Daniel Strum

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0790053349816616
  • Última atualização do currículo em 07/11/2018


É professor e pesquisador do Departamento de História da Universidade de São Paulo, na área de Brasil Colônia. Foi pesquisador visitante na Universidade de Yale e pós-doutorando na Universidade de Stanford. É mestre e doutor em história pela Universidade Hebraica em Jerusalém e graduado em economia pela Universidade de São Paulo. Pesquisa os instrumentos, estratégias e mecanismos ? oficiais e informais ? que promoviam a integração e expansão dos mercados no comércio transatlântico no período colonial e os condicionamentos tecnológicos, políticos, sociais, legais e religiosos a que estava sujeito. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Daniel Strum
Nome em citações bibliográficas
STRUM, D.


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2009
Doutorado em História Judaica.
Universidade Hebraica de Jerusalém, HUJI, Israel.
Título: ?The Portuguese Jews and New Christians in the Sugar Trade: Managing Business Overseas ? Kinship and Ethnicity Revisited (Amsterdam, Porto and Brazil, 1595?1618)?, Ano de obtenção: 2009.
Orientador: Yosef Kaplan.
Bolsista do(a): Reitoria da Universidade Hebraica de Jerusalém, HUJI, Israel.
1997 - 2000
Mestrado em História Judaica.
Universidade Hebraica de Jerusalém, HUJI, Israel.
Título: "Princípios da Economia Política Judaica: As Reflexões Políticas de Isaac de Pinto",Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Yosef Kaplan.
Bolsista do(a): Instituto de Estudos Judaicos da Universidade Hebraica de Jerusalem, HUJI, Israel.
1993 interrompida
Graduação interrompida em 1995 em Direito.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Ano de interrupção: 1995
1990 - 1995
Graduação em Economia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: "O Sistema Normativo Judaico e o Papel dos Judeus na Economia da Alta Idade Média ? 500 a 1200".
Orientador: Henrique Rattner.


Pós-doutorado


2012
Pós-Doutorado.
Yale University, YALE, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Hanadiv Fellowship, HANADIV, Israel.
Grande área: Ciências Humanas
2011 - 2012
Pós-Doutorado.
Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Hanadiv Fellowship, HANADIV, Israel.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


1999 - 1999
Course for Training Jerusalem Studies Educators. (Carga horária: 132h).
Rachel Yanait Ben-Zvi Center for Jerusalem Studies, YANAIT, Israel.
1998 - 1998
Curso para Docentes em História do Holocausto. (Carga horária: 64h).
Escola Internacional para Estudos sobre o Holocausto (Yad vaShem), YADVASHEM, Israel.
1997 - 1997
Course for Training Docents and Facilitators at th. (Carga horária: 80h).
Museum of the Jewish Diaspora - Beth Hatefutsot, BETH HATEFUTSOT, Israel.
1996 - 1996
The World of the Bible and the Ancient Near East. (Carga horária: 28h).
Bible Lands Museum, BIBLELANDS, Israel.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2014 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Brasil Colonial II
História do Brasil Colonial I
História Econômica I
09/2013 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Comissão de Internacionalização do Programa de Pós-Graduação em História Econômica.
08/2013 - 12/2015
Ensino, História Econômica, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
O açúcar e a organização do comércio moderno
Os fundamentos institucionais da expansão comercial moderna

Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visiting Scholar


Prêmio Clarival do Prado Valladares, PCPV, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador e Autor do Projeto, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
O projeto foi vencedor do Prêmio Clarival do Prado Valladares, financiado pela Organização Odebrecht, em 2010. O projeto foi desenvolvido nos Países Baixos, em Portugal e no Brasil, contando com uma equipe de 8 pesquisadores (1 nos Países Baixos, 3 em Portugal e 4 no Brasil), além do coordenador.


Universidade Hebraica de Jerusalém, HUJI, Israel.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4
Outras informações
Curso lecionado: ?Judeus e Cristãos Novos nas Culturas de Portugal e do Brasil nas Idades Média e Moderna?, ministrado em hebraico, semestral, com carga de 56 horas, para alunos da pós-graduação e do final da graduação


Instituto Camões, IC, Portugal.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 4
Outras informações
Docente do Instituto Camões ao abrigo do protocolo de cooperação com a Universidade Hebraica de Jerusalém.


Escola Internacional para Estudos sobre o Holocausto (Yad vaShem), YADVASHEM, Israel.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Contrato Individual, Enquadramento Funcional: Desenvolvimento de programas pedagógicos, Carga horária: 24
Outras informações
Desenvolvimento de programas pedagógicos em história do Holocausto

Vínculo institucional

1998 - 2001
Vínculo: Contrato Individual, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8


Instituto para Jovens Líderes do Exterior, MACHON, Israel.
Vínculo institucional

1998 - 2001
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 6
Outras informações
Professor de história judaica.


Bible Lands Museum, BIBLELANDS, Israel.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Contrato Individual, Enquadramento Funcional: Docente


Museum of the Jewish Diaspora - Beth Hatefutsot, BETH HATEFUTSOT, Israel.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Contrato Individual, Enquadramento Funcional: Docente


Rachel Yanait Ben-Zvi Center for Jerusalem Studies, YANAIT, Israel.
Vínculo institucional

1999 - 2001
Vínculo: Contrato Individual, Enquadramento Funcional: Docente


The Jewish Legal Heritage Society, JLHS, Israel.
Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 8
Outras informações
Projeto sobre as resoluções das mais diferentes comunidades judaicas no mundo ao longo da história sobre o luxo e ostentação. Coube-me transcrever e rever as resoluções da maioria das comunidades judaico-portuguesas nos séculos XVII e XVIII: Amsterdã, Recife, Nova Iorque, Hamburgo, Livorno, Túnis etc.



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Governing Trade in the Early Modern Atlantic
Descrição: This project analyzes the mechanisms that promoted honesty and diligence in overseas agency relations, and supported the expansion of the early modern sugar trade linking Iberia, Brazil and the Netherlands. Traditional historiography explains governance of long-distance and transnational trade within unidimensional institutional realities. My project instead focuses on the coevolution and interplay of multiple mechanisms (institutions): the legal system, market reputation mechanism and social control. Studying how imperial authorities, local elites, multiethnic mercantile communities and diasporas contributed to this development allows me to explore its social, economic, political and cultural aspects..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
The Spatial History Project
Descrição: Colaborador no Projeto de História Espacial que se descreve como: "Our projects operate outside of normal historical practice in five ways: they are collaborative, use visualization, depend on the use of computers, are open-ended, and have a conceptual focus on space. Our lab structure and culture is specifically designed to support the iterative nature of the spatial history research process where new questions and opportunities for further exploration frequently arise. We promote creative thinking and problem solving on the technical, conceptual, and intellectual challenges ? from applying existing technology in new ways to developing custom tools and solutions. Our process begins by outlining initial research goals and objectives, and gathering and digitizing relevant data from archives, libraries, and organizations. We organize our data in geospatial databases to better facilitate the integration of spatial and nonspatial data, and then use visual analysis to help identify patterns and anomalies. Many of our visualizations are experimental and only a few eventually become final products. We embrace visualization as a way not simply to illustrate conclusions, but a means of doing research.".
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
O Comércio do Açúcar
Descrição: Vencedor do Prêmio Clarival do Prado Valladares, financiado pela Organização Odebrecht, em 2010, o projeto foi desenvolvido nos Países Baixos, em Portugal e no Brasil. Contou uma equipe de 8 pesquisadores (1 nos Países Baixos, 3 em Portugal e 4 no Brasil), além do autor e coordenador. Juntamente com produção do livro de mesmo título, o projeto envolveu pesquisa arquivística, bibliográfica e iconográfica sobre temas correlatos ao comércio do açúcar em mais de uma centena de instituições nos Países Baixos, Portugal, Espanha, Reino Unido, Bélgica e outra dezena de países..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (2) .
Integrantes: Daniel Strum - Coordenador / Ana Margarida Santos Pereira - Integrante / Lodewijk Hulsman - Integrante / Helena Margarida Barros Rodrigues - Integrante / João Tiago dos Santos Costa - Integrante / Victor Bertocchi Ferreira - Integrante / Barbara Carolina Dias - Integrante / Bruno Dias - Integrante / Rosângela Dias - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1
2001 - 2009
The Portuguese Jews and New Christians in the Sugar Trade: Managing Business Overseas ? Kinship and Ethnicity Revisited (Amsterdam, Porto and Brazil, 1595?1618)
Descrição: Projeto de doutorado.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1998 - 2000
Princípios da Economia Política Judaica: "As Reflexões Políticas" de Isaac de Pinto
Descrição: Projeto de mestrado.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Outros Projetos


2017 - 2017
PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DE GRADUAÇÃO (PEEG)
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Daniel Strum - Coordenador / Ana Carolina Warigoda Guedes - Integrante.
2017 - 2017
Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE)
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Daniel Strum - Coordenador / Andé Luiz Lanza - Integrante.
2015 - 2015
PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DE GRADUAÇÃO (PEEG)
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Daniel Strum - Coordenador / João Paulo Martins Faria - Integrante.
2014 - 2014
PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DE GRADUAÇÃO (PEEG)
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Daniel Strum - Coordenador / - João Marcos Copertino Pereira - Integrante / Rubens Baldini Neto - Integrante.
2014 - 2014
PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DE GRADUAÇÃO (PEEG)
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Daniel Strum - Coordenador / Livia Maria Orsati Clara - Integrante.


Revisor de periódico


2011 - 2012
Periódico: Revista da Faculdade de Letras. Série de História


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Teoria Econômica/Especialidade: História Econômica.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Nova Economia Institucional.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: História do Pensamento Econômico.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: História Judaica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Hebraico
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Holandês
Lê Razoavelmente.
Alemão
Lê Pouco.
Latim
Lê Pouco.


Prêmios e títulos


2006
The Balaban-Glass Prize for Researchers in Jewish Studies, The Balaban-Glass Fund for Research in Jewish Studies.
2005
The Gerstenfeld Prize for Researchers in Dutch Jewry, Center for Research on Dutch Jewry, Hebrew University of Jerusalem.
2003
Grant for Research in Sephardic Culture, World Federation of Sephardic Communities.
2002
The Frankenhuis Grant for Researchers in Dutch Jewry, Center for Research on Dutch Jewry, Hebrew University of Jerusalem.
2000
The Balaban-Glass Prize for Researchers in Jewish Studies, The Balaban-Glass Fund for Research in Jewish Studies.
2000
The Gerstenfeld Prize for Researchers in Dutch Jewry, Center for Research on Dutch Jewry, Hebrew University of Jerusalem.
1999
Prize for Researchers in Economics and Jewish Studies, The Yeruham Goldman Fund, Hebrew University of Jerusalem.
1999
The Stern Fund Award for the Outstanding Students, The Jewish Studies Institute, Hebrew University of Jerusalem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
STRUM, D.2017STRUM, D.. Mecanismos de governança no comércio do açúcar: Brasil, Portugal e Países Baixos (1595-1618). Revista Internacional em Lingua Portuguesa, v. 28/29, p. 135-170, 2017.

2.
1STRUM, D.2013 STRUM, D.. RESILIÊNCIA DA DIÁSPORA E EXPANSÃO DO MERCADO DE AGENTES ULTRAMARINO NO COMÉRCIO ATLÂNTICO MODERNO: OS AGENTES DOS MERCADORES JUDEUS E CRISTÃOS-NOVOS NA ROTA DO AÇÚCAR. Anais de História de Além-Mar, v. 14, p. 145-176, 2013.

3.
2STRUM, D.2009 STRUM, D.. A Colméia e o Enxame: Manuel Severim de Faria, Isaac de Pinto e o Pensamento sobre a População em Língua Portuguesa. Revista Portuguesa de Filosofia, v. 65, p. 463-502, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
STRUM, D.. The Sugar Trade Brazil, Portugal, and the Netherlands, 1595-1630. 1. ed. Stanford: Stanford University Press, 2013. v. 1. 568p .

2.
STRUM, D.. O comércio do açúcar : Brasil, Portugal e Países Baixos (1595-1630). 1. ed. Rio de Janeiro: Versal, 2012. v. 1.

Capítulos de livros publicados
1.
STRUM, D.. A lucratividade do comércio açucareiro, e sua composição na década de 1620. Ramificações Ultramarinas: Sociedades Comerciais no Âmbito do Atlântico Luso Século XVIII. 1ed.Rio de Janeiro: Mauad Editora, 2017, v. , p. 25-50.

2.
STRUM, D.. 'Comércio'. In: Elvira Mea; Esther Mucznik; Lúcia L. Mucznik; José Alberto Tavim. (Org.). Dicionário do Judaísmo Português. 1ed.Lisboa: Editorial Presença, 2009, v. , p. 155-162.

3.
STRUM, D.. "Tributos". In: Elvira Mea; Esther Mucznik; Lúcia L. Mucznik; José Alberto Tavim. (Org.). Dicionário do Judaísmo Português. Lisboa: Editorial Presença, 2009, v. , p. 533-534.

4.
STRUM, D.. "Companhia das Índias Orientais". In: Elvira Mea; Esther Mucznik; Lúcia L. Mucznik; José Alberto Tavim. (Org.). Dicionário do Judaísmo Português. Lisboa: Editorial Presença, 2009, v. , p. 164-167.

5.
STRUM, D.. "Companhia Geral do Comércio do Brasil". In: Elvira Mea; Esther Mucznik; Lúcia L. Mucznik; José Alberto Tavim. (Org.). Dicionário do Judaísmo Português. Lisboa: Editorial Presença, 2009, v. , p. 163-164.

6.
STRUM, D.. "Heitor Mendes Bravo". In: Elvira Mea; Esther Mucznik; Lúcia L. Mucznik; José Alberto Tavim. (Org.). Dicionário do Judaísmo Português. Lisboa: Editorial Presença, 2009, v. , p. 124-125.

7.
STRUM, D.. "Rendeiros". In: Elvira Mea; Esther Mucznik; Lúcia L. Mucznik; José Alberto Tavim. (Org.). Dicionário do Judaísmo Português. Lisboa: Editorial Presença, 2009, v. , p. 455-460.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
STRUM, D.. Use of litigation in trade related cases by and among Jews and conversos in the late sixteenth and early seventeenth century Brazil, Portugal and Netherlands. In: On the Word of a Jew: Oaths, Testimonies , and the Nature of Trust, 2014, Oxford. On the Word of a Jew: Oaths, Testimonies , and the Nature of Trust, 2014.

2.
STRUM, D.. La Mala Sangre: daily violence within the Western Sephardic Diaspora. In: EARLY MODERN WORKSHOP: volume 10, 2013, College Park. Jews and Violence in the Early Modern Period, 2013. v. 10.

3.
STRUM, D.. Revisiting the Role of Kinship and Ethnicity in Early Modern Trade: Portuguese Jews and New Christians in the Sugar Trade. In: World Economic History Congress, 2009, Utrecht. World Economic History Congress 2009, Uploaded Papers, 2009.

4.
STRUM, D.. Demography and Scientific Policy Making in the Mid Eighteenth Century Sephardic Community of Amsterdam: Isaac de Pinto?s ?Political Reflections?. In: 13th World Congress of Jewish Studies, 2001, Jerusalém. Lekket, 2001.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
STRUM, D.. Parentesco e etnicidade no comércio do açúcar. In: III Seminário de História do Açúcar: produção, trabalho e estrutura fundiária, 2010, São Paulo. III Seminário de História do Açúcar: produção, trabalho e estrutura fundiária, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
STRUM, D.. Entre Embargos e a Inquisição: cristãos novos e 'flamengos' na rota do açúcar brasileiro. In: Simpósio Nacional de História, 2011, São Paulo. Atas do XXVI Simpósio Nacional de História, 2011.

2.
STRUM, D.. Os Cristãos Novos e Judeus Portugueses no Comércio do Açúcar: Repensando as Redes Familiares e Étnicas. In: XXV Simpósio Nacional de História, 2009, Fortaleza. Caderno de Resumos do XXV Simpósio Nacional de História, 2009.

Artigos aceitos para publicação
1.
STRUM, D.. Institutional choice in the governance of the early Atlantic sugar trade: diasporas, markets and courts. ECONOMIC HISTORY REVIEW, 2019.

Apresentações de Trabalho
1.
STRUM, D.. Commercial Litigation within the Sephardic-Converso Diaspora: Brazil, Portugal, and the Netherlands. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
STRUM, D.. Litigation as a designed second-order contract enforcement mechanism: cases involving Portuguese Jews and conversos in the sixteenth and early seventeenth century Brazil, Portugal and Netherlands. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
STRUM, D.. Absconding and chasing across the Western Sephardic diaspora. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
STRUM, D.. O sistema jurídico na governança mercantil, sécs. XVI e XVII. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
STRUM, D.. Securing Trust in the Early Modern Atlantic Trade: Brazil, Portugal and the Netherlands, 1595?1618. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
STRUM, D.. The coevolution of various mechanisms governing the expansion of commercial agency relations: Jews and Conversos along the sugar route revisited (Brazil, Portugal and the Netherlands, 1595?1618) II. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
STRUM, D.. Governing the early expansion of the Atlantic trade: Brazil, Portugal and the Netherlands, 1595?1618. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
STRUM, D.. Managing Risk and Fortune in Commercial Relations: Brazil, Portugal and the Netherlands (1595?1618). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
STRUM, D.. A lucratividade do comércio açucareiro, e sua composição na década de 1620. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
STRUM, D.. The Brazilian Sugar in the Formation of the Early Modern Atlantic World. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
STRUM, D.. The coevolution of various mechanisms governing the expansion of commercial agency relations: Jews and Conversos along the sugar route revisited (Brazil, Portugal and the Netherlands, 1595?1618). 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
STRUM, D.. Use of litigation in trade related cases by and among Jews and conversos in the late sixteenth and early seventeenth century Brazil, Portugal and Netherlands. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
STRUM, D.. Redes mercantis, confiança e identidade étnica na Idade Moderna: o açúcar e os mercadores de origem judaica em Portugal, Brasil e Países Baixos [em Hebraico]. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
STRUM, D.. Da diáspora ao mercado livre: o significado das relações de afinidade no comércio moderno [em Hebraico]. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
STRUM, D.. A lucratividade no comércio açucareiro na segunda década do XVII. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
STRUM, D.. A lucratividade no comércio açucareiro na segunda década do XVII. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
STRUM, D.. La Mala Sangre: daily violence within the Western Sephardic Diaspora. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

18.
STRUM, D.. Netherlandish Insurers and Ibero-Jewish Policyholders: Reviewing the Information Asymmetry Problem in Business Relationships Beyond Religious and Ethnic Affiliations. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

19.
STRUM, D.. Netherlandish Insurers and Ibero-Jewish Policyholders: Reviewing the Information Asymmetry Problem in Business Relationships Beyond Religious and Ethnic Affiliations [versão 2]. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
STRUM, D.. Marketplaces, Rulers and Diasporas Governing Early Modern Trade: Jews and Conversos along the sugar route revisited (Brazil, Portugal and the Netherlands, 1595-1618). 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
STRUM, D.. The Trading Milieux and the Affinity Groups in the Early-Modern Sugar Trade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

22.
STRUM, D.. Entre os Embargos e a Inquisição: Cristãos-Novos e ?Framenguos? na Rota do Açúcar. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
STRUM, D.. A Inquisição, os cristãos-novos e os flamengos na rota do açúcar. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
STRUM, D.. Jews and Flemish in the Brazilian Sugar Trade: between rivalry and cooperation. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
STRUM, D.. Quando os judeus eram judeus: a comunidade tradicional da Diáspora entre Maomé e Napoleão. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
STRUM, D.. Jews, New Christians and Flemish in the Sugar Route: Rivalry, Cooperation and Complementarity. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

27.
STRUM, D.. Entre oceanos: as relações mercantis no espaço hispânico moderno. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
STRUM, D.. As fontes inquisitoriais e o fenômeno do cripto-judaísmo em Portugal. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

29.
STRUM, D.. Parentesco e etnicidade no comércio do açúcar. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

30.
STRUM, D.. Os Cristãos Novos e Judeus Portugueses no Comércio do Açúcar: ‎Repensando as Redes Familiares e Étnicas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
STRUM, D.. Revisiting the Role of Kinship and Ethnicity in Early Modern Trade: Portuguese Jews and New Christians in the Sugar Trade. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
STRUM, D.. 'Between Pride and Shame': Becoming Jewish in the First Decade of the Amsterdam Jewish Community. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

33.
STRUM, D.. Portuguese Jews and New Christians in the Sugar Trade. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

34.
STRUM, D.. Negócios Duvidosos: estratégias para proteção dos bens frente à Inquisição. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

35.
STRUM, D.. Between Porto and Amsterdam, trade in the shadow of the inquisition at the beginning of the 17th century. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
STRUM, D.. Los mercaderes cristianos nuevos y judíos portugueses, y sus mecanismos de protección a sus bienes. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

37.
STRUM, D.. A Diáspora dos Judeus e Cristãos-Novos Portugueses. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

38.
STRUM, D.. Tipologias da Cartografia da Terra Santa. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

39.
STRUM, D.. Demography and Scientific Policy Making in the Mid Eighteenth Century Sephardic Community of Amsterdam: Isaac de Pinto?s ?Political Reflections'. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
STRUM, D.. Isaac de Pinto?s ?Political Reflections? and the Beginning of the Jewish Political Economy. Jerusalem: The Zalman Shazar Center Press, 2017 (Capítulo aceito para publicação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
STRUM, D.. Documentário DOP/Açúcar. 2017.

2.
STRUM, D.. POLÍTICA DE AQUISIÇÃO, DESENVOLVIMENTO E DESCARTE DE ACERVO do Centro de Documentação de Memória do Museu Judaico de São Paulo. 2016.

3.
STRUM, D.. Polacas. 2016.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
STRUM, D.. A Vida Judaica na Polônia no Pré-Guerra. 2001. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material Didático).

2.
STRUM, D.. "Patriotismo na 'Haskalá' (Iluminismo Judaico)". 1999. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
STRUM, D.. "O Confronto com o Cristianismo". 1999. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
RICUPERO, R. M.; STRUM, D.; SOARES, L. J.. Participação em banca de Ronaldo Capel. O Governo de Bernardo José de Lorena na Capitania de São Paulo: aspectos políticos e econômicos (1788-1797). 2015. Dissertação (Mestrado em História Econômica) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
RICUPERO, R. M.; STRUM, D.; MONTSERRATH, P.. Participação em banca de Idelma Aparecida Ferreira Novais. A MESA DE INSPEÇÃO DA BAHIA 1751-1808: administração, fiscalização e contrabando. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em História Econômica) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
RICUPERO, R. M.; KANTOR, I.; STRUM, D.. Participação em banca de Leandro Napoleão Caetano de Oliveira. ?Diccionario Commercial? de Alberto Jacqueri de Sales. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História Econômica) - Universidade de São Paulo.

2.
STRUM, D.; MONTSERRATH, P.; RICUPERO, R. M.. Participação em banca de MARCELO LUNARDI DO CARMO. D. PEDRO II E AS REFORMAS ADMINISTRATIVAS NO BRASIL COLÔNIA. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História Econômica) - Universidade de São Paulo.

3.
STRUM, D.; MENZ, M.; LOPES, G. A.. Participação em banca de FELIPE SOUZA MELO. O transporte de mercadorias entre Pernambuco e Portugal: quantificação, hierarquias e grupos mercantis no Atlântico Português (1755-1807). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História Econômica) - Universidade de São Paulo.

4.
STRUM, D.; BACELLAR, C. A. P.; RICUPERO, R. M.. Participação em banca de Fernando Neves Garcia. Perspectivas sobre a instalação da economia açucareira no Brasil Colonial (1540 ? 1580).. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História Econômica) - Universidade de São Paulo.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Exploring Entangled Histories: Britain and Europe in the Age of the Thirty Years? War, c.1590-1650s. 2018. (Simpósio).

2.
Brazil Lecture Series.The Brazilian Sugar in the Formation of the Early Modern Atlantic World. 2015. (Outra).

3.
XVIIth World Economic History Congress. The coevolution of various mechanisms governing the expansion of commercial agency relations: Jews and Conversos along the sugar route revisited (Brazil, Portugal and the Netherlands, 1595?1618). 2015. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
STRUM, D.; LARA, Y. G. . Workshop on the Institutional Foundations of Long-distance Trade: Diversity and Change. 2016. (Congresso).

2.
STRUM, D.. Empire Revisited: Portugal and its world. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Julio Cesar Giarola. A Governança da Companhia de Comercio de Pernambuco e Paraíba. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História Econômica) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

2.
Raphael Lisboa de Azevêdo. A trajetória de Dom Tomás José de Melo: administração e política em Pernambuco na segunda metade do século XVIII. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

3.
Elissa Hadassa Pereira. Estratégias de acumulação em perspectiva comparada: o caso dos cristãos novos (Rio de Janeiro 1650-1770). Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História Econômica) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

4.
MARCELO LUNARDI DO CARMO. D. PEDRO II E AS REFORMAS ADMINISTRATIVAS NO BRASIL COLÔNIA. Início: 2015. Dissertação (Mestrado em História Econômica) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Vitor Nunes de Aquino Dias. A cana-de-açúcar e a degradação do solo: a movimentação da produção açucareira por conta do desgaste do solo no Brasil Colonial (Séculos XVI-XVII). Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de São Paulo, Programa Unificado de Bolsas. (Orientador).

2.
Willian de Almeida. Perspectivas de pesquisa em História Atlântica com base em fontes notariais. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de São Paulo, Programa Unificado de Bolsas. (Orientador).

3.
Gabriel Yukio. Perspectivas de pesquisa em História Atlântica com base em fontes notariais. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de São Paulo, Programa Unificado de Bolsas. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Lucas Cabral Zanoni. Levantamento de fontes e obras bibliográficas sobre o sistema de tax-farming no Brasil Colonial (Séculos XVI-XVIII). 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de São Paulo, Programa Unificado de Bolsas. Orientador: Daniel Strum.

2.
Flávio Magalhães Piotto Santos. Levantamento de fontes e obras bibliográficas dos engenhos da capitania da Bahia (séculos XVI e XVII). 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de São Paulo. Orientador: Daniel Strum.

Orientações de outra natureza
1.
Michael Rom. Entre democracia e ditadura: identidade, política e cultura judaica no Brasil, 1945-1995. 2014. Orientação de outra natureza. (História) - Yale University. Orientador: Daniel Strum.



Outras informações relevantes


Bolsas de Pesquisa Obtidas no Exterior
2004-2008	Bolsa de pesquisa, Fundação para a Ciência e a Tecnologia (Portugal).
2006-2007	Bolsa de pesquisa, Memorial Foundation for Jewish Culture (E.U.A.).
2002-2005	Bolsa do reitor para os doutorandos mais destacados da universidade, Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel).	
2003		Bolsa de pesquisa em cultura portuguesa, Instituto Camões, (Portugal, 2003).	
1999-2003	Bolsa de pesquisa em história econômica judaica, Fundo Kurt Grünwald, Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel).
1998-2001	Bolsa de pesquisa para os mestrandos e doutorandos mais destacados do Instituto de Estudos Judaicos, Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/11/2018 às 20:19:26