Carla de Abreu D'Aquino

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2985844036086302
  • Última atualização do currículo em 26/09/2018


Possui graduação em Oceanografia pela Universidade do Vale do Itajaí (2000), mestrado em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003) e doutorado em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010). Atualmente é professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando no curso de grduação em Engenharia de energia. Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Energia e Sustentabilidade (PPGES/UFSC). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Oceanografia Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Hidrodinâmica costeira e estuarina, potencial energético associado as energias renováveis disponíveis na zona costeira. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Carla de Abreu D'Aquino
Nome em citações bibliográficas
D'AQUINO, C. A.;D'AQUINO, Carla de Abreu;D'alquino, Carla

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Araranguá.
Rodovia Jorge Lacerda, km 35,4
Jardim das Avenidas
88900000 - Araranguá, SC - Brasil
Telefone: (48) 37216448


Formação acadêmica/titulação


2006 - 2010
Doutorado em Geociências.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Processos de Transporte e Retenção de Sedimentos Finos em Estuários dominados por Rios., Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Carlos Augusto França Schettini.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: estuarios; transporte de sedimentos.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Física.
2001 - 2003
Mestrado em Geociências.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: APLICAÇÃO DO MODELO NUMERICO GENESISI NAS PRAIAS DE TRAMANDAI E IMBÉ - RS.,Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Elírio Ernestino Toldo Junior.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Modelagem; linha de praia.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1996 - 2000
Graduação em Oceanografia.
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
Título: Papel das ondas e correntes na remobilização de sedimentos finos em zonas de cultivo de moluscos marinhos..
Orientador: Carlos Augusto França Schettini.
Bolsista do(a): Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.


Pós-doutorado


2010 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra


Formação Complementar


2010 - 2010
Formação continuada para Docentes. (Carga horária: 16h).
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
2009 - 2009
Formação continuada para Docentes. (Carga horária: 8h).
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
2006 - 2006
Princípios de Oceanografia Costeira. (Carga horária: 8h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2005 - 2005
Sedimentos Finos em estuários e águas costeiras. (Carga horária: 32h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2001 - 2001
An Introduction to sediment dynamics. (Carga horária: 40h).
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
2001 - 2001
Initiation, Dynamics and Geomorphology of Coastal. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2000 - 2000
Beach and Barrier Morphodynamics: applications. (Carga horária: 20h).
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
1997 - 1997
Estuários Hidrodinâmica e Poluição. (Carga horária: 20h).
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 40
Outras informações
Execução das campanhas de campo na Praia do Cassino nos meses de março a setembro


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Bolsista DTI, Enquadramento Funcional: Bolsista RHAE-CNPq, Carga horária: 40
Outras informações
Projeto: Monitoramento ambiental e atividades de perfuração exploratória marítima - MAPEM.


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Auxiliar, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Bolsista de Pós-Doutorado, Enquadramento Funcional: Bolsista, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participante do Projeto REUNI, junto a linha de pesquisa CNPq Oceanografia Costeira e Geologia Marinha. Vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Geografia, UFSC.

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Vinculado ao Departamento de Engenharia Sanitário e Ambiental. Ministrando as disciplinas de Oceanografia Física Descritiva e Análise de séries Temporais (curso de Oceanografia), Hidráulica Marítima (Engenharia Sanitária e Ambiental), ambas vinculadas ao Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental - ENS/UFSC.

Atividades

08/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Campus Araranguá, .

08/2013 - Atual
Ensino, Engenharia de Energia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Atmosfera
Oceanografia
11/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório de Oceanografia Costeira - LOC, .


Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: terceirizado, Enquadramento Funcional: pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Prestador de serviços contratado pela enpresa ONSET tecnologia.


Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Orista, Carga horária: 3
Outras informações
Disciplina ministrada: Oceanografia Física Descritiva.

Vínculo institucional

2006 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnica de Projeto, Carga horária: 37

Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Prestador de serviço, Enquadramento Funcional: Serviço Técnico especializado, Carga horária: 40

Atividades

03/2009 - 12/2010
Ensino, Oceanografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Oceanografia Física Descritiva
03/2006 - 02/2010
Serviços técnicos especializados , Centro de Educação de Ciências Tecnológicas, da Terra e do Mar, Laboratorio de Oceanografia Física.

Serviço realizado
execução de projetos.


Linhas de pesquisa


1.
Oceanografia Costeira e Geologia Marinha

Objetivo: Segue as metas principais do Grupo de pesquisa CNPq..
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
2.
Hidrodinâmica costeira e estuarina

Objetivo: Analisar o transporte de sedimentos proveniente da bacia hidrográfica, sua passagem pela região estuarina e sua exportação para o oceano adjacente. Inclui estudos hidrológicos, hidrodinâmicos e sedimentológicos na bacia hidrográfica e zona costeira adjacente. Estudos iniciados através do grupo de pesquisa Bacia Hidrográfica, Zona Costeira e potencial energético da UFSC, no campus de Araranguá..
Palavras-chave: marés; correntes; transporte de sedimentos.
3.
Potencial energético da zona costeira

Objetivo: Objetiva estudar e definir o potencial energético das ondas, correntes e vento na região costeira do Sul do Brasil. Investigar os principais dispositivos que podem ser utilizados para conversão em energia elétrica e estudar a possibilidade de complementaridade entre as energias renováveis disponíveis..
Palavras-chave: ondas; energia; coluna de água oscilante; potencial eólico.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
SisMoRA: Sistema de Monitoramento do Rio Araranguá
Descrição: O Rio Araranguá é formado pela junção dos rios Itoupava e Mãe Luzia, possui uma vazão media de 53 m3.s-1, apresenta orientação geral leste-oeste, sinuosidades do tipo meandrante e na foz desloca-se para nordeste paralelamente a linha de costa por cerca de 7 km antes de desaguar no mar. Próximo a foz a principal atividade desenvolvida é a pesca. O canal apresenta um fundo irregular, sendo que ao longo do seu talvegue, o rio Araranguá apresenta uma profundidade média de aproximadamente 7,5 m, variando da mínima de 2,5 m próximo da desembocadura até a máxima de quase 12 m, localizado 30 km a montante (D?Aquino, et al 2010). Segundo Epagri (2011) a salinidade da água de irrigação aumenta o potencial osmótico e reduz o potencial hídrico, dificultando a absorção de água pelas plantas. Altas concentrações de sais na água de irrigação podem causar toxidez às plantas. O arroz irrigado possui uma tolerância moderada a salinidade, sendo a sua produtividade influenciada pelo seu grau na água. Conforme MEC (1987), estima-se uma redução na produção de 0, 10, 25, e 50% para condutividades elétricas de 0 a 2 de 2,1 a 2,6 de 2,7 a 3,4 e de 3,5 a 4,8 mmhos/cm, respectivamente. A cultura do arroz irrigado se comporta menos tolerante a salinidade na fase inicial e na reprodutiva e moderadamente tolerante nas fases intermediárias de seu desenvolvimento. Em parecer sobre a salinidade do rio Araranguá a EPAGRI, 2011, aponta diversas soluções para o problema, entre elas: " Monitoramento Climático: Monitorar continuamente a vazão do Rio e a condutividade elétrica da água e previsão do tempo, associado a um processo eficiente de comunicação, contribuirão no processo preventivo para evitar graves danos aos produtores". Dessa forma, acredita-se que o monitoramento das condições de salinidade e ph na porção do baixo e médio estuário do rio Araranguá possa favorecer o planejamento para irrigação, evitando a retirada de água do rio quando a mesma não apresenta os índices necessários ao cultivo. O monitoramento deve ser sistemático e automatizado, levando aos agricultores independentes, empresários e cooperados a informação da posição da cunha salina do estuário e da profundidade de presença do sal. O presente projeto prevê o desenvolvimento de uma plataforma para o monitoramento das condições fisico-químicas do rio Araranguá, em termos de salinidade, pH e temperatura da água. Portanto, serão necessários sensores de coleta de dados, redes de sensores para a transmissão dos dados e posteriormente armazenamento, processamento e sincronização dos dados com um dispositivo móvel. A relevância científica está na proposta de solução do problema, considerado que é um ambiente de larga escala. Uma das questões relevantes a investigar são os diferentes tipos de redes sem fio para a transmissão dos dados do Rio até o servidor na UFSC Araranguá, e consequentemente a sincronização com os dispositivos móveis dos interessados. Destaca-se que redes de sensores sem fio (RSSF) são sistemas distribuídos complexos, sobretudo quando empregados para uso em problemas de longa distância, como é o caso apresentado no presente projeto. Definições a respeito dos recursos empregados, as topologias mais adequadas para realizar a monitoração, testes de alcance e armazenamento das informações, configuração e pesquisa de questões de segurança, destacam-se como interesses de pesquisa associados com o trabalho proposto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Integrante / Analucia Schiaffino Morales - Coordenador / Ricardo Alexandre Reinaldo de Moraes - Integrante / Marcelo Daniel Berejuck - Integrante / Tiago Oliveira Weber - Integrante.
2017 - Atual
Monitoramento do Oceano e Atmosfera para pesquisas do Clima, Energia e Sustentabilidade (Projeto PLATAFORMA)
Descrição: A região onde está inserida a plataforma de pesca Entremares, no municipio de Balneario Arroio do Silva, apresenta uma localização privilegiada em termos de incidência de ondas e ventos. Essa estrutura representa uma oportunidade para medições de condições de vento offshore, próximas a costa, com segurança e qualidade, bem como de outros parâmetros meteorológicos e oceanográficos. Os dados ambientais coletados nesse local podem dar suporte a diversos projetos de pesquisa e monitoramento, favorecendo não só o desenvolvimento científico e tecnológico, como fomentando ações de extensão e interação com a comunidade. Assim, essa estrutura física representa uma oportunidade de baixo custo para instalação e manutenção de uma base avançada de monitoramento do Oceano e Atmosfera (BOOA). O projeto de pesquisa proposto irá dar suporte ao processo de convênio entre a UFSC e a plataforma de pesca Entremares, onde atualmente já se encontra em operação uma BOOA. O objetivo geral é realizar medições do oceano e atmosfera de longo prazo como subsídio à pesquisas científicas e a atividades de extensão nas áreas de educação ambiental, educação tecnológica e cursos técnicos de meteorologia e ciências ambientais. O plano de trabalho se resume ao uso deste espaço em diferentes atividades relacionadas a pesquisa, ao ensino e a extensão universitária. Principalmente no que tange a coleta e analise de dados ambientais, as fontes renováveis de energia e seu aproveitamento, a sustentabilidade dos oceanos, interação oceano atmosfera, desenvolvimento tecnológico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador / Antonio F. H. Fetter - Integrante / César Cataldo Scharlau - Integrante / Felipe Mendonça Pimenta - Integrante / Luciano Lopes Pfitscher - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1
2014 - 2018
Mapeamento da Camada Limite Atmosférica Continental e Oceânica Através da Tecnologia Lidar em Movimento (PROJETO MOVLIDAR)
Descrição: Este projeto irá desenvolver um método inédito de medição que possibilitará o mapeamento espacial da camada limite atmosférica e do potencial eólico continental e offshore. A proposta envolve inovação tecnológica, pesquisa científica e formação de recursos humanos. Para tanto, iremos instalar um sensor LIDAR sobre uma plataforma em movimento e integrá-lo a sensores de inclinação e posição geográfica. O processamento destes dados irá fornecer perfis verticais de vento georreferenciados. Tais medições serão complementadas com um ano de observações realizadas por uma estação meteorológica e um LIDAR fixo instalado em um container. A região de estudo refere-se a Fazenda Estância do Cassino, RS, a qual está situada em um dos locais de maior potencial eólico do Brasil. Os resultados da pesquisa irão possibilitar o treinamento de alunos e o desenvolvimento desta tecnologia junto à empresas, gerando um sistema avançado para a avaliação dos recursos eólicos. O sistema irá possibilitar descrever a estrutura dos campos de ventos em regiões de terreno complexo. Também irá permitir a geração de futuros bancos de dados offshore, através da instalação de LIDARs em navios de pesquisa e de oportunidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Integrante / Felipe Mendonça Pimenta - Coordenador / Antônio Fernando Harter Fetter Filho - Integrante.
2013 - 2016
Estudo experimental do potencial das ondas para geração de energia elétrica num píer de pesca no Sul de Santa Catarina, Brasil
Descrição: Objetivo geral: investigar o potencial energético de ondas na região costeira de Balneário Arroio do Silva e simular o aproveitamento desta energia através de uma coluna de água oscilante..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador / César Cataldo Scharlau - Integrante / Luciano Pfitscher - Integrante / Raffaela Zandomenego - Integrante / Nágila Lucietti Schmidt - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 3
2012 - 2014
ANÁLISE ESPACIAL INTEGRADA DE DADOS OCEANOGRÁFICOS E SEDIMENTOLÓGICOS DOS ESTUÁRIOS DE SANTA CATARINA
Descrição: Objetivo Geral: Aplicar técnicas de análise espacial, a partir da integração de dados sedimentológicos, oceanográficos e hidrodinâmicos dos sistemas estuarinos de Santa Catarina em um Sistema de Informações Geográfica (SIG), visando a identificação de padrões regionais de distribuição sedimentar e alcance da cunha salina..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
DESENVOLVIMENTO DE PROTOCOLOS E ROTEIROS DE ATIVIDADES PRÁTICAS E SAIDAS DE CAMPO PARA DISCIPLINAS DE GEOGRAFIA E OCEANOGRAFIA SOB RESPONSABILIDADE DA LINHA DE PESQUISA EM OCEANOGRAFIA COSTEIRA E GEOLOGIA MARINHA DA UFSC
Descrição: 2. OBJETIVOS Desenvolver protocolos e roteiros para as aulas práticas e saídas de campo de algumas das disciplinas de graduação em Geografia e Oceanografia vinculadas à linha de pesquisa Oceanografia Costeira e Geologia Marinha do programa de Pós-Graduação em Geografia da UFSC. 2.1. Objetivos específicos ? Relacionar os métodos analíticos e softwares aplicados nas aulas práticas das disciplinas e fazer um levantamento das eventuais necessidades de infra-estrutura, material de consumo e bibliográfico, buscando soluções para atualização/otimização dos mesmos; ? Avaliar a possibilidade de uniformizar os métodos de coleta e de análise laboratorial adotados em comum pelas disciplinas e criar roteiros de estudo e protocolos analíticos; ? Elaborar um Guia Prático de Trabalho de Campo em Oceanografia, descrevendo o funcionamento e dicas de uso de alguns dos equipamentos disponíveis no Laboratório de Oceanografia Costeira (GPS, DGPS, Ecossonda, CTD, sondas multiparâmetros, correntógrafo) ? Propor uma seleção das áreas mais propícias à realização de saídas de campo mediante a avaliação do potencial de exploração didática de suas características oceanográficas e da logística necessária para sua visitação (meio de acesso, adequação da embarcação, segurança do grupo, tempo e distância do ponto de interesse, compatibilidade entre os equipamentos disponíveis e os necessários para o levantamento adequado dos dados, material bibliográfico e cartográfico disponível, entre outros)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
IDENTIFICAÇÃO DA CUNHA SALINA NO ESTUÁRIO DO RIO ARARANGUÁ, SC
Descrição: O rio Araranguá sofre com atividades carboníferas e rizicultura, que influenciam na qualidade e disponibilidade da água. Em épocas de maré de sizígia, ocorre uma maior penetração da cunha salina estuário adentro que interferi na cultura do arroz irrigado. A região está passando por um processo de licenciamento ambiental visando a construção de molhes para fixação da desembocadura. O objetivo principal deste trabalho é saber qual o impacto da construção dos molhes no avanço da cunha salina estuário adentro. A partir da coleta de dados "in situ" sobre o avanço da cunha durante os períodos de maré de sizígia, um modelo 3D (Delft3D) no modo baroclínico será calibrado e validado, de forma a se obter uma resposta da penetração da cunha salina após a abertura dos molhes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador.Financiador(es): Universidade do Vale do Itajaí - Auxílio financeiro.
2005 - 2006
Wave attenuation on muddy bottoms - A multidisciplinary field study offshore Cassino beach, southern Brazil (FASE I).
Descrição: Objeto principal do projeto na fase I foi tentar observar a atenuação de ondas no fundo lamoso encontrado na praia do Cassino, RS..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Integrante / Susana B Vinzon - Coordenador.Financiador(es): Us Office Of Naval Research - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2017 - 2018
Desenvolvendo talentos em programação de sistemas computacionais e temas transversais
Descrição: O presente projeto tem como objetivo despertar o interesse dos alunos de engenharia pela área de desenvolvimento de novos produtos através da capacitação em programação. Com isto, pretende-se motivar os alunos das fases iniciais dos cursos de engenharia a atuar em projetos de extensão. Através deste, atender a comunidade no que tange o desenvolvimento de softwares e uso de ferramentas computacionais, aumentando o potencial da região para o desenvolvimento tecnológico..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Integrante / Analucia Schiaffino Morales - Coordenador / Fabrício de Oliveira Ourique - Integrante / Gustavo Medeiros de Araújo - Integrante / Ricardo Alexandre Reinaldo de Moraes - Integrante.
2017 - Atual
Percepção da comunidade do município de Araranguá quanto ao uso sustentável da região de ilhas, SC
Descrição: A cidade de Araranguá fica as margens do estuário do rio Araranguá e sua comunidade convive diariamente com os diferentes conflitos de uso deste ambiente. Araranguá registra um histórico de enchentes associadas ao extravasamento das águas do rio Araranguá de suas margens. A administração pública, motivada pelo anseio da comunidade em solucionar o problema, iniciou o processo para execução de uma obra de fixação da desembocadura do estuário do rio araranguá. Para tal, um EIA-RIMA foi contratado e, após sua conclusão, ficou determinado que a fixação da barra não representaria uma solução para o problema das cheias, além de trazer outros impactos para a região. Todo esse processo gerou muita expectativa e dúvida na comunidade, principalmente na região de Ilhas, a qual se encontra bastante próxima da desembocadura. Todo esse processo gerou muita expectativa e dúvida na comunidade, principalmente na região de Ilhas, a qual se encontra bastante próxima da desembocadura. Diante do exposto, pergunta-se qual a impressão da comunidade sobre o projeto de fixação da barra? Quais suas expectativas? Como a comunidade vê a vocação da região? Essa comunidade aceitaria receber um projeto de desenvolvimento sustentável? Além destas perguntas, outras em âmbito mais abrangente também surgiram e motivaram essa proposta de projeto de extensão: Qual a impressão dos moradores do município de Araranguá sobre as energias renováveis? Eles seriam favoráveis a implementação de um empreendimento deste tipo na região? Essa verificação torna-se relevante uma vez que, observa-se na região costeira grande incidência de ondas e ventos, indicados pelo tipo de ambiente costeiro e sua geomorfologia, pela presença de praias arenosas expostas, de uma desembocadura arenosa que migra conforme o transporte litorâneo de sedimentos e da presença de campo de duas. Assim, nesta proposta estamos interessados em entender o valor natural da região, a interação da população com o mesmo e o interesse da comunidade de Ilhas no desenvolvimento econômico, dentro do conceito de sustentabilidade. Para então, com base no exposto pela comunidade, transmitir conhecimento educando a comunidade para os conceitos de sustentabilidade, energias renováveis e importância da zona costeira. Este projeto tem como objetivo geral investigar a percepção da comunidade de ilhas no município de Araranguá quanto ao uso sustentável da região de Ilhas..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador / Chen Lin Sung - Integrante / Samanta da Costa Cristiano - Integrante / Thayse Hingst - Integrante.
2014 - 2016
CICLO DE PALESTRAS: A GEOCIÊNCIAS E A ENGENHARIA DE ENERGIA
Descrição: Este projeto tem como objetivo principal realizar palestras mensais abordando os seguintes temas: Geociências para a Energia de Energia; Engenharia de Energia Aplicada; Geociências de interesse da comunidade local e cientifica. E como objetivos específicos: a) levar para a comunidade civil, para os tomadores de decisão e demais interessados conhecimentos científicos dentro dos temas especificados; b) complementar o currículo do curso de engenharia de energia, disponibilizando para a comunidade acadêmica palestras que complementem as discussões de sala de aula e os aproximem da comunidade; c) fomentar a troca entre instituições de ensino, sociedade civil, ambientalistas, educadores e etc e a universidade;.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa.
2014 - 2015
A população de Balneário Arroio do Silva (SC) e o potencial para geração de energia elétrica na plataforma de pesca: educação, energia e eficiência energética
Descrição: O projeto tem como objetivo principal levantar o grau de informação/conhecimento da comunidade de Balneário Arroio do Silva e dos usuários da plataforma de pesca quanto às energias renováveis, a energia das ondas e sobre eficiência energética e informar/educar a população sobre esses temas. Como meta principal pretende-se preparar a comunidade para receber o projeto para conversão de energia das ondas em energia elétrica na plataforma de pesca..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador / Raffaela Zandomenego - Integrante / Nágila Lucietti Schmidt - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3
2012 - 2012
Curso de introdução ao MATLAB para análise de dados em Oceanografia
Descrição: A análise de dados em oceanografia é uma necessidade real e constante para a maioria dos profissionais da área. A ferramenta Matlab é um software que permite trabalhar os dados e gerar sua visualização facilitando a interpretação dos mesmos. Além disso, ele pode ser utilizado com uma ferramenta complementar, pois trabalha com grande quantidade de dados, sendo utilizado muitas vezes para preparar os dados como entrada para outros programas ou modelos. Dessa forma, o curso introdutório visa capacitar os alunos de graduação e pós-graduação no uso desta ferramenta de análise, melhorando suas possibilidades de inserção em estágios e futuramente no mercado de trabalho. O curso é um primeiro passo na direção do domínio da ferramenta, já que a mesma tem inúmeras aplicações, da engenharia elétrica a medicina, auxiliando o aluno na busca de informações complementares e fornecendo exercícios práticos..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador / Jarbas Bonetti - Integrante.
2012 - 2012
Curso de introdução ao MATLAB para análise de dados em Oceanografia
Descrição: Apresentar a ferramenta Matlab aos alunos de graduação e suas possibilidades dentro da oceanografia. Curso realizado comparte da XI SEPEX - Semana de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFSC..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (24) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Coordenador.
2005 - 2005
Mapeamento da sensibilidade ambiental ao óleo da Bacia Sedimentar marítima de Santos
Descrição: O projeto teve como objetivo principal reunir dados oceanográficos e meteorológicos já existentes para confecção de mapas de sensibilidade para região em enfoque (mais detalhes no site: www.dsr.inpe.br/projeto_saosantos).
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Integrante / Eliane C Truccolo - Coordenador.Financiador(es): Universidade do Vale do Itajaí - Cooperação.


Projetos de desenvolvimento


2002 - 2003
Estudo da influência das atividades do porto de Itajaí na qualidade ambiental do estuário do rio Itajaí-açu e da região marinha adjacente.
Descrição: Projeto de monitoramento das condições do canal de estuário do rio Itajaí-açu e região marinha adjacente através de campanhas de campo realizadas continuamente nas marés de sizígia e quadratura, com a utilização de ctd, turbidímetros, coletas de água e sedimentos..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Integrante / Carlos Augusto França Schettini - Coordenador.Financiador(es): Universidade do Vale do Itajaí - Auxílio financeiro.
2002 - 2003
Monitoramento Ambiental do Saco da Fazenda
Descrição: Monitoramento ambiental do saco da fazenda em Itajaí, através da coleta de água, sedimentos, perfilagem de ctd e turbidimetro.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Carla de Abreu D'Aquino - Integrante / Carlos Augusto França Schettini - Coordenador.Financiador(es): Universidade do Vale do Itajaí - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2011 - Atual
Periódico: Revista de Gestão Costeira Integrada
2011 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology (Impresso)
2017 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE RECURSOS HÍDRICOS


Revisor de projeto de fomento


2012 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Energia / Subárea: Fontes Renováveis de Energia.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Física/Especialidade: Processos Costeiros e Estuarinos.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SCHMIDT, N. L.2016SCHMIDT, N. L. ; ZANDOMENEGO, R. ; D'AQUINO, C. A. . A POPULAÇÃO DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA (SC) E O POTENCIAL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA RENOVÁVEL: EDUCAÇÃO, ENERGIA E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA.. Revista Brasileira de Energias Renováveis, v. 5, p. 181-203, 2016.

2.
D'AQUINO, C. A.2015D'AQUINO, C. A.; BONETTI, J. . ESTRATÉGIAS PARA O ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE ATIVIDADES PRÁTICAS E SAÍDAS DE CAMPO EM GEOCIÊNCIAS. REVISTA TERRAE DIDATICA, v. 11, p. 78-87, 2015.

3.
D'AQUINO, C. A.2011 D'AQUINO, C. A.; SILVA, L. F. ; COUCEIRO, M. A. A. ; PEREIRA, M. D. ; SCHETTINI, C. A. F. . Transporte de Sal e Hidrodinâmica do Estuário do Rio Tubarão ? SC, Brasil. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 16, p. 113-125, 2011.

4.
D'AQUINO, Carla de Abreu2011 D'AQUINO, Carla de Abreu; BARRETO, G. A. M. ; ANDRADE NETO, J.S. ; SCHETTINI, C. A. F. . Caracterização oceanográfica e do transporte de sedimentos em suspensão no estuário do Rio Mampituba, SC. Revista Brasileira de Geofísica (Impresso), v. 29, p. 217-230, 2011.

5.
BARRETO, G. A. M.2011BARRETO, G. A. M. ; D'AQUINO, C. A. ; SCHETTINI, C. A. F. . Transporte de sedimentos em suspensão em um estuário altamente estratificado sob condições de descarga fluvial transiente. Pesquisas em Geociências (UFRGS. Impresso), v. 38(3), p. 225-234, 2011.

6.
D'AQUINO, C. A.2010 D'AQUINO, C. A.; Pereira Filho, Jurandir ; SCHETTINI, C. A. F. . Fluvial modulation of hydrodynamics and salt transport in a highly stratified estuary. Brazilian Journal of Oceanography (Impresso), v. 58, p. 165-175, 2010.

7.
SCHETTINI, C. A. F.2006 SCHETTINI, C. A. F. ; D'AQUINO, C. A. ; CARVALHO, C.E.V. . Fine Sediment Dynamics Under Blue Mussel Aquaculture Plots in a Semi Sheltered Bight: The Armação do Itapocoroy, SC, Brazil.. Journal of Coastal Research, v. SI39, p. 1746-1751, 2006.

8.
D'AQUINO, C. A.;D'AQUINO, Carla de Abreu;D'alquino, Carla2006 D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. ; CARVALHO, C.E.V. . Dinâmica de sedimentos finos em zonas de cultivo de moluscos marinhos. Atlântica, v. 28, p. 103-116, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
José Gustavo N. de Abreu ; Leonardo Rörig ; Jurandir Pereira Filho ; D'AQUINO, C. A. ; Charrid Resgalla Jr. ; Valéria R. Bellotto ; Menezes, J.T. ; BURATO, D. S. ; VIVAN, J. M. ; NUNES, R. D. ; POLEZA, F. ; COSTODIO, P. F. S. . Monitoramento Ambiental do Rio Itajaí-açu na Área de Influencia do Porto de Itajaí/SC.. In: Eliana Beê Boldrini; Eduardo Vedor de Paula. (Org.). Gestão Ambiental Portuária: Subsídios para o Licenciamento das Dragagens. 1ed.Curitiba-PR: ADEMADAN, 2009, v. 1, p. 257-271.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BRUNA, B. P. D. ; D'AQUINO, Carla de Abreu . ESTUDO DA TRANSFERÊNCIA DE ENERGIA DO VENTO PARA AS ONDAS OCEÂNICAS DE SUPERFÍCIE NA REGIÃO COSTEIRA DO SUL DE SC, BRASIL: ANÁLISE ESTATÍSTICA TEMPORAL. In: 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul, 2016, Araranguá. Anais do 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul. Araranguá: IFSC, 2016. v. 1. p. 725-731.

2.
MORATELLI, S. ; D'AQUINO, Carla de Abreu . ANÁLISE EXPLORATÓRIA DOS DADOS DE VENTOS, ONDAS E RADIAÇÃO SOLAR PARA O FAROL DE SANTA MARTA. In: 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul, 2016, Araranguá. Anais do 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul. Araranguá: IFSC, 2016. v. 1. p. 739-745.

3.
MORAES, C. D. ; D'AQUINO, Carla de Abreu . AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL: UMA REVISÃO DA LITERATURA SOBRE AS PRINCIPAIS METODOLOGIAS. In: 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul, 2016, Araranguá. Anais do 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul. Araranguá: IFSC, 2016. v. 1. p. 762-770.

4.
VECCHIA, L. D. ; FARIAS, C. F. ; SCHARLAU, C. C. ; D'AQUINO, Carla de Abreu . MODELAGEM E DIMENSIONAMENTO DE UM SISTEMA DE GERA CÃO DE ENERGIA A PARTIR DAS ONDAS DO OCEANO. In: XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE AUTOMÁTICA - CBA 2016, 2016, Vitória. Anais do XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE AUTOMÁTICA. Vitória: UFES, 2016. v. 1. p. 750-755.

5.
ZANDOMENEGO, R. ; D'AQUINO, Carla de Abreu . POTENCIAL ENERGÉTICO E VIABILIDADE ECONÔMICA NA CONVERSÃO DE ENERGIA DAS ONDAS E SOLAR EM ENERGIA ELÉTRICA EM UMA PLATAFORMA DE PESCA. In: 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul, 2016, Araranguá. Anais do 5º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul. Ararangua: IFSC, 2016. v. 1. p. 544-551.

6.
VECCHIA, L. D. ; SCHARLAU, C. C. ; D'AQUINO, C. A. ; ANTUNES, V. ; PFITSCHER, L. L. . Modeling of Wave Energy Absorption: a Case Study for a Fishing Pier in Brazil. In: 50th International Universities Power Engineering Conference (UPEC 2015), 2015, Staffordshire. Proc. of Power Engineering Conference (UPEC), 2015 50th International Universities, 2015. v. 2015. p. 1-6.

7.
ZANDOMENEGO, R. ; SCHMIDT, N. L. ; D'AQUINO, C. A. . ESTIMATIVA DO POTENCIAL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM UMA PLATAFORMA DE PESCA NO SUL DE SANTA CATARINA. In: 4º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul, 2015, Santa Rosa do Sul. Anais do 4º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense, 2015. v. 1. p. 1-13.

8.
VECCHIA, L. D. ; SCHARLAU, C. C. ; D'AQUINO, C. A. ; PFITSCHER, L. L. . Modelagem e Simulação de um Sistema de Geração de Energia a Partir das Ondas em uma Plataforma de Pesca no Sul de Santa Catarina.. In: 4o Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense, 2015, Sombrio. Anais do 4o Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense, 2015. v. 1. p. 1-14.

9.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Sediment Transport Processes in micro tidal River Dominated Estuaries at Santa Catarina, Brazil. In: 17th Physics of Estuaries and Coastal Seas (PECS) conference, 2014, Porto de Galinhas. Proceedings of the 17th Physics of Estuaries and Coastal Seas (PECS) conference, Porto de Galinhas, Pernambuco, Brazil, 19?24 October 2014, 2014. v. 1.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
D'AQUINO, Carla de Abreu; SCHETTINI, Carlos A França . Estudo comparativo dos mecanismos de transporte advectivo de MPS nos estuários do Sul de Santa Catarina - Brasil. In: XIV Colacmar, 2011, Balneário Camboriu. Anais do XIV COLACMAR (CD_ROM), 2011. p. 1-3.

2.
COELHO, M. C. ; D'AQUINO, Carla de Abreu . Identificação da cunha salina no estuário do rio Araranguá, SC. In: XIV Colacmar, 2011, Balneário Camboriu. Anais do XIV COLACMAR (CD-ROM), 2011. p. 1-3.

3.
NASCIMENTO, L.V.R.P. ; SANTOS, R. ; CAMPOS, A. V. ; D'AQUINO, Carla de Abreu ; BONETTI, J. . Análise comparativa das características hidrológicas dos estuários dos rios Biguaçu e Cubatão - SC. In: XIV Colacmar, 2011, Balneário Camboriu. Anais do XIV COLACMAR (CD-ROM), 2011. p. 1-3.

4.
RIBEIRO, P.J.C. ; D'AQUINO, Carla de Abreu ; SCHETTINI, Carlos A França . Transporte e retenção de sedimentos finos no estuário do rio Tijucas - SC. In: XIV Colacmar, 2011, Balneário Camboriú. Anais do XIV COLACMAR (CD-ROM), 2011. p. 1-3.

5.
SCHETTINI, C. A. F. ; SPERB, ; D'AQUINO, C. A. ; ALMEIDA, D. ; FERREIRA, M. ; BUGHI, C.H. ; PEREIRA, L.F. . Monitoração da dragagem por injeção de água no Porto de Itajaí.. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2008, Fortaleza. Anais do ... (CD). Balneário Camboriú: Aoceano, 2008. v. 1.

6.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Resposta da estrutura estuarina do rio Araranguá a um evento hidrológico. In: XII Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar, 2007, Florianópolis. XII Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar, 2007. v. 1.

7.
D'AQUINO, C. A.; MELO FILHO, E. ; INNOCENTINI, Valdir . Avaliação do modelo WWATCH III no CPTEC para a região de Santa Catarina - comparação dos dados de bóia do ondógrafo da UFSC. In: II Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2005, Vitória. Anais CBO 2005, 2005.

8.
SCHETTINI, Carlos A França ; CARVALHO, Carlos Eduardo V ; Carla de Abreu D'Aquino . Dynamics Under Blue Mussel Aquaculture Plots in a Semi Sheltered Bight: The Armação do Itapocoroy, SC, Brazil. In: ICS (International Coastal symposium), 2004, Itapema. Anais, 2004. v. 1.

9.
D'AQUINO, C. A.; ROSAURO, N ; TOLDO JUNIOR, E E . Aplicação do modelo numérico gênesis nas praias de Tramandaí e Imbé, RS: primeira experiência.. In: VI Encontro Nacional de Engenharia de Sedimentos, 2004, Vitória. Impactos dos Sedimentos no Desenvolvimento Regional, 2004.

10.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Reflexão ótica em ambientes mixo-halinos: análise de erros. In: 3º Seminário sobre Ondas e Marés e 2º Simpósio sobre Engenharia Oceânica., 1999, Arraial do Cabo. Anais do III seminário sobre Ondas e Marés, 1999.

11.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Determinação de sedimentos em suspensão por reflexão ótica em ambientes mixo-halinos: análise de erros.. In: XI Semana Nacional de Oceanografia, 1998, Rio Grande. Oceanografia e suas interfaces. Rio Grande: FURG, 1998. v. 1. p. 372-373.

12.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Avaliação da taxa de sedimentação e ressuspensão na região de cultivo de moluscos da Enseada da Armação do Itapocoroy, Penha SC.. In: X Semana Nacional de Oceanografia., 1997, Itajaí. A Oceanografia Rumo ao Terceiro Milênio. Itajaí: Univali, 1997. v. 1. p. 472-474.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
D'AQUINO, Carla de Abreu; SCHMIDT, N. L. . THE SUSTAINABILITY OF THE POTENTIAL OF OCEAN RENEWABLE ELECTRICITY GENERATION: EDUCATION THE KEY OF FUTURE. In: Campus do Mar International Science Conference 2016, 2016, Vila Real, Protugal. Anais do Campus do Mar International Science Conference 2016, 2016. v. 1.

2.
PIMENTA, F. M. ; D'AQUINO, C. A. ; NASSIF, F. B. ; PIRES, C. H. M. ; RIBEIRO, F. . Potencial eólico e a estrutura da camada limite atmosférica na interface continente-oceano. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2016, Salvador. Anais do Congresso Brasileiro de Oceanografia 2016, 2016. v. 1. p. 1.

3.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Sediment Transport Processes In River Dominated Sub-Tropical Estuaries. In: European Geosciences Union General Assembly 2014, 2014, Vienna. Anais of the European Geosciences Union General Assembly 2014, 2014.

4.
SCHMIDT, N. L. ; ZANDOMENEGO, R. ; D'AQUINO, C. A. . A POPULAÇÃO DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA (SC) E O POTENCIAL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NA PLATAFORMA DE PESCA: EDUCAÇÃO, ENERGIA E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. In: 3º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul, 2014, Sombriu. Anais do 3º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense, 2014. v. 1. p. 1.

5.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. ; BARRETO, G. A. M. ; ANDRADE NETO, J.S. . HIDRODINÂMICA DO ESTUÁRIO DO RIO MAMPITUBA, SC.. In: IV Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2008, São Paulo. Mudançcas Ambientais: Cenários e Adaptações. São Paulo: Editora da USP, 2008. v. 1.

6.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. ; Mariana Afonso Abade Couceiro ; PEREIRA, M. D. . Caracterização oceanográfica do estuário do rio Araranguá, SC.. In: III Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2006, São Paulo. Caracterização oceanográfica do estuário do rio Araranguá, SC., 2006.

7.
SCHUMACHER, D. ; DIEHL, F. ; José Gustavo N. de Abreu ; SCHETTINI, C. A. F. ; KUROSHIMA, K. N. ; Charrid Resgalla Jr. ; Jurandir Pereira Filho ; BARREIROS, M. A. ; D'AQUINO, C. A. ; SILVA, L. F. ; BRANCO, J. O. ; ROSA, M. M. P. T. . Projeto de dragagem e monitoramento ambiental do Saco da Fazenda - Itajaí (SC). In: Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, 2003, Itajaí. Livro de Resumos. Itajaí: Univali, 2003. p. 84.

8.
SCHETTINI, C. A. F. ; KUROSHIMA, K. N. ; Charrid Resgalla Jr. ; Tito Cezar M. de Almeida ; TRUCCOLO, Eliane C ; SILVA, L. F. ; D'AQUINO, C. A. . Efeitos ambientais das dragagens no baixo estuário do rio Itajaí-açu.. In: Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, 2003, Itajaí. Livro de Resumos. Itajaí: Univali, 2003. p. 498.

9.
SCHETTINI, C. A. F. ; Jurandir Pereira Filho ; TRUCCOLO, Eliane C ; SILVA, L. F. ; D'AQUINO, C. A. . Impactos da atividade de dragagem e navegação no baixo estuário do rio Itajaí-açu. In: Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, 2003, Itajaí. Livro de Resumos. Itajaí: Univali, 2003. p. 499.

10.
SCHETTINI, C. A. F. ; D'AQUINO, C. A. ; CARVALHO, Carlos Eduardo V . Ressuspensão e transporte de sedimentos sob áreas de cultivo de moluscos: caso da Armação do Itapocoroy, SC.. In: XIII SEMANA NACIONAL DE OCEANOGRAFIA, 2000, Itajaí. 500 anos de mar brasileiro, 2000. v. 1. p. 364-366.

11.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Papel das ondas e correntes na remobilização de sedimentos em zonas de cultivo de moluscos marinhos. In: VI Seminário Integrado de Iniciação Científica., 2000, Camboriu. Anais do VI Seminário Integrado de Iniciação Científica. Camboriú: UNIVALI, 2000. v. 1. p. 10-10.

12.
SCHETTINI, C. A. F. ; D'AQUINO, C. A. . Efeitos da salinidade na medição de sedimentos em suspensão por turbidímetros de retro espalhamento.. In: ENCONTRO DE ENGENHARIA DE SEDIMENTOS, 1998, Belo Horizonte. Assoreamento de reservatórios e erosão a jusante, 1998. p. 304-311.

13.
SCHETTINI, C. A. F. ; PROENÇA, L. A. ; D'AQUINO, C. A. . O papel da ressuspensão de sedimentos sob uma região de cultivo de moluscos marinhos na remoção de matéria orgânica do sedimento de fundo.. In: SIMPÓSIO DE ECOSSISTEMAS BRASILEIROS, 1998, Águas de Lindóia. Anais, 1998. p. 431-437.

14.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Determinação de sedimentos em suspensão por reflexão ótica em ambientes mixo halinos: análise de erros.. In: IV Seminário Integrado de Iniciação Científica, 1998, Blumenau. Anais IV SEminário Integrado de Iniciação Ciêntífica. Blumenau: editora da FURB, 1998. v. 1. p. 109-109.

15.
SCHETTINI, C. A. F. ; D'AQUINO, C. A. . Avaliação da taxa de sedimentação e ressuspensão de sedimentos na região de cultivo de moluscos na enseada da Armação do Itapocoroy, SC.. In: Workshop a Comunicação da Ciência, 1998, Itajaí. Resumos, 1998. p. 27.

16.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, Carlos A França . Avaliação da taxa de sedimentação e ressuspensão na região de cultivo de moluscos na enseada da Armação do Itapocoroy, SC.. In: SEMINÁRIO INTEGRADO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 1997, Itajaí. Anais, 1997. v. 1. p. 167.

Apresentações de Trabalho
1.
ARRUDA, G. S. ; CRISTIANO, S. C. ; PASTORINI, C. ; AGUIAR, A. F. ; MORAES, C. D. ; REUS, F. ; NUNES, W. L. ; RAPHAEL, A. H. A. ; BATTIROLA, F. L. G. ; LIN, S. C. ; D'AQUINO, C. A. . A FIXAÇÃO DA BARRA DO RIO ARARANGUÁ E O BALNEÁRIO DE ILHAS SOB A PERSPETIVA DA COMUNIDADE LOCAL. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MORAES, C. D. ; D'AQUINO, C. A. ; PICH, C. T. . Os Conceitos de Sustentabilidade e a Geração de Energia Eólica na Zona Costeira do Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
PIRES, C. H. M. ; NASSIF, F. B. ; PIMENTA, F. M. ; D'AQUINO, C. A. . AVALIAÇÃO DO POTENCIAL EÓLICO COSTEIRO ATRAVÉS DA TECNOLOGIA LIDAR. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
MORAES, C. D. ; PICH, C. T. ; D'AQUINO, C. A. . Wind Energy in the Coastal Zone of Brazil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
Pimenta, F. ; D'AQUINO, Carla de Abreu ; NASSIF, F. B. ; PIRES, C. H. M. ; RIBEIRO, F. . Potencial Eólico e a estrutura da camada limite atmosférica na interface continente-oceano. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
D'AQUINO, Carla de Abreu. The sustainability of potential of ocean renewable electricity generation: education the key of future. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SCHMIDT, N. L. ; ZANDOMENEGO, R. ; D'AQUINO, C. A. . A POPULAÇÃO DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA (SC) E O POTENCIAL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NA PLATAFORMA DE PESCA: EDUCAÇÃO, ENERGIA E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Sediment Transport Processes in micro tidal River Dominated Estuaries at Santa Catarina, Brazil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Sediment Transport Processes In River Dominated Sub-Tropical Estuaries. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
D'AQUINO, C. A.; SCHETTINI, C. A. F. . Estudo comparativo dos mecanismos de transporte advectivo de MPS nos estuários do sul de SC - Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
RIBEIRO, P.J.C. ; D'AQUINO, C. A. ; SCHETTINI, C. A. F. . Transporte e retenção de sedimento finos no estuário do rio Tijucas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
NASCIMENTO, L.V.R.P. ; SANTOS, R. ; CAMPOS, A. V. ; D'AQUINO, C. A. ; BONETTI, J. . Análise comparativa das características hidrológicas dos estuários dos rios Biguaçu e Cubatão - SC. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
COELHO, M. C. ; D'AQUINO, C. A. . Identificação da cunha salina no estuário do rio Araranguá, SC. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
D'AQUINO, Carla de Abreu; SCHETTINI, Carlos A França ; BARRETO, G. A. M. ; ANDRADE NETO, J.S. . Hidrodinâmica do estuário do rio Mampituba, SC. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
D'AQUINO, Carla de Abreu; SCHETTINI, Carlos A França . Resposta da estrutura estuarina do rio Araranguá a um evento hidrológico. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
D'AQUINO, Carla de Abreu; SCHETTINI, Carlos A França ; COUCEIRO, M. A. A. ; PEREIRA, M. D. . Caracterização oceanográfica do estuário do rio Araranguá, SC. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
D'AQUINO, C. A.; MELO FILHO, E. ; INNOCENTINI, Valdir . Avaliação do Modelo WWWATCH III no CPTEC para a região de Santa Catarina - comparação dos dados de bóia do ondógrafo da UFSC. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
D'AQUINO, C. A.. Aplicação do modelo numérico Gênesis nas praias de Tramandaí e Imbé - RS: primeira experiência. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
José Gustavo N. de Abreu ; Leonardo Rörig ; Jurandir Pereira Filho ; Charrid Resgalla Jr. ; SCHETTINI, Carlos A França ; RADESTKY, C. ; Valéria R. Bellotto ; Tito Cezar M. de Almeida ; Menezes, J.T. ; COSTODIO, P. F. S. ; Carla de Abreu D'Aquino . Programas Básicos Ambientais da Superintendência do Porto de Itajaí. Parte II: Programas ambientais. 2 Semestre. 2008.

2.
José Gustavo N. de Abreu ; Leonardo Rörig ; Jurandir Pereira Filho ; Charrid Resgalla Jr. ; Carlos Augusto França Schettini ; RADESTKY, C. ; Menezes, J.T. ; Tito Cezar M. de Almeida ; Valéria R. Bellotto ; CARON JR, A. ; D'AQUINO, C. A. . Programas Básicos Ambientais da Superintendência do Porto de Itajaí. Parte II: Programas ambientais. 1 Semestre. 2008.

3.
José Gustavo N. de Abreu ; Jurandir Pereira Filho ; Leonardo Rörig ; SCHETTINI, Carlos A França ; D'AQUINO, C. A. ; Charrid Resgalla Jr. ; Tito Cezar M. de Almeida ; Thiago E. Rohr ; Henrique M. Gomes ; Valéria R. Bellotto ; Patrícia F. Costódio . Programa de Monitoramento Ambiental da Área de Abrangência do Porto de Itajaí - Relatório Consolidado Trimestral (maio/junho de 2006). 2006.

4.
José Gustavo N. de Abreu ; Charrid Resgalla Jr. ; Jurandir Pereira Filho ; Leonardo Rörig ; Tito Cezar M. de Almeida ; SCHETTINI, Carlos A França ; D'AQUINO, C. A. ; Valéria R. Bellotto ; Thiago E. Rohr ; Patrícia F. Costódio ; Henrique M. Gomes . PROGRAMA DE MONITORAMENTO DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO PORTO DE ITAJAÍ - relatório consolidado trimestral (julho/setembro 2006). 2006.

5.
José Gustavo N. de Abreu ; SCHETTINI, Carlos A França ; Jurandir Pereira Filho ; Leonardo Rörig ; D'AQUINO, C. A. ; Charrid Resgalla Jr. ; Thiago E. Rohr ; Tito Cezar M. de Almeida ; Valéria R. Bellotto ; Patrícia F. Costódio ; Henrique M. Gomes . Programa de Monitoramento Ambiental da Área de Abrangência do Porto de Itajaí - relatório consolidado (setembro/novembro de 2006) - Readequação do Canal. 2006.

6.
VINZON, Susana B ; D'AQUINO, C. A. . Relatório de Pesquisa - Fase I do Projeto Wave attenuation on muddy bottoms - A multidisciplinary field study offshore Cassino beach, southern Brazil.. 2005.

7.
D'AQUINO, C. A.. Relatório Mensal do Projeto de Estudo da influência das atividades do Porto de Itajaí na qualidade ambiental do estuário do rio itajaí-açu e da região marinha adjacente.. 2002.

8.
D'AQUINO, C. A.. Relatório Mensal do Projeto de Monitoramento ambiental do saco da fazenda. 2002.

9.
SCHETTINI, C. A. F. ; KUROSHIMA, K. N. ; Charrid Resgalla Jr. ; BRANCO, J. O. ; TRUCCOLO, Eliane C ; SILVA, L. F. ; D'AQUINO, C. A. . Efeitos ambientais da atividade do Porto de Itajaí na qualidade da água e do sedimento do estuário do Rio Itajaí e plataforma adjacente.. 2002.


Demais tipos de produção técnica
1.
D'AQUINO, Carla de Abreu; Oliveira, J.G. . Curso de introdução ao MATLAB para análise de dado em oceanografia. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
D'AQUINO, C. A.; PIMENTA, F. M.; SILVA, R. R.. Participação em banca de Ana Garcia Corrêa. Climatologia dos ventos e potencial eólico offshore de Santa Catarina. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
PIMENTA, F. M.; D'AQUINO, Carla de Abreu; SILVA, R. R.. Participação em banca de Felipe de Barros Nassif. Medições eólicas sobre corpos hídricos e oceano: a tecnologia LIDAR aplicada. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica - PosMEC/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Calliari, L.; Pimenta, F.M.; D'AQUINO, C. A.. Participação em banca de Bruna Caloni. Impactos da obra de alimentação artificial em uma praia de enseada. 2014. Dissertação (Mestrado em Geociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
Calliari, L.; Pimenta, F.M.; D'AQUINO, C. A.. Participação em banca de Pedro Veras Guimarães. Avaliação numérica do comportamento das ondas durante eventos extremos na região costeira do Rio Grande do Sul. 2014. Dissertação (Mestrado em Geociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
PUHL, E.; Aquino, F.; D'AQUINO, C. A.. Participação em banca de Mauro Michelena Andrade. Variabilidade do nível do mar. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Geociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
Pimenta, F.M.; SILVA, R. R.; D'AQUINO, Carla de Abreu. Participação em banca de Ana Garcia Correa. Climatologia dos ventos offshore e potencial eólico de Santa Catarina. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
D'AQUINO, C. A.; PIMENTA, F. M.; SILVA, R. R.. Participação em banca de César Henrique Mattos Pires. Avaliação do potencial eólico oceânico e caracterização da camada limite atmosférica do sul catarinense através de um perfilador LIDAR. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
BONETTI, J.; FETTER, A. F. H.; D'AQUINO, Carla de Abreu; RODRIGUES, R. R.. Participação em banca de Felipe de Luca Lopes Amorim.Caracterização das propriedades físicas das águas próximas à Reserva Biológica Marinha do Arvoredo - SC. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Menezes, J.T.; D'AQUINO, C. A.; José Gustavo N. de Abreu. Participação em banca de Noila kelly Chagas Lima.Análise da estabilidade quanto a posição das desembocaduras do rio Camboriú e do canal do Marambaia em balneário Camboriú - SC. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanografia) - Universidade do Vale do Itajaí.

3.
CARVALHO, J. L. B.; D'AQUINO, C. A.; RIBEIRO, M. R.. Participação em banca de Elizandra Hille.Hidrografia da Plataforma Continental Catarinense. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanografia) - Universidade do Vale do Itajaí.

4.
CARVALHO, J. L. B.; D'AQUINO, C. A.; José Gustavo N. de Abreu; ALFREDINI, P.. Participação em banca de Daniel Christovam de Alencar Benevides.Hidrodinâmica do sistema estuarino lagunar do rio Itapocú, Barra Velha - SC. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanografia) - Universidade do Vale do Itajaí.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
5° Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense (SICTSUL).POTENCIAL ENERGÉTICO E VIABILIDADE ECONÔMICA NA CONVERSÃO DE ENERGIA DAS ONDAS E SOLAR EM ENERGIA ELÉTRICA EM UMA PLATAFORMA DE PESCA. 2016. (Simpósio).

2.
Campus do Mar International Science Conference 2016.THE SUSTAINABILITY OF THE POTENTIAL OF OCEAN RENEWABLE ELECTRICITY GENERATION: EDUCATION THE KEY OF FUTURE. 2016. (Outra).

3.
Congresso Brasileiro de Oceanografia. Potencial eólico e a estrutura da camada limite atmosférica na interface continente-oceano. 2016. (Congresso).

4.
XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE AUTOMÁTICA. Modelagem e dimensionamento de um sistema de geração de energia a partir das ondas do oceano. 2016. (Congresso).

5.
4º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul.MODELAGEM E SIMULAÇÃO DE UM SISTEMA DE GERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DAS ONDAS EM UMA PLATAFORMA DE PESCA NO SUL DE SANTA CATARINA. 2015. (Simpósio).

6.
4º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul.ESTIMATIVA DO POTENCIAL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM UMA PLATAFORMA DE PESCA NO SUL DE SANTA CATARINA. 2015. (Simpósio).

7.
50th International Universities Power Engineering Conference (UPEC 2015). Modeling of Wave Energy Absorption: a Case Study for a Fishing Pier in Brazil. 2015. (Congresso).

8.
17th Physics of Estuaries and Coastal Seas (PECS) conference. Sediment Transport Processes in micro tidal River Dominated Estuaries at Santa Catarina, Brazil. 2014. (Congresso).

9.
3º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense ? SICT-Sul.A POPULAÇÃO DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA (SC) E O POTENCIAL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NA PLATAFORMA DE PESCA: EDUCAÇÃO, ENERGIA E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. 2014. (Simpósio).

10.
European Geoscience Union - EGU2014. Sediment Transport Processes In River Dominated Sub-Tropical Estuaries. 2014. (Congresso).

11.
2° SICT-Sul Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense San. 2013. (Simpósio).

12.
Metodologias e ferramentas de apoio à gestão da costa (Integração Brasil-Espanha). 2011. (Seminário).

13.
XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar. Estudo comparativo dos mecanismos de transporte advectivo de MPS nos estuários do sul de SC - Brasil. 2011. (Congresso).

14.
11 Oficina Nossas Águas. 2010. (Oficina).

15.
IV Simpósio Brasileiro de Oceanografia.HIDRODINÂMICA DO ESTUÁRIO DO RIO MAMPITUBA, SC.. 2008. (Simpósio).

16.
XII Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar. Resposta da estrutura estuarina do rio Araranguá a um evento hidrológico. 2007. (Congresso).

17.
III Simpósio Brasileiro de Oceanografia.Caracterização oceanográfica do estuário do rio Araranguá, SC.. 2006. (Simpósio).

18.
II Congresso Brasileiro de Oceanografia. Avaliação do modelo WWATCH III no CPTEC para a região de Santa Catatrina - comparação dos dados de bóia do ondógrafo da UFSC.. 2005. (Congresso).

19.
Seminário dos Usuários das previsões Numéricas de Mudanças Climáticas e seus Impactos Regionais.. 2004. (Seminário).

20.
VI Encontro Nacional de Engenharia de Sedimentos.Aplicação do modelo numérico gênesis nas praias de Tramandaí e Imbé, RS: primeira experiência.. 2004. (Encontro).

21.
VIII Congresso da ABEQUA.. 2001. (Congresso).

22.
Simpósio Brasileiro sobre Praias Arenosas (Morfodinâmica, Ecologia, Usos, Riscos e Gestão). 2000. (Simpósio).

23.
VI Seminário Integrado de Iniciação Científica..Papel das ondas e correntes na remobilização de sedimentos em zonas de cultivo de moluscos marinhos. 2000. (Seminário).

24.
XIII Semana Nacional de Oceanografia.Ressuspensão e transporte de sedimentos sob áreas de cultivo de moluscos: caso da Armação do Itapocoroy, SC.. 2000. (Encontro).

25.
3º Seminário sobre Ondas e Marés e 2º Simpósio sobre Engenharia Oceânica..Reflexão ótica em ambientes mixo-halinos: análise de erros. 1999. (Seminário).

26.
IV Seminário Integrado de Iniciação Científica.Determinação de sedimentos em suspensão por reflexão ótica em ambientes mixo halinos: análise de erros.. 1998. (Seminário).

27.
XI Semana Nacional de Oceanografia.Determinação de sedimentos em suspensão por reflexão ótica em ambientes mixo-halinos: análise de erros.. 1998. (Encontro).

28.
III Seminário Integrado de Iniciação Científica..Avaliação da Taxa de sedimentação e ressuspensão na região de cultivo de moluscos na Enseada da Aramação do Itapocoroy, SC.. 1997. (Seminário).

29.
Seminário Internacional Brasil - Alemanha sobre Uso e Proteção das Águas Costeiras. 1997. (Seminário).

30.
X Semana Nacional de Oceanografia..Avaliação da taxa de sedimentação e ressuspensão na região de cultivo de moluscos da Enseada da Armação do Itapocoroy, Penha SC.. 1997. (Encontro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Tiago Alexandre M. Silvestrini. Avaliação do papel do rio Araranguá na dispersão de acidez oriunda dos efluentes da mineração de carvão. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Energia e Sustentabilidade) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Fernando Reus. Proposta de um sistema hibrido de geração de energia elétrica como forma de promover o desenvolvimento sustentável para a comunidade de Bal. Ilhas, SC.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Energia e Sustentabilidade) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Ciro Dandolini de Mores. Verificação e Análise das metodologias de avaliação de impactos ambientais (aia) de parques eólicos localizados na zona costeira do Brasil. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Energia e Sustentabilidade) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Carla de Abreu D'Aquino.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Nágila Lucietti Schmidt. ANÁLISE COMPARATIVA DE CONVERSORES DE ENERGIA DE ONDAS OCEÂNICAS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Energia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.

2.
Raffaela Zandomenego. POTÊNCIAL ENERGÉTICO DE ONDAS E SOLAR PARA CONVERSÃO EM ENERGIA ELÉTRICA EM UMA PLATAFORMA DE PESCA: ESTIMATIVAS E VIABILIDADE ECONÔMICA.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Energia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.

Iniciação científica
1.
Breno Pereira Dela Bruna. Estudo da Integração da energia do vento nas ondas de superfície no extremo sul de Santa Catarina. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Energia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.

2.
Simone Moratelli. Estudo da integração da energia do vento nas ondas de superfície no extremo Sul de Santa Catarina. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Energia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.

3.
Dheferson da Silva Alixandre. ESTUDO DA ENERGIA DAS MARÉS NOS ESTUÁRIOS DOS RIOS MAMPITUBA-SC, CHUÍ-RS E CASSINO-RS. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Energia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.

4.
Nágila Lucietti Schmidt. Estudo experimental do potencial das ondas para geração de energia elétrica em uma plataforma de pesca no Sul de Santa Catarina, Brasil ? Fase I. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Energia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.

5.
Raffaela Zandomenego. Estudo experimental do potencial das ondas para geração de energia elétrica em uma plataforma de pesca no Sul de Santa Catarina, Brasil ? Fase I. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Energia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.

6.
Mauricio Clezar Coelho. IDENTIFICAÇÃO DA CUNHA SALINA NO ESTUÁRIO DO RIO ARARANGUÁ, SC. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanografia) - Universidade do Vale do Itajaí, Governo do Estado de Santa Catarina. Orientador: Carla de Abreu D'Aquino.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/10/2018 às 6:30:56