Juarez Souza de Oliveira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7060924063884500
  • Última atualização do currículo em 11/12/2013


Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1978) e mestrado em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal do Paraná (1997) e Doutorado em Processos de Separação pela Univesidade Federal de Santa Catarina(2004). Atualmente é professor adjunto I da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Operações de Separação e Mistura, atuando principalmente nos seguintes temas: extração, glp, diesel, aditivo e nitrocomposto. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Juarez Souza de Oliveira
Nome em citações bibliográficas
OLIVEIRA, J. S.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Departamento de Engenharia Química.
Cx postal 19011
Jardim das Américas
81531990 - Curitiba, PR - Brasil - Caixa-postal: 19011
Telefone: (041) 33613585
Fax: (041) 33613196


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em Engenharia Química.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: caracterização, separação e purificação por cromatografia de compostos de urucum (bixa orellana), Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Antonio Augusto Ulson de Souza.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Palavras-chave: urucum; cromatografia flash; bixina; purificação.
1994 - 1997
Mestrado em Tecnologia de Alimentos.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: Avaliação do Emprego de gases liquefeitos no estado subcrítico como solvente para extração de produtos naturais,Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Prof Dr Moacir Kaminski.
Palavras-chave: Extração; Gas liquefeito; Produtos naturais.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Processos Industriais de Engenharia Química.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Tecnologia Química.
Setores de atividade: Fabricação de Produtos Farmacêuticos; Fabricação de Produtos Químicos.
1974 - 1978
Graduação em Engenharia Química.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - Atual
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: professor assistente II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

11/1992 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento Deengenharia Química, Usinas Piloto.

2/1992 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
Tecnologia Química Orgânica
3/1992 - 11/1995
Ensino,

Disciplinas ministradas
Projetos Industriais nas Indústrias químicas

Britanite Industrias Químicas, BRITANITE, Brasil.
Vínculo institucional

1980 - 1992
Vínculo: Empregado de empresa privada, Enquadramento Funcional: Coordenador de Pesquisas e Desenvolvimento, Carga horária: 44
Outras informações
Desenvolvimento, e otimização de produtos e processos, tratamento e reaproveitamento de efluentes

Atividades

6/1980 - 3/1992
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Engeharia, Fábrica de Quatro Barras.

6/1980 - 3/1992
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Engeharia, Fábrica de Quatro Barras.


Dupont do Brasil Sa, DUPONT, Brasil.
Vínculo institucional

1978 - 1980
Vínculo: Funcionário de empresa multina, Enquadramento Funcional: Engenheiro Químico de Processo, Carga horária: 44
Outras informações
Otimização e desenvolvimento de Processos de fabricação de explosivos e agroquímicos

Atividades

9/1978 - 6/1980
Serviços técnicos especializados , Departamento de Engenharia, Fábrica de Goiabal.

Serviço realizado
Otimização de Processo e desenvolvimento de produto/processo.
9/1978 - 6/1980
Serviços técnicos especializados , Departamento de Engenharia, Fábrica de Goiabal.

Serviço realizado
desenvolvimento e otimização de processos nas areas de explosivos e agroquímicos..

Empresas Nucleares Brasileiras, NUCLEBRAS, Brasil.
Vínculo institucional

1975 - 1978
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: TÉCNICO QUÍMICO, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Análises químicas de minerais, monitoramento radiológico, análises polarográficas.

Atividades

8/1975 - 9/1978
Serviços técnicos especializados , Comissão Nacional de Energia Nuclear, Laboratório de Radioproteção e Dosimetria.

Serviço realizado
Preparação de amostras e análises de minerais pelo emprego de técnicas radiométricas.

Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello, CENPES, Brasil.
Vínculo institucional

1973 - 1975
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Analista de laboratório, Carga horária: 40
Outras informações
Desenvolvimento de trabalhos de laboratório, tais como preparação de amostra e análises, particularmente ensaios voltados a metalografia e ensaios com pastas de cimento empregadas na cimentação de poços de petróleo

Atividades

3/1973 - 8/1975
Serviços técnicos especializados , Petrobras Petróleo Brasileiro Sa, Seprop Setor de Produção e Perfuração.

Serviço realizado
Análise de cimentos( físicas e químicas), avaliação de pastas de perfuração para poçosde petróleo..
3/1973 - 8/1975
Serviços técnicos especializados , Petrobras Petróleo Brasileiro Sa, Seprop Setor de Produção e Perfuração.

Serviço realizado
Analise para seleção de tintas empregadas nas torres de plataforma de perfuração e navios da frota nacional de petroleiros.

Curtume Carioca, CCRJ, Brasil.
Vínculo institucional

1972 - 1973
Vínculo: Estagio, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuação como auxiliar técnico no controle de produto acabado e no laboratório de matérias primas

Atividades

10/1972 - 2/1973
Estágios , Fábrica, Laboratório.

Estágio realizado
acompanhamento de produção e controle de qualidade de matérias primas e produto acabado.


Linhas de pesquisa


1.
Desenvolvimento de explosivos pulverulentos de alto desempenho isento de nitrocomposto
2.
Desenvolvimento de explosivo tipo lamas
3.
Desenvolvimento de explosivos tipo emulsões embaladas para furações de pequeno diâmetro
4.
Desenvolvimento de aditivos para combustíve l( álcool hidratado ) empregado como único combustível em motores ciclo diesel
5.
Otimização de composições aditivas homogêneas aplicáveis em motores ciclo diesel compostas de lubrificante/coaditivo e aditivo caracterizada por ter elevdo desempenho e reduzido percentual de aditivo.
6.
Desenvolvimento de aditivo empregado para efetuar ligações cruzadas em galactomanoses,aditivos estes bseados em sais complexos (ácido cítrico) de antimônio
7.
Reaproveitamento de catalisadores de antimônio e utilização do material recuperado para produção de piroantimoniato de potássio.
8.
Tratamento e reaproveitamento de resíduo ( mistura sulfonítrica ) com consequente aplicação dos ácidos niítrico e sulfúrico
9.
Produção de explosivo tipo lamas utilizando elevada concentração de nitrato de cálcio
10.
Extração de produtos naturais
11.
Derivados terpênicos


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Desenvolvimento de novas configurações de ejetores e análise de seus desempenhos
Descrição: Desenvolvimento de novas configurações de ejetores e análise de seus desempenhos O projeto em questão tem como objetivo avaliar o desempenho de ejetores construídos com diferentes configurações como também a disposição dos mesmos em diferentes arranjos. Os referidos dispositivos são confeccionados em material cerâmico. A escolha da cerâmica deve-se as vantagens que este material apresenta. Podemos destacar sua elevada resistência química, fator relevante quando se trata de operar com substâncias corrosivas, sua elevada resistência a abrasão além do baixo custo e sua relativa facilidade de construção. Vários são os processos químicos presentes na indústria que requerem efetivo contato entre fases, tais como: lavagem de gases, contato líquido/ líquido, absorção reativa entre outros. Atualmente muitos destes processos são realizados, por pratos perfurados, colunas com recheadas ou contato com líquido aspergido por nebulizadores. Nestes processos a eficiência de contado é fator determinante no desempenho da operação, objetivo proposto neste trabalho. É importante destacar, que algumas dos processos citados têm com inconveniente a perda de carga que o leito impõe ao processo. Ainda, pelas características construtivas, estes processos requerem sejam conduzidos em colunas verticais de alturas variadas. O emprego de ejetores trás um grande número de vantagens, operando através de pressão negativa na garganta do ejetor. Desta forma é desprezível a perda de carga, sendo o fluido motriz admitido no ejetor, através de bombeado. A operação com ejetores de pequeno diâmetro, não requer elevada pressão para que se consiga elevada velocidade na garganta. Desta forma, como a força motriz para o bom funcionamento do ejetor depende somente da velocidade, pode-se operar o sistema com o emprego de bombas de reduzida potência. Contudo, trabalhando com elementos de pequeno diâmetro necessita-se de um elevado número de ejetores. Isto por outro lado contribui com maior eficiência, pois, a corrente de processo será conduzida a um maior número de dispositivos, garantindo assim que esta passe obrigatoriamente por algum destes eficientes dispositivos, excelentes misturadores. Por outro lado não há a necessidade de construção de uma estrutura vertical. A corrente, ao passar por um módulo, por estar sob pressão reduzida, pode ser conduzida, aspirada por um módulo adjacente, não necessariamente posicionado acima do anterior. Isto torna o conjunto compacto. Os dispositivos citados podem ser construídos de forma associadas em série /paralelo, de forma a tornar mais eficiente a operação de abatimento de gases seja em processos de simples absorção quanto de sistemas reativos. Nos ejetores convencionais, o fluido motriz passa pelo centro da garganta do dispositivo como um cilindro líquido em elevada velocidade arrastando perifericamente a corrente de processo. Havendo a necessidade de processar grande volume da corrente gasosa esta deve operar com grande vazão de líquido o que exige grande diâmetro da garganta para manter uma razão elevada entre as duas correntes. Também a região posterior de mistura deve ser longa para garantir a mistura das duas correntes. No projeto em desenvolvimento, distintas configurações estão sendo desenvolvidas. Particularmente no que se refere ao perfil que leva ao contato das duas correntes de forma a maximizar o processo de mistura como também otimizar a relação mássica entre as duas correntes. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Juarez Souza de Oliveira - Coordenador / Rafael Bruno Vieira - Integrante / Walderson Klitzki - Integrante / Daniel Vitorino - Integrante / Karla Herrera de Souza - Integrante.
2013 - Atual
Dispositivos de processo operados por ação centrífuga construídos em material cerâmico
Descrição: Desenvolver mini-ciclones feitos em cerâmica, versáteis e particularmente de reduzido custo. Investigar e otimizar a performance de hidrociclones feitos em cerâmica, segundo relações geométricas advindas de técnicas de planejamento de experimentos com intuito de maximizar a eficiências de separação e em contrapartida, minimizar custos energéticos. O emprego de material cerâmico para a confecção desses dispositivos se deve a facilidade de fabricação aliado à resistência desse material, tanto química quanto física, esta devido à elevada resistência à abrasão. Desta forma capaz de suportar as condições críticas, além de apresentar um baixo custo de investimento. O desenvolvido foi inicialmente conduzido pela confecção de ciclones em configuração convencional, isto é, em forma de peças isoladas com paredes delgadas que acompanham o formado do equipamento, exceto pela variação na forma de aproximação e ângulo de entrada da alimentação. Em outro conjunto de experimentos os ciclones são na realidade construídos, em blocos cerâmicos, por depressões de dimensões reduzidas e de configuração cônica, corpo do ciclone. O conjunto constitui-se de duas placas cerâmicas justapostas, sendo a inferior a cavidade cônica, onde sai a fase mais densa e a superior contendo os canais de alimentação e saída da fase de menor densidade. Com esta configuração podemos associar um grande número de ciclones em arranjos série/paralelo. As vantagens deste processo é que é possível trabalhar com fluidos em elevadas velocidades como também admitir fluidos com elevada pressão, face à grande resistência mecânica apresentada pelo bloco cerâmico. Esta modalidade construtiva permite também empregar estes dispositivos com a finalidade de nebulizadores, os quais são de grande importância para operação em torres de lavagens..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Juarez Souza de Oliveira - Coordenador / Walderson Klitzki - Integrante / Daniel Vitorino - Integrante / Regina Maria Matos jorge - Integrante / Fillemon Edillyn S.B.Alves - Integrante.
2013 - Atual
DESENVOLVIMENTO DE MINI REATORES CERÂMICOS CONTÍNUOS DESTINADOS AO ESTUDO DA CINÉTICA DE REAÇÕES CATALÍTICAS.
Descrição: Este projeto tem como objetivo desenvolver uma estrutura para confecção de mini reatores contínuos cerâmicos ou de vidro versáteis e de baixo custo, descartáveis e com fácil adequação para inclusão de catalisadores em sua superfície, ou por preenchimento na forma de leito fixo. A redução das dimensões do reator experimental permite a coleta de amostras em quantidade reduzida, mas suficiente para o acompanhamento analítico permitindo a obtenção da cinética da reação.Nesse projeto serão empregados produtos de baixíssimo custo. O material utilizado para a construção dos reatores serão composições cerâmicas, alternativamente poderão ser empregadas composições de vidro.Os reatores serão confeccionados por prensagem de massa cerâmica crua ou, no caso de vidro em sua temperatura plástica de trabalho.Os mini reatores terão configuração de duto tubular. Nestes reatores poderemos avaliar reações catalisadas via catálise heterogênea através da fixação do catalisador na parede do reator, como também pelo preenchimento dos canais. Poderão ser avaliadas também reações induzidas por radiação, estando presentes ou não catalisadores heterogêneos quando do emprego de reatores de vidro.Uma vez construído uma matriz, esta poderá ser empregada para fazer reatores idênticos, quantos forem necessários para a realização dos estudos. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
DESENVOLVIMENTO DE MINI REATORES CERÂMICOS CONTÍNUOS DESTINADOS AO ESTUDO DA CINÉTICA DE REAÇÕES CATALÍTICAS
Descrição: Este projeto tem como objetivo desenvolver uma estrutura para confecção de mini reatores contínuos cerâmicos ou de vidro versáteis e de baixo custo, descartáveis e com fácil adequação para inclusão de catalisadores em sua superfície, ou por preenchimento na forma de leito fixo. A redução das dimensões do reator experimental permite a coleta de amostras em quantidade reduzida, mas suficiente para o acompanhamento analítico permitindo a obtenção da cinética da reação. Nesse projeto serão empregados produtos de baixíssimo custo. O material utilizado para a construção dos reatores serão composições cerâmicas, alternativamente poderão ser empregadas composições de vidro. Os reatores serão confeccionados por prensagem de massa cerâmica crua ou, no caso de vidro em sua temperatura plástica de trabalho. Os mini reatores terão configuração de duto tubular. Nestes reatores poderemos avaliar reações catalisadas via catálise heterogênea através da fixação do catalisador na parede do reator, como também pelo preenchimento dos canais. Poderão ser avaliadas também reações induzidas por radiação, estando presentes ou não catalisadores heterogêneos quando do emprego de reatores de vidro. Uma vez construído uma matriz, esta poderá ser empregada para fazer reatores idênticos, quantos forem necessários para a realização dos estudos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
AVALIAÇÃO DA VIABILIDADE DE UTILIZAÇÃO DE SOLVENTES ORGÂNICOS NA DESLIGNIFICAÇÃO DE PINUS E EUCALIPTO.
Descrição: Obtenção de celulose a partir de pinus e eucalipto através da deslignificação com solventes orgânicos, determinação da cinética da reação de deslignificação e a avaliação da qualidade da folha de papel obtida por esse processo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Juarez Souza de Oliveira - Coordenador / Regina Weishutz - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química/Especialidade: Operações de Separação e Mistura.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Processos Industriais de Engenharia Química/Especialidade: Processos Orgânicos.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Tecnologia Química/Especialidade: Produtos Naturais.


Idiomas


Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende PoucoLê Pouco.
Francês
Lê Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BUCZENKO, G. M.2003 BUCZENKO, G. M. ; OLIVEIRA, J. S. ; MEIER, O. V. . Obtaintion of Tocopherols from the Deodorized Distillate of Soybean Oil by Extraction with. European Journal of Lipid Science and Technology, v. 105, n.11, p. 668-671, 2003.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SCHWANKE, R. O. ; OLIVEIRA, J. S. ; SOUZA, S. M. A. G. U. ; CHAVES, C. U. . Influência da Temperatura no Coeficiente de Difusão do Tolueno em Zeólita Y. In: II Congresso Brasileiro m de P&D em Petróleo e Gás, 2003, Rio de Janeiro. II Congresso Brasileiro m de P&D em Petróleo e Gás, 2003.

2.
BUCZENKO, G. M. ; OLIVEIRA, J. S. ; MEIER, O. V. . determinação de ésteres de tocoferóis por cromatografia gasosa. In: XVII Congresso Brasileiro de Ciências e Tecnologia, 2000, Fortaleza. Anais do Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia, 2000.

3.
MARCONDES, A. A. ; WOSCH, C. L. ; RAMOS, L. P. ; OLIVEIRA, J. S. ; GUIMARÃES, O. A. . CHEMICAL CHARACTERIZATION OF ESSENTIAL OIL EXTRACTED FROM LEAVES OS EUGENIA BURKARTIANA LEGR. BY GC.MS.MSD. In: FIFTH BRAZILIAN SYMPOSIUM ON THE CHEMISTRY OF LIGNINS AND OTHERS WOOD COMPONENTS, 1997. FIFTH BRAZILIAN SYMPOSIUM ON THE CHEMISTRY OF LIGNINS AND OTHERS WOOD COMPONENTS, 1997. v. 1. p. 102.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
VITOR, E. ; OLIVEIRA, J. S. ; Morgado, A. F. . Extração de Resinas de Cavacos e de Finos de Pinus. In: XIII Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2003, Florianópolis. Livro de Resumos, 2003.

2.
OLIVEIRA, J. S.. extrator portátil p/extraçãocom gas liquefeito. In: Wokshop Alimentos Funcionais e Nutracêuticos, 2002, Curitiba. Wokshop Alimentos Funcionais e Nutracêuticos, 2002.

3.
OLIVEIRA, J. S.. Extrato descafeinado da erva-mate por extração com GLP de baixa pressão. In: XVII Congresso Brasileiro de Ciência e tecnologia de Alimentos, 2000, Fortaleza. Anais do Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos, 2000. v. 2.

4.
OLIVEIRA, J. S.. Extração de beta caroteno utizando GLP no estado sub crítico. In: VI Encontro Regional Sul de Ciência e Tecnologia de Alimentos, 1999, Curitiba. VI Encontro Regional Sul de Ciência e Tecnologia de Alimentos, 1999. p. 82.

5.
MARCONDES, A. A. ; OLIVEIRA, J. S. ; GUIMARÃES, O. A. ; M, K. ; D, G. ; DESCHAMPS, D. . caracterização química por GC-MS-MSD de alguns componentes do extrato de Mentha suaveolens Ehrl.( labiatae) , obtido com gases liquefeitos no estado subcrítico como mais uma alternativa à utilizaçào da extração via arraste por vapor.. In: XV Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil., 1998, Águas de Lindóia -São .Paulo. Anais do XV Simpósio de Plantas Madicinais do Brasil, 1998. v. I. p. 148-148.

6.
MARCONDES, A. A. ; OLIVEIRA, J. S. ; GUIMARÃES, O. A. . Caracterização Química por GC-MS-MSD de alguns componentes do extrato de Michelia champaca Linn, obtido co gases liquefeitos no estado subcrítico como uma alternativa à utilização da extração via arraste por vapor.. In: VII Congressso Latino -Ameroicano de Cromatografia ( COLACRO), 1998, Águas de São Pedro -São Paulo. Anais do VII Congresso Latino -Americano de Cromatografia, 1998.


Produção técnica
Produtos tecnológicos
1.
OLIVEIRA, J. S.. Extrator para operaçõews com gases liquefeitos-PI 9804199-1. 1998.

2.
OLIVEIRA, J. S.. Disposições construtivas introduzidas em sanefas. 1995.

3.
OLIVEIRA, J. S.. Processo de lavagem e estabilização de nitrocomposto. 1986.

4.
OLIVEIRA, J. S.. Elemento poroso sinterizado desemulsificados. 1986.

5.
OLIVEIRA, J. S.. Aditivo promovedor de ignição para combustíveis em motores ciclo diesel. 1985.

6.
OLIVEIRA, J. S.. Processo de fabricação de explosivo pulverulento. 1984.

Processos ou técnicas
1.
OLIVEIRA, J. S.. Processo de cristalização e aparelho cristalizador. 1989.


Demais tipos de produção técnica
1.
OLIVEIRA, J. S.. Medida Estática de Volumes-Arqueação de Tanques. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila- Apresentação em Power Point).



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 OLIVEIRA, J. S.. Processo de fabricação de explosivo pulverulento. 1984, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI 8403726, título: "Processo de fabricação de explosivo pulverulento" . Instituição(ões) financiadora(s): Empresa privada.

2.
 OLIVEIRA, J. S.. Aditivo promovedor de ignição para combustíveis em motores ciclo diesel. 1985, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI- 8501003, título: "Aditivo promovedor de ignição para combustíveis em motores ciclo diesel" . Instituição(ões) financiadora(s): Empresa privada ( Britanite Industrias Químicas).

3.
 OLIVEIRA, J. S.. Processo de lavagem e estabilização de nitrocomposto. 1986, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI- 8603179, título: "Processo de lavagem e estabilização de nitrocomposto" . Instituição(ões) financiadora(s): Indústria privada.

4.
 OLIVEIRA, J. S.. Elemento poroso sinterizado desemulsificados. 1986, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI 8603180, título: "Elemento poroso sinterizado desemulsificados" . Instituição(ões) financiadora(s): empresa particular.

5.
 OLIVEIRA, J. S.. Processo de cristalização e aparelho cristalizador. 1989, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI- 8906165, título: "Processo de cristalização e aparelho cristalizador" . Instituição(ões) financiadora(s): Empresa Privada.

6.
 OLIVEIRA, J. S.. Disposições construtivas introduzidas em sanefas. 1995, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU- 7500768, título: "Disposições construtivas introduzidas em sanefas" . Instituição(ões) financiadora(s): Particular.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
OLIVEIRA, J. S.; W. Regina. Participação em banca de Gilson Alexandre. Redução do Material Orgânico do Lodo Final na Fabricação de Papel Tissue Através de Otimização do Processo. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Meio Ambiente Urbano e In) - Universidade Federal do Paraná.

2.
GARCIAS, C. M.; OLIVEIRA, J. S.. Participação em banca de Liliane Claudino Ferreira. Potencial da utilização de resíduos industriais na formulação de massa cerâmica vermelha para a fabricação de blocos de vedação. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado de Meio Ambiente Urbano e Industrial -MAU) - Universidade Federal do Paraná.

3.
VANDENBERGHE, L. P. S.; BIER, M. C. J.; OLIVEIRA, J. S.. Participação em banca de Mário Cesar Jucoski Bier. Isolamento, Seleção e Screening de Microorganismos para Biofermentação de Limoneno por fermentação Submersa em Meio Sintético e no Estado Sólido Usando Resíduo de Laranja. 2011. Dissertação (Mestrado em Processos Biotecnológicos) - Universidade Federal do Paraná.

4.
OLIVEIRA, J. S.. Participação em banca de Sandra Mara Martins. Uso de Antraquinona na Deslignificação Kraft Como Forma de Minimizar o Impacto Ambiental Causado Pelos compostos de Enxofre. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Meio Ambiente Urbano e In) - Universidade Federal do Paraná.

5.
SCEER, A. P.; OLIVEIRA, J. S.; MACCARI JUNIOR, A.; STONOGA, V. I.. Participação em banca de Tieme Umebara. Microfiltração de Caldo de Cana: Caracterização do Caldo Permeado e Retentado. 2010. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal do Paraná.

6.
SCEER, A. P.; OLIVEIRA, J. S.. Participação em banca de VITOR RENAN DA SILVA. MICROFILTRAÇÃO TANGENCIAL DE SOLUÇÕES AQUOSAS DE PECTINA UTILIZANDO MEMBRANAS CERÂMICAS. 2009. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Universidade Federal do Paraná.

Teses de doutorado
1.
OLIVEIRA, J. S.; MIGUEL, O. G.; Vicente, V. A.; ANDREAZZA, J. K.. Participação em banca de José Vicente Teixeira Pinto. Estudo da velocidade de difusão da aloína em meio aquoso e em membrana de celulose bacteriana. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
OLIVEIRA, J. S.; BOÇON, F. T.; Rodrigues, R.M.P.R. Participação em banca de Jorge Augusto Takeo Iwanaga.Gerador de vapor alimentado por biomassa : Comparação entre dados práticos e teóricos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Paraná.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
LENZI, M. K.; OLIVEIRA, J. S.. Concurso Público para Professor Assistente. 2012. Universidade Federal do Paraná.

2.
OLIVEIRA, J. S.; COSTA NETO, P. R.; OLIVEIRA, P. R.. Concurso Público Professor Adjunto. 2012. Universidade Tecnológica Federal do Paraná.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Progrsama de Residência Técnica em Metrologia Legal.Seminário Técnico Sobre Metrologia Legal. 2008. (Seminário).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Erich Johanes Schwitzner Netto. Avaliação da eficiência da máquina de lavar automóveis WEB washing ecological Box. Início: 2013. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado de Meio Ambiente Urbano e Industrial -MAU) - Universidade Federal do Paraná. (Orientador).

2.
Marluz Krügel. Tratamento de efluentes industriais com filtração com colunas de aluminatos Argilas montimorilonitas. Início: 2013. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado de Meio Ambiente Urbano e Industrial -MAU) - Universidade Federal do Paraná. (Coorientador).

3.
Odair Ranzan. Resíduo agroindustrial, de um problema ambiental a solução energética. Início: 2013. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Meio Ambiente Urbano e In) - Universidade Federal do Paraná. (Orientador).

4.
Ronald Gervasoni. Avaliação de novas tecnologias de tratamento e destinação final do lodo de estação de tratamento de água (ETA). Início: 2013. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Meio Ambiente Urbano e In) - Universidade Federal do Paraná. (Coorientador).

5.
Prof.Dra Agnes de Paula Scheer. Uma contribuição ao estudo do óleo essencial e do extrato de Tomilho (Thymus vulgarisL.). Início: 2008. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Universidade Federal do Paraná. (Coorientador).



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 2:56:31