Ana Claudia Rorato Vitor

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9035132783411687
  • Última atualização do currículo em 09/08/2018


Possui licenciatura e bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná (2010) e mestrado em Ecologia e Conservação pela mesma instituição (2013). Tem experiência na área de pesquisa relacionada à ecologia, evolução e comportamento de caranguejos chama-maré, atuando principalmente nos seguintes temas: atividades de corte e reprodução, evolução morfológica, sincronização de acenos e contexto social desse grupo. Atualmente é doutoranda do Programa de Pós Graduação em Ciência do Sistema Terrestre pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, e atua desenvolvendo um projeto de tese que tem como objetivo a avaliação das trajetórias de mudança de uso da terra na região da Bacia Amazônica. Além disso, tem como objetivo estimar os impactos do avanço da mudança de uso da terra sobre Terras Indígenas nessa região, e assim avaliar a vulnerabilidade das populações indígenas e de seus territórios. Para o desenvolvimento dessa pesquisa vem atuando nas seguintes áreas de conhecimento: sensoriamento remoto, classificação de mapas de uso e cobertura da terra, análise de trajetórias de mudança de uso da terra e análise de impacto e vulnerabilidade de sistemas socioambientais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ana Claudia Rorato Vitor
Nome em citações bibliográficas
RORATO, ANA C.


Formação acadêmica/titulação


2016
Doutorado em andamento em CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE.
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Título: Mecanismo REDD em Terras Indígenas na Amazônia: uma combinação para proteção dos índios isolados e redução das emissões de carbono,
Orientador: Gilberto Câmara.
2011 - 2013
Mestrado em Ecologia e Conservação.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Uca leptodactyla, Crustacea: Ocypodidae),Ano de Obtenção: 2013.
Orientador: Marcio Roberto Pie.
Coorientador: Sabrina B. L. Araújo.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2006 - 2010
Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae).
Orientador: Marcio Roberto Pie.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2006 - 2010
Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.




Formação Complementar


2015 - 2015
Sensoriamento Remoto-Mapeamento Geomorfológico. (Carga horária: 40h).
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
2015 - 2015
Fotografia-Arte e Técnica. (Carga horária: 30h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - PR, SENAC/PR, Brasil.
2014 - 2014
Sensoriamento Remoto: Aprendizagem Continuada. (Carga horária: 112h).
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
2012 - 2012
Ecologia da Floresta Amazônica. (Carga horária: 720h).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Estudo de Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA. (Carga horária: 9h).
Instituto Ambiente em Movimento, IAM, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em Recursos computacionais para estatística básica: R. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
2008 - 2008
Genética da conservação. (Carga horária: 12h).
Sociedade Brasileira de Zoologia, SBZ, Brasil.
2008 - 2008
Evolução: um conceito em evolução.. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de Mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Laboratório de Dinâmica Evolutiva e Sistemas Complexos. Departamento de Zoologia, Universidade Federal do Paraná.

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Estágio Voluntário, Enquadramento Funcional: Estágio voluntário, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Laboratório de Dinâmica Evolutiva e Sistemas Complexos. Departamenton de Zoologia, Universidade Federal do Paraná.


Secretaria de Educação do Estado do Paraná, SEED/PR, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora substituta, Carga horária: 30


Australian National University, ANU, Austrália.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Auxiliar de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Pesquisa, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
e-Sensing: Big Earth observation data analytics for land use and land cover change information
Descrição: Os satélites de observação da Terra são a única fonte de dados que fornece um conjunto contínuo e consistente de informações sobre nosso planeta Terra. Contudo, os atuais métodos científicos para extração de informações desses dados estão muito aquém da nossa capacidade de construir satélites sofisticados. Embora esses satélites produzam grandes quantidades de dados, apenas uma pequena parte dele é efetivamente usada para a pesquisa científica e aplicações operacionais. A maior parte dos resultados científicos publicados na literatura são baseados em experiências feitas em pequenos conjuntos de dados e assim não foram devidamente testados e validados. Temos então um desafio científico importante: Como podemos usar métodos de e-science para melhorar substancialmente a extração de informações sobre a mudança de uso e cobertura do solo a partir de grandes conjuntos de dados de observação da Terra em uma forma aberta e reprodutível? Em resposta a este desafio, nosso projeto vai conceber, construir e implantar um tipo completamente novo de plataforma de conhecimento para a organização, acesso, processamento e análise de grandes dados de observação da Terra. Vamos mostrar que esta plataforma de conhecimento permite aos cientistas para produzir informação de forma inovadora. Como a nossa plataforma é totalmente baseada em software livre, vamos também mostrar que promove o compartilhamento de dados e reprodutibilidade dos resultados...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
A spatially explicit model of synchronization in fiddler crab waving displays
Descrição: Fiddler crabs (Uca spp., Decapoda: Ocypodidae) are commonly found forming large aggregations in intertidal zones, where they perform rhythmic waving displays with their greatly enlarged claws. While performing these displays, fiddler crabs often synchronize their behavior with neighboring males, forming the only known synchronized visual courtship displays involving reflected light and moving body parts. Despite being one of the most conspicuous aspects of fiddler crab behavior, little is known about the mechanisms underlying synchronization of male displays. In this study we develop a spatially explicit model of fiddler crab waving displays using coupled logistic map equations. We explored two alternative models, either with males orienting their attention randomly or preferentially toward neighbors. Our results indicate that synchronization is possible over a fairly large region of parameter space, as well as the possibility of forming local synchronization neighborhoods, as commonly observed in fiddler crabs in nature..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Uca leptodactyla, Crustacea: Ocypodidae)
Descrição: Os caranguejos chama-maré (Uca spp., Decapoda: Ocypodidae) fornecem um dos exemplos mais extremos de dimorfismo sexual no reino animal. Os machos apresentam um dos quelípodes desproporcionalmente maior, o qual é usado na defesa do território e em exibições visuais de corte às fêmeas. Essas exibições são chamadas de acenos e são caracterizadas pelo movimento do maior quelípode, sendo o comportamento social mais característico do grupo e um óbvio sinal visual. Vários exemplos de comportamentos de corte sincronizados entre os machos já foram descritos, como é o caso dos vagalumes que exibem displays bioluminescentes e anuros com vocalizações rítmicas. Embora alguns estudos vêm sugerindo a ocorrência de um padrão sincrônico no comportamento de aceno em machos de Uca, pouco se sabe sobre os mecanismos que desencadeiam e estimulam esse comportamento. O objetivo do presente estudo é investigar se existe um padrão de sincronização nos acenos em Uca leptodactylus. Bem como, a influência de mecanismos envolvidos nesse comportamento como: a presença da fêmea, a densidade de machos e a orientação espacial dos machos. Para isso, um experimento foi realizado no litoral do Paraná, compreendendo as regiões de manguezais e estuários, da baía de Guaratuba e da baía de Paranaguá. Machos foram coletados, marcados, medidos e colocados para residir em parcelas de madeira construídas e fixadas no baixio. Durante a maré baixa essas parcelas foram filmadas, e o comportamento de aceno dos machos foi registrado em vídeos HD. Os resultados mostraram diferenças substanciais no padrão de sincronia de acenos e na formação de agrupamentos de vizinhança influenciados principalmente pela presença da fêmea. Evidenciando assim, a importância da transmissão desse sinal no contexto social e no sistema reprodutivo altamente competitivo em Uca..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae)
Descrição: Os caranguejos chama-maré (Uca spp., Decapoda: Ocypodidae) exibem o mais pronunciado caso de dimorfismo sexual e assimetria bilateral do reino animal. Em particular, os machos de Uca possuem um de seus quelípodes desproporcionalmente maior do que o outro, o qual é utilizado em combates, defesa de território e na corte às fêmeas. Apesar do seu impressionante tamanho, que pode chegar à metade da massa corporal do individuo, pouco se sabe sobre as mudanças morfológicas necessárias para desenvolver tal traço exagerado. O objetivo do presente estudo é investigar as mudanças nos padrões de covariância entre diferentes partes do corpo que permitiram a evolução dos quelípodes maiores em Uca. Para isto, utilizamos métodos multivariados baseados na modelagem de grafos por independência condicional para visualizar e descrever padrões de integração morfológica em machos de três espécies de caranguejos chama-maré (Uca thayeri, U. mordax e U. maracoani). Adicionalmente, padrões de integração morfológica também foram investigados em fêmeas de U. thayeri. Diferenças substanciais foram encontradas entre o maior e menor quelípode em machos de todas as espécies, indicando que a evolução de tal nível de assimetria foi associada com a maior reorganização de seus programas de desenvolvimento. Além disso, o grafo de independência das fêmeas de U. thayeri mostrou extensa integração entre diferentes regiões do corpo, em oposição a forte dissociação observada nos machos de todas as espécies. Os padrões de covariância observados são contrastantes entre as espécies estudadas, dando indícios para a compreensão da evolução morfológica dos quelípodes maiores ao longo da diversificação de Uca..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Mudança de uso da terra na Amazônia.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Desmatamento e impactos na floresta amazônica.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Terras Indígenas e Política REDD.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia e Conservação.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Comportamento Animal.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
RORATO, ANA C.2017RORATO, ANA C.; ARAUJO, SABRINA BORGES LINO ; PEREZ, DANIELA M. ; PIE, MARCIO R. . Social cues affect synchronization of male waving displays in a fiddler crab (Crustacea: Ocypodidae). ANIMAL BEHAVIOUR, v. 126, p. 293-300, 2017.

2.
ARAUJO, SABRINA BORGES LINO2013ARAUJO, SABRINA BORGES LINO ; RORATO, ANA C. ; PEREZ, DANIELA M. ; PIE, MARCIO R. . A Spatially Explicit Model of Synchronization in Fiddler Crab Waving Displays. Plos One, v. 8, p. e57362, 2013.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
RORATO, ANA C.; ARAUJO, SABRINA BORGES LINO ; PEREZ, DANIELA M. ; PIE, MARCIO R. . Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Uca leptodactyla, Crustacea: Ocypodidae). In: VII Congresso Brasileiro Sobre Crustáceos, 2012, Belém. Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Uca leptodactyla, Crustacea: Ocypodidae), 2012.

2.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. . Modularidade,integração morfológica e a evolução dos quelípodos em Uca spp. (Crustacea:Ocypodidae). In: IX Congresso de Ecologia do Brasil e III Congresso Latino Americano de Ecologia, 2009, São Lourenço-MG. Congresso, 2009.

3.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. . Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae). In: 17º EVINCI da Universidade Federal do Paraná, 2009, Curitiba. Evento de Iniciação Científica, 2009.

4.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. . Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae). In: V Congresso Brasileiro sobre Crustáceos, 2008, Gramado-RS. Congresso, 2008.

Apresentações de Trabalho
1.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. ; ARAUJO, S.B.L. . Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Decapoda: Ocypodidae;Uca leptodactya). 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. ; ARAUJO, S. . Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Uca leptodactyla, Crustacea: Ocypodidae). 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. . Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae). 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. . Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae). 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
RORATO, ANA C.; PIE, M. R. . Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae). 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
X Eugen Warming Lectures in Evolutionary Ecology ? Biodiversity and ecosystem services in the tropics ? now and beyond. 2014. (Simpósio).

2.
IX Simpósio de Ecologia e Conservação-UFPR.Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Decapoda: Ocypodidae;Uca leptodactya). 2012. (Simpósio).

3.
VII Congresso Brasileiro Sobre Crustáceos. Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Decapoda: Ocypodidae;Uca leptodactya). 2012. (Congresso).

4.
VIII Simpósio Ecologia e Conservação -UFPR.Sincronização de acenos em caranguejos chama-maré (Decapoda: Ocypodidae;Uca leptodactya). 2011. (Simpósio).

5.
17º EVINCI da Universidade Federal do Paraná.Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae). 2009. (Outra).

6.
IX Congresso de Ecologia do Brasil e III Congresso Latino Americano de Ecologia. Modularidade, integração morfológica e a evolução dos quelípedes em Uca spp. ( Crustacea: Ocypodidae). 2009. (Congresso).

7.
Congresso Brasileiro de Zoologia. 2008. (Congresso).

8.
IX Encontro Paranaense de Genética. 2008. (Encontro).

9.
V Congresso Brasileiro de Crustáceos. Modularidade,integração morfológica e a evolução dos quelípodos em Uca spp. (Crustacea:Ocypodidae). 2008. (Congresso).

10.
Encontro Regional de Estudantes de Biologia. 2007. (Encontro).

11.
XVII Ciclo de atualizações em Ciências Biológicas. 2007. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RORATO, ANA C.. VIII Simpósio de Ecologia e Conservação - UFPR. 2011. (Outro).

2.
RORATO, ANA C.. Encontro Regional dos Estudantes de Biologia. 2007. (Outro).

3.
RORATO, ANA C.. XVII Ciclo de Atualizações em Ciências Biológicas - UFPR. 2007. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/10/2018 às 13:11:57