Patrícia Alexandra Gonçalves

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3204675947442647
  • Última atualização do currículo em 06/08/2018


Graduei-me em Letras - Português / Italiano pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1998), onde, em 1999, fiz especialização em tradução de língua italiana. De 2000 a 2003, fiz meu mestrado em Letras (Língua e Literatura Italianas) pela Universidade de São Paulo, defendendo dissertação sobre a função das personagens femininas na obra Orlando Furioso, de Ludovico Ariosto. Doutorei-me em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense, com tese sobre Florbela Espanca e Sibilla Aleramo. Atualmente sou professora adjunta na Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. Minha área de atuação é a de Letras, com ênfase em Língua, Literatura, Cultura e História italianas, mas me agrada também trabalhar com literatura comparada, o que faço sempre que for pertinente nas aulas de literatura italiana. Interesso-me, sobretudo, pela literatura contemporânea sem, contudo, me afastar dos clássicos, os quais considero fundamentais para um melhor entendimento da cultura italiana. Interesso-me também por assuntos relacionados a formação docente, visto que, lecionando em universidades, eu preparo futuros professores. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Patrícia Alexandra Gonçalves
Nome em citações bibliográficas
GONÇALVES, P. A.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Centro de Educação e Humanidades, Instituto de Letras.
Rua São Francisco Xavier - 524 - 11º andar
Maracanã
20550013 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 23340245
URL da Homepage: www.institutodeletras.uerj.br


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Literatura Comparada.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Da narrativa da vida à vida da narrativa: questões de escrita e autoria em Florbela Espanca e Sibilla Aleramo., Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Maria Lúcia Wiltshire de Oliveira.
2000 - 2003
Mestrado em Letras (Língua e Literatura Italiana).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: O Amor, labirinto feminino no Orlando Furioso,Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Vilma de Katinszky Barreto de Souza.
1999 - 2000
Especialização em Tradução de Língua Italiana. (Carga Horária: 360h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Aspetti fonologici della poesia.
Orientador: Maria Franca Zuccarello.
1994 - 1998
Graduação em Letras: Português-Italiano.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: A Religião e o Pecado em Amor de perdição e em O crime do Padre Amaro.
Orientador: Cláudia Cappello Montillo.




Formação Complementar


2017 - 2017
Aggiornamento per Insegnanti di Lingua e Cultura Italiana all'Estero. (Carga horária: 36h).
Scuola Edulingua, EDU, Itália.
2016 - 2016
Aggiornamento per Insegnanti di Lingua e Cultura Italiana all'Estero. (Carga horária: 37h).
Scuola Edulingua, EDU, Itália.
2015 - 2015
LA VALUTAZIONE LINGUISTICA: UNA RIFLESSIONE SULLE. (Carga horária: 4h).
Università per Stranieri di Siena, UNISTRASI, Itália.
2013 - 2013
FORMAZIONE TUTORI ICoN. (Carga horária: 12h).
Italian Culture on the Net, ICON, Itália.
2013 - 2013
Lessicografia dell'italiano. (Carga horária: 2h).
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
2013 - 2013
La 3ª pers. detta di cortesia attraverso i secoli. (Carga horária: 2013h).
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
2013 - 2013
La lingua della Divina Commedia. (Carga horária: 2h).
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
2012 - 2012
Per una didattica a 360°.. (Carga horária: 6h).
Istituto Italiano di Cultura - Rio de Janeiro, IIC-RIO, Brasil.
2011 - 2011
O moodle como ferramenta de trabalho e coleta. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2010 - 2010
Excursão com o Cérbero. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2009 - 2009
Extensão universitária em As escritas do Eu: De Machado de Assis aos Blogs. (Carga horária: 32h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2009 - 2009
Extensão universitária em Roma Aeterna: Decadência ou Novos Caminhos?. (Carga horária: 84h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2009 - 2009
Discurso, Estrutura e História. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2009 - 2009
Variação linguística e ensino: do uso à norma.... (Carga horária: 15h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2009 - 2009
Introdução ao Galego. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2006 - 2006
Bilinguismo e contato linguístico. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2006 - 2006
Análise do discurso: Antes e depois do 11/09. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
1996 - 1996
Oficina de leitura a linguagem nossa de cada dia.. (Carga horária: 12h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Bolsista de inic. à docência, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsa de iniciação à docência em língua italiana.

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Bolsista de inic. científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista no projeto: Figurações do Mesmo e do Outro: Representações de Alteridade Étnica e de Gênero na Literatura Ocidental.

Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Bolsista de monitoria, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista de monitoria de língua italiana

Atividades

04/2018 - Atual
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura Italiana 2
Literatura Italiana 2
Literatura Italiana 4
Língua Italiana 6
Língua Italiana 8
04/2018 - Atual
Ensino, Tradução de Língua Italiana, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Introdução à Tradução Técnica e Terminologia
08/2017 - 03/2018
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura italiana 1
especificidades do ensino de língua italiana
Língua italiana 1
Língua italiana 3
08/2017 - 03/2018
Ensino, Língua Italiana Tradução, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Tradução Técnica e Introdução à terminologia
04/2017 - 07/2017
Ensino, Letras - Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Italiana Instrumental para o curso de Direito 2
Língua Italiana 2
Língua Italiana 4
03/2017 - 07/2017
Ensino, Língua Italiana Tradução, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Metodologia de Tradução 2
08/2016 - 12/2016
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos estudos teóricos-práticos do ensino do italiano
Língua Italiana instrumental para o curso de Direito 1
Língua Italiana 1
´Língua Italiana 3
Literatura Aplicada ao Ensino de Italiano
08/2016 - 12/2016
Ensino, Língua Italiana Tradução, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Tradução Técnica
08/2015 - 01/2016
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua italiana instrumental 2
Língua italiana 2
Língua italiana 4
Língua italiana 6
Literatura italiana 4
Tópicos especiais em literatura
08/2015 - 01/2016
Ensino, Língua Italiana Tradução, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Tradução de textos não literários
03/2015 - 07/2015
Ensino, Letras - Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura italiana II
Literatura Italiana II
Literatura Italiana IV
03/2015 - 07/2015
Ensino, Língua Italiana Tradução, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Tradução Técnica e Introdução à Terminologia
09/2014 - 01/2015
Ensino, Letras - Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura Italiana I
Literatura aplicada ao ensino de Língua Italiana
Literatura Italiana I
Literatura Italiana III
Pesquisa e prática de ensino
09/2014 - 01/2015
Ensino, Língua Italiana Tradução, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Tradução
03/1999 - 12/1999
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua italiana III
Língua italiana instrumental para o curso de letras
Língua italiana instrumental para o curso de direito

Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Auxiliar, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: professor auxiliar, Carga horária: 20

Atividades

03/2011 - 05/2015
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Italiana VII
Língua italiana VIII
Linguística Aplicada ao ensino de Língua Italiana
Literatura Italiana II
Matrizes da Literatura Italiana II
09/2008 - 09/2010
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua italiana I
Língua italiana II
Língua italiana III
Lingüística aplicada ao ensino de italiano
Literatura italiana II
Matrizes da Literatura I
Prática de ensino de língua italiana
Tradução
10/2002 - 10/2004
Ensino, Letras: Português-Italiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia de ensino de língua italiana
Prática de ensino de língua italiana
Língua italiana VIII - dialetologia
Língua italiana V
Língua italiana IV
Língua italiana II
Matrizes da literatura italiana II
Matrizes da literatura italiana I

Istituto Italiano di Cultura - Rio de Janeiro, IIC-RIO, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 3



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Para que tudo permaneça como está, é necessário que tudo mude: desafios femininos no século XXI
Descrição: O titulo deste trabalho remete a uma frase de um personagem de O Leopardo, de Tommaso di Lampedusa, que procurava explicar ao tio as razões pelas quais se unira ao exército de Garibaldi, durante o processo de unificação italiana. Sua frase explicava que, se a aristocracia desejasse se manter no poder, ela deveria se unir aos revolucionários, pois a unificação italiana era um fato que aconteceria inevitavelmente e certamente teria como vencedores aqueles a quem Garibaldi servia. Resistir a ela, portanto, significaria ficar fora da esfera de poder que se formaria após a unificação, o que se confirmou, tanto na ficção, quanto na realidade. O patriarcado resistiu o quanto pôde por décadas às tentativas de empoderamento feminino, mas foi ao absorver as mulheres em sua ideologia e ao dar-lhes migalhas de igualdade que o patriarcado realizou seu golpe mais certeiro: após décadas de debates e lutas, a mulher continua recebendo salários inferiores sempre que legalmente possível, restando um mínimo de igualdade no setor público, o que não significa dizer que o setor público seja uma área livre de assédio moral e/ou sexual. Além disso, a mulher continua sem uma relação de igualdade em seus lares, acabando por assumir, na maioria dos seios familiares, além das novas responsabilidades na carreira, a manutenção da ordem doméstica e, a depender da bancada evangélica no Congresso Nacional, a mulher verá ainda mais reduzidos seus direitos e autonomia sobre o próprio corpo. A realidade tem se demonstrado tão surrealista que não conseguimos nos decidir se nos surpreende ou não encontrar uma fala de Simone de Beauvoir, que poderia ter sido enunciada por qualquer militante feminista nos dias de hoje: ?Cabe observar, ademais, que a sociedade tão encarniçada na defesa dos direitos do embrião se desinteressa da criança a partir do nascimento?(BEAUVOIR, 1967, p. 249.).A mulher branca que pertence à elite tem mais acesso a benefícios, muitas vezes optando sem aparente arrependimento ou sofrimento ao modelo imposto, a mulher pobre branca tem limitações, mas as suas limitações não chegam aos extremos a que chegam as limitações para uma mulher negra. Nem mesmo a Universidade é um ambiente livre de machismo, vide o caso do professor que humilhou e expulsou de sala uma aluna por ela ter levado a filha pequena com ela para a aula. Naturalmente, a criança deveria estar em uma creche ou em casa, com o pai ou outro parente, no entanto, não sendo isso possível, e não sendo uma aula num necrotério, por exemplo, não deveria ser um professor uma figura de intolerância e violência. Como qualquer instituição de ensino, a universidade deve ser um espaço de acolhimento. Tendo em vista esse cenário e esses atores, pretendemos realizar entrevistas com alunas da UERJ de diversas graduações para avaliar como se dão as relações de poder e gênero no ambiente acadêmico e tentar traçar um quadro do comportamento masculino na esfera institucional, recordando, porém, que o machismo, como tudo no mundo, não é homogêneo, manifestando-se, então, de maneiras diferentes em ambientes diferentes. O machismo presente numa graduação em Letras será diferente daquele presente numa graduação em Direito, o qual, por sua vez, será diferente do machismo num curso de Engenharia..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Patrícia Alexandra Gonçalves - Coordenador / Karen de Oliveira Miranda - Integrante.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Licom/PLA
Descrição: Com o objetivo de oferecer ao público acadêmico uma modalidade de curso que não é oferecida em nenhum curso livre, o curso de italiano para fins acadêmicos se propõe a trabalhar as quatro habilidades de base (fala, escrita, leitura e compreensão oral) para o seu uso em atividades acadêmicas, oferecendo aos alunos a oportunidade de desenvolver pesquisas e apresentar trabalhos em instituições italianófonas com mais segurança e, ao mesmo tempo, ampliando a contribuição brasileira nos estudos italianos dentro e fora do Brasil..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Quem conta um conto melhora um pouco: contando histórias como estratégia para o desenvolvimento da oralidade em língua estrangeira.
Descrição: O maior desafio de quem ensina língua estrangeira é conseguir guiar o aluno à oralidade. Quando pequenos, a aquisição de nossa primeira língua se dá por meio da imersão: ao ouvirmos nossas mães e familiares, vamos aprendendo como a língua materna é, quais suas regularidades, suas características e, até mesmo, seus vícios. Esse contexto não se repete quando o aluno estuda uma língua estrangeira em seu próprio país e a resposta aos estímulos recebidos varia de aluno para aluno. Além disso, ao contrário da língua materna, que tem a oralidade como meta inicial, nossos estudantes fazem o caminho contrário, estudando primeiro a gramática, numa prática frequentemente voltada para a escrita. Como resultado disso, há algum tempo, observamos que nossos alunos não desenvolvem em modo equivalente todas as habilidades necessárias a uma fluência mais profunda no idioma estudado: em geral, a parte de conhecimento gramatical é aquela cujo domínio se atinge mais rapidamente, pois trata-se de um conjunto de ações que levam à sua memorização e o seu uso escrito é feito com pausas, revisões que são radicalmente diferentes, muitas vezes impossíveis, na produção oral. Para acrescentar um fator complicador a mais é o filtro afetivo que, no caso de uma criança, ainda é bastante baixo e, por isso, o medo de errar praticamente não existe, o que facilita a produção oral. Num adulto, parcela do público que atendemos, preconceitos somam-se a um elevado filtro, levando-os a associar a pronúncia incorreta a pouca inteligência, pequenos erros viram verdadeiros icebergs, muitas vezes, ignorando que somos todos mais ou menos equivalentes no intelecto, o que nos diferencia é o estimulo recebido, tanto na quantidade quanto na qualidade. Com essa equação, não é surpresa que adultos levem muito mais tempo para desenvolver suas habilidades orais. Ao não desenvolverem adequadamente suas habilidades orais, ficam também prejudicadas as habilidades sociais envolvidas no uso de uma língua estrangeira, a possibilidade de conhecer novas culturas e expandir o próprio horizonte. Este projeto, com a ajuda de um bolsista para trabalhar a interpretação de textos, se propõe a auxiliar os alunos a superarem mais facilmente os problemas da produção oral através de uma metodologia lúdica, usando o ato de contar histórias como instrumento para aperfeiçoar a pronúncia, enriquecer o vocabulário e superar a timidez durante o uso da língua estrangeira..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Laboratório interdisciplinar de estudos renascentistas
Descrição: Tema de 2018: Mulheres no Renascimento O estudo do Renascimento que desejamos realizar com este projeto é a semente para o estudo de outros momentos importantes para a formação da Cultura italiana. Os temas que se incluem sob a sombra de nosso tema central, que dá título ao projeto, abrem caminho para mais tarde estudarmos, por exemplo, a solução para a crise da língua que Alessandro Manzoni propôs no século XIX. Ao mesmo tempo, podemos, num segundo momento, retornar às origens do momento de ouro de Florença, no Humanismo. O Renascimento pode ser pensado como um oásis em meio ao violento processo de dominação que a Itália sofreu por séculos, iniciado após a queda do Império Romano Ocidental e encerrado somente no século XIX. Na academia italiana, a periodização do Renascimento vai, entre os mais otimistas, de 1454 ao Concílio de Trento, que dura entre 1545 a 1563, e, entre os pessimistas, entre 1454 e 1492, por ocasião da morte de Lorenzo, o Magnífico. Esse período, entretanto, é apenas o amadurecimento de um processo cujas raízes se encontram no Humanismo, já pré-anunciado em Francesco Petrarca, considerado o pai da lírica ocidental. Desejamos, em nosso projeto, estudar algumas personalidades que brilharam nesse período tão importante na História italiana para, com base nesse estudo, desenvolver algumas ações culturais como minicursos, saraus, debates etc. para aproximar nossos alunos de personalidades como Leonardo da Vinci, passados dois anos, mudamos o foco de nossa pesquisa para as questões femininas no Renascimento. A mulher, sobretudo a pertencente à nobreza, ainda permanecia subjugada ao poder masculino, o casamento infantil era comum entre a nobreza, nunca porque dois jovens se apaixonaram, mas porque era necessário unir forças e as meninas frequentemente acabavam casadas com homens mais velhos, alguns muito cruéis, pelo simples fato de serem vistas como moeda de troca. Ao buscarmos personagens para estudar, verificamos alguns nomes como Lucrezia Borgia, Beatrice Lascari Tenda, Isabella d?Este, Bianca Maria Visconti, Caterina de? Medici, Vittoria Colonna. Preferimos, entretanto, deixar o tema de 2018 em aberto para desenvolver uma visão mais abrangente da situação feminina na côrte renascentista, que nos permita fazer ponte com a situação feminina no Brasil contemporâneo..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2015 - 2017
LICOM/PLIC - Língua Italiana Módulo I
Descrição: Curso de língua italiana voltado para a comunidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Patrícia Alexandra Gonçalves - Coordenador / Felipe Andrade - Integrante / Rafael Ercole Carvalho Mannarino - Integrante / Ana Maria Claro - Integrante / Paula Travassos - Integrante / Priscila Acioly - Integrante / Juliana Musetti - Integrante.
2015 - Atual
Cose Nostre - Jornal Bilingüe do Italiano da UERJ
Descrição: Jornal Bilingüe do curso de Letras, habilitação em português/italiano, da UERJ..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Patrícia Alexandra Gonçalves - Coordenador / Gisele Teixeira - Integrante.
2012 - 2015
Programa de Universalização em Língua Estrangeira- PULE
Descrição: O PULE é uma iniciativa da Diretoria de Relações Internacionais da UFF em parceria com a Pro Reitoria de Assuntos Estudantis e Instituto de Letras e tem como objetivo maior o ensino de línguas estrangeiras aos alunos da Universidade, com prioridade aos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Atualmente acumulo os cargos de Coordenadora Pedagógica de Língua Italiana e Coordenadora Acadêmica do projeto..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (24) .
Integrantes: Patrícia Alexandra Gonçalves - Integrante / Kátia Modesto Valério - Integrante / Maria Elizabeth Chaves de Mello - Integrante / Mônica Maria Guimarães Savedra - Integrante / Xoán Carlos Lagares Diez - Integrante / Livia Maria de Freitas Reis Teixeira - Coordenador.


Outros Projetos


2012 - 2013
Diálogos Cruzados: a conversação na prática universitária.
Descrição: Lecionando em universidades há sete anos, venho observando que, frente aos desafios de formar um tradutor ou professor de língua italiana em cinco anos, apesar dos esforços bem intencionados dos docentes, a oralidade não se desenvolve tão bem quanto gostaríamos. A fala, no entanto, é fundamental para a realização de qualquer tarefa de cunho social. O presente projeto visa à minimização desse fato por meio da pesquisa de estratégias e materiais com os quais tentaremos compor um material didático que permita introduzir de forma mais efetiva a prática conversacional em sala de aula desde os primeiros níveis.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Estrangeiras Modernas/Especialidade: Língua Italiana.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Estrangeiras Modernas/Especialidade: Cultura Italiana.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Estrangeiras Modernas/Especialidade: Literatura Italiana.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Aplicada/Especialidade: Lingüística aplicada ao ensino de língua italiana.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Didática.
6.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Didática/Especialidade: Prática de ensino de língua italiana.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Lê Bem.
Espanhol
Compreende BemLê Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Galego
Compreende BemLê Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
AREAS, A. M. (Org.) ; Feres, Opázia C. (Org.) ; GONÇALVES, P. A. (Org.) . O PARAQUEDAS DE DA VINCI E OUTRAS INVENÇÕES DO RENASCIMENTO. 1. ed. Rio de Janeiro: Oficina da Leitura, 2018. 92p .

Capítulos de livros publicados
1.
AREAS, A. M. ; BELIZARIO, E. S. ; GONÇALVES, P. A. . Leonardo da Vinci, um discepolo della sperientia. In: Alcebiades Arêas, Opazia Féres, Patrícia Gonçalves. (Org.). O Paraquedas de da Vinci e outras invenções do Renascimento. 1ed.: , 2018, v. , p. 30-37.

2.
GONÇALVES, P. A.. Entre o amor e o maldizer: o lobo no imaginário italiano. In: Elda Firmo Braga (UERJ); Evely Vânia Libanori (UEM); Rita de Cássia Miranda Diogo (UERJ). (Org.). Representação animal: diálogos e reflexões literárias. 1ed.Rio de Janeiro: Oficina da Leitura, 2015, v. , p. 168-184.

3.
GONÇALVES, P. A.. De babel a pandora: crise, cultura e identidade no multilinguismo italiano. In: XÓAN LAGARES & MARCOS BAGNO. (Org.). POLÍTICAS DA NORMA E CONFLITOS LINGUÍSTICOS. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, v. , p. 153-167.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
GONÇALVES, P. A.. L'Internet, la scatola di pandora. Mosaico italiano, p. 13 - 13, 01 dez. 2004.

2.
GONÇALVES, P. A.. L'arte della guerra. Mosaico italiano, p. 07 - 07, 01 mar. 2003.

3.
GONÇALVES, P. A.. Histórias ítalo-brasileiras. Comunicando.

4.
GONÇALVES, P. A.. A literatura pelos olhos de Botticelli. comunicando.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
GONÇALVES, P. A.. PATCHWORK À ITALIANA: UMA LITERATURA FEITA DE RETALHOS. In: XV Encontro Abralic, 2017, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos do XV encontro ABRALIC. Rio de janeiro: Dialogarts publicações, 2017. v. 1. p. 5861-5867.

2.
GONÇALVES, P. A.. VIAJANDO COM DANTE E VASCO DA GAMA: UM PERCURSO LUSO-ITALIANO PELO BEM E PELO MAL. In: VII SEMINÁRIO DAS LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA / III SEMINÁRIO LITERATURA, GUERRA E PAZ. Em torno da violência: palavra, corpo e imagem., 2011, Niterói. VIAJANDO COM DANTE E VASCO DA GAMA: UM PERCURSO LUSO-ITALIANO PELO BEM E PELO MAL. Niterói: Léo Christiano Editorial, 2010. v. 1.

Outras produções bibliográficas
1.
AREAS, A. M. ; Feres, Opázia C. ; GONÇALVES, P. A. . O paraquedas de Da Vinci. Rio de Janeiro: Oficina da Leitura, 2018 (Conselho Editorial).

2.
RICCI, D. ; SILVA, F. M. ; APA, L. ; VILELA, A. L. ; RITA, A. ; GONÇALVES, P. A. . Repensar o Feminino em Contexto Lusófono e Italiano. Lisboa: CLEPUL, 2017 (Conselho Editorial).

3.
Cagnolati, A. ; ROSA, C. ; TRAPANI, G. ; APA, L. ; DAL FARRA, M. L. ; SOBREIRA, M. ; GONÇALVES, P. A. ; CASTAGNA, V. . Feminino plural: literatura, língua e linguagem nos contextos italiano e lusófono. Lisboa: Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, Fac. de Letras da Universidade de Lisboa, 2016 (Conselho Editorial).

4.
GONÇALVES, P. A.. O homem e o herói em Ariosto 2009 (Caderno de resumos).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
GONÇALVES, P. A.. Parecerista ad hoc do Caderno de Letras da UFF. 2013.

2.
GONÇALVES, P. A.. Parecerista ad hoc do Caderno de Letras da UFF. 2013.

Trabalhos técnicos
Redes sociais, websites e blogs
1.
GONÇALVES, P. A.; Victoria B. C. Silva . Cose Nostre - Youtube. 2017. (Rede social).

2.
GONÇALVES, P. A.; Victoria B. C. Silva . Cose Nostre - jornal bilíngue do italiano da UERJ. 2016. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica
1.
GONÇALVES, P. A.. 1º workshop di didattica per l?italiano LS. Insegnare e ridere: perché no?. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
GONÇALVES, P. A.. III Jornada Internacional em Estudos de Gênero. O Feminino no contexto Italiano e em Língua Portuguesa. 2016. (Comissão científica).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Qualificações de Mestrado
1.
SAMYN, H. M.; GONÇALVES, P. A.. Participação em banca de Iasmin Rocha da Luz Araruna de Oliveira. A maçã que todos querem comer: erotismo e transgressão na poesia de Gilka Machado e Florbela Espanca. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Feres, Opázia C.; Khede, Raphael S.; GONÇALVES, P. A.. Participação em banca de GERUSA VIEIRA DOS SANTOS TARANTO KIENEN.A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL NO CONTO ?JOÃO E MARIA? DOS IRMÃOS GRIMM.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
GONÇALVES, P. A.; AREAS, A. M.; BELIZARIO, E. S.. Professor substituto de língua italiana. 2015. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Outras participações
1.
GONÇALVES, P. A.; LIMA, M. C.. Processo seletivo de pós-graduação stricto sensu. 2017.

2.
AREAS, A. M.; GONÇALVES, P. A.; LIMA, M. C.. Monitoria de Língua Italiana. 2017. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
GONÇALVES, P. A.; Carneiro, D. P. B. Processo seletivo de pós-graduação stricto sensu. 2016. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
AREAS, A. M.; BELIZARIO, E. S.; GONÇALVES, P. A.. Bolsa de monitoria de Língua Italiana. 2016. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
AREAS, A. M.; GONÇALVES, P. A.. Processo seletivo de pós-graduação stricto sensu. 2015. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

6.
Feres, Opázia C.; GONÇALVES, P. A.; Bonomini, Guido A.. Bolsa de Monitoria de Língua Italiana. 2014. Universidade Federal Fluminense.

7.
Feres, Opázia C.; GONÇALVES, P. A.; Bonomini, Guido A.. Bolsa de monitoria em língua italiana. 2012. Universidade Federal Fluminense.

8.
GONÇALVES, P. A.. XV Semana de Monitoria da Universidade Federal Fluminense. 2012. Universidade Federal Fluminense.

9.
Feres, Opázia C.; Bonomini, Guido A.; GONÇALVES, P. A.. Bolsa de monitoria de língua italiana. 2011. Universidade Federal Fluminense.

10.
BORGES, A. I.; SILVA, R. F.; GONÇALVES, P. A.. XIV Semana de Monitoria da Universidade Federal Fluminense. 2011. Universidade Federal Fluminense.

11.
Feres, Opázia C.; Bonomini, Guido A.; GONÇALVES, P. A.. Bolsa de monitoria de língua italiana. 2010. Universidade Federal Fluminense.

12.
Bonomini, Guido A.; Feres, Opázia C.; GONÇALVES, P. A.. Bolsa de monitoria de Literatura italiana. 2010. Universidade Federal Fluminense.

13.
Bonomini, Guido A.; Feres, Opázia C.; GONÇALVES, P. A.. Bolsa de monitoria de Literatura italiana. 2010. Universidade Federal Fluminense.

14.
Feres, Opázia C.; Bonomini, Guido A.; GONÇALVES, P. A.. Bolsa de monitoria de Língua italiana. 2009. Universidade Federal Fluminense.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
UERJ SEM MUROS.Quem conta um conto melhora um pouco: contando histórias como estratégia para o desenvolvimento da oralidade em língua estrangeira.. 2016. (Outra).

2.
UERJ SEM MUROS.Cose Nostre. 2016. (Outra).

3.
UERJ SEM MUROS.Laboratório interdisciplinar de estudos renascentistas. 2016. (Outra).

4.
XV ABRALIC: experiências literárias, textualidades contemporâneaseas.Patchwork à italiana: uma literatura feita de retalhos. 2016. (Simpósio).

5.
 AATI  International  Conference. Cose  nostre:   molto  lontano  dalla  mafia,  una  nuova  esperienza  di  tuffo  nella cultura. 2015. (Congresso).

6.
Occhi sulle città.Il museo della Banca Monti dei Paschi di Siena: tra economia e storia. 2015. (Outra).

7.
UERJ SEM MUROS.Cose Nostre - uma nova edição. 2015. (Outra).

8.
UERJ SEM MUROS.LICOM/PLIC. 2015. (Outra).

9.
IV SAPPIL - UFF: Seminário dos Alunos dos Programas de Pós-Graduação do Instituto de Letras.TRANSGRESSÃO E LITERATURA DE UMA MULHER: UM PERCURSO PELA OBRA DE SIBILLA ALERAMO.. 2013. (Seminário).

10.
XI CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRAPT E V CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRADUTORES.Traduzir é o verdadeiro modo de ler um texto. 2013. (Simpósio).

11.
XV CONGRESSO DA ABPI. Diario di una donna: Un percorso politico culturale attraverso il diario di Sibilla Aleramo.. 2013. (Congresso).

12.
XV CONGRESSO DA ABPI. 2013. (Congresso).

13.
IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE LETRAS NEOLATINAS.O Problema do Ensino de Literatura à Sainte-Beuve: Questões na Formação do Leitor.. 2011. (Simpósio).

14.
VII SEMINÁRIO DAS LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA / III SEMINÁRIO LITERATURA, GUERRA E PAZ. Em torno da violência: palavra, corpo e imagem..VIAJANDO COM DANTE E VASCO DA GAMA: UM PERCURSO LUSO-ITALIANO PELO BEM E PELO MAL. 2010. (Seminário).

15.
II Colóquio de Estudos Celtas e Germânicos: Oralidade e Literatura. 2009. (Outra).

16.
I Simpósio de Pós-graduação Lato Sensu em Letras.O herói e o homem em Ariosto. 2009. (Simpósio).

17.
Dante La Divina Commedia: dall'Inferno al Paradiso. 2007. (Outra).

18.
Gírias e palavrões em Dicionário Escolar: prós e contras. 2007. (Outra).

19.
I Colóquio Internacional de Lexicografia Pedagógica. 2007. (Outra).

20.
I Seminário Integrado em Pesquisa Lingüística. 2007. (Seminário).

21.
Machiavelli Umanista. 2007. (Outra).

22.
A teoria da língua em ato: análise de um corpus de italiano, francês, espanhol e português euroupeu. 2006. (Outra).

23.
Aspectos da arquitetura e das esculturas das missões do RS. 2001. (Outra).

24.
I Simpósio de Estudos Itálicos. 2001. (Simpósio).

25.
Congresso Internacional Brasil - 500 anos de língua portuguesa. 1999. (Congresso).

26.
3º Fórum de estudos lingüísticos. 1998. (Outra).

27.
7ª Semana de iniciação científica.As representações da itália e dos italianos na literatura brasileira do modernismo e pós-modernismo. 1998. (Outra).

28.
I Seminário de Filologias Românica & Clássica. 1997. (Seminário).

29.
Seminário de pesquisa Maka na Sanzala. 1997. (Seminário).

30.
UERJ SEM MUROS.O processo de unificação da Itália. 1996. (Outra).

31.
UERJ SEM MUROS.A primavera divina em Botticelli. 1995. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
GONÇALVES, P. A.; QUIRICO, T. ; AZEVEDO, E. . A atualidade de Leonardo da Vinci. 2017. (Outro).

2.
GONÇALVES, P. A.; ROCHA, J. C. C. ; MICHELLI, R. ; SANTOS, A. C. ; SOARES, M. V. N. ; KRESTCHMER, J. ; MELLO, M. E. C. . XV Congresso Internacional da ABRALIC. 2017. (Congresso).

3.
MONTAURY, A. ; SANTOS, A. C. ; NUNEZ, C. F. P. ; SIMOES, D. ; GONZALEZ, E. C. P. ; COELHO, F. A. ; GARCIA, F. ; ROCHA, J. C. C. ; KRESTCHMER, J. ; SOARES, M. V. N. ; MELLO, M. E. C. ; SOUZA, N. A. ; LIMA, N. ; GONÇALVES, P. A. ; MICHELLI, R. . XV encontro ABRALIC. 2016. (Congresso).

4.
GONÇALVES, P. A.; PALUMBO, D. ; MARINO, M. . Occhi sulle città. 2015. (Outro).

5.
SANTOS, A. C. ; IMPELLIZIERI, C. H. ; BRAGA, E. F. ; LIBANORI, E. V. ; JERONIMO, J. B. ; PAIXAO, L. N. ; CARVALHO, M. P. ; PAULA, R. C. ; DIOGO, R. C. M. ; MOUTA, S. V. T. ; LIMA, T. A. R. ; ANTUNES, V. C. ; GONÇALVES, P. A. . I Seminário sobre representação animal na literatura. 2015. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Orientações de outra natureza
1.
Gisele Teixeira. Cose Nostre - Jornal Bilingüe do Italiano da UERJ. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. cetreina - uerj. (Orientador).

2.
Deisielly Figueredo Guedes. Laboratório interdisciplinar de estudos renascentistas. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. UERJ DEPEXT. (Orientador).

3.
Franciani Costa da Silva. Quem conta um conto melhora um pouco: contando histórias como estratégia para o desenvolvimento da oralidade em língua estrangeira.. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. UERJ DEPEXT. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Orientações de outra natureza
1.
Marseile Lopes da Costa. Cose Nostre - Jornal bilíngue do italiano da UERJ. 2017. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, cetreina - uerj. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

2.
Victoria Barros de Carvalho Silva. Cose Nostre - Jornal bilíngue do italiano da UERJ. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, cetreina - uerj. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

3.
Ana Maria Claro. LICOM/PLIC - Língua para a comunidade. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Noel Rosa. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

4.
Priscilla Acioly. LICOM/PLIC - Língua para a comunidade. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Noel Rosa. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

5.
PAULA TRAVASSOS DE ANDRADE. LICOM/PLIC - Língua para a comunidade. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, cetreina - uerj. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

6.
Michelle Cardoso de Sá. Cose Nostre - Jornal Bilingüe do Italiano da UERJ. 2015. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, cetreina - uerj. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

7.
Victoria Barros de Carvalho Silva. LICOM/PLIC - Língua Italiana Módulo I. 2015. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, cetreina - uerj. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

8.
Laura de Aguiar Pacheco. LICOM/PLIC - Língua Italiana Módulo I. 2015. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, cetreina - uerj. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

9.
Marcelo Vicente Molinaro. LICOM/PLIC - Língua Italiana Módulo I. 2015. Orientação de outra natureza - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Noel Rosa. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

10.
Felipe Veras Andrade. LICOM/PLIC - Língua Italiana Módulo I. 2015. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Noel Rosa. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

11.
Rafael Ercole Carvalho Mannarino. LICOM/PLIC - Língua Italiana Módulo I. 2015. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, cetreina - uerj. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

12.
Nandson Camelo Ribeiro. LICOM/PLIC - Língua Italiana Módulo I. 2015. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Noel Rosa. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

13.
Dayane Da Silva Pacheco Santos. PULE - Programa de Universalização em Línguas Estrangeiras. 2014. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

14.
Cecília Maculan Adum. PULE - Programa de Universalização em Línguas Estrangeiras. 2014. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

15.
Monique Vaz. PULE - Programa de Universalização em Línguas Estrangeiras. 2014. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

16.
Aline Marques. PULE - Programa de Universalização em Línguas Estrangeiras. 2013. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

17.
Isabelle Martins. PULE - Programa de Universalização em Línguas Estrangeiras. 2013. Orientação de outra natureza. (Letras - Grego) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

18.
Giuliana Ciambarella. PULE - Programa de Universalização em Línguas Estrangeiras. 2013. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

19.
JANAINA TAINA ALVES DA SILVA. Programa de Universalização em Língua Estrangeira- PULE. 2013. Orientação de outra natureza. (Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

20.
RAPHAELA RODRIGUES ANDRE JOAO. Programa de Universalização em Língua Estrangeira- PULE. 2013. Orientação de outra natureza. (Letras - Francês) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

21.
KAREN SILVA SANTOS CONCEICAO. Programa de Universalização em Língua Estrangeira- PULE. 2013. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

22.
VILENA DE SOUZA DA SILVA. Programa de Universalização em Língua Estrangeira- PULE. 2013. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

23.
ADILSON MARRON PASSOS JUNIOR. Programa de Universalização em Língua Estrangeira- PULE. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

24.
Fabio de Oliveira Martins. PULE - Programa de Universalização em Língua Estrangeira. 2012. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

25.
Wagner Valentim de Alão. PULE - Programa de Universalização em Língua Estrangeira. 2012. Orientação de outra natureza. (Letras: Português-Italiano) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.

26.
Adriana Russo. PULE - Programa de Universalização em Línguas Estrangeiras. 2012. Orientação de outra natureza. (Letras - Italiano) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense. Orientador: Patrícia Alexandra Gonçalves.



Outras informações relevantes


Aprovação em Concursos Públicos:
2003: Universidade Federal Fluminense - UFF 3º lugar; Universidade de Campinas - Unicamp 3º lugar; Ensino médio e fundamental do Estado do Paraná 6º lugar;
2010: Universidade Federal Fluminense - UFF 1º lugar.

Seleção para substitutos:
1999: UERJ;
2002: UFF;
2008: UFF



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 18:10:56