Mariana Ferreira de Souza

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6687438363979681
  • Última atualização do currículo em 18/12/2018


Mariana Ferreira de Souza concluiu graduação em Educação Física Bacharelado pelo Centro de Educação Física e Desporto da Universidade Estadual de Londrina (UEL-PR) em 2011, mestrado em 2014 e doutorado em 2016 em Educação Física pelo Programa de Pós-graduação Associado em Educação Física - UEM/UEL. Atualmente é professora adjunto nível A do Colegiado de Educação Física (CEFIS) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF-PE), na qual leciona as disciplinas de Treinamento Esportivo e Musculação, professora permanente do Programa de Pós-graduação em Educação Física (UNIVASF) no qual é responsável pela disciplina de Tópicos Especiais em Prescrição e Controle do Exercício Física. Líder do Laboratório de Exercício Clínico (LABEC - UNIVASF) e membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Metabolismo, Nutrição e Exercício (GEPEMENE-UEL). É revisora da Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde e da Revista Andaluza de Medicina del Deporte. Publicou 20 artigos completos em periódicos nacionais e internacionais e 3 capítulos de livros entre os anos de 2014 e 2018. Orienta 3 alunos de iniciação científica e 4 trabalhos de conclusão de curso de graduação, e 2 alunos de mestrado nas áreas de Educação Física. Desde 2009 participou de 11 projetos de pesquisa e extensão. Atualmente coordena um projeto de pesquisa financiado por agências de fomento brasileiras (FACEPE e CNPq). Atua na área de Educação Física e tem interesse de pesquisa nos seguintes temas: treinamento de força, envelhecimento, elaboração de programas de atividade física para terceira idade. e-mail de contato: mariana.ferreirasouza@univasf.edu.br. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mariana Ferreira de Souza
Nome em citações bibliográficas
SOUZA, M.F.;SOUZA, MARIANA F.;SOUZA, MARIANA;SOUZA, M. F.;DE SOUZA, MARIANA FERREIRA

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Vale do São Francisco, Colegiado de Educação Física - CEFIS.
Av. José de Sá Maniçoba, S/N, UNIVASF - CEFIS
Centro
56304917 - Petrolina, PE - Brasil
Telefone: (87) 999020242


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2016
Doutorado em Educação Física - Uel - Uem.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: Comparação entre os Modelos de Periodização Linear e Ondulatório em Programa de Treinamento com Pesos Sobre Indicadores de Saúde em Mulheres Idosas Treinadas, Ano de obtenção: 2016.
Orientador: Edilson Serpeloni Cyrino.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências da Saúde
2012 - 2014
Mestrado em Educação Física - Uel - Uem.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: Prevalência de Síndrome Metabólica e Fatores Associados em Adolescentes de Londrina- PR,Ano de Obtenção: 2014.
Orientador: Enio Ricardo Vaz Ronque.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências da Saúde
2008 - 2011
Graduação em Educação Física Bacharelado.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: PREVALÊNCIA DE PRESSÃO ARTERIAL ELEVADA E FATORES ASSOCIADOS EM ADOLESCENTES DE ALTO NÍVEL SOCIOECONÔMICO.
Orientador: Edilson Serpeloni Cyrino.




Formação Complementar


2015 - 2015
Visita Científica Lab. de Fisiologia Celular e Molecular do Exercício. (Carga horária: 240h).
Escola de Educação Física e Esporte da USP, EEFE, Brasil.
2013 - 2013
Pacote Estatístico Stata. (Carga horária: 20h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2013 - 2013
Bioestatística. (Carga horária: 20h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Vale do São Francisco, UNIVASF, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

7/2017 - Atual
Ensino, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos especiais em prescrição e controle do exercício físico
5/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado de Educação Física - CEFIS, .

Cargo ou função
Membro do Programa Integrado de Desenvolvimento e Capacitação Estudantil (PRODESCAPE).
5/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado de Educação Física - CEFIS, .

Cargo ou função
Membro do Programa Integrado de Desenvolvimento e Capacitação Estudantil (PRODESCAPE).
5/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Colegiado de Educação Física - CEFIS, .

5/2016 - Atual
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e Metodologia do Treinamento Esportivo
Musculação

Faculdade Dom Bosco, FDB, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20


SESI - Departamento Regional do Estado do Paraná, SESI/PR, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Professora, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 15


Prefeitura Municipal de Londrina, P/LONDRINA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Estágio Não Obrigatório, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 30


Viva Mais - Personal Training, VM, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Funcionária, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 15


Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20
Outras informações
Projeto de Extensão

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno



Linhas de pesquisa


1.
Treinamento de força
2.
Atividade física relacionada à saúde
3.
Aptidão física
4.
Envelhecimento


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Avaliação da capacidade funcional e nível de atividade física em pacientes portadores de hanseníase
Descrição: A Hanseníase (HANS) é uma doença infectocontagiosa crônica, que pode causar lesões dermatológicas e nervosas no indivíduo, as lesões nervosas são a causa mais importante de incapacidade. O quadro clínico de seu portador pode se agravar trazendo prejuízos como incapacidades físicas que podem levar a uma a redução da força muscular no(s) membro(s) acometido(s) e até mesmo a paralisia dos membros em casos mais severos, no entanto poucos estudos investigaram o quanto o grau de incapacidade causado pela doença pode afetar os níveis de atividade física e capacidade funcional dos portadores de HANS. Nesse sentido, esse estudo tem por objetivo comparar o nível de atividade física e de capacidade funcional de pacientes com e sem HANS. Este estudo será transversal de cunho quantitativo composto por sujeitos portadores e não portadores de HANS que fazem tratamento na Rede de Atenção Primária de Petrolina. Serão avaliados a antropometria, grau de incapacidade física proposto pela OMS, o nível de atividade física pelo questionário IPAQ, a capacidade funcional através do teste de caminhada de seis minutos, do teste de ir e vir (Time Up & Go), da Short Physical Performance Battery (SPPB), bem como a contração voluntária máxima de preensão manual utilizando-se um dinamômetro hidráulico. Será realizada uma análise descritiva dos dados, que serão expressos em média e desvio-padrão. A normalidade dos dados será testada por meio do teste de Shapiro-Wilk. Para a comparação das variáveis dependentes entre os grupos, será realizado o teste t de student para amostras independentes. Para comparação das variáveis dependentes de acordo com o grau de incapacidade será realizada uma Análise de Variância (ANOVA one way). O nível de significância adotado será P ≤ 0,05 e o software utilizado para efetuar as análises será o Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 22.0 para Windows®. Nesse sentido espera-se que com os resultados desenvolvidos dentro desse projeto possibilite caracterizar o nível de atividade física e capacidade funcional dos pacientes com HANS, o que fornece informações que podem direcionar a orientação da prática de atividade física pelos profissionais da saúde que atendem esses pacientes, levando em consideração características específicas dessa população..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Coordenador / Indira dos Santos Silva - Integrante / Yuwan Takeo Hasegawa - Integrante.
2017 - Atual
Treinamento de força como estratégia na prevenção de quedas em idosos: um ensaio clínico randomizado
Descrição: A queda é o acidente mais comum entre idosos e pode resultar em fraturas que necessitam de cuidados médicos ou internamentos, podendo ter como consequência prejuízos na funcionalidade e autonomia de idosos. A elaboração de intervenções que atuem sobre os fatores de risco modificáveis para quedas são uma valiosa estratégia de prevenção. Entre os fatores intrínsecos estão a fraqueza muscular, déficit de equilíbrio e instabilidades da marcha, os quais podem ser modificados pela adoção de intervenções com o exercício físico. Neste sentido, a prática regular de programas de treinamento de força (TF) tem sido amplamente recomendada para idosos pois pode promover benefícios nos aspectos físicos e cognitivos relacionados a quedas. No entanto, estudos que investigaram o TF isolado na prevenção de quedas ainda são escassos e controversos. Nesse sentido o objetivo do presente estudo será verificar o efeito de um programa de treinamento força como estratégia de prevenção de quedas em idosos. Um total de 68 indivíduos serão aleatorizados em dois grupos: TF e Controle. Serão feitas avaliações antropométricas, de composição corporal (DEXA), força muscular dinâmica (1 repetição máxima), equilíbrio na plataforma de força, análise de marcha, testes de caminhada de seis minutos, teste de ir e vir, bateria de testes funcionais (Short Physical Performance Battery - SPPB), questionário para avaliação da função cognitiva global (MoCA), avaliação da função executiva (teste de cores de Stroop), atenção e memória de trabalho será realizada por meio do teste dígitos (Digit Span), o domínio da linguagem será avaliado através do teste de fluência verbal semântica e fonológica, a avaliação da memória (Wechsler Memory Scale 3ª Edition - WMS-III), questionário para avaliação do medo de cair (FES-I-Brasil), histórico de quedas e um diário para anotação da ocorrência de quedas. As avaliações serão feitas no início do estudo, no final de 12 semanas de intervenção e um follow up, 12 semanas após o término da intervenção. O grupo TF realizará um protocolo de treinamento 3 vezes por semana, composto por 9 exercícios com 3 séries de 10-15 repetições para cada exercício, com intervalos de recuperação de 1-2 minutos entre as séries. Para análise de dados serão empregados testes para verificação da normalidade, ANOVA mista para medidas repetidas, para comparação dos grupos nos diferentes momentos de avaliação e regressão logística múltipla para identificar a possível contribuição das modificações das variáveis independentes nas dependentes. Os resultados esperados são que a intervenção com TF poderá se uma estratégia efetiva na prevenção de quedas, além de promover uma melhora significativa na capacidade funcional e função cognitiva dos idosos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Coordenador / Ferdinando Oliveira Carvalho - Integrante / Indira dos Santos Silva - Integrante / Yuwan Takeo Hasegawa - Integrante / Fernando de Aguiar Lemos - Integrante / José Roberto Andrade Nascimento Junior - Integrante / Marcos Duarte Guimarães - Integrante / Anderson da Costa Armstrong - Integrante / Lucas Gabriel Magalhães Gonçalves - Integrante / Igor Rafael Andrade Campos - Integrante / Andreya Karolyne Santos Vieira - Integrante / Rodrigo Gustavo da Silva Carvalho - Integrante / Paulo Ricardo Pereira dos Santos - Integrante / José Mário de Souza Júnior - Integrante / Nilmar de Assis Barros - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2014 - Atual
Impacto do treinamento com pesos em diferentes frequências semanais, destreinamento e retreinamento sobre biomarcadores de saúde, composição corporal, desempenho motor e indicadores de qualidade de vida em mulheres idosas
Descrição: O processo de envelhecimento tem um impacto negativo sobre diversos indicadores de saúde e qualidade de vida, sobretudo, em pessoas que adotam comportamentos sedentários. Por outro lado, muitos estudos observacionais e experimentais têm revelado efeitos benéficos para a saúde associados a prática de exercícios com pesos em idosos. Objetivo: analisar o impacto do treinamento com pesos em diferentes frequências semanais, do destreinamento e do retreinamento sobre biomarcadores de saúde, composição corporal, desempenho motor e indicadores de qualidade de vida em mulheres idosas. Métodos: aproximadamente 60 mulheres idosas serão acompanhadas ao longo de 58 semanas em dois grupos experimentais (um com frequência de duas e outro com frequência de três vezes por semana ao treinamento com pesos) de pessoas sedentárias com excesso de peso/obesidade será adotado. O estudo será dividido em quatro etapas com duração de 12 semanas cada, separadas por blocos de duas semanas para medidas e avaliação do processo (linha de base, após 12 semanas de treinamento, após 12 semanas de destreinamento, no final de 12 e de 24 semanas de retreinamento). Medidas antropométricas e hemodinâmicas, composição corporal, registros alimentares, desempenho motor, bioquímica sanguínea e indicadores de qualidade de vida serão obtidos nos diferentes momentos do estudo. Resultados esperados: considerando os riscos para a saúde associados ao comportamento sedentário e os possíveis benefícios do treinamento com pesos em idosos, espera-se que as informações a serem produzidas neste estudo forneçam subsídios importantes para a saúde de mulheres idosas e que permitam uma tomada de decisão mais segura sobre a prescrição deste tipo de treinamento, a partir de diferentes frequências semanais, considerando que a falta de tempo é considerada uma das principais barreiras relatadas para a falta de adesão e aderência a prática de exercícios físicos em diferentes populações..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (8) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / David Ohara - Integrante / Erick Henrique Pereira Eches - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Fábio Luiz Cheche Pina - Integrante / Matheus Amarante do Nascimento - Integrante / Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Alessandra Miyuki Okino - Integrante / Danielle Venturini - Integrante / Alex Silva Ribeiro - Integrante / Crivaldo Gomes Cardoso Junior - Integrante / Camila de Souza Padilha - Integrante / DURCELINA SCHIAVONI BORTOLOTI - Integrante / EDILAINE FUNGARI CAVALCANTE - Integrante / LEANDRO DOS SANTOS - Integrante / MELISSA ANTUNES - Integrante / CAROLINA MORAES DA SILVA - Integrante.
2014 - Atual
Impacto da interrupção do comportamento sedentário sobre biomarcadores de saúde e qualidade de vida: ensaio clínico aleatorizado e controlado em adulto sedentários com excesso de peso
Descrição: É reconhecido que o tempo despendido em comportamento sedentário (CD) tem um impacto negativo para a saúde cardiometabólica. Por outro lado, alguns estudos observacionais e experimentais têm revelado efeitos benéficos para a saúde associados a interrupção periódica do comportamento sedentário ao longo do dia por meio da prática de atividade física. Objetivo: analisar o impacto da interrupção periódica do CS, no tempo total despendido neste tipo de comportamento, em biomarcadores de saúde e em parâmetros de qualidade de vida. Métodos: um ensaio clínico controlado e aleatorizado com a duração de 1 ano em dois grupos (um de intervenção e um de controle) de pessoas sedentárias com excesso de peso/obesidade será adotado. A indução da interrupção do CS será realizada com o auxílio de um software que notificará e registrará o número de pausas durante o período de trabalho. As pausas consistirão da execução de marcha a 3 km/h. A medida objetiva da atividade física e da interrupção do CS será avaliada por meio de acelerometria. A composição corporal será avaliada por meio de absortometria radiológica de dupla energia (DEXA). Para avaliação da função arterial e da qualidade de vida serão utilizados um ultrassom portátil e questionários, respectivamente. Bioquímica sanguínea será utilizada para a determinação das concentrações plasmáticas de glicose e insulina (pré e pós prandial), o perfil inflamatório, o perfil lipídico e variáveis hemostáticas. Todas as variáveis serão analisadas na linha de base, após seis e 12 meses de acompanhamento. Resultados esperados: considerando a ubiquidade do CS na sociedade contemporânea e os riscos para a saúde associados a este tipo de comportamento, espera-se que a acumulação de atividade física de intensidade leve à custa da interrupção do CS reduza o tempo despendido neste tipo de comportamento e melhore a saúde cardiometabólica, a composição corporal e a qualidade de vida dos participantes. Antecipamos com este projeto uma possível alteração paradigmática nos modelos vigentes associados às recomendações e orientações para a atividade física, com a inclusão de recomendações direcionadas para a redução do CS. Assim, a nossa expectativa é que a inclusão de pausas periódicas no CS possa ser uma opção viável para implementação nos locais de trabalho, sobretudo, quando as tarefas desempenhadas são caracteristicamente sedentárias..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Crescimento Físico, maturação biológica, desempenho físico e composição corporal em jovens atletas de futebol: Um estudo longitudinal
Descrição: Nas últimas décadas, o treino desportivo tem despertado grande interesse por inúmeros pesquisadores de diversas áreas do conhecimento, visto que tem sido observado um aumento na participação de indivíduos nos esportes considerados de alto rendimento, sobretudo de crianças e jovens. Assim, o propósito deste estudo será analisar a contribuição relativa da idade, do crescimento físico, da composição corporal e da maturação biológica na variação das capacidades funcionais e habilidades esportivas específicas em jovens futebolistas de 11 a 17 anos de idade. Para tanto, a amostra será composta aproximadamente por 80 atletas de futebol, do sexo masculino, na faixa etária de 11 a 17 anos de idade, pertencentes a um clube de formação de jovens futebolistas no município de Londrina, Paraná, Brasil. Serão realizadas avaliações antropométricas de massa corporal, estatura, altura sentada, e medidas de dobras cutâneas. a composição corporal será obtida pela pletismografia de ar deslocado (bodpod) e por indicadores antropométricos. a maturação biológica será estimada pela idade esquelética, mediante radiografia da mão e do punho, pela maturação somática por meio da estatura matura predita e da idade do pico de velocidade de crescimento e pelas características sexuais secundarias. Uma bateria de testes para capacidades funcionais motores será realizada (agilidade, força muscular dos membros inferiores, desempenho aeróbio e anaeróbio, resistência muscular abdominal) e habilidades específicas para o futebol (controle de bola, condução de bola, precisão de passe e chute). Os resultados obtidos serão tratados inicialmente por procedimentos descritivos de média e desvio padrão. Análise de covariância (ancova) será utilizada para comparações das variáveis entre as categorias de jogo e anova para medidas repetidas será empregada para as comparações entre os diferentes momentos do estudo. o teste post hoc de scheffé, para comparações múltiplas será utilizado para p<0.05. Para verificar a participação das variáveis preditoras nas capacidades funcionais e habilidades especificas será utilizada a regressão linear múltipla. O nível de significância adotado será de p< 0,05. Espera-se que a presente investigação auxilie na geração de novos conhecimentos sobre o tema, além de melhorar a preparação de jovens no ambiente esportivo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2014
Impacto de diferentes frequências semanais ao treinamento com pesos em mulheres idosas
Descrição: Este estudo investigou os efeitos de 24 semanas de treinamento com pesos (TP) realizado em diferentes frequências semanais sobre indicadores metabólicos, fisiológicos, neuromusculares e morfológicos em mulheres idosas. Sessenta mulheres idosas não-treinadas foram selecionadas e separadas aleatoriamente em três grupos: TP duas vezes (TP2X), TP três vezes (TP3X) e controle (CONT). Medidas de força muscular, registros alimentares, antropometria, composição corporal, medidas hemodinâmicas e dosagens bioquímicas foram executadas na linha de base, após 12 e 24 semanas de intervenção. O TP foi realizado de forma progressiva em duas etapas com 12 semanas de duração cada. O grupo TP2X foi submetido a treinamento padronizado as terças e quintas-feiras, ao passo que o grupo TP3X executou o mesmo protocolo de treinamento as segundas, quartas e sextas-feiras. Os hábitos nutricionais foram acompanhados ao longo do período experimental por meio da aplicação de registros alimentares nos diferentes momentos do estudo. A composição corporal foi determinada por absortometria radiológica de dupla energia (DEXA), com a água corporal sendo estimada por bioimpedância elétrica. Testes dinâmicos (1-RM) foram utilizados para avaliação neuromuscular. Medidas de variabilidade da freqüência cardíaca, de pressão arterial em repouso e monitoração ambulatorial da pressão arterial (MAPA) pós-exercício foram utilizadas para avaliação hemodinâmica. Amostras de sangue foram coletadas em jejum de 12 h para análise da glicemia em jejum, perfil lipídico (colesterol total, HDL, LDL e triglicérides), adipocinas (adiponectina, fator de necrose tumoral alfa, gama-glutamiltransferase e interleucina-6), proteína C-reativa, nitrito/nitrato e um agente anti-oxidante (superóxido desmutase). O estudo demonstrou que a prática do treinamento com pesos pode acarretar importantes benefícios à mulheres idosas mesmo em frequência semanal reduzida (duas vezes por semana), tais como ganhos de força muscular, manutenção ou aumento da flexibilidade, aumento da massa isenta de gordura, redução da gordura corporal, manutenção do conteúdo mineral ósseo e da densidade mineral óssea, redução da glicose, colesterol total, LDL e triglicérides, manutenção da HDL e da proteína C-reativa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Roberto Carlos Burini - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Ademar Avelar - Integrante / Jefferson Rosa Cardoso - Integrante / David Ohara - Integrante / Henrique Bortolotti - Integrante / Thaisa Costa Dias - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Matheus Amarante do Nascimento - Integrante / Rômulo A. Fernandes - Integrante / Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Raphael Mendes Ritti Dias - Integrante / Alex Silva Ribeiro - Integrante / Nelson Hilário Carneiro - Integrante / Fernando Adami - Integrante / Crivaldo Gomes Cardoso Junior - Integrante / Rafael Deminice - Integrante / Solange Marta F Moraes - Integrante.
2011 - 2012
Tracking da atividade física e prevalência de síndrome metabólica em adultos do município de Londrina/PR
Descrição: Analisar a associação entre a prática continuada de atividade física ao longo da vida e a prevalência de síndrome metabólica em adultos residentes no município de Londrina/PR. Métodos: Aproximadamente 650 indivíduos adultos (acima de 18 anos), de ambos os sexos, serão selecionados aleatoriamente para participarem deste estudo. A prática de atividade física na infância e adolescência será avaliada por meio de questionário e a atividade física habitual será avaliada por acelerometria. Medidas antropométricas de massa corporal, estatura e circunferência de cintura serão utilizadas para o diagnóstico de obesidade. Amostras de sangue serão coletadas em jejum de 12 h para análise da glicemia em jejum, perfil lipídico (colesterol total, HDL, LDL e triglicérides), adipocinas (adiponectina, fator de necrose tumoral alfa e interleucina 6), nitrito/nitrato e um agente anti-oxidante (superóxido desmutase). Medidas de pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) em repouso serão obtidas para o diagnóstico de hipertensão arterial. A agregação de três ou mais dos seguintes fatores de risco será considerada para o diagnóstico de síndrome metabólica: glicemia em jejum > 110 mg/dl; triglicérides > 150 mg/dl; HDL < 40 mg/dl nos homens e < 50 mg/dl nas mulheres; circunferência de cintura > 102 cm nos homens e > 88 cm nas mulheres; PAS 135 mmHg e/ou PAD 85 mmHg. A prevalência da síndrome metabólica será determinada mediante medidas de frequência. A regressão de Poisson será empregada para analisar as variáveis associadas à síndrome metabólica controlando para potenciais fatores de confusão. Razões de prevalências (RP) brutas e ajustadas, bem como seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95%) serão calculados. Resultados Esperados: Espera-se que as informações produzidas contribuam para análise do impacto da prática de atividade física ao longo da vida sobre os componentes da síndrome metabólica.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / David Ohara - Integrante / Mariana Biagi Batista - Integrante / Mariana Souza Carnelossi - Integrante / Thaisa Costa Dias - Integrante / Sandra Satie Kawaguti - Integrante / Rômulo A. Fernandes - Integrante / Manuel João Cerdeira Coelho e Silva - Integrante / Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Alessandra Miyuki Okino - Integrante / Danielle Venturini - Integrante / Helena Kaminami Morimoto - Integrante / Jair Aparecido de Oliveira - Integrante.Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Universidade Estadual de Londrina - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2009 - 2014
Impacto do treinamento com pesos e da suplementação de creatina sobre o comportamento de indicadores bioquímicos, morfológicos, hemodinâmicos e neuromusculares em mulheres idosas
Descrição: O propósito deste estudo foi analisar o impacto da prática regular de treinamento com pesos (TP) e da suplementação de creatina monoidratada sobre o comportamento de indicadores bioquímicos, morfológicos, hemodinâmicos e neuromusculares, em mulheres idosas. Quarenta e cinco mulheres idosas, aparentemente saudáveis, após serem acompanhadas por 12 semanas, foram divididas em quatro grupos, dos quais dois foram submetidos à prática regular de treinamento com pesos por 12 semanas (uma programação, três sessões semanais, oito exercícios/sessão, duas séries de 10-15 RM), associada à suplementação de creatina (CRT, n = 11, idade = 65,3 ± 3,8 anos) ou placebo (PLT, n = 11, idade = 67,2 ± 5,6 anos). O restante dos sujeitos compôs o grupo controle que foi submetido a 30 min de exercícios de alongamento, em duas sessões semanais, durante o mesmo período, contudo, consumindo creatina (CRC, n = 11, idade = 66,4 ± 4,3 anos) ou placebo (PLC, n = 12, idade = 65,6 ± 3,6 anos). A suplementação de creatina ou placebo (maltodextrina) foi consumida em uma única dose diária de 5 g associada a 250 ml de bebida carboidratada. A composição corporal foi determinada por absortometria radiológica de dupla energia (DEXA), com a água corporal total (ACT) sendo estimada por bioimpedância e a massa muscular predita pela equação de Kim et al (2004). O consumo energético e as proporções de macronutrientes ingeridos foram monitorados por registros alimentares de três dias, no início e no final do período de suplementação. Testes dinâmicos (1-RM) foram utilizados para avaliação neuromuscular. Medidas de pressão arterial (PA) e de variabilidade da freqüência cardíaca (VFC) de repouso e pós-exercício foram utilizadas para avaliação hemodinâmica. A função hepática foi avaliada por meio da dosagem de transaminases do fígado. Todas as medidas foram realizadas nos três momentos do estudo (antes do início, após 12 e 24 semanas de intervenção). Nenhuma diferença nos hábitos nutricionais foi identificada na comparação entre os grupos, tanto no início quanto no final do período de suplementação (P > 0,05). Interação suplementação vs. tempo foi identificada na massa corporal, com os grupos que receberam creatina apresentando maiores ganhos ao longo de 12 semanas (F = 4,22; P < 0,05). Por outro lado, nenhum efeito que pudesse ser atribuído ao TP ou a suplementação de creatina foi encontrado tanto na quantidade de gordura corporal relativa quanto absoluta (P > 0,05). Interações grupo vs. tempo foram verificadas na massa livre de gordura (F = 5,58; P < 0,05) e na massa muscular (F = 11,56; P < 0,05) indicando o impacto do TP. Entretanto, foi encontrada uma interação grupo vs. suplementação na massa muscular (F = 4,40; P < 0,05) indicando efeito adicional da suplementação de creatina nas idosas submetidas ao TP (CRT = +0,6 kg vs. PLT = +0,3 kg). A água corporal total também foi aumentada pelo efeito do TP e da suplementação de creatina (F = 4,55; P < 0,05). No que diz respeito ao efeito crônico do TP, verificou-se interação grupo vs. momento para a PA sistólica (P < 0,05), com redução média na ordem de 5 mmHg no grupo PLT. Para a PA diastólica, PA média e VFC, nenhuma diferença estatisticamente significante foi encontrada (P > 0,05). Nenhuma alteração significante foi identificada na função hepática com a utilização de suplementação de creatina (P > 0,05). Os resultados sugerem que o TP pode favorecer o aumento da massa livre de gordura e da massa muscular e a associação deste tipo de treinamento com a suplementação de creatina pode maximizar os ganhos em mulheres idosas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (9) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Roberto Carlos Burini - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / Ademar Avelar - Integrante / Aline Mendes Gerage - Integrante / Jefferson Rosa Cardoso - Integrante / David Ohara - Integrante / Marcos Doederlein Polito - Integrante / Henrique Bortolotti - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Arli Ramos de Oliveira - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Fábio Luiz Cheche Pina - Integrante / Matheus Amarante do Nascimento - Integrante / Julio Tirapegui - Integrante / Renata Selvatici Borges Januário - Integrante / Jairo Augusto Berti - Integrante / Marcelo Vitor da Costa - Integrante.Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - 2010
Efeito de 16 semanas de treinamento com pesos sobre a flexibilidade em homens adultos
Descrição: O objetivo deste estudo foi analisar o impacto do treinamento com pesos (TP) sobre a flexibilidade, em adultos jovens do sexo masculino. Trinta e um homens (18 a 30 anos) foram subdivididos em dois grupos: treinamento (GT) e controle (GC). O GT foi submetido a um programa sistematizado de TP, composto por 12 exercícios, com três séries de 8 a 12 repetições, três vezes por semana, durante 16 semanas, ao passo que o GC se manteve durante o mesmo período sem qualquer participação em programas sistematizados de exercícios físicos. A flexibilidade foi medida por meio de um flexímetro nos seguintes movimentos: flexão e extensão do ombro, cotovelo, quadril e tronco; flexão do joelho e flexão lateral do tronco, de forma ativa. Análise de variância (ANOVA) ou covariância (ANCOVA) 2X2 para medidas repetidas, seguida pelo teste post hoc de Scheffé quando P<0,05 foi utilizado para o tratamento dos dados. Verficou-se um declínio na flexibilidade somente no movimento de extensão do ombro (15,3%) no GT, por conta da interação entre grupo X tempo. A flexibilidade nos demais movimentos articulares não foi modificada pelo TP. Os resultados sugerem que 16 semanas de TP parecem não afetar a flexibilidade de homens adultos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante.
2009 - Atual
Prevalência de síndrome metabólica e fatores de risco cardiovascular em escolares de 10 a 14 anos de Londrina/PR
Descrição: O propósito da presente investigação foi analisar a prevalência de síndrome metabólica e de fatores de risco cardiovascular e, posteriormente, identificar possíveis associações entre essas variáveis em escolares de 10 a 14 anos, de ambos os sexos, do município de Londrina/PR. Para tanto foram selecionados aleatoriamente 1.396 escolares matriculados em 10 escolas da zona urbana do município, dos quais 888 (370 meninos e 518 meninas) participaram de todas as coletas e foram incluídos nas análises. Medidas antropométricas, de composição corporal, aptidão cardiorrespiratória, pressão arterial de repouso, nível habitual de atividade física, perfil lipêmico e glicêmico, informações sobre uso de tabaco e hábitos alimentares foram obtidas de todos os sujeitos. As taxas de prevalência encontradas foram: hipertrigliceridemia (2,9%), LDL-c elevada (19,5%), HDL-c reduzida (14,6%), hipercolesterolemia (11%), hiperglicemia (5,5%), pressão arterial elevada (17,8%), obesidade (24,3%) e baixa aptidão cardiorrespiratória (53,5%). O diagnóstico de síndrome metabólica, estabelecido com base nos pontos de corte sugeridos pela literatura com base nos valores glicêmicos, no perfil lipídico e das lipoproteínas plasmáticas e nos valores de pressão arterial, foi na ordem de 4,4%. O fator sexo foi associado à pressão arterial elevada e HDL-c reduzida, com maiores taxas de prevalência nos meninos (P < 0,05). O excesso de adiposidade corporal conjugado a baixa aptidão cardiorrespiratória foram associados de forma significante (P < 0,05) a pressão arterial elevada, HDL-c reduzida e hipercolesterolemia. Os resultados encontrados neste estudo são preocupantes, uma vez que grande parte dos hábitos a serem cultivados ao longo da vida parece ser estabelecido na adolescência..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Roberto Carlos Burini - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Helio Serassuelo Junior - Integrante / Ademar Avelar - Integrante / Aline Mendes Gerage - Integrante / Jefferson Rosa Cardoso - Integrante / David Ohara - Integrante / Felipe Fossati Reichert - Integrante / Marcos Doederlein Polito - Integrante / Mariana Biagi Batista - Integrante / Dalmo Roberto Lopes Machado - Integrante / Ana Carolina Paludo - Integrante / Erick Henrique Pereira Eches - Integrante / Henrique Bortolotti - Integrante / João Paulo de Aguiar Greca - Integrante / Mariana Souza Carnelossi - Integrante / Thaisa Costa Dias - Integrante / Gabriel de Araújo Costa - Integrante / Adriana Ramos Alves Ribeiro - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2013 - Atual
PROGRAMA DE ATIVIDADE FÍSICA E NUTRIÇÃO PARA PORTADORES DE HIV/AIDS
Descrição: A história natural da infecção pelo vírus da imunodeficiência tipo 1 (HIV-1) foi transformada drasticamente após a introdução da terapia antirretroviral de alta potência (TARV), resultando em diminuição significativa das taxas de mortalidade. No entanto, o uso de TARV foi acompanhado do surgimento de eventos adversos tardios que tem influenciado negativamente a qualidade de vida dessa população como: dislipidemias, acúmulo de gordura central, perda de massa muscular, osteopenia e osteoporose, resistência à insulina, todos esses efeitos associados ao aumento do risco de doenças cardiovasculares. Dessa maneira, o exercício físico e a nutrição adequada podem ser considerados estratégias de intervenção que possam contribuir para a melhoria da saúde dessa população. O exercício de musculação é citado como uma dessas estratégias, sendo indicado para combater os efeitos adversos da TARV no documento Recomendações para Tera¬pia Antirretroviral em Adultos Infectados pelo HIV do Ministério da Saúde. Esse tipo de intervenção pode melhorar os componentes da aptidão física relacionada à saúde e melhorar ou reverter os efeitos colaterais associados a TARV. Além disso, o acompanhamento e aconselhamento nutricional podem potencializar os positivos promovidos pelo exercício físico. Ainda, as sessões de exercício físico devem desenvolver aspectos sociais e afetivos, gerando um ambiente descontraído de amizade e segurança para os portadores de HIV, já que problemas relacionados à interação social e psicológicos como isolamento social e depressão são comuns nessa população..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Rafael Deminice - Coordenador / Vitor Hugo Fernando de Oliveira - Integrante / Camila de Souza Padilha - Integrante / Enzo Takahashi - Integrante / JADIA CRISTINA DOS SANTOS - Integrante / ALINE CRUZ CAPELLO - Integrante / FLÁVIA TRONCON ROSA - Integrante.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE
2016 - Atual
Periódico: Revista Andaluza de Medicina Del Deporte


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
Menção Honrosa do III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, Grupo de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde - GPES - Universidade de Pernambuco - UPE.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ECHES, E.H.P.2018ECHES, E.H.P. ; RIBEIRO, A.S ; GERAGE, A. M. ; TOMERELI, C.M. ; SOUZA, M. F. ; NASCIMENTO, M.A. ; CAVALCANTE, E. F. ; BORTOLOTI, D. S. ; CHRISTOFARO, D.G.D. ; GURJAO, A. L. D. ; MAYHEW, JERRY L. ; CYRINO, E. S. . Twenty minutes of post-exercise hypotension are enough to predict chronic blood pressure reduction induced by resistance training in older women. Motriz, v. 24, p. 1-7, 2018.

2.
TOMELERI, CRISIELI MARIA2018TOMELERI, CRISIELI MARIA ; CAVAGLIERI, CLÁUDIA REGINA ; DE SOUZA, MARIANA FERREIRA ; CAVALCANTE, EDILAINE FUNGARI ; ANTUNES, MELISSA ; NABBUCO, HELLEN CLAIR GARCEZ ; VENTURINI, DANIELLE ; BARBOSA, DECIO SABBATINI ; SILVA, ANALIZA MÔNICA ; CYRINO, EDILSON SERPELONI . Phase angle is related with inflammatory and oxidative stress biomarkers in older women. EXPERIMENTAL GERONTOLOGY, v. 102, p. 12-18, 2018.

3.
TOMELERI, CRISIELI M.2018TOMELERI, CRISIELI M. ; SOUZA, MARIANA F. ; BURINI, ROBERTO C. ; CAVAGLIERI, CLÁUDIA R. ; RIBEIRO, ALEX S. ; ANTUNES, MELISSA ; NUNES, JOÃO P. ; VENTURINI, DANIELLE ; BARBOSA, DÉCIO S. ; SARDINHA, LUÍS B. ; CYRINO, EDILSON S. . Resistance training reduces metabolic syndrome and inflammatory markers in older women: a randomized controlled trial. Journal of Diabetes, v. 10, p. 328-337, 2018.

4.
SANTOS, LEANDRO2017SANTOS, LEANDRO ; RIBEIRO, ALEX S. ; SCHOENFELD, BRAD J. ; NASCIMENTO, MATHEUS A. ; TOMELERI, CRISIELI M. ; SOUZA, MARIANA F. ; PINA, FÁBIO L. C. ; CYRINO, EDILSON S. . The improvement in walking speed induced by resistance training is associated with increased muscular strength but not skeletal muscle mass in older women. European Journal of Sport Science (Print), v. 17, p. 1-7, 2017.

5.
TOMELERI, CRISIELI M.2017TOMELERI, CRISIELI M. ; MARCORI, ALEXANDRE J. ; RIBEIRO, ALEX SILVA ; GERAGE, ALINE MENDES ; PADILHA, CAMILA ; SCHIAVONI, DURCELINA ; SOUZA, MARIANA F. ; MAYHEW, JERRY L. ; DO NASCIMENTO, MATHEUS AMARANTE ; VENTURINI, DANIELLE ; BARBOSA, DECIO SABBATINI ; CYRINO, EDILSON SERPELONI . Chronic Blood Pressure Reductions and Increments in Plasma Nitric Oxide Bioavailability. International Journal of Sports Medicine, v. 38, p. 1-10, 2017.

6.
RIBEIRO, ALEX S.2017RIBEIRO, ALEX S. ; SCHOENFELD, BRAD J. ; SOUZA, MARIANA F. ; TOMELERI, CRISIELI M. ; SILVA, ANALIZA M. ; TEIXEIRA, DENÍLSON C. ; SARDINHA, LUÍS B. ; CYRINO, EDILSON S. . Resistance training prescription with different load-management methods improves phase angle in older women. European Journal of Sport Science, v. n, p. 1-9, 2017.

7.
TOMELERI, CRISIELI M.2017TOMELERI, CRISIELI M. ; NUNES, JOÃO PEDRO ; SOUZA, MARIANA F. ; GERAGE, ALINE ; MARCORI, ALEXANDRE ; IAROSZ, KESSI CASSIANE ; CARDOSO-JÚNIOR, CRIVALDO GOMES ; CYRINO, EDILSON S. . Resistance exercise order does not affect the magnitude and duration of post-exercise blood pressure in older women. JOURNAL OF STRENGTH AND CONDITIONING RESEARCH, v. eFirst, p. 1-9, 2017.

8.
CUNHA, PAOLO M.2017CUNHA, PAOLO M. ; RIBEIRO, ALEX S. ; TOMELERI, CRISIELI M. ; SCHOENFELD, BRAD J. ; SILVA, ANALIZA M. ; SOUZA, MARIANA F. ; NASCIMENTO, MATHEUS A. ; SARDINHA, LUÍS B. ; CYRINO, EDILSON S. . The effects of resistance training volume on osteosarcopenic obesity in older women. JOURNAL OF SPORTS SCIENCES, v. efirst, p. 1-8, 2017.

9.
SOUZA, M.F.;SOUZA, MARIANA F.;SOUZA, MARIANA;SOUZA, M. F.;DE SOUZA, MARIANA FERREIRA2017SOUZA, M.F.; TOMELERI, C.M. ; RIBEIRO, A.S. ; SCHOENFELD, B.J. ; SILVA, A.M. ; SARDINHA, L.B. ; CYRINO, E.S. . Effect of resistance training on phase angle in older women: a randomized controlled trial. SCANDINAVIAN JOURNAL OF MEDICINE & SCIENCE IN SPORTS, v. 27, p. 1308-1316, 2017.

10.
TOMELERI, C.M.2017TOMELERI, C.M. ; CAVALCANTE, E.F. ; ANTUNES, M. ; NABUCO, H.C.G. ; SOUZA, M.F. ; TEIXEIRA, D.C. ; GOBBO, L.A. ; SILVA, A.M. ; CYRINO, E.S. . Phase angle is moderately associated with muscle quality and functional capacity, independent of age and body composition in older women. Journal of Geriatric Physical Therapy, v. eFirst, p. 1-6, 2017.

11.
RIBEIRO, ALEX S.2016RIBEIRO, ALEX S. ; SCHOENFELD, BRAD J. ; SOUZA, MARIANA F. ; TOMELERI, CRISIELI M. ; VENTURINI, DANIELLE ; BARBOSA, DÉCIO S. ; CYRINO, EDILSON S. . Traditional and pyramidal resistance training systems improve muscle quality and metabolic biomarkers in older women: A randomized crossover study. Experimental Gerontology, v. 79, p. 8-15, 2016.

12.
TOMELERI, CRISIELI M.2016TOMELERI, CRISIELI M. ; RIBEIRO, ALEX S. ; SOUZA, MARIANA F. ; SCHIAVONI, DURCELINA ; SCHOENFELD, BRAD J. ; VENTURINI, DANIELLE ; BARBOSA, DÉCIO S. ; LANDUCCI, KAMILA ; SARDINHA, LUÍS B. ; CYRINO, EDILSON S. . Resistance training improves inflammatory level, lipid and glycemic profiles in obese older women: A randomized controlled trial. Experimental Gerontology, v. 84, p. 80-87, 2016.

13.
WERNECK, A.O.2016WERNECK, A.O. ; SILVA, D.R.P. ; SOUZA, M.F. ; CHRISTOFARO, D.G.D. ; TOMELERI, C.M. ; FERNANDES, R.A. ; RONQUE, E.R.V. ; COELHO-E-SILVA, M.J. ; SARDINHA, L.B. ; CYRINO, E.S. . Correlates of Blood Pressure According to Early, On Time, and Late Maturation in Adolescents. The Journal of Clinical Hypertension (Greenwich, Conn.), v. 18, p. 424-430, 2016.

14.
SILVA, D.R.P.2016SILVA, D.R.P. ; FERNANDES, R.A. ; OHARA, D. ; COLLINGS, P. ; SOUZA, M.F. ; TOMELERI, C.M. ; RONQUE, E.R.V. ; SARDINHA, L.B. ; CYRINO, E.S. . Correlates of sports practice, occupational and leisure-time physical activity in Brazilian adolescents. American Journal of Human Biology, v. 28, p. 112-117, 2016.

15.
RIBEIRO, ALEX S.2015RIBEIRO, ALEX S. ; SCHOENFELD, B. J. ; PINA, FÁBIO ; SOUZA, M.F. ; NASCIMENTO, MATHEUS ; SANTOS, L. ; ANTUNES, M. ; CYRINO, EDILSON . Resistance training in older women: comparison of single vs. multiple sets on muscle strength and body composition.. Isokinetics and Exercise Science, v. 23, p. 53-60, 2015.

16.
RIBEIRO, A.S2015RIBEIRO, A.S ; TOMERELI, C.M. ; SOUZA, M.F. ; PINA, F.L.C. ; SCHOENFELD, B. J. ; NASCIMENTO, M.A. ; VENTURINI, D ; BARBOSA, D.S ; CYRINO, E. S. . Effect of resistance training on C-reactive protein, blood glucose and lipid profile in older women with differing levels of RT experience. Age, v. 37, p. 109, 2015.

17.
RIBEIRO, A.S.2015RIBEIRO, A.S. ; AVELAR, A. ; SCHOENFELD, B.J. ; FLECK, S.J. ; SOUZA, M.F. ; PADILHA, C.S. ; CYRINO, E.S. . Analysis of the training load during a hypertrophy-type resistance training programme in men and women. European Journal of Sport Science (Print), v. 15, p. 256-264, 2015.

18.
RIBEIRO, ALEX2014RIBEIRO, ALEX ; ROMANZINI, MARCELO ; NASCIMENTO, MATHEUS ; PINA, FÁBIO ; SOUZA, MARIANA ; AVELAR, ADEMAR ; CYRINO, EDILSON . Influência da ordem de execução de exercícios com pesos sobre o volume total de treino quando a carga é ajustada de acordo com a sequência. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, v. 19, p. 351-360, 2014.

19.
RIBEIRO, A.S.2014RIBEIRO, A.S. ; ROMANZINI, M. ; SCHOENFELD, B.J. ; SOUZA, M.F. ; AVELAR, A. ; CYRINO, E.S. . Effect of different warm-up procedures on the performance of resistance training exercises. Perceptual and Motor Skills, v. 119, p. 133-145, 2014.

Capítulos de livros publicados
1.
SOUZA, M.F.; KAWAGUTI, S.S. ; TADIOTTO, M. C. ; OHARA, D. ; SILVA, D.R.P. ; CYRINO, E. S. ; FERNANDES, R.A. ; RONQUE, E.R.V . Association between somatic maturity, physical activity and blood pressure in adolescents. In: Craig Williams; Neil Armstrong. (Org.). Children and Exercise XXVIII: The Proceedings of the XXVIIIth International Symposium of the European Group of Pediatric Work Physiology. 1ed.London: Routledge, 2013, v. oct, p. 140-144.

2.
OHARA, D. ; SOUZA, M.F. ; ROMANZINI, M ; SILVA, D.R.P. ; DOURADO, A. C. ; RONQUE, E.R.V ; ADAMI, F ; CYRINO, E. S. . Validity of accelerometer regression models to estimate METs in adolescents. In: Craig Williams; Neil Armstrong. (Org.). Children and Exercise XXVIII: The Proceedings of the XXVIIIth International Symposium of the European Group of Pediatric Work Physiology. 1ed.London: Routledge, 2013, v. oct, p. 145-149.

3.
SILVA, D.R.P. ; OHARA, D. ; TOMERELI, C.M. ; SOUZA, M.F. ; CARNELOSSI, M.S. ; FERNANDES, R.A. ; SILVA, M.J.C.C ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Somatic maturity and central obesity as independent predictors of cardiorespiratory fitness in adolescents. In: Craig Williams; Neil Armstrong. (Org.). Children and Exercise XXVIII: The Proceedings of the XXVIIIth International Symposium of the European Group of Pediatric Work Physiology. 1ed.London: Routledge, 2013, v. oct, p. 150-154.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SOUZA, M.F.; SILVA, D.R.P. ; CARNELOSSI, M.S. ; TOMERELI, C.M. ; KAWAGUTI, S.S. ; CYRINO, E. S. . Prevalência de pressão arterial elevada e fatores associados em adolescentes de alto nível socioeconômico. In: Encontro Anual de Iniciação Científic. In: Encontro Anual de Iniciação Científica CNPq-UEL-UEM-UEPG-UNIOESTE, 2011, Ponta Grossa - PR. Anais do XX Encontro Anual de Iniciação Científica CNPq-UEL-UEM-UEPG-UNIOESTE., 2011.

2.
SOUZA, M.F.; SILVA, D.R.P. ; OHARA, D. ; CYRINO, E.S. . Efeito de 16 semanas de treinamento com pesos sobre a flexibilidade em homens adultos. In: Encontro Anual de Iniciação Científica CNPq-UEL-UEM-UEPG-UNIOESTE, 2010, Guarapuava. XIX Encontro Anual de Iniciação Científica CNPq-UEL-UEM-UEPG-UNIOESTE. Guarapuava: Unicentro, 2010. p. 001.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
CAVALCANTE, E. F. ; RIBEIRO, A.S ; NASCIMENTO, M.A. ; PINA, F.L.C. ; TOMERELI, C.M. ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. . Respostas de diferentes frequencias semanais de treinamento com pesos sobre a gordura corporal em idosas obesas. In: III Encontro Brasil Canadá: I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014, Maringá, PR. Anais do III Encontro Brasil Canadá: I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014.

2.
CORAZZA, F. A. ; OLIVEIRA, V. H. F. ; SOUZA, M.F. ; CANDIDO, N. ; DEMINICE, R . Efeito do treinamento concorrente em portadores de HIV/AIDS na percepção subjetiva de esforço após o teste de uma repetição máxima. In: XXIII Encontro de Iniciação Científica, 2014, Londrina. Anais do XXIII Encontro de Iniciação Científica, 2014.

3.
ANTUNES, M. ; TOMERELI, C.M. ; SOUZA, M.F. ; SILVA, D.R.P. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Excesso de gordura corporal e pressão arterial elevada em adolescentes do sexo masculino. In: III Encontro Brasil Canadá ? I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014, Maringá, PR. Anais do III Encontro Brasil Canadá ? I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014.

4.
TOMERELI, C.M. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; SOUZA, M.F. ; CAVALCANTE, E. F. ; CYRINO, E. S. . Efeito de duas diferentes frequências semanais de treinamento com pesos sobre indicadores de obesidade corporal em idosas. In: III Encontro Brasil Canadá ? I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014, Maringá, Pr. Anais do III Encontro Brasil Canadá ? I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014.

5.
SOUZA, C. C. B. ; SOUZA, M.F. ; ROMANZINI, C. L. P. ; RONQUE, E.R.V . Associação entre comportamento sedentário e nível socioeconômico em adolescentes. In: Encontro Anual de Iniciação Científica Júnior, 2012, Londrina - PR. Encontro Anual de Iniciação Científica Júnior, 2012.

6.
SOUZA, H. M. K. ; CARNELOSSI, M.S. ; SOUZA, M.F. ; RONQUE, E.R.V . Fatores de risco a saúde e estado nutricional em adolescentes. In: XXI EAIC - Encontro Anual de Iniciação Científica, 2012, Maringá - PR. XXI EAIC - Encontro Anual de Iniciação Científica, 2012.

7.
TOMERELI, C.M. ; OHARA, D. ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. . Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes de baixa renda a partir de diferentes tabelas de referência. In: III Congresso Internacional de Saúde, 2009, Maringá - PR. III Congresso Internacional de Saúde, 2009.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, A. S. ; CAVALCANTE, B. R. ; SOUZA JUNIOR, M. J. ; LOPES, L. R. ; BRITTO, M. R. ; SOUZA, M. F. . Comparação da percepção subjetiva de esforço e respostas afetivas em diferentes workouts of the day (wod) no Crossfit®. In: III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018, Porto de Galinhas - PE. Anais do III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018.

2.
VIEIRA, A. K. S. ; SILVA, I. S. ; CAVALCANTE, B. R. ; HASEGAWA, Y. T. ; CAMPOS, I. R. A. ; SOUZA, M. F. . Avaliação da capacidade funcional e nível de atividade física em pacientes portadores de hanseníase. In: III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018, Porto de Galinhas - PE. Anais do III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018.

3.
CAVALCANTE, B. R. ; SANTOS, P. R. P. ; VIEIRA, A. K. S. ; ARAUJO, R. C. ; SOUZA, M. F. . O treinamento de força promove ganhos nas capacidades cognitivas de idosos saudáveis?. In: III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018, Porto de Galinhas - PE. Anais do III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018.

4.
SANTOS, P. R. P. ; DIAS, E. F. ; GONCALVES, L. G. M. ; NASCIMENTO, P. I. B. ; CAVALCANTE, B. R. ; SOUZA, M. F. . Relação entre indicadores de força muscular e capacidade funcional com a função cognitiva global de idosos. In: III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018, Porto de Galinhas - PE. Anais do III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018.

5.
TOMAZ, M. L. L. ; GONCALVES, L. G. M. ; CAMPOS, I. R. A. ; CAVALCANTE, B. R. ; SOUZA, M.F. . Correlação entre indicadores de capacidade funcional e medo de cair em idosos. In: III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018, Porto de Galinhas - PE. Anais do III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde, 2018.

6.
FERNANDES, R. R. ; TOMERELI, C.M. ; SOUZA, M. F. ; CAVALCANTE, E. F. ; ANTUNES, M. ; BORTOLOTI, D. S. ; OHARA, D. ; SUGIHARA JUNIOR, P. ; GARCEZ, H. C. ; VENTURINI, D ; BARBOSA, D.S ; CYRINO, E.S. . Efeito de doze semanas de treinamento com pesos na glicemia em jejum e gordura de tronco controlado pelo valor energético total. In: 39° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2016, São Paulo - SP. Anais do 39° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2016.

7.
SOUZA, M.F.; TOMERELI, C.M. ; SILVA, D.R.P. ; CYRINO, E. S. ; RONQUE, E.R.V . Associação entre maturidade somática, aptidão cardiorrespiratória e adisposidade central em adolescentes. In: V Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco, 2015, Juazeiro, BA. Anais do V Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco, 2015.

8.
TOMERELI, C.M. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; SOUZA, M.F. ; BORTOLOTI, D. S. ; CAVALCANTE, E. F. ; VENTURINI, D ; BARBOSA, D.S ; CYRINO, E. S. . Influência dos niveis de treinabilidade sobre as respostas metabólicas induzidas pelo treinamento com pesos em idosas. In: V Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco, 2015, Juazeiro, BA. Anais do V Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco, 2015.

9.
TOMERELI, C.M. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; SOUZA, M.F. ; BORTOLOTI, D. S. ; VENTURINI, D ; OKINO, A. M. ; BARBOSA, D.S ; CYRINO, E. S. . Impacto de 12 semanas de treinamento resistido sobre a inflamação crônica em mulheres idosas. In: VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015, Londrina, PR. Anais do VIII Simpósio Sul de Imunologia, 2015.

10.
MARCORI, A. J. ; ECHES, E.H.P. ; TOMERELI, C.M. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. . Efeito de diferentes sistemas de treinamento com pesos sobre respostas hemodinâmicas durante o exercício de extensão de joelhos em idosas. In: XXIII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2015, Rio de Janeiro, RJ. Anais do XXIII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2015.

11.
SOUZA, M.F.; RIBEIRO, A.S ; NASCIMENTO, M.A. ; PINA, F.L.C. ; CYRINO, E. S. . Comparação de dois diferentes modelos de treinamento com pesos sobre a hidratação intracelular e a massa livre de gordura em idosas treinadas.. In: V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2014, Londrina, PR. V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2014.

12.
PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; JANUÁRIO, R.S.B. ; GERAGE, A. M. ; PINA, T. W. ; RIBEIRO, A.S ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. . A especificidade de treino pode auxiliar nas alterações da força muscular e composição corporal em idosas?. In: V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2014, Londrina, PR. V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2014.

13.
OLIVEIRA, V. H. F. ; SILVA, T. C. V. E. ; SOUZA, M.F. ; Takahashi, E. ; CORAZZA, F. A. ; WEICHMANN, S. L. ; NARCISO, A. M. S. ; MORAES, S. M. F. ; DEMINICE, R . Tempo de tratamento com terapia antirretroviral diminui a força em adultos portadores de HIV/AIDS. In: V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2014, Londrina, PR. V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2014.

14.
ECHES, E.H.P. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. . Efeito dos sistemas piramidal e convencional de treinamento com pesos sobre respostas hemodinâmicas e autonômicas de idosas não treinadas.. In: XXII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2014, Salvador. Anais do XXII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2014.

15.
SOUZA, M.F.; TOMERELI, C.M. ; SILVA, D.R.P. ; OKINO, A. M. ; CYRINO, E. S. ; RONQUE, E.R.V . Prevalência de síndrome metabólica e associação com aptidão cardiorrespiratória em escolares de Londrina- PR. In: Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde, 2014, Porto de Galinhas, PE. Anais do Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde, 2014.

16.
BORTOLOTI, D. S. ; ECHES, E.H.P. ; SOUZA, M.F. ; PINA, F.L.C. ; RIBEIRO, A.S ; CYRINO, E. S. . Influência de um programa de treinamento com pesos na pressão arterial de mulheres hipertensas medicamentadas. In: Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilos de vida e Saúde, 2014, Porto de Galinhas, PE. Anais do Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilos de vida e Saúde, 2014.

17.
RIBEIRO, A.S ; ECHES, E.H.P. ; SOUZA, M.F. ; PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; CAVALCANTE, E. F. ; CARDOSO, C. C. ; CYRINO, E. S. . Análise de diferentes modelos de treinamento com pesos seguida de destreinamento sobre a pressão arterial de mulheres idosas. In: XXII Congresso Brasileiro da Socidade de Hispertensão, 2014, Salvador, BA. Anais do XXII Congresso Brasileiro da Socidade de Hispertensão, 2014.

18.
RIBEIRO, A.S ; NASCIMENTO, M.A. ; PINA, F.L.C. ; SOUZA, M.F. ; SANTOS, L. ; ANTUNES, M. ; CAVALCANTE, E. F. ; CYRINO, E. S. . Qual a influência do volume de treinamento com pesos sobre a redução da gordura corporal em idosas?. In: III Encontro Brasil Canadá: I Congresso Internacional da Obesidade, 2014, Maringá, PR. Anais do III Encontro Brasil Canadá: I Congresso Internacional da Obesidade, 2014.

19.
ECHES, E.H.P. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. ; CARDOSO, C. C. . Efeito dos sistemas piramidal e convencional de treinamento com pesos sobre respostas hemodinamicas e autonômicas de idosas não treinadas. In: XXII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2014, Salvador. BA. Anais do XXII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2014.

20.
TOMERELI, C.M. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; CAVALCANTE, E. F. ; BARBOSA, D.S ; CYRINO, E. S. ; OKINO, A.M. ; SOUZA, M.F. ; VENTURINI, D ; NASCIMENTO, M.A. . Diferentes sistemas de treinamento com pesos promovem redução dos níveis séricos de proteína C- Reativa em idosas. In: 37° Simpósio Internacional de Ciência do Esporte, 2014, São Paulo- SP. Anais do 37° Simpósio Internacional de Ciência do Esporte, 2014.

21.
CARDOSO, C. C. ; ECHES, E.H.P. ; RIBEIRO, A.S ; PINA, F.L.C. ; NASCIMENTO, M.A. ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. . Hemodynamic and autonomic responses of conventional and pyramid methods of strength training in non-practitioners elderly. In: Proceedings of the Canadian Society for Exercise Physiology Annual General Meeting Science on the Edge of the Continent, 2014, Newfoundland, Canada. Proceedings of the Canadian Society for Exercise Physiology Annual General Meeting Science on the Edge of the Continent, 2014.

22.
TOMERELI, C.M. ; SILVA, N. T. ; SILVA, D.R.P. ; SOUZA, M.F. ; VENTURINI, D ; OKINO, A. M. ; OLIVEIRA, J.A ; BARBOSA, D.S ; CYRINO, E. S. . Adiposidade abdominal em adolescentes: prevalência e associação com outros fatores de risco cardiovascular. In: III Encontro Brasil Canadá ? I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014, Maringá, Pr. Anais do III Encontro Brasil Canadá ? I Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade, 2014.

23.
TADIOTTO, M. C. ; SOUZA, M.F. ; RONQUE, E.R.V . Associação da atividade física habitual entre pais e filhos. In: IX Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde, 2013, Curitiba. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Pelotas - RS, 2013. v. 18.

24.
TADIOTTO, M. C. ; SOUZA, M.F. ; ZAMBRIM, L. F. ; CAVAZZOTTO, T. G. ; QUEIROGA, M. R. ; RONQUE, E.R.V . Relação entre atividade física habitual, comportamento sedentário e pressão arterial de crianças e adolescentes obesos de Guarapuava, Paraná.. In: XXI Congresso Brasileiro de Hipertensão, 2013, Ribeirão Preto. Anaias do XXI Congresso Brasileiro de Hipertensão, 2013.

25.
ZAMBRIM, L. F. ; CAVAZZOTTO, T. G. ; TADIOTTO, M. C. ; SOUZA, M.F. ; QUEIROGA, M. R. ; RONQUE, E.R.V ; SERASSUELO, H.J. . Associação entre pressão arterial elevada e obesidade em crianças e adolescentes com excesso de peso. In: XXI Congresso Brasileiro de Hipertensão, 2013, Ribeirão Preto. Anais do XXI Congresso Brasileiro de Hipertensão, 2013.

26.
SOUZA, M.F.; SILVA, D.R.P. ; CARNELOSSI, M.S. ; TOMERELI, C.M. ; CYRINO, E. S. . Relação entre a satisfação corporal e nível de atividade física habitual em adolescentes. In: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012, Londrina - PR. IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012.

27.
SOUZA, M.F.; SILVA, D.R.P. ; TOMERELI, C.M. ; KAWAGUTI, S.S. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Associação combinada e isolada da atividade física habitual e da circunferência de cintura com a pressão arterial em adolescentes. In: XX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2012, São Paulo - SP. Revista Hipertensão, 2012.

28.
SCHELLER, H. ; TOMERELI, C.M. ; SILVA, D.R.P. ; CARNELOSSI, M.S. ; SOUZA, M.F. ; OHARA, D. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Comparação da pressão arterial em adolescentes do sexo feminino de acordo com o nível de atividade física e aptidão cardiorrespiratória. In: XX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2012, São Paulo - SP. Revista Hipertensão, 2012.

29.
TOMERELI, C.M. ; SILVA, D.R.P. ; CARNELOSSI, M.S. ; SOUZA, M.F. ; KAWAGUTI, S.S. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Prática de atividades físicas no lazer e pressão arterial elevada em adolescentes. In: XX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2012, São Paulo - SP. Revista Hipertensão, 2012.

30.
NERI, F. S. ; GRECA, J. P. A. ; ARRUDA, G. A. ; SOUZA, M.F. ; OLIVEIRA, A. R. . Conscientização e prática de atividade física habitual de escolares. In: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012, Londrina - PR. IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012.

31.
DIAS, N. S. ; OHARA, D. ; SILVA, D.R.P. ; TOMERELI, C.M. ; CARNELOSSI, M.S. ; KAWAGUTI, S.S. ; SOUZA, M.F. ; DIAS, T.C. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Associação entre atividade física habitual e percepção de saúde em adolescentes. In: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012, Londrina - PR. IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012.

32.
CAMPOS, G. F. O. ; SILVA, D.R.P. ; OHARA, D. ; TOMERELI, C.M. ; CARNELOSSI, M.S. ; KAWAGUTI, S.S. ; SOUZA, M.F. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Relação entre excesso de peso, satisfação corporal e percepção de saúde em adolescentes. In: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012, Londrina - PR. IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012.

33.
CYRINO, L.T ; SILVA, D.R.P. ; OHARA, D. ; TOMERELI, C.M. ; CARNELOSSI, M.S. ; KAWAGUTI, S.S. ; SOUZA, M.F. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Participação em programas de atividade física orientada na infância e atividade física na adolescência. In: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012, Londrina - PR. IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012.

34.
KAWAGUTI, S.S. ; CARNELOSSI, M.S. ; SOUZA, M.F. ; BLASQUEZ, G. ; CYRINO, E. S. ; FERNANDES, R.A. ; RONQUE, E.R.V . Comparação dos fatores de risco cardiovascular entre adolescentes de ambos os gêneros. In: 34° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2011, São Paulo - SP. Especulações e Evidências em Atividade Física e Esporte. São Paulo - SP: Prol, 2011. v. 19.

35.
SOUZA, M.F.; SILVA, D.R.P. ; CARNELOSSI, M.S. ; TOMERELI, C.M. ; KAWAGUTI, S.S. ; CHRISTOFARO, D.G.D. ; CYRINO, E. S. . Associação entre indicadores de adiposidade corporal e pressão arterial em adolescentes de alto nível socioeconomico. In: 34° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2011, São paulo - SP. Especulações e Evidências em Atividade Física e Esporte. São Paulo - SP: Prol, 2011. v. 19.

36.
OHARA, D. ; SILVA, D.R.P. ; CARNELOSSI, M.S. ; TOMERELI, C.M. ; KAWAGUTI, S.S. ; DIAS, T.C. ; SOUZA, M.F. ; RONQUE, E.R.V ; CYRINO, E. S. . Associação entre atividade física e comportamento sedentário em adolescentes. In: VIII Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde, 2011, Gramado - RS. Anais do VIII Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde, 2011. v. 1.

37.
SOUZA, M.F.; SILVA, D.R.P. ; OHARA, D. ; TOMERELI, C. M. ; CYRINO, E.S. . Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes carentes a partir do índice de massa corporal. In: III Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2010, Londrina. III Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2010.

38.
TOMERELI, C.M. ; SILVA, D.R.P. ; OHARA, D. ; SOUZA, M.F. ; CYRINO, E. S. . Prevalência de Obesidade Abdominal em Adolescentes Carentes do Município de Cambé/PR. In: III Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2010, Londrina - PR. III Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2010.

Artigos aceitos para publicação
1.
TOMELERI, C. M. ; CAVAGLIERI, CLÁUDIA R. ; SOUZA, M. F. ; CAVALCANTE, E. F. ; ANTUNES, M. ; NABUCO, H. G. ; VENTURINI, D ; BARBOSA, D.S ; SILVA, ANALIZA M. ; CYRINO, E. S. . Phase angle is related with inflammatory and oxidative stress biomarkers in older women. EXPERIMENTAL GERONTOLOGY, 2018.

2.
TADIOTTO, M. C. ; SOUZA, M.F. ; BORGES, G. A. ; PALUDO, A.C. ; RONQUE, E.R.V . Atividade Física Habitual entre pais e filhos. Pediatria Moderna, 2015.


Demais tipos de produção técnica
1.
SOUZA, M. F.. Treinamento com pesos em idosos: Evidências científicas. 2017. (Coordenação de módulo temático - VI Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco).

2.
SOUZA, M. F.. Respostas agudas e crônicas ao treinamento de força. 2017. (Coordenação de mesa redonda - VI Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco).

3.
SOUZA, M. F.. Exercício físico para portadores de doenças metabólicas. 2017. (Coordenação de mesa redonda - VI Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco).

4.
SOUZA, M. F.. Determinantes de atividade física e comportamento sedentário. 2017. (Avaliador sessão de pôsteres no XI Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde - CBAFS).

5.
SOUZA, M. F.. Como Elaborar Projetos de Pesquisa Competitivos. 2016. (Coordenação de Minicurso - II Simpósio Internacional em Estilos de Vida e Saúde).

6.
SOUZA, M. F.. Comportamento Metabólico na Saúde e na Doença. 2016. (Coordenação de sessão temática no VI Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e e Exercício).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MOREIRA, S. R.; CARVALHO, F. O.; SOUZA, M. F.. Participação em banca de Juliane Barroso Leal. Efeito do consumo regular de suco de uva integral associado à prática de exercício físico em idosos hipertensos. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde e Biológicas) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

2.
SOUZA, M. F.; BEDOR, C. N. G.; MOREIRA, J. M.. Participação em banca de Luciana Patrícia Brito Lopes Gois. Sobrepeso e obesidade em escolares e o conhecimento dos gestores sobre a política pública de alimentação e nutrição em Petrolina-PE. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde e Biológicas) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

3.
MORAES, J. F. V. N.; CARVALHO, F. A. A.; SOUZA, M.F.. Participação em banca de Filipe Pitágoras Rodrigues Magalhães. Implicações de um programa multiesportivo como parte do tratamento de dependência de crack e outras drogas: um ensaio clínico randomizado. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

4.
SOUZA, M. F.; BARROS, M. V. G.; FARIAS JUNIOR, J. C.; CARVALHO, F. O.. Participação em banca de Thaynâ Alves Bezerra. Efeitos de um programa de Intervenção interdisciplinar sobre os fatores de risco cardiovascular em crianças com sobrepeso. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde e Biológicas) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Qualificações de Mestrado
1.
GURJAO, A. L. D.; SOUSA, M. S. C.; SOUZA, M. F.. Participação em banca de José Hildemar Teles Gadelha. Efeito da velocidade de movimento na recuperação neuromuscular no exercício leg press. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

2.
SOUZA, M. F.; GURJAO, A. L. D.; CARVALHO, F. O.; PEREIRA, G. E.. Participação em banca de Juliane Barroso Leal. Efeito do consumo regular de suco de uva integral associado ao exercício físico em idosos hipertensos. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Saúde e Biológicas) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
CARDOSO, C. C.; PINA, FÁBIO; SOUZA, MARIANA F.. Participação em banca de Fernanda do Santos Neri. Perfil do risco cardiovascular de mulheres adultas triadas para um programa de exercício físico.. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde da Mulher) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
CARDOSO, C. C.; SOUZA, MARIANA F.; PINA, F.L.C.. Participação em banca de Beatriz Simões Galera. Efeito do treinamento físico associado a uma abordagem multiprofissional nas respostas da pressão arterial de mulheres com HDL baixo e alto.. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde da Mulher) - Universidade Estadual de Londrina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MORAES, J. F. V. N.; CARVALHO, F. O.; SOUZA, M. F.. Participação em banca de Yuwan Takeo Hasegawa.Fatores sociodemográficos no e nível de atividade física em escolares pernambucanos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

2.
PINA, F.L.C.; CANDIDO, C. R. C.; SOUZA, MARIANA F.. Participação em banca de Andressa de Andrade.Ginástica rítmica: efeito do treinamento na aptidão física relacionado à saúde.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

3.
CANDIDO, C. R. C.; SOUZA, M.F.; OLIVEIRA, R. R.. Participação em banca de Rúbia Cristina Cavalcanti e Valdinei Breganholi.Associação entre o estilo de vida de adolescentes e a percepção de seus responsáveis.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

4.
PINA, FÁBIO; DIB, M. M.; SOUZA, M.F.. Participação em banca de Roger da Silva.Conhecimento sobre o conteúdo de nutrição em profissionais de Educação Física inseridos no ambiente escolar.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

5.
SOUZA, M.F.; GALDINO, J. C. R.; OLIVEIRA, R. R.. Participação em banca de Paulo H. de C. Salamanca e Welton Carlos Bregagnoli.Comparação dos níveis de flexibilidade e força entre idosas participantes e não participantes de um programa de atividade física.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SOUZA, M. F.; GURJAO, A. L. D.; DANTAS, E. M.. Seleção pública simplificada na área de Biologia Celular, Bioquímica e Fisiologia do Exercício. 2016. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Outras participações
1.
SOUZA, M. F.; NASCIMENTO JUNIOR, J. R. A.; MILLEN NETO, A. R.. Processo seletivo de tutores do curso de formação pedagógica em Educação Física. 2017. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

2.
SOUZA, M. F.; NASCIMENTO JUNIOR, J. R. A.; MILLEN NETO, A. R.. Processo seletivo de tutores do curso de graduação em Licenciatura em Educação Física à Distância. 2017. Universidade Federal do Vale do São Francisco.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde. 2018. (Simpósio).

2.
XI Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde. 2017. (Congresso).

3.
UTFORSK Seminar in Exercise Physiology. 2015. (Seminário).

4.
V Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco. Associação entre maturidade somática, aptidão cardiorrespiratória e adiposidade central em adolescentes. 2015. (Congresso).

5.
Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde.Prevalência de síndrome metabólica e associação com aptidão cardiorrespiratória em escolares de Londrina- PR. 2014. (Simpósio).

6.
V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. Comparação de dois diferentes modelos de treinamento com pesos sobre a hidratação intracelular e a massa livre de gordura em idosas treinadas.. 2014. (Congresso).

7.
XXVIII Pediatric Work Physiology.Association between somatic maturity, physical activity and blood pressure in adolescents. 2013. (Encontro).

8.
IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. Relação entre excesso de peso, satisfação corporal e percepção de saúde em adolescentes. 2012. (Congresso).

9.
XX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão. Associação combinada e isolada da atividade física habitual e da circunferência de cintura com a pressão arterial em adolescentes. 2012. (Congresso).

10.
34° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.Associação entre indicadores de adiposidade corporal e pressão arterial em adolescentes de alto nível socioeconomico. 2011. (Simpósio).

11.
XX Encontro Anual de Iniciação Científica.Prevalência de pressão arterial elevada e fatores associados em adolescentes de alto nível socioeconômico. In: Encontro Anual de Iniciação Científic. 2011. (Encontro).

12.
33° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte. 2010. (Simpósio).

13.
III Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes carentes a partir do índice de massa corporal. 2010. (Congresso).

14.
XIX Encontro Anual de Iniciação Científica.Efeito de 16 semanas de treinamento com pesos sobre a flexibilidade em homens adultos. 2010. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SOUZA, M. F.. VI Congresso de Educação Física do Vale do São Francisco. 2017. (Congresso).

2.
SOUZA, M. F.. VI Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. 2016. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Paulo Ricardo Pereira dos Santos. Efeito do Treinamento de Força na Capacidade Funcional e Quedas em Idosos. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco. (Orientador).

2.
Andrya Karolyne Santos Vieira. Efeito do Treinamento de Força em Parâmetros de Equilíbrio e Marcha em Idosos. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pós-Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
José Mário de Souza Júnior. Efeito do Treinamento de Força no Equilíbrio em Idosos. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco. (Orientador).

2.
Amanda Samara da Silva. Comparação das Respostas Afetivas e Percepção Subjetiva de Esforço em Diferentes Workout Of The Day (Wod) no Crossfit®. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco. (Orientador).

3.
Nilmar de Assis Barros. Associação da força de membros inferiores com a capacidade de caminhada em idosos. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco. (Orientador).

4.
Indira dos Santos Silva. Avaliação da capacidade funcional e nível de atividade física em pacientes portadores de hanseníase. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Igor Rafael Andrade Campos. Efeito do treinamento de força na força muscular de membros inferiores e incidência de quedas em idosos. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Lucas Gabriel Magalhães Gonçalves. Efeito do treinamento de força na capacidade funcional e incidência de quedas em idosos. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco. (Orientador).

3.
Yuwan Takeo Hasegawa. Efeito do treinamento de força na função cognitiva e incidência de quedas em idosos. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Educação Física) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Paulo H. de C. Salamanca e Welton Carlos Bregagnoli. Comparação dos níveis de flexibilidade e força entre idosas participantes e não participantes de um programa de atividade física.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco. Orientador: Mariana Ferreira de Souza.



Outras informações relevantes


Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Metabolismo, Nutrição e Exercício (GEPEMENE/UEL).
Grupo de Estudo em Atividade Física e Exercício (GEPAFE/UEL)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/01/2019 às 20:30:35