Teresa Cristina de Novaes Marques

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6319337341335421
  • Última atualização do currículo em 11/09/2018


É graduada em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1988). È mestra em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998) e doutorada em História pela Universidade de Brasília (2003). Atualmente, é professora de História do Brasil, na Universidade de Brasília. Desenvolve pesquisas e orientações nos seguintes temas: história do Brasil colônia, história do crédito, história das mulheres, da condição feminina e biografias políticas de mulheres. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Teresa Cristina de Novaes Marques
Nome em citações bibliográficas
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Departamento de História.
ICC Ala Norte, 1º andar, s/657
Asa Norte
70910-900 - Brasilia, DF - Brasil
Telefone: (061) 31076632
Fax: (061) 2736256


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em História.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Título: Capital, cerveja e consumo de massa: a trajetória da Brahma, 1888-1933., Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Elizabeth Cancelli.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Industrialização; história cultural do consumo; história econômica; cerveja e consumo de massa; capital estrangeira.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil República.
Setores de atividade: Administração Pública, Defesa e Seguridade Social; Política Econômica e Administração Pública em Geral.
1996 - 1998
Mestrado em História Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: O setor bancário privado carioca entre 1918 e 1945. Os bancos Boavista e Português do Brasil: um estudo de estratégias empresariais.,Ano de Obtenção: 1998.
Orientador: Marieta de Moraes Ferreira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: história econômica; história bancária; Rio de Janeiro.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Política Econômica e Administração Pública em Geral.
1984 - 1988
Graduação em História.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Brasil: a questão agrária nos anos 1950.
Orientador: Maria Paula de Souza.


Pós-doutorado


2010 - 2011
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Área de atuação: História do Brasil Colônia História Social

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Contrato temporário, Carga horária: 20
Outras informações
Disciplina ministrada: Formação Econômica do Brasil, no Departamento de Economia

Atividades

8/2007 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário de Teoria e Metodologia da História
Tópico Especial em História do Brasil
8/2005 - Atual
Extensão universitária , Departamento de História, .

Atividade de extensão realizada
Palestra: A construção social do espaço na Colônia - o caso da capitania de São Paulo no século XVIII.
04/2005 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de História, .

03/2004 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Formaçao Econômica do Brasil
História da Escravidão Moderna
História do Brasil I - etapa colonial
História Social e Política do Brasil
Introdução aos Estudos Históricos
6/2008 - 6/2008
Extensão universitária , Departamento de Sociologia, .

Atividade de extensão realizada
Palestra na Semana Socius: Aspectos da historiografia da escravidão no Brasil.
1/2006 - 1/2008
Direção e administração, Departamento de História, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso.

União Pioneira de Integração Social, UPIS, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2005
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Professor horista, Carga horária: 20
Outras informações
Professora do departamento de Estudos Sociais e do curso de Pós-Graduação Latu Sensu da UPIS

Atividades

8/2002 - Atual
Ensino, Estudos Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos Estudos Históricos
Metodologia Científica
Cultura Brasileira
Brasil: Estado e Economia, 1964/1991

Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora visitante, Carga horária: 20
Outras informações
Participação no projeto de pesquisa de História do Seguro no Brasil, desenvolvido pelo Centro de Pesquisa e Documentação em História Contemporânea do Brasil/ FGV.


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Ministrou o curso de História Econômica do Brasil na Faculdade de Economia.

Atividades

8/1997 - 8/1998
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Formação Econômica do Brasil

Unesco Oei, UNESCO/OEI, França.
Vínculo institucional

2002 - 2005
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisadora associada do projeto Genero y Tecnologia (GENTEC - Unesco), promovido pela Unesco/OEI, que busca identificar a participação das mulheres na produção científica e tecnológica, além de sua participação em cargos de poder nas instituições científicas e universitárias. O projeto está sendo desenvolvido no Brasil e, simultaneamente, em vários países latino-americanos.

Atividades

6/2002 - 05/2005
Pesquisa e desenvolvimento , Gentec, Grupo de Pesquisa Brasil.

Linhas de pesquisa
Gênero e ciência


Linhas de pesquisa


1.
Gênero e ciência
2.
História Institucional

Objetivo: Essa linha de pesquisa vem sendo desenvolvida há vários anos e volta-se para o papel dos agentes sociais na configuração de mudanças institucionais - principalmente legislação reguladora das atividades econômicas e das relações privadas. Dentro desse escopo de trabalho, foram produzidos um artigo sobre as mudanças no estatuto jurídico da instituição do dote desde o Código Comercial até o início do período republicano, outro sobre o debate em torno da elaboração do Código Civil de 1916, e outro sobre o papel do movimento feminista na reforma da condição jurídica da mulher casada..
Palavras-chave: Direito sucessório; Direitos de propriedade; condição feminina.
3.
História de Gênero

Objetivo: Examinar a cultura política do feminismo da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino, entidade ativa entre os anos 1920 e 1937. Realizar a biografia política de Bertha Lutz, examinando suas propostas para reforma da condição feminina no Brasil..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil República.
Setores de atividade: Administração Pública, Defesa e Seguridade Social.
Palavras-chave: biografias femininas; Gênero; História política.
4.
História Econômica e Social do Brasil Colonial

Objetivo: Examinar a formação do patrimônio de famílias visando reconstituir a política de heranças, as estratégias de acumulação e o papel do comércio de escravos e do crédito na constituição das fortunas. O estudo se concentra na região nordeste, na segunda metade do século XVIII..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Colônia.
Setores de atividade: Administração Pública, Defesa e Seguridade Social.
Palavras-chave: Direito sucessório; História do Brasil Colônia.
5.
História
6.
Política, Instituições e Relações de Poder


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
A arena parlamentar na História: relações de gênero
Descrição: A existência de uma instância decisória permanente, em formato colegiado, intriga os pensadores políticos desde a emergência do Parlamento inglês no século XVII. Já nos debates que se seguiram ao movimento de independência das colônias inglesas surgiram questões relativas ao formato do Parlamento e sua competência, mas foi a partir da Revolução Francesa que os homens públicos e filósofos políticos passaram a debater os contornos do sistema representativo, onde os representantes dos eleitores deveriam ter assento em uma casa, imbuída da função de elaborar leis e de servir de poder auxiliar (e vigilante) ao Executivo. Saber se os interesses dos cidadãos deveriam ser defendidos por eles próprios, como assevera Rousseau, ou por intermédio de parlamentares eleitos com tal propósito, constituiu um problema filosófico que motivou numerosos pensadores ocidentais desde então. Os problemas se avolumavam com a experiência política pós revolucionária, em França, quando o movimento conservador das primeiras décadas do século XIX temeu o retorno das paixões políticas à cena pública e usou de artifícios para conter o poder deliberativo do Legislativo e o perigo das minorias ruidosas dentro das casas legislativas. Não é, portanto, recente a preocupação dos teóricos políticos em saber se os parlamentares eleitos usurpam poderes de seus eleitores e fazem valer seus próprios interesses, ao invés de se empenharem na defesa dos interesses de seus eleitores. Em resposta, foram aplicadas numerosas fórmulas políticas de modo a tornar o processo eleitoral mais preciso e menos apaixonado, ou fórmulas para definir o perfil do eleitor. Na ponta do processo, a dinâmica do processo legislativo foi objeto de numerosas reformas de regimentos, de modo a acomodar a posição das maiorias legislativas, ou oferecer espaço para a atuação das minorias, como foi preconizado pelo pensamento liberal desde a segunda metade do século XIX. A dinâmica política que se instaura nas casas legislativas é um campo de investigação clássico de cientistas políticos, mas a história tem valiosa contribuição a oferecer a este debate. Seja na forma de estudos temáticos, com base na documentação parlamentar, seja examinando a dinâmica da interação parlamentar, onde o conflito é regulado por regras estritas de etiqueta de postura pública, pelo tempo de fala reduzido e pela escolha retórica de maior efeito. Trata-se de um uso performático de ideias políticas, aplicado ao propósito de persuadir o adversário político e fazer avançar projetos de interesse do parlamentar. Ressaltar tal dimensão do conflito regulado evita pensar a elaboração legislativa como descorporificada, como se vê usualmente nos compêndios de Direito, onde o processo legislativo é reduzido à figura voluntarística e abstrada do ?legislador?. Em termos metodológicos, o projeto propõe examinar os momentos críticos do Parlamento brasileiro, quando a ideia da representação política foi objeto de consideração dos parlamentares ? durante a tramitação de reformas eleitorais e elaboração de constituição. Nesses momentos, o sistema político tendeu a sexualizar os papéis políticos, segregando homens de mulheres, cada qual a exercer papéis sociais específicas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Teresa Cristina de Novaes Marques - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 9
2011 - 2016
Museu Virtual: Bertha Maria Júlia Lutz
Descrição: Bertha Lutz foi uma das mulheres mais importantes da cena pública brasileira do século XX. Teve uma vida rica e plural, cuja memória merece ser cultivada como parte da educação cívica dos jovens e das mulheres que buscam na atuação política caminhos para superar as desigualdades de gênero cotidianas. Bertha Lutz foi cientista - bióloga -, servidora pública, sufragista e defensora de reformas profundas na condição jurídica e social das brasileiras. Apesar de sua importancia e de ser lembrada em nomes de ruas, de escolas e maternidades, e até mesmo no prêmior conferido anualmente pelo Senado Federal, a trajetória de Bertha e suas ideias são pouco conhecidas. Ou pior, sua memória é distorcida por lugares-comuns que se repetem em notas jornalísticas e mesmo na página institucional do Senado Federal. A fim de que sua trajetória, imagens de sua participação em diversas e importantes conferencias internacionais desde 1918 até o último ano de sua vida, 1975, bem como discursos que proferiu e projetos que elaborou estejam disponíveis ao amplo público, no Brasil e no exterior, este projeto tem por propósito levantar o conteúdo de uma página digital dedicada à vida pública e científica de Bertha Lutz. Este projeto se inspira no exemplo do que se fez com a memória da sufragista norte-americana Carrie Chapman Catt, com quem, aliás, Bertha trocou correspondência e manteve diálogo intelectual. Este projeto reúne pesquisadores da Universidade de Brasília, dois doutores, uma mestra e uma graduada, na colheta e organização de imagens e documentos a serem digitalizados e dispostos em uma página virtual. O projeto conta com o apoio do CNPq, a partir de auxílio concedido pelo Edital nº 20/2010..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Teresa Cristina de Novaes Marques - Coordenador / Hildete Pereira de Melo - Integrante / GIL, Tiago Luís - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 21 / Número de orientações: 2
2008 - 2014
Sociedade, Instituições e Relações de poder na América Portuguesa Setecentista
Descrição: O projeto visa a analisar as relações de poder na América portuguesa buscando compreender o impacto das políticas propostas pela Metrópole sobre os atores sociais. Inversamente, buscar compreender as formas de resistência e de acomodação dos moradores a medidas metropolitanas. Da mesma forma, busca analisar as mudanças no quadro legal que afetam as trocas econômicas e o exercício dos direitos de propriedade. Para tanto, adota-se a seguinte metodologia: combinas a análise da historiografia política e social sobre a América Portuguesa com o exame de documentação primária. Examinam-se também decisões judiciais e práticas sociais relativas ao exercício de direitos de propriedade e relações de gênero..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Teresa Cristina de Novaes Marques - Coordenador / GUAPINDAIA, Mayra - Integrante / BARCELOS, Mariana Lima - Integrante.Financiador(es): Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 27 / Número de orientações: 16
2006 - 2008
Sistema de herança em famílias da elite em Pernambuco colonial
Descrição: Institucionalmente, este projeto é amparado por bolsa do CNPQ, conforme o edital nº 45/2005, destinado a pesquisas sobre relações de gênero no país. Também se insere nos projetos de pesquisa do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq, sob a coordenação da mesma pesquisadora : Terra Brasílica, sociedade e economia da América Portuguesa. Em termos de conteúdo, o projeto examina a forma como em famílias de um grupo social determinado, membros da elite econômica da capitania, moradores no Recife, e nas zonas do Agreste, Sertão e da Mata, as mulheres usufruíam do patrimônio familiar, tomando por recorte temporal um período específico e relevante, que se estende da segunda metade do século XVIII a inícios do XIX. O estudo deste grupo sob a perspectiva da acumulação dos bens e de sua administração permite ampliar a nossa compreensão acerca dos padrões de consumo prevalecentes, das relações de poder e de gênero dentro das famílias, além das relações políticas entre os comerciantes e a elite política dominante em Pernambuco colonial no período escolhido. Temos por objetivo reconstituir a dinâmica das relações de poder dentro das famílias no momento crucial da partilha de bens. Fazemos isso de duas formas. Primeiro, examinamos um conjunto de cerca de 50 inventários que se encaixam nos propósitos da pesquisa e que estão disponíveis no acervo do Instituto Histórico e Geográfico de Pernambuco. Examinamos a estrutura dos bens descritos nos inventários e em eventuais testamentos preservados. Após termos reconstituído o padrão de riqueza das famílias, acompanhamos a trajetória das mulheres na documentação para saber se os seus direitos sucessórios seguiram o discurso normativo legal, ou se práticas sociais influenciaram contrariamente aos interesses dessas mulheres..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Teresa Cristina de Novaes Marques - Coordenador / SILVA, Edneide Ferreira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 3
2002 - 2005
Gentec - Unesco/OEI
Descrição: O estudo pretende investigar a atuação das mulheres brasileiras na produção científica do país no período recente, além de sua inserção em postos de poder do sistema científico brasileiro. O projeto resultou em participações em congressoe e na publicação do ensaio "Gênero no sistema de ciência, tecnologia e inovação no Brasil", publicado na revista Gênero/Nuteg da Universidade Federal Fluminense, em 2004..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Teresa Cristina de Novaes Marques - Coordenador / Hildete Pereira de Melo - Integrante.
2000 - 2014
História Social da Industrialização Brasileira
Descrição: Desde a segunda metade do século XIX, a sociedade brasileira passou a conviver com a produção de bens pela indústria. Inicialmente, em escala modesta, as unidades produtivas de bens de consumo se expandiram em tamanho e em capacidade. De uma sociedade consumidora de bens manufaturados, o Brasil se tornou um país capaz de produzir alguns dos bens que faziam parte do cotidiano: tecidos, chapéus, fitas e fios, bebidas e alimentos. Este projeto se dedica a examinar o impacto social da emergência de um setor industrial no país, bem como as condições econômicas que a proporcionaram. A linha de investigação segue a tradição dos estudos sobre o crescimento industrial em econômicas retardatárias e em particular, dominadas pelo setor agrário-exportador..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Teresa Cristina de Novaes Marques - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 1
1996 - 1997
História do Seguro no Brasil: convênio CPDOC/Funenseg
Descrição: O projeto reconstituiu a história da atividade de seguro no Brasil republicano, tendo por metodologia de trabalho a coleta de depoimentos de profissionais vinculados à atividade (seguradores, corretores, autoridades públicas e funcionários de empresas seguradoras). Minha participação nessa etapa do projeto se constituiu na coleta de informações para a realização de entrevistas, elaboração de roteiros e realização de entrevistas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Teresa Cristina de Novaes Marques - Integrante / Maria Antonieta Parahyba Leopoldi - Coordenador / Verena Alberti - Integrante.Financiador(es): Fundação Escola do Seguro no Brasil - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2017 - Atual
Women´s Suffrage in the Americas Project
Descrição: Trata-se de um projeto colaborativo transnacional, que envolve pesquisadoras sobre o movimento social em prol do sufrágio feminino em vários países das Américas. As mesmas pesquisadoras também investigam a assimilação das mulheres nos seus respectivos sistemas políticos, após a obtenção do direito de votar. O projeto é coordenado pelas pesquisadoras norte-americanas Stephanie Mitchell (Carthage College) e Patricia Harms (Brandon University - Canada) e reúne adicionalmente as seguintes pesquisadoras: Roisida Aguilar (PUC-Perú), Adriana Valobra (Universidad Nacional de La Plata - Argentina), Asunción Lavrin (Arizona State University), Donna Guy (Ohio State University), Veronica Strong-Boag (University of British Columbia - Canada), Erin O´Connor (Bridgewater State University), Anne McPherson (State University of New York). O grupo mantém comunicação por meio de um sítio na internet , já realizou um primeiro encontro em Bogotá, Colômbia, quando compusemos um painel em um congresso. Prevê-se para julho de 2018 a realização de um novo encontro na cidade-sede de Carthage College, quando haverá um curso de verão para pesquisadores externos e mesas-redondas. Para o ano de 2019, prevê-se a publicação de uma coletânea a ser editada pela editora da University of Arizona Press..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Membro de corpo editorial


2012 - 2016
Periódico: História Econômica & História de Empresas
2009 - 2012
Periódico: História Econômica & História de Empresas


Revisor de periódico


2006 - 2006
Periódico: Revista Brasileira de Economia
2007 - Atual
Periódico: Em Tempo de Histórias
2009 - 2009
Periódico: Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso)
2011 - 2012
Periódico: Latin American Research Review
2012 - Atual
Periódico: História Econômica & História de Empresas
2015 - Atual
Periódico: America Latina en la Historía Económica
2017 - 2017
Periódico: RESGATE - Revista Interdisciplinar de Cultura


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História Regional do Brasil.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil República.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Industrial/Especialidade: Organização Industrial e Estudos Industriais.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2009
Prêmio melhor trabalho na sessão de História do XV Congresso de Iniciação Científica da UNB, Universidade de Brasília; CNPq; Universidade Católica de Brasília; Uniceub.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2016MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. A regulação do trabalho feminino em um sistema político masculino, Brasil: 1932-1943. Estudos Historicos (Rio de Janeiro), v. 29, p. 667-686, 2016.

2.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2015MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. A Cervejaria Brahma e os investimentos alemães no Brasil durante as duas Guerras Mundiais. História Unisinos, v. 19, p. 242-255, 2015.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2014MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Eram os senhores de engenho caloteiros? Reflexões sobre o crédito e os direitos de propriedade no mundo luso.. História Econômica & História de Empresas, v. XVII, p. 147-175, 2014.

4.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2014MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Feminismos e Memória. Gênero (Niterói), v. 15, p. 123-138, 2014.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes2014MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís ; Almico, Rita de Cássia . Apresentação: O crédito e o descrédito - ensaios sobre as relações sociais envolvidas em empréstimos nas Américas (século XVIII ao XX). Locus (UFJF), v. 20, p. 7-10-10, 2014.

6.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2014MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. O corpo mercantil do Recife e o descrédito de comerciantes. Locus (UFJF), v. 20, p. 35-49, 2014.

7.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2013MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Mulheres e seus direitos de propriedade: o dote versus o poder marital. Heera (UFJF. Online), v. 7, p. 115-128, 2013.

8.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2013MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Entre o igualitarismo e a reforma dos direitos das mulheres: Bertha Lutz na Conferência Interamericana de Montevidéu, 1933. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 21, p. 927-944, 2013.

9.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2013MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O IFCS na minha formação. ARS HISTORICA, v. 5, p. 3-5, 2013.

10.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2012MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Worlds of Women. The Making of an International Women's Movement (Resenha da obra de Leila Rupp). Revista Ártemis, v. 14, p. 230-232, 2012.

11.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2011 MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. As dívidas do Senhor Jácome Lumachi. Pernambuco e a Companhia Geral pombalina. Topoi (Online): revista de historia, v. 12, p. 63-74, 2011.

12.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2011MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; Melo, Hildete Pereira . Negócios portugueses no Rio de Janeiro: um estudo sobre o Banco Português do Brasil (1918 a 1938). Revista de Economia Contemporânea (Impresso), v. 15, p. 454-475, 2011.

13.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2009MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Famílias e conspiradores em Pernambuco, 1817. Revista do Instituto Histórico e Geographico Brazileiro, v. 443, p. 267-286, 2009.

14.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2008MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de . Os direitos civis das mulheres casadas no Brasil, 1916 a 1962. Ou, como são feitas as leis. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 16, p. 463-488, 2008.

15.
MELO, Hildete Pereira de2008MELO, Hildete Pereira de ; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes . Imigrantes portugueses no Brasil a partir dos recenseamentos populacionais do século XX: um estudo exploratório de gênero. Gênero, v. 9, p. 10-20, 2008.

16.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2007MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Cerveja e aguardente sob o foco da temperança no Brasil, no início do século XX. Revista Eletrônica de História do Brasil, v. 9, p. 48-70, 2007.

17.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2007MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. José Vaz Salgado: a herança de um militar-mercador no Recife de meados do século XVIII. Textos de História, v. 15, p. 243-257, 2007.

18.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2006MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Resenha: Mary Del Priore, História das mulheres no Brasi; Schuma Schumaher, Dicionário Mulheres do Brasil; Luiz Mott, Homossexuais da Bahia - Dicionário biográfico.. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, v. a.167, p. 40-46, 2006.

19.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2006MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Recordando Bertha Lutz. Gênero, v. 6, p. 3, 2006.

20.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2005MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Bancos e desenvolvimento industrial. Uma revisão das teses de Gerschenkron à luz da história da Cervejaria Brahma, 1888/1917.. História e Economia, São Paulo, v. 1, n.1, p. 87-119, 2005.

21.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2005MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. A mulher casada no Código Civil de 1916. Ou, mais do mesmo.. Textos de História, Brasília, v. 12, n.1/2, p. 127-144, 2005.

22.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2004MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de ; LASTRES, H. M. M. . Gênero no sistema de ciência, tecnologia e inovação no Brasil. Gênero, Niterói, v. 4, n.1,1sem/04, p. 73-94, 2004.

23.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2004MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Elas também desejam participar da vida pública: várias formas de participação política feminina entre 1850 e 1932. Gênero, Niterói - RJ, v. 4, n.1, 1sem/00, p. 149-170, 2004.

24.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2003MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; ARAÚJO, Joâo Lizardo de ; MELO, Hildete Pereira de . Raça e nacionalidade no mercado de trabalho carioca na Primeira República: o caso da cervejaria Brahma. Revista Brasileira de Economia (Impresso), Rio de Janeiro, v. 057, n.03, p. 535-568, 2003.

25.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2003MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; Maria Teresa Versiani . Inovação de produto ou saída para a crise? O lançamento da cerveja Brahma Chopp no verão de 1934.. História Econômica & História de Empresas, Sao Paulo, v. VI, p. 87-120, 2003.

26.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2003MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Dotes e falências na legislação comercial brasileira, 1850 a 1890. Econômica (Niterói), Niterói, v. 3, n.2, p. 173-206, 2003.

27.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2001MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de . A partilha da riqueza na ordem patriarcal. Revista de Economia Contemporânea (Impresso), Rio de Janeiro, v. 05, n.02, p. 155-179, 2001.

28.
MELO, Hildete Pereira de2000MELO, Hildete Pereira de ; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes . Partido Republicano Feminino - a construção da cidadania feminina no Rio de Janeiro. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, v. 1-2000, p. 71-77, 2000.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Voto Feminino no Brasil. 1. ed. Brasília: Edições Câmara, 2018. v. 1. 149p .

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Perfis parlamentares: Bertha Lutz. Ação feminista e sistema político brasileiro (1929-1937). 1. ed. Brasília: Edições Câmara, 2016. v. 1. 240p .

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. A Cerveja e a Cidade do Rio de Janeiro. De 1888 ao início dos anos 1930.. 1. ed. Brasília; Jundiaí: EdUNB; Paco Editorial, 2014. v. 1. 339p .

4.
MELO, Hildete Pereira de ; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes . Pioneiras da Ciência no Brasil. 1. ed. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, 2006. v. 1. 47p .

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de . Dicionário Mulheres do Brasil. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores, 2000. v. 01. 567p .

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GAK, Kleber . Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro. 1. ed. Rio de Janeiro: Jucerja/Uni-Rio, 1998. v. 1. 300p .

Capítulos de livros publicados
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Títulos ao portador e investimento empresarial nas primeiras décadas republicanas. In: Carlos Gabriel Guimarães; Luiz Fernando Saraiva. (Org.). Crédito e descrédito: relações sociais de empréstimos na América - Séculos XVIII ao XX. 1ed.Niterói: EdUff, 2018, v. 1, p. 318-358.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. As dívidas do açúcar na capitania de Pernambuco (século XVIII). In: José Vicente Serrão; Bárbara Direito; Eugénia Rodrigues; Susana M. Miranda. (Org.). Property Rights, Land and Territory in the European Overseas Empires. 1ed.Lisboa: CEHC-IUL, 2014, v. I, p. 315-324.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Falências mercantis e execuções de propriedades de terras: notas de pesquisa sobre Pernambuco. Século XVIIII ao início do XIX.. In: Suely C. Cordeiro Almeida; Gian Carlo M. Silva; Kalina W. Silva; George Cabral Souza. (Org.). Políticas e estratégias administrativas no mundo atlântico. 1ªed.Recife: Editora da UFPE, 2012, v. I, p. 287-307.

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Elas também desejam participar da vida pública: várias formas de participação política feminina entre 1850 e 1932. In: Melo, Hildete Pereira; Piscitelli, Adriana; Maluf, Sônia W.; Puga, Vera Lúcia. (Org.). Olhares Feministas. 1ed.Brasília: Ministério da Educação; UNESCO, 2006, v. 10, p. 439-466.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O colunismo social carioca: um encontro com Maneco Muller. In: SIMSON, Olga M. von.. (Org.). Os desafios contemporâneos da História Oral. Campinas: CMU/Unicamp, 1997, v. , p. -.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Comentários sobre 'O Trabalho Feminino', de Bertha Lutz. Revista Eletrônica do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, Curitiba, p. 275 - 280, 29 set. 2014.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. A Lei Seca à brasileira.. Revista de História (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, p. 000 - 000, 01 nov. 2011.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Ninguém pode com as 'louras'. Revista de História (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, p. 52 - 55, 01 nov. 2010.

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Sobre cervejas e mulheres. Campo Grande News, p. 0 - 0, 08 mar. 2010.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Sobre cervejas e mulheres. UNB Agência, Brasília, p. 0 - 0, 04 mar. 2010.

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. História de empresas, memória e fontes. Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração/Área Científica, São Paulo, p. 1 - 2, 17 mar. 2008.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. José Vaz Salgado: a herança de um militar-mercador no Recife de meados do século XVIII. In: VII Congresso Brasileiro de História Econômica, 2007, Aracaju. CD Rom com os trabalhos completos. Rio de Janeiro: ABPHE, 2007.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de . Imigrantes portugueses no Brasil a partir dos recenseamentos populacionais do século XX: um estudo exploratório. In: VII Congresso Brasileiro de História Econômica, 2007, Aracaju. CD Rom com os trabalhos completos. Rio de Janeiro: ABPHE, 2007.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. José Vaz Salgado: a herança de um militar-mercador no Recife em meados do século XVIII. In: IV Encontro da ANPUH/DF, 2007, Brasília. Textos de Historia (UnB). Brasília: PPGHIS, 2007. v. 15. p. 243-257.

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; Maria Teresa Versiani . Limites à associação de capitais na lei de sociedades anônimas de 1882. In: VI Congresso Brasileiro de História Econômica e 7ª Conferência Internacional de História de Empresas, 2005, Conservatória - RJ. CD-Rom, 2005.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de . Que sejam felizes para sempre! A mulher e seus direitos na sociedade conjugal. Um exame do Estatuto da Mulher Casada de 1962. In: VI Congresso Brasileiro de História Econômica e 7ª Conferência Internacional de História de Empresas, 2005, Conservatória- RJ. CD-Rom do VI Congresso Brasileiro de História de Econômica, 2005.

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Contratos e conflitos: a Brahma e a comunidade de negócios do capital alemão no Brasil, 1888-1917. In: 5º Congresso Brasileiro de História Econômica, 6ª Conferência Internacional de História de Empresas, 2003, Caxambu. CD Rom V Congresso da ABPHE. São Paulo: ABPHE, 2003.

7.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Mulheres e direito de propriedade no Código Comercial brasileiro. In: Latin American Studies - Lasa, 2003, Dallas. www.lasa.international.pitt.edu, 2003.

8.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Contratos e conflitos: a Brahma e a comunidade de negócios do capital alemão no Brasil, 1888-1917. In: V Congresso Brasileiro de História Econômica e 6ª Conferência Internacional de História de Empresas, 2003, Caxambú. Anais do V Congresso Brasileiro de História Econômica e VI Conferência Internacional de História de Empresas. São Paulo: ABPHE, 2003.

9.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Iguais para o pão e para a pancada? Brancos e negros no mercado de trabalho do Rio de Janeiro: a Companhia Cervejaria Brahma. In: 4º Congresso Brasileiro de História Econômica e 5ª Conferência Internacional de História de Empresas, 2001, São Paulo. CD Rom IV Congresso Brasileiro de História Econômica. São Paulo: ABPHE, 2001.

10.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; SIMSON, Olga . O colunismo social carioca - um encontro com Maneco Muller. In: III Encontro Nacional de História Oral, 1996. SIMSON, Olga (org.). Os desafios contemporâneos da História Oral. Campinas: CMU/Unicamp, 1996. p. 345-361.

Artigos aceitos para publicação
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Cervejaria Brahma e os investimentos alemães no Brasil durante as duas guerras mundiais. História Unisinos, 2015.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Eram os senhores de engenho caloteiros? Reflexões sobre o crédito e os direitos de propriedade no mundo luso.. História Econômica & História de Empresas, 2014.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Resenha da obra de Leila J. Rupp. Worlds of Women. The Making of an International Women´s Movement.. Revista Ártemis, 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Voto Feminino no Brasil: Concessão ou Conquista?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Encontro com o Autor: O Voto Feminino. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Uma história intelectual do voto feminino no Brasil a partir do acervo da biblioteca da Câmara dos Deputados. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Participação feminina na vida política. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Women´s Suffrage in Brazil: Three Possible Approaches. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. ?Oh, Igualdade, por que tardas? Mulheres em busca da igualdade política no Brasil?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. The Struggle for Equality in San Francisco Conference and its Possible Meanings for Inter-American Policy. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. A Cervejaria Brahma e os investimentos alemães no Brasil durante as duas Guerras Mundiais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Títulos ao portador e investimento empresarial nas primeiras décadas republicanas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Oficina de História Empresarial e Diplomática: a Segunda Guerra. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. As dívidas do açúcar em Pernambuco (século XVIII). 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Os limites da cooperação entre grupos feministas e a diplomacia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O corpo mercantil do Recife e o descrédito de comerciantes no início do século XIX. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Entre o igualitarismo e a reforma dos direitos das mulheres. Bertha Lutz na Conferencia Interamericana de Montevideo, 1933. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Bertha Lutz: feminismo e memória. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Gênero e Economia: o caso de Bertha Lutz. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Feminismo no Brasil e seus diálogos internacionais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

18.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de . A deputada Bertha e momento político autoritário. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Tensões políticas e interesses em Pernambuco, 1817. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Terra Brasílica: estudos sobre a sociedade e a economia da América lusa. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

21.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Tensões políticas e interesses em Pernambuco, 1817. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Beer and aguardente under Temperance in Brazil, in the beginning of the twentieth century. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Um perfil da colônia portuguesa no Rio de Janeiro nas três primeiras décadas do século XX através de fontes empresariais. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

24.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Notas sobre o processo de substituição de importações no setor de cerveja a partir do caso da Cia. Brahma. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de . A partilha da riqueza na ordem patriarcal. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Nota Técnica: Mulheres e política no Brasil. Brasília, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Dicionário Mulheres do Brasil: verbete biográfico "Bertha Lutz". Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000 (VERBETE).

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Dicionário Mulheres do Brasil: verbete sobre a Federação Brasileira pelo Progresso Feminino. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000 (VERBETE).

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Dicionário Mulheres do Brasil: verbete. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000 (VERBETE).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Exposição 'Oh, Igualdade! Por que tardas? Mulheres em busca da igualdade política no Brasil' na Câmara dos Deputados. 2016.

Processos ou técnicas
1.
OLIVEIRA, Ione ; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes ; NOGUEROL, Luiz Paulo Ferreira . Reforma curricular do curso de graduação em História da UNB - Bacharelado. 2009.

2.
Pantoja, Selma ; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes ; GUIMARAES, José Otávio Nogueira . Comissão acadêmica que examinou o relatório de atividades desenvolvidas por Tereza Kirschner. 2009.

3.
MUNIZ, D. C. G. ; MENEZES, Albene Ferreira ; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes . Comissão encarregada de examinar e emitir parecer sobre pedido de afastamento pós doutoral de Ione de Fátima Oliveira. 2009.

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MUNIZ, D. C. G. ; BRASIL, V. M. . Comissão encarregada de emitir parecer sobre plano de trabalho de Tiago Luís Gil. 2009.

Trabalhos técnicos
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Revista História, Histórias. 2018.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Parecer ad hoc sobre pedido de Pós Doutorado para a Capes. 2018.

3.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Revista Resgate. 2017.

4.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Cadernos Pagu. 2016.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Parecer sobre artigo para a revista Estudos Ibero Americanos. 2014.

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Latin American Research Review. 2010.

7.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Parecer sobre artigo para a Revista de Economia Contemporânea. 2006.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Código Eleitoral de 1932 e o Voto Feminino. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Há 90 anos, uma mulher se alistava para votar pela primeira vez. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Movimento sufragista. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Código Eleitoral de 1932 e o Voto Feminino. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; JUNIOR, E. ; FERRICHE, E. . O Voto Feminino no Brasil. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. História do Voto Feminino. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Voto Feminino no Brasil. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Onde estão elas? Presença de mulheres é pequena na política do DF. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Um estudo sobre a cerveja no Rio. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; PAN, M. B. . Recuperando el legado de la feminista brasileña Bertha Lutz. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Programa Mulher e Ciência. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís . Museu Virtual Bertha Lutz. 2013; Tema: Biografia política e científica de Bertha Lutz. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; Almico, Rita de Cássia ; SARAIVA, Luiz Fernando . História Econômica & História de Empresas. 2012. (Editoração/Periódico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; FARIA, D. B.; SETEMY, A.. Participação em banca de Ana Catarina Sena Ferreira Andrade. Olga: leve como Pavlova, com muito de Benário e nada de Alaketu. Simplesmente, Olga Guimarães. A construção da consciência de uma mulher no interior da Bahia, no contexto da sua juventude (1949-1961). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; FRANCO, J. L. A.; FAVARETO, M.. Participação em banca de Marina Salgado Pinto. O desafio da floresta urbana: a história do processo de arborização de Brasília, 1960-1970. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

3.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES; GUIMARAES, C.G.; BRILHANTE, Neuma. Participação em banca de Carlos Molinari Rodrigues Severino. Mestres estrangeiros; operariado nacional: resistencias e derrotas no cotidiano da maior fábrica têxtil do Rio de Janeiro, 1890-1920. 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

4.
PINHEIRO, M. L. U.; SILVA, P. R.; MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Participação em banca de Isabel Saraiva Silva. Mulheres impressas: amor, violência e trabalho no cotidiano das mulheres em Manaus, 1932-1962. 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Amazonas.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís; SEMERENE, K.. Participação em banca de Mariana Lima Barcelos. Entre conflitos e mediações: a formação da Câmara de Vila Rica (1711-1736). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; FONSECA, T. N. L.; KIRSCHNER, T. C.. Participação em banca de Mayra Calandrini Guapindaia. Instituições educacionais e relações de gênero no período da Ilustração portuguesa: o Recolhimento de Nossa Senhora da Glória e o Seminário de Olinda. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

7.
COELHO, Maria Filomena; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; BROCHADO, Cláudia. Participação em banca de Guilherme Amorim de Carvalho. A arte de bem governar para bem morrer - discurso e lógicas corporativas na América Portuguesa. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

8.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís; SANTOS, Eurico G.C.. Participação em banca de Loyanne Dias Rocha. A morte amparada dos irmãos da paróquia de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto, 1780-1800. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

9.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; CANCELLI, E.. Participação em banca de Heloísa Mazzocante Ribeiro. O estrangeiro e a política imigratória no Brasil. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade de Brasília.

10.
Pantoja, Selma; Havik, Philip; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Tatiana Carvalho Motta. Entre o Atlântico e o Sertão: mulheres e vida urbana na capitania de Goiás. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

11.
MUNIZ, D. C. G.; OLIVEIRA, Ione; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Adínia Santana Ferreira. A reclusão feminina no Convento da Soledade: as diversas faces de uma experiência. Salvador, século XVIII. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

12.
Pantoja, Selma; HENRIQUES, I. C.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Clarisse Moreira Aló. Angola: lugar de castigo ou jóia do Império. O degredo na historiografia e fontes, século XIX.. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

Teses de doutorado
1.
PAIXAO, C.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GODOY, A. S. M.; ROESLER, C.. Participação em banca de Eneida Vinhaes Bello Dutra. Direitos das mulheres na Constituinte de 1933-1934: disputas, ambiguidades e omissões. 2018. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade de Brasília.

2.
DORATIOTO, F. M.; BUENO, C.; MANZUR, T. M. P.; NOGUEROL, L. P. F.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Paulo Raphael Pires Feldues. A Confederação Nacional da Indústria e o nordeste brasileiro: o desenvolvimentismo nas páginas de Desenvolvimento e Conjuntura, 1957-1964. 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

3.
MUNIZ, D. C. G.; KIRSCHNER, T. C.; BICALHO, Maria Fernanda; COELHO, Maria Filomena; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Roberta Giannubilo Stumpf. Cavaleiros do ouro e outras trajetórias nobilitantes: as solicitações de hábitos das ordens militares nas Minas setecentistas. 2009. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

4.
MELO, Hildete Pereira de; GUIMARAES, C.G.; JUCA, A.C.; FALCI, M.B.K.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Fábio Pesavento. Um pouco antes da Corte: a economia do Rio de Janeiro na segunda metade do setecentos. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Economia) - Universidade Federal Fluminense.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
Tibúrcio, César; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Euysderson Aragão Borges; Maurílio Alves da Rocha. Movimentação de servidores da UNB colocados à disposição da SRH, entre 2005 e 2007: uma análise dos impactos. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Gestão Universitária) - Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; FRANCO, J. L. A.; AGUIAR, M. M.. Participação em banca de Henrique Cânfora Castro. A atuação do General Lott na Novembrada como soldado cidadão. 2004. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação Especialização em História) - União Pioneira de Integração Social.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; AGUIAR, M. M.; FRANCO, J. L. A.. Participação em banca de Gilson Gustavo de Paiva Oliveira. O Badernaço: visões de uma revolta nas páginas do Correio Brasiliense. 2004. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação Especialização em História) - União Pioneira de Integração Social.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; BALABAN, M.; PINTO, A. F. M.. Participação em banca de Keilla Vila Flor Santos.Mulheres negras no pós-Abolição: uma análise da personagem Bertoleza, de O Cortiço, de Aluísio de Azevedo. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - História) - Universidade de Brasília.

2.
GIL, Tiago Luís; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; CHAMBOULEYRON, R.; LOPES, S. N.. Participação em banca de João Pedro Galvão Ramalho.A produção para consumo interno na Amazônia na segunda metade do século 18: da historiografia à análise do abastecimento no vale do Rio Tocantins. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

3.
GIL, Tiago Luís; NOGUEROL, L. P. F.; MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Participação em banca de Joana Regattieri Adam.Estudo histórico demográfico da população escrava nas fazendas cafeeiras do Barão de Nova Friburgo: Cantagalo, Rio de Janeiro (1850-1873). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

4.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES; VIEIRA, M. A. R.; LEMOS, T. T.. Participação em banca de Carolina Torres Fontenele.Do espartilho ao prêt-à-porter: a vestimenta feminina na França de 1920 a 1929. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; COELHO, Maria Filomena; NOGUEROL, Luiz Paulo Ferreira. Participação em banca de Lucas Sigilião Costa.A viagem de Fernão de Magalhães. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

6.
Almeida, Jaime; MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES; ARRAES, V. C.. Participação em banca de Ana Paula Muniz da Silva.Mercy Ottis Warren e a formação da República dos Estados Unidos da América. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - História) - Universidade de Brasília.

7.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES; BALABAN, M.; BARROSO, E. P.. Participação em banca de Natália Soares Batista.Empregadas domésticas: permanências e mudanças na construção do trabalho doméstico livre (1888-1950). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - História) - Universidade de Brasília.

8.
COELHO, Maria Filomena; BROCHADO, Cláudia; MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Participação em banca de Isabela Nascimento Andrade.Hildegarda de Bingen: o reconhecimento de autoridade e a defesa de uma cultura feminina no século XII. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

9.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; RODRIGUES, N. B.; OLIVEIRA, Ione. Participação em banca de Clara de Oliveira Cunha.O Estatuto da Mulher Casada - a reforma dos direitos civis das mulheres casadas de 1962. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

10.
GIL, Tiago Luís; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MARTINS, M. F.. Participação em banca de João Vitor de Oliveira Silva.Entre pelouros e barretes: estudo da ocupação dos cargos oficiais na Câmara de Curitiba (1782-1800). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

11.
BALABAN, M.; RODRIGUES, N. B.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Guilherme Domingues Gonçalves.Moda e emancipação feminina: um estudo sobre o Jornal das Senhoras, Rio de Janeiro, 1852.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

12.
VIDIGAL, C. E.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; NOGUEROL, Luiz Paulo Ferreira. Participação em banca de Régis Marques de Magalhães.Política econômica e comércio exterior Brasil - Argentina, 1946-1955. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

13.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; RODRIGUES, N. B.; ASSIS, A. O. A.. Participação em banca de Bibiana Soyaux de Almeida Rosa.Biografia e recordação: novas perspectivas para o fato histórico. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

14.
GIL, Tiago Luís; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; BALABAN, M.. Participação em banca de Ana Elisa Pereira Lara.E não tomarão bençãos: casamento viúvo no Paraná colonial. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

15.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; BALABAN, M.; ROCHA, Loyanne Dias. Participação em banca de Mariana Fernandes Rodrigues Barreto.Irmandades negras: transformação e perpetuação da cultura na América portuguesa. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

16.
GIL, Tiago Luís; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; BALABAN, M.. Participação em banca de Mariana Silveira Leonardo de Souza.Duas formas de produzir historiografia: as invasões holandesas na História do Brasil e nos Capítulos de História Colonial. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

17.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís; BRILHANTE, Neuma. Participação em banca de Mariana Lima Barcelos.Sedição de Vila Rica, 1720 - Uma analise historiográfica sobre as relações de poder no ultramar. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

18.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Maria T. Ferraz Negrão; COELHO, Maria Filomena. Participação em banca de Dayane Augusta Santos da Silva.Vivência religiosa feminina no Brasil colonial. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

19.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís; NOGUEROL, Luiz Paulo Ferreira. Participação em banca de Juanita Rodrigues Martins.Tráfico e abolição: notas sobre um debate. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

20.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís; OLIVEIRA, Susane Rodrigues. Participação em banca de Mayra Calandrini Guapindaia.Relações de gênero, pensamento pedagógico e reforma política na Ilustração portuguesa. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

21.
OLIVEIRA, Ione; BARBOSA, A. J.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Vitor Rogério Oliveira Rocha.A Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil e a Distenção Política, 1974-1979. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

22.
OLIVEIRA, Ione; SANTOS, N. B.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Participação em banca de Heliene Chaves Nagasava.A Caixa Econômica e os poupadores, 1889-1930. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

23.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MUNIZ, D. C. G.; MARTINS, E. R.. Participação em banca de Cleidiane Bezerra de Aguiar.Mulheres nos domínios de clio: representações, imaginário e historiografia sobre a sociedade imperial (1808-1831). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; FERREIRA, Jorge; VISCARDI, Cláudia. Banca examinadora de concurso público para magistério superior. 2014. Universidade de Brasília.

2.
MENEZES, Albene Ferreira; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; COELHO, Maria Filomena. Seleção para Mestrado na área de História Social. 2011. Universidade de Brasília.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; Venancio, Renato P.; FLORENTINO, M. G.. Banca examinadora de concurso público para magistério superior. 2009. Universidade de Brasília.

4.
OLIVEIRA, Ione; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; BRASIL, V. M.. Seleção simplificada para professor substituto. 2008. Universidade de Brasília.

5.
MARTINS, E. R.; DOBRORUKA, V. C. R. A.; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Banca de exame de línguas estrangeiras para o Programa de Pós Graduação em História, Mestrado e Doutorado. 2007. Universidade de Brasília.

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MUNIZ, D. C. G.; Doepcke, Wolfgang; DOBRORUKA, V. C. R. A.. Banca de seleção para o Mestrado em História Social. 2007. Universidade de Brasília.

7.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MARTINS, E. R.; BRASIL, V. M.. Banca examinadora do processo de seleção simplificada para professor substituto. 2006. Universidade de Brasília.

Outras participações
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; SANTANA, H.; SILVA, E. O.; FARIA, D. B.. Seleção para Mestrado em História. 2016. Universidade de Brasília.

2.
GIL, Tiago Luís; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Comissão examinadora de qualificação de doutorado. 2016. Universidade de Brasília.

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; LIMA, F. C. G.; RICUPERO, R.. Comissão Científica para seleção de trabalhos de História do Brasil - Colônia. 2012. Universidade de São Paulo.

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica da Universidade de Goiás. 2011. Universidade Federal de Goiás.

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís; MARIUTTI, Eduardo.; Marcondes, Renato. Participação em comissão acadêmica de seleção de trabalhos na área de História do Brasil Colonial do V Encontro de Pós Graduação em História Econômica. 2010. Universidade de Brasília.

6.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; PUNTONI, Pedro; CARRARA, Angelo. Comitê científico de seleção de trabalhos para o VIII Congresso Brasileiro de História Econômica. 2009. Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica.

7.
DOBRORUKA, V. C. R. A.; Almeida, Jaime; MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Seleção para admissão por transferência facultativa. 2007. Universidade de Brasília.

8.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MARQUEZIN, J. A.. Banca de Seleção de candidatos ao programa de intercâmbio entre a Unb e a Université Nancy 2, França. 2006. Fundação Universidade de Brasília.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Woman´s Suffrage in the Americas.Women´s Suffrage in Brazil: Three Possible Approaches. 2018. (Seminário).

2.
Congreso Internacional de historia de las mujeres. Women´s Suffrage in the Americas. 2017. (Congresso).

3.
IV Seminário - Histórias de Crédito.Uma história intelectual e da leitura no Dezenove a partir de debates parlamentares e do acervo das bibliotecas do Legislativo. 2017. (Seminário).

4.
XIII Congresso Brasileiro de História Econômica. Mulher e mercado de trabalho no Brasil nos marcos regulatórios Varguistas, 1932-1943. 2017. (Congresso).

5.
Seminário Estudos de Gênero na História do Brasil.História Política e Feminismos: uma proposta de abordagem do tema. 2016. (Seminário).

6.
V Congresso Latinoamericano de História Econômica. A regulação do trabalho feminino em um sistema político masculino, Brasil: 1934-1943. 2016. (Congresso).

7.
Annual Meeting of the Society for Historians of American Foreign Relations. The Struggle for Equality in San Francisco Conference and its Possible Meanings for Inter-American Policy. 2015. (Congresso).

8.
II Simpósio Histórias de Crédito.Títulos ao portador e investimento empresarial nas primeiras décadas republicanas. 2015. (Simpósio).

9.
XI Congresso Brasileiro de História Econômica e 12ª Conferencia. Cervejaria Brahma e os investimentos alemães no Brasil durante as duas guerras mundiais. 2015. (Congresso).

10.
XI Congresso Brasileiro de História Econômica e 12ª Conferencia. Títulos ao portador e investimento empresarial nas primeiras décadas republicanas. 2015. (Congresso).

11.
18th Annual Congress of the European Business History Association: Comparative Business History. Contrasting Regions, Sectors, and Centuries. Brewed in the Tropics.. 2014. (Congresso).

12.
Lands over seas: property rights in the early modern portuguese empire. Considerações sobre o crédito e os direitos de propriedade no mundo luso, à luz da experiência de Pernambuco. 2014. (Congresso).

13.
VII Encontro de Pós Graduação em História Econômica e 5ª Conferencia Internacional de História Econômica. Simpósio Temático 4. Brasil e América Latina Coloniais: agentes econômicos no Brasil Colônia. 2014. (Congresso).

14.
Fazendo Gênero 10. Os limites da cooperação entre grupos feministas e a diplomacia. 2013. (Congresso).

15.
I Simpósio Histórias de Crédito.O corpo mercantil do Recife e o descrédito de comerciantes no início do século XIX. 2013. (Simpósio).

16.
IV Conferência Internacional de História Econômica e VI Encontro de Pós Graduação em História Econômica. Comissão Científica para seleção de trabalhos de História do Brasil - Colônia. 2012. (Congresso).

17.
IV Conferência Internacional de História Econômica e VI Encontro de Pós Graduação em História Econômica.Mesa Mercado Externo, redes mercantis e administração colonial. 2012. (Encontro).

18.
IV Conferência Internacional de História Econômica e VI Encontro de Pós Graduação em História Econômica.Mesa Economia mineira entre os séculos XIX e XX. 2012. (Encontro).

19.
IX Jornada Setecentista.Eram os senhores de engenho caloteiros?. 2012. (Seminário).

20.
I Congresso Fluminense de História Econômica. Instituições, empresas e empresários. 2011. (Congresso).

21.
III Seminário de História Social - Universidade de Brasília.Escravos e dívidas em Pernambuco, século XVIII. 2011. (Seminário).

22.
IX Congresso Brasileiro de História Econômica e 10ª Conferência Internacional de História de Empresas. O corpo mercantil do Recife e o descrédito de comerciantes no início do século XIX. 2011. (Congresso).

23.
Seminário de Estudos sobre a Guerra Fria.O Feminismo no Brasil e seus diálogos internacionais. 2011. (Seminário).

24.
35th Economic & Business Historical Society Conference. The Financial Branch of a Portuguese Business Community in Rio de Janeiro, 1918 to 1945. 2010. (Congresso).

25.
III Encontro Internacional de História Colonial.Falências mercantis e execuções de propriedades de terras: notas de pesquisa sobre Pernambuco, século XVIII, início do XIX. 2010. (Encontro).

26.
II Seminário de História Social : Reflexões sobre economia e sociedade.O empenho que não se dissolve. Notas de pesquisa sobre o endividamento de senhores de engenho de Pernambuco, século XVIII, início do XIX. 2010. (Seminário).

27.
II Seminário de História Social - Reflexões sobre economia e sociedade.Comentários sobre os artigos apresentados no seminário. 2010. (Seminário).

28.
Programa de Seminários em História Economica, Hermes & Clio - Grupo de Estudos e Pesquisa em História Econômica.O empenho que não se dissolve: notas de pesquisa sobre o endividamento de senhores de engenho de Pernambuco, século XVIII, início do XIX. 2010. (Seminário).

29.
Seminário de Discussão do Grupo de Pesquisa do CNPq - Antigo Regime nos Trópicos.O empenho que não se dissolve. Notas de pesquisa sobre o endividamento de senhores de engenho de Pernambuco, século XVIII, início do XIX. 2010. (Seminário).

30.
VIII Congresso Brasileiro de História Econômica e IX Conferencia Internacional de História de Empresas. Coordenação da sessao temática: Microtendencias e Trajetórias. 2009. (Congresso).

31.
VIII Congresso Brasileiro de História Econômica e IX Conferencia Internacional de História de Empresas. Coordenação da Sessão Temática: Microtendências e Trajetórias. 2009. (Congresso).

32.
XXIX Encontro da Associação Portuguesa de História Economica e Social.O rescaldo da Companhia Geral Pernambuco e Paraíba: crédito, endividamento e tensão social, 1808 a 1821.. 2009. (Encontro).

33.
36º Encontro Nacional de Economia da ANPEC. Tensões políticas e interesses em Pernambuco, 1817. As dívidas com a Cia. Geral Pernambuco e Paraíba.. 2008. (Congresso).

34.
Bertha Lutz: uma atuação plural.A deputada Bertha e o momento político autoritário. 2008. (Outra).

35.
II Encontro Internacional de História Colonial.Tensões políticas e interesses em Pernambuco, 1817. 2008. (Encontro).

36.
II Encontro Internacional de História Colonial.Simpósio Temático - Terra Brasílica: estudos sobre a sociedade e a economia da América lusa. 2008. (Encontro).

37.
IV Semana Socius - Consultoria Jr. em Ciências Sociais, mesa: "África para além dos livros didáticos"."A história da escravidão no Brasil". 2008. (Outra).

38.
XXVIII Encontro da Associação Portuguesa de História Económica e Social. Consumo, comércio e produção de cerveja por imigrantes lusos na cidade do Rio de Janeiro no início do século XX. 2008. (Congresso).

39.
Alcohol in the Atlantic World: Historical and Contemporary Perspectives.Beer and aguardente under Temperance in Brazil, in the beginning of the 20th century. 2007. (Oficina).

40.
IV Encontro da ANPUH/DF.José Vaz Salgado: a herança de um militar-mercador no Recife de meados do século XVIII. 2007. (Encontro).

41.
VII Congresso Brasileiro de História Econômica. José Vaz Salgado: a herança de um militar-mercador no Recife de meados do século XVIII. 2007. (Congresso).

42.
VII Congresso Brasileiro de História Econômica. Imigrantes portugueses no Brasil a partir dos recenseamentos populacionais do século XX: um estudo exploratório. 2007. (Congresso).

43.
Seminário Internacional As Fontes na Construção da História: o caso africano e afro-brasileiro.Comentários sobre o paper. 2006. (Seminário).

44.
Seminário Nacional História do Brasil e Demografia.Explorações sobre a imigração portuguesa nos censos brasileiros do século XX. 2006. (Seminário).

45.
6º Congresso Brasileiro de História Econômica e 7ª Conferência Internacional de História de Empresas. Limites à associação de capitais na lei de Sociedades Anônimas de 1882. 2005. (Congresso).

46.
6º Congresso de História Econômica e 7ª Conferência de História de Empresas. Que sejam felizes para sempre! A mulher e seus direitos na sociedade conjugal. Do Código Civil à luta pelo Estatuto Civil da Mulher Casada. 2005. (Congresso).

47.
Exploradores e engenheiros militares italianos no Brasil no século XVIII.A construção do espaço social na Colônia: uma reflexão sobre a capitania de São Paulo. 2005. (Seminário).

48.
Seminário internacional: a Emigração Portuguesa para o Brasil.Um perfil da colônia portuguesa no Rio de Janeiro nas três décadas do século XX através de fontes empresariais. 2005. (Seminário).

49.
Seminário Internacional os desafios da história cultural.Construindo a memória de mulheres na colônia. 2005. (Seminário).

50.
LASA 2003 XXIV International Congress. Mulheres e direito de herança na elaboração do código comercial brasileiro, 1845-1850. 2003. (Congresso).

51.
V Congresso Brasileiro de História Econômica e 6ª Conferência Internacional de História de Empresas. Contratos e conflitos: a Brahma e a comunidade de negócios do capital alemão no Brasil, 1888-1917. 2003. (Congresso).

52.
I Encontro de Pós-Graduação em História Economica.Notas sobre o processo de substituição de importações no setor de cervejas a partir do caso da Cia. Brahma. 2002. (Encontro).

53.
4º Congresso Brasileiro de História Econômica; 5ª Conferência Internacional de História de Empresas. Iguais para o pão e para a pancada? Brancos e negros no mercado de trabalho do Rio de Janeiro: a Companhia Cervejaria Brahma. 2001. (Congresso).

54.
3º Congresso Brasileiro de História Econômica e 4ª Conferência Internacional de História de Empresas. A instituição do registro comercial na administração pública brasileira e os acervos de documentos para a história de empresas. 1999. (Congresso).

55.
XX Simpósio Nacional de História - Fronteiras.Em busca da cidadania: mulheres e participação política no Brasil, 1850 a 1918. 1999. (Simpósio).

56.
XXV Encontro Nacional de Economia - Anpec.Propostas de reforma do sistema financeiro e elites burocráticas. 1997. (Encontro).

57.
III Encontro Nacional de História Oral.O Colunismo Social Carioca - um encontro com Maneco Muller. 1996. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís ; NOGUEROL, Luiz Paulo Ferreira ; BASTOS, Pedro Paulo Zahaluth . IIIª Conferencia Internacional de História Econômica e V Encontro de Pós Graduação em História Econômica. 2010. (Congresso).

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; MELO, Hildete Pereira de ; VERGOLINO, J. R. O. ; VERSIANI, F. R. ; MOTTA, J. F. ; FALCI, M. B. K. ; GOES, J. R. P. ; LIMA, G. F. ; BRUGGER, S. M. ; NEVES, L. B. ; CARLI, C. ; NADALIN, S. O. . Seminário História do Brasil e Demografia. 2006. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Lorena de Souza Coutinho de Paula. Páginas que mudam a cultura: uma nova postura feminina através da obra O pardal é um pássaro azul (1975), de Heleoneida Studart, na ditadura militar.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
Viviane A. S. Torres. As mulheres negras e a Constituinte de 1987 e 1988. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Rosenilson Santos. Consolidando as fronteiras do Império do Brasil: a participação da Paraíba e do Rio Grande do Norte na formação do Estado Nacional. Início: 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Gabriela França. Agora tudo entra! Teatro feminista na ditadura brasileira. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Ana Catarina Sena Ferreira dos Santos. Olga: leve como Pavlova, com muito de Benário e nada de Alaketu. Simplesmente, Olga Guimarães. A construção da consciência de uma mulher no interior da Bahia, no contexto da sua juventude (1949-1961). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

2.
Ana Catarina Sena F. Santos. Olga: leve como pavlova, com muito de Benário, nada de Alaketu. Simplesmente, Olga Guimarães. A construção da consciência política de uma mulher no interior da Bahia no contexto da sua juventude (1949-1961). 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

3.
Raquel Lima de Oliveira e Silva. Prisão e esquecimento social: a implantação do encarceramento feminino no Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

4.
Carlos Molinari Rodrigues Severino. Mestres estrangeiros; operariado nacional: resistencias e derrotas no cotidiano da maior fábrica têxtil do Rio de Janeiro, 1890-1920. 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

5.
Mariana Lima Barcelos. Entre conflitos e mediações: a formação da Câmara de Vila Rica (1711-1736). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

6.
Mayra Calandrini Guapindaia. Instituições educacionais e relações de gênero no período da Ilustração portuguesa: o Recolhimento de Nossa Senhora da Glória e o Seminário de Olinda. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

7.
Loyanne Dias Rocha. A morte amparada dos irmãos da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto, 1780-1800. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Gilson Paiva Oliveira. O Badernaço: visões de uma revolta. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação Especialização em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

2.
Henrique Canfora Castro. A atuação do General Lott na Novembrada como soldado cidadão. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação Especialização em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Leilane Leite Alves. Mulheres no serviço público: um estudo sobre as funcionárias da Caixa Econômica da Bahia, 1934-1945. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

2.
Carolina Torres Fontenele. Do espartilho ao prêt-à-porter: a vestimenta feminina na França de 1920 a 1929. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

3.
Natália Soares Batista. Empregadas domésticas: permanências e mudanças na construção do trabalho doméstico livre (1888-1950). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

4.
Kyara Ramos Barbosa. O planejamento familiar brasileiro na década de 1970 - considerações sobre os efeitos sociais da pílula anticoncepcional. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

5.
Clara de Oliveira Cunha. O Estatuto da Mulher Casada: a conquista dos direitos civis das mulheres no Brasil, 1916 - 1962. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

6.
Bibiana Soyaux de Almeida Rosa. Biografia e recordação: novas perspectivas para o fato histórico. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

7.
Mariana Lima Barcelos. Sedição de Vila Rica, 1720 - Uma analise historiográfica sobre as relações de poder no ultramar. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

8.
Dayane Augusta Santos da Silva. Vivencia religiosa feminina no Brasil colonial. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

9.
Juanita Rodrigues Martins. Tráfico e abolição: notas sobre um debate. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

10.
Mayra Calandrini Guapindaia. Relações de gênero, pensamento pedagógico e reforma política na Ilustração portuguesa. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

Iniciação científica
1.
Rosânia Oliveira do Nascimento. Magistério e ativismo político na Capital Federal: a sufragista Leolinda de Figueiredo Daltro. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

2.
Daniela Oliveira da Silva. Magistério e ativismo político em Minas Gerais: a sufragista Mariana Noronha Horta. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

3.
Maria Eduarda Gomes Penaforte. Maternidade e infância: um exame do debate público sobre o tema nos anos 1920 e 1930.. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

4.
Viviane Aparecida dos Santos Torres. Dois momentos da reformulação da legitimidade do poder no Brasil e a defesa dos direitos das mulheres. Os grupos de pressão feministas durante as Constituintes de 1933-1934 e 1987-1988.. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

5.
Lily Machado. O pensamento político conservador e suas formas de ação. As faces do anti-feminismo no Brasil.. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

6.
Lili Machado. Reflexões sobre os feminismos no Brasil dos anos 1920. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

7.
Bibiana Soyaux de Almeida Rosa. O feminismo no Brasil e seus diálogos internacionais. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

8.
Lia Campos de Freitas Lucas. Feminismos e identidades. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

9.
Tainá Flor Bento. Pernambuco no mundo: produção e comércio de algodão na segunda metade do século XVIII, início do XIX. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

10.
Raquel Carvalho Gontijo. Famílias escravas na Vila Boa de Goiás do início do século XIX. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

11.
Marina Thomé Bezzi. A resistencia dos traficantes da Bahia ao comércio privilegiado. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

12.
Juanita Rodrigues Martins. Notas sobre o debate acerca da abolição do tráfico no Atlântico. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

13.
Dayane Augusta Santos da Silva. A devoção feminina no catolicismo reformado - a experiencia da América portuguesa. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

14.
Suellen Pires Maciel Neto. A historiografia recente sobre irmandades religiosas. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

15.
Mayra Calandrini Guapindaia. Elites Comerciais de Pernambuco e as Reformas Educacionais do século XVIII. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

16.
Raquel Gontijo. Famílias escravas em Goiás colonial. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

17.
Marina Thomé Bezzi. A resistência dos traficantes da Bahia ao comércio privilegiado. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

18.
Juanita Medeiros. Pensamento anti-escravista no mundo português. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

19.
Dayane Augusta Santos da Silva. A devoção feminina no catolicismo reformado - a experiência da América portuguesa. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

20.
Vitor Rogéro Oliveira Rocha. Família escravas no Recife no início do século XIX. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

21.
Mayra Calandrini Guapindaia. Famílias da elite e valores morais no nordeste colonial: um estudo historiográfico. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.

22.
Dayane Augusta Santos da Silva. Gênero e religiosidade na América portuguesa. Uma leitura historigráfica sobre a religiosidade de mulheres negras na teia da Inquisição. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Teresa Cristina de Novaes Marques.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2012MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Worlds of Women. The Making of an International Women's Movement (Resenha da obra de Leila Rupp). Revista Ártemis, v. 14, p. 230-232, 2012.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes;MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES2013MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O IFCS na minha formação. ARS HISTORICA, v. 5, p. 3-5, 2013.

Artigos aceitos para publicação
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Resenha da obra de Leila J. Rupp. Worlds of Women. The Making of an International Women´s Movement.. Revista Ártemis, 2012.


Livros e capítulos
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Voto Feminino no Brasil. 1. ed. Brasília: Edições Câmara, 2018. v. 1. 149p .


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Comentários sobre 'O Trabalho Feminino', de Bertha Lutz. Revista Eletrônica do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, Curitiba, p. 275 - 280, 29 set. 2014.

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. A Lei Seca à brasileira.. Revista de História (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, p. 000 - 000, 01 nov. 2011.


Apresentações de Trabalho
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Entre o igualitarismo e a reforma dos direitos das mulheres. Bertha Lutz na Conferencia Interamericana de Montevideo, 1933. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. ?Oh, Igualdade, por que tardas? Mulheres em busca da igualdade política no Brasil?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O Voto Feminino no Brasil: Concessão ou Conquista?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Uma história intelectual do voto feminino no Brasil a partir do acervo da biblioteca da Câmara dos Deputados. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MARQUES, TERESA CRISTINA NOVAES. Participação feminina na vida política. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; PAN, M. B. . Recuperando el legado de la feminista brasileña Bertha Lutz. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Um estudo sobre a cerveja no Rio. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; JUNIOR, E. ; FERRICHE, E. . O Voto Feminino no Brasil. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Onde estão elas? Presença de mulheres é pequena na política do DF. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. Programa Mulher e Ciência. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Redes sociais, websites e blogs
1.
MARQUES, Teresa Cristina de Novaes; GIL, Tiago Luís . Museu Virtual Bertha Lutz. 2013; Tema: Biografia política e científica de Bertha Lutz. (Site).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/10/2018 às 13:46:03