Helder de Moraes Pinto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8413623713488550
  • Última atualização do currículo em 12/12/2018


Licenciado em História pela Universidade do Estado de Minas Gerais(FAFIDIA - 2001); com experiência na área do ensino de História, nos Ensinos: Fundamental, Médio e Superior. Especializado em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto(UFOP-IFAC - 2004). Mestre em Educação (com abordagem histórica) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da PUC-MINAS, 2007: foi bolsista CAPES. Possui Doutorado em Educação pela FaE-UFMG, na linha de história da educação, com estágio de pesquisa na Universidade Nova de Lisboa, Portugal, bolsista CAPES; com tese defendida em dezembro de 2015. Atualmente e professor no curso de Licenciatura em Educação do Campo - LEC/UFVJM e, professor orientador no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação na Faculdade Interdisciplinar de Humanidades da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - PPGED-FIH/UFVJM. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Helder de Moraes Pinto
Nome em citações bibliográficas
PINTO, H. M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK, Faculdade Interdisciplinar em Humanidades (FIH).
Rodovia MGT 367 Km 583 nº 5000
Alta da Jacuba
39100000 - Diamantina, MG - Brasil
Telefone: (38) 35321200
URL da Homepage: http://www.ufvjm.edu.br/


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2015
Doutorado em Educação.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
com período sanduíche em Universidade Nova de Lisboa (Orientador: Daniel Melo).
Título: ENTRE A CASA E A RUA: UMA HISTÓRIA DA MOCIDADE DE DIAMANTINA-MG NO FINAL DO SÉCULO XIX, Ano de obtenção: 2016.
Orientador: Ana Maria de Oliveira Galvão.
Coorientador: Daniel Melo.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Educação; História; Memoria, República, Diamantina; juventude.
Grande área: Ciências Humanas
2005 - 2007
Mestrado em Educação.
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC MINAS, Brasil.
Título: A Escola Normal Regional D. Joaquim Silvério de Souza de Conselheiro Mata e a Formação de Professores para o Meio Rural Mineiro:1950 ? 1970,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Leila de Alvarenga Mafra.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2002 - 2004
Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM FILOSOFIA. (Carga Horária: 360h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Título: "Foucault:uma filosofia das práticas e saberes sobre o homem".
Orientador: Olímpio José Pimenta Neto.
2014 - 2015
Aperfeiçoamento em ESTAGIO DE PESQUISA - DOUTORADO SANDUICHE.
UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA, FCSH UNL, Portugal.
Título: Entre a casa e a rua: uma história da mocidade de Diamantina-MG no final do século XIX. Ano de finalização: 2015.
Orientador: Daniel Melo.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
1998 - 2001
Graduação em História.
Faculdade de Filosofia e Letras de Diamantina, FAFIDIA, Brasil.
Título: Vultos do passado: de vila a cidade, a transformação do imaginario gouveino..
Orientador: Marcos Lobato Martins.




Formação Complementar


2017 - 2017
BIOMONITORAMENTO DE QUALIDADE DA ÁGUA. (Carga horária: 7h).
CAMINHOS DA SERRA: AMBIENTE EDUCAÃ?Ã?O E CIDADANIA, CDS, Brasil.
2015 - 2015
História de Portugal. (Carga horária: 4h).
Centro Cultural Belém, CCB, Portugal.
2013 - 2013
Diálogo entre Micro-História e História da Edução. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
2011 - 2011
Criação, organização e manutenção de arquivos.
Arquivo Público Mineiro, APM, Brasil.
2004 - 2004
Desenvolvimento e Gestão cultural. (Carga horária: 96h).
Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, Brasil.
2003 - 2003
sociedade, Tecnologias e transformações Históricas. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2003 - 2003
Weber e Nietzsche:afinidades e incompatibilidades. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.


Atuação Profissional



Escola Municipal Marina Bragança de Mendonça, EMMBM, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador Pedagógico, Carga horária: 21


Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, UFVJM, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: MEMBRO TITULAR DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE

Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: MEMBRO TITULAR DO CONSULTIVO ED. CAMPO, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: MEMBRO TITULAR DO COLEGIADO, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: pesquisador no PPGED, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: PROFESSOR DO MAGISTERIO SUPERIOR Adjunto A, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
DISCIPLINAS LECIONADAS: Políticas Educacionais, História da Educação Teorias de Currículo Pesquisa Orientada Práticas de Ensino


Colégio Municipal Profª Didi Andrade, CMDA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20


Fundação Educacional do Vale do Jequitinhonha, FEVALE, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2009
Vínculo: PROFESSOR/PESQUISADOR RESP., Enquadramento Funcional: PROFESSOR, Carga horária: 15

Atividades

08/2004 - Atual
Ensino, HISTÓRIA, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Formação do Estados Nacinais latino-americanos
História Da América Hispânica-colonial
História Contemporânea II
Filosofia da Ciência
Memória e Património
Teoria e Metodologia da História
História da América Pré-colombiana
História do Brasil República I

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK, UFVJM, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: TITULAR COM. ELEITORAL PARA COORDENAÇÃO LEC, Regime: Dedicação exclusiva.


ESCOLA ESTADUAL LUIZA DE MARILAC, E. E. L.M, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Prof das séries finais do Ensino Fundamental, Carga horária: 10



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
FUNDAMENTOS DE EDUCAÇÃO RURAL NO NOROESTE, NORTE, V. JEQUITINHONHA, V. MUCURI, V. DO RIO DOCE DE MINAS
Descrição: O projeto investiga e propõe inovações relacionadas sobretudo a educação rural e do campo, mas não só. Este atua nas seguintes áreas do conhecimento: Filosofia da Educação; História da Educação e Sociologia da Educação. As atividades desenvolvidas se norteiam pela seguinte indagação geral: de que maneira se tem desenvolvido processos de educação formal e não formal nestas regiões objetivando materializar o "Art. 2º" da LEI DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO NACIONAL-LEI 9394-12/1996-LDB, no qual se assevera que "a educação, dever da família e do estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.? E o concceito de educação que fundamenta este plano inspira-se no ?Art. 1º? da LDB, onde se defende que ?a educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.?.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (3) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Coordenador / BRUNO VIEIRA DA SILVA - Integrante / ADILCEIA APARECIDA PACHECO ANDRADE - Integrante / Naura Sthocco - Integrante / CLAUDIENE DOS SANTOS OLIVEIRA PEREIRA - Integrante.
2018 - Atual
A escola Rural Geraizera e formação do sentimento de pertencimento campesino: uma análise sociocultural do assentamento Tapera no município Riacho dos Machados- MG (1995-2010)
Descrição: A realidade do homem do campo se transformou no galgar da história de acordo com as novas demandas no mundo contemporâneo e das aspirações do mercado. Diante das novas aspirações do capital sobre o uso da terra e do avanço da urbanização, a cultura dos povos tradicionais passou a ser influenciada pela valorização do modo de vida urbano, resultando no avanço do êxodo rural e num processo de perda do sentimento de pertencimento campesino. Diante das questões de ordem social e cultural do homem do campo, o projeto de pesquisa que ora se apresenta busca trazer em seu escopo uma discussão sobre a relação entre esse processo de perda de identidade do homem rural com seu lugar vivido e a necessidade de uma Educação do Campo capaz de valorizar a cultura dos povos tradicionais. Para isso, o trabalho analisará a implantação da Escola Rural Geraizeira no Assentamento Tapera, localizada no município de Riacho dos Machados, norte do estado de Minas Gerais, para compreender se a mesma contribuiu para a permanência de seus egressos na comunidade através das propostas de uma educação diferenciada na escola local entre os anos de 1995 a 2010. Tomar-se-á como percurso teórico-metodológico a oralidade, buscando por meio do método da entrevista obter as informações juntos egressos da escola e outros componentes envolvidos na sua gestão. Ademais, utilizar-se-á da análise de documentos da escola e da associação de morados para confrontar os dados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
?Plantemos em alta escala? - a educação rural entre Dom Joaquim Silvério de Souza e Dom José Newton de Almeida Batista - histórias sobre Diamantina e região na primeira metade do século XX
Descrição: Havia um programa de educação e escola rural para a região na primeira metade do século passado em Diamantina, isso nas ações teórico/práticas dos bispos Dom Joaquim Silvério de Souza e Dom José Newton de Almeida Batista. A crível teorização sobre uma instrução ajustada às demandas sociais e econômicas para os habitantes do campo no ?norte/nordeste de Minas?, por parte de tais bispos, ao longo de meio século, é sintomática acerca da preocupação destes clérigos à época com a relação entre educação formal e desenvolvimento social e econômico. Portanto iremos identificar/analisar as teorias/discursos/representações dos bispos sobre educação rural na região e as iniciativas semelhantes no Brasil. Examinar as materialidades educacionais construídas para o meio rural por estes bispos, como os cursos e os edifícios. Apontar relações diacrônico-convergentes/convergentes/divergentes entre as visões dos dois epíscopos. Compreender a relevância dos progressos e produtos suscitados pelos bispos para a edificação de uma escola rural menos livresca e descontextualizada e mais procedimental, técnica, racional e ?profissionalizante?. Analisar as afinidades/divergências entre as propostas de educação rural defendida pelos bispos, frente às políticas públicas educacionais da época..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Coordenador / MAX DUTRA DE BRITO - Integrante.
2017 - Atual
POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL NA UFVJM: um olhar para a Licenciatura em Educação do Campo.
Descrição: A educação superior, sobretudo a pública, cumpre um papel de relevância para o repertório sociocultural e econômico do indivíduo. Nos últimos anos, houve uma ampliação do acesso das camadas populares ao ensino superior brasileiro, visando à redução das desigualdades sociais. A Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), possibilitou a democratização do sistema educacional atendendo prioritariamente a uma população proveniente do vale do Jequitinhonha, Mucuri, Norte e Nordeste de Minas Gerais. Nesse sentido, esta pesquisa tem por objetivo investigar as contribuições da política de assistência estudantil para os estudantes do curso de licenciatura em Educação do Campo/UFVJM. Pretendemos responder se a assistência estudantil cumpre o papel de promover a equidade e viabilizar a igualdade de oportunidades. Como recorte temporal, definimos o período de 2013 a 2017. Para a coleta dos dados vem sendo realizada pesquisa bibliográfica e documental para fundamentar a pesquisa. Futuramente, serão realizadas entrevistas semiestruturadas com estudantes do curso, contemplados pela política de assistência estudantil da UFVJM..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Coordenador / ADILCEIA APARECIDA PACHECO ANDRADE - Integrante.
2017 - Atual
A PERPETUAÇÃO DE UMA CULTURA ESCOLAR: o tecnicismo como condicionante identitário
Descrição: Esse projeto se propõe a entender os processos de formação e transformação do ensino da Escola Técnica Federal de Januária na região do vale do médio São Francisco no norte de Minas Gerais, para tanto, abordará um recorte temporal que contempla configurações marcantes desta instituição, sendo assim, dará início com sua autaquização ocorrida mediante a Lei nº 8.731 de 16 de janeiro de 1993 que transforma as Escolas Agrotécnicas Federais em autarquias até sua configuração como campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais advento da lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008, em um espaço de tempo de 15 anos. No período explicitado buscaremos analisar as mudanças identitárias, os motivos que levaram a estas, também, intentaremos por meio da história da Escola Técnica Federal de Januária estudar as concepções pedagógicas e suas abrangências nas práticas do ensino, tais como: educação Tecnicista versus educação Libertadora, presentes nesta instituição educacional. Neste sentido e ciente que a inclinação da instituição manteve o foco nas ciências agrárias, analisaremos as implicações e os conflitos mediante a expansão e a implantação de cursos em outras áreas do conhecimento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Coordenador / BRUNO VIEIRA DA SILVA - Integrante.
2013 - 2014
RITMOS E RITOS DA MOCIDADE DE DIAMANTINA-MG NO FINAL DO SÉCULO XIX

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Leonardo dos Santos Neves em 21/12/2017.
Descrição: Investigar as práticas de vida cotidiana de moças e moças, tanto no espaço público, como no ambiente privado, com vistas a perceber mecanismos de educação e apropriação cultural por parte desta geração..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Integrante / Leonardo dos Santos Neves - Coordenador.


Projetos de extensão


2018 - 2018
?OFICINA DE SÃO JOÃO?
Descrição: Encenar características das festas juninas conforme características da região no nordeste de Minas Gerais e do Brasil. Confirmar atitudes de respeito às práticas socioculturais dos povos do campo ? alcançadas plenamente. Valorizar a festa junina, como folclore brasileiro, ressaltando aspectos da culinária, do lazer e das interações sociais. Desenvolver práticas de do trabalho em equipe em relação a cultura, lazer e tradições....
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Coordenador / MAURÍCIO TEIXEIRA MENDES - Integrante / MAGNO SANTOS FERREIRA - Integrante / MARIA KARINA OLIVEIRA GONÇALVES - Integrante.
2017 - 2018
COMUNIDADE DO CAMPO: CONHECENDO SEUS SUJEITOS, SABERES E REALIDADES
Descrição: O Comunidades do Campo: conhecendo seus sujeitos, saberes e realidades é um jovem Projeto de Cultura e Extensão da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). Ainda somos uma equipe pequena, mas comprometida, solidária, movida pelo desejo de valorizar os sujeitos e saberes das comunidades do campo e dedicada a divulgar e transformar suas realidades. Buscamos tecer laços entre as comunidades do campo e apresentá-los a todos que por elas se interessem. Olhamos para nosso passado e vemos uma trajetória formada por pequenas conquistas que muito nos alegram. Olhamos para nosso presente e vemos um grande trabalho a realizar (ufa!) que muito nos empolga. Olhamos para nosso futuro e vemos infindáveis potencialidades que nos dão muitas esperanças..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Integrante / MAURÍCIO TEIXEIRA MENDES - Integrante / DIOGO NEVES PEREIRA - Coordenador.
2017 - 2017
Segundo Seminário de Educação do Campo da Comunidade de Padre João Afonso
Descrição: A necessidade de aprimoramento da formação de professores para o trabalho pedagógico em escolas rurais é algo necessário à realidade brasileira, pois os índices mais baixos de aprendizado escolar, os índices mais altos de analfabetismo e evasão escolar ocorrem nesse espaço. Portanto, objetiva-se com este Segundo Seminário ? a) promover apropriação do debate político/legislativo atual sobre as finalidades da Educação Básica e em particular sobre a Educação do Campo entre os discentes da LEC-UFVJM e professores da Escola Estadual Padre João Afonso; b) Promover a formação profissional dos discentes da LEC-UFVJM em parceria com órgãos públicos, movimentos sociais e outros atores sociais; c) Contribuir por meio da formação de professores/educadores do campo para o fortalecimento das comunidades em que vivem e trabalham nas áreas rurais; d) Promover a formação de professores/educadores nas áreas de Ciências da Natureza e Linguagens e Códigos..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (17) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Coordenador / MAURÍCIO TEIXEIRA MENDES - Integrante / DIOGO NEVES PEREIRA - Integrante.
2017 - Atual
Nos cursos das Águas: biomonitoramento de riso e córregos como instrumento de capacitação de professores em abordagens interdisciplinares e contextualizadas de ensino e aprendizagem significativa
Descrição: A necessidade de aprimoramento do trabalho pedagógico em escolas rurais é algo necessário. Isso somado a oportunidade de articular ações entre Escolas, ONG e Universidade criou um clima propício para essa proposta de ação em conjunto. É sabido que os maiores índices de repetência, analfabetismo funcional e evasão escolar ocorrem nos processos de escolarização rural. Ora, o fracasso escolar parece ser um fantasma que assombra mais o rural que o urbano, e é contra ele que se quer lançar este plano de trabalho centrado no pressuposto que as estratégias didáticas devem levar em conta um problema real, observável e tratável pelo esforço conjunto de professores e estudantes, claro, a partir da assimilação de aplicação de conhecimentos escolares (Brasil, 2005; Perrenoud, 2000)..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Helder de Moraes Pinto - Coordenador / Simone Maria da Silva - Integrante / PATRICIA DE FÁTIMA SOUZA - Integrante.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: Conjectura: Filosofia e Educação (UCS)
2018 - Atual
Periódico: DEBATES EM EDUCAÇÃO


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: História da Educação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Tópicos Específicos de Educação/Especialidade: Educação Rural.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História Regional do Brasil.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: DIDÁTICA.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: POLITICAS EDUCACIONAIS.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: TEORIAS DE CURRÍCULO.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Inglês
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2018
PRÊMIO SINTEGRA 2018 - CATEGORIA POSTER EM EDUCAÇÃO, UFVJM.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:5
Total de citações:5
Pinto, Helder de Moraes  Data: 11/10/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
PINTO, H. M.2017PINTO, H. M.. Entre a casa e a rua: uma história da mocidade de Diamantina-MG no final do século XIX. Vozes dos Vales, v. 1, p. 1-19, 2017.

2.
OLIVEIRA, D. J. S.2012OLIVEIRA, D. J. S. ; PINTO, H. M. ; BARBOSA, R. P. . Paisagem e Educação Ambiental no Brasil Impressões de alunos do Colégio Municipal Professora Didi Andrade Itabira / Brasil. Field Actions Science Reports, v. 3, p. 1, 2012.

Capítulos de livros publicados
1.
PINTO, H. M.. ENTRE A CASA E A RUA: O COTIDIANO DA MOCIDADE EM DIAMANTINA-MG NO FINAL DO SÉCULO XIX. In: Luciano Mendes de Faria Filho e Meily Assbú Linhales. (Org.). História e historiografia da Educação: múltiplas narrativas. 1ed.Belo Horizonte: Mazza Edições, 2017, v. 1, p. 161-177.

2.
PINTO, H. M.. A invenção da professora ruralista nas polílitcas públicas do Estado de Minas Gerias, no fim da década de 1940. In: Magali de Castro; Leila de Alvarenga Mafra. (Org.). A pesquisa sobre profissão docente: desafios e perspectivas. 1ed.Curitiba: CRV, 2010, v. 1, p. 81-98.

3.
PINTO, H. M.. A Escola Normal Rural D. Joaquim Silvério de Souza: medida de contraponto à tradição na formação de professores para o ensino elementar rural em Minas Gerais(1947-1951). In: Érika Loureiro; Maria do Carmo Guedes; Regina Helena de Freitas Campos. (Org.). Patrimônio cultural, museus, psicologia e educação: diálogos. 1ed.Belo Horizonte: PUCMINAS, 2009, v. 1, p. 207-224.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
PINTO, H. M.. 40 ANOS DA ESCOLA ESTADUAL AURÉLIO PIRES. JORNAL CULTURAL, GOUVEIA, p. 3 - 4, 13 abr. 2004.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PINTO, H. M.. A ?SALA DE VISITAS? DA CASA MINEIRA OITOCENTISTA E A EDUCAÇÃO SOCIOCULTURAL DA MOCIDADE. In: 38° REUNIÃO NACIONAL DA ANPED, 2017, SÃO LUIS DO MARANHÃO. ANAIS DAS REUNIÕES NACIONAIS DA ANPED. RIO DE JANEIRO: ANPED. v. 1.

2.
PINTO, H. M.. ?Na mesa não se discute?: a sala casa diamantinense oitocentista e a educação informal da mocidade.. In: I Congresso Nacional em Educação: a escola e suas múltiplas interfaces, 2017, DIAMANTINA. Anais I Congresso Nacional em Educação: a escola e suas múltiplas interfaces. DIAMANTINA: I Congresso Nacional em Educação: a escola e suas múltiplas interfaces, 2017. v. 1.

3.
PINTO, H. M.. ENTRE A CASA E A RUA: O COTIDIANO E A EDUCAÇÃO DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA DA MOCIDADE EM DIAMANTINA-MG NO FINAL DO SÉCULO XIX. In: Congresso Iberoamericano de Historia de la Educaion Latinoamericana, 2016, Medellin. Congresso Iberoamericano de Historia de la Educaion Latinoamericana.

4.
PINTO, H. M.. A PROCURA PISTAS DA CULTURA ESCOLAR: AUTOBIOGRAFIAS E INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA. In: XI COLUBHE, 2016, Porto. XI COLUBHE, 2016.

5.
PINTO, H. M.. NO RASTRO DO PATRIMÔNIO EDUCATIVO MINEIRO: A BIBLIOTECA ?ANTÔNIO TORRES? E OS SERVIÇOS DE PRESERVAÇÃO DE ARQUIVOS E DIVULGAÇÃO CULTURAL. In: XI COLUBHE, 2016, Porto. XI COLUBHE, 2016.

6.
PINTO, H. M.; NEVES, L. S. . SENTIDO NOVO DA VIDA RURAL: ABGAR RENAULT E A POLÍTICA EDUCACIONAL EM MINAS GERAIS. In: VII congresso Brasileiro de História da Educação, 2013, Cuiabá. VII congresso Brasileiro de História da Educação. Cuabá: UFMT, 2013.

7.
PINTO, H. M.. NARRATIVAS AUTOBIOGRÁFICAS COMO FONTE DE PESQUISA PARA A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS In: VII CONGRESSO BRASIELIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. In: VII CONGRESSO BRASIELIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2013, CUIABA-MT. VII CONGRESSO BRASIELIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. MATO GROSSO, 2013.

8.
PINTO, H. M.; NEVES, L. S. . O diário é uma série de vestígios: Possibilidades de análise de narrativas autobiografias como método de pesquisa para a História da Educação em Minas Gerais. In: XVIII Encontro Regional (ANPUH-MG), 2012, Mariana-MG. Anais eletrônicos do XVIII Encontro Regional (ANPUH-MG), 2012.

9.
PINTO, H. M.. A ESCOLA NORMAL REGIONAL D. JOAQUIM SILVÉRIO DE SOUSA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA O MEIO RURAL MINEIRO: 1950-1970. In: IV Congresso de Pesquisa e Ensino de História da Educação, 2007, Juiz de Fora. IV Congresso de Pesquisa e Ensino de História da Educação. Juiz de Fora: Universidade Federal de Juiz de Fora, 2007. p. 01-16.

10.
PINTO, H. M.. QUAL HISTÓRIA SE ENSINAVA A NORMALISTA?. In: IV COLÓQUI DE PESQUISAS SOBRE INSTITUIÇÃO ESCOLARES, 2007, SÃO PAULO. IV COLÓQUI DE PESQUISAS SOBRE INSTITUIÇÃO ESCOLARES, 2007.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
PINTO, H. M.. A Escola Normal Regional D. Joaquim Silvério de Souza de Conselheiro Mata a Formação de Professores para o Meio Rural Mineiro: 1950 ? 1970. In: 29º Reunião anual da Anped, 2006, Caxambu. Pôsteres - GT14 - Sociologia da Educação, 2006.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PINTO, H. M.. ?COMUNISTA COME CRIANCINHA?: FORMAÇÃO DOCENTE E ANTICOMUNUNISMO EM MINAS GERAIS NOS MEADOS DO SÉCULO XX. In: XIII Congreso Iberoamericano Historia de la Educación Latinoamericana, 2018, Montevidéu. ?COMUNISTA COME CRIANCINHA?: FORMAÇÃO DOCENTE E ANTICOMUNUNISMO EM MINAS GERAIS NOS MEADOS DO SÉCULO XX. Montevideo: http://www.sitioftp.com/EventosOPC/programa/3demarzoiinn.html, 2018. v. ÚNICO.

2.
PINTO, H. M.; BRITO, M. D. . ?O comunista come criancinha: a formação docente e anticomunista em Minas Gerais nos meados do século XX?. In: II JORNADA DO GEPSHE - HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO REGIONAL, 2018, Diamantina. ?O comunista come criancinha: a formação docente e anticomunista em Minas Gerais nos meados do século XX?. DIAMANTINA: II JORNADA DO GEPSHE - HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO REGIONAL, 2018.

3.
PINTO, H. M.; SILVA, S. M. ; COSTA, P. F. S. . Nos Cursos das Águas: biomonitoramento de rios e córregos como instrumento de capacitação de professores em abordagens interdisciplinares e contextualizadas de ensino e aprendizagem significativas. In: VI SINTEGRA, Pesquisar para Transformar, 2018, Diamantina. Nos Cursos das Águas: biomonitoramento de rios e córregos como instrumento de capacitação de professores em abordagens interdisciplinares e contextualizadas de ensino e aprendizagem significativas. DIAMANTINA: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação,, 2018. p. 983-983.

4.
PINTO, H. M.; SOUZA, P. F. ; SILVA, S. M. . Percepções e apropriações de professores da educação básica do Rio Paraúna como componente de ensino em algumas escolas rurais nos municípios de Gouveia, Datas e Presidente Juscelino em 2017. In: SINTEGRA - VI Semana da Integração, Ensino, Pesquisa e Extensão, 2018, Diamantina. Percepções e apropriações de professores da educação básica do Rio Paraúna como componente de ensino em algumas escolas rurais nos municípios de Gouveia, Datas e Presidente Juscelino em 2017. DIAMANTINA: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, Pró-Reitoria de Gradua, 2018. v. único. p. 986-986.

5.
PINTO, H. M.; LOVO, I. C. ; MENDES, M. T. . Relato sobre as experiências do Conselho Consultivo da Educação do Campo da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri ?LEC/UFVJM. In: FORUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO ENCONTRO NACIONAL 20 ANOS EDUCAÇÃO DO CAMPO E PRONERA, 2018, BRASILIA. Relato sobre as experiências do Conselho Consultivo da Educação do Campo da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri ?LEC/UFVJM. v. único.

6.
PINTO, H. M.. RIOBALDO: O PROFESSOR LEIGO NAS VEREDAS?. In: I Encontro de Estudos Rurais Guimarães Rosa e o espaço social rural: narrativas interdisciplinares descolonizadoras, 2018, Diamantina. I Encontro de Estudos Rurais Guimarães Rosa e o espaço social rural: narrativas interdisciplinares descolonizadoras. DIAMANTINA: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS RURAIS. v. único. p. 61-61.

7.
PEREIRA, C. S. O. ; PINTO, H. M. . ?PLANTEMOS EM ALTA ESCALA? - A EDUCAÇÃO RURAL ENTRE DOM JOAQUIM SILVÉRIO DE SOUZA E DOM JOSÉ NEWTON DE ALMEIDA BATISTA ? HISTÓRIAS SOBRE DIAMANTINA E REGIÃO NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XX?. In: I Encontro de Estudos Rurais Guimarães Rosa e o espaço social rural: narrativas interdisciplinares descolonizadoras, 2018, Diamantina. I Encontro de Estudos Rurais Guimarães Rosa e o espaço social rural: narrativas interdisciplinares descolonizadoras. DIAMANTINA: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS RURAIS. v. único. p. 36-36.

8.
ANDRADE, A. A. P. ; PINTO, H. M. . POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL NA UFVJM: UM OLHAR PARA A LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO. In: I Encontro de Estudos Rurais Guimarães Rosa e o espaço social rural: narrativas interdisciplinares descolonizadoras, 2018, Diamantina. I Encontro de Estudos Rurais Guimarães Rosa e o espaço social rural: narrativas interdisciplinares descolonizadoras. DIAMANTINA: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS RURAIS. v. único. p. 35-35.

9.
PINTO, H. M.; BRITO, M. D. ; PEREIRA, C. S. O. . ?COMUNISTA COME CRIANCINHA?: FORMAÇÃO DOCENTE E ANTICOMUNUNISMO EM DIAMANTINA NOS MEADOS DO SÉCULO XX. In: SINTEGRA - VI Semana da Integração, Ensino, Pesquisa e Extensão, 2018, Diamantina. ?COMUNISTA COME CRIANCINHA?: FORMAÇÃO DOCENTE E ANTICOMUNUNISMO EM DIAMANTINA NOS MEADOS DO SÉCULO XX. DIAMANTINA: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, Pró-Reitoria de Gradua, 2018. v. único. p. 801-801.

10.
PINTO, H. M.. A PROCURA PISTAS DA CULTURA ESCOLAR: AUTOBIOGRAFIAS E INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA. In: XI COLUBHE., 2016, PORTO. XI COLUBHE. PORTO: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2016.

11.
PINTO, H. M.. ENTRE A CASA E A RUA: O COTIDIANO E A EDUCAÇÃO DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA DA MOCIDADE EM DIAMANTINA-MG NO FINAL DO SÉCULO XIX. In: XII Congreso Iberoamericano de Historia de la Educación Latinoamericana, 2016, MEDELLIN. XII Congreso Iberoamericano de Historia de la Educación Latinoamericana, 2016.

12.
PINTO, H. M.. NO RASTRO DO PATRIMÔNIO EDUCATIVO MINEIRO: A BIBLIOTECA ?ANTÔNIO TORRES? E OS SERVIÇOS DE PRESERVAÇÃO DE ARQUIVOS E DIVULGAÇÃO CULTURAL. In: XI COLUBHE, 2016, PORTO. XI COLUBHE. PORTO: Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

13.
PINTO, H. M.; NEVES, L. S. . NARRATIVAS AUTOBIOGRÁFICAS COMO FONTE DE PESQUISA PARA A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS. In: VII CONGRESSO BRASIELIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2013, CUIABA-MT. Anais eletrônicos do VII CONGRESSO BRASIELIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2013.

14.
PINTO, H. M.. SENTIDO NOVO DA VIDA RURAL: ABGAR RENAULT E A POLÍTICA EDUCACIONAL EM MINAS GERAIS. In: VII congresso Brasileiro de História da Educação, 2013, CUIABA. VII congresso Brasileiro de História da Educação. CUIBA: UFMT, 2013.

15.
PINTO, H. M.. AS IMAGENS DE CRIANÇAS E JOVENS NOS FOLHETINS DIAMANTINENSES DO FINAL DO SÉCULO XIX. In: VII Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais (VII COPEHE), 2013, MARIANA MG. VII Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais (VII COPEHE). OURO PRETO: UFOP, 2013.

16.
PINTO, H. M.. As festas religiosas em Diamantina no final do século XIX e seus espaços de socialização de crianças e jovens. In: VII Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais (VII COPEHE), 2013, MARIANA MG. VII Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais (VII COPEHE). OURO PRETO MG: UFOP.

17.
PINTO, H. M.. O diário é uma série de vestígios: Possibilidades de análise de narrativas autobiografias como método de pesquisa para a História da Educação em Minas Gerais. In: XVIII Encontro Regional (ANPUH-MG), 2012, MARIANA MG. XVIII Encontro Regional (ANPUH-MG). OURO PRETO MG: UFOP, 2012.

18.
PINTO, H. M.. A Escola Normal Regional D.Joaquim Silvério de Souza de Diamantina e a Formação de Professores para o Meio Rural Mineiro(1950-1970). In: XXVI encontro Anual Helena Antipoff, 2008, Belo Horizonte. Botetim do CDPHA/Centro de Documentação e Pesquisa Helena Antipoff-N 20(2008). Belo Horizonte: Centro de Documentação e Pesquisa Helena Antipoff, 2008. v. 20. p. 127-128.

19.
PINTO, H. M.. A HISTÓRIA E A ESCRITA EM ÁFRICA: O CASO DE MOÇAMBIQUE. In: SEMÍNARIO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE DOESTADO DE MINAS GERAIS, 2005, DIAMANTINA. SEMÍNARIO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE DOESTADO DE MINAS GERAIS. DIAMANTINA, 2005.

Apresentações de Trabalho
1.
PINTO, H. M.. O que os jovens do Vale do Jequitinhonha tem a dizer? O que a mocidade de Atenas do Norte tinha a dizer?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
PINTO, H. M.. A INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA EM DIAMANTINA: EDUCAÇÃO E LITERATURA REGIONAL. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
PINTO, H. M.. A REGULAÇÃO DA MODERNIDADE EM DIAMANTINA NO FINAL DO SÉCULO XIX. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
PINTO, H. M.. A PROCURA PISTAS DA CULTURA ESCOLAR: AUTOBIOGRAFIAS E INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
PINTO, H. M.. NO RASTRO DO PATRIMÔNIO EDUCATIVO MINEIRO: A BIBLIOTECA ?ANTÔNIO TORRES? E OS SERVIÇOS DE PRESERVAÇÃO DE ARQUIVOS E DIVULGAÇÃO CULTURAL. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
PINTO, H. M.. ENTRE A CASA E A RUA: O COTIDIANO E A EDUCAÇÃO DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA DA MOCIDADE EM DIAMANTINA-MG NO FINAL DO SÉCULO XIX. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
PINTO, H. M.. As imagens de crianças e jovens em folhetins diamantinenses no final do século XIX. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
PINTO, H. M.. Narrativas autobiográficas como fonte para a História da Educação em Minas Gerais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
PINTO, H. M.; NEVES, L. S. . SENTIDO NOVO DA VIDA RURAL: ABGAR RENAULT E A POLÍTICA EDUCACIONAL EM MINAS GERAIS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
PINTO, H. M.. As festas religiosas em Diamantina no final do século XIX e seus espaços de socialização de crianças e jovens. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
PINTO, H. M.. As imagens de crianças e jovens em folhetins diamantinenses no final do século XIX. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
PINTO, H. M.. A formação de professores para o meio rural em Minas Gerais - 1950,1970. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
PINTO, H. M.. A Escola Normal Regional D. Joaquim Silvério de Souza e a Formação de Professores para o Meio Rural Mineiro:1950 ? 1970. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
PINTO, H. M.. A ESCOLA NORMAL D. JOAQUIM SILVÉRIO DE SOUZA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA O MEIO RURAL MINEIRO: 1950-1970. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
PINTO, H. M.. Paisagem e Educação Ambiental no Brasil Impressões de alunos do colégio municipal professora didi andrade Itabira / Brasil. Field ACTions Science Reports, 2012 (artigo).

2.
PINTO, H. M.. O CAMPEAR DOS SONHOS. ITABIRA, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.


Produção técnica
Processos ou técnicas
1.
PINTO, H. M.; SILVA, S. M. . Helena Morley e as memórias de Diamantina. 2013.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PINTO, H. M.; PEREIRA, A. G. . Maria das Dores o 'Dona Doca'. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
PEREIRA, A. G. ; PINTO, H. M. . GOUVEIA-MG, Agua Potável, Chupa Cabra. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
PINTO, H. M.; PEREIRA, A. G. . Gouveia-MG, Dr. Pércio Prado e Senhora Ilda Franco Prado. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
PINTO, H. M.; PEREIRA, A. G. . CANAL Gouveia-MG, Dr. Pércio Prado e Senhora Ilda Franco. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
PINTO, H. M.; PEREIRA, A. G. . Gouveia-MG, Cemitério do Peixe,. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
COSTA, P. F. S. ; SILVA, S. M. ; MENDES, A. ; PINTO, H. M. . Trilha Verde da Maria Fumaça. 2014; Tema: Educação e ecoturismo. (Rede social).

2.
PEREIRA, A. G. ; PINTO, H. M. . Diário de um Caminhante. 2010; Tema: Estrada Real: lazer, turismo cultural e de aventura. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
PINTO, H. M.. Introdução à Educação Patrimonial. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
PEREIRA, C. S. O. ; PINTO, H. M. . ?Plantemos em alta escala? - a educação rural entre Dom Joaquim Silvério de Souza e Dom José Newton de Almeida Batista ? histórias sobre Diamantina e região na primeira metade do século XX Coordenador:. 2018. (Relatório de pesquisa).

3.
PINTO, H. M.; SILVA, S. M. . COMO FAZER UM JORNAL NA ESCOLA RURAL. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
PINTO, H. M.. O CAMPEAR DOS SONHOS. 2010. (Editoração/Livro).

5.
PINTO, H. M.. Testemunhas do Vale do Jequitinhonha / A ESCOLARIZAÇÃO NAS CIDADES DA ?CHAPADA?: PROFESSORES, ESCOLA E EDUCAÇÃO - DOS ANOS 60 AO SÉCULO XXI. 2007. (projeto e pesquisa).

Demais trabalhos
1.
PINTO, H. M.. História da formação de professores para o meio rural em Minas Gerais: 1950-1970. 2011 (Palestra) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PINTO, H. M.; NEVES, L. S.; SANTOS, D. L. S.. Participação em banca de Meirelle Aiane Almeida Loredo. O Colégio Nossa Senhora das Dores e o Projeto Educacional das Flhas da Caridade em Diamantina 1905-1925. 2017. Dissertação (Mestrado em MESTRADO EM EDUCAÇÃO) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

Qualificações de Mestrado
1.
PINTO, H. M.. Participação em banca de Meirelle Aiane Almeida Loredo. O COLÉGIO NOSSA SENHORA DAS DORES E O PROJETO EDUCACIONAL DAS FILHAS DA CARIDADE EM DIAMANTINA 1905-1925. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Educação) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PINTO, H. M.; VARAJAO, G. F. D. C.; SALGADO, H. C.. Participação em banca de Rosália Aparecida Moreira."RAMAL FERROVIÁRIO CORINTO-DIAMANTINA: ANALISE DA IMPRENSA LOCAL ENTRE OS ANOS DE 1893 E 1913 E O ROTEIRO TRILHA VERDE DA MARIA FUMAÇA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Turismo) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

2.
PINTO, H. M.. Participação em banca de Alessandra Geralda Soares Dias.PRÁTICA DE ESCRITA: OS DIÁRIOS DA ESCOLA NORMAL REGIONAL DE CONSELHEIRO MATA, ZONA RURAL DE DIAMANTINA, E AS QUESTÕES RURAIS DO MUNICÍPIO (1950). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

3.
PINTO, H. M.; NEVES, L. S.; VIEIRA, F. C. F.. Participação em banca de NEUSA AURELIANA RIBEIRO.CONHECIMENTO SOBRE A DISCIPLINA FRANCÊS NA ESCOLA NORMAL OFICIAL DE DIAMANTINA 1955 ? 1969. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

4.
PINTO, H. M.; VIEIRA, F. C. F.; NEVES, L. S.. Participação em banca de ALICE MATOSO DA COSTA SILVA.FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA DISCIPLINA PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO DA ESCOLA NORMAL OFICIAL DE DIAMANTINA (1951 ? 1974). 2017.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
OLIVEIRA, D. J. S.; SANTANNA, P. A.; LOVO, I. C.; PINTO, H. M.. Processo Seletivo Simplificado para professor Volutário. 2017. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

2.
PINTO, H. M.; LOVO, I. C.; SANTANNA, P. A.; LEMES, A. F. G.. Processo Seletivo Simplificado para Professor Voluntário.... 2017. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

3.
PEDROSO, L. S.; RECH, A. R.; PINTO, H. M.. Processo Seletivo Simplificado para Professor Voluntário.... 2017. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

Outras participações
1.
PINTO, H. M.. I Congresso Nacional em Educação: a escola e suas múltiplas interfaces. 2017. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

2.
PINTO, H. M.; LEMES, A. F. G.; LOVO, I. C.; PEREIRA, D. N.. V SEMANA DA INTEGRAÇÃO DO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UFVJM. 2017. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.

3.
PINTO, H. M.. CONED - I CONGRESSO NACIONAL EM EDUCAÇÃO. 2017. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Conferência de Educação de Minas Gerais.Planos decenais, SNE e políticas intersetoriais de desenvolvimento e Educação: cultura, ciência, trabalho, meio ambiente, saúde,tecnologia e inovação. 2018. (Outra).

2.
FORUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO ENCONTRO NACIONAL 20 ANOS EDUCAÇÃO DO CAMPO E PRONERA. Relato sobre as experiências do Conselho Consultivo da Educação do Campo da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri ?LEC/UFVJM. 2018. (Congresso).

3.
FORUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO ENCONTRO NACIONAL 20 ANOS EDUCAÇÃO DO CAMPO E PRONERA. 2018. (Congresso).

4.
1º PLANEJAMENTO ESTRÁTEGICO DO CONFOR. 2017. (Outra).

5.
2° SEMINÁRIO EM EDUCAÇÃO DO CAMPO NA COMUNIDADE DE PADRE JOÃO AFONSO. 2017. (Seminário).

6.
CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO.PLANOS DECENAIS, SNE E QUALIDADE, SISTEMA DE AVALIAÇÃO E REGULAÇÃO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS: CONCEPÇÕES E PROPOSIÇÕES. 2017. (Outra).

7.
CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO.PARTICIPANTE. 2017. (Outra).

8.
CONFERENCIA TERRITORIAL DE EDUCAÇÃO.PLANOS DECENAIS, SNE E POLÍTICAS INTERSETORIAIS DE DESENVOLVIMENTO E EDUCAÇÃO: CULTURA, DESPORTO, CIÊNCIA, TRABALHO, MEIO AMBIENTE, SAÚDE, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 209.. 2017. (Outra).

9.
ETAPA TERRITORIAL DA CONFERENCIA DE EDUCAÇÃO DE M MINAS GERAIS.PARTICIPANTE. 2017. (Outra).

10.
FHIST - 4° FESTIVAL DE HISTÓRIA. 2017. (Outra).

11.
I Congresso Nacional em Educação em Diamantina. 2017. (Congresso).

12.
V COLÓQUIO NACIONAL MICHEL FOUCAULT. 2017. (Congresso).

13.
Semana de Humanidades - Diversidade e Vale do jequitinhonha. Pesquisas em História da Educação no Vale do Jequitinhonha: Tempos, espaços e cultura. 2016. (Congresso).

14.
XI COLUBHE. NO RASTRO DO PATRIMÔNIO EDUCATIVO MINEIRO: A BIBLIOTECA ?ANTÔNIO TORRES? E OS SERVIÇOS DE PRESERVAÇÃO DE ARQUIVOS E DIVULGAÇÃO CULTURAL. 2016. (Congresso).

15.
XI COLUBHE. A PROCURA PISTAS DA CULTURA ESCOLAR: AUTOBIOGRAFIAS E INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA. 2016. (Congresso).

16.
XII Congresso Iberoamericano de Historia de la Educaion Latinoamericana. ENTRE A CASA E A RUA: O COTIDIANO E A EDUCAÇÃO DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA DA MOCIDADE EM DIAMANTINA-MG NO FINAL DO SÉCULO XIX. 2016. (Congresso).

17.
3º fHist Festival de História: Diálogos Oceânicos. 2015. (Outra).

18.
8º COPEHE - Congresso de Pesquisa e Ensino de História da Educação em Minas Gerais. 2015. (Congresso).

19.
VI Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica. ?MUITOS CADERNOS E FOLHAS AVULSAS?: OS VESTÍGIOS AUTOBIOGRÁFICOS E A METODOLOGIA DE PESQUISA EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PARA MINAS GERAIS. 2014. (Congresso).

20.
XVI Seminário sobre a Economia Mineira. 2014. (Seminário).

21.
2º FHIST Festival de História. 2013. (Feira).

22.
VII Congresso Brasileiro de História da Educação. "SENTIDO NOVO DA VIDA RURAL": ABGAR RENAULT E A POLÍTICA EDUCACIONAL EM MINAS GERAIS. 2013. (Congresso).

23.
VII Congresso Brasileiro de História da Educação. NARRATIVAS AUTOBIOGRÁFICAS COMO FONTE DE PESQUISA PARA A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.. 2013. (Congresso).

24.
VII Congresso de Pesquisa e Ensino de História da Educação em Minas Gerais. 2013. (Congresso).

25.
XVIII Encontro Regional (ANPUH-MG). 2012. (Congresso).

26.
XVIII Encontro Regional (ANPUH-MG), 2012. O diário é uma série de vestígios: possibilidades de análise de narrativas autobiográficas como metodologia de pesquisa para a História da Educação em Minas Gerais.. 2012. (Congresso).

27.
XV Seminário sobre a Economia Mineira 30 anos. 2012. (Seminário).

28.
FHIST Festival de História de Diamantina. 2011. (Congresso).

29.
II Fórum Mineiro de Educação. 2009. (Seminário).

30.
30ª reunião Anual da Associação Nacioanl de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação - anped. 2007. (Congresso).

31.
Infância, Educação, Psicologia da Criança e Biologia, analizadas através das obras de Eduard Claparède, Maria Montessori e W. Blatz.. 2007. (Outra).

32.
29ª REUNIÃO ANUAL DA ANPED. 2006. (Congresso).

33.
EDUCAÇÃO DOS POVOS QUE VIVEM NO CAMPO. 2006. (Congresso).

34.
III COLOQUIO SOBRE PESQUISA DE INSTITUIÇÕES ESCOLARES; HISTÓRIA CULTURA NA ESCOLA : AS VOZES DOS PROFESSORES E ESTUDANTES. 2006. (Seminário).

35.
III COLÓQUIO SOBRE PESQUISA DE INSTITUIÇÕES ESCOLARES HISTÓRIA E CULTURA NA ESCOLA: AS VOZES DOS PROFESSORES E ESTUDANTES.A Escola Normal Regional D. Joaquim Silvério de Souza de Diamantina e a Formação de Professores para o Meio Rural Mineiro: 1950 ? 1970. 2006. (Seminário).

36.
IV COLÓQUIO DE ESQUISA EM EDUCAÇÃO. 2006. (Encontro).

37.
XV ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA. 2006. (Encontro).

38.
III Colóquio de Pesquisa em Educação. 2005. (Encontro).

39.
VII Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sudeste. 2005. (Encontro).

40.
XXIII Encontro Anual Helena Antipoff. 2005. (Encontro).

41.
XI SEMNÁRIO SOBRE ECONOMIA MINEIRA. 2004. (Seminário).

42.
10° SEMINÁRIO SOBRE A ECONOMIA MINEIRA. 2002. (Seminário).

43.
CURSO DE INFORMATICA EDUCATIVA APLICADA AO CONTEUDO DE HISTÓRIA.100 ANOS COM JK. 2002. (Outra).

44.
I FÓRUM METROPOLITANO CONTRA A VIOLÊNCIA. 2002. (Outra).

45.
VII Semana de História. 2002. (Encontro).

46.
VI SEMANA DE HISTÓRIA: JK, DIAMANTINA E SUA GENTE. 2001. (Encontro).

47.
9° SEMINARIO SOBRE ECONOMIA MINEIRA. 2000. (Seminário).

48.
V Semana de História. 2000. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PINTO, H. M.; VIEIRA, F. C. F. ; NEVES, L. S. ; LAGE, A. C. P. . II JORNADA DO GEPSHE - HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO REGIONAL. 2018. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
NAURA STHOCCO SILVA. A escola Rural Geraizera e formação do sentimento de pertencimento campesino: uma análise sociocultural do assentamento Tapera no município Riacho dos Machados- MG (1995-2010). Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK. (Orientador).

2.
BRUNO VIEIRA DA SILVA. MEMÓRIAS DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO NO NORTE DE MINAS: UM OLHAR AOS DEBATES ACERCA DA IDENTIDADE DOS CAMPI JANUÁRIA E SALINAS. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK. (Orientador).

3.
ADILCEIA APARECIDA PACHECO ANDRADE. ANÁLISE DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PARA OS ESTUDANTES DA LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO (LEC) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI (UFVJM). Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK. (Orientador).

Iniciação científica
1.
CLAUDIENE DOS SANTOS OLIVEIRA PEREIRA. ?Plantemos em alta escala? - a educação rural entre Dom Joaquim Silvério de Souza e Dom José Newton de Almeida Batista - histórias sobre Diamantina e região na primeira metade do século XX. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Delsa de Fátima Santos. "O Lugar da Memória: o Ginásio São Francisco de Conceição do Mato Dentro". 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de História) - Faculdade de Filosofia e Letras de Diamantina. Orientador: Helder de Moraes Pinto.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Otávio Albuquerque de Oliveira. "Modernidade e Progresso no ideário de um município recem emancipado: Gouveia, 1954-66". 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Faculdade de Filosofia e Letras de Diamantina. Orientador: Helder de Moraes Pinto.

2.
Douglas Geraldo Costa. Efigênio Gomes Pereira para a História de Gouveia. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Faculdade de Filosofia e Letras de Diamantina. Orientador: Helder de Moraes Pinto.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
PINTO, H. M.2017PINTO, H. M.. Entre a casa e a rua: uma história da mocidade de Diamantina-MG no final do século XIX. Vozes dos Vales, v. 1, p. 1-19, 2017.


Apresentações de Trabalho
1.
PINTO, H. M.. A REGULAÇÃO DA MODERNIDADE EM DIAMANTINA NO FINAL DO SÉCULO XIX. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
PINTO, H. M.. O que os jovens do Vale do Jequitinhonha tem a dizer? O que a mocidade de Atenas do Norte tinha a dizer?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
PINTO, H. M.. A INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA EM DIAMANTINA: EDUCAÇÃO E LITERATURA REGIONAL. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Cursos de curta duração ministrados
1.
PINTO, H. M.. Introdução à Educação Patrimonial. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
PINTO, H. M.; SILVA, S. M. . COMO FAZER UM JORNAL NA ESCOLA RURAL. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PEREIRA, A. G. ; PINTO, H. M. . GOUVEIA-MG, Agua Potável, Chupa Cabra. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
PINTO, H. M.; PEREIRA, A. G. . Gouveia-MG, Dr. Pércio Prado e Senhora Ilda Franco Prado. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
PINTO, H. M.; PEREIRA, A. G. . Gouveia-MG, Cemitério do Peixe,. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PINTO, H. M.; VIEIRA, F. C. F. ; NEVES, L. S. ; LAGE, A. C. P. . II JORNADA DO GEPSHE - HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO REGIONAL. 2018. (Outro).


Redes sociais, websites e blogs
1.
COSTA, P. F. S. ; SILVA, S. M. ; MENDES, A. ; PINTO, H. M. . Trilha Verde da Maria Fumaça. 2014; Tema: Educação e ecoturismo. (Rede social).



Outras informações relevantes


1- ENTRE O ANO DE 2003 E 2005 COLABOREI COM O CONSELHO DE PATRIMÔNIO CULTURAL E NATURAL DA CIDADE DE GOUVEIA-MG, COORDENADO UMA EQUIPE LOCAL DE IDENTIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO DE BENS DE NATUREZA HISTÓRICO/CULTURAL E NATURAL E NA PUBLICAÇÃO DE JORNAL LOCAL. 
2 - Durante o ano de 2008 iniciei estudos com vistas a produção de uma pesquisa no curso de Doutorado, o que levou-me a frequentar e concluir quatro disciplinas isoladas deste nível de formação na UFMG, em duas faculdades, isto é: FAE E FAFICH. Nestas cursei as seguintes disciplinas:
a) "Processos e Discursos educacionais III: pesquisa sobre formação docente: fundamentações teoricas e estratégias metodológicas";
b) "Topicos especiais em sociologia: técnicas e métodos em fontes orais"; 2008
c) "Topicos especiais em sociologia: o pensamneto de Foucault - a crítica da teoria do poder";2008
"Tópicos especiais I: A historiografia pós-1989: pós-modernidade, representações e micro-narrativas"; 2008
d) "Topicos especiais em sociologia: a experiência da modernidade em Simmel e Benjamin"; 2010
e)Processos e discursos educacionais III: Educação, História e Mémória"; 2010
f) Tópicos especiais em educação II, Historiografia Brasileira; 2010
G) Seminário de crítica literária comparada: narrativas, relatos, testemunhos; 2011 
H) TÓPICOS ESPECIAIS SOCIOLOGIA: Modernização Reflexiva e Sociedade de Risco, 2011
I) Esta elaborando (01-2016) em conjunto co outros pesquisadores um livro sobre História da Educação Rural, ainda em fase de procura de editora.
J) Estou, desde de 2016, como PARECERISTAS AD HOC da Revista Conjectura, que publica trabalhos ligados às áreas da Filosofia e Educação, está classificada no Qualis Periódicos como B2 na área de Educação. É a revista científica de dois Programas de Pós-Graduação da Universidade de Caxias do Sul: o PPG em Educação e o PPG em Filosofia.
L) Militante na ONG-CAMINHOS DAS SERRA, que, numa parceira em projeto de extensão, fomos premiados no SINTEGRA/UFVJM-2018



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 20:38:26