Paulo Ricardo Bezerra Vitor

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6740852646398125
  • Última atualização do currículo em 02/10/2017


Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Guia de Turismo formado pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte. Geógrafo colaborador na Organização de Aprendizagens e saberes em Iniciativas Solidárias e Estudos no Terceiro Setor - OASIS. Atuando desde 2010 neste grupo de pesquisa. Possui experiência em pesquisa, extensão, assessoria, e fomento em empreendimentos econômicos solidários e estudos em Pobreza e Vulnerabilidade (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Paulo Ricardo Bezerra Vitor
Nome em citações bibliográficas
VITOR, P. R. B.


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Graduação em geografia.
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Título: ECONOMIA SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: UMA ANÁLISE A PARTIR DO POVOADO CRUZ, CURRAIS NOVOS - RN.
Orientador: Francisco Fransualdo Azevedo.
2010 - 2012
Curso técnico/profissionalizante.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, IFRN, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Outro (especifique) graduando, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2012 - Atual
II Pesquisa Nacional sobre Educação na Reforma Agrária - Rio Grande do Norte
Descrição: O projeto visa sistematizar informações e produção bibliográfica referente às ações do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA) de 1998 a 2011 realizadas no Rio Grande do Norte..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
Ação Interinstitucional de Fomento ao Protagonismo Juvenil: Formação de Agentes de Desenvolvimento Comunitário no Território do Mato Grande/RN
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Incubação de Empreendimentos Econômicos Solidários, Formação sociopolítica e técnica no Arranjo Produtivo Local da Cajucultura: Aplicação de Estratégias da Pedagogia da Alternância no Rio Grande do Norte
Descrição: A cadeia produtiva da cajucultura, como atividade de agregação de valor, envolve produção, industrialização e comercialização de produtos derivados da cultura do caju. A competitividade depende fundamentalmente da capacidade do setor para superar gargalos sociais e tecnológicos que inibem a produção em graus satisfatórios de desempenho econômico elevando custos e limitando a implementação de melhorias na qualidade do produto conforme exige o mercado, especialmente quando se trata de exportação. No aspecto organizacional, é nítida a fragilidade do ato associativo na busca pela fixação de preceitos e práticas de Economia Solidária no setor, o que vem sendo incentivado em ações do Banco do Brasil, da Fundação Banco do Brasil, do SEBRAE e da EMATER em todo o Nordeste, até o presente, com resultados restritos. É incipiente, por exemplo, a consciência ambiental para lidar com tecnologias agroecológicas ou mesmo para preservar o ambiente rural de agressões, em uma atividade de transformação nitidamente poluente. Diante de tal quadro, o presente projeto destina-se ao desenvolvimento de um conjunto de ações sócio-políticas e técnicas na cadeia produtiva da cajucultura no Rio Grande do Norte e a um processo de incubação dos grupos produtivos do setor, apoiados pela Fundação Banco do Brasil e acompanhados pela Incubadora Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidarias - OASIS da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), vinculada à Rede de incubadoras da UNITRABALHO. Serão utilizados, na estratégia metodológica, recursos de Pedagogia da Alternância e de Educação Popular no intuito da construção de saberes coletivamente compartilhados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Paulo Ricardo Bezerra Vitor - Coordenador / Linneker Ermeson Costa de Oliveira - Integrante / David Vitorino da Silva - Integrante / Bruno Luan Dantas Cardoso - Integrante / Yuri de Lima Padilha - Integrante / Clarisse Lorena Cortêz Barrêto - Integrante / PROJETO TITULAÇÃO MÁXIMA ÁREAS DE ATUAÇÃO Juarez Azevedo de - Integrante / Abdon Silva Ribeiro da Cunha - Integrante / Washington Jose de Souza - Integrante.
2010 - 2010
Pesquisa-Ação em Redes Associativas e em empreendimentos de Economia Solidária no Rio Grande do Norte: Intervenções da Incubadora Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidárias (OASIS)
Descrição: Este Projeto tem por objetivo promover ações integradas de ensino, pesquisa e extensão voltadas à promoção das condições de saúde e qualidade de vida de segmentos populacionais sob situação socioeconômica vulnerável de trabalho e renda, tendo como eixos processos educativos, culturais e técnicos fundados nos preceitos da Economia Solidária. Trata-se de pesquisa aliada a processos formativos e intervenções em situações de trabalho e geração de renda a partir de ações integradas de incubação de Empreendimentos Econômicos Solidário pela Incubadora Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidárias ? OASIS ? vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPGA/UFRN). A ação da Incubadora exige, preliminarmente, uma atividade de pesquisa destinada à elaboração do diagnóstico social, político e técnico da situação dos empreendimentos a serem incubados. Tal diagnóstico volta-se ao fornecimento de informações úteis acerca do modo como se encontram a capacidade política dos sócios para o exercício da autogestão e a organização técnica dos empreendimentos no tocante à capacidade de produção de serviços e mercadorias. Após a etapa do diagnóstico, seguem atividades de ensino sob três vieses: os alunos da Incubadora selecionam conteúdos e elaboram metodologias inovadoras destinadas à formação que irão, em etapa posterior, ministrar nos empreendimentos, utilizando-se de estratégias de educação popular e da pedagogia da alternância; sob orientação de professores, os alunos principiam uma iniciação à docência, (re)elaborando conteúdos e metodologias apreendidas em sala de aula e aplicando-os à realidade dos empreendimentos populares objeto da incubação; tais experiências retornam à sala de aula na UFRN especialmente nas disciplinas de Empreendimentos Econômicos Solidários e Gestão de Empreendimentos Não-Governamentais do Curso de Graduação em Administração. Neste sentido, os alunos da Incubadora passam a exercer atividades de monitoria. As atividades de extensão ocorrem pela via do desenvolvimento de oficinas e do simultâneo assessoramento prestado por alunos e docentes aos empreendimentos incubados. Vale aqui registrar que as formações nos empreendimentos constituem momento de intensa interação entre a equipe da Incubadora e os atores sociais estando todas as atividades ajustadas à realidade dos empreendimentos. Após a etapa da intervenção, sob a forma de assessoria, ocorre o monitoramento, momento em que os empreendimentos são acompanhados no intuito de que sejam superadas dificuldades ou, de outra forma, intensificadas ações que estejam ocorrendo em grau satisfatório. Trata-se de outro momento de intenso diálogo entre a academia e os empreendedores. Volta-se, então, à etapa inicial. Pesquisas passam a ser realizadas no intuito de se avaliar mudanças comportamentais, resultados, conquistas, desafios e perspectivas dos indivíduos e dos empreendimentos incubados. Neste instante, estudantes de graduação e de pós-graduação passam a utilizar a experiência como espaço de estudo, coletando informações úteis à publicação acadêmica das experiências e à elaboração de monografias, dissertações e teses. Do ponto de vista político, volta-se à manutenção e à ampliação de ações formativas em Economia Solidária visando à conscientização de trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade acerca do valor do fato associativo no desenvolvimento de comunidades e territórios. Neste sentido, o Programa reúne processos formativos em Controle Social e Cidadania e em Ética, Responsabilidade Social e Participação. Do ponto de vista sócio-ambiental, integra e articula ações da UFRN em vários territórios do Rio Grande do Norte com frágil IDH, voltando-se para o desenvolvimento ambientalmente sustentável, tendo como indicador o progresso na qualidade de vida de segmentos populacionais em situação vul.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2013 - 2013
Projeto de Empreendedorismo - Mini empresa
Descrição: A UFRN, através do Departamento de Ciências Administrativas envolve, neste Projeto, estudantes de graduação e de pós-graduação em atividades integradas de pesquisa-ação no campo do Trabalho. Exercem, assim, o papel de contribuir, mediante o emprego de metodologias e recursos de educação popular, para o desenvolvimento sustentável e solidário sistematizando saberes e conhecimentos voltados à possibilidade de geração de renda, aos princípios e valores do ato associativo e à sustentabilidade. Em última instância, volta-se à obtenção de êxitos sociais e econômicos a partir da formação de jovens em temas do Empreendedorismo. O Projeto encontra-se em consonância com as diretrizes Plano Geral de Gestão 2007-2011 da UFRN dentro da Política de Inserção Social, bem como, com a missão da Instituição de ?educar e disseminar o saber universal e contribuindo para o desenvolvimento humano e comprometendo-se com a justiça social, a democracia e a cidadania?. Ao contribuir para a formação de empreendedores e para o desenvolvimento teórico e empírico de estudantes, em atividades articuladas de pesquisa, ensino e extensão, sob orientação docente, este Projeto cumpre uma importante função social em duas esferas: - internamente, ao contribuir com a formação de estudantes de graduação e de pós-graduação da própria Instituição; - externamente, ao contemplar a formação de jovens em situação socioeducativa e econômica vulnerável do município de Caiçara do Norte. O presente Projeto destina-se, pois, ao desenvolvimento socioeducativo, teórico e prático de jovens, em perspectiva de educação complementar, a partir de ações de extensão centradas na socialização de princípios e valores do ato empreendedor, em termos genéricos. Envolve, para tanto, atividades teóricas formativas, em sala de aula, e práticas, mediante trabalhos de campo e visitas técnicas organizadas por estudantes de graduação e de pós-graduação da UFRN e por eles implementadas junto a estudantes do município de Caiçara do Norte..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2013
ORGANIZAÇÃO DE APRENDIZAGENS E SABERES EM INICIATIVAS SOLIDÁRIAS: Replicando Metodologias de Incubação em Iniciativas Sociais e Solidárias na Região Metropolitana de Natal e no Seridó Potiguar
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
Formação de Formadores: Incubação de Iniciativas Populares Sociais e Economia Solidária
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
Economia Solidária e Incubação de Empreendimentos Econômicos Solidários - Experiências da Incubadora Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidárias - OASIS/PPGA/CCSA
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
TRILHAS POTIGUARES 2012: MUNICÍPIO DE JANDAÍRA/RN
Descrição: O Programa Trilhas Potiguares é uma iniciativa inovadora de atuação em comunidades, criado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no final de 1995. Assume a missão de propor novas formas de aplicação do conhecimento gerado na universidade, a partir do contato com demandas da comunidade externa, buscando a construção solidária do saber, voltado para o desenvolvimento sustentável das comunidades. Coloca em pauta o desafio de trabalhar, na ótica da educação ambiental e do equilíbrio entre o homem e o meio ambiente. As ações do projeto estão objetivamente voltadas à melhoria da qualidade de vida da população potiguar, priorizando o respeito à cultura e às tradições locais, estabelecendo sintonia entre o saber acadêmico e o saber popular. A UFRN assume, através do Programa, participação no processo de retomada do conhecimento crítico e participativo da sociedade, com visão interdisciplinar da realidade na qual se insere. Além do cunho acadêmico, tem elevado conteúdo social..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2011 - 2013
Incubação de Empreendimentos Econômicos Solidários, Formação sociopolítica e técnica no Arranjo Produtivo Local da Cajucultura: Aplicação de Estratégias da Pedagogia da Alternância no Rio Grande do Norte
Descrição: A cadeia produtiva da cajucultura, como atividade de agregação de valor, envolve produção, industrialização e comercialização de produtos derivados da cultura do caju. A competitividade depende fundamentalmente da capacidade do setor para superar gargalos sociais e tecnológicos que inibem a produção em graus satisfatórios de desempenho econômico elevando custos e limitando a implementação de melhorias na qualidade do produto conforme exige o mercado, especialmente quando se trata de exportação. No aspecto organizacional, é nítida a fragilidade do ato associativo na busca pela fixação de preceitos e práticas de Economia Solidária no setor, o que vem sendo incentivado em ações do Banco do Brasil, da Fundação Banco do Brasil, do SEBRAE e da EMATER em todo o Nordeste, até o presente, com resultados restritos. É incipiente, por exemplo, a consciência ambiental para lidar com tecnologias agroecológicas ou mesmo para preservar o ambiente rural de agressões, em uma atividade de transformação nitidamente poluente. Diante de tal quadro, o presente projeto destina-se ao desenvolvimento de um conjunto de ações sócio-políticas e técnicas na cadeia produtiva da cajucultura no Rio Grande do Norte e a um processo de incubação dos grupos produtivos do setor, apoiados pela Fundação Banco do Brasil e acompanhados pela Incubadora Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidarias - OASIS da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), vinculada à Rede de incubadoras da UNITRABALHO. Serão utilizados, na estratégia metodológica, recursos de Pedagogia da Alternância e de Educação Popular no intuito da construção de saberes coletivamente compartilhados...
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2011 - 2011
Trilhas Potiguares 2011 - Municipio de São Tomé
Descrição: O Programa Trilhas Potiguares, desenvolvido a 15 anos pela Pró-Reitoria de Extensão em parceria com municípios do interior do Rio Grande do Norte, na qual são desenvolvidas ações nas mais diversas áreas com gestores e munícipes visando o desenvolvimento de processos e produtos, sobretudo sociais, de geração de autonomia por parte destas populações. Além disso, os estudantes envolvidos têm a oportunidade ímpar de vivenciar a realidade vivida por esta população, e desenvolver em parceria com os mesmos as referidas ações, experimentando uma rica troca de saberes. A ação foi desenvolvida no município de São Tomé no período de 09 a 16 de julho de 2011, porém as atividades foram iniciadas no mês de abril, a partir da formação da equipe e da preparação da mesma, através de uma metodologia na qual os estudantes terão acesso a textos introdutórios, reuniões para debater as demandas, reuniões de formulação, elaboração de materiais, e finalmente execução das atividades no município. Ao final das atividades, os estudantes elaborarão relatórios de avaliação das atividades desenvolvidas. Do ponto de vista de alcance, existe a expectativa de atender cerca de 1000 pessoas no referido município, em um total de 80 atividades, das quais mais de 45 correspondem a ações não repetidas. Espera-se que os resultados a serem obtidos se reflitam na continuidade de diversas destas ações, sob a forma de atividade autônoma desenvolvida no município, seja por gestores, outros órgãos e grupos independentes..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2011 - 2011
I Jornada de Economia Solidária da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2011 - 2011
Educação Popular e Pedagogia da Alternância na Incubação de Incubadoras e de Empreendimentos Econômicos Solidários: Replicando a Experiência da Incubadora OASIS nos Territórios do Mato Grande e Seridó
Descrição: Este Projeto contempla a continuidade de ações simultâneas voltadas a processos de instalação de duas incubadoras de empreendimentos econômicos solidários a partir da socialização da experiência da incubadora Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidárias ? OASIS, vinculada ao Núcleo UFRN da Rede UNITRABALHO. As duas incubadoras vêm sendo instaladas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte ? IFRN/ João Câmara e no Centro de Ensino Superior do Ceres ? CERES/UFRN, no município de Caicó. Serão, ainda, retomadas ações do Projeto de Apoio e Fomento à Criação e ao Desenvolvimento de EES no Município de Natal desenvolvido sob convênio firmado entre a Prefeitura Municipal de Natal e o Ministério de Trabalho e Emprego ? MTE/SENAES. As atividades de incubação, em tal convênio, foram de responsabilidade da Incubadora OASIS/UNITRABALHO mediante indicação do Fórum Potiguar de Economia Solidária. A instalação de uma incubadora no CERES, já iniciada, vem propiciando a participação da UFRN na incubação de EES em um território que possui tradição no cooperativismo e na Economia Solidária em atividades econômicas de natureza agropecuária e artesanal, principalmente. O mesmo ocorre no Território do Mato Grande, onde se encontra localizado o IFRN João Câmara..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2011 - 2011
Educação Popular e Pedagogia da Alternância na Incubação de Incubadoras OASIS nos Territórios do Mato Grande e Seridó
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
Organização de aprendizagens e saberes em iniciativas solidárias (OASIS) processar aprendizagens, sistematizar saberes, socializar tecnologias.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
II SEMINÁRIO DE GRUPOS DE PESQUISAS - TEMA: GEOGRAFIA, MEIO AMBIENTE E CIDADANIA
Descrição: Neste II Seminário de Grupos de Pesquisa do Departamento de Geografia, será abordado o tema geral Geografia, meio ambiente e cidadania, e suas interfaces com outras temáticas atinentes a ciência geográfica. Trata-se de uma oportunidade que permitirá ao corpo discente e docente o conhecimento sobre as diferentes pesquisas desenvolvidas pelos docentes-pesquisadores do DGE, bem como os resultados de pesquisas dos discente graduados no bacharelado e no mestrado em Geografia. Portanto, o evento permitirá uma interação entre os grupos de pesquisa do DGE e seus respectivos pesquisadores. Esta ação permite ainda a troca de experiências de investigação com outros pesquisadores de outras universidade e centros de pesquisa a partir das conferências e palestras a serem proferidas nas mesas redonda que compõem o evento. Pretende-se estimular os alunos a se inserirem em grupos de pesquisa, bem como a participarem de eventos científicos que proporcione aprimoramento e crescimento intelectual a partir dos debates e discussões gerados. O evento está estruturado a partir de conferências (de abertura e de encerramento), bem como mesas redondas com o corpo docente (pesquisadores) do DGE, e em alguns casos de pesquisadores externos ao departamento.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
II Encontro Natalense de Geografia
Descrição: Tendo em vista os resultados positivos da ação de extensão denominada de ?Encontro Natalense de Geógrafos?, proposta e executada pelo Departamento de Geografia da UFRN/Natal, através da Coordenação do Curso de Graduação, no ano de 2006, propomos para o ano de 2010 a retomada dessa iniciativa. Nesse sentido, buscando ampliar a participação de todos os estudantes e profissionais de Geografia ? bacharéis e professores ? foi realizada uma pequena alteração na denominação do Evento para ?Encontro Natalense de Geografia?. Para tanto, Natal sediará, entre os dias 26 e 28 de maio de 2010, o II Encontro Natalense de Geografia ? II ENAG, no Campus Central da UFRN. Este encontro tem a proposta de integrar cada vez mais os estudantes, professores e profissionais de Geografia e áreas afins no debate do tema ?As Mudanças Globais e seus Reflexos no Território Potiguar?, trocando experiências sobre as contribuições da Geografia na análise do mesmo. Cabe ressaltar que as atividades acadêmico-científicas são necessárias para que ocorra a articulação entre a teoria e a prática e entre a pesquisa básica e aplicada. Essas ações são consideradas relevantes para que o estudante adquira, durante a integralização curricular, o saber e a habilidades necessárias à sua formação. Nesse sentido, tomamos a iniciativa de promover o citado evento, em comemoração ao dia do geógrafo (29 de maio), como forma de estimular o debate de questões ligadas ao tema central do evento como, por exemplo, aquecimento global e questões ambientais, crise econômica e desigualdade sociais e outros, através das diversas atividades que comporão a programação do mesmo..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


2011 - Atual
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL
Descrição: O Curso se insere em temas relacionados ao desenvolvimento rural sustentável do semi-árido brasileiro e a políticas públicas para territórios rurais, fundadas na agroecologia e na sustentabilidade, na assistência técnica e extensão rural mediante processos educativos amplos de qualificação profissional com foco para a realidade. Situa-se no campo da Economia Solidária que, hoje, no Brasil, se constitui como movimento social que rapidamente se desenvolve mediante a reunião de trabalhadores e trabalhadoras e de acadêmicos e gestores integrantes de agências de fomento e assessoria. No Rio Grande do Norte isto é uma realidade, reforçada pelo fato de que o estado foi pioneiro na promulgação de uma Lei específica para o setor - Lei Nº 8.798 de 22 de fevereiro de 2006 ? e na instalação do Conselho Estadual de Economia Popular Solidaria em 31 de julho de 2007. A responsabilidade acadêmica da execução do Curso é do Programa de Pós-Graduação em Administração, unidade acadêmica da UFRN que executará e emitirá os certificados...
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
VITOR, P. R. B.; PADILHA, Y. L. . ECONOMIA SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: UMA ANÁLISE A PARTIR DO POVOADO CRUZ, CURRAIS NOVOS - RN. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM GESTÃO SOCIAL, 2016, porto alegre. As Práticas Autogestionárias na Economia Solidária e no Cooperativismo, 2016.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Divulgação do Resultado da Pesquisa do Mapeamento da Economia Solidária no Rio Grnde do Norte.Divulgação do Resultado da Pesquisa do Mapeamento da Economia Solidária no Rio Grnde do Norte. 2013. (Encontro).

2.
SEMINÁRIO SOBRE EXPERIÊNCIAS EM AVALIAÇÃO E ANÁLISE DE POLÍTICAS PÚBLICAS.SEMINÁRIO SOBRE EXPERIÊNCIAS EM AVALIAÇÃO E ANÁLISE DE POLÍTICAS PÚBLICAS. 2013. (Seminário).

3.
Formação de Formadores: Incubação de Iniciativas Populares Sociais e Economia Solidária. 2012. (Oficina).

4.
Seminário" Metodologias de Extensão Rural Agroecológica - Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco: Mapeamento de Experiencias". 2012. (Seminário).

5.
II Encontro Natalense de Geografia. 2010. (Encontro).

6.
II SEMINÁRIO DE GRUPOS DE PESQUISAS - TEMA: GEOGRAFIA, MEIO AMBIENTE E CIDADANIA. 2010. (Seminário).

7.
I JORNADA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE. 2010. (Outra).



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 7:27:33