Bárbara Segal Ramos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4551050959304176
  • Última atualização do currículo em 20/03/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Campinas (1995), mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998) e doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Ecologia Marinha, atuando principalmente nos seguintes temas: comunidades bentônicas recifais, monitoramento, conservação de ambientes recifais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Bárbara Segal Ramos
Nome em citações bibliográficas
SEGAL, B.;Segal, B.;Segal, Bárbara;SEGAL, BARBARA

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ecologia e Zoologia/CCB.
Campus Universitário
Trindade
88040900 - Florianópolis, SC - Brasil
Telefone: (48) 37214739
Fax: (48) 37215156
URL da Homepage: http://www.ccb.ufsc.br/ecz/


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Corais e comunidades recifais e sua relação com a sedimentação no Banco dos Abrolhos, Brasil, Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Clovis Barreira e Castro.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Recifes de Coral; Abrolhos; Sedimentação; Comunidade; Coral.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1996 - 1998
Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Comunidades Recifais do Arquipélago dos Abrolhos, BA, com Ênfase em Corais (Cnidaria: Scleractinia e Milleporidae): Aspectos Metodológicos e Comparações entre Locais,Ano de Obtenção: 1998.
Orientador: Clovis Barreira e Castro.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Corais; Comunidades; Abrolhos.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1992 - 1995
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.




Formação Complementar


1998 - 1998
Ecologia de Recifes de Corais. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
1994 - 1994
Ecologia de Peixes.
XX Congresso Brasileiro de Zoologia, UFRJ, Brasil.
1993 - 1993
Introd à Biologia e Ecologia de Mamíferos Marinhos. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora adjunta, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2012 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Campo
7/2012 - Atual
Ensino, Abi - Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Campo
Introdução à Ecologia
08/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Ecologia e Zoologia, .

3/2010 - Atual
Ensino, Oceanografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Geral
Ecossistemas Marinhos e Conservação
09/2010 - 09/2012
Extensão universitária , Departamento de Ecologia e Zoologia, .

Atividade de extensão realizada
Biodiversidade, o mundo em que vivemos - atividades de educação ambiental com crianças da ONG Casa da Criança.
3/2012 - 7/2012
Ensino, Licenciatura Intercultural Indígena, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biodiversidade e Sociodiversidade
03/2010 - 07/2011
Ensino, Engenharia de Aquicultura, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia Aquática
03/2010 - 07/2010
Ensino, Oceanografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos de Embriologia e Zoologia

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Disliplina Técnicas de Estudos em Zoologia Marinha no Programa de Pós-graduação em Zoologia


Associação Amigos do Museu Nacional, SAMN, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Gerente Geral do Projeto Coral Vivo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Faculdades Maria Thereza, FAMATH, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Disciplina Ecologia de Populações e Comunidades na Pós-graduação em Biologia Marinha e Oceanografia


Instituto Recifes Costeiros, IRCOS, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2006
Vínculo: consultoria p/ recup. de recif, Enquadramento Funcional: Coordenação de base de campo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

5/2004 - 5/2006
Outras atividades técnico-científicas , Instituto Recifes Costeiros, Instituto Recifes Costeiros.

Atividade realizada
Palestras sobre conservação de recifes de corais.
4/2004 - 5/2006
Treinamentos ministrados , Instituto Recifes Costeiros, .

Treinamentos ministrados
treinamento de estagiários, estudantes de biologia, para atividades de pesquisa em campo e laboratório
treinamento de guias ambientais para atendimento ao público
treinamento para multiplicadores da campanha Conduta Consciente em Ambientes Recifais (Ministério do Meio Ambiente)
12/2003 - 05/2006
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Recifes Costeiros, .

12/2003 - 5/2006
Serviços técnicos especializados , Instituto Recifes Costeiros, .

Serviço realizado
supervisão das atividades de pesquisa e mobilização social na base do Projeto Coral Vivo.

Museu Nacional, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: professor, Carga horária: 7
Outras informações
Aula de Ecologia Química de Cnidaria, na disciplina de Celenterologia do Programa de Pós-graduação em Zoologia do Museu Nacional/UFRJ


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 1995
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitoria em disciplinas de Zoologia, Carga horária: 8
Outras informações
Monitoria nas disclipinas de Zoologia de Invertebrados I e II (BZ-280, BZ-380 e BZ-481)

Vínculo institucional

1993 - 1995
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio de Iniciação Científica, Carga horária: 20

Atividades

03/1995 - 12/1995
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia de Invertebrados II - BZ380 (diurno)
Zoologia de Invertebrados I - BZ481 (noturno)
Zoologia de Invertebrados I - BZ280 (diurno)
03/1993 - 12/1995
Estágios , Instituto de Biologia, Departamento de Anatomia.

Estágio realizado
Bolsista do Programa Especial de Treinamento - PET (Convênio CAPES/UNICAMP).
1993 - 1995
Estágios , Instituto de Biologia, Departamento de Zoologia.

Estágio realizado
Estágio no laboratório de Biologia Marinha, com atividades de campo e desenvolvimento de projeto próprio..

Centro Nacional de Conservação e Manejo de Sirênios, IBAMA, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1994
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40


Fundação de Amparo a Pesquisa e Extensão Universitária, FAPEU, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Linhas de pesquisa


1.
biologia de corais recifais
2.
ecologia de corais recifais
3.
reprodução de corais recifais
4.
Macrofauna bêntica de costões rochosos de Santa Catarina


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Invasão do coral-sol Tubastraea coccinea no litoral e ilhas de Santa Catarina: biologia, ecologia e manejo
Descrição: Compreender os aspectos biológicos e ecológicos envolvidos na invasão do coral-sol na região é de extrema importância e urgência para direcionar as ações de monitoramento, manejo e controle. Nosso principal objetivo é compreender os aspectos da biologia reprodutiva, habitat e do nicho do coral-sol e assim, modelar as restrições que limitam a sua distribuição e abundância na região. Além disso, o presente estudo irá descrever a influência das ações de manejo sobre a população de coral-sol na REBIO..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Coordenador / Adriana Carvalhal - Integrante / Thiago Silveira - Integrante / Marcelo Crivellaro - Integrante / nadine shubert - Integrante.
2013 - 2014
Recrutamento e dinâmica da comunidade bêntica na formação única de corais rolados na Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, Sul do Brasil.
Descrição: O Projeto objetivou o monitoramento de organismos bentônicos no único banco de corais rolados do Atlantico Sul, na Reserva Biológica Marinha. Além disso, o trabalho de pesquisa acompanhou por 2 anos a dinâmica de recrutamento de organismos sésseis em estruturas artificiais instaladas no banco de corais. O projeto resultou no mestrado junto ao Programa de Pós-graduação em Ecologia da UFSC da aluna Viviani Vieira.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Coordenador / Viviane Gomes Vieira - Integrante.Número de orientações: 1
2013 - Atual
MONITORAMENTO DE LONGA DURAÇÃO DAS COMUNIDADES RECIFAIS DAS ILHAS OCEÂNICAS BRASILEIRAS
Descrição: Os efeitos das interferências humanas nos sistemas naturais são geralmente de desenvolvimento lento, tornando-os difíceis de identificação e solução sem uma base apropriada de observações a longo prazo. Nesse contexto, as mudanças históricas fornecem informações chave monitoramento a longo prazo se torna essencial para identificar e diferenciar os efeitos de impactos naturais e antropogênicos. Os impactos antropogênicos em todo o globo, tanto em ambientes terrestres quanto aquáticos, têm causado perdas substanciais em diferentes níveis de biodiversidade. Sabendo que grande parte dessa biodiversidade tem relações intrínsecas com o funcionamento dos sistemas naturais, perdas acentuadas na qualidade e quantidade dos serviços ecossistêmicos providos aos seres humanos têm sido reportadas. Na busca de sistemas prístinos, as ilhas oceânicas se destacam por apresentarem comparativamente os melhores indicativos de cadeias tróficas intactas quando comparado aos ecossistemas costeiros. Os fatores que contribuem para tal padrão no caso das ilhas oceânicas brasileiras são: o isolamento, a densidade populacional reduzida e algum nível de proteção na compreensão dos eventos presentes, de modo a antecipar padrões futuros. Deste modo, as ilhas constituem um cenário único para serem caracterizadas como um sítio de monitoramento a longo prazo sustentando comunidades preservadas e alta taxa de endemismo. Por não apresentarem os típicos impactos causados pela urbanização crescente na zona costeira, torna-se possível identificar com segurança as devidas fontes de impactos (como a sobrepesca), e as consequências diretas no sistema. Tal indicação é de difícil precisão na costa onde o sinergismo de distúrbios não permite isolar cada processo. Ainda, estando as ilhas sobre controle do ICMBio, com algum status de proteção (Fernando de Noronha = Parque Nacional; Atol das Rocas = Reserva Biológica), ou com programas de pesquisa continuada com o apoio logístico da Marinha do Brasil ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Integrante / Jean C. Joyeux - Integrante / Paulo Horta - Integrante / Carlos Eduardo Leite Ferreira - Coordenador / Lindner, A. - Integrante / Floeter, S.R. - Integrante / Andrea Santarosa Freire - Integrante / Tito Lotufo - Integrante / Renata Mazzei - Integrante / Roberto Villaça - Integrante / José Gonçalves - Integrante / Osmar Luiz Junior - Integrante / Hudson Pinheiro - Integrante / Anaide W. Aued - Integrante / Guilherme Longo - Integrante / João Paulo Krajewsky - Integrante / Cesar A.M. Cordeiro - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 4
2011 - Atual
MAArE - Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo
Descrição: O projeto MAArE iniciou-se em junho de 2013 a partir de uma condicionante indicada pelo ICMBio no âmbito do processo de licenciamento ambiental do IBAMA. O projeto tem como finalidade estabelecer um programa de monitoramento contínuo e sistematizado da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, baseado em indicadores biológicos e parâmetros oceanográficos. Neste contexto, a sub-área "Invertebrados de substrato consolidado" aplica o protocolo Reef Check para amostragens do bentos e de lixo nas áreas da Rebio Arvoredo e no entorno da Unidade de Conservação.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Coordenador / Sergio Floeter - Integrante / Alberto Lindner - Integrante / Paulo Horta - Integrante / Andrea Santarosa Freire - Integrante / Davide Franco - Integrante / LUIZ AUGUSTO SANTOS MADUREIRA - Integrante / Eunice Machado - Integrante / Melissa Carvalho - Integrante / alessandra Larissa Fonseca - Integrante.
2010 - Atual
Rede Nacional de Pesquisa em Biodiversidade Marinha (SISBIOTA-Mar)
Descrição: O Mar Territorial Brasileiro e a Zona Econômica Exclusiva compreendem quase 4,5 milhões de km2 e equivalem a mais da metade do território emerso do Brasil. Entretanto, no Ano Internacional da Biodiversidade (2010), o imenso Bioma Marinho permanece como o menos conhecido e protegido no País e o Brasil permanece como um países que menos conhecem e protegem a sua biodiversidade marinha. Nesse contexto, e a fim de ampliar em larga escala o conhecimento sobre a biodiversidade marinha no curto e médio prazo, a presente proposta implementará a Rede Nacional de Pesquisa em Biodiversidade Marinha. A Rede Nacional de Pesquisa em Biodiversidade Marinha abrange toda a extensão da biota marinha recifal brasileira e será constituída de três núcleos principais, um em cada região que abrange a distribuição de ambientes recifais no Brasil: Sul (nucleado na UFSC), Sudeste (nucleado na UFES) e Nordeste (nucleado na UFRPE). A Rede abarcará oito Universidades Federais e Estaduais (UFSC, UFRGS, USP, UFF, UFRJ, UFES, UFC e UFRPE), 15 Programas de Pós-Graduação, e 15 Pesquisadores de Produtividade do CNPq (3 PQ1A, 1 PQ1B, 1 PQ1C, 2 PQ1D, e 8 PQ2), além de Jovens Pesquisadores. O SISBIOTA-Mar envolverá a integração de mais de 25 projetos de pesquisa e extensão vigentes sintetizados aqui em 3 projetos: Projeto 1 (Ecologia), Projeto 2 (Evolução) e Projeto 3 (Bioprospecção). O Projeto 1 envolve um conjunto de projetos com enfoque nos padrões e processos ecológicos da Biodiversidade Marinha Brasileira (p. ex., interações tróficas peixes-bentos), com ênfase em grupos funcionais, e é diretamente relacionado aos projetos 1 e 3. Já o Projeto 2 lida com os padrões e processos evolutivos (p. ex., dispersão e vicariância) de formação da Biodiversidade Marinha Brasileira no espaço e no tempo, em um contexto histórico. Por fim, o Projeto 3 visa investigar do ponto de vista químico as relações ecológicas (p. ex., predação e herbivoria), bem como aplicar o conhecimento à divulgação científica e educação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Processos de Formação e Renovação de Comunidades Coralíneas Brasileiras
Descrição: Descrever e analisar o desenvolvimento larvar, até o assentamento em substratos artificiais, de coral-cérebro (Mussismilia hispida); avaliação do esforço reprodutivo de coral-cérebro (Mussismilia braziliensis) em recifes de Abrolhos; avaliação da relação entre maturação de substratos artificiais e o recrutamento de corais-cérebro (Mussismilia braziliensis)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Coordenador / Débora de Oliveira Pires - Integrante / Clovis B Castro - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1


Projetos de extensão


2013 - 2016
DIvulgação do Projeto Recrutamento e dinâmica da comunidade bêntica na formação única de corais rolados na Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, Sul do Brasil.
Descrição: O Projeto acima apresentado foi amplamente divulgado através de palestras apresentadas para o Conselho Consultivo da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. Além de palestras foram produzidos materiais de divulgação do projeto de pesquisa, que foram distribuídos às entidades representadas no Conselho da Unidade e para o próprio ICMBIO. Além de cartazes e folderes de divulgação, o projeto produziu uma prancheta de identificação de invertebrados bentônicos dos costões da Rerva Biológica Marinha do Arvoredo, que está sendo usado em atividades de Educação Ambiental pela equipe da REBio e em atividades didáticas e de extensão da UFSC..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Coordenador / Ana Flora Sarti de Oliveira - Integrante / Viviane Gomes Vieira - Integrante / Adriana Carvalhal - Integrante.Número de orientações: 1
2013 - Atual
PROJETO MAArE - Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno
Descrição: O objetivo principal do projeto é estabelecer um Programa de Monitoramento continuo e sistematizado baseado em indicadores biológicos, associado a parâmetros oceanográficos, que permitam monitorar a qualidade ambiental do ecossistema marinho da REBIO Arvoredo e entorno, buscando subsidiar o processo de gestão da UC. Serão monitorados locais reconhecidos como de relevante interesse ambiental nas áreas de fundos consolidados e inconsolidados da REBIO Arvoredo e entorno. O projeto irá priorizar o monitoramento de espécies exóticas, com intuito de prevenir a introdução, controlar e erradicar populações de espécies potencialmente invasoras. Metodologicamente serão utilizadas técnicas e ferramentas adequadas ao monitoramento de comunidades bênticas de fundos consolidados e não consolidados, além de técnicas específicas para o monitoramento das condições oceanográficas consideradas relevantes para o entendimento dos processos biológicos. O projeto contemplará um Sistema de Gestão da Informação, englobando as etapas de: Levantamento de dados pretéritos, Coleta, Tratamento, Análise, Armazenamento e Disponibilização dos resultados. O modelo de gestão priorizará a disponibilização pública da informação em página eletrônica na internet e a publicação dos resultados em veículos de comunicação de acesso da comunidade em geral..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


2012 - Atual
Ecologia de Campo em ambientes marinho/costeiros da Ilha de Santa Catarina
Descrição: Atividades práticas de desenvolvimento de projetos em ecologia de ambientes costeiro/marinhos com alunos do Programa de Pós-graduação em Ecologia da UFSC, com o intuito de exercitar a formulação de hipóteses e o delineamento amostral nesses ambientes..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (8) Doutorado: (8) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 3
2007 - Atual
Projeto Coral Vivo
Descrição: O objetivo do Projeto Coral Vivo é estudar ambientes recifais brasileiros de forma multidisciplinar (incluindo aspectos sociais) e realizar ações para disseminar conhecimento sobre estes ambientes para diversos setores da sociedade, além de atuar junto a multiplicadores de sua mensagem. Atua de forma integrada, multidisciplinar e multiinstitucional, nas três linhas de ação universitária: pesquisa, ensino e extensão. Na área de pesquisa, busca realizar estudos que sirvam de subsídios para a conservação e uso sustentável de recifes, em especial criando um modelo para gestão de unidades de conservação através de estudo de caso ? o Parque Municipal Marinho do Recife de Fora, em Porto Seguro, BA. Estes estudos incluem reprodução, recrutamento, crescimento e mortalidade de corais recifais, preferências de assentamento dos recrutas de coral em função da biota presente no substrato, em especial em relação a algas calcárias incrustantes, mapeamento físico e biológico do Recife de Fora, buscando compreender padrões de distribuição das comunidades (algas, corais, gorgônias, gramas marinhas) no recife e avaliar a possibilidade de diversificar o uso sustentável do recife para turismo. Estes estudos são liderados por pesquisadores de diversas instituições, em especial UFRJ (Museu Nacional e Instituto de Geologia), UFF (Instituto de Geoquímica) e Jardim Botânico do Rio de Janeiro (Núcleo de Educação Ambiental) e envolvem alunos de pós-graduação e de iniciação científica. Na UFRJ, desde 2004 duas dissertações de mestrado foram concluídas (Cristovam Thiago e Luciana Amorim), três estão em andamento (Bruna Castro, Ana Winter e Nathália Bastos), além de duas teses de doutorado em andamento (Márcia Alvarenga e Renata Arantes). Busca formar uma rede de pesquisas, incentivando a realização de pesquisas ambientais e sociais relacionadas ao seu foco de ação, em especial na ?Costa do Descobrimento?..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Bárbara Segal Ramos - Integrante / Débora de Oliveira Pires - Integrante / Clovis B Castro - Coordenador / Beatrice P Ferreira - Integrante / Maria Teresa J. Gouveia - Integrante / Renata Mikosz Arantes - Integrante / Ana Paula Prates - Integrante / José Carlos Seoane - Integrante / Catia Barbosa - Integrante.Financiador(es): Programa Petrobras Ambiental - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2005 - 2005
Periódico: Arquivos do Museu Nacional
2011 - 2011
Periódico: Coral Reefs
2002 - 2002
Periódico: Coral Reefs
2010 - 2010
Periódico: Pan-American Journal of Aquatic Sciences
2013 - 2013
Periódico: Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology (Impresso)
2015 - 2015
Periódico: Biota Neotropica (Online. Edição em Inglês)
2015 - 2015
Periódico: Biota Neotropica (Online. Edição em Inglês)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Morfologia dos Grupos Recentes.
2.
Grande área: Outros / Área: Divulgação Científica.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Biológica.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem.


Prêmios e títulos


2004
Financiamento para participação no X International Coral Reef Symposium, Okinawa, Japão, Local Organizing Comittee Award Program (LOCAP) -.
2001
Menção Honrosa por Desempenho Destacado nos Seminários de Teses e Dissertações, Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia).
1999
Student Travel Award Program, International Society for Reef Studies e Nova University.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GRILLO, ANA CAROLINA2018GRILLO, ANA CAROLINA ; BONALDO, ROBERTA MARTINI ; Segal, Bárbara . Physical contact interactions with scleractinian corals in hard substrate communities. Marine Ecology-An Evolutionary Perspective, v. 39, p. e12482, 2018.

2.
EVANGELISTA, H.2018EVANGELISTA, H. ; SIFEDDINE, A. ; Corrège, T. ; SERVAIN, J. ; DASSIÉ, E. P. ; LOGATO, R. ; CORDEIRO, R.C. ; SHEN, C. -C. ; Le Cornec, F. ; NOGUEIRA, J. ; Segal, B. ; CASTAGNA, A. ; Turcq, B. . Climatic Constraints on Growth Rate and Geochemistry (Sr/Ca and U/Ca) of the Coral Siderastrea Stellata in the Southwest Equatorial Atlantic (Rocas Atoll, Brazil). GEOCHEMISTRY GEOPHYSICS GEOSYSTEMS, v. 19, p. 10.1002/2017GC0, 2018.

3.
TEDESCO, E. C.2017TEDESCO, E. C. ; CALDERON, E. N. ; SEGAL, B. ; SCHIAVETTI, A. . Conservation of Brazilian coral reefs in the Southwest Atlantic Ocean: a change of approach. Latin American Journal of Aquatic Research, v. 45, p. 228-245, 2017.

4.
LIEDKE, ANA M.R.2017LIEDKE, ANA M.R. ; BONALDO, ROBERTA M. ; Segal, Bárbara ; FERREIRA, CARLOS E.L. ; NUNES, LUCAS T. ; BURIGO, ANA P. ; Buck, Sonia ; OLIVEIRA-SANTOS, LUIZ GUSTAVO R. ; FLOETER, SERGIO R. . Resource partitioning by two syntopic sister species of butterflyfish (Chaetodontidae). JOURNAL OF THE MARINE BIOLOGICAL ASSOCIATION OF THE UNITED KINGDOM, v. 1, p. 1-7, 2017.

5.
LIEDKE, ANA M. R.2016LIEDKE, ANA M. R. ; BARNECHE, DIEGO R. ; FERREIRA, CARLOS E. L. ; SEGAL, BARBARA ; NUNES, LUCAS T. ; BURIGO, ANA P. ; CARVALHO, JOSÉ A. ; Buck, Sonia ; BONALDO, ROBERTA M. ; FLOETER, SERGIO R. . Abundance, diet, foraging and nutritional condition of the banded butterflyfish (Chaetodon striatus) along the western Atlantic. Marine Biology (Berlin), v. 163, p. 6, 2016.

6.
LABBÉ-BELLAS, RACHEL2016LABBÉ-BELLAS, RACHEL ; CORDEIRO, CESAR A.M.M. ; FLOETER, SERGIO R. ; Segal, Bárbara . Sea urchin abundance and habitat relationships in different Brazilian reef types. Regional Studies in Marine Science, v. 8, p. 33-40, 2016.

7.
LONGO, G. O.2015LONGO, G. O. ; MORAIS, R. A. ; MARTINS, C. D. L. ; MENDES, T. C. ; AUED, A. W. ; CÂNDIDO, D. V. ; DE OLIVEIRA, J. C. ; NUNES, L. T. ; FONTOURA, L. ; SISSINI, M. N. ; TESCHIMA, M. M. ; SILVA, M. B. ; RAMLOV, F. ; GOUVEA, L. P. ; FERREIRA, C. E. L. ; SEGAL, B. ; HORTA, P. A. ; FLOETER, S. R. . Between-Habitat Variation of Benthic Cover, Reef Fish Assemblage and Feeding Pressure on the Benthos at the Only Atoll in South Atlantic: Rocas Atoll, NE Brazil. Plos One, v. 10, p. e0127176, 2015.

8.
Longo, G.O.2012Longo, G.O. ; Krajewski, J.P. ; Segal, B. ; Floeter, S.R. . First record of predation on reproductive Palythoa caribaeorum (Anthozoa: Sphenopidae): insights on the trade-off between chemical defences and nutritional value. Marine Biodiversity Records, v. 5, p. e29, 2012.

9.
Segal, B.2012Segal, B.; Berenguer, V ; CASTRO, Clovis B . Experimental coral recruitment and conditioning of settlement plates. Ciencias Marinas, v. 38, p. 1-10, 2012.

10.
Capel, K. C. C.2012Capel, K. C. C. ; Segal, B. ; Bertuol, P. ; Lindner, A. . Corallith beds at the edge of the tropical South Atlantic. Coral Reefs (Print), v. 31, p. 75-75, 2012.

11.
CASTRO, C. B.2012CASTRO, C. B. ; SEGAL, B. ; NEGRAO, F. ; CALDERON, E. N. . Four-year monthly sediment deposition in turbid southwestern Atlantic coral reefs, with a comparison of benthic assemblages.. Brazilian Journal of Oceanography, v. 60, p. 49-63, 2012.

12.
SEGAL, B.;Segal, B.;Segal, Bárbara;SEGAL, BARBARA2011SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B . Coral community structure and sedimentation at different distances from the coast of the Abrolhos Bank, Brazil. Brazilian Journal of Oceanography (Impresso), v. 59, p. 119-129, 2011.

13.
Pires, Débora O.2010Pires, Débora O. ; Segal, Bárbara ; Caparelli, Alice C. . Reproductive effort of an endemic major reef builder along an inshore offshore gradient in south-western Atlantic. Journal of the Marine Biological Association of the United Kingdom (Print), v. 30 Jun, p. 1-4, 2010.

14.
SEGAL, B.;Segal, B.;Segal, Bárbara;SEGAL, BARBARA2008 SEGAL, B.; EVANGELISTA, H. ; Kampel, M. ; Gonçalves, A.C. ; POLITO, P. S. ; SANTOS, E. A. . Potential impacts of polar fronts on sedimentation processes at Abrolhos coral reef (South-West Atlantic Ocean/Brazil). Continental Shelf Research, v. 28, p. 533-544, 2008.

15.
EVANGELISTA, H.2007EVANGELISTA, H. ; Godiva, D ; Sifeddine, A ; Leão, Z.M.A.N. ; Rigozo, N.R. ; SEGAL, B. ; Ambrizzi, T. ; Kampel, M. ; Kikuchi, R.K.P. ; Le Cornec, F. . Evidences linking ENSO and coral growth in the Southwestern-South Atlantic.. Climate Dynamics, v. 29, p. 869-880, 2007.

16.
CASTRO, Clovis B2006 CASTRO, Clovis B ; AMORIM, L. C. ; CALDERON, Emiliano Nicolas ; SEGAL, B. . Cobertura e recrutamento de corais recifais (Cnidaria: Scleractinia e Milleporidae) nos Recifes Itacolomis, Brasil. Arquivos do Museu Nacional, v. 64, p. 29-40, 2006.

17.
CONCEIÇÃO, T. F.2006CONCEIÇÃO, T. F. ; PIRES, D. O. ; SEGAL, B. ; BARROS, Monica Lins de . Inclinação de assentamento de larvas e adultos do coral recifal Favia gravida em recifes de Porto Seguro, Bahia, Brasil.. Arquivos do Museu Nacional, v. 64, p. 299-308, 2006.

18.
SEGAL, B.;Segal, B.;Segal, Bárbara;SEGAL, BARBARA2001 SEGAL, B.; CASTRO, Clovis Barreira e . A proposed method for coral cover assessment: a case study in Abrolhos, Brazil. Bulletin of Marine Science, Miami, v. 69, n.2, p. 487-496, 2001.

19.
CASTRO, Clovis Barreira e2001CASTRO, Clovis Barreira e ; SEGAL, B. . The Itacolomis: large and unexplored reefs at the arrival point of the first Europeans in Brazil. Coral Reefs, Berlin, v. 20, p. 18-18, 2001.

20.
LINS DE BARROS, M. M.2000 LINS DE BARROS, M. M. ; CASTRO, Clovis Barreira e ; PIRES, D. O. ; SEGAL, B. . Coexistence of Reef Organisms in the Abrolhos Archipelago, Brazil. Revista de Biología Tropical, San Jose, v. 48, n.4, p. 741-747, 2000.

21.
SEGAL, B.;Segal, B.;Segal, Bárbara;SEGAL, BARBARA2000SEGAL, B.; CASTRO, Clovis Barreira e . Slope Preferences of Reef Corals (Cnidaria, Scleractinia) in the Abrolhos Archipelago. Boletim do Museu Nacional. Zoologia, Rio de Janeiro, v. 418, p. 1-10, 2000.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Segal, B.; Freire, A.S. (Org.) ; Lindner, A (Org.) ; KRAJEWSKY, J. P. (Org.) ; Soldateli, M. (Org.) . MAArE Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno. 1. ed. Florianópolis: UFSC/MAArE, 2017. v. 1. 268p .

2.
TEIXEIRA, T. R. ; AGRELO, M. ; SEGAL, BARBARA ; Hanazaki, N. ; GIEHL, E. L. H. . Ecologia de Campo: do mar às montanhas. 1. ed. Florianópolis: Programa de Pós-graduação em Ecologia, 2016. 284p .

3.
Faroni-Perez, L. ; Brentano, D. ; SEGAL, B. ; Hernandez, M.I.M. . Ecologia de campo: do ambiente à comunidade. 1. ed. Florianópolis: PPGECO/UFSC, 2015. v. 1. 268p .

4.
Batilani-Filho, M. ; Zanette-Silva, L. ; SEGAL, B. ; Hernandez, M.I.M. . ECOLOGIA DE CAMPO: ABORDAGENS NO MAR, NA TERRA E EM ÁGUAS CONTINENTAIS. 1. ed. Florianopolis: UFSC/PPGE, 2014. v. 1. 268p .

Capítulos de livros publicados
1.
CRUZ, A. P. ; Decarli, C.J. ; KLUG, J. E. ; MACHADO, A. M. S. ; SEGAL, B. ; FREITAS, R. H. A. . Diferentes condições de hidrodinamismo afetam a abundância de caranguejos ermitões e o tipo de concha utilizada?. In: Freitas, R.F.; Machado, A.M.S.; Silva, A.L.L.; Silveira, T.C.L.; Giehl, E.L.H.. (Org.). Ecologia de Campo: Serra e Litoral Catarinense. 1ed.Florianópolis: POSECO/UFSC, 2017, v. 1, p. 219-235.

2.
SCHMIDT, A. D. ; SILVA, L. P. ; SEGAL, B. . Assembléia de poliquetas (Polychaeta) bentônicos ao longo de um gradiente de salinidade estuarino. In: Freitas, R.F.; Machado, A.M.S.; Silva, A.L.L.; Silveira, T.C.L.. (Org.). Ecologia de Campo: Serra e Litoral Catarinense. 1ed.Florianópolis: POSECO/UFSC, 2017, v. 1, p. 327-342.

3.
MISTURINI, D. ; Segal, B. . A Rebio Arvoredo e o Projeto MAArE. In: Segal, B.; Freire, A.S.; Lindner, A.; Krajewski, J.P.; Soldateli, M.. (Org.). MAArE Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno. 1ed.Florianópolis: UFSC/MAArE, 2017, v. 1, p. 143-157.

4.
Lindner, A ; OLIVEIRA, A. F. S. ; Anderson, A.B. ; Freire, A.S. ; RAMOS, B. ; GIRALDES, B. W. ; FARIA JUNIOR, E. ; BASTOS, E. O. ; PERES, L. M. C. ; Fontoura, L. ; SISSINI, M. N. ; HORTA, P. ; Floeter, S.R. ; MACEDO, T. P. ; ALMEIDA, T. C. M. ; Segal, B. . A Biodiversidade Marinha das Ilhas do Arvoredo e Entorno. In: Barbara Segal; Andrea Santarosa Freire; Alberto Lindner; João Paulo Krajewski; Marcio Soldateli. (Org.). MAArE Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno.. 1ed.Florianópolis: UFSC/MAArE, 2017, v. 1, p. 201-249.

5.
OLIVEIRA, A. F. S. ; Soldateli, M. ; Segal, B. . Desafios da Gestão para a Conservação de Serviços Ecossistêmicos. In: Barbara Segal; Andrea Santarosa Freire; Alberto Lindner; João Paulo Krajewski; Marcio Soldateli. (Org.). MAArE Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno. 1ed.Florianópolis: UFSC/MAArE, 2017, v. 1, p. 251-261.

6.
Link, J. ; SEGAL, B. . Do onde vieram as unidades de conservação marinhas?. In: Freitas, R.H.A.; Hofman, P.R.P.; Parise, A.G.; Winter, B.B.; Geisler, E.F.; Marconi, P.B.. (Org.). Sporum: dispersando curiosidades biológicas. 1ed.Florianópolis: UFSC, 2017, v. 1, p. 45-48.

7.
BERAS, T. ; MAES, M. E. ; SUHS, R. B. ; FONTOURA, L. ; TEIXEIRA, T. R. ; Segal, B. ; SANDRINI-NETO, L. . Efeito do aporte fluvial na estrutura da macrofauna bêntica de uma praia arenosa subtropical. In: Teixeira, T.R, et al. (Org.). ecologia de campo: do mar às montanhas. 1ed.Florianópolis: Programa de Pós-graduação em Ecologia, 2016, v. , p. 11-20.

8.
CERVEIRA, A. ; SCHEER, G. G. ; MAIA, H. ; FOGACA, I. B. ; GOMES, T. C. ; SEGAL, BARBARA . Influência do habitat na atividade de predação e morfometria de Stramonita haemastoma em costão rochoso. In: Teixeira, T.R; Agrelo, M.; Segal, B.; Hanazaki, N.; Giehl, E.L.H.. (Org.). Ecologia de campo: do mar às montanhas. 1ed.Florianópolis: Programa de Pós-graduação em Ecologia, 2016, v. , p. 37-47.

9.
Pires, Débora O. ; CASTRO, Clovis B ; SEGAL, BARBARA ; Pereira, C.M. ; CARMO, E. C. ; Silva, R.G. ; CALDERON, E. N. . Reprodução de corais de águas rasas do Brasil. In: Carla Zilberberg; Douglas Pinto Abrantes; Joseane Aparecida Marques; Laís Feitosa Machado; Laura Fernandes de Barros Marangoni. (Org.). Conhecendo os recifes brasileiros - rede de pesquisas Coral Vivo. 1ed.Rio de Janeiro: Museu Nacional, 2016, v. , p. 111-128.

10.
OROFINO, G. G. ; MAES, M. E. ; GIEHL, E. L. H. ; SEGAL, BARBARA . Atividade de predação do gastrópode Stramonita haemastoma em diferentes condições hidrodinâmicas. In: Teixeira, T.R.; Agrelo, M.; Segal, B.; Hanazaki, N.; Giehl, E.L.H. (Org.). Ecologia de campo: do mar às montanhas. 1ed.Florianópolis: Programa de Pós-graduação em Ecologia, 2016, v. , p. 245-256.

11.
Faroni-Perez, L. ; GRILLO, A. C. ; Leite, G.F.M. ; SEGAL, B. . Efeito da exposição a ondas e disponibilidade de recursos alimentares sobre a densidade e tamanho de Stramonita haemastoma (Mollusca: Gastropoda). In: Larisse Faroni-Perez; Débora Monteiro Brentano; Bárbara Segal; Malva Isabel Medina Hernández. (Org.). Ecologia de campo: do ambiente à comunidade. 1ed.Florianópolis: POSECO/UFSC, 2015, v. 1, p. 101-111.

12.
Brentano, D. ; Zignani, I. ; SEGAL, B. . A estrutura de uma comunidade bêntica de costão rochoso é modificada em função de um gradiente de aporte fluvial?. In: Larisse Faroni-Perez; Débora Monteiro Brentano; Bárbara Segal; Malva Isabel Medina Hernández. (Org.). Ecologia de campo: do ambiente à comunidade. 1ed.Florianópolis: POSECO/UFSC, 2015, v. 1, p. 183-198.

13.
Riul, P ; BATISTA, G. ; SANTOS, F. ; Valadares, K. ; Beirão, L. ; SEGAL, B. . Tamanho e densidade de cracas Tetraclita stalactifera Lamarck, 1818 (Maxillopoda: Sessilia) sob diferentes. In: Moacyr Batilani-Filho; Larissa Zanette-Silva; Bárbara Segal; Malva Isabel Medina Hernández. (Org.). ECOLOGIA DE CAMPO: ABORDAGENS NO MAR, NA TERRA E EM ÁGUAS CONTINENTAIS. 1ed.Florianópolis: UFSC/PPGECO, 2014, v. , p. 48-57.

14.
Batista, M.B. ; Becker, E. ; Romeu, B. ; Batilani-Filho, M. ; SEGAL, B. ; CARDOSO, R. S. . Efeitos do hidrodinamismo na estrutura da macrofauna bêntica. In: Moacyr Batilani-Filho; Larissa Zanette-Silva; Bárbara Segal; Malva Isabel Medina Hernández. (Org.). ECOLOGIA DE CAMPO: ABORDAGENS NO MAR, NA TERRA E EM ÁGUAS CONTINENTAIS. 1ed.Florianópolis: UFSC/PPGECO, 2014, v. , p. 58-67.

15.
WEIS, W.A. ; Zanette-Silva, L. ; Ávila, J.V.C. ; Paitach, R.L. ; SEGAL, B. ; PETRUCIO, M. M. ; Tonetta, D. . O incremento de fósforo afeta o consumo de oxigênio pela comunidade planctônica em um lago subtropical?. In: Moacyr Batilani-Filho; Larissa Zanette-Silva; Bárbara Segal; Malva Isabel Medina Hernández. (Org.). ECOLOGIA DE CAMPO: ABORDAGENS NO MAR, NA TERRA E EM ÁGUAS CONTINENTAIS. 1ed.Florianópolis: UFSC/PPGECO, 2014, v. , p. 168-174.

16.
Batilani-Filho, M. ; Romeu, B. ; Batista, M.B. ; Becker, E. ; NUNES, L. ; SEGAL, B. . Composição da ictiofauna em um gradiente de perturbação ao longo de um riacho costeiro. In: Moacyr Batilani-Filho; Larissa Zanette-Silva; Bárbara Segal; Malva Isabel Medina Hernández. (Org.). ECOLOGIA DE CAMPO: ABORDAGENS NO MAR, NA TERRA E EM ÁGUAS CONTINENTAIS. 1ed.Florianópolis: UFSC/PPGECO, 2014, v. , p. 193-2010.

17.
Oliveira, A. F. S. ; Oortman, M. S. ; Farias, P. M. ; carponi, T. M. ; ANGRI, C. ; Marques, J. S. J. ; SEGAL, B. ; KANAAN, V. . Influência da ação humana sobre a distribuição e o comportamento de Ocypode quadrata (Fabricius, 1787) (Crustacea: Decapoda, Ocypodidae). In: Farias, D.F.; Oliveira, A.F.S.; Petrucio, M.M.; Hernández, M.I.M.. (Org.). Ecologia de Campo: Ecossistemas Terrestres, de Águas Continentais e Marinhos. 6ed.Florianopolis: UFSC/CCB/PPGE Ecologia, 2013, v. 1, p. 161-170.

18.
Bogoni, J.A. ; Maurício, L.S. ; de Brito, F.P. ; Rezende, R.S. ; de Lima, R.E.M. ; Batista, A.A. ; SEGAL, B. . Efeito da competição intra-específica e do ambiente sobre a população de Chthamalus bisinuatus na Praia da Armação, Florianópolis, Santa Catarina. In: Farias, D.F.; Oliveira, A.F.S.; Petrucio, M.M.; Hernández, M.I.M.. (Org.). Ecologia de Campo: Ecossistemas Terrestres, de Águas Continentais e Marinhos. 6ed.Florianópolis: UFSC/CCB/PPGE Ecologia, 2013, v. 1, p. 210-223.

19.
Oliveira-Gonçalves, A. ; FARIAS, P.M. ; SEGAL, B. . Distribuição e diâmetro de tocas de Ocypode quadrata (Fabricius, 1787 (Crustacea: Decapoda,Ocypodidae) em diferentes fisiografias praiais. In: Farias, D.F.; Oliveira, A.F.S.; Petrucio, M.M.; Hernández, M.I.M.. (Org.). Ecologia de Campo: Ecossistemas Terrestres, de Águas Continentais e Marinhos. 6ed.Florianópolis: 9788583280033, 2013, v. 1, p. 241-249.

20.
Anderson, A.B. ; Campos, R.C. ; Rovai, A.S. ; Tonetta, D. ; Schmidt, G. ; Martins, I.M. ; Batista, M.B. ; Longo, G.O. ; SEGAL, B. ; Floeter, S.R. . Estrutura de comunidades de macroalgas marinhas sujeitas a diferentes concentrações de salinidade, na Praia da Armação, Florianópolis, Santa Catarinha. In: Doria, J.G.; Gianuca, A; Hernández, M.I.M.. (Org.). Ecologia de Campo no Parque Municipal da Lagoa do Peri. 5ed.Florianópolis: UFSC, 2011, v. , p. 91-97.

21.
Dinslaken, D. ; Yoshida, E.T. ; Galitzki, E.L. ; Capel, K. C. C. ; Teive, L.F. ; Rech, R. ; Gianuca, A. ; SEGAL, B. . Complexidade estrutural de macroalgas marinhas como agente estruturador da fauna de invertebrados associada ao fital. In: Dória, J.G.; Gianuca, A.; Hernández, M.I.M. (Org.). Ecologia de Campo no Parque Municipal da Lagoa do Peri. 5ed.Florianópolis: UFSC, 2011, v. , p. 99-106.

22.
CASTRO, Clovis B ; PIRES, D. O. ; SEGAL, B. ; MAIDA, Mauro ; FERREIRA, Beatrice P ; BOTTICELLI, P. ; ROSTÁN, Gonzalo Eduardo ; NEGRÃO, Fabio . Recuperação de comunidades coralíneas. Projeto Coral Vivo. In: Prates, A. P. L. (Org.). Atlas dos recifes de coral nas unidades de conservação brasileiras. 2ed.Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006, v. , p. 211-223.

23.
PIRES, D. O. ; CASTRO, Clovis B ; ALVARENGA, M. ; LINS DE BARROS, M. M. ; RATTO, C. C. ; SEGAL, B. . Capítulo 7. Cnidaria: Anthozoa e Milleporidae. In: Creed, J. C.; Pires, D. O. ; Figueiredo, M. A. O.. (Org.). RAP Ilha Grande: Um levantamento da biodiversidade. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006, v. , p. 104-123.

24.
CREED, J. C. ; ABSALÃO, R. S. ; ALVARENGA, M. ; Amâncio I. C. ; AMARO, F. D. ; BARCELLOS, C. F. ; BRASIL, A. C. S. ; CAETANO, C. H. S. ; CARDOSO, I. A. ; CASARES, F. A. ; FERREIRA, C. E. L. ; FERREIRA, C. G. W. ; Figueiredo, M. A. O. ; C. FILHO, A. ; SEGAL, B. . Capítulo 15. Considerações Gerais. In: Creed, J. C.; Pires, D. O.; Figueiredo, M. A. O.. (Org.). RAP Ilha Grande: Um levantamento da biodiversidade. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006, v. , p. 285-292.

25.
CASTRO, Clovis B ; PIRES, Debora O ; SEGAL, B. ; MAIDA, Mauro ; FERREIRA, Beatrice P ; ROSTÁN, Gonzalo Eduardo ; NEGRÃO, Fabio ; BARROS, Monica Lins de . Projeto Coral Vivo. In: Beatrice Padovani Ferreira; Mauro Maida. (Org.). Monitoramento dos Recifes de Coral do Brasil - Situação Atual e Perspectivas. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006, v. , p. 80-81.

26.
CASTRO, Clovis Barreira e ; SEGAL, B. ; PIRES, D. O. ; MEDEIROS, M. S. . Distribution and diversity of coral communities of the Abrolhos Reef Complex, Brazil. In: Dutra, G. F.; Allen, G. R.; Werner, T.; McKenna, S. A. (Org.). A rapid marine biodiversity assessment of the Abrolhos Reef Complex, Brazil, Bulletin of Biological Assessement. 1ed.Washington, D.C.: Conservation International, 2005, v. 38, p. 19-39.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SEGAL, B.. Expanding Horizons: A Brazilian Student's First Conference Abroad. Reef Encounter, Lawrence, , v. 25, p. 4 - 5, 11 jul. 1999.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis Barreira e . Community structure at Abrolhos Archipelago, Brazil. In: 9th International Coral Reef Symposium, 2002, Bali. Proceedings of the 9th International Coral Reef Symposium, 2000. v. 1. p. 583-588.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
AMORIM, L. C. ; CASTRO, Clovis B ; CALDERON, Emiliano Nicolas ; SEGAL, B. . Recrutamento de famílias de corais recifais nos Recifes Itacolomis, BA. In: Congresso de Ecologia do Brasil, 2005, Caxambú. Congresso de Ecologia do Brasil, 2005.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Godiva, D ; EVANGELISTA, H. ; Sifeddine, A ; Leão, Z.M.A.N. ; Rigozo, N.R. ; SEGAL, B. ; Ambrizzi, T. ; Kampel, M. ; Kikuchi, R.K.P. . Enso variability in the growth rate of Southwestern-South Atlantic corals. In: 11th International Coral Reef Symposium, 2008, Fort Lauderdale. Reefs for the Future. Bethesda: International Society for Reef Studies, 11th ICRS Secretariat, 2008. p. 278-278.

2.
CAPARELLI, Alice C ; PIRES, D. O. ; SEGAL, B. . Reproductive effort of Mussismilia braziliensis (Verrill, 1868) (Cnidaria, Scleractinia, Mussidae) in the Abrolhos Reef Complex, Brazil.. In: 10th International Coral Reef Symposium, 2004, Okinawa. Abstracts of the 10th International Coral Reef Symposium.. Okinawa: International Society for Reef Studies, 2004. v. 1. p. 365-365.

3.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B . Coral communities structure and sedimentation at different distances from the coast in the Abrolhos Bank, Brazil. In: 10th International Coral Reef Symposium, 2004, Okinawa. Stability and degradation of coral reef ecosystem. Okinawa, 2004. p. 262-262.

4.
CASTRO, Clovis B ; SEGAL, B. ; CALDERON, Emiliano Nicolas ; NEGRÃO, Fabio . Coral communities and sedimentation in Inner Reefs of the Abrolhos Bank, Brazil. In: 10th International Coral Reef Symposium, 2004, Okinawa. Stability and degradation of coral reefs ecosystems. Okinawa, 2004. p. 256-256.

5.
CASTRO, Clovis B ; PIRES, D. O. ; CALDERON, Emiliano Nicolas ; BARROS, Monica Lins de ; SEGAL, B. . Primeira avaliação de taxas de recrutamento de corais e hidrocorais no Banco dos Abrolhos, Bahia, Brasil. In: XV Simpósio de Biologia Marinha, 2000, São Sebstião. Resumos do XV Simpósio de Biologia Marinha, 2000. v. 1.

6.
CASTRO, Clovis B ; SEGAL, B. ; PIRES, Debora O . Distribution and diversity of coral communities in the Abrolhos Reef Complex, Brazil. In: 9th International Coral Reef Symposium, 2000, Bali. World coral reefs in the new milenium. Bali, 2000. p. 146-146.

7.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B . Community Structure at the Abrolhos Archipelago, Brazil. In: 9th International Coral Reef Symposium, 2000, Bali. World coral reefs in the new millenium. Bali, 2000. p. 325-325.

8.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B . The need for fast, easy, and accurate methods for coral cover assessment: a case study in Abrolhos. In: International Conference on the Scientific Aspects of Coral Reef Assessment, Monitoring, and Restorations, 1999, Fort Lauderdale. International Conference on the Scientific Aspects of Coral Reef Assessment, Monitoring, and Restorations, 1999. p. 176-177.

9.
MAGALHÃES, C. A. ; OLIVEIRA, R. P. ; HARA, H. E. ; SEGAL, B. . Dinâmica de ocupação de faixas por bivalves e cirripédios em costões de São Sebastião, SP. In: XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994, Rio de Janeiro. XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994. p. 156-157.

10.
MAGALHÃES, C. A. ; SEGAL, B. ; HARA, H. E. ; OLIVEIRA, R. P. . Influência da atividade alimentar do gastrópode Acmaea subrugosa D'Orbigny, 1846 em populações de organismos sésseis de costão. In: XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994, Rio de Janeiro. XX Congresso Brasileiro de Zoologia. Rio de Janeiro, 1994. p. 157-157.

11.
SEGAL, B.; STRUCCHI JR, P. P. ; MAGALHÃES, C. A. . Monitoramento da ocupação de faixas de dominância de organismos sésseis em costões de São Sebastião, SP. In: IX Mini-Simpósio de Biologia Marinha, 1994, São Sebastião. IX Mini-Simpósio de Biologia Marinha. São Sebastião, 1994. p. 27-27.

Apresentações de Trabalho
1.
SEGAL, B.; Carvalhal, A. . Projeto MAArE ? Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
Segal, B.; NUNES, L. ; BURIGO, A. P. ; CARVALHO, J. ; LIEDKE, A. ; BUCK, S. ; FLOETER, S. . Macroecology of butterflyfish feeding behavior: what the generalists can tell?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
Berenguer, V ; SEGAL, B. ; CASTRO, Clovis B . Otimização do assentamento de larvas do coral Mussismilia braziliensis para atividades de recuperação de áreas recifais. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B . Coral communities and sedimentation at different distances from the coast in the Abrolhos Bank, Brazil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
CASTRO, Clovis Barreira e ; SEGAL, B. ; CALDERON, Emiliano Nicolas ; NEGRÃO, Fabio . Coral communities and sedimentation in inner reefs of the Abrolhos Bank, Brazil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
CAPARELLI, Alice C ; PIRES, Debora O ; SEGAL, B. . Reproductive effort of Mussismilia braziliensis (Verrill, 1868) (Cnidaria, Scleractinia, Mussidae) in the Abrolhos Reef Complex, Brazil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
CASTRO, Clovis Barreira e ; PIRES, D. O. ; CALDERON, Emiliano Nicolas ; LINS DE BARROS, M. M. ; SEGAL, B. . Primeira avaliação de taxas de recrutamento de corais e hidrocorais no Banco dos Abrolhos, Bahia, Brasil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
CASTRO, Clovis Barreira e ; SEGAL, B. ; PIRES, D. O. . Distribution and diversity of coral communities in the Abrolhos Reef Complex, Brazil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis Barreira e . Community structure at the Abrolhos Archipelago, Brazil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis Barreira e . The need for fast, easy, and accurate methods for coral cover assessment: a case study in Abrolhos, Brazil. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
SEGAL, B.; STRUCCHI JR, P. P. ; BARCELLOS, R. P. ; MAGALHÃES, C. A. ; MEYER, J. F. C. A. . Otimização do esforço amostral para monitoramento de costões de São Sebastião (SP - Brasil). 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
MAGALHÃES, C. A. ; OLIVEIRA, R. P. ; HARA, H. E. ; SEGAL, B. . Dinâmica de ocupação de faixas por bivalves e cirripédios em costões de São Sebastião, SP. 1994. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
MAGALHÃES, C. A. ; SEGAL, B. ; HARA, H. E. ; OLIVEIRA, R. P. . Influência da atividade alimentar do gastrópode Acmaea subrugosa D orbigny, 1846 em populações de organismos sésseis de costão. 1994. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
SEGAL, B.; STRUCCHI JR, P. P. ; MAGALHÃES, C. A. . Monitoramento da ocupação de faixas de dominância de organismos sésseis em costões de São Sebastião, SP. 1994. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Outras produções bibliográficas
1.
CALDERON, Emiliano Nicolas ; SEGAL, B. ; CASTRO, Clovis Barreira e . Itacolomis monitoring. Cape Fergunson: Australian Institute of Marine Science, 2002 (nota).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SEGAL, B.. Campanha oceanográfica na Bacia de Campos - Campo Roncador. 2003.

2.
CASTRO, Clovis Barreira e ; SEGAL, B. . Levantamento Rápido dos Cnidários nos Recifes Itacolomis, Corumbau, BA. In: Dutra, G.F. Laudo Biológico para a criação da Reserva Extrativista Marinha do Corumbau, BA. 2000.

Trabalhos técnicos
1.
FERREIRA, Beatrice P ; MAIDA, Mauro ; CASTRO, Clovis B ; PIRES, D. O. ; SEGAL, B. . Programa de Monitoramento dos Recifes de Coral do Brasil - Reef Check Brasil. 2005.

2.
SEGAL, B.. Participação em campanha oceanográfica. 2003.

3.
SEGAL, B.. Atividades de campo do RAP Ilha Grande: um levantamento da biodiversidade. 2003.

4.
SEGAL, B.. Participação na coleta de dados de Estudo de Impacto Ambiental. 2002.

5.
SEGAL, B.. Participação em campanha oceanográfica. 2001.

6.
SEGAL, B.; MEDEIROS, M. S. . Reprodução de corais brasileiros. 2000.

7.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B ; RATTO, C. C. . Recifes de coral: biodiversidade e biologia. 2000.

8.
SEGAL, B.. Efeito do Aumento da Sedimentação no Assentamento e Distribuição de Corais em Recifes de Abrolhos, Bahia, Brasil. 1999.

9.
CASTRO, Clovis Barreira e ; SEGAL, B. ; OUTROS . Diagnóstico Ambiental da Região de Abrolhos. In: Projeto Abrolhos 2000: Diagnóstico Ambiental, Sócio-Econômico e Institucional. 1997.

10.
SEGAL, B.. Trabalho de Campo para coleta de invertebrados na Ilha da Trindade, ES. 1997.

11.
SEGAL, B.. Distribuição Espacial de Corais no Arquipélago dos Abrolhos. 1996.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Segal, B.; Freire, A.S. ; Soldateli, M. ; Molessani, L. . Entrevista para a TV UFSC sobre o Projeto MAArE. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
Segal, B.; Freire, A.S. ; Krajewski, J.P. . Livro relata monitoramento de Reserva Biológica marinha em Santa Catarina. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
Carvalhal, A. ; Segal, B. . Pesquisa de Monitoramento da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
Freire, A.S. ; Segal, B. ; Soldateli, M. ; OLIVEIRA, A. F. S. ; AYROZA, C. . Projeto de Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo . Relatório Técnico Final ? Volume 3: Indicadores Biológicos.. 2017. (Relatório de pesquisa).

2.
Segal, Bárbara; OLIVEIRA, A. F. S. ; Carvalhal, A. ; Vieira, V. ; Galastri, G. . Guia de Identificação: invertebrados de costões rochosos de santa catarina. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Pranchetas sub-aquáticas).

3.
Gouveia, M.T.J. ; SEGAL, B. ; CASTRO, Clovis B ; Lima, D. . Educação para Conservação de Recifes. Manual de Capacitação do Professor em Educação Ambiental. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Livreto).

4.
SEGAL, B.; PIRES, Debora O ; CASTRO, Clovis B . Jornal Coral Vivo Notícias. 2008. (Editoração/Periódico).

5.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B ; NEGRÃO, Fabio ; Gouveia, M.T.J. ; Melo, T.H.M. . Turismo Sustentável em Ambientes Recifais. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Livreto).

6.
SEGAL, B.. Projeto Coral Vivo. 2007. (palestra).

7.
LOIOLA, L. ; SEGAL, B. ; GUIRRO, C. . Primeiro Curso de Multiplicadores da Campanha Conduta Consciente em Ambientes Recifais. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
SEGAL, B.. Iniciativas para a Conservação de Recifes de Coral no Brasil. 2005. (palestra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CRUZ, I.; GANADE, G.; Segal, B.. Participação em banca de Aline Camila Medeiros Pinheiro. Distribuição, recrutamento e sobrevivência do coral pétreo Siderastrea stellata (Verrill, 1868) em um recife arenítico do Atlântico Sul. 2016. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

2.
FERREIRA, C. E. L.; FLOETER, S.; VITULE, J.; SEGAL, B.. Participação em banca de Guilherme Ortiara Longo. INFLUÊNCIA DA ICTIOFAUNA SOBRE AS COMUNIDADES BENTÔNICAS EM ILHAS COSTEIRAS DE SANTA CATARINA E NO ARQUIPÉLAGO DOS ABROLHOS, BRASIL. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal do Paraná.

3.
Freire, A.S.; Pez.uto, P.R.; Pagliosa, P; Segal, B.. Participação em banca de Matheus Coelho Moreira. Diversidade, ocorrência e distribuição da fauna de invertebrados demersal das Baías Norte e Sul de Florianópolis (SC), Sul do Brasil. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
FLOETER, S.; FERREIRA, C. E. L.; Simões-Lopes, P; Segal, B.. Participação em banca de Anderson Antônio Batista. Estrutura populacional de Epinephelidae e Serranidae na Reserva Marinha do Arvoredo e duas outras ilhas próximas à costa da Ilha de Santa Catarina. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Barbosa, C.; SEGAL, B.; Albuquerque, ALS; Bonetti, C. Participação em banca de Sílvia Lisboa de Araújo. Interação entre indicadores geoquímicos e foraminíferos bentônicos na avaliação ambiental do Recife de Fora, Porto Seguro, Bahia. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Geoquímica) - Universidade Federal Fluminense.

6.
FLOETER, S.; Buck, Sonia; Rangel, C.A.; SEGAL, B.. Participação em banca de Andrea Dalben Soares. Estrutura de comunidade e distribuição vertical de peixes criptobênticos no Sul do Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
SEGAL, B.; Barbosa, C.; Vilela, CG; Albuquerque, ALS. Participação em banca de Carine Machado de Almeida. Evolução sedimentológica e paleoecológica da plataforma carbonática do parcel dos Abrolhos, Bahia, Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Geociências (Geoquímica)) - Universidade Federal Fluminense.

8.
Zilberberg, C; PIRES, D. O.; Ventura, CRR; CASTRO, Clovis B; SEGAL, B.. Participação em banca de Maria Cecília de Carvalho Silva Ferreira. Biologia reprodutiva de Phyllogorgia dilatata (Esper, 1806) (Cnidaria, Anthozoa, Otocorallia) de recifes de Porto Seguro, Bahia. 2009. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação em Ciências Biológicas) - Museu Nacional.

9.
Nunam, G; SANTOS, H. R. S.; SEGAL, B.. Participação em banca de Camila Negrão Signori. Pradrões de distribuição e similaridades faunísticas das espécies da família Rajidae (Elasmobranchii, Rajiformes) ocorrentes em águas brasileiras. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

10.
SEGAL, B.. Participação em banca de Luiz Constantino da Silva Junior. Uso do estuário da Baía de Guanabara, RJ, pelos Pleuronectiformes (Teleostei; Acahthopterygii), com ênfase na Biologia Populacional de Etropus crossotus. 2008. Dissertação (Mestrado em Porgrama de Pós Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

11.
SEGAL, B.; CREED, J. C.; CASTRO, Clovis B. Participação em banca de Cristovam Muniz Thiago. Recrutamento de Corais Recifais em Porto Seguro, BA. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

12.
SEGAL, B.; Nunam, G; Vianna, M. Participação em banca de Sérgio Ricardo Brito Santos. Composição e estrutura trófica da ictiofauna das formações coralíneas de Arraial do Cabo, RJ, Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

13.
SEGAL, B.. Participação em banca de Jeremy Sofonia. Sediment responses of corals from inshore reefs, Great Barrier Reef, Australia. 2006 - James Cook University.

Qualificações de Doutorado
1.
Segal, B.; Floeter, S.R.; Simões-Lopes, P. Participação em banca de Anderson Batista. The colonization of Southern Brazil by the alien damselfish Chromis limbata, Azores chromis. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Segal, B.; CASTRO, Clovis B. Participação em banca de Erik Tedesco. Conservação dos Recifes de Coral do Oceano Atlântico Sul: uma mudança de abordagem. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

3.
Segal, B.; Floeter, S.R.; LANA, P.. Participação em banca de Mariana Paz Otegui. Matching ecological functioning with morphological traits of polychaetes. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
SEGAL, B.; Seoane, J.C.. Participação em banca de Renata Carolina M Arantes. Mapeamento dos parâmetros físicos, químicos e ambientais do Parque Marinho Municipal do Recife de Fora, Porto Seguro, BA. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-graduação em Geologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Qualificações de Mestrado
1.
Segal, B.; ASMUS, M.; SCHERER, M.. Participação em banca de Gabrielle Kuklinski. Base ecossistêmica para gestão do sistema ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e entorno imediato. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Segal, B.; Hanazaki, N.; SCHERER, M.. Participação em banca de Adriana Palau.O perfil dos monitores da Ilha do Campeche (Florianópolis, SC) e suas diferentes contribuições na construção dos roteiros interpretativos das trilhas terrestres. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Pereira, R.C.; Santos, C.S.G.; SEGAL, B.. Participação em banca de Amanda Ferreira da Silva.Comparação da macrofauna associada às colônias saudáveis e branqueadas de Palythoa caribaeorum (Duchassaing & Michelotti, 1860) (Cnidaria, Anthozoa), na região de Arraial do Cabo, RJ, Brasil. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Fluminense.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SEGAL, B.. Concurso Público para provimento de vaga de Professor Assistente: Gestão Ambiental. 2011. Universidade Federal do Paraná.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Seminário de Boas Praticas na Gestão de Unidades de Conservação.Projeto MAArE - Monitoramento Ambiental da Reserva Biologica Marinha do Arvoredo. 2017. (Seminário).

2.
I Workshop de Estudos Ecológicos em Ilhas Oceânicas Brasileiras.Monitoramento de comunidades bentônicas em Ilhas Oceânicas brasileiras. 2016. (Simpósio).

3.
Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC.Biodiversidade, o mundo em que vivemos. 2010. (Outra).

4.
Seminário Paleoambientes e Variabilidade Climática no Brasil. 2009. (Seminário).

5.
Seminário Paleoambientes e Variabilidade Climática no Brasil. 2009. (Seminário).

6.
Congresso Brasileiro de Onitologia. 1996. (Congresso).

7.
I Simpósio sobre Ecologia e Manejo de Fragmentos Florestais". 1996. (Simpósio).

8.
VI Congresso Latinoamericano de Ciencias del Mar. 1995. (Congresso).

9.
III Simpósio de Ecossistemas da Costa Brasileira. 1993. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Segal, Bárbara; Freire, A.S. ; Soldateli, M. ; Carvalhal, A. . Primeiro Workshop de Monitoramento para apoio à gestão de Unidades de Conservação Marinhas do Brasil. 2015. (Outro).

2.
Gouveia, M.T.J. ; SEGAL, B. ; CASTRO, Clovis B ; Lima, D. . Curso de Capacitação em Educação Ambiental para professores do ensino fundamental e médio do Extremo Sul da bahia. 2008. (Outro).

3.
SEGAL, B.; CASTRO, Clovis B ; NEGRÃO, Fabio ; Gouveia, M.T.J. ; Melo, T.H.M. . Curso de Capacitação para o Setor de Turismo. 2007. (Outro).

4.
SEGAL, B.; LOIOLA, L. . Primerio Curso de Multiplicadores da Campanha Conduta Consciente em Ambientes Recifais. 2005. (Outro).

5.
Barbosa, C. ; SEGAL, B. . Campanha de coleta do Projeto FOCO - Diagnóstico da saúde de ecossistemas recifais brasileiros com base em foraminíferos. 2005. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Julia Biscaia Zamoner. Influência de parâmetros oceanográficos e eventos climáticos na variabilidade espaço-temporal da comunidade bentônica recifal do Arquipélago de Fernando de Noronha, PE. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Vitor André Passos Picolotto. Efeitos do El-niño 215-2016 na variação temporal da comunidade bentônica recifal do Atol das Rocas, Brasil. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Marcelo Crivellaro. Modelagem da adequabilidade de habitat do coral invasor Tubastraea coccinea na Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e entorno. Início: 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Tainá Luchese Gaspar. Saúde recifal: acompanhamento temporal de colônias de Siderastrea stellata marcadas no Atol das Rocas - Brasil. Início: 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Bruna Bittencourt WInter. Subsídios para o plano controle do coral invasor coral-sol (Tubastraea coccinea) na Reserva Biológica Marinha do Arvoredo: aspectos reprodutivos e modelagem da distribuição potencial. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Ana Carolina G. Monteiro. Abundância estrutura interações de contato com corais em recifes brasileiros. 2016. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

2.
Viviani Gomes Vieira. Recrutamento de Organismos sésseis no único banco de coralitos do Atlântico subtropical. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

3.
Rachel Labbé-Bellas. ASSEMBLEIAS DE OURIÇOS-DO-MAR E RELAÇÕES COM O HABITAT EM DIFERENTES RECIFES BRASILEIROS. 2013. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

4.
Katia Capel. A fauna de Scleractinia (Cnidaria) da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, com ênfase na descrição da formação mais meridional de corais recifais no Oceano Atlântico.. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Bárbara Segal Ramos.

Tese de doutorado
1.
Anaide W. Aued. Macroecologia de comunidades bentônicas recifais: Padrões regionais e latitudinais. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Bárbara Segal Ramos.

2.
Guilherme Ortigara Longo. Interações tróficas em ambientes recifais ao longo de diferentes escalas espaciais. 2015. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Bárbara Segal Ramos.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Cristiane Moss Viana. Mudanças climáticas globais e seus efeitos sobre os corais recifais. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação em biologia marinha e oceanografia) - Faculdades Integradas Maria Thereza. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Davi Candido. DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÂO DE UM BANCO DE DADOS PARA MONITORAMENTO DE AMBIENTES RECIFAIS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

2.
Jessica Tamires LInk. PETRECHOS DE PESCA ABANDONADOS, PERDIDOS OU DESCARTADOS NA COSTA BRASILEIRA ESTUDO DE CASO NA RESERVA BIOLÓGICA MARINHA DO ARVOREDO. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

3.
Julia Biscaia Zamoner. VARIABILIDADE ESPAÇO-TEMPORAL DA COMUNIDADE BENTÔNICA RECIFAL DO ARQUIPÉLAGO DE FERNANDO DE NORONHA, PE. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

4.
Renan Ozekoski. BRANQUEAMENTO E RECRUTAMENTO DE SIDERASTREA STELLATA NO ATOL DAS ROCAS ? BRASIL, DURANTE E APÓS O ENSO 2015-2016. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

5.
Vitor André Passos Picolotto. DISTRIBUIÇÃO DE MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS SÉSSEIS DE SUBSTRATO CONSOLIDADO EM UM HOTSPOT DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS, SANTA CATARINA, BRASIL. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

6.
Dairana Misturini. PESQUISA E MONITORAMENTO: lacunas de conhecimento e aplicação à gestão da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo- SC. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

7.
Camila Rezende Ayroza. Caracterização da comunidade epibentônica em recifes de corais das ilhas Fiji por vídeo-imagem. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

8.
Julia Corrêa de Oliveira. COSTÕES ROCHOSOS E SUAS MUDANÇAS A PARTIR DA PERCEPÇÃO DE PESCADORES DA PRAIA DA ARMAÇÃO, FLORIANÓPOLIS, SC. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

9.
SULLEN LOURENÇO LEHMKUHL. MACROFAUNA BÊNTICA ASSOCIADA A RECIFES ARENOSOS DE PHRAGMATOPOMA CAUDATA NA ILHA DE SANTA CATARINA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

10.
Marcelo Rodrigues de Souza. DINÂMICA DA COMUNIDADE SÉSSIL DE COSTÃO ROCHOSO SOB NATUREZAS OCEANOGRÁFICAS DISTINTAS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

11.
Igor Moura Franco. Dinâmica Temporal de Recifes de areia: Formações de Phragmatopoma sp. em duas praias de condições oceanográficas distintas na Ilha de Santa Catarina, Florianópolis ? SC/Brasil. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

12.
José António Carvalho. Influência do habitat e do gradiente latitudinal na ecologia alimentar do Chaetodon striatus (peixe‐borboleta). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biologia Marinha) - Universidade do Algarve. Orientador: Bárbara Segal Ramos.

13.
Vanessa Berenguer. Recrutamento do coral recifal Mussismilia braziliensis (Verril, 1867) em substratos artificiais em diferentes estágios sucessionais. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Santa Úrsula, Projeto Coral Vivo/Associação Amigos do Museu Nacional. Orientador: Bárbara Segal Ramos.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
Link, J. ; SEGAL, B. . Do onde vieram as unidades de conservação marinhas?. In: Freitas, R.H.A.; Hofman, P.R.P.; Parise, A.G.; Winter, B.B.; Geisler, E.F.; Marconi, P.B.. (Org.). Sporum: dispersando curiosidades biológicas. 1ed.Florianópolis: UFSC, 2017, v. 1, p. 45-48.


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Segal, B.; Freire, A.S. ; Soldateli, M. ; Molessani, L. . Entrevista para a TV UFSC sobre o Projeto MAArE. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
Carvalhal, A. ; Segal, B. . Pesquisa de Monitoramento da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/11/2018 às 24:49:56