Marcelo Henrique Bezerra Ramos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9742231989328843
  • Última atualização do currículo em 14/08/2018


Possui graduação em História pela Universidade Estadual do Ceará - UECE e Mestrado em História Social pela Universidade Fluminense. Neste momento está realizando Doutorado em História Social no Programa de Pós-Graduação em História na Universidade Federal Fluminsense. É membro do Núcleo de Pesquisas sobre Estado e Poder no Brasil (NUPEPB), e do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisa sobre Marx e Marxismo (NIEP-MARX). Está trabalhando numa pesquisa sobre a greve dos bancários (1967) e a grave das castanheiras (1968), ambas ocorridas em Fortaleza/CE, onde analisa comparativa o breve ciclo de greves de 1967/68 no Ceará a partir das abordagens da Nova História Social do Trabalho. É bolsista da CAPES-MEC. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcelo Henrique Bezerra Ramos
Nome em citações bibliográficas
RAMOS, M. H. B.;RAMOS, Marcelo H. B.


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: A guerra das castanheiras da CIONE (Fortaleza-CE, 1968) contra-hegemonia, consciência de classe e memórias de luta,Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Sônia Regina Mendonça.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Estado; Hegemonia; Consciência de classe; Greve.
Grande área: Ciências Humanas
2008 - 2015
Graduação em Licenciatura Plena em História.
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Título: A esquerda cearense e a greve CIONE: experiências, memórias e consciência de classe (1968).
Orientador: William James Mello.
Bolsista do(a): Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, FUNCAP, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Scholar Visiting for Research - Departament of Labor Studies. (Carga horária: 120h).
Indiana University, IU Bloomington, Estados Unidos.
2017 - 2017
TOEFL Preparation Intensive. (Carga horária: 60h).
Stafford House Chicago, SHC, Estados Unidos.
2016 - 2016
Minicurso ?O Livro I e a crítica da Economia Política: o processo de produç. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2009 - 2009
História Indígena na América Portuguesa. (Carga horária: 12h).
Associação Nacional de História, ANPUH, Brasil.
2009 - 2009
História Indígena dos sertões do Brasil. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
2009 - 2009
A POLÍTICA ARMADA. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2008 - 2008
Arqueologia Histórica. (Carga horária: 24h).
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
2008 - 2008
História Cultural. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de São João Del-Rei, UFSJ, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Cultura em Movimento, ICEM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Produtor Cultural - RPA, Enquadramento Funcional: Produtor Cultural, Carga horária: 20


Colégio Teles - Sede Moura Matos, CT, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Professor Temporário, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 20


Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiário do Laboratória de Reserva Técnica do ARCHEA - Grupo de Pesquisa em Antiguidade e Medievalidade

Atividades

05/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Humanidades, Mestrado de História.


Secretaria Municipal de Educação - Prefeitura Municipal de Fortaleza, SME - PMF, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20


Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assistente Acadêmico, Carga horária: 20
Outras informações
Trabalho realizado a Escola Nacional de Saúde Pública Joaquim Venâncio - ENSP/FIOCRUZ para os cursos de especialização em Saúde Pública (Educação Permanente em Saúde Pública, Vigilância Sanitária, Ativadores de Mudança em Saúde, Gestão em Saúde).


Escola de Ensino Fundamental e Médio Marechal Humberto Castelo Branco, EEFM MHCB, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 16


Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, ALEC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Assessor Parlamentar, Enquadramento Funcional: Assessor Parlamentar, Carga horária: 20



Linhas de pesquisa


1.
Mundo do Trabalho, História, Política e Cultura


Projetos de pesquisa


2013 - 2015
As Operárias ?Insensatas?: História, memória, cultura e política na greve da CIONE (Fortaleza-CE, 1968)
Descrição: Esta pesquisa é fruto de um esforço de trazer para o debate historiográfico um processo de conflito entre classes no período da ditadura civil militar, mais especificamente em 1968, na cidade de Fortaleza, e que, assim como tantos outros, foram silenciados pela repressão e necessitam de maior atenção acadêmica, contribuindo assim para o entendimento da memória, da cultura política e do fazer-se da classe trabalhadora na capital do Ceará. Buscamos prosseguir um trabalho iniciado com uma monografia para conclusão do curso de história da UECE, tendo aqui o foco na análise da construção da greve entendendo as trajetórias de vida das operárias, a relação com as organizações de esquerda e a forma de organização como parte do processo da construção de culturas políticas da classe trabalhadora em Fortaleza nos finais da década de 1960. A história da greve na CIONE ? Companhia Industrial de Óleos do Nordeste ? de 1968 faz parte da história do conflito de classes e das lutas contra o regime militar brasileiro em Fortaleza. A história desta greve é a história da construção de uma cultura política entre mulheres operárias, uma escola de formação de consciências de classe. Neste sentindo, queremos contribuir para construção da história do movimento operário de Fortaleza, entendendo sua formação cultural e sua importância política..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Conservação e sistematização de reserva técnica arqueológica da UECE
Descrição: Bolsista de Iniciação científica e membro do ARCHEA - grupo de pesquisa em antiguidade e medievaliade.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
Arqueologia cearense: inventário e organização de reserva técnica de material recebido como endosso institucional pelo curso de história da UECE
Descrição: Bolsista de Iniciação Cintífica do projeto Arqueologia cearense: inventário e organização de reserva técnica de material recebido como endosso institucional pelo curso de história da UECE.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História e Mundo do Trabalho.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
RAMOS, Marcelo H. B.2018RAMOS, Marcelo H. B.. A ?GUERRA? DAS CASTANHEIRAS (CIONE, FORTALEZA/CE, 1968): UMA EXPERIÊNCIA DE LUTA E A CONSTRUÇÃO DE CONSCIÊNCIAS DE CLASSE. HISTÓRIA E CULTURAS, v. 5, p. seer.uece.br, 2018.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
RAMOS, Marcelo H. B.. CONTRA OS EXTERMÍNIOS DA DITADURA DO PASSADO E DA DEMOCRACIA DO PRESENTE: POR UMA LUTA RADICAL EM DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS, DA VERDADE E DA JUSTIÇA!. Site do campo Rompendo Amarras, 01 abr. 2013.

2.
RAMOS, Marcelo H. B.. TAPAR O SOL COM PENEIRA? CRIMINALIZAR NÃO É A SOLUÇÃO!. Site do campo Rompendo Amarras, 03 mar. 2013.

3.
RAMOS, Marcelo H. B.; FERREIRA, P. ; HAUBRICH, A. ; PERES, R. ; ALTMANN, C. ; GUILHERME, P. ; MODA, F. ; MIOTTO, T. . 15-O: UMA PRIMAVERA QUE SE ESTENDEU. O Viés: jornalismo a contrapelo, 18 out. 2011.

4.
RAMOS, Marcelo H. B.; MORAES, Talita . 20 mil pessoas fazem barricadas pela educação em Brasília. Site do Coletivo Barricadas Abrem Caminhos, 29 ago. 2011.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
RAMOS, Marcelo H. B.. O caráter educativo de um aparelho privado de hegemonia da classe trabalhadora: a experiência de organização da Ação Popular junto as castanheiras (CIONE, Fortaleza-CE, 1967-1969). In: XVIII Encontro Internacional e Encontro de História da ANPUH-RIO, 2018, Niterói. Anais do Encontro Internacional e XVIII Encontro de História da ANPUH-Rio, 2018.

2.
RAMOS, Marcelo H. B.. A Guerra das Castanheiras (Fortaleza-CE, Brasil, 1968): Contra-hegemonia e Consciência de Classe. In: IV Conferência Internacional Greves e Conflitos Sociais., 2018, são paulo. Anais da IV Conferência Internacional Greves e Conflitos Sociais., 2018.

3.
RAMOS, Marcelo H. B.. A Guerra das Castanheiras (Cione, Fortaleza, 1968) a partir dos conceitos de classe, raça e gênero na nova história social do trabalho. In: Colóquio Internacional Marx e o Marxismo 2017: De O capital à Revolução de Outubro (1867 ? 1917), 2017, niteroi. Anais do Colóquio Internacional Marx e o Marxismo 2017 De O capital à Revolução de Outubro (1867 ? 1917), 2017.

4.
RAMOS, Marcelo H. B.. guerra das castanheiras a partir dos conceitos de estado, hegemonia, classe e organização política em marx e gramsci. In: XXIX SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA Contra os preconceitos: História e Democracia., 2017, Brasília. CADERNO DE RESUMOS DO XXIX SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA Contra os preconceitos: História e Democracia, 2017.

5.
RAMOS, Marcelo H. B.. A GUERRA DAS CASTANHEIRAS E A CRÍTICA DO ESTADO E DA POLÍTICA EM GRAMSCI E MARX. In: IX SIMPÓSIO NACIONAL ESTADO E PODER: Gramsci na Pesquisa Histórica, 2016, Niterói, Rio de Janeiro. ANAIS DO IX SIMPÓSIO NACIONAL ESTADO E PODER: Gramsci na Pesquisa Histórica, 2016.

6.
RAMOS, M. H. B.. A GREVE DAS CASTANHEIRAS DA COMPANHIA INDUSTRIAL DE ÓLEOS DO NORDESTE ? CIONE ? EXPERIÊNCIAS E MEMÓRIAS SOBRE UMA CONSCIÊNCIA DE CLASSE (1968). In: XIV ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DO CEARÁ: A Historiografia contemporânea e seu caráter libertário - As contribuições de MARC BLOCH, 2014, Limoiro do Norte - CE. Anais do XIV ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DO CEARÁ: A Historiografia contemporânea e seu caráter libertário - As contribuições de MARC BLOCH, 2014.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
RAMOS, Marcelo H. B.. Entre a espada e a bíblia, preferimos a catequese. In: XXX Encontro Nacional de Estudantes de História, 2010, Fortaleza. XXX Encontro Nacional de Estudantes de História (30.: 2010:Fortaleza,CE). Fortaleza: EdUECE, 2017.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
RAMOS, M. H. B.. A GREVE DAS CASTANHEIRAS DA COMPANHIA INDUSTRIAL DE ÓLEOS DO NORDESTE ? CIONE ? EXPERIÊNCIAS E MEMÓRIAS SOBRE UMA CONSCIÊNCIA DE CLASSE (1968). In: XII Encontro Nacional de História Oral: Política, Ética e Conhecimento, 2014, Teresina - PI. Anais do XII Encontro Nacional de História Oral: Política, Ética e Conhecimento, 2014.

2.
RAMOS, M. H. B.; OLIVEIRA, Guarany . A Universidade Estadual do Ceará no governo das mudanças (1986-1994). In: V Encontro Brasileiro de Educação e Marxismo, 2011, Florianópolis - SC. Anais do V Encontro Brasileiro de Educação e Marxismo, 2011.

3.
RAMOS, M. H. B.. CONTRIBUIÇÃO DA CATEQUESE PARA A OCUPAÇÃO PORTUGUESA DO TERRITÓRIO CEARENSE. In: XXIX Encontro Nacional dos Estudantes de História, 2009, Belém. Anais do XXIV Encontro Nacional dos Estudantes de História, 2009.

Artigos aceitos para publicação
1.
RAMOS, Marcelo H. B.. Artigo - A GUERRA DAS CASTANHEIRAS (CIONE, FORTALEZACE, 1968) UMA EXPERIÊNCIA DE LUTA E A CONSTRUÇÃO DE CONSCIÊNCIAS DE CLASSE. História e Culturas, 2017.

2.
RAMOS, M. H. B.. Um panorama sobre a regulamentação da profissão de historiador. Encontro Nacional de Estudantes de História, 2014.

3.
RAMOS, M. H. B.. Ensinar história pra quê?. Encontro Nacional de Estudantes de História, 2014.

Apresentações de Trabalho
1.
RAMOS, Marcelo H. B.. The Battle of the 'Castanheiras' (1968): An experience in working class organization in Brazil.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
RAMOS, Marcelo H. B.. A guerra das castanheiras: memória, experiência e consciências de classe na greve da CIONE (1968). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
RAMOS, Marcelo H. B.. A GUERRA DAS CASTANHEIRAS E A CRÍTICA DO ESTADO E DA POLÍTICA EM GRAMSCI E MARX. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
RAMOS, Marcelo H. B.. A guerra das castanheiras: memória, experiência e consciências de classe na greve da CIONE (1968). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
RAMOS, Marcelo H. B.. A Guerra das Castanheiras e a Crítica do Estado e da Política em Gramsci e Marx. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
RAMOS, M. H. B.. CATEQUIZAÇÃO: ALTERNATIVA OU OBRIGAÇÃO?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
RAMOS, M. H. B.. CONTRIBUIÇÃO DA CATEQUESE PARA A OCUPAÇÃO PORTUGUESA DO TERRITÓRIO CEARENSE. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
RAMOS, M. H. B.. O papel da arqueologia na inclusão social: a contribuição da ciência na transformação da sociedade. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
RAMOS, Marcelo H. B.. A esquerda cearense e a greve da CIONE: experiências, memórias e consciência de classe (1968). 2014 (Monografia).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
RAMOS, M. H. B.. Cine Clube "O que eu fiz para você me desrespeitar assim?. 2009 (Cine Clube).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Labor and Working Class History Association?s ?Scales of Struggle? conference. 2017. (Encontro).

2.
Working-Class Studies Association Annual Conference.The Battle of the ?Castanheiras? (1968): An experience in working class organization in Brazil.. 2017. (Encontro).

3.
IV Seminário Internacional Mundos do Trabalho / VIII Jornada Nacional de História do Trabalho,.A GUERRA DAS CASTANHEIRAS DA CIONE (1968): EXPERIÊNCIAS, MEMÓRIAS E CONSCIÊNCIAS DE CLASSE. 2016. (Seminário).

4.
IX Simpósio Nacional Estado e Poder.A Guerra das Castanheiras e a Crítica do Estado e da Política em Gramsci e Marx. 2016. (Simpósio).

5.
Marx e Marxismo 2016. 2016. (Seminário).

6.
XII Conselho Nacional de Entidades de Base da UNE. 2009. (Encontro).

7.
XIII Semana de História da UECE.CATEQUIZAÇÃO: ALTERNATIVA OU OBRIGAÇÃO?. 2009. (Seminário).

8.
XXIX Encontro Nacional dos Estudantes de História.CONTRIBUIÇÃO DA CATEQUESE PARA A OCUPAÇÃO PORTUGUESA DO TERRITÓRIO CEARENSE. 2009. (Encontro).

9.
5 Workshop Arqueológico de Xingó. 2008. (Oficina).

10.
XXVIII Encontro Nacional de Estudantes de História. 2008. (Encontro).

11.
I Conferência Internacional Vozes de Nuestra América. 2007. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RAMOS, M. H. B.. XXV Simpósio Nacional de História - História e Ética. 2009. (Outro).

2.
SIQUEIRA, Silvia Márcia Alves ; RAMOS, M. H. B. ; NETO, Joao Moreira ; STUDART, Vitor Melo . I Jornada de Arqueologia da UECE. 2009. (Outro).

3.
RAMOS, M. H. B.. XIII Semana de História da UECE. 2009. (Outro).



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/10/2018 às 9:51:51