Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3121910484743207
  • Última atualização do currículo em 03/07/2018


Possui graduação em História (Licenciatura) e mestrado em História e Culturas Políticas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente, está cursando o doutorado no Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo (USP). Fez intercâmbio acadêmico na University of Leeds, Reino Unido (2011). É membro, desde 2009, do grupo de pesquisas "História Política, Culturas Políticas na História" e, desde 2012, do grupo de pesquisas "Dimensões culturais e políticas do exílio latino-americano". Possui experiência na área de História do Brasil República e na área de História da América Latina no século XX, concentrando seus estudos nos seguintes temas: ditaduras militares, política universitária, universidades, autoritarismo, memória e esquerdas latino-americanas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes
Nome em citações bibliográficas
FERNANDES, L. A. V.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.
Av Antonio Carlos, 6627
Pampulha
31270-901 - Belo Horizonte, MG - Brasil
Telefone: (031) 34095000


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em História Social.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: REFUNDAR A NAÇÃO POR MEIO DA EDUCAÇÃO: A DITADURA MILITAR CHILENA E AS UNIVERSIDADES (1973-1990),
Orientador: FRANCISCO CARLOS PALOMANES MARTINHO.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: ditadura; Chile; Universidade; Educação.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
2013 - 2016
Mestrado em História.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Professores universitários na mira das ditaduras: A repressão contra os docentes da UFMG (Brasil, 1964-1969) e da UTE (Chile, 1973-1981) no contexto das reformas do ensino superior,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Rodrigo Patto Sá Motta.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil.
Palavras-chave: ditadura; militares; professores; Universidade; Brasil; Chile.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América / Especialidade: História Latino-Americana.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil República.
2012 interrompida
Graduação interrompida em 2012 em História.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: SUSPEITAS SOBRE A UFMG: A ATUAÇÃO DOS PROFESSORES CASSADOS NO GOVERNO COSTA E SILVA SOB A ÓTICA DO DOPS.
Orientador: Rodrigo Patto Sá Motta.
Ano de interrupção: 2012
2007 - 2011
Graduação em História.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
com período sanduíche em University of Leeds (Orientador: Rodrigo Patto Sá Motta).
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - PAE. (Carga horária: 8h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2013 - 2013
Treinamento de uso do portal de periódicos da cape.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2012 - 2012
Intelectuales y política.. (Carga horária: 6h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2011 - 2011
Intercâmbio acadêmico em História. (Carga horária: 180h).
University of Leeds, LEEDS, Inglaterra.


Atuação Profissional



Editora Bernoulli, EB, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Redator de História, Carga horária: 30
Outras informações
Trabalha como crítico e revisor de conteúdo de material didático (livros, apostilas e simulados) da Editora Bernoulli


Instituto Cultural Inhotim, ICI, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Mediador, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Foi educador do Instituto Cultural Inhotim, atuando como mediador na área de Arte e Educação. Desenvolveu atividades de mediação em português, inglês e espanhol, além de criação e organização de projetos artístico-culturais vinculados ao mesmo Instituto.


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de mestrado FAPEMIG, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista de mestrado pela FAPEMIG.

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor de Estágio Docente, Carga horária: 2
Outras informações
Professor de estágio docente. Ministrou a disciplina 'Chile sob Pinochet: repressão política e movimentos de resistência na ditadura chilena.'

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Monitoria de Graduação, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Foi monitor da disciplina de América I, sob orientação da Profª Drª Cristina Isabel Abreu Campolina de Sá, pelo Programa de Bolsas PMG (Programa de Monitoria de Graduação).

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Iniciação científica no projeto de pesquisa "Modernização Conservadora: o Impacto do Regime Militar nas Universidades", sob a orientação do prof. dr. Rodrigo Patto Sá Motta, o Departamento de História da Universidade Federal de Minas Gerais.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de extensão, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuação como bolsista de extensão da UFMG, sob a orientação do Prof. Dr. Rodrigo Patto Sá Motta, do Departamento de História da Universidade Federal de Minas Gerais. O projeto consistia na organização do acervo documental da AESI/UFMG localizado na seção de Obras Raras e Especiais do Sistema de Bibliotecas da UFMG, situado no 4° andar da Biblioteca Central.

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
Foi colaborador voluntário no projeto de organização do acervo documental da AESI/UFMG.



Projetos de pesquisa


2012 - Atual
Dimensões culturais e políticas do exílio latino-americano
Descrição: O exílio sempre foi uma tradição na cultura latino-americana, afirmou certa vez o crítico uruguaio Ángel Rama. A história da América Latina tem sido, desde o século XIX, marcada pelo exílio, seja ele forçado ou voluntário, seja para países do Continente Americano ou para a Europa. Grandes figuras do século XIX ilustram essa tradição: Sarmiento, no Chile; Montalvo, na Colômbia e na França; José Martí, na América Central e EUA. No século XX, o século do exílio, continuaram a tradição Octavio Paz, Julio Cortázar, Pablo Neruda, Vargas Llosa, García Márquez, Ferreira Gullar, Guillermo Cabrera Infante e tantos outros. O exílio tem sido uma das mais importantes formas de expressão política na América Latina. A condição exílica é relevante nos estudos sócio-históricos e literários e é considerada como categoria de discussão a respeito das produções daqueles que estão, por diversas razões, fora de sua terra de origem. O grupo de pesquisa pretende contribuir para a ampliação dos estudos sobre as dimensões culturais e políticas do exílio latino-americano nos séculos XIX e XX ao investigar as ideias culturais e políticas que circulam em periódicos, narrativas literárias e biográficas criadas por intelectuais no exílio. Para tal, analisar-se-á as práticas políticas e as estratégias de intervenção intelectual motivadas pela condição exílica. O grupo congregará pesquisadores, estudantes de graduação, pós-graduação e participantes externos que se dedicam a temas relacionados ao exílio latino-americano. As pesquisas produzidas pelos membros do grupo se ampliarão sob aspectos temáticos, conceituais e de possibilidades historiográficas, explorando fontes de natureza variada (impressos, romances, biografias, petições, manifestos, correspondências) e buscando promover ampla discussão e divulgação de produção acadêmica. Promover-se-á seminários nacionais e internacionais, participação dos membros em congressos e buscar-se-á edições de textos em livros e artigos em periódicos. DIRETÓRIO D.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes - Integrante / Adriane Aparecida Vidal Costa - Coordenador.
2009 - 2010
Modernização Conservadora: o Impacto do Regime Militar nas Universidades
Descrição: O objetivo principal é analisar, de maneira abrangente, a atuação do regime militar no âmbito das Universidades. A intenção é obter compreensão adequada do impacto do regime militar sobre a comunidade acadêmica e as instituições universitárias, lançando mão do conceito de modernização conservadora para auxiliar no desvendamento de um quadro paradoxal e ambivalente, posto que a ditadura tanto reprimiu violentamente (criação das ASIs, censura, expurgos e triagem ideológica de pessoal) e buscou preservar estruturas conservadoras quanto investiu na modernização (reforma universitária, acordos MEC-USAID, criação de sistema nacional de pós-gradução, aumento de verbas para pesquisa). Além disso, investigar de que maneira a comunidade universitária e seus dirigentes (Reitores e Diretores, principalmente) reagiram às pressões e interferências das autoridades federais e dos agentes da comunidade de informações, dimensionando as diferentes formas de posicionamento frente ao autoritarismo, que variaram da resistência ativa à indiferença e até à colaboração...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes - Integrante / Rodrigo Patto Sá Motta - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
2009 - Atual
Autoritarismos e sistemas repressivos
Descrição: O objetivo é fomentar pesquisas sobre o funcionamento dos aparatos repressivos estatais, tema fundamental para a história brasileira, assim como os sistemas de idéias e valores culturais que fomentaram tais práticas. A linha contempla também a possibilidade de estudos comparativos envolvendo outros países que viveram quadros semelhantes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes - Integrante / Rodrigo Patto Sá Motta - Coordenador.
2008 - 2008
Os espiões dos Campi. Os serviços de inteligência do regime militar nos meios acadêmicos: a DSI-MEC e as AESI (1967-1985).
Descrição: As pesquisas têm como norte estudar o impacto do regime militar sobre as Universidades tanto em sua dimensão repressivo-conservadora, quanto em sua faceta modernizadora. Neste projeto o foco está dirigido ao primeiro aspecto, uma vez que as agências de segurança e informações criadas no âmbito do MEC (Divisão de Segurança e Informações) e das Universidades (Assessorias Especiais de Segurança e Informações - AESI) tiveram como propósito maior estreitar a vigilância e o controle sobre os inimigos do regime militar nos meios acadêmicos e intelectuais. O propósito é realizar pesquisas no acervo do extinto SNI, cuja documentação foi recentemente recolhida ao Arquivo Nacional (Coordenação Regional, em Brasília). Levantamento prévio feito junto aos funcionários daquela instituição revelou que existem milhares de documentos produzidos e trocados entre a DSI-MEC e as AESI universitárias. O trabalho com a documentação desses arquivos, material que só agora está disponível para os historiadores será de fundamental importância para o aprofundamento das pesquisas do autor sobre as Universidades durante o regime militar..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes - Integrante / Rodrigo Patto Sá Motta - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal de Minas Gerais - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1


Projetos de extensão


2008 - 2008
Organização do acervo da AESI
Descrição: Organização dos arquivos das extintas Assessorias Especiais de Segurança e Informação (AESI), que contém importantes documentos para a compreensão das relações entre o governo e as universidades durante o período do regime militar.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes - Integrante / Rodrigo Patto Sá Motta - Coordenador.Financiador(es): Pró-Reitoria de Extensão da UFMG - Bolsa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil República.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América/Especialidade: História Latino-Americana.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FERNANDES, L. A. V.2016 FERNANDES, L. A. V.. Os governos Jango e Allende em perspectiva comparada. Temporalidades, v. 8, p. 139-161, 2016.

2.
FERNANDES, L. A. V.2015 FERNANDES, L. A. V.. A repressão contra os professores nas universidades latino-americanas durante a ditadura: os casos da UFMG (1964-1969) e da UTE (1973-1981). Cuadernos Chilenos de Historia de la Educación, v. Ano 3, n 4, p. 86-120, 2015.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FERNANDES, L. A. V.. La Universidad se vacía: el exilio de los profesores y dirigentes de la Universidad Técnica del Estado (UTE) durante la dictadura de Pinochet. In: II Jornadas de trabajo sobre Exilios Políticos del Cono Sur en el Siglo XX. Agendas, problemas y perspectivas conceptuales., 2014, Montevidéu. Ponencias II Jornadas, 2014. Montevidéu, 2014.

2.
FERNANDES, L. A. V.. Cerceando liberdades: a AESI universitária e a ingerência do regime militar na UFMG. In: Seminário 1964 - 2014. Um olhar crítico para não esquecer., 2014, Belo Horizonte. Anais do Seminário 1964 - 2014. Um olhar crítico para não esquecer., 2014. p. 325-335.

3.
FERNANDES, L. A. V.. Repressão nas universidades latino-americanas: A atuação dos professores perseguidos na UFMG (1964-1974) e na UTE (1973-1981). In: XXVII Simpósio Nacional de História - ANPUH, 2013, Natal. Anais eletrônicos - Trabalhos Apresentados nos Simpósios Temáticos, 2013.

4.
FERNANDES, L. A. V.. Suspeitas sobre a UFMG: a atuação dos professores cassados no governo Costa e Silva. In: I Encontro de Pesquisa em História da UFMG, 2012, Belo Horizonte. Anais do I EPHIS. Belo Horizonte: UFMG, 2012. v. III. p. 254-262.

5.
FERNANDES, L. A. V.. Repressão nas universidades: o AI-5 e a UFMG. In: XVIII JORNADAS DE JÓVENES INVESTIGADORES DE AUGM, 2010, Santa Fe. Anais da XVIII JORNADAS DE JÓVENES INVESTIGADORES DE AUGM. Santa Fe, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FERNANDES, L. A. V.. Cerceando liberdades: a AESI universitária e a ingerência do regime militar na UFMG. In: Seminário 1964 - 2014. Um olhar crítico para não esquecer., 2014, Belo Horizonte. Anais do Seminário 1964 - 2014. Um olhar crítico para não esquecer., 2014.

2.
FERNANDES, L. A. V.. ¡La Universidad está acordonada! A repressão contra os professores na Universidad Técnica del Estado (UTE) durante a primeira metade da ditadura chilena de Pinochet (1973-1981). In: XI Encontro Internacional da ANPHLAC, 2014, Niterói. Anais do XI Encontro Internacional da ANPHLAC, 2014.

3.
FERNANDES, L. A. V.. La Universidad se vacía: el exilio de los profesores y dirigentes de la Universidad Técnica del Estado (UTE) durante la dictadura de Pinochet. In: II Jornadas de trabajo sobre Exilios Políticos del Cono Sur en el Siglo XX. Agendas, problemas y perspectivas conceptuales., 2014, Montevidéu. Libro de resúmenes, 2014.

4.
FERNANDES, L. A. V.. O discurso do DOPS sobre os professores cassados da UFMG pelo AI-5. In: II Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHIS, 2013, Belo Horizonte. Resumo de Comunicações do II EPHIS..

5.
FERNANDES, L. A. V.. Repressão nas universidades latino-americanas: A atuação dos professores perseguidos na UFMG (1964-1974) e na UTE (1973-1981). In: XXVII Simpósio Nacional de História - ANPUH, 2013, Natal. Caderno de Resumos, 2013.

6.
FERNANDES, L. A. V.. Universidades violadas: repressões iniciais das ditaduras brasileira e chilena na UMG(Brasil) e na UTE(Chile). In: VI Congresso Internacional de História: Democracia e Autoritarismo no Mundo Contemporâneo, 2013, Maringá. Anais 2013, 2013.

7.
FERNANDES, L. A. V.. Suspeitas sobre a UFMG: a atuação dos professores cassados no governo Costa e Silva. In: I Encontro de Pesquisa em História da UFMG, 2012, Belo Horizonte. Resumo de Comunicações do I EPHIS. Belo Horizonte: UFMG, 2012.

8.
FERNANDES, L. A. V.. Repressão nas universidades: o AI-5 e a UFMG. In: XVIII JORNADAS DE JÓVENES INVESTIGADORES DE AUGM, 2010, Santa Fe. Anais da XVIII JORNADAS DE JÓVENES INVESTIGADORES DE AUGM. Santa Fe, 2010.

Apresentações de Trabalho
1.
FERNANDES, L. A. V.. Cerceando liberdades: a AESI universitária e a ingerência do regime militar na UFMG. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
FERNANDES, L. A. V.. ¡La Universidad está acordonada! A repressão contra os professores na Universidad Técnica del Estado (UTE) durante a primeira metade da ditadura chilena de Pinochet (1973-1981). 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
FERNANDES, L. A. V.. La Universidad se vacía: el exilio de los profesores y dirigentes de la Universidad Técnica del Estado (UTE) durante la dictadura de Pinochet. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
FERNANDES, L. A. V.. O discurso do DOPS sobre os professores cassados da UFMG pelo AI-5. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
FERNANDES, L. A. V.. Repressão nas universidades latino-americanas: A atuação dos professores perseguidos na UFMG (1964-1974) e na UTE (1973-1981). 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
FERNANDES, L. A. V.. Universidades violadas: repressões iniciais das ditaduras brasileira e chilena na UMG(Brasil) e na UTE(Chile). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
FERNANDES, L. A. V.. Suspeitas sobre a UFMG: a atuação dos professores cassados no governo Costa e Silva. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
FERNANDES, L. A. V.. Repressão nas universidades: o AI-5 e a UFMG. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
FERNANDES, L. A. V.. Repressão nas universidades: o AI-5 e a UFMG. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
FERNANDES, L. A. V.; SILVA, L. M. ; RIBEIRO, M. C. . O Impacto Inicial do Golpe de 1964 na UFMG. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
FERNANDES, L. A. V.. Muñoz, Heraldo. 'La sombra del dictador: una memoria política de la vida bajo el régimen de Augusto Pinochet'. Barcelona: Ediciones Paidós, 2009. 352p.. Buenos Aires: Ariadna Tucma Revista Latinoamericana, 2014 (Resenha).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
FERNANDES, L. A. V.; SILVA, L. M. ; RIBEIRO, M. C. . Organização do acervo da AESI. 2008.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FERNANDES, L. A. V.. Acossados pelas baionetas. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
FERNANDES, L. A. V.. Por dentro da UFMG: Repressão contra os professores na UFMG e na UTE. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
FERNANDES, L. A. V.. Programa Extra-classe - 40 anos do Golpe no Chile. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
FERNANDES, L. A. V.. O peso da purpurina. 2016; Tema: Direitos Humanos; Política. (Site).

2.
FERNANDES, L. A. V.. Em caso de tentativa de golpe, puxe a alavanca do contexto. 2016; Tema: Política; História. (Site).

3.
FERNANDES, L. A. V.. O que os discursos dos deputados pró-impeachment revelam sobre a construção de nossa democracia. 2016; Tema: Política. (Site).

4.
FERNANDES, L. A. V.. Política e representatividade à la PMDB. 2016; Tema: Política. (Site).

5.
FERNANDES, L. A. V.. A não tão amarga derrota de Aécio Neves no mar de vitórias do PSDB. 2016; Tema: Política. (Site).

6.
FERNANDES, L. A. V.. Historicizar é preciso: 50 anos do AI-2 e o mito da boa ditadura. 2015; Tema: Direitos Humanos; Memória; Ditadura. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
FERNANDES, L. A. V.; SILVA, J. B. T. . Ditaduras militares no Cone Sul: entre a memória, a história e o esquecimento. 2017. (Coordenação de Simpósio Temático no VI Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHISHs).

2.
FERNANDES, L. A. V.. III Encontro de Pesquisa em História. 2014. (Coordenador).

3.
FERNANDES, L. A. V.; RODRIGUES, Carla C. ; LIMA, G. A. B. . História e culturas políticas no Brasil contemporâneo (1945 - 2013). 2013. (Coordenação de Simpósio Temático no II Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHIS).

4.
FERNANDES, L. A. V.. Modernização Conservadora: o Impacto do Regime Militar nas Universidades. 2010. (Relatório de pesquisa).

5.
FERNANDES, L. A. V.. Monitoria da disciplina de América I. 2010. (Relatório final de atividades da bolsa Monitoria concedida pelo PMG).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Novos Registros - Banco de Teses sobre BH.Professores universitários na mira das ditaduras: A repressão contra os docentes da UFMG e da UTE. 2017. (Outra).

2.
V Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHIS.Operação limpeza: a repressão inicial nas universidades brasileiras e chilenas. 2016. (Encontro).

3.
II Jornadas de trabajos sobre Exilios Politicos del Cono Sur en el Siglo XX. Agendas, problemas y perspectivas conceptuales..A Universidade se esvazia: o exílio de professores e dirigentes da Universidad Técnica del Estado (UTE) durante a ditadura de Pinochet. 2014. (Simpósio).

4.
Seminário 1964 - 2014. Um olhar crítico para não esquecer..Cerceando liberdades: a AESI universitária e a ingerência do regime militar na UFMG. 2014. (Seminário).

5.
XI ENCONTRO INTERNACIONAL DA ANPHLAC.¡La Universidad está acordonada! A repressão contra os professores na Universidad Técnica del Estado (UTE) durante a primeira metade da ditadura chilena de Pinochet (1973-1981). 2014. (Encontro).

6.
II Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHIS.O discurso do DOPS sobre os professores cassados da UFMG pelo AI-5. 2013. (Encontro).

7.
VI Congresso Internacional de História: Democracia e Autoritarismo no Mundo Contemporâneo. Universidades violadas: repressões iniciais das ditaduras brasileira e chilena na UMG(Brasil) e na UTE(Chile). 2013. (Congresso).

8.
XXVII Simpósio Nacional de História.Repressão nas universidades latino-americanas: A atuação dos professores perseguidos na UFMG (1964-1974) e na UTE (1973-1981). 2013. (Simpósio).

9.
I Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHIS.Suspeitas sobre a UFMG: a atuação dos professores cassados no governo Costa e Silva. 2012. (Encontro).

10.
Semana da União Africana e da Diáspora nas Américas (SUAD) - Heterogeneidad socio cultural y literaturas africanas. 2012. (Congresso).

11.
Seminário Internacional Ditaduras Militares em enfoque comparado: Argentina, Brasil, Chile, Uruguai. 2012. (Seminário).

12.
X Encontro Internacional da ANPHLAC. 2012. (Encontro).

13.
Construindo o Direito de Acesso aos Arquivos da Repressão: o caso do Departamento de Ordem Política e Social. 2011. (Outra).

14.
XVIII JORNADAS DE JÓVENES INVESTIGADORES DE AUGM.Repressão nas universidades: o AI-5 e a UFMG. 2010. (Encontro).

15.
XVIII Semana de Iniciação Científica da UFMG.Repressão nas universidades: o AI-5 e a UFMG. 2009. (Outra).

16.
1968 : Para Não Esquecer (Organização). 2008. (Seminário).

17.
IV Simpósio Internacional de Estudos sobre América Colonial. 2008. (Simpósio).

18.
XVII Semana de Iniciação Científica da UFMG.O Impacto Inicial do Golpe de 1964 na UFMG. 2008. (Outra).

19.
A Universidade e o Curso de História: O Pensamento Brasileiro no Século XX Sé. 2007. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MOTTA, R. P. S. ; Hermeto, Miriam ; FERNANDES, L. A. V. ; COSTA, A. A. V. ; LIMA, G. A. B. . Seminário 1964-2014. Um olhar crítico para não esquecer.. 2014. (Outro).

2.
FERNANDES, L. A. V.. III Encontro de Pesquisa em História da UFMG. 2014. (Congresso).

3.
MOTTA, R. P. S. ; Hermeto, Miriam ; FERNANDES, L. A. V. . Seminário Internacional Ditaduras Militares em enfoque comparado: Argentina, Brasil, Chile, Uruguai.. 2012. (Outro).

4.
FERNANDES, L. A. V.; MOTTA, R. P. S. . 1968: para não esquecer. 2008. (Congresso).

5.
FERNANDES, L. A. V.; PAIVA, E. F. ; DUARTE, D. A. S. . IV Simpósio Internacional de Estudos sobre América Colonial - Colonial American Studies Organization (CASO). 2008. (Outro).



Outras informações relevantes


No ano de 2011, realizou intercâmbio institucional na University of Leeds, Reino Unido. Disciplinas cursadas: "Contemporary International Politics since 1990 - II" (Department of History), "Nationalism, Colonialism and 'Religious Violence' in India, 1857-1947" (Department of History), Cities and Society (Department of Geography) e "Population, Health and Wellbeing" (Department of Geography).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/11/2018 às 8:51:18