Mónica Salomón González

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2 (***)

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5434529517415117
  • Última atualização do currículo em 17/10/2018


Doutora em Ciência Política pela Universidad Autónoma de Barcelona (1998). Foi professora de Relações Internacionais na Universidad Autónoma de Barcelona entre 1994 e 2006 (professora titular a partir de 1999) e professora do quadro permanente do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio entre 2006 e 2009. Desde 2010 é professora de Relações Internacionais na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Coordenou o Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da UFSC entre 2011 e 2015. Desde 2015 a 2017 foi Chefe do Departamento de Economia e Relações Internacionais. Atualmente é co-cordenadora da Área temática Política Externa da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Lidera, junto a Daniel Ricardo Castelan, o Grupo de Análise de Política Externa (GAPE). Participa também no Núcleo de Atores e Agendas de Política Externa (IESP/UERJ) coordenado por Leticia Pinheiro. Faz parte do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Políticas Públicas, Estratégia e Desenvolvimento (INCT-PPED) coordenado por Renato Boschi (IESP/UERJ) na linha de pesquisa Política Externa, Regionalismo e Cooperação Regional, coordenada por Maria Regina Soares de Lima. Membro do Instituto de Estudos de Gênero da UFSC. Temas de pesquisa prioritários: análise de política externa, cooperação internacional, ação exterior dos governos subnacionais, teoria das relações internacionais e gênero e relações internacionais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mónica Salomón González
Nome em citações bibliográficas
SALOMÓN, M.;Salomón, Mónica;Salomon, Monica;Salomón González, Mónica

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Economia e Relações Internacionais.
Campus Reitor João David Ferreira Lima, Centro Socio-Economico, Edificio F, 3o andar, Programa de Pós-Graduacão em Relações Internacionais
Trindade
88040970 - Florianópolis, SC - Brasil
Telefone: (5548) 37212750
URL da Homepage: www.ppgri.ufsc.br


Formação acadêmica/titulação


1994 - 1997
Doutorado em Ciencia Política y de la Administración.
Universidad Autónoma de Barcelona, UAB, Espanha.
Título: Una lecura intergubernamentalista de la CPE/PESC: el caso del conflictoárabe-palestino-israelí, Ano de obtenção: 1998.
Orientador: Esther Barbé.
Bolsista do(a): Direcció General de Recerca, Generalitat de Catalunya, DURSI, Espanha.
Palavras-chave: Conflitos Internacionais; Integração Europea; PESC; Política Externa; Relaçôes Internacionais; UE.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Organizações Internacionais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
1991 - 1993
Mestrado em Análisis Político.
Universidad Autónoma de Barcelona, UAB, Espanha.
Título: La Cooperación Política Europea,Ano de Obtenção: 1994.
Orientador: Esther Barbé.
Bolsista do(a): Direcció General de Recerca, Generalitat de Catalunya, DURSI, Espanha.
Palavras-chave: UE; Relaçôes Internacionais; Política Externa Espanhola.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.
1987 - 1988
Especialização em Certificado de Aptitud Pedagógica (CAP).
Universidad de Barcelona, UB, Espanha.
1987 - 1991
Graduação em Ciencias Políticas y Sociología (it.internacional).
Universidad Autónoma de Barcelona, UAB, Espanha.
Título: Las ciudades y el desarrollo de su papel internacional.
1981 - 1984
Graduação em Lingüística.
Universidad de la República Oriental del Uruguay, UDELAR, Uruguai.


Pós-doutorado


2018
Pós-Doutorado.
University of Toronto, UTORONTO, Canadá.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2005 - 2005
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Bolsista do(a): Ministerio de Educación y Ciencia, MEC, Espanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Política Externa do Brasil.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.


Formação Complementar


2010 - 2010
Leitura e produção de texto na Universidade. (Carga horária: 54h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
1999 - 1999
Session 365, The Transatlantic Agenda. (Carga horária: 60h).
Salzburg Seminar, SS, Austria.
1997 - 1997
La Nueva OTAN. (Carga horária: 18h).
Universidad Internacional Menéndez y Pelayo, UIMP, Espanha.
1994 - 1994
El proceso de paz árabe-israelí. (Carga horária: 30h).
Universidad Complutense de Madrid, UCM, Espanha.
1993 - 1993
Pesquisadora visitante.
European University Institute, E.U.I., Itália.
1990 - 1990
28th Graduate Study Programme. Global Security. (Carga horária: 120h).
United Nations, UN, Suiça.


Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professor associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2018
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professor adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2011 - Atual
Ensino, Pós-Graduação em Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Cooperação Internacional para o Desenvolvimento
Epistemologia e Metodologia das Relações Internacionais
Seminário de Dissertação
Teoria das Relações Internacionais
Gênero e Relações Internacionais
10/2010 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Curso de Graduação em Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante.
04/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

04/2010 - Atual
Ensino, Bachalerado em Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à pesquisa nas ciências sociais / Relações Internacionais
Teoria das Relações Internacionais II
Teoria das Relações Internacionais III
Tópicos especiais em Relações Internacionais: Gênero e Relações Internacionais
06/2015 - 05/2017
Direção e administração, Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
10/2016 - 10/2016
Extensão universitária , UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC, .

Atividade de extensão realizada
Minicurso: as relações internacionais através das lentes de gênero.
05/2011 - 05/2015
Direção e administração, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
04/2011 - 08/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Curso de Graduação em Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso.
07/2012 - 5/2013
Direção e administração, Câmara de Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Representante do Centro Sócio Econômico na Câmara de Pós-Graduação.
08/2010 - 08/2011
Direção e administração, Curso de Graduação em Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Coordenadora de Estágios e Monografias.
10/2010 - 6/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, Gabinete do Reitor.

Cargo ou função
Representante do Curso de Relações Internacionais no Grupo de Gestão Interdisciplinar.
04/2010 - 07/2010
Ensino, Bacharelado em Ciências Econômicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria das Relações Internacionais I (optativa)

Instituto de Estudos Brasil - Europa, IBE, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenadora de Workshops, Carga horária: 5
Outras informações
Designação por portaria do Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (portaria No 1092/2011/GR de 19 Setembro de 2011) considerado a participação da UFSC no Instituto Brasil Europa no Brasil, projeto de uma rede de oito universidades brasileiras e sete instituições européias visando aproximar os dois continentes em atividades acadêmicas.


Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2009
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2007 - 08/2009
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Análise de Política Externa
Política Internacional
Seminario de dissertação
Tópicos de Política Externa
08/2006 - 08/2009
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Relações Internacionais, .

08/2006 - 08/2009
Ensino, Relacoes Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Integracao regional: Uniao Europeia
Metodologia das Relações Internacionais
Processos de integração regional

Universidad Autónoma de Barcelona, UAB, Espanha.
Vínculo institucional

1999 - 2006
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1996 - 1999
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor asociado, Carga horária: 12

Vínculo institucional

1994 - 1996
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor ajudante, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1991 - 1994
Vínculo: Bolsista pre-doutoral, Enquadramento Funcional: Bolsista pre-doutoral, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

09/1995 - 02/2005
Ensino, Máster en Estudios Internacionales (UAB-CIDOB), Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Análisis del sistema internacional
Instituciones Políticas y de Seguridad en Europa
Política Exterior Española
Política Exterior y de Seguridad Común de la Unión Europea
09/1994 - 02/2005
Ensino, Ciencias Políticas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Política Exterior Española
Política Internacional Europea
Problemas Actuales de las Relaciones Internacionales (coord.)
Relaciones Internacionales
Seminario de Habilidades Profesionales I
09/1999 - 09/2000
Ensino, Doctorado en Relaciones Internacionales, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Análisis de Políticas Exteriores

Universidad de la Republica, UR, Uruguai.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 12
Outras informações
Programa de cooperación interuniversitaria España-América Latina 2002

Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 20
Outras informações
Programa de Cooperación Interuniversiaria España-América Latina, Agencia Española de Cooperación Internacional

Atividades

09/2002 - 09/2002
Ensino, Diploma en Relaciones Internacionales e Integració, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Instituciones y Política Exterior de la Unión Europea
11/2001 - 11/2001
Extensão universitária , Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, .

Atividade de extensão realizada
Relaciones UE-América Latina. Seminario de especialización (postgrado).

Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2011
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: professora visitante, Carga horária: 0

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Pesquisadora visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisadora visitante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista Cnpq, pesquisador visitante nivel 2

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador visitante

Atividades

03/2007 - Atual
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria das Relações Internacionais
08/2005 - 12/2005
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e processos de integração regional
10/2005 - 10/2005
Extensão universitária .

Atividade de extensão realizada
Ciclo de Palestras: A União Européia na Encruzilhada.

Associação Brasileira de Ciência Política, ABCP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Coord. AT Política Externa, Enquadramento Funcional: coordenadora de AT
Outras informações
Coordenação, junto com Javier Vadell, da AT Política Externa desde o IX Encontro (2014).



Linhas de pesquisa


1.
Análise de Política Externa

Objetivo: Análise dos determinante, influências, processo de tomada de decisões e formulação das políticas atores de governos em diferentes níveis: nacional, subnacional e de arranjos supranacionais. Avaliação das ferramentas teórico-conceptuais disponíveis para essa análise..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Palavras-chave: Política Externa; Estado-nação; Governos subnacionais; Brasil; política externa da União Europeia; processo decisório.
2.
Teoria das Relações Internacionais

Objetivo: Análise das correntes teóricas que informam a disciplina das Relações Internacionais. Identificação dos elementos explicativos, normativos e meta-teóricos (nem sempre explícitos) que informam as diferentes correntes. Avaliação do instrumental teórico desde a ótica das ciências sociais contemporâneas..
3.
Governança global, regionalismo e integração regional

Objetivo: Análise dos processos de gerenciamento da ordem internacional, tanto a nível global como regional. Inclui o estudo de regimes e instituições internacionais, processos de integração, cooperação e coordenação regional e das diversas dimensões da globalização..
4.
Análise de Política Externa

Objetivo: Análise dos determinante, influências, processo de tomada de decisões e formulação das políticas atores de governos em diferentes níveis: nacional, subnacional e de arranjos supranacionais. Avaliação das ferramentas teórico-conceptuais disponíveis para essa análise..
5.
Dimensões de Gênero das Políticas Externas


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Políticas Públicas, Estratégia e Desenvolvimento
Descrição: O projeto tem 4 linhas de pesquisa. A linha 4, coordenada por Maria Regina Soares de Lima, tem o nome de "política Externa, regionalismo e cooperação regional".
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Dimensões de gênero das políticas externas
Descrição: O projeto visa analisar os processos de construção da agenda, de tomada de decisões e de implementação das dimensões sensíveis ao gênero da política externa brasileira e, através da análise comparativa, de outras políticas externas (objetivo geral) Seus objetivos específicos são . Identificar as principais dimensões sensíveis ao gênero das políticas externas . Identificar e mapear os atores, oficiais e não oficiais, internos e externos, que contribuem à configuração das diferentes dimensões sensíveis ao gênero das políticas externas . Avaliar o papel e o peso dos diferentes atores na configuração das diferentes dimensões sensíveis ao gênero das políticas externas. Além da brasileira, as políticas externas inicialmente estudadas são as do Canadá, Espanha e Chile.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Novas dimensões da cooperação internacional para o desenvolvimento
Descrição: Amplia o foco da pesquisa anterior sobre cooperação internacional descentralizada a duas novas dimensões: a cooperação sindical e .a cooperação universitária.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
A Cooperação Descentralizada em perspectiva comparada: os casos de Brasil, Argentina, Uruguai, Méexico e Espanha
Descrição: A pesquisa visa contribuir ao conhecimento das características, especificidades e principais dimensões da CD no Brasil, Espanha, Argentina, México e Uruguai, bem como ao conhecimento das dinâmicas da CD como instituição da governança global..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
A cooperação descentralizada sul-sul
Descrição: Subprojeto que faz parte de um projeto maior financiado coordenado por Maria Regina Soares de Lima e Carlos Milani e financiado pela FAPERJ [edital no. 19/2011, programa Pensa Rio - Apoio ao Estudo de Temas Relevantes e Estratégicos para o Estado do Rio de Janeiro] O grande projeto visa produzir elementos de análise que contribuam para a definição de estratégias locais e regionais de inserção do Rio de Janeiro nas agendas da política externa brasileira de cooperação sul-sul..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Mónica Salomón González - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 9
2011 - Atual
A cooperação internacional para o desenvolvimento na governança global e nas políticas externas
Descrição: Análise da cooperação internacional ao desenvolvimento tanto desde a perspectiva sistêmica (a cooperação como instituição internacional) como da perspectiva das unidades ou agentes (governos nacionais e subnacionais)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Mónica Salomón González - Coordenador / Karlla Zanesco - Integrante / Anna Carolina Mendes Pereira da Silva - Integrante / Marina Willrich - Integrante / Jonathan da Rosa - Integrante.Número de orientações: 3
2010 - Atual
O Desenvolvimento da Cooperação Descentralizada Pública no Brasil
Descrição: O propósito desta pesquisa é estudar as características e especificidades da Cooperação Descentralizada Pública (CDP) no Brasil, que entendemos ao mesmo tempo como uma instituição internacional em formação e como uma política pública subnacional e nacional. Mais especificamente, pretendemos averiguar até que ponto a idéia de que a CDP contribui a transformar a lógica assistencialista e assimétrica Norte-Sul, até agora predominante no sistema internacional de cooperação ao desenvolvimento, se verifica nas práticas de CDP dos governos subnacionais brasileiros. A hipótese que pretendemos verificar é que, efetivamente, há indícios de que existe uma tendência crescente à inversão da lógica vertical e assistencialista nos intercâmbios cooperativos, e que essa lógica está muito associada à integração da CDP numa cooperação multi-nivel, com participação de todos os níveis de governo nas estratégias de cooperação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
A ação exterior dos governos subnacionais no Brasil
Descrição: Este projeto faz parte de um projeto mais abrangente, cordenado pela Prof. Leticia Pinheiro (IRI, PUC-Rio) titulado "Expansão, Renovação e Fragmentação das Agendas e Atores da Política Externa", que foi selecionado na convocatoria Renato Archer do CNPq para projetos de pesquisa na área de Relações Internacionais. Equipe grande projeto: Leticia Pinheiro (coordenadora); Mónica Salomón, UFSC; PUC-Rio; André de Mello e Souza, IPEA; Carlos Milani, IESP/UniRio; Miriam Saraiva, UERJ; Monica Lessa, UERJ, Gilberto Hochman, Fiocruz; Marco Antonio Muxagata Vieira´. O grande projeto é uma rede de nove pesquisadores de diferentes instituições nacioais e internacionais cujo objetivo é investigar a atuação das agências estatais e não estatais em áreas que tradicionalmente fogem -o fugiam- do campo da política externa tais como saúde, educação, cultura, etc. O projeto se propõe a estudar a ação exterior de governos de municípios e de estados federados brasileiros levando em conta diferentes níveis de análise: - O das próprias unidades subnacionais, com ênfase nas características das estruturas paradiplomáticas locais ou regionais, os processos de tomada de decisões, os atores não governamentais locais ou regionais que influem nesses processos, as características e a evolução das agendas de política externa e os instrumentos empregados. - O nível estatal, com ênfase nos mecanismos de articulação e nos canais de comunicação (ou sua ausência) com a política exterior do Estado central, tanto com o Itamaraty como com outros organismos centrais e a influência mútua dos governos centrais / não centrais nas agendas de política exterior. - O nível regional, especialmente no âmbito do Mercosul, considerando-se os mecanismos de articulação existentes entre municípios e regiões, tanto institucionalizados quanto ad hoc. - O nível global, com ênfase na cooperação descentralizada entre municípios e/ou regiões e a articulação de estratégias de ação globais no âmbito das Nações Unidas e fora.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (3) .
Integrantes: Mónica Salomón González - Coordenador / Carmen Nunes - Integrante / MALTA, Fernando - Integrante / FIGUEREDO, Fernanda Pernasetti de - Integrante / MACIEL, Alexandra de Sa Pereira Texeira - Integrante / Santos, Ricardo Oliveira dos - Integrante / Silveira, Adriana Santos da - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 19 / Número de orientações: 9
2005 - 2006
A ação internacional das entidades subestatais: o caso de Porto Alegre
Descrição: -Atores subnacionais nas relações internacionais -A ação exterior de Porto Alegre: dimensão institucional e agenda -Porto Alegre como "cidade global solidaria".
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - Atual
Teoria das Relações Internacionais
Descrição: Análise da evolução atual e das teorias contemporâneas das Relações Internacionais com ênfase em suas diferentes dimensôes (empírica, normativa, crítica) e sua inserção nas ciências sociais contemporâneas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
1998 - 2001
La nueva conflictividad internacional. Políticas de prevención y gestión de confrlictos
Descrição: Análisis de los factores belígenos que subyacen a los conflictos armados internacionales actuales. Análisis de los marcos institucionales y de las políticas deprevención de conflicto, especialmente en las instituciones políticas y de seguridad en Europa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1995 - Atual
Análise de Políticas Externas
Descrição: Análise dos fatores condicionantes, influências, processo decisório e implementação de políticas externas a diferentes níveis (nacional, subnacional, supranacional), bem como avaliação de ferramentas teórico-conceptuais para essa análise..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
1993 - 1996
Spain and Portugal in European Foreign Policy
Descrição: Estudio de la participación de España y Portugal en el mecanismo de coordinación de políticas exteriores individuales (instituciones, agenda, instrumentos) con la política europea común Implicaciones teóricas para el estudio de la integración europea..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2014 - Atual
Periódico: Revista Encrucijada Americana
2014 - Atual
Periódico: TLA-MELAUA, Revista de Ciencias Sociales
2010 - Atual
Periódico: Si somos americanos (Universidad Arturo Prat, Chile)
2010 - Atual
Periódico: Revista Acadêmica de Relações Internacionais (RARI)
2007 - 2009
Periódico: Contexto Internacional
2003 - Atual
Periódico: Diálogos Possíveis (FSBA)


Revisor de periódico


2008 - Atual
Periódico: Dados (Rio de Janeiro)
2009 - 2009
Periódico: The Hague Journal of Diplomacy
2016 - Atual
Periódico: Contexto Internacional
2007 - 2009
Periódico: Contexto Internacional
2009 - Atual
Periódico: Brazilian political science review
2010 - Atual
Periódico: CONfines de Relaciones Internacionales y Ciencia Política
2010 - 2011
Periódico: Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso)
2010 - Atual
Periódico: Revista Acadêmica de Relações Internacionais (RARI)
2011 - Atual
Periódico: Comunicación y Sociedad - Revista Académica de la Universidad de Navarra
2012 - Atual
Periódico: Td. Temas y debates (Rosario)
2012 - Atual
Periódico: Relaciones Internacionales (Madrid)
2013 - Atual
Periódico: Cadernos de pesquisa
2012 - Atual
Periódico: Revista Sul-Americana de Ciência Política
2016 - Atual
Periódico: Colombia Internacional
2017 - Atual
Periódico: ÍCONOS (QUITO)
2017 - Atual
Periódico: MERIDIANO 47 (UNB)
2017 - Atual
Periódico: MONÇÕES: REVISTA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFGD
2017 - Atual
Periódico: ESTUDOS INTERNACIONAIS
2017 - Atual
Periódico: CARTA INTERNACIONAL
2017 - Atual
Periódico: Conjuntura Internacional
2015 - Atual
Periódico: REVISTA MEXICANA DE CIENCIAS POLÍTICAS Y SOCIALES
2017 - Atual
Periódico: Democracy and Security
2018 - Atual
Periódico: CANADIAN JOURNAL OF LATIN AMERICAN AND CARIBBEAN STUDIES


Revisor de projeto de fomento


2017 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2012 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Organizações Internacionais.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Catalão
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


1991
Premio Extraordinario de Licenciatura, Facultad de Ciencias Políticas y Sociología, UAB.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:2
Total de citações:6
Salomón, Mónica; Salomon, Monica  Data: 08/06/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:3
Total de citações:5
Salomón, Mónica; Salomon, Monica  Data: 08/06/2018

Outras
Total de trabalhos:32
Total de citações:931
Salomón, Mónica; Salomon, Monica  Data: 21/07/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
Salomon, Monica2018Salomon, Monica. A política externa através das lentes de gênero. Uma agenda de pesquisa.. Boletim NEAAPE, v. 2 no. 1, p. 6-13, 2018.

2.
Salomón, Mónica2018Salomón, Mónica. La política municipal de cooperación al desarrollo de Barcelona. MONÇÕES: REVISTA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFGD, v. 7, p. 314-337, 2018.

3.
Salomón, Mónica2015Salomón, Mónica. Río de Janeiro y la agenda brasileña de Cooperación Sur-Sur.. Revista Española de Desarrollo y Cooperación, v. 36, p. 51-64, 2015.

4.
Salomón, Mónica2014Salomón, Mónica. The democratic deficit of Brazilian Foreign Policy: a Faorian interpretation. Brazilian Political Science Review, v. 8, p. 123-125, 2014.

5.
SALOMÓN, M.2013 SALOMÓN, M.; PINHEIRO, Leticia . Análise de Política Externa e Política Externa Brasileira: Trajetória, Desafios e Possibilidades. Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso), v. 56, p. 40-59, 2013.

6.
SALOMÓN, M.2013SALOMÓN, M.. Centro, Periferia y la Recepción de la Teoría de las Relaciones Internacionales en Brasil. Relaciones Internacionales (Madrid), v. 24, p. 77, 2013.

7.
Zanesco, Karlla2013Zanesco, Karlla ; Salomón, Mónica . A Cooperação Universitária para o Desenvolvimento: mais do que um rótulo. Carta Internacional (USP), v. 8, p. 111-130, 2013.

8.
SALOMÓN, M.2012SALOMÓN, M.. Em que medida a Cooperação Descentralizada pode ser integrada na dimensão Sul-Sul da Política Externa Brasileira?. Mural Internacional (Online), v. 3, p. 9-15, 2012.

9.
SALOMÓN, M.2009SALOMÓN, M.. Local Governments as Foreign Policy Actors and Global Cities Network-Makers: The Cases of Barcelona & Porto Alegre. Globalization and World Cities Research Bulletin, v. 305, p. 1-14, 2009.

10.
SALOMÓN, M.2008SALOMÓN, M.; SÁNCHEZ CANO, J. . The United Nations System and the Process of Political Articulation of Local Authorities as a Global Actor. Brazilian Political Science Review, v. 2, p. 127-147, 2008.

11.
SALOMÓN, M.2008SALOMÓN, M.. Los estados y municipios brasileños como actores de la cooperación internacional. Revista Española de Desarrollo y Cooperación, v. 22, p. 145-159, 2008.

12.
SALOMÓN, M.2007SALOMÓN, M.; NUNES, C. . A Ação Externa dos Governos Subnacionais no Brasil: Os Casos do Rio Grande do Sul e de Porto Alegre. Um Estudo Comparativo de Dois Tipos de Atores Mistos. Contexto Internacional, v. 29, p. 83-131, 2007.

13.
SALOMÓN, M.2005SALOMÓN, M.. Os novos actors globais no sistema de Nacións Unidas. Tempo Exterior, A Coruña, v. VI, n.10, p. 81-93, 2005.

14.
SALOMÓN, M.2005SALOMÓN, M.; SÁNCHEZ CANO, J. . El proceso de articulación de las autoridades locales como actores políticos y el sistema de Naciones Unidas. Agenda ONU, Barcelona, v. 6, p. 151-190, 2005.

15.
LORENZO, M.2003LORENZO, M. ; FELIU, L. ; SALOMÓN, M. . La actuación española en la crisis entre España y Marruecos (2001-2003). Agora: Revista de Ciencias Sociales, Valencia (Espanha), n.8, p. 39-62, 2003.

16.
FELIU, L.2003FELIU, L. ; SALOMÓN, M. . Territorios en aguas turbulentas: la crisis entre España y Marruecos. Paix et Sécurité Internationales, Rabat, v. 1, p. 79-90, 2003.

17.
SALOMÓN, M.2002 SALOMÓN, M.. La teoría de las Relaciones Internacionales en los albores del siglo XXI. Diálogo, disidencia, aproximaciones. Revista Electrónica de Estudios Internacionales, Madrid, v. 3, p. 1-59, 2002.

18.
SALOMÓN, M.2001 SALOMÓN, M.. El debate sobre la 'paz democrática'. Una aproximación crítica.. Revista de Estudios Políticos, Madrid, v. 113, p. 237-265, 2001.

19.
SALOMÓN, M.2001SALOMÓN, M.. La CIG 2000: panorámica y evaluación tentativa. Anuario Internacional CIDOB 2000, Barcelona, p. 135-144, 2001.

20.
SALOMÓN, M.2001SALOMÓN, M.. La teoría de las relaciones internacionales en los albores del siglo XXI: diálogo, disidencia, aproximaciones. Revista CIDOB d'Afers Internacionals (1985), Barcelona, v. 56, p. 7-52, 2001.

21.
SALOMÓN, M.2000SALOMÓN, M.. Recensión: Gray, John. Falso amanecer. Los engaños del capitalismo global.. Revista Electrónica de Estudios Internacionales, Madrid, v. 1, n.1, p. 1-5, 2000.

22.
SALOMÓN, M.1999SALOMÓN, M.. L'ampliació de la Unió Europea per al nou mil.lenni. L'Avenç, Barcelona, v. 232, p. 36-40, 1999.

23.
SALOMÓN, M.1999SALOMÓN, M.. La PESC y las teorías de la integración europea. Las aportaciones de los. Revista CIDOB d'Afers Internacionals, Barcelona, v. 45-46, p. 197-221, 1999.

24.
SALOMÓN, M.1999SALOMÓN, M.. La Unió Europea en el procés de pau d'Orient mitjà. A la recerca d'un paper més important?. Diàlegs. Revista d'estudis polítics i socials, Barcelona, v. II, n.4, p. 71-95, 1999.

25.
SALOMÓN, M.1995SALOMÓN, M.. Les Nacions Unides. Estudis internacionals, Barcelona, v. 7/1995, p. 1-30, 1995.

26.
SALOMÓN, M.1993SALOMÓN, M.. Las ciudades y el desarrollo de su papel internacional. Papers - Universidad Autonoma de Barcelona, Barcelona, v. 41, p. 127-141, 1993.

27.
SALOMÓN, M.1991SALOMÓN, M.. Les Nacions Unides entre la crisi i la consolidació. Estudis Internacionals, Barcelona, v. 1/1991, p. 1-37, 1991.

28.
SALOMÓN, M.1986SALOMÓN, M.; BEHARES, L. E. . Psicolingüística. Evolución y territorios de aplicación. Fono audiológica, Buenos Aires, v. 32, n.2, p. 82-93, 1986.

29.
SALOMÓN, M.1985SALOMÓN, M.. Pragmática. Estructuralismo y después. Relaciones, Montevideo, v. 1, n.15, p. 7-8, 1985.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Salomón, Mónica; SANTOMAURO, F. (Org.) ; Gonçalvez, Fernanda C. N. I. (Org.) ; de Oliveira, Patricia (Org.) ; Perpétuo, Rodrigo (Org.) ; Cerqueira, Bruna (Org.) ; Rubarth, Ernesto O. (Org.) ; Spadale, Pedro (Org.) . Paradiplomacia do Estado do Rio de Janeiro: 2007-2017. Teoria e prática. 1. ed. Rio de Janeiro: Imprensa Oficial do Estado, 2017. v. 1. 250p .

2.
Salomón, Mónica. Teorias e enfoques das relações internacionais: uma introdução. 1. ed. Curitiba: Intersaberes, 2016. v. 1. 250p .

Capítulos de livros publicados
1.
Salomon, Monica. A paradiplomacia no Brasil: da implantação à normalização. In: Salomon, Mónica; Nery; Tiago; Santomauro, Fernando e.a.. (Org.). Paradiplomacia do estado do Rio de Janeiro (2007-2017): teoria e prática. 1aed.Rio de Janeiro: RJ Internacional / CEBRI, 2017, v. , p. 21-35.

2.
SALOMÓN, M.. Nuevas Corrientes en la Teoría de las Relaciones Internacionales. In: Daniel Bello. (Org.). Manual de Relaciones Internacionales. Herramientas para la comprensión de la disciplina.. 1aed.Santiago de Chile: Ril Editores, 2013, v. , p. 127-166.

3.
SALOMÓN, M.. Paradiplomacia de Regiones y Paradiplomacia de Ciudades.. In: Zidane Zeraoui. (Org.). Teoría y práctica de la paradiplomacia. 2aed.Monterrey: Tecnológico de Monterrey, 2013, v. , p. 289-321.

4.
SALOMÓN, M.. A dimensão subnacional da política externa brasileira: determinantes, conteúdos e perspectivas. In: Pinheiro, Leticia; Milani, Carlos R.. (Org.). Política Externa Brasileira: a prática das políticas e a política das práticas. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2012, v. , p. 269-300.

5.
SALOMÓN, M.. La disciplina académica de las Relaciones Internacionales y su evolución. In: Carlos Murillo Zamora. (Org.). Hacia un Nuevo Siglo en Relaciones Internacionales. 1aed.San José de Costa Rica: Escuela de Relaciones Internacionales / Universidad Nacional de Costa Rica, 2011, v. , p. 31-57.

6.
SALOMÓN, M.. Paradiplomacy in the developing world; the case of Brazil. In: Amen, Mark; Toly, Noah; McCarney, Patricia; Seghers, Klaus. (Org.). Cities and Global Governance. New Sites for International Relations.. Londres: Ashgate, 2011, v. , p. 45-68.

7.
SALOMÓN, M.. El Foro de Municipalidades, Estados federados, Provincias y Departamentos del Mercosur desde la perspectiva de la política exterior brasileña. In: Gasol Varela, Claudia. (Org.). El rol de los gobiernos subnacionales en los procesos de integración: reflexiones sobre el caso del Foro Consultivo de Municipalidades, Estados federados, Povincias y Departamentos del Mercosur. 1ed.Buenos Aires: CARI, 2010, v. , p. 233-245.

8.
SALOMÓN, M.. Paradiplomacia de regiones y paradiplomacia de ciudades: los casos de Río Grande do Sul y de Porto Alegre. In: Zidane Zeraoui. (Org.). Regionalización y Paradiplomacia. La política internacional de las regiones.. Monterrey: Tecnológico de Monterrey, 2009, v. , p. 227-252.

9.
SALOMÓN, M.. El paper de la Unió Europea en el conflicte árabo-palestino-israelià: principis i actuacions. In: Vicens, Belén. (Org.). L'Orient Mitjà en el punt de mira. Bellaterra (Barcelona): Ed. de la Universitat Autònoma de Barcelona, 2005, v. , p. -.

10.
SALOMÓN, M.. La Unión Europea como comunidad internacional. Dilemas e interrogantes. In: Eduardo Vilariño; Caterina Garcia. (Org.). Comunidad Internacional y Sociedad Internacional después del 11 de Septiembre del 2001. Bilbao: Universidad del País Vasco, 2004, v. , p. 191-202.

11.
SALOMÓN, M.. La ampliación de la Unión Europea hacia el este, centro y sur de Europa. In: Francesc Morata. (Org.). Políticas públicas en la Unión Europea. 1ed.Barcelona: Ariel, 2000, v. , p. 345-360.

12.
FELIU, L. ; SALOMÓN, M. . La dimensión sur de la UE: políticas para el Mediterráneo. In: Esther Barbé. (Org.). Política Exterior Europea. 1ed.Barcelona: Ariel, 2000, v. , p. 192-218.

13.
SALOMÓN, M.. Europa Occidental. In: Enciclopèdia Catalana. (Org.). Anuari 1999. : , 2000, v. , p. 299-310.

14.
SALOMÓN, M.. Europa Occidental. In: Enciclopèdia Catalana. (Org.). Anuari 1998. Barcelona: Enciclopèdia Catalana, 1999, v. , p. 299-310.

15.
SALOMÓN, M.. Europa Occidental. In: Enciclopèdia Catalana. (Org.). Anuari 1997. Barcelona: Enciclopèdia Catalana, 1998, v. , p. 299-310.

16.
SALOMÓN, M.. Europa Occidental. In: Enciclopèdia Catalana. (Org.). Anuari 1996. Barcelona: Salvat, 1997, v. , p. 311-321.

17.
SALOMÓN, M.. Spain: Scope enlargemente towards the Maghreb and the Arab World. In: Franco Algieri; Elfriede Regelsberger. (Org.). Spain and Portugal in European Foreign Policy. 1ed.Bonn: Europa Union Verlag, 1996, v. , p. 91-109.

18.
SALOMÓN, M.. Europa Occidental. In: Enciclopèdia Catalana. (Org.). Anuari 1995. Barcelona: Enciclopèdia Catalana, 1996, v. , p. 315-325.

19.
SALOMÓN, M.. La ONU: defensora de la democracia mundial. In: Salvat. (Org.). El libro del año, 1992. Barcelona: Salvat, 1993, v. , p. 128-131.

20.
SALOMÓN, M.. Latinoamérica: democracia a pesar de todo. In: Salvat. (Org.). El libro del año: 1992. Barcelona: Salvat, 1993, v. , p. 100-105.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Salomón, Mónica. Women's Political Participation and Gender-Sensitive Foreign Policy in Brazil. In: 24th World Congress of Political Science, 2016, Poznan. IPSA Archives, 2016.

2.
Salomón, Mónica. Processos e influências no aprofundamento da dimensão de gênero da política externa brasileira. In: 10o encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), 2016, Belo Horizonte. Anais do 10o encontro da ABCP, 2016.

3.
Zanesco, Karlla ; SALOMÓN, M. . A Cooperação Universitária para o Desenvolvimento. Conceito, práticas e tendências no mundo e no Brasil.. In: 4o Encontro da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI), 2013, Belo Horizonte. Multilateralismo, Plurilateralismo e a construção de uma ordem mundial, 2013.

4.
SALOMÓN, M.. Exporting and Importing European model(s) to the South: Subnational International Cooperation arrangements in Latin America. In: International Studies Association 53rd Convention, 2012, San Diego. ISA Archives, 2012. p. 1-20.

5.
SALOMÓN, M.. A integração da Cooperação Descentralizada na Dimensão Sul-Sul da Política Externa Brasileira: desafios e possibilidades. In: ANPOCS, 2012, Aguas de Lindoia. ANPOCS, 2012.

6.
PINHEIRO, Leticia ; SALOMÓN, M. . Análise de Política Externa e política externa brasileira: trajetória, desafios e possibilidades. In: 3o Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2011, São Paulo. 3o Encontro Nacional da ABRI, CD Rom, 2011.

7.
SALOMÓN, M.. The international Activities of Brazilian Local Governments: A Foreign Policy Analysis. In: International Studies Association's 50th Annual Convention, 2009, New York. ISA Archives, 2009.

8.
SALOMÓN, M.. Local Governments as Foreign Policy Actors and Global Cities Network-Makers. The cases of Barcelona and Porto Alegre. In: 49th Annual International Studies Association Convention, 2008, San Francisco. ISA Archives, 2008.

9.
SALOMÓN, M.. El Foro de Municipalidades, Estados Federados, Intendencias y Departamentos del Mercosur desde la perspectiva de la política exterior brasileña. In: El Foro Consultivo de Municipalidades, Estados Federados, Intendencias y Departamentos del Mercosur: estructura, agenda y perspectivas, 2008, Buenos Aires. El Foro Consultivo de Municipalidades, Estados Federados, Intendencias y Departamentos del Mercosur: estructura, agenda y perspectivas. Buenos Aires: BID - INTAL, 2008.

10.
SALOMÓN, M.. La acción exterior de los gobiernos subnacionales y el Análisis de Políticas Exteriores. In: Primeiro Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2007, Brasilia. CD Rom do Primeiro Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2007.

11.
SALOMÓN, M.; SÁNCHEZ CANO, J. . The influence of the UN system in the political articulation of local authorities as a global actor. In: Sixth Pan-European International Relations Conference, 2007, Turin (Italia). Annals of the Sixth Pan-European International Relations Conference, 2007.

12.
SALOMÓN, M.. La dimensiõn de prevención/gestión de conflictos de la PESC: el desafío de la ampliación. In: XIX Jornadas de la Asociación Española de Profesores de Derecho Internacional y Relaciones Internacionales, 2003, Santander. La UE ante el siglo XXI. Los retos de Niza. Madrid: BOE/Universidad de Cantabria, 2001. p. 218-227.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Salomón, Mónica. Gênero e feminismo na política externa brasileira: atores, dinâmicas e participação democrática. In: 11o Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2018, Curitiba. 11o Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2018.

2.
SALOMÓN, M.. The Subnational Dimension of Brazilian Foreign Policy. In: Conferencia Internacional Conjunta ABRI/ISA, 2009, Rio de Janeiro. ISA/ABRI Archives, 2009.

3.
SALOMÓN, M.. Paradiplomacy and New Public Diplomacy. Insights from the Brazilian case.. In: Conferencia Internacional Conjunta ABRI/ISA, 2009, Rio de Janeiro. ISA/ABRI Archives, 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
Salomon, Monica. A normalização da paradiplomacia no Brasil e na América Latina. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
Salomon, Monica. A política externa através das lentes de gênero. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
Salomon, Monica. Las relaciones internacionales a través de la lente de género. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
Salomon, Monica. El estudio de las relaciones internacionales a través de la teoría: consideraciones epistemológicas y ontológicas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
Salomon, Monica. Gênero e Relações Internacionais. As possibilidades de uma rica agenda de pesquisa. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
SALOMÓN, M.. A cooperação descentralizada na política externa brasileira e latino americana. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
SALOMÓN, M.. La cooperación descentralizada como dimensión de la política externa. Los casos de Brasil y de México.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
SALOMÓN, M.. Estados e municípios na política externa brasileira desde 2003: alcance e limites da normalização da dimensão subnacional. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
SALOMÓN, M.. The Foreign Relations of Subnational Governments. Brazilian Specificities.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
SALOMÓN, M.. O lugar de Morgenthau na evolução das Relações Internacionais como ciência social. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
Zanesco, Karlla ; SALOMÓN, M. . A Cooperação Universitaria para o Desenvolvimento. Conceito, Práticas e Tendências no Mundo e no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
SALOMÓN, M.. A Cooperação Descentralizada como dimensão da Política Externa Brasileira. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SALOMÓN, M.. A Análise da Política Externa como sub-área das Relações Internacionais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
SALOMÓN, M.. Relações Internacionais de governos subnacionais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
SALOMÓN, M.. El origen y evolución de las Relaciones Internacionales como disciplina científica.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
SALOMÓN, M.. Um modelo brasileiro de cooperação para o desenvolvimento?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
PINHEIRO, Leticia ; SALOMÓN, M. . Análise de Política Externa e política externa brasileira: trajetória, desafios e possibilidades.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
SALOMÓN, M.. Teorias das Relações Internacionais: instruções de uso. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
PINHEIRO, Leticia ; Milani, C.R.S. ; Hochman, Gilberto ; Saraiva, Miriam ; SALOMÓN, M. . Política Externa Brasileira: as práticas da política e a política das práticas hoje e ontem (mesa-redonda). 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
SALOMÓN, M.. The International Activities of Brazilian Local Governments: A Foreign Policy Analysis. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
SALOMÓN, M.. Contribuições teoricas para o estudo da ação externa dos governos subnacionais desde as Relações Internacionais. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
SALOMÓN, M.. Local Governments as Foreign Policy Actors and Global City Network Makers. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
SALOMÓN, M.. The Subnational Dimension of Brazilian Foreign Policy. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
SALOMÓN, M.. A paradiplomacia e a nova diplomacia publica. Considerações a partir do caso brasileiro. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
SALOMÓN, M.. La acción esterior de los estados y municipios brasileños. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

26.
SALOMÓN, M.. Paradiplomacia de regiones y paradiplomacia de ciudades: los casos de Rio Grande do sul y de Porto Alegre. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

27.
SALOMÓN, M.. Local Governments as Foreign Policy Actors and Global Cities Network-Makers. The cases of Barcelona and Porto Alegre. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
SALOMÓN, M.. El foro de municipalidades, estados federados, intendencias y departamentos del Mercosu rdesde la perspectiva de la política exterior brasileña. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

29.
SALOMÓN, M.; SÁNCHEZ CANO, J. . The influence of the UN System in the political articulation of local authorities as a global actor. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
SALOMÓN, M.. La acción exterior de los gobiernos subnacionales y el Análisis de las Políticas Exteriores. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
SALOMÓN, M.. La dimensión de prevención de conflictos de la PESC: el desafío de la ampliación. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SALOMÓN, M.. Ha-Joon Chang, Retirar la escalera. Las estrategias del desarrollo en perspectiva histórica. Madrid: Catarata, 2004. (Tradução/Livro).

2.
SALOMÓN, M.. Fred Halliday, Las Relaciones Internacionales en un mundo en transformación. Madrid: Catarata, 2002. (Tradução/Livro).

3.
SALOMÓN, M.. Noam Chomsky, Estados canallas. Barcelona: Paidós, 2001. (Tradução/Livro).

4.
SALOMÓN, M.. John Gray, Las dos caras del liberalismo. Barcelona: Paidós, 2001. (Tradução/Livro).

5.
SALOMÓN, M.. John Gray, Falso amanecer. Los engaños del capitalismo global. Barcelona: Paidós, 1999. (Tradução/Livro).

6.
SALOMÓN, M.. Z. Brzezinsky, El gran tablero mundial. La supremacía estadounidense y sus imperativos geoestratégicos. Barcelona: Paidós, 1998. (Tradução/Livro).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
Salomon, Monica. Comissão de avaliação externa PPGRI USP. 2017.

2.
Salomon, Monica. Comissão de Avaliação de prêmios de teses e publicações em ciências sociais ANPOCS. 2017.

3.
Salomón, Mónica; Malamud, A. ; Oliveira, V. . Comissão de Assessoria Externa, Avaliação Institucional IRI/USP. 2015.

Trabalhos técnicos
1.
SALOMÓN, M.. Parecer para CAPES. 2016.

2.
Salomón, Mónica. Parecer sobre artigo para Contexto Internacional. 2016.

3.
Salomón, Mónica. Parecer sobre artigo para Colombia Internacional. 2016.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Salomon, Monica. A cooperação descentralizada. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
Salomón González, Mónica. Parecer para o CNPq sobre solicitação de bolsa (doutorado sandwiche). 2018. (Parecer para o CNPq).

2.
Salomón González, Mónica. Parecer para o CNPq sobre solicitação AVG. 2018. (Parecer para o CNPq).

3.
Salomón, Mónica. Parecer para o CNPq sobre solicitação AVG (2018/2). 2018. (Parecer para o CNPq).

4.
Salomón, Mónica. Parecer para CAPES sobre solicitação de bolsa de Profesor Visitante no Exterior Júnior. 2018. (Parecer).

5.
Salomón, Mónica. Parecer para CAPES sobre solicitação de bolsa par doutorado pleno no exterior. 2018. (Parecer).

6.
Salomón, Mónica. Parecer para CAPES sobre solicitação de bolsa par doutorado pleno no exterior (2018/2). 2018. (Parecer).

7.
Salomón, Mónica. Parecer sobre artigo submetido â revista Carta Internacional. 2018. (Parecer sobre artigo).

8.
Salomón, Mónica. Parecer sobre artigo submetido ao Canadian Journal of Latin American and Caribbean Studies. 2018. (Parecer sobre artigo).

9.
Salomon, Monica. O desenho de pesquisa em ciências sociais, com ênfase na pesquisa qualitativa. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
Salomon, Monica. Parecer para Conjuntura Internacional. 2017. (Parecer sobre artigo).

11.
Salomon, Monica. Parecer para o CNPQ. 2017. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

12.
Salomon, Monica. Parecer para Carta Internacional. 2017. (Parecer sobre artigo).

13.
Salomón González, Mónica. Parecer para Meridiano 47. 2017. (Parecer sobre artigo).

14.
Salomón González, Mónica. parecer para revista Monções. 2017. (Parecer sobre artigo).

15.
Salomón, Mónica. parecer para Estudos Internacionais. 2017. (Parecer sobre artigo).

16.
Salomón González, Mónica. parecer para Carta Internacional (2017/2). 2017. (parecer sobre artigo).

17.
Salomón González, Mónica. Parecer para CNpq sobre solicitação de bolsa para pós-doutorado no exterior. 2017. (Parecer para CNPq (pós-doutorado)).

18.
Salomón González, Mónica. Parecer para Revista Iconos (FLACSO). 2017. (parecer sobre artigo).

19.
Salomon, Monica. Parecer para Brazilian Political Science Review. 2017. (parecer sobre artigo).

20.
Salomon, Monica. Parecer sobre artigo submetido à revista Democracy and Security. 2017. (parecer sobre artigo).

21.
Salomon, Monica. Parecer sobre artigo submetido à revista Contexto Internacional. 2017. (Parecer sobre artigo).

22.
Salomon, Monica. Parecer sobre solicitação de bolsa. 2017. (Parecer para o CNPq).

23.
Salomón, Mónica. As relações internacionais através da lente de gênero. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

24.
Salomón, Mónica. Parecer para CNPq (edital universal 2016) 1/3. 2016. (Parecer).

25.
Salomón, Mónica. Parecer para CNPq (edital universal 2016) 2/3. 2016. (Pare).

26.
Salomón, Mónica. Parecer para CNPq (edital universal 2016) 3/3. 2016. (Parecer).

27.
Salomon, Monica. Parecer para Revista Acadêmica de Relações Internacionais. 2016. (Parecer sobre artigo).

28.
Salomón, Mónica. Revista Desafios (Rosario). 2015. (Parecer sobre artigo).

29.
Salomón, Mónica. Parecer para Revista Mexicana de Ciencias Políticas y Sociales. 2015. (Parecer sobre artigo).

30.
Salomón, Mónica. Parecer para CAPES. 2015. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

31.
Salomón, Mónica. Parecer para CAPES. 2015. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

32.
Salomón, Mónica. Parecer para CAPES. 2015. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

33.
Salomón, Mónica. Parecer para CAPES. 2015. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

34.
Salomón, Mónica. Parecer para Carta Internacional. 2015. (Parecer sobre artigo).

35.
SALOMÓN, M.. CAPES. 2014. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

36.
Salomón, Mónica. Dados. 2014. (Parecer sobre artigo).

37.
SALOMÓN, M.. Brazilian Political Science Review. 2013. (Parecer sobre artigo).

38.
SALOMÓN, M.. Cadernos de pesquisa. 2013. (Parecer sobre artigo).

39.
SALOMÓN, M.. Relaciones Internacionales (Madrid). 2013. (Parecer sobre artigo).

40.
SALOMÓN, M.. CAPES. 2013. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

41.
SALOMÓN, M.. CAPES. 2013. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

42.
SALOMÓN, M.. CAPES. 2013. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

43.
SALOMÓN, M.. CAPES. 2013. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

44.
De Pieri, E. ; MARTUCCI, M. ; LOVATO, P. ; SALOMÓN, M. . Apresentação do Instituto de Estudos Brasil Europa. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

45.
SALOMÓN, M.. ConFines. 2012. (Parecer sobre artigo).

46.
SALOMÓN, M.. Relaciones Internacionales (Madrid). 2012. (Parecer sobre artigo).

47.
SALOMÓN, M.. Temas y debates (Universidad de Rosario). 2012. (Parecer sobre artigo).

48.
SALOMÓN, M.. Comunicación y sociedad (Universidad de Navarra). 2012. (Parecer sobre artigo).

49.
SALOMÓN, M.. Revista Sul-Americana de Ciência Política. 2012. (Parecer sobre artigo).

50.
SALOMÓN, M.. CAPES. 2012. (Parecer sobre solicitação de bolsa/auxilio evento).

51.
SALOMÓN, M.. Brazilian Political Science Review. 2011. (Parecer sobre artigo (2/2011)).

52.
SALOMÓN, M.. Revista CONfines de Ciencia Política y Relaciones Internacionales (Tecnológico de Monterrey). 2011. (Parecer sobre artigo).

53.
SALOMÓN, M.. Brazilian Political Science Review. 2011. (Parecer sobre artigo).

54.
SALOMÓN, M.; RIBEIRO HOFFMANN, Andréa . A União Européia. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

55.
SALOMÓN, M.. Governos subnacionais e relações internacionais. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Demais trabalhos
1.
SALOMÓN, M.. Observadora internacional nas primeiras eleções legislativas em Bosnia-Herzegovina. 1996 (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Silva, K. de S.; ARAGAO, D. M. C.; Salomon, Monica. Participação em banca de Renan Batista Jark. ORIENT(AÇÕES) DO SUL NA AGENDA LGBTI DO CONSELHO DE DIREITOS HUMANOS DA ONU: entre identidades, colonialidade e protagonismo do Brasil. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
CASTELAN, D. R.; DERANI, C.; Salomón, Mónica. Participação em banca de Roberta Zandonai Moreira. Congresso e Política Externa: a influência do legislativo brasileiro na tramitação do protocolo de Nagoya à convenção de diversidade biológica. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Silva, K. de S.; Reinaldo, Renata G.; Salomón, Mónica. Participação em banca de Rhaissa Pagot. A participação das organizações de mulheres na implementação da resolução 1325 do Conselho de Segurança de Nações Unidas na Uganda e no Burundi. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
VIEIRA, P. A.; OLIVEIRA, G. M.; Glik, Monica S.; DINIZ, L. R. A.; Salomón, Mónica. Participação em banca de Sâmia de Brito Franco. A língua age: política externa brasileira e a difusão do português no governo Lula (2003-2010). 2015. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Horochovski, Rodrigo; Pereira, Alexsandro; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Leonardo Mercher Coutinho Olimpio de Melo. Paradiplomacia cultural: o espaço das organizações na atuação das cidades globais". 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Paraná.

6.
Souza, M.; Faria, C.A.F.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Bernardo Ramos Bahia. Libertação e política externa na Africa do Sul: uma análise interpretativa das estruturas de tomada de decisão.. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

7.
CARVALHO, M. I. V.; Pinto, V. C.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Ana Carolina Evangelista Mauad. A Participação dos Governos Locais na Segunda Conferência das Nações Unidas sobre Assentamentos Humanos (Habitat II) e seus desdobramentos internacionais e nacionais. 2011. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

8.
SALOMÓN, M.; PINHEIRO, Leticia; LESSA, M. L.. Participação em banca de Ploy Khumtukhtit. A Nova Diplomacia Pública do Japão. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

9.
PINHEIRO, Leticia; Milani, C.R.S.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Pablo de Rezende Saturnino Braga. A rede de ativismo transnacional contra o apartheid na Africa do Sul. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

10.
ROJO, R.; Soares, M. S. A.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Viviane Bischoff. A Marca País como Instrumento de Diplomacia: o caso da Argentina. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
PINHEIRO, Leticia; LIMA, M. R. S.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Eduardo Jordão de Achiles Mello. Democracia, democratização e política externa: um estudo sobre a formulação da política de segurança no Brasil (1985-2002). 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

12.
Olivar, M.; Faria, Luiz Augusto Estrella; KEGEL, P. L.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Paloma de Morais Corrêa. A Soberania dos Estados no Sistema Interamericano de Proteção aos Direitos Humanos. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

13.
Melo e Souza, André de; Saraiva, José Flávio S.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Bruno Gonçalves Rosi. Atuação de missionários das Igrejas Presbiterianas dos Estados Unidos no Brasil entre 1859 e 1888 e seu papel nas relações entre os dois paises. 2009. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

14.
SALOMÓN, M.; Milani, C.R.S.; Pinho, J. A. G.. Participação em banca de Maria Clotilde Meirelles Ribeiro. Globalização e novos atores: as cidades brasileiras e o desenvolvimento da paradiplomacia. 2008. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal da Bahia.

15.
SALOMÓN, M.; ARTURI, CARLOS; BASSO, JOSE LUIS. Participação em banca de Rafael Pons Reis. Estruturas domésticas e a formação da posição brasileira nas negociações do Protocolo de Cartagena. 2008. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

16.
SALOMÓN, M.; ALTEMANI, HENRIQUE; KENKEL, Kai Michael. Participação em banca de Helvécio de Jesus Junior. Rumo ao "Estado Normal", A política de defesa de Japão após a Guerra Fría. 2008. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

17.
FERNANDES, Luis; PINHEIRO, Leticia; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Vanessa Rodrigues de Macedo. A influência de uma Organização Social na política externa brasileira. O caso da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). 2007. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

18.
Soares, M. S. A.; SATO, E.; SILVA, H. M.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Diego Eugenio Pizetta. A coalizao empresarial brasileira nas negociacoes da ALCA. 2005. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
Burgos, R.; Mathias, S.K.; Mick, Jacques; Souza, Luis Gustavo da Cunha de; Mendonça, Daniel de; Salomon, Monica. Participação em banca de Diego Hernández Nilson. A construção discursiva da hegemonia na América Latina e a disputa pelo relato sobre a região. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
BARRAL, W. O.; Moschen, V. R. B.; SILVA, H. M.; Fradera, V. M. J.; SALOMÓN, M.; Olivar, M.. Participação em banca de Ricardo Rocha de Vasconcellos. O Poder das Organizacoes Internacionais. 2005. Tese (Doutorado em Direito Internacional) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
CASTELAN, D. R.; Salomon, Monica; CARREIRAO, Y.. Participação em banca de Jonatan Carvalho de Borba. A polarização e a partidarização da política externa nos editoriais dos jornais "Folha", "Estadão" e "O Globo" durante os governos Lula e Dilma. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Silva, K. de S.; Reinaldo, Renata G.; Salomon, Monica. Participação em banca de Rafaela Julich Moraes. Para além das vítimas: a agência da mulher no processo de paz na Somália. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Silva, K. de S.; ARAGAO, D. M. C.; Salomon, Monica. Participação em banca de Renan Batista Jark. O ativismo das redes transnacionais na agenda LGBTI do Conselho de Direitos Humanos da ONU. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
Lins, Hoyêdo; Leite, Iara C.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Camila Andrade. A cooperação descentralizada em Ruanda. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Pagliari, G. C.; REZENDE, L. P.; Salomón, Mónica. Participação em banca de Natalia Diniz Schwether. Deconstruindo o mito "homens em armas, mulheres em casa". Uma análise da feminização das forças armadas.. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
VIEIRA, P. A.; Salomón, Mónica; Glik, Monica S.. Participação em banca de Sâmia de Brito Franco. A língua age: política externa brasileira e a difusão da língua portuguesa. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
Pagliari, G. C.; Guedes de Oliveira, Marcos; Salomón, Mónica. Participação em banca de Luiz Felipe Rebello. Estratégia internacional brasileira de inserção em defesa e segurança: região andina. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
CASTELAN, D. R.; Pagliari, G. C.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Júlio Cesar Ribeiro Mota Filho.Estilo de liderança e política externa: um estudo de caso da política nuclear candadense no governo Diefenbaker. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
REZENDE, L. P.; Pagliari, G. C.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Emily Willrich.Crianças soldado na Colombia. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Leite, Iara C.; Romanello, Michele; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Bruno Blume.Paradiplomacia financeira no Brasil. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
Voigt, M.R.; Rosa, Jonathan; Salomón, Mónica. Participação em banca de Bernardo Todesco.A atuação da Secretaria Municipal de Relações Internacionais do Estado de São Paulo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Seabra, Fernando; Mazzucco, Bruno; SALOMON, Monica; Salomón, Mónica. Participação em banca de Bruno Luiz Savi.Financiamento às exportações brasileiras: o caso entre International Finance Corporation e Embraer. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
Pagliari, G. C.; Rebello, Luiz F.; Salomón, Mónica. Participação em banca de João Guimarâes Rosenthal.Politica Externa no governo Lula: a inserção brasileira na África. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
SALOMÓN, M.; Viggiano, Juliana; Pagliari, G. C.. Participação em banca de Julio Henrique Correa Silva.A responsabilidade de proteger enquanto proposta de código ético para as relações internacionais. O "sucesso" do caso líbio. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SALOMÓN, M.; Lins, Hoyêdo; Pagliari, G. C.. Participação em banca de Jonathan Raphael Vieira da Rosa.As políticas de cooperação internacional para o desenvolvimento do Brasil e da India em perspectiva comparada. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
Ouriques, H. R.; Pagliari, G. C.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Matheus Filipe da Silva Leal.Geopolítica contemporânea da Polônia. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
Silveira, J. J.; Pagliari, G. C.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Rafael Agostin Palmieri.Fundamentos microeconômicos nas teorias das relações internacionais: uma resenha.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
Catela, Eva Yamila da Silva; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Felipe Francisco Ax Bayer.Investimentos no capital humano brasileiro: análise da qualificação profissional. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
OURIQUES, N. D.; Silva, K. de S.; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Gabriel Baesso de Alcântara.A superexploração do trabalho na obra de Ricardo Antunes. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
Seabra, Fernando; Coelho, Jaime Cesar; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Gabriel Cadorin Darella.Análise da Competitividade Externa das Micro, Pequenas e Medianas Empresas: um estudo de caso em Santa Catarina. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
Seabra, Fernando; Catela, Eva Yamila da Silva; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Thalita Benites de Leão.Estratégias de Exportação de Empresas do SetorTêxtil-Vestuarista do Estado de Santa Catarina. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
Ouriques, H. R.; Moctezuma, Israel; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Lucas Rodrigues.Turismo em Florianópolis. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
PINHEIRO, Leticia; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Gregory Beshara.As participações ministeriais na política externa brasileira para o Mercosul. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

17.
SALOMÓN, M.; PINHEIRO, Leticia. Participação em banca de Anna Carolina Pereira Mendes da Silva.Catação de recursos externos por unidades subnacionais. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

18.
SALOMÓN, M.; PINHEIRO, Leticia. Participação em banca de Fernanda Pernasetti de Farias Figueiredo.A cooperação descentralizada no Brasil. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

19.
NOGU/EIRA, João Pontes; SALOMÓN, M.. Participação em banca de Suyan Castelo Branco.Da integração à autonomia: o caso catalão. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SALOMÓN, M.; VILLA, R.; Viggiano, Juliana. Concurso público para professor adjunto, área de Relações Internacionais. 2018. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Salomón, Mónica; PINHEIRO, Leticia; Oliveira, Amancio. Concurso público para professor adjunto, área Política Internacional. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

Outras participações
1.
Salomón, Mónica; Arienti, Patricia; Mariutti, Eduardo. Processo seletivo simplificado para professor substituto em Relações Internacionais. 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
10o encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Processos e influências no aprofundamento da dimensão de gênero da política externa brasileira. 2016. (Congresso).

2.
24th World Congress of Political Science. Women's Political Participation and Gender-Sensitive Foreign Policy in Brazil. 2016. (Congresso).

3.
Seminário Gênero e Feminismos nas Relações Internacionais.Gênero e Relações Internacionais: as possibilidades de uma rica agenda de pesquisa. 2016. (Seminário).

4.
XXIX Congreso Anual de la Asociación Mexicana de Estudios Internacionales. La cooperación descentralizada como dimensión de la política externa. Los casos de Brasil y de México.. 2015. (Congresso).

5.
Foro de Cooperación Internacional.Construcción de instrumentos para la cooperación sur-sur desde los gobiernos locales. 2014. (Simpósio).

6.
IX Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política.Política Externa e Desenvolvimento: os casos de Brasil e Argentina. 2014. (Encontro).

7.
XII Brazilian Studies Association Congress (BRASA). Estados e municípios na política externa brasileira desde 2013. Alcance e limites da normalização da dimensção subnacional. 2014. (Congresso).

8.
2003-2013: Uma nova Política Externa.A Cooperação Descentralizada na Política Externa Brasileira. 2013. (Outra).

9.
4o Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais. A Cooperação Universitária para o Desenvolvimento: Conceito, práticas e tendências no mundo e no Brasil. 2013. (Congresso).

10.
II Seminário Internacional de Pesquisa e Extensão em Relações Internacionais - SIRI.O lugar de Morgenthau na evolução das Relações Internacionais como Ciência Social. 2013. (Seminário).

11.
1er Seminário de pós-graduação em Relações Internacionais, ABRI.A Análise da Política Externa como sub-área das Relações Internacionais. 2012. (Seminário).

12.
36 encontro da ANPOCS.A integração da Cooperação Descentralizada na dimensão Sul-Sul da Política Externa Brasileira: desafios e possibilidades. 2012. (Encontro).

13.
7o Seminário de Negocios Internacionais.Governos subnacionais e relações internacionais. 2012. (Seminário).

14.
Cooperação Sul-Sul, Cooperação Triangular e Cooperação Descentralizada: experiências e desafios.Desafios da Cooperação Descentralizada brasileira. 2012. (Seminário).

15.
ENERI.Moderadora das palestras de Stephen Krasner e de Carlos Escuder. 2012. (Encontro).

16.
International Studies Association 53rd Convention. Exporting and Importing the European model(s) to the South: sub-national international cooperation arrangements in Latin America. 2012. (Congresso).

17.
Seminario "Os Rumos da Política Externa Brasileira".Um modelo brasileiro de cooperação para o desenvolvimento?. 2012. (Seminário).

18.
Seminário Atores e Agendas da Política Externa Brasileira.A Análise de Política Externa como sub-área das Relações Internacionais. 2012. (Seminário).

19.
3o Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais. Análise de Política Externa e Política Externa Brasileira. 2011. (Congresso).

20.
Contagem, Betim e Belo Horizonte: um belo horizonte para Haití.Cooperação Descentralizada e Novos Atores. 2011. (Simpósio).

21.
7 encontro da ABCP. Política Externa Brasileira: a prática das políticas e a política das práticas hoje e ontem. 2010. (Congresso).

22.
Primeira Semana de Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina.Comentarista da palestra do professor Tullo Vigevani, "Relações Brasil-EUA". 2010. (Outra).

23.
21st World Congress of Political Science. Local Governments as Foreign Policy Actors and Global City Network Makers. 2009. (Congresso).

24.
International Studies Association's 50th Annual Convention. The International Activities of Brazilian Local Governments: A Foreign Policy Analysis. 2009. (Congresso).

25.
Primeira Semana Baiana de Relações Internacionais.Contribuições teoricas para o estudo da ação exterior dos governos subnacionais desde as Relações Internacionais. 2009. (Outra).

26.
Atores e Agendas na Política Externa Brasileira: Fragmentação ou Reconfiguração.Governos osubnacionais. 2008. (Seminário).

27.
El Foro Consultivo de Municipalidades, Estados Federados, Intendencias y Departamentos del Mercosur: estructura, agenda y perspectivas.El Foro Consultivo de Municipaliddes, Estados Federados, Intendencias y Departamentos del Mercosur desde la perspectiva de la política exterior brasileña. 2008. (Seminário).

28.
International Studies Association's 49 Annual Convention. Local Governments as Foreign Policy Actors and global Cities Network-Makers. The cases of Barcelona and Porto Alegre. 2008. (Congresso).

29.
Paradiplomacia: la política internacional de las regiones.Paradiplomacia de regiones y paradiplomacia de ciudades: los casos de Río Grande do Sul y de Porto Alegre. 2008. (Seminário).

30.
Seminário Internacional, Fórum Universitário Mercosul.La acción exterior de los gobiernos subnacionales brasileños. 2008. (Seminário).

31.
UE-MERCOSUR interregional cooperation.Telecommunications. 2008. (Seminário).

32.
O quebracabeças da integração sulamericana.Integração política: o Mercosul e CASA/UNASUL. 2007. (Seminário).

33.
Primeiro Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais. La acción exterior de los gobiernos subnacionales y el Análisis de Políticas Exteriores. 2007. (Congresso).

34.
Semana de Relações Internacionais PUC-Rio.Os governos subnacionais e as Relações Internacionais. 2007. (Outra).

35.
Sixth Pan-European International Relations Conference. The influence of the UN system in the political articulation of local authorities as a global actor. 2007. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Vadell, J. ; SALOMÓN, M. . IX Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 2014. (Congresso).

2.
Gomes, Ana Maria ; NASSAR, F. ; SALOMÓN, M. . II Congresso do Instituto de Estudos Brasil - Europa. 2013. (Congresso).

3.
CAMARGO, M. L. B. ; LOVATO, P. ; De Pieri, E. ; ANTELO, R. ; Bonetti, Jarbas ; Muller, I.R. ; SALOMÓN, M. . III Congresso do Instituto de Estudos Brasil-Europa. 2013. (Congresso).

4.
SALOMÓN, M.. Concurso para professor adjunto, campo de conhecimento Relações Internacionais. 2012. (Concurso).

5.
SALOMÓN, M.. Concurso para professor adjunto, campo de conhecimento Política Internacional. 2012. (Concurso).

6.
SALOMÓN, M.; Franco, G. C. . Seminário "Os Rumos da Política Externa Brasileira". 2012. (Outro).

7.
SALOMÓN, M.; VIEIRA, P. A. . As conexões entre as Relações Internacionais e a Economia Política Internacional. 2011. (Outro).

8.
SALOMÓN, M.. III Seminario Rede 9 Urb-Al, Financiamento Local e Orçamento Participativo. 2006. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Thaís Simões Doria. Opinião pública e política externa. O papel da opinião pública na política externa dos EUA em relação a China.. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Guilherme Henrique Lima de Mattos. RESISTÊNCIA E DESLEGITIMAÇÃO: A relação entre a parceria sino-russa e a ordem internacional no pós-Guerra Fria (1996-2016) ? O caso da Síria. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

2.
Alice Heil de Borba. As relações internacionais do estado de Santa Catarina. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Mónica Salomón González.

3.
Ana Luci Paz Lopes. PARTICIPAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES NÃO-GOVERNAMENTAIS NAS NAÇÕES UNIDAS: O CASO DO LESBIAN CAUCUS NA IV CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE AS MULHERES. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

4.
Leandro Wolpert. Mudanças na política externa brasileira em relação aos Estados Unidos no início do século XXI: da acomodação ao balançamento brando. 2016. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

5.
Julio Henrique Correa Silva. MUDAR É A NORMA ? UMA ANÁLISE RETÓRICO-DISCURSIVA DAS NORMAS DA RESPONSABILIDADE DE PROTEGER. 2015. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

6.
Jonathan Rafael Vieira da Rosa. ORGANIZAÇÕES SINDICAIS COMO ATORES DO REGIME DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO:. 2015. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

7.
Jhonatan Felipe Alessio. A sociedade civil na governança global de alimentos: o caso da reforma do Comitê de Segurança Alimentar Mundial. 2014. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

8.
Karlla Zanesco. As universidades como novos atores da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento. O caso do Brasil. 2013. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Mónica Salomón González.

9.
Ploy Khumthukthit. A Nova Diplomacia Pública do Japão. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, . Orientador: Mónica Salomón González.

10.
Pablo de Rezende Saturnino Braga. A rede de ativismo transnacional contra o apartheid na Africa do Sul. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, . Orientador: Mónica Salomón González.

11.
Bruno Gonçalves Rosi. Atuação de missionários das Igrejas Presbiterianas dos Estados Unidos no Brasil entre 1859 e 1988 e seu papel nas relações entre os dois paises. 2009. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

12.
Helvécio de Jesús Junior. Rumo ao "Estado Normal". A política de defesa de Japão após a Guerra Fría. 2008. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mónica Salomón González.

13.
Rafael Pons Reis. Estruturas domésticas e a formação da posição brasileira nas reuniões das partes do Protocolo de Cartagena. 2008. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Marcello de Souza Freitas. A rede Mercocidades como vetor de diplomacia cultural. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em As relações internacionais contemprâneas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Orientador: Mónica Salomón González.

2.
Leonardo Mercher Coutinho Olimpio de Melo. Estado e Paradiplomacia. A posição do Brasil e da Argentina. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em As relações internacionais contemprâneas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Orientador: Mónica Salomón González.

3.
Isabela Vidal M. da Silva. O desenvolvimento da dimensão de defesa da União Européia. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em As relações internacionais contemprâneas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Orientador: Mónica Salomón González.

4.
Thyago Silva Mathias. Participação brasileira em projetos de cooperação descentralizada. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em As relações internacionais contemprâneas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Orientador: Mónica Salomón González.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Gabriel Roberto Dauer. As mâes da praça de maio e a busca pelos desaparecidos na ditadura militar argentina. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

2.
Tamara Rusansky. Ativismo Feminista Transnacional contra a ocupação israelense da Palestina. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

3.
Moira Helena Assman. A primavera árabe e as constituições (2014) de Egito e da Tunísia. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

4.
Serena Vargas. O processo de secularização na Turquia e a política externa do país durante o governo de Mustafá Kemal (1923 - 1938). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

5.
Gabriel Antonio Ceron Pereira. A atuação de deputados estaduais catarinenses em redes transnacionais. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

6.
Júlia França de Abreu. Organizações criminais transnacionais: o caso de Al Qaeda. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

7.
Marina Willrich. O posicionamento do Brasil no Sistema Internacional de Cooperação para o Desenvolvimento. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

8.
Pedro Henrique Scott da Rocha. A cooperação descentralizada no México. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

9.
Julio Henrique Correa Silva. A responsabilidade de proteger enquanto proposta de código ético para as relações internacionais. O "sucesso" do caso libio.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

10.
Jonathan Raphael Vieira da Rosa. As políticas de cooperação internacional para o desenvolvimento doBrasil e da India em perspectiva comparada. O comportamento de dois doadores emergentes na cooperação Sul-Sul. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

11.
Fernanda Pernasetti de Farias Figueiredo. Diretrizes centrais e atuação externa de governos subnacionais no Brasil: um estudo sobre convergências. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mónica Salomón González.

12.
Anna Carolina Pereira Mendes da Silva. Captação de recursos externos por unidades subnacionais no Brasil pós Constituição Federal de 1988. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Orientador: Mónica Salomón González.

13.
Ignasi Boades. Las estrategias de mediación de conflictos. El caso del conflicto árabe-israelí. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Políticas y Sociología (it.internacional)) - Universidad Autónoma de Barcelona. Orientador: Mónica Salomón González.

14.
Martí Grau i Segú. La política exterior eslovena (1992-1998). 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Políticas y Sociología (it.internacional)) - Universidad Autónoma de Barcelona. Orientador: Mónica Salomón González.

Iniciação científica
1.
Gabriel Roberto Dauer. Cooperação em assuntos de gênero no Mercosul. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mónica Salomón González.

2.
Maurício Luiz Munarini. A cooperação descentralizada no Brasil. 2013. Iniciação Científica - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mónica Salomón González.

3.
Jonathan Rafael Vieira da Rosa. Cooperação internacional ao desenvolvimento e cooperação sul-sul. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Mónica Salomón González.

4.
Alexandra de Sa Pereira Maciel Teixeira. O intercâmbio de boas práticas entre governos subnacionais locais brasileiros. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mónica Salomón González.

5.
Adriana Santos da Silveira. Governos subnacionais e relações internacionais. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mónica Salomón González.

6.
Fernanda Pernasetti de Farias Figueiredo. A cooperação descentralizada no Brasil: os casos de Curitiba e Paraná. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mónica Salomón González.

7.
Fernando Ferraz Malta. Atores subnacionais e política externa. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Relacoes Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mónica Salomón González.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
Salomón, Mónica. As relações internacionais através da lente de gênero. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).





Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 1:20:14