Mariana Neves Moura

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7371010649780052
  • Última atualização do currículo em 28/11/2018


Bióloga graduada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) em 2012. Mestre em Ecologia pela UFV (2014) e Doutora em Ecologia pela mesma instituição (2018). Atua nas áreas de filogenia, sistemática molecular e citometria em plantas e formigas, bem como distribuição geográfica e aspectos relacionados à conservação. Desde 2010 trabalha como consultora ambiental executando estudos relacionados ao licenciamento ambiental, principalmente relatórios técnicos para a aquisição de licenças ambientais. CRBio: 87325/04-D. Atualmente é Bióloga III na empresa Amplo Engenharia e Gestão de Projetos Ltda. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mariana Neves Moura
Nome em citações bibliográficas
MOURA, M. N.;MOURA, MARIANA NEVES

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Viçosa, Programa de Pós-Graduação em Ecologia-DBG-UFV.
Campus Universitário, Avenida PH. Rolfs, s/n
Centro
36570000 - Viçosa, MG - Brasil
Telefone: (31) 38992510


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2018
Doutorado em Ecologia.
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Título: DIVERSIDADE E EVOLUÇÃO DO TAMANHO DE GENOMAS: UMA PERSPECTIVA EM FORMICIDAE E BROMELIACEAE, Ano de obtenção: 2018.
Orientador: Maykon Passos Cristiano.
Coorientador: Danon Clemes Cardoso.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2012 - 2014
Mestrado em Ecologia.
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Título: Filogenia e evolução de Encholirium (Bromeliaceae) em ambientes xéricos.,Ano de Obtenção: 2014.
Orientador: Karla Suemy Clemente Yotoko.
Coorientador: Rafaela Campostrini Forzza.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Filogenia; Evolução; Bromeliaceae.
Grande área: Ciências Biológicas
2007 - 2011
Graduação em Ciencias Biologicas.
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Título: Piptadenia Benth. (Leguminosae- Mimosoideae) em Minas Gerais, Brasil.
Orientador: Flávia Cristina Pinto Garcia.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
I Curso de Citometria de Fluxo em Plantas. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil.
2016 - 2016
Capacitação para o Cadastro Ambiental Rural. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
2015 - 2016
ArcGIS. (Carga horária: 120h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2015 - 2015
Método lógico para redação científica. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2015 - 2015
Cadastro Ambiental Rural - CAR. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2015 - 2015
Occupancy modeling for species distribution. (Carga horária: 24h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2015 - 2015
Perícia Ambiental. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2014 - 2014
Meta-análise em Ecologia. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2014 - 2014
Curso básico de Endnote. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2014 - 2014
Estatística Ecológica. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2013 - 2013
GPS E GPS TRACKMAKER. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2013 - 2013
3° Curso de Documentação e Comportamento em Selva. (Carga horária: 80h).
Fauna e Flora Documentários, FF DOCUMENTÁRIOS, Brasil.
2013 - 2013
Uso de Corel Draw e Photoshop. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2013 - 2013
Inferência Bayesiana. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2012 - 2012
O Novo Código Florestal Aplicado. (Carga horária: 8h).
Centro Brasileiro para Conservação da Natureza e Desenv. Sustentável, CBCN, Brasil.
2012 - 2012
Análise de Dados de Ecologia no R. (Carga horária: 80h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2012 - 2012
Técnicas em Off Road. (Carga horária: 8h).
Alug Locações Ltda, ALUG, Brasil.
2012 - 2012
Biogeografia Histórica. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2012 - 2012
Sistema de Informações Geográficas no ArcGIS. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2010 - 2010
Taxonomia de grandes grupos - Leguminosae. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
2009 - 2009
Biologia e técnicas de campo no estudo de mamífero. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2008 - 2008
Lipídios Dietéticos e a Dinâmica Celular. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Mestrado, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor I, Carga horária: 12
Outras informações
Monitor concursado Nível I da disciplina Organografia e Sistemática das Espermatófitas (BVE 230). Carga horária total: 180h

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista PIBIC/CNPq/UFV em projeto de Levantamento Florístico no Estado de Minas Gerais. Orientadora: Flávia Cristina Pinto Garcia.

Vínculo institucional

2007 - 2011
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor I, Carga horária: 12
Outras informações
Monitor concursado Nível I da disciplina Organografia e Sistemática das Espermatófitas (BVE 230). Carga horária total: 792h.

Atividades

03/2014 - 03/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em Ecologia-DBG-UFV, .

Cargo ou função
Representante dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Ecologia da UFV.
08/2013 - 03/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em Ecologia-DBG-UFV, .

Cargo ou função
Vice-representante dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Ecologia da UFV.
08/2013 - 08/2013
Ensino, Ciencias Biologicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
BVE 230 - Organografia e Sistemática das Espermatófitas. Carga horária total: 10h aula
08/2010 - 12/2010
Extensão universitária , Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, Pró-Reitoria de Extensão e Cultura-PEC/UFV.

Atividade de extensão realizada
HORTO BOTÂNICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA: UMA PROPOSTA PARA SUA CONSOLIDAÇÃO COMO ESPAÇO DE ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL-->Objetivo de testar o espaço do Horto Botânico (HB) como um centro de apoio didático pedagógico.
09/2009 - 08/2010
Estágios , Departamento de Biologia Vegetal- Taxonomia Vegetal, UFV, .

Estágio realizado
Coleta e preparo de material botânico para inclusão no acervo do Herbário VIC: prensagem, montagem de exsicatas e confecção de etiquetas; Identificação de material botânico ao nível de gênero e espécie.
6/2010 - 6/2010
Extensão universitária , Departamento de Biologia, .

Atividade de extensão realizada
Projeto de Extensão "Bioenlace:universidade e escolas juntas pelo ensino de Biologia", ministrando aula aos alunos do terceiro ano do Ensino Médio..
03/2008 - 12/2008
Estágios , Departamento de Microbiologia- Fisiologia de Microrganismos, UFV, .

Estágio realizado
Manutenção de culturas de cianobactérias; Obtenção de culturas axênicas de cianobactérias; Estudo do efeito da intensidade luminosa sobre o crescimento de cianobatérias; Caracterização da composição da biomassa de cianobactérias;.

Agroflor Engenharia e Meio Ambiente, AGROFLOR, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Coordenadora de projetos, Carga horária: 20
Outras informações
Desenvolvimento de projetos de Licenciamento ambiental do tipo EIA/RIMA, Inventários florestais, PCA/RCA, Plano de Utilização Pretendida e Projeto Técnico de Reconstituição da Flora (PUP-PTRF), Resgate de flora, Recuperação de áreas degradas, entre outros.

Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Coordenadora de projetos
Outras informações
Realização de estudos de impactos ambientais do meio biótico flora, levantamentos florísticos e fitossociológicos, inventários florestais.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Auxílio nos projetos de Licenciamento ambiental do tipo EIA/RIMA, Inventários florestais, PCA/RCA, Plano de Utilização Pretendida e Projeto Técnico de Reconstituição da Flora (PUP-PTRF), Resgate de flora, Recuperação de áreas degradas, entre outros.


Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2018
Vínculo: Livre - Pesquisadora - ICEB, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.


AMPLO ENGENHARIA E GESTÃO DE PROJETOS LTDA., AMPLO, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Bióloga III, Carga horária: 44



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Biologia evolutiva e ecologia de espécies de formigas cultivadoras de fungo - PPM-00126-15
Descrição: A principal proposta deste projeto é desenvolver estudos de diversidade genética, filogenéticos, distribuição das colônias, demografia, citogenética e arquitetura dos ninhos de espécies de formigas cultivadoras de fungos. Nossa intensão é obter dados para entender as relações filogenéticas e história evolutiva das espécies cultivadoras de fungos, bem como prover subsídios para compreender como ocorreu a diversificação e estabelecimento destas espécies nos atuais locais de distribuição. No intuito de alcançar nosso objetivo, nós realizaremos coletas de amostras nos locais de ocorrência das espécies. Utilizaremos marcadores moleculares, como sequências de DNA mitocondrial e nuclear, para acessar a diversidade genética, e assim, estimar as relações genealógicas. As relações filogenéticas serão analisadas a partir de uma árvore filogenética. Estudos citogenéticos serão conduzidos com o intuito de determinar o cariótipo das espécies de formigas analisadas, e comparar os resultados com diferentes localidades.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Mariana Neves Moura - Integrante / Maykon Passos Cristiano - Coordenador / Danon Clemes Cardoso - Integrante / Flávia Carolina Simões Gomes - Integrante / Tássia Tatiane Pontes Pereira - Integrante / Ana Caroline Coelho Correa dos Reis - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2014 - 2018
Evolução do tamanho de genoma: estudo comparativo para compreensão de padrões e processos envolvidos na especiação nos ambientes tropicais
Descrição: Um dos métodos utilizados para estimar o tamanho do genoma é a citometria de fluxo que pode ser caracterizada como uma microfotometria fluorescente dinâmica, que envolve a análise das propriedades ópticas (dispersão da luz e fluorescência) de partículas (células, núcleos e cromossomos) em suspensão. A citometria de fluxo, utilizada para quantificar o DNA, avalia a intensidade relativa de fluorescência dos núcleos isolados, corados com fluorocromo específico, e apresenta os dados em um histograma típico, com um pico maior, relativo aos núcleos na fase G0/G1 do ciclo celular, e um pico menor, relativo aos núcleos na fase G2. A posição do pico G0/G1 no histograma da amostra em estudo é comparada com a posição do pico de uma amostra padrão, que teve o conteúdo de DNA estabelecido de forma independente, sendo possível, portanto, determinar o tamanho do genoma nuclear em picogramas (pg) de DNA. Apesar da utilidade das estimativas de tamanho do genoma na solução de problemas taxonômicos, das mais de 12.000 espécies de formigas (Família Formicidae) descritas até agora só encontramos estimativas de tamanho de genoma para aproximadamente 60 espécies. Com isso, o objetivo principal do presente trabalho foi estimar o tamanho de genoma (DNA C-valor) de diversas espécies da família Formicidade a fim de contribuir com o banco de dados desse grupo hiper diverso e tentar resolver problemas taxonômicos intrafamiliares.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Mariana Neves Moura - Integrante / Maykon Passos Cristiano - Coordenador / Danon Clemes Cardoso - Integrante.
2012 - 2014
Padrões e Processos da geração e manutenção de variabilidade em ambientes xéricos neotropicais: um estudo baseado no complexo Dyckia-Encholirium (Bromeliaceae: Pitcairnioideae)
Descrição: O complexo Dyckia-Encholirium é restrito aos ambientes xéricos brasileiros. Encholirium compreende 25 e Dyckia 138 espécies morfologicamente distintas. No entanto, faltam caracteres diagnósticos para a delimitação dos gêneros Encholirium e Dyckia, além de não haver diferenciação molecular suficiente para separar as espécies e gêneros deste complexo. Esta falta de variação molecular pode ser explicada por eventos recentes de especiação de modo que não houve tempo de acumular diferenças moleculares entre as espécies. Estima-se ainda que ambientes xéricos neotropicais tenham sofrido sucessivas expansões e retrações durante os períodos glaciais e interglaciais do Plioceno/Pleistoceno, que isolaram as populações nos períodos interglaciais (que favorecem a diferenciação) e as conectaram nos glaciais (que favorecem o fluxo, diluindo ainda mais a variação molecular). Neste trabalho, vamos estudar 21 espécies de Encholirium e nove de Dyckia coletadas em dez pontos do Espinhaço Central, Cerrado e Caatinga. Em alguns destes pontos, espécies e gêneros co-ocorrem, tornando possível, através de marcadores de microssatélites, detectar fluxo gênico interespecífico ou intergenérico atual e passado. A partir dos resultados, poderemos inferir processos envolvidos na evolução do complexo, de modo a subsidiar a separação ou fusão dos gêneros. Restará ainda explicar a variação fenotípica encontrada entre espécies. Para isso, testaremos a hipótese de que a geração da variação morfológica rápida decorre de modificações abruptas no tamanho do genoma (inserções e deleções). A partir destes resultados, esperamos propor um mecanismo de diferenciação de espécies em ambientes xéricos neotropicais, que ajudaria a explicar a grande diversidade beta destes ambientes, além de contribuir com a compreensão do padrão megadiverso dos ambientes neotropicais como um todo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Mariana Neves Moura - Integrante / Karla Suemy Clemente Yotoko - Coordenador / Rafaela Campostrini Forzza - Integrante / Lyderson Facio Viccini - Integrante / João Paulo Pereira de Almeida - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2010 - 2012
Mimosoideae (Leguminosae) no Estado de Minas Gerais: Florística, taxonomia e fitogeografia
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Mariana Neves Moura - Integrante / Flávia Cristina pinto garcia - Coordenador / Vanessa Terra dos Santos - Integrante / Valquíria Ferreira Dutra - Integrante / José Martins Fernandes - Integrante / Lívia Constancio de Siqueira - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2010 - 2011
Piptadenia Benth. (Leguminosae- Mimosoideae) em Minas Gerais, Brasil.
Descrição: Reconhecimento da diversidade de Piptadenia (Leguminosae - Mimosoideae) em Minas Gerais, com esforço amostral espécifico para o gênero..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada.
3.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Evolução.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Vegetal.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2010
Menção Honrosa ao trabalho "Horto Botânico da Universidade Federal de Viçosa: uma proposta para sua consolidação como espaço de atividades de educação ambiental", Simpósio de Integração Acadêmica da UFV, Universidade Federal de Viçosa.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MOURA, M. N.2018 MOURA, M. N.; FORZZA, R. C. ; CRISTIANO, M. P. . Reconstruction of ancestral genome size in Pitcairnioideae (Bromeliaceae): what can genome size tell us about the evolutionary history of its five genera?. Botanical Journal of the Linnean Society, v. 186, p. 321-333, 2018.

2.
CARDOSO, DANON CLEMES2018CARDOSO, DANON CLEMES ; HEINZE, JÜRGEN ; MOURA, MARIANA NEVES ; CRISTIANO, MAYKON PASSOS . Chromosomal variation among populations of a fungus-farming ant: implications for karyotype evolution and potential restriction to gene flow. BMC EVOLUTIONARY BIOLOGY, v. 18, p. 146, 2018.

3.
CRISTIANO, M. P.2018CRISTIANO, M. P. ; CARDOSO, D. C. ; BEIRAO, M. V. ; REIS, A. C. C. C. ; PEREIRA, T. T. P. ; MOURA, M. N. . Nesting and distribution of Trachymyrmex holmgreni in Brazilian restinga. Insectes Sociaux, v. ., p. 1, 2018.

4.
MOURA, M. N.2017MOURA, M. N.; SANTOS, V. T. ; GARCIA, F. C. P. . Piptadenia (Leguminosae, Mimosoideae) in the state of Minas Gerais, Brazil. Rodriguesia, v. 68, p. 209-222, 2017.

5.
CAVALLARI, M. M.2017CAVALLARI, M. M. ; MOURA, M. N. ; FORZZA, R. C. ; OLIVEIRA, G. C. X. . Encholirium: the rare bromeliads of Cadeia do Espinhaço. Xerophilia, v. 6, p. 55-66, 2017.

6.
VAZ, MARCELO GOMES MARÇAL VIEIRA2014VAZ, MARCELO GOMES MARÇAL VIEIRA ; BASTOS, RAFAEL WESLEY ; MILANEZ, GUILHERME PAIER ; MOURA, MARIANA NEVES ; FERREIRA, ÉDER GALINARI ; PERIN, CELIA ; PONTES, MARÍSIA CYRETI FORTE ; DO NASCIMENTO, ANTÔNIO GALVÃO . Use of sodium hypochlorite solutions to obtain axenic cultures of Nostoc strains (Cyanobacteria). Brazilian Journal of Botany, v. 37, p. 115-120, 2014.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MOURA, M. N.; CRISTIANO, M. P. ; CARDOSO, D. C. . Nuclear DNA content and genomic AT/ CG ratio of the genus Mycetophylax (Emery, 1913) by flow cytometry: correlation between repetitive DNA and genome size. In: IV Workshop sobre Insetos Sociais ? IUSSI Brazilian Section Annual Meeting 2017, 2017, Poços de Caldas. IV Workshop sobre Insetos Sociais, 2017.

2.
MOURA, M. N.; CARDOSO, D. C. ; CRISTIANO, M. P. . Estimation of Genome Size in Formicidae by Flow Cytometry: standardization and application in population genetics. In: XXIII Simpósio de Mirmecologia: An International Ant Meeting, 2017, Curitiba. XXIII Simpósio de Mirmecologia: An International Ant Meeting, 2017.

3.
MOURA, M. N.; ALMEIDA, J. P. P. ; YOTOKO, K. S. C. . Phylogenetic hypotheses based on molecular characters and studies of genome size in Dyckia schult. & schult.f. and Encholirium mart. Ex schult. & schult.f. (Bromeliaceae). In: II International Symposium on Evolutionary Biology, 2014, João Pessoa. II International Symposium on Evolutionary Biology, 2014.

4.
MOURA, M. N.; ALMEIDA, J. P. P. ; FORZZA, R. C. ; YOTOKO, K. S. C. . Phylogenetic hypothesis of Dyckia Schult. & Schult. and Encholirium Mart. ex Schult. & Schult. f. (Bromeliacea) based on the plastidial nadhf gene.. In: 60º Congresso Brasileiro de Genética, 2014, Guarujá - SP. 60º Congresso Brasileiro de Genética, 2014.

5.
MOURA, M. N.; GARCIA, F. C. P. . Flora de Minas Gerais, Brasil: Piptadenia Benth. (Leguminosae ? Mimosoideae).. In: 62º Congresso Nacional de Botânica, 2011, Fortaleza. Resumo publicado no 62º Congresso Nacional de Botânica, 2011.

6.
FERRARI, A.C. ; VIEIRA, M.F. ; SILVA, A.V. ; MOURA, M. N. ; SANTOS, A.C.A. ; COSTA, C. A. ; SILVA, J. C. . Horto Botânico da Universidade Federal de Viçosa: uma proposta para sua consolidação como espaço de atividades de educação ambiental.. In: Simpósio de Integração Acadêmica da UFV/ SAI UFV, 2010, Viçosa. Resumos do Simpósio de Integração Acadêmica da UFV/ SAI UFV, 2010.

7.
MOURA, M. N.; FONTES, A. L. ; PAULA, C. C. . Análise dos parâmetros que influenciam a distribuição de anfíbios anuros em bromélias.. In: XXX Encontro Regional de Botânicos e II Jornada Capixaba de Botânica, 2010, Vitória. Resumo do XXX Encontro Regional de Botânicos e II Jornada Capixaba de Botânica, 2010.

8.
VAZ, M.G.M.V. ; MOURA, M. N. ; BASTOS, R.W. ; NASCIMENTO, A.G. . Uso de tampão de extração de exopolissacarídeos na diminuição de contaminantes heterotróficos em amostras de cianobactérias e na obtenção de culturas axências. In: XII Congresso Brasileiro de Ficologia, 2008, Brasília-DF. Anais do XII Congresso Brasileiro de Ficologia, 2008.

9.
VAZ, M.G.M.V. ; BASTOS, R.W. ; MOURA, M. N. ; NASCIMENTO, A.G. . Efeito de duas intensidades luminosas sobre o padrão de diferenciação de hormogônios em cianobactérias dp gênero Nostoc spp. In: Simpósio de Iniciação Científica, 2008, Viçosa. XVIII Simpósio de Iniciação Científica, VIII Simpós - Mostra científica da pós-graduação, VI Simpósio de Extensão Universitária e II SEn- Simpósio de Ensino, 2008.

Artigos aceitos para publicação
1.
MOURA, M. N.; SANTOS-SILVA, F. ; GOMES-DA-SILVA, J. ; ALMEIDA, J. P. P. ; FORZZA, R. C. . Between Spines and Molecules: A Total Evidence Phylogeny of the Brazilian Endemic Genus Encholirium (Pitcairnioideae, Bromeliaceae). Systematic Botany, 2019.

Apresentações de Trabalho
1.
MOURA, M. N.; CARDOSO, D. C. ; CRISTIANO, M. P. . Genome Size in ants: retrospect and prospect. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
MOURA, M. N.. Mesa Redonda: Onde estão os Biólogos?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MOURA, M. N.; Garcia, F.C.P. . PIPTADENIA BENTH. (LEGUMINOSAE- MIMOSOIDEAE) EM MINAS GERAIS, BRASIL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
MOURA, M. N.; GONTIJO, F. D. ; WARDIL, M. V. . Elaboração do Plano de Utilização pretendida do Projeto Apolo e levantamentos de campo em áreas de Cerrado. 2018.

2.
MOURA, M. N.; GONTIJO, F. D. ; WARDIL, M. V. . Prospecção de Espécies de Interesse Especial para o Projeto Apolo. Realização de Busca de Espécies em áreas de potencial ocorrência na borda oeste do Quadrilátero Ferrífero. 2018.

3.
MOURA, M. N.; GONTIJO, F. D. . Execução do Programa de Busca e Prospecção de Espécies de Interesse Especial, como parte do Plano de Controle Ambiental do Licenciamento Operacional Corretivo do Complexo Germano. 2018.

4.
MOURA, M. N.. Execução do Resgate de Flora na área do Dique dos Macacos - Complexo Germano (SAMARCO). 2018.

5.
MOURA, M. N.; GONTIJO, F. D. . Estudo de viabilidade avaliação de equivalência ecológica para realocação de reserva legais interferidas por empreendimento minerário. 2018.

6.
MOURA, M. N.; GONTIJO, F. D. ; WARDIL, M. V. . Estudos florísticos, fitossociológicos e de similaridade nas áreas de compensação propostas para o Projeto Apolo Umidade Natural. 2018.

7.
MOURA, M. N.; GONTIJO, F. D. ; WARDIL, M. V. . Estudos florísticos, fitossociológicos e de similaridade nas áreas de compensação propostas para o Projeto PDE Canga Sudeste, a ser desenvolvido pela Vale S.A. serão realizados levantamentos nos ambientes de Floresta Estacional Semidecidual em Estágio Médio de Regeneração. 2018.

8.
MOURA, M. N.; RIBEIRO, L. S. V. B. ; GONTIJO, F. D. ; WARDIL, M. V. . Elaboração do Estudo de Impacto Ambiental do projeto ampliação da Mina de Alegria. O projeto está situado há cerca de 125 km de Belo Horizonte e consiste na ampliação da área de lavra a céu aberto da Mina de Alegria, integrante do Complexo Minerador de Mariana. 2018.

9.
MOURA, M. N.; GONTIJO, F. D. . Apoio na elaboração do mapeamento de cobertura vegetal e caracterização das fisionomias vegetacionais para o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) integrado do Complexo Germano. 2018.

10.
MOURA, M. N.; SILVA, C. C. A. . PUP/PTRF Loteamento Chácara da Lagoa. 2016.

11.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; RAMOS, R. S. ; SILVA, E. N. . Elaboração de PUP/PTRF para a realização de Sondagem Geotécnica em área localizada no município de Mariana, MG para obtenção do documento autorizativo para intervenção ambiental - DAIA. 2015.

12.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; MIRANDA, M. A. S. ; SILVA, E. N. . Elaboração de Plano de Utilização Pretendida PUP para implantação do Complexo Mineral de Patrocínio (CMP) da Vale S.A. em área localizada no município de Patrocínio, MG. 2015.

13.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; RAMOS, R. S. ; SILVA, E. N. . Elaboração de PUP/PTRF para realização da Sondagens Geotécnicas Mirandinha Etapa II, de titularidade da Samarco Mineração S.A, em área localizada no município de Mariana, MG. 2015.

14.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; SILVA, E. N. . Inventário das espécies arbóreas, epifíticas e da camada herbácea na área do projeto Mina do Alemão, de propriedade da Vale Mineração S.A., no estado do Pará. 2015.

15.
MOURA, M. N.; SILVA, C. C. A. ; SILVA, E. N. . Relatório de Informações Complementares - Análise Técnica do Artigo 11° da Lei 11.428/2006. 2015.

16.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; RIBEIRO, O. ; RODRIGUES, F. ; VILELA, D. C. . Elaboração de PUP/PTRF para o empreendimento denominado Projeto de Acesso Alto Bandeira/João Pereira. LUME Estratégia Ambienta. 2014.

17.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; SILVA, E. N. ; RIBEIRO, O. ; VILELA, D. C. ; PENGEL, H. . Estudo de Impacto Ambiental (EIA), Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), Plano de Controle Ambiental (PCA) e PUP/PRTF para a realização de Pesquisa Geológica em Alegria Sul/Conta História Norte, nova ADA, em área localizada no município de Ouro Preto ? MG - SAMARCO MINERACAO S.A.. 2014.

18.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; SILVA, E. N. ; RAMOS, R. S. . Elaboração de Diagnóstico Ambiental para composição do EIA para implantação do Sistema de Disposição de Rejeitos Mirandinha, de propriedade Samarco Mineração S.A.. 2014.

19.
MOURA, M. N.; RODRIGUES, F. ; ANDRADE, P. P. . Projeto Executivo de Compensação Florestal e PTRF para relocação de trechos do Mineroduto I e III, do complexo minerador Germano-Alegria de titularidade da Samarco Mineração S.A.. 2014.

20.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; RAMOS, R. S. ; SILVA, E. N. . Elaboração de PUP/PTRF para realização da Sondagem Geotécnica Natividade Fase II em área localizada no município de Ouro Preto, MG. 2014.

21.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; RAMOS, R. S. ; SILVA, E. N. . Elaboração de Diagnóstico ambiental, regional e local, do processo de licenciamento ambiental para implantação da pilha de estéril de Natividade, no município de Ouro Preto, MG, pela Samarco Mineração S.A.. 2014.

22.
MELLO, M. I. A. ; MOURA, M. N. ; ANDRADE, P. P. ; PARO, S. P. ; ASSUNCAO, L. G. ; ORLANDINI, D. . Estudo de Similaridade ambiental para análise de viabilidade de Relocação de Reservas Legais (Mina Germano), em Mariana e Ouro preto (MG). 2013.

23.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; VILELA, D. C. . Plano de Utilização Pretendida (PUP) e Projeto Técnico de Reconstituição da Flora (PTRF) para Realização da Pesquisa Geológica em Alegria Sul/Conta História Norte em área localizada no município de Ouro Preto, MG. 2013.

24.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; VILELA, D. C. . Elaboração de Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Plano de Controle Ambiental (PCA) para Realização da Pesquisa Geológica em Alegria Sul/Conta História Norte em área localizada no município de Ouro Preto, MG. 2013.

25.
MOURA, M. N.; SANT?ANA, L. ; ANDRADE, P. P. ; RODRIGUES, F. . Elaboração de estudo de viabilidade e relevância ambiental para criação de RPPN no local denominado Lapa do Fogão, no município de Conceição do Mato Dentro, MG. 2013.

26.
MOURA, M. N.; SANT?ANA, L. ; ANDRADE, P. P. ; RODRIGUES, F. . Elaboração de estudo para criação de RPPN na Fazenda Água Limpa/Água Santa, no município de Conceição do Mato Dentro, MG. 2013.

27.
MOURA, M. N.; SANT?ANA, L. ; ASSUNCAO, L. G. ; MELLO, M. I. A. ; VILELA, D. C. . Plano de Utilização Pretendida (PUP) e Projeto Técnico de Reconstituição da Flora (PTRF) para realização de Sondagem Geotécnica para o Sistema de deposição de rejeitos de Mirandinha, no município de Mariana, MG. 2013.

28.
MOURA, M. N.; SANT?ANA, L. ; ASSUNCAO, L. G. ; MELLO, M. I. A. ; VILELA, D. C. . Elaboração de EIA/RIMA e PCA para realização de Sondagem Geotécnica para o Sistema de deposição de rejeitos de Mirandinha, no município de Mariana, MG. 2013.

29.
MOURA, M. N.; SANT?ANA, L. ; ORLANDINI, D. ; PARO, S. P. ; ANDRADE, P. P. ; VILELA, D. C. . Estudos ambientais (PUP/PTRF) para implantação do acesso da cava à pilha de estéril e implantação do dique de contenção de sedimentos para o empreendimento Minas-Rio, no município de Conceição do Mato Dentro ? MG. 2012.

30.
SANT?ANA, L. ; MOURA, M. N. ; ORLANDINI, D. ; PARO, S. P. ; VILELA, D. C. . Estudos ambientais (PUP/PTRF) para a abertura de acessos e praças de sondagem para pesquisa geológica da Anglo American em uma área denominada ?Área 3? localizada no município de Conceição do Mato Dentro, MG. 2012.

31.
MOURA, M. N.; SANT?ANA, L. ; ORLANDINI, D. ; PARO, S. P. ; ANDRADE, P. P. . Estudos ambientais (PUP/PTRF) para a abertura de acessos e praças de sondagem para pesquisa geológica da Anglo American em uma área denominada ?Área 4? localizada no município de Conceição do Mato Dentro, MG. 2012.

32.
MOURA, M. N.; MELLO, M. I. A. ; ORLANDINI, D. ; ASSUNCAO, L. G. ; VILELA, D. C. . Estudos ambientais (PUP/PTRF) para a otimização da Cava da Mina do Sapo, no município de Conceição do Mato Dentro - MG. 2012.

33.
MOURA, M. N.; PARO, S. P. ; ORLANDINI, D. ; VILELA, D. C. . Estudo de impacto ambiental (EIA) Meio biótico Flora e PUP/PTRF para a implantação da Barragem Maravilhas III, localizada no município de Itabirito, MG. 2012.

34.
MOURA, M. N.; PARO, S. P. ; SANT?ANA, L. ; ORLANDINI, D. . Estudo de Impacto Ambiental (EIA), Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) e Plano de Controle Ambiental (PCA) para o empreendimento denominado Mina de Fábrica, pertencente ao complexo Itabirito, MG. 2012.

35.
MOURA, M. N.; PARO, S. P. ; ASSUNCAO, L. G. ; VILELA, D. C. . Plano de Utilização Pretendida (PUP) e Projeto Técnico de Reconstituição da Flora (PTRF) em função da implantação do novo extravasor da Barragem Fundão, Mina Germano, Mariana - MG. 2012.

36.
SANT?ANA, L. ; PARO, S. P. ; MOURA, M. N. ; ORLANDINI, D. ; VILELA, D. C. . Estudos ambientais (PUP/PTRF) para a realização da Pesquisa Mineral Fase II, na propriedade de Bento Pires da Silva (Área 7), localizada no município de Conceição do Mato Dentro - MG. 2011.

37.
PARO, S. P. ; ASSUNCAO, L. G. ; MOURA, M. N. ; ORLANDINI, D. ; VILELA, D. C. . Estudos ambientais (EIA/RIMA) do meio biótico para implantação de usina de açúcar em Brasilândia de Minas MG. 2011.

Trabalhos técnicos
1.
MOURA, M. N.; RIBEIRO, O. ; ORLANDINI, D. . Relatório de resgate de flora das áreas de supressão de vegetação nos locais de implantação do Terceiro Concentrador e da Adutora da Samarco ao longo da MG 129. 2012.


Demais tipos de produção técnica
1.
MOURA, MARIANA NEVES. Atividade de vivência ambiental na Mata da Biologia (Trilha-do Sauá). 2013. (Monitor).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
MOURA, M. N.. Comissão Avaliadora dos Trabalhos do XIII Congresso de Ecologia - III International Symposium of Ecology and Evolution. 2017. Universidade Federal de Viçosa.

2.
MOURA, M. N.; YOTOKO, K. S. C.; CARMO, F. M. S.. Processo de Seleção do PPG-Ecologia para ingresso em 2016/1. 2015. Universidade Federal de Viçosa.

3.
MOURA, M. N.; SOLAR, R.; YOTOKO, K. S. C.; LOPES-ANDRADE, C.. Processo de Seleção do PPG-Ecologia para ingresso em 2015/1. 2014. Universidade Federal de Viçosa.

4.
MOURA, M. N.; CARMO, F. M. S.. II Mostra de Trabalhos de Ecologia Básica. 2013. Universidade Federal de Viçosa.

5.
MOURA, M. N.; CARMO, F. M. S.. III Mostra de trabalhos de Ecologia Básica. 2013. Universidade Federal de Viçosa.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IV Workshop sobre Insetos Sociais. IUSSI Brazilian Section Annual Meeting 2017.Nuclear DNA content and genomic AT/ CG ratio of the genus Mycetophylax (Emery, 1913) by flow cytometry: correlation between repetitive DNA and genome size. 2017. (Outra).

2.
XXIII Simpósio de Mirmecologia: An International Ant Meeting.Genome Size in ants: retrospect and prospect. 2017. (Simpósio).

3.
XXIII Simpósio de Mirmecologia: An International Ant Meeting.Estimation of Genome Size in Formicidae by Flow Cytometry: standardization and application in population genetics. 2017. (Simpósio).

4.
VIII Simpósio de Meio Ambiente. 2015. (Simpósio).

5.
II International Symposium of Ecology and Evolution. 2014. (Simpósio).

6.
II International Symposium on Evolutionary Biology.Phylogenetic hypotheses based on molecular characters and studies of genome size in Dyckia schult. & schult.f. and Encholirium mart. Ex schult. & schult.f. (Bromeliaceae). 2014. (Simpósio).

7.
II Simpósio Nacional de Áreas Protegidas. 2012. (Simpósio).

8.
I Simpósio de Ecologia e Evolução. 2012. (Simpósio).

9.
I Jornada da Botânica: Integrando Academia e Sociedade. 2011. (Outra).

10.
X Congresso de Ecologia do Brasil. 2011. (Congresso).

11.
Ciclo de Seminário PET BIO. 2010. (Seminário).

12.
XXX Encontro Regional de Botânicos e II Jornada Capixaba de Botânica.Análise dos parâmetros que influenciam a distribuição de anfíbios anuros em bromélias. 2010. (Encontro).

13.
Ciclo de Palestras: Produção e Comunicação Científica. 2009. (Seminário).

14.
Simpósios da UFV: XIX de Iniciação Científica - SIC; IX Mostra Científica da Pós-graduação - SIMPÓS, VII de Extensão Universitária - SEU e III de Ensino - SEn. 2009. (Simpósio).

15.
XXV Semana Acadêmica de Biologia, com carga horária de 50 horas.. 2009. (Outra).

16.
Aprendendo a Ensinar Evolução. 2008. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SPERBER, C. F. ; MOURA, M. N. . Occupancy modeling for species distribution and habitat selection using R and BUGS/JAGS. 2015. (Outro).

2.
MOURA, M. N.; SPERBER, C. F. ; CAMPOS, R. I. . Curso de Meta-análise em Ecologia. 2014. (Outro).

3.
MOURA, M. N.; CARMO, F. M. S. ; YOTOKO, K. S. C. ; SANTOS, T. V. ; ALMEIDA, J. P. P. . ECO & EVOL: II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ECOLOGIA & EVOLUÇÃO. 2014. (Outro).

4.
SPERBER, C. F. ; MOURA, M. N. . Estatística Ecológica. 2014. (Outro).

5.
SPERBER, C. F. ; MOURA, M. N. . Curso Básico de Endnote. 2014. (Outro).

6.
MOURA, M. N.; CARMO, F. M. S. . I Simpósio de Projetos em Ecologia. 2013. (Outro).

7.
MOURA, M. N.; YOTOKO, K. S. C. ; CARMO, F. M. S. . I Simpósio de Ecologia e Evolução. 2012. (Outro).

8.
MOURA, M. N.; NERI, A. V. . I Jornada da Botânica: Integrando Academia e Sociedade. 2011. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
CAVALLARI, M. M.2017CAVALLARI, M. M. ; MOURA, M. N. ; FORZZA, R. C. ; OLIVEIRA, G. C. X. . Encholirium: the rare bromeliads of Cadeia do Espinhaço. Xerophilia, v. 6, p. 55-66, 2017.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 7:59:11