Marcos José de Araújo Pinheiro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7762182748800639
  • Última atualização do currículo em 05/10/2018


Doutor em Ciências em Engenharia de Produção na COPPE/ UFRJ, possui graduação em Engenharia Elétrica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, especialização em Administração Industrial e Engenharia Econômica pela UFRJ, e mestrado em Engenharia de Produção pela Coppe. Tecnologista sênior da Fundação Oswaldo Cruz, foi Vice-diretor de Gestão e Desenvolvimento (2006-2010) e Vice-diretor de Informação e Patrimônio Cultural da Casa de Oswaldo Cruz (2010-2017), onde desde 2017 é Vice-diretor de Patrimônio Cultural e Divulgação Científica. Atua nas áreas da preservação patrimonial e da gestão pública com ênfase em: patrimônio cultural, conservação preventiva e integrada, gestão de riscos, políticas culturais e de preservação do patrimônio cultural, educação, trabalho e memória. Coordena o Preservo ? Complexo de Acervos da Fiocruz e o Plano de Requalificação do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/ Fiocruz. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcos José de Araújo Pinheiro
Nome em citações bibliográficas
PINHEIRO, M. J. A.;PINHEIRO, MARCOS JOSÉ DE ARAÚJO;PINHEIRO, Marcos José

Endereço


Endereço Profissional
Fundação Oswaldo Cruz, Casa de Oswaldo Cruz/ Direção.
Avenida Brasil, 4365 - Pavilhão do Relógio
Manguinhos
21045900 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 38652280
Fax: (21) 25984437
URL da Homepage: http://www.coc.fiocruz.br


Formação acadêmica/titulação


2005 - 2009
Doutorado em Engenharia de Produção.
COPPE/ Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPE, Brasil.
Título: Memória e Trabalho: relações sob o olhar do idoso., Ano de obtenção: 2009.
Orientador: Fabio Luiz Zamberlan.
Palavras-chave: Trabalho; Memória; Idoso; Profissão; Patrimônio Cultural.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Trabalho.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção / Subárea: Gestão de Iniciativas Sociais.
Setores de atividade: Educação.
1999 - 2002
Mestrado em Engenharia de Produção.
COPPE/ Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPE, Brasil.
Título: Museus, Memória e Esquecimento.Um Projeto da Modernidade.,Ano de Obtenção: 2002.
Orientador: Roberto Cintra Martins.
Palavras-chave: Cultura; Memória; Modernidade; Museu; Hegemonia; Identidade.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
1993 - 1993
Especialização em Engenharia Econômica e Administração Industrial.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
1976 - 1981
Graduação em Engenharia Elétrica.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.




Formação Complementar


2000 - 2000
Extensão universitária em Implantação de Sistemas de Qualidade.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
2000 - 2000
Manutenção Em Sistemas de Ar Condicionado.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
2000 - 2000
A Fundamentação Teórica da Restauração.
Instituto de Patrimônio Histórico Nacional, IPHAN, Brasil.
1996 - 1996
Curso de Sistema de Ar Condicionado.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
1989 - 1989
Curso Prático dos Projetos Elétricos e Hidráulicos.
Instituto Brasileiro de Administração Municipal, IBAM - RJ, Brasil.
1983 - 1983
Curso de Instalações Elétricas de Alta e Baixa Ten.
Núcleo de Transferência de Tecnologia Ufrj, NTT, Brasil.
1982 - 1982
Curso de Manutenção Elétrica.
Núcleo de Transferência de Tecnologia Ufrj, NTT, Brasil.
1982 - 1982
Curso de Planejamento e Organização da Manutenção.
Instituto Nacional de Tecnologia, INT, Brasil.
1981 - 1981
Análise de Sistema de Potência.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.


Atuação Profissional



Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Tecnologista Sênior, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Funcionário, através de Concurso Público, atuando na Preservação do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde, Casa de Oswaldo Cruz.

Vínculo institucional

1992 - 1998
Vínculo: Prestador de serviço, Enquadramento Funcional: Engenheiro, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Contratado para prestação de serviço de engenharia, por Notória Especialização, para atuar junto ao Departamento de Patrimônio Histórico/COC no Projeto de Restauração do Conjunto Arquitetônico Histórico de Manguinhos, bem como na fiscalização das obras, elaboração de editais e especificações técnicas, planejamento e orçamentos.

Atividades

08/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Oswaldo Cruz, .

Cargo ou função
Coordenação do Comitê Gestor do Preservo - Complexo de Acervos da Fiocruz.
07/2017 - Atual
Direção e administração, Casa de Oswaldo Cruz/ Direção, .

Cargo ou função
Vice-diretor de Patrimônio Cultural e Divulgação Científica.
08/2016 - Atual
Ensino, PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas públicas e legislação do patrimônio cultural
02/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Fundação Casa de Rui Barbosa, .

Linhas de pesquisa
Conservação Preventiva
02/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Fundação Casa de Rui Barbosa, .

05/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Oswaldo Cruz, .

Cargo ou função
Membro da Câmara Técnica de Informação e Comunicação.
08/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Fundação Oswaldo Cruz, .

01/2006 - Atual
Direção e administração, Casa de Oswaldo Cruz/ Direção, .

Cargo ou função
Diretor Substituto da Casa de Oswaldo Cruz/ Fiocruz.
11/2002 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Casa Oswaldo Cruz, .

Cargo ou função
Delegado no IV, V, VI, VII, VIII Congressos Internos da Fundação Oswaldo Cruz e suas Plenárias Extraordinárias.
03/2010 - 06/2017
Direção e administração, Casa de Oswaldo Cruz/ Direção, .

Cargo ou função
Vice-Diretor de Informação e Patrimônio Cultural.
04/2010 - 12/2015
Ensino, ESPECIALIZAÇÃO EM PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Trabalho e profissão na preservação patrimonial
07/2002 - 07/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Casa de oswaldo Cruz/ Departamento de Patrimônio Histórico, .

6/2005 - 5/2012
Direção e administração, Presidência - Programa de Implantação do Campus Fiocruz Mata AtlÂntica, .

Cargo ou função
Coordenador do Escritório Técnico Memória, História e Patrimônio Cultural da Saúde, do Programa de Implantação do Campus Fiocruz da Mata Atlântica.
01/2000 - 01/2011
Serviços técnicos especializados , Casa de oswaldo Cruz/ Departamento de Patrimônio Histórico, .

Serviço realizado
Coordenador dos projetos de instalações do Projeto Palacete Itaborahy - Petrópolis.
01/2008 - 03/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Oswaldo Cruz, .

Cargo ou função
Membro da Câmara Técnica de Desenvolvimento Institucional da Fiocruz.
12/2005 - 03/2010
Direção e administração, Casa Oswaldo Cruz, .

Cargo ou função
Vice-Diretor de Gestão e Desenvolvimento Institucional.
01/2008 - 01/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Oswaldo Cruz, .

Cargo ou função
Membro do Comitê Gestor do Programa de gestão da Qualidade da Fiocruz - PGQ/ Fiocruz.
1998 - 2010
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Coordenação de projetos e obras de instalações na preservação do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos.
06/2003 - 1/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Oswaldo Cruz, .

Cargo ou função
Membro da Câmara Técnica de Ambiente e Saúde.
06/2001 - 12/2005
Serviços técnicos especializados , Fundação Oswaldo Cruz, .

Serviço realizado
Integra o Grupo de Trabalho do Projeto Oficina Escola de Manguinhos (OEM). A partir de mar/2003, coordena o Grupo de Estudos " Trabalho & Cidadania", parte integrante do projeto pedagógico da OEM..
7/2001 - 6/2005
Direção e administração, Casa de oswaldo Cruz/ Departamento de Patrimônio Histórico, .

Cargo ou função
Chefe (Função DAS 1012)do Departamento de Patrimônio Histórico / Casa Oswaldo Cruz, eleito para o período de junho/2001 a maio/2003. Reeleito para o período de junho/2003 a maio/2005..
7/1998 - 2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Escola Nacional de Saúde Pública, Serviço de Desenvolvimento de Cooperação Técnica.

Cargo ou função
Membro da Comissão dos Concursados de 1998 e redistribuídos de 1997, que representa junto à ASFOC e à Presidência da Fiocruz, suas reivindicações..
7/1998 - 2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Casa de oswaldo Cruz/ Departamento de Patrimônio Histórico, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Avaliação da COC para GDACT..
2002 - 2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Casa de oswaldo Cruz/ Departamento de Patrimônio Histórico, .

Cargo ou função
Membro da comissão da COC para o Concurso Público..
2001 - 2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Casa de oswaldo Cruz/ Departamento de Patrimônio Histórico, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Revisão do Regimento Interno da COC..
1998 - 1998
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Projeto das instalações elétricas da iluminação monumental do conjunto Arquitetônico de Manguinhos..
1997 - 1998
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Projeto de iluminação do entorno do Pombal e do Ciência em Cena..
1997 - 1998
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Projeto de iluminação do entorno do Centro de Recepção..
1996 - 1998
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Coordenação do projeto da iluminação monumental do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos, em parceria com a GE Brasil, e participação de Ney Matogrosso..
1996 - 1998
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Elaboração, em equipe, de um progrma de desenvolvimento de métodos e procedimentos da manutenção do Conjunto Arquitetônico de Manguinhos..
1994 - 1995
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Coordenação e fiscalização das obras de instalações da iluminação monumental da Praça Pasteur..
1992 - 1994
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Coordenação e fiscalização das obras das instalações elétricas, hidrossanitárias, ar condicionado e sistemas lógicos nos Pavilhões do Relógio, Mourisco e da Cavalariça..
1992 - 1994
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Coordenação do projeto do sistema de detecção e alarme de incêndio para os Pavilhões do Relógio, Mourisco e da Cavalariça..
1993 - 1993
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Participação com o DPH / espaço Museu da Vida no concurso Nacional, realizado pelo PADCT / CAPES - SPEC, para museus de ciência..
12/1992 - 1993
Serviços técnicos especializados , Casa Oswaldo Cruz, Departamento de Patrimônio Histórico.

Serviço realizado
Projeto das instalações hidrossanitárias, tubulações telefônicas e sistemas lógicos do Pavilhão da Cavalariça..

Sociedade de Promoção da Casa de Oswaldo Cruz, SPCOC, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - 1992
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Engenheiro, Carga horária: 40

Atividades

1989 - 1992
Serviços técnicos especializados , Sociedade de Promoção da Casa de Oswaldo Cruz, .

Serviço realizado
Coordenação e fiscalização dos projetos e obras de instalações para restauração do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos.

COPPE/ Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPE, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Autônomo
Outras informações
Capacitação de educadores/ instrutores do ProJovem Urbano no Arco Ocupacional Madeira e Móveis nas cidades de Boa Vista (Roraima), Palmas (Tocantins), Macapá (Amapá), Curitiba (Paraná), Santo André (São Paulo).

Vínculo institucional

1999 - 2002
Vínculo: Outro (discente autor), Enquadramento Funcional: Discente autor

Atividades

02/2008 - 12/2009
Treinamentos ministrados , Engenharia de Produção, .

Treinamentos ministrados
Capacitação de educadores/ instrutores do ProJovem Urbano no Arco Ocupacional Madeira e Móveis nas cidades de Boa Vista (Roraima), Palmas (Tocantins), Macapá (Amapá), Curitiba (Paraná), Santo André (São Paulo).
06/2006 - 12/2007
Outras atividades técnico-científicas , Engenharia de Produção, Engenharia de Produção.

Atividade realizada
Coordenação do desenvolvimento de material pedagógico para o Laboratório Trabalho e Formação para o Arco Ocupacional Madeira e Móveis do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Urbano).

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Autônomo


Coordenadoria de Pós Graduação e Pesquisa de Engenharia, COPPE-UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: autônomo, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

2001 - 2001
Serviços técnicos especializados , Coordenadoria de Pós Graduação e Pesquisa de Engenharia, .

Serviço realizado
Projeto de iluminação dos módulos expositores do MuTec (Museu de Tecnologia)..

Construções e Engenharia Ferroviária S A, COEFE, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 1989
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Engenheiro, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Engenheiro Chefe das obras de sinalização e telecomunicações no estado de Minas Gerais.

Atividades

1988 - 1989
Serviços técnicos especializados , Construções e Engenharia Ferroviária S A, .

Serviço realizado
Assessor do Diretor Superitendente. Responsável pelo Planejamento geral das obras de lançamento de cabos de telecomunicações..
1987 - 1988
Serviços técnicos especializados , Construções e Engenharia Ferroviária S A, .

Serviço realizado
Coord. de campo da obra de lançam. de cabos de telecomunicações (Itacuruçá a Floriano - 150 KM), sendo responsável pelos estudos e soluções dos eventuais probl. técnicos de execução, bem como pelas intruções e orientações técnicas aos engenheiros da obra..
1986 - 1987
Serviços técnicos especializados , Construções e Engenharia Ferroviária S A, .

Serviço realizado
Estudo orçamentário e planej. da obra de lançam. de cabos de telecomunicações de Itacuruçá a Floriano (Barra Mansa) da RFFSA / SR3 / SERTEP. Eng. chefe da obra de lançam. e emendas de cabos de telecomunicações (trec. Barra do Piraí a Floriano - 63km).
1984 - 1986
Serviços técnicos especializados , Construções e Engenharia Ferroviária S A, .

Serviço realizado
Obra de Sinalização do Trem Metropolitano de Belo Horizonte. Ampliação do Sistema de Sinalização do KM 549 + 000 ao KM 603 + 000 da Linha do Centro - RFFSA - SR3..

Sociedade Brasileira de Instalações Ltda, S.B.I, Brasil.
Vínculo institucional

1983 - 1984
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Engenheiro, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Engenheiro responsável pelo Setor Técnico, compra e recebimento de materias, projetos, orçamentos, propostas execução de obras.

Vínculo institucional

1981 - 1981
Vínculo: estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 0

Atividades

1983 - 1984
Serviços técnicos especializados , Sociedade Brasileira de Instalações Ltda, .

Serviço realizado
Projetos e obras de instalações em áreas industriais..
7/1981 - 12/1981
Estágios , Sociedade Brasileira de Instalações Ltda, .

Estágio realizado
Estágio junto à equipe encarregada dos projetos de subestações de 25 / 34,5 KV..

Engenharia Naval e Industrial S A, ENAVI, Brasil.
Vínculo institucional

1982 - 1983
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Engenheiro Responsável, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Engenheiro responsável pelo setor de manutenção elétrica e mecânica do estaleiro e do dique flutuante.

Atividades

1982 - 1983
Serviços técnicos especializados , Engenharia Naval e Industrial S A, .

Serviço realizado
Supervisionamento dos testes de funcionamento dos equipamentos principais e auxiliares do dique flutuante "Almirante Guilhen"..
1982 - 1983
Serviços técnicos especializados , Engenharia Naval e Industrial S A, .

Serviço realizado
Supervisionamento do projeto e instalação do sistema automático de correção de fator de potência do dique flutuante "Almirante Guilhen"..
1982 - 1983
Serviços técnicos especializados , Engenharia Naval e Industrial S A, .

Serviço realizado
Manutenção preventiva e corretiva das instalações elétricas e mecânicas da área industrial do estaleiro..
1982 - 1983
Serviços técnicos especializados , Engenharia Naval e Industrial S A, .

Serviço realizado
Reparos em painéis elétricos, motores elétricos, geradores, instalações elétricas de navios..

Belletti Engenharia de Instalações Ltda, -*, Brasil.
Vínculo institucional

1981 - 1981
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Atividades

3/1981 - 6/1981
Estágios , Belletti Engenharia de Instalações Ltda, .

Estágio realizado
Estágio na obra de instalações elétricas, telefônicas, hidráulicas, esgotos pluviais e sanitários na construção do Centro Empresarial Rio, Botafogo - Rio de Janeiro..


Linhas de pesquisa


1.
Grupo de Pesquisa Redes de Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Objetivo: Este grupo tem por missão a pesquisa, o intercâmbio e a socialização de conhecimento sobre a formação e a gestão de Redes de Informação Científica e Tecnológica em Saúde, em sua dimensão social, informacional e tecnológica. Sua dimensão social é representada pela dinâmica das relações entre grupos, instituições, espaço e tempo. Os fluxos, processos, práticas e aparatos de informação produzidos pelas interações da rede social compreendem sua dimensão informacional. Como terceira dimensão de constituição desta rede estão os aportes tecnológicos - ferramentas e metodologias ? voltadas para potencializar e fomentar a mediação entre os atores e para a operação e gestão da informação e conhecimento gerados por este processo. O conhecimento gerado visa subsidiar a construção das Redes de Informação Científica e Tecnológica em Saúde, assim como o desenvolvimento de novas metodologias e tecnologias aplicadas no ambiente web. Para o cumprimento desta missão o grupo definiu 3 linhas de ação, que contemplam as seguintes temáticas: o estudo de padrões de acessibilidade nos ambientes web; metodologias de Arquitetura de Informação; a comunicação formal e informal nas Redes Sociais; o estudo de usos e usuários; práticas de gestão do conhecimento; o estudo sobre o papel da informação como um dos elementos para o desenvolvimento do sistema nacional de inovação em saúde; a pesquisa e análise de metodologias de mineração de dados (Data Mining) nos espaços de armazenamento de informações (Bases de Dados); a análise conceitual sobre as redes sociais para trabalho colaborativo e a história das instituições e suas práticas de informação. A equipe possui caráter interdisciplinar, contemplando as áreas de Comunicação, Ciência da Informação, Biblioteconomia, História, Arquivologia e Ciência da Computação. Sua produção se destina a diferentes perfis de público, abrangendo tanto os atores envolvidos na formação assim como os usuários das redes sociais e tecnológicas..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Palavras-chave: Gestão do Conhecimento; Preservação da Memória; Patrimônio Cultural.
2.
Conservação Preventiva do Patrimônio das Ciências e da Saúde

Objetivo: Vinculada ao Grupo de Pesquisa "Saúde e Cidade: arquitetura, urbanismo e patrimônio cultural", a linha de pesquisa tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento de estratégias preventivas para a conservação do patrimônio das ciências e da saúde. Através da interdisciplinaridade, busca desenvolver pesquisas relacionadas aos diferentes componentes da conservação preventiva, incluindo documentação, monitoramento, gerenciamento ambiental, conservação programada, gerenciamento de riscos. Contempla ainda investigações relacionadas ao desenvolvimento de políticas e programas de preservação..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Preservação do Patrimônio Cultural.
Palavras-chave: Patrimônio Cultural; Patrimônio Cultural da Saúde; Conservação preventiva; Gestão de Riscos.
3.
Conservação Preventiva

Objetivo: Estudo da conservação prevenitva aplicada a materialidade do patrimônio construido. Vinculado ao Grupo de Pesquisa Conservação Preventiva de Edifícios e Sítios Históricos, coordenado pela Fundação Casa de Rui Barbosa. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelholinha/4611620088999751108370.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Engenharias > Engenharia Civil > Restauração de estruturas históricas.
Palavras-chave: Conservação preventiva; edificios históricos; sítios históricos; mecanismos de degradação; patologia das construções.
4.
Mudanças Climáticas e Patrimônio Cultural

Objetivo: O objetivo da pesquisa é o estabelecimento de um quadro de referências para análises e gestão de riscos e estabelecimento de estratégias sustentáveis para a preservação do patrimônio cultural frente aos efeitos relacionados às mudanças climáticas, no âmbito dos objetivos do Grupo de Pesquisa Conservação Preventiva de Edifícios e Sítios Históricos, coordenado pela Fundação Casa de Rui Barbosa. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelholinha/4611620088999751409712.
Palavras-chave: Mudanças Climáticas; Patrimônio Cultural.


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Patrimônio Cultural in situ: diálogos e ações em instituições de ciência no Brasil e em Portugal.
Descrição: Na contemporaneidade, um dos principais desafios que se apresenta é a conciliação entre preservação do patrimônio e o desenvolvimento urbano. Os planos de requalificação urbana de sítios históricos devem ter como objetivo a qualificação aliada aos princípios de sustentabilidade e de preservação e valorização da memória. Espera-se que as propostas deste projeto contribuam para identificar e analisar as especificidades e as múltiplas interpretações possíveis de espaços tradicionais de ciência e saúde na cidade do Rio de janeiro, em constante transformação. Soma-se à intenção de produzir conhecimento, aquela relativa à prospecção de ações para conservação do referido patrimônio assim como à capacitação de recursos humanos para tal fim. A Fiocruz, que sempre assumiu um papel ativo na defesa do direito à Saúde coletiva, da melhoria da qualidade de vida da população e da redução das desigualdades sociais, tem o desafio atual de propor planos de requalificação para dois de seus campi localizados na cidade do Rio, o da sua sede central, em Manguinhos e um em área da antiga Colônia Juliano Moreira, em parceria com a Prefeitura Municipal. Nesses processos de requalificação adotam-se como base os conceitos da conservação preventiva e da reabilitação sustentável, e tomam-se como centrais os diversos conjuntos que formam esse Patrimônio Cultural, a saber: as coleções científicas e documentais, o edifício e seu entorno. A partir dessas duas experiências locais, espera-se construir narrativas que possam compreender e valorizar o patrimônio cultural da ciência e da saúde in situ, tanto no Brasil a saber o Museu de Astronomia, o Jardim Botânico e a Casa de Rui Barbosa , quanto em perspectiva. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2013
Políticas públicas e direitos do idoso: um estudo sobre a influência de estereótipos, (pré)conceitos e valores sobre os processos decisórios da gestão da força de trabalho nas organizações.
Descrição: A fim de estabelecer as regras de elegibilidade à aposentadoria por idade, a legislação previdenciária no Brasil pressupõe que todo trabalhador urbano com idade cronológica igual ou superior a 60-65 anos tenha alcançado o limite de sua capacidade laborativa. Entretanto, impactado pelo fenômeno do aumento da longevidade, o idoso tem aumentado sua participação no mercado de trabalho formal e começado a estender sua permanência para além dos 65 anos de idade. Paradoxalmente, por vivermos em uma sociedade que cultua a juventude, ainda se sustentam culturas que são mais propícias aos trabalhadores adultos jovens. É nesse contexto que esta pesquisa exploratória de natureza qualitativa atuará. Seu objetivo é identificar estereótipos, (pré)conceitos e valores acerca dos trabalhadores idosos e do seu conhecimento, investigando como esses fatores influenciam a tomada de decisões na gestão da força de trabalho e como essas decisões impactam a cultura organizacional, retroalimentando a construção de padrões. A pesquisa visa a gerar transformações sociais e conhecimento científico para a elaboração de políticas públicas que visem a atuar na garantia de direitos e na melhoraria da qualidade de vida e do bem-estar do trabalhador idoso..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcos José de Araújo Pinheiro - Integrante / Fabio Luiz Zamberlan - Coordenador / Márcia Fernandes Tavares - Integrante / Ana Lima Kallás - Integrante / Cassio Alan Ferreira Maduro - Integrante / Fernanda Benevides Zanela - Integrante / Jean Engel Martinez - Integrante.
2013 - Atual
Conservação preventiva do acervo científico e cultural da Fiocruz: metodologia para desenvolvimento de planos de gerenciamento de riscos
Descrição: O gerenciamento de riscos para o patrimônio cultural é reconhecido atualmente como uma importante ferramenta da conservação preventiva, garantindo uma visão integrada dos riscos e danos a que estão sujeitos os bens culturais. Ele fornece subsídios para a otimização da tomada de decisões, estabelecendo prioridades de ação e alocação de recursos para mitigar os diversos tipos de risco. O presente projeto de pesquisa tem como objetivo fornecer subsídios para a implementação de planos de gerenciamento de riscos para os acervos preservados pela Fiocruz..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Marcos José de Araújo Pinheiro - Coordenador / Carla Maria Teixeira Coelho - Integrante.Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 13 / Número de orientações: 3
2010 - 2012
Museu da Colônia - Território, Saúde & Ambiente
Descrição: Desenvolvimento e implantação do projeto Museu da Colônia - Território, Saúde & Ambiente, parte integrante do Plano de Requalificação do Núcleo Histórico Rodrigues Caldas, e que tem como objetivos: a) preservar e divulgar o patrimônio cultural e natural do território, e a memória coletiva das permanências, transformações e evoluções do sítio, de seus habitantes e usuários; b) construir um pólo difusor de temas ligados à saúde e ao ambiente em coerência com o histórico do sítio; c) dotar a Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro de equipamento cultural e disponibilizar espaço museal com profundas relações com a história local..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Gestão do Conhecimento nas Organizações Públicas
Descrição: Reflexão sobre a Gestão do Conhecimento como elemento propulsor de mudanças na cultura organizacional e no comportamento dos indivíduos a partir do estímulo ao compartilhamento intensivo de experiências e competências e do gerenciamento dos estoques informacionais visando a criação de conhecimento que subsidiem as ações organizacionais. Objetiva também analisar o papel da GC na Administração Pública..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2012
Plano de requalificação do Núcleo Histórico Rodrigues Caldas na antiga Colônia Juliano Moreira (Jacarepaguá/ RJ)
Descrição: Desenvolver plano de requalificação de importante parcela do território da antiga Colônia Juliano Moreira, localizada em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, com base em diretrizes sustentáveis e que preservem a importância da região nas áreas da saúde, da história, da memória, da museologia, da biodiversidade, da arquitetura, e da economia, da sociedade e da cultura local..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2010
Metodologias e Tecnologias de Conservação e Manutenção do Patrimônio Edificado.
Descrição: Pesquisa para desenvolvimento de sistema de acompanhamento e gerenciamento da manutenção e conservação de bens culturais, a partir do levantamento e diagnóstico dos materiais construtivos originais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos José de Araújo Pinheiro - Coordenador / Bettina Collaro Goerlich de Lourenço - Integrante / Márcia Moraes Franqueira - Integrante / Maria Cristina Coelho Duarte - Integrante / Débora S. Lopes - Integrante.Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 6
2001 - 2003
Reintegração das Argamassas Históricas.
Descrição: RESUMO Nos últimos 14 anos, a equipe do Departamento de Patrimônio Histórico da Casa de Oswaldo Cruz vem desenvolvendo trabalhos de Restauração e Preservação do Conjunto Arquitetônico de Manguinhos. Dentre as diversas intervenções realizadas e em curso, destacamos a Reintegração das Argamassas Históricas, como projeto de pesquisa de significativa contribuição na área de Ciência e Tecnologia para Restauração e Conservação de Bens Histórico-Culturais. A previsão para o desenvolvimento pleno deste projeto é de dois anos (2001/2003), visando possibilitar principalmente a execução de argamassas com resistência físico-química compatível com as argamassas existentes e a possibilidade de reintegração do aspecto original das lacunas das argamassas históricas, do início séc.XX no Rio de Janeiro..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Marcos José de Araújo Pinheiro - Integrante / Bettina Collaro Goerlich de Lourenço - Coordenador / Renato da gama Rosa Costa - Integrante / Alexandre José de Souza Pessoa - Integrante / Ana Lucia Rodrigues de Oliveira - Integrante / Fabíola Rago - Integrante / Felipe da Silva Schramm - Integrante / Márcia Lopes Moraes Franqueira - Integrante / Marco Antônio Barbosa - Integrante / Mírian Cruxen Barros Oliveira - Integrante / Nelson Porto Ribeiro - Integrante / Sonia Aparecida Nogueira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
1999 - 2002
Espaço Museu de Tecnologia da COPPE/ UFRJ
Descrição: Trata-se de projeto didatico-pedagógico de inovação curricular, desenvolvimento de tecnologias e de equipamento de apoio ao ensino. O projeto tem como objetivo contribuir para o aperfeiçoamento do ensino de ciências na rede escolar de nível fundamental (8ªsérie) e ensino médio, através da promoção de práticas educacionais centradas na vinculação entre a ciência, a história e a tecnologia, a serem desenvolvidas em espaços de exposição, laboratórios e cursos de capacitação de professores..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (10) / Doutorado: (10) .
Integrantes: Marcos José de Araújo Pinheiro - Integrante / Danielle Grynspann - Integrante / Roberto Cintra Martins - Coordenador / Roberto Bartholo Junior - Integrante / Outros - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.


Projetos de desenvolvimento


2012 - Atual
PROJETO ?MESTRES E OFÍCIOS? DA CONSTRUÇÃO TRADICIONAL BRASILEIRA
Descrição: Este projeto tem como escopo a produção de vídeos digitais de curta e média duração, com fins didático-pedagógicos, voltados à preservação e transmissão dos saberes e práticas dos ofícios tradicionais da construção e ornamentação de edificações e espaços públicos. Dar-se-á destaque para a expertise desenvolvida por mestres-artífices que se dedicaram à conservação e restauração de materiais construtivos encontrados em edificações históricas e sua relação com o idoso. Como principal meio de divulgação e acesso, pretende-se utilizar a TV Canal Saúde e o portal da Casa de Oswaldo Cruz . O projeto também prevê a impressão de DVDs a serem distribuídos para entidades dedicadas ao ensino e à prática da conservação e restauração do patrimônio histórico brasileiro e demais interessados no assunto.A produção de vídeos voltados à transmissão de conhecimentos sobre mestres-artífices e ofícios construtivos tradicionais visa diminuir a lacuna existente entre a necessidade de mão obra especializada na conservação e restauração de bens históricos imóveis e a parca oferta de materiais didático-pedagógicos destinados à formação/capacitação de profissionais para o exercício desses ofícios..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2012 - Atual
Política de Preservação e Gestão de Acervos Culturais das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz
Descrição: Elaboração de uma Política de Preservação e Gestão de Acervos para a Casa de Oswaldo Cruz (COC) que estabeleça princípios , diretrizes e orientações que devem reger as atividades de gestão e preservação dos acervos culturais das ciências e da saúde sob a guarda da COC. A tipologia destes acervos compreende acervos arquitetônicos e urbanísticos; museológicos; arquivísticos e bibliográficos..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2012 - Atual
Programa de Requalificação do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos
Descrição: Tem como objetivo estabelecer princípios e diretrizes para projeto de requalificação do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos (NAHM), tombado pelo IPHAN e localizado no Campus Manguinhos da Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ. Em função do esvaziamento do núcleo devido à transferência de atividades para outras edificações fora do NAHM, há no novo plano de ocupação a responsabilidade de conjuntamente atender às demandas institucionais e de preservar o patrimônio cultural. Por outro lado, desafios se apresentam ao incorporarmos a ampliação da interlocução com o entorno da Fiocruz e com a cidade do Rio de Janeiro, e a geração de maior oferta de atividades socioculturais e educativas aos trabalhadores da instituição e à população. Como princípio central para desenvolvimento deste plano, há de se considerar que as intervenções em sítios e conjuntos históricos devem ser pautadas por quatro esferas que traduzem a ação humana num dado lugar ao longo do tempo: pela esfera cultural que abarca os valores artísticos e históricos; pela esfera social que abarca os aspectos simbólicos e da memória; pela esfera ética, que compreende o direito de transmissão e fruição dos testemunhos da vida cotidiana e das memórias individuais e coletivas entre as gerações; e, finalmente, a esfera científica por se tratar de um lugar notável de geração de conhecimento e pela capacidade e potencial que os acervos científicos constituídos têm como fonte para novas pesquisas em diferentes áreas da ciência..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2010 - Atual
PRESERVO - Complexo de Acervos da Fiocruz
Descrição: O projeto PRESERVO - Complexo de Acervos da Fiocruz, antes denominado Complexo de Preservação e Difusão dos Acervos Culturais e Científicos da Saúde (CPDCCAS), tem como objetivo estabelecer um novo patamar de organização e de integração das ações entre os diferentes agentes institucionais da Fiocruz responsáveis por acervos culturais e científicos. Contempla diversas tipologias de acervos, e concebe a preservação enquanto coleta, identificação, catalogação, descrição, conservação, restauração, pesquisa e divulgação. Visa estabelecer a infra-estrutura destinada à preservação do patrimônio científico e cultural, bem como à gestão da qualidade e do conhecimento na Fiocruz tendo como orientações estruturantes a conservação integrada; a conservação preventiva; o gerenciamento de riscos; o desenvolvimento e o emprego de estratégias sustentáveis; a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico; a educação e a articulação entre a preservação patrimonial e as tecnologias da informação e comunicação (TICs). Essas orientações norteiam a elaboração de uma política institucional de preservação e gestão de seus acervos científicos e culturais..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2006 - 2007
PROJOVEM - Arco Ocupacional Madeira & Móveis
Descrição: Coordenação do desenvolvimento de material pedagógico para o Laboratório Trabalho e Formação para o Arco Ocupacional Madeira e Móveis do Programa Nacional de Inclusão de Jovens. Este projeto está inserido num projeto maior que tem por objetivo apoiar com assistência técnica e pedagógica para o desenvolvimento das ações que viabilizem a implementação e desenvolvimento da dimensão da qualificação profissional no âmbito do Programa Nacional de Inclusão de Jovens, PROJOVEM - Educação, Qualificação e Ação Comunitária, por meio da produção de material didático-pedagógico (formação técnico geral e arcos ocupacionais), formação de educadores do PROJOVEM e acompanhamento da utilização do material didático. O desenvolvimento do projeto geral foi coordenado pelo prof Fábio Luiz Zamberlan, do Laboratório Trabalho & Formação, COPPE/ Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Preservação do Patrimônio Cultural.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção / Subárea: Gestão de Iniciativas Sociais.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende PoucoLê Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2011
Premio Anual IAB - RJ Categoria Produção Teórica, Instituto dos Arquitetos do Brasil - Rio de Janeiro.
1996
Menção Especial (equipe) - Premio Rodrigo Mello Franco, IPHAN.
1994
Menção Honrosa (equipe)., II Bienal Internacional de Arquitetura - BIAB '94 (Recife / PE).
1993
Menção Honrosa (equipe)., Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB/RJ.
1993
Prêmio destaque Jovens Arquitetos (equipe)., Museu da Casa Brasileira - IAB/SP.
1992
Menção Honrosa (equipe), Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB/RJ.
1991
Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade (equipe), Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB/RJ.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:1
Total de citações:1
LERNER, Kátia. Museums, heritage, and power: reflections on the practices of memory in modernity. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 13, n. 4, Dec. 2006 . Available from . access on17 Sept. 2009. doi: 10.1590/S0104-59702006000400015.  Data: 17/09/2009

Outras
Total de trabalhos:1
Total de citações:4
http://www.fundarpe.pe.gov.br/fomento_funcultura_edital_download.php?cod=3323  Data: 28/12/2010

Artigos completos publicados em periódicos

1.
ALVES, A. S.2017ALVES, A. S. ; OLIVEIRA, B. C. E. P. D. ; SACRAMENTO, C. ; GHIRARDELLI, C. ; QUEIROZ, C. F. ; NOGUEIRA, I. ; SA, I. P. ; PRAXEDES, K. V. ; LACHINI, M. T. ; PINHEIRO, M. J. A. ; FERRARI, R. . Descrição de metadados mínimos para integração e preservação digital dos acervos científicos e culturais da Fundação Oswaldo Cruz: um estudo de caso. RECIIS - Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde, v. 11, p. 1-5, 2017.

2.
PINHEIRO, M. J. A.2013PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. . Reflexões sobre o processo de elaboração da Política de Preservação e Gestão de Acervos Culturais das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz. Revista CPC (USP), v. 0, p. 18, 2013.

3.
PINHEIRO, M. J. A.;PINHEIRO, MARCOS JOSÉ DE ARAÚJO;PINHEIRO, Marcos José2005PINHEIRO, M. J. A.. Afinidades entre a modernidade e a cultura do olhar. Lumina (Juiz de Fora) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4070 Lumina (Juiz de Fora. Online)), Juiz de Fora, v. 6, n.01 e 02, p. 113-130, 2005.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MACHADO, C. S. L. (Org.) ; CARVALHO, C. S. R. (Org.) ; COELHO, C. (Org.) ; NASCIMENTO, F. (Org.) ; PINHEIRO, M. J. A. (Org.) ; CORREIA, M. R. (Org.) ; OLIVEIRA, N. H. C. (Org.) . Olhares sobre o patrimônio fluminense. 1. ed. Rio de Janeiro: In-Fólio, 2015. v. 1. 224p .

2.
PINHEIRO, M. J. A.; GOERLICH, Bettina Collaro ; DUARTE, M. C. C. ; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; LOPES, D. S. . Metodologia e tecnologia na área de manutenção e conservação de bens edificados. O caso do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos. 1. ed. Rio de Janeiro: Fiocruz, Casa de Oswaldo Cruz, 2009. v. 1. 148p .

3.
PINHEIRO, M. J. A.; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; MONTALVO, Antônio José Aguilera . Madeiras e Móveis: guia de estudo, Coleção ProJovem - Arco Ocupacional. Brasília: Ministério do Trabalho e Emprego, 2006. 136p .

4.
PINHEIRO, M. J. A.; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; MONTALVO, Antônio José Aguilera . Madeira e Móveis: manual do educador, Coleção Projovem - Arco Ocupacional. Brasília: Ministério do Trabalho e Emprego, 2006. 83p .

5.
PINHEIRO, M. J. A.. Museus, Memória e Esquecimento - Um projeto da modernidade. 1. ed. Rio de Janeiro: Coleção Engenho & Arte, Coppe/ Ufrj, E-Papers Serviços Editoriais., 2004. v. 01. 262p .

Capítulos de livros publicados
1.
BEVILAQUA, D. V. ; PINHEIRO, M. J. A. . Perspectivas. In: Diego Vaz Bevilaqua; Marina Ramalho; Rita Alcantara; Tereza Costa. (Org.). Museo de la Vida: ciencia y arte en Manguinhos. 01ed.Rio de Janeiro: Fiocruz/ Casa de Oswaldo Cruz, 2018, v. 01, p. 108-115.

2.
BEVILAQUA, D. V. ; PINHEIRO, M. J. A. . Perspectivas. In: Diego Vaz Bevilaqua; Marina Ramalho; Rita Alcantra; Tereza Costa. (Org.). Museu da Vida: ciência e arte em Manguinhos. 1ed.Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz, 2017, v. , p. 108-117.

3.
COELHO, C. M. T. ; PINHEIRO, M. J. A. . Gestión de riesgos para el patrimonio cultural de la Casa de Oswaldo Cruz/ Fundación Oswaldo Cruz. In: David Cohen. (Org.). La gestión de riesgos del patrimonio cultural: casos y experiencias para la conservación del patrimonio cultural de latinoamerica. 1ed.Berlim: Editorial Academica Española, 2017, v. 1, p. 124-159.

4.
BEVILAQUA, D. V. ; PINHEIRO, M. J. A. . Prospects. In: Diego Vaz Bevilaqua; Marina Ramalho; Rita Alcantara; Tereza Costa. (Org.). Museum of Life: Science and Art in Manguinhos. 01ed.Rio de Janeiro: Fiocruz/ Oswaldo Cruz House, 2017, v. 01, p. 108-115.

5.
PINHEIRO, M. J. A.. Políticas de Preservação sob a perspectiva do Preservo - Complexo de Acervos da Fiocruz. In: COMCOL/ ICOM. (Org.). Criando e implementando Políticas de Acervo/ Colecionar o contemporâneo: registros do Seminário COMCOL 2015 Gestão de Desenvolvimento de Coleções. 1/1ed.Rio de Janeiro: COMCOL/ ICOM, 2017, v. 1, p. 70-82.

6.
PINHEIRO, M. J. A.. Semana Fluminense do Patrimônio. In: Carmen Silvia de Lemos Menezes Machado; Claudia S. Rodrigues de Carvalho; Cristina Coelho; Fátima Nascimento; Marcos José Pinheiro; Maria Rosa Correia; Nezi Heverton C. de Oliveira. (Org.). Olhares sobre o patrimônio fluminense. 1ed.Rio de Janeiro: In-Fólio, 2015, v. 1, p. 22-29.

7.
PINHEIRO, M. J. A.. Entretenimento: alienação ou resistência cultural. In: José Augusto Nogueira Kamel. (Org.). Engenharia do entretenimento: meu vício, minha virtude.. Rio de Janeiro: E-papers, 2006, v. , p. 196-204.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
COSTA, R. G. R. ; PINHEIRO, M. J. A. . O Castelo faz 100 anos!. Ciência Hoje das Crianças, RIO DE JANEIRO, 21 ago. 2018.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PINHEIRO, M. J. A.; MARQUES, A.M.O.B. ; COELHO, C. M. T. . NÚCLEO ARQUITETÔNICO HISTÓRICO DE MANGUINHOS (R. J. - BRASIL): PROPOSTA DE REQUALIFICAÇÃO PARA UM PATRIMÔNIO CULTURAL DA SAÚDE. In: II Congresso Internacional sobre Património Industrial Património, Museus e Turismo Industrial: Uma Oportunidade para o século XXI, 2017, Porto, Portugal. II Congresso Internacional sobre Património Industrial Património, Museus e Turismo Industrial 22-24 Maio ? 2014 : Uma Oportunidade para o século XXI. Porto: CITAR / Universidade Católica do Porto/ Associação Portuguesa para o Património Industrial (APPI), 2017. v. 1. p. 254-264.

2.
COELHO, C. M. T. ; PINHEIRO, M. J. A. . A prevenção de danos como diretriz para preservação do patrimônio cultural: a experiência da Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz. In: III Fórum Internacional Sobre Patrimônio Arquitetônico Brasil/Portugal, 2016, Campinas. Fórum Internacional Sobre Patrimônio Arquitetônico Brasil/Portugal (FIPA). Campinas: FIPA, 2016. v. 01. p. 282-288.

3.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. . Novas estratégias para gestão e preservação do patrimônio cultural da Fundação Oswaldo Cruz: uma abordagem preventiva e interdisciplinar. In: III Seminário de Gestão do patrimônio cultural de ciência e tecnologia, 2015, Recife. Anais do III Seminário de Gestão do patrimônio cultural de ciência e tecnologia. Recife: Editora UFPE, 2015. v. 1. p. 276-230.

4.
SILVA, M. K. B. ; PINHEIRO, M. J. A. ; COELHO, C. M. T. . Identificação de riscos para o patrimônio cultural da Fiocruz: subsídios para o desenvolvimento de planos de gerenciamento de riscos - acervos móveis. In: III Encontro Brasileiro de Pesquisa em Cultura, 2015, Cariri. III Encontro Brasileiro de Pesquisa em Cultura. Cariri: Universidade Federal do Cariri, 2015. p. 13-23.

5.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. . Politica de preservação e gestão de acervos culturais: a experiência da Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz. In: 2º Encontro Luso-Brasileiro de Conservação e Restauração, 2013, São João del Rei. Anais do 2º Encontro Luso-Brasileiro de Conservação e Restauração.. São João del Rei: PPGA-EBA-UFMG, 2013. v. 1. p. 71-81.

6.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. . Políticas de preservação de acervos na web: subsídios para a construção da Política de preservação e gestão de acervos da Casa de Oswaldo Cruz/ Fiocruz. In: II CONINTER - Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades, 2013, Belo Horizonte. II CONINTER - Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades - Globalização e Interdisciplinaridade. Belo Horizonte: UFMG, 2013.

7.
PINHEIRO, M. J. A.; SANTOS, P. R. E. ; COELHO, C. M. T. . Complexo de Preservação e Difusão de Acervos Científicos da Saúde. In: Conference on Technology, Culture ande Memory - CTCM. Strategies for preservation and acces to information., 2011, Recife. Conference on Technology, Culture ande Memory - CTCM. Strategies for preservation and acces to information. Anais, 2011.

8.
PINHEIRO, M. J. A.; SA, B. T. ; CARVALHO, R. M. R. . Preservação, território e requalificação: o patrimônio cultural no planejamento da Colônia Juliano Moreira (RJ). In: PPLA Seminário 2010 - Política, Território e Desenvolvimento: dos modelos alternativos à alternativa aos modelos., 2010, Curitiba. PPLA Seminário 2010 - Política, Território e Desenvolvimento: dos modelos alternativos à alternativa aos modelos., 2010.

9.
PINHEIRO, M. J. A.; CARVALHO, R. M. R. ; SA, B. T. . Diversidad cultural y medioambiental. Rehabilitación sostenible del territorio de la Colonia Juliano Moreira (Brasil). In: Rehabilitación y Sostenibilidad. El Futuro es Posible, 2010, Barcelona. Congreso Internacional. Rehabilitación y Sostenibilidad. El futuro es posible.. Barcelona: CAATEEB, 2010. v. 01. p. 124-125.

10.
ANDRADE, Inês El-Jaick ; MELLO, Estefânia Neiva ; PESSOA, Alexandre José de Souza ; MOREIRA, Rubens ; PINHEIRO, M. J. A. ; SÁ, Bruno . Reconhecimento e qualificação do patrimônio verde público urbano. In: Arquimemória 3 Encontro Nacional de Arquitetos sobre Preservação do Patrimônio edificado. Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB); Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN); Instituto do Patrimônio, 2008, Salvador. Arquimemória 3: Encontro Nacional de arquitetos sobre preservação do patrimônio edificado.. Salvador: PPG-FAU-UFBA, 2008. v. V.1. p. 162-162.

11.
COSTA, Renato da Gama Rosa ; PINHEIRO, M. J. A. ; MELLO, E. ; SA, B. T. . Multiplicidade e Integração: a rearquitetura do Pavilhão Nossa Senhora dos Remédios. In: III Seminário Projetar. O moderno já passado - o passado no moderno: reciclagem, requalificação, rearquitetura., 2007, Porto Alegre. III Seminário Projetar. O moderno já passado - o passado no moderno: reciclagem, requalificação, rearquitetura.. Porto Alegre: PROPAR/ UFRGS, 2007.

12.
OLIVEIRA, Benedito Tadeu de ; LOURENÇO, Bettina Collaro Goerlich de ; FRANQUEIRA, Márcia Moraes ; PINHEIRO, M. J. A. ; COSTA, Renato da Gama Rosa ; NOGUEIRA, Sônia Aparecida . 4ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo. In: IV Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, 1999, São Paulo. 4ª BIENAL INTERNACIONAL DE ARQUITETURA DE SÃO PAULO. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1999. v. 1. p. 98-101.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
COELHO, C. M. T. ; PINHEIRO, M. J. A. . Implementing Risk Management Strategies for the Manguinhos Historic Site: Protecting built heritage and collections. In: AIC's 44th Annual Meeting & CAC's 42nd Annual Conference - 'Preparing for disaster and confronting the unexpected in conservation', 2016, Montreal. Preparing for disaster and confronting the unexpected in conservation. Montreal, 2016. p. 51-51.

2.
COELHO, C. M. T. ; PINHEIRO, M. J. A. . Gestión de Riesgos para el Patrimonio de la Casa de Oswaldo Cruz/ Fundación Oswaldo Cruz. In: V Congreso Chileno de Conservación y Restauración, 2015, Santiago do Chile. Conservación e institucionalidad cultural en Latinoamérica. Proyectos, experiencias y desafíos. Santiago do Chile: AGCR, 2015. v. 1. p. 99-103.

3.
PINHEIRO, M. J. A.; GOERLICH, Bettina Collaro . 1. PINHEIRO, Marcos José de Araújo, LOURENÇO, Bettina Collaro Goerlich, 2004, Metodologia e Tecnologia na Área de Manutenção e Conservação em Bens Culturais Edificados. In: 1º FÓRUM BRASILEIRO DO PATRIMÔNIO CULTURAL, 2004, UFMG, Belo Horizonte, pp. 137 - 138. Referências adicionais: Brasil/ Português. Meio de divulgação: Impresso. In: 1º Fórum Brasileiro do Patrimônio Cultural, 2004, Belo Horizonte. 1º Fórum Braisleiro do Patrimônio Cultural. Belo Horizonte: UFMG, 2004. v. 1. p. 137-138.

Apresentações de Trabalho
1.
PINHEIRO, M. J. A.. Casa de Oswaldo Cruz, Fiocruz: Iniciativas recentes de pesquisa e divulgação da ciência e do patrimônio da ciência. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
PINHEIRO, M. J. A.; BEVILAQUA, D. V. ; SA, B. T. ; ZOUAIN, R. S. . Arquitetura e espaços Museais: Experiencias baseadas no plano de requalificação do sitio de patrimonio historico e arquitectonico do Campus Manguinhos no Rio de Janeiro. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
PINHEIRO, M. J. A.. O projeto de gestão de riscos da Fiocruz. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
PINHEIRO, M. J. A.. PRESERVO ? Uma estratégia de preservação do patrimônio cultural da Fiocruz. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
COELHO, C. M. T. ; PINHEIRO, M. J. A. . Implementing Risk Management Strategies for the Manguinhos Historic Site: Protecting built heritage and collections. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
PINHEIRO, M. J. A.. Preservo ? Uma Perspectiva Interdisciplinar de Preservação e Gestão de Acervos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
PINHEIRO, M. J. A.. Preservo ? uma solução interdisciplinar e integradora de preservação e acesso aos acervos da Fiocruz. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
PINHEIRO, M. J. A.. Políticas de preservação sob a perspectiva do Preservo ? Complexo de Acervos da Fiocruz. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
PINHEIRO, M. J. A.; MARQUES, A.M.O.B. ; COELHO, C. M. T. . Núcleo arquitectónico histórico de Manguinhos:proposta de requalificação para um património cultural da saúde.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
PINHEIRO, M. J. A.. Políticas de Preservação e Gestão de Acervos Culturais: A Experiência da Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
PINHEIRO, M. J. A.. Organização e desafios de um escritório institucional especializado na preservação de seu patrimônio histórico. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. . Reflexões sobre o processo de elaboração da Política de Preservação e Gestão de Acervos Culturais das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. . Politica de preservação e gestão de acervos culturais: a experiência da Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
PINHEIRO, M. J. A.; SANTOS, P. R. E. ; COELHO, C. M. T. . Complexo de preservação e difusão de acervos científicos da saúde. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
PINHEIRO, M. J. A.. Patrimônio - Ações para formção, capacitação, pesquisa e fomento. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
PINHEIRO, M. J. A.. Incentivo a pesquisa no campo da preservação preventiva. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; LOPES, D. S. ; LOURENÇO, Bettina Collaro Goerlich de . Metodologia e Tecnologia na Área de Manutenção e Conservação de Bens Culturais Edificados: O Caso do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos - FIOCRUZ. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
PINHEIRO, M. J. A.; SA, B. T. ; CARVALHO, R. M. R. . Diversidad cultural y medioambiental - Rehabilitación sostenible del territorio de la Colonia Juliano Moreira - Rio de Janeiro. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
OLIVEIRA, Benedito Tadeu de ; LOURENÇO, Bettina Collaro Goerlich de ; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; PINHEIRO, M. J. A. ; COSTA, Renato da Gama Rosa ; NOGUEIRA, Sonia Aparecida . Conjunto Arquitetônico Histórico de Manguinhos. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
OLIVEIRA, Benedito Tadeu de ; LOURENÇO, Bettina Collaro Goerlich de ; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; PINHEIRO, M. J. A. ; COSTA, Renato da Gama Rosa ; NOGUEIRA, Sonia Aparecida . Restauração do Conjunto Histórico de Manguinhos. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
PINHEIRO, M. J. A.; OLIVEIRA, B. C. E. P. D. ; COELHO, C. M. T. ; GHIRARDELLI, C. ; VIEIRA, F. A. ; MACHADO, J. G. N. ; WEGNER, L. F. B. ; MATTOS, L. F. C. ; SILVA, M. ; MACHADO, M. P. ; GARCIA, M. ; SHIMABUKURO, P. ; SOARES, P. P. ; FERREIRA, R. A. ; SANTOS, T. . Política de Preservação dos Acervos Científicos e Culturais da Fiocruz. Rio de Janeiro: Fiocruz-COC, 2018 (Documento Institucional de Referência de Projeto).

2.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. ; VIEIRA, F. A. ; PEREZ, C. ; MACHADO, M. P. ; OLIVEIRA, B. C. E. P. D. ; MACHADO, J. G. N. ; SILVA, M. ; GARCIA, M. ; SHIMABUKURO, P. ; SOARES, P. P. ; FERREIRA, R. A. ; SANTOS, T. ; MATTOS, L. F. C. . POLÍTICA DE PRESERVAÇÃO DOS ACERVOS CIENTÍFICOS E CULTURAIS DA FIOCRUZ. RIO DE JANEIRO: Fiocruz/ COC, 2018 (Documento Institucional de Referência de Projeto).

3.
PINHEIRO, M. J. A.. Arquitetura moderna e sua preservação: estudos para o plano de conservação preventiva do Pavilhão Arthur Neiva = Preservation of modern architecture: studies for the Arthur Neiva Pavillion preventive conservation plan. RIO DE JANEIRO, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
PINHEIRO, M. J. A.; MARQUES, A.M.O.B. ; BEVILAQUA, D. V. ; STUDART, D. C. ; LIMA, A. L. G. S. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; MOREIRA, D. L. ; DIAS, E. M. S. ; SA, M. R. ; FONSECA, M. R. G. F. ; FERNANDES, T. M. ; GUIMARAES, V. F. ; HAMILTON, W. S. . PLANO DE REQUALIFICAÇÃO DO NÚCLEO ARQUITETÔNICO HISTÓRICO DE MANGUINHOS Documento de Referência. RIO DE JANEIRO: Casa de Oswaldo Cruz, 2014 (Documento Institucional de Referência de Projeto).

5.
PINHEIRO, Marcos José; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. ; ANDRADE, I. E. ; SOARES, P. P. ; MENDES, R. L. ; BRITO, V. M. ; WELTMAN, W. L. ; DIAS, E. M. S. ; NEVES, R. . Política de Preservação e Gestão de Acervos Culturais das Ciências e da Saúde. Rio de Janeiro: Fiocruz/COC, 2013 (Documento Institucional de Referência de Projeto).

6.
PINHEIRO, M. J. A.; WEGNER, L. F. B. ; COELHO, C. M. T. ; SOARES, P. P. ; ANDRADE, I. E. ; BRITO, V. M. ; DIAS, E. M. S. ; WELTMAN, W. L. . Preservation and Management Policy for Cultural Collections in Science and Health. RIO DE JANEIRO: Fiocruz/Casa de Oswaldo Cruz, 2013 (Documento Institucional de Referência de Projeto).

7.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; WEGNER, L. F. B. ; ANDRADE, I. E. ; SOARES, P. P. ; WELTMAN, W. L. ; BRITO, V. M. ; NEVES, R. ; DIAS, E. M. S. . Política de preservación y gestión de acervos culturales de las ciencias y de la salud. RIO DE JANEIRO: Fiocruz/COC, 2013 (Documento Institucional de Referência de Projeto).

8.
PINHEIRO, M. J. A.; SA, B. T. ; CARVALHO, R. M. R. ; ZOUAIN, R. S. ; DOMINGUES, L.C.S.M. ; MARQUES, A.M.O.B. . Plano de Requalificação do Núcleo Histórico Rodrigues Caldas: reabilitação urbanística, social e cultural no território da antiga Colônia Juliano Moreira (RJ). Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz/ Fundação Oswaldo Cruz, 2012 (Documento Institucional de Referência de Projeto).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a artigo D no periódico científico História, Ciências, Saúde: Manguinhos.. 2018.

2.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a artigo A no periódico Anais do Museu Histórico Nacional. 2017.

3.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a resumo A de comunicação no IV Seminário Docomomo Rio. 2017.

4.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a resumo B de comunicação no IV Seminário Docomomo RJ. 2017.

5.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a resumo C de comunicação no IV Seminário Docomomo RJ. 2017.

6.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico à comunicação A no IV Seminário Docomomo Rio. 2017.

7.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico à comunicação B no IV Seminário Docomomo Rio. 2017.

8.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico à comunicação A no I Congresso Internacional em Humanidades Digitais ? HDRio2018.. 2017.

9.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico à comunicação B no I Congresso Internacional em Humanidades Digitais ? HDRio2018.. 2017.

10.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico à comunicação C no I Congresso Internacional em Humanidades Digitais ? HDRio2018.. 2017.

11.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico à comunicação D no I Congresso Internacional em Humanidades Digitais ? HDRio2018. 2017.

12.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a artigo C no periódico científico História, Ciências, Saúde: Manguinhos. 2017.

13.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a artigo B no periódico científico História, Ciências, Saúde - Manguinhos. 2016.

14.
PINHEIRO, M. J. A.. Parecer de mérito científico a artigo A no periódico científico História, Ciências, Saúde: Manguinhos. 2016.

15.
PINHEIRO, M. J. A.; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; SCHRAMM, Felipe da Silva ; OLIVEIRA, Ana Lucia Rodrigues de ; FREITAS, Mônica Rosa de . Restauração do Palacete Itaborahy. 2000.

16.
PINHEIRO, M. J. A.; OLIVEIRA, Benedito Tadeu de ; COSTA, Renato da Gama Rosa . Centro de Recepção do Museu da Vida. 1999.

17.
PINHEIRO, M. J. A.; OLIVEIRA, Benedito Tadeu de ; COSTA, Renato da Gama Rosa . Tenda do Ciência em Cena do Museu da Vida. 1998.

18.
PINHEIRO, M. J. A.; OLIVEIRA, Benedito Tadeu de ; LOURENÇO, Bettina Collaro Goerlich de ; FRANQUEIRA, Márcia Lopes Moraes ; COSTA, Renato da Gama Rosa ; NOGUEIRA, Sonia Aparecida . Restauração do Conjunto Arquitetônico Histórico de Manguinhos. 1989.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BELLARDI, P. ; PINHEIRO, M. J. A. ; CURY, B. M. . Memória Fiocruz. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
PINHEIRO, M. J. A.. Política de Preservação de Acervos da Fiocruz favorece cooperações internacionais. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
PINHEIRO, M. J. A.. Em Pauta na Saúde 10/09/2018. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
PINHEIRO, M. J. A.. Acervos dinâmicos e organizados. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
PINHEIRO, M. J. A.. IV Semana Fluminense do Patrimônio: Patrimônio cultural e grandes eventos. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
PINHEIRO, M. J. A.. Preservação no Brasil precisa de parâmetros. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica

Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
GRUMBACH, C. ; LOPES, D. S. ; PINHEIRO, M. J. A. ; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. . Mestre Adorcino e o Estuque Ornamental. 2014. Vídeo.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CARVALHO, C. S. R.; MESQUITA, S. S.; SILVA, M. C. S. M. E.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Fernando José Ribeiro dos Santos. Preservação de acervos de ciência e tecnologia: metodologia para elaboração de políticas em instituições de guarda da Secretaria de Cultura do Estado de Mato Grosso. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Preservação de Acervos de Ciência e Tecnologia) - Museu de Astronomia e Ciências Afins.

2.
COELHO, C. M. T.; ANDRADE, I. E.; MELLO, M. C. F.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Fernando dos Santos Mendes. A conservação programada do Pavilhão do Relógio: estratégias para a preservação de um bem cultural. 2018. Dissertação (Mestrado em P.P.G. Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz/ Casa de Oswaldo Cruz.

3.
SANTOS, P. R. E.; SILVA, M. C. S. M. E.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Eliane Monteiro de Santana Dias. Preservação do patrimônio bibliográfico da Fiocruz: metodologia de transferência do acervo da Biblioteca de História das Ciências e da Saúde. 2018. Dissertação (Mestrado em P.P.G. Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz/ Casa de Oswaldo Cruz.

4.
BRUM, C. V. C.; PINHEIRO, M. J. A.; LIMA, A. L. G. S.. Participação em banca de Elen Cristina de Aguiar Gomes. Para além do Palácio Gustavo Capanema: a Biblioteca Euclides da Cunha. 2018. Dissertação (Mestrado em PPG em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz/ Casa de Oswaldo Cruz.

5.
PESSOA, J. S. B.; COSTA, R. G. R.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Rosana Soares Zouain. A Valoração do Moderno: contribuições para a preservação do Laboratório da Febre Amarela da Fundação Oswaldo Cruz. 2018. Dissertação (Mestrado em P.P.G. Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz/ Casa de Oswaldo Cruz.

6.
PINHEIRO, M. J. A.; MALDONADO, J. M. S. V.; RIVERA, F. J. U.; MARQUES, E.. Participação em banca de Rosivaldo Cardoso Santiago. Proposta metodológica para construção de cenários prospectivos de preservação de acervos arquivísticos digitais pela Casa de Oswaldo Cruz no horizonte futuro 2022. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado profissional em saúde pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/ Fiocruz.

7.
PINHEIRO, M. J. A.; MALDONADO, J. M. S. V.; FREITAS, C. M.. Participação em banca de Liene França Barbosa Wegner. Representações e gestão do patrimônio cultural da saúde na Casa de Oswaldo Cruz. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado profissional em saúde pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/ Fiocruz.

Qualificações de Mestrado
1.
PINHEIRO, M. J. A.; MALDONADO, J. M. S. V.; FREITAS, C. M.; MONTEIRO, N. S. S.. Participação em banca de Paula de Almeida Lima. A sustentabilidade nas ações de intervenção em edificações históricas: estudo de caso Fiocruz. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Profissional em saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

2.
NOGUEIRA, Sônia Aparecida; HOPPE, S.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Rodolfo Lo Bianco. Igreja Nossa Senhora dos Remédios/ NHRC - Colônia/RJ: a significância cultural como critério para a preservação e gestão do patrimônio cultural. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em PPG em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz/ Casa de Oswaldo Cruz.

3.
MALDONADO, J. M. S. V.; PINHEIRO, M. J. A.; LIMA, S. M. L.; SOUZA, R. A.. Participação em banca de Luciana Rezende da Silva Garcez. Gestão de ricos organizacionais: uma proposta de implementação na Casa de Oswaldo Cruz. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Profissional em saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

4.
CARVALHO, C. S. R.; MESQUITA, S. S.; PINHEIRO, M. J. A.; SILVA, M. C. S. M. E.. Participação em banca de Fernando José Ribeiro dos Santos. Preservação de acervos de ciência e tecnologia: metodologia para elaboração de políticas em instituições de guarda da Secretaria de Cultura do Estado de Mato Grosso. 2017 - Museu de Astronomia e Ciências Afins.

5.
LIMA, A. L. G. S.; BRUM, C. V. C.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Elen Cristina de Aguiar Gomes. Para além do Palácio Gustavo Capanema: a Biblioteca Euclides da Cunha (BEC) como patrimônio cultural. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE) - Fundação Oswaldo Cruz.

6.
ANDRADE, I. E.; COELHO, C. M. T.; BRUM, C. V. C.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Fernando dos Santos Mendes. Manual de Conservação Programada do Pavilhão do Relógio: diretrizes para o monitoramento do patrimônio histórico e arquitetônico da Fiocruz. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE) - Fundação Oswaldo Cruz.

7.
SANTOS, P. R. E.; RODRIGUES, J. G.; VENANCIO, A.T.A.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Eliane Monteiro de Santana Dias. Preservação do patrimônio bibliográfico da Fiocruz: metodologia de transferência do acervo da Biblioteca de História das Ciências e da Saúde.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE) - Fundação Oswaldo Cruz.

8.
PINHEIRO, M. J. A.; PESSOA, J. S. B.; COSTA, R. G. R.. Participação em banca de Rosana Soares Zouain. A valoração do patrimônio moderno: o caso do antigo laboratório de febre amarela da Fundação Oswaldo Cruz. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE) - Fundação Oswaldo Cruz.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
OLIVEIRA, W.; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Nezi Heverton Campos de Oliveira. Produção Audiovisual na Fiocruz: uma proposta de gestão integrada e compartilhada de recursos. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em curso de Especialização em Gestão de Organizações) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/ Fiocruz.

2.
SANTOS, Paula Xavier dos; PINHEIRO, M. J. A.. Participação em banca de Érica de Castro Loureiro. Rumo à Excelência na Gestão Estratégica da Informação e do Conhecimento: contribuições ao Serviço de Gestão da Informação da Casa de Oswaldo Cruz. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em curso de Especialização em Gestão de Organizações) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/ Fiocruz.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
PINHEIRO, M. J. A.; VASCONCELLOS, Lélia Mendes de; SILVA, Marta de Jseus. Banca para análise de títulos e currículos do Concurso Público da Fundação Oswaldo Cruz, na área de atuação de arquitetura ( Tecnologista Júnior), perfis: Conservação e restauração de conjuntos históricos tombados; Desenvolvimento e acompanhamento de projetos e obras; Urbanismo; Urbanismo, Saúde e Ambiente.. 2006. Fundação Oswaldo Cruz.

2.
PINHEIRO, M. J. A.; MEMÓRIA, Aldeli; NEVES, Luiz; MIRANDA, Luiz Roberto Martins de. Presidente da Comissão Examinadora para o Concurso Público de 2002 da Casa de Oswaldo Cruz/ Fiocruz, edital 07/2002, cargo de Tecnologista Pleno III, área de atuação Preservação da Memória, perfil Materiais e Procedimentos na Área de Restauração e Conservação de Bens Históricos e Culturais, realizado em 09/05/2002.. 2002. Fundação Oswaldo Cruz.

Avaliação de cursos
1.
PINHEIRO, M. J. A.; NOGUEIRA, Sônia Aparecida; SAMPAIO, A. R.. 23ª Reunião Anual de Iniciação Científica. 2015. Fundação Oswaldo Cruz.

Outras participações
1.
PINHEIRO, M. J. A.; COSTA, Renato da Gama Rosa; DOMINGUES, L.C.S.M.. Comissão Científica do IV Docomomo Rio. 2017. PPGPAT/COC/FIOCRUZ.

2.
BRAYNER, A. A.; RIBEIRO, C. J. S.; HIGUCHI, S.; PINHEIRO, M. J. A.. Comissão Científica do I Congresso Internacional em Humanidades Digitais ? HDRio2018. 2017. Laboratório de Humanidades Digitais - CPDOC/ FGV.

3.
PINHEIRO, M. J. A.. Comitê Interno de Seleção e Avaliação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) - Fiocruz/ CNPq. 2016. Fundação Oswaldo Cruz.

4.
PINHEIRO, M. J. A.. Comitê Interno de Seleção e Avaliação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) - Fiocruz/ CNPq. 2015. Fundação Oswaldo Cruz.

5.
PINHEIRO, M. J. A.; PORTO, Marcelo Firpo de Souza; GRYNSPANN, Danielle. I Concurso Nacional de Projetos Educacionais em Saúde & Ambiente através da Arte - Educando com Arte. 2004. Fundação Oswaldo Cruz.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ESTUDOS DE CASO DE CULTURA MATERIAL DA CIÊNCIA.Casa de Oswaldo Cruz, Fiocruz: Iniciativas recentes de pesquisa e divulgação da ciência e do património da ciência. 2018. (Seminário).

2.
Seminário ?Arquitetura: Preservação e Riscos?.Gestão de Riscos para o Patrimônio Construído. 2018. (Seminário).

3.
Workshop Arquitetura e Técnicas Museográficas ICAMT.Arquitetura e espaços Museais: Experiencias baseadas no plano de requalificação do sitio de patrimonio historico e arquitectonico do Campus Manguinhos no Rio de Janeiro. 2018. (Seminário).

4.
3º INTEGRAR- Congresso Internacional de Arquivos, Bibliotecas, Centros de Documentação e Museus ?PRESERVAR PARA AS FUTURAS GERAÇÕES?. Ações de Salvaguarda dos Bens Culturais. 2016. (Congresso).

5.
AIC's 44th Annual Meeting & CAC's 42nd Annual Conference - Preparing for disasters and confronting the unexpected in conservation. Implementing Risk Management Strategies for the Manguinhos Historic Site: Protecting built heritage and collections. 2016. (Congresso).

6.
VI Encontro do Patrimônio Fluminense - Paisagem e cultura em movimento.Patrimônio - Reflexões e projeções 02: um balanço crítico das ações da Semana Fluminense do Patrimônio. 2016. (Encontro).

7.
Jornada de Arquitetura e Preservação - 25 anos DPH.Organização e desafios de um escritório institucional especializado na preservação de seu patrimônio histórico. 2014. (Encontro).

8.
MAST Colloquia 2014: Acervos de C&T: Refletindo sobre preservação, gestão e ética.Políticas de Preservação e Gestão de Acervos Culturais: A Experiência da Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz. 2014. (Encontro).

9.
I Encontro de Conservação Preventiva - A interface entre edifícios e coleções.Incentivo a pesquisa no campo da conservação preventiva. 2011. (Encontro).

10.
I Encontro do Patrimônio Fluminense.Patrimônio - Ações para formação, capacitação, pesquisa e fomento. 2011. (Encontro).

11.
III Congresso Internacional na Recuperação, Manutenção e Restauração de Edifícios. Metodologia e tecnologia na área de manutenção e conservaçao de bens culturais edificados: o Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos - FIOCRUZ. 2010. (Congresso).

12.
Rehabilitación y Sostenibilidad. El Futuro es Posible. Diversidad Cultural y Medioambiental. Rehabilitación Sostenible del territorio de la Colonia Juliano Moreira - Rio de Janeiro (Brasil).. 2010. (Congresso).

13.
V Semana do Patrimônio: origens e perspectivas na política de preservação do patrimônio cultural e científico no Brasil.Perspectivas para uma política integrada de preservação do patrimônio cultural e científico. 2010. (Outra).

14.
Semana do Patrimônio: sentidos múltiplos, ações distintas.Patrimônio Ambiental: aspectos históricos e urbanísticos.. 2009. (Seminário).

15.
ARQUIMEMÓRIA 3.Encontro Nacional de Arquiteura sobre Preservação do Patrimônio Edificado..O Plano de Requalificação do Núcleo Histórico Rodrigues Caldas. 2008. (Encontro).

16.
3º Seminário Projetar.Multiplicidade e Integração: a rearquitetura do Pavilhão Nossa Senhora de Remédios. 2007. (Seminário).

17.
I Congresso de Engenharia do Entretenimento. I Congresso de Engenharia do Entretenimento. 2005. (Congresso).

18.
II Seminário Caminhos da Arquitetura.II Seminário Caminhos da Arquitetura em Manguinhos. 2005. (Seminário).

19.
II Seminário Caminhos da Arquitetura em Manguinhos: Patrimônio e Técnicas de Conservação.Metodologia e Tecnologia na Área de Manutenção e Conservação em Bens Culturais Edificados. In: II Seminário Caminhos da Arquitetura em Manguinhos: Patrimônio e Técnicas de Conservação. 2005. (Seminário).

20.
1º Fórum Brasileiro do Patrimônio Cultural. PINHEIRO, M.J.A., LOURENÇO, B.C.G., Metodologia eTecnologia na Área de Manutenção e Conservação de Bens Edificados, 1º Fórum Brasileiro do Patrimônio Cultural. 2004. (Congresso).

21.
Seminário Preservação de Patrimônio Edificado. 2003. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PINHEIRO, M. J. A.; OLIVEIRA, N. H. C. ; COELHO, C. ; MENDONCA, P. K. ; CARVALHO, C. R. F. ; NASCIMENTO JUNIOR, J. . VII Semana Fluminense do Patrimônio: Arte, Cidade e Patrimônio. 2017. (Outro).

2.
PINHEIRO, MARCOS JOSÉ DE ARAÚJO; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; CORREIA, M. R. ; ANDRADE, P. K. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . VI Semana Fluminense do Patrimônio - Paisagem e cultura em movimento. 2016. (Outro).

3.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; CORREIA, M. R. ; OUTROS, . V Semana Fluminense do Patrimônio - Território, memória e identidade cultural. 2015. (Outro).

4.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . IV Semana Fluminense do Patrimônio: Patrimônio cultural e grandes eventos. 2014. (Outro).

5.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; MENDONCA, P. K. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . III Semana Fluminense do Patrimônio - Patrimônio Cultural, valores em risco. 2013. (Outro).

6.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; MENDONCA, P. K. ; LODI, M. C. ; RIBEIRO, P. E. V. L. ; OUTROS, . II Semana Fluminense do Patrimônio. 2012. (Outro).

7.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; ANDRADE, C. F. ; ANDRADE, P. K. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . Semana Fluminense do Patrimônio. 2011. (Outro).

8.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. . I Semana do Patrimônio - Origens e Perspectivas na Política de Preservação do Patrimônio Cultural e Científico no Brasil.. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Maria Karla Belo da S. Tavares. Valoração de coleções museológicas. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE) - Fundação Oswaldo Cruz. (Orientador).

2.
Rosana Gomes dos Santos Rocha. Patrimônio cultural: identidade, cidadania e resistência. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE) - Fundação Oswaldo Cruz. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Rosana Soares Zouain. A valoração do moderno: contribuições para a preservação do Laboratório de Febre Amarela da Fundação Oswaldo Cruz. 2018. Dissertação (Mestrado em P.P.G. Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz/ Casa de Oswaldo Cruz, . Orientador: Marcos José de Araújo Pinheiro.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Nezi Heverton Campos de Oliveira. Produção Audiovisual na Fiocruz: uma proposta de gestão integrada e compartilhada de recursos. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em curso de Especialização em Gestão de Organizações) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/ Fiocruz. Orientador: Marcos José de Araújo Pinheiro.

2.
Érica de Castro Loureiro. Rumo à Excelência na Gestão Estratégica da Informação e do Conhecimento: contribuições ao Serviço de Gestão da Informação da Casa de Oswaldo Cruz. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em curso de Especialização em Gestão de Organizações) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/ Fiocruz. Orientador: Marcos José de Araújo Pinheiro.

Iniciação científica
1.
Maria Karla Belo da Silva. Identificação de riscos para o patrimônio cultural da Fiocruz: subsídios para o desenvolvimento de planos de gerenciamento de riscos - acervos móveis.. 2015. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz. Orientador: Marcos José de Araújo Pinheiro.

2.
Marina Correia Loureiro. Conservação Preventiva do Patrimonio Cultural da Fiocruz ? Metodologia para desenvolvimento de planos de gerenciamento de riscos: Identificação de riscos para o patrimônio cultural da Fiocruz: subsídios para o desenvolvimento de planos de gerenciamento de riscos em bens móveis. 2014. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos José de Araújo Pinheiro.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de desenvolvimento tecnológico


Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
MACHADO, C. S. L. (Org.) ; CARVALHO, C. S. R. (Org.) ; COELHO, C. (Org.) ; NASCIMENTO, F. (Org.) ; PINHEIRO, M. J. A. (Org.) ; CORREIA, M. R. (Org.) ; OLIVEIRA, N. H. C. (Org.) . Olhares sobre o patrimônio fluminense. 1. ed. Rio de Janeiro: In-Fólio, 2015. v. 1. 224p .

1.
BEVILAQUA, D. V. ; PINHEIRO, M. J. A. . Perspectivas. In: Diego Vaz Bevilaqua; Marina Ramalho; Rita Alcantra; Tereza Costa. (Org.). Museu da Vida: ciência e arte em Manguinhos. 1ed.Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz, 2017, v. , p. 108-117.

2.
BEVILAQUA, D. V. ; PINHEIRO, M. J. A. . Prospects. In: Diego Vaz Bevilaqua; Marina Ramalho; Rita Alcantara; Tereza Costa. (Org.). Museum of Life: Science and Art in Manguinhos. 01ed.Rio de Janeiro: Fiocruz/ Oswaldo Cruz House, 2017, v. 01, p. 108-115.

3.
BEVILAQUA, D. V. ; PINHEIRO, M. J. A. . Perspectivas. In: Diego Vaz Bevilaqua; Marina Ramalho; Rita Alcantara; Tereza Costa. (Org.). Museo de la Vida: ciencia y arte en Manguinhos. 01ed.Rio de Janeiro: Fiocruz/ Casa de Oswaldo Cruz, 2018, v. 01, p. 108-115.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
COSTA, R. G. R. ; PINHEIRO, M. J. A. . O Castelo faz 100 anos!. Ciência Hoje das Crianças, RIO DE JANEIRO, 21 ago. 2018.


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BELLARDI, P. ; PINHEIRO, M. J. A. ; CURY, B. M. . Memória Fiocruz. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
PINHEIRO, M. J. A.. Política de Preservação de Acervos da Fiocruz favorece cooperações internacionais. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
PINHEIRO, M. J. A.. Em Pauta na Saúde 10/09/2018. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
PINHEIRO, M. J. A.. Preservação no Brasil precisa de parâmetros. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; MENDONCA, P. K. ; LODI, M. C. ; RIBEIRO, P. E. V. L. ; OUTROS, . II Semana Fluminense do Patrimônio. 2012. (Outro).

2.
PINHEIRO, M. J. A.; COELHO, C. M. T. ; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; MENDONCA, P. K. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . III Semana Fluminense do Patrimônio - Patrimônio Cultural, valores em risco. 2013. (Outro).

3.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . IV Semana Fluminense do Patrimônio: Patrimônio cultural e grandes eventos. 2014. (Outro).

4.
PINHEIRO, MARCOS JOSÉ DE ARAÚJO; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; CORREIA, M. R. ; ANDRADE, P. K. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . VI Semana Fluminense do Patrimônio - Paisagem e cultura em movimento. 2016. (Outro).

5.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. ; CORREIA, M. R. ; OUTROS, . V Semana Fluminense do Patrimônio - Território, memória e identidade cultural. 2015. (Outro).

6.
PINHEIRO, M. J. A.; DUARTE, M. C. C. ; ANDRADE, C. F. ; ANDRADE, P. K. ; CARVALHO, C. R. F. ; CARVALHO, C. S. R. ; OUTROS, . Semana Fluminense do Patrimônio. 2011. (Outro).


Artes Visuais
1.
GRUMBACH, C. ; LOPES, D. S. ; PINHEIRO, M. J. A. ; DUARTE, M. C. C. ; OLIVEIRA, N. H. C. . Mestre Adorcino e o Estuque Ornamental. 2014. Vídeo.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 5:58:48