Adalto Alfredo Pontes Filho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3499571300027062
  • Última atualização do currículo em 06/02/2019


Médico Preceptor do Programa de Residência em Medicina Preventiva e Social do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). Residência médica em Medicina Preventiva e Social pelo HCFMUSP (2018). Graduado em Medicina pela Universidade do Estado do Pará (2015). Realizou ano acadêmico de Graduação Sanduíche na Temple University Medical School, EUA, como bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) (2013). Ex-bolsista de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com o projeto de pesquisa "Observação, identificação e descrição de práticas de Medicina Tradicional Indígena (MTI) que porventura estejam presentes no cotidiano de comunidades e estabelecimentos de saúde de municípios da Região Metropolitana de Santarém" (2015). Pesquisador no projeto Linha de Cuidado para a Saúde na Adolescência e Juventude para o Sistema Único de Saúde no Estado de São Paulo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Adalto Alfredo Pontes Filho
Nome em citações bibliográficas
PONTES FILHO, A. A.;PONTES, ADALTO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Centro de Saúde Escola Samuel B. Pessoa.
Avenida Doutor Vital Brasil, 1490
Butantã
05503000 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (011) 30618577
URL da Homepage: http://www2.fm.usp.br/cseb/


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Especialização - Residência médica.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil. Residência médica em: Medicina Preventiva e Social
Número do registro: 75007.
Bolsista do(a): Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, SES-SP, Brasil.
2018
Especialização em andamento em Economia e Gestão da Saúde. (Carga Horária: 330h).
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, FSP-USP, Brasil.
2018
Especialização em andamento em Cuidados Paliativos. (Carga Horária: 420h).
Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, IIEPAE, Brasil.
2009 - 2015
Graduação em Medicina.
Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.
com período sanduíche em Temple University (Orientador: Scott Shore).
Título: Medicina Tradicional Popular Amazônica - Observação, identificação e descrição de suas práticas na Região Metropolitana de Santarém.
Orientador: Rosineide da Silva Bentes.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2006 - 2008
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Santa Clara, CSC, Brasil.
2005 - 2005
Ensino Fundamental (1º grau).
Colégio Santa Clara, CSC, Brasil.
2004 - 2004
Ensino Fundamental (1º grau).
Colégio Batista de Santarém, CBS, Brasil.
1998 - 2003
Ensino Fundamental (1º grau).
Colégio Santa Isabel, CSI, Brasil.




Formação Complementar


2015 - 2015
Pediatric Advanced Life Support. (Carga horária: 16h).
Hospital do Coração, HCOR, Brasil.
2015 - 2015
Curso Prático de Medicina. (Carga horária: 30h).
MEDGRUPO, MEDGRUPO, Brasil.
2015 - 2015
Advanced Cardiovascular Life Support. (Carga horária: 16h).
Sociedade Brasileira de Cardiologia, SBC, Brasil.
2014 - 2014
Programa de Atendimento Integrado ao Traumatizado. (Carga horária: 20h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2014 - 2014
Curso de Reiki Tradicional Usui e Tibetano I e II. (Carga horária: 16h).
Portal Holístico Centro de Terapias Complementares, PORTAL HOLÍSTICO, Brasil.
2014 - 2014
Curanderismo: Traditional Medicine. (Carga horária: 40h).
The University of New México, UNM, Estados Unidos.
2012 - 2013
Extensão universitária em Medical Global Exchange Academic Year. (Carga horária: 1250h).
Temple University, TEMPLE, Estados Unidos.


Atuação Profissional



Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, HCFMUSP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Médico Preceptor, Carga horária: 40
Outras informações
Médico Preceptor do Programa de Medicina Preventiva e Social 2018-2019

Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Médico Residente-Medicina Preventiva e Social, Carga horária: 40
Outras informações
Projeto de Conclusão de Residencia intitulado: Direitos Humanos e saúde de adolescentes e jovens: estudo de ações desenvolvidas em serviços do Sistema Único de Saúde do estado de São Paulo, sob orientação da Dra. Mariana Arantes Nasser.


Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2015
Vínculo: Estudante de Graduação, Enquadramento Funcional: Estudante de Graduação, Carga horária: 40

Atividades

04/2012 - 11/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Universidade do Estado do Pará - Campus XII Santarém, Grupo de Estudo e Pesquisa em Meio Ambiente e Saúde Coletiva (GEPEMASC).

01/2012 - 06/2012
Outras atividades técnico-científicas , Curso de Medicina de Santarém, Curso de Medicina de Santarém.

Atividade realizada
Monitor de Semiologia Médica.

Temple University, TEMPLE, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Non-Degree Graduate Student, Enquadramento Funcional: Non-Degree Graduate Student, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estudante de Graduação, Enquadramento Funcional: Doutorando Visitante, Carga horária: 40

Atividades

01/2014 - 03/2014
Estágios , Hospital de Clinicas de Porto Alegre, .

Estágio realizado
Estágio especializado em Medicina Interna nos Serviços de Nefrologia, Reumatologia, Cardiologia e Hemodinâmica.

Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Discente visitante, Enquadramento Funcional: Interno, Carga horária: 40

Atividades

01/2015 - 01/2015
Estágios , Departamento de Psiquiatria, .

Estágio realizado
Estágio supervisionado nos ambulatórios da Disciplina de Psicoterapia do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina, e na Unidade de Internação Psiquiátrica e Setor de Psiquiatria do Proto Socorro do Hospital São Paulo.
11/2014 - 12/2014
Estágios , Hospital São Paulo, Departamento de Neurologia e Neurocirurgia.

Estágio realizado
Estágio supervisionado nos ambulatórios, enfermarias e UTIs da Disciplina de Neurologia.

Hospital Municipal de Santarém, HMS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estudante de Graduação - Interno, Carga horária: 20
Outras informações
Realização de estágio curricular obrigatório supervisionado no Serviço de Infectologia, Serviço de Cirurgia Geral e Serviço de Ginecologia e Obstetrícia.

Atividades

08/2015 - 10/2015
Estágios , Pronto Socorro Municipal, .

Estágio realizado
Estágio obrigatório supervisionado em triagem, consultório de emergências, setor de reanimação infantil e adulta, e setor de suturas e curativos.
04/2015 - 07/2015
Estágios , Serviço de Pediatria, .

Estágio realizado
Estágio obrigatório supervisionado na Enfermaria Pediátrica, Avaliação de recém-nascidos em Alojamento Conjunto e Berçario.
08/2014 - 11/2014
Estágios , Serviço de Obstetrícia, .

Estágio realizado
Estágio obrigatório supervisionado na Clínica Obstétrica, com atuação em sala de pré-parto, sala de parto no auxílio de partos normais, e centro cirúrgico no auxílio de partos cesareanos.
04/2014 - 06/2014
Estágios , Serviço de Cirurgia Geral, .

Estágio realizado
Estágio obrigatório supervisionado na enfermaria da Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico, com desempeno de atividade como auxiliar em cirurgias do aparelho digestivo, vasculares, ortopédicas e oncológicas.

West Virginia University, WVU, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Clinical Preceptor, Carga horária: 20
Outras informações
Preceptor de estágio clínico eletivo em Saúde Global no Contexto Amazônico de estudantes do último ano dos cursos de Medicina, Farmácia e Enfermagem na Unidade Básica de Saúde Fluvial Abaré I, realizando atendimento médico em comunidades ribeirinhas da Reserva Extrativistas da margem esquerda do rio Tapajós. Atividade desenvolvida por meio do Multilateral Partneship for Interprofessional Exchange (MPIE). Este é um projeto desenvolvido anualmente pela organização não-governamental Amizade Global Service Learning e a West Virginia University (WVU), o qual promove o intercâmbio de estudantes das Ciências da Saúde da WVU no Brasil, afim de que estes vivenciem as peculiaridades e desafios dos serviços de saúde na Amazônia, enfocando o debate de tópico da Saúde Global co contexto de comunidades quilombola e ribeirinha.

Atividades

04/2015 - 05/2015
Ensino, Multilateral Partneship for Interprofessional Exc, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Global Health Topics in the Brazilian Amazon

Unidade Básica de Saúde da Família Abaré I, UBSF ABARÉ I, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Estudante de graduação, Enquadramento Funcional: Interno, Carga horária: 40

Atividades

04/2015 - 04/2015
Estágios , Estratégia Saúde da Família Ribeirinha, .

Estágio realizado
Estágio voluntário em consultório médico da Estratégia Saúde da Família Ribeirinha, com atendimento médico ambulatorial a comunidades de Reservas Extrativistas na região do rio Tapajós.

Amizade Global Service-Learning, AMIZADE GSL, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Preceptor de Estágio Clínico, Carga horária: 20
Outras informações
Atuação como Clinical Preceptor no Multilateral Partneship for Interprofessional Exchange, em parceria com a West Virginia University.


Centro Acadêmico de Medicina de Santarém, CAM-STM, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Membro Diretoria Executiva, Enquadramento Funcional: Presidente, Carga horária: 6

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Membro Diretoria Executiva, Enquadramento Funcional: Diretor de Pesquisa e Extensão Universitária, Carga horária: 4


International Federation of Medical Students' Associations of Brazil, IFMSA-BRAZIL, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Coordenador Local, Enquadramento Funcional: Local Officer on Human Rights and Peace, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Coordenador Local, Enquadramento Funcional: Presidente Comitê Local UEPA Santarém, Carga horária: 6


Instituto de Amparo ao Ensino Superior da Amazônia, AESAMA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2015
Vínculo: Membro Fundador, Enquadramento Funcional: Membro da Diretoria Executiva, Carga horária: 6

Atividades

02/2012 - 02/2015
Direção e administração, Diretoria Financeira, .

Cargo ou função
Diretor Financeiro.

Liga Acadêmica de Clínica Médica de Santarém, LACMES, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Membro-Fundador, Enquadramento Funcional: Diretor Científico, Carga horária: 4



Linhas de pesquisa


1.
Saúde dos Povos Indígenas na Amazônia
2.
O estudo das populações marginalizadas na Amazônia: direitos, saúde e trabalho


Projetos de pesquisa


2014 - 2015
Observação, identificação e descrição de práticas de Medicina Tradicional Popular Amazônica em comunidades da Região Metropolitana de Santarém.
Descrição: As tentativas de integrar as práticas da Medicina Tradicional Popular Amazônica (MTPA) com a Medicina Alopática não são uma novidade no Brasil. Contudo, a MTPA ainda é vista com reserva no meio acadêmico nacional. Grande parte da aversão é consequência do processo de formação sociocultural brasileiro, bem como da negação do academicismo moderno em validar práticas que não se enquadrarem dentro de modelo experimentais baseados em paradigmas newtoniano-reducionistas. O presente estudo objetivou a observação, identificação e descrição de práticas medicinais tradicionais na Região Metropolitana de Santarém. Utilizou-se uma abordagem qualitativa fenomenológica por meio de pesquisa bibliográfica e de campo. O trabalho de campo consistiu na observação e entrevista semiestruturada de quatro terapeutas praticantes da MTPA (pMTPA), entre os meses de junho e outubro de 2015. Observou-se que os pMTPAs são conhecedores de técnicas propedêuticas bem elaboradas, as quais estão fundamentadas em conhecimentos adquiridos tradicionalmente em um contexto familiar. Essas técnicas em conjunto formam um sistema que correlaciona dados anatômicos, fisiológicos, emocionais e espirituais em busca de um diagnóstico. Um fator importante na prática da MTPA identificado no estudo foi a presença da fé como fundamento da terapêutica prescrita pelos pMTPAs. Neste contexto, a fé serve como elemento que auxilia no vínculo entre aquele que dispensa e aquele que recebe o tratamento, criando relações e fortalecendo vínculos na comunidade. Na pesquisa detectou-se a maneira como a MTPA exerce controle de qualidade interno, e de que maneira a alopatia se faz presente nessas práticas medicinais tradicionais. Foi possível ainda descrever alguns termos diagnósticos e propostas terapêuticas presentes no repertório da MTPA. Por fim, pôde-se concluir que as práticas medicinais tradicionais amazônicas são a síntese do encontro dos povos tradicionais brasileiros, africanos e europeus em um dos cenários naturais mais ricos do mundo, e que o estudo continuado da temática se faz necessário como busca da compreensão da própria identidade brasileira..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Adalto Alfredo Pontes Filho - Integrante / Rosineide da Silva Bentes - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2011 - 2011
Avaliação dos resultados obtidos com a implantação de metodologias ativas de ensino-aprendizagem no Curso de Medicina de Santarém
Descrição: O ensino da Medicina foi historicamente construído tendo como ator principal no processo ensino-aprendizagem o professor. Fica patente, então, a necessidade de se repensar a maneira como as Escolas Médicas estavam preparando seus alunos para enfrentar as novas exigências sociais impostas aos médicos. Novas metodologias de ensino são desenvolvidas visando capacitar o estudante de Medicina com as habilidades necessárias ao exercício da profissão. Dentre elas, a Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), desponta como a que obteve maior aceitação, sendo atualmente utilizada em Escolas Médicas de diversas partes do mundo. Esse estudo foi desenvolvido com 35 estudantes do curso de Medicina de Santarém, selecionados aleatoriamente. Foi aplicado um roteiro semiestruturado para coleta de dados. Um dos principais pontos indicados pelos entrevistados como barreiras para a melhoria do ensino fornecido pelo curso é a falta de capacitação dos professores para o uso de metodologias ativas de ensino-aprendizagem. Além disso, foi apontado que a estrutura física, bem como o acesso a fontes bibliográficas é deficiente. Em relação a laboratórios e equipamente a principal queixa foi a de que, apesar da existência da estrutura, esta não tem sido utilizada de modo adequado.Faz-se necessária a reavaliação do Projeto Político Pedagógico (PPP) de modo sistemático, com envolvimento do corpo discente e docente do curso. O curso possui base sólida e está inserido em uma região estratégica, mas ajustes metodológicos são necessários, para que a qualidade da formação médica fornecida seja ainda melhor. Uma ampla discussão do PPP do curso envolvendo toda comunidade acadêmica parece ser o primeiro passo para se alcançar a excelência pretendida no momento da implantação do curso. Ajustes quanto a resistematização do módulo de Habilidades Profissionais, bem como a revisão dos metodos avaliativos são necessárias para que eventuais falhas na formação dos estudantes sejam evitadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Adalto Alfredo Pontes Filho - Integrante / João de Mendonça Alho Teixeira - Integrante / Zilma Nazaré de Sousa Pimentel - Coordenador.
2010 - 2010
Levantamento do impacto das condições de trabalho sobre a saúde dos mototaxistas de Santarém
Descrição: O uso de motocicletas para o trabalho cresceu em progressão geométrica nos últimos anos. Nesse contexto, a profissão de mototaxista se destaca. Dentre os agravos a que essa nova classe de profissionais está exposta, há fatores humanos, ambientais e mecânicos implicados no risco do acidente de trânsito. O cansaço e a sobrecarga de tarefas são provocadores da falha humana. Objetivou-se o determinar a influencia das condições de trabalho sobre a saúde dos motaxistas santarenos. A pesquisa, de perspectiva local, foi realizada no município de Santarém, no período entre a última semana de setembro e primeira semana de novembro de 2010, tendo como universo estudado 80 mototaxistas legalizados em atuação município. Os participantes tiveram de concordar em participar da pesquisa de modo voluntário. A coleta dos deu-se de modo aleatório, pelos turnos da manhã e tarde. O grupo estudado apresentou predomínio na faixa etária de 30 a 49 anos. Na escolaridade, a maior parcela afirmou ter concluído o Ensino Médio, somando 40%, frente a 16,25% que não o concluíram. 41,25% ganha entre dois e três salários mínimos, 31,25% de um a dois salários e 27,5% mais de três. A renda familiar mensal média de 28,75% é maior que quatro salários mínimos e de 30% entre três e quatro. 62,5% dos profissionais disseram estar a mais de cinco anos no trabalho, 31,25% entre três e cinco anos. 71,25% do mototaxistas estão submetidos a uma carga horária diária entre oito e doze horas. O grupo estudado revelou quanto o meio pode interferir na saúde dos indivíduos. Os frequentes relatos de desejo de mudar de profissão estiveram, em sua maioria, acompanhados da justificativa do perigo a que a que os mototaxistas estão expostos, por terem como ambiente de trabalho ruas mal conservadas e sem sinalização. Medidas que promovam a segurança no tráfego de veículos e pessoas pelas vias públicas do município são de necessidade imediata, assim como a fiscalização e combate da prática irregular de transporte de passage.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Adalto Alfredo Pontes Filho - Coordenador / João de Mendonça Alho Teixeira - Integrante / Osmarina Nascimento Pires - Integrante.
2009 - 2010
Perfil Epidemiológico das Gestantes do Oeste do Pará que vivem com o vírus HIV/AIDS entre os anos 2007 e 2009
Descrição: No Brasil, a razão entre homens e mulheres infectados pelo HIV é hoje de 1,5 casos em homens para 1 em mulher. Com a mudança do perfil epidemiológico da AIDS entre mulheres heterossexuais e em idade fértil, um novo componente se agregou ao quadro: a Transmisão Verttical. Objetivou-se identificar o perfil epidemiológico das gestantes que vivem com o vírus HIV/AIDS cadastradas no Serviço de Atendimento Especializado (SAE) do Oeste do Pará em Santarém, de 2007 a 2009. Procedeu-se um estudo transversal dos prontuários de 44 gestantes diagnosticadas soro-reator para o vírus do HIV, tomando como amostra todas as grávidas que receberam atenção no período, diagnósticadas de acordo com o Consenso 2008 do Departamento Nacional de DST/AIDS. O estudou demonstrou que 45,5% das gestantes estavam na faixa etária de 19 a 25 anos e 29,5% entre 26 a 30 anos. 61,4% eram casadas e 34% solteiras. 95,6% se declaravam pardas. Aquelas que tinham conhecimentos do status sorológico no momento da concepção representaram 38,7%. Quanto ao tipo de parto, 56,8% passaram por cesária eletiva, e 34% realizaram parto vaginal, tendo todas as crianças nascidas vivas. Nas relações sexuais com parceiro fixo, 45,5% delas não usaram preservativo, 22,7% usaram menos da metade das vezes e 6,8% em mais da metade das vezes. 43,1% achava que o parceiro não trazia risco algum. O principal motivo relatado para o não uso do preservativo foi a confiança no parceiro (31,8%). Os dados obtidos demonstram que apesar de 38,7% das gestantes já conhecerem o estado sorológico positivo para o HIV, nenhuma delas buscou aconselhamento pré-concepcional. A despeito do determinado pelo Consenso, que atualmente preconiza que todos os partos sejam realizados cirurgicamente, apenas 56,8% o fizeram..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Adalto Alfredo Pontes Filho - Integrante / Osmarina Nascimento Pires - Coordenador / Alan Espíndola Torres - Integrante.


Projetos de extensão


2010 - 2011
Menstruou, consultou?! Quebrando mitos e tabus sobre a primira consulta ginecológica
Descrição: Projeto de extensão desenvolvido pela Liga Acadêmica de Ginecologia e Obstetrícia do Oeste do Pará (LAGO), International Federation of Medical Students' Associations of Brazil (IFMSA-Brazil) e Pró-Reitoria de extensão da Universidade do Estado do Pará em escolas municipais e estaduais de ensino fundamental e médio. O projeto consistia em visita às escolas para realização de reuniões com adolescentes. Durante os encontros, eram realizadas palestras e demonstrações em manequins sobre a anatomia dos órgãos sexuais femininos, bem como se explanava acerca das mudanças fisiológicas decorrentes da puberdade. O objetivo central do projeto era esclarecer as adolescentes quanto a importância do uso do preservativo para prevenção de DST's, bem como orientar sobre o uso de métodos anticoncepcionais para a prevenção de gravidez na adolescência. Buscava-se ainda a inserção precoce da adolescentes nas rotinas dos serviços de saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .

Integrantes: Adalto Alfredo Pontes Filho - Integrante / Márcia Marília Castro de Oliveira - Coordenador / Luiz Fernando de Oliveira Pallú - Integrante / Juliana Costa - Integrante / Valéria Ferreira - Integrante.


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: Caderno de Resumos do GEPEMASC - UEPA Campus XII Santarém (ISSN: 2318-5953)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Medicina Preventiva.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2016
Portaria de Elogio perante os trabalhos demonstrados no Curso de Medicina de Santarém (DOE/PA Nº 33037 - Protocolo 930100. 23 de fevereiro de 2016), Universidade do Estado do Pará.
2012
Membro do Conselho de Sentença do Tribunal do Juri da 10ª Vara Penal, Tribunal de Justiça do Estado do Pará.
2009
Aluno Homenageado na Programação de Lançamento do Projeto Centro Cultural, Colégio Santa Clara.
2007
1º Lugar no Concurso Cultural Barsa Planeta Internacional, Barsa Planeta Internacional.
2003
Melhor Leitor do Ano de 2003, Biblioteca do Colégio Santa Isabel.
2002
Melhor Leitor do Ano de 2002, Biblioteca do Colégio Santa Isabel.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ZHANG, Y.2014ZHANG, Y. ; BITNER, D. ; PONTES FILHO, A. A. ; LI, F. ; LIU, S. ; WANG, H. ; YANG, F. ; ADHIKARI, S. ; GORDON, J. ; SRINIVASAN, S. ; HU, W. . Expression and function of NIK- and IKK2-binding protein (NIBP) in mouse enteric nervous system. Neurogastroenterology and Motility (Print), v. 26, p. 77-97, 2014.

2.
PONTES, ADALTO2013PONTES, ADALTO; ZHANG, YONGGANG ; HU, WENHUI . Novel functions of GABA signaling in adult neurogenesis. Frontiers in Biology, v. 8, p. 496-507, 2013.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
PONTES FILHO, A. A.; TEIXEIRA, J. M. A. ; MARTINS, N. V. N. . Análise do Modelo de Vigilância à Anemia Ferropriva no Pré-Natal. In: VI Congresso de Ciência e Tecnologia da Amazônia e IX Salão da Amazônia de iniciação Científica do CEULS/ULBRA, 2009, Santarém. Anais do VI Congresso de Ciência e Tecnologia da Amazônia. Santarém: Centro Universitário Luterano de Santarém CEULS/ULBRA, 2009. p. 63-67.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PONTES FILHO, A. A.; NASSER, M. A. . Direitos humanos e saúde de adolescentes e jovens: estudo de ações desenvolvidas em serviços do Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo. In: 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2019, Rio de Janeiro. Anais do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Campinas: Galoá, 2019.

2.
ROCHA, J. C. C. ; PONTES FILHO, A. A. ; MURIZINE, G. S. ; ANDRADE, P. F. ; SANTOS, L. B. ; SANTOS, G. H. ; PEREIRA, B. ; NASSER, M. A. ; SANTOS, M. A. . Ações de educação em saúde para o fortalecimento da cidadania na adolescência e juventude enquanto construção de uma política pública de saúde. In: 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2019, Rio de Janeiro. Anais do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Campinas: Galoá, 2019.

3.
BILLAND, J. S. J. ; REGINA, F. L. ; HERMANN, D. ; VEIGA, D. P. B. ; PONTES FILHO, A. A. ; FIGUEIREDO, R. . Concepções e percepções de adolescência e juventude em serviços de saúde do estado de São Paulo. In: 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2019, Rio de Janeiro. Anais do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Campinas: Galoá, 2019.

4.
SIMOES, E. L. J. ; SANTOS, S. A. T. ; PONTES FILHO, A. A. ; BRAUN, M. K. S. . Relato de caso de neurofibromatose difusa em criança de 09 anos com histórico familiar, na cidade de Santarém, Pará. In: XXIX Congresso Brasileiro de Cirurgia, 2011, Fortaleza. Anais do XXIX Congresso Brasileiro de Cirurgia, 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
PONTES FILHO, A. A.; HU, WENHUI ; ZHANG, YONGGANG . Os papeis de GABA na neurogênese no adulto. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
PONTES FILHO, A. A.; ILLER, R. ; BUFFARA, M. O. ; GONCALVES, H. V. . Public Health Systems: what Brazil and the United States can learn from each other?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
PONTES FILHO, A. A.. Comitê Local IFMSA - sua faculdade de Medicina inserida no movimento estudantil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
PONTES FILHO, A. A.; PIRES, O. N. ; TORRES, A. E. . Perfil Epidemiológico das Gestantes do Oeste do Pará que vivem com o vírus HIV/AIDS entre os anos 2007 e 2009. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
PONTES FILHO, A. A.; TORRES, A. E. ; MARTINS, N. V. N. . Análise do modelo de vigilância à anemia ferropriva no Pré-natal na Unidade de Saúde Aparecida/Caranazal. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
PONTES FILHO, A. A.; PIRES, O. N. ; TORRES, A. E. . Para SIDA Bem. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Demais tipos de produção técnica
1.
NASSER, M. A. ; PONTES FILHO, A. A. ; PREZOTTO, E. . Cuidado integral à saúde do adolescente na atenção primária. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SCHRAIBER, L. B.; NASSER, M. A.; PERES, N. V. Y. V. M.; PONTES FILHO, A. A.. Processo de Seleção para o Programa de Residência em Medicina Preventiva e Social. 2019. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Direitos humanos e saúde de adolescentes e jovens: estudo de ações desenvolvidas em serviços do Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo. 2018. (Congresso).

2.
6º Congresso Nacional de Hospitais Privados. 2018. (Congresso).

3.
VI Simpósio dos Pós-Graduandos do Departamento de Medicina Preventiva da FMUSP. 2018. (Simpósio).

4.
XIV Simpósio Brasileiro de Atenção Domiciliar. 2018. (Simpósio).

5.
7º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde. 2016. (Congresso).

6.
Fórum Estadual de Tuberculose. 2016. (Simpósio).

7.
Os desafios do SUS na contemporaneidade: integralidade e produção macro e micropolítica de saúde. 2016. (Seminário).

8.
Introdução a Musicoterapia: desafios entre a modernidade e a contemporaneidade. 2014. (Seminário).

9.
II Congresso de Neurologia e Neurocirurgia do Oeste do Pará. 2013. (Congresso).

10.
Simpósio de Atualização em Cardiologia. 2013. (Simpósio).

11.
Global Temple Conference. Public Health Systems: what Brazil and the United States can learn from each other?. 2012. (Congresso).

12.
39ª Assembleia Geral da International federation of Medicial Students Associations of Brazil.Comitê Local IFMSA-BRAZIL UEPA Santarém: proposta de alteração para status de comitê pleno. 2011. (Encontro).

13.
Curso de Reanimação Cardiopulmonar e Cerebral. 2011. (Outra).

14.
Erros Inatos do Metabolismo: Doenças de Depósito Lisossômico. 2011. (Encontro).

15.
II Mini-Curso Teórico-Prático de Nós e Suturas da Liga Cirúrgica do Tapajós. 2011. (Oficina).

16.
I Simpósio de Cirurgia do Oeste do Pará: a cirurgia e a atuação multiprofissional. 2011. (Simpósio).

17.
I Simpósio de Urgência e Emergência do Oeste do Pará. 2011. (Simpósio).

18.
I Simpósio IFMSA-BRAZIL.Comitê Local IFMSA - sua faculdade de Medicina inserida no movimento estudantil. 2011. (Simpósio).

19.
Jornada de Anestesia do Oeste do Pará. 2011. (Encontro).

20.
37ª Assembléia Geral da International Federation of Medical Students Assoiations of Brazil.Comitê IFMSA - Brazil Santarém: para agir globalmente no coração da Amazônia. 2010. (Outra).

21.
38ª Assembléia Geral da International Federation of Medical Students Associations of Brazil. 2010. (Outra).

22.
Atualização em Metodologia da Pesquisa - Conhecimento, Saber e Ciência. 2010. (Oficina).

23.
Atualização em Pesquisa Clínica. 2010. (Oficina).

24.
Atualização Terapêutica em Toxoplasmose. 2010. (Seminário).

25.
Curso de Bioestatística Aplicada à Pesquisa Experimental. 2010. (Seminário).

26.
Curso Teórico-Prático de Eletrocardiograma: ECG normal e suas principais variações. 2010. (Seminário).

27.
I Curso Teórico-Prático de Eletrocardiograma: ECG normal e suas principais variações. 2010. (Oficina).

28.
II Simpósio de Medicina Intensiva do Baixo Amazonas. 2010. (Simpósio).

29.
I Mini Curso de Antibioticoterapia do Oeste do Pará. 2010. (Outra).

30.
IV Encontro Pré-AG da International Federation of Medical Students Associations of Brazil. 2010. (Encontro).

31.
Programa de Educação Médica Continuada - Educação Ética e Bioética para Estudantes de Medicina. 2010. (Oficina).

32.
Semana Nacional de Saúde da Fundação Assefaz.Doença Hepática Alcoólica. 2010. (Simpósio).

33.
V Encontro Butantan Amazônia - Jornada de Animais Peçonhentos e Doenças Tropicais de Santarém. 2010. (Encontro).

34.
XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Perfil Epidemiológico das Gestantes do Oeste do Pará que vivem com o vírus HIV/AIDS entre os anos 2007 e 2009. 2010. (Congresso).

35.
XV Congresso Médico Amazônico. Para SIDA Bem. 2010. (Congresso).

36.
I Simpósio de Emergências Clínicas. 2009. (Simpósio).

37.
IV Encontro Butantan Amazônia. 2009. (Encontro).

38.
Palestra Multiprofissional sobre Esquizofrenia. 2009. (Seminário).

39.
Palestra Sexualidade na Adolescência: do prazer à vulnerabilidade.O que os adolescentes querem saber sobre sexo: questões para discução. 2009. (Seminário).

40.
VI Congresso de Ciência e Tecnologia da Amazônia e IX Salão da Amazônia de iniciação Científica do CEULS/ULBRA. Análise do modelo de vigilância à anemia ferropriva no Pré-Natal. 2009. (Congresso).

41.
Projeto Cultural Barsa Planeta Internacional.Amazônia de Amazônidas. 2007. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BENTES, R. S. ; PONTES FILHO, A. A. ; ESPOSITO, J. C. G. ; PIRES, O. N. . I Congresso AESAMA - Simpósio de Transplantes de Órgãos e Tecidos do Tapajós. 2013. (Congresso).

2.
PONTES FILHO, A. A.. Workshop Programa Ciência Sem Fronteiras: do processo de aplicação a vida no exterior. 2013. (Outro).

3.
PONTES FILHO, A. A.; CARNIEL, G. . I Mini-Curso de Neuropsiquiatria do Tapajós. 2011. (Outro).

4.
PONTES FILHO, A. A.. I Congresso de Acadêmicos da Associação Médica Brasileira. 2011. (Congresso).

5.
PONTES FILHO, A. A.; TORRES, A. E. ; TAKANASHI, S. Y. L. . Capacitação em Saúde Materno-Infantil. 2011. (Outro).

6.
PONTE, J. R. T. da ; PONTES FILHO, A. A. . I Simpósio Paraense de Saúde do Homem. 2011. (Outro).

7.
OLIVEIRA, N. S. X. ; LIMA, C. L. ; TORRES, A. E. ; PONTES FILHO, A. A. ; BEZERRA, R. L. . Principais Exames Oftalmológicos. 2011. (Outro).

8.
BRITO, D. M. S. ; PONTES FILHO, A. A. ; PEREIRA, S. ; RODRIGUES, N. L. . Curso de Introdução à Geriatria e à Gerontologia. 2011. (Outro).

9.
PONTES FILHO, A. A.. I Simpósio de Infectologia do Oeste do Pará. 2010. (Outro).

10.
PONTES FILHO, A. A.. Campanha Dia Nacional de Combate ao Tabagismo. 2010. (Outro).

11.
PONTES FILHO, A. A.. Free Hugs - Campanha por um Abraço Grátis. 2010. (Outro).

12.
PONTES FILHO, A. A.; PIRES, O. N. . World Aids Day - 2010. 2010. (Outro).

13.
PONTES FILHO, A. A.. Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea. 2010. (Outro).



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


- Bolsista do Programa Ciência Sem Fronteiras (Edital 01/2011) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) na modalidade de Graduação Sanduíche, na Temple University School of Medicine, Philadelphia, EUA, com bolsa no valor de $ 50,000.

- Certificado TOEFL pBT realizado em agosto de 2011, com Total Score de 573 (TWE 3,0)

- Médico inscrito no Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará (CRM-PA) sob o número 12.775, e no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo sob o número (CRM-SP) 178.038.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 20:13:51