Diego Freitas Rodrigues

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4648723371446148
  • Última atualização do currículo em 08/10/2018


Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal de São Carlos com estágio "Sandwich" no Centro de Estudios Demográficos, Urbanos y Ambientales do Colégio de México. Atua como Pesquisador Colaborador do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP - Sergipe). Coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. Professor do Programa de Pós Graduação em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas do Centro Universitário Tiradentes e Professor Colaborador do Programa de Pós Graduação em Saúde e Ambiente da Universidade Tiradentes. Membro da Associação Brasileira de Avaliação de Impacto (ABAI) e da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Áreas de interesse: Políticas Públicas; Avaliação de Impacto Ambiental; Avaliação de Políticas e Programas na área de Saúde Ambiental; Política Comparada; Indicadores de Sustentabilidade. Blog: https://observatoriodeimpactos.blog/ (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Diego Freitas Rodrigues
Nome em citações bibliográficas
RODRIGUES, D. F.;FREITAS, D.

Endereço


Endereço Profissional
Centro Universitário Tiradentes.
Avenida Comendador Gustavo Paiva - número 5017
Cruz das Almas
57038000 - Maceió, AL - Brasil
Telefone: (82) 81193539


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Doutorado em Ciencia Politica.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
com período sanduíche em Colegio de Mexico (Orientador: Dra. Judith Dominguez Serrano).
Título: DESENHO INSTITUCIONAL, POLIARQUIA DECISÓRIA E FORMULAÇÃO DA POLÍTICA BRASILEIRA DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS: ESTUDO DE CASO DA COMISSÃO INTERMINISTERIAL DE MUDANÇA GLOBAL DO CLIMA, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Prof. Dr. Marcelo Coutinho Vargas.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Regime Internacional de Mudanças Climáticas; Poliarquia Decisória; Políticas Públicas Ambientais.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Administração Pública, Defesa e Seguridade Social.
2007 - 2009
Mestrado em Ciência Política.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Cooperação Horizontal Sul Sul: avaliação do desempenho político do Fórum de Diálogo Trilateral Índia, Brasil e África do Sul (IBAS),Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Marcos Ferreira da Costa Lima.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Coalizão Sul - Sul; Política Externa Comparada; Fórum IBAS.
Grande área: Ciências Humanas
2017
Graduação em andamento em Gestão Ambiental.
Universidade Estácio de Sá, UNESA, Brasil.
1999 - 2003
Graduação em Licenciatura Plena E Bacharelado Em História.
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Título: ENTRE OS VEDAS E O CORÃO: O PAPEL DA RELIGIÃO NO PROCESSO DE INDEPÊNDENCIA DA INDIA..
Orientador: PIO PENNA FILHO.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Treinamento para os Comitês de Ética em Pesquisa. (Carga horária: 16h).
Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, CONEP, Brasil.
2017 - 2017
Treinamento para os Comitês de Ética em Pesquisa dos Estados de AL e PE. (Carga horária: 16h).
Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, CONEP, Brasil.
2015 - 2015
Terra View. (Carga horária: 20h).
Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, CEBRAP, Brasil.
2014 - 2014
Métodos de Avaliação de Impacto Ambiental. (Carga horária: 8h).
Associação Brasileira de Avaliação de Impacto, ABAI, Brasil.
2013 - 2013
Pagamento por Serviços Ambientais. (Carga horária: 4h).
Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, ECOECO, Brasil.
2011 - 2011
SSPS aplicado para Ciências Sociais e RI.. (Carga horária: 44h).
Centro de Estudos das Negociações Internacionais Ltda, CAENI, Brasil.
2010 - 2010
Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável - H. (Carga horária: 5h).
Fundação Getulio Vargas - SP, FGV-SP, Brasil.
2010 - 2010
Mercado de Carbono. (Carga horária: 24h).
Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
2010 - 2010
Oficina Indicadores de Desenvolvimento Sustentável. (Carga horária: 16h).
Faculdade de Saúde Pública - USP, FSP-USP, Brasil.
2001 - 2001
Extensão universitária em Extensão Em Arqueologia de História. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto de Tecnologia e Pesquisa, ITP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Associado, Carga horária: 0

Atividades

08/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Tecnologia e Pesquisa, .

05/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Tecnologia e Pesquisa, .


Centro Universitário Tiradentes, UNIT, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de PPG, Carga horária: 32, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor da Pós Graduação em Sociedade, Tecnologia e Políticas Públicas

Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê de Ética em Pesquisa, Carga horária: 0

Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Titular I, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
O Centro Universitário Tiradentes (UNIT/AL) foi instituído através da portaria do MEC nº795 de 11 de setembro de 2014, sendo anteriormente Faculdade Integrada Tiradentes. Desta data em diante, as atividades desenvolvidas na instituição estarão cadastradas neste vínculo, mantendo-se a continuidade das atividades e todo o histórico do vínculo anterior mencionado (Faculdade Integrada Tiradentes).

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor de PPG, Carga horária: 28, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impacto Ambiental
07/2018 - Atual
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impactos Ambientais
06/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comitê de Ética em Pesquisa, .

Cargo ou função
Coordenador.
01/2015 - Atual
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gestão Pública
07/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Núcleo Interdisciplinar de Pós Graduação, .

03/2018 - 07/2018
Ensino, Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Interdisciplinaridade em Sociedade e Ambiente
02/2018 - 06/2018
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impactos Ambientais
08/2017 - 11/2017
Ensino, Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tecnologia e Políticas Públicas
03/2017 - 07/2017
Ensino, Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia da Pesquisa Interdisciplinar
01/2017 - 06/2017
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impactos Ambientais
08/2016 - 12/2016
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia e Políticas Públicas
08/2016 - 12/2016
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impactos Ambientais
08/2016 - 11/2016
Ensino, Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impacto Ambiental
04/2016 - 08/2016
Ensino, Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia da Pesquisa Interdisciplinar
02/2016 - 06/2016
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impactos Ambientais
02/2016 - 06/2016
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia e Políticas Públicas
08/2015 - 12/2015
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação de Impactos Ambientais
08/2015 - 12/2015
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia e Políticas Públicas
08/2015 - 08/2015
Ensino, Políticas Públicas e Planejamento Governamental, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Sistemas de Informação Pública
05/2015 - 06/2015
Ensino, Gestão de Cidades, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Gestão Financeira de Políticas Públicas de Saúde e Educação
01/2015 - 06/2015
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia e Políticas Públicas
07/2014 - 12/2014
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia e Políticas Públicas
07/2014 - 12/2014
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gestão Pública
08/2014 - 08/2014
Ensino, Políticas Públicas e Planejamento Governamental, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Políticas Públicas e Macro Economia

Universidade Tiradentes, UNIT, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Professor Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador do PPGSA, Carga horária: 8
Outras informações
Professor Colaborador do Programa de Pós Graduação em Saúde e Ambiente da Universidade Tiradentes.

Atividades

10/2017 - Atual
Ensino, Saúde e Ambiente, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas Públicas de Saúde e Ambiente
05/2014 - Atual
Ensino, Saúde e Ambiente, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Prospecção e Diagnose de Biodiversidade Regional
10/2017 - 11/2017
Ensino, Saúde e Ambiente, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas Públicas de Saúde e Ambiente
10/2015 - 11/2015
Ensino, Saúde e Ambiente, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas Públicas de Saúde e Ambiente
10/2014 - 10/2014
Ensino, Saúde e Ambiente, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Transformações sócio-ambientais e saúde regional

Faculdade Integrada Tiradentes, FITS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Titular I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
A Faculdade Integrada Tiradentes foi transformada em Centro Universitário Tiradentes (UNIT/AL) através da portaria do MEC nº 795 de 11 de setembro de 2014. Desta data em diante, as atividades desenvolvidas na instituição estarão cadastradas no vínculo próprio, mantendo-se a continuidade das atividades.

Atividades

07/2014 - Atual
Direção e administração, Núcleo Interdisciplinar de Pós Graduação, .

Cargo ou função
Pesquisador.
02/2014 - Atual
Ensino, Fisioterapia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Pesquisa
02/2014 - Atual
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia e Políticas Públicas
02/2014 - Atual
Ensino, Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gestão Pública
02/2014 - Atual
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Legislação e Direito Ambiental
12/2013 - Atual
Ensino, Políticas Públicas e Planejamento Governamental, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Introdução à Análise Política e ao Planejamento Governamental
08/2014 - 08/2014
Ensino, Políticas Públicas e Planejamento Governamental, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Políticas Públicas e Macro Economia
08/2013 - 12/2013
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Legislação e Direito Ambiental
05/2013 - 12/2013
Ensino, Odontologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia Científica
05/2013 - 12/2013
Ensino, Fisioterapia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Pesquisa

Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Bolsista de Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.


Colegio de Mexico, C.MEXICO, México.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio de Doutorado no CEDUA - COLMEX, Carga horária: 0


Faculdade Cenecista de Sinop, FACENOP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40



Linhas de pesquisa


1.
Avaliação de Impactos Ambientais e Qualidade Democrática

Objetivo: Objetiva-se desenvolver pesquisas interdisciplinares envolvendo os campos da Ciência Política e da Avaliação de Impactos Ambientais com ênfase em estudos comparados sobre participação pública no licenciamento ambiental e estudos de caso sobre avaliação dos impactos ambientais de obras de infraestrutura em unidades de conservação.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Avaliação de Impacto Ambiental.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Palavras-chave: Conflitos socioambientais; consulta prévia; Licenciamento Ambiental; Política Comparada; Unidades de Conservação.
2.
Avaliação de Políticas Públicas em Saúde e Ambiente

Objetivo: Analisar a implementação de políticas públicas em saúde ambiental com ênfase em prevenção e controle, seja por meio de estudos de caso ou em medida comparada..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Planejamento Urbano e Regional / Subárea: Fundamentos do Planejamento Urbano e Regional / Especialidade: Política Urbana.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Palavras-chave: Implementação de Políticas Públicas; Saúde Ambiental; saúde coletiva.
3.
Tecnologia, Ambiente e Saúde

Objetivo: Esta linha de pesquisa contempla investigações interdisciplinares em torno de três eixos de atuação: tecnologia, ambiente e saúde. Desenvolve pesquisas em temas como tecnologias sociais e processos industriais, epidemiologia e biotecnologia em saúde, sustentabilidade e ecologia humana, planejamento territorial e qualidade democrática. A abordagem contextualiza de forma inovadora os temas de pesquisa, relacionando-os às políticas públicas..


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Avaliação Comparada do Impacto do Desequilíbrio Ambiental Urbano na Distribuição Espacial dos Casos Notificados de Arboviroses nas Regiões Metropolitanas de Belém, Cuiabá, Maceió e Porto Alegre
Descrição: Há correlação entre o desequilíbrio ambiental urbano e a distribuição espacial dos casos de arboviroses nas Regiões Metropolitanas (RM) de Maceió, Cuiabá, Porto Alegre e Belém? A hipótese de trabalho é que há uma associação direta entre a distribuição de casos de arboviroses e o maior desequilíbrio ambiental urbano (áreas ocupadas sob acentuada desigualdade social e menor desenvolvimento humano e que perderam a função urbana do uso do solo e se degradaram) das áreas impactadas nas regiões metropolitanas selecionadas. A população em estudo consiste nos casos notificados de arboviroses (zika vírus, chikungunya e dengue) nas regiões metropolitanas selecionadas. O objetivo da pesquisa é identificar, mapear, quantificar e comparar a distribuição espacial e as incidências de casos de arboviroses notificados a partir de 2014 e correlacionar ao número de áreas degradadas urbanas nas RM, caracterizadas por significativa desigualdade intra-metropolitana refletida no índice de desenvolvimento humano - municipal. Por meio de Análise Fatorial, pretende-se realizar um estudo exploratório-descritivo. Exploratório porque se mantém aberto a redefinição de conceitos e estratégia de análise e descritivo porque parte de uma série de hipóteses e questões previamente definidas. Por meio da correlação de Pearson, testaremos o grau de associação entre as variáveis selecionadas. A técnica de Kernel será utilizada para detecção de aglomerados. De forma associada para compor a metodologia de pesquisa, trabalharemos com a análise de imagens orbitais das RM por meio do Google Earth Pro, utilizando dos sensores LANDSAT-5 e LANDSAT-7 com resolução espacial de 30 metros, e com o QGIS para efeito de identificar, quantificar e mapear as áreas degradadas e dispor espacialmente os casos notificados de arboviroses..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Diego Freitas Rodrigues - Coordenador / Ranulfo Paranhos - Integrante / Lorena Sampaio Almeida - Integrante / Pedro Barcellos - Integrante / Valter Silva - Integrante / Ana Lídia Soares Cota - Integrante / Letícia Maria Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2016 - 2017
?Desenvolvimento como Sustentabilidade?? Avaliação do Déficit Socioecológico em Regiões Metropolitanas do Centro-Oeste e Nordeste do Brasil
Descrição: Cidades com melhor índice de desenvolvimento humano são cidades com menor déficit socioecológico? Através de indicadores selecionados e, posteriormente, reduzidos a fatores, objetiva-se a composição de um índice de déficit socioecológico urbano para avaliação da correlação entre um melhor índice de desenvolvimento humano e a maior vitalidade dos ecossistemas ambientais urbanos e a saúde ambiental de cidades e regiões metropolitanas selecionadas (Belém, Brasília, Cuiabá, Maceió, Manaus, Recife). As cidades e suas respectivas Macrozonas Urbanas foram selecionadas a partir de dois critérios: o desempenho aproximado no Índice de Desenvolvimento Humano ? Municipal (IDH-M) e a taxa de urbanização. Dada a seleção, serão trabalhados dois grupos de indicadores: Vitalidade dos Ecossistemas Urbanos: (1) quantificação de áreas verdes preservadas nas regiões metropolitanas, (2) áreas de preservação permanente para produção de água sob impacto, (3) investimento em recuperação de áreas verdes, (3) proporção de áreas de preservação permanente sob ocupação irregular, (4) percentual de população urbana que vive em favelas, (5) taxa de mudança de solo não urbano para urbano. Saúde Ambiental: (1) abastecimento público de água potável na área urbana, (2) instalações sanitárias, (3) coleta de lixo e (4) resíduos depositados em aterros sanitários..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Diego Freitas Rodrigues - Coordenador / Tainá Teixeira Cavalcante de Lima - Integrante / Nathália Nascimento Silva e Souza - Integrante / Janaína Junkes - Integrante / Edson Struminski - Integrante / Mariana Lima e Maia - Integrante / Letícia Alves de Araújo - Integrante / Lorena Sampaio Almeida - Integrante / Pedro Barcellos - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 4
2014 - 2018
Sustentabilidade, Políticas Públicas e Inovação
Descrição: Uma das características da investigação sobre a sustentabilidade é a necessidade de abordagens que a incorporem de forma interdisciplinar, tanto no campo das Ciências Sociais e Aplicadas quanto nas Biológicas e nas Exatas. A própria ideia envolvendo sustentabilidade não se resume ao meio ambiente isolado das suas dimensões antrópicas, mas as inclui de maneira interdependente. Uma das características envolvendo as dimensões sociais, econômicas e ecológicas da sustentabilidade é a transversalidade das políticas públicas, pois elas se estendem do fomento da inovação de tecnologias sociais ao planejamento urbano-ambiental, das estratégias políticas de conservação da biodiversidade à valoração econômica de bens e serviços ambientais, do debate sobre ética e consumo ao desenvolvimento de tecnologias mais limpas, entre outras interfaces. Esta proposta exploratória, por isso aberta à redefinição de conceitos e estratégia de análise, busca investigar a sustentabilidade, ou a ausência dela, envolvendo as políticas públicas como objeto de estudo, nas suas dimensões local e/ou regional, por meio de estudos de caso e/ou em medida comparada. Adota-se nesta pesquisa uma metodologia mista. Para tanto, serão elaborados indicadores quantitativos que mensurem o quadro de sustentabilidade forte ou fraca de políticas públicas, além do uso complementar de etnografia e análise de imagens orbitais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Diego Freitas Rodrigues - Coordenador / Janaína Junkes - Integrante / Edson Struminski - Integrante.
Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 5
2014 - 2016
: ?É a qualidade democrática um indicador de melhor sustentabilidade ambiental? Aplicação do Environmental Performance Index e do Democracy Index para análise de países da América Latina?
Descrição: A emergência dos problemas ambientais está acentuadamente vinculada à ausência ou baixa percepção da ligação existente entre as atividades antrópicas e suas externalidades ambientais, só muito recentemente incorporadas com a devida importância como objeto de pesquisa pela Ciência Política. Este projeto de pesquisa, utilizando metodologia quantitativa envolvendo abordagem comparativa amparada numa base de dados multivariados, tem por objetivo analisar a correlação entre melhor desempenho ambiental e melhor qualidade democrática em países da América Latina. Diante desse cenário surge a seguinte pergunta: Qual tipo de regime político tem melhor desempenho ambiental? Para responder a essa pergunta, partimos da hipótese de quanto mais democrático um país, melhor é o seu desempenho ambiental. A hipótese central do estudo é que o baixo desempenho de indicadores de governabilidade democrática resulta em menor proteção político-institucional dos recursos naturais bióticos e abióticos, renováveis e não renováveis. Neste sentido, países com melhores índices de governança democrática, mensurado por variáveis independentes como Controle de Corrupção, Estabilidade Política e Accountability, possuem melhores indicadores de desempenho quanto à gestão de seus bens e serviços ecossistêmicos, como Saúde Ambiental e Vitalidade dos Ecossistemas. Usamos o Democracy Index para representar a qualidade democrática e o Environmental Performance Index para representar o desempenho ambiental..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Diego Freitas Rodrigues - Coordenador / Alan do Nascimento Pedrosa - Integrante / Denisson Silva - Integrante / Edson Struminski - Integrante / Mariana Lima e Maia - Integrante.Financiador(es): Centro Universitário Tiradentes - Bolsa.Número de orientações: 2
2014 - Atual
O impacto social das reformas da gestão pública no nordeste: Alagoas, Pernambuco e Sergipe em perspectiva comparada (2006-2013)
Descrição: A pesquisa visa analisar e comparar a gestão pública nos Estados de Alagoas, de Pernambuco e de Sergipe. Objetiva investigar o impacto das recentes reestruturações na administração pública nos gastos públicos, nos indicadores sociais, na oferta de serviços públicos e na promoção de políticas públicas nestes Estados do nordeste brasileiro. Para tanto, através de fontes variadas, analisa-se a oferta de serviços públicos básicos, os indicadores sociais e os gastos públicos antes e depois das reestruturações administrativas em ambos os Estados Federativos. Acredita-se que tal empenho possa trazer dados novos para a área de administração pública no Brasil, em geral, e para o nordeste em particular, demonstrando, assim, a importância desta esfera governamental para a promoção e implementação de políticas públicas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Diego Freitas Rodrigues - Integrante / Lorena Madruga Monteiro - Coordenador / Verônica Teixeira Marques - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - 2017
MAIS ACCOUNTABILITY, MAIOR SUSTENTABILIDADE? INVESTIMENTO ESTRANGEIRO DIRETO E O CONTROLE DEMOCRÁTICO NO LICENCIAMENTO AMBIENTAL EM MINERAÇÃO NA AMAZÔNIA BRASILEIRA, COLOMBIANA E PERUANA (2006 - 2012)
Descrição: Qual o impacto do investimento estrangeiro direto na sustentabilidade ambiental? Este projeto de pesquisa, utilizando metodologia mista envolvendo método comparativo amparado numa base de dados multivariados, tem por objetivo analisar a correlação positiva, na Amazônia brasileira, colombiana e peruana, entre a maior recepção de investimento estrangeiro direto (IED) na exploração de recursos naturais como mineração e uma maior degradação e baixa compensação ambiental nos países. Diferencia-se o status dessa correlação pelo grau de institucionalização de mecanismos de controle democrático no licenciamento ambiental em mineração em cada país. Para efeito de analisar a accountability no processo de licenciamento ambiental, será feito um mapa comparativo do IED na atividade de mineração, entre os anos de 2006 a 2012, auditadas pelas instituições de controle ambiental, IBAMA/Ministério do Meio Ambiente no Brasil, Ministerio de Ambiente y Desarrollo Sostenible/Autoridad Nacional de Licencias Ambientales na Colômbia e ao Ministerio del Ambiente/Contraloría General de La República no Peru. A escolha das unidades de análise se deu por representarem, na América do Sul, os países que mais receberam IED no setor de mineração nos últimos dez anos, de acordo com a CEPAL. Pressupõe-se que a menor institucionalização de mecanismos de controle democrático impacta diretamente na menor capacidade de gestão ambiental dos países e na pior qualidade de indicadores político-ambientais, cenário mensurado por indicadores diretos como (1) taxa de desmatamento em áreas sob mineração, (2) menor proporção de ecossistemas frágeis protegidos, (3) redução de auditorias ambientais operacionais realizadas por órgãos de licenciamento ambiental, (4) quantidade de projetos de mineração licenciados próximos a áreas protegidas e (5) quantidade de conflitos socioambientais relativos a atividades de mineração nos países ou indicadores indiretos como (6) preço de commodities minerais e (7) projetos de mineração financiados por bancos de desenvolvimento. A hipótese de pesquisa é que sob níveis de accountability mais baixos, o investimento estrangeiro direto tem efeito negativo na sustentabilidade ambiental..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Diego Freitas Rodrigues - Coordenador / Anelise Gomes da Silva - Integrante / Lorena Madruga Monteiro - Integrante / Alan do Nascimento Pedrosa - Integrante / Tainá Teixeira Cavalcante de Lima - Integrante / Nathália Nascimento Silva e Souza - Integrante / Wendell Ficher Teixeira Assis - Integrante / José Alexandre da Silva Júnior - Integrante / Alberto Luiz Teixeira da Silva - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 6
2009 - 2013
URBAN GROWTH, VULNERABILITY AND ADAPTATION: social and ecological dimensions of climate change in the coast of São Paulo
Descrição: This project seeks to lay the groundwork for the long-term study of the environmental consequences of climate change on the Coast of São Paulo. It asks specific scientific questions about the spatial and demographic constraints which will condition adaptive response to climate change by coastal communities and local-regional governments; about the context of social conflict concerning the appropriation of the region s natural resources and the potential solutions this conflict may generate for resolving the new tensions introduced by climate change; about local and regional governmental actors knowledge, concern and actions regarding climate change; and about the ecological changes which may occur as a consequence of climate change. While the project is a multi-method, multiscale research program, which includes all 15 municipalities of the São Paulo Coast and Cubatão (socio-economically, geographically and ecologically an integral part of the region, but not directly on the Coast), much of the research will be centered in Caraguatatuba. There, large-scale infrastructure investments in extraction and transportation of offshore oil and gas, planned and now underway, will condition the range of possible mitigation measures, socio-demographic and ecological vulnerabilities and adaptive responses to climate change. While the research team which presents this project has a long history of cooperative research, the complex nature of climate change demands new levels of integration. In associating geospatial, demographic, political, cultural and ecological dimensions within a single project, we seek to advance in the construction of more appropriate paradigms of coupled social and ecologic al systems. Given its pioneering character, the project will also establish databases designed for future monitoring and research. In addition to the University of Campinas, three other universities and two public research institutions will participate..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2010 - Atual
Periódico: Politica Hoje (UFPE. Impresso)
2010 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Teoria & Pesquisa
2014 - Atual
Periódico: Interfaces Científicas - Humanas e Sociais
2013 - Atual
Periódico: Política & Sociedade (Online)


Revisor de projeto de fomento


2015 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal
2014 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe
2013 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
2.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Avaliação de Impacto Ambiental.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Comparada.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Urbana.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:2
Total de citações:2
RODRIGUES, Diego Freitas.  Data: 07/07/2010

Artigos completos publicados em periódicos

1.
4RODRIGUES, D. F.2018RODRIGUES, D. F.; GALVAO, V. K. . Actors and institutions in the Brazilian Climate Change Policy. SUSTENTABILIDADE EM DEBATE, v. 9, p. 145, 2018.

2.
2RODRIGUES, D. F.2018RODRIGUES, D. F.; GALVAO, V. K. ; MENEZES, R. K. . Consulta prévia, accountability social e conflitos no licenciamento ambiental em mineração no Brasil e na Colômbia. REVISTA DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE AS AMÉRICAS, v. 12, p. 196-220, 2018.

3.
7RODRIGUES, D. F.2016RODRIGUES, D. F.. ?Paraísos Perdidos?: Investimento Estrangeiro Direto em Mineração e Conflitos Ecológicos Distributivos no Brasil, na Colômbia e no Peru. Teoria & Pesquisa, v. 25, p. 96-133, 2016.

4.
5PEDRO, M. V.2016PEDRO, M. V. ; RODRIGUES, D. F. ; SILVA, D. . Saúde é o que interessa? A influência do PSF no alcance da meta de redução da mortalidade infantil dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (2000-2011). Politica Hoje (UFPE. Impresso), v. 02, p. 175-212, 2016.

5.
10RODRIGUES, D. F.2016RODRIGUES, D. F.; PARANHOS, R. ; MELO, M. F. ; FIGUEIREDO FILHO, D. B. ; PIRES, M. S. . '?É dando que se recebe??: Dificuldades Metodológicas para Mensurar a Corrupção'. Interfaces Científicas - Direito, v. 4, p. 43-58, 2016.

6.
9RODRIGUES, D. F.2016RODRIGUES, D. F.; ARAUJO, L. A. ; ALMEIDA, L. S. ; MAIA, M. L. E. . CIDADES (IN) SUSTENTÁVEIS: O QUE NÃO DIZ OS INDICADORES?. Revista SODEBRAS, v. 11, p. 123-128, 2016.

7.
3PARANHOS, R.2016 PARANHOS, R. ; FIGUEIREDO FILHO, D. B. ; ROCHA, E. C. ; SILVA JUNIOR, J. A. ; RODRIGUES, D. F. . Uma introdução aos métodos mistos. Sociologias (UFRGS), v. 18, p. 384-411, 2016.

8.
1RODRIGUES, D. F.2015 RODRIGUES, D. F.; SILVA JUNIOR, J. A. ; SILVA, D. ; LIMA, T. T. C. . A sustentável leveza da democracia? Os efeitos da qualidade democrática sobre o desempenho ambiental. Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFPR), v. 33, p. 81-99, 2015.

9.
8RODRIGUES, D. F.2015RODRIGUES, D. F.; MELO, S. L. W. ; GUEDES, P. M. S. . Avaliação do impacto da industrialização no aumento de acidentes de trabalho no Brasil (2002-2012). Cadernos de Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas (Online), v. 16, p. 26-40, 2015.

10.
11RODRIGUES, D. F.2014RODRIGUES, D. F.; SOARES, Alessandra G. ; PIRES, M. S. . INSTITUIÇÕES DE CONTROLE EXTERNO, ESTABILIDADE DEMOCRÁTICA E ACCOUNTABILITY NO BRASIL, CHILE E URUGUAI. Cadernos de Estudos Sociais, v. 01, p. 57-85, 2014.

11.
12RODRIGUES, D. F.2013RODRIGUES, D. F.; SILVA, A. G. . Estabilidade democrática, crescimento econômico e desempenho ambiental na Argentina, Brasil e Peru: uma análise preliminar. Boletim da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, v. 29, p. 24-29, 2013.

12.
13MELO, M. F.2013MELO, M. F. ; RODRIGUES, D. F. ; MONTEIRO, L. M. . Paradigmas quantitativo e qualitativo no cotidiano da investigação. Interfaces Científicas - Humanas e Sociais, v. 1, p. 9-16, 2013.

13.
14RODRIGUES, D. F.2012RODRIGUES, D. F.. Instituições e accountability na teoria democrática contemporânea: considerações sobre qualidade e eficácia democrática. Paraná Eleitoral, v. 1, p. 131-146, 2012.

14.
15RODRIGUES, D. F.2012RODRIGUES, D. F.; STEINER, A. Q. . ?Crônica de uma Ineficiência Anunciada? Desempenho e déficit institucional do regime de mudanças climáticas na ONU?. Teoria & Pesquisa, v. 21, p. 90-96, 2012.

15.
17ANDRADE, T. N.2011ANDRADE, T. N. ; VARGAS, M. C. ; RODRIGUES, D. F. ; GUIRALDELI, I. ; NOZAWA, M. L. . Mudanças climáticas e ciências sociais: uma introdução. Augm Domus, v. 03, p. 01-09, 2011.

16.
16RODRIGUES, D. F.2011RODRIGUES, D. F.. Dinâmica Institucional, Políticas Públicas e o Desempenho Político Ambiental Brasileiro. Sustentabilidade em Debate, v. 2, p. 149-164, 2011.

17.
6RODRIGUES, D. F.2010 RODRIGUES, D. F.. Cooperação horizontal Sul-Sul: arranjos de concertação política entre a Índia, o Brasil e a África do Sul. Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso), v. 53, p. 45-66, 2010.

18.
18RODRIGUES, D. F.2010RODRIGUES, D. F.; PIRES, M. S. . Regime Internacional de Mudanças Climáticas: estagnação ou aprendizado institucional?. Politica Hoje (UFPE. Impresso), v. 19, p. 398-436, 2010.

19.
19STEINER, A. Q.2009STEINER, A. Q. ; RODRIGUES, D. F. . POLÍTICA AMBIENTAL INTERNACIONAL E SEGURANÇA COLETIVA: MUDANÇAS CLIMÁTICAS E CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU. Relações Internacionais no Mundo Atual, v. 9, p. 57-76, 2009.

20.
20RODRIGUES, D. F.2008RODRIGUES, D. F.. Estado, Democracia e a Emergência das Identidades Nacionais Indiana e Paquistanesa no Cenário Pós-Colonial. CSOnline (UFJF), v. 03, p. 22-51, 2008.

21.
21RODRIGUES, D. F.2005RODRIGUES, D. F.. O Estado criado como êxtase religioso: religião e política na formação do Estado do Paquistão. Último Andar (PUCSP. Impresso), São Paulo, v. n. 10, p. 31-41, 2005.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MONTEIRO, L. M. ; RODRIGUES, D. F. ; MARQUES, V. T. . Experiências de pesquisa interdisciplinar: caminhos e alternativas para fenômenos complexos. 01. ed. Rio de Janeiro: Bonecker Editora (Editora Bonecker Ltda), 2016. v. 01. 130p .

2.
RODRIGUES, D. F.. Meio ambiente em interdisciplinaridade: Teorias, Metodologias e Práticas. 01. ed. Aracaju: Editora Universitária Tiradentes, 2016. v. 01. 360p .

3.
RODRIGUES, D. F.; STRUMINSKI, E. ; LIMA, T. T. C. . Licenças para Degradar? Impactos socioambientais da mineração na América do Sul. 01. ed. Aracajú: Editora Universitária Tiradentes, 2016. v. 01. 160p .

4.
RODRIGUES, D. F.. A política brasileira de mudanças climáticas: competição, cooperação e diversidade institucional. 01. ed. Fortaleza: Edições UFC, 2014. v. 01. 266p .

Capítulos de livros publicados
1.
RODRIGUES, D. F.; STRUMINSKI, E. . APRESENTAÇÃO: Meio Ambiente em Interdisciplinaridade - teorias, metodologias e práticas. In: Diego Freitas Rodrigues. (Org.). Meio Ambiente em Interdisciplinaridade - teorias, metodologias e práticas. 01ed.Aracajú: Editora Universitária Tiradentes, 2016, v. 01, p. 13-20.

2.
RODRIGUES, D. F.; PIRES, M. S. . Instituições, governabilidade e a insustentável política ambiental no Brasil. In: SANTANA, Carlos; IGLESIAS, Wagner. (Org.). Estado, burocracia e controle democrático. 01ed.São Paulo: Alameda, 2015, v. 01, p. 453-479.

3.
SOARES, Alessandra G. ; PIRES, M. S. ; RODRIGUES, D. F. . "O Silêncio dos Inocentes": a política de enfrentamento ao tráfico de pessoas no Brasil. In: MARQUES, Verônica Teixeira; SILVA, Waldimeiry Correa da.. (Org.). Políticas Públicas de Proteção aos Direitos Humanos: educação e segurança pública.. 01ed.Fortaleza: Editora da Universidade Federal do Ceará, 2014, v. 01, p. 133-163.

4.
RODRIGUES, D. F.. Atores e Instituições na Governança Brasileira do Clima: a contribuição do Poder Legislativo na Política Nacional de Mudanças Climáticas. In: Simone Diniz; Cláudio Ribeiro. (Org.). Política Externa e o Poder Legislativo no Brasil pós Redemocratização Simone Diniz. 01ed.São Carlos: EDUFSCar, 2014, v. 01, p. 125-147.

5.
MONTEIRO, L. M. ; RODRIGUES, D. F. . Burocracia e Políticas Públicas: notas sobre a implementação de políticas no modelo "Top-Down". In: DAL MOLIN, N; FIGUEIREDO, D. A. S.. (Org.). Políticas Públicas e Desenvolvimento nos Municípios Gaúchos de Pelotas e Rio Grande. 01ed.Porto Alegre: CirKula, 2014, v. 01, p. 243-257.

6.
RODRIGUES, D. F.; PARANHOS, R. ; FIGUEIREDO FILHO, D. B. ; SILVA, D. . INSUSTENTÁVEL LEVEZA DAS POLÍTICAS PÚPLICAS AMBIENTAIS NO BRASIL. In: ALVES, Juliana; REJANE, Mara. (Org.). A encruzilhada da diversidade no âmbito da EDH. 01ed.Maceió: EDUFAL, 2013, v. 1, p. 305-324.

7.
RODRIGUES, D. F.; VARGAS, M. C. . Regime Internacional de Mudanças Climáticas e Cooperação Descentralizada: o papel das grandes cidades nas políticas de adaptação e mitigação. In: Daniel Joseph Hogan; Eduardo Marandola Jr.. (Org.). População e Mudança Climática: dimensões humanas das mudanças ambientais globais. 01ed.Campinas;Brasília: NEPO/UNICAMP; UNFA, 2009, v. 01, p. 205-222.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
RODRIGUES, D. F.; GALVAO, V. K. ; MENEZES, R. K. . JOGO DE SOMA ZERO? CONSULTA PRÉVIA, ACCOUNTABILITY SOCIAL E CONFLITOS NO LICENCIAMENTO AMBIENTAL EM MINERAÇÃO NO BRASIL E NA COLÔMBIA. In: II Seminário Internacional América Latina: Políticas e confl itos contemporâneos, 2017, Belém. Colonialidade, Poder e Territórios. Belém: NAEA/UFPA, 2017. v. 05. p. 2623-2637.

2.
RODRIGUES, D. F.. INVESTIMENTO ESTRANG EIRO DIRETO EM MINER AÇÃO E CONFLITOS ECOLÓGICOS DISTRIBUT IVOS NO BRASIL, NA C OLÔMBIA E NO PERU. In: 3 Congresso da Associação Brasileira de Avaliação de Impacto - AIA e Controle Social, 2016, Ribeirão Preto. ANAIS DO CONGRESSO BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO. Ribeirão Preto: ABAI, 2016. v. 02. p. 162-169.

3.
ARAUJO, L. A. ; RODRIGUES, D. F. . OS IMPACTOS AMBIENTA IS NAS ÁREAS VERDES A PARTIR DO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO ? OS CASOS DE CUIABÁ E MACEIÓ. In: 3 Congresso da Associação Brasileira de Avaliação de Impacto - AIA e Controle Social, 2016, Ribeirão Preto. ANAIS DO CONGRESSO BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO. Ribeirão Preto: ABAI, 2016. v. 02. p. 76-83.

4.
RODRIGUES, D. F.; SILVA JUNIOR, J. A. ; SILVA, D. ; SILVA, A. G. . QUAL O EFEITO DO NÍVEL DE DEMOCRACIA SOBRE A PRESERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS?. In: 2º Congresso da Associação Brasileira de Avaliação de Impacto, 2014, Ouro Preto. Os Novos Rumos da Avaliação de Impacto Ambiental, 2014. v. 01. p. 148-153.

5.
RODRIGUES, D. F.. Uma Poliarquia Decisória na Governança Climática no Brasil? Estudo de caso da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima. In: IX Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2014, Brasília. IX ABCP: 1964-2014: Autoritarismo, democracia e direitos humanos, 2014. p. 01-29.

6.
RODRIGUES, D. F.. ?Agenda Setting e Formulação de Políticas Ambientais: accountability, mecanismos de valoração e desempenho ambiental no Brasil?. In: VII Congreso Latinoamericano de Ciencia Política, 2013, Bogotá. Anais - VII Congreso Latinoamericano de Ciencia Política, 2013.

7.
RODRIGUES, D. F.; SOARES, Alessandra G. ; PIRES, M. S. . Instituições de controle e accountability no Brasil, Chile e Uruguai: estabilidade política importa?. In: 8 Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2012, Gramado. Anais do 8 Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2012.

8.
RODRIGUES, D. F.. Instituições, Políticas Públicas e Complexidade Ambiental: avaliação do desempenho ambiental brasileiro. In: II Fórum Brasileiro de Pós Graduação em Ciência Política, 2011, São Carlos. Anais do II Fórum Brasileiro de Pós Graduação em Ciência Política, 2011.

9.
RODRIGUES, D. F.. Instituições, Políticas Públicas e Meio Ambiente: avaliação do desempenho ambiental brasileiro. In: V Congresso da Associação Latino Americana de Ciência Política: integracion, diversidad y democracia en tiempos de bicentenario, 2010, Buenos Aires. V Congresso da Associação Latino Americana de Ciência Política: integracion, diversidad y democracia en tiempos de bicentenario, 2010.

10.
RODRIGUES, D. F.; PIRES, M. S. . REGIME INTERNACIONAL DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS: ESTAGNAÇÃO OU APRENDIZADO INSTITUCIONAL?. In: 7 Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2010, Recife. Anais do 7 Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2010.

11.
RODRIGUES, D. F.. Avaliação do Índice de D esempenho A mbiental (IDA) : recurso metodológico na pesquisa em Política Comparada. In: V Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa em Ambiente e Sociedade, 2010, Florianópolis. Anais do V Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa em Ambiente e Sociedade, 2010.

12.
RODRIGUES, D. F.. A Reconfiguração do tema da segurança no pós 11 de setembro: velhos dilemas e novas agendas no cenário sul americano. In: VI Encontro Internacional do Fórum Universitário Mercosul, 2007, Aracaju. Segurança, Defesa e Fronteiras no Mercosul, 2007.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
RODRIGUES, D. F.; PARANHOS, R. . ?Accountability, mecanismos de valoração e desempenho ambiental no Brasil?. In: X Encontro da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, 2013, Vitória. Anais do X Encontro da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, 2013. v. 01.

Artigos aceitos para publicação
1.
MONTEIRO, L. M. ; RODRIGUES, D. F. ; SANTOS JUNIOR, J. E. . O MODELO DOS MÚLTIPLOS FLUXOS DE KINGDON E AS POLÍTICAS DE SEGURANÇA PÚBLICA: O CASO DO PROGRAMA ?PACTO PELA VIDA? DE PERNAMBUCO (2007-2013). Revista Brasileira de Segurança Pública, 2018.

2.
RODRIGUES, D. F.; BARCELLOS, P. ; SILVA, L. M. . 'O IMPACTO DAS ÁREAS DEGRADADAS NA DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DO ZIKA VÍRUS: UM ESTUDO DE CASO'. INTERFACES CIENTÍFICAS - SAÚDE E AMBIENTE, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
RODRIGUES, D. F.. Panorama do Licenciamento Ambiental no Brasil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
RODRIGUES, D. F.. COMO AVALIAR A IMPORTÂNCIA DOS IMPACTOS NO VELHO CHICO? Uma perspectiva bioética a partir da AIA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
RODRIGUES, D. F.. Quanto vale ou é por quilo? a liquidação da política ambiental no Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
RODRIGUES, D. F.. O CEP não é um bicho de sete cabeças?!. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
RODRIGUES, D. F.. Investimento Estrangeiro Direto em M ineração e Conflitos Ecológicos Distributivos no Brasil, na Colômbia e no Peru. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
RODRIGUES, D. F.. Impactos da Mineração no bioma amazônico brasileiro e colombiano. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
RODRIGUES, D. F.. ?Paraísos Perdidos?: Investimento Estrangeiro Direto em Mineração e Conflitos Ecológicos Distributivos no Brasil, na Colômbia e no Peru. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
RODRIGUES, D. F.; SILVA JUNIOR, J. A. ; SILVA, D. . The Sustainable Lightness of Democracy? Comparative evaluation of the effects of democratic quality on environmental performance. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
RODRIGUES, D. F.; SILVA JUNIOR, J. A. ; SILVA, D. ; SILVA, A. G. . QUAL O EFEITO DO NÍVEL DE DEMOCRACIA SOBRE A PRESERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
LIMA, T. T. C. ; RODRIGUES, D. F. ; PEDROSA, A. N. ; SOUZA, N. N. S. E. . TRISTES TRÓPICOS: DESMATAMENTO EM TERRAS INDÍGENAS PARA ATIVIDADES DE MINERAÇÃO NA AMAZÔNIA BRASILEIRA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
RODRIGUES, D. F.. Desenho Institucional, Poliarquia Decisória e Formulação da Política de Mudanças Climáticas no Brasil: estudo de caso da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
RODRIGUES, D. F.; PARANHOS, R. . Accountability, Mecanismos de Valoração e Desempenho Ambiental no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
PEDROSA, A. N. ; LIMA, T. T. C. ; RODRIGUES, D. F. . Investimento estrangeiro direto na mineração e desmatamento em unidades de conservação na amazônia legal brasileira: Uma correlação perversa?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
LIMA, T. T. C. ; PEDROSA, A. N. ; RODRIGUES, D. F. . Investimento estrangeiro direto e degradação ambiental no Brasil e no Peru: uma análise preliminar. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
PIRES, M. S. ; RODRIGUES, D. F. ; SOARES, Alessandra G. . Instituições de controle e accountability no Brasil, Chile e Uruguai: estabilidade política importa?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
RODRIGUES, D. F.. Regimes Ambientais Internacionais, Políticas Públicas e Mecanismos de Compensação Ambiental: os casos do MDL e REDD+. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
RODRIGUES, D. F.. Instituições, Políticas Públicas e Meio Ambiente: avaliação do desempenho ambiental brasileiro. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
RODRIGUES, D. F.; PIRES, M. S. . REGIME INTERNACIONAL DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS: ESTAGNAÇÃO OU APRENDIZADO INSTITUCIONAL?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
RODRIGUES, D. F.. Instituições e Políticas Públicas Ambientais no Brasil: desenho institucional, fragmentação política e desempenho ambiental. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
RODRIGUES, D. F.. Avaliação do Índice de Desempenho Ambiental (IDA): recurso metodológico na pesquisa em Política Comparada. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
RODRIGUES, D. F.. INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS E ACCOUNTABILITY: A ADERÊNCIA DO REGIME DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA ONU E A DUPLA CONTINGÊNCIA DECISIVIDADE-RESOLUTIVIDADE. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
RODRIGUES, D. F.. "Da coincidência virtual a uma cooperação real": avaliação do desempenho político do Fórum IBAS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
RODRIGUES, D. F.; ANDRADE, T. N. ; VARGAS, M. C. ; GUIRALDELI, I. ; NOZAWA, M. L. . Mudanças Climáticas e Ciências Sociais: buscando caminhos para uma nova abordagem. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
RODRIGUES, D. F.; STEINER, A. Q. . DESENHO INSTITUCIONAL E MUDANCAS CLIMÁTICAS: UMA ANALISE DO DÉFICIT DAS INSTITUIÇÕES DA ONU. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
STEINER, A. Q. ; RODRIGUES, D. F. . Mudanças Climáticas e Segurança Internacional: Entraves Institucionais do Conselho de Segurança. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
RODRIGUES, D. F.. Política Externa Brasileira no Pós 11 de Setembro: uma nova agenda de segurança para um novo cenário internacional?. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
RODRIGUES, D. F.. A reconfiguração do tema da segurança no pós 11 de setembro: velhos dilemas e novas agendas no cenário sul americano. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
RODRIGUES, D. F.. Contra-Hegemonia e Multilateralismo Político na Inserção Internacional da Índia: Análise sobre o Desenho e Reforma Institucional do Conselho de Segurança da ONU. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

29.
RODRIGUES, D. F.. Relações Estados Unidos ? Irã: Segurança Internacional, Transição Democrática e Politização Religiosa No Pós 11 de Setembro de 2001. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
RODRIGUES, D. F.. RELIGIÕES: HISTORIA, MITOLOGIA E INSERÇÃO POLITICA. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

31.
RODRIGUES, D. F.. INDIA E PAQUISTAO: PARTIÇÃO, SANGRIA RELIGIOSA E A FORMAÇAO DOS ESTADOS NACIONAIS NO PROCESSO DE DESCOLONIZAÇÃO. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
RODRIGUES, D. F.. Além de Mâyâ: Idealização e Experiência no Ensino de uma "outra" História. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
RODRIGUES, D. F.. CARACTERÍSTICAS DO ISLÃ EM CUIABÁ: RECLUSÃO E CONVERSAO EM BUSCA DA FÉ IDEAL. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
RODRIGUES, D. F.. O Acervo Documental deixado pela Terceira Partida Demarcadora de Limites na Fronteira Oeste Portuguesa. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
RODRIGUES, D. F.. Parecerista ad hoc da Câmara de Pesquisa e Pós Graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz. 2013.

Processos ou técnicas
1.
RODRIGUES, D. F.. Parecer para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

2.
RODRIGUES, D. F.. Parecer II para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

3.
RODRIGUES, D. F.. Parecer III para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

4.
RODRIGUES, D. F.. Parecer IV para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

5.
RODRIGUES, D. F.. Parecer V para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

6.
RODRIGUES, D. F.. Parecer VI para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

7.
RODRIGUES, D. F.. Parecer VII para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

8.
RODRIGUES, D. F.. Parecer VIII para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

9.
RODRIGUES, D. F.. Parecer IX para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

10.
RODRIGUES, D. F.. Parecer X para o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário Tiradentes. 2017.

Trabalhos técnicos
1.
RODRIGUES, D. F.. Revista Política Hoje. 2013.

2.
RODRIGUES, D. F.. Teoria & Pesquisa. 2013.

3.
RODRIGUES, D. F.. Revista Brasileira de Política Internacional. 2013.

4.
RODRIGUES, D. F.. Jornada Científica Universidade Federal de São Carlos. 2009.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
RODRIGUES, D. F.; LIMA, T. T. C. ; PEDROSA, A. N. . Vantagens e limitações no uso do Google Earth para avaliação de impacto de projetos de mineração em áreas protegidas. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

Redes sociais, websites e blogs
1.
RODRIGUES, D. F.. Observatório de Impactos. 2011; Tema: Avaliação de Impactos Ambientais e Políticas Públicas. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
RODRIGUES, D. F.. Como elaborar um projeto de pesquisa?. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
RODRIGUES, D. F.. Redação de Artigos Científicos. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
RODRIGUES, D. F.; SILVA JUNIOR, J. A. . MAIS ACCOUNTABILITY, MAIOR SUSTENTABILIDADE? INVESTIMENTO ESTRANGEIRO DIRETO E O CONTROLE DEMOCRÁTICO NO LICENCIAMENTO AMBIENTAL EM MINERAÇÃO NA AMAZÔNIA BRASILEIRA, COLOMBIANA E PERUANA (2006 ? 2012). 2016. (Relatório de pesquisa).

4.
RODRIGUES, D. F.. Métodos de Avaliação de Impacto Ambiental. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
RODRIGUES, D. F.. PLANEJAMENTO E GESTÃO DO AMBIENTE URBANO E NATURAL. 2013. .

6.
RODRIGUES, D. F.. Indicadores sociais e ambientais em políticas públicas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
RODRIGUES, D. F.. Indicadores Políticos e Ambientais na Gestão de Políticas Públicas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
RODRIGUES, D. F.; SILVA JUNIOR, J. A. ; PARANHOS, R. . Estatística para Análise de Dados Sociais. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

9.
RODRIGUES, D. F.. Meio Ambiente Importa? Desafios para o Desenvolvimento Sustentável no Brasil. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
RODRIGUES, D. F.. Terceiro Relatório Científico: ?Desenho Institucional, Poliarquia Decisória e Formação da Agenda Brasileira de Mudanças Climáticas: Análise da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima?. 2012. (Relatório de pesquisa).

11.
RODRIGUES, D. F.; PIRES, M. S. ; SOARES, Alessandra G. . REGIMES INTERNACIONAIS E POLÍTICAS PÚBLICAS: OS CASOS DA POLÍTICA NACIONAL DE BIODIVERSIDADE E A POLÍTICA NACIONAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO TRANSNACIONAL. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
RODRIGUES, D. F.. Segundo Relatório Científico: ?Desenho Institucional, Poliarquia Decisória e Formação da Agenda Brasileira de Mudanças Climáticas: Análise da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima?. 2011. (Relatório de pesquisa).

13.
RODRIGUES, D. F.; ANDRADE, T. N. ; VARGAS, M. C. . Políticas Públicas e Mudanças Climáticas. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

14.
RODRIGUES, D. F.. Políticas Públicas Ambientais no Brasil: desafios políticos e econômicos para o desenvolvimento sustentável. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

15.
RODRIGUES, D. F.. Primeiro Relatório Científico: ?Desenho Institucional, Poliarquia Decisória e Formação da Agenda Brasileira de Mudanças Climáticas: Análise da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima?. 2010. (Relatório de pesquisa).

16.
RODRIGUES, D. F.. SITUAÇÃO DE SAÚDE EM CUIABÁ: UM OLHAR SOB AS DOENÇAS E AGRAVOS NÃO TRANSMISSÍVEIS. 2010. (Revisor de Livro).

17.
RODRIGUES, D. F.. Nascidos vivos em Mato Grosso - uma análise epidemiológica. 2010. (Revisor de Livro).

18.
RODRIGUES, D. F.. Mortalidade em Mato Grosso. 2010. (Revisor de Livro).

19.
RODRIGUES, D. F.. Relações Internacionais: teorias, agendas e temas. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

20.
RODRIGUES, D. F.. Ética, Cidadania e Meio Ambiente. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

21.
RODRIGUES, D. F.; STEINER, A. Q. . Economia e Política Ambiental. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MARQUES, V. T.; REBOUÇAS, G. M.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Gabriel Ribeiro Nogueira Junior. AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE REINSERÇÃO SOCIAL NO SISTEMA PENITENCIÁRIO SERGIPANO (2013 - 2014). 2015. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos) - Universidade Tiradentes.

2.
SETTI, G. A. M.; MELO, M. F.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Denisson da Silva Santos. Improbidade Administrativa no Brasil: uma análise de output. 2014. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Alagoas.

3.
RODRIGUES, D. F.; ROCHA, E. C.; FIGUEIREDO FILHO, D. B.. Participação em banca de NATACHA CHABALIN FERRAZ. QUEIMADAS: AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS AMBIENTAIS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INCÊNDIOS ? O CASO DE MATO GROSSO.. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal de Pernambuco.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
JUNKES, J. A.; BARBOSA, A. S. R.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Amanda Tenório da Costa.Avaliação do potencial do uso da casca de sururu como matéria prima na produção de tijolos solo-cimento. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) - Centro Universitário Tiradentes.

2.
PARANHOS, R.; RODRIGUES, D. F.; NASCIMENTO, W.. Participação em banca de MARIA FRANCISCA LUCIA DA SILVA LOPES.Condicionalidades e Possibilidades do Programa Bolsa Família Estudo de caso no Município de Arapiraca-AL. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

3.
PARANHOS, R.; RODRIGUES, D. F.; NASCIMENTO, W.. Participação em banca de Maria Izabel Ribeiro da Silva.Reeleição Municipal: análise descritiva da reeleição de prefeitos em Alagoas (2008-2012). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

4.
PARANHOS, R.; SILVA JUNIOR, J. A.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Maria Luciana Costa Santos Silva."Seu passado te condena": reeleição dos deputados federais denunciados na "Operação Sanguessuga". 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

5.
PARANHOS, R.; SILVA JUNIOR, J. A.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Maria Augusta Teixeira de Oliveira.Taturana fraco não tem vez: accountability vertical em Alagoas e Eleições 2010. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

6.
SILVA JUNIOR, J. A.; PARANHOS, R.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Willber da Silva Nascimento.Tamanho é documento? O peso dos partidos pequenos no resultado das eleições para câmara dos deputados (2010). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

7.
PARANHOS, R.; SILVA JUNIOR, J. A.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Emerson Tiago Alves Silva.Antes mal acompanhado que derrotado: coligações eleitorais nas eleições para governador (2006-2010). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

8.
PARANHOS, R.; SILVA JUNIOR, J. A.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Leonita Raquel Tenório Machado.Quem paga a conta? financiamento de campanha em Alagoas. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

9.
RODRIGUES, D. F.; PARANHOS, R.; SETTI, G. A. M.. Participação em banca de Solange Clarindo."Deputados, Deputados. Sucessos a parte: um estudo exploratório sobre aprovação de Projetos de Lei Ordinária na ALE". 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Alagoas.

10.
DINIZ, S.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Josué Vicente da Silva.?A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados: Acordos Internacionais de Defesa e Segurança?. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

11.
DINIZ, S.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Thomas Benson.Análise Comparada de processos de Integração: A inserção regional do Brasil e da África do Sul. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

12.
DINIZ, S.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de MÁRCIO VINÍCIUS PEDRO.ANÁLISE DOS ACORDOS BILATERAIS BRASIL-ARGENTINA: PERÍODO 1988 A 2006. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

13.
DINIZ, S.; RODRIGUES, D. F.. Participação em banca de Vanessa Barros Storari.BRASIL-BOLÍVIA: OS ACORDOS E A QUESTÃO DO GÁS NATURAL. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

14.
RODRIGUES, D. F.; Azevedo, Fernando.. Participação em banca de Mônica Sodré Pires.A Agenda da mídia e a cobertura eleitoral do pleito municipal de 2008 em São Carlos. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IV Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Ambiente e Sociedade.Desenho Institucional e Mudanças Climáticas: uma análise do déficit das instituições da ONU. 2008. (Encontro).

2.
VI Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política.Mudanças Climáticas e Segurança Internacional: Entraves Institucionais do Conselho de Segurança. 2008. (Encontro).

3.
I ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS.Política Externa Brasileira Pós 11 de Setembro: uma nova agenda de segurança para um novo cenário internacional?. 2007. (Encontro).

4.
VI Encontro Internacional do Fórum Universitário Mercosul.A RECONFIGURAÇÃO DO TEMA DA SEGURANÇA NO PÓS 11 DE SETEMBRO: VELHOS DILEMAS E NOVAS AGENDAS NO CENÁRIO SUL AMERICANO. 2007. (Encontro).

5.
II SEMINÁRIO DE CIENCIA POLÍTICA DA UFPE.Relações Estados Unidos ? Irã: Segurança Internacional, Transição Democrática e Politização Religiosa No Pós 11 de Setembro de 2001. 2006. (Seminário).

6.
12a SBPC jovem. História e religiões orientais: aproximações gerais. 2004. (Congresso).

7.
IX Seminário de Ensino de História.Além de Mâyâ: Idealização e Experiência no Ensino de uma ?outra? História. 2003. (Seminário).

8.
II Encontro Regional de História.O Acervo documental deixado pela Terceira Partida Demarcadora de Limites na Fronteira Oeste Portuguesa, guardado no Arquivo Público de Mato Grosso. 2002. (Encontro).

9.
IV Simpósio de História das Religiões.· Expositor na Sessão de Comunicação Religiões Orientais no IV Simpósio de História das Religiões com o trabalho Caracteristicas do Islã em Cuiabá: reclusão e conversão na busca da fé ideal. 2002. (Simpósio).

10.
X Encontro de Iniciação Científica CNPq/UFMT.Documentos sobre Demarcação de Limites nas Fronteiras entre as Américas Portuguesa e Espanhola na Capitania de Mato Grosso e Cuiabá. 2002. (Encontro).

11.
III Colóquio de Filosofia Modernidade.III Colóquio de Filosofia. 2001. (Outra).

12.
II Seminário de Linguagens.II Seminário de Linguagens - Glocal: Signos e Cia. 2001. (Seminário).

13.
Seminário Internacional de História das Religiões/III Simpósio Nacional da Associação Brasileira de História das Religiões.Seminário Internacional de História das Religiões/III Simpósio Nacional da Associação Brasileira de História das Religiões. 2001. (Seminário).

14.
"MINORIAS: IDENTIDADE E MEMÓRIA".VII Encontro Regional da ANPUH-GO. 2000. (Encontro).

15.
"TERRITORIALIDADES, MEMÓRIAS E IDENTIDADES".I Encontro Regional de História. 2000. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RODRIGUES, D. F.; JUNKES, J. A. ; SILVA, V. ; ARAUJO, L. A. . I Simpósio de Avaliação de Impactos Ambientais e de Saúde (I AIAS). 2018. (Outro).

2.
RODRIGUES, D. F.; STRUMINSKI, E. ; JUNKES, J. . I Jornadas Interdisciplinares: Políticas Públicas em Conservação da Natureza. 2015. (Outro).

3.
RODRIGUES, D. F.; MONTEIRO, L. M. ; MELO, M. F. ; MARQUES, V. T. ; SANTANA, C. H. . I Workshop Desenvolvimento e Políticas Públicas no Brasil. 2013. (Outro).

4.
RODRIGUES, D. F.; MONTEIRO, L. M. . III Fórum de Gestão Pública. 2013. (Outro).

5.
RODRIGUES, D. F.. II Fórum Brasileiro de Pós Graduação em Ciência Política. 2011. (Congresso).

6.
ANDRADE, T. N. ; RODRIGUES, D. F. ; VARGAS, M. C. ; BACK, Adalberto Gregório . I Jornada de Políticas Públicas da Universidade Federal de São Carlos. 2011. (Outro).

7.
RODRIGUES, D. F.. III Seminário de Ciência Política da Universidade Federal de Pernambuco. 2007. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
TAINÁ TEIXEIRA CAVALCANTE DE LIMA. AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS DA ASSOCIAÇÃO ENTRE FAVELIZAÇÃO, DESMATAMENTO E POLUIÇÃO: ESTUDO COMPARATIVO DAS REGIÕES METROPOLITANAS DE SÃO PAULO E CIDADE DO MÉXICO. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas) - Centro Universitário Tiradentes, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
. Janaina Eduarda Amarante Gonçalves Bispo. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS CASOS NOTIFICADOS DE DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA VÍRUS NA REGIÃO METROPOLITANA DE ARACAJU NOS ANOS DE 2015 A 2018. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde e Ambiente) - Universidade Tiradentes, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
MARIA APARECIDA CONCEIÇÃO NUNES. ARRANJOS PRODUTIVOS, AÇÃO COLETIVA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: ESTUDO DE CASO DO EMPODERAMENTO DE MULHERES NA COMUNIDADE TRADICIONAL QUILOMBO TIJUAÇU NO MUNICÍPIO DE SENHOR DO BONFIM NO ESTADO DA BAHIA, BRASIL. Início: 2017. Tese (Doutorado em Saúde e Ambiente) - Universidade Tiradentes. (Orientador).

2.
LUIZ EDUARDO OLIVEIRA. Análise dos impactos ambientais ocorridos nas bacias hidrográficas sergipanas como condicionantes ao processo de vulnerabilidade em comunidades quilombolas ribeirinhas. Início: 2017. Tese (Doutorado em Saúde e Ambiente) - Universidade Tiradentes. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Letícia Alves de Araújo. AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS DA PAVIMENTAÇÃO DE RODOVIAS FEDERAIS NO DESMATAMENTO AMAZÔNICO: ESTUDO DE CASO DA BR-163 (MT-PA) NAS FLONAS DE TAPAJÓS E JAMANXIM. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Arionaldo Rodrigues Menezes. Comunidades do Litoral Sergipano Compensadas pela Influência da Exploração e Produção de Petróleo e Gás. 2017. Dissertação (Mestrado em Saúde e Ambiente) - Universidade Tiradentes, . Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

2.
Deyse de Souza Lima Ribas. AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS DA (DES)URBANIZAÇÃO E O ACESSO À SAÚDE EM UMA FAVELA EM MACEIÓ, ALAGOAS. 2017. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas) - Centro Universitário Tiradentes, . Coorientador: Diego Freitas Rodrigues.

3.
ADRIANA THIARA DE OLIVEIRA SILVA. Avaliação dos Impactos Socioambientais do Turismo na Rota Ecológica de Milagres. 2017. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas) - Centro Universitário Tiradentes, . Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

4.
Stefanie Silva Vieira. SAÚDE GERAL E ESTRESSE EM MULHERES TRABALHADORAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL. 2016. Dissertação (Mestrado em Saúde e Ambiente) - Universidade Tiradentes, Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

5.
LORENA SAMPAIO ALMEIDA. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS CASOS DE ZIKA VÍRUS NA REGIÃO METROPOLITANA DE MACEIÓ, ALAGOAS. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas) - Centro Universitário Tiradentes, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

6.
Robiane Karoline Menezes de Lima Santos. AVALIAÇÃO DA CONSULTA PRÉVIA COMO MECANISMO DE ACCOUNTABILITY : O CASO DAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DE ORIXIMINÁ/PA E A MINERADORA RIO DO NORTE. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas) - Centro Universitário Tiradentes, . Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

7.
Anelise Gomes da Silva. A valoração econômica ambiental em Unidades de Conservação estaduais de São Paulo. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Diego Freitas Rodrigues.

8.
Marcio Vinicius Pedro. Políticas de saúde preventiva como meio de inclusão social: uma análise da Estratégia Saúde da Família. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Diego Freitas Rodrigues.

Tese de doutorado
1.
Alessandra Guimarães Soares. Atores e ideias na constituição do direito à Memória e à Verdade: análise da mudança política no Programa Nacional de Direitos Humanos. 2016. Tese (Doutorado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Diego Freitas Rodrigues.

2.
Sandra Regina Oliveira Passos de Bragança Ferro. Analise do sistema de transporte coletivo, por ônibus, das cidades de Curitiba, João Pessoa e Aracaju e seu reflexo na garantia dos direitos humanos. 2015. Tese (Doutorado em Saúde e Ambiente) - Universidade Tiradentes, . Coorientador: Diego Freitas Rodrigues.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Maria Thereza Pontes Rolim. BRASIL um país de vários brasis: Um raio-X através de seus IDHM. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Políticas Públicas e Planejamento Governamental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
SÁVYA CAROLYNE ALVES DA COSTA. REVISÃO SISTEMÁTICA: AVALIAÇÃO DE IMPACTO À SAÚDE ? RELAÇÕES COM A BIODIVERSIDADE. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

2.
João Victor Cerqueira de Araújo Leite. ANÁLISE DO DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO DE ÁREA DEGRADADA (PRAD) NA EXTRAÇÃO DE GRANITO REALIZADO PELAS PEDREIRAS NA REGIÃO METROPOLITANA DE MACEIÓ. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

3.
Gabriel Vilela Campos Pereira Silva. Avaliação dos Impactos no Meio Físico da Implantação da Avenida Josefa de Mello em Maceió - AL.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

4.
Thamirys Suelle da Silva. MAPEAMENTO DAS ÁREAS DE RISCOS SOCIOAMBIENTAIS EM MACEIÓ-AL: ESTUDO DE CASO NO VALE DO REGINALDO (2017). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

5.
ALÉCIA MARIA ROCHA SANTOS. PSICOLOGIA, SAÚDE COLETIVA E POLÍTICAS PÚBLICAS: DESAFIOS DA MICROCEFALIA EM ALAGOAS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

6.
CAROLINE GABRIELE BARBOSA ALMEIDA DA SILVA. AVALIAÇÃO DE IMPACTO SOCIOAMBIENTAL DA EXPANSÃO IMOBILIÁRIA NO LITORAL NORTE DE MACEIÓ ? AL.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

7.
Luana Vieira Pacífico. MAPEAMENTO DA VULNERABILIDADE DAS PRINCIPAIS ÁREAS PRODUTORAS DE ÁGUA EM MACEIÓ/AL. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

8.
Gabriela Bothrel Echeverria. QUÃO (IN)VISÍVEL A VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA CONTRA A MULHER É? UMA BREVE ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES DO CURSO DE DIREITO. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

9.
ALAN DO NASCIMENTO PEDROSA. O Extrativismo Minerário Estimula o Desmatamento em Unidades de Conservação Federais na Amazônia Brasileira?. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

10.
Walleska Karla Vanderlei dos Santos Angeiras. QUAIS TRANSFORMAÇÕES OCORRERAM NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA PATERNIDADE? UMA ANÁLISE SOCIAL ATRAVÉS DO NÚCLEO DE PROMOÇÃO DA FILIAÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE ALAGOAS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

11.
TAINÁ TEIXEIRA CAVALCANTE DE LIMA. ALCANCE E LIMITES OPERACIONAIS DO GOOGLE EARTH PARA AVALIAÇÃO DE IMPACTOS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

12.
ADRIANA PEREIRA SILVA. ?SAÚDE É O QUE INTERESSA!?: DESAFIOS DO PSICÓLOGO NO AMBIENTE DO SUS. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

13.
LEONARDO SANTOS AGUIAR DA SILVA. UMA ?REDE DE ARRASTO? ENTRE TERRA E MAR: (DES) ENVOLVIMENTO URBANO E TRAJETÓRIA DE RESISTÊNCIA DA VILA DOS PESCADORES NO JARAGUÁ. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

14.
Julianna Krizan Rodrigues Teixeira. ?SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADA?: uma reflexão acerca do impacto psicológico ulterior ao revenge porn.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

15.
SAMARA LYSIANE WANDERLEY DE MELO. Avaliação do Impacto da Industrialização no aumento de acidentes de trabalho no Brasil (2002 - 2012). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade Integrada Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

16.
PALLONY MORAES DA SILVA GUEDES. Avaliação do Impacto da Industrialização no aumento de acidentes de trabalho no Brasil (2002 - 2012). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade Integrada Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

Iniciação científica
1.
Pedro Henrique Barcellos. IMPACTOS DO DESEQUILIBRIO AMBIENTAL NA SAUDE URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DE MACEIÓ. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

2.
Letícia Alves de Araújo. Desenvolvimento como Sustentabilidade? avaliação do déficit socioecológico urbano em Regiões Metropolitanas Brasileiras. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

3.
Mariana Lima e Maia. Cidades Insustentáveis: avaliação de impactos ambientais em regiões metropolitanas brasileiras. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

4.
Alan do Nascimento Pedrosa. ?É a qualidade democrática um indicador de melhor sustentabilidade ambiental? Aplicação do Environmental Performance Index e do Democracy Index para análise de países da América Latina?. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

5.
Mariana Lima e Maia. Indicadores de Sustentabilidade para Avaliação da Qualidade Hídrica: uma revisão metodológica. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

6.
Nathalia Nascimento Silva e Souza. Licenças para Degradar? Mapeamento dos Impactos da Mineração Legal em Comunidades Quilombolas no Bioma Amazônico Brasileiro. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

7.
Tainá Teixeira Cavalcante de Lima. Licenças para Degradar? Mapeamento dos Impactos da Mineração Legal em Terras Indígenas no Bioma Amazônico Brasileiro e Colombiano. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

8.
Tainá Teixeira Cavalcante de Lima. Desmatamento em Terras Indígenas na Amazônia Brasileira e Peruana: efeitos perversos da mineração?. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Faculdade Integrada Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

9.
Alan do Nascimento Pedrosa. O BNDES e o Financiamento da Mineração: impactos ambientais e conflitos sociais na Amazônia Brasileira. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Faculdade Integrada Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

10.
Tainá Teixeira Cavalcante de Lima. Mapeamento das Auditorias Ambientais Operacionais no Peru (2006-2012): entre o desenvolvimento e a sustentabilidade?. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Faculdade Integrada Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

11.
Alan do Nascimento Pedrosa. O Tribunal de Contas da União e o Controle Externo nos Licenciamentos Ambientais no Setor de Mineração (2006-2012). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Faculdade Integrada Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.

12.
Nathalia Nascimento Silva e Souza. TRANSPARÊNCIA E CONTROLE DEMOCRÁTICO NO LICENCIAMENTO AMBIENTAL NO SETOR DE MINERAÇÃO NO BRASIL E NA COLÔMBIA (2006 ? 2012). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Ambiental) - Faculdade Integrada Tiradentes. Orientador: Diego Freitas Rodrigues.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
PEDROSA, A. N. ; LIMA, T. T. C. ; RODRIGUES, D. F. . Investimento estrangeiro direto na mineração e desmatamento em unidades de conservação na amazônia legal brasileira: Uma correlação perversa?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
LIMA, T. T. C. ; PEDROSA, A. N. ; RODRIGUES, D. F. . Investimento estrangeiro direto e degradação ambiental no Brasil e no Peru: uma análise preliminar. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Cursos de curta duração ministrados
1.
RODRIGUES, D. F.. Indicadores Políticos e Ambientais na Gestão de Políticas Públicas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
RODRIGUES, D. F.. Meio Ambiente Importa? Desafios para o Desenvolvimento Sustentável no Brasil. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
RODRIGUES, D. F.; LIMA, T. T. C. ; PEDROSA, A. N. . Vantagens e limitações no uso do Google Earth para avaliação de impacto de projetos de mineração em áreas protegidas. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Redes sociais, websites e blogs
1.
RODRIGUES, D. F.. Observatório de Impactos. 2011; Tema: Avaliação de Impactos Ambientais e Políticas Públicas. (Site).



Outras informações relevantes


Foi Bolsista DTI - 3 CNPq no ano de 2009 no Projeto de Pesquisa "REDE CLIMA" na Sub-Rede Mudanças Climáticas e Cidades (SrMCC). Atualmente é coordenador das Especializações em Políticas Públicas e Planejamento Governamental e Gestão de Cidades, ambas pelo Centro Universitário Tiradentes em Maceió, Alagoas.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/10/2018 às 5:35:50