Barbara Maisonnave Arisi

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3548634367086337
  • Última atualização do currículo em 26/11/2018


Professora da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), Foz do Iguaçu, rio Paraná. Atualmente, pesquisadora visitante na Vrije Universiteit Amsterdam University. Foi diretora do Instituto Latino-Americano de Artes, Cultura e História (ILAACH) da UNILA (2013/2016). Realizou pós-doutorado (2011/2012), doutorado (2011) e mestrado (2007) pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com estágio doutoral no Institute of Social and Cultural Anthropology da University of Oxford (2010). Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo (1995) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É coordenadora do Grupo de Pesquisa Estudos da América Indígena, vinculada também ao Núcleo de Antropologia Visual e Estudos da Imagem (NAVI/UFSC) e do Arte, Cultura e Sociedade (UFAM). É orientadora de mestrado no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos Latino-Americanos e co-orientadora de doutorado na UFMA e UFSC. Desde 2006 é associada da Associação Brasileira de Antropologia, na qual integra desde 2013 a Comissão de Assuntos Indígenas e é uma das editoras-chefe da revista Novos Debates. Possui experiência em Antropologia, com ênfase em Etnologia Indígena e em Gênero. Em 2015, foi entrevistada para a reportagem de capa da Science sobre a política para índios isolados em junho e novamente em dezembro. É colunista do site de jornalismo independente Amazônia Real. Temas de pesquisa: indios autonomos ou 'isolados', sexualidades e gênero, ecologia, economia da cultura e economia circular. Trabalha com os índios Matis (Pano) que vivem na Terra Indígena Vale do Javari, Amazônia, e atualmente desenvolve pesquisa sobre o manejo de resíduos sólidos nos Países Baixos na direção de uma economia circular. orcid.org/0000-0001-7560-9636 (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Barbara Maisonnave Arisi
Nome em citações bibliográficas
ARISI, B M.;ARISI, BARBARA MAISONNAVE;ARISI, B.;ARISI, Barbara;Maisonnave Arisi, Barbara;Bárbara M. Arisi;Barbara M. Arisi;Arisi, Barbara M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal da Integração Latino-Americana.
Av. Tancredo Neves, 6731 - caixa postal 2109
PTI
85867970 - Foz do Iguaçu, PR - Brasil - Caixa-postal: 2109
Telefone: (45) 35767337
URL da Homepage: http://www.unila.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Antropologia Social.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
com período sanduíche em University of Oxford (Orientador: Laura Rival).
Título: A dádiva, a sovinice e a beleza. Economia da Cultura Matis, Vale do Javari, Amazônia., Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Oscar Calavia Sáez.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: etnologia; grupo língua Pano; Matis; Terra Indígena Vale do Javari; Amazonas; etnografia.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnologia Indígena.
2005 - 2007
Mestrado em Antropologia Social.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Matis e Korubo - contato e índios isolados no Vale do Javari, Amazônia.,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Oscar Calavia Saez.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Amazonas; etnografia; grupo língua Pano; Korubo; Matis; Terra Indígena Vale do Javari.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
1988 - 1995
Graduação em Comunicação Social - Jornalismo.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: No rastro de um jornalismo aprofundado.
Orientador: Sérgio Capparelli.


Pós-doutorado


2016
Pós-Doutorado.
Vrije Universiteit, VU, Holanda.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Saneamento Básico / Especialidade: Residuos Sólidos, Domésticos e Industriais.
2011 interrompida
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Estudos de Gênero.
Ano de interrupção: 2012


Formação Complementar


2016 - 2016
Tweedaagse Training Mensenrechteneducatie voor Gastdocenten. (Carga horária: 20h).
Amnesty International, AMNESTY, Holanda.
1989 - 1989
Núcleo Permanente de Projetos Cinematográficos. (Carga horária: 174h).
Oficina Cultural Oswald de Andrade - Secretaria de Estado da Cultura SP, SEC/SP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal da Integração Latino-Americana, UNILA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

01/2014 - Atual
Ensino, INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teorias da Cultura
Construções do Índio: história e antropologia
2012 - Atual
Ensino, Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
América Latina I - colaboradora
América Latina II - articuladora
Antropologia Cultural
Antropologia, Rito e Performance
Etnografia - Indígenas
Etnologia Indígena
Narrativas Audiovisuais (Cinema e Antropologia)
07/2013 - 09/2016
Direção e administração, Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História - ILAACH, .

Cargo ou função
Diretora.
07/2013 - 09/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Superior Universitário (CONSUN), .

Cargo ou função
Conselheira.
05/2014 - 03/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Recursal (de concursos para a carreira no Magistério Superior), .

Cargo ou função
membro.
07/2012 - 12/2015
Pesquisa e desenvolvimento , História, Cultura e Artes, .

10/2012 - 12/2013
Extensão universitária , História, Cultura e Artes, .

Atividade de extensão realizada
Lei 11.645/2008: História e Cultura Indígena no currículo oficial da rede de ensino pública e privada.
03/2012 - 12/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comitê Local de Iniciação Científica - CLIC, .

Cargo ou função
Suplente - Representante docente da área de Ciências Humanas.

Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Participação em Projetos, PPGAS. Antropologia, Gênero e Educação: Políticas Públicas de Respeito às diversidades em Escolas Públicas de Santa Catarina.

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: professora substituta, Carga horária: 40

Atividades

03/2005 - 10/2011
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Filosofia e Ciências Humanas - Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.

Linhas de pesquisa
Etnologia Indígena
03/2007 - 12/2008
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Comunicação - turmas de Nutrição e Biblioteconomia
JOR 5051- Tópicos Especiais - Ecologia e jornalismo
JOR 5104 - Comunicação e Realidade Socioeconômica e Política Brasileira I
JOR 5301 - Redação III
JOR 5501 ? Redação V
JOR 5504 ? Comunicação Institucional

Fundação Nacional do Índio, FUNAI, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: consultora, Enquadramento Funcional: Consultora
Outras informações
Acao de Promocao do Patrimonio Cultural dos Povos Indigenas - Fortalecimento e apoio a arte Guarani no Litoral Sul. Museu do Indio e FUNAI - Coordenacao Regional Litoral Sul.


Festival de Fotografia de Porto Alegre, FESTFOTO, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Empresa Individual, Enquadramento Funcional: Jornalista, Assessora de Imprensa, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Jornalista. Assessora de Imprensa do Festival de Fotografia de Porto Alegre (RS).


Centro de Trabalho Indigenista, CTI, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: professora, Enquadramento Funcional: professora, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
A pedido dos índios Matis, professora de português e matemática aplicada na aldeia Aurélio (TI Vale do Javari - AM), com material didático do Centro de Trabalho Indigenista (CTI).


Greenpeace Manaus, GREENPEACE, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Jornalista, Enquadramento Funcional: Jornalista, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Jornalista e Assessora de comunicação da campanha Paz na Floresta, do Greenpeace, pela criação da Resex (Reserva Extrativista) de Porto de Moz (PA). Redação de textos para homepage http://www.greenpeace.org.br/amazonia/tour2003/intro.php. Assessoria de Comunicação para correspondentes internacionais e imprensa nacional e regional. Jornalismo Ambiental e Geral.

Atividades

08/2003 - 12/2003
Serviços técnicos especializados , Greenpeace Manaus AM, .

Serviço realizado
Assistente da Assessoria de Comunicação da Campanha Paz na Floresta (pela criação da Resex Porto de Moz).

Fórum Social das Águas, FSA, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Coordenadora, Enquadramento Funcional: Coordenadora, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Organizadora e coordenadora de comunicação do Fórum Social das Águas, realizado em Cotia/SP. Encontro de ONGs, pessoas e grupos contra a privatização dos sistemas de abastecimento de água e pela defesa de mananciais de água doce.

Atividades

02/2003 - 05/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fórum Social das Águas, .

Cargo ou função
Coordenadora da equipe de Comunicação e Organizadora do Fórum.

Ecoagência, ECOAGÊNCIA, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Jornalista, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Jornalista da EcoAgência. Redação. Jornalismo Ambiental e Geral. http://www.agirazul.com.br/fsm4/


Fiat Automóveis S/A, FIAT, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Assessora de comunicação, Enquadramento Funcional: Empresa individual, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Jornalista e assessora de comunicação - área de responsabilidade social, escritório La Fabbrica do Brasil, SP.


Legato Systems BV Nederlands, LEGATO, Holanda.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Channel Relation Manager, Enquadramento Funcional: Gerência, Carga horária: 40
Outras informações
Responsável pela comunicação e relacionamento da empresa de software Legato (USA) com parceiros (channel) da área EMEA (Europe, Middle East, North Africa).

Atividades

11/2000 - 06/2001
Serviços técnicos especializados , Legato Systems BV Nederlands, .

Serviço realizado
Channel Relation Manager for EMEA (Europe, Middle East, North Africa).

Nomade - Expedição e Aventura, NOMADE, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Jornalista e documentarista, Enquadramento Funcional: Jornalista e documentarista, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Jornalista e documentarista. Viagem por Brasil, Argentina e Chile. Manutenção de homepage. Documentação em texto, áudio e video. Patrocínio Fiat Automóveis SA e Fundação Estrada Real. Jornalismo de aventura, turismo e lazer.

Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: Jornalista e documentarista, Enquadramento Funcional: Jornalista e documentarista, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Expedição Nômade pela América do Sul - documentação da viagem em vídeo, áudio e texto. Criação e manutenção de homepage, no site 360graus, do portal Terra. Patrocínio Fiat e Esso - Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina, Chile, Peru e Bolívia. Programas de rádio para Rádio Eldorado FM (SP). Jornalismo de aventura, viagem e lazer. www.nomade.com.br


Gaspar & Associados Comunicação Empresarial, G&A, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1999
Vínculo: Consultora e Assessora, Enquadramento Funcional: Consultora e Assessora de comunicação, Carga horária: 40

Atividades

02/1998 - 12/1999
Serviços técnicos especializados , Gaspar & Associados Comunicação Empresarial, .

Serviço realizado
Consultora e Assessora de comunicação.

43a Feira do Livro de Porto Alegre, FEIRA DO LIVRO, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Editora do guia oficial, Enquadramento Funcional: editora

Atividades

10/1996 - 11/1996
Serviços técnicos especializados , Câmara Rio-grandense do Livro, .

Serviço realizado
editora da revista Guia Oficial da Feira do Livro.

JOrnal OI, OI, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: editora, Enquadramento Funcional: editora, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Editora. Jornalismo comunitário e geral.


Rede Brasil Sul de Telecomunicacoes, RBS, Brasil.
Vínculo institucional

1993 - 1996
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Agência Notícias / Repórter, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Agência de Notícias RBS / Repórter de Geral e Central do Interior

Atividades

02/1993 - 01/1996
Serviços técnicos especializados .

Serviço realizado
Agência de Notícias e Repórter.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - 1993
Vínculo: bolsista CNPq, Enquadramento Funcional: bolsista de pesquisa


Soc Educacional Província de São Pedro, SEPSP, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 1991
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20
Outras informações
Professora de inglês em escola Montessoriana


Vrije Universiteit, VU, Holanda.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Resarch on waste management and circular economy in The Netherlands. Pesquisa sobre mudança da economia linear para uma economia circular na gestão de resíduos sólidos urbanos nos Países Baixos. Orientação de estudante de MSc sobre lixo urbano em Amsterdam, Países Baixos.



Linhas de pesquisa


1.
Etnologia Indígena
2.
Etnografia de demandas indígenas: cosmopolíticas em debates globais


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Solid residue or Resource: waste management in the Netherlands moving towards a circular economy
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Coordenador / Freek Colombijn - Integrante / Andel Ottevangers - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2
2013 - 2015
Percepção da Integração Regional na Fronteira do Brasil, Argentina e Paraguai
Descrição: O presente projeto de pesquisa insere-se nos esforços da produção acadêmica no campo dos estudos de fronteira e das teorias pós-coloniais, aplicados à realidade da integração regional no âmbito do Mercosul. Na Universidade Federal da Integração Latino-Americana, a pesquisa integra o grupo de pesquisa denominado "Pós-colonialidade e Integração Latino-Americana", que tem as seguintes linhas de pesquisa: 1) Perspectivas teóricas pós-coloniais aplicadas ao contexto e à história latino-americana; 2) Pós-colonialidade e Direitos Humanos na América do Sul; e 3) Pós-colonialidade e comunidades indígenas. Em consonância com a proposta política e pedagógica da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA, o grupo de pesquisa pretende contribuir para o fortalecimento de um pensamento crítico latino-americano, sem desprezar as diversas contribuições provenientes de outras áreas do planeta com as quais seja possível dialogar, com vistas à emancipação epistemológica, política, econômica e cultural no ambiente latino-americano. Nesse sentido, o próprio estudo das perspectivas teóricas pós-coloniais constitui objeto de análise do grupo, tendo em vista a necessidade de ampliar o sentido das abordagens e sua aplicação ao contexto regional. Por outro lado, o grupo busca relacionar os estudos no campo teórico a situações de direitos humanos no espaço regional, com especial atenção para os grupos vulneráveis a violações a seus direitos. Em termos específicos, o projeto de pesquisa elege a região da tríplice fronteira Brasil-Paraguai-Argentina como espaço privilegiado a partir de onde propõe estudar a percepção dos esforços de integração regional no âmbito do Mercosul..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Integrante / Jayme Benvenuto Lima Jr. - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal da Integração Latino-Americana - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
2012 - Atual
Etnografia das demandas indígenas: cosmopolíticas em debates globais
Descrição: Pesquisa etnográfica sobre conceitos e práticas cosmo-políticas presentes em discursos e performances indígenas durante a Cúpula dos Povos, no IX Acampamento Terra Livre e demais eventos paralelos a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (UNCSD). Aprovado pelo Programa de Bolsas de Iniciação Científica.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Coordenador / Marcos Alexandre dos Santos Albuquerque - Integrante / Marina Aurelia Cantero de Chamorro - Integrante / Tatyane Ravedutti - Integrante / Marina Fazzio Simão - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal da Integração Latino-Americana - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 17 / Número de orientações: 8
2011 - 2012
Antropologia, Gênero e Educação: Políticas Públicas de Respeito às diversidades em Escolas Públicas de Santa Catarina.
Descrição: Este projeto de pós-doutorado, a ser realizado no âmbito do Plano Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) da CAPES, visa estudar políticas públicas educacionais relativas ao respeito às diversidades de gênero, étnicas e de orientação sexual no Estado de Santa Catarina. Para tanto serão articulados os campos teóricos da Antropologia, Educação e dos Estudos de Gênero visando contribuir para a discussão e construção de políticas públicas sociais, uma das prioridades do governo Dilma (2011-2014) que visam a promoção da igualdade, da equidade e do respeito à diversidade, com vistas à consolidação da de uma sociedade justa e democrática..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
A dádiva, a sovinice e a beleza: economias da cultura matis, Vale do Javari, Amazônia.
Descrição: Minha pesquisa trata de economias da cultura dos Matis, um povo indígena amazônico, sua circulação de conhecimentos com o exterior e suas relações com estrangeiros de diferentes matizes. Alguns desses estrangeiros identifico como sendo nëix (animais); tsussin (forças vitais, seres ou potências desencorporadas) ou nawa (brasileiros e gringos). Dentre esses últimos, relações econômicas se dão especialmente com jornalistas/ documentaristas, turistas e pesquisadores. Transações diversas são etnografadas em ritos, mitos, práticas xamânicas, filmagens, programas turísticos, comércio de objetos e em outras relações cosmopolitanas. Um ponto fundamental estudado é a afirmação dos Matis de que querem ser um povo numeroso, ser um povo grande. A economia de pessoas está entretecida com as economias da cultura. Os Matis querem desses povos estrangeiros (animais, tsussin, gringos) tecnologias (num sentido amplo) para conseguir crescer, ter corpos mais duros e fortes, serem mais e mais poderosos, mais belos. Os estrangeiros aparecem como os principais outros de quem se quer adquirir poder, tecnologias, estéticas e através de quem se pode expandir pelo cosmos. A pesquisa trata de temas clássicos da etnologia amazônica como economia de pessoas (corpos), com foco em sovinices e circulações de conhecimentos e coisas (transações, aquisições ou roubos de mitos, cantos, poderes xamânicos, farmacopéia, pedaços de corpos, motores e outros bens). Trato de economia, portanto, em uma compreensão generosa, qualquer definição clássica etimológica de ?economia? como cuidado, manejo ou organização da casa (do grego ?oikos? e ?nomia?) será alargada aqui..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2011
Núcleo de Estudos sobre Saúde e Saberes Indígenas
Descrição: A linha de pesquisa "Antropologia da Saúde" visa contribuir à teoria e à prática na área de saúde coletiva, fornecendo bases para o desenvolvimento de um modelo de assistência diferenciada. Os membros da equipe vêm colaborando com FUNASA, CISI/CNS, FUNAI, OMS, e outras instituições estaduais e municipais e ONGs mediante consultorias, cursos para profissionais de saúde e agentes indígenas, etc. As linhas de pesquisa "Xamanismo, Simbolismo e Saberes Locais" e "Etnologia Indígena" pretendem abordar os mais diversos aspectos das culturas/sociedades indígenas (sistemas cosmológicos/simbólicos e de conhecimento, mas igualmente etnohistoria e produções estéticas) como saberes, visando contribuir às teorias sobre a elaboração e transformação do conhecimento nativo e a uma antropologia "simétrica" que reflita sobre a nossa ciência a partir de saberes "outros". O Núcleo participou em projetos de pesquisa dentro do Programa INCO-DC da Comissão Europea, junto com equipes de outras 4 universidades em Europa e America Latina, e também do projeto "Transformações Indígenas: os regimes de subjetivação ameríndios à prova da história" (NuTi - PRONEX, iniciado em 2004) sendo Oscar Calavia Sáez, membro deste Núcleo, um dos seus coordenadores..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Integrante / CALAVIA Saez, Oscar - Coordenador.
2005 - 2007
Matis e Korubo: Contato e Índios Isolados no Vale do Javari, Amazônia.
Descrição: Um estudo sobre isolamento, contato e relações entre os povos Matis e Korubo, grupos da família lingüística Pano que moram na Terra Indígena Vale do Javari, no estado do Amazonas, Brasil. O isolamento é tratado aqui como uma situação contemporânea e não como algo dado, os povos Matis e Korubo, que estavam até recentemente em isolamento não viviam assim no passado. A pesquisa trata dos relatos Matis e de suas histórias de contatos com os brancos e com os Korubo. Os dados nos mostram que Matis e Korubo possuem uma história comum. O estudo relata como eram e são as relações entre Matis e o grupo Korubo contatado pelo governo brasileiro em 1996. Os Matis trabalharam na frente de atração dos Korubo e, até hoje, são os principais tradutores e intermediários entre estes e os brancos. Entre 1976 e 1978, os Matis sobreviveram à experiência pela qual passam hoje os Korubo, este turbilhão de transformações, doenças e informações novas que advém com o contato. Esta pesquisa apresenta dados atualizados de como vivem os Matis..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2006
Transformações Indígenas: Os regimes de subjetivação indígena à prova da história
Descrição: O Núcleo Transformações Indígenas (NuTI), fundado em 2003, reúne antropólogos de três universidades federais (UFRJ, UFF, UFSC) e uma rede de parceiros e colaboradores de outras instituições em torno do projeto Transformações Indígenas: os regimes de subjetivação ameríndios à prova da história . A partir de 2004, este projeto central do NuTI passou a ser financiado pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex CNPq-FAPERJ). Os diversos subprojetos de pesquisa do NuTI versam sobre a dinâmica transformacional dos coletivos indígenas sul-americanos. Eles estudam as atualizações diferenciais desta dinâmica em uma variedade de processos sociais concretos. O propósito do NuTI é estender a novos objetos as hipóteses e conceitos que temos desenvolvido, em concerto com outros pesquisadores no país e no exterior, no contexto de uma descrição dos regimes sociocósmicos ameríndios. Situação: finalizado; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico ( 9) Doutorado ( 24) . Integrantes: Eduardo Viveiros de Castro - Coordenador / Bruna Franchetto - Integrante / Aparecida Vilaça - Integrante / Marcela Coelho de Souza - Integrante / Oscar Calavia - Integrante / Cesar Gordon - Integrante / Cristiane Lasmar - Integrante / Tania Stolze Lima - Integrante / Carlos Fausto - Integrante. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - Auxílio financeiro...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (9) Doutorado: (24) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Integrante / CALAVIA Saez, Oscar - Coordenador.
1992 - 1993
Laboratório Eletrônico de Arte & Design - LEAD - Núcleo de Video Referência - projeto integrado financiado pelo CNPq
Descrição: Laboratório Eletrônico de Arte & Design. http://www6.ufrgs.br/lead/index.htm.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Integrante / Flávio Vicente Cauduro - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2


Projetos de extensão


2013 - 2013
Seminários Abertos: Implementação da Lei 11.645/2008
Descrição: Departamento de Inclusão Social, Sustentabilidade e Tecnologias da UNILA.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2013 - Atual
Oficinas Papo Sério e Concurso de Cartazes sobre Lesbofobia, Transfobia, Travestifobia, Homofobia, Bifobia e Heterossexismo nas Escolas
Descrição: Este projeto será realizado com apoio do Maldita Geni Grupo de Estudos sobre Gênero e Sexualidades da Universidade Federal da Integração Latino Americana e do NIGS (Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades) da Universidade Federal de Santa Catarina UFSC. O projeto pretende desenvolver oficinas na UNILA e nas escolas da rede pública do município de Foz do Iguaçu com o objetivo de conscientizar estudantes e professores sobre questões de identidade de gênero e diversidade sexual, bem como realizar o concurso de cartazes sobre Lesbofobia, Transfobia, Travestifobia, Homofobia, Bifobia e Heterossexismo nessas escolas. Tal proposta visa por atender uma demanda social que não é suprida pelas grades curriculares do ensino fundamental ao médio, assim como na universidade, no sentido de contribuir na problematização e discussão de temas relacionados à convivência com as diferenças, sejam elas sexual, racial, religiosa, de classe ou de identidade de gênero. Por fim, o concurso de cartazes pretende problematizar as temáticas das violências e discriminações nos espaços escolar e acadêmico que ocorrem também com estudantes e professores da rede de ensino decorrentes, justamente, das diversas identidades de gênero e sexualidades..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Coordenador / Leticia Scheidt - Integrante / Ronaldo Pires Canabarro - Integrante / Rodrigo Daniel Trevizan - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal da Integração Latino-Americana - Bolsa.Número de orientações: 1
2012 - 2013
Lei 11.645/2008 História e Cultura Indígena no currículo oficial da rede de ensino pública e privada.
Descrição: A lei 11.645/2008 (BRASIL 2008) estabelece a obrigatoriedade do estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio públicos e privados em todo o país. Como comentado acima, a aplicação efetiva dessa lei depende da capacitação dos professores e da existência e acessibilidade de materiais didáticos de qualidade que tratem da história e cultura indígena no Brasil em geral, e, em particular, acerca dos povos indígenas que vivem e/ou viviam nessa região. Por outro lado, também é necessário preparar futuros antropólogos e historiadores, bem como estudantes de outros cursos de Humanidades, para que trabalhem em sintonia com educadores e estudantes do ensino básico e médio, ajudem a implementar políticas públicas e contribuam em atividades de troca de saberes com diferentes setores da sociedade a fim de divulgar a produção científica e de saberes acadêmicos para universos além das próprias universidades e conhecer os saberes desses outros grupos sociais. Esse projeto de extensão virá contribuir para a efetivação da lei 11.645/2008, pois estará focado em desenvolver recursos humanos na preparação de cursos de extensão sobre história e cultura indígenas, assim como seleção e futuro desenvolvimento de materiais didáticos com o objetivo de promover um ensino de qualidade sobre a questão indígena em escolas de ensino médio e básico, tanto da rede pública como da rede privada. Aprovado pelo edital PROEX 12/2013, realizaremos em 2013 a oficina de etnologia indígena para professores de duas escolas, uma em Foz do Iguaçu e outra em São Miguel do Oeste..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Barbara Maisonnave Arisi - Coordenador / Atilon Lima - Integrante / Maurício dos Santos - Integrante / Linda Gonzalez Cardenas - Integrante / Cynthia Ruiz Resbani - Integrante / Maria Kauana Santos Neves - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal da Integração Latino-Americana - Auxílio financeiro.


Membro de corpo editorial


2013 - Atual
Periódico: Novos Debates - fórum de debates em antropologia


Membro de comitê de assessoramento


2015 - Atual
Agência de fomento: Universidad de la Republica Uruguay


Revisor de periódico


2006 - 2008
Periódico: Estudos em Jornalismo e Mídia (UFSC)
2011 - Atual
Periódico: Mundo Amazónico
2014 - 2017
Periódico: Revista do IMEA-UNILA
2015 - Atual
Periódico: Espaço Ameríndio (UFRGS)
2016 - Atual
Periódico: Ambiente & Sociedade (Online)
2017 - Atual
Periódico: Horizontes Antropológicos (Online)
2014 - Atual
Periódico: Novos Debates - fórum de debates em antropologia
2017 - Atual
Periódico: Vivência: Revista de Antropologia


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnologia Indígena.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Holandês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Outros
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2016
3o prêmio Dra. Branislava Susnik 15a Edición, de pesquisa em antropologia, outorgado a Marina Aurélio Cantero Benítez pela dissertação orientada por Barbara M. Arisi. Museo, Museo Etnográfico ?Dr. Andrés Barbero?, Centro de Estudios Antropológicos de la Universidad Católica.
2010
Melhor foto da categoria Religion and Spirituality, The Royal Anthropological Institute (RAI) - Education Outreach Programme - United Kingdon.
2009
Melhor documentario - I Festival de Cine Solidario de Granada - Espanha, Agencia Andaluza del Voluntariado - Espanha.
2008
Melhor média metragem III Mostra Filme Etnográfico da UFAM, Universidade Federal do Amazonas.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ARISI, B.2017ARISI, B.; MILANEZ, F. . Isolados e ilhados: indigenismo e conflitos no Vale do Javari, Amazônia. Estudos Ibero-Americanos, v. 43, p. 49, 2017.

2.
ARISI, B M.2016 ARISI, B M.. Matis Animal Feasts: minimal mimesis for social relations weaving. Vibrant (Florianópolis), v. 13, p. 78-94, 2016.

3.
ARISI, B.2016ARISI, B.; ÁVILA, S. ; SALA, A. . Sexualidade no interior conservador brasileiro: uma experiência de educação para a diversidade sexual e de gênero em Foz do Iguaçu. REVISTA AMAZÔNICA (ONLINE), v. 8, p. 480-495, 2016.

4.
ARISI, B M.2015ARISI, B M.. Resenha de 'Dueños del Agua: Conflicto y colaboración sobre los rios'. Tipiti, v. 13, p. 181-183, 2015.

5.
CALAVIA Saez, O2013 CALAVIA Saez, O ; ARISI, B M. . La extraña visita: por una teoría de los rituales amazónicos. Revista Española de Antropología Americana, v. 43, p. 205-222, 2013.

6.
ARISI, B M.2013ARISI, B M.. Reseña de Alejandro Tsakimp: a Shuar healer in the margins of history (S. Rubenstein, 2002). Mundo Amazonico, v. 4, p. 289-293, 2013.

7.
ARISI, B M.2012 ARISI, B M.. Amazonian Exchanges: Txema's Lessons With Outboard Engines, Mosquito Nets and Images. International Review of Social Research, v. 2, p. 173-190, 2012.

8.
ALBUQUERQUE, M. A. S.2012ALBUQUERQUE, M. A. S. ; ARISI, B M. ; AURELIANO, W. A. . 'ANTROPOFAGIA?: Capturando imagens indígenas na Rio+20. Cadernos do LEME, v. 4, p. 69-83, 2012.

9.
ARISI, B.2012ARISI, B.. La No-Frontera Pano: etnónimos como categorías alternativas y múltiples entre Matis y Korubo. Tipiti, v. 10, p. 19-36, 2012.

10.
ARISI, B M.2011ARISI, B M.. Matis in the Forest of Media. Anthropology News, v. 52, p. 47-48, 2011.

11.
ARISI, B M.2011ARISI, B M.. Raposa Serra do Sol 2008, bastidores de filme etnográfico às vésperas da decisão do STF. Tellus (UCDB), v. 20, p. 297-307, 2011.

12.
ARISI, B M.2010 ARISI, B M.. Matis y Korubo, contacto y pueblos aislados: narrativas nativas y etnografía en la Amazonia brasilera. Mundo Amazónico, v. 1, p. 41-64, 2010.

13.
ARISI, B M.2009ARISI, B M.. Resenha de Entre textos e imágenes: representaciones antropológicas de la América indígena. Pino-DÍAZ, Fermín; RIVIALE, Pascal & VILLARÍAS-ROBLES, Juan JR (eds). (Resenha). Mana (UFRJ. Impresso), v. 17, p. 219-222, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Fernandes, Estevão Rafael ; Arisi, Barbara M. . Gay Indians in Brazil. 1. ed. Cham: Springer International Publishing, 2017. 81p .

2.
FLÓREZ, M. ; CALIARI, A. ; FURTADO, F. ; LAMPIS, A. ; MENDEZ, O. L. ; VALENCIA, M. ; MAYA, A. L. ; FLORES, T. ; ARISI, B. . Medio Ambiente: deterioro o solución Rio +20. 1. ed. Bogotá: Ediciones Aurora, 2013. 174p .

Capítulos de livros publicados
1.
ARISI, B.; MILANEZ, F. . De índios isolados a ignorados: conflitos no Vale do Javari, AM. In: Gilse Elisa Rodrigues; Michel Justamand; Tharcísio Santiago Cruz. (Org.). Fazendo Antropologia no Alto Solimões: diversidade étnica e fronteira. 1ed.Embu: Alexa Cultural, 2016, v. , p. 37-65.

2.
ARISI, B.; Cantero, M. A. . Lixo industrializado, consumo e descarte: vivências dos povos indígenas Matis (Amazônia, Brasil) e Guarani (Ciudad del Este, Paraguay). In: Carmen Rial. (Org.). O poder do lixo : abordagens antropológicas dos resíduos sólidos. 1ed.Brasília: Associação Brasileira de Antropologia ABA, 2016, v. 1, p. 381-398.

3.
ARISI, B M.. Demandas y cosmopoliticas indigenas en Rio+20. In: Florez, M.; Caliari, A.; Furtado, F.; Lampis, A.; Mendez, O.L.; Valencia, M.; Maya, A.L.; Flores, T.; Arisi, B.. (Org.). Medio Ambiente: deterioro o solucion. Rio+20.. 1ed.Bogota: Ediciones Aurora, 2013, v. , p. 151-174.

4.
ARISI, B M.. Vida Sexual dos Selvagens (nós): indígenas pesquisam a sexualidade dos brancos e da antropóloga. In: SACCHI, Ângela; GRAMKOW, Márcia Maria.. (Org.). Gênero e povos indígenas: coletânea de textos produzidos para o "Fazendo Gênero 9" e para a "27ª Reunião Brasileira de Antropologia".. Rio de Janeiro, Brasília: Museu do Índio/ GIZ / FUNAI, 2012, v. , p. 50-75.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ARISI, B.. Os Magníficos Korubo: um estúdio de Sebastião Salgado na selva amazônica. Amazônia Real, 18 jan. 2018.

2.
ARISI, B.; BRIGHENTI, C. A. . Guarani-Kaiowá: nosso genocídio brasileiro de cada dia. Zero Hora, Porto Alegre, p. 3 - 3, 12 set. 2015.

3.
ARISI, B M.. Nas mãos do pajé: antropóloga picada de cobra na floresta amazônica denuncia a falta de atenção da 'saúde dos brancos' com os indígenas. Estado de S. Paulo, caderno Aliás, 15 jun. 2014.

4.
ARISI, B M.. Indios 20 ponto 11: na Amazônia usando laptops e celulares eles praticam a economia ambiental. Estado de S.Paulo, São Paulo, Brasil, p. 16, 24 abr. 2011.

5.
ARISI, B M.. Saberes, sensorialidades e artes indígenas. Diário Catarinense, Florianopolis, Brasil, p. 1, 09 out. 2010.

6.
ARISI, B M.. Matis Indians and the economy of culture media, tourism and anthropology in the Upper Amazon. Material World blog, 28 jun. 2010.

7.
ARISI, B M.. Um Novo Pensamento Selvagem?. Estado de S.Paulo, caderno Alias, 08 nov. 2009.

8.
ARISI, B M.. Minha vida entre os Matis. Zero Hora, Cultura - suplemento cultural, 07 nov. 2009.

9.
ARISI, B M.. A vacina e os Matis. Diario Catarinense, Cultura - suplemento cultural, 07 nov. 2009.

10.
ARISI, B M.. Índios do Vale do Javari pedem socorro contra a hepatite. Agência Carta Maior, internet, 10 fev. 2009.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ARISI, B M.. Matis Parties: dancing with animals, gringos and other foreigners. In: Seminário Internacional TransOceanik - Interfaces Borradas: questionando normas, classificações e primado da linguagem, 2013, Florianópolis. Anais: Seminário Internacional TransOceanik. Florianópolis: PPGAS/UFSC, 2013. v. 1. p. 1-6.

2.
ARISI, B M.. Ikbo Matis: regimes de propriedade e circulação de saberes. In: IX Reunião de Antropologia do Mercosul: Culturas, Encuentros y Desigualdades, 2011, Curitiba. Anais da IX Reunião de Antropologia do Mercosul:, 2011.

3.
ARISI, B M.. VIida Sexual dos Selvagens (nós): relato de experiência de uma antropologia reversa. Indígenas Matis pesquisam a sexualidade dos brancos e da antropóloga.. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 9: Diásporas, Diversidades, Deslocamentos., 2010, Florianópolis. Anais Eletrônicos ISSN 2179-510X.

4.
ARISI, B M.. A não-fronteira Pano: Matis e Korubo - relação de afins no Vale do Javari, Amazonas. In: VII RAM Reunião de Antropologia do Mercosul, 2007, Porto Alegre. Desafios Antropológicos - VII RAM, 2007.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ARISI, B M.. Vale do Javari - Relatos (oral, escrito e gráfico) de índios Matis, Marubo e Kanamari e suas relações com os brancos (do governo). In: VI Reunión de Antropología del Mercosur, 2005, Montevideo. Programa y resúmenes VI RAM. Montevideo: FHCE - Universidad de la República, 2005. p. 295.

Apresentações de Trabalho
1.
ARISI, B M.. The Stingy Vagina and the sexual economy: an Amazonian reverse anthropology research project. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
ARISI, B.. Can feathers be mightier than bulldozers? Indigenous movement fight Belo Monte, Brazilian megaproject dam. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
ARISI, B M.. Matis Parties: dancing with animals, gringos and other foreigners. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
ARISI, B M.. Antropologia de Mutirão o La Minga Antropológica. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
ARISI, B.. Puentes de Imágenes en movimiento: filmes y campañas en redes sociales. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
ALBUQUERQUE, M. A. S. ; ARISI, B M. . O Regime da Economia da Cultura Indígena no Brasil: performances Matis (AM) e Pankararu (SP). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
ARISI, B M.; ALBUQUERQUE, M. A. S. . Etnografía de las performances indígenas durante la Rio+20: Demandas en acción.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
ARISI, B M.. Cabeças e máscaras de Mariwin: galões de gasolina e cerâmica na criatividade ritual e comercial. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
ARISI, B M.. Notícias de uma guerra não noticiada: os índios Kaiowá e o agronegócio no Paraná - o caso de Guaira. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
ARISI, B M.. Ikbo Matis: autoridade e transmissão de conhecimentos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
ARISI, B M.. Mulheres Indígenas Ceramistas e Caçadoras: Cultura Material e Gênero na Amazônia. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
ARISI, B M.. Povos Amazônicos na etérea economia do ar: REDD+ e a floresta. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
ARISI, B M.. Los Matis y la economía de la cultura. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
ARISI, B M.. The Matis and the capibara. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
ARISI, B M.. Vida sexual dos selvagens (nós): relato de experiência de uma antropologia reversa. Indígenas Matis pesquisam a sexualidade dos brancos e da antropóloga. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
ARISI, B M.. Regras Matis: futebol indígena amazônico e brasileiro. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
ARISI, B M.. An Amazonian "Culture" for Sale: the wonderful Matis. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
ARISI, B M.. Matis economy of culture. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

19.
ARISI, B M.. Contato e indios isolados. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
ARISI, B M.. Matis y Korubo: contacto e indios aislados en el Yavarí. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
ARISI, B M.. Matis y Korubo, contacto y pueblos aislados, narrativas nativas y etnografia: pol'itica indigenista para con ind'igenas aislados en la Amazonia brasilera. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
ARISI, B M.. A objetificação da cultura entre os indígenas Matis no Vale do Javari, Amazônia brasileira. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
ARISI, B M.. Casamento Matis entre netos e avós: economia de mulheres e teoria da aliança. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
ARISI, B M.. Casamento Matis entre netos e avós: economia de mulheres e teoria da aliança II. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
ARISI, B M.. Culture for Sale: cultura para turistas, documentaristas e afins no Vale do Javari, Amazônia brasileira. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
ARISI, B M.. Raposa Serra do Sol: relatório de campo com os Macuxi. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
ARISI, B M.; RIFIOTIS, T. ; MALUF, S W ; LOURENCO, S. . A orientação: a relação professor-aluno e a construção de conhecimento. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
ARISI, B M.. A não-fronteira Pano: Matis e Korubo - relação de afins no Vale do Javari, Amazonas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
ARISI, B M.. Vale do Javari - Relatos (oral, escrito e gráfico) de índios Matis, Marubo e Kanamari e suas relações com os brancos (do governo). 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
ARISI, B M.; CAUDURO, F. V. ; VELHO, M E ; MATIAS, L. V. . Salão de Iniciação Científica, UFRGS, Porto Alegre, RS. 1992. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
ARISI, B M.. A dádiva, a sovinice e a beleza: Economia da Cultura Matis, Vale do Javari, Amazônia. 2011 (Tese de doutorado).

2.
ARISI, B M.. Matis e Korubo: contato e índios isolados no Vale do Javari, Amazônia. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2007 (Dissertação de mestrado).

3.
Baldessar, M J ; ARISI, B M. . O jornalismo investigativo e a rede - Steve Doig. Florianópolis: Insular, 2006 (entrevista).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ARISI, B M.; CESARINO, P. N. ; FRANCISCO, D. A. . Saúde na Terra Indígena Vale do Javari. Diagnóstico médico-antropológico: subsídios e recomendações para uma política de assistência.. 2011.

Trabalhos técnicos
1.
ARISI, B M.. Revista Rastros - Revista do Núcleo de Estudos em Comunicação do Bom Jesus/IELUSC. 2015.

2.
ARISI, B M.. Revista Espaço Ameríndio. 2015.

3.
ARISI, B M.. Revista Pós Ciências Sociais - Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Maranhão. 2015.

4.
ARISI, B M.. Revista Animus UFSM. 2012.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Maisonnave Arisi, Barbara. Isolated Tribes Under Threat by Illegal Logging in Brazil. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
NERIN, G. ; ARISI, Barbara . O nos indigenizamos o todo se va a pique. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
NERIN, G. ; ARISI, Barbara . O ens se indigenitzem o tot s'en va a orris. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
WALLACE, S. ; ARISI, Barbara . Renowned Shaman's Death by Snakebite Exposes Health Care Crisis in Amazon. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
Maisonnave Arisi, Barbara; TEIXEIRA, M. . Barbara Arisi e os índios Matis. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
ARISI, B.. Antropóloga gaúcha esteve no parlamento europeu para falar sobre os índios brasileiros. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
ARISI, B.. Indigenous and Environmental Rights Underscored in EP Conference on the Guarani-Kaiowá. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
SANCHES, M ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Relações homoafetivas entre índios eram comuns antes da colonização Pesquisa feita por dois antropólogos brasileiros diz que homofobia só chegou com o homem branco. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
SANCHES, M ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Filmes pornô trazem mudanças na sexualidade de índios Produções feitas por brancos estão tendo impacto nas práticas na aldeias. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
ALBUQUERQUE, A. L. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Estudo relata repressão a índios gays no Brasil. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
D'ANGELO, H. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Estudo mostra diversidade de práticas sexuais entre indígenas no Brasil pré-colonial. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
PACHECO, T. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . ?Índios gays no Brasil?: a colonização das sexualidades indígenas é tema de livro e de entrevista com Estevão Fernandes e Barbara Arisi. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
DUEÑAS, E. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Antropólogos lançam estudo sobre índios gays no Brasil. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

14.
ARISI, B M.. Suicides and Shorter, Bleaker'Lives Plague Indigenous Groups Around the World. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
PRINGLE, H. ; ARISI, B. . In Peril: Is Brazil prepared for a 'decade of contacts' with emerging tribes?. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
FRASER, B. ; ARISI, B. . Isolated tribespeople receiving care after violent contact in Brazil. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
ARISI, BARBARA MAISONNAVE; OLIVEIRA, Diogo ; TAVARES, Elaine . Povos Indígenas no Brasil. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
ARISI, B M.; CARAVANTES, M . Amazonia - Raposa Serra do Sol (Roraima). 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
ARISI, Barbara; MILANEZ, F. . Xingu, the clamor coming from the forest in Rio de Janeiro?s Carnival. 2017; Tema: Xingu; Belo Monte; dam; Carnival; agribusiness; ndigenous people.. (Blog).

2.
ARISI, Barbara. The death of Tëpi Pajé and the disembodied strenght of the snake. 2017; Tema: Amazonian shamanism. (Site).

3.
ARISI, B.. A morte do pajé Tëpi Matis e a força desencorporada da cobra. 2017; Tema: Xamanismo amazônico. (Site).

4.
ARISI, B.. Ayahuasca ensina na Europa. 2017; Tema: Amazonia; religião, ayahuasca; povos indígenas; Amsterdam; Países Baixos.. (Site).

5.
TORNQUIST, C. S. ; LECZNIESKI, LK ; ARISI, B M. . Mostra de Artes Indigenas. 2009; Tema: Antropologia. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
ARISI, B M.; WARNER, J. F. ; ZUNIGA, A. ; VRIES, P. V. ; BUSTAMANTE, R. . Poyecto Intercultural de Cuencas Pedagógicas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
ARISI, B M.. Criação e Planejamento em Comunicação Preventiva. 2011. .

3.
ARISI, B M.. Relatório de Pesquisa Projeto de Apoio e Fortalecimento do Artesanato Guarani na Região da CR do Litoral Sul da FUNAI.. 2011. (Relatório de pesquisa).

4.
ARISI, B M.. Comunicação Estratégica de Agronegócio. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
ARISI, B M.. Ecologia e Direitos Humanos. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
ARISI, B M.; FERNANDES, F. B. M. . Cidadania e Meio Ambiente. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
AURELIANO, W. A. ; ARISI, B M. ; ALBUQUERQUE, M. A. S. . Antropofagia. 2012. Fotografia.

2.
ARISI, B M.; LIMA, A. ; MATIS, B. . Regras Matis: futebol indígena amazônico e brasileiro. 2012. Vídeo.

3.
ARISI, B M.; LACERDA, I . Sílvio Coelho: diários de campo. 2008. Vídeo.

4.
ARISI, B M.; GARIBOTTI, D. ; CARAVANTES, M ; MARANA, L. ; GESTOSO, M . Raposa Serra do Sol: la lucha decisiva. 2008. Filme.

5.
ARISI, B M.. Índios Matis - Amazônia. 2007. Fotografia.

6.
ARISI, B M.; RODOLPHO, A. L. ; TOCHETTO, F. ; PRADO, R. ; VIETTA, K. . TEKO:Percorrendo a trilha Guarani. 1991. Filme.

Outras produções artísticas/culturais
1.
ARISI, B M.. The Matis and the capybara. 2010.

Demais trabalhos
1.
ARISI, B M.. Tradução consecutiva da palestra do austríaco Oliver Grau "Arquivando e Historiando a Media Art".. 2011 (Tradução consecutiva inglês-português) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
ARISI, B M.; FERNANDES, E. R.; OLIVEIRA, M. J,; SAMPAIO, J. C. C.. Participação em banca de Marina Fazzio Simão. Entre o corpo cotidiano e o corpo cênico: Uma perspectiva pós-colonial. 2017. Dissertação (Mestrado em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

2.
COLOMBIJN, F.; ARISI, B.. Participação em banca de Hayate Alt Bouzid. Living in a Comfort Zone: the Environmental Responsibility of Middle-class Bruneians. 2017. Dissertação (Mestrado em Social and Cultural Anthropology) - Vrije Universiteit.

3.
ARISI, B.; COLOMBIJN, F.. Participação em banca de Andel Ottevangers. Urban Waste in Amsterdam, Netherlands: a case study in De Pijp. 2017. Dissertação (Mestrado em Social and Cultural Anthropology) - Vrije Universiteit.

4.
VOGEL, D; RAMOS, T.; SILVA, G.; ARISI, B M.. Participação em banca de Carlos Borges da Silva Jr.. Imagens de Amazônia na Literatura e no Jornalismo de Revista: Sobrevivência e anacronismo.. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pos-Graduacao em Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
SILVA, C. T.; TAVOLARO, L. G. M.; PINTO, S. R.; ARISI, B M.; BARROS, S. C.. Participação em banca de Estevão Rafael Fernandes. Decolonizando sexualidades: enquadramentos coloniais e homossexualidade indígena no Brasil e nos Estados Unidos. 2015. Tese (Doutorado em Estudos Comparados Sobre As Américas) - Universidade de Brasília.

2.
DINIZ, A. G.; SELLES, C. L.; FALEIRO, J. R.; ARISI, B M.; BARBOSA, A.; AMARANTE, D. W.; MEDEIROS, S. L. R.. Participação em banca de Fernando Mesquita de Faria. Poética da Penúria: o ator beckettiano. 2013. Tese (Doutorado em Curso de Pós-Graduação em Literatura) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
COELHO, E.M.B.; DA SILVA, R.V.C.; ARISI, B M.. Participação em banca de Maycon Henrique Franzoi de Melo. Ritual de máscaras no cerrado: diferença e beleza enrte os Gavião Pyhopcatiji (Timbira orientais - MA). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais/CCH) - Universidade Federal do Maranhão.

Qualificações de Mestrado
1.
ARISI, B M.; COTA, D.; LLANES-ORTIZ, G.. Participação em banca de Tatyane Cristina Mendonça Ravedutti. Damiana, fragmentos do corpo de uma mulher indígena no teatro. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

2.
ARISI, B M.; SAMPAIO, J. C. C.; MORAN, J. O. O.. Participação em banca de Marina Fazzio Simão. Entre o corpo cotidiano e o corpo cênico: uma perspectiva pós-colonial. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

3.
ARISI, B M.; THEODORO DA SILVA, J.; BRIGHENTI, C. A.. Participação em banca de Marina Cantero. De Plumas a Estampas: una reconfiguración de la imágen maká. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

4.
ARISI, B M.; PEÑA GARCIA, A.; SILVA, A. F.. Participação em banca de Iana Carla Couto Valle. Decretando a Morte: uma abordagem etnográfica com profissionais da saúde que atuam nas comissões intrahospitalares de doação de órgãos e tecidos para transplante - CIHDOTTS de Foz do Iguaçu. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SILVEIRA, M.; LIMA, S. P.; ARISI, B M.. Participação em banca de Isadora Ruschel Castanhel.Guerreiras na fronteira: histórias de mulheres Guarani e Kaiowá que resistem em terras indígenas entre o Brasil e o Paraguai. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
SILVEIRA, M.; ARISI, B M.; IJUIM, J. K.. Participação em banca de Joana Zanotto Sabbá Guimarães.Gavião, não! Nós somos Parkatêjê. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SILVA, G.; BERNARDO, A.; ARISI, B M.. Participação em banca de Flora Pereira da Silva.Comunicação rural para o desenvolvimento sustentável: de possibilidade ao protagonismo. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
IJUIM, J. K.; SILVEIRA, M.; ARISI, B M.. Participação em banca de Rafaela Mattevi.Nhandereko Tenonde Rã: O futuro da nossa cultura - A demarcação da Terra Guarani de Morro dos Cavalos - Palhoça (SC). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
SILVEIRA, M.; ARISI, B M.; IJUIM, J. K.. Participação em banca de Daniel Ludwich.Produção: Valdir Dutra. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
LONGHI, R.; BERNARDO, A.; ARISI, B M.. Participação em banca de Juliana Sakae.Bleu et Rouge: documentariop sobre e com jovens haitianos. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
Baldessar, M J; VOGEL, D; ARISI, B M.. Participação em banca de Heitor Cardoso.Identidades Globais: uma experiência de intercâmbio. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SILVA, G.; SILVEIRA, M.; ARISI, B M.. Participação em banca de Jésica Cardoso Maia.O novo ciclo da cana: o Brasil do etanol, dos canaviais e dos automóveis. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
Baldessar, M J; IENSEN, J.; ARISI, B M.. Participação em banca de Felipe Teubner de Almeida e Monteiro.Lupo S/A, da crise à liderança de mercado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
SILVEIRA, M.; BRANDAO, V.; ARISI, B M.. Participação em banca de Nancy Dutra.Uma nova geração - a controversa escolha das pequenas centrais hidrelétricas como política energética estadual. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
Baldessar, M J; LONGHI, R.; ARISI, B M.. Participação em banca de Eduardo Weinhardt.Jornalismo cidadão: um novo jornalismo?. 2007 - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
Baldessar, M J; VOGEL, D; ARISI, B M.. Participação em banca de Rony Alves de Ramos.Explorar e preservar: o paradoxo da indústria madeireira amazônica. 2007 - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
Baldessar, M J; LOCATELLI, C; ARISI, B M.. Participação em banca de Daiane Schimitt e Mariana Wachelke.Boletim TV Air - uma proposta de informativo na Rede de TV do Aeroporto Internacional Hercílio Luz. 2007 - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
TEIXEIRA, T.; VIEIRA, P.; ARISI, B M.. Participação em banca de Rosalvo Streit Junior.Guerra de Microfones: o poder da comunicação na Venezuela. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
SILVA, G.; SILVEIRA, M.; ARISI, B M.. Participação em banca de Jacy Diello.Sem Censura: um perfil da primeira funcionária da Polícia Federal de São Paulo. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
SILVEIRA, M.; LACERDA, D; ARISI, B M.. Participação em banca de Roberta Vieira da Cunha Ávila.Parque Nacional da Serra da Capivara: patrimônio da humanidade ignorado pelo Brasil. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
VOGEL, D; CARVALHO, R; ARISI, B M.. Participação em banca de Érica Georgino.Teatro Brasileiro de Comédia. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

18.
SILVEIRA, M.; SILVA, G.; ARISI, B M.. Participação em banca de Sara Uhelski.Mães da Esperança: a história de mulheres que convivem com o desaparecimento dos seus filhos e o descaso da sociedade. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
ARISI, B M.; MACIEL, K. A.; MOGUILLANSKY, M.. Concurso do Quadro Docente da UNILA - área Cinema - subárea Produção Audiovisual e Administração Cultural na América Latina. 2013. Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Outras participações
1.
TASSINARI, Antonella Maria Imperatriz; ARISI, B M.; ROSE, I.; FARIAS, J. M.. Comissão de validação de autodeclaração de optantes pelas vagas destinadas para indígenas do Programa de Ações Afirmativas da UFSC. 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
PENA, A.; CIACCHI, A.; ARISI, B M.. Comissao avaliadora dos trabalhos apresentados no I Salao de Iniciacao Cientifica da UNILA. 2012. Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

3.
ARISI, B M.; SACCHI, A.; ANDRELLO, G.. Comissao de Avaliacao do Premio Claude Levi-Strauss 4a. edicao, modalidade poster. 2012. Associação Brasileira de Antropologia.

4.
TASSINARI, Antonella Maria Imperatriz; IORIS, E. M.; ARISI, B M.. Comissão de validação de autodeclaração de optantes pelas vagas destinadas para indígenas do Programa de Ações Afirmativas da UFSC. 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
TASSINARI, Antonella Maria Imperatriz; BROWN, Diana; ARISI, B M.. Comissão de Avaliação do PDEE - Programa de Doutorado com Estágio no Exterior da CAPES. 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Roda de Conversa: Psicoativos, Religiosidade e Saúde.Pesquisa sobre saúde e religião em festivais e outros rituais contemporâneos. 2018. (Outra).

2.
II Semana de l'Antropologia.Indis Aïllats, territori i conflicte a Vale do Javari, Amazònia - Indígenas aislados, território y conflicto en el Vale do Javari, Amazonía. 2017. (Encontro).

3.
Namgis Congress - Antropologische StudieVereniging Kwakiutl. Bodies & Margins. 2017. (Congresso).

4.
I Conferência Nacional de Política Indigenista - Etapa Regional Sul.Alto Amazonas e Oeste do Paraná: florestas e lonas de plástico preto. 2015. (Outra).

5.
Seminário Internacional Reservas da Biosfera, Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável da Pan-Amazônia.Coordenação do Painel VIII Informes de avance do projeto "Desenvolvimento sustentável do meio rural e conservação da biodiversidade nas reservas da biosfera da Amazônia". 2015. (Seminário).

6.
1964-2014: 50 anos do Golpe Militar - Não esqueceremos! No olvidaremos!.mediadora da Mesa Redonda. 2014. (Encontro).

7.
Aguas Transfronteiriças: oportunidades e desafios.mediadora da Mesa Redonda. 2014. (Outra).

8.
Latin American Seminar LSE London School of Economics.The Stingy Vagina and the sexual economy: an Amazonian reverse anthropology research project. 2014. (Seminário).

9.
Seventh International Workshop on Hydrohegemony HH7: Contesting Hegemony.Can feathers be mightier than bulldozers? Indigenous movement fight Belo Monte, Brazilian megaproject dam. 2014. (Oficina).

10.
I Congresso Internacional América Latina e Interculturalidade. Antropologia como tradução de cosmologias e cosmovisões (mediadora de mesa). 2013. (Congresso).

11.
Red de Antropología Visual Aplicada a Espacios Urbanos.Puentes de imágenes en movimiento: filmes y campañas en redes sociales. 2013. (Encontro).

12.
Seminário Mapeando Controvérsias Contemporâneas: humanos e não-humanos na antropologia.Festas Matis: nukun bëribërikit. 2013. (Seminário).

13.
Transoceanik. Blurred Interfaces: Questioning norms, classifications and the primacy of language.Matis parties: dancing with gringos, animals and other foreigners. 2013. (Seminário).

14.
X Reunión de Antropología del Mercosur - X RAM. Antropologia de Mutirão o La Minga Antropológica. 2013. (Congresso).

15.
28a Reuniao Brasileira de Antropologia. Cabeças e máscaras de Mariwin: galões de gasolina e cerâmica na criatividade ritual e comercial. 2012. (Congresso).

16.
III Congreso Latinoamericano de Antropología. Antropologías en Movimiento: Ideas desde un sur contemporáneo. Etnografía de las performances indígenas durante la Rio+20: Demandas en acción. 2012. (Congresso).

17.
IV Mostra de Artes Indigenas.Notícias de uma guerra não noticiada: os índios Kaiowá e o agronegócio no Paraná - o caso de Guaira. 2012. (Outra).

18.
III Mostra de Arte Indígena.Debate sobre filme. 2011. (Outra).

19.
Primavera dos Museus.Mulheres Indígenas Ceramistas e Caçadoras: Cultura Material e Gênero na Amazônia. 2011. (Encontro).

20.
Seminário Nacional de Ciência e Tecnologia 2011 "Meio-Ambiente em Perspectiva: entre incertezas e seguranças".Povos amazônicos na etérea economia do ar: REDD+ e a floresta. 2011. (Encontro).

21.
VII Reunião da SALSA.Ikbo Matis: autoridade e transmissão de conhecimentos. 2011. (Encontro).

22.
Amazonian Anthropology Workshop - University of Oxford.Matis economy of culture. 2010. (Oficina).

23.
Futebol: espetáculo e corporalidade.Regras Matis: futebol indígena amazônico e brasileiro. 2010. (Simpósio).

24.
II Jornadas Antropológicas - Reflexões em formação: campo, teoria, escrita.An Amazonian "Culture" for Sale: the wonderful Matis. 2010. (Outra).

25.
London International Documentary Festival.Claude Lévi-Strauss: return to the Amazon. 2010. (Outra).

26.
Oficina Teórica "O índio visto pelas artes plásticas no Brasil e América Latina". 2010. (Oficina).

27.
Séminaire d'Anthropologie Américaniste - EREA - Centre Enseignement et Recherche en Ethnologie Amérindienne du LESC (Laboratoire d'ethnologie et de sociologie comparative), Maison de l'Archéologie et de l'Ethnologie, Université Paris Ouest-Nanterre.Los Matis y la economía de la cultura. 2010. (Seminário).

28.
Seminário Internacional Fazendo Gênero 9: Diásporas, Diversidades, Deslocamentos.Vida sexual dos selvagens (nós): relato de experiência de uma antropologia reversa. Indígenas Matis pesquisam a sexualidade dos brancos e da antropóloga. 2010. (Seminário).

29.
Seminários do NESSI - Núcleo de Estudos sobre Saúde e Saberes Indígenas..Matis e nëix tanek: economia da "cultura" e economia de gente: indianidade, media, turismo e antropologia no mercado amazônico.. 2010. (Seminário).

30.
Curso Maestria UNAL, sede Amazônia.Matis y Korubo: contacto e indios aislados en el Yavari. 2009. (Outra).

31.
I Conferência Nacional de Educação Indígena - Regional do Alto Solimões e Vale do Javari (AM). 2009. (Outra).

32.
I Mostra de Artes Indígenas.Debate do filme "Terra Vermelha". 2009. (Encontro).

33.
SEMANA DOS POVOS INDÍGENAS - UFAM.Contato e Indios Isolados. 2009. (Outra).

34.
Seminários do NESSI.Culture for gringos and 'nawas' - objetificação da cultura e os Matis no Vale do Javari, Amazônia.. 2009. (Encontro).

35.
26a Reunião Brasileira de Antropologia. Casamento Matis entre netos e avós: economia de mulheres e teoria da aliança. 2008. (Congresso).

36.
Fazendo Gênero 8.Avós e Netos, casamento entre gerações alternadas: revisitando a teoria da aliança e o tabu do incesto. 2008. (Seminário).

37.
Jornadas Antropológicas: diálogos entre a teoria e a prática.Culture for Sale: cultura para turistas, documentaristas e afins no Vale do Javari, Amazônia brasileira. 2008. (Seminário).

38.
Jornadas Antropológicas: diálogos entre a teoria e a prática.Raposa Serra do Sol: relatório de campo com os Macuxi. 2008. (Seminário).

39.
V Jornadas de Investigación en Antropología Social. Matis y Korubo, contacto y pueblos aislados, narrativas nativas y etnografia: pol'itica indigenista para con ind'igenas aislados en la Amazonia brasilera. 2008. (Congresso).

40.
VII RAM Reunião de Antropologia do Mercosul. A não-fronteira Pano. 2007. (Congresso).

41.
Seminários do NuTI..Dados de campo. Matis e Korubo: narrativas de contato.. 2006. (Encontro).

42.
VI Reunión de Antropología del Mercosur. Vale do Javari - Relatos (oral, escrito e gráfico) de índios Matis, Marubo e Kanamari e suas relações com os brancos (do governo). 2005. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ARISI, B M.; LIMA JR., J. B. ; XAVIER, M. . Seminário-consulta da pesquisa Percepção da Integração Regional na Fronteira do Brasil, Argentina e Paraguay. 2015. (Outro).

2.
ÁVILA, S. ; GROSSI, M. P. ; ARISI, B M. . VI Trans Day NIGS UNILA. 2015. (Outro).

3.
ARISI, B M.. 1964-2014: 50 anos do Golpe Militar - Não esqueceremos! No olvidaremos!. 2014. (Outro).

4.
ARISI, B M.; ADAMI, S. F. . Aguas Transfronteiriças: oportunidades e desafios. 2014. (Outro).

5.
ARISI, B M.; NASCIMENTO, R. P. . V Mostra de Artes Indígenas "Expandindo Fronteiras" - Mobilização Nacional Indígena. 2013. (Exposição).

6.
GROSSI, M. P. ; ARISI, B M. ; FERNANDES, F. B. M. ; OUTROS, . Journée d'Etudes APEB-NIGS | Recherches LGBT au Brèsil et en France: impacts théoriques et politiques. 2012. (Congresso).

7.
SALA, A. ; ARISI, B M. ; SILVA, A. . Palestra e Oficina "Papo Sério" com Dra. Arianna Sala. 2012. (Outro).

8.
TORNQUIST, C. S. ; LECZNIESKI, LK ; ARISI, B M. . IV Mostra de Artes Indígenas. 2012. (Exposição).

9.
ARISI, B M.; LECZNIESKI, LK ; TORNQUIST, C. S. . III Mostra de Arte Indígena. 2011. (Exposição).

10.
ARISI, B M.; TORNQUIST, C. S. ; LECZNIESKI, LK ; GROISMAN, A. ; STAUB, E. . II Mostra de Arte Indígena. 2010. (Exposição).

11.
ARISI, B M.; SEGATA, J. ; RIFIOTIS, T. . GT Actor-Network Theory e a Antropologia: desdobramentos pós-sociais. 2010. (Outro).

12.
ARISI, B M.; CARID NAVEIRA, M. ; TORNQUIST, C. S. ; LECZNIESKI, LK ; WELTER, T. . I Mostra de Artes Indigenas. 2009. (Exposição).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Daniela Susin Guerra. Aldeia imaginada: planejamento e processo participativo em uma comunidade Guarani no Sul do Brasil. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Diego Duarte Eltz. Corporalidades Kanhgág: O Devir Guerreiro no Território do Xamanismo e Suas Redes. Início: 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pos Graduacao em Antropologia) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Coorientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ana Paula De Oliveira Gonçalves Clarinda. ?Nenhuma dança é estranha o suficiente a ponto de alguém reparar." Uma etnografia de festa e liberdade. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Tobias Gustavo da Silva Soares. Economia Circular: lixo orgânico e compostagem urbana na Holanda e no Brasil. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Saúde Coletiva) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Rodrigo Américo Aguiar. Examinar a consciência é a primeira lição: fatores terapêuticos do Santo Daime no Norte do Paraná. 2018. Dissertação (Mestrado em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, . Coorientador: Barbara Maisonnave Arisi.

2.
Andel Ottevangers. Urban Waste in Amsterdam, Netherlands: a case study in De Pijp. 2017. Dissertação (Mestrado em Social and Cultural Anthropology) - Vrije Universiteit, . Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

3.
Marina Fazzio Simão. Entre o corpo cotidiano e o corpo cênico: Uma perspectiva pós-colonial. 2015. Dissertação (Mestrado em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

4.
Marina Aurelia Cantero de Chamorro. Espetacularización del RitoDe plumas estampados: Una configuración de la imagen Maká. 2014. Dissertação (Mestrado em INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS LATINO-AMERICANOS) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, . Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

Tese de doutorado
1.
Maycon Henrique Franzoi de Melo. O Nome e a Pele: nominação e ornamentação corporal Gavião (Amazônia maranhense). 2017. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Maranhão, Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA. Coorientador: Barbara Maisonnave Arisi.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ana Flávia da Silva. ?Deus recicla, o diabo incinera": uma etnografia da cooperativa de agentes ambientais de Foz do Iguaçu. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

2.
Diana Carolina Trejos Viar. El Itamaraty sale del armario: los diplomaticos homosexuales dentro del Ministerio de Relaciones Exteriores, en el siglo XXII. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais e Integração) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

3.
Andressa Taffarel e Talita Garcia. Crise na Terra Prometida - Amazônia. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

4.
Murilo Furlan Mellio. A Magia dos Cogumelos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

5.
Vanessa Campos. Carbono em Alta: a commodity do ar entra na economia de mercado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

6.
André Faust. www.moracomigo.com.br - uma experiência de comunicação institucional no espaço virtual. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

7.
Vera Maria Flesch. Terra viva: das montanhas ao mar, tudo se recicla. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

8.
Rodrigo Brüning Schmitt. Tacada perigosa: a polêmica construção do Costão Golf sobre o maior aqüífero de Florianópolis. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Jornalismo) - Universidade Federal de Santa Catarina, Fundação Kellogg / ANDI Agência Nacional de Direitos da Infância. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

Iniciação científica
1.
Santiago Salles. Imágenes e imaginarios indígenas en la Río + 20. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

2.
Daniel Gordillo Sánchez. Etnografia de Demandas Indígenas: cosmopolíticas andinas. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

3.
Guzman Chaves. Los guerreros Kayapó: Raoni y el mundo. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

4.
Ana Francesca Repetto. Demandas Indígenas: la mirada de las mujeres y jóvenes guaraníes en torno a la violencia. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

5.
Agustin Tosar Rovira. Etnografia de demandas indígenas na Rio+20: cosmopolíticas em debates globais sobre energia. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.

Orientações de outra natureza
1.
Maria Paula Padrón Seluja. componente curricular Etnologia Indígena. 2014. Orientação de outra natureza - Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Orientador: Barbara Maisonnave Arisi.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
Fernandes, Estevão Rafael ; Arisi, Barbara M. . Gay Indians in Brazil. 1. ed. Cham: Springer International Publishing, 2017. 81p .


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ARISI, B.; BRIGHENTI, C. A. . Guarani-Kaiowá: nosso genocídio brasileiro de cada dia. Zero Hora, Porto Alegre, p. 3 - 3, 12 set. 2015.


Apresentações de Trabalho
1.
ARISI, B M.. Notícias de uma guerra não noticiada: os índios Kaiowá e o agronegócio no Paraná - o caso de Guaira. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
ARISI, B M.. Matis Parties: dancing with animals, gringos and other foreigners. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
ARISI, B.. Puentes de Imágenes en movimiento: filmes y campañas en redes sociales. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
ARISI, B M.; WARNER, J. F. ; ZUNIGA, A. ; VRIES, P. V. ; BUSTAMANTE, R. . Poyecto Intercultural de Cuencas Pedagógicas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ARISI, BARBARA MAISONNAVE; OLIVEIRA, Diogo ; TAVARES, Elaine . Povos Indígenas no Brasil. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
PRINGLE, H. ; ARISI, B. . In Peril: Is Brazil prepared for a 'decade of contacts' with emerging tribes?. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
FRASER, B. ; ARISI, B. . Isolated tribespeople receiving care after violent contact in Brazil. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
Maisonnave Arisi, Barbara; TEIXEIRA, M. . Barbara Arisi e os índios Matis. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
ARISI, B.. Antropóloga gaúcha esteve no parlamento europeu para falar sobre os índios brasileiros. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
ARISI, B.. Indigenous and Environmental Rights Underscored in EP Conference on the Guarani-Kaiowá. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
SANCHES, M ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Relações homoafetivas entre índios eram comuns antes da colonização Pesquisa feita por dois antropólogos brasileiros diz que homofobia só chegou com o homem branco. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
SANCHES, M ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Filmes pornô trazem mudanças na sexualidade de índios Produções feitas por brancos estão tendo impacto nas práticas na aldeias. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
ALBUQUERQUE, A. L. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Estudo relata repressão a índios gays no Brasil. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
D'ANGELO, H. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Estudo mostra diversidade de práticas sexuais entre indígenas no Brasil pré-colonial. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
PACHECO, T. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . ?Índios gays no Brasil?: a colonização das sexualidades indígenas é tema de livro e de entrevista com Estevão Fernandes e Barbara Arisi. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
DUEÑAS, E. ; ARISI, B. ; FERNANDES, E. R. . Antropólogos lançam estudo sobre índios gays no Brasil. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
Maisonnave Arisi, Barbara. Isolated Tribes Under Threat by Illegal Logging in Brazil. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SALA, A. ; ARISI, B M. ; SILVA, A. . Palestra e Oficina "Papo Sério" com Dra. Arianna Sala. 2012. (Outro).

2.
ÁVILA, S. ; GROSSI, M. P. ; ARISI, B M. . VI Trans Day NIGS UNILA. 2015. (Outro).

3.
ARISI, B M.; ADAMI, S. F. . Aguas Transfronteiriças: oportunidades e desafios. 2014. (Outro).


Redes sociais, websites e blogs
1.
ARISI, B.. Ayahuasca ensina na Europa. 2017; Tema: Amazonia; religião, ayahuasca; povos indígenas; Amsterdam; Países Baixos.. (Site).

2.
TORNQUIST, C. S. ; LECZNIESKI, LK ; ARISI, B M. . Mostra de Artes Indigenas. 2009; Tema: Antropologia. (Blog).



Outras informações relevantes


Realizei 12 meses de epesquisa de campo entre os Matis do Vale do Javari (AM). Para o mestrado, tive apoio financeiro do projeto NuTI PRONEX - Núcleo Transformações Indígenas, coordenado por Eduardo Viveiros de Castro e Oscar Calavia Saez. Para a pesquisa de campo para o doutorado, recebi auxilio financeiro do Instituto Brasil Plural/FAPESC/CNPq, coordenado por Jean Esther Langdon, e da PRPG/UFSC. Fui bolsista da CAPES e do CNPq. Nos quatro meses de Pos Doc, recebi bolsa CAPES/PNPD no NIGS - Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades, coordenado por Miriam Pillar Grossi. Interrompi o Pos Doc para ingressar no magisterio universitario como professora adjunta na UNILA. O PROBIC recebeu recursos da Fundação Araúcária (de fomento a pesquisa no Paraná) e da UNILA. de 2012 a 2014



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/12/2018 às 18:23:46