Bruno Costa Lima Rossato

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4962848166700100
  • Última atualização do currículo em 20/07/2018


Mestre em Educação pelo Programa de pós-graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPed/UERJ). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Gama Filho (2009), especialização em Administração e Planejamento da Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2013) e aperfeiçoamento em Gênero e Diversidade na Escola pela Universidade Federal Fluminense (2014). Atualmente é Professor de Educação Infantil na Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e Tutor à Distância da Fundação CECIERJ. Tem experiência na área de Educação, interessando-se pelos temas: Infância; Cotidianos; Currículos, Gênero e Sexualidade. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Bruno Costa Lima Rossato
Nome em citações bibliográficas
ROSSATO, B. C. L.;ROSSATO, Bruno


Formação acadêmica/titulação


2015 - 2017
Mestrado em Educação.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Aprendizagens de gênero-sexualidade na/com a Educação Infantil: Apontamentos para pensar os currículos.,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Maria da Conceição Silva Soares.
Palavras-chave: INFÂNCIA; Currículos; Cotidianos; GÊNERO E SEXUALIDADE.
2012 interrompida
Especialização interrompida em 2013 em Implementação e Gestão da EaD. (Carga Horária: 360h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Ano de interrupção: 2013
2012 - 2013
Especialização em Administração e Planejamento da Educação. (Carga Horária: 465h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Um estudo sobre as relações de gênero na gestão da escola de Educação Infantil.
Orientador: Maria da Conceição Silva Soares.
2014 - 2014
Aperfeiçoamento em Gênero e Diversidade na Escola. (Carga Horária: 180h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: sem título. Ano de finalização: 2014.
Orientador: ..
2005 - 2009
Graduação em Pedagogia.
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
Título: Por uma reflexão pedagógica e ação filosófica: A escola rumo a libertação.
Orientador: Neide Muniz Alcântara.




Formação Complementar


2015 - 2015
Formação em EaD. (Carga horária: 90h).
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do RJ, CECIERJ, Brasil.
2015 - 2015
Tutoria na plataforma Moodle/CEDERJ. (Carga horária: 30h).
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do RJ, CECIERJ, Brasil.
2015 - 2015
Formação no Programa Transforma. (Carga horária: 8h).
Comitê Olímpico do Brasil, COB, Brasil.
2011 - 2011
Os malefícios do trabalho infantil e aprendizagem. (Carga horária: 5h).
Prefeitura Municipal de Itaguaí, PM/Itaguaí, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em Gestão de Pessoas. (Carga horária: 40h).
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em Gestão Estratégica. (Carga horária: 40h).
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
2008 - 2008
Uma Escola para Crianças que Brincam e Aprendem. (Carga horária: 33h).
SESC - Administração Nacional, SESC, Brasil.
2008 - 2008
Relação Teoria e Prática: O Colégio Gama Filho. (Carga horária: 20h).
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
2008 - 2008
Relacionamento Interpessoal. (Carga horária: 8h).
White Martins Gases Industriais, WHITE MARTINS, Brasil.
2008 - 2008
O JOVEM EM BUSCA DA CIDADANIA PLENA. (Carga horária: 5h).
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL, SENAC, Brasil.
2008 - 2008
O Processo de alfabetização no Sesc. (Carga horária: 15h).
SESC - Administração Nacional, SESC, Brasil.
2008 - 2008
LEITURA E ESCRITA NA EDUCAÇÃO BÁSICA. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.


Atuação Profissional



Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do RJ, CECIERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutor à Distância
Outras informações
Atuação na disciplina Estágio em Educação Intanfil oferecida no curso de Licenciatura em Pedagogia (UERJ/CEDERJ),


Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, SME-RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor de Educação Infantil, Carga horária: 22

Atividades

05/2016 - Atual
Direção e administração, Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Maria Cecília Ferreira, .

Cargo ou função
Diretor IV.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno de pós-graduação, Carga horária: 9
Outras informações
Membro do Grupo de Pesquisa: " Currículos, Narrativas Audiovisuais e Diferença" como bolsista de Mestrado (CNPq).

Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 3
Outras informações
Estágio Docente realizado na disciplina 'PPP- Pesquisa e Prática Pedagógica', ministrada pela professora Conceição Soares e oferecida ao curso de Licenciatura em Pedagogia.

Atividades

01/2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Educação e Humanidades, Faculdade de Educação.


Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro - Santo Cristo, SEE/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor I., Carga horária: 16
Outras informações
Atuação nas modalidades: Ensino Médio e EJA.

Atividades

04/2013 - 08/2014
Ensino,

Disciplinas ministradas
Filosofia

Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu, SME-NI, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor II., Carga horária: 20
Outras informações
Professor Regente nas séries iniciais do Ensino Fundamental.


Multiplus Cursos e Concursos, MCC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Coordenador Pedagógico, Carga horária: 44, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuação na coordenação dos cursos preparatórios na área de Tecnologia da Informação (TI) e Assistente da Coordenação Acadêmica no curso de pós-graduação lato-sensu Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação (Convênio Universidade Cândido Mendes).


Sesc - Administração Nacional, SESC/AN, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 30
Outras informações
Atuação na Gerência de Educação com Formação Continuada dos Profissionais de Educação Infantil da Rede Sesc de todo o Brasil.


Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiário no Colégio de Aplicação Gama Filho atuando como Auxiliar de Professor nas seguintes turmas: - Educação Infantil: turma de 4 anos; - Ensino Fundamental I: 2 ano.

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 8
Outras informações
Atuação no Colégio de Aplicação Gama Filho junto à Supervisão Pedagógica.


ORGANIZAÇÃO PRODUÇÃO SOLIDÁRIA, PROSOL, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 8
Outras informações
Auxílio no trabalho com crianças de 04 a 12 anos nas atividades: Recreação, Complementação Escolar, Informática Básica.



Linhas de pesquisa


1.
Cotidianos, Redes Educativas e Processos Culturais.


Projetos de pesquisa


2015 - 2017
AS AUDIOVISUALIDADES E AS REDES DE SIGNIFICAÇÕES SOBRE GÊNERO E SEXUALIDADE TECIDAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORAS/ES UM ESTUDO COM VÍDEOS ESCOLARES CONTRA HOMOFOBIA COMPARTILHADOS NO YOUTUBE.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Maria da Conceição Silva Soares em 29/01/2016.
Descrição: Este projeto de pesquisa, em continuidade aos estudos que temos desenvolvido na interface currículo, narrativas audiovisuais e diferença, busca investigar, problematizar e alargar as redes de significações sobre gênero e sexualidade tecidas na formação de professores/as, dentro-fora do curso de Pedagogia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com o propósito de contribuir com as práticas-teorias que buscam pensar, desnaturalizar e combater a discriminação, a inferiorização e a violência contra mulheres e contra as pessoas consideradas como desviantes em relação aos modos hegemonicamente legitimados de experimentar as potências do corpo, tais como homossexuais, bissexuais, transexuais e transgêneros, entre outros, nos cotidianos escolares. Nosso interesse está na problematização dos processos de produção de conhecimentos e de subjetividades tecidos com as demandas curriculares da formação em suas articulações com as apropriações cotidianas de formas-conteúdos audiovisuais e com as múltiplas possibilidades de ação docente que se engendram nessa trama. Entendemos que a formação, como processo de invenção de si e de mundo, se tece com o que é aprendido nos diferentes contextos em que se vive, entre eles o dos usos das mídias. O recorte do estudo atual visa o mapeamento e a análise com os/as estudantes de Pedagogia de vídeos contra a homofobia produzidos como trabalhos escolares e divulgados no site de compartilhamento YouTube na internet. Em um levantamento exploratório, encontramos vídeos produzidos por estudantes de diferentes níveis em ensino, da educação básica à superior, das redes públicas e privadas de várias regiões do país, em diferentes disciplinas. Articulando múltiplos regimes de imagens (feitas com celular, webcam, máquina fotográfica, imagens de arquivo, etc), de sons (depoimentos, diálogos, leitura de textos, músicas, ruídos, silêncios, etc) e formatos (documentário, ficção, videoclipe, etc), essas narrativas audiovisuais se situam no limiar das audiovisualidades contemporâneas, embaçando fronteiras entre códigos, linguagens e recepção-produção. Essas produções, para além das técnicas e tecnologias, hibridizam também concepções teóricas e políticas sobre gênero e sexualidade e se constituem em um dos modos pelos quais o debate sobre a homofobia se forja e atravessa os cotidianos escolares, enfrentando e ao mesmo tempo compondo com as políticas educacionais e os programas governamentais. A pesquisa será desenvolvida em quatro eixos: 1) memórias fílmicas, a partir do qual pretendemos avançar no mapeamento do consumo e das apropriações de obras cinematográficas pelos/as estudantes de Pedagogia; 2) exibição de filmes produzidos pela indústria audiovisual (ficção e documentário) que abordam especificamente a temática de gênero e sexualidade, acompanhada por leitura de textos e debates sobre a questão proposta; 3) mapeamento, exibição e debates sobre os vídeos contra a homofobia produzidos por estudantes de diferentes redes de ensino e divulgados no YouTube, seguida da análise dessas produções visando à identificação das concepções teóricas e políticas que as atravessam; 4) produção de audiovisuais contra o preconceito e a violência contra mulheres e a população LGBT com as/os estudantes...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Bruno Costa Lima Rossato - Integrante / Maria da Conceição Silva Soares - Coordenador / Simone Gomes da Costa - Integrante / Cristiano Sant'Anna de Medeiros - Integrante / Leonardo Amaro Nolasco da Silva - Integrante / Maria Clara Boing - Integrante / Nelson Santiago - Integrante / Rosane Tesch - Integrante / Fabiane folly - Integrante.
2013 - 2014
Narrativas audiovisuais, redes educativas e diferença - modos singulares/coletivos de imaginar e significar o mundo e o ?outro? e de reinventar as práticas/políticas curriculares
Descrição: Este projeto de pesquisa busca investigar, a partir do estudo das narrativas audiovisuais e das maneiras pelas quais professores e estudantes se apropriam delas, as relações entre os diversos modos de imaginar e significar o mundo e ?os outros? que eles experimentam, as práticas/políticas curriculares que realizam e os posicionamentos éticos, estéticos e políticos que assumem, especialmente no enfrentamento entre os modos de subjetivação que se pretendem hegemônicos e às micropolíticas cotidianas que instituem outras significações, outras subjetividades e outros modos de existência. Nosso interesse está, dessa forma, especialmente na relação imaginação, experiência, educação e diferença, problematizando, com Homi Bhabha, a noção de diversidade, bem como as diferenças/identidades de gênero e sexualidade. Esta investigação está em consonância com outros estudos que desenvolvemos no mestrado, no doutorado (UFES) e no pós-doutorado em Educação (UERJ), sempre na interface educação, comunicação, cultura, subjetividade e redes educativas. Com Omar Rincón, partimos da premissa que as culturas audiovisuais juntam experiências e narrativas que produzem estilos de habitar sem chegar a conformar identidades plenas, constituindo assim laboratórios experimentais da sensibilidade e do pensamento. Com os pesquisadores que conformam a tendência em pesquisa nos/dos/com os cotidianos, compartilhamos que a pesquisa é também um lugar de intervenção e de ampliação das possibilidades para a ação e para o conhecimento. Assim, entendemos que nossas análises precisam considerar, além da compreensão das práticas já realizadas no entrecruzamento das redes de significações, o devir-imagético impulsionado com a pesquisa, ou seja, o vir a ser, o processo de subjetivação individual/coletivo em andamento a partir do momento que cada um e todos os envolvidos se põem a imaginar e a ficcionar sobre o mundo, sobre si e o outro e sobre as práticas educativas, inventado outros possíveis..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Bruno Costa Lima Rossato - Integrante / Maria da Conceição Silva Soares - Coordenador / Simone Gomes da Costa - Integrante / Cristiano Sant'Anna de Medeiros - Integrante / Leonardo Amaro Nolasco da Silva - Integrante / Maria Clara Boing - Integrante / Nelson Santiago - Integrante / ANA LETICIA VIEIRA - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Tópicos Específicos de Educação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação Infantil.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Infância.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Cotidiano.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2017
Prêmio MUDA - I Mostra de Audiovisual., Universidade Federal de São João Del Rei.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
NOLASCO, L.2017 NOLASCO, L. ; ROSSATO, Bruno . AUDIOVISUALIDADES E PRODUÇÃO SOCIAL DAS MASCULINIDADES: GÊNEROS-CORPOS-SEXUALIDADES ENCENADAS NOS COTIDIANOS DAS SALAS DE AULA. PERIFERIA (DUQUE DE CAXIAS), v. 9, p. publicações, 2017.

Capítulos de livros publicados
1.
VIEIRA, A. L. ; ROSSATO, Bruno ; REIS, V. L. . Por que eu sou o que convém! Inconveniente. In: Haroldo Vidal; Marcelo Ucelli. (Org.). Educação, Comunicação, Cultura e Diferença. 01ed.Vitória: Pedregulho, 2018, v. 01, p. 100-115.

2.
ROSSATO, Bruno. CAMINHOS PERCORRIDOS NAS ARTES DO FAZER: MASCULINIDADES EM JOGO NO/COM OS COTIDIANOS DA DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO INFANTIL. In: Elaine Ferreira Rezende de Oliveira; Heloisa Josiele Santos Carreiro. (Org.). VI SEMINÁRIO VOZES DA EDUCAÇÃO 20 ANOS: MEMÓRIAS, POLÍTICAS E FORMAÇÃO DOCENTE. 1ed.: , 2016, v. 1, p. 12-.

3.
HELAL, Igor ; ROSSATO, Bruno ; REIS, V. L. . Dando Closes na produção de discursos sobre gênero e sexualidade: pistas para pensar modos de existência nos/dos/com os cotidianos das escolas. In: VIRGÍNIA DE OLIVEIRA SILVA; JANAINE AIRES. (Org.). Cinema Paraibano e Gênero. 01ed.João Pessoa: Xeroca, 2016, v. 01, p. 99-105.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ROSSATO, Bruno. APRENDIZAGENS INVENTIVAS E OUTRAS POSSIBILIDADES: O gênero praticado nos/com os cotidianos da educação infantil. In: IX Seminário Internacional Redes Educativas, 2017, Rio de Janeiro. APRENDIZAGENS INVENTIVAS E OUTRAS POSSIBILIDADES: O gênero praticado nos/com os cotidianos da educação infantil, 2017. v. 01.

2.
VIEIRA, A. L. ; REIS, V. L. ; ROSSATO, Bruno . PORQUE EU SOU O QUE CONVÉM ? ?INCONVENIENTE?. In: 4 SEMINÁRIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO E SEXUALIDADE, 2016, Vitória. O que temos feito de nós?, 2016.

3.
VIEIRA, A. L. ; REIS, V. L. ; ROSSATO, Bruno . O AUDIOVISUAL COMO DISPOSITIVO PARA TRANSPENSAR GÊNERO, SEXUALIDADE E EDUCAÇÃO. In: Mundos que se tecem entre 'nosotros': o ato de educar em uma língua ainda por ser escrita, 2016, Rio de Janeiro. Mundos que se tecem entre "nosotros", 2016. v. 01.

4.
NOLASCO, L. ; ROSSATO, Bruno . MASCULINIDADES ENCENADAS: TECENDO LEITURAS EM SALAS DE AULA A PARTIR DO MASCULINO-HERÓI DE DESENHOS ANIMADOS E SÉRIE DE TV.. In: 4 SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO E SEXUALIDADE, 2016, Vitoria. O que temos feito de nós?, 2016.

5.
SANT'ANNA, C. ; ROSSATO, Bruno . PESQUISAR COM IMAGENS EM REDES TECIDAS NOS/COM OS COTIDIANOS ESCOLARES. In: VII Seminário Internacional: AS REDES EDUCATIVAS E AS TECNOLOGIAS: MOVIMENTOS SOCIAIS E EDUCAÇÃO, 2015, Rio de Janeiro. AS REDES EDUCATIVAS E AS TECNOLOGIAS: MOVIMENTOS SOCIAIS E EDUCAÇÃO, 2015.

6.
ROSSATO, Bruno. AS QUESTÕES DE GÊNERO NO COTIDIANO DA EDUCAÇÃO INTANFIL: MASCULINIDADES E FEMINILIDADES EM JOGO. In: IV COLÓQUIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO, CIDADANIA E EXCLUSÃO, 2015, Rio de Janeiro. IV COLÓQUIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO, CIDADANIA E EXCLUSÃO, 2015.

7.
ROSSATO, B. C. L.; SOARES, M. C. S. . A PERSPECTIVA DE GÊNERO E A ANÁLISE DA PRODUÇÃO DOS CORPOS E DAS IDENTIDADES SEXUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. In: III Seminário Nacional de Educação, Diversidade Sexual e Direitos Humanos, 2014, Vitória. III Seminário Nacional de Educação, Diversidade Sexual e Direitos Humanos, 2014. v. 3.

8.
ROSSATO, B. C. L.. CAMINHOS PERCORRIDOS EM UMA TRAJETÓRIA: AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA CRECHE. In: VII Colóquio Internacional de Filosofia da Educação, 2014, Rio de Janeiro. O que pode a escola hoje em nossa América?, 2014.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ROSSATO, Bruno. ATITUDES AO PESQUISAR GÊNERO COM CRIANÇAS: POR UM 'BRINCAR DE SER' NOS CURRÍCULOS. In: I Congresso de Estudos da Infância - Diálogos Contemporâneos, 2017, rio de janeiro. I Congresso de Estudos da Infância - Diálogos Contemporâneos, 2017.

2.
ROSSATO, Bruno. QUE MASCULINIDADES OS SUPER-HERÓIS DE FILMES INFANTIS PRODUZEM? PISTAS PARA PENSAS OS PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO DAS CRIANÇAS. In: II Seminário Internacional Desfazendo Gênero, 2015, Salvador. Ativismos das dissidências sexuais e de gênero, 2015.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ROSSATO, Bruno. TIO, VOCÊ É VIADO? PENSANDO A PRODUÇÃO DAS MASCULINIDADES NO/COM OS COTIDIANOS ESCOLARES.. In: Jornada de Gênero e Sexualidade do Colégio Pedro II, 2016, Rio de Janeiro. Jornada de Gênero e Sexualidade do Colégio Pedro II, 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
ROSSATO, Bruno; VIANNA, Paula . A escuta das crianças como princípio educativo nos Projetos em Educação Infantil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
ROSSATO, Bruno. APRENDIZAGENS INVENTIVAS E OUTRAS POSSIBILIDADES: O gênero praticado nos/com os cotidianos da educação infantil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
REIS, V. L. ; VIEIRA, A. L. ; ROSSATO, Bruno . INCONVENIENTE. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
REIS, V. L. ; ROSSATO, Bruno . (D)ESCOLAR. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
VIEIRA, A. L. ; REIS, V. L. ; ROSSATO, Bruno . INCONVENIENTE. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
ROSSATO, Bruno. CAMINHOS PERCORRIDOS NAS ARTES DO FAZER: MASCULINIDADES EM JOGO NO/COM OS COTIDIANOS DA DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO INFANTIL. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
ROSSATO, Bruno. TIO, VOCÊ É VIADO? PENSANDO A PRODUÇÃO DAS MASCULINIDADES NO/COM OS COTIDIANOS ESCOLARES.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
ROSSATO, Bruno. AS QUESTÕES DE GÊNERO NO COTIDIANO DA EDUCAÇÃO INTANFIL: MASCULINIDADES E FEMINILIDADES EM JOGO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
ROSSATO, Bruno; SANT'ANNA, C. . PESQUISAR COM IMAGENS EM REDES TECIDAS NOS/COM OS COTIDIANOS ESCOLARES. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
ROSSATO, Bruno. QUE MASCULINIDADES OS SUPER-HERÓIS DE FILMES INFANTIS PRODUZEM? PISTAS PARA PENSAR OS PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO DAS CRIANÇAS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
REIS, V. L. ; ROSSATO, Bruno . (D)ESCOLAR. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
REIS, V. L. ; ROSSATO, Bruno . (D)ESCOLAR. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
ROSSATO, B. C. L.. CAMINHOS PERCORRIDOS EM UMA TRAJETÓRIA: AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA CRECHE. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
VIEIRA, A. L. ; ROSSATO, Bruno ; REIS, V. L. . Inconveniente. rio de janeiro: Uerj, 2018 (Periódico).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
ROSSATO, B. C. L.; PORTO, G. ; Medeiros, C. . Uma proposta de auto-avaliação reflexiva e formadora em cursos de formação EAD.. 2008.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Ladeira, A. ; ROSSATO, B. C. L. ; Falcão, S. . V Jornada Pedagógica em Educação Infantil SME/RJ. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
Campos, A. L. ; ROSSATO, B. C. L. ; SIREQUE, E. ; COUTINHO, Vanessa . IV Jornada Pedagógica em Educação Infantil - SME/RJ. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
ROSSATO, Bruno. O pedagógico de tudo e de todos na constituição dos sujeitos. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
ROSSATO, Bruno. O pedagógico de tudo e de todos nas descobertas. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
ROSSATO, Bruno; ALBUQUERQUE, C. . As contribuições da neurociência na educação da primeira infância. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
REIS, V. L. ; ROSSATO, Bruno . (D)ESCOLAR. 2015. Vídeo.

2.
REIS, V. L. ; VIEIRA, A. L. ; ROSSATO, Bruno . INCONVENIENTE. 2015. Vídeo.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ROSSATO, Bruno. Participação em banca de RENATA PENNA MACHADO.A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro.(D)Escolar. 2015. (Outra).

2.
II Seminário Internacional Desfazendo Gênero.Que Masculinidades os super-heróis de filmes infantis produzem? Pistas para pensar os processos de subjetivação das crianças. 2015. (Seminário).

3.
IV COLÓQUIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO, CIDADANIA E EXCLUSÃO. AS QUESTÕES DE GÊNERO NO COTIDIANO DA EDUCAÇÃO INTANFIL: MASCULINIDADES E FEMINILIDADES EM JOGO. 2015. (Congresso).

4.
Mostra Bem me cuir.(D)Escolar. 2015. (Encontro).

5.
VII Seminário Internacional: AS REDES EDUCATIVAS E AS TECNOLOGIAS: MOVIMENTOS SOCIAIS E EDUCAÇÃO.PESQUISAR COM IMAGENS EM REDES TECIDAS NOS/COM OS COTIDIANOS ESCOLARES. 2015. (Seminário).

6.
VI Jornada Pedagógica da Educação Infantil. 2015. (Seminário).

7.
VII Colóquio Internacional de Filosofia da Educação. CAMINHOS PERCORRIDOS EM UMA TRAJETÓRIA: AS RELAÇÕES DE GÊNERO NO COTIDIANO DA CRECHE. 2014. (Congresso).

8.
VII Seminário Laboratório Imagem. 2014. (Seminário).

9.
V Jornada Pedagógica da Educação infantil: O pedagógico de tudo e de todos.O pedagógico de tudo e de todos nas subjetividades. 2014. (Seminário).

10.
IV Jornada Pedagógica em Educação Infantil: Contribuições da neurociência na primeira infância.Contribuições da neurociência na primeira infância. 2013. (Seminário).

11.
I Ação da Cidadania de Itaguaí. 2008. (Outra).

12.
Seminário LEDUC/UFRJ: Leitura, Escrita e Edcuação. 2008. (Congresso).

13.
IV Fórum do Negro: O jovem em busca de cidadania plena. 2007. (Encontro).

14.
Semana de Educação da Universidade Gama Filho. 2007. (Seminário).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Fabíola Aparecida da Cruz. A importância do brincar na Educação Infantil para a construção da identidade. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Pedagogia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Bruno Costa Lima Rossato.

2.
PATRICIA APARECIDA GOUVEIA DAMASCENO. A importância da afetividade entre Professor e Aluno na Educação Infantil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Pedagogia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Bruno Costa Lima Rossato.

3.
RENATA DA SILVA WERMELINGER. O PAPEL DA ESCOLA NA CONSTRUÇÃO E PRESERVAÇÃO DA INFÂNCIA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Pedagogia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Bruno Costa Lima Rossato.



Outras informações relevantes


Convocação em concurso:
 Professor II: Prefeitura Municipal de Belford Roxo (2011). Não foi tomada a posse por questões de cunho pessoal.
Aprovação em Concursos:
- Técnico em Assunto Educacionais: Instituto Federal Do Rio de Janeiro (2012);
- Supervisor Pedagógico: Prefeitura Municipal de Itaguaí (2011);
- Técnico em Assuntos Educacionais: CEFET/RJ (2010);
- Supervisor Educacional: Prefeitura Municipal de Mesquita/RJ (2010);



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 23:26:11