Eduardo Brandão

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1305862715510040
  • Última atualização do currículo em 04/05/2018


Possui graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1991), graduação em Engenharia Naval pela Universidade de São Paulo (1990), mestrado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1997) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é professor de filosofia da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em História da Filosofia, atuando principalmente nos seguintes temas: Schopenhauer, idealismo alemão e história da filosofia contemporânea. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Eduardo Brandão
Nome em citações bibliográficas
BRANDÃO, Eduardo;Eduardo Brandão;Brandão, Eduardo

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315
Butantã
05508-900 - Sao Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30913761
URL da Homepage: http://


Formação acadêmica/titulação


1998 - 2002
Doutorado em Filosofia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: O Conceito de Matéria na Obra de Schopenhauer, Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Maria Lúcia Mello de Oliveira Cacciola.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Schopenhauer; Matéria; Vontade; Metafísica; Força; Idealismo.
Grande área: Ciências Humanas
1992 - 1997
Mestrado em Filosofia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Causalidade e Perspectiva na Obra de Maturidade de Nietzsche,Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Scarlett Zerbetto Marton.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Nietzsche; Causalidade; Força; Linguagem; Mundo.
Grande área: Ciências Humanas
1986 - 1991
Graduação em Filosofia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
1984 - 1990
Graduação em Engenharia Naval.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor de filosofia, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2006 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História da filosofia Contemporânea
10/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Representante titular na comissão permanente de licenciatura.
02/2005 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à filosofia
História da filosofia moderna
História da filosofia contemporânea
10/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor de filosofia, Regime: Dedicação exclusiva.


Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Filosofia, Carga horária: 10

Atividades

2/2003 - 5/2004
Ensino, Metodologia Para Trabalho de Final de Curso, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia
2/2003 - 5/2004
Ensino, Biblioteconomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Lógica
8/2002 - 5/2004
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia I
Filosofia II
3/2003 - 3/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Acadêmico, Escola de Sociologia.

Cargo ou função
Conselheiro.

Pioneira Educacional S C Ltda, UNIVERSITÁRIO TA, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1997
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Professor de Matemática, Carga horária: 0

Atividades

3/1994 - 12/1997
Ensino,

Disciplinas ministradas
matemática

Sapiens Grupo Educacional de Osasco, COC-OSASCO, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: professor de matemática, Carga horária: 0

Atividades

2/1995 - 2/1996
Ensino,

Disciplinas ministradas
matemática para pré-vestibular
2/1995 - 2/1996
Ensino,

Disciplinas ministradas
matemática

Colégio Equipe, EQUIPE, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 1995
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: professor de filosofia, Carga horária: 0

Atividades

2/1995 - 7/1995
Ensino,

Disciplinas ministradas
filosofia

Grupo Educacional Sênior Ursa Maior, SÊNIOR*, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

8/1996 - 12/1997
Ensino,

Disciplinas ministradas
matemática

Lectus Sistema de Ensino, LECTUS*, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Matemática, Carga horária: 0

Atividades

8/1997 - 3/1998
Ensino,

Disciplinas ministradas
matemática

Curso Pré Vestibular Cpv, CPV*, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Professor de Matemática, Carga horária: 0

Atividades

2/1998 - 10/1998
Ensino,

Disciplinas ministradas
matemática

Sociedade Civil de Ensino Pinheiros Ltda, MEDVESTIBULARES, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - 1993
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Matemática, Carga horária: 0

Atividades

2/1992 - 12/1993
Ensino,

Disciplinas ministradas
matemática


Linhas de pesquisa


1.
Idealismo alemão; História da filosofia contemporânea


Outros Projetos


Schopenhauer, Nietzsche e a noção de atividade
Situação: Desativado; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2007 - Atual
Periódico: Cadernos de Filosofia Alemã


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.


Idiomas


Alemão
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BRANDÃO, Eduardo2017BRANDÃO, Eduardo. A presença de Nietzsche no percurso intelectual de Horkheimer. Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade, v. 22, p. 39-48, 2017.

2.
BRANDÃO, Eduardo2003 BRANDÃO, Eduardo. A Filosofia como Vontade e Representação. Pesquisa FAPESP, São Paulo, v. 1, p. 94-94, 2003.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BRANDÃO, Eduardo. A concepção de matéria na obra de Schopenhauer. 1. ed. São Paulo: Humanitas/Fapesp, 2009. v. 1. 367p .

Capítulos de livros publicados
1.
BRANDÃO, Eduardo. Schopenhauer, leitor de Schulze: a questão do dogmatismo. In: Eduardo Ribeiro da Fonseca; Fernando Costa Mattos; Flamarion Caldeira Ramos; Monique Hulshof; Vilmar Debona. (Org.). Dogmatismo & Antidogmatismo: Filosofia Crítica, Vontade e Liberdade - uma homenagem a Maria Lúcia Mello e Oliveira Cacciola. 1ed.Curitiba: Editora UFPR, 2015, v. , p. 213-224.

2.
Brandão, Eduardo. Ciência e Naturphilosophie em Schopenhauer. In: Antonio Carlos Vitte. (Org.). Kant, o kantismo e a Geografia. 1ed.Curitiba: Appris, 2014, v. 1, p. 195-220.

3.
Brandão, Eduardo. Fichte et Schopenhauer face au scepticisme de Schulze. In: Sébastien Charles; Plínio J. Smith. (Org.). Scepticism in the Eighteenth Century: Enlightenment, Lumières, Aufklärung. 1ed.Dordrecht: Springer Netherlands, 2013, v. , p. 315-326.

4.
BRANDÃO, Eduardo. A noção de idéia em Schopenhauer à luz da filosofia de Schelling. In: Marco Aurélio Werle; Pedro Fernandes Galé. (Org.). Arte e Filosofia no Idealismo Alemão. 1ed.São Paulo: Barcarolla, 2009, v. 1, p. 13-24.

5.
BRANDÃO, Eduardo. Inconsciente e coisa em si: Schopenhauer entre Kant e Freud. In: Vladimir Safatle; Ronaldo Manzi. (Org.). A filosofia após Freud. 1ed.São Paulo: Humanitas, 2008, v. 1, p. 111-123.

6.
BRANDÃO, Eduardo. Nietzsche e seu compromisso: a transvaloração e a "necessidade metafísica" em Schopenhauer. In: Vânia Dutra de Azeredo. (Org.). Nietzsche. Filosofia e Educação. 1ed.Ijuí: Unijuí, 2008, v. 1, p. 115-128.

7.
BRANDÃO, Eduardo. Nietzsche e a crítica da civilização. In: Vinicius de Figueiredo. (Org.). Filósofos na sala de aula. 1ed.São Paulo: Berlendis & Vertecchia, 2007, v. 2, p. 155-196.

8.
BRANDÃO, Eduardo. A concepção de matéria em Schopenhauer e o Absoluto. In: João Carlos Salles. (Org.). Schopenhauer e o idealismo alemão. Salvador: Quarteto, 2004, v. 1, p. 45-57.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BRANDÃO, Eduardo. O conhecimento em Schopenhauer. Revista Mente, Cérebro e Filosofia, São Paulo, p. 14 - 21, 01 abr. 2007.

2.
BRANDÃO, Eduardo. Nietzsche: tipos psicológicos. Mente, cérebro e filosofia, São Paulo, p. 54 - 61, 01 abr. 2007.

3.
BRANDÃO, Eduardo. Nietzsche em seu labirinto. Mente, Cérebro e Filosofia, São Paulo, p. 38 - 45, 01 abr. 2007.

4.
BRANDÃO, Eduardo. Nietzsche e a crítica da civilização. Revista educação, São Paulo, p. 26 - 35, 01 nov. 2006.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BRANDÃO, Eduardo. Between Kant and the German Idealism: The Notion of Intellectual Intuition in Schopenhauer´s Philosophy. In: X Internationalen Kant-Kongress, 2008, São Paulo. Recht un Friden in der Philosophie Kants. Berlin: Walter de Gruyter, 2005. v. 5. p. 299-310.

Apresentações de Trabalho
1.
BRANDÃO, Eduardo. A Filosofia e seu discurso. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
BRANDÃO, Eduardo. Wagner, Schopenhauer e o Nascimento da tragédia de Nietzsche. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
BRANDÃO, Eduardo. Notas sobre produção e contemplação das artes plásticas na estética de Schopenhauer. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
BRANDÃO, Eduardo. Física, metafísica e moral em Schopenhauer e Nietzsche. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
BRANDÃO, Eduardo. A filosofia e seu discurso. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
FONSECA, E. R. ; Brandão, Eduardo . Schopenhauer leitor de Kant. Curitiba - PR, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
Brandão, Eduardo. Obras Incompletas, de Friedrich Nietzsche. São Paulo: Discurso Editorial, 2014 (Resenha).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Safatle, Vladimir; BRANDÃO, Eduardo; Junior, Joaquim Brasi Fontes. Participação em banca de Luisa Helena Torrano. O campo da ambivalência. Poder, sujeito, linguagem e o legado de Michaeo Foucault na fiosofia de Judith Butler. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

2.
BRANDÃO, Eduardo; Cacciola, Maria Lucia Mello de Oliveira; Ramos, Flamarion Caldeira. Participação em banca de Daniel Quaresma Figueira Soares. A função do corpo na filosofia de Schopenhauer - Conhecimento, metafísica e o problema da Coisa em si. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

3.
CACCIOLA, Maria Lúcia; Fonseca, Thelma Lessa; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Isacir Heleno Andreoni Junior. As potências e o nada: niilismo e pluralidade semântica em Friedrich Nietzsche. 2009. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

4.
Silva, Franklin Leopoldo; BRANDÃO, Eduardo; YAZBEC, A. C.. Participação em banca de Michelle Weltman. Ontologia fenomenológica e liberdade em O ser e o nada de Jean-Paul Sartre. 2009. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

5.
BRANDÃO, Eduardo; Giacoia, Osvaldo; BURNETT, H. Participação em banca de André Luiz MUniz Garcia. Metáforas do corpo: Reflexões sobre o Estatuto da Linguagem na filosofia do jovem Nietzsche. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
Baioni, José Eduardo Marques; BRANDÃO, Eduardo; Maar, Wolfgang Leo. Participação em banca de Gládis Maria Rauber. o PROBLEMA DA FUNDAMENTAÇÃO RACIONAL DA MORAL E DO DIREITO EM kANT. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de São Carlos.

7.
Terra, Ricardo Ribeiro; BRANDÃO, Eduardo; Repa, Luiz Sérgio. Participação em banca de Erinson Cardoso Otenio. Subjetividade e dominação (A crítica de Max Stirner à alienação como elemento constitutivo da subjetividade moderna). 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

8.
CACCIOLA, Maria Lúcia; BRANDÃO, Eduardo; Brum, José Thomaz. Participação em banca de Fabio Luiz de Almeida Mesquita. Schopenhauer e o oriente. 2007. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

9.
Werle, Marco Aurélio (orientador); BRANDÃO, Eduardo; Baioni, José Eduardo Marques. Participação em banca de Antonio Vieira da Silva Filho. O estado Universal do mundo: a autonomia "poética" do herói e a vida prosaica no Estado na estética de Hegel. 2006. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

10.
Giacoia, Osvaldo; BRANDÃO, Eduardo; BACELAR, K.. Participação em banca de Bruno Machado. A psicologia profunda e a crítica da moral em Para Além de Bem e Mal. 2006. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas.

Teses de doutorado
1.
Suzuki, Márcio; BRANDÃO, Eduardo; Cacciola, Maria Lucia Mello de Oliveira; DISSELKOEN, Hugo Renato Ochoa. Participação em banca de Marilia Batista Cota Pacheco. O absoluto em mim e contra mim - Sobre a dialética da imaginação em Schelling: efetividade e ideal da razão. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

2.
Cacciola, Maria Lucia Mello de Oliveira; BRANDÃO, Eduardo; BARBOZA, Jair Lopes; FONSECA, Thelma Silveira da Mota Lessa da; DUARTE, José Thomaz Almeida Brum. Participação em banca de Eduardo Ribeiro da Fonseca. Psiquismo e vida. O conceito de impulso nas obras de Freud, Schopenhauer e Nietzsche. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

3.
FONSECA, Thelma Silveira da Mota Lessa da; NASCIMENTO, L. F. S.; MONZANI, L. R.; BRANDÃO, Eduardo; DIAS, R. M.. Participação em banca de Stefan Vassilev Krastanov. Nietzsche: Pathos Artísitico versus consciência ética. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de São Carlos.

4.
Marton, Scarlett; Werle, Marco Aurélio; Lopes, Rogerio Antonio; Itaparica, Andreé; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Marcio Jose Silveira Lima. Perspectivismo e verdade em Nietzsche. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

5.
Fonseca, Thelma Lessa; NASCIMENTO, L. F. S.; Santos, Fernão Salles dos; Moura, Carlos Alberto Ribeiro de; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Regiane Lorenzetti Collares. Por uma filosofia transvalorativa: a crítica da consciência moderna em Nietzsche. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de São Carlos.

6.
Fonseca, Thelma Lessa; Giacoia, Osvaldo; Simanke, Richard Theisen; Paschoal, Antonio Edmilson; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Jelson Roberto de Oliveira. Para uma ética da Amizade em Friedrich Nietzsche. 2009. Tese (Doutorado em Pós Graduação em Filosofia da Universidade Federal de São Carlos: UFSCar) - Universidade Federal de São Carlos.

7.
CACCIOLA, Maria Lúcia; Brum, José Thomaz; Werle, Marco Aurélio; Rosa, Silvio; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Flamarion Caldeira Ramos. "A "miragem" do absoluto - Sobre a contraposição de Schopenhauer a Hegel: crítica, especulação e filosofia da religião". 2009. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

8.
Baioni, José Eduardo Marques; Paschoal, Antonio Edmilson; Zaterka, Luciana; Maar, Wolfgang Leo; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Ildenilson Meireles Barbosa. Niilismo, Transvaloração e redenção na filosofia de Nietzsche. 2009. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de São Carlos.

9.
Müller, Marcos Lutz; Baioni, José Eduardo Marques; BOLZANI, R.; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Luiz Fernando Barrére Martin. Ceticismo e dialética especulativa na filosofia de Hegel. 2009. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
Neto, José Raimundo Maia; Marques, Marcelo Pimenta; Chaves, Ernani; Neto, Olimpio Jose Pimenta; Giacoia, Osvaldo; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Rogério Antonio Lopes. Ceticismo e vida contemplativa em Nietzsche. 2008. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

11.
Chauí, Marilena; Matos, Olgária; Frateschi, Yara; Critelli, Dulce Mara; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Newton Gomes Pereira. O ser da política e a política do ser: o confronto entre Hannah Arendt e Martin Heidegger em Ser e Tempo. 2008. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

12.
Baioni, José Eduardo Marques; BRANDÃO, Eduardo; Zaterka, Luciana. Participação em banca de Ildenilson Meireles Barbosa. Niilismo e transvaloração na filosofia de Nietzsche. 2007. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de São Carlos.

13.
CACCIOLA, Maria Lúcia; Giacoia, Osvaldo; Fonseca, Thelma Lessa; Terra, Ricardo Ribeiro; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Fernando Costa MAttos. Nietzsche e o primado da prática: um espírito livre em guerra contra o dogmatismo. 2007. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

14.
Silva, Franklin Leopoldo; Suzuki, Márcio; BRANDÃO, Eduardo; Morato, Débora; Damon, Luiz. Participação em banca de Leandro Neves Cardim. A ambiguidade na Fenomenologia da Percepção de Maurice Merleau-Ponty. 2007. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

15.
CACCIOLA, Maria Lúcia; Silva, Franklin Leopoldo; Giacoia, Osvaldo; Brum, José Thomaz; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Jarlee Oliveira Silva Salviano. Labirintos do nada: a crítica de Nietzsche ao niilismo de Schopenhauer. 2007. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Daniel Quaresma Figueira Soares. Nietzsche e a subversão da concepção do querer. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Farmacologia) - Universidade de São Paulo.

2.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Ivanilde Aparecida Vieira Cardoso Fracalossi. O fato da consciência como primeiro princípio da filosofia: teoria da representação. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

3.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Frederico Pieper Pires. Superação da metafísica e filosofia da religião no pensamento do segundo Heidegger. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

4.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Vilmar Debona. A atmosfera favorável ao caráter: caráter adquirido e ?ética empírica? no pensamento de Schopenhauer. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

5.
Giacoia, Osvaldo; BURNETT, H; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Bruno Martins Machado. A constituição e a consolidação da psicologia na filosofia de Nietzsche. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
CACCIOLA, Maria Lúcia; Fonseca, Thelma Lessa; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Eduardo Fonseca. A noção de Trieb em Freud, Nietzsche e Schopenhauer. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

7.
Fonseca, Thelma Lessa; Licht, Paulo; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Marcio Luiz Miotto. O lugar da tese complementar na arqueologia de Michael Foucault. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade Federal de São Carlos.

8.
Safatle, Vladimir; Silva, Franklin Leopoldo; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Carlos Eduardo Ribeiro. Arqueologia e Genealogia em Foucault. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

9.
Chauí, Marilena; Matos, Olgária; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Newton Gomes Pereira. O ser da política e a politica do ser. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

10.
CACCIOLA, Maria Lúcia; Baioni, José Eduardo Marques; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Flamarion Caldeira Ramos. Schopenhauer e Hegel. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

11.
Fonseca, Thelma Lessa; Maar, Wolfgang Leo; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Regiane Lorenzetti Collares. A desconstrução da consciência em Nietzsche. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade Federal de São Carlos.

12.
Suzuki, Márcio; BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Sergio Luis Tomioka. Questões. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

13.
CACCIOLA, Maria Lúcia; BRANDÃO, Eduardo; Terra, Ricardo Ribeiro. Participação em banca de Fernando Costa Mattos. Nietzsche e Kant. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

14.
CACCIOLA, Maria Lúcia; BRANDÃO, Eduardo; Pimenta, Pedro Paulo G.. Participação em banca de Jarlee Oliveira Silva Salviano. Nietzsche e o niilismo de Schopenhauer. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Bárbara Assis Vianna da Silva. Coisa-em-si e fundamentação do conhecimento: as objeções céticas do Aenesidemus de Schulze. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

2.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Eder Ricardo Corbanezi. Perspectivismo e relativismo em Nietzsche. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

3.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Braian Sanches Matilde. A vida no contexto da filosofia de Nietzsche. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

4.
BRANDÃO, Eduardo. Participação em banca de Vinicius de Castro Soares. Teleologia no Conceito de Vontade. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade de São Paulo.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Baioni, José Eduardo Marques; Bruni, José Carlos; Müller, Marcos Lutz; Nascimento, Rodnei Antonio do; Mortara, Renato Arruda; BRANDÃO, Eduardo. História da filosofia moderna. 2009. Universidade Federal de São Paulo.

2.
BRANDÃO, Eduardo; FONSECA, Thelma Silveira da Mota Lessa da; Damon, L.; MOURATO, D.; SANTOS, L. H. L.. Historia da Filosofia Contemporânea. 2009. Universidade de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Colloque International Scepticisme et Lumières. Fichte et Schopenhauer face au scepticisme de Schulze. 2010. (Congresso).

2.
Coloquio Diálogos entre o pensamento ocidental e oriental.Schopenhauer e o oriente - um breve panorama.. 2010. (Seminário).

3.
XVIII Encontros Nietzsche.Corpo e subjetividade em Nietzsche e Schopenhauer. 2010. (Seminário).

4.
Figuras do Filósofo.Schopenhauer e a filosofia. 2009. (Outra).

5.
IV Colóquio Schopenhauer. Horkheimer leitor de Schopenhauer. 2009. (Congresso).

6.
Procad USP UFBA.Horkheimer e o idealismo alemão. 2009. (Outra).

7.
XIII Congresso da Anpof. Do homem ao gênio. Considerações sobre a genialidade em Schopenhauer. 2008. (Congresso).

8.
XXIV Encontros Nietzsche.Considerações sobre a figura do filisteu: Schopenhauer e as Extemporâneas de Nietzsche. 2008. (Encontro).

9.
Colóquio Estética no idealismo alemão.A noção de idéia em Schopenhauer à luz da filosofia de Schelling. 2007. (Outra).

10.
Dialética do esclarecimento.Mesa redonda com Thelma Lessa da Fonseca. 2007. (Seminário).

11.
II Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise.Inconsciente e coisa-em-si: Schopenhauer entre Kant e Freud. 2006. (Encontro).

12.
XII Encontro Nacional de Filosofia da Anpof.O tempo e o véu de Maia. 2006. (Encontro).

13.
III Colóquio Schopenhauer - Schopenhauer e as filosofias da vontade.O que significa uma filosofia da Vontade. 2005. (Seminário).

14.
X Kant Congress. Beteen Kan and the german idealism: the notion of intellectual intuition in Schopenhauer´s philosophy. 2005. (Congresso).

15.
I Colóquio Kant: Posteridades da Crítica.Schopenhauer e Schulze. 2004. (Seminário).

16.
Schopenhauer e o Idealismo Alemão.A Concepção da Matéria em Schopenhauer e o Absoluto. 2003. (Outra).

17.
X Encontro Nacinal de Filosofia.X Encontro Nacional de Filosofia, texto: Schopenhauer Leitor de Schulze. 2002. (Encontro).

18.
I Colóquio Schopenhauer.I Colóquio Schopenhauer, texto: Operari Sequitur Esse: aspectos da relação entre natureza e moral no pensamento de Schopenhauer. 2001. (Outra).

19.
IX Encontro Nacional de Filosofia.IX Encontro Nacional de Filosofia, texto: Schopenhauer e os Princípios Metafísicos da Ciência da Natureza de Kant. 2000. (Encontro).

20.
VIII Encontro Nacional de Filosofia.VIII Encontro Nacional da Filosofia, texto: Notas sobre a Noção de Força em O Mundo como Vontade e Representação de A. Schopenhauer. 1998. (Encontro).

21.
VII Encontro Nacioanl de Filosofia.VII Encontro Nacional de Filosofia. 1996. (Encontro).

22.
Colóquio Nietzsche - 150 anos.Colóquio Nietzsche, texto: Utilidade e Sobrevivência, Aspectos da Causalidade em Nietzsche e Hume. 1994. (Outra).

23.
V Encontro Nacional de Filosofia.V Encontro Nacional de Filosofia. 1992. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CACCIOLA, Maria Lúcia ; BRANDÃO, Eduardo . IV Congresso Schopenhauer. 2009. (Congresso).

2.
CACCIOLA, Maria Lúcia ; BRANDÃO, Eduardo ; Ramos, Flamarion Caldeira . III Colóquio Schopenhauer - Schopenhauer e as filosofias da vontade. 2005. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Frederico Pieper Pires. Heidegger. Início: 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

2.
Luis S. O. de P. Lico. Schopenhauer e Bergson. Início: 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

3.
Daniel Q. F. Soares. Nietzsche e a possibilidade da filosofia. Início: 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Katia Cilene da Silva Santos. O problema da liberdade na filosofia de Arthur Schopenhauer. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Eduardo Brandão.

2.
Paulo Marcos da Silva. O princípio de razão suficiente (1813) e a questão da verdade em Schopenhauer. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Eduardo Brandão.

3.
Daniel Quaresma. A função do corpo na Filosofia de Schopenhauer. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Brandão.

Tese de doutorado
1.
Frederico Pieper Rodrigues. Ontologia, teologia, metafísica no projeto transcendental de Martin Heidegger. 2014. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Eduardo Brandão.

Iniciação científica
1.
André Luis Doneux Ferreira. Da sensibilidade como fonte para duas representações de significado distinto na Estética transcendental da Crítica da razão pura. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Brandão.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/10/2018 às 20:01:58