Gean Leonardo Richter

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9736928933056158
  • Última atualização do currículo em 29/04/2018


Possui titulo de Técnico em Agropecuária pela Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato (2009), de Engenheiro Agrônomo (2015) e de Mestre em Agronomia (2018) na Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente realiza Doutorado em Agronomia na Universidade Federal de Santa Maria, e é integrante do Grupo de Pesquisa em Mudança Climática na Agricultura no Setor de Agrometeorologia e do Grupo de Pesquisa em Ecofisiologia e Manejo (GPEM) coordenados pelos professores Nereu Augusto Streck e Alencar Junior Zanon. Suas pesquisas estão concentradas na área de produção vegetal, com ênfase nos seguintes temas: Potencial de produtividade de culturas agrícolas, Eficiência no uso de recursos, Modelagem, Ecofisiologia vegetal, Manejo e Tratos Culturais da cultura da soja e arroz. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gean Leonardo Richter
Nome em citações bibliográficas
RICHTER, G. L.;RICHTER, GEAN LEONARDO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Maria.
Avenida Roraima, 1000.
Camobi
97105900 - Santa Maria, RS - Brasil
Telefone: (055) 32208000


Formação acadêmica/titulação


2018
Doutorado em andamento em Agronomia.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: Simulação do crescimento, desenvolvimento e produtividade de soja no Brasil,
Orientador: Nereu Augusto Streck.
Coorientador: Alencar Junior Zanon.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Modelagem; Glycine max; Agrometeorologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
2016 - 2018
Mestrado em Agronomia.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: USO DE SUBMODELO DE COMPETIÇÃO POR PLANTAS DANINHAS NO MODELO SimulArroz,Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Nereu Augusto Streck.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Arroz daninho; Capim-arroz; Perda de produtividade; Competição; Modelagem.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
2010 - 2015
Graduação em Agronomia.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: Estimativa da área de folhas de cultivares de soja por método não destrutivo.
Orientador: Nereu Augusto Streck e Isabel Lago.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2007 - 2010
Curso técnico/profissionalizante em Técnico em Agropecuária.
Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato, EETCG, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2017 - 2018
Introdução do submodelo de competição de plantas daninhas no modelo SimulArroz
Descrição: Na atual versão do modelo SimulArroz não há a opção de simulação considerando-se a competição de plantas daninhas no crescimento, desenvolvimento e produtividade da cultura do arroz irrigado. O objetivo desse projeto é introduzir no modelo SimulArroz a opção de competição negativa de arroz daninho (Oryza sativa) e capim-arroz (Echinochloa spp.) sobre a produtividade de grãos da cultura do arroz irrigado. Os coeficientes i e a do modelo da hipérbole retangular referentes a cada uma dessas espécies daninhas serão obtidos da literatura de trabalhos realizados no Rio Grande do Sul. No código-fonte do modelo SimulArroz será implementado o modelo de perda de produtividade de modo a penalizar a produtividade potencial no dia da maturidade fisiológica (R9). A competição do arroz daninho e do capim-arroz sobre a produtividade de arroz será modelada pelo método de perda da produtividade, utilizando-se o modelo da equação hipérbole retangular. O desempenho do modelo com o submodelo de competição das duas plantas daninhas será avaliado pelas estatísticas raiz do erro médio quadrático (RQME), raiz do erro médio quadrático normalizado (RQMEn), índice ?BIAS?, índice de concordância modificado (dw) e coeficiente de eficiência de Nash-Sutcliffe (COE). A proposta é ter uma versão do modelo SimulArroz capaz de simular a perda de produtividade de grãos do arroz irrigado devido à competição negativa de plantas de arroz daninho e de capim-arroz..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Isabel Lago - Integrante / Bruna San Martin Rolim Ribeiro - Integrante / Nereu Augusto Streck - Coordenador / Charles Patrick de Oliveira de Freitas - Integrante / Ary José Duarte Junior - Integrante / Kelin Pribs Bexaira - Integrante / Nelson Diehl Kruse - Integrante / Isabela Bulegon Pilecco - Integrante.
2017 - Atual
Fatores biofísicos e de manejo que provocam perda de produtividade na cultura do arroz irrigado e da soja em terras baixas

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Alencar Junior Zanon em 13/05/2018.
Descrição: O Estado do Rio Grande do Sul é o principal produtor brasileiro de arroz (Oryza sativa L.) e o terceiro maior produtor de soja (Glycine max (L.) Merril). Neste Estado vem ocorrendo a expansão da cultura da soja em áreas consideradas de terras baixas que são tradicionalmente utilizadas no cultivo do arroz irrigado. Apesar do contínuo aumento no rendimento médio do arroz e da soja nos últimos anos, ainda há uma considerável diferença entre os rendimentos medidos em experimentos de estações de pesquisa de arroz e de soja e do rendimento médio atual de arroz e de soja no RS. O potencial de rendimento é o rendimento de uma cultivar que cresce sem limitações de nutrientes. Entre os objetivos e metas deste projeto destacam-se (i) estimar o potencial de rendimento e as lacunas de rendimento das culturas do arroz e da soja nas regiões de terras baixas do Estado do Rio Grande do Sul, (ii) identificar os fatores biofísicos e de manejo que potencialmente explicam a lacuna de rendimento nas lavouras de arroz e de soja nas regiões de terras baixas do Estado do Rio Grande do Sul e (iii) criar uma rede de pesquisa no tema lacunas de rendimento das culturas agrícolas entre Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), IRGA ( Instituto Rio Grandense do Arroz), CIAT (International Center for Tropical Agriculture) e FLAR (Fondo Latinoamericano para Arroz de Riego), contribuindo para a formação de recursos humanos em nível de graduação e pós-graduação. As produtividades potenciais serão estimadas com base em modelos agrícolas, experimentos em condição potencial, levantamento de dados por meio de questionários e as lacunas e análise das possíveis causas serão estimadas com base nos dados obtidos através 960 e 480 questionários aplicados em quatro anos agrícolas (2015/2016, 2016/2017, 2017/2018 e 2018/2019) para cultura do arroz e soja, respectivamente. Espera-se que os resultados deste projeto tenham contribuição científica internacional e regional no tema sobre lacunas de rendimento de culturas agrícolas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Eduardo Lago Tagliapietra - Integrante / Alencar Junior Zanon - Coordenador / Enio Marchesan - Integrante / Giovana Ghisleni Ribas - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Ary José Duarte Junior - Integrante / Ioran Guedes Rossato - Integrante / Kelin Pribs Bexaira - Integrante / André da Rosa Ulguim - Integrante / Filipe Selau Carlos - Integrante / Gilmara Peripolli Tonel - Integrante / Guilherme Foletto Pozzobon - Integrante / Isabela Bulegon Pilecco - Integrante / Alexandre Ferigolo Alves - Integrante / Diego Nicolau Follmann - Integrante / Fernando Fumagalli Miranda - Integrante / Francisco Alexandre de Morais - Integrante / Simone Puntel - Integrante / Thainandra Zottele Nunes - Integrante.
2017 - Atual
Calibração e validação de um modelo de desenvolvimento vegetativo na cultura da soja
Descrição: Com a expansão da cadeia produtiva da soja e a valorização para melhorar o desenvolvimento tecnológico, esta cultura tem potencial de promover importantes ganhos econômicos e sociais ao Brasil. O objetivo deste projeto é entender e adaptar um modelo de desenvolvimento vegetativo para as cultivares de soja recomendados para cultivo em ambiente subtropical do sul do Brasil. Será utilizado no presente projeto, o banco de dados do Grupo de Pesquisa em Agrometeorologia da Universidade Federal de Santa Maria e estes foram coletados desde a safra 2010 até 2017. Além disso, será conduzido um experimento na safra 2017/2018, em Santa Maria, com oito épocas de semeadura (de agosto a março). Nos experimentos, é avaliado o número de nós (NN) e o número final de nós (NFN) da haste principal, em diferentes épocas de semeaduras e locais do Estado do Rio Grande do Sul. Será usado um modelo de emissão de nós que leva em conta os fatores que afetam a taxa de emissão de nós em soja de forma multiplicativa e com funções de resposta não lineares. Os coeficientes do modelo dependentes da espécie serão estimados através de dados de um experimento realizados na safra 2012/2013 e a avalição do modelo será com dados independentes de experimentos conduzidos nas safras de 2010/2011, 2011/2012, 2013/2014, 2014/2015, 2015/201, 2016/2017 e 2017/2018. Três versões do modelo serão consideradas no que se refere à entrada da temperatura do ar para o cálculo da f(T) do modelo de NN. Em uma versão a entrada de temperatura do ar na f(T) é a temperatura média (média aritmética entre a mínima e a máxima diária) diária, na segunda versão de entrada da temperatura será com a mínima e a máxima diária, calculando-se a média das f(T) com cada temperatura (máxima e mínima) e a terceira versão será com a temperatura média (a média diária obtida através das médias entre a mínima e máxima horária). O desempenho das três versões dos modelos será testado por cinco estatísticas: raiz do quadrado médio do erro (RQME), o coeficiente de correlação (r), índice de concordância (dw), índice ?BIAS? e índice de confiança (c)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Eduardo Lago Tagliapietra - Integrante / Patric Scolari Weber - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Bruna San Martin Rolim Ribeiro - Integrante / Giovana Ghisleni Ribas - Integrante / Nereu Augusto Streck - Coordenador / Jossana Ceolin Cera - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Vladison Fogliato Pereira - Integrante / Ioran Guedes Rossato - Integrante / Kelin Pribs Bexaira - Integrante / Eduardo Daniel Friedrich - Integrante / Francisco Tonetto - Integrante / Gilmara Peripolli Tonel - Integrante / Guilherme Foletto Pozzobon - Integrante / Rafael Silveira Milanesi - Integrante / Isabela Bulegon Pilecco - Integrante / Alexandre Ferigolo Alves - Integrante / Simone Puntel - Integrante / Thainandra Zottele Nunes - Integrante / Regina Tomiozzo - Integrante / Roberto Paulo Schutz - Integrante.
2016 - Atual
Potencial e lacunas de rendimento em arroz irrigado no rio grande do sul
Descrição: O arroz (Oryza sativa L.) é o segundo cereal mais produzido no mundo, sendo a região Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) responsável por 76% da produção brasileira e o Estado do Rio Grande do Sul (RS) o maior produtor, com 67% da produção nacional. Os objetivos deste projeto são: 1)Introduzir quatro cultivares convencionais de arroz atualmente, muito utilizadas no RS nos modelos SimulArroz e Oryza; 2) estimar o potencial de rendimento de cultivares de arroz irrigado do Estado do Rio Grande do Sul; 3) estimar a lacuna de rendimento da cultura do arroz no Estado do Rio Grande do Sul e 4) identificar os fatores biofísicos e de manejo que potencialmente explicam a lacuna de rendimento nas lavouras de arroz irrigado por inundação do Estado do Rio Grande do Sul. Serão conduzidos experimentos de campo durante os anos agrícolas 2016/2017 e 2017/2018 com a cultura do arroz irrigado, visando-se obter o potencial de rendimento da cultura. Serão aplicados questionários junto a produtores de arroz no Rio Grande do Sul durante os anos agrícolas 2016/2017 e 2017/2018. Nos experimentos de campo serão utilizadas as cultivares de arroz irrigado dos grupos de maturação precoce ('Puitá INTA-CL' e 'BRS Pampa') e médio ('Guri INTA CL' e 'IRGA 424 RI') que representam mais de 70% da área orizícola semeada no Rio Grande do Sul. Serão determinadas as seguintes variáveis: emissão de folhas e data de ocorrência dos estádios R1, R4 e R9. Serão realizadas coletas da parte aérea de plantas, em uma área de 0,51m2 por repetição e a separação da matéria seca da parte aérea entre os compartimentos: colmos, folhas, folhas senescentes, ráquis e espiguetas. Com estes experimentos espera-se ter a calibração do modelo ORYZA e a atualização da calibração do modelo SimulArroz para cultivares de arroz atualmente cultivadas no Rio Grande do Sul. Uma vez tendo os modelos calibrados e avaliados, em conjunto com os dados dos experimentos e dos questionários aplicados aos 240 produtores serão determinadas as lacunas de rendimento do arroz irrigado no Rio Grande do Sul..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Eduardo Lago Tagliapietra - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Isabel Lago - Coordenador / Bruna San Martin Rolim Ribeiro - Integrante / Giovana Ghisleni Ribas - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Vladison Fogliato Pereira - Integrante / Ary José Duarte Junior - Integrante / Ioran Guedes Rossato - Integrante / Mathias Ferreira da Costa - Integrante / Kelin Pribs Bexaira - Integrante / Moises de Freitas do Nascimento - Integrante.
2016 - Atual
Potencial e lacunas de rendimento da cultura da soja para regiões de terras baixas do Rio Grande do Sul
Descrição: O Estado do Rio Grande do Sul é o terceiro maior produtor brasileiro de soja (Glycine max (L.) Merril). No Estado vem ocorrendo a expansão no cultivo da soja em áreas consideradas de terras baixas que são tradicionalmente utilizadas no cultivo do arroz irrigado. Apesar do contínuo aumento no rendimento da soja nos últimos anos, ainda há uma considerável diferença entre os rendimentos medidos em experimentos de estações de pesquisa e do rendimento médio atual de soja no Rio Grande do Sul. Os rendimentos observados em estações de pesquisa são rendimentos potenciais de cultivares que crescem sem limitações de nutrientes. Os objetivos deste projeto são estimar o potencial e as lacunas de rendimento da cultura da soja nas regiões de terras baixas do Estado do Rio Grande do Sul e identificar os fatores biofísicos e de manejo que potencialmente explicam a lacuna de rendimento nas lavouras de soja nessas regiões. Os rendimentos potenciais serão estimados com base em modelos agrícolas, experimentos em condição potencial, levantamento de dados por meio de questionários. As lacunas de rendimento e a análise das possíveis causas serão estimadas com base nos dados obtidos através de 360 questionários aplicados em três anos agrícolas (2015/2016, 2016/2017 e 2017/2018) para a cultura da soja. Espera-se que os resultados deste projeto tenham contribuição científica internacional e regional no tema sobre o potencial e lacunas de rendimento de culturas agrícolas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Coordenador / Patric Scolari Weber - Integrante / Giovana Ghisleni Ribas - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Vladison Fogliato Pereira - Integrante / Angelica Durigon - Integrante / Darlan Scapini Balest - Integrante.
2016 - Atual
Potencial e lacunas de rendimento em arroz irrigado no rio grande do sul
Descrição: O arroz (Oryza sativa L.) é o segundo cereal mais produzido no mundo, sendo a região Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) responsável por 76% da produção brasileira e o Estado do Rio Grande do Sul (RS) o maior produtor, com 67% da produção nacional. Os objetivos deste projeto são: 1)Introduzir quatro cultivares convencionais de arroz atualmente, muito utilizadas no RS nos modelos SimulArroz e Oryza; 2) estimar o potencial de rendimento de cultivares de arroz irrigado do Estado do Rio Grande do Sul; 3) estimar a lacuna de rendimento da cultura do arroz no Estado do Rio Grande do Sul e 4) identificar os fatores biofísicos e de manejo que potencialmente explicam a lacuna de rendimento nas lavouras de arroz irrigado por inundação do Estado do Rio Grande do Sul. Serão conduzidos experimentos de campo durante os anos agrícolas 2016/2017 e 2017/2018 com a cultura do arroz irrigado, visando-se obter o potencial de rendimento da cultura. Serão aplicados questionários junto a produtores de arroz no Rio Grande do Sul durante os anos agrícolas 2016/2017 e 2017/2018. Nos experimentos de campo serão utilizadas as cultivares de arroz irrigado dos grupos de maturação precoce ('Puitá INTA-CL' e 'BRS Pampa') e médio ('Guri INTA CL' e 'IRGA 424 RI') que representam mais de 70% da área orizícola semeada no Rio Grande do Sul. Serão determinadas as seguintes variáveis: emissão de folhas e data de ocorrência dos estádios R1, R4 e R9. Serão realizadas coletas da parte aérea de plantas, em uma área de 0,51m2 por repetição e a separação da matéria seca da parte aérea entre os compartimentos: colmos, folhas, folhas senescentes, ráquis e espiguetas. Com estes experimentos espera-se ter a calibração do modelo ORYZA e a atualização da calibração do modelo SimulArroz para cultivares de arroz atualmente cultivadas no Rio Grande do Sul. Uma vez tendo os modelos calibrados e avaliados, em conjunto com os dados dos experimentos e dos questionários aplicados aos 240 produtores serão determinadas as lacunas de rendimento do arroz irrigado no Rio Grande do Sul..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Eduardo Lago Tagliapietra - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Isabel Lago - Coordenador / Bruna San Martin Rolim Ribeiro - Integrante / Giovana Ghisleni Ribas - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Vladison Fogliato Pereira - Integrante / Ary José Duarte Junior - Integrante / Ioran Guedes Rossato - Integrante / Mathias Ferreira da Costa - Integrante / Kelin Pribs Bexaira - Integrante / Moises de Freitas do Nascimento - Integrante.
2014 - 2016
Desempenho de cultivares de soja de crescimento determinado e indetermnado submetidas a diferentes estratégias de irrigação
Descrição: No ano agrícola de 2014/2015 serão conduzidos experimentos em Santa Maria, RS e Cachoeirinha, RS com duas cultivares de soja (Glycine max (L.) Merril), com hábito de crescimento determinado (NIDERA A 6411 RG) e indeterminado (TECIRGA 6070 RR). Em Santa Maria o experimento será conduzido com e sem irrigação suplementar. A irrigação será por gotejamento e calculada com base no balanço hídrico do solo. Em Cachoeirinha o experimento será conduzido em área sistematizada para o cultivo de arroz irrigado e a irrigação será definida de acordo com as tensões de água no solo e fase do desenvolvimento. Utilizando-se um medidor de trocas gasosas (LCi-SD Portable Photosynthesis System), será obtido valores de condutância estomática (mol H20 m-2 s-1) e taxa fotossintética (?mol CO2 m-2 s-1). Serão realizadas avaliações para identificar os estágios vegetativos e reprodutivos (R1, R5, R6 e R8) segundo a escala de Fehr & Caviness (1977), além da duração total do período de florescimento e enchimento de grãos. No experimento de Cachoeirinha, RS, ocorrerão coletas de plantas para avaliação do acumulo de matéria seca nos diferentes órgãos da planta. No final do ciclo serão coletados alguns componentes de rendimento. O objetivo deste trabalho é contribuir para melhorar o entendimento das relações fonte dreno em cultivares com hábito de crescimento determinado e indeterminado em condições de solos hidromórficos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Eduardo Lago Tagliapietra - Integrante / Patric Scolari Weber - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Nereu Augusto Streck - Coordenador / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Mirta Teresinha Petry - Integrante / Vladison Fogliato Pereira - Integrante.
2012 - 2015
Caracterização agronômica e modelagem do desenvolvimento de soja no Rio Grande do Sul
Descrição: O Brasil é o um dos maiores produtores e exportadores de soja do mundo. O objetivo deste projeto é caracterizar e simular o desenvolvimento de cultivares de soja com diferentes hábitos de crescimento e grupos de maturação recomendados para cultivo no Sul do Brasil. Um experimento de campo será realizado nos anos agrícolas 2010/2011, 2011/2012, 2012/2013 e 2013/2014. O delineamento experimental será blocos ao acaso, em esquema bifatorial, com quatro repetições. O fator A é formado por 11 cultivares de soja e o fator B de 13 épocas de semeadura. Em cinco plantas identificadas, aleatoriamente, será determinado o plastocrono, o número final de folhas na haste principal, a duração dos estádios e das fases de desenvolvimento. Será caracterizado o crescimento foliar durante o ciclo de desenvolvimento e determinado os componentes de rendimento de grãos. Neste estudo será usado duas versões de um modelo que simula o desenvolvimento da cultura da soja (uma versão com a temperatura média diária e outra versão com a temperatura mínima e máxima diária). Os coeficientes do modelo dependentes da espécie serão estimados através de dados do experimento realizado nas safras 2011/2012 e 2012/2013 com sete datas de semeadura e a avalição do modelo será com dados independentes do experimento conduzido nas safras de 2011/2012 e 2012/2013. Após a calibração do modelo será realizada a simulação do desenvolvimento dessas cultivares de soja nas principais regiões produtoras do Rio Grande do Sul..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Cristiano de Carli - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Maicon Sérgio Nascimento dos Santos - Integrante / Camila Coelho Becker - Integrante / Lidiane Cristine Walter - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Enio Marchesan - Integrante / Bruna San Martin Rolim Ribeiro - Integrante / Nereu Augusto Streck - Coordenador / Jerson Vanderlei Carús Guedes - Integrante / Bruno Kräulich - Integrante / José Eduardo Minussi Winck - Integrante / Jossana Ceolin Cera - Integrante / Ânthony Paz Cardoso - Integrante / Gizelli Moiano de Paula - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Charles Patrick de Oliveira de Freitas - Integrante / Monalisa Steil - Integrante.
2011 - 2015
Produtividade de soja no Estado do Rio Grande do Sul em cenários climáticos futuros
Descrição: A soja (Glycine max (L.) Merrill) é uma das principais culturas agrícolas do Brasil e a principal fonte de óleo vegetal do mundo. O Rio Grande do Sul é o terceiro Estado produtor de soja onde são cultivados anualmente em torno de quatro milhões de hectares e colhidos em torno de 10 milhões de toneladas de soja, sendo assim a cultura agrícola mais importante desse Estado.O objetivo dessa proposta é simular a produtividade de soja em cenários de mudança climática para as diferentes regiões produtoras do estado do Rio Grande do Sul. Serão utilizados cenários de mudança climática criados pelo projeto CLIMARS, baseados nos cenários A2 e B2 do IPCC. A produtividade de soja será simulada pelo modelo SoySim. Experimentos de campo serão usados para o ajuste e para teste do modelo estão sendo conduzidos no Departamento de Fitotecnia, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, desde o ano agrícola 2010/2011 e se estenderão até o ano agrícola 2011/2012. As simulações serão realizadas para onze cultivares de soja, serão nove datas de semeadura (15/09, 01/10, 15/10, 01/11, 15/11, 01/12, 15/12, 01/12 e 15/01) nas diferentes regiões produtoras de soja do Estado e cenários de mudança climática..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Coordenador / Cristiano de Carli - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Arno Bernardo Heldwein - Integrante / Bruna San Martin Rolim Ribeiro - Integrante / Paulo Ricardo Segatto - Integrante / Alfredo Schons - Integrante / Debora Regina Roberti - Integrante / Sandro Luis Petter Medeiros - Integrante / Simone Erotildes Teleginski Ferraz - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Bruno Kräulich - Integrante / José Eduardo Minussi Winck - Integrante / Jossana Ceolin Cera - Integrante / Ânthony Paz Cardoso - Integrante / Gizelli Moiano de Paula - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Josana Andreia Langner - Integrante.
2011 - 2013
Respostas fisiológicas e morfológicas de plantas de mandioca submetidas ao déficit hídrico durante um e dois ciclos de secamento do solo
Descrição: A mandioca é uma espécie que possui a rusticidade como característica marcante, sendo a tolerância aos períodos prolongados de estiagem um dos motivos pelo qual a cultura possui essa característica. No RS, ocorrem estiagens curtas durante a estação de crescimento da mandioca, provocando condições de déficit hídrico que podem causar distúrbios fisiológicos nas plantas, afetando o acúmulo de reservas nas raízes tuberosas. O objetivo geral deste projeto de pesquisa é aumentar o conhecimento a respeito da resposta da cultura da mandioca ao déficit hídrico no solo com vistas a contribuir para melhorar o desempenho agronômico desta cultura nas atuais condições subtropicais de cultivo e na mitigação de condições climáticas futuras no Rio Grande do Sul. Este estudo será desenvolvido através de dois experimentos dentro de uma estrutura denominada "abrigo telado", sendo um na primavera de 2011 e outro na primavera de 2012 no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), RS. A cultivar de mandioca utilizada será a FEPAGRO RS 13. Os tratamentos serão: T1 (testemunha 1): as plantas crescerão sem déficit hídrico e água reposta diariamente (100% de transpiração); T2 (testemunha 2): as plantas crescerão sem déficit hídrico e água reposta diariamente (70% da transpiração); T3: as plantas crescerão sob déficit hídrico, iniciado com 14 folhas, em único ciclo de secamento (sem déficit hídrico durante o segundo ciclo de secamento do T4); T4: as plantas crescerão sob déficit hídrico em dois ciclos de secamento, sendo o primeiro ciclo iniciado com 14 folhas e, o segundo ciclo, iniciado depois de completado o primeiro; T5: as plantas crescerão sob déficit hídrico em único ciclo de secamento iniciado quando começar o segundo ciclo de secamento em T4. As variáveis de crescimento e desenvolvimento a serem medidas são transpiração, estatura de plantas, diâmetro do caule ao nível do solo, área foliar, número acumulado de folhas, massa seca de raízes fibrosas, tuberosas e parte aérea das plantas. A análise consistirá da resposta das variáveis de crescimento e desenvolvimento e transpiração à Fração da Água Transpirável do Solo (FATS)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Coordenador / Bruno Ricardo Fernandes Azevedo - Integrante / Cristiano de Carli - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Camila Coelho Becker - Integrante / Arno Bernardo Heldwein - Integrante / Bruna San Martin Rolim Ribeiro - Integrante / Evandro Zanini Righi - Integrante / Giovana Ghisleni Ribas - Integrante / Jânio Carlos Lanes Montoli Filho - Integrante / Paulo Ricardo Segatto - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Bruno Kräulich - Integrante / José Eduardo Minussi Winck - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Diego Garrido Pinheiro - Integrante / Josana Andreia Langner - Integrante / Lilian Osmari Uhlmann - Integrante / Charles Patrick de Oliveira de Freitas - Integrante.
2011 - 2013
Modelagem do desenvolvimento vegetativo em soja
Descrição: Com a expansão da cadeia produtiva da soja e a valorização para melhorar o desenvolvimento tecnologico, esta cultura tem potencial de promover importantes ganhos econômicos e sociais ao Brasil. O objetivo deste projeto é melhor entender o ciclo de desenvolvimento de novas cultivares de soja recomendados para cultivo em ambiente subtropical do sul do Brasil. Um experimento de campo será realizado nos anos agrícolas 2011/2012 e 2012/2013 em três datas de semeadura com 11 cultivares de soja. O delineamento experimental utilizado será Blocos ao Acaso com quatro repetições. Os tratamentos serão combinados em Parcelas Subdivididas sendo a parcela principal as data de semeadura (três níveis) e as sub-parcelas as cultivares (11 niveis). Em cinco plantas identificadas, aleatoriamente, após o primeiro nó serão analisados o número de nós visíveis (NN) e o número final de nós (NFN) na haste principal. Será usado um modelo de emissão de nós que leva em conta os fatores que afetam a taxa de emissão de nós em soja de forma multiplicativa e com funções de resposta não-lineares. Os coeficientes do modelo dependentes da espécie serão estimados através de dados de um experimento já realizado na safra anterior 2010/2011 e a avalição do modelo será com dados independentes de experimentos conduzidos nas safras de 2011/2012 e 2012/2013. Duas versões do modelo serão consideradas no que se refere a entrada da temperatura do ar para calculo da f(T) do modelo de NN (equação 1). Em uma versão a entrada de temperatura do ar na f(T) é a temperatura média (média aritmética entre a mínima e a máxima diária) diária e na outra versão de entrada da temperatura será com a mínima e a máxima diária e calculando-se a medida de f(T) com cada temperatura. . O desempenho das duas versões dos modelos será testado por cinco estatísticas: raiz do quadrado médio do erro (RQME), o coeficiente de correlação (r), índice de concordância (dw), índice "BIAS" e índice de confiança (c)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Coordenador / Cristiano de Carli - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Alfredo Schons - Integrante / Sandro Luis Petter Medeiros - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Jerson Vanderlei Carús Guedes - Integrante / Bruno Kräulich - Integrante / José Eduardo Minussi Winck - Integrante / Jossana Ceolin Cera - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Diego Garrido Pinheiro - Integrante.
2009 - 2013
Impacto de cenários de mudança climática sobre o desenvolvimento foliar de culturas agrícolas.
Descrição: Há um crescente consenso na comunidade científica de que o clima terrestre está mudando e deverá continuar em processo de mudança até o final deste século. Assim, a agricultura é um setor que deverá sofrer alterações e adaptações consideráveis durante este século em decorrência da mudança climática projetada. O desenvolvimento foliar, representado pela emissão de folhas é um importante parâmetro do desenvolvimento vegetativo das culturas que ainda carece de estudos visando sua quantificação em cenários de mudança climática, já que esta associado com a evolução do índice de área foliar (IAF) das culturas que intercepta a radiação solar usada na fotossíntese que é a etapa química para crescimento dos órgãos na planta. O objetivo neste projeto é estimar o impacto de cenários de mudança climática sobre a emissão de folhas nas culturas de trigo, soja, milho, arroz, batata, mandioca, girassol, e cana-de-açúcar em Santa Maria, RS. Este projeto tem duração prevista para cinco anos no período de 07/2009 a 07/2014. A emissão de folhas das culturas será estimada por um modelo multiplicativo com funções de reposta não lineares (modelo de Wang e Engel e versões modificadas por outros autores) em que se calcula a taxa diária de aparecimento de folhas (LAR, folhas dia-1) e o número de folhas acumulada (NF) é calculada somando-se os valores diários de LAR até o surgimento da última folha (folha bandeira). A emissão de folhas será calculada em 100 anos de cada um dos cenários climáticos: Sem mudança (clima atual), +1°C, +2°C, +3°C, +4°C e +5°C. As variáveis de interesse no estudo são o NF e a duração (em dias) da fase emergência - surgimento da última folha (folha bandeira). A análise dos dados constará do cálculo dos desvios destas duas variáveis (diferença entre os cenários com mudança climática e o cenário sem mudança climática). Ao final do projeto espera-se entender como o desenvolvimento foliar sofrerá impacto de climas futuros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Coordenador / Ana Paula Schwantes - Integrante / Arno Bernardo Heldwein - Integrante / Cleber Maus Alberto - Integrante / Daniele Barbosa da Costa - Integrante / Felipe Brendler Oliveira - Integrante / Hamilton Telles Rosa - Integrante / Joana Graciela Hanauer - Integrante / Lidiane Cristine Walter - Integrante / Luana Fernandes Tironi - Integrante / Aise Cristine Buske - Integrante / Alencar Junior Zanon - Integrante / Isabel Lago - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Josana Andreia Langner - Integrante / Lilian Osmari Uhlmann - Integrante.


Projetos de extensão


2017 - Atual
Previsão de safra de arroz irrigado para o Rio Grande do Sul

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Alencar Junior Zanon em 13/05/2018.
Descrição: O impacto e a importância que as previsões de safra exercem sobre o planejamento das cadeias produtivas de grãos, desde o planejamento da lavoura ao planejamento logístico e de manutenção de estoques para a segurança alimentar, pautam pesquisas e inovações tecnológicas sobre esse assunto ao redor do mundo. Por esse motivo este projeto de extensão tem como objetivo realizar um acompanhamento técnico em lavouras de arroz irrigado, em cooperação com profissionais que atuam na pesquisa e extensão rural de 2017 a 2020, para implantação de uma nova metodologia de previsão de safra para arroz irrigado no RS. A fim de acompanhar e prever safra de arroz, práticas de manejo nas lavouras de arroz irrigado serão acompanhadas e servirão tanto para formação de alunos do curso de Agronomia, como para orientação de agricultores que se dedicam à produção dessa cultura. Serão realizadas ações que possibilitarão a troca de experiências entre agricultores, professores e alunos, proporcionando uma vivência prática a respeito do conteúdo teórico ministrado em sala de aula, além de gerar conhecimento e promover a transferência de tecnologia a nível regional..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.

Integrantes: Gean Leonardo Richter - Integrante / Michel Rocha da Silva - Integrante / Eduardo Lago Tagliapietra - Integrante / Patric Scolari Weber - Integrante / Cleber Maus Alberto - Integrante / Luana Fernandes Tironi - Integrante / Alencar Junior Zanon - Coordenador / Isabel Lago - Integrante / Giovana Ghisleni Ribas - Integrante / Nereu Augusto Streck - Integrante / Jossana Ceolin Cera - Integrante / Thiago Schmitz Marques da Rocha - Integrante / Angelica Durigon - Integrante / Ary José Duarte Junior - Integrante / Kelin Pribs Bexaira - Integrante / André da Rosa Ulguim - Integrante / Andrea Schwertner Charao - Integrante / Arthur Inacio Saldanha Xavier - Integrante / Eduardo Daniel Friedrich - Integrante / Erica Liane Puntel - Integrante / Felipe de Andrade Tardetti - Integrante / Filipe Selau Carlos - Integrante / Francisco Tonetto - Integrante / Gilmara Peripolli Tonel - Integrante / Gionei Alves de Assis dos Santos - Integrante / Giovani Antonello Barcellos - Integrante / Guilherme Foletto Pozzobon - Integrante / Joao Vicente do Amaral Colpo - Integrante / Lucas Ferreira da Silva - Integrante / Luiz Antonio Rocha Barcellos - Integrante / Rafael Silveira Milanesi - Integrante / Ronaldo Carbonari - Integrante / Isabela Bulegon Pilecco - Integrante / Pedro Gilberto Pinheiro Kaufmann - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TAGLIAPIETRA, EDUARDO LAGO2018 TAGLIAPIETRA, EDUARDO LAGO ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; DA ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES ; RICHTER, GEAN LEONARDO ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; GUEDES, JERSON VANDERLEI CARÚS ; ZANON, ALENCAR JUNIOR . Optimum Leaf Area Index to Reach Soybean Yield Potential in Subtropical Environment. AGRONOMY JOURNAL, v. 110, p. 2, 2018.

2.
ZANON, ALENCAR JÚNIOR2015ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; RICHTER, G. L. ; LAGO, I. ; SANTOS, P. M. dos ; MACIEL, L. R. ; GUEDES, JERSON VANDERLEI CARÚS ; MARCHESAN, E. . Desenvolvimento de cultivares de soja em função do grupo de maturação e tipo de crescimento em terras altas e terras baixas. Bragantia (São Paulo, SP. Eletrônico), v. 74, p. 400-411, 2015.

3.
ZANON, ALENCAR JÚNIOR2015ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; RICHTER, G. L. ; BECKER, C. C. ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ ; TAGLIAPIETRA, E. L. ; WEBER, P. S. . Contribuição das ramificações e a evolução do índice de área foliar em cultivares modernas de soja. Bragantia (São Paulo, SP. Eletrônico), v. 74, p. 000-000, 2015.

4.
RICHTER, GEAN LEONARDO2014 RICHTER, GEAN LEONARDO; ZANON JÚNIOR, ALENCAR ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; GUEDES, JERSON VANDERLEI CARÚS ; KRÄULICH, BRUNO ; ROCHA, THIAGO SCMITZ MARQUES DA ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; CERA, JOSSANA CEOLIN . Estimativa da área de folhas de cultivares antigas e modernas de soja por método não destrutivo. Bragantia (São Paulo, SP. Eletrônico), v. 73, p. 416-425, 2014.

5.
PINHEIRO, DIEGO GARRIDO2014PINHEIRO, DIEGO GARRIDO ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; RICHTER, GEAN LEONARDO ; LANGNER, JOSANA ANDREIA ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; UHLMANN, LILIAN OSMARI ; ZANON, ALENCAR JUNIOR . Limite crítico no solo para transpiração e crescimento foliar em mandioca em dois períodos com deficiência hídrica. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso), v. 38, p. 1740-1749, 2014.

6.
CERA, JOSSANA CEOLIN2013CERA, JOSSANA CEOLIN ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; PAULA, GIZELLI MOIANO DE ; WINK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; RICHTER, GEAN LEONARDO ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA . COMPARAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DE SOJA OBSERVADA E SIMULADA PELO MODELO SOYSIM PARA SEIS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO SUL. Ciência e Natura, v. 12, p. 249-251, 2013.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
POZZOBON, G. F. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; RIBAS, G. G. ; SILVA, M. R. da ; RICHTER, G. L. ; FONTANA, V. ; CEREZA, T. V. . Estimativa de eficiência de uso da radiação de duas cultivares de arroz. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, 2017.

2.
ROSSATO, I. G. ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; DUARTE JUNIOR, A. J. ; RIBAS, G. G. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; PILECCO, I. B. ; RICHTER, G. L. ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; PEREIRA, V. F. ; BEXAIRA, K. P. . El niño forte em 2015/16 influenciou a produtividade potencial de arroz irrigado no Rio Grande do Sul: um estudo de caso. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, 2017.

3.
RICHTER, G. L.; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ULGUIM, A. da R. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; KRUSE, N. D. ; SANTOS, G. A. de A. dos ; RIBAS, G. G. ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; DUARTE JUNIOR, A. J. ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; BEXAIRA, K. P. ; PILECCO, I. B. ; ROSSATO, I. G. ; BECK, M. . Aplicabilidade do modelo de perda de produtividade em arroz devido à competição de arroz daninho. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, 2017.

4.
CERA, JOSSANA CEOLIN ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; DUARTE JUNIOR, A. J. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; RICHTER, G. L. ; BENEDETTI, R. P. ; MATOS, A. B. ; HAMANN, P. T. ; SANTOS, V. M. ; MELLO, I. ; KROEFF, R. M. ; FLORES JUNIOR, J. M. . Validação de uma nova metodologia para previsão de safra de arroz irrigado no Rio Grande do Sul. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017.

5.
BENEDETTI, R. P. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; CHARAO, A. S. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; RIBAS, G. G. ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; RICHTER, G. L. ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; DUARTE JUNIOR, A. J. . SimulArroz 1.1: Atualização do Modelo Matemático e Melhorias de Interface e Usabilidade. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017.

6.
DA SILVA, MICHEL ROCHA ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; DUARTE JUNIOR, A. J. ; RIBAS, G. G. ; RICHTER, G. L. ; ROSSATO, I. G. ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; PILECCO, I. B. ; BEXAIRA, K. P. . El niño forte 2015/16 alterou o potencial produtivo das épocas de semeadura das lavouras de arroz no Rio Grande do Sul. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017.

7.
BEXAIRA, K. P. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; RIBAS, G. G. ; RICHTER, G. L. ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; FONTANA, V. ; MELO, S. M. de ; BARCELLOS, B. S. ; LIMA, G. G. ; CEREZA, T. V. ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; DUARTE JUNIOR, A. J. ; ROSSATO, I. G. ; PILECCO, I. B. . Desenvolvimento inicial e produtividade de cultivares de arroz em função da profundidade e época de semeadura. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017.

8.
DA SILVA, MICHEL ROCHA ; POMBO, R. D. M. ; COSTA, F. C. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; DUARTE JUNIOR, A. J. ; RIBAS, G. G. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; RICHTER, G. L. ; ROSSATO, I. G. ; PILECCO, I. B. . Arroz irrigado na metade norte do Rio Grande do Sul: um estudo de caso. In: X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017, Gramado - RS. Anais do X Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, 2017.

9.
ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; SILVA, M. R. da ; SOUZA, A. T. de ; LAGO, I. ; SANTOS, P. M. dos ; MACIEL, L. R. ; SILVA, D. C. da ; FARIAS, C. P. ; MACIEJEWSKE, P. ; KRÄULICH, BRUNO . Desenvolvimento de cultivares de soja em terras altas e terras baixas no Rio Grande do Sul. In: XII Conferência Internacional do Arroz para América Latina e Caribe, 2015, Porto Alegre - RS. Anais da XII Conferência Internacional do Arroz para América Latina e Caribe, 2013.

10.
ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; TAGLIAPIETRA, EDUARDO LAGO ; WEBER, P. S. ; RICHTER, G. L. ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ ; MARQUES, M. J. E. ; BECKER, C. C. ; RIBEIRO, B. S. M. R. . Sobreposição da fase vegetativa e reprodutiva de cultivares modernas de soja. In: 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014, Pelotas - RS. Anais da 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014.

11.
ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; FREITAS, C. P. de O. de ; TAGLIAPIETRA, EDUARDO LAGO ; FENSTERSEIFER, C. A. . Índice de área foliar na haste principal e nas ramificações em cultivares de soja com diferentes hábitos de crescimento. In: 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014, Pelotas - RS. Anais do 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014.

12.
BECKER, C. C. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; ENCARNACAO, R. F. da ; MORO, F. ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ . Estágio de desenvolvimento associado à emissão do último nó e ao máximo índice de área foliar em soja com diferentes hábitos de crescimento. In: 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014, Pelotas - RS. Anais do 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014.

13.
RICHTER, G. L.; STRECK, NEREU AUGUSTO ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; STEIN, A. A. dos S. ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ ; BECKER, C. C. ; MARQUES, M. J. E. . Equação geral para estimar a evolução do índice de área foliar de cultivares de soja. In: 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014, Pelotas - RS. Anais da 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014.

14.
CERA, JOSSANA CEOLIN ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; BECKER, C. C. ; FENSTERSEIFER, C. A. . Análise da produtividade de soja observada e simulada por um modelo ecofisiológico em seis munucípios do Rio Grande do Sul. In: 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014, Pelotas - RS. Anais da 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014.

15.
RIBEIRO, B. S. M. R. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; BEXAIRA, K. P. ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ ; TAGLIAPIETRA, E. L. ; FENSTERSEIFER, C. A. . Desenvolvimento vegetativo em soja observado e simulado com um modelo ecofisiológico. In: 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014, Pelotas - RS. Anais da 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014.

16.
FENSTERSEIFER, C. A. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; RIBEIRO, B. S. M. R. ; BECKER, C. C. ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ . Utilização do modelo CSM-CROPGRO-SOYBEAN como ferramenta auxiliar para quantificar danos de granizo em lavoura de soja. In: 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014, Pelotas - RS. Anais da 40 Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul, 2014.

17.
CERA, JOSSANA CEOLIN ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; PAULA, GIZELLI MOIANO DE ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; CARDOSO, ÂNTHONY PAZ . Análise de sensibilidade do modelo soysim na simulação da duração do ciclo e da produtividade de soja em Santa Maria, RS. In: XVIII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, 2013, Belém - PA. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, 2013.

18.
ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; KRÄULICH, BRUNO ; LAGO, I. ; SANTOS, P. M. dos ; MACIEL, L. R. ; SILVA, D. C. da ; FARIAS, C. P. ; MACIEJEWSKE, P. . Fenologia de cultivares de soja em dois locais de cultivo no Rio Grande do Sul. In: XVIII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, 2013, Belém - PA. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, 2013.

19.
CERA, JOSSANA CEOLIN ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; PAULA, GIZELLI MOIANO DE ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI . Produtividade e duração do ciclo da cultura da soja para diferentes grupos de maturação e datas de semeadura através do Modelo SoySim. In: Simpósio Internacional de Climatologia, 2013, Florianópolis - SC. Anais do Simpósio Internacional de Climatologia, 2013.

20.
CARDOSO, ÂNTHONY PAZ ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; PAULA, GIZELLI MOIANO DE ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI . Sensibilidade da produtividade de soja ao aumento de CO2 e temperatura simulada por um modelo ecofisiológico em Santa Maria, RS. In: Simpósio Internacional de Climatologia, 2013, Florianópolis - SC. Anais do Simpósio Internacional de Climatologia, 2013.

21.
LAGO, I. ; SANTOS, P. M. dos ; MACIEL, L. R. ; SILVA, D. C. da ; FARIAS, C. P. ; MACIEJEWSKE, P. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; RICHTER, G. L. ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; CERA, JOSSANA CEOLIN ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; KRÄULICH, BRUNO . Plastocrono de cultivares de soja em dois locais de cultivo. In: XVIII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, 2013, Belém - PA. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, 2013.

22.
ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; KRÄULICH, BRUNO ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; CARLI, C. de ; SILVA, M. R. da ; WINCK, JOSÉ EDUARDO MINUSSI ; RICHTER, G. L. ; SANTOS, M. S. N. dos ; SOUZA, A. T. de . Sobreposição das fases vegetativa e reprodutiva em cultivares de soja com hábito de crescimento determinado e indeterminado. In: VI Congresso Brasileiro de Soja, 2012, Cuiabá - RS. Anais do VI Congresso Brasileiro de Soja, 2012.

23.
KRÄULICH, BRUNO ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; SOUZA, A. T. de ; CARLI, C. de ; RICHTER, G. L. ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; NASCIMENTO, V. R. ; SILVA, M. R. da . Componentes de produtividade de cultivares de soja com diferentes hábitos de crescimento. In: VI Congresso Brasileiro de Soja, 2012, Cuiabá - RS. Anais do VI Congresso Brasileiro de Soja, 2012.

24.
RICHTER, G. L.; STRECK, NEREU AUGUSTO ; LANGNER, JOSANA ANDREIA . Impacto de cenários de mudança climática sobre o desenvolvimento foliar da cultura do girassol. In: XVII Congresso Brasileiro de Meteorologia, 2012, Gramado - RS. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Meteorologia, 2012.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
WEBER, P. S. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; ROCHA, THIAGO SCHMITZ MARQUES DA ; RICHTER, G. L. ; BALEST, D. S. ; PUNTEL, S. ; TAGLIAPIETRA, E. L. . Componentes de rendimento da produtividade da soja visando produtividade potencial. In: 32 Jornada Acadêmica Integrada da UFSM, 2017, Santa Maria. Anais da 32 Jornada Acadêmica Integrada da UFSM, 2017.

2.
PEREIRA, V. F. ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; RIBAS, G. G. ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; RICHTER, G. L. ; PUNTEL, S. ; WEBER, P. S. . Área foliar de duas cultivares de arroz estimada por dimensões lineares. In: 32 Jornada Acadêmica Integrada da UFSM, 2017, Santa Maria - RS. Anais da 32 Jornada Acadêmica Integrada, 2017.

3.
AZEVEDO, B. R. F. ; STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; SOUZA, A. T. de ; KRÄULICH, BRUNO ; RICHTER, G. L. . Produtividade de tubérculos de clones de batata em cultivo de primavera em ambiente subtropical. In: 26ª Jornada Acadêmica Integrada da UFSM, 2011, Santa Maria - RS. Anais da 26ª Jornada Acadêmica Integrada da UFSM, 2011.


Produção técnica
Programas de computador sem registro
1.
STRECK, NEREU AUGUSTO ; ZANON, ALENCAR JÚNIOR ; BENEDETTI, R. P. ; CHARAO, A. S. ; DA SILVA, MICHEL ROCHA ; RIBAS, G. G. ; RICHTER, G. L. ; SILVA, L. F. da ; DUARTE JUNIOR, A. J. ; RIBEIRO, B. S. M. R. . SimulArroz - Versão 1.1. 2017.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/02/2019 às 23:29:18