Pierre Bernard Pica

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6393648633551248
  • Última atualização do currículo em 17/10/2018


Possui mestrado em Linguística - Université de Paris III (Sorbonne-Nouvelle) (1974) e doutorado em linguística - Université de Paris VIII (1988). Atualmente é chargé de recherche (Pesquisador Associado) - Centre National de la Recherche Scientifique. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em matemática (senso numérico). Ao longo dos últimos vinte anos, Pierre Pica ganhou proeminência devido ao seu trabalho sobre a teoria da ligação (Binding Theory) e evidencialidade. Mais recentemente, ele tem trabalhado com o Mundurucu (uma língua indígena falada no Pará). Atualmente colabora com Stanislas Dehaene e Elizabeth Spelke em estudos de expressões numéricas e numeracia em Mundurucu. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Pierre Bernard Pica
Nome em citações bibliográficas
PICA, P.;Pica, Pierre

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Instituto do Cérebro.
Avenida Nascimento de Castro - de 1041/1042 ao fim
Lagoa Nova
59056450 - Natal, RN - Brasil
Telefone: (84) 32154592
URL da Homepage: http://www.neuro.ufrn.br/


Formação acadêmica/titulação


1985 - 1988
Doutorado em Linguistics.
Université Paris 8 - Vincennes-Saint-Denis, PARIS 8, França.
Título: Grammaire universelle et liage, Ano de obtenção: 1988.
Orientador: Nicolas Ruwet.
Palavras-chave: linguagem; linguistica; pronomes reflexivos.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Cognitiva.
1973 - 1974
Mestrado em Lingüistica.
Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3, PARIS 3, França.
Título: Grammaire distributionelle du français : Les verbes pronominaux,Ano de Obtenção: 1974.
Orientador: Jacqueline Pinchon.
Palavras-chave: pronomes reflexivos.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.


Pós-doutorado


1987 - 1988
Pós-Doutorado.
MIT - Massachusetts Institute of Technology, MIT, Estados Unidos.
Bolsista do(a): The Alfred Sloan Foundation, ASF, Estados Unidos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biofísica.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Geral.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Pesquisador visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante

Atividades

9/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto do Cérebro, .


Centre National de la Recherche Scientifique, CNRS, França.
Vínculo institucional

1984 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Chargé de recherche (pesquisador), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

1/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Structures formelles du Langage (UMR 7023), .

1/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Structures formelles du Langage (UMR 7023), .


Instituto D'Or, IDOR, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador associado, Carga horária: 1


Université du Québec à Montréal, UQÀM, Canadá.
Vínculo institucional

2000 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20


Programme franco-norvégien d'action intégrées, AURORA, Noruega.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 10


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2000
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.


Yokohama University, YU, Japão.
Vínculo institucional

1988 - 1988
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.


Massachusetts Institute of Technology, MIT, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1988 - 1989
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.



Linhas de pesquisa


1.
Estudo da aritmética e da geometria Mundurucu
2.
Estudo da relação entre a noção de número e a faculdade da linguagem
3.
Estudo do impacto da educação sobre a cognição
4.
Base neurais da aritmética


Projetos de pesquisa


2010 - Atual
Educação e Cognição : O exemplo de uma população Indígena
Descrição: Esta investigação decorre de duas linhas anteriores da pesquisa, uma refere-se à aquisição da numeração sua modalidades, e seus efeitos sobre a cognição, em nossa cultura ocidental, e a segunda refere-se à especificidade da cultura indígena Mundurucu no domínio dos números. O papel dos símbolos e da linguagem na aquisição de numeração Desde a infância, os seres humanos são capazes de perceber os números em seu ambiente : mesmo sem contar, temos uma idéia de que se é um conjunto onde se tem poucos ou muitos objetos. Essa idéia de número é apenas aproximada, embora seja possível perceber a diferença entre, por exemplo, 30 o 15 objetos sem esforço; no entanto, a diferença entre dois conjuntos de 29 e 30 objetos não seria detectável. O acesso a uma forma de símbolos numéricos, portanto, parece ser necessário, a fim de realizar operações aritméticas exata. Em todas as culturas conhecidas, onde os conceitos de números exatos são expressas em formatos simbólicos e mentalmente manipuladas para realizar operações aritméticas, a linguagem é o principal suporte simbólico. No entanto, em algumas culturas, especialmente em partes da Ásia, adicionais suportes visuo-espaciais (o Abacus) também são amplamente usados para representar quantidades exatas e realizar cálculo aritmético de forma muito eficiente. É uma questão de debate saber se os conceitos de número exato necessitam ser transmitidos por uma uma língua, ou se eles poderiam ser inteiramente transmitidos com treinamento perceptual adequado, ignorando completamente a linguagem (debate entre Dehaene vs Spelke). Nosso trabalho anterior sugeriu que a aquisição da numeração é acompanhado com importantes alterações na cognição, especialmente na representação de grandeza numérica. Primeiro, a precisão da apreensão de grandes quantidades numéricas e apreendida, e a estimação dessas quantidades aumenta em função da formação escolar com números e aritmética (Halberda et al, 2008;. Piazza, Izard, Pica, e Dehaene, (2010.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - Atual
Base biologica da Escritura e Oralidade
Descrição: Como as letras são compostas por elementos primitivos que os neurônios ' podem interpretar. Este trabalho sustenta a hipótese segundo a qual as invençãoes culturais (a escritura) se constroem a partir de uma base biologica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2004 - Atual
Numeração indigena
Descrição: - Numeração Esta pesquisa dirigida p, mostrara que os mundurucus não tinham palavras para contar além de 5, aprendiam geralmente as quantidades por uma avalação approximativa da numerosidade. O interesse desta pesquisa não reside tanto na observacão de base, na medida em que podemos atribuir a existência de sistemas deste tipo a Locke (1690) a respeito dos Tupinambas; mais antes de um estudo muito pormenorizado de um sistema numérico restrito que permite contudo o desovenvolvimento de uma aritmetica aproximativa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2000 - 2001
Natureza da inalienabilidade
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1992 - 1997
Gramática e modularidade. Argumentos, projeção e variação linguística
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2006 - Atual
Periódico: Biolinguistics
2004 - Atual
Periódico: Behavioral and Brain Sciences (Print)
2002 - 2006
Periódico: Linguistic Variation YearBook
1991 - 1995
Periódico: Lingua


Revisor de periódico


1995 - 1995
Periódico: Lingua


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biofísica.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Cognitiva.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Dinamarquês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2018
Membro da Academia Europaea, Academia Europaea.
2012
Prix Neurosciences, La Recherche.
2004
Prix Découvertes 2004, Miinistère de la Recherche, Paris.
1998
Lauréat de la Societé Japonaise pour l'avancement des sciences, Yokohama University.
1996
Lauréat de l'Organisation Néerlandaise pour la Recherche Fondamentale, NWO.
1987
Laureat de la Fondation Sloan, Fondation Sloan.
1984
Lauréat de la Fondation Fyssen, Fondation Fyssen.
1980
Médaile d'argent, Fondation Tietgen.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:15
Total de citações:1078
Fator H:9
Pica, Pierre  Data: 25/04/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:16
Total de citações:1148
Pica, Pierre OR Pica, P  Data: 21/05/2015

Outras
Total de trabalhos:88
Total de citações:3322
Pierre Pica  Data: 25/04/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
ALMARIC, M.2017ALMARIC, M. ; WANG, L. ; PICA, P. ; FIGUEIRA, S. ; SIGMAN, M. ; Dehaene, Stanislas . The language of geometry: Fast comprehension of geometrical primitives and rules in human adults and preschoolers. PLOS Computational Biology (Online), v. 13, p. e1005273, 2017.

2.
MCCRINK, KOLEEN2013MCCRINK, KOLEEN ; SPELKE, ELIZABETH S. ; Dehaene, Stanislas ; Pica, Pierre . Non-symbolic halving in an Amazonian indigene group. Developmental Science (Print), v. 16, p. 451-462, 2013.

3.
PIAZZA, M.2013PIAZZA, M. ; PICA, P. ; IZARD, V. ; SPELKE, E. S. ; DEHAENE, S. . Education Enhances the Acuity of the Nonverbal Approximate Number System. Psychological Science (Print), v. 24, p. p-p, 2013.

4.
IZARD, V.2011IZARD, V. ; PICA, P. ; SPELKE, E. ; DEHAENE, S. . Flexible Intutions of Euclidian Geometry. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America (Online), v. 108, p. 9782-9787, 2011.

5.
PICA, P.;Pica, Pierre2011PICA, P.; Jackson, Stuart ; Blake, Randolph ; Troje, Nikolaus F. . Comparing Biological Motion Perception in Two Distinct Human Societies. Plos One, v. 6, p. e28391, 2011.

6.
DEHAENE, S.2009PICA, P.; DEHAENE, S. ; IZARD, V. ; SPELKE, E. . Response to Comment on 'Log or Linear? Distinct Intuitions of the Number Scale in Western and Amazonian Indigene Cultures'. Science (New York, N.Y.: Online), v. 323, p. 38c-38c, 2009.

7.
CRUZ, H.2008CRUZ, H. ; PICA, P. . Knowledge of Number and Knowledge of Language: Number as a Test Case for the Role of Language in Cognition. Philosophical Psychology, v. 21, p. 437-441, 2008.

8.
PICA, P.2008 PICA, P. ; LECOMTE, A. . Theoretical Implications of the Study of Numbers and Numerals in Mundurucu. Philosophical Psychology, v. 21, p. 507-522, 2008.

9.
Dehaene, Stanislas2008 PICA, P.; Dehaene, Stanislas ; IZARD, V. ; SPELKE, E. . Log or Linear? Distinct Intuitions of the Number Scale in Western and Amazonian Indigene Cultures. Science (New York, N.Y.: Online), v. 320, p. 1217-1220, 2008.

10.
IZARD, V.2008IZARD, V. ; PICA, P. ; SPELKE, E. ; DEHAENE, S. . Comment les nombres se répartisent dans l'espace : une intuition originelle logarithmique. MS. Médecine Sciences, v. 24, p. 1014-1016, 2008.

11.
IZARD, V.2008IZARD, V. ; DEHAENE, S. ; PICA, P. ; SPELKE, E. . Reading bewteen the Numbers Lines. Response from Véronique Izard, Stanislas Dehaene, Pierre Pica, and Elizabeth Spelke. Science (New York, N.Y.), v. 321, p. 1293-1294, 2008.

12.
PICA, P.;Pica, Pierre2008PICA, P.; Pica, Pierre ; Spelke, Elizabeth ; Dehaene, Stanislas . Exact Equality and Successor Function: Two Key Concepts on the Path towards Understanding Exact Numbers. Philosophical Psychology, v. 21, p. 491-505, 2008.

13.
DEHAENE, S.2006 DEHAENE, S. ; PICA, P. ; IZARD, V. ; SPELKE, E. . Core Knowledge of Geometry in an Amazonian Indigene Group. Science (New York, N.Y.), v. 311, p. 381-384, 2006.

14.
PICA, P.;Pica, Pierre2005 PICA, P.; LEMER, C. ; IZARD, V. ; DEHAENE, S. . Quais são os vinculos entre aritmetica e linguagem ? Um estudo na Amazonia. Revista de Estudos e Pesquisas (Fundação Nacional do Índio), v. 2, p. 199-236, 2005.

15.
PICA, P.;Pica, Pierre2004 PICA, P.; LEMER, C. ; IZARD, V. ; DEHAENE, S. . Exact and Approximative Arithmetic in an Amazonian Indigene group. Science (New York, N.Y.), v. 306, p. 499-503, 2004.

16.
PICA, P.;Pica, Pierre2001PICA, P.. Introduction. Linguistic Variation YearBook, v. 1, p. v-xii, 2001.

17.
PICA, P.;Pica, Pierre1996PICA, P.. Eléments pour une typologie de l'accord verbal. Faits de Langues, v. 4, p. 89-102, 1996.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CRUZ, H. (Org.) ; PICA, P. (Org.) . Number as a Test Case for the Role of Language in Cognition. Coichester: Routledge, 2008. v. 1. 570p .

2.
BENNIS, H. (Org.) ; PICA, P. (Org.) ; ROORYCK, J. (Org.) . Atomism and Binding. Dordrecht: Foris Publications, 1997. 412p .

3.
PAPP, T. (Org.) ; PICA, P. (Org.) . Transparence et Opacité, Littérature et Science Cognitives. 1. ed. Paris: Editions du Cerf, 1988. v. 1. 221p .

4.
PICA, P.; RONAT, M. (Org.) . Catégories vides et explication en syntaxe. Lille: Presses Universitaires de Lille, 1985. 203p .

Capítulos de livros publicados
1.
IZARD, V. ; PICA, P. ; DEHAENE, S. ; SPELKE, E. . Geometry as a Universal Mental Construction. In: Stanislas Dehaene; Elizabeth Brannon. (Org.). Space, Time and Number in the Brain. Searching for the Foundations of Mathematical Thought. 1ed.Amsterdam: Academic Press, 2011, v. , p. 319-332.

2.
Dehaene, Stanislas ; IZARD, V. ; LEMER, C. ; PICA, P. . Quels sont les liens entre arithmétique et langage ?. In: Jean Bricmont, Julie Franck. (Org.). Cahier de l'herne Chomsky. Paris: Editions de l'Herne, 2007, v. , p. 188-201.

3.
PICA, P.; PAPP, T. . La jouissance de la Langue. In: Alain Chanéac. (Org.). Ce que change a fait. Le Cheylard: Faire part, 2005, v. , p. 97-103.

4.
PICA, P.; ROORYCK, J. . Configurational Attitudes. In: Esthela Treviño, José lema. (Org.). Semantic Issues in Romance Syntax. 1ed.Amsterdam: John Benjamins, 1999, v. , p. 155-177.

5.
PICA, P.; William Snyder . Local Anaphors in French and English. In: Anna-Maria Di Sciullo. (Org.). Projections and Interfaces Conditions. ESsays on Modularity.. New York: Oxford University Press, 1997, v. , p. 235-250.

6.
Pica, Pierre ; Koster, Jan ; Reuland, Eric . On the interaction between antecedent-government and binding: the case of long-distance reflexivization. In: Jan Koster & Eric Koster. (Org.). Long-distance anaphora. 1ed.Cambridge: Cambridge University Press, 1991, v. , p. 119-136.

7.
PICA, P.. Liage et Contiguité. In: Anne-Maria Di Sciullo, Anne Rochette. (Org.). Binding In Romance. Essays in Honour of Judith McA' Nultty. Ottawa: Canadian Linguistic Association, 1990, v. , p. 129154-.

8.
PICA, P.. De quelques implications théoriques de l'étude des relations a longue distance. In: Mitsou Ronat, Daniel Couquaux. (Org.). La grammaire modulaire. Paris: Editions de Minuit, 1986, v. , p. 187-209.

9.
PICA, P.. Subject, Tense and Truth : Towards a Modular Approach to Binding. In: J. Guéron, H. Obenauer & J-Y Pollock eds.. (Org.). Grammatical Representation. 1ed.Dodrecht: Foris, 1984, v. , p. 259-291.

10.
PICA, P.. On the distinction between argumental and non-argumental anaphors. In: W. de Geest, Y. Puseys. (Org.). Sentential Complementation. Dodrecht: Foris Publications, 1984, v. , p. 185-194.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
PICA, P. . Calculer avec des grands nombres par appoximation. La Recherche, Paris, 04 mar. 2008.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
José Bonneau ; PICA, P. ; Takshi Nakajima . A Restrictive/Non Restrictive Distinction in Possessive Nominals. In: Seventeeth West Cost Conference on Formal Linguistics, 1998, VANCOUVER. THE PROCEEDINGS OF THE SEVENTEENTH WEST COAST CONFERENCE ON FORMAL LINGUISTICS. Stanford: Center for the Study of Language and Information, 1998. p. 88-101.

2.
PICA, P.. On the Nature of the Reflexivization Cycle. In: North Eastern Linguistic Society, 1996, Cambrige Mass. Proceedings of the North Esatern Linguistics Society. Amherst: GLSA, 1986. v. 2. p. 483-497.

3.
José Bonneau ; PICA, P. . On the Development of the Complementation System in English and its relation to Switch-Reference. In: Worhshop on Language Variation, 1995, Philadelphia. Proceedings of the 25th North Esatern Linguistics Society. GLSA, 1994. p. 135-150.

4.
PICA, P.; William Snyder . Weak Crossover, Scope, and Agreement in a Minimalist Framework. In: Thirteenth West Coast Conference on Formal Linguistics, 1994, Santa Diego. The Proceedings of the Thirteenth West Coast Conference on Formal Linguistics. Stanford: Center for the Study of Language and Information, 1994. p. 334-349.

5.
PICA, P.. The Case for Reflexives or Reflexives for Case. In: 26th Regional Meeting of the Chicago Linguistic Society, 1992, Chicago. Papers from the 26th Regional Meeting of the Chicago Linguistic Society. Chicago: Chicago Lingusitic Society, 1990. p. 363-378.

Apresentações de Trabalho
1.
ROORYCK, J. ; Jairo Saw ; Alberto Tonda ; Pica, Pierre . Mundurucu Number Words as a Window on Short-Term Memory. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
ALMARIC, M. ; WANG, L. ; Pica, Pierre ; FIGUEIRA, S. ; SIGMAN, Mariano ; DEHAENE, S. . Fast Comprehension of embedded geometrical Primitives and Rules in human Adults and Preschoolers. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
PICA, P. . On the Computational Character of the Approximate Number System. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
Pica, Pierre . Système de nombre et système de parenté. L'inné, l'acquis et le 'social'.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
Pica, Pierre . Core Knowledge : Towards an Understanding of Cultural Gaps and Recycling and its Consequence for a Naturalistic Approach of Culture and other Biological Objects. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
Pica, Pierre . Language as a Window to the Growth of Core Knowledge : The case of Indigenous Language. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
Pica, Pierre . From Object Tracking to Representations of Numbers : An Universal Base for Counting. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
Pica, Pierre . Numbers as a Test Case for the I-Language vs E Language Connection. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
PICA, P. . Human and Linguistic Diversity : Number and Geometry in Mundurucu. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
Pica, Pierre . Core knowledge : Towards an Understanding of Cultural Gaps. Recycling and its Consequences for a Naturalistic Approach to Culture and other Biological Objects. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
Pica, Pierre . Number & Space, Linguistics and Cultural Variation: Cross-modality phenomena and its theoretical consequences. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
Pica, Pierre . You Can Count on Me. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
PICA, P. . What does the Mundurucu Numeral System(s) tell us about Cultural Cognition and its relation to the Mind/Brain. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
IZARD, V. ; PICA, P. ; DEHAENE, S. ; Spelke, Elizabeth . Intuitions for Multiplication in Amazonian Adults and US Adults and Chidren. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
IZARD, V. ; PICA, P. ; Dehaene, Stanislas ; Spelke, Elizabeth . Development in Different Cultures. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
IZARD, V. ; Pica, Pierre ; DEHAENE, S. ; SPELKE, E. . A Universal Developmental Path in the Construction of Exact Number. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
Pica, Pierre . On the Nature of Quantification in Mundurucu. Towards an Understanding of the Distinction between the 'what' and the 'where/how' systems. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
Pica, Pierre . Numbers and the Nature of the Language Faculty. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
Pica, Pierre . Calcul et autres capacités chez les mundurucus : Un exemple de 'recyclage' cognitif ?. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
Dehaene, Stanislas ; IZARD, V. ; PICA, P. ; GRACE, A. D. ; SHUTTS, K. ; SPELKE, E. . Sensitivity to Geometry in Male and Female Chidren and Adults in the US and in an Amazonian Indigene Group. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
Pica, Pierre . On the notion of 'Style' and its implication for a theory of language. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
José Bonneau ; Takshi Nakajima ; Pica, Pierre . A restrictive /non restrictive distinction in possessive nominals. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
ROORYCK, J. ; Pica, Pierre . Configurational Attitudes. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
Pica, Pierre . Binding and the ontology of grammar. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
José Bonneau ; Pica, Pierre . On the theoretical implications of the development of the complementation system. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
IZARD, V. ; Pica, Pierre ; SPELKE, E. . Sensitivity to Visual Forms in Geometry. Boston 2015 (artigo).

2.
Pica, Pierre ; RIBEIRO, S. ; Jairo Saw ; Mauricio Torres . Uma nota sobre a geometria e o sistema de aproximação numérica dos munduruku e sua importância para o respeito à convenção 169 da OIT. Brasilia: International Rivers, 2015 (artigo).

3.
PICA, P.. Préface. Rennes, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
PICA, P. ; Viviane Déprez ; Avigaïl azoulay-Vicente . Théorie du gouvernement et du liage. Paris: Editions du Seuil, 1991. (Tradução/Livro).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Pica, Pierre ; DROUJKOVA, M. . Language, cognition and intuitions. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
PICA, P.. Desenvolvimentos atuais em cognicão. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Teses de doutorado
1.
Lorenzo Vitral; RAMOS, J. M.; PILATI, E. N. S.; DOGLIANI, E. J. A. A. M.; PICA, P.. Participação em banca de Juliana Costa Moreira. O vocativo e a interface sintaxe-pragmatica no Português brasileiro. 2013 - Universidade Federal de Minas Gerais.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Corbi-Fom Memory School.On the computational character of Klein's Geometry. 2018. (Seminário).

2.
Encontro do AnArq-UFOPA.Principios de geometria munduruku. 2017. (Encontro).

3.
iv Semana de letras.Sobre a importância do estudo de línguas indígenas para o entendimento da natureza humana. 2017. (Encontro).

4.
The Origins of Numerical Abilities : The Future.Mundurucu number words as a window on short term memory. 2017. (Seminário).

5.
16th China International Conference on Contemporary Linguistics. From Approximation to Exact Number. 2016. (Congresso).

6.
Association for Psychological Science Annual Convenition. Fast comprehension of embedded geometrical primitives and rules in human adults and preschoolers. 2016. (Congresso).

7.
Lecturas sobre continuidad y discretitud.Lecturas sobre continuidad y discretitud. 2016. (Oficina).

8.
Tightening the articulation between language and number.From Approximation to Exact Number : A computational Analysis. 2016. (Seminário).

9.
Workshop on Educational Neuroscience of Mathematics.On the Computational Character of the Approximate System. 2014. (Encontro).

10.
Institute on Recursion in Brazilian Languages and Beyond. On Recursivity and Internal vs External Factors and Faculty of Language. 2013. (Congresso).

11.
Pos-Graduação em Estudos Linguisticos.Aspectos transculturais da cognição numérica. 2013. (Oficina).

12.
V Simposio em Psicobiologia.Intuições Distintas da Escala Numérica nas Culturas Ocidental e de Indígenas da Amazônia: consenquencias para a Psicobiologia. 2013. (Simpósio).

13.
Forum National des Sciences Cognitives.Systèmes de nombre et systèmes de parenté : L'inné, l'acquis et le. 2012. (Encontro).

14.
La School for Education, Cognitive and Neuroscience.Language as a Window to the Growth of Core Knowledge : The case of Indigenous Language. 2012. (Oficina).

15.
Meeting of Society for Anthropological Sciences. The Origins of exact Numbers. 2012. (Congresso).

16.
NIAS/Lorentz Workshop on Core Knowledge and Language.On Core Knowledge and Its relation to Language. 2012. (Seminário).

17.
50 years of linguistics at MIT : A scientific Reunion.From Object Tracking to Representations of Numbers : An Universal Base for Counting. 2011. (Encontro).

18.
La School for Education Cognitive and Neural Science.A computer-based Training Study on Numeracy Acquisition in the Mundurucu Population. 2011. (Oficina).

19.
New Perspective on Language Creativity.Numbers as a Test Case for the I-Language vs E Language Connection. 2011. (Oficina).

20.
Cerebral Foundations of Mathematical Intuitions, 24th Attention & Performance Meeting.You can count on me. 2010. (Seminário).

21.
Biennal of the Society for Research on Child Development. Intuitions for Multiplication in Amazonian Adults and in US Adults and Children. 2009. (Congresso).

22.
Cutural Effects on the Mental Line.Development in Different Cultures. 2009. (Encontro).

23.
Exciting Biologies, Colloque de la fondation Ipsen sur la biologie de la cognition. A Universal developmental Path in the Construction of Exact Number. 2008. (Congresso).

24.
Brussels Conference on Generative Linguistics. On the Nature of Quantification in Mundurucu : Towards an Understanding of the Distinction between the. 2006. (Congresso).

25.
Curso de Licenciatura Intercultural.Cognicão indigena. 2006. (Oficina).

26.
Workshop on Philosophical and Psychological Perspectives on Number.Numbers and the Nature of the Language Faculty. 2006. (Seminário).

27.
Annual Meeting of the vision science Society.Sensitivity to geometry in male and female children and adults in the US and in an amazonian indigene group. 2005. (Simpósio).

28.
Meeting of European Society for Cognitive Psychology. What is universal with Numbers. 2005. (Congresso).

29.
Séminaire de la main à la pâte.Calcul et autres capacités chez les mundurucus : Un exemple de. 2005. (Encontro).

30.
Congresso da Associação de Estudos da Linguagem. Some remarks on the notion of 'Style' and its implication for a theory of linguistic variation : the notion of Indirect Representation of thought. 2000. (Congresso).

31.
17th Annual Meeting of the West Coast Conference on Formal Linguistics. A restrictive /non restrictive distinction in possessive nominals. 1998. (Congresso).

32.
Linguistic Symposium on Romance Language.Configurational Attitudes. 1996. (Simpósio).

33.
Meeting of the North East Linguistic Society.On the theoretical implications of the development of the complementation system. 1994. (Simpósio).

34.
West Coast Conference on Formal Linguistics.Quantifier Scope and Cross over. 1994. (Simpósio).

35.
26th Meeting of the Chicago Linguistic Society.Reflexives, agreement, structures of nominals and Parameters in Cuture history. 1990. (Simpósio).

36.
Meeting of the North East Linguistic Society.Deriving Binding Properties from the X' Status of Reflexives. 1986. (Simpósio).

37.
Generative Linguistic in the Old World.Quelques remarques sur les notions d'anaphores et de pronom dans le cadre de la théorie du liage et de gouvernement. 1982. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PICA, P. ; ROORYCK, J. . Lorentz workshop on Quantity and Language. 2016. (Congresso).

2.
Pica, Pierre ; ROORYCK, J. . Core Knowledge, Language and Culture. 2012. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Pica, Pierre ; DROUJKOVA, M. . Language, cognition and intuitions. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/11/2018 às 2:55:12