Suênia Marcele Vitor de Lima

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9190023918140380
  • Última atualização do currículo em 18/12/2018


Possui graduação em nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco (2013) e mestrado em Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco (2016). Atualmente é estudante de doutorado em Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco (2017-2021) e da pós-graduação Lato Sensu em Nutrição Esportiva Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul (2017-2019). Sua área de pesquisa inclui avaliar as respostas tanto eletrofisiológicas quanto morfológicas da desnutrição perinatal e do efeito re-programador da atividade física voluntária em animais experimentais (ratos Wistar). Tem experiência na área experimental da nutrição, atuando principalmente nos seguintes temas: (1) Neurofisiologia, (2) Nutrição experimental, (3) Desnutrição perinatal e desenvolvimento fisiológico, (4) Treinamento físico e atividade física voluntária, (5) Plasticidade fenotípica, (6) Depressão alastrante cortical, (7) Imunohistoquímica. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Suênia Marcele Vitor de Lima
Nome em citações bibliográficas
VITOR, S. M.;VITOR, SUÊNIA MARCELE;VITOR-DE-LIMA, SUÊNIA MARCELE;VITOR-DE-LIMA, S. M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição.
Universidade Federal de Pernambuco
Cidade Universitária
50670901 - Recife, PE - Brasil
Telefone: (81) 21268470


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em Programa de Pós Graduação em Nutrição.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Atividade física voluntária materna e dieta hipoprotéica: efeito sobre a depressão alastrante cortical e o padrão neuro-glial de imuno-marcação.,
Orientador: Carol Virginia Góis Leandro.
Coorientador: Rubem Carlos Araújo Guedes.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Atividade física voluntária; Desnutrição; Depressão Alastrante Cortical; Imunohistoquímica; Plasticidade Fenotípica.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Desnutrição e Desenvolvimento Fisiológico.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Atividade Física Voluntária.
2014 - 2016
Mestrado em Nutrição.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Ação eletrofisiológica cerebral do glutamato monossódico em ratos em desenvolvimento: o papel da via de administração e do exercício físico sobre a depressão alastrante cortical,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Rubem Carlos Araújo Guedes.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Nutrição; Glutamato Monossódico; Exercício Físico; Depressão Alastrante Cortical.
Grande área: Ciências da Saúde
2017
Especialização em andamento em Nutrição Esportiva Funcional. (Carga Horária: 480h).
Universidade Cruzeiro do Sul, UNICSUL, Brasil.
2009 - 2013
Graduação em nutrição.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2005 - 2007
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Americano Batista, CAB, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Certificação Internacional de Cineantropometria, ISAK ? Nível 1.. (Carga horária: 24h).
International Society for the Advancement of Kinanthropometry, ISAK, Brasil.
2017 - 2017
Bioquímica e Integração Metabólica aplicada à Nutrição Funcional | Módulos. (Carga horária: 36h).
VP Centro de Nutrição Funcional Ltda, VP, Brasil.
2017 - 2017
Bioética e Manejo de Animais de Laboratório. (Carga horária: 21h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2017 - 2017
Curso de procedimentos experimentais em pequenos roedores. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2014 - 2014
Workshop em Registro automático dos comportamentos de roedores expostos a l. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2014 - 2014
Bioestatística Aplicada. (Carga horária: 48h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2013 - 2013
Eletrofisiologia e microscopia funcional. (Carga horária: 2h).
Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento, SBNeC, Brasil.
2013 - 2013
Intervenções no período pré e pós-natal. (Carga horária: 2h).
Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento, SBNeC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Durante este período estarei me dedicando exclusivamente ao desenvolvimento do projeto intitulado: Atividade física voluntária materna e dieta hipoprotéica: efeito sobre a depressão alastrante cortical e o padrão neuro-glial de imuno-marcação. Este projeto tem como hipótese: Atividade física voluntária atua como agente re-programador do organismo, melhorando a capacidade metabólica, atenuando dessa forma as alterações neurais maternas e da prole (tanto eletrofisiológicas quanto morfológicas) induzidas pela desnutrição.

Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Mestrado em Nutrição, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Exerceu durante este período o desenvolvimento do projeto de dissertação intitulado: Ação eletrofisiológica cerebral do glutamato monossódico em ratos em desenvolvimento: o papel da via de administração e do exercício físico sobre a depressão alastrante cortical, cujo objetivo foi investigar, no rato Wistar em desenvolvimento, o efeito da administração de MSG, por via oro-gástrica (gavagem), associada ou não ao exercício físico, bem como analisar o efeito da aplicação tópica cortical do MSG sobre o modelo eletrofisiológico da DAC.

Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno Pesquisador - Iniciação Científica, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Neste período como aluna pesquisadora, desenvolvi em colaboração com o professor orientador, alunos de mestrados e doutorados, um subprojeto que deu continuidade a um projeto maior (de doutorado), que tinha por objetivo avaliar eletrofisiologicamente à possível ação neurotóxica do glutamato monossódico (MSG) associado à atividade física, em ratos neonatos. Para isso, o objetivo principal do meu projeto enquanto aluna de iniciação científica, foi verificar possíveis alterações eletrofisiológicas cerebrais resultantes da aplicação tópica (na superfície do córtex cerebral) de glutamato monossódico (MSG) em ratos previamente submetidos à aplicação subcutânea de MSG e solução salina (veículo) quando recém-nascidos. Essas alterações foram avaliadas em ratos exercitados (corrida em esteira) e sedentários, os quais foram submetidos, sob anestesia, ao registro eletrofisiológico do fenômeno da Depressão Alastrante Cortical (DAC) na idade jovem 50-60 dias, bem como no período adulto 120-150 dias.

Atividades

03/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição.

08/2017 - 12/2017
Estágios , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição.

Estágio realizado
Estágio em docência na disciplina: Nutrição Experimental.
11/2017 - 11/2017
Ensino, Educação Física Bacharelado, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Nutrição aplicada à educação física e desportos
03/2017 - 07/2017
Estágios , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição.

Estágio realizado
Estágio em docência na disciplina: Nutrição Aplicada à Educação Física e Desportos.
08/2010 - 07/2013
Estágios , Centro de Ciências da Saúde, .

Estágio realizado
Estágio voluntário em iniciação Científica.
01/2012 - 06/2012
Ensino, Nutrição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitoria concursada na disciplina: Fisiologia
01/2011 - 12/2011
Ensino, Nutrição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitoria concursada na disciplina: Tecnologia da Informação em Saúde


Linhas de pesquisa


1.
Atividade física voluntária materna e dieta hipoprotéica: efeito sobre a depressão alastrante cortical e o padrão neuro-glial de imuno-marcação.

Objetivo: Avaliar, em ratas e suas proles, as repercussões da interação entre atividade física voluntária e dieta hipoproteica sobre parâmetros eletrofisiológicos e imunohistoquímicos cerebrais..
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Atividade Física Voluntária.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Desnutrição e Desenvolvimento Fisiológico.
Palavras-chave: Atividade física voluntária; Desnutrição; Depressão Alastrante Cortical; Cérebro; Rato.
2.
Avaliar sob os parâmetros da eletrofisiologia e imunohistoquímica, os possíveis efeitos benéficos que a atividade física voluntária desencadeia em ratas submetidas a dieta hipoproteica durante a gestação e lactação, e as repercussões neurais da interação.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Atividade física voluntária materna e dieta hipoprotéica: efeito sobre a depressão alastrante cortical e o padrão neuro-glial de imuno-marcação.
Descrição: Este projeto de tese tem por objetivo geral avaliar, em ratas e suas proles, as repercussões da interação entre atividade física voluntária e dieta hipoproteica sobre parâmetros eletrofisiológicos e imunohistoquímicos cerebrais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Suênia Marcele Vitor de Lima - Integrante / Rubem Carlos Araújo Guedes - Integrante / Carol Virginia Gois Leandro - Coordenador.
2015 - Atual
Interação entre o estado nutricional, a testosterona e o agente convulsivante pilocarpina: efeitos sobre a depressão alastrante cortical em ratos

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rubem Carlos Araújo Guedes em 29/08/2016.
Descrição: A nutrição adequada é essencial para o desenvolvimento das estruturas e funções cerebrais. A desnutrição ainda é um problema marcante nos países em desenvolvimento, principalmente em crianças, embora a obesidade venha se tornando um problema de saúde pública com relevância crescente no Brasil. A deficiência de um ou mais nutrientes na alimentação diária exerce profundos efeitos na organização estrutural (histológica) e bioquímica nos processos de hiperplasia, hipertrofia, mielinização e organização das sinapses. O principal androgênio masculino, a testosterona, é um hormônio esteróide sintetizado a partir do colesterol nos testículos, nas glândulas adrenais e também no cérebro. Este esteróide sexual exerce profundos efeitos no desenvolvimento cerebral, diferenciação sexual, controle nervoso central da puberdade, resposta ao estresse e diversas funções no cérebro maduro, como cognição e memória. Considerando as possíveis ações neurais da testosterona, torna-se importante a caracterização dos seus efeitos fisiológicos sobre o cérebro desenvolvido, sendo objetivo do presente projeto o estudo de tais efeitos do ponto de vista neurofisiológico. Pretende-se, também investigar, em ratos adultos, se as ações da testosterona seriam modificadas pelo tratamento com pilocarpina e por manipulações precoces do estado nutricional dos animais (durante o aleitamento). Para isto, utilizaremos o modelo da ?depressão alastrante da atividade elétrica cortical?, ou simplesmente ?depressão alastrante cortical? (DAC). Serão utilizados 120 ratos Wistar, nutridos (n=60) ou desnutridos (n=60) no início da vida. A testosterona ou volume equivalente de solução veículo (grupos controle) serão administradas durante a idade adulta. O fenômeno da DAC será registrado na superfície cortical desses animais na idade adulta (90-120 dias). Dessa forma, este projeto constitui uma tentativa de integrar aspectos eletrofisiológicos com o estado nutricional,condição hormonal e de excitabilidade para uma melhor compreensão das possíveis alterações da testosterona sobre o funcionamento do sistema nervoso. Portanto, com este estudo, espera-se contribuir para os conhecimentos e elucidar controvérsias acerca dos efeitos da testosterona no sistema nervoso central..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) .
Integrantes: Suênia Marcele Vitor de Lima - Integrante / GUEDES, RUBEM CARLOS ARAÚJO - Coordenador / Regina de Deus Lira Benevides - Integrante.
2014 - 2016
Ação eletrofisiológica cerebral do glutamato monossódico em ratos em desenvolvimento: o papel da via de administração e do exercício físico sobre a depressão alastrante cortical.
Descrição: Este projeto dá continuidade ao estudo da ação do glutamato monossódico (MSG) sobre o córtex cerebral, à luz da eletrofisiologia. Para isso, estudaremos o fenômeno eletrofisiológico conhecido como depressão alastrante cortical (DAC). Em trabalho anterior demonstrou-se que a aplicação sistêmica, via subcutânea, de MSG no início da vida facilita a DAC, e que o exercício físico retarda a propagação do fenômeno. Neste projeto, pretende-se comparar os efeitos da administração oro-gástrica (por gavagem), no período neonatal, com aqueles da aplicação sistêmica subcutânea. Pretende-se ainda, analisar a interação entre o MSG e o exercício físico, e seus efeitos sobre a DAC. Assim, haverá um grupo tratado com MSG e outro tratado com solução salina (animais controle). Em ambos os grupos, entre 36-57 dias de idade, metade dos animais se submeterá ao exercício físico em esteira e a outra parte permanecerá sedentária. Aos 58-65 dias de idade, os animais serão anestesiados e submetidos a cirurgia única para o registro da DAC..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2016
Oligossacarídeos do leite caprino e desenvolvimento eletrofisiológico e comportamental em ratos albinos: Papel do ácido siálico

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rubem Carlos Araújo Guedes em 25/02/2016.
Descrição: O Ácido Siálico (Sia) compreende uma família de açúcares que possui papel muito importante no desenvolvimento do Sistema Nervoso (SN) e é encontrado em grandes quantidades em oligossacarídeos (OS) no leite humano. Fórmulas infantis possuem qualidade e quantidade de Sia inferior ao leite humano. Apesar de nenhuma fórmula única poder replicar a natureza dinâmica do Sia durante o curso da lactação, a qualidade da fonte do Sia disponível pode ser melhorada se o leite de cabra for utilizado em substituição ao leite de vaca, pois o primeiro possui um perfil de Sia mais comparável ao do leite humano. A utilização de subprodutos como o soro do leite pode ser uma alternativa mais econômica e viável para a obtenção de OS do leite de cabra. Como já foi exposto na literatura que o Sia no SN influencia a atividade cerebral, neste estudo, nós investigamos o efeito do tratamento com Ácido N-AcetilNeuramínico (Neu5Ac; forma de Sia predominante em humanos) ou com o soro do leite de cabra (GMS) sobre o fenômeno cerebral dependente da excitabilidade conhecido como a depressão alastrante cortical (DAC). Para isso, utilizamos ratos jovens amamentados em condições normais e desfavoráveis (respectivamente ninhadas com 9 e 15 filhotes; grupos L9 e L15). Dos 7 aos 14 dias de vida pós-natal, os animais receberam, por gavagem, 20 mg/kg/d de Neu5Ac ou aproximadamente 17,45 g de soro do leite de cabra em pó/Kg/d (quantidade suficiente para atingir 20mg de Neu5Ac/Kg/d). Aos 35-45 dias, sob anestesia com uretana+cloralose, registramos a DAC e analisamos velocidade de propagação. Em comparação com os controles naïve- e tratados com salina, os grupos tratados com Neu5Ac e GMS exibiram aumento da velocidade da DAC, independente da condição de lactação (p <0,05). A condição L15 resultou em durações e velocidades mais elevadas da DAC em comparação com a condição L9 em todos os grupos do estudo (p <0,05). Estes dados demonstram, pela primeira vez, um efeito facilitador, no cérebro do rato, do ácido N-acetilneuramínico exógeno sobre um fenômeno relacionado à excitabilidade que tem sido causalmente associado a importantes perturbações neurológicas, como a epilepsia. Além disso, uma fonte de ácido siálico, o soro de leite de cabra, teve um efeito semelhante sobre a DAC, possivelmente indicando uma boa absorção de ácido siálico contido em um subproduto caprino. Os dados confirmam a hipótese da ação do Neu5A na excitabilidade neuronal e avança a compreensão dos mecanismos pelos quais Neu5Ac pode influenciar propriedades eletrofisiológicas cerebrais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Suênia Marcele Vitor de Lima - Integrante / Rubem Carlos Araújo Guedes - Coordenador / Larissa de Brito Medeiros - Integrante / Rita de Cássia Ramos do Egypto Queiroga - Integrante / Regina de Deus Lira Benevides - Integrante.
2013 - 2015
Efeitos dos hormônios androgênicos sobre o desenvolvimento neural: análise eletrofisiológica em ratos albinos
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
Efeitos Eletrofisiológicos da aplicação tópica do glutamato monossódico no córtex cerebral de ratos adultos submetidos ao exercício físico.
Descrição: Este projeto dá continuidade ao estudo da ação neurotóxica do glutamato monossódico, comparando os efeitos eletrofisiológicos da aplicação tópica em ratos na idade adulta (120 a 150 dias), com aqueles da aplicação sistêmica e aplicação tópica na idade entre 45 a 60 dias, estes com investigação em andamento..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
Efeitos Eletrofisiológicos da aplicação tópica do glutamato monossódico no córtex cerebral de ratos submetidos ao exercício físico.
Descrição: O trabalho tem como objetivo avaliar a possível ação neurotóxica do glutamato monossódico(MSG) sobre a depressão alastrante, comparando os efeitos eletrofisiológicos da aplicação tópica com aqueles da aplicação sistêmica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Ação neurotóxica do glutamato monossódico sobre o cérebro de ratos em desenvolvimento: avaliação eletrofisiológica da influência da atividade física
Descrição: Glutamato monossódico (MSG) é um aminoácido neuroexcitatório utilizado como reforçador do sabor dos alimentos (?agente flavorizante?). Em altas doses, pode ser prejudicial ao sistema nervoso central, às células neuronais e gliais, podendo esse efeito ser mais severo durante o cérebro em desenvolvimento. Em ratos, o MSG no período neonatal pode induzir neurotoxicidade, afetando a organização morfológica e eletrofisiológica do encéfalo. Por outo lado, o exercício físico induz efeitos positivos no sistema nervoso de mamíferos. Neste trabalho, investigamos, em ratos tratados com MSG e/ou exercício físico em esteira, efeitos eletrofisiológicos (mudanças relacionadas ao fenômeno designado como depressão alastrante cortical [DAC]) e morfológicos (reação microglial expressa pela imuno-marcação com anticorpos anti-Iba1 no cortex motor). Ratos Wistar receberam MSG (2 ou 4g/kg, n=22 e 24, respectivamente; grupos MSG-2 e MSG-4), ou solução salina (n=23), ou nenhum tratamento (grupo ingênuo, n=11) a cada dois dias, nos primeiros 14 dias de vida pós-natal. Após o desmame, os três grupos foram subdivididos em exercitados (esteira motorizada, 3 semanas, 5 dias/semana, durante 30 minutos, n=47), ou sedentários (n=33). Dois dias após o final do exercício, sob anestesia, a DAC foi induzida por KCl em um ponto da superfície cortical, e o registro da atividade elétrica cortical foi realizado durante 4h. Um grupo adicional foi utilizado para estudo imunohistológico de células microgliais. O grupo MSG-4 apresentou velocidade média (em mm/min) significativamente mais elevada (4,59±0,34), em comparação com os outros grupos (salina: 3,84±0,20; ingênuo: 3,71±0,8: MSG-2: 3,75±0,10). Em comparação com os sedentários, o exercício físico reduziu a velocidade da DAC em todos os grupos (salina: 3,31±0,19; Ingênuo: 3,25±0,17; MSG-2: 3,49±0,19; MSG-4: 4,05±0,18 mm/min, P <0,05). Nós concluimos que o tratamento neonatal com MSG facilita a propagação da DAC, enquanto que o exercício desacelera a sua propagação. Ambos os tratamentos (MSG e Exercício físico) exercem influência na imunoreatividade da microglia, aumentando-a. Os dados sugerem cuidado na utilização de MSG como reforçador do sabor dos alimentos, principalmente no organismo em desenvolvimento (crianças) e indicam que o exercício físico pode exercer influência no desenvolvimento e função cerebrais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia de Órgãos e Sistemas/Especialidade: Neurofisiologia.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Bioquímica da Nutrição.
4.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Plasticidade Fenotípica.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Menção Honrosa, resumo premiado na modalidade apresentação em poster no II Simpósio Nordestino em Neurociências, Nutrição e Desenvolvimento Humano, Universidade Federal de Pernambuco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
VITOR-DE-LIMA, SUÊNIA MARCELE2017 VITOR-DE-LIMA, SUÊNIA MARCELE; MEDEIROS, LARISSA DE BRITO ; BENEVIDES, REGINA DE DEUS LIRA ; DOS SANTOS, CATARINA NICÁCIO ; LIMA DA SILVA, NAHARA OLIVEIRA ; GUEDES, RUBEM CARLOS ARAÚJO . Monosodium glutamate and treadmill exercise: Anxiety-like behavior and spreading depression features in young adult rats. NUTRITIONAL NEUROSCIENCE, v. 20, p. 1-9, 2017.

2.
MEDEIROS, LARISSA DE BRITO2016 MEDEIROS, LARISSA DE BRITO ; VITOR-DE-LIMA, SUÊNIA MARCELE ; BENEVIDES, REGINA DE DEUS LIRA ; QUEIROGA, RITA DE CÁSSIA RAMOS DO EGYPTO ; GUEDES, RUBEM CARLOS ARAÚJO . Neonatal administration of goat whey modulates memory and cortical spreading depression in rats previously suckled under different litter sizes: Possible role of sialic acid. Nutritional Neuroscience, v. 1, p. 1-8, 2016.

3.
MARTINS, C. B. L. B.2014 MARTINS, C. B. L. B. ; SOARES, GEÓRGIA DE SOUSA FERREIRA ; VITOR, S. M. ; ANDRADE DA COSTA, BELMIRA LARA DA SILVEIRA ; CASTELLANO, BERNARDO ; GUEDES, RUBEM CARLOS ARAÚJO . Spreading depression features and Iba1 immunoreactivity in the cerebral cortex of developing rats submitted to treadmill exercise after treatment with monosodium glutamate. International Journal of Developmental Neuroscience, v. 33, p. 98-105, 2014.

4.
LIMA, CÁSSIA BORGES2013 LIMA, CÁSSIA BORGES ; SOARES, GEÓRGIA DE SOUSA FERREIRA ; VITOR, SUÊNIA MARCELE ; CASTELLANO, BERNARDO ; ANDRADE DA COSTA, BELMIRA LARA DA SILVEIRA ; GUEDES, RUBEM CARLOS ARAÚJO . Neonatal treatment with monosodium glutamate lastingly facilitates spreading depression in the rat cortex. International Journal of Developmental Neuroscience, v. 93, p. 388-392, 2013.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; MEDEIROS, LARISSA DE BRITO ; BENEVIDES, R. D. L. ; DOS SANTOS, CATARINA NICÁCIO ; LIMA DA SILVA, NAHARA OLIVEIRA ; GUEDES, R. C. A. . Neonatal oral administration of monossodium glatamate associated or not with treadmill exercise modulates brain electrical activity: a spreading depression analysis in rats. In: II Simpósio Nordestino em Neurociências, Nutrição e Desenvolvimento Humano, 2017, Recife-PE. II Simpósio Nordestino em Neurociências, Nutrição e Desenvolvimento Humano. Recife: UFPE, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; MEDEIROS, L. B. ; QUEIROGA, RITA DE CÁSSIA RAMOS DO EGYPTO ; BENEVIDES, R. D. L. . SORO DO LEITE CAPRINO MODULA MEMÓRIA EM RATOS SUBMETIDOS A DIFERENTES CONDIÇÕES NUTRICIONAIS: POSSÍVEL PAPEL DO ÁCIDO SIÁLICO. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; MEDEIROS, L. B. ; BENEVIDES, R. D. L. ; QUEIROGA, RITA DE CÁSSIA RAMOS DO EGYPTO ; GUEDES, R. C. A. . SORO DO LEITE CAPRINO MODULA DEPRESSÃO ALASTRANTE CORTICAL EM RATOS PREVIAMENTE SUBMETIDOS A CONDIÇÕES NUTRICIONAIS DESFAVORÁVEIS: POSSÍVEL PAPEL DO ÁCIDO SIÁLICO. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; MEDEIROS, LARISSA DE BRITO ; BENEVIDES, R. D. L. ; DOS SANTOS, CATARINA NICÁCIO ; LIMA DA SILVA, NAHARA OLIVEIRA ; GUEDES, R. C. A. . Neonatal oral administration of monossodium glatamate associated or not with treadmill exercise modulates brain electrical activity: a spreading depression analysis in rats. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; BENEVIDES, REGINA DE DEUS LIRA ; MEDEIROS, L. B. . Administration of Testosterone in prepubertal rats impairs memory but not anxiety in adulthood.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
VITOR, S. M.; GUEDES, RUBEM CARLOS ARAÚJO ; GERMANO, P. C. P. S. ; MENDONCA, M. A. B. C. ; SOUZA, A. D. . Aspartame Treatment Early in Life Modulates Brain Electrical Activity at Adulthood: a Cortical Spreading Depression. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
LIMA, CÁSSIA BORGES ; VITOR, S. M. ; GUEDES, R. C. A. . Imunoreatividade Astrocitária no Córtex Cerebral de ratos em desenvolvimento submetidos ao Exercício Físico após tratamento sistêmico com Glutamato Monossódico. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
MARTINS, C. B. L. B. ; SOARES, GEÓRGIA DE SOUSA FERREIRA ; VITOR, S. M. ; CASTELLANO, BERNARDO ; ANDRADE DA COSTA, BELMIRA LARA DA SILVEIRA ; GUEDES, R. C. A. . MICROGLIAL IMMUNOREACTIVITY IN THE CEREBRAL CORTEX OF DEVELOPING RATS SUBJECTED TO TREADMILL EXERCISE AFTER TREATMENT WITH MONOSODIUM GLUTAMATE. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
VITOR, S. M.; GUEDES, R. C. A. . Efeitos eletrofisiológicos da aplicação tópica do glutamato monossódico no córtex cerebral de ratos adultos submetidos ao exercício físico. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
VITOR, S. M.; GUEDES, R. C. A. . Efeitos Eletrofisiológicos da aplicação tópica do glutamato monossódico no córtex cerebral de ratos submetidos ao exercício físico.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
LIMA, CÁSSIA BORGES ; VITOR, S. M. ; GUEDES, R. C. A. . Characterization of Monossodium Glutamate Action on Cortical Spreading Depression in Exercised and Sedentary Developing Rats. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
VITOR, S. M.; SILVA, E. C. ; MENDONCA, G. X. ; MARIANO, P. M. . Reposição Hídrica de Jogadores de Futebol: Aspectos Preliminares. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; Alves, L. R.; Araújo, J. G.. Participação em banca de Vera Lúcia de Medeiros Santos. Estado Nutricional e Percepção da imagem Corporal em Estudantes de Graduação em Nutrição da Cidade de Caruaru-PE.. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Inovação e Desenvolvimento) - LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; SILVA, P. M. F.. Participação em banca de Arthur Henrique Pereira Luna. Utilização do carboidrato no exercício físico. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato Sensu em Nutrição Esportiva.) - CENTRO DE CAPACITAÇÃO EDUCACIONAL.

2.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; SILVA, P. M. F.. Participação em banca de Jéssica Santos Iwata. Suplementação de Whey Protein, BCAA e Creatina no treinamento de força para aumento da massa muscular.. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato Sensu em Nutrição Esportiva.) - CENTRO DE CAPACITAÇÃO EDUCACIONAL.

3.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; SILVA, P. M. F.. Participação em banca de Lilian de Souza Cavalcante. Alterações Clínicas e nutricionais associados aos efeitos do tratamento quimioterápico em pacientes oncológicos adultos.. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato Sensu em Nutrição Esportiva.) - CENTRO DE CAPACITAÇÃO EDUCACIONAL.

4.
VITOR-DE-LIMA, S. M.; SILVA, P. M. F.. Participação em banca de Filipe Arruda Falcão. Efeito ergogênico da cafeína em exercícios anaeróbicos: Uma revisão de literatura.. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato Sensu em Nutrição Esportiva.) - CENTRO DE CAPACITAÇÃO EDUCACIONAL.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MORAES, J. G.; NASCIMENTO, A. L. A.; CUNHA, F. T.; VITOR-DE-LIMA, S. M.. Participação em banca de Kellyane de Souza e Evelly Letícia.Conhecimento sobre probióticos dos discentes de graduações na área de saúde.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Congresso de Nutrição Clínica e Esportiva do IMIP - VI Jornada de Nutrição do IMIP. 2018. (Congresso).

2.
Seminário de Neurociência de Pernambuco. 2018. (Seminário).

3.
Feira das Ciências. Comissão de avaliação dos trabalhos desenvolvidos no Centro de Iniciação Científica do Colégio Santa Maria, para a feira das ciências.. 2017. (Feira).

4.
II Simpósio Nordestino de Neurociências, Nutrição e desenvolvimento Humano. 2017. (Simpósio).

5.
XIII BIOQUÍMICA SOLIDÁRIA.INTEGRAÇÃO E REGULAÇÃO METABÓLICA. 2017. (Seminário).

6.
XIX Seminários Nelson Chaves. 2017. (Seminário).

7.
International Brain Research Organization. 2015. (Congresso).

8.
I Fórum de Técnicas Experimentais em Fisiologia e Farmacologia. 2014. (Outra).

9.
XVI Seminários Nelson Chaves. 2014. (Seminário).

10.
XXXVIII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento - SBNeC. 2014. (Congresso).

11.
I Simpósio Fisiologia sem Fronteiras. 2013. (Simpósio).

12.
VIII Ciclo de palestras em Nutrição / Educação Física. 2011. (Outra).

13.
Chamada Neonatal nos Estados da Amazônia Legal e da Região Nordeste..Avaliação da atenção ao pré-natal e aos menores de um ano.. 2010. (Outra).

14.
II Congresso IMIP de saúde integral e V congresso IMIP de saúde da mulher e da criança.. 2010. (Congresso).

15.
I Simpósio de Bioterismo da FIOCRUZ PERNAMBUCO.. 2010. (Simpósio).

16.
VI Ciclo de palestras em Nutrição / Educação Física. 2010. (Outra).

17.
A Inserção do Nutricionista na Atenção Básica. 2009. (Encontro).

18.
VI Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Pernambuco. Bancada de Ciência do Centro de Ciências Biológicas / Universidade Federal de Pernambuco. 2009. (Exposição).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VITOR-DE-LIMA, SUÊNIA MARCELE. XIX Seminários Nelson Chaves. 2017. (Outro).

2.
VASCONCELOS, C. A. C. ; ROLIM NETO, M. L. ; SILVA, M. S. P. ; VITOR-DE-LIMA, SUÊNIA MARCELE . II Simpósio Nordestino em Neurociências, Nutrição e Desenvolvimento Humano. 2017. (Outro).

3.
VITOR, S. M.. XVI Seminários Nelson Chaves. 2014. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
JÉSSICA MARCELA CARVALHO DE MOURA. SUPLEMENTAÇÃO DE GLUTAMINA EM DESPORTISTAS E SEUS EFEITOS NA IMUNIDADE: UMA REVISÃO. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato Sensu em Nutrição Esportiva.) - CENTRO DE CAPACITAÇÃO EDUCACIONAL. Orientador: Suênia Marcele Vitor de Lima.



Outras informações relevantes


Exerceu monitoria na disciplina Tecnologia da Informação em Saúde, no Departamento de Patologia, no(s) período(s) do(s) 1º e 2º semestres de 2011, desempenhando a carga horária de 12 horas semanais. Também exerceu monitoria na disciplina Fisiologia 7A, no Departamento de Nutrição, no período do 1º semestres de 2012, desempenhando a carga horária de 12 horas semanais.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/01/2019 às 8:50:18