Mariela Thim Vitorino

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8720160357892437
  • Última atualização do currículo em 05/11/2018


Possui graduação em Licenciatura/Bacharelado de Ciencias Biológicas pelo Centro Universitário Herminio Ometto de Araras (2011) e mestrado em Genética e Melhoramento pela Universidade Estadual de Maringá (2015). Atualmente é aluna de doutorado da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Genética e Biologia Molecular. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mariela Thim Vitorino
Nome em citações bibliográficas
VITORINO, M. T.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia.
AC Unicamp
Cidade Universitária
13083970 - Campinas, SP - Brasil
Telefone: (44) 33468142


Formação acadêmica/titulação


2015
Doutorado em andamento em Genética e Biologia Molecular.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: ANÁLISE DA AÇÃO DO SISTEMA LISINA DESCARBOXILASE EM UMA LINHAGEM DE ESCHERICHIA COLI PATOGÊNICA PARA AVES (APEC) CAUSADORA DE SÍNDROME DE CABEÇA INCHADA,
Orientador: Wanderley Dias da Silveira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2013 - 2015
Mestrado em Genética e Melhoramento.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Título: Avaliação de linhagens de feijão comum quanto a eficiência da fixação biológica de N com diferentes estirpes de rizóbio,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Carlos Alberto de Bastos Andrade.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2008 - 2011
Graduação em Licenciatura/Bacharelado de Ciencias Biológicas.
Centro Universitário Herminio Ometto de Araras, UNIARARAS, Brasil.
Título: Híbridos de Tangerinas: Seleção, avaliação para Mancha Marrom de Alternaria e mapeamento genético..
Orientador: Marinês Bastianel.
Bolsista do(a): Programa Universidade para Todos, PROUNI, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Legislação e procedimentos para utilização de animais de laboratório.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2011 - 2011
18º Curso de Citricultura. (Carga horária: 80h).
Instituto Agronômico de Campinas, IAC, Brasil.
2011 - 2011
V Workshop Agroenergia Materias Primas. (Carga horária: 16h).
Instituto Agronômico de Campinas, IAC, Brasil.
2011 - 2011
28 Encontro sobre temas de Genética e Melhormento. (Carga horária: 16h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de Mestrado - PGM, Regime: Dedicação exclusiva.


Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, LNLS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Treinamento Técnico - Fapesp, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Instituto Agronômico de Campinas, IAC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Estagiario, Enquadramento Funcional: Estagiario, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estagiária do laboratório de biotecnologia, na area de Biologia Molecular e Genética, com desenvolvimento de projeto de pesquisa.

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Estagio, Enquadramento Funcional: Estagiaria, Carga horária: 30
Outras informações
Orientador: Alexandre Moraes do Amaral (EMBRAPA). Estágio onde estive envolvida com técnicas de biologia molecular aplicadas ao estudo de bactérias causadoras de doenças em plantas de citros.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Estagio, Enquadramento Funcional: Estagiaria, Carga horária: 32
Outras informações
Estagio de 40 horas em laboratório, estudo da aplicação da técnica de PCR na determinação de polimorfisamo de DNA, do tipo STR, na Investigação de Paternidade.


Centro Universitário Herminio Ometto de Araras, UNIARARAS, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Estagiaria, Enquadramento Funcional: Museu de Zoologia - Manejo de animais inverte, Carga horária: 20


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Psicultura


Animal Planet Hospital Veterinario, APHV, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Estagiaria, Enquadramento Funcional: Acompanhamento em exames, cirurgias, vacinas, Carga horária: 150


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
ANÁLISE DA AÇÃO DO SISTEMA LISINA DESCARBOXILASE EM UMA LINHAGEM DE ESCHERICHIA COLI PATOGÊNICA PARA AVES (APEC) CAUSADORA DE SÍNDROME DE CABEÇA INCHADA
Descrição: Escherichia coli é um bastonete Gram negativo, não esporulado, oxidase negativo, móvel por flagelos peritríquios, ou imóvel (Moreira, 2007). Esta bactéria está presente no trato gastrintestinal de seres humanos, e de outros animais, constituindo parte da microbiota normal. Existem, porém, linhagens que também são patogênicas. Entre as linhagens patogênicas, as denominadas Escherichia coli patogênica para aves (APEC) são responsáveis por vários processos patológicos. De maneira geral, as infecções causadas por APEC são coletivamente denominadas colibacilose e representam grave ameaça econômica à produção de aves em todos os países por produzirem níveis significativos de mortalidade e morbidade. Embora, vários genes e mecanismos genéticos já tenham sido descritos como sendo responsáveis pela patogenicidade e mecanismos de virulência das linhagens APEC, muitos outros ainda podem existir devido à heterogeneidade genética desta população bacteriana. Alguns trabalhos demonstraram que o operon Lisina Descarboxilase (CAD) influencia características de linhagens de Shigella, linhagens diarreiogênicas de E. coli de origem humana e Salmonella, entre outras, mediando um efeito ?patoadaptativo? sobre a patogenicidade e outras características biológicas das diferentes linhagens estudadas. Como em linhagens APEC, pelo que sabemos, não existem estudos envolvendo o operon CAD (genes cadA, cadB, cadC) pretendemos deletar estes genes em uma linhagem causadora de Síndrome da Cabeça Inchada (SCI-07) existente em nossa coleção e verificar seu efeito em característica biológicas e de patogenicidade, ou virulência, da mesma, em comparação com a linhagem selvagem original e sua linhagem complementada. Os resultados, aqui obtidos, nos permitirão um aprofundamento no conhecimento dos mecanismos de patogenicidade destas linhagens, com contribuição significativa para a área em estudo, além da descoberta de possíveis novas proteínas-alvo para o controle deste processo infeccioso..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
AVALIAÇÃO DE LINHAGENS DE FEIJÃO COMUM SUBMETIDOS À INOCULAÇÃO DE SEMENTES COM DIFERENTES ESTIRPES DE RIZÓBIO
Descrição: O Brasil é o maior produtor e consumidor mundial de feijão-comum (Phaseolus vulgaris L.), sendo o feijão cultivado ao longo do ano em três épocas. No entanto, a produtividade média brasileira obtida pela cultura é relativamente baixa, cerca de 900 Kg ha-1 em 2008. O nitrogênio é um dos nutrientes que influenciam significativamente a produtividade das leguminosas, por ser o elemento mais extraído e exportado pelo vegetal. Desse modo, algumas técnicas de manejo devem ser utilizadas com o intuito de maximizar a absorção de N pelo feijoeiro, devido ao alto custo dos fertilizantes nitrogenados e as perdas de N por lixiviação. Uma das alternativas seria a aplicação do inoculante combinado com baixas doses de N. O presente projeto pretende contribuir no esclarecimento dos principais questionamentos e dúvidas que ainda persistem quando se trata da aplicação de inoculantes em sementes do feijoeiro. Entre os questionamentos destaca-se: a) todas as cultivares respondem igualmente à inoculação? b) novas estirpes têm maior eficiência que os atuais inoculantes comerciais? c) qual o comportamento de novas cultivares de feijoeiro? d) a interação entre o feijoeiro e a estirpe pode ser confirmada com aplicação de marcadores moleculares?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2012
Transativação e transrepressão mediada por receptores nucleares.
Descrição: A regulação da transcrição controlada por receptores nucleares (RNs) é responsável por governar eventos como desenvolvimento, metabolismo e diferenciação, entre outros. O receptor de hormônio tireoidiano (TR) é um destes receptores que controla diversos aspectos do metabolismo basal, atuando como homo ou heterodímeros; sendo modulado pelo ligante T3. O receptor X retinóico (RXR) é um parceiro bem conhecido do TR, porém, no contexto de ativação do TR, a função de seu agonista (ácido 9-cis retinóico) é ainda um enigma. Além disso, o mecanismo de ativação envolve a participação de proteínas correguladoras, como a Grip, que se ligam aos homo e heterodimeros, auxiliando na ativação da transcrição. Neste contexto, este projeto busca um melhor entendimento da formação dos complexos formados por entre TR-CoA e TR-RXR-CoA, através da caracterização biofísica e estrutural dos mesmos. No caso do heterodímero TR-RXR, a simetria do homo e heterodímero no recrutamento do coativador (CoA) e a comunicação alostérica entre eles, tambem será caracterizada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
Seleção de híbridos de tangerina Clementina e tangor Murcott e obtenção de marcadores microssatélites para mapeamento genético.
Descrição: A mancha marrom de alternaria é a principal doença das tangerinas. Causada pelo fungo Alternaria alternata patótipo tangerina, a doença é endêmica nas regiões produtoras, demandando controle químico sistemático ? com uso de fungicidas, o que acarreta em impacto econômico e ambiental. As principais variedades de tangerinas atualmente cultivadas no estado de São Paulo, são altamente suscetíveis à mancha marrom de alternaria (MMA), acarretando redução significativa de produção e de área plantada. Os objetivos do presente trabalho foram identificar híbridos do cruzamento de tangerina Fremont x tangor Murcott, selecionar marcadores moleculares TRAP (target region amplification polymorphism) e SSR (simple sequence repeats) ou microssatélites para mapeamento vistas à identificação e localização de QTL (quantitative traits loci) envolvidos na resistência e suscetibilidade de tangerinas à MMA e selecionar plantas resistentes. Inoculações in vitro com o fungo Alternaria alternata foram realizadas em folhas destacadas de cada híbrido. Aproximadamente 205 híbridos foram selecionados. Das 56 combinações de primers TRAPs e 239 primers microssatélites avaliados foram gerados 37 locos TRAPs e 78 locos SSR para mapeamento genético..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia Molecular.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Aplicada.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia Geral.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Zoologia.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Botânica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2011
Prêmio Iniciação Cientifica - Oral de melhor trabalho na área de Genética, Evolução e Melhoramento de Plantas, Sociedade Brasileira de Genética.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FATTORI, J.2014FATTORI, J. ; CAMPOS, J. C. L. O. ; DORATIOTO, T. R. ; ASSIS, L. M. ; VITORINO, M. T. ; POLIKARPOV, I. ; FIGUEIRA, A. C. M. ; XAVIER NETO, J. . RXR agonist modulates TR: corepressor dissociation upon 9-cis retinoic acid treatment.. Molecular Endocrinology (Baltimore, Md.), v. v., p. p.1, 2014.

2.
RECK, S. A. C.2014RECK, S. A. C. ; ANDRADE, C. A. de B ; CLOVIS, L. R. ; VITORINO, M. T. ; MOREIRA, F. M. S. ; SOARES, B. L. . Evaluation of bean cultivar IPR Eldorado submitted to seed inoculation with different strains of Rhizobium and nitrogen fertilization. ANNUAL REPORT OF THE BEAN IMPROVEMENT COOPERATIVE, v. 57, p. 243-244, 2014.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
FATTORI, J. ; CAMPOS, J. C. L. O. ; VITORINO, M. T. ; DORATIOTO, T. R. ; POLIKARPOV, I. ; FIGUEIRA, A. C. M. . TR and TR:RXR complex formation with coactivator and ligand modulation, who is the boss?. In: Keystone Symposia Nuclear Receptors: Biological Networks, Genome Dynamics and Disease., 2014. Nuclear Receptors: Biological Networks, Genome Dynamics and Disease Abstract Book, 2014.

2.
VITORINO, M. T.; FATTORI, J. ; CAMPOS, J. C. L. O. ; ALVES, B. S. C. ; FIGUEIRA, A. C. M. . Formação de complexos do TR e TR:RXR com coativador e a modulação pelos ligantes.. In: 23ª Reunião Anual de Usuários do LNLS/CNPEM, 2013, Campinas. 23ª Reunião Anual de Usuários do LNLS/CNPEM - RESUMOS DE TRABALHOS CIENTÍFICOS, 2013., 2013. v. 2013. p. 10-10.

3.
FATTORI, J. ; CAMPOS, J. C. L. O. ; DORATIOTO, T. R. ; VITORINO, M. T. ; ALVES, B. S. C. ; FIGUEIRA, A. C. M. . TR-RXR complex formation with coregulators and ligand modulation.. In: FEBS Advanced Lecture Course Spetses Summer School on Nuclear Receptor Signaling in Physiology and Disease, 2013. FEBS Advanced Lecture Course Spetses Summer School on Nuclear Receptor Signaling in Physiology and Disease, 2013.

4.
VITORINO, M. T.; M. BASTIANEL ; ROCHA, S. ; MUTTI, H. S. ; M. CRISTOFANI-YALT ; M.A. MACHADO . Seleção de marcadores TRAP e SSR para mapeamento genético da tangerina Fremont e do tangor Murcott.. In: 5º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica - CIIC 2011, 2011, Campinas-SP. Anais 5º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica - CIIC 2011, 2011.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
LEITE, J. L. ; MALUTA, R. P. ; ROJAS, TCG ; VITORINO, M. T. ; ZUPIROLLI, B. C. ; Silveira, W. D. . Molecular and phenotypic characterization of human uropathogenic Escherichia Coli (UPEC) strains and their potential as pathogens to poultry. In: XXIII Congresso Latinoamericano de Microbiologia, 2016, Rosario. XXIII Congresso Latinoamericano de Microbiologia, 2016.

2.
VITORINO, M. T.; LEITE, J. L. ; ZUPIROLLI, B. C. ; ROJAS, TCG ; MALUTA, R. P. ; Silveira, W. D. . XXIII Congresso Latinoamericano de Microbiologia. In: XXIII Congresso Latinoamericano de Microbiologia, 2016, Rosario. XXIII Congresso Latinoamericano de Microbiologia, 2016.

3.
ANDRADE, C. A. de B ; RECK, S. A. C. ; VITORINO, M. T. ; MARCAL, G. S. ; CLOVIS, L. R. ; MOREIRA, F. M. S. ; SOARES, B. L. . Inoculação de Rhizobium sp. e adubação nitrogenada na cultivar IPR Tuiuiú de feijão comum.. In: Congresso Nacional de Pesquisa de Feijão, 2014, Londrina. 11 CONAFE, 2014.

4.
VITORINO, M. T.; RECK, S. A. C. ; MARCAL, G. S. ; CLOVIS, L. R. ; ANDRADE, C. A. B. ; MOREIRA, F. M. S. ; SOARES, B. L. . Resposta do feijão comum à inoculação com rizóbio e adubação nitrogenada. In: Congresso Nacional de Pesquisa em Feijão, 2014, Londrina. 11 CONAFE, 2014.

5.
FATTORI, J. ; CAMPOS, J. C. L. O. ; VITORINO, M. T. ; ALVES, B. S. C. ; FIGUEIRA, A. C. M. . TR and TR-RXR complex formation with coactivator and ligand modulation, who is the boss?. In: Gordon Research Conference 2012 - Nuclear Receptors & Disease, 2012, New York. Gordon Research Conference 2012 - Nuclear Receptors & Disease, 2012.

6.
VITORINO, M. T.; A. MISSIATO ; J. A. SANTOS JUNIOR ; M. CRISTOFANI-YALT ; V.M. NOVELLI ; F.A. AZEVEDO ; M.A. MACHADO ; M. BASTIANEL . Seleção de híbridos de tangerinas para resistência a mancha marrom de Alternaria. In: Congresso Paulista de Fitopatologia, 2011, Campinas-SP. Summa Phytopathologica, 2011, 2011.

7.
VITORINO, M. T.; M. BASTIANEL ; SIMONETTI, LM ; V.M. NOVELLI ; M.A. MACHADO . Selection of hybrids of mandarins and genetic studies. In: 57º Congresso Brasileiro de Genética, 2011, Águas de Lindóia-SP. Anais 57 Congresso Brasileiro de Genética, 2011., 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
VITORINO, M. T.; LEITE, J. L. ; MALUTA, R. P. ; ROJAS, TCG ; ZUPIROLLI, B. C. ; Silveira, W. D. . ANALYSIS OF THE ACTION OF LYSINE DECARBOXYLASE OPERON IN AN AVIAN PATHOGENIC ESCHERICIA COLI. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
VITORINO, M. T.; LEITE, J. L. ; MALUTA, R. P. ; ROJAS, TCG ; ZUPIROLLI, B. C. ; Silveira, W. D. . ANALYSIS OF THE ACTION OF LYSINE DECARBOXYLASE OPERON IN AN AVIAN PATHOGENIC ESCHERICIA COLI. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
VITORINO, M. T.; LEITE, J. L. ; ZUPIROLLI, B. C. ; ROJAS, TCG ; MALUTA, R. P. ; Silveira, W. D. . Construction of mutants in the lysine decarboxylase operon of an Avian Pathogenic Escherichia coli strain isolated from a swollen head syndrome case. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
VITORINO, M. T.; RECK, S. A. C. ; MARCAL, G. S. ; CLOVIS, L. R. ; ANDRADE, C. A. B. ; MOREIRA, F. M. S. ; SOARES, B. L. . Resposta do feijão comum à inoculação com rizóbio e adubação nitrogenada.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
ANDRADE, C. A. de B ; RECK, S. A. C. ; VITORINO, M. T. ; MARCAL, G. S. ; CLOVIS, L. R. ; MOREIRA, F. M. S. ; SOARES, B. L. . Inoculação de Rhizobium sp. e adubação nitrogenada na cultivar IPR Tuiuiú de feijão comum.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
VITORINO, M. T.; FATTORI, J. ; CAMPOS, J. C. L. O. ; ALVES, B. S. C. ; FIGUEIRA, A. C. M. . Formação de complexos do TR e TR:RXR com coativador e a modulação pelos ligantes.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
VITORINO, M. T.; M. BASTIANEL ; M. CRISTOFANI-YALT ; M.A. MACHADO . Híbridos de tangerinas: seleção, avaliação para mancha marrom de alternária e mapeamento genético. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
VITORINO, M. T.; M. BASTIANEL ; ROCHA, S. ; MUTTI, H. S. ; M. CRISTOFANI-YALT ; V.M. NOVELLI ; M.A. MACHADO . Seleção de marcadores TRAP e SSR para mapeamento genético da tangerina Fremont e do tangor Murcott.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
VITORINO, M. T.; M. BASTIANEL ; SIMONETTI, LM ; M. CRISTOFANI-YALT ; V.M. NOVELLI ; M.A. MACHADO . Selection of Hybrids of Mandarins and Genetic Studies. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
VITORINO, M. T.; A. MISSIATO ; J. A. SANTOS JUNIOR ; M. CRISTOFANI-YALT ; V.M. NOVELLI ; F.A. AZEVEDO ; M.A. MACHADO ; M. BASTIANEL . Seleção de Híbridos de Tangerinas Para Resistência à Mancha Marrom de Alternaria. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
VITORINO, M. T.. XXVI Congresso de Iniciação Científica da UNICAMP. 2018. Universidade Estadual de Campinas.

2.
VITORINO, M. T.. Décimo Terceiro Congresso Aberto aos Estudantes de Biologia (XIII CAEB). 2017. Universidade Estadual de Campinas.

3.
VITORINO, M. T.. XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNICAMP. 2016. Universidade Estadual de Campinas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
29º Congresso Brasileiro de Microbiologia. "ANALYSIS OF THE ACTION OF LYSINE DECARBOXYLASE OPERON IN AN AVIAN PATHOGENIC ESCHERICIA COLI. 2017. (Congresso).

2.
VI REUNIÃO LACER. "ANALYSIS OF THE ACTION OF LYSINE DECARBOXYLASE OPERON IN AN AVIAN PATHOGENIC ESCHERICIA COLI. 2017. (Congresso).

3.
XXIII Congresso Latinoamericano de Microbiologia. Construction of mutants in the lysine decarboxylase operon of an Avian Pathogenic Escherichia coli strain isolated from a swollen head syndrome case. 2016. (Congresso).

4.
11º Congresso Nacional de Pesquisa de Feijão (CONAFE). Resposta do feijão comum à inoculação com rizóbio e adubação nitrogenada.. 2014. (Congresso).

5.
23ª Reunião Anual de Usuários do LNLS/CNPEM. Formação de complexos do TR e TR:RXR com coativador e a modulação pelos ligantes. 2013. (Congresso).

6.
8 Genética nas Férias.Hibridos de Tangerina: Seleção, Avaliação para Mancha Marrom de Alternária e Mapeamento Genético. 2012. (Encontro).

7.
28º ENCONTRO SOBRE TEMAS DE GENÉTICA E MELHORAMENTO. 2011. (Encontro).

8.
2º Comemoração do Dia Mundial da Água. 2011. (Encontro).

9.
57º Congresso Brasileiro de Genética. SELECTION OF HYBRIDS OF MANDARINS AND GENETICS STUDIES. 2011. (Congresso).

10.
IX Semana da Água.Monitora dos alunos presentes. 2011. (Encontro).

11.
V Congresso Interinstitucional de Iniciação Cientifica. Seleção de marcadores TRAP e SSR para mapeamento genético da tangerina Fremont e do tangor Murcott.. 2011. (Congresso).

12.
V Workshop Agroenergia ? Matérias Primas. 2011. (Encontro).

13.
V Workshop Agroenergia - Matérias Primas. 2011. (Outra).

14.
XII DIA DO LIMÃO TAHITI. 2011. (Encontro).

15.
XXXIV Congresso Paulista de Fitopatologia. Seleção de Híbridos de Tangerinas Para Resistência à Mancha Marrom de Alternaria. 2011. (Congresso).

16.
56º Congresso Brasileiro de Genética. 2010. (Congresso).

17.
4º Semana da Biologia. 2009. (Simpósio).

18.
5º Feira das Profissões.Monitora e Estande de Biologia. 2009. (Oficina).

19.
Semana do Meio Ambiente.Exposição de trabalhos realizados na Instituição. 2009. (Encontro).

20.
4ª Feira das Profissões..Estande de Ciencias Biologicas e Monitora dos alunos visitantes. 2008. (Oficina).

21.
Grupo de Estudos.Anatomia Humana. 2008. (Oficina).

22.
Trote Solidário..Conscientização Ecológica. 2008. (Oficina).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 16:12:09