Jaqueline Costa Leite

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2801479115843591
  • Última atualização do currículo em 28/11/2018


Graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Ouro Preto (2012), possui experiência profissional na área de Controle de Qualidade físico-químico de medicamentos e produtos saneantes na Indústria farmacêutica, na manipulação de cosméticos e medicamentos, e atendimentos clínico na área de estética avançada. Especialista em Saúde Estética e Cosmética pelo Instituto Brasil de Pós-graduação (2018). Mestre e Doutoranda em Biologia Celular na Universidade Federal de Minas Gerais, no Departamento de Morfologia, onde desenvolve projetos na área de Parasitologia e Biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de vacinas para o controle da Leishmaniose Visceral Canina e do inseto vetor. Além disso, possui experiência docente no Departamento de Morfologia (UFMG) na disciplina de Anatomia Humana para os cursos de Educação Física, Farmácia e Odontologia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Jaqueline Costa Leite
Nome em citações bibliográficas
LEITE, J. C.;LEITE, JAQUELINE COSTA


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em Biologia Celular.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Ensaio pré-clínico para análise de novos alvos vacinais e imunoterapêuticos destinados ao controle da Leishmaniose visceral canina,
Orientador: Rodolfo Cordeiro Giunchetti.
Coorientador: Ronaldo Alves Pinto Nagem.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Leishmaniose visceral; Leishmaniose visceral caninal; Vacina.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: Biotecnologia em Saúde Humana e Animal / Especialidade: Vacinas e Kits para Diagnósticos.
2015 - 2017
Mestrado em Biologia Celular.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Seleção de novos antígenos vacinais para o controle de Lutzomyia longipalpis e redução da infecção por Leishmania chagasi,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Rodolfo Cordeiro Giunchetti.
Coorientador: Denise Lemos da Silveira Giunchetti.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.
2016 - 2018
Especialização em Saúde estética e cosmética. (Carga Horária: 360h).
Instituto Brasil de pós-graduação, capacitação, assessoria e educação a dis, I-BRAS, Brasil.
Título: Vitamina E tópica: ação e aplicações estéticas.
Orientador: Lucilene Aparecida Resende.
2013 - 2014
Especialização em CBA Marketing. (Carga Horária: 432h).
Grupo IBMEC, IBMEC, Brasil.
Título: Plano de Marketing - Seleve Ltda..
Orientador: Msc. Rogério Tobias.
2008 - 2012
Graduação em Farmácia.
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Título: Evolução histórica e aspectos técnicos das principais classes de medicamentos no Brasil e avaliação da dissolução do Ácido Fólico veiculado em medicamentos específicos.
Orientador: Neila Márcia de Silva Barcellos.




Formação Complementar


2016 - 2016
Prescrição Farmacêutica. (Carga horária: 8h).
Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade, ICTQ, Brasil.
2014 - 2014
III Fórum Magistral de Minas Gerais: Prescrição farmacêutica. (Carga horária: 8h).
Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais, CRF-MG, Brasil.
2013 - 2013
Capacitação em Farmácia Magistral: Gestão econômica na Farmácia Magistral. (Carga horária: 8h).
Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais, CRF-MG, Brasil.
2013 - 2013
Capacitação em Farmácia Magistral: Fitoterápicos com ações nos diversos sis. (Carga horária: 8h).
Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais, CRF-MG, Brasil.
2009 - 2009
VII Curso de atualização em Doenças auto-imunes. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
2008 - 2008
Biossegurança. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Grupo Tokarski - Farmácia Artesanal, ARTESANAL, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Empregatício, Enquadramento Funcional: Farmacêutico, Carga horária: 44, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Farmacêutica supervisora do setor de Pesquisa e Tecnologia Farmacêutica. Responsável pela elaboração de novas formulações magistrais; treinamento técnico de farmacêuticos e representantes para visitação médica; elaboração de revisões de literatura científica dos principais ativos divulgados pela farmácia; elaboração de texto com comprovação científica e estudos de eficácia, destinados aos médicos, para divulgação dos ativos magistrais; visita técnica a médicos.


Laboratório Globo Ltda., G, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio no Setor da Garantia da Qualidade.


Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica - PIP -UFOP, Carga horária: 12
Outras informações
Resumo das atividades desenvolvidas: utilização de equipamentos necessários para análise do Serviço de Controle de Qualidade Físico-Químico; execução de análise de matéria-prima e produto acabado; estudo de solubilidade de matéria-prima; estudo de dissolução de produto acabado; análise crítica dos resultados analíticos obtidos.

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Bolsista Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica - PIBIC, Carga horária: 20
Outras informações
Resumo das atividades desenvolvidas: Avaliação dos mecanismos imunopatológicos desencadeados por neutrófilos de camundongos C57BL/6, na fase inicial de crescimento de L. amazonensis, por meio da produção de reativos de oxigênio, óxido nítrico e citocinas. Utilização de luminômetro e citômetro de fluxo.



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Seleção de novos antígenos vacinais para o controle de Lutzomyia longipalpis e redução da infecção por Leishmania chagasi
Descrição: O presente projeto foi elaborado com o objetivo de identificar antígenos (peptídeos) sintéticos que possam atuar como candidatos vacinais contra a Leishmaniose Visceral Canina (LVC) utilizando a técnica de Phage Display. O desenvolvimento deste projeto pretende contribuir para (i) tornar desnecessária a eutanásia de cães com leishmaniose visceral e; (ii) garantir maior segurança, do ponto de vista da saúde pública, a medida em que será possível bloquear a infecção a partir de cães vacinados com produtos comercialmente disponíveis contra a leishmaniose visceral canina, e que venham se infectar posteriormente a imunização. Esta técnica permite a apresentação de bibliotecas de peptídeos na superfície do Fago filamentoso, que leva a uma seleção de peptídeos e proteínas, incluindo anticorpos, com alta afinidade e especificidade para muitos alvos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Jaqueline Costa Leite - Integrante / Denise da Silveira Lemos - Integrante / Rodolfo Cordeiro Giunchetti - Coordenador / Ludmila Zanandreis de Mendonça - Integrante / Patrícia Silveira - Integrante / Daniella Castanheira Bartolomeu - Integrante.
2010 - 2012
Estudo do ácido fólico visando dar subsídio a disussão sobre a bioisenção de novos produtos
Descrição: O ácido fólico é uma vitamina do complexo B essencial na dieta, utilizada no tratamento de anemia megaloblástica e na prevenção de malformações do tubo neural nos fetos. É um dos fármacos cujos produtos podem ser candidatos à isenção do estudo de bioequivalência (bioisenção) conforme lista criada pela Federação Farmacêutica Internacional. Para classificá-lo como bioisento com base no Sistema de Classificação Biofarmacêutica, de acordo com a RDC n0 37, de 3 de agosto de 2011, deve-se comprovar, dentre outros requisitos, a alta solubilidade do fármaco utilizando meios biorrelevantes. Assim, o presente trabalho objetivou avaliar as características biofarmacêuticas do fármaco ácido fólico visando subsidiar a sua indicação ou não como candidato a bioisensão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Jaqueline Costa Leite - Integrante / Jacqueline de Souza - Coordenador / Neila Márcia Silva Barcellos - Integrante / Karime Rezende Bellavinha - Integrante.
Financiador(es): Universidade Federal de Ouro Preto - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
2009 - 2010
Avaliação do papel de neutrófilos, infectados por Leishmania amazonensis, de camundongos C57BL/6
Descrição: Entre as espécies que causam leishmaniose cutânea, Leishmania (Leishmania) amazonensis é um importante agente etiológico apresentando um amplo espectro de formas clínicas da infecção. Embora a imunidade adaptativa seja extensivamente estudada no modelo de infecção por Leishmania, grande importância vem sendo dada aos eventos iniciais da resposta imune. Diferentes estudos têm demonstrado que os neutrófilos prevalecem nas primeiras horas após infecção e representam, portanto, a primeira população de leucócitos a migrarem para o sítio para o local do inóculo. Pelo fato dos microorganismos entrarem nos macrófagos via fagocitose de neutrófilos apoptóticos, estes podem sobreviver e multiplicar nestas células e, dessa forma, neutrófilos apoptóticos podem servir como ?cavalo de tróia? para determinados patógenos. Embora o papel dos neutrófilos seja bem compreendido na defesa contra bactérias extracelulares, sua função na resposta imune inicial á patógenos intracelulares, tal como Leishmania, é pouco conhecida. Por um outro lado, é bem descrita a atividade anti-leishmanicida e morte do parasito pelos neutrófilos, através da fagocitose, postulando que estas células exercem um papel importante no controle inicial desses parasitos. Em contrapartida, outros estudos mostraram que em camundongos susceptíveis á Leishmania major, estas células são uma importante fonte de IL-4 inicial, favorecendo a diferenciação de resposta Th2 e o estabelecimento da infecção. Neste sentido, fica evidente que os neutrófilos podem desempenhar um papel relevante na fase inicial da infecção por Leishmania, tanto na proteção do hospedeiro como no desenvolvimento da doença. Dessa forma, o presente projeto propõe avaliar os mecanismos imunopatológicos desencadeados por neutrófilos de camundongos C57BL/6, na fase inicial da infecção por L. amazonensis, por meio da produção de reativos de oxigênio, óxido nítrico e citocinas. Além disso, será investigado o status destas células através da expressão de molécu.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Jaqueline Costa Leite - Integrante / Denise da Silveira Lemos Giunchetti - Coordenador / Luís Carlos Crocco Afonso - Integrante / Daniela Caldeira Costa - Integrante / Eduardo de Almeida Marques da Silva - Integrante.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.


Projetos de desenvolvimento


2017 - Atual
Uma nova estratégia destinada ao desenvolvimento e teste de alvos vacinais contra a Leishmaniose Visceral canina (CHAMADAFAPEMIG 02/17 PROGRAMA PESQUISADOR MINEIRO PPM XI FAPEMIG)
Descrição: Apesar do esforço despendido por diferentes grupos de pesquisa para identificação de uma vacina anti-leishmaniose visceral (LV), até o presente momento o Ministério da Saúde ainda não indica nenhum candidato vacinal para ser empregado na campanha de controle em nosso país. Nosso grupo vem trabalhando com o desenvolvimento de estratégias para atuar diretamente no combate do inseto vetor (flebotomíneos) da LV, de modo a impedir com que o parasito possa ser transmitido ao hospedeiro vertebrado (cão e homem). Com o objetivo de se avaliar o impacto da imunização com proteínas de flebotomíneos como estratégia para se controlar este inseto vetor, e, associar a estas proteínas alvos antigênicos do parasito, este projeto propõe avaliar a seguinte hipótese geral: "Candidatos vacinais provenientes do inseto vetor (L. longipalpis) e de cepas dermatotrópicas de Leishmania apresentam um grande potencial em bloquear a infecção no inseto vetor, além de induzir níveis reduzidos do parasitismo tecidual no hospedeiro vertebrado"...
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

Integrantes: Jaqueline Costa Leite - Integrante / Denise da Silveira Lemos Giunchetti - Integrante / Rodolfo Cordeiro Giunchetti - Coordenador / Patrícia Silveira - Integrante / Lucilene Aparecida Resende - Integrante / Otoni Alves de Oliveira Melo Júnior - Integrante / Marina Luiza Rodrigues - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Garantia e controle de qualidade farmacêuticos.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Anatomia/Especialidade: Anatomia Humana.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BELLAVINHA, KARIME RESENDE2014 BELLAVINHA, KARIME RESENDE ; SILVA-BARCELLOS, NEILA MÁRCIA ; SOUZA, JANINE BRAGA ; LEITE, JAQUELINE COSTA ; SOUZA, JACQUELINE DE . Folic acid: a biopharmaceutical evaluation. Pharmaceutical Development and Technology (Print), v. 1, p. 1-8, 2014.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Melo LA ; LEITE, J. C. ; Mendonça, L. Z. ; Silveira, P. ; Rodrigues Alves, M. L. ; Wardini, A. ; Dutras, W. O. ; PAES, P. R. O. ; Fugiwara, R. T. ; Bartolomeu, D. C. ; GONTIJO, N. F. ; GIUNCHETTI, R. C. . Vacina terapêutica é capaz de contribuir para o controle da Leishmaniose Visceral canina e poderá evitar a eutanásia de cães infectados. In: XXV Semana de Iniciação Científica, 2016, Belo Horizonte. XXV Semana de Iniciação Científica, 2016.

2.
LEITE, J. C.; BELLAVINHA, K. R. ; SILVA-BARCELLOS, NM. ; SOUZA, J. ; Barbosa, L. . AVALIAÇÃO DO ÁCIDO FÓLICO COMO POTENCIAL CANDIDATO A BIOISENÇÃO. In: XX Seminário de Iniciação Científica da UFOP, 2012, Ouro Preto. AVALIAÇÃO DO ÁCIDO FÓLICO COMO POTENCIAL CANDIDATO A BIOISENÇÃO, 2012.

3.
BATISTA, M. A. ; RIBEIRO, M. R. ; FERREIRA, Z. G. ; LEITE, J. C. ; AFONSO, L. C. C. ; SILVEIRA-LEMOS, D. . ACTIVATION AND INFECTION OF NEUTROPHILS IN LEISHMANIA SPECIES DEPENDENT. In: XXVIII Annual Meeting of the Brazilian Society of Protozoology / XXXIX Annual Meeting on Basic Research in Chagas' Desease, 2012, Caxambu. XXVIII ACTIVATION AND INFECTION OF NEUTROPHILS IN LEISHMANIA SPECIES DEPENDENT, 2012. v. XXVIII.

4.
BATISTA, M. A. ; RIBEIRO, M. R. ; FERREIRA, Z. G. ; LEITE, J. C. ; Costa, D.C ; AFONSO, L. C. C. ; SILVEIRA-LEMOS, D. . AVALIATION OF REACTIVE OXYGEN SPECIES AND NITRIC OXIDE LEVELS BY NEUTROPHILS INFECTED WITH LEISHMANIA AMAZONENSIS OF C57BL/6 MICE.. In: XXVII Annual Meeting of the Brazilian Society of Protozoology, 2011, Foz do Iguaçu. AVALIATION OF REACTIVE OXYGEN SPECIES AND NITRIC OXIDE LEVELS BY NEUTROPHILS INFECTED WITH LEISHMANIA AMAZONENSIS OF C57BL/6 MICE., 2011. v. XXVII. p. 58-58.

5.
RIBEIRO, M. R. ; BATISTA, M. A. ; FERREIRA, Z. G. ; LEITE, J. C. ; COSTA, D. C. ; AFONSO, L. C. C. ; Silveira-Lemos, D. . AVALIATION OF REACTIVE OXYGEN SPECIES IN NEUTROPHILS INFECTED WITH LEISHMANIA MAJOR OF C57BL/6 MICE.. In: XXVII Annual Meeting of the Brazilian Society of Protozoology, 2011, Foz do Iguaçu. AVALIATION OF REACTIVE OXYGEN SPECIES IN NEUTROPHILS INFECTED WITH LEISHMANIA MAJOR OF C57BL/6 MICE., 2011. v. XXVII. p. 70-70.

6.
FERREIRA, Z. G. ; BATISTA, M. A. ; RIBEIRO, M. R. ; LEITE, J. C. ; Costa, D.C ; AFONSO, L. C. C. ; Silveira-Lemos, D. . EVALUATION REACTIVE OXYGEN AN NITRIC OXIDE PRODUCTION BY NEUTROPHILS INFECTED WITH LEISHMANIA AMAZONENSIS AND LEISHMANIA MAJOR OF C57BL/6 MICE.. In: XXVII Annual Meeting of the Brazilian Society of Protozoology, 2011, Foz do Iguaçu. EVALUATION REACTIVE OXYGEN AN NITRIC OXIDE PRODUCTION BY NEUTROPHILS INFECTED WITH LEISHMANIA AMAZONENSIS AND LEISHMANIA MAJOR OF C57BL/6 MICE., 2011. v. XXVII. p. 60-60.

Apresentações de Trabalho
1.
LEITE, J. C.; Mendonça, L. Z. ; Silveira, P. ; GIUNCHETTI, R. C. . ?Prospecção de Novos Antígenos Vacinais para Atuar no Controle da Leishmaniose Visceral Canina. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
LEITE, J. C.; BELLAVINHA, K. R. ; SILVA-BARCELLOS, NM. ; SOUZA, J. . VALIDAÇÃO DE METODOLOGIA CROMATOGRÁFICA PARA QUANTIFICAÇÃO DO ÁCIDO FÓLICO NOS ESTUDOS DE SOLUBILIDADE. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
LEITE, J. C.; AFONSO, L. C. C. ; Silveira-Lemos, D. . AVALIAÇÃO DA INFECÇÃO POR LEISHMANIA AMAZONENSIS EM NEUTRÓFILOS DE CAMUNDONGOS C57/BL6. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 LEITE, J. C.; Silveira, P. ; SILVEIRA-LEMOS, D. ; FUJIWARA, R. ; Bartolomeu, D. C. . PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170229068, título: "PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 24/10/2017

2.
 LEITE, J. C.; Silveira, P. ; SILVEIRA-LEMOS, D. ; FUJIWARA, R. ; Bartolomeu, D. C. . PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170229033, título: "PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 24/10/2017

3.
 LEITE, J. C.; Silveira, P. ; SILVEIRA-LEMOS, D. ; FUJIWARA, R. ; Bartolomeu, D. C. . PEPTÍDEOS, VACINAS PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170229041, título: "PEPTÍDEOS, VACINAS PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 24/10/2017



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
?II Encontro de Ciências, Ensino e Cultura do ICB/UFMG.?Prospecção de Novos Antígenos Vacinais para Atuar no Controle da Leishmaniose Visceral Canina. 2016. (Encontro).

2.
XXV Semana de Iniciação Científica."VACINA TERAPÊUTICA É CAPAZ DE CONTRIBUIR PARA O CONTROLE DA LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA E PODERÁ EVITAR A EUTANÁSIA DE CÃES INFECTADOS. 2016. (Simpósio).

3.
III Congresso de Ciências Farmacêuticas de Ouro Preto. 2011. (Congresso).

4.
I Simpósio de Estágio II: Farmácia, uma nova concepção. 2009. (Simpósio).

5.
Seminário do Núcleo de Pesquisa em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Ouro Preto.RNAi: A tecnologia Prêmio Nobel ao alcance de suas mãos.. 2009. (Seminário).

6.
Seminário do Núcleo de Pesquisa em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Ouro Preto.Aplicações Biológicas da Técnica de Espectrometria de Massa por MALDI.. 2009. (Seminário).

7.
VIII Simpósio - Farmácia Hospitalar. 2009. (Simpósio).

8.
XIII Simpósio Brasileiro de Fisiologia Cardiovascular. 2009. (Simpósio).

9.
Seminário do Núcleo de Pesquisa em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Ouro Preto.Modulação da atividade da Tropina C com filamento fino no músculo esquelético.. 2008. (Seminário).

10.
Seminário do Núcleo de Pesquisa em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Ouro Preto.Mecanismos moleculares da ação das lipoxantinas.. 2008. (Seminário).

11.
VII Simpósio - Ciências Forenses. 2008. (Simpósio).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Daniel Ferreira Lair. Ensaio pré-clínico de candidatos vacinais em camundongos Balb/c para atuar no controle da Leishmaniose Visceral. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA. (Orientador).



Inovação



Patente
1.
 LEITE, J. C.; Silveira, P. ; SILVEIRA-LEMOS, D. ; FUJIWARA, R. ; Bartolomeu, D. C. . PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170229068, título: "PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 24/10/2017

2.
 LEITE, J. C.; Silveira, P. ; SILVEIRA-LEMOS, D. ; FUJIWARA, R. ; Bartolomeu, D. C. . PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170229033, título: "PEPTÍDEO, VACINA PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 24/10/2017

3.
 LEITE, J. C.; Silveira, P. ; SILVEIRA-LEMOS, D. ; FUJIWARA, R. ; Bartolomeu, D. C. . PEPTÍDEOS, VACINAS PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170229041, título: "PEPTÍDEOS, VACINAS PARA CONTROLE DE FLEBOTOMÍNEOS E USOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 24/10/2017


Projetos de pesquisa

Projeto de desenvolvimento tecnológico


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
LEITE, J. C.; Mendonça, L. Z. ; Silveira, P. ; GIUNCHETTI, R. C. . ?Prospecção de Novos Antígenos Vacinais para Atuar no Controle da Leishmaniose Visceral Canina. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 18:35:17