Felipe Malheiros Gawryszewski

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9809641961645884
  • Última atualização do currículo em 25/09/2018


Possui Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília (2003), mestrado em Biologia Animal pela Universidade de Brasília (2007) e PhD em Biological Sciences pela Macquarie University, Australia (2012). Tem experiência na área de Zoologia, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia sensorial, comportamento animal, interação predador-presa, modelagem da visão, mecanismo, função e evolução da coloração em animais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Felipe Malheiros Gawryszewski
Nome em citações bibliográficas
GAWRYSZEWSKI, F. M.;GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.;Gawryszewski, F.M.;M. GAWRYSZEWSKI, FELIPE;GAWRYSZEWSKI, FELIPE M

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Zoologia.
Universidade de Brasília (UnB)
Asa Norte
70910900 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (61) 33072022
URL da Homepage: http://eselab.weebly.com


Formação acadêmica/titulação


2008 - 2012
Doutorado em Biological Sciences (PhD).
Macquarie University, MACQUARIE, Austrália.
Título: Colouration in Crab Spiders (Thomisidae): Function, Mechanism and Evolution, Ano de obtenção: 2012.
Orientador: Marie E. Herberstein.
Bolsista do(a): Australian Government & Macquarie University, AUS, Austrália.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Evolução.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2005 - 2007
Mestrado em Biologia Animal.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Título: Policromatismo e stabilimentum em Gasteracantha cancriformis (Araneidae): testando a hipótese da atração de presas e da proteção da teia,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Paulo César Motta.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Polimorfismo; Coloração; Cerrado; Forrageamento.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Comportamento Animal.
1999 - 2003
Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2007 - 2007
Espectrofotometria: teoria e prática (14h). (Carga horária: 14h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2005 - 2005
Técnicas de Análise Multivariada. (Carga horária: 5h).
VII Congresso de Ecologia do Brasil, CEB, Brasil.
2004 - 2004
Licenciamento Ambiental (40h). (Carga horária: 40h).
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, IBAMA, Brasil.
2002 - 2004
Inglês Avançado (100h). (Carga horária: 100h).
Cultura Inglesa, CI, Brasil.
1999 - 2001
Ingles Básico (130h). (Carga horária: 130h).
Cultura Inglesa, CI, Brasil.
2000 - 2000
Ecologia do Fogo. (Carga horária: 6h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2000 - 2000
Fractais Em Física e Biologia. (Carga horária: 6h).
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - São Paulo, SBPC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Tutor e Orientador a Distância, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Aluno de Pós-graduação, Enquadramento Funcional: Aluno de Pós-graduação, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1999 - 2003
Vínculo: Aluno de Graduação, Enquadramento Funcional: Aluno de Graduação, Carga horária: 40

Atividades

06/2007 - 09/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ensino a Distância, .

Cargo ou função
Orientador de monografias de final de curso.
2/2002 - 8/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia.

Cargo ou função
Representante Discente.
04/2002 - 03/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho do Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Suplente - Representante do Centro Acadêmico de Biologia.
9/2002 - 2/2003
Estágios , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular.

Estágio realizado
Estágio Final de Bacharelado, desenvolvendo projeto em Enovelamento de Proteínas, sob orientação de Antônio Francisco Pereira de Araújo.
1/2002 - 2/2003
Direção e administração, Instituto de Ciências Biológicas, Centro Acadêmico de Ciências Biológicas.

Cargo ou função
Diretor para Assuntos Acadêmicos.
8/2000 - 3/2002
Extensão universitária , Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Educação Tutorial do Curso de Ciências Biológicas.

Atividade de extensão realizada
Participação em diversas atividades de extensão realizadas pelo Programa de Educação Tutorial do Curso de Ciências Biológicas.
7/2001 - 7/2001
Extensão universitária , Instituto de Ciências Biológicas, .

Atividade de extensão realizada
Monitor do evento de extensão Ciência na Escola, ocorrido em Planaltina, no dia 9 de julho de 2001. Planaltina, DF..
11/1999 - 11/1999
Extensão universitária , Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Fisiológicas.

Atividade de extensão realizada
Monitor no evento Ciência no Shopping, Visão de Cores em Primatas, realizado em novembro de 1999 no shopping Pátio Brasil. Brasília, DF..

Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

06/2017 - Atual
Ensino, Ecologia e Evolução, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Introducao ao Modelo Linear Generalizado e Misto
04/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Bolsas do PPG em Biodiversidade Animal da UFG.
04/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Bolsas do PPG em Biodiversidade Animal da UFG.
12/2016 - Atual
Direção e administração, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Ciências Biológicas Bacharelado.
10/2016 - Atual
Ensino, Ecologia e Evolução, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Comportamental
08/2015 - Atual
Ensino, Biodiversidade Animal, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia Evolutiva (PPGBAN)
08/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Biológicas, .

08/2014 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia Evolutiva - (Bacharelado e Licenciaturas em Ciências Biológicas e Biomedicina)
08/2016 - 12/2016
Ensino, Abi - Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais em Evolução - Evolução Digital
05/2015 - 05/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Comissão de Seleção pós-doutorado PPGBAN.

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, MCTI, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Tecnologista, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Agência de Notícias dos Direitos da Infância, ANDI, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 40
Outras informações
Consultor para o gerenciamento de equipe de pesquisadores, elaboração de relatório de resultados e produção de seminário. Pesquisas, "Desmatamento na Amazônia", "Acidentes de Trânsito", "Publicidades Televisivas Acessadas pelo Público Infantil".


Macquarie University, MACQUARIE, Austrália.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Formal labor contract, Enquadramento Funcional: Professor contratado (53h), Carga horária: 5
Outras informações
Total de aprox. 53h

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Formal labor contract, Enquadramento Funcional: Professor contratado (130h), Carga horária: 11
Outras informações
Total de aprox. 130h

Atividades

02/2011 - 07/2011
Ensino, Evolution and Biodiversity, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Evolution and Biodiversity (BIOL114)
02/2010 - 07/2010
Ensino, Evolution and Biodiversity, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Evolution and Biodiversity

Conselho Nacional do Meio Ambiente, CONAMA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Conselheiro Titular


Comissão Nacional da Biodiversidade, CONABIO, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Conselheiro (Suplente), Enquadramento Funcional: Conselheiro (Suplente)


Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, IBAMA, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor contratado pelo PNUD, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico de Nível Superior, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

05/2007 - 10/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Ecossistemas, .

Cargo ou função
Áreas prioritárias para a criação de unidades de conservação na Caatinga.
1/2005 - 7/2005
Serviços técnicos especializados , Centro Nacional de Populações Tradicionais e Desenvolvimento Sustentável, .

Serviço realizado
Monitoramento das Reservas Extrativistas e Manejo de Fauna em Reservas Extrativistas.
7/2004 - 12/2004
Serviços técnicos especializados , Diretoria de Administração e Finanças, Secretataria Executiva da Câmara de Compensação Ambiental.

Serviço realizado
Acompanhamento e execução dos processos referentes a compensação ambiental de empreendimentos de significativo impacto ambiental.


Linhas de pesquisa


1.
Ecologia Sensorial, Comportamento Animal, Evolução


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Coloração e uso de habitat no nível das comunidades e populações: correlações e possíveis relações de custo- benefício no Cerrado
Descrição: O objetivo deste projeto é investigar padrões gerais da interação entre coloração dos animais, risco de predação e distribuição de espécies e indivíduos. Com isso pretende-se também entender causas, ainda inexploradas, geradoras da alta biodiversidade do bioma Cerrado. Serão testadas hipóteses sobre possíveis trade-offs associados à coloração de animais e uso de habitats, no nível das comunidades e das populações. Serão utilizados os métodos mais modernos para a mensurarão da coloração, a modelagem da coloração em sistemas visuais, combinados com a realização de experimentos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2013
ANDI - Comunicação e Direitos
Descrição: Coordenador das seguintes pesquisas: "Desmatamento na Amazônia", "Acidentes de Trânsito" e "Publicidades Televisivas Acessadas pelo Público Infantil".
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Coordenador.Financiador(es): Ministério da Justiça - Outra / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Outra.
2011 - 2012
Evidence suggests that modified setae of the crab spiders Stephanopis spp. fasten debris from the background. Zoomorphology
Descrição: Crab spiders (Thomisidae) are known by their ability to change their body colouration via change in epithelial pigments. However, the crab spider genus Stephanopis appears to match the colouration of the bark they are sitting on by having debris attached to its dorsal cuticle. The functional morphology, colouration, and evolution of this phenomenon were investigated in Stephanopis cf.scabra and S. cambridgei. Analysis under the microscope revealed that debris originated from the bark they were sitting on. Using scanning electron microscopy, three different types of setae likely related in the retention of debris were found in S. cf. scabra and one in S. cambridgei. These setae are branched and possess barbs, unlike the more filiform setae found in other crab spider species. In addition, the presence of debris improved the brightness background matching of spiders against the bark, but not hue and chroma matching. Ancestral character state reconstruction suggested that presence of debris evolved two to three times within Thomisidae. The evolution of both masking and colour change among crab spiders indicates that they are under a strong selection to avoid detection. Project supported by Macquarie University and the Joyce W. Vickery Scientific Research Fund of The Linnean Society of New South Wales..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Coordenador.Financiador(es): The Linnean Society of New South Wales - Auxílio financeiro.
2008 - 2011
Colouration in Crab Spiders (Thomisidae): Function, Mechanism and Evolution
Descrição: Colouration in sit-and-wait predators can enhance foraging success via crypsis or prey attraction. Crab spiders (Thomisidae) are a diverse family of ambush predators that exhibit a wide range of coloration patterns. Colouration in spiders of this family usually resembles the background, at least to the human observer. In addition, flower dwelling species have been demonstrated to change colour in order to match the background. They prey on pollinators and rely on the capture of large and difficult to catch prey to produce a large clutch mass. A few species of crab spiders, although they appear white to the human eye, reflect ultraviolet light, making them conspicuous from the perspective of their prey. Surprisingly, some bees are attracted to this pattern, which likely increases the predator?s foraging success. However, not all species and not all individuals reflect UV light. In my thesis I used an integrative multidisciplinary approach in order to gain a broader understanding of both ultimate and proximate causes of colouration in this family of spiders. My aims were to: (1) quantify the variability of colouration in flower and non-flower dwelling crab spiders and its relationship with foraging success; (2) identify the mechanism of colour production and colour change in crab spiders; and (3) understand the evolution of colouration in crab spiders. From field data I found that UV reflectance was less frequent than other regions of the spectrum, both at the population and species level. Behavioural choice experiments and field data showed that different pollinators have different responses to the colour contrast of spider against flowers, but variation in colour contrast and UV reflectance is positively correlated to the body condition of the spiders. Using histology, I demonstrated that UV reflectance in crab spiders is derived from guanine crystals and their interaction with cuticle and pigments/crystals in the hypodermis. Therefore, UV reflectance is not caused.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2007
A Coloração de Gasteracantha cancriformis (Araneidae) Influenciando na Atração de Presas e Predadores
Descrição: Em aranhas de teia padrões conspícuos têm sido explicados por contribuir com a termoregulação ou atrair mais presas visualmente orientadas para as teias. Gasteracantha cancriformis (Araneidae) é uma aranha de teia orbicular bastante comum no Cerrado. Suas fêmeas são caracterizadas por apresentarem um opistossoma rígido, com seis projeções em forma de espinhos. A região dorsal do opistossoma é polimórfica em relação a cor, sendo encontrada desde padrões conspícuos até outros mais cripticos. Tendo em vista os efeitos positivos e negativos que a coloração pode conferir a um indivíduo, o objetivo do projeto é analisar o efeito da coloração na captura e atração de presas, assim como na sobrevivência de Gasteracantha cancriformis.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Coordenador / Paulo César Motta - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 10
2001 - 2002
PIBIC: Efeitos do Fogo em Vochysia elliptica (Vochysiaceae)
Descrição: Determinar os efeitos de diferentes regimes de regimes de queima na floração, frutificação, produção de semente e estrutura da copa em indivíduos de Vochysia elliptica em áreas de cerrado sensu stricto. Bolsista..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Coordenador / Heloisa Sinatora Miranda - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2
2001 - 2002
Voluntário do Programa de Educação Tutorial (PET)
Descrição: O Programa de Educação Tutorial (PET) é destinado a grupos de alunos que demonstram potencial, interesse e habilidades destacadas em cursos de graduação. Ele busca propiciar aos alunos, sob a orientação de um tutor, condições para a realização de atividades extracurriculares que favoreçam a sua formação acadêmica, tanto para integração no mercado profissional, como para o desenvolvimento de estudos em programas de pós-graduação. Um dos principais objetivos do programa é promover uma formação acadêmica ampla, evitando uma especialização precoce, além de estimular a interdisciplinaridade, fundamental na formação acadêmica de cursos que tenham interfaces com outras áreas do conhecimento. Bolsista de 03/2000 a 07/2001.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Integrante / Nilda Diniz - Coordenador.
2000 - 2001
Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET)
Descrição: O Programa de Educação Tutorial (PET) é destinado a grupos de alunos que demonstram potencial, interesse e habilidades destacadas em cursos de graduação. Ele busca propiciar aos alunos, sob a orientação de um tutor, condições para a realização de atividades extracurriculares que favoreçam a sua formação acadêmica, tanto para integração no mercado profissional, como para o desenvolvimento de estudos em programas de pós-graduação. Um dos principais objetivos do programa é promover uma formação acadêmica ampla, evitando uma especialização precoce, além de estimular a interdisciplinaridade, fundamental na formação acadêmica de cursos que tenham interfaces com outras áreas do conhecimento. Bolsista de 03/2000 a 07/2001.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Integrante / Sônia Nair Báo - Coordenador.
1999 - 2000
Percepção de Cores em Callithrix penicillata (Primates)
Descrição: A visão em cores em primatas do novo mundo ainda é um assunto indefinido, sendo discutida a origem e evolução da tricromatria e dicromatria nesses animais. Sendo assim, o projeto analisou comportamentalmente a percepção de cores na espécie Callithrix penicillata (mico-do-cerrado).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Coordenador / Valdir F. Pessoa - Integrante.


Projetos de extensão


2002 - 2002
Ciência na Escola
Descrição: Monitor do Evento de Extensão Ciência na Escola.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Integrante / Nilda Diniz - Coordenador.
2001 - 2002
Voluntário do Programa de Educação Tutorial (PET)
Descrição: O Programa de Educação Tutorial (PET) é destinado a grupos de alunos que demonstram potencial, interesse e habilidades destacadas em cursos de graduação. Ele busca propiciar aos alunos, sob a orientação de um tutor, condições para a realização de atividades extracurriculares que favoreçam a sua formação acadêmica, tanto para integração no mercado profissional, como para o desenvolvimento de estudos em programas de pós-graduação. Um dos principais objetivos do programa é promover uma formação acadêmica ampla, evitando uma especialização precoce, além de estimular a interdisciplinaridade, fundamental na formação acadêmica de cursos que tenham interfaces com outras áreas do conhecimento. Voluntário de 07/2001 a 03/2002.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Integrante / Nilda Diniz - Coordenador.
2000 - 2001
Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET)
Descrição: O Programa de Educação Tutorial (PET) é destinado a grupos de alunos que demonstram potencial, interesse e habilidades destacadas em cursos de graduação. Ele busca propiciar aos alunos, sob a orientação de um tutor, condições para a realização de atividades extracurriculares que favoreçam a sua formação acadêmica, tanto para integração no mercado profissional, como para o desenvolvimento de estudos em programas de pós-graduação. Um dos principais objetivos do programa é promover uma formação acadêmica ampla, evitando uma especialização precoce, além de estimular a interdisciplinaridade, fundamental na formação acadêmica de cursos que tenham interfaces com outras áreas do conhecimento. Bolsista de 03/2000 a 07/2001.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Felipe Malheiros Gawryszewski - Integrante / Sônia Nair Báo - Coordenador.


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Ethology
2011 - Atual
Periódico: Studies on Neotropical Fauna and Environment
2012 - Atual
Periódico: Journal of Insect Behavior
2014 - Atual
Periódico: Bulletin of Marine Science
2014 - Atual
Periódico: Ecology and Evolution
2015 - Atual
Periódico: Animal Behaviour
2015 - Atual
Periódico: OECOLOGIA AUSTRALIS
2015 - Atual
Periódico: Entomological Science
2017 - Atual
Periódico: EVOLUTIONARY ECOLOGY
2017 - Atual
Periódico: Arthropod-Plant Interactions
2018 - Atual
Periódico: Journal of Animal Ecology
2016 - Atual
Periódico: Biological Journal of the Linnean Society


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Ecologia Sensorial.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Comportamento Animal.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Evolução.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Ecologia.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Modelagem de Sistemas Visuais.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Estatística Aplicada a Biologia.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
M. GAWRYSZEWSKI, FELIPE2018M. GAWRYSZEWSKI, FELIPE. Color vision models: Some simulations, a general -dimensional model, and the R package. Ecology and Evolution, v. na, p. 1-12, 2018.

2.
XIMENES, NATHALIA2018XIMENES, NATHALIA ; GAWRYSZEWSKI, FELIPE M . Prey and predators perceive orb-web spider conspicuousness differently: evaluating alternative hypotheses for color polymorphism evolution. Current Zoology, v. na, p. 1, 2018.

3.
GAWRYSZEWSKI, F. M.2017GAWRYSZEWSKI, F. M.; CALERO-TORRALBO, M. A. ; GILLESPIE, R. G. ; RODRUIGUEZ-GIRONES, M. A. ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Correlated evolution between colouration and ambush site in predators with visual prey lures. EVOLUTION, p. na, 2017.

4.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.2015 GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; BIRCH, DEBRA ; KEMP, DARRELL J. ; HERBERSTEIN, MARIE E. ; KAY, ADAM . Dissecting the variation of a visual trait: the proximate basis of UV-Visible reflectance in crab spiders (Thomisidae). Functional Ecology (Print), v. 29, p. 44-54, 2015.

5.
UMBERS, K.2014 UMBERS, K. ; FABRICANT, S. ; GAWRYSZEWSKI, F. M. ; SEAGO, A. ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Reversible colour change in Arthropoda. Biological Reviews, v. n/a, p. n/a-n/a, 2014.

6.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.2014GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.. Evidence suggests that modified setae of the crab spiders Stephanopis spp. fasten debris from the background. Zoomorphology (Berlin. Print), v. 133, p. 205-215, 2014.

7.
Gawryszewski, F.M.2012Gawryszewski, F.M.; Motta, P.C. . Colouration of the orb-web spider does not increase its foraging success. Ethology Ecology & Evolution (Testo stampato), v. 24, p. 23-38, 2012.

8.
GAWRYSZEWSKI, F. M.2012 GAWRYSZEWSKI, F. M.; Llandres, A. L. ; Herberstein, M. E. . Relationship between colouration and body condition in a crab spider that lures pollinators. Journal of Experimental Biology, v. 215, p. 1128-1136, 2012.

9.
LLANDRES, ANA L.2011LLANDRES, ANA L. ; GAWRYSZEWSKI, FELIPE M. ; HEILING, ASTRID M. ; HERBERSTEIN, MARIE E. . The effect of colour variation in predators on the behaviour of pollinators: Australian crab spiders and native bees. Ecological Entomology (Print), v. 36, p. 72-81, 2011.

10.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.2008 GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; Motta, Paulo C. . The silk tuft web decorations of the orb-weaver Gasteracantha cancriformis : testing the prey attraction and the web advertisement hypotheses. Behaviour (Leiden. Print), v. 145, p. 277-295, 2008.

Capítulos de livros publicados
1.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.. Anti-Predator Strategies. Behaviour and Ecology of Spiders. 1ed.: Springer International Publishing, 2017, v. , p. 397-415.

2.
Herberstein, M. E. ; Gawryszewski, F.M. . UV and Camouflage in Crab Spiders (Thomisidae). In: Wolfgang Nentwig. (Org.). Spider Ecophysiology. 1ed.Berlin, Heidelberg: Spinger-Verlag, 2013, v. , p. 349-360.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . Variação no padrão de cores da aranha Gasteracantha cancriformis (Araneidae) no cerrado do Distrito Federal. In: VII Congresso de Ecologia do Brasil, 2005, Caxambu. Anais do VII Congresso de Ecologia do Brasil, 2005.

2.
ANDREOZZI, M. M. ; GAWRYSZEWSKI, F. M. ; MOTTA, P. C. . Aranhas de Teia Orbicular do Cerrado: Um Enfoque na Coloração. In: VI Congresso de Ecologia do Brasil, 2003, Fortaleza. Anais de Trabalhos Completos do VI Congresso de Ecologia do Brasil, 2003. p. 547-549.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ELIAS, M. A. M. ; Gawryszewski, F.M. . ONTOGENIA E HEREDITARIEDADE DOS DIFERENTES PADRÕES DE COLORAÇÃO DA ARANHA DE TEIA ORBICULAR GASTERACANTHA CANCRIFORMIS (ARANEIDAE). In: 13o CONPEEX, 2016, Goiânia. ANAIS DO XIII CONPEEX. Goiania, 2016. v. 1. p. 477-479.

2.
Gawryszewski, F.M.. Evolution and morphology of crab spider (Thomisidae) colouration: colour change and masking behaviour. In: Evolution, 2015, Guarujá, SP. Evolution 2015 Abstracts, 2015.

3.
GONCALVES, N. X. ; GAWRYSZEWSKI, F. M. . Associação entre a coloração da aranha Gasteracantha cancriformis (Araneae, Araneidae) e o sucesso de forrageamento. In: XXXIII Encontro Anual de Etologia, 2015, Belém. Livro de Resumos do XXXIII EAE, 2015. v. 1. p. 127-127.

4.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; Debra Birch ; HERBERSTEIN, MARIE E. . UV reflectance in crab spiders (Thomisidae) is derived from guanine crystals. In: 2011 Annual Meeting of The American Arachnological Society, 2011, Portland. Book of Abstracts 2011 Annual Meeting of The American Arachnological Society. Porland.

5.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; LLANDRES, ANA L. ; Debra Birch ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Mechanism and function of colour variation in the crab spider Thomisus spectabilis (Thomisidae). In: 18th Congress of Arachnology, 2010, Siedlce. Book of Abstracts 18th Congress of Arachnology. Siedlce, 2010.

6.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; Debra Birch ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Mechanism and function of body colour variation in crab spiders (Thomisidae). In: International Society for Behavioural Ecology Conference, 2010, Perth. International Society for Behavioural Ecology Conference, 2010.

7.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; van Broekhoven, S ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Can the enemy become an ally? Floral predators that attract rather than deter pollinators. In: 46th Annual Meeting of the Animal Behaviour Society, 2009, Pirenópolis. 46th Annual Meeting of the Animal Behaviour Society. Brasilia, 2009.

8.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . Silk tuft stabilimentum of Gasteracantha cancriformis (Araneidae): evidence against the prey attraction anf the web advertisement hypotheses. In: 17th International Congress of Arachnology, 2007, São Pedro. Abstracts of the 17th International Congress of Arachnology, 2007. p. 216-216.

9.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . Color morphs of an orb-weaver spider: testing the prey attraction hypothesis. In: 17th International Congress of Arachnology, 2007, São Pedro. Abstracts of the 17th International Congress of Arachnology, 2007. p. 217-217.

10.
MOTTA, P. C. ; GAWRYSZEWSKI, F. M. . Testing chemichal defense in Gasteracantha cancriformis (Araneae: Araneidae). In: 17th International Congress of Arachnology, 2007, São Pedro. Abstracts of the 17th International Congress of Arachnology, 2007. p. 175-175.

11.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. The effect of body coloration on the rate and type of prey captured by an orb-weaver spider. In: 11th International Behavioural Ecology Congress, 2006, Tours. Proceedings of the 11th ISBE, 2006.

12.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . A relação entre coloração e captura de presas em Gasteracantha cancriformis (Araneidae). In: Primer Congreso Latinoamericano de Aracnología, 2005, Minas. Actas Primer Congreso Latinoamericano de Aracnología, 2005. p. 188-188.

13.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MIRANDA, H. S. . Efeitos do fogo na floração, frutificação, produção e germinação de sementes em Vochysia elliptica (Vochysiaceae). In: Simpósio Ecologia e Biodiversidade do Cerrado, 2002, Brasília. Resumos do Simpósio de Ecologia e Biodiversidade do Cerrado, 2002. p. 09-09.

14.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MIRANDA, H. S. . Efeitos do Fogo na Espécie Vochysia elliptica (Vochysiaceae) em Áreas de Cerrado. In: VIII Congresso de Iniciação Cientifica da Universidade de Brasília, 2002, Brasília. Compact Disc do VIII Congresso de Iniciação Cientifica da Universidade de Brasília. Brasília: Universidade de Brasília, 2002.

Apresentações de Trabalho
1.
Gawryszewski, F.M.. A Evolução da Coloração na Interação entre Presas e Predadores. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
Gawryszewski, F.M.. Como não ser visto? A evolução da camuflagem na interação entre presas e predadores. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; Debra Birch ; HERBERSTEIN, MARIE E. . UV reflectance in crab spiders (Thomisidae) is derived from guanine crystals. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; Debra Birch ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Mechanism and function of body colour variation in crab spiders (Thomisidae). 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.; LLANDRES, ANA L. ; Debra Birch ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Mechanism and function of colour variation in the crab spider Thomisus spectabilis (Thomisidae). 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; van Broekhoven, S ; HERBERSTEIN, MARIE E. . Can the enemy become an ally? Floral predators that attract rather than deter pollinators. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . Silk tuft stabilimentum of Gasteracantha cancriformis (Araneidae): evidence against the prey attraction anf the web advertisement hypotheses. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . Color morphs of an orb-weaver spider: testing the prey attraction hypothesis. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . GAWRYSZEWSKI, F. M. . The effect of body coloration on the rate and type of prey captured by an orb-weaver spider. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . Variação no padrão de cores da aranha Gasteracantha cancriformis (Araneidae) no cerrado do Distrito Federal. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MOTTA, P. C. . A relação entre coloração e captura de presas em Gasteracantha cancriformis (Araneidae. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
ANDREOZZI, M. M. ; GAWRYSZEWSKI, F. M. ; MOTTA, P. C. . Aranhas de Teia Orbicular do Cerrado: Um Enfoque na Coloração. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MIRANDA, H. S. . Efeitos do fogo na floração, frutificação, produção e germinação de sementes em Vochysia elliptica (Vochysiaceae). 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
GAWRYSZEWSKI, F. M.; MIRANDA, H. S. . Efeitos do Fogo na Espécie Vochysia elliptica (Vochysiaceae) em Áreas de Cerrado. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Áreas prioritárias para a criação de unidades de conservação na Caatinga. 2007.

Programas de computador sem registro
1.
Gawryszewski, F.M.. colourvision R package - Colour vision models and colour spaces for dichromatic, trichromatic and tetrachromatic animals. 2016.

2.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Sistema de Acompanhamento de Processos da Compensação Ambiental - SICOP. 2004.

Trabalhos técnicos
1.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido ao Journal of Animal Ecology. 2018.

2.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido ao Biological Journal of the Linnean Society. 2018.

3.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.. Parecer em manuscrito submetido ao Journal of Animal Ecology. 2018.

4.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido ao Biological Journal of the Linnean Society. 2018.

5.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Arthropod-Plant Interactions. 2017.

6.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Evolutionary Ecology. 2017.

7.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Animal Behaviour. 2017.

8.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido ao Biological Journal of the Linnean Society. 2016.

9.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Animal Behaviour. 2015.

10.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Oecologia Australis. 2015.

11.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Entomological Sciences. 2015.

12.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Animal Behaviour. 2015.

13.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido ao Bulletin of Marine Science. 2014.

14.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Ecology and Evolution. 2014.

15.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido ao Journal of Insect Behaviour. 2014.

16.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Ethology. 2012.

17.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido ao Journal of Insect Behavior. 2012.

18.
Gawryszewski, F.M.. Parecer em manuscrito submetido a Studies on Neotropical Fauna and Environment. 2011.


Demais tipos de produção técnica
1.
Gawryszewski, F.M.. Modelagem Matemática da Visão em Cores para Estudos em Biodiversidade Animal. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
Gawryszewski, F.M.. Videosaulas para ensino de Evolução (graduação). 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Videoaulas).


Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
Gawryszewski, F.M.. Capa da Revista Functional Ecology; DOI: 10.1111/1365-2435.12300. 2015. Fotografia.

2.
Gawryszewski, F.M.. Capa da Revista Ethology; DOI: 10.1111/eth.12163. 2014. Fotografia.

3.
Gawryszewski, F.M.. Capa da Revista Ethology; DOI: 10.1111/j.1439-0310.2012.02082.x. 2012. Fotografia.

4.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Exposição Fotográfica 'Biologia em Foco'. 2002. Fotografia.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CAMPOS, M. J. O.; GAWRYSZEWSKI, F. M.; ZUBEN, C. J. V.. Participação em banca de Bruno Barufatti Grisolia. Efeitos indiretos das aranhas Peucetia (flava e rubrolineata) (Oxyopidae) e Misumenops argenteus (Thomisidae) no sucesso reprodutivo de Trichogoniopsis adenantha (DC) (Asteraceae) e no comportamento das guildas associadas à planta. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciencias Biologicas (Zoologia)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Teses de doutorado
1.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Participação em banca de Rafael Campos Duarte. Polimorfismo de cor e sua função em Hippolyte obliquimanus: camuflagem e diversificação no uso de recursos. 2017. Tese (Doutorado em Biologia Comparada) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.. Participação em banca de Lia Kajiki. Evolução do sistema de acasalamento do Soldadinho (Antilophia galeata) (Aves: Pipridae): pressões seletivas divergentes?. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de Brasília.

2.
TIDON, R.; PEIXOTO, P. E. C.; GAWRYSZEWSKI, F. M.. Participação em banca de Leonardo Braga Castilho. Seleção sexual na aranha urbana Hasarius adansoni (Araneae: Salticidae). 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
Gawryszewski, F.M.. Participação em banca de Nicholas Diniz Mazzei. Paleomacroecologia de Dinosauria: avaliação da regra de Bergmann na evolução do tamanho corporal dentro do grupo. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Biodiversidade Animal) - Universidade Federal de Goiás.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Participação em banca de Angelina Matos; Irinéia Gomes; Carmen Faria. Lixo, Coleta, Reciclagem e seus efeitos na Saúde na Cidade de Senador Canedo - GO. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciências da Natureza - Goiás) - Universidade de Brasília.

2.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Participação em banca de Maria S Ferreira; Maria LM Figueiredo; Abraham TM da Silva. A utilização do Fogo no Cerrado - Causas e Consequências no município de Hidrolina. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciências da Natureza - Goiás) - Universidade de Brasília.

3.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Participação em banca de Lídia Daiane Santos & Valta Machado de Souza. Estudo sobre a degradação da mata de galeria do córrego do Vaz. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciências da Natureza - Goiás) - Universidade de Brasília.

4.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Participação em banca de Keila Santos; Lecirlei Medeiros. Breves considerações sobre as condições do Cerrado Goiano. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciências da Natureza - Goiás) - Universidade de Brasília.

5.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. Participação em banca de Eva Catia R.R. Silva & Leonel L. Borges. Lixo: Uma Preocupação Ecológica para o Século XXI. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciências da Natureza - Goiás) - Universidade de Brasília.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Gawryszewski, F.M.. Comissão de Seleção Pós-doutorado PPGBAN/UFG. 2015. Universidade Federal de Goiás.

2.
Gawryszewski, F.M.; Bastos, R; Brito, Pedro. Comissão de Seleção para Professor Visitante UFG/PPGBAN (Presidente). 2015. Universidade Federal de Goiás.

3.
Gawryszewski, F.M.. Comissão de Seleção da Monitoria da Graduação UFG (Presidente). 2015. Universidade Federal de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
14o CONPEEX - A Matemática Está em Tudo. 2017. (Congresso).

2.
26a Semana do ICB. Como não ser visto? A evolução da camuflagem na interação entre presas e predadores. 2015. (Congresso).

3.
Evolution. Evolution and morphology of crab spider (Thomisidae) colouration: colour change and masking behaviour. 2015. (Congresso).

4.
25a Semana do ICB. Mecanismo, função e evolução da coloração em animais. 2014. (Congresso).

5.
2a Jornada INDE/Academia. 2014. (Simpósio).

6.
2011 Annual Meeting of The American Arachnological Society.UV reflectance in crab spiders (Thomisidae) is derived from guanine crystals. 2011. (Encontro).

7.
18th Congress of Arachnology. Mechanism and function of colour variation in the crab spider Thomisus spectabilis (Thomisidae). 2010. (Congresso).

8.
International Society for Behavioural Ecology Conference. Mechanism and function of body colour variation in crab spiders (Thomisidae). 2010. (Congresso).

9.
2009 Annual Conference of the Australasian Society for the Study of Animal Behaviour. 2009. (Congresso).

10.
46th Animal Behavior Meeting. Can the enemy become an ally? Floral predators that attract rather than deter pollinators. 2009. (Congresso).

11.
2008 Annual Conference of the Australasian Society for the Study of Animal Behaviour. 2008. (Congresso).

12.
17th International Congress of Arachnology. Silk tuft stabilimentum of Gasteracantha cancriformis (Araneidae): evidence against the prey attraction and the web advertisement hypotheses. 2007. (Congresso).

13.
11th International Congress of Behavioral Ecology. 11th International Congress of Behavioural Ecology. 2006. (Congresso).

14.
Primer Congreso Latinoamericano de Aracnología. Primer Congreso Latinoamericano de Aracnología. 2005. (Congresso).

15.
VII Congresso de Ecologia do Brasil. VII Congresso de Ecologia do Brasil. 2005. (Congresso).

16.
24º Encontro Nacional de Estudantes de Biologia - 24º ENEB. 2003. (Encontro).

17.
III Fórum Social Mundial. 2003. (Encontro).

18.
Sociologia de Intervenção e Análise Institucional. 2003. (Seminário).

19.
VI Congresso de Ecologia do Brasil. VI Congresso de Ecologia do Brasil. 2003. (Congresso).

20.
23º Encontro Nacional de Estudantes de Biologia - 23º ENEB. 2002. (Encontro).

21.
I Exposição Biologia em Foco. Três fotos. 2002. (Exposição).

22.
Simpósio Ecologia e Biodiversidade do Cerrado.Simpósio Ecologia e Biodiversidade do Cerrado. 2002. (Simpósio).

23.
VIII Congresso de Iniciação Científica da Universidade de Brasília. Efitos do Fogo na Espécie Vochysia elliptica (Vochysiaceae) em Áreas de Cerrado. 2002. (Congresso).

24.
XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia. 2002. (Congresso).

25.
22º Encontro Nacional de Estudantes de Biologia - 22º ENEB. 2001. (Encontro).

26.
52ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). 2000. (Congresso).

27.
Semana do Cerrado. 2000. (Encontro).

28.
V Congresso de Ecologia do Brasil. 2000. (Congresso).

29.
Simpósio Meio Ambiente e Biotecnologia no Instituto de Ciências Biológicas: Impactos e Perspectivas - Projeto Universidade de Brasília 500 anos. 1999. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
GAWRYSZEWSKI, FELIPE M.. Seminário Internacional Infância e Comunicação. 2013. (Congresso).

2.
GAWRYSZEWSKI, F. M.. 23o Encontro Nacional de Estudantes de Biologia. 2002. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Ana Carolina Fleury Curado. Não há. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Animal) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

2.
Joyce de Lima Mamede. Sem título. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Coorientador).

3.
Marco Aurélio Mendes Elias. Sem título. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Animal) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Nathalia Ximenes Gonçalves. Coloração e uso de habitat no nível das comunidades e populações. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Felipe Malheiros Gawryszewski.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Angelina Matos; Irinéia Gomes; Carmen Faria. Lixo, Coleta, Reciclagem e seus efeitos na Saúde na Cidade de Senador Canedo - GO. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciências da Natureza - Goiás) - Universidade de Brasília. Orientador: Felipe Malheiros Gawryszewski.

Iniciação científica
1.
Marco Aurélio Mendes Elias. Padrão de Herança e Ontogenia de Gasteracantha cancriformis (Araneidae). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Felipe Malheiros Gawryszewski.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
Gawryszewski, F.M.. Como não ser visto? A evolução da camuflagem na interação entre presas e predadores. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
Gawryszewski, F.M.. A Evolução da Coloração na Interação entre Presas e Predadores. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
Gawryszewski, F.M.. Modelagem Matemática da Visão em Cores para Estudos em Biodiversidade Animal. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
Gawryszewski, F.M.. Videosaulas para ensino de Evolução (graduação). 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Videoaulas).



Outras informações relevantes


1. International English Testing System (IELTS), Overall Band Score: 7.0 (2007)

2. Aprovado no Concurso Público para Vaga de Nível Superior no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA (2004)

3. Aprovado no Concurso Público para Vaga de Nível Superior no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação - MCTI (2012)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 11/12/2018 às 21:14:50