Érick Fiszuk de Oliveira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1128902695609679
  • Última atualização do currículo em 07/12/2018


Mestre em História Social (2017), bacharel e licenciado em História (2011) pela Unicamp. Iniciação científica (2008-2009) sobre o impacto da "desestalinização" no PCB de 1956 a 1960, cuja análise foi aprofundada no TCC defendido em 2012 no IFCH/Unicamp. Doutorando em História Social (Unicamp) com projeto de pesquisa sobre as relações entre o PCB e a Comintern (1924-1943). Domínios de interesse: as relações entre os comunistas brasileiros e a URSS (1918-1945), a Rússia Antiga medieval (Rus Kievana) e seu idioma eslavônio (882-1240), e a tradução e legendagem de material histórico e cultural para ampla divulgação. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Érick Fiszuk de Oliveira
Nome em citações bibliográficas
OLIVEIRA, E. F.;FISHUK, E.;FISZUK, E.


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em História social.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: A Comintern e o Brasil, 1922-1943: a política soviética para a América Latina e as relações do PCB com Moscou,
Orientador: Claudio Henrique de Moraes Batalha.
Palavras-chave: Partido Comunista do Brasil (PCB); Internacional Comunista (Comintern); história política do Brasil; relações internacionais; antifascismo; marxismo-leninismo.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Partido Comunista do Brasil (1922-1943).
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da Internacional Comunista (1919-1943).
2014 - 2017
Mestrado em História social.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Revolução, guinadas e antifascismo: a Comintern e os comunistas brasileiros rumo às ?frentes populares? (1928-1935),Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Claudio Henrique de Moraes Batalha.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Partido Comunista do Brasil (PCB); história política do Brasil; Internacional Comunista (IC); Aliança Nacional Libertadora (ANL).
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Partido Comunista do Brasil (1922-1943).
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil República.
2006 - 2011
Graduação em História (bacharelado).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2006 - 2011
Graduação em História (licenciatura).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: O impacto da ?desestalinização? soviética sobre os comunistas brasileiros (1956-1961).
Orientador: Claudio Henrique de Moraes Batalha.
2003 - 2005
Ensino Médio (2º grau).
Viverde Escola de Educação Básica, EEB, Brasil.
1995 - 2002
Ensino Fundamental (1º grau).
Viverde Escola de Educação Básica, EEB, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Produção Oral: comunicações acadêmicas (inglês, nível B2). (Carga horária: 32h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2017 - 2017
Extensão universitária em Língua latina: uma introdução. (Carga horária: 30h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.



Projetos de pesquisa


2008 - 2009
O impacto da desestalinização sobre o Partido Comunista do Brasil e os limites das mudanças (1956-1960)
Descrição: O presente estudo de iniciação científica explorou o impacto no PCB da chamada ?desestalinização?, ou seja, a revisão, a partir do XX Congresso do Partido Comunista soviético, do predomínio das diretrizes stalinistas sobre o movimento comunista internacional e os Partidos Comunistas governantes, e a crise partidária interna gerada nesse processo. Pelo cruzamento de fontes jornalísticas, acadêmicas e literárias, levantaram-se as mudanças orgânicas no ?Partidão? e o que, devido às previstas resistências e apesar da mudança de linha política, permaneceu como estava, e avaliou-se o que havia de voluntário e impositivo nas relações entre os comunistas brasileiros e a URSS. Verificou-se que, apesar das tentativas de analisar com eficácia a realidade brasileira por meio de um ?marxismo criador? e de livrar o partido dos métodos ditos ?dogmáticos? e ?sectários?, muitos dos procedimentos administrativos antigos permaneceram e pouco se inovaram as visões sobre o Brasil, embora houvesse mudanças significativas entre 1954 e 1958-60. Muito do que aconteceu (e do que não aconteceu) no PCB nesses sete anos foi a culminância tanto de um processo de luta interna em torno das questões programáticas, no qual atuaram particularidades do modo comunista de fazer política, quanto dos reflexos da grave crise de poder no ?socialismo real?, protagonizada pelo líder soviético Khruschov..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Partido Comunista do Brasil (1922-1943).
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da Internacional Comunista (1919-1943).
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil República (1914-1945).
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da União Soviética (1917-1953).
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da Rússia Antiga (Rus Kievana, 882-1240).
6.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Língua eslava antiga (Eslavônio, sécs. 9-11).


Idiomas


Esperanto
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Russo
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Interlíngua
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Galego
Compreende BemLê Bem.
Catalão
Compreende BemLê Bem.
Interlíngue
Compreende BemLê Bem.
Búlgaro
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.
Servo-Croata
Compreende PoucoLê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Ucraniâno
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Latim
Lê Razoavelmente.
Bielo-Russo
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.
Alemão
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.
Corsico
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Croata
Compreende PoucoLê Razoavelmente.
Eslovaco
Compreende PoucoLê Pouco.
Macedônio
Compreende PoucoLê Razoavelmente.
Reto-Romano
Compreende PoucoLê Razoavelmente.
Serbian
Compreende PoucoLê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Esloveno
Lê Pouco.
Guarani
Lê Pouco.
Polonês
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Tcheco
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Crioulo
Lê Pouco.
Holandês
Compreende PoucoLê Pouco.
Grego
Lê Pouco.
Moldavio
Compreende PoucoLê Razoavelmente.
Romeno
Compreende PoucoLê Razoavelmente.
Tatar
Lê Pouco.


Prêmios e títulos


2014
Diplôme d'études en langue française (DELF B2), niveau B2 du Cadre européen commun de réference pour les langues, Centre international d'études pédagogiques, Ministère de l'éducation nationale, République française.
1996
"Honra ao Mérito" pelo destaque alcançado nos estudos, Rotary Club de Bragança Paulista.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FISHUK, E.2017 FISHUK, E.. Uma revolução-processo: primeiras imagens da Revolução Russa na Internacional Comunista (1919-1921). CRITICA MARXISTA (SÃO PAULO), v. 1, p. 177-185, 2017.

Outras produções bibliográficas
1.
LENIN, V. ; FISHUK, E. . Para a questão das nacionalidades ou da 'autonomização'. São Paulo: Revista Ponto-e-Vírgula (edição 100 anos da Revolução Russa), 2017. (Tradução/Artigo).

2.
REIS, D. A. (Org.) ; FISZUK, E. ; BALYKOVA, K. ; DINIZ, M. S. ; ROSAS, C. ; URSO, G. S. . Manifestos vermelhos e outros textos históricos da Revolução Russa. São Paulo: Penguin Classics e Companhia das Letras, 2017. (Tradução/Livro).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
FISHUK, E.. Traduções de Erick Fishuk. 2014; Tema: Site em que se publicam sobretudo traduções do francês e do russo sobre comunismo soviético e história mundial, além de textos sobre outros temas e em outras línguas. (Site).

2.
FISHUK, E.. Eslavo (canal YouTube). 2010; Tema: Canal de vídeos hospedado na plataforma YouTube, em que são postadas legendagens e outros materiais sobre cultura, história política e aprendizado de idiomas. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
FISHUK, E.. Normas de citação bibliográfica conforme a ABNT. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
FISHUK, E.. Breve introdução à língua francesa. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
FISHUK, E.. Introdução à língua russa: história, literatura, gramática. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
A escolha profissional e a construção de um projeto de vida para a Geração Y. 2018. (Outra).

2.
Introdução à legendagem - V Encontro "E por falar em tradução". 2018. (Oficina).

3.
IX Colóquio Internacional Marx e Engels (Centro de Estudos Marxistas, Unicamp).Os Estatutos da Comintern e a evolução do comunismo internacional (1920, 1924 e 1928). 2018. (Outra).

4.
Sem drama: traduzindo o teatro contemporâneo - V Encontro "E por falar em tradução". 2018. (Oficina).

5.
V Encontro "E por falar em tradução".Traduzindo Lenin: caminhos para teorizar a tradução de história e de política. 2018. (Encontro).

6.
V Seminário Internacional Mundos do Trabalho.Estruturas transnacionais do comunismo internacional e o PCB no mundo do trabalho (1924-1943). 2018. (Seminário).

7.
I Jornada de Dissertações e Teses do PPGH da Unicamp.A Comintern e o Brasil (1924-1943): as relações mútuas e a política de Moscou para o PCB. 2017. (Encontro).

8.
II Encontro Internacional Participação, Democracia e Políticas Públicas. 2015. (Encontro).

9.
V Seminário de Educação Brasileira. 2015. (Seminário).

10.
Introdução à audiodescrição - III Encontro "E por falar em tradução...". 2014. (Oficina).

11.
Introdução à legendagem - III Encontro "E por falar em tradução...". 2014. (Oficina).

12.
VI Colóquio - Cidade e Educação Patrimonial: por entre histórias e memórias. 2014. (Outra).

13.
II Encontro "E por falar em tradução...". 2012. (Encontro).

14.
Introdução à interpretação de conferências - II Encontro "E por falar em tradução...". 2012. (Oficina).

15.
Introdução à legendagem - II Encontro "E por falar em tradução...". 2012. (Oficina).

16.
XXI Encontro Estadual de História - ANPUH São Paulo. 2012. (Encontro).

17.
XVII Congresso de Iniciação Científica da UNICAMP. "O impacto da desestalinização sobre o Partido Comunista do Brasil e os limites das mudanças (1956-1960)". 2009. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
FISHUK, E.. Normas de citação bibliográfica conforme a ABNT. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/12/2018 às 15:36:22