Fernando Luis Dissenha

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8933652765481799
  • Última atualização do currículo em 14/12/2018


Paranaense de São José dos Pinhais, Fernando Dissenha é Doutor em Musicologia pela Universidade de São Paulo e trompete-solo da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo desde 1997. Dissenha realizou turnês pelo Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa, além de participar de diversas gravações da Osesp pelos selos Bis, Naxos e Chandos. O primeiro trabalho solo de Dissenha - CD Carambola - foi descrito no International Trumpet Guild como ?um disco maravilhoso?. Como camerista, Fernando Dissenha integra o Quinteto de Metais São Paulo, que já realizou apresentações no Festival Lake Luzerne (EUA) e nos festivais de Campos do Jordão, Curitiba, Goiânia e Maringá. Em 2013 esse grupo gravou o CD Música Brasileira para Quinteto de Metais. Dissenha foi solista da New York String Orchestra, no Carnegie Hall. O jornal The New York Times classificou a sua participação como ?uma performance brilhante e virtuosa?. Como vencedor do Juilliard?s Trumpet Concerto Competition (1993), Dissenha executou o Concerto de Hummel. Atuou também em Nova York como instrumentista convidado do American Brass Quintet e com maestros como Leonard Slatkin, Gerard Schwarz, Stanislaw Skrowaczewsky, Denis Russel-Davis, Kurt Masur, Sidney Harth e Otto-Werner Mueller. Apresentou-se como solista da Orquestra Sinfônica da Venezuela e de diversas orquestras brasileiras. Por dez anos foi trompetista da Orquestra Sinfônica do Paraná. Mestre pela Juilliard School - onde foi aluno de Chris Gekker e Mark Gould -, Fernando Dissenha é professor na Faculdade Cantareira e na Academia de Música da Osesp. Dissenha já ministrou cursos e master classes na Universidade de Maryland (EUA), em Medellín (Colômbia), em diversas capitais do Brasil, e nos festivais de Campos do Jordão, Jaraguá do Sul, Curitiba, Londrina e Gramado. Atuou também como professor de trompete na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap/Unespar), na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP) e no Conservatório de Tatuí. Desde 2007, Fernando Dissenha é Trumpet Clinician da Yamaha Musical do Brasil, e apresenta recitais e workshops no país dentro do projeto Sopro Novo Bandas. Dissenha é o autor do Caderno de Trompete Yamaha, lançado em 2008 pela Editora Irmãos Vitale. Dissenha foi aluno de Edgar Batista dos Santos (São Paulo), Antônio Aparício Guimarães na Embap (Curitiba), e Pedro Vital, na Banda do Rotary International de São José dos Pinhais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fernando Luis Dissenha
Nome em citações bibliográficas
DISSENHA, F. L.

Endereço


Endereço Profissional
Fundação OSESP.
Rua Mauá,51 2º Andar
Campos Elíseos
01028900 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 33679627
URL da Homepage: http://www.osesp.art.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Música.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Os trompetistas e o repertório da Osesp nas temporadas de concerto de 1977 a 1980, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Flávia Camargo Toni.
1994 - 1996
Mestrado em Orchestral Instruments/Trumpet.
Juilliard School, J.S., Estados Unidos.
Título: Performance/Recital,Ano de Obtenção: 1996.
Orientador: Chris Gekker/Mark Gould.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
1992 interrompida
Aperfeiçoamento interrompido em 1993 em Artist Diploma in Trumpet. (Carga Horária: 180h).
University Of Hartford, U.H., Estados Unidos.
Título: Performance/Recital. Ano de finalização: 1993.
Orientador: Chris Gekker.
Bolsista do(a): Fundação VITAE, VITAE, Brasil.
Ano de interrupção: 1993
1987 - 1990
Graduação em Bacharelado em Trompete.
Escola de Música e Belas Artes do Paraná, EMBAP, Brasil.
Título: Recital.
Orientador: Antonio Aparício Guimarães.




Formação Complementar


1991 - 1991
Festival de Anzio. (Carga horária: 30h).
Accademia Musicale Internazionale, Itália.


Atuação Profissional



Fundação OSESP, OSESP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Músico Cateoria I, Carga horária: 30
Outras informações
Integrante da Osesp desde agosto de 1997. Ingressou por meio de concurso público internacional.


Associação João Meinberg de Ensino de São Paulo, AJMESP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - Atual
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor de Trompete, Carga horária: 8
Outras informações
Implementou o Bacharelado em Trompete e o respectivo programa do curso, em 2004.


Academia de Música da Fundação OSESP, AMFO, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Contrato de prestação de serviços, Carga horária: 2


Yamaha Musical do Brasil, YMDB, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Clinician e Recitalista, Enquadramento Funcional: Clinician e Recitalista


Guri Santa Marcelina, GSM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Consultor Musical, Enquadramento Funcional: Consultor Musical
Outras informações
Treinamento dos professores de trompete e elaboração do material didático para oito semestres.


Escola de Música e Belas Artes do Paraná, EMBAP, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 2008
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Auxiliar I, Carga horária: 20


Conservatório de Tatuí, CDMCDC, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Professor de trompete, Enquadramento Funcional: Professor convidado, Carga horária: 1


Escola de Música do Estado de São Paulo, EMESP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor de música IV, Carga horária: 8


Fundação Teatro Guaíra, FTG, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1998
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Trompetista - Orquestra Sinfônica do Paraná, Carga horária: 30



Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Música.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2017
Homenagem no Congresso Nacional Sopro Novo - 10 anos de atividades., Yamaha Musical do Brasil.
2011
Prêmio ProAC para gravação do CD "Música Brasileira para Quinteto de Metais"., Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo..
1995
Bicho do Paraná - Campanha publicitária na TV, Banco Bamerindus e Rede Paranaense de Televisão.
1994
Bolsa de Estudos para Mestrado na Juilliard School, NY/EUA., CAPES.
1992
Bolsa de Estudos para Aperfeiçoamento na Hartford University, CT/EUA., Fundação VITAE.
1991
Vencedor do Concurso Nacional para Jovens Solistas, EPTV.
1990
Concurso Jovens Solistas, Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
DISSENHA, F. L.. Caderno de Trompete Yamaha. São Paulo: Irmãos Vitale, 2008. v. 1. 38p .

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
DISSENHA, F. L.. Entrevista com Fernando Dissenha. Folha Sinfônica, São Paulo, p. 32 - 33, 01 ago. 2017.

2.
DISSENHA, F. L.. The São Paulo Symphony Orchestra, Featuring Fernando Dissenha. International Trumpet Guild - Orchestra Section Profile, 2688, Davenport, IA 52809-2688, p. 85 - 92, 01 out. 2013.

3.
DISSENHA, F. L.. Entrevista com Fernando Dissenha. Revista Sax & Metais, São Paulo, p. 18 - 19, 01 jan. 2008.

4.
DISSENHA, F. L.. Respiração. Revista Sax&Metais, São Paulo, p. 46 - 47, 01 ago. 2007.

5.
DISSENHA, F. L.. Osesp surpreende em turnê pela Europa. Magníficas BR - Bandas & Orquestras, Porto União/SC, p. 07 - 07, 01 jan. 2004.

6.
DISSENHA, F. L.. Entrevista com Fernando Dissenha. Magníficas BR - Bandas & Orquestras, Porto União/SC, p. 12 - 13, 01 jun. 2003.

7.
DISSENHA, F. L.. Embocadura. Revista Magníficas, 01 mar. 2003.

Apresentações de Trabalho
1.
DISSENHA, F. L.. Palestra. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
ALCÂNTARA, ALEXANDRE DE ; DISSENHA, F. L. . Odontologia para Músicos de Sopro. Jundiaí: Keyboard Editora Musical, 2014 (Contracapa de livro).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
DISSENHA, F. L.. Vídeo 'Instrumentos da Orquestra - Conhecendo a OSESP'. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
DISSENHA, F. L.. Pré Estreia 2012. 2012.

3.
DISSENHA, F. L.. Pre Estreia 2011. 2011.

4.
DISSENHA, F. L.. Ideias Musicais - Diário de um metaleiro. 2011. (Programa de rádio ou TV/Outra).


Demais tipos de produção técnica
1.
DISSENHA, F. L.. Professor de Trompete no 49º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão De. 2018. .

2.
DISSENHA, F. L.. Professor de Trompete no Festival de Música de Santa Catarina FEMUSC. 2018. .

3.
DISSENHA, F. L.. Festival de Música de Santa Catarina - FEMUSC. 2017. .

4.
DISSENHA, F. L.. I Master class de Trompete. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
DISSENHA, F. L.. 48o Festival de Inverno de Campos do Jordão. 2017. .

6.
DISSENHA, F. L.. 3o Festival de Música de Maringá. 2017. .

7.
DISSENHA, F. L.. 34a Oficina de Música de Curitiba. 2016. .

8.
DISSENHA, F. L.. 47o Festival de Inverno de Campos do Jordão. 2016. .

9.
DISSENHA, F. L.. Master class de Trompete. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
DISSENHA, F. L.. Master class de Trompete. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
DISSENHA, F. L.. 33a Oficina de Música de Curitiba. 2015. .

12.
DISSENHA, F. L.. Festival de Música de Santa Catarina - FEMUSC. 2015. .

13.
DISSENHA, F. L.. I Master class de Trompete Itego Basileu França. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
DISSENHA, F. L.. 2o Congresso Sopro Novo Yamaha. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

15.
DISSENHA, F. L.. 46o Festival de Inverno de Campos do Jordão. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

16.
DISSENHA, F. L.. 1o Congresso Sopro Novo Yamaha. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

17.
DISSENHA, F. L.. 1o Concurso Latinoamericano de Trompete Eric Aubier. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

18.
DISSENHA, F. L.. Masters com os Masters da Osesp. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

19.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

20.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

21.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

22.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

23.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

24.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

25.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

26.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

27.
DISSENHA, F. L.. Oficina OSESP Itinerante. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

28.
DISSENHA, F. L.. XIX Festival de Inverno - Domingos Martins/ES. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

29.
DISSENHA, F. L.. 9o Encontro Nacional Sopro Novo Yamaha. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

30.
DISSENHA, F. L.. Coreto Paulista - Festival de Inverno. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

31.
DISSENHA, F. L.. Festival de Inverno de Domingos Martins. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

32.
DISSENHA, F. L.. Festival de Inverno de Campos do Jordão. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

33.
DISSENHA, F. L.. Festival de Inverno de Campos do Jordão. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

34.
DISSENHA, F. L.. FEMUSC. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

35.
DISSENHA, F. L.. Festival de Inverno de Campos do Jordão. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

36.
DISSENHA, F. L.. FEMUSC. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

37.
DISSENHA, F. L.. Workshop - University of Maryland. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

38.
DISSENHA, F. L.. Verões Musicais. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

39.
DISSENHA, F. L.. Festival de Inverno de Campos do Jordão. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

40.
DISSENHA, F. L.. Oficina de Música de Curitiba. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Produção artística/cultural
Música
1.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 7 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

2.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 7 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

3.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 7 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

4.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/FEMUSC - WAGNER Idílio de Siegfried ? Regência de ALEX KLEIN. 2018. Interpretação.

5.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/FEMUSC -STRAVINSKY História do Soldado ? Regência de ANDRÉ DOS SANTOS. 2018. Interpretação.

6.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 3 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

7.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 3 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

8.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 3 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

9.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 3 ? Regência de ROBERTO TIBIRIÇÁ. 2018. Interpretação.

10.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera ? Regência de Robert TREVIÑO. 2018. Interpretação.

11.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera ? Regência de Robert TREVIÑO. 2018. Interpretação.

12.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera ? Regência de Robert TREVIÑO. 2018. Interpretação.

13.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera ? Regência de Robert TREVIÑO. 2018. Interpretação.

14.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Assim Falou Zaratustra, Op.30 ? Regência de CLÁUDIO CRUZ. 2018. Interpretação.

15.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Assim Falou Zaratustra, Op.30 ? Regência de CLÁUDIO CRUZ. 2018. Interpretação.

16.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Assim Falou Zaratustra, Op.30 ? Regência de CLÁUDIO CRUZ. 2018. Interpretação.

17.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Nikolai RIMSKY-KORSAKOV Sheherazade, Op.35 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

18.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Nikolai RIMSKY-KORSAKOV Sheherazade, Op.35 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

19.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Nikolai RIMSKY-KORSAKOV Sheherazade, Op.35 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

20.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Pyotr Il'yich TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 6 em si menor, Op.74 ? Patética ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

21.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Pyotr Il'yich TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 6 em si menor, Op.74 ? Patética ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

22.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Pyotr Il'yich TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 6 em si menor, Op.74 ? Patética ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

23.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Pyotr Il'yich TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 6 em si menor, Op.74 ? Patética ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

24.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Antonio VIVALDI - Gloria ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

25.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Antonio VIVALDI - Gloria ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

26.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Antonio VIVALDI - Gloria ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

27.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - César FRANCK Sinfonia em Ré Menor, Op.48 ? Regência de LOUIS LANGRÉE. 2018. Interpretação.

28.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - César FRANCK Sinfonia em Ré Menor, Op.48 ? Regência de LOUIS LANGRÉE. 2018. Interpretação.

29.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - César FRANCK Sinfonia em Ré Menor, Op.48 ? Regência de LOUIS LANGRÉE. 2018. Interpretação.

30.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Don Juan, Op.20 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

31.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Don Juan, Op.20 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

32.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Don Juan, Op.20 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

33.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Sinfonia Alpina, Op.64 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

34.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Sinfonia Alpina, Op.64 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

35.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Sinfonia Alpina, Op.64 ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

36.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - ALEXANDER SHELLEYRichard STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - Regência de ALEXANDER SHELLEY. 2018. Interpretação.

37.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - ALEXANDER SHELLEYRichard STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - Regência de ALEXANDER SHELLEY. 2018. Interpretação.

38.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard WAGNER O Anel - Uma Aventura Orquestral ? Regência de MARKUS STENZ. 2018. Interpretação.

39.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard WAGNER O Anel - Uma Aventura Orquestral ? Regência de MARKUS STENZ. 2018. Interpretação.

40.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Richard WAGNER O Anel - Uma Aventura Orquestral ? Regência de MARKUS STENZ. 2018. Interpretação.

41.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Claude DEBUSSY Noturnos ? Regência de MARKUS STENZ. 2018. Interpretação.

42.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Claude DEBUSSY Noturnos ? Regência de MARKUS STENZ. 2018. Interpretação.

43.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Claude DEBUSSY Noturnos ? Regência de MARKUS STENZ. 2018. Interpretação.

44.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ Sinfonia Fantástica, Op.14 ? Regência de THIERRY FISCHER. 2018. Interpretação.

45.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ Sinfonia Fantástica, Op.14 ? Regência de THIERRY FISCHER. 2018. Interpretação.

46.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ Sinfonia Fantástica, Op.14 ? Regência de THIERRY FISCHER. 2018. Interpretação.

47.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 4, Op.29 - A Inextinguível ? Regência de ARVO VOLMER. 2018. Interpretação.

48.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 4, Op.29 - A Inextinguível ? Regência de ARVO VOLMER. 2018. Interpretação.

49.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 4, Op.29 - A Inextinguível ? Regência de ARVO VOLMER. 2018. Interpretação.

50.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DVORÁK Sinfonia nº 9 em mi menor, Op.95 - Do Novo Mundo ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

51.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DVORÁK Sinfonia nº 9 em mi menor, Op.95 - Do Novo Mundo ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

52.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DVORÁK Sinfonia nº 9 em mi menor, Op.95 - Do Novo Mundo ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

53.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DVORÁK Sinfonia nº 9 em mi menor, Op.95 - Do Novo Mundo ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

54.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS O Cavaleiro da Rosa, Op.59: Suíte ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

55.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS O Cavaleiro da Rosa, Op.59: Suíte ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

56.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS O Cavaleiro da Rosa, Op.59: Suíte ? Regência de MARIN ALSOP. 2018. Interpretação.

57.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART Sinfonia nº 36 em Dó maior, KV 425 - Linz ? Regência de NEIL THOMSON. 2018. Interpretação.

58.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART Sinfonia nº 38 em Ré maior, KV 504 - Praga ? Regência de NEIL THOMSON. 2018. Interpretação.

59.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART Sinfonia nº 39 em Mi bemol maior, KV 543 ? Regência de NEIL THOMSON. 2018. Interpretação.

60.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART Sinfonia nº 41 em Dó maior, KV 551 ? Júpiter ? Regência de NEIL THOMSON. 2018. Interpretação.

61.
DISSENHA, F. L.. Concertos como solista//OSESP - SHOSTAKOVICH Concerto nº 1 para Piano e Trompete em dó menor, Op.35 ? Regência de VALENTINA PELEGGI. 2018. Interpretação.

62.
DISSENHA, F. L.. Concertos como solista//OSESP - SHOSTAKOVICH Concerto nº 1 para Piano e Trompete em dó menor, Op.35 ? Regência de VALENTINA PELEGGI. 2018. Interpretação.

63.
DISSENHA, F. L.. Concertos como solista//OSESP - SHOSTAKOVICH Concerto nº 1 para Piano e Trompete em dó menor, Op.35 ? Regência de VALENTINA PELEGGI. 2018. Interpretação.

64.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY Petrouchka (1947) ? Regência de GIANCARLO GUERRERO. 2018. Interpretação.

65.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY Petrouchka (1947) ? Regência de GIANCARLO GUERRERO. 2018. Interpretação.

66.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY Petrouchka (1947) ? Regência de GIANCARLO GUERRERO. 2018. Interpretação.

67.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRUCKNER Sinfonia no 7 ? Regência de GIANCARLO GUERRERO. 2018. Interpretação.

68.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRUCKNER Sinfonia no 7 ? Regência de GIANCARLO GUERRERO. 2018. Interpretação.

69.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRUCKNER Sinfonia no 7 ? Regência de GIANCARLO GUERRERO. 2018. Interpretação.

70.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Leonora nº 3 ? Regência de JOSÉ SOARES. 2018. Interpretação.

71.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/Quinteto de Metais São Paulo - LACERDA - Fantasia e Rondó. 2018. Interpretação.

72.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHAVEZ: Sinfonia India - regência de Giancarlo Guerrero. 2017. Interpretação.

73.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 7 em Dó maior, Op.60 - Leningrado - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

74.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN Fancy Free - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

75.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Manfred, Op.58 - Sinfonia em Quatro Quadros - regência de OMER MEIR WELLBER. 2017. Interpretação.

76.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY Images - regência de ENRIQUE MAZZOLA. 2017. Interpretação.

77.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SIBELIUS Sinfonia nº 4 em lá menor, Op.6 - regência de ARVO VOLMER. 2017. Interpretação.

78.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MUSSORGSKY (Mignone) Quadros de uma Exposição - regência de FABIO MECHETTI. 2017. Interpretação.

79.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 4 em dó menor, Op.43 - regência de ROBERT TREVIÑO. 2017. Interpretação.

80.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY La Mer - regência de ARVO VOLMER. 2017. Interpretação.

81.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 6 em lá menor - Trágica - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

82.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

83.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2017. Interpretação.

84.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista/Duo Heritage - EWAZEN: Pastorale. 2017. Interpretação.

85.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - EWALD: Quinteto de Metais nº 1. 2017. Interpretação.

86.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - POULENC: Trio. 2017. Interpretação.

87.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MUSSORGSKY (Mignone) Quadros de uma Exposição - regência de FABIO MECHETTI. 2017. Interpretação.

88.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MUSSORGSKY (Mignone) Quadros de uma Exposição - regência de FABIO MECHETTI. 2017. Interpretação.

89.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Manfred, Op.58 - Sinfonia em Quatro Quadros - regência de OMER MEIR WELLBER. 2017. Interpretação.

90.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Manfred, Op.58 - Sinfonia em Quatro Quadros - regência de OMER MEIR WELLBER. 2017. Interpretação.

91.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Manfred, Op.58 - Sinfonia em Quatro Quadros - regência de OMER MEIR WELLBER. 2017. Interpretação.

92.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

93.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

94.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

95.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN Fancy Free - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

96.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN Fancy Free - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

97.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN Fancy Free - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

98.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHAVEZ: Sinfonia India - regência de Giancarlo Guerrero. 2017. Interpretação.

99.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHAVEZ: Sinfonia India - regência de Giancarlo Guerrero. 2017. Interpretação.

100.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY Images - regência de ENRIQUE MAZZOLA. 2017. Interpretação.

101.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY Images - regência de ENRIQUE MAZZOLA. 2017. Interpretação.

102.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY Images - regência de ENRIQUE MAZZOLA. 2017. Interpretação.

103.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY La Mer - regência de ARVO VOLMER. 2017. Interpretação.

104.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY La Mer - regência de ARVO VOLMER. 2017. Interpretação.

105.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY La Mer - regência de ARVO VOLMER. 2017. Interpretação.

106.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 6 em lá menor - Trágica - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

107.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 6 em lá menor - Trágica - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

108.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 4 em dó menor, Op.43 - regência de ROBERT TREVIÑO. 2017. Interpretação.

109.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 4 em dó menor, Op.43 - regência de ROBERT TREVIÑO. 2017. Interpretação.

110.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 7 em Dó maior, Op.60 - Leningrado - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

111.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 7 em Dó maior, Op.60 - Leningrado - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

112.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 7 em Dó maior, Op.60 - Leningrado - regência de Marin Alsop. 2017. Interpretação.

113.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SIBELIUS Sinfonia nº 4 em lá menor, Op.6 - regência de ARVO VOLMER. 2017. Interpretação.

114.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SIBELIUS Sinfonia nº 4 em lá menor, Op.6 - regência de ARVO VOLMER. 2017. Interpretação.

115.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHAVEZ: Sinfonia India - regência de Giancarlo Guerrero. 2017. Interpretação.

116.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHIN: Concerto para Violoncelo - Regência de Ilan Volkov. 2017. Interpretação.

117.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHIN: Concerto para Violoncelo - Regência de Ilan Volkov. 2017. Interpretação.

118.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHIN: Concerto para Violoncelo - Regência de Ilan Volkov. 2017. Interpretação.

119.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WAGNER Tristão e Isolda: Ato 2 - regência de Sir Richard Armstrong. 2017. Interpretação.

120.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WAGNER Tristão e Isolda: Ato 2 - regência de Sir Richard Armstrong. 2017. Interpretação.

121.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WAGNER Tristão e Isolda: Ato 2 - regência de Sir Richard Armstrong. 2017. Interpretação.

122.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PENDERECKI Sinfonia nº 4 - Adagio ? Regência de KRZYSZTOF PENDERECKI. 2017. Interpretação.

123.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PENDERECKI Sinfonia nº 4 - Adagio ? Regência de KRZYSZTOF PENDERECKI. 2017. Interpretação.

124.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PENDERECKI Sinfonia nº 4 - Adagio ? Regência de KRZYSZTOF PENDERECKI. 2017. Interpretação.

125.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART O Empresário, KV 486 - regência de EMMANUELE BALDINI. 2017. Interpretação.

126.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART O Empresário, KV 486 - regência de EMMANUELE BALDINI. 2017. Interpretação.

127.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART O Empresário, KV 486 - regência de EMMANUELE BALDINI. 2017. Interpretação.

128.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MOZART O Empresário, KV 486 - regência de EMMANUELE BALDINI. 2017. Interpretação.

129.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRITTEN War Requiem, Op.66 - Regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

130.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRITTEN War Requiem, Op.66 - Regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

131.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRITTEN War Requiem, Op.66 - Regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

132.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

133.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

134.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

135.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY O Lago dos Cisnes - 2º Ato - regência de Roberto Tibiriçá. 2017. Interpretação.

136.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY O Lago dos Cisnes - 2º Ato - regência de Roberto Tibiriçá. 2017. Interpretação.

137.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY O Lago dos Cisnes - 2º Ato - regência de Roberto Tibiriçá. 2017. Interpretação.

138.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHERUBINI Sinfonia em Ré maior - regência de BRUNO PROCÖPIO. 2017. Interpretação.

139.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHERUBINI Sinfonia em Ré maior - regência de BRUNO PROCÖPIO. 2017. Interpretação.

140.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - CHERUBINI Sinfonia em Ré maior - regência de BRUNO PROCÖPIO. 2017. Interpretação.

141.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 9 em Ré maior ? Regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

142.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 9 em Ré maior ? Regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

143.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 9 em Ré maior ? Regência de MARIN ALSOP. 2017. Interpretação.

144.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior - Titã - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

145.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VERDI Missa de Réquiem - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

146.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MENDELSSOHN Sinfonia nº 4 em Lá maior, Op.90 - Italian - regência de ALEXANDER LIEBREICH. 2016. Interpretação.

147.
DISSENHA, F. L.. Concertos e gravação como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 7 em dó sustenido menor, Op.13 - regência de Marin Alsop. 2016. Registro Fonográfico.

148.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RACHMANINOV Danças Sinfônicas, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

149.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DUTILLEUX Métaboles - regência de HEINZ HOLLIGER. 2016. Interpretação.

150.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Choros nº 10 - Rasga o Coração - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

151.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 5 em ré menor, Op.4 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

152.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Concerto para Violino e Violoncelo em lá menor, Op.102 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

153.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera - regência de Giancarlo Guerrero. 2016. Interpretação.

154.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 5 em ré menor, Op.4 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

155.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RACHMANINOV Danças Sinfônicas, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

156.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RACHMANINOV Danças Sinfônicas, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

157.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUBERT Sinfonia nº 4 em dó menor, D 417 - Trágica - regência de NATHALIE STUTZMANN. 2016. Interpretação.

158.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN: Concertos de Piano - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

159.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BARTÓK Concerto para Orquestra - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

160.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 6 em si menor, Op.54 - regência de Carlos Miguel Prieto. 2016. Interpretação.

161.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VAUGHAN WILLIAMS Sinfonia nº 6 em mi menor - regência de Sir Richard Armstrong. 2016. Interpretação.

162.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RESPIGHI Pinheiros de Roma - regência de Valentina Peleggi. 2016. Interpretação.

163.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN 1600 Pennsylvania Avenue: Suíte - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

164.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista/Duo Heritage - Ewazen: Pastorale. 2016. Interpretação.

165.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - STRAVINSKY: Octeto. 2016. Interpretação.

166.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2016. Interpretação.

167.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2016. Interpretação.

168.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2016. Interpretação.

169.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior - Titã - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

170.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior - Titã - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

171.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior - Titã - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

172.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VERDI Missa de Réquiem - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

173.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VERDI Missa de Réquiem - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

174.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MENDELSSOHN Sinfonia nº 4 em Lá maior, Op.90 - Italian - regência de ALEXANDER LIEBREICH. 2016. Interpretação.

175.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MENDELSSOHN Sinfonia nº 4 em Lá maior, Op.90 - Italian - regência de ALEXANDER LIEBREICH. 2016. Interpretação.

176.
DISSENHA, F. L.. Concertos e gravação como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 7 em dó sustenido menor, Op.13 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

177.
DISSENHA, F. L.. Concertos e gravação como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 7 em dó sustenido menor, Op.13 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

178.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RACHMANINOV Danças Sinfônicas, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

179.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RACHMANINOV Danças Sinfônicas, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

180.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DUTILLEUX Métaboles - regência de HEINZ HOLLIGER. 2016. Interpretação.

181.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DUTILLEUX Métaboles - regência de HEINZ HOLLIGER. 2016. Interpretação.

182.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Choros nº 10 - Rasga o Coração - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

183.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Choros nº 10 - Rasga o Coração - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

184.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 5 em ré menor, Op.4 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

185.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 5 em ré menor, Op.4 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

186.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 5 em ré menor, Op.4 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

187.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera - regência de Giancarlo Guerrero. 2016. Interpretação.

188.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera - regência de Giancarlo Guerrero. 2016. Interpretação.

189.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY A Sagração da Primavera - regência de Giancarlo Guerrero. 2016. Interpretação.

190.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 5 em ré menor, Op.4 - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

191.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUBERT Sinfonia nº 4 em dó menor, D 417 - Trágica - regência de NATHALIE STUTZMANN. 2016. Interpretação.

192.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUBERT Sinfonia nº 4 em dó menor, D 417 - Trágica - regência de NATHALIE STUTZMANN. 2016. Interpretação.

193.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN: Concertos de Piano - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

194.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN: Concertos de Piano - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

195.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BARTÓK Concerto para Orquestra - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

196.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BARTÓK Concerto para Orquestra - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

197.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 6 em si menor, Op.54 - regência de Carlos Miguel Prieto. 2016. Interpretação.

198.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 6 em si menor, Op.54 - regência de Carlos Miguel Prieto. 2016. Interpretação.

199.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VAUGHAN WILLIAMS Sinfonia nº 6 em mi menor - regência de Sir Richard Armstrong. 2016. Interpretação.

200.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VAUGHAN WILLIAMS Sinfonia nº 6 em mi menor - regência de Sir Richard Armstrong. 2016. Interpretação.

201.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VAUGHAN WILLIAMS Sinfonia nº 6 em mi menor - regência de Sir Richard Armstrong. 2016. Interpretação.

202.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RESPIGHI Pinheiros de Roma - regência de Valentina Peleggi. 2016. Interpretação.

203.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RESPIGHI Pinheiros de Roma - regência de Valentina Peleggi. 2016. Interpretação.

204.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN 1600 Pennsylvania Avenue: Suíte - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

205.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN 1600 Pennsylvania Avenue: Suíte - regência de Marin Alsop. 2016. Interpretação.

206.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Prokofiev: Sinfonia no 06 - Marin Alsop/Naxos. 2015. Registro Fonográfico.

207.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 4, Op.29 - A Inextinguível - regência de THOMAS DAUSGAARD. 2015. Interpretação.

208.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Salomé, Op.54: Parte 2 - regência de THOMAS DAUSGAARD. 2015. Interpretação.

209.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - HOLST Os Planetas, Op.32 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

210.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS O Cavaleiro da Rosa, Op.59: Suíte - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

211.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ESTÉVEZ Cantata Criolla - regência de Giancarlo Guerrero. 2015. Interpretação.

212.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de Jaime Martin. 2015. Interpretação.

213.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 9 em Mi bemol maior, Op.70 - regência de Arvo Volmer. 2015. Interpretação.

214.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHOENBERG Gurre-Lieder - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2015. Interpretação.

215.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Ciclo de Sinfonias de Brahms - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

216.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - POULENC: Gloria - regência de RAGNAR BOHLIN. 2015. Interpretação.

217.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 6 em si menor, Op.74 - Patética - regência de Valentina Peleggi. 2015. Interpretação.

218.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCRIABIN Sinfonia nº 4, Op.54 - O Poema do Êxtas - regência de NEIL THOMSON. 2015. Interpretação.

219.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - regência de FABIO MECHETTI. 2015. Interpretação.

220.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY La Me - regência de Celso Antunes. 2015. Interpretação.

221.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 4 em Sol maior - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

222.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - MOZART: Ária da Rainha da Noite. 2015. Interpretação.

223.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Shostakovich: Concerto para Piano e Trompete. 2015. Interpretação.

224.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 5 em dó sustenido menor - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

225.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 5 em dó sustenido menor - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

226.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 5 em dó sustenido menor - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

227.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - KODÁLY Variações sobre uma Canção Húngara - O Pavão - regência de KRISTJAN JÄRVI. 2015. Interpretação.

228.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - KODÁLY Variações sobre uma Canção Húngara - O Pavão - regência de KRISTJAN JÄRVI. 2015. Interpretação.

229.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - KODÁLY Variações sobre uma Canção Húngara - O Pavão - regência de KRISTJAN JÄRVI. 2015. Interpretação.

230.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RAVEL La Valse - regência de Valentina Peleggi. 2015. Interpretação.

231.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RAVEL La Valse - regência de Valentina Peleggi. 2015. Interpretação.

232.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RAVEL La Valse - regência de Valentina Peleggi. 2015. Interpretação.

233.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - RAVEL La Valse - regência de Valentina Peleggi. 2015. Interpretação.

234.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 6 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

235.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 6 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

236.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 6 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

237.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ Sinfonia Fantástica, Op.14 - regência de STÉPHANE DENÈVE. 2015. Interpretação.

238.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ Sinfonia Fantástica, Op.14 - regência de STÉPHANE DENÈVE. 2015. Interpretação.

239.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ Sinfonia Fantástica, Op.14 - regência de STÉPHANE DENÈVE. 2015. Interpretação.

240.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ Sinfonia Fantástica, Op.14 - regência de STÉPHANE DENÈVE. 2015. Interpretação.

241.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 4, Op.29 - A Inextinguível - regência de THOMAS DAUSGAARD. 2015. Interpretação.

242.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 4, Op.29 - A Inextinguível - regência de THOMAS DAUSGAARD. 2015. Interpretação.

243.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 4, Op.29 - A Inextinguível - regência de THOMAS DAUSGAARD. 2015. Interpretação.

244.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Salomé, Op.54: Parte 2 - regência de THOMAS DAUSGAARD. 2015. Interpretação.

245.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Salomé, Op.54: Parte 2 - regência de THOMAS DAUSGAARD. 2015. Interpretação.

246.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - HOLST Os Planetas, Op.32 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

247.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - HOLST Os Planetas, Op.32 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

248.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - HOLST Os Planetas, Op.32 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

249.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS O Cavaleiro da Rosa, Op.59: Suíte - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

250.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS O Cavaleiro da Rosa, Op.59: Suíte - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

251.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS O Cavaleiro da Rosa, Op.59: Suíte - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

252.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ESTÉVEZ Cantata Criolla - regência de Giancarlo Guerrero. 2015. Interpretação.

253.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ESTÉVEZ Cantata Criolla - regência de Giancarlo Guerrero. 2015. Interpretação.

254.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ESTÉVEZ Cantata Criolla - regência de Giancarlo Guerrero. 2015. Interpretação.

255.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de Jaime Martin. 2015. Interpretação.

256.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de Jaime Martin. 2015. Interpretação.

257.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de Jaime Martin. 2015. Interpretação.

258.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 9 em Mi bemol maior, Op.70 - regência de Arvo Volmer. 2015. Interpretação.

259.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 9 em Mi bemol maior, Op.70 - regência de Arvo Volmer. 2015. Interpretação.

260.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHOENBERG Gurre-Lieder - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2015. Interpretação.

261.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHOENBERG Gurre-Lieder - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2015. Interpretação.

262.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Ciclo de Sinfonias de Brahms - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

263.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Ciclo de Sinfonias de Brahms - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

264.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Ciclo de Sinfonias de Brahms - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

265.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Concerto para Violino e Violoncelo em lá menor, Op.102 - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

266.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - Ciclo de Sinfonias de Brahms - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

267.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - POULENC: Gloria - regência de RAGNAR BOHLIN. 2015. Interpretação.

268.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - POULENC: Gloria - regência de RAGNAR BOHLIN. 2015. Interpretação.

269.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCRIABIN Sinfonia nº 4, Op.54 - O Poema do Êxtas - regência de NEIL THOMSON. 2015. Interpretação.

270.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCRIABIN Sinfonia nº 4, Op.54 - O Poema do Êxtas - regência de NEIL THOMSON. 2015. Interpretação.

271.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - regência de FABIO MECHETTI. 2015. Interpretação.

272.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Uma Vida de Herói, Op.40 - regência de FABIO MECHETTI. 2015. Interpretação.

273.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY La Me - regência de Celso Antunes. 2015. Interpretação.

274.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DEBUSSY La Me - regência de Celso Antunes. 2015. Interpretação.

275.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 4 em Sol maior - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

276.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 4 em Sol maior - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

277.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 4 em Sol maior - regência de Marin Alsop. 2015. Interpretação.

278.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2015. Interpretação.

279.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Villa Lobos: Sinfonia no 12 e Uirapuru - Karabtchevsky/Naxos. 2014. Registro Fonográfico.

280.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Prokofiev: Sinfonia no. 1 e Suite Cita - Marin Alsop/Naxos. 2014. Registro Fonográfico.

281.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Petrouchka (1947): Yan Pascal Tortelier/Chandos. 2014. Registro Fonográfico.

282.
DISSENHA, F. L.. Gravação para TV Cultura. 2014. Registro Fonográfico.

283.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2014. Interpretação.

284.
DISSENHA, F. L.. Jurado - Concurso Intenacional Eric Aubier. 2014. Outra.

285.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Prokofiev: Sinfonia no 03 - Marin Alsop/Naxos. 2014. Registro Fonográfico.

286.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2014. Interpretação.

287.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Cora - Regência de Roberto Tibiriçá. 2014. Interpretação.

288.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Cora - Regência de Roberto Tibiriçá. 2014. Interpretação.

289.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Sinfonia nº 12 - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2014. Interpretação.

290.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Sinfonia nº 12 - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2014. Interpretação.

291.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Ala e Lolli: Suíte Cita, Op.20 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

292.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Ala e Lolli: Suíte Cita, Op.20 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

293.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Ala e Lolli: Suíte Cita, Op.20 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

294.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY Petrouchka (versão 1947) - regência de YAN PASCAL TORTELIER. 2014. Interpretação.

295.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY Petrouchka (versão 1947) - regência de YAN PASCAL TORTELIER. 2014. Interpretação.

296.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAVINSKY Petrouchka (versão 1947) - regência de YAN PASCAL TORTELIER. 2014. Interpretação.

297.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 3 em dó menor, Op.44 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

298.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 3 em dó menor, Op.44 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

299.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 3 em dó menor, Op.44 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

300.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUMANN Sinfonia nº 2 em Dó maior, Op.61 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

301.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUMANN Sinfonia nº 2 em Dó maior, Op.61 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

302.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUMANN Sinfonia nº 2 em Dó maior, Op.61 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

303.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY (Svetlanov) Manfred, Op.58 - Sinfonia em quatro Quadro - regência de Jaime Martin. 2014. Interpretação.

304.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY (Svetlanov) Manfred, Op.58 - Sinfonia em quatro Quadro - regência de Jaime Martin. 2014. Interpretação.

305.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY (Svetlanov) Manfred, Op.58 - Sinfonia em quatro Quadro - regência de Jaime Martin. 2014. Interpretação.

306.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN Candide (versão para concerto 1993) - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

307.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN Candide (versão para concerto 1993) - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

308.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN Candide (versão para concerto 1993) - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

309.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

310.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

311.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

312.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 9 em ré menor, Op.125 - Coral - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

313.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MUSSORGSKY (Ravel) Quadros de uma Exposição - regência de SUSANNA MÄLKKI. 2014. Interpretação.

314.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MUSSORGSKY (Ravel) Quadros de uma Exposição - regência de SUSANNA MÄLKKI. 2014. Interpretação.

315.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MUSSORGSKY (Ravel) Quadros de uma Exposição - regência de SUSANNA MÄLKKI. 2014. Interpretação.

316.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Don Juan, Op.20 - regência de Giancarlo Guerrero. 2014. Interpretação.

317.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Don Juan, Op.20 - regência de Giancarlo Guerrero. 2014. Interpretação.

318.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Don Juan, Op.20 - regência de Giancarlo Guerrero. 2014. Interpretação.

319.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Don Juan, Op.20 - regência de Giancarlo Guerrero. 2014. Interpretação.

320.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

321.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

322.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

323.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

324.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

325.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

326.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

327.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - TCHAIKOVSKY Sinfonia nº 5 em mi menor, Op.64 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

328.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WAGNER Tannhäuser: Abertura e Música de Venusberg (versão Paris - regência de Giancarlo Guerrero. 2014. Interpretação.

329.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WAGNER Tannhäuser: Abertura e Música de Venusberg (versão Paris - regência de Giancarlo Guerrero. 2014. Interpretação.

330.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WAGNER Tannhäuser: Abertura e Música de Venusberg (versão Paris - regência de Giancarlo Guerrero. 2014. Interpretação.

331.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 3 em ré menor - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

332.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 3 em ré menor - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

333.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 3 em ré menor - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

334.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Sinfonia nº 1 em dó menor, Op.68 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

335.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Sinfonia nº 1 em dó menor, Op.68 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

336.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Sinfonia nº 1 em dó menor, Op.68 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

337.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Sinfonia nº 2 em Ré maior, Op.73 - regência de STANISLAW SKROWACZEWSK. 2014. Interpretação.

338.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Sinfonia nº 2 em Ré maior, Op.73 - regência de STANISLAW SKROWACZEWSK. 2014. Interpretação.

339.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Sinfonia nº 2 em Ré maior, Op.73 - regência de STANISLAW SKROWACZEWSK. 2014. Interpretação.

340.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Sinfonia nº 2 em Ré maior, Op.73 - regência de STANISLAW SKROWACZEWSK. 2014. Interpretação.

341.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WALTON Sinfonia nº 1 - regência de SIR RICHARD ARMSTRONG. 2014. Interpretação.

342.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WALTON Sinfonia nº 1 - regência de SIR RICHARD ARMSTRONG. 2014. Interpretação.

343.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - WALTON Sinfonia nº 1 - regência de SIR RICHARD ARMSTRONG. 2014. Interpretação.

344.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ A Danação de Fausto, Op.24 - regência de SIR RICHARD ARMSTRONG. 2014. Interpretação.

345.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ A Danação de Fausto, Op.24 - regência de SIR RICHARD ARMSTRONG. 2014. Interpretação.

346.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERLIOZ A Danação de Fausto, Op.24 - regência de SIR RICHARD ARMSTRONG. 2014. Interpretação.

347.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Bachianas Brasileiras nº 2 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

348.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Bachianas Brasileiras nº 2 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

349.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Bachianas Brasileiras nº 2 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

350.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Bachianas Brasileiras nº 2 - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

351.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ORFF Carmina Burana - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

352.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ORFF Carmina Burana - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

353.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ORFF Carmina Burana - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

354.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ORFF Carmina Burana - regência de Marin Alsop. 2014. Interpretação.

355.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2014. Interpretação.

356.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Villa Lobos: Sinfonia no 10 - Karabtchevsky/Naxos. 2013. Registro Fonográfico.

357.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Almeida Prado: Sinfonia no. 2 - Celso Antunes/Selo Osesp. 2013. Registro Fonográfico.

358.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Till Eulenspiegels lustige Streiche, Op.28 - Regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

359.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Sibelius: Sinfonia no. 1 - Regente:Giancarlo Guerrero. 2013. Interpretação.

360.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

361.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

362.
DISSENHA, F. L.. Gravação/OSESP - Prokofiev: Sinfonia no 02 e Sonhos - Marin Alsop/Naxos. 2013. Registro Fonográfico.

363.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 5 em Si bemol maior, Op.100 - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

364.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

365.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

366.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 5 em Si bemol maior, Op.100 - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

367.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 5 em Si bemol maior, Op.100 - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

368.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

369.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

370.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

371.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN: West Side Story - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

372.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN: West Side Story - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

373.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

374.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERNSTEIN: West Side Story - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

375.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

376.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 5 em Si bemol maior, Op.100 - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

377.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

378.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

379.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

380.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

381.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

382.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

383.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Till Eulenspiegels lustige Streiche, Op.28 - Regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

384.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Till Eulenspiegels lustige Streiche, Op.28 - Regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

385.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Till Eulenspiegels lustige Streiche, Op.28 - Regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

386.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - JANÁCEK Missa Glagolítica - regência de OSMO VÄNSKÄ. 2013. Interpretação.

387.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - JANÁCEK Missa Glagolítica - regência de OSMO VÄNSKÄ. 2013. Interpretação.

388.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - JANÁCEK Missa Glagolítica - regência de OSMO VÄNSKÄ. 2013. Interpretação.

389.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 5, Op.50 - regência de OSMO VÄNSKÄ. 2013. Interpretação.

390.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 5, Op.50 - regência de OSMO VÄNSKÄ. 2013. Interpretação.

391.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 5, Op.50 - regência de OSMO VÄNSKÄ. 2013. Interpretação.

392.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - NIELSEN Sinfonia nº 5, Op.50 - regência de OSMO VÄNSKÄ. 2013. Interpretação.

393.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Um Réquiem Alemão, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

394.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Um Réquiem Alemão, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

395.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BRAHMS Um Réquiem Alemão, Op.45 - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

396.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUMANN Sinfonia nº 1 em Si bemol maior, Op.38 - Primavera - regência de HEINZ HOLLIGER. 2013. Interpretação.

397.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUMANN Sinfonia nº 1 em Si bemol maior, Op.38 - Primavera - regência de HEINZ HOLLIGER. 2013. Interpretação.

398.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SCHUMANN Sinfonia nº 1 em Si bemol maior, Op.38 - Primavera - regência de HEINZ HOLLIGER. 2013. Interpretação.

399.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ROUSSEL Baco e Ariana, Op.43: Suíte nº 2 - regência de STÉPHANE DENÈVE. 2013. Interpretação.

400.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ROUSSEL Baco e Ariana, Op.43: Suíte nº 2 - regência de STÉPHANE DENÈVE. 2013. Interpretação.

401.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ROUSSEL Baco e Ariana, Op.43: Suíte nº 2 - regência de STÉPHANE DENÈVE. 2013. Interpretação.

402.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SIBELIUS Sinfonia nº 1 em mi menor, Op.39 - regência de Giancarlo Guerrero. 2013. Interpretação.

403.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SIBELIUS Sinfonia nº 1 em mi menor, Op.39 - regência de Giancarlo Guerrero. 2013. Interpretação.

404.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SIBELIUS Sinfonia nº 1 em mi menor, Op.39 - regência de Giancarlo Guerrero. 2013. Interpretação.

405.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Sinfonia Doméstica, Op.53 - regência de FRANK SHIPWAY. 2013. Interpretação.

406.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Sinfonia Doméstica, Op.53 - regência de FRANK SHIPWAY. 2013. Interpretação.

407.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - STRAUSS Sinfonia Doméstica, Op.53 - regência de FRANK SHIPWAY. 2013. Interpretação.

408.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERIO Sinfonia para oito Vozes e Orquestra - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

409.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERIO Sinfonia para oito Vozes e Orquestra - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

410.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERIO Sinfonia para oito Vozes e Orquestra - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

411.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BERIO Sinfonia para oito Vozes e Orquestra - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

412.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 10 em mi menor, Op.93 - regência de MICHAIL JUROWSKI. 2013. Interpretação.

413.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 10 em mi menor, Op.93 - regência de MICHAIL JUROWSKI. 2013. Interpretação.

414.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - SHOSTAKOVICH Sinfonia nº 10 em mi menor, Op.93 - regência de MICHAIL JUROWSKI. 2013. Interpretação.

415.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de RAFAEL FRÜHBECK DE BURGOS. 2013. Interpretação.

416.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de RAFAEL FRÜHBECK DE BURGOS. 2013. Interpretação.

417.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de RAFAEL FRÜHBECK DE BURGOS. 2013. Interpretação.

418.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - DE FALLA El Sombrero de Tres Picos: Suítes nº 1 e 2 - regência de RAFAEL FRÜHBECK DE BURGOS. 2013. Interpretação.

419.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 5 em dó menor, Op.67 - regência de RAFAEL FRÜHBECK DE BURGOS. 2013. Interpretação.

420.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 5 em dó menor, Op.67 - regência de RAFAEL FRÜHBECK DE BURGOS. 2013. Interpretação.

421.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - BEETHOVEN Sinfonia nº 5 em dó menor, Op.67 - regência de RAFAEL FRÜHBECK DE BURGOS. 2013. Interpretação.

422.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 2 em ré menor, Op.40 - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

423.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 2 em ré menor, Op.40 - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

424.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 2 em ré menor, Op.40 - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

425.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - LUTOSLAWSKI Concerto para Orquestra - regência de YAN PASCAL TORTELIER. 2013. Interpretação.

426.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - LUTOSLAWSKI Concerto para Orquestra - regência de YAN PASCAL TORTELIER. 2013. Interpretação.

427.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - LUTOSLAWSKI Concerto para Orquestra - regência de YAN PASCAL TORTELIER. 2013. Interpretação.

428.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - LUTOSLAWSKI Concerto para Orquestra - regência de YAN PASCAL TORTELIER. 2013. Interpretação.

429.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ENESCU Sinfonia nº 1 em Mi bemol maior, Op.13 - Regência de LAWRENCE FOSTER. 2013. Interpretação.

430.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ENESCU Sinfonia nº 1 em Mi bemol maior, Op.13 - Regência de LAWRENCE FOSTER. 2013. Interpretação.

431.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - ENESCU Sinfonia nº 1 em Mi bemol maior, Op.13 - Regência de LAWRENCE FOSTER. 2013. Interpretação.

432.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - PROKOFIEV Sinfonia nº 5 em Si bemol maior, Op.100 - regência de Marin Alsop. 2013. Interpretação.

433.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - MAHLER Sinfonia nº 1 em Ré maior ? Titã - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

434.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Sinfonia nº 12 - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2013. Interpretação.

435.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Sinfonia nº 12 - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2013. Interpretação.

436.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VILLA-LOBOS Sinfonia nº 12 - regência de ISAAC KARABTCHEVSKY. 2013. Interpretação.

437.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VARÈSE Amériques - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

438.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VARÈSE Amériques - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

439.
DISSENHA, F. L.. Concertos como primeiro trompete/OSESP - VARÈSE Amériques - Regência de MARIN ALSOP. 2013. Interpretação.

440.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

441.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

442.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

443.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

444.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

445.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

446.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

447.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

448.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

449.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

450.
DISSENHA, F. L.. Atuação como primeiro trompete - Quinteto de Metais São Paulo. 2013. Interpretação.

451.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - VILLANI-CÔRTES: Ponteio das Alterosas. 2012. Interpretação.

452.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - TURRIN: Fandango. 2012. Interpretação.

453.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - VILLANI-CÔRTES: Concerto para Trompete. 2010. Interpretação.

454.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2010. Interpretação.

455.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - ARUTUNIAN: Concerto para Trompete. 2009. Interpretação.

456.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HAYDN: Concerto para Trompete. 2009. Interpretação.

457.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2009. Interpretação.

458.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2009. Interpretação.

459.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - STRAVINSKY: A História do Soldado. 2009. Interpretação.

460.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - SAINT-SAËNS: Septeto. 2009. Interpretação.

461.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - L. MOZART : Concerto para Trompete. 2008. Interpretação.

462.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HUMMEL: Concerto para Trompete. 2008. Interpretação.

463.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HUMMEL: Concerto para Trompete. 2008. Interpretação.

464.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2008. Interpretação.

465.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2008. Interpretação.

466.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2008. Interpretação.

467.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - FRACKENPOHL: Trio de Metais. 2008. Interpretação.

468.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - EWALD: Quinteto de Metais no 1. 2008. Interpretação.

469.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - EWALD: Quinteto de Metais no 1. 2008. Interpretação.

470.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2007. Interpretação.

471.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 2007. Interpretação.

472.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - TELEMANN: Concerto para Trompete. 2004. Interpretação.

473.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - POULENC: Trio. 2003. Interpretação.

474.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - GABRIELI: Canzon Septimi toni no 2. 2001. Interpretação.

475.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HAYDN: Concerto para Trompete. 2000. Interpretação.

476.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HAYDN: Concerto para Trompete. 1999. Interpretação.

477.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HAYDN: Concerto para Trompete. 1999. Interpretação.

478.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - STRAVINSKY: Octeto. 1999. Interpretação.

479.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - B. LACERDA: Hipocampos (estreia mundial). 1998. Interpretação.

480.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - B. LACERDA: Hipocampos (estreia mundial). 1998. Interpretação.

481.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - B. LACERDA: Hipocampos (estreia mundial). 1998. Interpretação.

482.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - POULENC: Trio. 1998. Interpretação.

483.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - COPLAND: Quiet City. 1997. Interpretação.

484.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - LACERDA: Invocação e Ponto para Trompete. 1996. Interpretação.

485.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - POULENC: Trio. 1996. Interpretação.

486.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - VIVALDI: Concerto para Dois Trompetes. 1995. Interpretação.

487.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - LACERDA: Invocação e Ponto para Trompete. 1995. Interpretação.

488.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - BACH: Concerto Brandenburguês no 2. 1995. Interpretação.

489.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 1995. Interpretação.

490.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - EWAZEN: Symphony in Brass. 1995. Interpretação.

491.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - STRAVINSKY: Fanfare for a New Theater. 1995. Interpretação.

492.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - VIVALDI: Concerto para Dois Trompetes. 1994. Interpretação.

493.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - Recital com piano. 1993. Interpretação.

494.
DISSENHA, F. L.. Atuação como camerista - ADLER: Five Movements for Brass Quintet. 1992. Interpretação.

495.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HUMMEL: Concerto para Trompete. 1992. Interpretação.

496.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HAYDN: Concerto para Trompete. 1990. Interpretação.

497.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HAYDN: Concerto para Trompete. 1990. Interpretação.

498.
DISSENHA, F. L.. Atuação como solista - HAYDN: Concerto para Trompete. 1990. Interpretação.



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 ALCÂNTARA, ALEXANDRE DE . Dispositivo Para Análise Das Vibrações Labiais Slimbox. 2012, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020120085615, título: "Dispositivo Para Análise Das Vibrações Labiais Slimbox" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 12/04/2012



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
DISSENHA, F. L.. Processo seletivo para Professor Contratado III (Professor Doutor) para ministrar as aulas de trompete e música de câmara. Candidato: Carlos Afonso Sulpício. 2017. Universidade de São Paulo.

Outras participações
1.
DISSENHA, F. L.. Participou como avaliador na banca para o Prêmio Jovens Solistas da OSESP (2018). 2018.

2.
DISSENHA, F. L.. Banca no Prêmio Machado Meyer - Orquestra Jovem do Estado de São Paulo. 2018. Escola de Música do Estado de São Paulo.

3.
DISSENHA, F. L.. Member of 2020 ITG Conference Artist Committee. 2018. International Trumpet Guild.

4.
DISSENHA, F. L.. Banca para o Prêmio Eleazar de Carvalho - 49º Festival de Inverno e Campos do Jordão. 2018. Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

5.
DISSENHA, F. L.. Audição para novos alunos de metais para a Academia de Música da OSESP. 2018. Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

6.
DISSENHA, F. L.. Banca para Audição de Trompete da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo (OSJESP). 2018. Escola de Música do Estado de São Paulo.

7.
DISSENHA, F. L.. Participou como avaliador na banca para o Prêmio Eleazar de Carvalho, atividade realizada dentro do 48º Festival de Inverno e Campos do Jordão. 2017. Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

8.
DISSENHA, F. L.. Participou como avaliador na banca de metais na Audição para novos alunos para a Academia de Música da OSESP. 2017. Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

9.
DISSENHA, F. L.. Participou com avaliador na banca de metais na Audição Simulada para os alunos da Academia de Música da OSESP. 2017. Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

10.
DISSENHA, F. L.. 1º Concurso Nacional para Trompete Solo ?Prof. Horst Schwebel?.. 2003. Universidade Federal da Bahia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Jazz Trumpet Festival.Prática Integrada. 2018. (Encontro).

2.
2015 International Trumpet Guild Conference. 2015. (Congresso).

3.
Jazz Trumpet Festival.Prática Diária: ideias e sugesrões. 2014. (Encontro).

4.
Terceiro Encontro Nacional da Associação de Trompetistas Brasileiros.Concerto de Abertura. 2010. (Encontro).

5.
Segundo Encontro Nacional da Associação de Trompetistas Brasileiros.Concerto de Abertura. 2009. (Encontro).

6.
Primeiro Encontro Nacional da Associação de Trompetistas Brasileiros.Recital de Abertura. 2008. (Encontro).

7.
Master class com Wynton Marsalis.Concerto para Trompete de Tomasi. 1993. (Outra).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Silvio José Gontijo Spolaore. Performance de Música de Câmara. 1997. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Música do Século XX) - Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Orientador: Fernando Luis Dissenha.



Inovação



Patente
1.
 ALCÂNTARA, ALEXANDRE DE . Dispositivo Para Análise Das Vibrações Labiais Slimbox. 2012, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020120085615, título: "Dispositivo Para Análise Das Vibrações Labiais Slimbox" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 12/04/2012



Outras informações relevantes


Fernando Dissenha integrou a banca de seleção e participou como jurado do programa Pre-Estreia, da TV Cultura de São Paulo, no ano de 2011.

Como consultor pedagógico do Guri Santa Marcelina, produziu oito livros de trompete, que serão editados pela editora do GSM.

Em dezembro de 2011, teve um projeto aprovado pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo que contempla a gravação de um CD de Música Brasileira para Quinteto de Metais.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 19:57:12