Danielly Carla Silva Miranda

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3247520723169025
  • Última atualização do currículo em 05/06/2017


Possui graduação em Fonoaudiologia e especialização em Audiologia pela Universidade Potiguar (RN). Atualmente é servidora pública da Prefeitura Municipal de Parnamirim (RN), atuando como Fonoaudióloga na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), Unidade de Cuidados Intermediários (Médio Risco) e no Programa de Triagem Auditiva Neonatal da Maternidade do Divino Amor. É Fonoaudióloga na área de Deficiências Auditivas do Centro de Educação e Pesquisa Anita Garibaldi (CEPSAG)/Instituto Santos Dumont (ISD).Também tem atuação como Fonoaudióloga Educacional na Escola Sistema Jockey Club, localizada no mesmo Município. Tem experiência profissional principal na área de Audiologia Clínica e Educacional e Fonoaudiologia Escolar. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Danielly Carla Silva Miranda
Nome em citações bibliográficas
MIRANDA DCS

Endereço


Endereço Profissional
Secretaria Municpal de Saúde - Prefeitura Municipal de Parnamirim, Maternidade Divino Amor.
Avenida Tenente Medeiros
Centro
59140020 - Parnamirim, RN - Brasil
Telefone: (84) 36455001


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2011
Especialização em Audiologia.
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
Título: PROGRAMA DE DETECÇÃO PRECOCE DE PERDAS AUDITIVAS NA INFÂNCIA: O IDEAL E O REAL.
Orientador: Hannalice Gottschalck Cavalcanti.
2006 - 2009
Graduação em Fonoaudiologia.
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
Bolsista do(a): Financiadora de Estudos e Projetos, FINEP, Brasil.




Formação Complementar


2016
Extensão universitária em Estimulação Precoce. (Carga horária: 120h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2017 - 2017
Oficina de Desenvolvimento de Competências Pedagógicas para Prática em Saúd. (Carga horária: 20h).
Centro de Educação e Pesquisa Anita Garibaldi, CEPSAG/ISD, Brasil.
2015 - 2015
Os dez passos para o Aleitamento Materno. (Carga horária: 20h).
Hospital Maternidade do Divino Amor - Prefeitura Municipal de Parnamirim, HMDA, Brasil.
2015 - 2015
Sem. Internacional sobre o desenv. perceptual e cognitivo do bebê prematuro. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2014 - 2014
WORKSHOP TESTE DA LINGUINHA: PROTOCOLOS DE AVALIAÇ. (Carga horária: 10h).
CEFAC - Saúde e Educação, CEFAC, Brasil.
2014 - 2014
Curso Iniciativa Hospital Amigo da Criança. (Carga horária: 20h).
Hospital Maternidade do Divino Amor - Prefeitura Municipal de Parnamirim, HMDA, Brasil.
2011 - 2011
Programa de TANU: etapas, protocolos e atualidades. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2009 - 2009
Educação continuada em Fissuras Labiopalatinas. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2009 - 2009
Eletrofisiologia da Audição. (Carga horária: 2h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2009 - 2009
Avaliação e Reabilitação Vestibular. (Carga horária: 2h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2009 - 2009
Estágio em Fonoaudiologia/Audiologia/TANU. (Carga horária: 960h).
Maternidade do Divino Amor, MDA, Rep.Centro-Africana.
2008 - 2008
II Encontro Interdisciplinar de Neurologia Infanti. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2008 - 2008
SAÚDE E EDUCAÇÃO. (Carga horária: 12h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2008 - 2008
FONOAUDIOLOGIA E ESTÉTICA FACIAL. (Carga horária: 4h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2008 - 2008
FORMAÇÃO EM ORTOGRAFIA. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2008 - 2008
TÉCNICAS VOCAIS. (Carga horária: 4h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2008 - 2008
Gagueira: intervenção precoce. (Carga horária: 6h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2008 - 2008
Estágio em Fonoaudiologia Clínica e Educacional. (Carga horária: 640h).
Centro Avançado de Saúde Escolar - Prefeitura Municipal de Parnamirim, CASE, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Fonoaudiologia Escolar. (Carga horária: 30h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2007 - 2007
Tecnologia dos Aparelhos Auditivos. (Carga horária: 2h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2007 - 2007
TÉCNICAS PARA FALAR EM PÚBLICO. (Carga horária: 4h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.
2006 - 2006
Hábitos de Atividades Físicas e Nutricionais. (Carga horária: 3h).
Universidade Potiguar, UnP, Brasil.


Atuação Profissional



Colégio Sistema Jockey Club, SJC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Fonoaudióloga Educacional, Carga horária: 20


Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Disciplinas ministradas: AUDIOLOGIA CLÍNICA II AUDIOLOGIA CLÍNICA IV AUDIOLOGIA EDUCACIONAL E REABILITAÇÃO AUDITIVA ÉTICA E DEONTOLOGIA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM AUDIOLOGIA I ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM AUDIOLOGIA II ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM AVALIAÇÃO E TERAPIA FONOAUDIOLÓGICA II


Maternidade do Divino Amor, MDA, Rep.Centro-Africana.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Fonoaudióloga - UTIN, Médio Risco e TAN, Carga horária: 40


CENTRO SUVAG/RN, SUVAG, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Prestador de Serviço, Enquadramento Funcional: Fonoaudióloga - Setor de Próteses Auditivas, Carga horária: 30


Centro de Educação e Pesquisa Anita Garibaldi, CEPSAG/ISD, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Fonoaudióloga, Carga horária: 20



Projetos de extensão


2015 - 2016
O uso do Sistema de FM no ambiente escolar
Descrição: A Politica Nacional de Educacao Especial na Perspectiva da Educacao Inclusiva ? MEC/2008, objetivando a transformacao dos sistemas educacionais em sistemas educacionais inclusivos, define como estrategias para garantia do acesso, participacao e aprendizagem dos estudantes publico alvo da Educacao Especial, a formacao continuada de professores; a oferta do atendimento educacional especializado; a garantia das condicoes de acessibilidade arquitetonica, nas comunicacoes, informacoes, nos mobiliarios, materiais didaticos e nos transportes; articulacao intersetorial entre as politicas publicas; dialogo com a familia e possibilidade de aprender ao longo de toda vida. Considerando a populacao de estudantes com deficiencia auditiva e muito importante que os professores compreendam a diversidade de alunos que podem receber em suas salas de aula, como por exemplo: alunos que experenciaram propostas educacionais para o desenvolvimento da Lingua Brasileira de Sinais ? LIBRAS precocemente e sao fluentes nesta lingua ? neste caso o recurso de acessibilidade a comunicacao indicado e o interprete de LIBRAS; alunos que experenciaram propostas educacionais para o desenvolvimento da Lingua Brasileira de Sinais ? LIBRAS tardiamente e podem comunicar-se nesta lingua ainda com alguma dificuldade - neste caso o recurso de acessibilidade a comunicacao indicado tambem e o interprete de LIBRAS; alunos que experenciaram propostas terapeuticas para o desenvolvimento da audicao e linguagem oral precocemente. Possivelmente estas criancas se comunicarao naturalmente por meio do Portugues falado e o recurso de acessibilidade a comunicacao indicado sera o Sistema de Frequencia Modulada ? Sistema de FM; alunos que experenciaram propostas terapeuticas para o desenvolvimento da audicao e linguagem oral tardiamente. Existe uma variabilidade quanto ao nivel de desenvolvimento da linguagem oral neste grupo de criancas: desde criancas que podem falar naturalmente ate criancas que comunicam-se oralmente com algumas dificuldades. O recurso de acessibilidade a ser indicado possivelmente sera o Sistema de FM, o qual sera adaptado caso a caso nos Servicos de Saude Auditiva do Sistema Unico de Saude; alunos que perderam a audicao apos adquirirem linguagem oral - estas criancas se comunicarao naturalmente por meio do Portugues falado e o recurso de acessibilidade indicado sera o Sistema de FM; alunos com perdas auditivas de graus moderado e leve - estas criancas possivelmente se comunicarao naturalmente por meio do Portugues falado e o recurso de acessibilidade indicado sera o Sistema de FM; Ressalta-se que para todos os alunos, o acompanhamento do professor da sala regular e do atendimento educacional especializado (AEE) sao fundamentais, visto que estes professores atuarao com cada crianca de modo a atender necessidades especificas de cada uma delas em seu processo educacional. Nessa perspectiva, considerando o cumprimento das estrategias de garantia da acessibilidade a comunicacao a todos os estudantes e a articulacao intersetorial entre as politicas publicas, o Projeto ?Uso de Sistema FM na Escolarizacao de Estudantes com Deficiencia Auditiva?, desenvolvido em 2012 em escolas publicas situadas nas cinco regioes do pais, propos a adocao do Sistema de Frequencia Modulada (FM) como ferramenta de acessibilidade na educacao de estudantes com deficiencia auditiva, usuarios de Aparelhos de Amplificacao Sonora Individual (AASI) e/ou Implante Coclear (IC). (Termo de Cooperacao n. 15850/FNDE). O Sistema de FM consiste em um microfone ligado a um transmissor de frequencia modulada portatil usado pelo professor, que capta sua voz e a transmite diretamente ao receptor de FM conectado ao AASI e/ou IC do estudante, permitindo-o ouvir a fala do professor de forma mais clara, eliminando o efeito da distancia, uma vez que a voz do professor atinge diretamente o dispositivo eletronico da.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


Reações dos pais de crianças com epilepsia em relação aos aspectos emcionais e de linguagem.
Situação: Desativado; Natureza: Outra.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
CAVALCANTI, HG ; MIRANDA DCS ; SILVA, CRF . Follow up da triagem auditiva neonatal universal: o que podemos melhorar?. In: 27º Encontro Internacional de Audiologia, 2012, Bauru/SP. Follow up da triagem auditiva neonatal universal: o que podemos melhorar?, 2012.

2.
MIRANDA DCS; SILVEIRA PCM . Apropriação ortográfica: uma revisão da literatura.. In: XI Congresso Científico e X Mostra de Extensão da UnP, 2009, Natal/RN. Apropriação ortográfica: uma revisão da literatura., 2009.

3.
MIRANDA DCS; MARESSA LVF ; MELO PDF . Ocorrência de atraso no desenvolvimento da linguagem em crianças com epilepsia. In: XI Congresso Científico e X Mostra de Extensão da UnP, 2009, Natal/RN. Ocorrência de atraso no desenvolvimento da linguagem em crianças com epilepsia, 2009.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ARAÚJO, FCM; MIRANDA DCS; SPERI, MRB. Participação em banca de Laise Caroba da Silva.Estudo dos protocolos de Potencial Auditivo de Tronco Encefálico em crianças. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

2.
ARAÚJO, FCM; MIRANDA DCS; SOUZA, MGA. Participação em banca de BEATRIZ DE ALBUQUERQUE LADEIRA.Normatização do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico para estímulo clique em adultos. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

3.
BALEN SA; ARAÚJO, FCM; MIRANDA DCS. Participação em banca de Suzane Cristina Dantas Pereira.Correlação da resposta de sucção na audiometria de observação comportamental e limiar eletrofisiológico: estudo de caso nos três primeiros meses de vida. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

4.
BRAZOROTTO JS; BALEN SA; MIRANDA DCS. Participação em banca de Katarina Soares de Souza.Adaptação cultural do protocolo "Listening Inventory for Education ? REVISED (L.I.F.E. - R)" para o português brasileiro. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Simpósio Internacional em Implantes Cocleares e Otoaudiologia. 2012. (Simpósio).

2.
I Simpósio Internacional em Implantes Cocleares e Otoaudiologia. 2010. (Simpósio).

3.
III Jornada de Fonoaudiologia da Universidade Potiguar. 2009. (Simpósio).

4.
I Seminário Científico em Fonoaudiologia. 2009. (Seminário).

5.
XI Congresso Científico e X Mostra de Extenção da Universidade Potiguar. Ocorrência de atraso no desenvolvimento da linguagem em crianças com epilepsia. 2009. (Congresso).

6.
XI Congresso Científico e X Mostra de Extenção da Universidade Potiguar. Apropriação ortográfica: uma revisão da literatura. 2009. (Congresso).

7.
I Jornada de Fonaoudiologia da Universidade Potiguar. 2008. (Simpósio).

8.
X Congresso Científico e IX Mostra de Extensão da Universidade Potiguar. 2008. (Congresso).

9.
I Forúm de Medicina da Universidade Potiguar. 2007. (Outra).

10.
IX Congresso Cientíico e VIII Mostra de Extensão da Universidade Potiguar. 2007. (Congresso).

11.
VIII Congresso Científico e VII Mostra de Extenção da Universidade Potiguar. 2006. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
GEPS - UFRN ; MIRANDA DCS . I Encontro Multidisciplinar em Saúde: avanços, desafios e perspectivas. 2009. (Outro).

2.
ARAUJO A ; MIRANDA DCS . Capacitação: Dengue - diagnóstico e manejo clínico - exposição dialogada. 2008. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/01/2019 às 22:34:31