Rafael Scopacasa

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3033557173448621
  • Última atualização do currículo em 18/06/2018


Professor adjunto de História Antiga na Universidade Federal de Minas Gerais. Possui doutorado em História Antiga pela University of Exeter (2009), mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (2005) e graduação em História pela Universidade de São Paulo (2002). Tem experiência na área de História Antiga, com ênfase em História de Roma, atuando principalmente nos seguintes temas: Roma republicana (séculos VI-I a.C.), expansão romana, imperialismo romano, história ambiental do Mediterrâneo antigo, Roma e os povos itálicos, identidade romana e o "outro" de Roma, historiografia romana, arqueologia romana e itálica, identidade étnica, e arqueologia das práticas mortuárias. Foi bolsista da British School at Rome (2010-11) e é membro pesquisador do Department of Classics and Ancient History, University of Exeter. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Rafael Scopacasa
Nome em citações bibliográficas
SCOPACASA, R.;Rafael Scopacasa

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.
Universidade Federal de Minas Gerais
Pampulha
31270901 - Belo Horizonte, MG - Brasil
Telefone: (84) 43214901
URL da Homepage: http://www.fafich.ufmg.br/


Formação acadêmica/titulação


2005 - 2009
Doutorado em História Antiga.
University of Exeter, EXETER, Inglaterra.
Título: Identity as social practice in central Apennine Italy ('Samnium'), 6th-3rd centuries BC, Ano de obtenção: 2009.
Orientador: Dr. Elena Isayev.
Coorientador: Dr. Martin Pitts.
Bolsista do(a): Overseas Research Student Award Scheme - Universities UK (10/2005-09/2008), ORSAS, Grã-Bretanha.
Palavras-chave: Povos Itálicos; Textos e cultura material; Arqueologia das práticas mortuárias.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
2003 - 2005
Mestrado em História Social.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Ser Samnita: um estudo historiográfico de atribuição de identidade,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Marlene Suano.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Historiografia Antiga; Identidade Social/ Étnica; Povos Itálicos; Textos e cultura material.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
1998 - 2002
Graduação em Historia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Pós-doutorado


2011 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval / Especialidade: História da Itália pré-romana.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
2010 - 2011
Pós-Doutorado.
The British School at Rome, BSR, Itália.
Bolsista do(a): British Academy, BA, Grã-Bretanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval / Especialidade: História da Itália pré-romana.


Formação Complementar


2004 - 2005
Língua Grega.
Mosteiro de São Bento de São Paulo, MOSTEIRO, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro Regional de Ensino Superior do Seridó, .

03/2014 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga I, História Antiga II, Seminário de História Antiga (I, II, III)
03/2014 - Atual
Extensão universitária , Centro Regional de Ensino Superior do Seridó, .

Atividade de extensão realizada
Representante de Centro na Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (Cientec) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
03/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Regional de Ensino Superior do Seridó, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante do Departamento de História (DHC).

The British School at Rome, BSR, Itália.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Parecerista (artigos de periodico)


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
A península italiana foi a primeira região a sentir o impacto da hegemonia política romana, de modo que a subsequente romanização da Europa tem sido entendida com base nos parâmetros da Itália. Contudo, estudos recentes têm apontado para a necessidade de se construir um novo entendimento das transformações culturais acarretadas pelo imperialismo romano, dada a existência de diversas formas de resistência e dissimulação cultural. O próprio conceito de cultura romana vem sendo posto em questão, sendo que a própria sociedade romana transforma-se culturalmente ao expandir-se. Para desenvolver tais questões, o presente estudo terá por foco as transformações socioculturais na Itália durante a conquista romana (séculos IV-I a.C.). Destaca-se nesse quadro a Itália central, cujas populações desempenharam um papel fundamental no processo de crescimento de Roma, os Samnitas sendo citados entre os mais resistentes à dominação romana, tornando-se posteriormente cruciais aliados


Soprintendenza Archeologica dell'Abruzzo (Chieti), SBAA ABRUZZO, Itália.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


University of Exeter, EXETER, Inglaterra.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Membro Pesquisador Honorário, Enquadramento Funcional: Membro honorário, Carga horária: 0

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Co-orientador, Carga horária: 2
Outras informações
Co-supervisão de dissertação de Mestrado

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor (meio período), Carga horária: 1

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Bolsista pós-graduando, Enquadramento Funcional: Professor (meio período), Carga horária: 3
Outras informações
Disciplinas ministradas: Globalization and identity in the Roman Empire; Building communities in Archaic Greece; Alternative histories through Art and Archaeology; Beginners' Greek


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.



Linhas de pesquisa


1.
História social da Antiguidade


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Tempo de crise. O aporte de desastres climáticos/naturais em processos de transformação sociopolítica acelerada no Mediterrâneo antigo (1600 a.C. ? AD 100)
Descrição: Este projeto pretende investigar o aporte do meio-ambiente em episódios de transformação social acelerada no Mediterrâneo antigo, entre o final da Idade do Bronze e a hegemonia romana (1600 a.C. ? AD 100), através de estudos de caso combinando fontes escritas, de cultura material, e dados paleo-ambientais e paleoclimáticos. O objetivo principal é entender em que medida episódios de desastre natural (e.g. erupções vulcânicas, terremotos, secas, tsunamis) interferiram na vida de comunidades, de que maneira os diferentes grupos demográficos e sócio-econômicos lidaram com o impacto de desastres naturais, quais grupos demográficos e/ou sócio-econômicos eram mais vulneráveis, quais estratégias de sobrevivência foram desenvolvidas, e com quais resultados. Tal conhecimento de como sociedades antigas foram afetadas por transformações ambientais pode contribuir para um melhor entendimento das nossas vulnerabilidades a mudanças climáticas em andamento.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Non-combatants in the Roman world: exploring the links between personhood and violence
Descrição: O projeto visa explorar a existência de regras de conduta referentes a não-combatentes no mundo romano, assim como identificar se havia certas categorias de pessoas que eram tratadas como ?não-combatentes? nesse contexto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Collapse or survival? Micro-dynamics of crisis, change, and socio-political endurance in the first-millennium BC central Mediterranean
Descrição: O projeto, desenvolvido em parceria com a Dra. Elisa Perego (British School at Rome; University of London), investiga o colapso das redes de comercio a longa distancia no final da Idade do Bronze (sec. XII a.C.) e o seu impacto na area do Mediterraneo central, em particular a peninsula italica. A partir do estudo combinado de fontes escritas e de cultura material, pretende-se formar um novo entendimento da ideia de "crise" que e normalmente aplicada a esse periodo da historia do Mediterreaneo, a partir de um enfoque em transformacoes socias de setores que nao as elites, que sao tradicionalmente privilegiadas em estudos anteriores..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2013
Identidades e mudança cultural na Itália durante a expansão romana (IV-I a.C.): repensando o conceito de romanização
Descrição: A península italiana foi a primeira região a sentir o impacto da hegemonia política romana, de modo que a subsequente romanização da Europa tem sido entendida com base nos parâmetros da Itália. Contudo, estudos recentes têm apontado para a necessidade de se construir um novo entendimento das transformações culturais acarretadas pelo imperialismo romano, dada a existência de diversas formas de resistência e dissimulação cultural. O próprio conceito de ?cultura romana? vem sendo posto em questão, sendo que a própria sociedade romana transforma-se culturalmente ao expandir-se. Para desenvolver tais questões, o meu estudo terá por foco as transformações socioculturais na Itália durante a conquista romana (séculos IV-I a.C.). A península já apresentava uma grande variedade de agrupamentos, com fronteiras geográficas definidas pela topografia. Destaca-se nesse quadro a Itália central, cujas populações desempenharam um papel fundamental no processo de crescimento de Roma, os Samnitas sendo citados entre os mais resistentes à dominação romana, tornando-se posteriormente cruciais aliados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
The Monte Pallano Finds Project
Descrição: Estudo tipológico e histórico do material arqueológico de Monte Pallano (Abruzzo, Itália; sob direção da Soprintendenza per i beni archeologici dell?Abruzzo).
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
Cultural identity in central Apennine Italy: patterns of social practice from the Iron Age to the Social War
Descrição: The communities of the central Apennines played a key role in the development of Republican Italy, but they did not leave written accounts about themselves. Greco-Roman texts describe these communities as ethnic units such as ?Samnites?, which scholars have sought to identify in the archaeological record. But the classical accounts are much later compilations, and may have little to do with the identity of the peoples described. In this project I approach the problem from the opposite direction, and discuss whether the communities described as Samnites existed as such, and if not, what groupings can we identify. By analysing patterns in cultural practice in a sample of funerary and cultic sites, I will form an idea of the larger socio-cultural spheres in which these communities moved between the sixth and second centuries BC. Although they may have acted together as an ethnic group at certain moments, these communities also acted independently and as part of fluid networks extending across the peninsula. This will contribute to changing the dominant view of pre-Roman Italy as set of static ethnic blocks..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2015 - Atual
ESTRATÉGIA DE ATUAÇÃO DA EMPRESA JÚNIOR DO LABORATÓRIO DE MONITORAMENTO AMBIENTAL (UFRN-CERES)
Descrição: Nos últimos anos, tem havido um crescimento das EJs no contexto das universidades públicas e privadas, tendo como principais atividades: o incentivo ao empreendedorismo nas unidades de ensino, pesquisa e extensão, e a articulação com os movimentos de incubação de empresas. É exatamente nesse espaço universitário em que se coloca em prática o encontro entre empreendedorismo e multidisciplinaridade que surge a importância do funcionamento da Empresa Júnior (EJ). Esta importância do empreendedorismo para o desenvolvimento de uma sociedade e seu crescimento econômico vem sendo ressaltada nos últimos anos, tendo em vista que pessoas capazes de criar e aproveitar oportunidades, de desenvolver inovações e de melhorar processos produtivos já existentes geram lucros e riquezas, componentes essenciais para o desenvolvimento social e para a promoção de uma maior mobilidade social. Tendo em vista o crescimento das EJs nas universidades, o presente projeto objetiva proporcionar um avanço significativo na melhoria das ações integradas no curso de graduação em Geografia do CERES (Licenciatura e Bacharelado), tanto as relacionadas ao ensino quanto através das atividades práticas de campo e de laboratório nas disciplinas. Além das atividades da empresa, o material solicitado também subsidiará a elaboração dos levantamentos e produção de material dos Trabalhos de Conclusão de Curso - TCC (monografias) do curso de Bacharelado em Geografia, assim como das dissertações no recém aprovado Mestrado Profissional em Ensino de Geografia..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) .
Integrantes: Rafael Scopacasa - Integrante / ORIONE DANTAS DE MEDEIROS - Integrante / DIÓGENES FÉLIX DA SILVA COSTA - Coordenador / BRUNO FERREIRA - Integrante / HELDER ALEXANDRE MEDEIROS DE MACEDO - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Auxílio financeiro.
2015 - Atual
ÁGUAS DO SERTÃO - ESTRATÉGIAS DE MITIGAÇÃO DO DÉFICIT HÍDRICO E CONVIVÊNCIA COM A SECA NA REGIÃO DO SERIDÓ-RN
Descrição: A convivência com o semiárido tem por base o conhecimento da dinâmica natural deste ecossistema, do aproveitamento racional dos recursos hídricos disponíveis, do emprego de culturas agrícolas adaptadas às condições ambientais e da produção de bens em tempos chuvosos. Propor estratégias de mitigação do déficit hídrico e convivência com a seca na região do Seridó-RN, mais especificamente nos municípios de Acari, Caicó, Cruzeta e Parelhas. A metodologia utilizada neste projeto será sistematizada em fases distintas contemplando: coleta de dados primários e secundários; trabalho de gabinete; reconhecimento e visitas na área de estudo; trabalho de campo com a aplicação de entrevistas; levantamento fotográfico com registro de coordenadas geográficas utilizando GPS; e elaboração de mapas da paisagem utilizando técnicas de geoprocessamento com auxílio de um Sistema de Informações Geográficas (SIG). Pretende-se que ao final desse projeto sejam confeccionadas cartas temáticas derivadas da integração dos produtos básicos e intermediários e serão, em tese, dirigidos aos planejadores, gestores e executores de políticas públicas locais. A carta final buscará elaborar uma síntese desse conjunto de informações visando ilustrar a proposta de ordenamento geoambiental para a área de estudo como também elaborar propostas e estratégias de convivencia com a seca..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (11) .
Integrantes: Rafael Scopacasa - Integrante / ORIONE DANTAS DE MEDEIROS - Integrante / DIÓGENES FÉLIX DA SILVA COSTA - Coordenador / BRUNO FERREIRA - Integrante / CLISTENES TEIXEIRA BATISTA - Integrante / ANA CLARA MAGALHAES DE BARROS - Integrante / ROGERIO DE ARAUJO LIMA - Integrante.
2014 - Atual
Caminhos do sal - Formação e capacitação de agentes ambientais nos municípios da Costa Branca (Litoral Setentrional do RN)
Descrição: Embora a atividade salineira represente um item estratégico na pauta mineral-industrial do país, evidencia-se a necessidade em se formar agentes multiplicadores que contribuam para a valorização dos fatos históricos que proporcionaram esta relevância, os quais foram responsáveis por toda uma dinâmica sócioeconômica dessa atividade ao longo do tempo no estado do Rio Grande do Norte. Nesta proposta, pretende-se promover a formação de recursos humanos locais, inseridos tanto em uma perspectiva de resolução de problemas quanto no apoio a atividades turísticas, inclusive com perspectivas futuras de trabalho através da construção do Museu do Sal. Portanto, este projeto de extensão permitirá uma valorização das últimas salinas solares artesanais do ponto de vista geohistórico e patrimonial, além do entendimento da nova estruturação das salinas mecanizadas, potencializando as comunidades próximas para proporem estratégias de atividades associadas juntamente com a produção artesanal de sal..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) .
Integrantes: Rafael Scopacasa - Integrante / DIÓGENES FÉLIX DA SILVA COSTA - Coordenador / BRUNO FERREIRA - Integrante / JEANE MEDEIROS SILVA - Integrante / HELDER ALEXANDRE MEDEIROS DE MACEDO - Integrante / RENATO DE MEDEIROS ROCHA - Integrante.


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Papers of the British School at Rome


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historia Antiga.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historia de Roma.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História de Roma, período republicano.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Identidades.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Arqueologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende RazoavelmenteLê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Grego
Lê Razoavelmente.
Latim
Lê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2010
Rome Fellowship, The British School at Rome.
2005
Overseas Research Student Award, Universities UK.
2005
University of Exeter Top-up Award, University of Exeter.
2005
School Scholarship, School of Humanities and Social Sciences, University of Exeter.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SCOPACASA, R.2018SCOPACASA, R.. Bárbaros ou helenos? Estereótipos de samnitas na literatura greco-romana. HÉLADE (RIO DE JANEIRO), v. 3, p. 77-92, 2018.

2.
SCOPACASA, R.2018SCOPACASA, R.. Poder popular e expansão da república romana, 200-150 a.C.. TOPOI (ONLINE): REVISTA DE HISTORIA, v. 19, p. 80-101, 2018.

3.
SCOPACASA, R.2018SCOPACASA, R.. Hegemonia romana e transformações culturais no mediterrâneo (séculos IV-II a. C.): novas perspectivas da história global. Revista de História (USP), v. 177, p. 1-35, 2018.

4.
SCOPACASA, R.2017SCOPACASA, R.. O dilema das relações internacionais sob a ascensão de Roma no Mediterrâneo, 350-200 a.C.. NUNTIUS ANTIQUUS, v. 13, p. 153-171, 2017.

5.
2SCOPACASA, R.2016SCOPACASA, R.. Identidade étnica na Itália antiga (séculos IV-I a.C.): fontes, problemas e possibilidades de estudo. TEMPO (NITERÓI. ONLINE), v. 23, p. 566-584, 2016.

6.
4SCOPACASA, R.2015SCOPACASA, R.. Moulding cultural change: a contextual approach to anatomical votive terracottas in central Italy. Papers of the British School at Rome, v. 83, p. 1-27, 2015.

7.
3SCOPACASA, R.2015SCOPACASA, R.. Moldando mudança cultural: uma abordagem contextual aos ex-votos anatômicos na Itália republicana. Phoinix, v. 21, p. 1, 2015.

8.
1SCOPACASA, R.2015 SCOPACASA, R.. Repensando a Romanização: a expansão romana na Itália a partir das fontes historiográficas. Revista de Historia (USP), p. 113, 2015.

9.
6SCOPACASA, R.2014SCOPACASA, R.. Building Communities in Ancient Samnium: Cult, Ethnicity and Nested Identities. Oxford Journal of Archaeology (Print), v. 33, p. 69-87, 2014.

10.
5SCOPACASA, R.2014 SCOPACASA, R.. Gender and ritual in ancient Italy: a quantitative approach to grave goods and skeletal evidence in pre-Roman Samnium. American Journal of Archaeology, v. 118, p. 1-25, 2014.

11.
8SCOPACASA, R.2012SCOPACASA, R.. Cultural Identity in central Apennine Italy: patterns in ritual practice. Papers of the British School at Rome, v. 80, p. 341-342, 2012.

12.
7SCOPACASA, R.2012SCOPACASA, R.; KANE, S. ; CHRISTENSEN, A. ; CONLEY, H. ; FIDELIBUS, B. ; MOTZ, C. . Archaeological Fieldwork Reports: The Sangro Valley Project. Papers of the British School at Rome, v. 80, p. 371-374, 2012.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Burial and Social Change in First-Millennium BC Italy: approaching social agents, gender, personhood and marginality. 1. ed. Oxford: Oxbow Books, 2016. v. 1. 336p .

2.
SCOPACASA, R.. Ancient Samnium: Settlement, Culture and Identity between History and Archaeology. 1. ed. Oxford: Oxford University Press, 2015. 368p .

3.
SCOPACASA, R.. Essere Sannita: rappresentazioni d'un popolo italico nelle fonti letterarie e storiografiche antiche. 1. ed. Campobasso: Istituto regionale per gli studi storici del Molise, 2007. v. 1. 119p .

Capítulos de livros publicados
1.
SCOPACASA, R.. Ethnic identity. In: BRADLEY, Guy; FARNEY, Gary. (Org.). The Peoples of Ancient Italy. 1ed.Berlim: Walter de Gruyter, 2017, v. , p. 1-.

2.
SCOPACASA, R.. Rome's encroachment upon Italy. In: COOLEY, Alison E.. (Org.). A Companion to Roman Italy. 1ed.Oxford: Wiley Blackwell, 2016, v. 1, p. 35-56.

3.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Introduction - Burial and Social Change in First Millennium BC Italy: an Agent-Focused Approach. In: SCOPACASA, Rafael; PEREGO, Elisa. (Org.). Burial and Social Change in First-Millennium BC Italy: approaching social agents, gender, personhood and marginality. 1ed.Oxford: Oxbow Books, 2016, v. 1, p. 11-34.

4.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Shifting Perspectives: New Agendas for the Study of Power, Social Change and the Person in Iron Age Italy. In: SCOPACASA, Rafael; PEREGO, Elisa. (Org.). Burial and Social Change in First-Millennium BC Italy: approaching social agents, gender, personhood and marginality. 1ed.Oxford: Oxbow Books, 2016, v. 1, p. 313-337.

5.
SCOPACASA, R.. Falling Behind: Access to Formal Burial and Faltering Élites in Samnium (Central Italy). In: SCOPACASA, Rafael; PEREGO, Elisa. (Org.). Burial and Social Change in First-Millennium BC Italy: approaching social agents, gender, personhood and marginality. 1ed.Oxford: Oxbow Books, 2016, v. 1, p. 227-248.

6.
SCOPACASA, R.. An allied view of integration: Italian elites and consumption in the second century BC. In: ROSELAAR, Saskia. (Org.). Processes of Cultural Change and Integration in the Roman World. Mnemosyne Supplements, n.382. 1ed.Leiden: E.J. Brill, 2015, v. , p. 39-57.

7.
SCOPACASA, R.; SUANO, M . Central Apennine Italy: the case of Samnium. In: Jane de Rose Evans. (Org.). A Companion to the Archaeology of the Roman Republic. 1ed.Oxford: Blackwell, 2013, v. , p. 387-405.

8.
SCOPACASA, R.. Beyond the warlike Samnites: rethinking grave goods, gender relations and social practice in ancient Samnium (Italy). In: Allison Moore. (Org.). TRAC 09: Proceedings of the Nineteenth Annual Theoretical Roman Archaeology Conference. 1ed.Oxford: Oxbow, 2010, v. , p. 120-131.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SCOPACASA, R.. Poseidon. Historia Viva - Deuses da mitologia, São Paulo, 01 out. 2008.

2.
SUANO, M ; SCOPACASA, R. . Apolo. Historia Viva - Deuses da Mitologia, São Paulo, 01 jul. 2008.

Artigos aceitos para publicação
1.
SCOPACASA, R.. Poder popular e expansão da república romana, 200-150 a.C.. TOPOI (ONLINE): REVISTA DE HISTORIA, 2018.

2.
SCOPACASA, R.. Old habits die hard: Samnites, Rome, and the perception of international relations in Republican Italy, c.350-200 BC. Historia: Zeitschrift für Alte Geschichte, 2018.

3.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Children and marginality in pre-Roman Italy: a personhood-focused approach to child burials in Samnium. Studies in Mediterranean Archaeology (SIMA), 2018.

4.
SCOPACASA, R.. Hegemonia romana e transformações culturais no Mediterrâneo (séculos IV-II a.C.): novas perspectivas da História Global. Revista de História (USP), 2018.

5.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . The agency of the displaced: climate change, Roman expansion, and the occupation of marginal landscapes in ancient Italy. Humanities, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
SCOPACASA, R.. O dilema das relações internacionais sob a ascensão de Roma no Mediterrâneo, 350-200 a.C.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SCOPACASA, R.. A enargeia do império: a ascensão de Roma em Políbio e Tito Lívio. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Children and marginality in pre-Roman Samnium: a personhood-focused approach. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
SCOPACASA, R.. Desastres ambientais na história. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
SCOPACASA, R.. A importância do sal marinho na história de grandes civilizações. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
SCOPACASA, R.. O imperialismo romano a partir da teoria das relações internacionais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SCOPACASA, R.. Klio, a musa da História. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SCOPACASA, R.. Meio ambiente em debate: o impacto social das mudanças climáticas, o caso do mundo antigo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . The Samnite state of emergency: approaching crisis events and resolution strategies in republican Italy (400-80 BCE). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
PEREGO, E. ; TAMORRI, V. ; TAMORRI, V. ; SCOPACASA, R. . From Intangible Cultural Heritage (ICH) to Social Marginality in the Museum Context: Problems and Perspectives.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Interdisciplinary approaches to past inequality and human-environment interactions. Towards a framework for the integrated study of the environment, archaeology and history of first-millennium BC Italy. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Approaching micro-dynamics of resilience in the context of climatic variation in marginal landscapes of early Roman Italy (c.325-200 BC). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SCOPACASA, R.. Tempo de crise: o papel do meio ambiente em episodios de colapso socio-politico no mundo antigo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
PEREGO, E. ; AMICONE, S ; SCOPACASA, R. . Wind of change: craft in times of crisis and accelerated socio-political transformation in Iron Age Italy. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. ; AMICONE, S . Collapse or Survival? Theoretical and Methodological Approaches to Micro-Dynamics of Crisis in the Late Prehistoric and Early Roman Central Mediterranean. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
SCOPACASA, R.. Mudança Climática na História: Crises Ambientais e o Colapso de Civilizações. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
SCOPACASA, R.. Mudança climática e seu impacto social: algumas ?lições? do mundo antigo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Ideological obsolescence, faltering powers, and accelerated socio-political change: case-studies from Iron Age Italy. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

19.
SCOPACASA, R.. Poder popular na república romana: debate historiográfico e encaminhamentos de estudo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
SCOPACASA, R.. An allied view of integration: Italian elites and consumption in the second century BC. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
SCOPACASA, R.. Connectivity and perceived distances between Samnium and Campania. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
SCOPACASA, R.. Cultural Identity in central Apennine Italy: patterns in social practice from the Iron Age to the Social war. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
SCOPACASA, R.. Social marginalisation at the margins of Italy: access to burial and social inequality in the `princeless` communities of Adriatic Samnium. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
SCOPACASA, R.. Drinking, power and gender in ancient Apennine Italy. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
SCOPACASA, R.. Beyond the warlike Samnites: identity as social practice in the funerary sites of Samnium. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
SCOPACASA, R.. Familial segregation and communal drinking in ancient Apennine Italy. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
SCOPACASA, R.. Familial segregation and communal drinking at the necropolis of Campo Consolino (Samnium-Italy). 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

28.
SCOPACASA, R.. What do the Skeletons Say? Skeletal Data and Mortuary Practice in the Ancient Central Apennines. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
SCOPACASA, R.. Tackling diversity in central Apennine cemeteries, 5th-3rd centuries BC. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
SCOPACASA, R.. Mortuary practice: questioning identity. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
SCOPACASA, R.. Review of NOWAK, C, 2014. Bestattungsrituale in Unteritalien vom 5. bis 4. Jhs. V. Chr.. Überlegungen zur sogenannten Samnitisierung Kampaniens. Wiesbaden: Reichert Verlag. ISBN: 9783954900435. Etruscan Studies vol. 20, n.1. Berlim: Walter de Gruyter, 2017 (Resenha de livro).

2.
SCOPACASA, R.. Connectivity and perceived distances between Samnium and Campania 2015 (Capítulo em coletânea (ainda não publicada)).

3.
SCOPACASA, R.. Review of: Eckardt, H. ?Objects and Identities: Britain and the Northwestern Provinces.? Oxford: Oxford University Press, 2014. Cambridge: Cambridge University Press, 2015 (Resenha de livro).

4.
SCOPACASA, R.. Italic Religion. Oxford: Blackwell, 2013 (Artigo de enciclopedia (The Blackwell Encyclopedia of Ancient History)).

5.
SCOPACASA, R.. Minerva. Oxford: Blackwell, 2013 (Artigo de enciclopedia (The Blackwell Encyclopedia of Ancient History)).

6.
SCOPACASA, R.. Juno. Oxford: Blackwell, 2013 (Artigo de enciclopedia (The Blackwell Encyclopedia of Ancient History)).

7.
SCOPACASA, R.. Mercurius. Oxford: Blackwell, 2013 (Artigo de enciclopedia (The Blackwell Encyclopedia of Ancient History)).

8.
SCOPACASA, R.. Mars. Oxford: Blackwell, 2013 (Artigo de enciclopedia (The Blackwell Encyclopedia of Ancient History)).

9.
SCOPACASA, R.. Book review: G. Mastronuzzi: Il luogo di culto di Monte Papalucio ad Oria. Durham: Antiquity Trust, 2013 (resenha de livro (Antiquity: A Quarterly Review of World Archaeology)).

10.
SCOPACASA, R.. Ver Sacrum (sacred spring). Oxford: Blackwell, 2013 (Artigo de enciclopedia (The Blackwell Encyclopedia of Ancient History)).

11.
SCOPACASA, R.. Review of M. Fronda, Between Rome and Carthage: southern Italy during the second Punic war.. Londres: Society for Roman Studies, 2012 (resenha de livro (Journal of Roman Studies)).

12.
SCOPACASA, R.. Review of A. Montanaro, Ruvo di Puglia e il suo territorio: la necropoli: i corredi funerari tra la documentazione del XIX secolo e gli scavi moderni. Studia Archeologica 160. Roma: L?Erma di Bretschneider.. Londres: Hellenic Society, 2010 (Resenha de livro (Journal of Hellenic Studies)).


Demais tipos de produção técnica
1.
SCOPACASA, R.. A cultura material na história: entre o Mundo Antigo e o Seridó. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
SCOPACASA, R.. O papel das mudancas climaticas no colapso de civilizacoes antigas. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
SCOPACASA, R.. Relatorio de pesquisa pos-doutoral. 2013. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BAPTISTA, L.V.; VASQUES, M. S.; SCOPACASA, R.. Participação em banca de Ana Paula Santana Filgueira. Política, vida cívica e religião: uma análise das memórias de Eneias no livro iii da Eneida de Virgílio (séc. I a.C.). 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Qualificações de Mestrado
1.
CARVALHO, E. B.; SCOPACASA, R.; OSTOS, N.. Participação em banca de Jamerson de Sousa Costa. A floresta e a indústria de produção de papel: representações e apropriações na revista ?O Papel?, Brasil, 1950-2000. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
BAPTISTA, L.V.; SCOPACASA, R.; BUENO, A. C.. Participação em banca de Ana Paula Santana Filgueira. Política, vida cívica e religião: uma análise das memórias de Eneias no livro iii da Eneida de Virgílio (séc. I a.C.). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SCOPACASA, R.; ELÍBIO JÚNIOR, A.M.; ANDRADE, J.. Participação em banca de BRUNO OLIVEIRA DANTAS.A casa forte do Cuó, as escolas e as políticas públicas: o (des)interesse na preservação do patrimônio cultural de Caicó-RN. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

2.
SCOPACASA, R.; MEDEIROS, O.D.; RABBANI, R.M.R.. Participação em banca de GEOVANINY FONSECA PIMENTEL.A hipótese de indenização por dano moral em face da reincidência criminal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

3.
MEDEIROS, O.D.; SCOPACASA, R.; RABBANI, R.M.R.. Participação em banca de MARIA THEREZA DANTAS.A Emenda Constitucional nº 54/2007 e o Direito de Nacionalidade. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

4.
MEDEIROS, O.D.; SCOPACASA, R.; RABBANI, R.M.R.. Participação em banca de HERMINIO PEREIRA DE LUCENA NETO.HISTÓRIA DO DIREITO DO CONSUMIDOR E MEIOS PARA SUA REALIZAÇÃO EFETIVA NO BRASIL: uma especial referência às Leis 8078/90 E 9099/95. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
LEYVA, P.A.; SANTOS, J.F.; SCOPACASA, R.. Professor Adjunto de História Antiga e Medieval. 2017. Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

2.
DUARTE, R.H.; SCOPACASA, R.; MARCUSSI, A.. Professor Substituto. 2017. Universidade Federal de Minas Gerais.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
9+2 Musas para um Museu.Klio, a musa da História. 2017. (Outra).

2.
From invisible to visible: new data and methods for the archaeology of infant and child burials in pre-Roman Italy. Children and marginality in pre-Roman Samnium: a personhood-focused approach. 2017. (Congresso).

3.
II Seminário Docere, Delectare et Movere: enargeia-evidentia.A enargeia do império: a ascensão de Roma em Políbio e Tito Lívio. 2017. (Simpósio).

4.
O imperialismo romano a partir da teoria das relações internacionais.O imperialismo romano a partir da teoria das relações internacionais. 2017. (Outra).

5.
Seminário Caminhos do Sal: a importância geo-histórica da produção de sal marinho em salinas solares.A importância do sal marinho na história das grandes civilizações. 2017. (Seminário).

6.
Seminário Temático: Desastres ambientais em foco - a história e a intervenção do estado,.Desastres Ambientais na História. 2017. (Seminário).

7.
VII Simpósio Lendo, Vendo e Ouvindo o Passado: Dilemas, Aporias, Paradoxos e Labirintos.O dilema das relações internacionais sob a ascensão de Roma no Mediterrâneo, 350-200 a.C.. 2017. (Simpósio).

8.
Chronos, Kairòs, Aion. Il tempo dei Musei. From Intangible Cultural Heritage (ICH) to Social Marginality in the Museum Context: Problems and Perspectives.. 2016. (Congresso).

9.
Meio Ambiente em Debate.O impacto social das mudanças climáticas: o caso do mundo antigo. 2016. (Seminário).

10.
The end of the specturm: towards an Archaeology of Marginality.Interdisciplinary approaches to past inequality and human-environment interactions. Towards a framework for the integrated study of the environment, archaeology and history of first-millennium BC Italy. 2016. (Simpósio).

11.
The State of the Samnites.The Samnite state of emergency: approaching crisis events and resolution strategies in republican Italy (400-80 BCE). 2016. (Simpósio).

12.
A Noção do Termo ?Direito? e seu Objeto de Estudo (evento de extensão).A Noção do Termo ?Direito? e seu Objeto de Estudo (evento de extensão). 2015. (Outra).

13.
Craft and production in the European Iron Age. Wind of change: craft in times of crisis and accelerated socio-political transformation in Iron Age Italy. 2015. (Congresso).

14.
Crisis: the identification, analysis and commemoration of crises in the anient world.Collapse or Survival? Theoretical and Methodological Approaches to Micro-Dynamics of Crisis in the Late Prehistoric and Early Roman Central Mediterranean. 2015. (Oficina).

15.
Direito, História e Mudanças Normativas: a Codificação do Direito sob Análise (evento de extensão).Direito, História e Mudanças Normativas: a Codificação do Direito sob Análise (evento de extensão). 2015. (Outra).

16.
Direito, Política e História: O Príncipe de Maquiavel (evento de extensão)).Direito, Política e História: O Príncipe de Maquiavel (evento de extensão). 2015. (Outra).

17.
Direito ambiental e Geografia: um estudo interdisciplinar (evento de extensão).Direito ambiental e Geografia: um estudo interdisciplinar (evento de extensão). 2015. (Outra).

18.
Direito e História: um estudo interdisciplinar da obra "A Revolução dos Bichos" de George Orwell? (evento de extensão).Direito e História: um estudo interdisciplinar da obra "A Revolução dos Bichos" de George Orwell? (evento de extensão). 2015. (Outra).

19.
Fontes do Direito: Jurisprudência e Doutrina Jurídica (evento de extensão).Fontes do Direito: Jurisprudência e Doutrina Jurídica (evento de extensão). 2015. (Outra).

20.
Fontes do Direito: o Direito Costumeiro e o Desuso das Leis (evento de extensão).Fontes do Direito: o Direito Costumeiro e o Desuso das Leis (evento de extensão). 2015. (Outra).

21.
História do Direito: Um estudo interdisciplinar do Código de Hamurabi e das Leis das XII Tábuas, ao Direito Moderno (evento de extensão)nt.História do Direito: Um estudo interdisciplinar do Código de Hamurabi e das Leis das XII Tábuas, ao Direito Moderno (evento de extensão). 2015. (Outra).

22.
História e Direito: uma Análise Interdisciplinar das Normas Gregas e Romanas aos Dias Atuais (evento de extensão).História e Direito: uma Análise Interdisciplinar das Normas Gregas e Romanas aos Dias Atuais (evento de extensão). 2015. (Outra).

23.
História e Direito: uma breve discussão de leis e códigos legais da Babilônia, Grécia e Roma (evento de extensão).História e Direito: uma breve discussão de leis e códigos legais da Babilônia, Grécia e Roma (evento de extensão). 2015. (Outra).

24.
Justiça e Equidade: um estudo interdisciplinar do conceito de justiça (evento de extensão).Justiça e Equidade: um estudo interdisciplinar do conceito de justiça (evento de extensão). 2015. (Outra).

25.
Leis e Tribunais no Egito Antigo: um Estudo Interdisciplinar entre História, Direito e Geografia Humana (evento de extensão).Leis e Tribunais no Egito Antigo: um Estudo Interdisciplinar entre História, Direito e Geografia Humana (evento de extensão). 2015. (Outra).

26.
Novos Direitos e Mudanças Normativas: A Divisão do Direito Positivo (evento de extensão).Novos Direitos e Mudanças Normativas: A Divisão do Direito Positivo. 2015. (Outra).

27.
Novos Direitos e Mudanças Normativas: Direito, Estado e Legislação (evento de extensão).Novos Direitos e Mudanças Normativas: Direito, Estado e Legislação (evento de extensão). 2015. (Outra).

28.
Procedimentos de Integração Jurídica: Analogia Legal e Princípios Gerais do Direito (evento de extensão).Procedimentos de Integração Jurídica: Analogia Legal e Princípios Gerais do Direito. 2015. (Outra).

29.
Propedêutica Jurídica: A Norma Jurídica e Suas Características (evento de extensão).Propedêutica Jurídica: A Norma Jurídica e Suas Características (evento de extensão). 2015. (Outra).

30.
SIMGEO: Simposio de Estudos Geoambientais do Nordeste.Tempo de crise: o papel do meio-ambiente em episodios de colapso socio-politico no mundo antigo. 2015. (Simpósio).

31.
Teoria Tridimensional do Direito: uma Análise Interdisciplinar do Direito e da História (evento de extensão).Teoria Tridimensional do Direito: uma Análise Interdisciplinar do Direito e da História (evento de extensão). 2015. (Outra).

32.
VI Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão do CERES.A cultura material na história: entre o Mundo Antigo e o Seridó. 2015. (Outra).

33.
Collapse of Survival: Micro-dynamics of crisis, change, and socio-political endurance in the he first-millennium BC Central Mediterranean.Ideological obsolescence, faltering powers, and accelerated socio-political change: case-studies from Iron Age Italy. 2014. (Simpósio).

34.
I Mostra Interdisciplinar de Projetos.I Mostra Interdisciplinar de Projetos. 2014. (Outra).

35.
I Seminário sobre Meio Ambiente - Meio Ambiente: Um Olhar do Direito e da História.Mudança climática e seu impacto social: algumas 'lições' do mundo antigo. 2014. (Seminário).

36.
Novos Direitos e Mudanças Normativas: Direito Ambiental e Geografia.Novos Direitos e Mudanças Normativas: Direito Ambiental e Geografia. 2014. (Outra).

37.
Novos Direitos e Mudanças Normativas: do Código de Hamurabi e da Lei das XII Tábuas ao Direito Moderno (evento de extensão).Novos Direitos e Mudanças Normativas: do Código de Hamurabi e da Lei das XII Tábuas ao Direito Moderno (evento de extensão). 2014. (Outra).

38.
Novos Direitos e Mudanças Normativas: evolução do Direito na Mesopotâmia, Grécia, Roma e dias atuais (evento de extensão).Novos Direitos e Mudanças Normativas: evolução do Direito na Mesopotâmia, Grécia, Roma e dias atuais (evento de extensão). 2014. (Outra).

39.
Seminário de Intercâmbio 2014.Mudança Climática na História: Crises Ambientais e o Colapso de Civilizações. 2014. (Seminário).

40.
VI Encontro Nacional de História ? UFAL e I Encontro Vivarium (Núcleo Nordeste).Poder popular na república romana: debate historiográfico e encaminhamentos de estudo. 2014. (Encontro).

41.
VI Encontro Nacional de História ? UFAL e I Encontro Vivarium (Núcleo Nordeste).Coordenação de Sessão de Comunicações Livres. 2014. (Encontro).

42.
VIII Encontro Nacional de História Antiga - GTHA.Coordenação de Sessão de Comunicações Livres. 2014. (Encontro).

43.
Frontiers of the European Iron Age. Connectivity and perceived distances between Samnium and Campania. 2013. (Congresso).

44.
Processes of Cultural Change and Integration in the Roman World.An allied view of integration: Italian elites and consumption in the second century BC. 2013. (Simpósio).

45.
Processes of Cultural Change and Integration in the Roman World.An allied view of integration: Italian elites and consumption in the second century BC. 2013. (Simpósio).

46.
Burial and social change in first-millennium BC Italy: approaching social agents.Social marginalisation at the margins of Italy: access to burial and social inequality in the `princeless` communities of Adriatic Samnium. 2011. (Simpósio).

47.
16th Annual Meeting of the European Archaeological Association. Drinking, power and gender in ancient Apennine Italy. 2010. (Congresso).

48.
Oikos familia: the family in Greco-Roman society. Drinkers, not warriors: drinking practices in familial groups of ancient Apennine Italy through the mortuary archaeological evidence. 2009. (Congresso).

49.
Theoretical Roman Archaeology Conference (TRAC 09). Beyond the warlike Samnites: identity as social practice in the funerary sites of Samnium (Italy). 2009. (Congresso).

50.
Annual Meeting of Postgraduates in Ancient History.Tackling diversity in central Apennine cemeteries, 5th-3rd centuries BC. 2008. (Encontro).

51.
Postgraduate Conference - School of Humanities and Social Sciences, University of Exeter. What do the Skeletons Say? Skeletal Data and Mortuary Practice in the Ancient Central Apennines. 2008. (Congresso).

52.
Graduate Research Seminar.Familial segregation and communal drinking at the necropolis of Campo Consolino (Samnium-Italy). 2007. (Seminário).

53.
Humanities and Social Sciences Postgraduate Conference. 2007. (Congresso).

54.
The Oscan Fringe: Research Agendas for the Ancient Central Apennines.Mortuary practice: questioning identity. 2007. (Oficina).

55.
Annual Meeting of Postrgraduates in Ancient History. 2006. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PEREGO, E. ; SCOPACASA, R. ; AMICONE, S ; TAMORRI, V. . Collapse and Inequality. 2018. (Congresso).

2.
SCOPACASA, R.. VI Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão do CERES (SEPE). 2015. (Outro).

3.
PEREGO, E. ; SCOPACASA, R. . Collapse or survival? Micro-dynamics of crisis, change and socio-political endurance in the central Mediterranean, 1st millennium BC. 2014. (Congresso).

4.
SCOPACASA, R.. Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (Cientec 2014) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2014. .

5.
SCOPACASA, R.; PEREGO, E. . Burial and social change in ancient Italy. 2011. (Congresso).

6.
ISAYEV, E. ; SCOPACASA, R. . The Oscan Fringe: research agendas for the ancient central Apennines. 2007. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Ívina Guimarães. Do divino ao mortal: Representações e transformações das Musas na cultural grega antiga do período arcaico ao helenístico. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. (Orientador).

2.
Moacir Tavares Junior. UMA HISTÓRIA AMBIENTAL DO MINERODUTO MINAS-RIO, 2008-2014: UMA CONTROVÉRSIA SÓCIO-TÉCNICA. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Julia Rocha Simões Silva. Representações de desastres naturais em textos greco-romanos. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Pesquisa da UFMG. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Julia Rocha Simões Silva. Representações de desastres naturais em textos greco-romanos. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Scopacasa.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SCOPACASA, R.. Klio, a musa da História. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
SCOPACASA, R.. A cultura material na história: entre o Mundo Antigo e o Seridó. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
SCOPACASA, R.. O papel das mudancas climaticas no colapso de civilizacoes antigas. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SCOPACASA, R.. Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (Cientec 2014) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2014. .

2.
SCOPACASA, R.. VI Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão do CERES (SEPE). 2015. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/12/2018 às 18:24:41