Sílvia Correia de Freitas

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4230199176139885
  • Última atualização do currículo em 19/12/2017


Possui graduação em Bacharelado e Licenciatura em História pela Universidade Federal do Paraná (2000) e mestrado em História Cultural pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil Império, atuando principalmente nos seguintes temas: escravidão, práticas comunitárias, cotidiano, família, solidariedade e Antonina. Trabalhou como professora de História na Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Idealizou, coordenou e atuou em projetos culturais e educacionais desenvolvidos em parceria com Escolas Públicas de Florianópolis, com oficinas de Capoeira Angola, narração de histórias, encadernação, fotografia e patrimônio cultural. Atualmente é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Catarina. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sílvia Correia de Freitas
Nome em citações bibliográficas
FREITAS, S. C.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.
Campus Universitário
Trindade
88040900 - Florianópolis, SC - Brasil - Caixa-postal: 246
Telefone: (48) 3319000
Fax: (48) 2344069
URL da Homepage: http://www.ufsc.br


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2003
Mestrado em História.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Tecendo Laços: as práticas comunitárias dosescravos em Antonina-PR (1840-1870),Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Eunice Sueli Nodari.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: escravidão; cultura; Antonina; cotidiano; violência; familia e solidariedade.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outros.
1995 - 2000
Graduação em Bacharelado e Licenciatura Em História.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: Entre a resistência e o acomodamento, a dinâmica do possível: o cotidiano dos escravos em Antonina (1850-1870).
Orientador: Carlos Alberto Medeiros Lima.




Atuação Profissional



Escola Estadual Dom Jaime de Barros Câmara, EEDJBC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor de História e encadernação, Carga horária: 10
Outras informações
Projeto ?Embarcação: lugares e saberes? Participei do referido projeto realizado pelo Instituto Compassus, com o apoio da Fundação Catarinense de Cultura, através do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura. O projeto tinha como principal objetivo proporcionar à crianças e jovens experiências de valor educativo de caráter transformador. Geradoras de situações onde os indivíduos, desde suas especificidades pessoais, sejam estimulados a responder qualitativamente aos desafios e propostas imbuídos nas atividades promovidas pelos professores do projeto. Foram desenvolvidas oficinas de arte (marcenaria, encadernação, fotografia, teatro e construção de barco) para alunos da Escola Estadual Dom Jaime de Barros Câmara, localizada no bairro Ribeirão da Ilha, em Florianópolis. Durante o projeto, ministrei aulas de encadernação e história para o Ensino Médio. Os alunos produziram e criaram portfólios,cuja temática era o patrimônio cultural do Ribeirão da Ilha. Os portfólios tiveram como conteúdo as fotografias produzidas pelos alunos durante as aulas de fotografia e as pesquisas feitas pelos mesmos a partir da escuta das narrativas de alguns moradores antigos da comunidade, entre eles Alécio Heindenreich, último mestre construtor de baleeiras do Ribeirão, buscaram também outras fontes de pesquisa como textos, livros, cd´s. Ao final do Projeto foi realizada, no Conselho Comunitário do Ribeirão, uma exposição fotográfica e dos trabalhos.


Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, FFC, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Projeto Cultural, Enquadramento Funcional: Gestora Cultural e educadora, Carga horária: 20


Escola Básica Municipal Anísio Teixeira, EBM ANÍSIO TEIXE, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor substituto de História, Carga horária: 20
Outras informações
Atuei na referida instituição como professora de História do Ensino Fundamental.


Escola Básica Municipal Beatriz de Sousa Brito, EBM, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Professora ACT, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20


Instituto Aiê, IA, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Fundadora, Enquadramento Funcional: Gestora Cultural e educadora, Carga horária: 20
Outras informações
Projeto Na Roda: contos africanos e Capoeira Angola Desenvolvi de 2006 a 2009 este projeto voltado para crianças e adolescentes da Escola Estadual Porto do Rio Tavares e dos Bairros Fazenda do Rio Tavares e Campeche. Nele foram realizadas oficinas de Capoeira Angola e narração de mitos, lendas e contos africanos e afro-brasileiros, além de construção de instrumentos músicais. Foi feito também um trabalho junto à comunidade, no qual os moradores mais antigos foram convidados a contar histórias para as crianças e adolescentes do Projeto. Instituto Aiê Sou uma das fundadoras desse Instituto, criado em 5 de maio de 2007, que tem como missão valorizar e divulgar o patrimônio cultural material e imaterial brasileiro através da arte e da educação.


Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, IPPUC, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 20

Atividades

4/1998 - 12/1998
Estágios , Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, .

Estágio realizado
Pesquisa sobre a formação da cidade de Curitiba.

Secretaria de Estado da Cultura, SEEC, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 20

Atividades

3/1996 - 12/1996
Estágios , Coordenadoria do Patrimônio Histórico e Artístico, .

Estágio realizado
Pesquisas sobre o caminho do Peaberu e sobre os tropeiros.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.


Idiomas


Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FREITAS, S. C.. Entre a violência e o paternalismo: a astúcia escrava frente a força senhorial em Antonina (1840-1870). Esboços: Revista do Programa de Pós-Graduação em História da UFSC, UFSC, p. 165 - 178, 07 jun. 2002.

2.
FREITAS, S. C.. O cotidiano dos escravos em Antonina.. Revista Vernáculo, Curitiba, p. 85 - 107.

Apresentações de Trabalho
1.
FREITAS, S. C.. Em busca da liberdade: as práticas culturais da comunidade quilombola São Roque (SC). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
FREITAS, S. C.. Narrativas que relampejam: a patrimonialização da memória e a busca de reconhecimento territorial de comunidades quilombolas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
FREITAS, S. C.. 'A liberdade aonde foi?': As práticas comunitárias dos moradores da Comunidade Quilombola São Roque.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
FREITAS, S. C.. Vozes dissonantes: as práticas socioculturais e ambientais da Comunidade Quilombola São Roque. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
FREITAS, S. C.. Os gestos e os restos: o processo de construção do 'arquivo quilombola'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Ética, Ciência e Direitos: por uma Sociedade Civil Soberana. 2017. (Seminário).

2.
Histórias Possíveis Passagens. 2017. (Seminário).

3.
Os Indígenas e o Nascimento do Brasil: "pacificação", regime tutelar e formação de alteridadess. 2017. (Seminário).

4.
Antropologia, Poder e Direitos Tradicionais : a CPI que investiga a FUNAI e o INCRA. 2016. (Encontro).

5.
Antropologia e Direitos Diferenciados. 2016. (Simpósio).

6.
Vão-se os dedos, com quem ficam os anéis: perspectivas multidisciplinaresde pesquisa sobre arquivos e coleções. 2016. (Simpósio).

7.
Colóquio Modernidade, arte e pensamento.. 2015. (Seminário).

8.
Mini-Curso: ?Os arquivos notariais em Cuba: fontes para a história atântica?. Ministrantes: Aisnara Perera Díaz e Maria de Los Angeles Meriño Fuentes (Instituto de Investigaciones Culturales Juan Marinello, Cuba). .. 2015. (Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 15:48:53