentos preventivos?, com assuntos sobre o estado de saúde, qualidade de sono, nível de estresse, sentimento de tristeza ou depressão e percepção de vida no lar, no trabalho e no lazer. As análises mostraram que 88,4% dos trabalhadores da indústria possuem uma boa e excelente satisfação com suas vidas. As médias do índice de satisfação com a vida maior nos homens, pessoas casadas, ativas no lazer, com consumo regular de frutas e verduras, não fumantes e não consumidores de bebidas alcoólicas e naqueles com IMC adequado. Já o incremento da idade, morar nas regiões norte e nordeste, ter 1 ou mais filhos, morar com mais de 7 pessoas na mesma casa, ter baixa renda e fazer tarefas domésticas pesadas, foram variáveis associadas a um menor índice de satisfação com a vida..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Coordenador / Kelly Samara da Silva - Integrante / PABLO MAGNO DA SILVEIRA - Integrante.
2014 - Atual
Desenvolvimento e aplicações da teoria da resposta ao item. Renovação 3
Descrição: Este é um projeto "chapéu" que planeja agregar o grupo do INE e do PPGMGA que está trabalhando com a Teoria da Resposta ao Item, especialmente nas aplicações voltadas à avaliação educacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (7) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Integrante / Pedro Alberto Barbetta - Coordenador / Dalton Francisco de Andrade - Integrante / Rafael Tezza - Integrante / Lizandra da Silva Menegon - Integrante / Silvana Ligia Vincenzi Bortolotti - Integrante / André Luiz Santos de Oliveira - Integrante / Denis da Silva Paranhos - Integrante / Denys Cristiano de Oliveira Machado - Integrante / Filipe Ivo Rosa - Integrante / Gabriela Thamara de Freitas Barros - Integrante / Maria Virgínia Morais Garcia - Integrante / Nara Núbia Vieira - Integrante / PABLO MAGNO DA SILVEIRA - Integrante.
2013 - 2015
EFEITO DO TREINAMENTO COM EXERGAMES XBOX 360 E DO EXERCÍCIO FÍSICO AERÓBIO NO DESEMPENHO MOTOR EM IDOSOS
Descrição: O objetivo geral do estudo é investigar o efeito de diferentes modalidades de treinamento, exergames Xbox 360 e do exercício físico aeróbio, no desempenho motor em idosos saudáveis. A amostra foi constituída por 44 indivíduos com idade igual ou maior a 55 anos, de ambos os sexos. Os participantes foram sorteados aleatoriamente para compor dois grupos, atividades aeróbias (22 indivíduos) e exergames (22 indivíduos). O programa com exergames será realizado por meio de jogos que simulam atividades esportivas (Kinect Sports Ultimate Collection), do console Xbox 360 Kinect. O programa de treinamento aeróbio será composto por ergômetros e esteiras. A duração das sessões será de 60 minutos, realizados três dias por semana, pelo período de 12 semanas. O desempenho motor será verificado pela bateria Rikli e Jones. As intensidades das sessões do exercício aeróbio serão controladas pela frequência cardíaca de reserva (40% a 59% FCR) enquanto a sessões de exergames serão acompanhadas por meio da variabilidade da frequência cardíaca. Serão realizadas as análises descritivas dos dados para frequência, média, desvio padrão, mediana, valores mínimos e máximos, para os dados das características da amostra e para os valores dos testes do desempenho motor. Para comparação das médias inter e intra-grupos, pré e pós-período de intervenção será utilizado um modelo misto, o qual é uma ANOVA que incorpora a dependência entre observações. Para análise de magnitude do efeito do treinamento será utilizado o Effect-size. Em todas as análises serão fixados nível de significância estatística de 5% (p < 0,05). Para análise dos dados será utilizado o software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS®, versão 16.0)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Coordenador / Aline Rodrigues Barbosa - Integrante / Bruno Morbeck de Queiroz - Integrante.
2013 - Atual
Desenvolvimento e Validação de Heurísticas de Usabilidade para Sistemas de Telemedicina em Dispositivos Móveis
Descrição: Recentes avanços na tecnologia e mudanças nos sistemas de assistência médica geraram um grande crescimento na motivação do uso de aplicações de telemedicina em todo o mundo. Nesse contexto, sistemas de telemedicina permitem assistir à saúde remotamente, por profissionais da medicina em sessões assíncrona (store-and-forward), onde os dados do paciente/exame (p.ex. de raio-x, tomografia computadorizada, eletrocardiografia, etc.) são coletados remotamente, através de pessoal técnico, e enviados para outro local para posterior análise e interpretação por especialistas. A aplicação de sistemas de telemedicina assíncrona pode significativamente contribuir a redução de custos e necessidade de deslocamento do paciente além da melhoria na qualidade da análise dos exames, em especial de imagens, otimizando o aproveitamento do conhecimento de pessoal com alto grau de especialização. Nesse contexto os dispositivos móveis, em especial smartphones e tablets estão desempenhando um papel cada vez maior, com várias inciativas de Telemedicina ao redor do mundo desenvolvendo aplicativos bastante complexos de análise de exames e imagens para uso em dispositivos móveis. Porém, um fator importante desse tipo de sistema, de aplicação muito recente, é a usabilidade: estudos internacionais mostram que usabilidade adequada é um fator chave na aceitação e aplicação correta de sistemas de e-health em geral, incluindo-se aí a Telemedicina (GRESSE VON WANGENHEIM et al., 2012; GOLETSIS; CHLETSOS, 2010). A fim de garantir segurança e permitir que "clínicos" (usuários), possam focar no paciente e não na tecnologia, o design do sistema móvel deve ser um facilitador e não um entrave ao fluxo de trabalho. Uma forma bem estabelecida em outras áreas de desenvolvimento de software para guiar e avaliar a usabilidade de design de interfaces é a adoção de heurísticas de usabilidade. Atualmente existem diversos conjuntos genéricos e/ou customizados para tipos de aplicação (p.ex. comércio eletrônico, e-learning, etc.), porém nenhum diretamente focando em sistemas de telemedicina assíncrona em dispositivos móveis, onde os requisitos de uso são muito diferentes, como p.ex. usar em pé e sob pressão de tempo, sob condições de iluminação em constante alternância, em um veículo em movimento, como uma ambulância, etc. Assim, o objetivo geral deste projeto de pesquisa é analisar sistematicamente o estado da arte atual em termos de heurísticas de usabilidade para sistemas móveis e de telemedicina assíncrona e definir/propor um conjunto de heurísticas de usabilidade visando o suporte ao design sistemático de interfaces e a avaliação heurística de usabilidade de sistemas de Telemedicina em dispositivos móveis. Os resultados esperados incluem a definição de um conjunto de heurísticas de usabilidade e checklist para a realização de avaliações heurísticas, além de formar e inserir o bolsista dentro dessa área de pesquisa no GQS/INCoD/UFSC em conjunto com outros alunos tanto no nível de graduação e pós-graduação. O projeto irá, assim, executar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação para a definição de um conjunto de heurísticas de usabilidade para suportar o design e avaliação de design de interfaces de sistemas de telemedicina para dispositivos móveis touchscreen, em especial smartphones, as quais possibilitarão o desenvolvimento sistemático e embasado de aplicações deste tipo, possuindo assim potencial inovador e aplicação imediata no setor produtivo. O fato de o projeto estar sendo executado em um ambiente real, o Sistema Integrado Catarinense de Telemedicina e Telessaúde - STT/SC (http://telessaude.sc.gov.br), com uma produção de mais 75.000 exames realizados mensalmente e mais de 15.000 exames de imagem laudados em dispositivos móveis, sendo hoje a maior rede de telemedicina no País, garantirá que os resultados deste projeto extrapolem o contexto de um projeto.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Integrante / Christiane Gresse von Wangenheim - Coordenador / BERENICE SANTOS GONCALVES - Integrante / LUIZ FELIPE DE SOUZA NOBRE - Integrante.
2012 - 2014
CRIAÇÃO DE UMA ESCALA DA QUALIDADE DE VIDA PARA PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA POR MEIO DA TEORIA DA RESPOSTA AO ITEM
Descrição: O objetivo deste estudo foi criar uma escala para medir a qualidade de vida de profissionais de educação física por meio da Teoria da Resposta ao Item (TRI). Trata-se de um estudo quantitativo, transversal e exploratório. A população do estudo foi composta por todos os profissionais de Educação Física (PEF), inscritos no conselho regional de educação física (CREF-SC), de acordo com a listagem fornecida (13.908). A amostra foi definida pelos profissionais que retornaram o questionário respondido, totalizando n=940 profissionais. Sendo usada para calibrar os itens e construir a escala da qualidade de vida dos Profissionais de Educação Física. Cada PEF recebeu um e-mail com uma carta de apresentação do estudo e o link para acessar ao questionário - Whoqol-Breve - via Google docs, sendo coletadas as informações referidas a qualidade de vida (QV). O tratamento dos dados foi feito por meio da TRI através do modelo de resposta gradual (MRG) de Samejima. Para isso, foi utilizado um software específico para estimação dos parâmetros e do traço latente chamado MULTILOG. Os resultados possibilitaram a criação de uma escala com 26 itens de quatro categorias ordinais em dez níveis da escala. A maior parte dos PEF, ou seja, cerca de 70% se concentraram na região central da escala, nos níveis ?50? e ?60?, que fazem referência a uma ?boa QV?. Os itens mais fáceis para os PEF em relação a sua QV foram o ?I6?, associado ao sentido que a vida tem para cada PEF e o ?I23?, relacionado com a moradia. Então, estes foram os quesitos mais básicos na QV dos PEF. Por outro lado, os itens mais difíceis dos PEF terem em sua QV foram o ?I9?, associado às questões do ambiente físico, e o ?I24? relacionado ao acesso aos serviços de saúde. Portanto, foi possível ordenar e fazer inferências qualitativas dos PEF. Isso mostra a vantagem em utilizar a TRI na obtenção da medida da QV, uma vez que coloca tanto os itens como os PEF numa mesma escala..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Coordenador / Aline Rodrigues Barbosa - Integrante / Wagner Luiz Testa - Integrante.
2010 - 2010
Desenvolvimento de indicadores de desempenho para apoiar a gestão de hospitais-dia
Descrição: Como acontece em boa parte das organizações, os dados em hospitais-dia nem sempre são sistematicamente trabalhados para a extração de informações gerenciais para subsidiar o seu planejamento estratégico e o acompanhamento de sua execução. Os hospitais-dia são uma modalidade de prestação de serviços em crescimento na área da Saúde devido à tendência mundial de desospitalização. Esta modalidade busca oferecer os recursos necessários para a realização de procedimentos médicos até determinado grau de complexidade, minimizando a permanência dos pacientes nas unidades hospitalares e, consequentemente, os riscos de infecção hospitalar e estresse dos pacientes e acompanhantes. Desde o surgimento das primeiras unidades de hospitais-dia, nos anos 40, seus gestores buscam conciliar o atendimento médico especializado, altos padrões de infectologia, processos próprios da hotelaria e resultados financeiros que justifiquem os investimentos realizados. Há, entretanto, necessidade de estabelecer indicadores específicos para apoiar a gestão desse tipo de organização e é nesta lacuna é que a presente pesquisa se enquadra..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Desenvolvimento e aplicações da teoria da resposta ao item
Descrição: Diversas variáveis em Engenharia de Produção, como nas Ciências Sociais e Humanas, não são observadas diretamente, como o comprometimento organizacional, estilo de liderança, satisfação do consumidor etc. Diversas metodologias vêm sendo desenvolvidas para construir escalas para essas variáveis latentes, tendo como base um conjunto de itens que podem ser observados ou levantados em pesquisas empíricas. A TRI (Teoria da Resposta ao Item) é um conjunto de modelos matemáticos que permitem mensurar algum traço latente através de um conjunto de respostas de um instrumento de avaliação ou de pesquisa. O traço latente pode ser a proficiência de alunos submetidos a provas de múltipla escolha (por exemplo, no SAEB, Prova Brasil e novo ENEM); como pode ser a mensuração de níveis de atitude, motivação, ou outras características de um indivíduo, através de questionários construídos com esta finalidade. Em provas com itens de múltipla escolha, a probabilidade de resposta a um item é modelada como função da proficiência do aluno (variável não-observável) e de parâmetros que expressam certas propriedades do item. Quanto maior a proficiência do aluno, maior a probabilidade de ele acertar o item. Graças a essas propriedades, a TRI, associada a outros procedimentos estatísticos, permite gerar uma medida de proficiência, comparar alunos, estimar a distribuição de proficiências da população e de subgrupos, e ainda monitorar os progressos de um sistema educacional. O emprego desta tecnologia permite a elaboração de escalas de proficiências comuns a todas as séries. Isso possibilita fazer comparações e acompanhar a evolução do sistema entre séries. Este projeto envolve Estatísticos que vêem estudando os modelos e aplicações da TRI com acadêmicos, pesquisadores e profissionais que têm interesses em construir, interpretar ou avaliar escalas de medidas, gerando sub-projetos de pesquisa mais específicos, desenvolvimento de dissertações/teses e projetos de consultorias..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2010
APLICAÇÃO DA ANÁLISE BAYESIANA EM MODELOS PARA DADOS DE CONTAGENS E PROPORÇÕES LONGITUDINAIS
Descrição: Em muitas áreas se obtém dados na forma de proporções e contagens para dados longitudinais. Muitos aspectos da metodologia empregada para esse tipo de situação ainda precisam ser estudados. A distribuição padrão mais utilizada para a análise desse tipo de dados é a binomial, para o caso de dados de proporção, e a Poisson, para o caso de contagem, sendo um caso particular de modelos lineares generalizados. Quando duas ou mais observações são obtidas em uma mesma unidade experimental, espera-se que haja uma correlação entre essas observações, levando a violação da suposição de independência no modelo. Uma forma de se levar em consideração dados correlacionados é modelar explicitamente a estrutura de correlação, utilizando a abordagem de equação de estimação generalizada dada por Liang & Zeger (1986). Modelos, como os de regressão logística que fazem parte da teoria de modelos lineares generalizados, têm somente um componente aleatório, mas podem ser estendidos para ter efeitos aleatórios no preditor linear. Essa extensão é conhecida como modelo lineares generalizados mistos. Assim, uma forma alternativa de se modelar a correlação entre as observações de uma mesma unidade experimental é com a inclusão de variáveis latentes no preditor linear, assumindo-se uma distribuição de probabilidade, em geral, a distribuição normal, para a variável latente. Algumas referências da literatura tratam de modelos com variável latente, como os textos de Collett (1991) e Hall (2000). Métodos Bayesianos são métodos inferenciais alternativos aos métodos tradicionais que podem, em algumas situações, melhorar a precisão dos resultados, sendo que a principal diferença entre esses dois métodos, é que o método Bayesiano permite incorporar ao modelo informações prévias a respeito de um parâmetro de interesse na análise. Uma abordagem Bayesiana da análise dos modelos que serão estudados aqui, é através do ajuste do modelo usando as técnicas de simulação Monte Carlo em Cadeias de Markov.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Coordenador.
2006 - 2007
Estado nutricional e capacidade funcional entre idosos de sete cidades da América Latina e Caribe
Descrição: O objetivo deste estudo será examinar a relação entre estado nutricional (EN) e capacidade funcional entre idosos de sete cidades da América Latina. Serão usados dados (secundários) da Pesquisa SABE (estudo multicêntrico, coordenado pela Organização Pan-Americana de Saúde) com amostra probabilística da população idosa de Buenos Aires, São Paulo, Santiago, Havana, Cidade do México, Montevidéo e Bridgetowm. Os indivíduos serão estratificados segundo sexo e grupo etário (60-69, 70-79 e >= 80 anos). O EN será avaliado de acordo com Índice de Massa Corporal (IMC): baixo peso (IMC <= 23kg/m2) e obesidade (IMC >= 28kg/m2) e; circunferência da cintura (CC): inadequada para mulheres (CC >=88,0 cm) e inadequada para homens (CC >= 102,0 cm). A capacidade funcional será avaliada por 4 testes de desempenho motor: força de membros inferiores e flexibilidade (avaliados por tempo), força de preensão manual (dinamômetro) e equilíbrio (4 medidas estáticas). As associações serão verificadas por análise de sobrevida, segundo Cox (modelo múltiplo) e por qui-quadrado. As informações estatísticas serão obtidas com o auxílio do aplicativo estatístico SPSS 10.0. Em todas as análises será utilizado o nível de significância 5%.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2007
MÉTODOS DE DIAGNÓSTICOS PARA MODELOS DE PROPORÇÕES COM EXCESSO DE ZEROS USANDO PROCEDIMENTOS BAYESIANOS
Descrição: Este projeto tem como proposta o estudo de métodos de diagnósticos para a análise de dados discretos com observações na forma de proporções usando a metodologia Bayesiana, sendo abordada a análise de um conjunto de dados com excesso de zeros, em que usando a distribuição padrão como modelo de probabilidade, um ajuste adequado não pode ser obtido, devido a superdispersão gerada pelo excesso de zeros. Espera-se que este projeto venha contribuir com a divulgação dessa metodologia estatística usando recursos computacionais, através dos programas computacionais SAS - Statistical Analysis System e R, para que os profissionais da área possam utilizá-las corretamente em análises estatísticas. Este projeto depois de pronto, proporcionará maior segurança na análise de dados discretos com excesso de zeros na forma de proporções, usando a metodologia Bayesiana..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Coordenador.
2004 - 2006
MODELOS LINEARES GENERALIZADOS MISTOS PARA DADOS LONGITUDINAIS.
Descrição: A aplicação da teoria de modelos lineares generalizados (MLG) também envolve uma transformação (não dos dados, mas da esperança condicional; nesse contexto a transformação é conhecida como função de ligação), mas o objetivo principal é encontrar uma escala sobre a qual um modelo linear aditivo ocorra. Dados de proporções podem ser obtidos, por exemplo, a partir de experimentos realizados para verificar o pegamento de porta-enxerto, em que a planta apresenta uma de duas respostas possíveis: pegou ou não pegou. Assim, a variável resposta, número de pegamentos, pode ser estudada como a soma de eventos Bernoulli independentes. A proporção de pegamentos pode ser usada na comparação de diferentes porta-enxertos, por exemplo. Já, dados de contagem surgem de várias formas, podendo ser, por exemplo, o número de células T4 em amostras de sangue; o número de lagartas observadas na cultura de milho para se verificar a eficácia do milho geneticamente modificado no controle da praga e outros. Quando a mesma unidade experimental é observada ao longo do tempo (longitudinal), espera-se que haja uma correlação entre essas unidades, levando à violação da suposição de independência. Uma forma de se levar em consideração os dados correlacionados é modelar explicitamente a estrutura de correlação, utilizando-se a abordagem de equação de estimação generalizada (EEG), dada por Liang & Zeger (1986). Este método permite modelar a variabilidade entre as observações incluindo na análise uma matriz de correlação de ``trabalho". Os modelos lineares generalizados têm somente um componente aleatório mas podem ser estendidos para ter efeitos aleatórios no preditor linear. A extensão é conhecida como modelos lineares generalizados mistos (MLGM)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Integrante / Silvano César da Costa - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 1
2003 - 2004
ELABORAÇÃO DE UM APLICATIVO HIPERMÍDIA PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA DESCRITIVA COMO UMA FERRAMENTA DIDÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO E SUPERIOR
Descrição: Este projeto teve na essência da sua proposta a criação de um programa para computador (software) na área de Estatística, utilizando os recursos obtidos na informática para que através de um aplicativo multimídia (som e imagem) possa ser utilizado no processo ensino-aprendizagem..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Adriano Ferreti Borgatto - Integrante / João Batista Martins - Integrante / Leonardo Sturion - Coordenador.


Projetos de extensão


2016 - 2016
Cálculo dos pesos da parte amostral e censitária dos resultados do SAEB 2015
Descrição: Este projeto tem como objetivo auxiliar e capacitar uma equipe do INEP/MEC para calcular o peso dos participantes do SAEB 2015. O cálculo do peso leva em consideração a probabilidade de um aluno ser selecionado na amostra considerando que a escola em que ele estuda foi selecionada. O processo de seleção do aluno ocorre em dois estágios: Estágio 1: Seleção das escolas ponderado pela quantidade de turmas que a escola possui. Para o processo de seleção das escolas foi considerada uma amostragem Poisson. Estágio 2: Seleção das turmas dentro da escola selecionada. Para selecionar a turma que irá fazer a prova, considerou uma amostragem aleatória simples. Sendo a turma selecionada, todos os alunos da referida turma participaram da amostra. Todo o processo do cálculo do peso, tem que levar em consideração esse plano amostral..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2016 - 2016
Análise do Exame Nacional das Escolas Enecistas (ENEC)
Descrição: Este projeto visa implementar a Teoria da resposta ao Item (TRI) no Exame Nacional das Escolas Cenecistas, com o intuito de verificar as possibilidades que esse método de avaliação pode oferecer para as discussões do processo de ensino e aprendizagem na Educação Básica. Desse modo, será elaborada e aplicada uma avaliação para os alunos que cursam o Ensino Fundamental e o Ensino Médio nas Escolas Cenecistas, a fim de verificar a proficiência dos estudantes nas áreas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens Códigos e Matemática. Para atribuir à nota a cada área de conhecimento será utilizada a teoria da resposta ao item (TRI)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2016 - 2016
Participação no SARESP 2015 e no SISPAE 2015
Descrição: Este trabalho é uma parceria com a Fundação VUNESP, responsável pela aplicação e divulgação dos resultados das avaliações da educação básica do estado de São Paulo (SARESP) e do estado do Pará (SISPAE). A participação neste trabalho do professor Adriano Ferreti Borgatto e do professor Pedro Alberto Barbetta tem como objetivo gerar resultados do desempenho dos alunos da educação básica nos estados de São Paulo e do Pará, bem como, estudar os principais fatores que influenciam no desempenho dos alunos. Para gerar as notas dos alunos (desempenho) nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática será utilizada a Teoria da Resposta ao Item (TRI), a qual estamos estudando em projetos de pesquisa e orientando alunos de pós-graduação. Esta técnica permite que haja uma comparação longitudinal da educação básica nesses estados. Além de gerar as notas, por meio da TRI, também será realizado um estudo de fatores associados a esse desempenho, obtido por meio da TRI. Para esse estudo serão empregadas as técnicas de modelos hierárquicos, sendo essa técnica bastante estudada por nós, principalmente no programa de pós-graduação do MGA (métodos e gestão em avaliação) por grupo de professores do nosso departamento. Ambas as teorias (TRI e Modelos hierárquicos) são utilizadas por nós para ministrar aulas e orientar alunos da pós-graduação no MGA..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2015
Checagem da amostra de escolas do SAEB 2015
Descrição: O objetivo principal deste trabalho é auxiliar a equipe da DAEB/INEP para retirar uma amostra representativa de escolas do 5º ano, 9º ano e 12º ano de ensino regular para a realização do SAEB2015. O plano amostral adotado no SAEB 2015 é semelhante aos que foram utilizados para o levantamento dos dados dos SAEBs anteriores, sendo a população de interesse os alunos matriculados em 2015 nas turmas regulares de escolas do 5º ano, 9º ano e 12º ano. Essa amostragem, visa produzir estimativas confiáveis para os estratos de interesse, à saber: UF, localização (rural, urbana), área (capital, interior)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2015
Amostragem para pré-teste do ENEM
Descrição: O objetivo desse trabalho é gerar duas amostras. A 1a amostra será sortear escolas para aplicação de um pré-teste do ENEM em 40.000 alunos. O plano de amostragem que será utilizado é descrito a seguir: SORTEIO (AMOSTRA1): Pode haver mais de uma turma por escola - O número de turmas selecionados em cada estrato (UF + Dependência Administrativa) será de no máximo duas por escola. - Considerou-se uma amostragem proporcional ao desempenho da escola no ENEM 2013 - Será selecionado escola e dentro da escola, as turmas onde todos os alunos dessa turma serão submetidos ao pré-teste Na 2a amostra, pretende-se sortear escolas que tenham infra-estrutura de computadores para que alunos façam a prova. O plano amostral será: - O estrato de amostragem será apenas UF, pois serão sorteadas apenas escolas públicas - Dentro da escola sorteada, serão sorteados alunos de acordo com a infra-estrutura de computadores na escola.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2015
Curso de Modelos Hierárquicos/Multiníveis no INEP
Descrição: Capacitar servidores do INEP ministrando um curso de Modelos Hierárquicos. Tópicos a serem abordados: 1. Introdução: definições e notações básicas 2. Modelos de regressão com independência nos erros 3. O Modelo Linear Hierárquico nulo de dois níveis ? decomposição da variabilidade 4. O Modelo Linear Hierárquico de dois níveis com variáveis do nível 1 5. O Modelo Linear Hierárquico de dois níveis com variáveis dos níveis 1 e 2 6. A Escolha da Locação dos Preditores 6. Análise de dados do SAEB 7. O Modelo de três níveis 8. Análise de dados longitudinais 9. Modelos para resposta categorizada.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2015
Participação no SARESP 2014 e no SISPAE 2014
Descrição: Este trabalho é uma parceria com a Fundação VUNESP, responsável pela aplicação e divulgação dos resultados das avaliações da educação básica do estado de São Paulo (SARESP) e do estado do Pará (SISPAE). A participação neste trabalho do professor Adriano Ferreti Borgatto tem como objetivo gerar resultados do desempenho dos alunos da educação básica nos estados de São Paulo e do Pará, bem como, estudar os principais fatores que influenciam no desempenho dos alunos. Para gerar as notas dos alunos (desempenho) nas áreas de Língua Portuguesa, Matemática, História e Geografia será utilizada a teoria da resposta ao item (TRI), a qual estamos estudando em projetos de pesquisa. Esta técnica permite que haja uma comparação longitudinal da educação básica nesses estados. Além de gerar as notas, por meio da TRI, também será realizado um estudo de fatores associados a esse desempenho, gerado via TRI. Para esse estudo serão empregadas as técnicas de modelos hierárquicos, sendo essa técnica bastante estudada por nós, principalmente no programa de pós-graduação do MGA (métodos e gestão em avaliação) por grupo de professores do nosso departamento. Ambas as teorias (TRI e Modelos hierárquicos) são utilizadas por nós para ministrar aulas e orientar alunos da pós-graduação..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - Atual
Assessoria Estatística em Avaliação
Descrição: Este projeto visa assessorar, nos aspectos quantitativos, membros da UFSC e da comunidade em avaliações de larga escala. Ao longo da carreira docente na UFSC prestei várias assessorias ao INEP, desenvolvi projetos de pesquisa nessa área, ministro aulas na pós-graduação e oriento alunos no programa de pós-graduação do MGA no INE/UFSC. Vários membros da comunidade, bem como da UFSC, vem procurando orientação estatística nessa área. Com isso, esse projeto visa auxilar a parte quantitativa desses projetos que ainda podem ser bastante úteis para criação de novos projetos de pesquisa e desenvolvimento de projetos de dissertação do programa de pós-graduação do MGA..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2010 - 2011
Assessoria Estatística para os alunos do programa de pós-graduação em Educação Física da UFSC
Descrição: O objetivo é orientar estatisticamente as pesquisas desenvolvidas no programa de pós-graduação em Educação Física da UFSC e também orientar estatisticamente os trabalhos da comunidade em geral. Específicos: Reduzir as deficiências estatísticas dos trabalhos científicos; Propagar o uso de Estatística no meio científico; - Orientar os pesquisadores na utilização de softwares para suas análises estatísticas e interpretação dos resultados; - Orientar os docentes no planejamento e análises estatísticas nos projetos de pesquisa desenvolvidos no programa de pós-graduação da Educação Física. Inúmeros são os trabalhos que necessitam de comprovação científica. Na Educação Física, isso não é diferente, pois existem diversas pesquisas que se faz necessário o uso de técnicas estatísticas. O acelerado processo de crescimento da tecnologia, principalmente na disponibilidade de dados pelas bases disponíveis, faz com que dados estatísticos confiáveis e atualizados sejam de fundamental importância. Esse acelerado crescimento faz com que cada vez mais técnicas estatísticas sofisticadas venham ser utilizadas. Com isso, pretende-se dar continuidade do que os alunos do programa aprenderam durante a disciplina de Estatística, para aperfeiçoar as técnicas estatísticas utilizadas em suas dissertações..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
Assessoria técnica para elaboração de processos seletivos na área de Estatística
Descrição: O presente projeto consiste em elaborar provas na área de Estatística para processos seletivos realizados por órgãos do governo e por empresas públicas, privadas ou de economia mista. As questões elaboradas serão destinadas a avaliar os conhecimentos gerais em Estatística básica e Inferência Estatística de candidatos a cargos de nível médio e superior nas mais diversas áreas; e avaliar os conhecimentos específicos de candidatos a cargos de nível técnico e superior na área de estatística. As atividades do projeto incluem também a correção de questões discursivas e a realização de provas práticas, quando previstas no processo seletivo..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2010
Organização da XXVth International Biometric Conference. Florianópolis, 2010
Descrição: Organizar localmente o evento que ocorrerá de 5 a 10 de dezembro de 2010, no Centro de Eventos da UFSC. Entidade promotora: International Biometric Society. Em paralelo, a 55 Reunião da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria (55RBRAS). Membros do Comitê local na UFSC: Dalton Francisco de Andrade (presidente) Adriano Ferreti Borgatto (membro) Pedro Alberto Barbetta (membro) Paulo José Ogliari (presidente da organização da 55 RBRAS).
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2010
Curso de Especialização em Engenharia de Produção Ênfase em Ferramentas Estatísitcas para Gestão Industrial
Descrição: O objetivo geral desta proposta é oferecer um curso de Especialização em Ferramentas Estatísticas para Gestão Industrial para os alunos/funcionários de uma grande fábrica e organização empresarial, de classe mundial, com o intuito de estabelecer a utilização de ferramentas quantitativas na organização com conhecimento aprofundado, muito diferente da situação comum na indústria brasileira cujo perfil predominante é do uso de conhecimentos superficiais e rotineiras. Para o funcionamento otimizado da unidade fabril inserida na competitividade internacional, o funcionário precisa entender a base teórica dos métodos estatísticos para buscar aplicações cada vez melhores em termos de produtividade e retorno financeiro. Semi-presencial, o curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia de Produção ênfase em Ferramentas Estatísticas para Gestão Industrial, utilizará como tecnologias de mediação pedagógica a videoconferência e a internet. A etapa presencial será realizada na UFSC e também na FIAT. As 15 (quinze) disciplinas serão oferecidas em 4 trimestres. Em cada trimestre, cada disciplina oferecerá uma aula de 4 horas por semana. A carga horária das disciplinas é de 15 e 30 horas/aula. Simulando o ambiente de uma sala de aula convencional, a videoconferência é a tecnologia que melhor representa atualmente o que se convencionou denominar ensino presencial. A Internet terá um papel subsidiário. A comunicação com os professores pode ser feita por fax, telefone ou mesmo correio postal. Os professores também darão aulas presenciais na FIAT. Além dos 4 (quatro) períodos trimestrais para o oferecimento das disciplinas, outro semestral, oportunizará o trabalho de monografia, cujo tema será correlato ao teor das disciplinas e vivencia profissional na empresa. Este curso tem por objetivo incrementar o desenvolvimento do perfil, das competências e habilidades do futuro profissional e especialista do setor empresarial..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2009
Instrumentos de medida nas Ciências Sociais e Humanas: uso de técnicas estatísticas para a obtenção de construtos com base em itens
Descrição: 1)Consolidar um grupo de pesquisa de construção de instrumentos de medidas e avaliação de escalas na UFSC, proporcionando a interação entre os Estatísticos com pesquisadores e Pós-Graduandos que constroem ou aplicam instrumentos de medidas baseados em escalas; 2)Realizar um levantamento dos instrumentos que foram aplicados ou estão em desenvolvimento para constituírem estudos de caso da presente pesquisa; 3)Revisão da literatura sobre técnicas de análise fatorial, avaliação da dimensionalidade e teoria de resposta ao item; 4)Realizar estudos comparativos entre os métodos existentes, tanto em termos teóricos como através de simulações Monte Carlo e aplicações reais; 5)Desenvolver material didático para pesquisadores e alunos de Pós-Graduação, especialmente nos programas de Educação Física (disciplina de Bioestatística), Administração (disciplina de Análise Estatística) e Psicologia (disciplina de Psicometria); 6)Construir um conjunto de estudo de casos reais, detalhando a análise estatística e os instrumentos computacionais..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2009
Curso de Especialização Em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial em sua 11ª Edição
Descrição: * Interagir com outros Cursos de especialização em Odontologia já oferecidos por esta Universidade (Endodontia, odontopediatria, dentística restauradora, ortodontia, prótese dentária, radiologia e periodontia), que apresentam um número grande de pacientes que necessitam atendimento também especializado em cirurgia. * Interagir com outras áreas da Medicina; * Atender a solicitação da classe odontológica, que precisa ausentar-se do nosso Estado, em busca de formação, à nível de pós-graduação, na área de Cirurgia; * Desenvolver de linhas de pesquisa nesta área de atuação, assim como reciclagem e aperfeiçoamento dos Professores envolvidos, aliados a obtenção de material didático para uso em graduação e pós-graduação. * Capacitar a Classe Odontológica, em nível de Especialização, em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, preparando-a também para Cursos de Mestrado e Doutorado, para eventual ingresso em Instituição de Ensino Superior nesta área proposta. * Criar um polo técnico e científico nesta Especialidade; * Possibilitar maior interação entre equipes multiprofissionais que atuam em conjunto com a Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial; * Ampliar e divulgar o Núcleo de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial do HU/UFSC, que atua desde 1991. * Favorecer o intercâmbio entre o referido Núcleo e os demais serviços de saúde que compõe o SUS de nosso Estado; * Incentivar a pesquisa com estímulo a publicação científica e desenvolvimento de novas técnicas; * Prestar assistência à população e apoio a formação acadêmica, especialmente aos carentes, que não tem acesso ao atendimento privado..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2007 - 2008
Preparativos da XXVth International Biometric Conference. Florianópolis, 2010
Descrição: Organizar localmente o evento que ocorrerá de 5 a 10 de dezembro de 2010, no Centro de Eventos da UFSC. Entidade promotora: International Biometric Society.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2006 - 2008
V CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA
Descrição: O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA tem como objetivo a formação de profissionais capazes de prevenir, supervisionar e orientar o desenvolvimento do aparelho mastigatório, bem como promover a correção das estruturas dento-faciais incluindo as condições que requeiram movimentação dentária, bem como harmonização da face no complexo maxilo-mandibular.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2006 - 2008
Programa de Formação Continuada para Docentes de Cursos de Graduação em Educação Física de Santa Catarina
Descrição: 1) Apoiar e incentivar a capacitação docente, permitindo a autonomia científica de professores dos cursos de graduação em Educação Física, das Instituições de Ensino Superior do Estado de Santa Catarina vinculadas ao Sistema ACAFE; 2) Implementar e consolidar linhas de pesquisas, respeitando as particularidades e vocações de cada Instituição Participante, com diretrizes voltadas para a melhoria da investigação científica regional; 3) Contribuir para o aprimoramento Docente, nas dimensões técnico-operacional e crítico-reflexiva, para o desenvolvimento de pesquisas na Área de Educação Física..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2006 - 2007
Planejamento e análise de dados em Farmacologia Clínica
Descrição: Ao abrir-se para a metodologia científica, a Farmacologia Clínica desenvolve uma nova cultura e aprimora seus métodos e técnicas. Estrategicamente, quanto mais diversificados os trabalhos nessa área, menores os riscos de erros de tratamentos e melhor o controle de qualidade dos materiais e técnicas utilizados. O aprimoramento constante vai produzindo na área uma mudança de mentalidade, que termina por propiciar um salto qualitativo, com reflexos positivos. A Estatística é uma ferramenta poderosa na tomada de decisões e para se fazer previsões (inferências) sobre fenômenos. Diz-se que um processo está operando sob controle quando a única causa de variação é devida a fatores não controláveis (variabilidade natural). Através da Estatística consegue-se isolar num processo as variações devidas a fatores que podem ser controlados da variação comprovadamente devida ao acaso (não controlável). Por exemplo, a pessoa está perdendo audição pela idade (variabilidade natural, não controlável) ou tem algum outro fator, como exposição a barulho, causando essa perda (fator que pode ser detectado e controlado). Os métodos estatísticos propiciam as técnicas de descrição de objetos e acontecimentos por meio da quantificação ou qualificação de suas características. Deve-se observar, porém, que toda quantificação tem que ser complementada por uma qualificação, ou seja, os números por si só não levam a um julgamento justo se não vierem acompanhados de uma interpretação qualitativa. Em pesquisas utilizando-se questionários, recorre-se com uma certa freqüência a um processo chamado Amostragem, pelo qual são sorteados alguns elementos de uma população previamente definida, os quais serão pesados, medidos ou testados. A partir das informações dos elementos sorteados, tiram-se as conclusões que serão generalizadas para toda a população, ou seja, serão feitas as Inferências. Os métodos de Amostragem, porém, devem garantir o caráter de representatividade da população, sendo os tipos mais usa.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2005 - 2006
Análise de dados biológicos com superdispersão na forma de proporção
Descrição: Dados: Os dados a serem utilizados neste projeto originam-se de bioensaios com populações de percevejos sugadores da soja e da lagarta da soja ? anticarsia gemmatalis, conduzidos por pesquisadores da Área de Entomologia, da Embrapa Soja. Os bioensaios com percevejo consistem em submeter grupos de insetos à doses sucessivas de um determinado inseticida recomendado, ou com potencial de recomendação para seu controle. A mensuração considerada será o número de insetos mortos em cada grupo 48 horas após a aplicação do produto. As metodologias de aplicação empregadas foram a de contato tarsal e aplicação tópica no dorso do inseto, conforme descrito em Sosa-Gomes et. al ( 2005a,b). Esta metodologia usada com a lagarta da soja vem sendo conduzida há mais de 10 anos em gerações sucessivas da lagarta. O objetivo principal deste método é verificar o desenvolvimento de resistência da lagarta da soja ao Baculovirus Anticarsia (vírus de poliedrose nuclear múltiplo de Anticarsia Gemmatalis). A realização dos mesmos consiste da oferta de dietas contaminadas por níveis seqüenciais de poliedros do Baculovirus Anticarsia, que é amplamente utilizado no controle biológico da lagarta da soja. Dados desta natureza são caracterizados como proporções, visto que a contagem das ocorrências é realizada em grupos de quantidade conhecida do inseto. As populações de percevejo utilizadas nos ensaios são coletadas a campo e, devido aos diversos fatores interferindo em seu vigor, as probabilidades de morte não são independentes dentro ou entre os grupos. No caso da lagarta da soja, pequenas diferenças entre fatores de resistência ao B. Anticarsia poderiam também estar interferindo nas probabilidades de morte dos insetos, ocorrendo então respostas muito heterogêneas na maioria dos ensaios. Modelos: A metodologia de análise recomendada para os bioensaios está baseada no modelo probit, cuja contribuição máxima esperada são estimativas das doses letais do produto a um percentual pré-estabeleci.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Membro de comitê de assessoramento


2015 - Atual
Agência de fomento: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira


Revisor de periódico


2007 - Atual
Periódico: Revista de Matemática e Estatística


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Probabilidade e Estatística Aplicadas/Especialidade: Estatística Experimental.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Probabilidade e Estatística Aplicadas/Especialidade: Análise Bayesiana.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Probabilidade e Estatística Aplicadas/Especialidade: Modelos Lineares Generalizados.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Probabilidade e Estatística Aplicadas/Especialidade: Teoria da Resposta ao Item.


Idiomas


Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2013
3o lugar Prêmio Dorgival Brandão Junior, MCTI, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação..


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CIAMPOLINI, VITOR2018CIAMPOLINI, VITOR ; IBÁÑEZ, SÉRGIO JOSÉ ; NUNES, EDUARDO LEAL GOULART ; Borgatto, Adriano Ferreti ; NASCIMENTO, JUAREZ VIEIRA DO . Factors associated with basketball field goals made in the 2014 NBA finals. Motriz, v. 23, p. 1-7, 2018.

2.
SOARES, JP2018SOARES, JP ; KLEIN, D ; XIMENES, M ; PEREIRA, CS ; ANTUNES, EC ; DIAS, L ; BORGATTO, A ; CARDOSO, M ; BOLAN, M . Mouth Breathing and Prevalence of Sleep Bruxism among Preschoolers aged 2 to 5 years. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, v. 18, p. 1-8, 2018.

3.
BOTH, Jorge2018BOTH, Jorge ; Borgatto, Adriano Ferreti ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; CIAMPOLINI, Vitor ; NASCIMENTO, JUAREZ VIEIRA DO . Physical education teachers? wellbeing and its relation with gender. Motricidade, v. 13, p. 23, 2018.

4.
DURLI, ZENILDE2018DURLI, ZENILDE ; ARCHER, ALINE BATTISTI ; GOMES, DIEGO ELLER ; ESPÍNDOLA, MARINA BAZZO DE ; Borgatto, Adriano Ferreti . Sistema de autoavaliação de cursos de licenciatura na modalidade de educação a distância. AVALIAÇÃO: REVISTA DA AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, v. 23, p. 350-371, 2018.

5.
SOARES, JOSIANE PEZZINI2018SOARES, JOSIANE PEZZINI ; BARASUOL, JÉSSICA COPETTI ; TORRES, FERNANDA MARQUES ; GIACOMIN, ANGELA ; GONÇALVES, BRUNA MIROSKI ; KLEIN, DANIELE ; Borgatto, Adriano Ferreti ; RAMOS-JORGE, MARIA LETÍCIA ; CARDOSO, MARIANE ; BOLAN, MICHELE . The impact of crown fracture in the permanent dentition on children's quality of life. DENTAL TRAUMATOLOGY, v. 34, p. 158-163, 2018.

6.
BOING, LEONESSA2018BOING, LEONESSA ; BAPTISTA, FÁTIMA ; PEREIRA, GUSTAVO SOARES ; SPERANDIO, FABIANA FLORES ; MORATELLI, JÉSSICA ; CARDOSO, ALLANA ALEXANDRE ; Borgatto, Adriano Ferreti ; DE AZEVEDO GUIMARÃES, ADRIANA COUTINHO . Benefits of belly dance on quality of life, fatigue, and depressive symptoms in women with breast cancer - A pilot study of a non-randomised clinical trial. JOURNAL OF BODYWORK AND MOVEMENT THERAPIES, v. 22, p. 460-466, 2018.

7.
ALVES, NATHALIA DA CRUZ2017ALVES, NATHALIA DA CRUZ ; von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; RODRIGUES, PEDRO EURICO ; HAUCK, JEAN CARLO ROSSA ; Borgatto, Adriano Ferreti . Ensino de Computação de Forma Multidisciplinar em Disciplinas de História no Ensino Fundamental - Um Estudo de Caso. REVISTA BRASILEIRA DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, v. 24, p. 31, 2017.

8.
QUEIROZ, B. M.2017QUEIROZ, B. M. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; BARBOSA, Aline Rodrigues ; GUIMARAES, A. V. . Exergame vs. Aerobic Exercise and Functional Fitness of Older Adults: A Randomized Controlled Trial. JOURNAL OF PHYSICAL EDUCATION AND SPORT, v. 17, p. 740, 2017.

9.
BARROS, G. T. F.2017BARROS, G. T. F. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; OLIVEIRA, A. S. . Proposta de Segmentação de uma Escala da TRI utilizando o Nível Socioeconômico. Examen, v. 1, p. 72-94, 2017.

10.
BARASUOL, JÉSSICA C.2017BARASUOL, JÉSSICA C. ; SOARES, JOSIANE P. ; CASTRO, RENATA G. ; GIACOMIN, ANGELA ; GONÇALVES, BRUNA M. ; KLEIN, DANIELE ; TORRES, FERNANDA M. ; BORGATTO, ADRIANO F. ; RAMOS-JORGE, MARIA LETÍCIA ; BOLAN, MICHELE ; CARDOSO, MARIANE . Untreated Dental Caries Is Associated with Reports of Verbal Bullying in Children 8-10 Years Old. CARIES RESEARCH, v. 51, p. 482-488, 2017.

11.
GUIDARINI, FERNANDA CHRISTINA DE SOUZA2017GUIDARINI, FERNANDA CHRISTINA DE SOUZA ; GUIMARÃES, SAMANTHA NAHAS ; ARAUJO, PABLO ANTONIO BERTASSO DE ; Borgatto, Adriano Ferreti ; BENEDETTI, TÂNIA ROSANE BERTOLDO . INFLUENCE OF CUT-POINTS TO MEASURE AND CLASSIFY THE PHYSICAL ACTIVITY LEVEL OF OLDER ADULTS. Journal of Physical Education, v. 28, p. 1-11, 2017.

12.
BOING, LEONESSA2017BOING, LEONESSA ; ARAUJO, CAMILA DA CRUZ RAMOS DE ; PEREIRA, GUSTAVO SOARES ; MORATELLI, JÉSSICA ; BENNETI, MAGNUS ; Borgatto, Adriano Ferreti ; BERGMANN, ANKE ; GUIMARÃES, ADRIANA COUTINHO DE AZEVEDO . TEMPO SENTADO, IMAGEM CORPORAL E QUALIDADE DE VIDA EM MULHERES APÓS A CIRURGIA DO CÂNCER DE MAMA. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 23, p. 366-370, 2017.

13.
VON WANGENHEIM, CHRISTIANE G.2017VON WANGENHEIM, CHRISTIANE G. ; PETRI, GIANI ; ZIBETTI, ANDRÉ W. ; BORGATTO, ADRIANO F. ; HAUCK, JEAN C.R. ; PACHECO, FERNANDO S. ; FILHO, RAUL MISSFELDT . dETECT: A Model for the Evaluation of Instructional Units for Teaching Computing in Middle School. INFORMATICS IN EDUCATION, v. 16, p. 301-318, 2017.

14.
PETRI, GIANI2017PETRI, GIANI ; GRESSE VON WANGENHEIM, CHRISTIANE ; Borgatto, Adriano Ferreti . Qualidade de jogos digitais e não digitais utilizados para o ensino de engenharia de software no Brasil. REGAE: REVISTA DE GESTÃO E AVALIAÇÃO EDUCACIONAL, v. 7, p. 9-29, 2017.

15.
BOTH, Jorge2017BOTH, Jorge ; DO NASCIMENTO, JUAREZ VIEIRA ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; Borgatto, Adriano Ferreti . Bem-estar do trabalhador docente de educação física do sul do Brasil. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, v. 39, p. 380-388, 2017.

16.
GONCALVES, J. A.2016GONCALVES, J. A. ; MOREIRA, E. A. M. ; RAUEN, M. S. ; ROSSI, A. ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Associations Between Caries Experience, Nutritional Status, Oral Hygiene, and Diet in a Multigenerational Cohort. Pediatric Dentistry, v. 38, p. 203-211, 2016.

17.
PAZIN, JORIS2016PAZIN, JORIS ; GARCIA, LEANDRO MARTIN TOTARO ; FLORINDO, ALEX ANTONIO ; PERES, MARCO AURÉLIO ; GUIMARÃES, ADRIANA COUTINHO DE AZEVEDO ; Borgatto, Adriano Ferreti ; DUARTE, MARIA DE FÁTIMA DA SILVA . Effects of a new walking and cycling route on leisure-time physical activity of Brazilian adults: A longitudinal quasi-experiment. Health and Place, v. 39, p. 18-25, 2016.

18.
TIRLONI, A. S.2016TIRLONI, A. S. ; REIS, D. C. ; BORNIA, Antonio Cezar ; ANDRADE, D. F. ; Borgatto, Adriano Ferreti ; MORO, A. R. P. . Development and Validation of Instrument for Ergonomic Evaluation fo Tablet Arm Chairs. EXCLI Journal, v. 15, p. 671-686, 2016.

19.
PAZIN, JORIS2016PAZIN, JORIS ; DUARTE, MARIA DE FÁTIMA SILVA ; BORGATTO, ADRIANO FERRETTI ; PERES, MARCO AURÉLIO ; POETA, LISIANE SCHILLING . Atividade física no lazer, deslocamento, apoio social e percepção do ambiente urbano em homens e mulheres de Florianópolis/SC. Revista Brasileira de Educacao Fisica e Esporte, v. 30, p. 743-755, 2016.

20.
GRESSE VON WANGENHEIM, C.2016GRESSE VON WANGENHEIM, C. ; WITT, TALITA A. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; NUNES, JULIANE VARGAS ; LACERDA, THAISA CARDOSO ; KRONE, CAROLINE ; SOUZA, LAÍS DE OLIVEIRA . A Usability Score for Mobile Phone Applications Based on Heuristics. International Journal of Mobile Human Computer Interaction, v. 8, p. 23-58, 2016.

21.
BOTH, J.2016BOTH, J. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; SONNO, C. N. ; LEMOS, C. A. F. ; CIAMPOLINI, Vitor ; NASCIMENTO, J. V. . Multiple jobholding associated with the wellbeing of physical education teachers in southern Brazil. EDUCACION FISICA Y DEPORTE, v. 35, p. 15-23, 2016.

22.
OLIVEIRA, PAULO ANDRÉ MEDEIROS DE2015OLIVEIRA, PAULO ANDRÉ MEDEIROS DE ; OLIVEIRA, ALEXANDRINA GOMES DE ; TILLMANN, ANA CRISTINA ; ARAUJO, CAMILA DA CRUZ RAMOS DE ; BERTUOL, CECÍLIA ; PAZIN, JORIS ; ROCHA, MARIANA ; SOUZA, MELISSA DE CARVALHO ; JEREMIAS, SARA FELTRIN ; JONCK, VANESSA TEREZINHA FERRARI ; MACHADO, ZENITE ; Borgatto, Adriano Ferreti ; GUIMARÃES, ADRIANA COUTINHO DE AZEVEDO . Factors associated to usual physical activity in women. Revista Brasileira de Medicina do Esporte (Impresso), v. 21, p. 99-103, 2015.

23.
BOING, LEONESSA2015BOING, LEONESSA ; GUIMARÃES, ADRIANA COUTINHO DE AZEVEDO ; ARAUJO, CAMILA DA CRUZ RAMOS DE ; BERTUOL, CECILIA ; HAMMES, JORGE FERNANDO ; PAZIN, JORIS ; ROCHA, MARIANA ; FELTRIN, SARA ; PARCIAS, SILVIA ROSANE ; JONCK, VANESSA TEREZINHA FERRARI ; MACHADO, ZENITE ; Borgatto, Adriano Ferreti . Physical activity associated with urban environmental characteristics: A correlational study of active women of high socioeconomic status from Brazilian cities of Santa Catarina. Motriz : Revista de Educação Física (Online), v. 21, p. 393-402, 2015.

24.
SILVEIRA, PABLO MAGNO DA2015SILVEIRA, PABLO MAGNO DA ; Borgatto, Adriano Ferreti ; ANDRADE, Dalton Francisco de ; BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, JUAREZ VIEIRA DO . Criação de uma Escala para o Perfil do Estilo de Vida dos Docentes de Educação Física. Revista da Educação física (UEM. Online), v. 26, p. 519-527, 2015.

25.
QUARESMA, Edilan de Sant'Ana2014QUARESMA, Edilan de Sant'Ana ; BARBETTA, Pedro Alberto ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; BAUTISTA, Ezequiel Abraham López ; DIAS, Carlos Tadeu dos Santos . Construção de escalas de proficiência para exames seletivos, por meio da Teoria da Resposta ao Item. Revista da Estatística da Universidade Federal de Ouro Preto, v. 3, p. 328-332, 2014.

26.
BOTH, Jorge2014BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, JUAREZ VIEIRA DO ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; Borgatto, Adriano Ferreti . Bem estar do trabalhador docente de educação física da região sul do Brasil de acordo com os ciclos vitais. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte (Impresso), v. 28, p. 77-93, 2014.

27.
QUEIROZ, BRUNO MORBECK DE2014QUEIROZ, BRUNO MORBECK DE ; COQUEIRO, Raildo da Silva ; LEAL NETO, JOÃO DE SOUZA ; Borgatto, Adriano Ferreti ; BARBOSA, Aline Rodrigues ; Fernandes, Marcos Henrique . Inatividade física em idosos não institucionalizados: estudo de base populacional. Ciência e Saúde Coletiva (Impresso), v. 19, p. 3489-3496, 2014.

28.
AZEVEDO, S. F.2014AZEVEDO, S. F. ; LOPES, Adair da Silva ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; GUIMARAES, A. C. A. . Perspectiva do envelhecimento, atividade física e qualidade de vida de trabalhadores. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, v. 25, p. 60-69, 2014.

29.
Borgatto, Adriano Ferreti2014Borgatto, Adriano Ferreti; AZEVEDO, CAIO ; PINHEIRO, ALUISIO ; ANDRADE, DALTON . Comparison of Ability Estimation Methods Using IRT for Tests with Different Degrees of Difficulty. Communications in Statistics: Simulation and Computation, v. 44, p. 474-488, 2014.

30.
GRESSE VON WANGENHEIM, C.2014GRESSE VON WANGENHEIM, C. ; RAUSIS, BRUNO ; SOARES, GUSTAVO M. ; SAVI, Rafael ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Project detective - a game for teaching earned value management. International Journal of Teaching and Case Studies, v. 5, p. 216, 2014.

31.
AGUIAR, DIEGO ANDREI2013AGUIAR, DIEGO ANDREI ; RITTER, Daltro Enéas ; ROCHA, Roberto ; LOCKS, ARNO ; Borgatto, Adriano Ferreti . Evaluation of mechanical properties of five cements for orthodontic band cementation. Brazilian Oral Research (Impresso), v. 27, p. 136-141, 2013.

32.
VON WANGENHEIM, ALDO2013VON WANGENHEIM, ALDO ; BARCELLOS, CLOVES LANGENDORF ; ANDRADE, RAFAEL ; DE CARLOS BACK GIULIANO, ISABELA ; Borgatto, Adriano Ferreti ; DE ANDRADE, DALTON FRANCISCO . Implementing DICOM Structured Reporting in a Large-Scale Telemedicine Network. Telemedicine Journal and e-Health, v. 19, p. 535-541, 2013.

33.
WEISSHEIMER, ANDRÉ2013WEISSHEIMER, ANDRÉ ; LOCKS, ARNO ; MENEZES, LUCIANE MACEDO DE ; Borgatto, Adriano Ferreti ; DERECH, CARLA D'AGOSTINI . In vitro evaluation of force degradation of elastomeric chains used in Orthodontics. Dental Press Journal of Orthodontics, v. 18, p. 55-62, 2013.

34.
BOTH, Jorge2013BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; Borgatto, Adriano Ferreti . BEM-ESTAR DO TRABALHADOR DOCENTE EM EDUCAÇÃO FÍSICA AO LONGO DA CARREIRA. Revista da Educação física (UEM. Online), v. 24, p. 233, 2013.

35.
FERREIRA, TÂNIA REGINA2013FERREIRA, TÂNIA REGINA ; BARBERATO FILHO, SILVIO ; Borgatto, Adriano Ferreti ; LOPES, LUCIANE CRUZ . Analgésicos, antipiréticos e anti-inflamatórios não esteroides em prescrições pediátricas. Ciência e Saúde Coletiva (Impresso), v. 18, p. 3695-3704, 2013.

36.
GRESSE VON WANGENHEIM, C.2013GRESSE VON WANGENHEIM, C. ; SAVI, Rafael ; BORGATTO, Adriano Ferreti . SCRUMIA-An educational game for teaching SCRUM in computing courses. The Journal of Systems and Software, v. 86, p. 2675-2687, 2013.

37.
BOTH, Jorge2013BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira Do ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Bem estar do trabalhador docente em Educação Física ao longo da carreira. Revista da Educação física (UEM. Online), v. 24, p. 233-246, 2013.

38.
ANDRADE, Dalton Francisco de2012ANDRADE, Dalton Francisco de ; BORGATTO, Adriano Ferreti . O efeito da prova na estimativa da proficiência através da TRI. Estudos em Avaliação Educacional (Impresso), v. 23, p. 102-115, 2012.

39.
von WANGENHEIM, Christiane Gresse2012von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; SAVI, Rafael ; BORGATTO, Adriano Ferreti . DELIVER! ? An educational game for teaching Earned Value Management in computing courses. Information and Software Technology, v. 54, p. 286-298, 2012.

40.
BORGATTO, Adriano Ferreti;Borgatto, Adriano Ferreti;BORGATTO, ADRIANO FERRETTI;FERRETI BORGATTO, ADRIANO;BORGATTO, ADRIANO F.;BORGATTO, A2012BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, Dalton Francisco de . Análise Clássica de Testes com Diferentes Graus de Dificuldade. Estudos em Avaliação Educacional (Impresso), v. 23, p. 146-156, 2012.

41.
Fares, Daniele2012Fares, Daniele ; BARBOSA, Aline Rodrigues ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; COQUEIRO, Raildo da Silva ; Fernandes, Marcos Henrique . Fatores associados ao estado nutricional de idosos de duas regiões do Brasil. Revista da Associação Médica Brasileira (1992. Impresso), v. 58, p. 434-441, 2012.

42.
BARATIERI, Carolina2012BARATIERI, Carolina ; ROCHA, Roberto ; MENEZES, Luciane ; RIBEIRO, G. L. U. ; RITTER, Daltro Enéas ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Evaluation of the lower incisor inclination during alignment and leveling using superelastic NiTi archwires: A laboratory study. Dental Press Journal of Orthodontics, v. 18, p. 51-57, 2012.

43.
BARBOSA, Aline Rodrigues2011BARBOSA, Aline Rodrigues ; MUNARETTI, Deonilde Balduino ; COQUEIRO, Raildo da Silva ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Anthropometric Indexes of Obesity and Hypertension in Elderly from Cuba and Barbados. The Journal of Nutrition, Health & Aging, v. 15, p. 17-21, 2011.

44.
BECK, Carmem Cristina2011BECK, Carmem Cristina ; LOPES, Adair da Silva ; GIULIANO, Isabela de Carlos Back ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Fatores de risco cardiovascular em adolescentes de município do sul do Brasil: prevalência e associações com variáveis sociodemográficas. Revista Brasileira de Epidemiologia (Impresso), v. 14, p. 36-49, 2011.

45.
SILVA, Kelly Samara2011SILVA, Kelly Samara ; NAHAS, Markus Vinícius ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; OLIVEIRA, Elusa S. ; DEL DUCA, Giovâni. F. ; LOPES, Adair da Silva . Factors associated with active commuting to school and to work among Brazilian adolescents. Journal of Physical Activity & Health, v. 8, p. 926-933, 2011.

46.
DUTRA, Milene Brum2011DUTRA, Milene Brum ; RITTER, Daltro Enéas ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; DERECH, Carla D'Agostine ; ROCHA, Roberto . Influência da exposição gengival na estética do sorriso. Dental Press Journal of Orthodontics, v. 16, p. 111-118, 2011.

47.
FARIAS JUNIOR, José Cazuza2011FARIAS JUNIOR, José Cazuza ; LOPES, Adair da Silva ; REIS, Rodrigo Siqueira ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; HALLAL, Pedro Curi . Desenvolvimento e validação de um questionário para mensurar fatores associados à atividade física em adolescentes. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil (Impresso), v. 11, p. 301-312, 2011.

48.
BOTH, Jorge2010BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Condições de vida do trabalhador docente: Associação entre estilo de vida e qualidade de vida no trabalho de professores de Educação Física. Motricidade (Santa Maria da Feira), v. 6, p. 39-51, 2010.

49.
CARVALHO, V.A.P.2010CARVALHO, V.A.P. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; LOPES, L.C. . Nível de conhecimento dos cirurgiões-dentistas de São José dos Campos sobre o uso de anti-inflamatórios não esteróides. Ciência & Saúde Coletiva, v. 15, p. 1773-1782, 2010.

50.
BARBOSA, Aline Rodrigues2010BARBOSA, Aline Rodrigues ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Arterial Hypertension in the Elderly of Bridgetown, Barbados: Prevalence and Associated Factors. Journal of Aging and Health, v. 22, p. 611-630, 2010.

51.
Binotto, Maria Angélica2010Binotto, Maria Angélica ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; FARIAS, Sidney Ferreira . Nível de atividade física: questionário internacional de atividades físicas e tempo de prática em mulheres idosas. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia (UnATI. Impresso), v. 13, p. 425-434, 2010.

52.
HAUPENTHAL, Alessandro2010HAUPENTHAL, Alessandro ; FONTANA, Heiliane de Brito ; RUSCHEL, Caroline ; ROESLER, Helio ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Predição da força de reação do solo durante a corrida na água. Fisioterapia e Pesquisa, v. 17, p. 253-258, 2010.

53.
COQUEIRO, Raildo da Silva2010COQUEIRO, Raildo da Silva ; BARBOSA, Aline Rodrigues ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Nutritional Status, Health Conditions and Socio-Demographic Factors in the Elderly of Havana, Cuba: Data from SABE Survey. The Journal of Nutrition, Health & Aging, v. 14, p. 803-808, 2010.

54.
COQUEIRO, Raildo da Silva2009COQUEIRO, Raildo da Silva ; BARBOSA, Aline Rodrigues ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Anthropometric measurements in the elderly of Havana, Cuba: age and sex differences. Nutrition (Burbank, Los Angeles County, Calif.), v. 25, p. 33-39, 2009.

55.
PEREIRA, E. F.2009PEREIRA, E. F. ; GRAUP, S. ; LOPES, Adair da Silva ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; DARONCO, L. S. E. . Percepção da imagem corporal de crianças e adolescentes com diferentes níveis sócio-econômicos na cidade de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 9, p. 253-262, 2009.

56.
PEREIRA, E. F.2009PEREIRA, E. F. ; TEIXEIRA, C. S. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; DARONCO, L. S. E. . Relação entre diferentes indicadores antropométricos e a percepção da imagem corporal em idosas ativas. Revista de Psiquiatria Clínica (USP. Impresso), v. 36, p. 54-59, 2009.

57.
GOMES, M. A.2009GOMES, M. A. ; DUARTE, M. F. S. ; PEREIRA, J. S. ; FERNANDES, Y. R. ; POETA, L. S. ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Inatividade física habitual e fatores associados em população nordestina atendida pela Estratégia Saúde da Família. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, v. 11, p. 365-372, 2009.

58.
NAHAS, Markus Vinícius2009NAHAS, Markus Vinícius ; RABACOW, Fabiana Maluf ; PEREIRA, S. V. ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Reprodutibilidade de uma escala para avaliar a percepção dos trabalhadores quanto ao ambiente e às condições de trabalho. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 34, p. 179-183, 2009.

59.
CAMPOS, Caroline. Abreu.2009CAMPOS, Caroline. Abreu. ; MENEZES, Luciane ; BARATIERI, Carolina ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; ROCHA, Roberto . A influência da forma dos arcos de NiTi nas distâncias intercaninos e intermolares. Ortodontia Gaúcha, v. 13, p. 5-13, 2009.

60.
DINIZ, Ilca Maria Saldanha2008DINIZ, Ilca Maria Saldanha ; LOPES, Adair da Silva ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Crescimento Físico e Composição Corporal de Escolares de diferentes Grupos Étnicos do Estado do Rio Grande do Sul, Basil. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, v. 10, p. 12-18, 2008.

61.
BORGES, L. J.2008BORGES, L. J. ; CARDOSO, A. S. ; BENEDETTI, T.R.B. ; MAZO, G. Z. ; LOPES, M. A. ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Teste de resistência de força de membros superiores para idosos: Comparação entre halteres com pesos diferentes. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, v. 10, p. 261-265, 2008.

62.
PRADO, S.S.2008PRADO, S.S. ; LOPES, J. R. S. ; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; ALMEIDA, R. P. P. . Host colonization differences between citrus and coffee isolates of Xylella fastidiosa in reciprocal inoculation. Scientia Agricola, v. 65, p. 251-258, 2008.

63.
BOTH, Jorge2008BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Percepção da Qualidade de Vida no Trabalho ao Longo da Carreira Docente em Educação Física. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, v. 10, p. 372-378, 2008.

64.
GRAUP, S.2008GRAUP, S. ; PEREIRA, E. F. ; LOPES, Adair da Silva ; ARAÚJO, Valbério Cândido ; LEGNANI, Rosimeide Franciso Santos ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Associação entre a percepção da imagem corporal e indicadores antropométricos de escolares. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 22, p. 129-138, 2008.

65.
BOTH, Jorge2008BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Percepção da Qualidade de Vida no Trabalho e Perfil do Estilo de Vida dos Docentes de Educação Física do Estado de Santa Catarina. Revista da Educação Física, v. 19, p. 377-389, 2008.

66.
BOTH, Jorge2008BOTH, Jorge ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; NAHAS, Markus Vinícius . Validação da Escala "Perfil do Estilo de Vida Individual". Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, v. 13, p. 5-14, 2008.

67.
FERNANDES, V. C.2008FERNANDES, V. C. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; BARBERATO FILHO, S. ; TOLEDO, M. I. ; LOPES, L.C. . Frequência de hemolisinas anti-A e anti-B em doadores de sangue de Itapeva e Ourinhos. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, v. 30, p. 453-456, 2008.

68.
BOTH, Jorge2007BOTH, Jorge ; RABACOW, Fabiana Maluf ; NAHAS, Markus Vinícius ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Reprodutibilidade do questionário de percepção da qualidade de vida de estudantes de pós-graduação. Revista da Educação Física, v. 18, p. 363-366, 2007.

69.
SILVA, Kelly Samara2007SILVA, Kelly Samara ; LOPES, Adair da Silva ; PELEGRINI, Andreia ; ARAÚJO, Valbério Cândido ; LEGNANI, Rosimeide Franciso Santos ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Associação entre fatores econômicos e familiares e o excesso de peso em escolares de Florianópolis, SC. Nutrire (SBAN), v. 32, p. 27-39, 2007.

70.
LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini2007LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Parâmetros individuais e sócio-ambientais da qualidade de vida percebida na carreira docente em educação física. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 21, p. 81/2-93, 2007.

71.
BOTH, Jorge2007BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Estilo de Vida dos Professores de Educação Física ao Longo da Carreira Docente no Estado de Santa Catarina. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, v. 12, p. 54-64, 2007.

72.
BORGATTO, Adriano Ferreti;Borgatto, Adriano Ferreti;BORGATTO, ADRIANO FERRETTI;FERRETI BORGATTO, ADRIANO;BORGATTO, ADRIANO F.;BORGATTO, A2006BORGATTO, Adriano Ferreti; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges ; LEANDRO, Roseli Aparecida . Modelos para proporções com superdispersão e excesso de zeros - Um procedimento Bayesiano. Revista de Matemática e Estatística, São Paulo, v. 24, n.2, p. 125-135, 2006.

73.
PÁTARO, Patricia Rosana Moreno2005PÁTARO, Patricia Rosana Moreno ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Desempenho dos alunos do curso de matemática - habilitação licenciatura: do vestibular ao 2o ano de curso. Semina. Ciências Exatas e Tecnológicas (Online), v. 26, p. 137-144, 2005.

74.
FERNANDES, Odnei D2003 FERNANDES, Odnei D ; PARRA, José R P ; FERREIRA NETO, Antonio ; PICOLO, Rubens ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges . Efeito do Milho Geneticamente modificado MON810 sobre a lagarta-do-cartucho. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Piracicaba, v. 2, n.2, p. 25-35, 2003.

75.
BORGATTO, Adriano Ferreti;Borgatto, Adriano Ferreti;BORGATTO, ADRIANO FERRETTI;FERRETI BORGATTO, ADRIANO;BORGATTO, ADRIANO F.;BORGATTO, A2000 BORGATTO, Adriano Ferreti; SÁFADI, Thelma . Análise de Intervenção em séries temporais: aplicações em transporte urbano. Revista Brasileira de Estatística, Rio de Janeiro, v. 61, n.215, p. 81-102, 2000.

Capítulos de livros publicados
1.
PETRI, GIANI ; GRESSE VON WANGENHEIM, CHRISTIANE ; Borgatto, Adriano Ferreti ; Calderón, Alejandro ; Ruiz, Mercedes . Digital Games for Computing Education. Advances in Educational Technologies and Instructional Design. 1ed.: IGI Global, 2018, v. , p. 35-62.

2.
PETRI, GIANI ; GRESSE VON WANGENHEIM, CHRISTIANE ; Borgatto, Adriano Ferreti . MEEGA+, Systematic Model to Evaluate Educational Games. Encyclopedia of Computer Graphics and Games. 1ed.: Springer International Publishing, 2018, v. 1, p. 1-7.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PETRI, GIANI ; GRESSE VON WANGENHEIM, CHRISTIANE ; FERRETI BORGATTO, ADRIANO . A Large-Scale Evaluation of a Model for the Evaluation of Games for Teaching Software Engineering. In: 2017 IEEE/ACM 39th International Conference on Software Engineering (ICSE), 2017, Buenos Aires. 2017 IEEE/ACM 39th International Conference on Software Engineering: Software Engineering Education and Training Track (ICSE-SEET), 2017. p. 180.

2.
PETRI, GIANI ; von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; Borgatto, Adriano Ferreti . Quality of Games for Teaching Software Engineering: An Analysis of Empirical Evidences of Digital and Non-Digital Games. In: 2017 IEEE/ACM 39th International Conference on Software Engineering: Software Engineering Education and Training Track (ICSESEET), 2017, Buenos Aires. 2017 IEEE/ACM 39th International Conference on Software Engineering: Software Engineering Education and Training Track (ICSE-SEET), 2017. p. 150.

3.
von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; NUNES, Juliana Vargas ; LACERDA, T. ; OLIVEIRA, R. J. ; KRONE, C. ; REOLON, M. ; XAFRANSKI, J. . SURE: Uma Proposta de Questionário e Escala para Avaliar a Usabilidade de Aplicações para Smartphones Pós-teste de Usabilidade.. In: In: Interaction South America, 2014, Buenos Aires. SURE: Uma Proposta de Questionário e Escala para Avaliar a Usabilidade de Aplicações para Smartphones Pós-teste de Usabilidade., 2014. v. 1. p. 1.

4.
NUNES, Juliana Vargas ; von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; WITT, A. T. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; LACERDA, T. ; KRONE, C. ; SOUZA, L. O. . Elaboração e validação de um checklist para avaliação de usabilidade de aplicativos para celular touchscreen. In: Interaction South America, 2013, Recife. Interaction South America, 2013. v. 1. p. 1.

5.
BORGATTO, Adriano Ferreti; PINHEIRO, A. S. ; AZEVEDO, C. L. N. ; ANDRADE, Dalton Francisco de . Comparação entre Métodos de Estimação das Habilidades na TRI em Provas com Diferentes Graus de Dificuldade. In: XX SINAPE, 2012, João Pessoa, PB. XX SINAPE, 2012.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
VALLE, R. C. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; ANDRADE, Dalton Francisco de . Estudo do Impacto da Frequência a Educação Infantil nos Resultados de Aprendizagem no Ensino Fundamental. In: XX SINAPE, 2012, João Pessoa, PB. XX SINAPE, 2012.

2.
BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, Dalton Francisco de ; BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira . Criação de uma Escala do Perfil do Estilo de Vida. In: 56a RBRAS e 14o SEAGRO, 2011, Maringá. Congresso, 2011.

3.
BARBETTA, Pedro Alberto ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; CISLAGHI, R. . Regressão hierárquica e gestão hospitalar. In: 56a RBRAS e 14o SEAGRO, 2011, Maringá. Congresso, 2011.

4.
ANDRADE, Dalton Francisco de ; BORGATTO, Adriano Ferreti . O Efeito da Prova na Estatimativa da Proficiência através da TRI. In: VI Reunião da ABAVE, 2011, Fortaleza. Reunião, 2011.

5.
BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, Dalton Francisco de . Comparação entre o normit e o escore em testes com diferentes graus de dificuldade através de uma macro desenvolvida no SAS. In: VI Reunião da ABAVE, 2011, Fortaleza. Reunião, 2011.

6.
SAVI, Rafael ; von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Um modelo de avaliação de jogos educacionais na Engenharia de Software. In: II Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática, 2011, São Paulo. CBSoft, 2011.

7.
ANDRADE, Dalton Francisco de ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; BARBETTA, Pedro Alberto . Uma comparação entre modelos de resposta gradual. In: 2o Congresso Brasileiro de Teoria de Resposta ao Item, 2011, Salvador. 2o Congresso Brasileiro de Teoria de Resposta ao Item, 2011.

8.
BARBETTA, Pedro Alberto ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; ANDRADE, Dalton Francisco de . Análise de provas do ENEM segundo modelos de TRI multidimensionais. In: 2o Congresso Brasileiro de Teoria de Resposta ao Item, 2011, Salvador. 2o Congresso Brasileiro de Teoria de Resposta ao Item, 2011.

9.
BORGATTO, Adriano Ferreti; BARBETTA, Pedro Alberto ; ANDRADE, Dalton Francisco de ; BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira . Análise Bi-Fatorial de Informação Completa: uma aplicação em medida de estilo de vida. In: 54a RBRAS e 13o SEAGRO, 2009, São Carlos, SP. 54a RBRAS e 13o SEAGRO, 2009.

10.
BORGATTO, Adriano Ferreti; BARBETTA, Pedro Alberto ; ANDRADE, Dalton Francisco de ; BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira . Análise Fatorial de Informação Completa para Dados Ordinais num Instrumento de Qualidade de Vida no Trabalho. In: XVIII Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística, 2008, São Pedro. XVIII Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística, 2008.

11.
BORGATTO, Adriano Ferreti; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges ; COSTA, Silvano César da ; LEANDRO, Roseli Aparecida . Uma análise Bayesiana para Dados de Contagens Longitudinais com Excesso de Zeros. In: 10a Escola de Modelos de Regressão, 2007, Salvador - BA. 10a Escola de Modelos de Regressão, 2007.

12.
ANDRADE, Dalton Francisco de ; OGLIARI, Paulo José ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; FRANCHIN, Paulo Roberto . Análise de dados categorizados com medidas repetidas para detectar bactérias em produtos alimentícios. In: SEAGRO e RBRAS, 2007, Santa Maria - RS. SEAGRO e RBRAS, 2007.

13.
BORGATTO, Adriano Ferreti; LEANDRO, Roseli Aparecida . Modelagem do parâmetro de dispersão para dados de proporção com excesso de zeros e superdispersão. In: 8o Encontro Brasileiro de Estatística Bayesiana, 2006, Armação de Búzios - RJ, 2006.

14.
BORGATTO, Adriano Ferreti; COSTA, Silvano César da ; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges . Estimação Bayesiana em Modelos para Dados de Contagens Longitudinais com Excesso de Zeros. In: Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria, 2006, Botucatu, 2006.

15.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Estimação Bayesiana para Modelos de Proporções com Exceso de Zeros. In: Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria, 2005, Londrina-PR, 2005.

16.
BORGATTO, Adriano Ferreti; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges ; LEANDRO, Roseli Aparecida . Modelos para proporções com superdispersão e excesso de zeros - um procedimento Bayesiano. In: Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria, 2004, Uberlândia, 2004.

17.
LEANDRO, Roseli Aparecida ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges . Zero-inflated regression models: a Bayesian approach. In: ISBA, 2004, Viña del Mar, 2004.

18.
BORGATTO, Adriano Ferreti; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges ; LEANDRO, Roseli Aparecida . Estimação Bayesiana na Análise de Proporções com Excesso de Zeros. In: Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria, 2003, Lavras, MG, 2003.

19.
BORGATTO, Adriano Ferreti; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges ; LEANDRO, Roseli Aparecida . Análise Bayesiana para Modelos de Regressão com Dados Inflacionados de Zeros. In: Escola de Modelos de Regressão, 2003, Conservatória, MG, 2003.

20.
FERNANDES, Odnei D ; PARRA, José R P ; SILVA, R M da ; SILVA FILHO, O M ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges . Interação tritrófica: milho geneticamente modificado MON810, Spodoptera frugiperda e Trichogramma atopovirilia. In: Simpósio de Controle Biológico, 2003, Piracicaba, 2003.

21.
BORGATTO, Adriano Ferreti; SÁFADI, Thelma . Estudo do número de acidentes com os ônibus urbanos na cidade de São Paulo utilizando análise de intervenção. In: Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria, 2001, Piracicaba, 2001.

22.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Análise de Intervenção em Séries Temporais: Aplicações em Transporte Urbano. In: Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística, 2000, Caxambu, MG, 2000.

23.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Uso do modelo de intervenção no ajuste de vazão de água. In: Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria, 2000, São Carlos, SP, 2000.

24.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Análise de intervenção para a circulação média mensal de passageiros por veículo nos ônibus urbano do município de São Paulo. In: Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria, 1999, Botucatu, SP, 1999.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BARASUAL, J.C. ; SOARES, J.P. ; DIAS, L. F. ; XIMENES, M. ; KONRATH, Andrea ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; BOLAN, M. ; CARDOSO, M. . Bruxismo do sono em crianças de 24 a 72 meses e qualidade de vida relacionada à saúde bucal. In: SBPqO Annual Meeting, 2017, Campinas - SP. Proceeding of the 34th SBPqO Annual Meeting, 2017.

2.
SOARES, J.P. ; BARASUAL, J.C. ; PEREIRA, C. S. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; CARDOSO, M. ; BOLAN, M. . Severidade da Cárie Dentária Interfere na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde Bucal das Crianças. In: SBPqO Annual Metting, 2017, Campinas - SP. Proceedings of the 34th SBPqO Annual Metting, 2017.

3.
CARDOSO, M. ; PEREIRA, C. ; VELHO, C. M. ; REGATTIERI, L. R. ; KONRATH, Andrea ; BORGATTO, Adriano Ferreti . A retrospective longevity private practice-based study of the posterior composite resin restorations. In: International Journal of Pediatric Dentistry, 2015. British Society of Paediatric Dentistry Poster, 2015. v. 1. p. 1.

4.
VIEIRA, R. S. ; PEREIRA, C. ; CARDOSO, M. ; KONRATH, Andrea ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; REGATTIERI, L. R. . A retrospective longevity study of occlusal sealants. In: International Journal of Pediatric, 2015. British Society of Paediatric Dentistry Poster, 2015. v. 1. p. 1.

5.
BARROS, G. T. F. ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Características psicométricas de uma medida de nível socioeconômico do ENEM - um indicador contextual educacional. In: VIII Reunião da ABAVE, 2015, Florianópolis. Avaliação de Larga Escala no Brasil: Ensinamentos, Aprendizagem e Tendências, 2015.

6.
BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, Dalton Francisco de ; BARBETTA, Pedro Alberto . O efeito da prova e da distribuição a priori na estimação das habilidades. In: 2o Congresso Brasileiro de Teoria da Resposta ao Item, 2011, Salvador. 2o Congresso Brasileiro de Teoria da Resposta ao Item, 2011.

7.
BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Satisfação no Trabalho e no Estilo de Vida de Docentes de Educação Física do Sul do Brasil. In: VIII Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde, 2011, Gramado. VIII Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde, 2011.

8.
BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Associações entre os ciclos de desenvolvimento profissional e os parâmetros sócio-ambientais e individuais das condições de vida do trabalhador docente de Educação Física. In: X Simpósio Nordestino de Atividade Física e Saúde, 2010, Aracaju. X Simpósio Nordestino de Atividade Física e Saúde, 2010.

9.
BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Influências do pluriemprego nas condições de vida do trabalhador docente em Educação Física do sul do Brasil. In: I CIFP - Congresso Internacional de Formação e V SEPEF - Seminário de Estudos e Pesquisa em Formação Profissional no Campo da Educação Física, 2010, Rio Claro. I CIFP - Congresso Internacional de Formação e V SEPEF - Seminário de Estudos e Pesquisa em Formação Profissional no Campo da Educação Física, 2010.

10.
BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Associação entre Estilo de Vida e Qualidade de Vida no Trabalho de Professores de Educação Física da Região Sul do Brasil. In: 7o Congresso Brasileiro de Atividade Física & Saúde, 2009, Recife. 7o Congresso Brasileiro de Atividade Física & Saúde - SBAFS, 2009.

11.
BOTH, Jorge ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Estilo de vida e qualidade de vida no trabalho de professores de educação física no magistério público estadual de Santa Catarina. In: XII Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa, 2008, Porto Alegre. XII Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa, 2008.

12.
RICARDO, G. D. ; CORSO, A. C. T. ; VASCONCELOS, F. A. G. ; CALDEIRA, G. V. ; SCHMITZ, B. A. S. ; GABRIEL, C. G. ; MACHADO, M. S. ; ANDRADE, Dalton Franciso de ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Sobrepeso e Obesidade em escolares de três regiões do estado de Santa Catarina. In: II Congresso Catarinense de Saúde Coletiva, 2008, Florianópolis. 20 anos de SUS: desafios políticos, éticos e operacionais, 2008.

13.
BOTH, Jorge ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; NASCIMENTO, Juarez Vieira ; SONOO, Christi Noriko ; LEMOS, Carlos Augusto Fogliarini ; NAHAS, Markus Vinícius . Avaliação da validade de construto da escala "Perfil do Estilo de Vida Individual". In: XII Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa, 2008, Porto Alegre. XII Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa, 2008.

14.
CARVALHO, V.A.P. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; LOPES, L.C. . Avaliação do nível de conhecimento dos cirurgiões-dentistas da rede pública de SJCampos sobrea a indicação terapêutica de antiinflamatórios não esteroidais para pacientes com hipertensão. In: III Congresso de ex-alunos e jornada ondontológica, 2007, São José dos Campos - SP. III Congresso de ex-alunos e jornada ondontológica, 2007.

15.
COQUEIRO, Raildo da Silva ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; BARBOSA, Aline Rodrigues . Prevalência de inatividade física em idosos da América Latina e Caribe: Dados da pesquisa SABE. In: IX Seminário Internacional sobre Atividades Físicas para 3a Idade, 2007, Florianópolis - SC. IX Seminário Internacional sobre Atividades Físicas para 3a Idade, 2007.

16.
BOTH, Jorge ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; NASCIMENTO, Juarez Vieira . Ciclos Vitais e de Desenvolvimento Profissional em Educação Física e a Percepção de Qualidade de Vida no Trabalho. In: 6o Congresso Brasileiro de Atividade Física & Saúde, 2007, Florianópolis - SC. 6o Congresso Brasileiro de Atividade Física & Saúde, 2007.

17.
CAVALCANTE, A.S.R. ; LANEL, V. ; SANTOS, A.G. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; LOPES, L.C. . Avaliação dos conhecimentos dos cirurgiões-dentistas no atendimento a pacientes hipertensos e diabéticos. In: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - Divisão Brasileira da IADR, 2007, Atibaia - SP. Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - Divisão Brasileira da IADR, 2007.

18.
NASCIMENTO, Juarez Vieira ; BOTH, Jorge ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Qualidade de vida no trabalho e os ciclos de desenvolvimento profissional de professores de Educação Física da cidade de Santo Ângelo - RS. In: 29o Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2006, São Paulo - SP. Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2006.

19.
RABACOW, Fabiana Maluf ; BOTTI, Marise ; NAHAS, Markus Vinícius ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Reprodutibilidade do questionário do perfil do ambiente e condições de trabalho. In: 29o Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2006, São Paulo - SP. 29o Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2006.

20.
RABACOW, Fabiana Maluf ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; NAHAS, Markus Vinícius . Perfil do ambiente e condições de trabalho: consistência dos resultados em trabalhadores de diferentes graus de escolaridade. In: 29o Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2006, São Paulo - SP. 29o Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2006.

21.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Estimação Bayesiana para modelos de proporções e contagem com excesso de zeros. In: Ciclo de Palestras do Departamento de Métodos Estatísticos do Instituto de Matemática da UFRJ, 2005, Rio de Janeiro, 2005.

22.
PÁTARO, Patrícia Rosana Moreno ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Mudança no desempenho dos alunos do curso de matemática, da Universidade Estadual de Londrina, em dois anos de curso.. In: XXI Semana da Matemática, 2005, Londrina - PR, 2005.

23.
STURION, Leonardo ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; MARTINS, João Batista . Importância da Metodologia Estatística como Ferramenta de Análise e Interpretação de Dados dentro da Interdisciplinaridade para o desenvolvimento de trabalhos científicos de Alunos do 2º e 3º graus. In: 7º Encontro de Atividades Científicas da UNOPAR, 2004, Londrina, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
JALOTO, A. ; FERRETI BORGATTO, ADRIANO . Utilização de bases clones no processo de equalização por meio da TRI. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
SILVEIRA, P. M. ; SILVA, K. S. ; MELLO, G. T. ; FERRETI BORGATTO, ADRIANO . Criação de uma escala de qualidade de vida relacionada à saúde: uma aplicação em alunos da rede municipal de ensino de Florianópolis. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
NAKAMURA, L. R. ; HOFFMANN, Y. T. ; FERRETI BORGATTO, ADRIANO . Fatores socioeconômicos associados à proficiência obtida em matemática nas provas do SAEB 2015: uma aplicação dos GAMLSS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
PEREIRA, N. N. ; FERRETI BORGATTO, ADRIANO ; TAVARES, Heliton Ribeiro ; BARROS, N. N. . Comparação das Estimativas das Proficiências por diferentes métodos de Estimação. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SCHERER, R. L. ; KARASIAK, F. C. ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Atividade Física e Tempo Sentado em Adultos com Deficiência Visual na Grande Florianópolis. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SCHERER, R. L. ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Estilo de Vida na Deficiência Visual - Dificuldades na Utilização da Teoria da Resposta ao Item. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Técnicas de Imputação de Dados. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
KNEBEL, M. T. G. ; SILVA, K. S. ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; SANTOS, P. C. ; SILVA, J. A. ; NAHAS, Markus Vinícius . Mudanças no Consumo de Álcool e Cigarro entre Adolescentes Catarinenses após uma Década. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
Borgatto, Adriano Ferreti. Medindo Traço Latente. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
Borgatto, Adriano Ferreti. Fundamentos da Avaliação Educacional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, D. F. ; TAVARES, H. R. ; BARROS, N. N. ; CARVALHO, A. M. . ESTUDO DO GRAU DE DIFICULDADE DOS CADERNOS DE PROVA DE MATEMÁTICA DO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DO SARESP 2012. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Teoria da Resposta ao Item: Principais Conceitos e Aplicações em diferentes areas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
COSTA, Silvano César da ; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges ; BORGATTO, Adriano Ferreti . Introdução ao Latex. Piracicaba: ESALQ/USP, 2002 (Apostila).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB). 2013.

2.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Análise da Provinha Brasil e do ENEM 2011. 2011.

Trabalhos técnicos
1.
PETRI, G. ; von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; FERRETI BORGATTO, ADRIANO . MEEGA+: A Method for the Evaluation of Educational Games for Computing Education. 2018.

2.
von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; PETRI, GIANI ; FERRETI BORGATTO, ADRIANO . MEEGA+KIDS: A Model for the Evaluation of Educational Games for Computing Education in Secondary School (Draft Version). 2018.

3.
PETRI, G. ; von WANGENHEIM, Christiane Gresse ; Borgatto, Adriano Ferreti . MEEGA+: An Evolution of a Model for the Evaluation of Educational Games. 2016.

4.
PETRI, G. ; WANGENHEIM, C. G. V. ; Borgatto, Adriano Ferreti . A Large-scale Evaluation of a Model for the Evaluation of Educational Games. 2016.

5.
ANDRADE, Dalton Francisco de ; BORGATTO, Adriano Ferreti ; BARBETTA, Pedro Alberto ; BORNIA, Antonio Cezar ; OGLIARI, Paulo José . Análise Estatística das provas do ENEM 2009. 2010.


Demais tipos de produção técnica
1.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Teoria da Resposta ao Item. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Demais trabalhos
1.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Monografias Finais no Curso de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização) em Farmacologia Clínica. 2006 (Orientação de Monografias) .

2.
BORGATTO, Adriano Ferreti. XII Encontro Anual de Iniciação Científica. 2004 (Coordenador) .

3.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Introdução à Análise de Sobrevivência. 2003 (Colaborador) .

4.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Curso de Introdução ao Latex. 2002 (Palestrante) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CISLAGHI, R.; BORGATTO, Adriano Ferreti; FULGRAFF, J. B. G.. Participação em banca de Lidiane da Silva Cesar Gonçalves. ITINERÁRIO PEDAGÓGICO ? ESTUDO DO IMPACTO SOBRE AS PROFICIÊNCIAS DOS ALUNOS NAS AVALIAÇÕES DA PROVINHA BRASIL. 2016. Dissertação (Mestrado em Métodos e Gestão em Avaliação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
MOREIRA,Emilia Addison Machado; VIEIRA, R. S.; BORGATTO, Adriano Ferreti; WAZLAWIK, E.; FAGUNDES, Regina Lúcia Martins. Participação em banca de Juliana de Abreu Gonçalves. Cárie Dental no Âmbito Familiar: Associações com o Estado Nutricional em Três Gerações. 2015. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
VARGAS, Vera Carmo Comparsi de; TRIERWEILLER, Andrea Cristina; Borgatto, Adriano Ferreti; BARBETTA, Pedro Alberto. Participação em banca de Carolina Aguiar dos Santos Vivian. Avaliação da Qualidade de Vida em Países: Estudo realizado a partir da Análise Fatorial Exploratória. 2014. Dissertação (Mestrado em ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
BORNIA, Antonio Cezar; TRIERWEILLER, Andrea Cristina; Borgatto, Adriano Ferreti; TEZZA, Rafael; PACHECO JUNIOR, W.. Participação em banca de Michele Hartmann Feyh Afonso. Motivação para a adoção de hábitos de vida ambientais: uma escala de mensuração através da teoria da resposta ao item. 2013. Dissertação (Mestrado em ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
BORNIA, Antonio Cezar; BORGATTO, Adriano Ferreti; LEZANA, Alvaro Guilhermo Rojas; ANDRADE, Dalton Francisco de. Participação em banca de Luciano Ricardo Rath Alves. Desenvolvimento de uma Escala para Medir Potencial Empreendedor por meio da Teoria da Resposta ao Item. 2011. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
NASCIMENTO, Juarez Vieira; SONOO, Christi Noriko; BORGATTO, Adriano Ferreti; FARIAS, Sidney Ferreira. Participação em banca de Hudson de Resende Moreira. Qualidade de vida do trabalho docente em Educação Física do magistério público estadual do Paraná. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
ANDRADE, Dalton Francisco de; BORNIA, Antonio Cezar; BORGATTO, Adriano Ferreti; PACHECO JUNIOR, W.. Participação em banca de Alceu Balbim Júnior. Avaliação da Satisfação de Clientes de Bancos Comerciais Utilizando a Teoria da Resposta ao Item. 2010. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
BORGATTO, Adriano Ferreti; NASCIMENTO, Juarez Vieira; FARIAS, Sidney Ferreira; PEREIRA, Flávio Medeiros. Participação em banca de Jorge Both. Qualidade de Vida na Carreira Docente em Educação Física no Magistério Público Estadual de Santa Catarina. 2008 - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
COELHO, Antonio Sergio; BORGATTO, Adriano Ferreti; KONRATH, Andrea; SOUZA, G. P.. Participação em banca de Glênio Magagnin. Estudo da Demanda Internacional de Carne de Frango Produzida no Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
BARBETTA, Pedro Alberto; BORGATTO, Adriano Ferreti; RODRIGUEZ, C. M. T.; MIRANDA, R. G.. Participação em banca de Leandro Callegari Coelho. Utilização de Modelos de Suavização Exponencial para Previsão de Demanda com Gráficos de Controle Combinados Shewhart-Cusum. 2008. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
BARBOSA, Aline Rodrigues; MARUCCI, M. F. N.; BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Raildo da Silva Coqueiro. Perfil antropométrico de idosos de Havana (Cuba) e associação entre estado nutricional e fatores sócio-demográficos, estilo de vida, morbidades e hospitalização. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
ANDRADE, Dalton Francisco de; BARBETTA, Pedro Alberto; OGLIARI, Paulo José; BARROSO, Lúcia Pereira; BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Jeovani Schmitt. Pré-Processamento para Mineração de Dados: Uso da Análise de Componentes Principais com Escalonamento Ótimo. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciências da Computação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
ANDRADE, Dalton Francisco de; SOUSA, E. C.; CAMARGO, G. P. Q. P.; BORGATTO, Adriano Ferreti; COELHO, Antonio Sergio; NUNES, C. H. S. S.. Participação em banca de Sonia Ferreira Lopes Toffoli. Avaliações em Larga Escala com Itens de Respostas Construídas no Contexto do Modelo Multifacetas de Rasch. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia de Produção & Sistemas - PPGEPS/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
ZOCCHI, Silvio Sandoval; LIMA, César Gonçalves; SILVEIRA, Liciana Vaz de Arruda; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges; Borgatto, Adriano Ferreti. Participação em banca de Ezequiel Abraham López Bautista. Modelos lineares mistos e generalizados mistos em estudos de adaptação local e plasticidade fenotípica de Euterpe edulis. 2014. Tese (Doutorado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agronômica)) - Universidade de São Paulo.

3.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Edy Célia Coelho. Teoria da resposta ao item: desafios e perspectivas em exame multidisciplinar. 2014.

4.
SANTOS, S. G.; NOBREGA, O. T.; ANDRADE, F. M.; LOPES, Adair da Silva; BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Andreia Pelegrini. Prevalência de Fatores de Risco Cardiovasculares em Adolescentes e Associação da Lipemia Sérica com a Variabilidade nos Polimorfismos dos genes APOA5 e APOB, composição corporal e aptidão cardiorrespiratória em adolescentes e pais. 2011. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
BORNIA, Antonio Cezar; FARIA, A. C.; TAVARES, Heliton Ribeiro; BORGATTO, Adriano Ferreti; RODRIGUEZ, C. M. T.; ANDRADE, Dalton Francisco de. Participação em banca de Ivan Henrique Vey. Desempenho Logístico no Serviço ao Cliente baseada na Teoria da Resposta ao Item. 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia de Produção & Sistemas - PPGEPS/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
COELHO, Antonio Sergio; WERNER, L.; VIEIRA, W.; BORGATTO, Adriano Ferreti; BARBEJAT, M. E. R. P.. Participação em banca de Gueibe Peres Souza. Método para Estruturar a Integração de Previsões Utilizando a Técnica Delphi. 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia de Produção & Sistemas - PPGEPS/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, Dalton Francisco de; SOUZA, Adriano Mendonça; BRASIL, Gutemberg Hespanha; BARBETTA, Pedro Alberto; ROCHA, Rubson. Participação em banca de Manoel Domingos Filho. Construção de gráficos de controle utilizando modelos de calibração absoluta com erros nas variáveis. 2007. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia de Produção & Sistemas - PPGEPS/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
OGLIARI, Paulo José; CORDEIRO, Gauss Moutinho; BARBETTA, Pedro Alberto; BARROSO, Lucia Pereira; BOTTER, Denise Aparecida; SAMOHYL, Robert Wayne; BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Rosangela Getirana Santana. Matriz de Covariância Corrigida para os Modelos Não-Lineares da Família Exponencial. 2005. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia de Produção & Sistemas - PPGEPS/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
OGLIARI, Paulo José; CORDEIRO, Gauss Moutinho; BARBETTA, Pedro Alberto; BARROSO, Lucia Pereira; BOTTER, Denise Aparecida; SAMOHYL, Robert Wayne; BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Margareth Cizuka Toyama Udo. Melhoria dos Estimadores de Máxima Verossimilhança dos Submodelos Não-lineares da Família Exponencial de Dispersão. 2005. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia de Produção & Sistemas - PPGEPS/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Maiara Brusco de Freitas. Resposta inflamatória das crianças e adolescentes com fibrose cística suplementadas com simbiótico. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, Dalton Francisco de; NUNES, CARLOS; BORNIA, Antonio Cezar. Participação em banca de Debora Spenassato. Desenvolvimento de uma sistemática para manutenção do banco de itens para testes adaptativos computadorizados aplicados em avaliações de alto risco. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
MERINO, E. A. D.; MORO, A. R. P.; BORGATTO, Adriano Ferreti; CHEREM, A. J.; SARDA JUNIOR, J. J.; SANTOS, S. G.. Participação em banca de Susane Graup. Epidemiologia das Doenças Ocupacionais de Origem Músculoesquelética no Brasil. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Engenharia de Produção & Sistemas - PPGEPS/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
BORGATTO, Adriano Ferreti; MEURER, Roberto; ABREU, Aline França de; LEZANA, Alvaro Guilhermo Rojas; SEIBEL, Silene; SAMOHYL, Robert Wayne. Participação em banca de Gueibe Peres Souza. Um método estruturado para integrar previsões objetivas e subjetivas utilizando a técnica Delphi. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
BORGATTO, Adriano Ferreti; MEURER, Roberto; COELHO, Antonio Sergio; BARBETTA, Pedro Alberto; KRAUS JR, Werner; SAMOHYL, Robert Wayne. Participação em banca de Rodrigo Gabriel de Miranda. Estudo da Estabilidade de Modelos de Suavização Exponencial com Dupla Sazonalidade. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
BORNIA, Antonio Cezar; BORGATTO, Adriano Ferreti; ANDRADE, Dalton Francisco de; OGLIARI, Paulo José; BARBETTA, Pedro Alberto. Participação em banca de Manoel Domingos Filho. Construção de Gráficos de Controle para o Modelo de Calibração Absoluta com Errsos nas Variáveis. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Mestrado
1.
Borgatto, Adriano Ferreti. Participação em banca de Allana Alexandre Cardoso. Qualidade de vida e fatores associados em bailarinos profissionais de dança de salão no Brasil. 2016.

2.
BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Nycolle Martins Reis. Bailarinos profissionais de ballet clássico e dança contemporânea: relação entre transtornos alimentares e fatores associados. 2016.

3.
MOREIRA,Emilia Addison Machado; Borgatto, Adriano Ferreti; FAGUNDES, Regina Lúcia Martins; BATISTA, Sônia Maria de Medeiros. Participação em banca de Juliana de Abreu Gonçalves. Cárie dental no âmbito familiar: associação com indicadores antropométricos e composição corporal. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
von WANGENHEIM, Christiane Gresse; NUNES, Juliana Vargas; Borgatto, Adriano Ferreti. Participação em banca de Rafael Faccio.Validação de heurística de usabilidade para celulares touchscreen por meio de testes de usabilidade. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Sistema de Informação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
von WANGENHEIM, Christiane Gresse; NUNES, Juliana Vargas; Borgatto, Adriano Ferreti. Participação em banca de Rafael José de Oliveira.Proposta de um novo questionário padronizado para medir satisfação dos usuários de sistema de software. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Sistema de Informação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
von WANGENHEIM, Christiane Gresse; NUNES, Juliana Vargas; Borgatto, Adriano Ferreti. Participação em banca de Ariane Talita Witt.Aplicação da técnica de estatística Response Item Theory para avaliar um conjunto de heurística de usabilidade para dispositivos celulares touchscreen. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Sistema de Informação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Outros tipos
1.
ANDRADE, Dalton Franciso de; OGLIARI, Paulo José; BARBETTA, Pedro Alberto; BORGATTO, Adriano Ferreti. Participação em banca de Jeovani Schmitt. Metodologia pra Pré-Processamento em Mineração de Componentes Principais com Escalonamento Ótimo. 2005. Outra participação, Universidade Federal de Santa Catarina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
DIAS, Carlos Tadeu dos Santos; ORTEGA, Edwin Moisés Marcos; MALHEIROS, Euclides Braga; BORGATTO, Adriano Ferreti; LIMA, César Gonçalves. Provimento no Cargo de Professor Doutor de Ensino Superior em Estatística. 2011. Universidade de São Paulo.

2.
LINO, M. R. O.; BORGATTO, Adriano Ferreti; OGLIARI, Paulo José; GIOLO, S. R.; MOTA, J. M. A.. Provimento no Cargo de Professor Doutor de Ensino Superior em Estatística. 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
COSTA, Silvano César da; MESSETTIi, Ana Vergínia Libos; BORGATTO, Adriano Ferreti. Provimento no Cargo de Professor de Ensino Superior. 2011. Universidade Estadual de Londrina.

4.
COSTA, Silvano César da; MATSUO, T.; BORGATTO, Adriano Ferreti. Provimento no Cargo de Professor de Ensino Superior. 2010. Universidade Estadual de Londrina.

5.
LINO, M. R. O.; KOMOSINSKI, L. J.; ROSA, M.; BORGATTO, Adriano Ferreti; BORATTI, I. C.. Campo de conhecimento: Informática Básica e Estatística Básica. 2009. Universidade Federal da Fronteira Sul.

6.
MELEM, V. M.; BORGATTO, Adriano Ferreti; STRAPASSON, E.. Provimento no Cargo de Professor de Ensino Superior. 2008. Universidade Estadual de Londrina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIII Reunião da ABAVE. Características psicométricas de uma medida de nível socioeconômico do ENEM - um indicador contextual educacional. 2015. (Congresso).

2.
21o SINAPE.Criação de uma escala para medir satisfação de funcionários de hospitais públicos no Brasil. 2014. (Simpósio).

3.
13a Escola de Modelos de Regressão. O impacto nas estimativas das habilidades em provas com diferente grau de dificuldade. 2013. (Congresso).

4.
III CONBRATRI. Vestibular Fuvest 2012: uma abordagem sob o enfoque da TRI. 2013. (Congresso).

5.
VII Reunião da ABAVE. Estudo do Grau de Dificuldade dos Cadernos de Prova de Matemática do 5o ano do Ensino Fundamental. 2013. (Congresso).

6.
54a RBRAS e 13o SEAGRO. Análise Bi-Fatorial de Informação Completa: uma aplicação em medida de estilo de vida. 2009. (Congresso).

7.
XVIII Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística.Análise Fatorial de Informação Completa para Dados Ordinais num Instrumento de Qualidade de Vida no Trabalho. 2008. (Simpósio).

8.
XXIVth International Biometric Conference. 2008. (Congresso).

9.
10a Escola de Modelos de Regressão. Uma análise Bayesiana para Dados de Contagens Longitudinais com Excesso de Zeros. 2007. (Congresso).

10.
52a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria (RBRAS) e 12o Simpósio de Estatística Aplicada à Experimentação Agronômica (SEAGRO). Análise de dados categorizados com medidas repetidas para detectar bactérias em produtos alimentícios. 2007. (Congresso).

11.
Encontro Brasileiro de Estatística Bayesiana.8o Encontro Brasileiro de Estatística Bayesiana. 2006. (Encontro).

12.
Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 51a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 2006. (Congresso).

13.
Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria. 50a Região Brasileira da Sociedade Internacional da Biometria (RBRAS) e 11o Simpósio de Estatística Aplicada à Experimentação Agronômica (SEAGRO). 2005. (Congresso).

14.
XXI Semana da Matemática.XXI Semana da Matemática. 2005. (Outra).

15.
RBRAS. 49a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 2004. (Congresso).

16.
Curso.Introdução à Análise de Sobrevivência. 2003. (Outra).

17.
Escola de Modelos e Regressão. 8a Escola de Modelos e Regressão. 2003. (Congresso).

18.
Minicurso.Estimating Function and Longitudinal Data Analysis. 2003. (Outra).

19.
Minicurso.Randomization-based Anova and its Applications to Multiphase Experiments. 2003. (Outra).

20.
RBRAS. 48a Reunião Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 2003. (Congresso).

21.
SEAGRO.10o Simpósio de Estatística Aplicada à Experimentação Agronômica. 2003. (Simpósio).

22.
Curso Extracurricular.Palestra - Bootstrapping Dependent Data. 2001. (Seminário).

23.
RBRAS. 46a Reunião Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 2001. (Congresso).

24.
SEAGRO.9o Simpósio de Estatística Aplicada à Experimentação Agronômica. 2001. (Simpósio).

25.
.Análise de Intervenção em Séries Temporais - Aplicações em transporte urbano. 2000. (Seminário).

26.
.Ciclo de Estudos de Séries Temporais e Aplicações. 2000. (Encontro).

27.
.Programa de Verão - Introdução ao Latex. 2000. (Outra).

28.
RBRAS. 45a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 2000. (Congresso).

29.
SINAPE.14o Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística. 2000. (Simpósio).

30.
.Análise de Intervenção. 1999. (Seminário).

31.
.Curso Extracurricular - Simulação em SAS. 1999. (Outra).

32.
Minicurso.Introdução aos Modelos de Regressão Não-Linear. 1999. (Outra).

33.
Minicurso.Análise Bayesiana de dados discretos. 1999. (Outra).

34.
RBRAS. 44a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 1999. (Congresso).

35.
SEAGRO.8o Simpósio de Estatística Aplicada à Experimentação Agronômica. 1999. (Simpósio).

36.
RBRAS. 43a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 1998. (Congresso).

37.
.1a Semana da Estatística. 1997. (Encontro).

38.
RBRAS. 39a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria. 1994. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FERRETI BORGATTO, ADRIANO. VI CONBRATRI ? Métodos para Detecção de Fraudes em Testes. 2018. (Congresso).

2.
Borgatto, Adriano Ferreti. Comissão Científica. 2013. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Gabrielli Thais De Mello. À definir. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Margarethe Thaisi Garro Knebel. À definir. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Hudson de Resende Moreira. ESTUDO LONGITUDINAL DO BEM ESTAR DO TRABALHADOR DOCENTE EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA REGIÃO SUL DO BRASIL UTILIZANDO A TEORIA DA RESPOSTA AO ITEM. Início: 2016. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Roger Lima Scherer. PROMOÇÃO DE SAÚDE PARA ADULTOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: UMA EXPERIÊNCIA METODOLÓGICA NA GRANDE FLORIANÓPOLIS. Início: 2016. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

3.
Pablo Magno da Silveira. Adaptação Transcultural do Kidscreen 27 para o Brasil ? Questionário de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde. Início: 2015. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Suellen Mary Koch Fachinetto. Estudo comparativo entre o público EJA e o público regular, utilizando a análise do funcionamento diferencial do item (DIF) na área de Ciências da Natureza a partir dos dados do ENEM. 2015. Dissertação (Mestrado em Métodos e Gestão em Avaliação) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Adriano Ferreti Borgatto.

2.
Wagner Testa. CRIAÇÃO DE UMA ESCALA DA QUALIDADE DE VIDA PARA PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA POR MEIO DA TEORIA DA RESPOSTA AO ITEM. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

3.
Diego Eller Gomes. Criação de uma escala para medir a percepção de funcionários de hospitais universitários no Brasil quanto ao ambiente organizacional. 2014. Dissertação (Mestrado em Métodos e Gestão em Avaliação) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

4.
Pablo Magno da Silveira. CRIAÇÃO DE UM ÍNDICE DE PERCEPÇÃO DE SAÚDE POR MEIO DA TEORIA DA RESPOSTA AO ITEM E FATORES ASSOCIADOS EM TRABALHADORES BRASILEIROS. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

5.
Gabriela Thamara de Freitas Barros. Uma proposta de medida contextual: Indicador de Nível Socioeconômico. 2014. Dissertação (Mestrado em Métodos e Gestão em Avaliação) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

6.
Paulo Augusto da Costa Silva. A definir. 2014. Dissertação (Mestrado em Métodos e Gestão em Avaliação) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

7.
Kátia Neves Pedroza. A definir. 2014. Dissertação (Mestrado em Métodos e Gestão em Avaliação) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

8.
Bruno Morbeck de Queiroz. EFEITO DO TREINAMENTO COM EXERGAMES XBOX 360 E DO EXERCÍCIO FÍSICO AERÓBIO NO DESEMPENHO MOTOR EM IDOSOS. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

9.
Jorge Both. Qualidade de vida na carreira docente em educação física do magistério público estadual de Santa Catarina. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Adriano Ferreti Borgatto.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Patricia Rosana Moreno Pátaro. Estudo dos ganhos do conhecimento matemático dos alunos do curso de licenciatura em matemática da Universidade Estadual de Londrina, do concurso vestibular ao término do segundo ano de curso. 2005. 48 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Estatística) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.

2.
Sueli da Silva Nicolau Casarotto. Comparação do aprendizado em crianças de quinta série que utilizam salas de apoio e salas convencionais. 2005. 74 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Estatística) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Adriano Ferreti Borgatto.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 11:24:43