Alessandro José Nunes da Silva

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6292029583959087
  • Última atualização do currículo em 09/01/2019


Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal de São Carlos (2004). Especialista em Ergonomia (FATEP - 2013) e Qualidade de Vida e Atividade Física (UNICAMP- 2006). Mestrado na UNESP/FMB - Botucatu em Saúde Coletiva (2015). Atualmente é CLT da Prefeitura Municipal de Piracicaba - CEREST Piracicaba. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Trabalhador, atuando principalmente no seguinte tema: Saúde do Trabalhador, Acidentes de Trabalho e Ergonomia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Alessandro José Nunes da Silva
Nome em citações bibliográficas
SILVA, A. J. N.;SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA;SILVA, Alessandro José

Endereço


Endereço Profissional
Prefeitura Municipal de Piracicaba.
R: Antonio Correa Barbosa - 2233
Rua do Porto
13400-900 - Piracicaba, SP - Brasil
Telefone: (19) 34172030
Ramal: 5
URL da Homepage: www.piracicaba.sp.gov.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2015
Mestrado em Saúde Coletiva.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Análise Organizacional de Acidentes de Trabalho no Setor de Distribuição de Energia Elétrica,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Ildeberto Muniz de Almeida.
Palavras-chave: Acidentes do Trabalho; Saúde do Trabalhador; Vigilância em Saúde do Trabalhador; Análise e Prevenção de Acidentes; Análise Organizacional.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
Setores de atividade: Eletricidade, gás e outras utilidades.
2011 - 2013
Especialização em Ergonomia. (Carga Horária: 384h).
Faculdade de Tecnologia de Piracicaba, FATEP, Brasil.
Título: O trabalho de operadoras de prensa em uma empresa de fabricação de autopeças: Estudo de caso de um acidente de trabalho.
Orientador: Mara Alice Takahashi.
2005 - 2006
Especialização em Atividade Física e Qualidade de Vida. (Carga Horária: 360h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Atividade lúdicas na iniciação do futebol.
Orientador: Paulo Roberto de Oliveira.
2001 - 2004
Graduação em Educação Física.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Título: Perfil dos Profissionais de escolinha de futebol.
Orientador: Paulo de Azevedo.
2006 - 2008
Curso técnico/profissionalizante.
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Piracicaba/SP, SENAC, Brasil.




Formação Complementar


2014 - 2014
Ação dos representantes de trabalhadores em defesa. (Carga horária: 40h).
Faculdade de Saúde Pública - USP, FSP - USP, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em Curso de Multiplicadores em Análise de AT. (Carga horária: 30h).
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, FSP-USP, Brasil.
2012 - 2012
Curso A Didática na Formação de Docente. (Carga horária: 24h).
Colégio Polibrasil, POLIBRASIL, Brasil.
2011 - 2011
Análise de Acidentes como Ferramenta de Prevenção. (Carga horária: 2h).
Universidade Metodista de Piracicaba, UNIMEP, Brasil.
2010 - 2010
Curso Ergonomic Worplace Analysis (EWA). (Carga horária: 8h).
Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Piracicaba, CEREST PIRA, Brasil.
2009 - 2009
Uso do CAPTIV como Ferramenta de AET. (Carga horária: 32h).
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, FSP-USP, Brasil.
2008 - 2008
EXPRESSÃO VERBAL E DESINIBIÇÃO AO FALAR EM PÚBLICO. (Carga horária: 21h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Piracicaba/SP, SENAC, Brasil.
2008 - 2008
OFICINA ESTADUAL SOBRE O FLUXO DO SINAN NET. (Carga horária: 16h).
Governo do Estado de São Paulo, GOVERNO/SP, Brasil.
2006 - 2006
condições e ambiente do trabalho na construção.
Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho, FUNDACENTRO, Brasil.
2006 - 2006
XI SEMPAT - Semana Municipal de Prevenção de AT. (Carga horária: 16h).
Prefeitura Municipal de Piracicaba, PMP, Brasil.
2005 - 2005
Atuação multidisciplinar na Reabilitação, formação. (Carga horária: 30h).
Clinica Ortofisio, CLINICA, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, FSP-USP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: informal, Carga horária: 20

Atividades

03/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Cerest Piracicaba, .

Linhas de pesquisa
Saúde Pública
03/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Cerest Piracicaba, .

Linhas de pesquisa
Saúde Pública

Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Faculdade de Tecnologia de Piracicaba, FATEP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Prefeitura Municipal de Piracicaba, PMP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: CLT, Carga horária: 40


Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, CEREST, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: CLT, Carga horária: 40


Colégio Polibrasil, POLIBRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2013
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Autônomo, Carga horária: 10
Outras informações
Em andamento


Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: coloborador, Carga horária: 40


Fundação Municipal de Ensino, FUMEP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: CLT, Carga horária: 4



Linhas de pesquisa


1.
Saúde Pública
2.
Saúde Pública


Projetos de pesquisa


2013 - 2015
ANÁLISE ORGANIZACIONAL DE ACIDENTES DE TRABALHO NO SETOR DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
Descrição: No Brasil, a acidentalidade no setor elétrico é 5.5 vezes maior que a dos demais setores formais da economia. A mortalidade por acidente de trabalho nesse segmento atingiu 8 vezes a dos trabalhadores próprios do setor. Este estudo visa compreender por meio da analise de acidentes de trabalho, os determinantes situados nos aspectos organizacionais do setor elétrico brasileiro, comparando ocorrências nos setores próprios e terceirizados, de modo a contribuir com intervenções e políticas públicas preventivas no segmento..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Alessandro José Nunes da Silva - Integrante / Rodolfo Andrade Gouveia Vilela - Integrante / ALMEIDA, ILDEBERTO MUNIZ DE - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 7
2013 - Atual
Acidente de trabalho: Da análise sociotécnica à construção social de mudanças
Descrição: Os acidentes de trabalho (AT) constituem o principal agravo à saúde dos trabalhadores no Brasil. Os dados oficiais revelam uma verdadeira epidemia com elevados custos humanos, sociais e financeiros para as empresas e para o Estado. Como fenômenos complexos e multicausais, eles tem sua determinação situada na organização e no processo de trabalho, contrariando o paradigma da segurança comportamental que os reduz aos erros dos operadores, abordagem que traz prejuízos para a prevenção. Com base em acúmulo anterior da equipe, obtido na integração de atividades de pesquisa, ensino e extensão, propõe-se os seguintes objetivos: (1) construir, testar e implantar metodologia de diagnóstico articulado com a mudança de situações perigosas prioritárias; (2) aprimorar o Sistema de Vigilância em Acidente de Trabalho (SIVAT) de modo a integrar os dados da notificação hospitalar com outros bancos e desenvolver sala de informações que forneça indicadores da acidentalidade do interesse do usuário para orientar ações de vigilância orientada por prioridades; (3) investigar a trajetória terapêutica, estimar o custo da atenção aos acidentados graves e com menores de 18 anos na rede SUS, e aprimorar a atenção integral a estes agravos na rede assistencial pública; (4) investigar as concepções adotadas pela justiça na responsabilização e o papel destas medidas na prevenção de novas ocorrências; (5) aprimorar o Fórum de Acidentes enquanto rede de educação permanente e de promoção da abordagem organizacional. Estratégia: O projeto está construído de modo a assegurar a conexão e aproximação destes objetivos por meio do intercâmbio, fortalecimento mútuo e co-gestão na equipe, vista de forma ampliada de modo a incorporar os sujeitos como atores no processo de investigação - transformação. O símbolo que melhor indica esta articulação é o Catavento. Espera-se que em movimento possa fazer rodar, difundir e ampliar saberes e práticas apropriadas à prevenção e melhoria das condições de trabalho. Métodos: compreender no trabalho os determinantes dos riscos de acidentes utilizando-se da combinação de métodos de estudo em profundidade dos acidentes já ocorridos com o estudo da atividade (Modelo de Análise e Prevenção de Acidentes, Análise Ergonômica da atividade, Análise Coletiva do Trabalho) que irão servir de base para o Laboratório de Mudanças (LM), destinado ao reprojeto e transformação das situações perigosas de trabalho. Como meta ferramenta o LM será também usado na reestruturação e melhoria do atendimento dos acidentados na rede assistencial. Resultados esperados: a construção do conhecimento do diagnóstico da relação trabalho, risco de acidentes - associado à construção social de mudanças efetivas e reprojeto das situações patogênicas e perigosas de trabalho; a ampliação da comunidade de pesquisa incluindo os sujeitos e atores sociais envolvidos; a construção de sala de informação baseada na integração de bancos do SUS com outros bancos que forneça de modo amigável indicadores de interesse do usuário, para auxiliar em ações de vigilância orientadas por prioridades; O conhecimento sobre a trajetória terapêutica dos acidentados graves e menores de 18 anos, a estimativa do custo desta atenção e o aprimoramento da atenção integral aos acidentados na rede SUS; Conhecimento da doutrina jurídica que embasa as decisões da justiça sobre os acidentes de trabalho [...] o aprimoramento do Fórum de ATs como mecanismo de educaçãopermanente, difusão e promoção da abordagem da segurança organizacional sistêmica em crítica e substituição à abordagem comportamental; a formação de multiplicadores em análise e prevenção de acidentes; a difusão do conhecimento por meio de publicação de artigos científicos e organização de coletânea de obras de referência para difusão da segurança organizacional ...aprimoramento da cooperação com centros de pesquisa nacionais e internacionais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (7) / Mestrado profissional: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Alessandro José Nunes da Silva - Integrante / Rodolfo A. G. Vilela - Coordenador / Renata Wey Berti Mendes - Integrante / Marcos Hister Pereira Gomes - Integrante / Ildeberto Muniz Almeida - Integrante / Eduardo Buoso - Integrante / Luiz Eduardo Lacorte - Integrante / Mara Alice Conti Takahashi - Integrante / Francisco de Paula Antunes Lima - Integrante / José Marçal Jackson filho - Integrante / Maria Regina Cardoso - Integrante / Anna Maria Chiesa - Integrante / Marco Antonio Pereira Querol - Integrante / Pascal Beguin - Integrante.
Número de produções C, T & A: 19
2008 - 2010
Desgaste Nutricional e Consumo Alimentar de Migrantes Safristas Cortadores de Cana
Descrição: A Saúde do Trabalhador vem dando atenção à saúde física, mental e psico-social dos cortadores de cana de açúcar pela alta demanda de esforço físico a que são submetidos para cumprir metas de volume de corte, e pelo aumento dos casos de mortes no trabalho. Esta pesquisa teve como objetivo caracterizar as condições de trabalho de migrantes safristas cortadores de cana e avaliar o comportamento nutricional e da composição corporal ao longo da safra, na região de Piracicaba - SP, Brasil. Visou também avaliar a qualidade da dieta e os componentes alimentares deste grupo comparando a ingestão e o gasto energético da jornada de trabalho. Realizamos um estudo descritivo longitudinal em um grupo intencionalmente selecionado de trabalhadores no corte manual de cana, em Elias Fausto, SP. Eles responderam a um questionário sócio-demográfico e permitiram aferir suas medidas antropométricas para calcularmos o Índice de Massa Corporal, o Percentual de Gordura Corporal e a Circunferência Muscular do Braço em três momentos da safra. Colhemos dados individuais sobre ingestão hídrica, reposição eletrolítica e alimentação durante o período de trabalho, complementados com a descrição qualitativa e quantitativa das marmitas do almoço em três dias distintos por observação direta no local onde as refeições foram preparadas. O gasto energético durante a jornada de trabalho foi comparado com o consumo do mesmo período. Ao final da safra foi retirada amostra de sangue total para dosar Creatino Quinase na isoforma da musculatura esquelética, proteína C reativa e uréia plasmática, como marcadores bioquímicos de inflamação. Acompanhamos durante quatro meses trinta homens migrantes safristas provenientes do Estado do Ceará com idade entre 18 e 44 anos. Os trabalhadores apresentaram perdas significativas de gordura corporal e peso do início até a metade da safra sem recuperação até o final. Todos ganharam massa magra e os de ingresso mais antigo na atividade ganharam menos. A Creatino Quinase foi encontrada acima dos limites normais em 75,0% e a uréia estava elevada em 16,7% dos safristas. Observamos que os cortadores ingerem no mínimo 5 litros de água por dia e a diluição dos repositores eletrolíticos é feita de forma inadequada. A alimentação foi monótona, com baixa qualidade, fria e diferente dos hábitos alimentares dos trabalhadores. As marmitas apresentaram variação do valor energético entre 1000 e 1300 calorias. Os trabalhadores que consumiram mais energia do que os gastos estimados apresentaram menor perda de percentual de gordura corporal (p=0,03). Encontramos evidências de que o trabalho no corte manual de cana gera perda de peso e de gordura corporal com aumento de massa magra e alterações importantes de marcadores bioquímicos de inflamação crônica e sistêmica. São necessários mais estudos longitudinais nesta população para entender melhor a relação esforço, desgaste, longevidade e saúde no corte de cana. Não é possível afirmar que a quantidade ingerida seja insuficiente em relação ao gasto, mas a dieta foi monótona e pobre em nutrientes. Estudos adicionais sobre a alimentação desta população poderiam melhorar o manejo dos repositores eletrolíticos para minimizar o desgaste gerado pelo excesso de trabalho...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Alessandro José Nunes da Silva - Integrante / Rodolfo A. G. Vilela - Integrante / Erivelton Fontana de Laat - Integrante / Verõnica Gronau Luz - Coordenador / Heleno Rodrigues Corrêa Filho - Integrante / Lia Thieme Oikawa Zangirolani - Integrante / Fernando Oliveira Catanho da Silva - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3
2006 - 2009
Ações interinstitucionais para o diagnóstico e prevenção de acidentes do trabalho: aprimoramento de uma proposta para a Região de Piracicaba
Descrição: Descrição: Pesquisa da linha de políticas públicas financiada pela FAPESP (Processo 06/51684-3): Instituição Parceira: Prefeitura de Piracicaba através da Secretaria Municipal de Saúde / Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Piracicaba, apoio Ministério do Trabalho e Emprego (SubDelegacia Regional de Piracicaba) e Ministério Público do Trabalho - 15ª Região. Resumo do Projeto: Os acidentes do trabalho constituem o principal agravo à saúde dos trabalhadores no Brasil. Os dados oficiais revelam uma verdadeira epidemia com elevados custos humanos, sociais e financeiros para a Previdência Social e para o setor saúde. A comparação com outros países mais desenvolvidos mostra que o risco de morrer por acidente de trabalho no Brasil é cerca de duas a sete vezes maior. Os dados disponíveis, no entanto, não refletem a realidade acidentária do país pois, mesmo no setor formal, coberto parcialmente pelas estatísticas oficiais do INSS, é reconhecida a subnotificação destes eventos. Para diminuir estes índices o Ministério da Saúde em articulação com os Ministérios do Trabalho e Previdência vem construindo uma política de saúde do trabalhador que resultou na Rede Nacional de Atenção à Saúde do Trabalhador (RENAST). Um dos desafios da RENAST é vigilância e a prevenção de agravos considerados prioritários, que se baseie em sistemas confiáveis de informação. A montagem pioneira de um sistema de notificação de base hospitalar vem sendo implantada em Piracicaba, com apoio da linha de pesquisas de políticas públicas (FAPESP- 00/13719-3), que possibilitou o desenvolvimento da pesquisa Diagnóstico e Prevenção de Acidentes de Trabalho em Piracicaba (DIATEP), concluída em fevereiro de 2005. Esta pesquisa resultou, entre outros, na implementação do Sistema de Vigilância em Acidentes do Trabalho (SIVAT), que vem operando de modo contínuo pela Secretaria de Saúde de Piracicaba, através do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, desde novembro de 2003..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2009 - 2013
Fóruns Interinstitucionais: Espaços ampliados de vigilância, extensão inovadora em Saúde do Trabalhador
Descrição: Projeto de Bolsa de Produtividade em Inovação Tecnológica e Extensão Inovadora CNPQ Proc. 310412/2009, visando dar continuidade às políticas públicas decorrentes do Projeto FAPESP 06/51684-3 e outras iniciativas na Região de Piracicaba -SP Resumo: Os acidentes e doenças do trabalho são fenômenos complexos, multicausais, cuja determinação situa-se nos elementos da situação e processo de trabalho. O SUS tem desenvolvido diretrizes e estratégias para a notificação e intervenção nos casos prioritários. A despeito dos acúmulos teóricos e conceituais da vigilância em Saúde do Trabalhador, na prática, os atores envolvidos na prevenção encontram inúmeras dificuldades para uma atuação articulada baseada em programas que envolvam as áreas do trabalho, saúde e previdência e o controle social. O projeto de bolsa produtividade DT e Extensão inovadora é apresentado no sentido de assegurar melhores condições para dar continuidade, consistência e maior fôlego a um conjunto de iniciativas de extensão que vem sendo realizadas a partir da Região de Piracicaba e que, por seus impactos positivos, já alcançam outras regiões do estado de São Paulo. As iniciativas propostas são: a) fortalecimento e expansão do espaço presencial e virtual denominado Fórum Acidentes do Trabalho, análise prevenção e aspectos associados ; b) fortalecimento e continuidade ao fórum Trabalho e Cidadania que congrega diversos atores em torno da temática das condições de trabalho e moradia dos cortadores de cana de açúcar; c) Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho infantil de Limeira SP que atua no município com foco na cadeia produtiva de jóias e bijuterias daquele município. As ações se desenvolvem como fruto de estudos e pesquisas que vem sendo desenvolvidas envolvendo pesquisadores e profissionais de outros centros de pesquisa (UNESP, UNIMEP e UNICAMP), de entidades governamentais como o CEREST Piracicaba, a Gerencia Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, o Ministério Público do Trabalho do trabalho.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.


Prêmios e títulos


2009
APRIMORAMENTO DO SISTEMA DE VIGILÂNCIA EM ACIDENTES DO TRABALHO - SIVAT PIRACICABA, 11º Congresso Paulista de Saúde Pública.
2009
ANÁLISE DE ACIDENTES COMO ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO INOVADORA, Abrasco.
2009
DESMORONAMENTO DE GALPÃO INDUSTRIAL DE METALÚRGICA: A, ABRASCO.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA2018 SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA; ALMEIDA, ILDEBERTO MUNIZ DE ; BELTRAN, SANDRA LORENA ; VILELA, R. A. G. ; Mendes, R. W. B. . Acidentes de trabalho e os religadores automáticos no setor elétrico: para além das causas imediatas. Cadernos de Saude Publica, v. 34, p. 1-12, 2018.

2.
CAVALCANTE, SANDRA REGINA2018CAVALCANTE, SANDRA REGINA ; SILVA, Alessandro José ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA . A construção da Saúde do Trabalhador e a necessária articulação interinstitucional: da medicina do trabalho à almejada participação social. Revista Jurídica Trabalho e Desenvolvimento Humano, v. 1, p. 39-56, 2018.

3.
SILVA, A. J. N.2016SILVA, A. J. N.; TAKAHASHI, MARA ALICE CONTI ; RODRIGUES, D. S. . Estudo de caso de uma operadora de prensa do setor automotivo: análise de acidente de trabalho com uso do método mapa. Centro Universitário Senac, v. 5, p. 1-x, 2016.

4.
TAKAHASHI, M. A. C.2015TAKAHASHI, M. A. C. ; SILVA, A. J. N. ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; MONTANHER, P. J. S. . Gestão violenta e patologia organizacional: reflexões para uma intervenção articulada entre academia, serviços e movimento sindical. Revista Ciências do Trabalho, v. 4, p. 27-47, 2015.

5.
VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA2015 VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; LAAT, ERIVELTON FONTANA DE ; LUZ, VERÔNICA GRONAU ; SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA ; TAKAHASHI, MARA ALICE CONTI . Pressão por produção e produção de riscos: a ?maratona? perigosa do corte manual da cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 40, p. 30-48, 2015.

6.
ALMEIDA, ILDEBERTO MUNIZ DE2014 ALMEIDA, ILDEBERTO MUNIZ DE ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA ; BELTRAN, SANDRA LORENA . Modelo de Análise e Prevenção de Acidentes - MAPA: ferramenta para a vigilância em Saúde do trabalhador. Ciência e Saúde Coletiva (Impresso), v. 19, p. 4679-4688, 2014.

7.
VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA2014 VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; SANTOS, SIMONE ALVES DOS ; SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA ; ALMEIDA, ILDEBERTO MUNIZ DE . Experiência de vigilância no setor canavieiro: desafios para interromper a 'maratona' perigosa dos canaviais. Ciência e Saúde Coletiva (Impresso), v. 19, p. 4659-4668, 2014.

8.
VILELA2012 VILELA ; ALMEIDA, I. M. ; PRADO, H. S. ; SILVA, A. J. N. ; BUOSO, E. ; LACORTE, L. E. ; CAVALCANTE, S. ; Dias, MD ; GOMES, M. H. P. ; GOMES, M. H. P. . Forum: social network for the surveillance and prevention of work related accidents. Work (Reading, MA), v. 41, p. 3123-3129, 2012.

9.
LUZ, VERÔNICA GRONAU2012LUZ, VERÔNICA GRONAU ; CORRÊA FILHO, HELENO RODRIGUES ; SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA ; LAAT, ERIVELTON FONTANA DE ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; SILVA, FERNANDO OLIVEIRA CATANHO DA ; ZANGIROLANI, LIA THIEME OIKAWA . Migrant labor and wear-out in manual sugarcane harvesting in São Paulo, Brazil. Ciência e Saúde Coletiva (Impresso), v. 17, p. 2831-2840, 2012.

Capítulos de livros publicados
1.
TAKAHASHI, M. A. C. ; MONTANHER, P. J. S. ; SILVA, A. J. N. ; Almeida, I.M. ; VILELA, R. A. G. . A relação trabalho e saúde e os desafios para os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador e o Movimento Sindical. In: Edvânia Ângela de Souza Lourenço. (Org.). ?Quando três não é demais?: alianças interinstitucionais na construção da Saúde do Trabalhador em Piracicaba (SP). 1ed.Franca: Papel Social, 2016, v. 1, p. 1-428.

2.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA; Almeida, I.M. ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA . Outsourcing and Accidents in the Electrical Sector. In: T. Ahram; W. Karwowski; T. Marek.. (Org.). Proceedings of the 5th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics AHFE 2014, Kraków, Poland 19-23 July 2014. 1ed.Kraków, Poland: AHFE 2014 conference, 2014, v. 1, p. 5832-5844.

3.
Almeida, I.M. ; VILELA, R. A. G. ; Mendes, R. W. B. ; SILVA, A. J. N. . Vigilância e prevenção de acidentes de trabalho: reflexões e praticas do Sivat Piracicaba-SP. In: Maria Juliana Moura Corrêa; Tarcísio Márcio Magalhães Pinheiro; Álvaro Roberto Crespo Merlo. (Org.). Vigilância em saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde. 1ºed.Minas Gerais: COOPMED, 2013, v. 1, p. 181-210.

4.
Almeida, I.M. ; VILELA, R. A. G. ; Gomes, M.H.P. ; Prado, H. ; SILVA, A. J. N. . Pressão por produção e Acidentes: estudo a partir de acidente com Ferramenta Manual em fábrica de Móveis. In: Edvânia Lourenço; Vera Navarro; Iris Bertani; José Siqueira da Silva; Raquel Sant'ana. (Org.). O Avesso do Trabalho II. Trabalho Precarização e Saúde do Trabalhador. 1ºed.São Paulo: Expressão Popular, 2010, v. 1, p. 229-252.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Bragantini, C.A ; SILVA, A. J. N. ; VILELA, R. A. G. ; Gomes, M. A. ; Storel, A. O. . Fórum de Cidadania, Justiça e Cultura e Paz: uma experiência de Vigilância em Saúde do Trabalhador Canavieiro na região de Piracicaba SP. In: 9ª Expoepi, 2009, Brasilia. mostra nacional de experiência bem sucedidas em epdimiologia prevenção e controle de doenças, 2009.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
GUIMARÃES, MARIANA TAVARES ; FERREIRA, ANA PAULA SACONE DA SILVA ; SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA ; DURACENKO, SANDRA RENATA ; PERES, STELA VERZINHASSE ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; CARDOSO, MARIA REGINA ALVES . 0280 Factors associated with the severity of work injuries in the formal sector in piracicaba, são paulo state, brazil. In: Eliminating Occupational Disease: Translating Research into Action, EPICOH 2017, EPICOH 2017, 2831 August 2017, Edinburgh, UK, 2017. Poster Presentation. p. A87.2.

2.
GUIMARÃES, MARIANA TAVARES ; FERREIRA, ANA PAULA SACONE DA SILVA ; SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA ; DURACENKO, SANDRA RENATA ; SANTOS, SIMONE ALVES DOS ; CARMO, JOSÉ CARLOS DO ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; CARDOSO, MARIA REGINA ALVES . 0281 Evaluating the completeness of compulsory work-related diseases/injuries notifications recorded by three cities in southeast brazil. In: Eliminating Occupational Disease: Translating Research into Action, EPICOH 2017, EPICOH 2017, 2831 August 2017, Edinburgh, UK, 2017. Oral Presentation, 2017. p. A87.3.

3.
GUIMARAES, M. T. ; SILVA, A. J. N. ; ALMEIDA, ILDEBERTO MUNIZ DE ; GOMES, M. H. P. ; DURACENKO, S. R. C. ; GEMA, S. ; VILELA, R. A. G. . Work injuries in the formal sector between 2004 and 2013 in piracicaba, são paulo state, brazil. In: 25th Epidemiology in Occupational Health Conference, 2016, Barcelona. 25th Epidemiology in Occupational Health Conference, 2016. v. 73. p. A180.

4.
SILVA, A. J. N.; VILELA, R. A. G. ; Gomes, M. A. ; Storel, A. O. ; Bragantini, C.A . Alojamentos do setor canavieiro uma experiência de Vigilância em saúde do trabalhador na região de Piracicaba. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

5.
SILVA, A. J. N.; VILELA, R. A. G. ; Almeida, I.M. . Utilizando novo instrumento para a análise de acidentes de trabalho em uma indústria metalúrgica de Piracicaba. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

6.
Almeida, I.M. ; VILELA, R. A. G. ; SILVA, A. J. N. ; Mendes, R. W. B. ; Gomes, M.H.P. ; Prado, H. ; Gonçalves, C.A.H. ; Bragantini, C.A . Análise de acidentes como estratégia de intervenção inovadora em política pública: desenvolvimento e teste de roteiro de análise de acidentes. In: Anais do IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

7.
Almeida, I.M. ; VILELA, R. A. G. ; SILVA, A. J. N. ; Prado, H. ; Mendes, R. W. B. ; Gonçalves, C.A.H. ; Bragantini, C.A ; Gomes, M.H.P. . Fórum ?Acidentes do Trabalho: Análise, Prevenção e Aspectos Associados? educação continuada para a análise e prevenção de acidentes. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

8.
VILELA, R. A. G. ; Almeida, I.M. ; SILVA, A. J. N. ; Varolla, A.J. . Segurança ?denorex?: parece, mas não é segura. Estudo de caso de AT em prensa usando roteiro de análise. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

9.
VILELA, R. A. G. ; SILVA, A. J. N. ; Gonçalves, C.A.H. ; Almeida, I.M. . Acidentes graves com queda de altura: intervenção do CEREST Piracicaba na gestão de contratos de serviços de terceiros em duas empresas distintas. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

10.
SILVA, A. J. N.; VILELA, R. A. G. ; Almeida, I.M. . Acidentes de trabalho em empresa do ramo metalúrgico de Piracicaba-SP: A produção acima da prevenção. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

11.
Luz ; Filho, H.R.C. ; Zangirolani, L.T.O. ; Silva, F.O.C. ; VILELA, R. A. G. ; Laat ; SILVA, A. J. N. . Estudo longitudinal de aspectos nutricionais em cortadores de cana, no interior de São Paulo. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

12.
Gonçalves, C.A.H. ; SILVA, A. J. N. ; VILELA, R. A. G. ; Almeida, I.M. . Desmoronamento de galpão industrial de metalúrgica: a participação de falhas latentes e do gerenciamento na ocorrência do acidente. In: IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009, Recife. Compromisso da ciência, tecnologia e inovação com direito a saúde, 2009.

13.
VILELA, R. A. G. ; SILVA, A. J. N. ; Almeida, I.M. . Aprimoramento do Sistema de Vigilância em Acidentes do Trabalho - Sivat Piracicaba. In: Congresso Paulista de saúde Pública, 2009, São José dos Campos. Saúde Pública e Crise(s): Fronteiras e Caminhos, 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
SILVA, A. J. N.. Investigação de Acidente de Trabalho. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SILVA, A. J. N.. PRODUÇÃO DE DADOS PARA VISAT: E EXPERIÊNCIA DO CEREST PIRACICABA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
SILVA, A. J. N.. Investigação de Acidente de Trabalho. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA; ALMEIDA, ILDEBERTO MUNIZ DE ; VILELA, R. A. G. . Production pressures, automatic restart and electrical accident. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
TAKAHASHI, MARA ALICE CONTI ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; SILVA, A. J. N. ; MONTANHER, P. J. S. . Violent management and organizational pathology. Reflections for an intervention articulated between academia, services and unions. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA ; SILVA, A. J. N. ; LOPES, M. G. R. ; GOMES, M. H. P. ; BUOSO, E. ; Almeida, I.M. . Model for analysis and prevention of work accidents MAPA: an organisational perspective. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SILVA, A. J. N.; ALMEIDA, I. M. ; VILELA, RODOLFO ANDRADE DE GOUVEIA . Why are workers dying in the Brazilian electrical sector?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SILVA, A. J. N.. Análise e repercussões de um caso de Acidente de trabalho investigado pelo CEREST Piracicaba. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
SILVA, A. J. N.. Saúde e Segurança no Setor Canavieiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
LAAT, ERIVELTON FONTANA DE ; VILELA, R. A. G. ; SILVA, A. J. N. ; Luz . WORK, PRODUCTION AND WEAR FOR THE MANUAL HARVESTING OF SUGARCANE IN BRAZIL. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
Luz ; Zangirolani, L.T.O. ; VILELA, R. A. G. ; Laat ; SILVA, A. J. N. ; Filho, H.R.C. . Boias Frias?... Até quando? Nutrição e Desgastes dos Trabalhadores do Corte Manual de cana de açúcar no Estado de São Paulo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
VITORINO, T. C. ; VILELA, R. A. G. ; SILVA, A. J. N. ; SANTIN, R. . Sistema de Vigilância de Sobrecarga Térmica para Proteção da Saúde do Trabalhador Canavieiro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
SILVA, A. J. N.. Sistema de Vigilância em Acidente de Trabalho. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
SILVA, A. J. N.; VILELA, R. A. G. ; Almeida, I.M. . ACIDENTES DE TRABALHO EM EMPRESA DO RAMO METALÚRGICO. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
SILVA, A. J. N.; VILELA, R. A. G. . Acidente de trabalho com queda de altura na montagem de plataforma. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
SILVA, A. J. N.. VILELA, R. A. G. ; Nunes da Silva, A.J. . Análise de Acidente de Trabalho em Prensa com dispositivos de Proteção. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
Laat ; VILELA, R. A. G. ; SILVA, A. J. N. ; Luz . Impactos sobre as condições de trabalho: o desgaste físico dos cortadores de cana de açucar. Brasilia: IBASE - Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas, 2008 (Capitulo de Livro).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA. SST em pequenas e médias empresas. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA. Acidentes Femininos. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA. Piracicaba registra 54 mortes em acidentes de trabalho em cinco anos. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
SILVA, A. J. N.. Acidentes de Trabalho. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
SILVA, A. J. N.. Acidente de Trabalho em empresa de Piracicaba. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
SILVA, A. J. N.. Curso de Introdução a Análise do Acidente de Trabalho e Inspeção em Saúde do Trabalhador. 2015. .

2.
MACHADO, C. ; MAIA, B. ; SILVA, A. J. N. ; NOVAES, J. R. ; FAZZI, J. L. . Duble de eletricista. 2015. (Documentário).

3.
SILVA, A. J. N.; NOVAES, J. R. ; Vidal, C. . Eletricitários. 2015. (Documentário).

4.
SILVA, A. J. N.. Como investigar os acidentes e doenças relacionadas ao trabalho: análise de barreiras, árvore de causas, e gestão de segurança. 2013. .

5.
SILVA, A. J. N.. Legislação, Conceituação e Investigação de AT. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para curso de Técnico de segurança do Trabalho).

6.
SILVA, A. J. N.. Máquinas, Eletricidade e Movimentação de Cargas. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para curso de Técnico de segurança do Trabalho).

7.
SILVA, A. J. N.. Técnicas de Segurança e Higiene do Trabalho. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para curso de Técnico de segurança do Trabalho).

8.
SILVA, A. J. N.. Gestão em trabalho de grandes riscos. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para curso de Técnico de segurança do Trabalho).

9.
SILVA, A. J. N.. Estatística de Segurança. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para curso de Técnico de segurança do Trabalho).

10.
VILELA, R. A. G. ; Almeida, I.M. ; SILVA, A. J. N. ; Bragantini, C.A . Curso de treinamento Técnico: Vigilância, Análise e Prevenção de Acidentes do Trabalho. 2009. .



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
19 º Encontro Estadual da RENAST e 2 º Encontro Estadual CIST.Acidentes de trabalho envolvendo terceiros na rede de distribuição elétrica Brasileira. 2017. (Encontro).

2.
58º Encontro Presencial do Fórum Acidentes do Trabalho: Análise, Prevenção e Aspectos Associados. 2017. (Encontro).

3.
SIPAT DONGWON.SEMPRE HÁ TEMPO PARA ESTAR E SEGURO. 2017. (Outra).

4.
Desastre da SAMARCO: tragédia e desafios. 2016. (Seminário).

5.
50 º Forum de Acidente de Trabalho.Lançamento do documentário "Eletricitários". 2015. (Encontro).

6.
OFICINA DE TRABALHO DA XX SEMPAT.OFICINA COM SINDICALISTAS E ATUAÇÃO DO CEREST PIRACICABA. 2015. (Oficina).

7.
PROCESSO DE INTENSIFICAÇÃO DO TRABALHO CONTEMPORÂNEO. 2015. (Encontro).

8.
XX SEMPAT.OS IMPACTOS DOS AVANÇOS DO MODELO DE GESTÃO DA TERCEIRIZAÇÃO NO TRABALHO CONTEMPORÂNEO NO BRASIL. 2015. (Encontro).

9.
1º Seminário Internacional de Análise e Prevenção de Acidentes de Trabalho. 2014. (Seminário).

10.
4ª Conferência Estadual de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadoraora.Conferência Macroregional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadoraora. 2014. (Encontro).

11.
IV Conferência Estadual de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. 2014. (Outra).

12.
III Encontro Nacional da RENAST.Saúde e Segurança no Setor Canavieiro. 2013. (Encontro).

13.
VII Seminário Saúde do Trabalhador de Franca e do V Seminário trabalho em debate.Acidentes de Trabalho, ingestição e VISAT: o papel do CEREST. 2010. (Seminário).

14.
IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2009,. Análise de Acidentes como estratégia de intervenção inovadora em política pública: desenvolvimento e teste de roteiro de análise de acidentes. 2009. (Congresso).

15.
Palestra Sobre Vigilância e Acidente de Trabalho.Sistema de Vigilância em Acidente de Trabalho em Piracicaba. 2009. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SILVA, A. J. N.; SILVEIRA, V. . V Encontro De CIPEIROS do setor metalúrgico de Piracicaba. 2014. (Outro).

2.
SILVA, A. J. N.; Almeida, I.M. . 1º Seminário Internacional de Análise e Prevenção de Acidentes de Trabalho. 2014. (Outro).

3.
SILVA, A. J. N.; TAKAHASHI, M. A. C. ; Bragantini, C.A . III Conferência Regional de Saúde do Trabalhador de Piracicaba. 2013. (Outro).

4.
Bragantini, C.A ; SILVA, A. J. N. ; Costa, Milton ; Pacheco, l.B.C . XIV SEMPAT _ Semana Municipal de Prevenção de Acidente de Trabalho. 2009. (Outro).

5.
SILVA, A. J. N.; Bragantini, C.A ; Pacheco, l.B.C ; Costa, Milton . XIII SEMPAT - Semana Municipal de Prevenção de Acidente de Trabalho. 2008. (Outro).

6.
SILVA, A. J. N.; Pacheco, l.B.C ; Bragantini, C.A ; Costa, Milton . XII SEMPAT _ Semana Municipal de Prevençãod e Acidente de Trabalho. 2007. (Outro).



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SILVA, A. J. N.. Investigação de Acidente de Trabalho. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SILVA, A. J. N.. Investigação de Acidente de Trabalho. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
SILVA, A. J. N.. Curso de Introdução a Análise do Acidente de Trabalho e Inspeção em Saúde do Trabalhador. 2015. .


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA. SST em pequenas e médias empresas. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA. Acidentes Femininos. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
SILVA, ALESSANDRO JOSÉ NUNES DA. Piracicaba registra 54 mortes em acidentes de trabalho em cinco anos. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 14:19:35