José Rodrigues do Carmo Filho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9268929111533267
  • Última atualização do currículo em 05/11/2014


Graduado em Biomedicina (1991), e Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (1986), mestrado em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Goiás (1997) e doutorado em Ciências (Microbiologia Clínica, Epidemiologia Hospitalar) pela Universidade Federal de São Paulo (2003). Atualmente é analista em saúde da Secretaria Municipal da Saúde da Prefeitura Municipal de Goiânia e professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Tem experiência na área de Epidemiologia das Infecções em Estabelecimentos de Saúde e Microbiologia Clínica. biomedico53@gmail.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
José Rodrigues do Carmo Filho
Nome em citações bibliográficas
Carmo Filho, JR.;RODRIGUES C. FILHO, JOSÉ;DO CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES;CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES DO

Endereço


Endereço Profissional
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Mestrado Em Ciências Ambientais e Saúde.
AV Universitária n. 1440
Setor Universitário
74605-010 - Goiania, GO - Brasil
Telefone: (62) 39461114
Fax: (62) 39461346
URL da Homepage: http://www.ucg.br


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em Ciências(Microbiologia Clínica Epidemiologia Hosp).
Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Título: Correlação epidemiológica, microbiológica e clínica das infecções hospitalares em unidades de terapia intensiva causadas por Klebsiella pneumoniae, Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Hélio Silva Sader.
Palavras-chave: Beta-lactamase de espectro ampliado; Cefotaximase; Klebsiella pneumoniae; Mortalidade.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Clínica.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
Setores de atividade: Saúde Humana.
1995 - 1997
Mestrado em Medicina Tropical.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Estudo da ação do hormônio 17-beta-estradiol no dimorfismo do fungo Paracoccidioides brasiliensis,Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Prof. Dra. Célia Maria de Almeida Soares.
Palavras-chave: dimorfismo no fungo; 17-beta-estradiol; Paracoccidioides brasiliensis.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Básica.
Setores de atividade: Saúde Humana.
1994 - 1994
Especialização em Metodologia do Ensino Superior. (Carga Horária: 360h).
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
Título: Proposta de reforma curricular para o departamento de Enfermagem no paradígma fenomenológico.
Orientador: Profa. MestraTeresinha de Pádua.
1993 - 1993
Especialização em Epidemiologia. (Carga Horária: 400h).
Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão.
Título: Análise do perfil da clientela e morbidade no município de Abadiânia 1980-1989.
Orientador: Prof. Paulo Roberto Macedo Olinto.
2009
Graduação em andamento em Ciências Jurídicas.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
1986 - 1991
Graduação em Biomedicina.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
1982 - 1986
Graduação em Enfermagem.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.




Formação Complementar


1994 - 1994
Aplicação práti do métod da estimativa rápida. (Carga horária: 40h).
Secretaria Municipal da Saúde.
1993 - 1993
Atualização de assis integral à saúde da criança. (Carga horária: 40h).
Secretaria Municipal da Saúde.
1993 - 1993
Assistência intregral à saúde da mulher. (Carga horária: 40h).
Secretaria Municipal da Saúde.
1993 - 1993
Atualiz em ativid de contrl e preven da tubercul. (Carga horária: 40h).
Secretaria Municipal da Saúde.
1992 - 1992
Curso Básico de Vigilância Epidemiológica. (Carga horária: 40h).
Secretaria Municipal da Saúde.


Atuação Profissional



Prefeitura Municipal de Goiânia - Secretaria Municipal da Saúde, SMS, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Analista em saúde, Carga horária: 20


Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 40
Outras informações
Atividades de ensino na graduação Atual - Medicina - Microbiologia Atual - Enfermagem - Epidemiologia e controle de infecção em estabelecimentos de saúde Atividades de ensino na Pós-graduação strito Sensu Atual - Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde/Universidade Católica de Goiás - Epidemiologia - Doenças emergentes e reemergentes - Metodologia da pesquisa Atividade administrativa. 03/2003 - Atual - Coordenador da Clínica Escola Vida da Universidade Católica de Goiás

Atividades

08/2007 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , CEPB - Centro de Pesquisas Biológicas, .

2/2007 - Atual
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Microbiologia clínica
1/2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comitê de ética em pesquisa, .

Cargo ou função
Coordenador.
04/2003 - Atual
Direção e administração, Clínica Escola Vida, .

Cargo ou função
Coordenador da Clínica Escola Vida.
03/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Mestrado Em Ciências Ambientais e Saúde, Pró Reitoria de Pós Graduação.

01/2003 - Atual
Ensino, Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia da pesquisa
Doenças emergentes e re-emergentes
3/2005 - 12/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comitê de ética em pesquisa, .

Cargo ou função
MEMBRO.

Hospital Evangêlico de Goiânia, HEB, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1987
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Diretor do Serviço de Enfermagem, Carga horária: 30

Atividades

08/1986 - 12/1987
Serviços técnicos especializados , Hospital Evangélico de Goiânia, .

Serviço realizado
Enfermeiro assistencial.

Fundação Hospitalar do Distrito Federal, FHDF, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 1992
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Enfermeiro Assistencial, Carga horária: 30

Atividades

05/1991 - 11/1992
Serviços técnicos especializados , Hospital Regional de Sobradinho, .

Serviço realizado
Enfermeiro assistencial.


Linhas de pesquisa


1.
Detecção dos mecanismos de resistência em bactérias, identificação dos fatores de risco para infecção hospitalar e avaliação do modo de disseminação desses microrganismos

Objetivo: 1 - Avaliar o modo de disseminação, tanto intra quanto inter-hospitalar, dos seguintes patógenos e os tipos de resistência microbiana aos antimicrobianos: a) Estafilococos com resistência diminuída a glicopeptídeos e que apresentam o fenótipo MLSb b) Enterococo resistente a vancomicina e/ou novos compostos desenvolvidos para o tratamento de infecções por esse patógeno. c) Pseudomonas aeruginosa resistente a carbapenens d) Acinetobacter baumannii resistente a carbapenens e) Enterobactérias produtoras de ESBL (resistência a todas as cefalosporinas e monobactâmicos) f) Escherichia coli resistentes as fluoroquinolonas g) Enterobactérias produtoras de b-lactamases cromossômicas induzíveis (resistência as cefalosporinas de terceira geração e penicilinas de amplo espectro). h) Espécies de Cândida spp e fungos filamentosos resistentes aos azólicos 2 - Avaliar a variação genética e modo de disseminação de bactérias e fungos multi-resistentes responsáveis por infecções adquiridas na comunidade: a) Streptococcus pneumoniae resistente as cefalosporinas de terceira geração e/ou quinolonas. b) Haemophilus influenzae resistentes a penicilina e/ou cefalosporinas 3 - Identificar os fatores de riscos para as infecções hospitalares relacionadas com os patógenos acima referidos .
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Clínica.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Epidemiologia Molecular.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Epidemiologia e Controle de Infecção em Estabelecimento de Saúde.
Setores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.
Palavras-chave: Tipagem Molecular; Epidemiologia Hospitalar; Resistência bacteriana; Bactéria multirresistente; Beta-lactamase de espectro ampliado; Fatores de risco.
2.
Avaliação da atividade dos componentes dos venenos das serpentes Crotalus durissus collilineatus, Bothrops moojeni, Bothrops alternatus, Bothrops neuwiedi

Objetivo: 1 - Avaliar as atividades do veneno bruto e dos componentes purificados contra microrganismos comumente relacionados com infecções hospitalares e comunitárias. 2 - Identificar, purificar, caracterizar e seqüenciar o(s) componente(s) do veneno com atividade antimicrobiana 3 - Identificar a concentração inibitória mínima da biomolécula capaz de inibir o crescimento microbiano 4 - Avaliar atividade citotóxica do(s) componente(s) com atividade antimicrobiana em células mononucleares e hemácias, como também efeitos adversos causados pelo veneno como: hemorragia, efeitos inflamatórios, atividade sobre o sistema de coagulação, miotoxicidade, letalidade, atividade proteolítica e fosfolipásica 5 - dentificar a presença de elementos traço na(s) fraçõe(s) do veneno que possui atividade antimicrobiana. 6 - Clonar, expressar a molécula com atividade antimicrobiana em vetores de expressão. .
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.
Palavras-chave: Crotalus durissus collilineatus; Bothrops neuwiedi; Bothrops moojeni; Bothrops jararaca; Bothrops jararacussu; Bothrops alternatus.


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Características microbiológicas das infecções do trato urinário de origem comunitária em idosos

Descrição: Vigilância epidemiológica de infecção do trato urinário: Etiologia, padrões de susceptibilidade dos principais uropatógenos isolados e evolução da resistência Descrição: A infecção do trato urinário (ITU) é decorrente da invasão e multiplicação de bactérias ou fungos, que resulta em processo inflamatório, e pode atingir todo o sistema urinário. A ITU é uma das doenças infecciosas mais comuns na comunidade, e pode ocorrer em qualquer idade. Estima-se em todo o mundo 150 milhões de infecções do trato urinário por ano, gerando um custo de seis bilhões de dólares. Estas infecções são causadas principalmente por bactérias gram-negativas, enquanto que as bactérias gram-positivas são menos frequentes. Há um importante aspecto a ser considerado em relação as ITU, são aquelas causadas E. coli e K. pneumonia produtoras de β-lactamase de espectro ampliado, tendo em vista que o tratamento dessas infecções de origem comunitárias, muitas vezes são feitas de forma empírica o que acarretaria falha terapêutica. Estudo epidemiológico, descritivo, analítico, retrospectivo, a ser realizado em laboratórios da rede privada, em laudos de urocultura positiva resultantes de teste microbiológico. São objetivos do estudo: analisar as características epidemiológicas das infecções urinárias de origem comunitárias; avaliar o perfil de susceptibilidade aos diversos antimicrobianos ; identificar a prevalência dos patógenos relacionados com infecção do trato urinário de origem comunitária..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Christiano Patrício Póvoa - Integrante.
2014 - Atual
Etiologia, padrões de susceptibilidade de bactérias gram-positivas causadoras de infecção do trato urinário de origem comunitária

Descrição: A maioria das ITUs é causada por bactérias gram negativas, entretanto os gram-positivos também podem causar infecções, com mais prevalentes são o Staphylococcus aureus, Staphylococcus saprophyticus e Enterocuccus sp. Os custos relacionados às infecções adquiridas na comunidade são muito menores do que aqueles relacionados com o tratamento das infecções adquiridas nos estabelecimentos de saúde. O conhecimento epidemiológico das ITUs e do padrão de sensibilidade dos agentes causais cresce em importância diante da falha do tratamento que muitas vezes é empírico, sendo que o teste de sensibilidade aos antimicrobianos orienta a nova conduta terapêutica. Esse estudo tem por objetivos: Analisar a prevalências das infecções urinárias causadas por bactérias gram-positivas e Avaliar o padrão de susceptibilidade desses microrganismos aos agentes antimicrobianos. O estudo transversal será feito por meio de laudos positivos de infecção urinária de laboratórios privados do Município de Goiânia no período de 5 anos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Kamila Cardoso dos Santos - Integrante.
2014 - Atual
Perfil Microbiológico das bactérias gram-negativas causadoras de infecção do trato urinário.

Descrição: Infecção do Trato Urinário (ITU) é uma patologia extremamente comum, presente em todas as idades, do neonato ao idoso, sendo sempre mais frequente no sexo feminino. A ITU consiste na colonização microbiana da urina com a invasão tecidual de qualquer estrutura do trato urinário, e pode se manifestar sintomática ou assintomática. A maioria das ITUs é causada por bactérias gram negativas, as mais comuns são da família Enterobacteriaceae, sendo o mais predominante a bactéria Escherichia coli seguido dos demais gram-negativos como Klebsiella sp, Enterobacter sp, Acinetobacter sp, Proteus sp, Pseudomonas sp. Destes a Escherichia coli é o microrganismo invasor mais frequente, isolada em cerca de 70% a 90 % das infecções urinárias agudas de origem bacteriana. O estudo tem por objetivo - Descrever o padrão de susceptibilidade das bactérias gram-negativas associadas com infecções urinárias de origem comunitária Trata-se de Estudo descritivo tipo retrospectivo a ser realizado dentro do período de 2005 à 2014. Os dados serão coletados dos laudos microbiológicos de urocultura positiva relacionada com infecção urinária de origem comunitária. Os laudos serão cedidos por quatro laboratórios clínicos de Goiânia. Em todos os casos serão registradas as variáveis demográficas como a idade e o gênero, a identificação da espécie bacteriana e o padrão de susceptibilidade aos antimicrobianos que serão transcritos para um banco de dados construído pelo o software SPSS onde serão feitos os testes estatísticos, a construção de tabelas e a figuras. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Kamila Cardoso dos Santos - Integrante.
2013 - 2014
Etiologia, padrões de susceptibilidade de bactérias gram-positivas causadoras de infecção do trato urinário de origem comunitária.

Descrição: A ITU é a segunda mais comum entre os seres humanos. Apesar da maior prevalência ocorrer em mulheres, também é bem frequente em homens nas faixas etárias extremas da vida. A maioria das ITUs é causada por bactérias gram negativas, sendo a Escherichia coli o microrganismo invasor mais freqüente, isolada em cerca de 70% a 90 % das infecções urinárias agudas de origem bacteriana, entretanto os gram-positivos também podem causar infecções, com mais prevalentes são o Staphylococcus aureus, Staphylococcus saprophyticus e Enterocuccus sp. O conhecimento epidemiológico das ITUs e do padrão de sensibilidade dos agentes causais cresce em importância diante da falha do tratamento que muitas vezes é empírico, sendo que o teste de sensibilidade aos antimicrobianos orienta a nova conduta terapêutica. Esse estudo tem por objetivo: Analisar a prevalências das infecções urinárias causadas por bactérias gram-positivas e Avaliar o padrão de susceptibilidade desses microrganismos aos agentes antimicrobianos. Trata-se de um estudo transversal e descritivo no período de 1 de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2013, envolvendo todas as amostras de urina que deram entrada no setor de microbiologia de 4 laboratórios clínicos do município de Goiânia. Serão analisados todos os laudos de urocultura positiva resultantes dos testes microbiológicos. Serão considerados os dados demográficos e perfil de susceptibilidade dos microrganismos que serão transcritos para uma planilha do SPSS onde serão feitos os testes estatísticos, a construção de tabelas e a figuras..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Kamila Cardoso dos Santos - Integrante.
2013 - 2014
Etiologia, padrões de susceptibilidade de Escherichia coli causadoras de infecção do trato urinário em crianças.

Descrição: A infecção do trato urinário (ITU) é uma das doenças infecciosas mais comuns na comunidade, e pode ocorrer em qualquer idade. Na infância a ITU se deve principalmente a má formação congênita. Os maiores causadores de ITU são bactérias, mas pode ser causada por outros microrganismos. As bactérias gram-negativas fermentadoras de glicose são as principais causadoras desta infecção, dentre estes os patógenos os mais frequentes são a Escherichia coli, Klebsiela pneumoniae, Proteus mirabilis e Enterobacter spp; sendo que E. coli pode ser responsável pela maior prevalência dos agentes etiológico das infecções urinárias de origem comunitária. Esse estudo tem por objetivo: Avaliar a incidência das infecções urinárias causadas por Escherichia coli em crianças e Avaliar o padrão de susceptibilidade de Escherichia coli aos principais agentes antimicrobianos. Estudo descritivo, tipo retrospectivo a ser realizado no período de 2005 a 2013. Estudo será desenvolvido no município de Goiânia, Goiás a partir do dia 1 de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2013, envolvendo todas as amostras de urina de crianças de 0 a 15 anos que deram entrada no setor de microbiologia resultando em urocultura positiva. Será realizado utilizando os laudos microbiológicos de amostra urinária relacionada com infecção urinária de origem comunitária. Os laudos serão cedidos por quatro laboratórios da rede privada conveniados com o Sistema Único de Saúde. Em todos os casos serão registradas as variáveis demográficas como a idade e o gênero, a identificação da espécie bacteriana e o padrão de susceptibilidade aos antimicrobianos que serão transcritos para uma planilha do Statistical Pachage for the Social Sciences (SPSS)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Débora da Silva de Araújo - Integrante.
2013 - Atual
Vigilância epidemiológica de infecção do trato urinário: Etiologia, padrões de susceptibilidade dos principais uropatógenos isolados e evolução da resistência

Descrição: Vigilância epidemiológica de infecção do trato urinário: Etiologia, padrões de susceptibilidade dos principais uropatógenos isolados e evolução da resistência Descrição: A infecção do trato urinário (ITU) é decorrente da invasão e multiplicação de bactérias ou fungos, que resulta em processo inflamatório, e pode atingir todo o sistema urinário. A ITU é uma das doenças infecciosas mais comuns na comunidade, e pode ocorrer em qualquer idade. Estima-se em todo o mundo 150 milhões de infecções do trato urinário por ano, gerando um custo de seis bilhões de dólares. Estas infecções são causadas principalmente por bactérias gram-negativas, enquanto que as bactérias gram-positivas são menos frequentes. Há um importante aspecto a ser considerado em relação as ITU, são aquelas causadas E. coli e K. pneumonia produtoras de β-lactamase de espectro ampliado, tendo em vista que o tratamento dessas infecções de origem comunitárias, muitas vezes são feitas de forma empírica o que acarretaria falha terapêutica. Estudo epidemiológico, descritivo, analítico, retrospectivo(1ª)fase) e prospectivo(2ª fase), a ser realizado em laboratórios da rede privada, em laudos de urocultura positiva resultantes de teste microbiológico. São objetivos do estudo: analisar as características epidemiológicas das infecções urinárias de origem comunitárias; avaliar o perfil de susceptibilidade aos diversos antimicrobianos ; identificar a prevalência dos patógenos relacionados com infecção do trato urinário de origem comunitária. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Adenícia Custódia Silva e Souza - Integrante / Milca Severino Pereira - Integrante.
2013 - Atual
Acolhimento com classificação de risco em centros de atenção integral a saúde na perspectiva do usuário.

Descrição: Estudo sobre o processo de implantação e funcionamento do acolhimento com classificação de risco nas unidades de urgência e emergência e o entendimento do usuário em relação a esse dispositivo da humanização, proposto pelo Ministério da Saúde em 2004. Tem como objetivo avaliar o processo de classificação de risco nos centros de atenção integral à saúde na visão do usuário, sua inserção no programa, e identificar quais as limitações e dificuldades dos trabalhadores em se adaptar a esse novo dispositivo de humanização na urgência e emergência. Pesquisa descritiva e analítica que se realizará em 2014, nas unidades de urgência de Goiânia onde o programa encontra-se em funcionamento. Serão entrevistados os usuários atendidos pela classificação de risco e aguardam consulta médica. A entrevista será semi-estruturada e gravada. Pretende-se obter subsídios para o aperfeiçoamento do processo, melhorar a qualidade do atendimento do Sistema Único de Saúde, com vistas à integralidade e à satisfação do usuário..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Milca Severino Pereira - Integrante / Ana Paula Ribeiro Zenha - Integrante.
2013 - Atual
Prevalência de Escherichia coli relacionada ao diagnóstico de infecção do trato urinário de origem comunitária

Descrição: Vigilância epidemiológica de infecção do trato urinário: Etiologia, padrões de susceptibilidade dos principais uropatógenos isolados e evolução da resistência Descrição: A infecção do trato urinário (ITU) é decorrente da invasão e multiplicação de bactérias ou fungos, que resulta em processo inflamatório, e pode atingir todo o sistema urinário. A ITU é uma das doenças infecciosas mais comuns na comunidade, e pode ocorrer em qualquer idade. Estima-se em todo o mundo 150 milhões de infecções do trato urinário por ano, gerando um custo de seis bilhões de dólares. Estas infecções são causadas principalmente por bactérias gram-negativas, enquanto que as bactérias gram-positivas são menos frequentes. Há um importante aspecto a ser considerado em relação as ITU, são aquelas causadas E. coli produtoras de β-lactamase de espectro ampliado, tendo em vista que o tratamento dessas infecções de origem comunitárias, muitas vezes são feitas de forma empírica o que acarretaria falha terapêutica. Estudo epidemiológico, descritivo, retrospectivo, a ser realizado em laboratórios da rede privada, em laudos de urocultura positiva resultantes de teste microbiológico. São objetivos do estudo: analisar as características epidemiológicas das infecções urinárias de origem comunitárias; avaliar o perfil de susceptibilidade aos diversos antimicrobianos ; identificar a prevalência dos patógenos relacionados com infecção do trato urinário de origem comunitária.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Adenícia Custódia Silva e Souza - Integrante / Milca Severino Pereira - Integrante / Daniela Samara Nogueira - Integrante.
2013 - Atual
Titulo do pojeto: Infecção comunitária do trato urinário revisão integrativa da literatura

Descrição: As infecções do trato urinário (ITU) possuem grande relevância clínica, principalmente em crianças, adultos jovens e mulheres sexualmente ativas, pela sua elevada frequência sendo superanda apenas pelas infecções do trato respiratório. Objetivos: analisar as publicações acerca dos fatores que favorecem o surgimento de infecções comunitárias do trato urinário; identificar os enfoques das produções científicas acerca de infecções comunitárias relacionadas ao trato urinário; relatar as complicações advindas das infecções comunitárias no trato urinário; identificar as recomendações baseadas em evidências para a prevenção de infecções comunitárias do trato urinário; avaliar as evidências clínicas das medidas de prevenção e controle das infecções do trato urinário, identificadas nas pesquisas. Estudo de revisão integrativa da literatura científica, das publicações no período de 2003 a 2013, mediante levantamento nas seguintes bases de dados: SciELO - Scientific Electronic Library Online, LILACS - Literatura Científica e Técnica da América Latina e Caribe, BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde, MEDLINE - Medical Literature Analysis and Retrieval System Online e BVS Biblioteca Virtual de Saúde. Serão utilizados na pesquisa dos artigos os seguintes descritores: infeção comunitária do trato urinário; Infecção do trato urinário. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Adenícia Custódio Silva e Souza - Integrante / Milca Severino Pereira - Integrante / Rhanielly de Assis Carvalho - Integrante.
2013 - Atual
Infecção comunitária do trato urinário revisão integrativa da literatura

Descrição: As infecções do trato urinário (ITU) possuem grande relevância clínica, principalmente em crianças, adultos jovens e mulheres sexualmente ativas, pela sua elevada frequência sendo superanda apenas pelas infecções do trato respiratório. Objetivos: analisar as publicações acerca dos fatores que favorecem o surgimento de infecções comunitárias do trato urinário; identificar os enfoques das produções científicas acerca de infecções comunitárias relacionadas ao trato urinário; relatar as complicações advindas das infecções comunitárias no trato urinário; identificar as recomendações baseadas em evidências para a prevenção de infecções comunitárias do trato urinário; avaliar as evidências clínicas das medidas de prevenção e controle das infecções do trato urinário, identificadas nas pesquisas. Estudo de revisão integrativa da literatura científica, das publicações no período de 2003 a 2013, mediante levantamento nas seguintes bases de dados: SciELO - Scientific Electronic Library Online, LILACS - Literatura Científica e Técnica da América Latina e Caribe, BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde, MEDLINE - Medical Literature Analysis and Retrieval System Online e BVS Biblioteca Virtual de Saúde. Serão utilizados na pesquisa dos artigos os seguintes descritores: infeção comunitária do trato urinário; Infecção do trato urinário..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Integrante / Adenícia Custódia Silva e Souza - Integrante / PEREIRA, MILCA SEVERINO - Coordenador / Rhanielly de Assis Carvalho - Integrante.
2013 - Atual
Incidência da dengue em menores de quinze anos de idade nas três maiores cidades do Estado do Tocantins nos períodos de 2003 a 2013

Descrição: A dengue é uma doença infecciosa cuja incidência na população infantil do Brasil vem crescendo nos últimos anos, também elevando o número de hospitalizações, sobretudo pelas formas graves da doença. É importante ressaltar que esse grupo de indivíduos representa uma parcela da sociedade bastante vulnerável a todas as complicações e manifestações graves da doença. A dengue representa um importante problema de saúde pública, com repercussões em todo sistema de saúde público e privado no país. Pode-se observar diante das notificações pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificações (SINAN), que está havendo crescente número de casos da dengue na população em geral, em todos os Estados brasileiros, independente da classe social. Trata-se de um estudo epidemiológico do tipo descritivo e transversal de casos diagnosticados de LV, dos três maiores municípios do Estado de Tocantins no período de 1º de janeiro de 2007 a 31 de dezembro de 2012. Esse grupo infantil, representando pela faixa etária de menores de 15 anos de idade. A presente pesquisa trata-se de um estudo epidemiológico do tipo descritivo e transversal de casos de dengue notificados em três maiores cidades do Estado do Tocantins, no período de 2003 a 2013. As informações referentes aos casos notificados de dengue serão armazenadas em um banco de dados contendo as variáveis correspondentes às informações da ficha de notificação da dengue no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). O estudo tem por objetivos: Descrever o coeficiente de incidência dos casos de dengue em menores ou igual a 15 anos de idade. Determinar a prevalência das formas graves da doença em menores de 15 anos de idade. Calcular o coeficiente de mortalidade infantil por dengue. Avaliar a tendência do coeficiente de incidência dos casos de dengue em menores de 15 anos. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Mirelly da Silva Ribeiro - Integrante.
2013 - Atual
Impacto da Leishmaniose visceral em duas cidades mais populosas do Estado do Tocantins: Incidência e fatores ambientais

Descrição: A leishmaniose visceral (LV) atinge cerca de 65 países, com incidência estimada de 500 mil novos casos e 59 mil óbitos anuais no mundo. No Brasil, é causada pelo protozoário Leishmania (Leishmania) infantum chagasi e transmitida por flebotomíneos do gênero Lutzomyia, sendo o cão considerado a principal fonte de infecção no meio urbano (WERNECK, 2010). Os motivos que levaram à urbanização da LV são ainda pouco conhecidos, mas as transformações ambientais associadas a movimentos migratórios e à ocupação urbana não planejada, as condições precárias de saneamento e habitação nas periferias destas cidades e a desnutrição são alguns dos muitos fatores implicados neste fenômeno. O fato é que a introdução da LV nas grandes cidades configura uma realidade epidemiológica diversa daquela previamente conhecida, requerendo uma nova racionalidade para os sistemas de vigilância e de controle. Trata-se de um estudo epidemiológico do tipo descritivo e transversal de casos diagnosticados de LV, dos dois municípios mais populosos do Estado de Tocantins no período de 1º de janeiro de 2007 a 31 de dezembro de 2012. As informações referentes aos casos notificados de LV serão armazenadas em um banco de dados contendo as variáveis correspondentes às informações da ficha de notificação da dengue no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Tem por objetivos: a) Descrever as características demográficas da Lishmaniose visceral; b) Avaliar o coeficiente de incidência da Leishmaniose visceral; c) Descrever o coeficiente de mortalidade e letalidade por Leishmaniose visceral; d) Correlacionar temperatura anual média e pluviosidade anual média com o coeficiente de incidência da Leishmaniose visceral. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Coordenador / Nicoly Aguiar - Integrante.
2012 - 2013
Ocorrência de infecção urinária em trabalhadores onde o horário de uso do banheiro é determinado pela empresa

Descrição: pesquisa tem como objetivos identificar casos relatados de infecção urinária em trabalhadores que atuam em empresas que possuem horário determinado para ir ao banheiro, descrever os sinais e sintomas mencionados pelos trabalhadores relacionados ao sistema urinário, e relatar a frequência de ingestão de água no turno de trabalho. Pesquisa descritiva, tipo survey, no período de agosto de 2012 a julho de 2013, em uma empresa que adota o sistema de horário determinado para uso de banheiro, localizadas no município de Goiânia, GO. A coleta de dados será mediante a aplicação de um questionário, estruturado com perguntas abertas e fechadas, a ser aplicado em todos os funcionários que concordarem em participar do estudo. Critério de inclusão: ser funcionário que atua no setor de teleatendimento e estar presente nos dias da coleta de dados. A abordagem aos trabalhadores será realizada na porta de entrada da empresa, o preenchimento do instrumento será feito após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Encaminhado ofício solicitando autorização à empresa, firmado compromisso de absoluto sigilo quanto à fonte de informação. O presente estudo é um subprojeto de um projeto maior, aprovado pelo CEP- SGC /PUC Goiás sob o CAAE 0114.0.168.000-11, com o registro CEP 1780/2011. .
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Integrante / Adenícia Custódia Silva e Souza - Integrante / Milca Severino Pereira - Coordenador / Rhanielly de Assis Carvalho - Integrante.
2012 - Atual
Titulo do projeto de pesquisa: Ocorrência de infecção urinária em trabalhadores onde o horário de uso do banheiro é determinado pela empresa.

Descrição: A pesquisa tem como objetivos identificar casos relatados de infecção urinária em trabalhadores que atuam em empresas que possuem horário determinado para ir ao banheiro, descrever os sinais e sintomas mencionados pelos trabalhadores relacionados ao sistema urinário, e relatar a frequência de ingestão de água no turno de trabalho. Pesquisa descritiva, tipo survey, no período de agosto de 2012 a julho de 2013, em uma empresa que adota o sistema de horário determinado para uso de banheiro, localizadas no município de Goiânia, GO. A coleta de dados será mediante a aplicação de um questionário, estruturado com perguntas abertas e fechadas, a ser aplicado em todos os funcionários que concordarem em participar do estudo. Critério de inclusão: ser funcionário que atua no setor de teleatendimento e estar presente nos dias da coleta de dados. A abordagem aos trabalhadores será realizada na porta de entrada da empresa, o preenchimento do instrumento será feito após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Encaminhado ofício solicitando autorização à empresa, firmado compromisso de absoluto sigilo quanto à fonte de informação. O presente estudo é um subprojeto de um projeto maior, aprovado pelo CEP- SGC /PUC Goiás sob o CAAE 0114.0.168.000-11, com o registro CEP 1780/2011..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Integrante / Adenícia Custódia Silva e Souza - Integrante / Milca Severino Pereira - Coordenador / Rhanielly de Assis Carvalho - Integrante.
2011 - 2014
A Formação na graduação em enfermagem e as práticas no sistema de saúde - mudanças, contribuições e desafios.

Descrição: Projeto integrado de pesquisa, abrangendo a investigação de várias vertentes na formação do enfermeiro, bem como sua inserção no mundo do trabalho. Subprojeto I - Projeto pedagógico do currículo de graduação em enfermagem- influências, desafios e perspectivas ; Subprojeto II - Políticas públicas para a formação do enfermeiro e suas interfaces com o trabalho - reflexões sobre o papel social da profissão; Subprojeto III - Processo de construção do conhecimento na formação do enfermeiro: demandas dos serviços de saúde e da sociedade contemporânea; Subprojeto IV- Núcleo docente estruturante no curso de graduação de enfermagem- o estado da arte..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (1) .

Integrantes: José Rodrigues do Carmo Filho - Integrante / Ana Clara Ferreira Veiga Tipple - Integrante / Adélia Yaeko Kyosen Nakatani - Integrante / Adenícia Custódia Silva e Souza - Integrante / Raquel Aparecida Marra da Madeira Freitas - Integrante / Milca Severino Pereira - Coordenador / Vanessa da Silva Carvalho Vila - Integrante / Marinésia Aparecida do Prado Palos - Integrante / Maria Madalena Del Duqui - Integrante.
Financiador(es): Pontifícia Universidade Católica de Goiás - Remuneração.


Membro de corpo editorial


2013 - Atual
Periódico: Microbiology Research International


Revisor de periódico


2010 - Atual
Periódico: African Journal of Microbiology Research
2010 - Atual
Periódico: Journal of Bacteriology Research
2013 - Atual
Periódico: Tropical Medicine and Health
2012 - Atual
Periódico: International Research Journal of Microbiology
2013 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Microbiology (Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Clínica.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia/Especialidade: Epidemiologia das Infecções Hospitalares/Epidemiologia Molecular.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Epidemiologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SCOPUS

Artigos completos publicados em periódicos

1.
DE OLIVEIRA, RODRIGO ALVES2014DE OLIVEIRA, RODRIGO ALVES ; GALES, ANA CRISTINA ; DA SILVA, RODRIGO CARDOSO ; PEREIRA, MILCA SEVERINO ; DO CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES . Description and molecular characterization of metallo-β-lactamase SPM-1 in Pseudomonas aeruginosa clinical strains from Goiânia, Brazil. Perspectivas Médicas (FMJ), v. 25, p. 11-19, 2014.

2.
AUGUSTO JUNIOR, C. J.2014AUGUSTO JUNIOR, C. J. ; Carmo Filho, JR. ; SOUSA, A. L. L. . Prevalência de sinais e sintomas respiratórios em população residente próxima a uma fábrica de cimento, Cezarina, Goiás, 2011. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ), v. 22, p. 120-126, 2014.

3.
OLIVEIRA, IARA BRITO BUCAR2014OLIVEIRA, IARA BRITO BUCAR ; BATISTA, HEBERT LIMA ; PELUZIO, JOÊNES MUCCI ; PFRIMER, IRMTRAUT ARACI HOFFMANN ; RODRIGUES, FLÁVIA MELO ; CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES DO . Epidemiological and environmental aspects of visceral leishmaniasis in children under 15 years of age between 2007 and 2012 in the City of Araguaína, State of Tocantins, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso), v. 47, p. 476-482, 2014.

4.
VALADARES, ADRIANE FEITOSA2013VALADARES, ADRIANE FEITOSA ; RODRIGUES C. FILHO, JOSÉ ; PELUZIO, JOÊNES MUCCI . Impacto da dengue em duas principais cidades do Estado do Tocantins: infestação e fator ambiental (2000 a 2010). Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 22, p. 59-66, 2013.

5.
Nóbrega M S2013Nóbrega M S ; Pereira MS ; Carmo Filho, JR. . Evolução da resistência de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii em unidades de terapia intensiva. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 15, p. 696-703, 2013.

6.
Moura J.S.D.2011Moura J.S.D. ; Souza P.D.S. ; MENEZES, R. T. ; SALGADO, C. M. ; Simões L.L.P. ; Carmo Filho, JR. . Fatores de risco associados à infecção e mortalidade por Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina em um hospital de referência para doenças infectocontagiosas de Goiânia-GO, Brasil. O Mundo da Saúde (CUSC. Impresso), v. 35, p. 84-90, 2011.

7.
RIVERO, J. R. R.2011RIVERO, J. R. R. ; Castro F.O.F ; Stival A.S ; MAGALHAES, M. R. ; Carmo Filho, JR. ; Pfrimer H. A. H. . Diversidade Genética do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e venenos com atividade anti-HIV. Tendências em HIV.Aids, v. 6, p. 16-20, 2011.

8.
RIVERO, J. R. R.2011RIVERO, J. R. R. ; Castro F.O.F ; MAGALHAES, M. R. ; Carmo Filho, JR. ; Pfrimer H. A. H. . Mechanisms of virus resistance and antiviral activity of snake venoms. The Journal of Venomous Animals and Toxins Including Tropical Diseases (Online), v. 17, p. 1-7, 2011.

9.
Cheffer M. C.2010 Cheffer M. C. ; Carmo Filho, JR. ; GALES, A. C. ; BARTH, A. L. ; Dalla-Costa L. M. . Carbapenem-resistant Pseudomonas aeruginosa: clonal spread in southern Brazil and in the state of Goiás. The Brazilian Journal of Infectious Diseases (Impresso), v. 14, p. 508-509, 2010.

10.
Gonçalves D.C.P.S2009 Gonçalves D.C.P.S ; Lima A.B.M ; Leão L.S.N.O ; Carmo Filho, JR. ; PIMENTA, F. C. ; VIEIRA, J. D. G. . Detecção de metalo-beta-lactamase em Pseudomonas aeruginosa isoladas de pacientes hospitalizados em Goiânia, Estado de Goiás. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso), v. 42, p. 411-414, 2009.

11.
RESENDE, A. C. B.2009RESENDE, A. C. B. ; Santos, D. B. ; Montalvão, E. R. ; Soares R.B.A ; Carmo Filho, JR. . Detection of antimicrobial-resistant gram-negative bacteria in hospital effluents and in the sewage treatment station of Goiânia,Brazil. O Mundo da Saúde (CUSC. Impresso), v. 33, p. 385-391, 2009.

12.
RESENDE, A.C.B2009RESENDE, A.C.B ; Santos, D.B ; Carmo Filho, JR. ; SOARES, R. B. A. ; Montalvão, E.R . Detection of antimicrobial-resistant gram-negative bacteria in hospital effluents and in the sewage treatment station of Goiânia, Brazil. O Mundo da Saúde (CUSC. Impresso), v. 33, p. 385-391, 2009.

13.
Carmo Filho, JR.;RODRIGUES C. FILHO, JOSÉ;DO CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES;CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES DO2008Carmo Filho, JR. ; SILVA, R. M. ; Castanheira, M ; Tognin, MCB ; GALES, A. C. ; Sader, ES ; SADER, H. S. . Prevalence and Genetic Characterization of blaCTX-m Among Klebsiella pneumoniae Isolates Collected in an Intensive Care Unit in Brazil. Journal of Chemotherapy (Testo Stampato), v. 20, p. 600-603, 2008.

14.
SANTO, D. F.2008 SANTO, D. F. ; Carmo Filho, JR. ; PIMENTA, F. C. ; OLIVEIRA, R. A. DE ; Montalvão, E. R. ; Santos, D. B. . Extended-spectrum β-lactamases producing Klebsiella pneumoniae isolated in two hospitals in Goiânia/Brazil: detection, prevalence, antimicrobial susceptibility and molecular typing. Brazilian Journal of Microbiology (Impresso), v. 39, p. 608-612, 2008.

15.
Marra AR2006 Marra AR ; PEREIRA, C. A. ; Castelo, A ; Carmo Filho, JR. ; SADER, H. S. ; Way, SB . Health and enconomic outcomes of the detection of Klebsiella pneumoniae produced extended-espectrum-beta-lactamase in a hospital with high prevalence of this infection. International Journal of Infectious Diseases, v. 10, n.1, p. 56-60, 2006.

16.
MARRA, A. R.2006 MARRA, A. R. ; Way, SB ; CASTELO, A. ; GALES, A. C. ; CAL, R. G. R. ; Carmo Filho, JR. ; PEREITA, C. A. P. ; EDMOND, M. B. . Nosocomial bloodstream infections caused by Klebsiella pneumoniae: impact of extended-spectrum beta-lactamase (ESBL) production on clinical autcome in a hospital with hight ESBL prevalence. BMC Infectious Diseases, USA, v. 6, n.24, p. 1, 2006.

17.
Carmo Filho, JR.;RODRIGUES C. FILHO, JOSÉ;DO CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES;CARMO FILHO, JOSÉ RODRIGUES DO2003Carmo Filho, JR. ; PEREIRA, A. S. ; TOGNIM, M. C. B. ; SADER, H. S. . Avaliação da acurácia de testes laboratoriais para detecção de amostras de Klebsiella pneumoniae produtora de beta lactamase de espectro estendido. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso), Rio de Janeiro, v. 39, p. 301-308, 2003.

18.
GALES, A. C.2002GALES, A. C. ; MENDES, R. E. ; Carmo Filho, JR. ; SADER, H. S. . Comparação das atividades antimicrobianas de meropenem e imipenem/cilastatina: o laboratório necessita testar rotineiramente os dois antimicrobianos. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (Impresso), Rio de Janeiro, v. 38, n.1, p. 13-20, 2002.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Pereira MS ; VILA, V. S. ; TIPPLE, A. C. F. V. ; SOUZA, A. C. S. E. ; Carmo Filho, JR. . Trabalho de conclusão de curso de graduação em Enfermagem - do mundo imaginário ao mundo real. In: Congresso Ibero Americano de Educação em Enfermagem, 2011, Coimbra. Referência (Coimbra), 2011. v. 4. p. 325.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Augusto Junior C. J ; Carmo Filho, JR. ; Souza, ALL ; DIAS, A. M. ; OLIVEIRA, L. A. R. ; MACHADO, R. D. . PREVALÊNCIA DE SINAIS E SINTOMAS RESPIRATÓRIOS EM POPULAÇÃO RESIDENTE PRÓXIMA A UMA FÁBRICA DE CIMENTO, CEZARINA GO, 2011.. In: 10º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2012, Porto Alegre - RS. Revista do IEEE América Latina. _____________________: ______________________, 2012. v. 000000. p. 00000000000-000000000000.

2.
Augusto Junior C. J ; Carmo Filho, JR. ; Souza, ALL ; MACHADO, R. D. ; OLIVEIRA, L. A. R. ; DIAS, A. M. . O processo de fabricação do cimento e possíveis riscos à saúde humana e ao meio ambiente. In: 10º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2012, Porto Alegre - RS. 10º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 0000000000000000000000: 000000000000000000000000, 2012. v. 000000. p. 000000000000000-000000000000000.

3.
Lim Lais ; Santos Daniela ; MAGALHAES, M. R. ; Carmo Filho, JR. ; GALES, A. C. . Avaliação da atividade antimicrobiana do veneno de 12 serpentes da família Viperidae contra bactérias gram-negativas e gram-positivas. In: XI Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar, 2008, Rio de Janeiro. The Brazilian Journal of Infectious Diseases (Impresso). Salvador: Contexto, 2008. v. 12. p. 48-48.

4.
Lim Lais ; Santos Daniela ; MAGALHAES, M. R. ; Carmo Filho, JR. ; GALES, A. C. . Estudo comparativo da atividade antibacteriana dos venenos branco e amarelo da serpente Crotalus durissus. In: XI Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar, 2008, Rio de Janeiro. The Brazilian Journal of Infectious Diseases (Impresso). São Paulo: Contexto, 2008. v. 12. p. 52-52.

5.
Carmo Filho, JR. ; GALES, A. C. ; SADER, H. S. ; MEDEIROS, E. A. S. . First Description of CTX-M Beta-Lactamase-Producing Klebsiella pneumoniae in Brazil. In: 43rd Annual Intercience Conference on Antimicrobial Agents and Chemotherapy, 2003, Chicago. 43rd ICAAC Abstracts, 2003. p. 109-109.

6.
MENDES, R. E. ; REIS, A. O. ; Carmo Filho, JR. ; SADER, H. S. ; JONES, R. N. ; GALES, A. C. . Ability of the Latin American Centers to Detect Antimicrobial Resistance Patterns: Experience of SENTRY Surveillance Antimicrobial Program 1997-1999. In: 101 General meeting of American Society for Microbiology, 2001, Orlando. 101 General Meeting, 2001. p. 163-164.

7.
TOSIN, I. ; Carmo Filho, JR. ; MENDES, R. E. ; Sader, ES . Avaliação do perfil de sensibilidade de bactérias isoladas no hospital São Paulo utilizando o Biomic e o programa WHONET. In: XI Congresso Brasileiro de Infectologia, 1999, São Paulo. Brazilian Journal of Infectious Diseases, 1999. v. 3. p. S103-S103.

8.
SOUZA, K. F. ; PEREIRA, M. ; JUNGMANN, L. C. ; Carmo Filho, JR. ; SALEM-IZAAC, S. M. ; JESUINO, R. ; BRITO, W. A. ; SOARES, C. M. A. . Utilização da Técnica de RAPD na Tipagem Epidemiológica de Isolados de Parcoccidioides brasiliensis. In: 43 Congresso Nacional de Genética, 1997, Goiânia. Revista Brasileira de Genética (Brazilian Journal of Genetics), 1997. v. 20. p. 248.

9.
Carmo Filho, JR. ; JESUINO, R. ; BRITO, W. A. ; SALEM-IZAAC, S. M. ; FELIPE, M. S. S. ; SOARES, C. M. A. . Estudos in vitro dos Efeitos do hormônio 17-beta-estradiol no fungo Paracoccidioides brasiliensis. In: XIX Congresso Brasileiro de Microbiologia, 1997, Rio de Janeiro. XIX Congresso Brasileiro de Microbiologia, 1997. p. 240.

Apresentações de Trabalho
1.
Augusto Junior C. J ; Carmo Filho, JR. ; Souza, ALL . O processo de fabricação do cimento e possíveis riscos à saúde humana e ao meio ambiente. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
Augusto Junior C. J ; Carmo Filho, JR. ; SOUSA, A. L. L. . Prevalência de sinais e sintomas respiratórios em população residente próxima a uma fábrica de cimento, Cezarina - GO, 2011. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
Pereira MS ; VILA, V. S. ; SOUZA, A. C. S. E. ; TIPPLE, A. F. V. ; Carmo Filho, JR. . Trabalho de conclusão de curso de graduação em Enfermagem - do imaginário ao mundo real. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
OLIVEIRA, R. A. DE ; Santos, D. B. ; Montalvão, E. R. ; GALES, A. C. ; PIMENTA, F. C. ; Carmo Filho, JR. . XXIV Congresso Brasileiro de Microbiologia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
Santos, D. B. ; Queiroz SJ ; MAGALHAES, M. R. ; GALES, A. C. ; Carmo Filho, JR. . Identificação da atividade do antibacteriana do veneno de Bothrops moojeni. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
Soares, L. R ; Souza, J. M ; Santana, L. B. S ; Prudente, L. A. R ; Coelho, M. L. P ; Carmo Filho, JR. . XII Congresso de Clínica Médica do Estado de Goiás. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
Carmo Filho, JR. ; Matão MEL ; Anastácio VC ; Romanholo JC ; Ferreira LCA . Exercício da Enfermagem no atendimento móvel de urgência: do legal ao real. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
Carmo Filho, JR. ; Freitas, RAMM ; Silva, MA ; Pinho, LMO . O currículo do curso de Enfermagem da UCG: mudar para formar profissionais reflexivos e críticos. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
Carmo Filho, JR. ; GALES, A. C. ; MEDEIROS, E. A. S. ; TOGNIM, M. C. B. ; SADER, H. S. ; SILVA, R. M. . Ocurrence and first description of CTX-B-lactamase-producing Klebsiella pneumoniae in Brazil. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
MARRA, A. R. ; Way, SB ; Castelo, A ; Carmo Filho, JR. . Análise dos fatores de risco relacionados à letalidade das infecções da corrente sangüínea hospitalares por Klebsiella pneumoniae. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
Carmo Filho, JR. ; Medeiros, EAS ; Tognin, MCB ; Silbert, S ; Gales, AC ; Sader, ES . Avaliação dos Fatores de Risco para infecção por Klebsiella pneumoniae e o seu modo de disseminação em unidade de terapia intensiva. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
Carmo Filho, JR. ; Medeiros, EAS ; Gales, AC ; Castanheira, M ; Pereira, A ; Silbert, S ; Sader, ES . Avaliação do modo de disseminação de amostras de Klebsiella pneumoniae em unidade de terapia intensiva. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
Carmo Filho, JR. ; Medeiros, EAS . Nosocomial Infection in an Neonatal Intensive Cara Unit. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
Carmo Filho, JR. ; Medeiros, EAS . Identification for Risk Factors for Infection Due to Klebsiella pneumoniae in a General Intensive Care Unit. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PFRIMER, I. A. H.; FONSECA, S. G.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Ronaldo Portela. Avaliação da soroprevalência e dos fatores de risco de infecção por sífilis em indivíduos privados de liberdade do complexo prisional de Aparecida de Goiânia. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

2.
Carmo Filho, JR.; PFRIMER, I. A. H.; FONSECA, S. G.. Participação em banca de Roberpaulo Anacleto Neves. Prevalência da infecção pelo vírus da Hepatite C e coinfecção pelo vírus da imunodeficiência humana em detentos do complexo prisional de Aparecida de Goiânia. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

3.
Carmo Filho, JR.; PFRIMER, I. A. H.; FERNANDES, C. H. C.; RODRIGUES, F. M.; PEREIRA, M. S.. Participação em banca de Iara Bucar Oliveira. Aspectos epidemiológicos e ambientais da Leishmaniose visceral em menores de 15 anos, no município de Araguaina, Tocantins, Brasil. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

4.
BARROS, P. S.; SOUZA, M. M.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Sônia Cristina Moreira Issler. Hanseníase no Estado de Goias - Brasil: um recorte de 10 anos. 2014. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás.

5.
PFRIMER, I. A. H.; Carmo Filho, JR.; FONSECA, S. G.. Participação em banca de Denise Piccoli de Paula. Prevalência da co-infecção em pacientes HIV-1 soropositivo com o HTLV 1 e 2 em dois centros de referência de Goiânia - GO. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

6.
Carmo Filho, JR.; GALES, A. C.; LEVIN, A. S. S.. Participação em banca de Juliana Provasi Cardoso. Avalização da contribuição do sistema de efluxo AdeABC e da hiperprodução de Adc na resistência aos beta-lactâmicos em isolados clínicos de Acinetobacter baumannii produtores de Oxa-23 no Brasil. 2013. Dissertação (Mestrado em Infectologia) - Universidade Federal de São Paulo.

7.
Carmo Filho, JR.; Pereira MS; Silva Junior N.J. Participação em banca de Dirce Sayuri Otake Guollo. Características epidemiológicas relacionadas aos casos de dengue diagnosticados no município de Cuiabá - Mato Grosso, 2007 a 2011. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

8.
Carmo Filho, JR.; Carvalho GS; RODRIGUES, F. M.. Participação em banca de Gisele Angélica Moreira de Siqueira. Epidemia de influenza A (H1N1) 2009 no Estado de Goiás-Brasil: Casos e óbitos. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

9.
Pfrimer H. A. H.; Souza, ALL; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Carlos José Augusto Júnior. Saúde e ambiente: Prevalência de sinais e sintomas respiratórios em população residente próximo a uma fábrica de cimento, Cezarina - GO, 2011. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

10.
Carmo Filho, JR.; Pereira MS; VILA, V. S.; SOUZA, A. C. S. E.; TIPPLE, A. F. V.. Participação em banca de Luciano Lucindo da Silva. Custo da Infecção em Cirurgia Ortopédica: Revisão Integrativa da Literatura. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

11.
Carmo Filho, JR.; Guilarde AO; Turchi MD. Participação em banca de Cassia Silva Miranda. Infecção por Acinetobacter baumannii em pacientes admitidos em unidades de terapia intensiva de Goiânia e Aparecida de Goiânia. 2012. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

12.
Pfrimer H. A. H.; Carmo Filho, JR.; Cunha LC. Participação em banca de Leandro Dobrachinski. Avaliação da potencial atividade citotóxica da peçonha de Caudisona durissa terrificus em células mononucleares do sangue periférico humano. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

13.
Carmo Filho, JR.; Carvalho GS; Rodrigues, F.M; Laval CABP. Participação em banca de Djalma Antônio da Silva Júnior. Perfil epidemiológico e demográfico dos casos de dengue em Goiânia - Goiás, numa série histórica de 2001 a 2009. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

14.
Carmo Filho, JR.; Pfrimer H. A. H.; VIEIRA, J. D. G.. Participação em banca de Marciano de Sousa Nóbrega. Evolução da resistência e aspectos microbiológicos de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii em unidades de terapia intensiva. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

15.
Carmo Filho, JR.; SOUSA, A. L. L.; Carvalho GS; PFRIMER, I. A. H.. Participação em banca de Ana Flávia de Morais Oliveira. Características epidemiológica e ambiental dos casos de dengue ocorridos nos anos de 2000 a 2010, em Araguaína - Tocantins. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

16.
Carmo Filho, JR.; Pereira MS; Pfrimer, IAH; BARBERI, M.. Participação em banca de Adriane Feitosa Valadares. Características Epidemiológica e Ambientais Relacionadas a Dengue em Duas Maiores Cidades do Estado do Tocantins em um Período de Onze Anos (2000 a 2010. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

17.
Carmo Filho, JR.; FRASSETTO, E. G.; PFRIMER, I. A. H.; SUPLENTE, M. B.. Participação em banca de Lara Cândida de Sousa Machado. Avaliação do extrato etanólico bruto da casca do caule da Croton urucurana baill na cicatrização de feridas cutâneas induzidas por peçonha de Bothops moojeni em camundongos. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

18.
Pfrimer H. A. H.; Rodrigues, F.M; Silveira LA; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Fernanda de Oliveira Feitosa de Castro. Avaliação da atividade não citotóxica do veneno da cobra Bothrops pauloensis em células mononucleares do sangue periférico. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

19.
Pfrimer H. A. H.; Rodrigues, F.M; Silveira LA; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Aislan Sena Stival. Avaliação da atividade não citotóxica do veneno de Bothrops moojeni em célulsa mononucleares do sangue periférico humano. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

20.
Carmo Filho, JR.; Jesuino, RSA; Saddi, VA; Pfrimer, IAH (Suplente). Participação em banca de Sílvio José de Queiroz. Atividade antimicrobiana do veneno da serpente Bothrops moojeni em bactérias gram-negativas. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

21.
Carmo Filho, JR.; Viana, FP; Rassi, S; Afiune Neto, A. Participação em banca de Elizabeth Rodrigues de Morais. Efeitos do exercício físico não-supervisionado na capacidade funcional e na qualidade de vida de portadores de insuficiência cardíaca crônica. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

22.
Pfrimer H. A. H.; Carmo Filho, JR.; Sucupira, M.C.A; Rodrigues, F.M; Barbieri, M.. Participação em banca de José Vitélio Ruiz Rivero. Atividade não citotóxica do veneno Bothrops Jararacussu em células mononucleares do sangue periférico. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

23.
Carmo Filho, JR.; SOUZA, L. K. H. E.; PIMENTA, F. C.; REIS, C.; Vieira J.D.G.V; Palos M.A.P. Participação em banca de Diana Christina Pereira Santos Gonçalves. Detecção de metalo-beta-lactamase de Pseudomonas aeruginosa isolada de pacientes hospitalizados. 2009. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

24.
PFRIMER, I. A. H.; Carmo Filho, JR.; SALGADO, C. M.; Silva Junior N.J; Vieira S.L. Participação em banca de Sandra Maria da Fonseca Diniz. Implicações do Diabetes Mellitus na qualidade de vida de indivíduos participantes do programa de saúde para o diabetes tipo 2 do Hospital do Polícia Militar. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

25.
Carmo Filho, JR.; JONAS, E.; Souza, ALL; Silva Junior N.J; Pfrimer H. A. H.. Participação em banca de Lorena Raizama Costa. Incidência das doenças sexualmente transmissíveis em dois municípios do oeste goiano, antes, durante e após a construção da pequena Central Hidrelétrica Mosquitão. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

26.
Carmo Filho, JR.; PIMENTA, F. C.; SOUZA, L. K. H. E.; KIPNIS, A.; VIEIRA, J. D. G.; Palos, MAP (Mariésia Aparecida Prado Palos). Participação em banca de Juliana de Oliveria Rosa. Detecção do gene mecA em estafilococos coagulase negativa resistentes à oxacilina isolados da saliva de profissionais da saúde de um hospital universitário. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

27.
Carmo Filho, JR.; SOUZA, A. C. S. E.; CANINI, S. R. M. S.; CARNEIRO, M. A. S.; TIPPLE, A. F. V.. Participação em banca de Jackeline Maciel Barbosa. As inferfaces do processamento de endoscópios pelo uso de glutaraldeido em 20 servíços de endoscopia de Goiânia. 2008. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás.

28.
Carmo Filho, JR.; JONAS, E.; SALGADO, C. M.; Souza, ALL; Pfrimer H. A. H.. Participação em banca de Paulo Wharton Negri. Prevalência de fatores de risco para doenças cardiovasculares entre trabalhadores administrativos da Companhia de Saneamento do Estado de Goiás. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

29.
SOUZA, A. C. S. E.; TIPPLE, A. C. F. V.; HAYASHIDA M; Palos, MAP (Mariésia Aparecida Prado Palos); Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Mary Rocha Carneiro Garcia-Zapata. Precauções padrão: conhecimento e prática de acadêmicos de Enfermagem e Medicina de uma instituição pública de ensino superior. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de pós-graduação em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem - Universidade Federal de Goiás.

30.
Carmo Filho, JR.; Campos PHF; SOUZA, A. C. S. E.; Vandenberghe LMA; TIPPLE, A. C. F. V.. Participação em banca de Vanusa Claudete Anastácio Usier. Infecções no meio ambiente hospitalar: Representações sociais de profissionais com atuação em unidade de terapia intensiva. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

31.
Carmo Filho, JR.; GALES, A. C.; Pfrimer H. A. H.. Participação em banca de Daniella Fabiola Santo. Características microbiológicas de Klebsiella pneumoniae isoladas no meio ambiente hospitalar de pacientes com infecção nosocomial em Goiânia/Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

32.
PIMENTA, F. C.; Carmo Filho, JR.; VIEIRA, J. D. G.. Participação em banca de Luciana Silva Cruz Oliveira. Streptococcus pneumoniae isolados simultaneamente de líquor, sangue e nasofaringe de crianças com meningite meningocócica: suscetibilidade, sorotipos e tipagem PspA. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

33.
Carmo Filho, JR.; Tognin, MCB; Pfrimer H. A. H.. Participação em banca de Rodrigo Alves de Oliveira. Pseudomonas aeruginosa: tipagem molecular e caracterização fenotípica de amostras isoladas de pacientes com infecção adquirida no meio ambiente hospitalar. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

34.
VIEIRA, J. D. G.; Bara, M.T.F; KIPNIS, A.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Daniella Vilela Lima. Atividade antimicrobiana e antitumoral de Actinomicietos isolados de solos de cerrado e mata atlântica. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

35.
VIEIRA, J. D. G.; PIMENTA, F. C.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Ana Beatriz Mori de Lima. Prevalência de bastonetes gram-negativos isolados da nasofaringe de crianças de creches do município de Goiânia. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

36.
Carmo Filho, JR.; PFRIMER, I. A. H.; JANINI, L. M. R.. Participação em banca de Daniela Paes Landim Borges de Mendonça. Perfil sociodemográfico, prevalência e incidência de anticorpos anti-HIV em doadores de sangue em Goiânia-GO. 2006. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

37.
MARCAL, M. L. P.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Maryane Leandro Prudente Marçal. Perfil sócido-demográfico e imunológico em criaças com paralisia cerebral tetraparética. 2006. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

38.
Rassi C; Carmo Filho, JR.; Bertocello D.. Participação em banca de Selma Mendes Resende. Novo protocolo de hidroterapia na recuperação do equilíbrio e prevenção de quedas em idosas. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

39.
Pfrimer H. A. H.; Jendiroba D. B; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Marcelo Zanini de Oliveira e Silva. Padronização de um ensaio imunoenzimático (ELISA) utilizando uma proteína multiepítopo recombinante para produção de kit para diagnóstico da hepatite C. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

40.
Souza, ALL; Freitas, RAMM; BARBOSA, M. A.; NAKATANI, A. Y. K.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Cristiane José Borges. Avaliação de ações educativas em saúde com grupos de gestantes: estudo comparativo entre unidades de saúde da família e unidade básica de saúde. 2005. Dissertação (Mestrado em Programa de pós-graduação em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem - Universidade Federal de Goiás.

41.
PIMENTA, F. C.; PIGNATARI, A. C. C.; SERAFINI, A. B.; Carmo Filho, JR.; KIPNIS, A.; Reis, C. Participação em banca de Juliana Lamaro Cardoso. Prevalência e tipagem molecular de Staphylococcus aureus isolados da nasofaringe de crianças no município de Goiânia. 2005. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

42.
Carmo Filho, JR.; Reis, C; PIMENTA, F. C.. Participação em banca de Thais Teixeira Fernandes. Prevalência e suscetibilidade a antimicrobianos e fitoterápicos de microrganismos isolados de índios Karajas com otite média. 2005. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

43.
Carmo Filho, JR.; VIEIRA, J. D. G.; PIMENTA, F. C.; REIS, C.; TIPPLE, A. F. V.; KIPNIS, A.. Participação em banca de Frederico Mendes Machado Neto. Prevalência e tipagem molecular da cápsula de Hemophilus influenzae isolados da nasofaringe de crianças pos introdução da vaina Hib. 2005. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

44.
TELES, S. A.; YOSHIDA, C. F. T.; MARTINS, R. M. B.; Carmo Filho, JR.; MEDEIROS, M.. Participação em banca de Michele Dias da Silva Oliveira. Estudo soroepidemiológico da infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) e a avaliação da soroconversão à vacina Butang em adolescentes da periferia da região metropolitana de Goiânia, Goiás. 2005. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás.

45.
Carmo Filho, JR.; Reis, C; TIPPLE, A. C. F. V.. Participação em banca de Rosana Cruvinel Machado de Araújo. Avaliação da efetividade da descontaminação de moldes odontológicos em hidrocolóide irreversível pela radiação de ultra-violeta. 2003 - Universidade Federal de Goiás.

Teses de doutorado
1.
SOUZA, A. C. S. E.; TIPPLE, A. C. F. V.; PEREIRA, M. S.; VILA, V. S.; Carmo Filho, JR.; QUEIROZ, M. G.; SILVA, A. E. B. C.. Participação em banca de Katiane Martins Mendonça. Risco biológico nas etapas finais do sistema de medicação, em serviços de urgência e emergência e a implementaçao de uma estratégia educativa pautada no arco de Maguerez. 2013. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás.

2.
Carmo Filho, JR.; Campos PHF; Alaves ED; Pereira MS; Coelho C. Participação em banca de Maria Eliane Liégio Matão. Representações Sociais de Mulheres Jovens Associadas ao Sexo, Risco e Práticas Preventivas. 2012. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

Qualificações de Mestrado
1.
PFRIMER, I. A. H.; Carmo Filho, JR.; FONSECA, S. G.. Participação em banca de Denise Picolli de Paula. Prevalência da coinfecção em pacientes HIV soropositivos com o HTV 1 e 2 em Goiânia - GO. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

2.
Carmo Filho, JR.; MATAO, M. E. L.; VILA, V. S.; BRAGA, C. F.. Participação em banca de Éricka Samanta Dorfey. Representações sociais das infecções relacionadas à assistência à saúde por profissionais de saúde que trabalham em unidades de terapia intensiva de Barreiras - BA. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

3.
Carmo Filho, JR.; SOUSA, A. L. L.; PFRIMER, I. A. H.; Carvalho GS. Participação em banca de Ana Flávia de Morais Oliveira. Características epidemiológicas e distribuição dos casos de dengue ocorridos entre os anos de 2000 a 2010, em Araguaína - Tocantins. 2012.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
SOUZA, L. K. H. E.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Cleliana Sanches e Silva Ramos. Kits para aerosol terapia: análise microbiológica de artigos reprocessados. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Microbiologia) - Universidade Federal de Goiás.

2.
Tobias CAS; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Célia Alves do Santos Tobias. Aspectos Epidemiológicos da tuberculose no Estado do Tocantins. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Microbiologia) - Universidade Federal de Goiás.

3.
Carmo Filho, JR.; Guimarães, HA. Participação em banca de Heloísa A. Guimarães. Ocorrência e perfil de susceptibilidade de bactérias Gram-negativas produtoras de ESBL isoladas de pacientes internados em UTI. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Microbiologia) - Universidade Federal de Goiás.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
BARBIERI, J. E.; Carmo Filho, JR.. Participação em banca de Katiany Rossi Lucas Cintra.A importância do termo de consentimento livre e esclarecido na responsabilidade civil do médico. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Jurídicas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

2.
SILVA, G. G.; Carmo Filho, JR.; PFRIMER, I. A. H.; FONSECA, S. G.. Participação em banca de Gláucia Gomes da Silva.Prevalência da coinfecção pelo GBV-C em indivíduos infectados pelo HIV-1 no complexo prisional de Aparecida de Goiânia - Goiás. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

3.
SILVA, G. G.; PFRIMER, I. A. H.; Carmo Filho, JR.; FONSECA, S. G.. Participação em banca de Gláucia Gomes da Silva.Prevalência da coinfecção HIV/GBV-C e comportamento de risco de indivíduos privados de liberdade do complexo prisional de Aparecida de Goiânia, Goiás, Brasil. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas - Modalidade Médica) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Carmo Filho, JR.; MATAO, M. E. L.; DUARTE, A. J.. Processo seletivo de pessoal docente para o curso de Engermagem. 2013. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

2.
Carmo Filho, JR.; SANTOS, S.; CAIXETA, T. D.. Processo seletivo de médico do trabalho. 2003. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
65º Congresso Brasileiro de Enfermagem. Infecção relacionada à assistência à saúde em pacientes em tratamento oncológico. 2013. (Congresso).

2.
65º Congresso Brasileiro de Enfermagem. Estudos realizados em centros de materiais e esterilização: uma revisão integrativa. 2013. (Congresso).

3.
65º Congresso Brasileiro de Enfermagem. Principais enfoques abordados em pesquisas científicas sobre as comissões de controle de infecção. 2013. (Congresso).

4.
XX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Prevalência de sinais e sintomas respiratórios em população residente próxima a uma fábrica de cimento, Cezarina - GO, 2011. 2012. (Congresso).

5.
XI Conferência Iberoamericana de Educação em Enfermagem. Trabalho de conclusão de curso de graduação em Enfermagem - do imaginário ao mundo real. 2011. (Congresso).

6.
XXIV Congresso Brasileiro de Microbiologia. Pseudomonas aeruginosa: caracterização fenotípica e tipagem molecular de amostras clinicas isoladas de pacientes com infecção adquirida no ambiente hospitalar. 2009. (Congresso).

7.
XXIV Congresso Brasileiro de Microbiologia. Identificação da atividade antibacteriana do veneno de Bothrops mooojeni. 2009. (Congresso).

8.
XII Congresso de Clínica Médica do Estado de Goiás. Prevalência e perfil de sensibilidade de Pseudomonas aeruginosa em pacientes oncológicos internados em unidade de terapia intensiva. 2009. (Congresso).

9.
Seminário de Enfermagem.Controle de infecção respiratória. 2005. (Seminário).

10.
II Simpósio Goiâno de Doenças Sexualmente Transmissíveis e II Simpósio Goiano de Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia. 2005. (Simpósio).

11.
IV Semana Científica de Biomedicina.Dectecção de beta-lactamase de espectro ampliado no laboratório clínico. 2005. (Simpósio).

12.
Seminário Nacional de Diretrizes para Educação em Enfermagem.O currículo do curso de Enfermagem da UCG: mudar para formais profissionail reflexivos e críticos. 2004. (Seminário).

13.
I Simpósio de Medicina Laboratorial do Laboratório Clínico do Hospital das Clínicas - UFG.Correlação clínica, epidemiológica, e microbiológica das infecções hospitalares causadas por Klebsiella pneumoniae. 2004. (Simpósio).

14.
Aula no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - Mestrado da Universidade Federal de Goiás.Epidemiologia das Infecções Hospitalares e a Importância do Laboratório de Microbiologia Clínica no Controle das Infecções Hospitalares. 2004. (Outra).

15.
XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia 2003. Occurence and First Description on CTX-M Beta-lacatamase-producing Klebsiella pneumoniae in Brazil. 2003. (Congresso).

16.
XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia. XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia. 2003. (Congresso).

17.
XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia. 2003. (Congresso).

18.
Seminário de Enfermagem.Investigação de surto. 2003. (Seminário).

19.
Seminário de Enfermagem.Controle de infecção causada por bactérias multirresistentes. 2003. (Seminário).

20.
VIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. Avaliação dos fatores de risco para infecção por Klebsiella pneumoniae e o seu modo de disseminação em unidade de terapia intensiva. 2002. (Congresso).

21.
VIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. VIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. 2002. (Congresso).

22.
VIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. Avaliação do modo de disseminação de amostras de Klebsiella pneumoniae em unidade de terapia intensiva. 2002. (Congresso).

23.
VIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. Avaliação dos fatores de risco para infecção por Klebsiella pneumoniae e o seu modo de disseminação em unidade de terapia intensiva. 2002. (Congresso).

24.
VIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. 2002. (Congresso).

25.
Curso de Planejamento de Pesquisa Clínica. 2002. (Outra).

26.
Métodos de pesquisa quantitativa. 2002. (Outra).

27.
III Semana de Enfermagem.Controle de infecção hospitalar causado por bactérias multirresistentes. 2001. (Seminário).

28.
Primeiro Simpósio de Resistência Bacteriana. 2001. (Simpósio).

29.
2nd International Symposium of the Brazilian Cochrane Collaboration. 2001. (Simpósio).

30.
Formação didático-pedagógica em saúde. 2001. (Outra).

31.
Avanços e controvérsias em diagnóstico, prevenção e controle das infecções associadas a cateteres intravasculares. 2000. (Outra).

32.
I Curso de Prevenção e Tratamento de Infecções no Paciente Grave. 2000. (Outra).

33.
I Curso de Controle Ambiental e Infecção Hospitalar. 2000. (Outra).

34.
Epidemiologia Clínica em Doenças Infecciosas. 2000. (Outra).

35.
Técnicas Básicas em Genética Bacteriana. 2000. (Outra).

36.
Interação de Estruturas de Superfície Bacteriana com Células Eucarióticas. 2000. (Outra).

37.
Curso de teste de sensibilidade a antimicrobianos e controle de qualidade. 2000. (Outra).

38.
Curso de teste de sensibilidade a antimicrobianos e controle de qualidade. 2000. (Outra).

39.
AIDS. 2000. (Outra).

40.
Antibióticos e Quimioterápicos em Doenças Infecciosas. 1999. (Outra).

41.
Epidemiologia Hospitalar. 1999. (Outra).

42.
Doenças Causadas por Bactérias - aspectos clínicos e laboratoriais. 1999. (Outra).

43.
Curso de Epidemiologia Clínica. 1999. (Outra).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Ana Paula Ribeiro Zenha. Título do projeto: Acolhimento com classificação de risco em centros de atenção integral a saúde na perspectiva do usuário.. Início: 2013. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Atenção a Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. (Orientador).

2.
Éricka Samanta Dorfey. Representações sociais das infecções hospitalares por profissionais de saúde que trabalham em unidades de terapia intensiva de Barreiras - BA. Início: 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. (Orientador).

3.
Iara Brito Bucar Oliveira. ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E AMBIENTAIS DA LEISHMANIOSE VISCERAL EM CRIANÇAS NO MUNICÍPIO DE ARAGUAÍNA TO NO PERÍODO DE 2000 A 2011.. Início: 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Iara Bucar Oliveira. Aspectos epidemiológicos e ambientais da Lishmaniose visceral em menores de 15 anos, no período de 2007 a 2012, no município de Araguaína, Tocantins, Brasil. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

2.
Dirce Sayuri Otake Guollo. Características epidemiológicas relacionadas aos casos de dengue diagnosticados no município de Cuiabá - Mato Grosso, 2007 a 2011. 2013. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

3.
Carlos José Augusto Junior. Saúde e ambiente: Prevalência de sinais e sintomas respiratórios em população residente próxima a uma fábrica de cimento, Cezarina GO, 2011.. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

4.
Luciano Lucindo da Silva. Custo da infecção em cirurgia ortopédica:Revisão Integrativa da Literatura. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

5.
Djalma Antônio da Silva Junior. Perfil epidemiológico e demográfico dos casos de dengue em Goiânia - Goiás, numa série histórica de 2001 a 2009. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

6.
Marciano de Sousa Nóbrega. Evolução da resistência e aspectos epidemiológicos de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii em unidades de terapia intensiva. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

7.
Ana Flávia de Morais Oliveira. Características Epidemiológicas e Ambiental dos Casos de Dengue Ocorridos nos Anos de 2000 a 2010. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

8.
Adriane Feitosa Valadares. Características epidemiológicas e ambientais relacionadas a dengue em duas maiores cidades do Estado do Tocantins em um período de onze anos (2000 a 2010). 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

9.
Sílvio José de Queiroz. Atividade antimicrobiana do veneno da serpente Bothrops moojeni em bactérias gram-negativas. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

10.
José Vitelio Ruiz Rivero. Avaliação da atividade não citotóxica do veneno de Bothrops jararacussu em células mononucleares humana do sangue periférico. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Co-Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

11.
Aline Cristina Batista Resende. Detecção de microrganismos com resistência antimicrobiana presentes no efluente hospitalar e na estação de tratamento de esgoto de Goiânia: Presença de bactérias gram-negativas resistentes aos antimicrobianos. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

12.
Lorena Raizama Costa. Incidência de doenças sexualmente transmissíveis em dois municípios do oeste goiano antes, durante e após a construção da pequena idrelétrica Mosquitão. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

13.
Paulo Wharton Negri. Prevalência dos fatores de risco para doenças cardiovasculares entre trabalhadores administrativos da Compania de Saneamento do Estado de Goiás. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

14.
Vanusa Claudete Anastácio Usier Leite. Infecções no meio ambiente hospitalar: Representações sociais de profissionais com atuação em unidade de terapia intensiva. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Meio Ambiente e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

15.
Daniella Fabiola Santos. Características microbiológicas de Klebsiella pneumoniae isoladas no meio ambiente hospitalar de pacientes com infecção nosocomial em Goiânia/Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

16.
Rodrigo Alves de Oliveira. Pseudomonas aeruginosa: tipagem molecular e caracterização fenotípica de amostras isoladas de pacientes com infecção adquirida no meio ambiente hospitalar. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, . Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Wellington Rodrigo Silva. Osteopatia Hipertrofica Pulmonar . 2004. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Medicina Veterinária) - Centro Regional Universitário de Espirito Santo do Pinhal. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Thais Dias da Silva. Características epidemiológicas de crianças menores de seis anos da cidade de Catalão no SISVAN EM 2009. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

2.
Luane Marçal dos Reis. Frequencia de lesões citológicas indentificadas no esfregaço esfoliativo do colo uterino no município de Pires do Rio - Goiás. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

3.
Liliane Maria Mazon. Características epidemiológicas das gestantes submetidas ao parto normal ou cesário no município de Catalão - Goiás. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

4.
Letícia Silva Vitorino. Prevalência da mortalidade por câncer no município de Catalão - Goiás no período de 2000 a 2007. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

5.
Loara Kelly Vieira Lucas. Prevalência das doenças diagnosticadas no pré-natal em gestantes no município de Pires do Rio - Goiás no período de 2007 a 2009. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

6.
Paula Rayane de Oliveira. Prevalência de vaginose bacteriana por Garnerella vaginalis no município de Pires do Rio - Goiás no perído de janeiro de 2006 a dezembro de 2008. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

7.
Flávia Bettanin Costa. Prevalência das infecções hospitalares causadas por Enterococcus sp. em unidade de terapia intensiva de um hospital universitário. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

Iniciação científica
1.
Kamila Cardoso dos Santos. Prevalência das infecções relacionadas com a assistência à saúde em hospital especializado em oncologia.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

2.
Andressa Ferruch Pimentel. Estrutura para prevenção e controle das infecções hospitarlares relacionadas à assistência à saúde em hospitais da rede pública. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Enfermagem) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

3.
Daniela Braz dos Santos. Identificação da atividade antibacteriana do veneno de Bothrops moojeni. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Biologia) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

4.
Jordanna Sant Anna Diniz e Moura. Epidemiologia e fatores de risco para infecções por Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina no Hospital de Doenças Tropicais, Goiânia, Brasil.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Universidade Católica de Goiás. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.

5.
Juliana Provasi Cardoso. Caracterização Fenotípica de Pseudomonas spp. Relacionadas com Infecção Hospitalar. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Universidade Católica de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: José Rodrigues do Carmo Filho.



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
VALADARES, ADRIANE FEITOSA2013VALADARES, ADRIANE FEITOSA ; RODRIGUES C. FILHO, JOSÉ ; PELUZIO, JOÊNES MUCCI . Impacto da dengue em duas principais cidades do Estado do Tocantins: infestação e fator ambiental (2000 a 2010). Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 22, p. 59-66, 2013.



Outras informações relevantes


- Coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa da Pontifícia Universidade Católica de Goiás - 2003 a 2010. Coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa no período de 2007 a 2010.
- Aprovado em concurso público promovido pela Fundação Hospitalar do Distrito Federal - Secretaria de Saúde em 1995, sendo aprovado em primeiro lugar
- Aprovado em concurso público promovido pela Secretaria Municipal de Saúde  do município de Goiânia em 1992, sendo aprovado em décimo terceiro lugar
- Coordenador da Clínica Escola Vida da Universidade Católica de Goiás desde março de 2003
- Emissão de parecer técnico acerca do projeto de pesquisa: Detecção e genotipagem de papiloma vírus humano em tumores de pênis
- Emiissão de parecer técnico acerca do projeto de pesquisa: Análise molecular do gene CFTR na população deo Estado de Goiás
- Emissão de parecer técnico acerca do projeto de pesquisa: O conhecimento consolidado em genética e o desafio de sua inclusão nas políticas públicas de saúde a partir de um estudo do diangóstico da síindrom do x-frágil
- Membro do Conselho da Comunidade na Execução Penal - 2010 a 2012



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 24/11/2014 às 7:17:48