Caroline Brandão Monteiro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7530727129631032
  • Última atualização do currículo em 22/05/2018


Biomédica, graduada pela Universidade Federal de Goiás (2012), possui experiência com estudos envolvendo o uso de antiinflamatórios não-esteroidais na população de Jataí - GO e arboviroses e hantavirose na região do Médio Araguaia - MT. Pela universidade, estagiou em laboratórios público e particular, desenvolvendo diversas atividades dentro das áreas de hematologia, parasitologia, bioquímica, entre outras. Estagiou na vigilância sanitária da região, participando da fiscalização de comércios e residências. Estagiou no laboratório de farmacologia da UFG/ Campus Jataí. Posteriormente, estagiou no laboratórios de virologia do Bloco de Ciências da Saúde da UFG/ Campus Jataí. É mestra em Imunologia e Parasitologia pela UFMT (2015) através do Programa de Pós-Graduação em Imunologia e Parasitologia Básicas e Aplicadas com área de atuação e pesquisa: Virologia médica, viroses emergentes, hantavírus e ecoepidemiologia. Atualmente é doutoranda no programa de Ciências da Saúde pela UNIFESP e faz estudos relacionados a migração celular, obesidade e vacinação genética contra T. cruzi. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Caroline Brandão Monteiro
Nome em citações bibliográficas
MONTEIRO, C. B.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de São Paulo, Instituto de Biociências.
Rua Mirassol
Vila Clementino
04044010 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (013) 981121027


Formação acadêmica/titulação


2015
Doutorado em andamento em INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS DA SAÚDE.
Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Título: Migração das células T CD8+ específicas geradas após a vacinação genética contra a infecção experimental crônica causada pelo Trypanosoma cruzi.,
Orientador: Jose Ronnie Carvalho de Vasconcelos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Vacinação genética; T. cruzi; T CD8+; Migração celular.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Parasitologia.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
2013 - 2015
Mestrado em Imunologia e Parasitologia Básicas e Aplicadas.
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Título: INQUÉRITO SOROEPIDEMIOLÓGICO PARA HANTAVIROSE EM PACIENTES COM DOENÇA FEBRIL NA REGIÃO DO MÉDIO ARAGUAIA- MATO GROSSO,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Prof. Dr Marcos Lazaro Moreli.
Coorientador: Prof Dr Eduardo Luzia França.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso, FAPEMAT, Brasil.
Palavras-chave: Hantaviroses; Soroepidemiologia; Zoonose; Síndrome cardiopulmonar por hantavírus.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.
2008 - 2012
Graduação em Biomedicina.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: ANÁLISE FARMACOEPIDEMIOLÓGICA DO USO DE ANTIINFLAMATÓRIOS NÃO-ESTEROIDAIS (AINES) PELA POPULAÇÃO NO MUNICÍPIO DE JATAÍ ? GO.
Orientador: Dr. Cleber Douglas Lucinio Ramos.




Atuação Profissional



Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestre, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Mestre na Universidade Federal do Mato Grosso com linha de pesquisa sobre inquéritos soroepidemiológico para hantavírus e detecção molecular para arbovírus.


Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Aluna Graduação, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio supervisionado no Laboratório de Análises Clínicas Santa Clara em Jataí GO.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Aluna Graduação, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio supervisionado no Laboratório de Análises Clínicas Centro Médico de Jataí GO.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Aluna Graduação, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio supervisionado no Secretária de Saúde Pública, atuando na fiscalização da Vigilância Sanitária em Jataí GO.


Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Doutoranda, Enquadramento Funcional: Estudante/Pesquisadora, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2013 - 2015
INQUÉRITO SOROEPIDEMIOLÓGICO PARA HANTAVIROSE EM PACIENTES COM DOENÇA FEBRIL NA REGIÃO DO MÉDIO ARAGUAIA- MATO GROSSO
Descrição: O Estado de Mato Grosso tem sofrido extenso desmatamento e alterações do meio ambiente para usar a terra como cultivo de monoculturas como soja e milho, além de receber a intensa migração de trabalhadores de outras partes do país para trabalhar nessas plantações, estes fatores contribuíram para agravos de problemas de saúde relacionados a vetores e hospedeiros silvestres como a hantavirose, que pode se manifestar de duas maneiras: a Febre Hemorrágica com Síndrome Renal (FHSR) e a Síndrome Cardiopulmonar por Hantavírus (SCPH), contudo no Brasil a SCPH é a predominante devido a associação com roedores Sigmodontíneos. A transmissão se dá através de aerossóis provenientes da excreta desses roedores silvestres. O objetivo do estudo foi de realizar um inquérito sorológico para hantavírus em moradores da região do Médio Araguaia em amostras de fase aguda coletadas de pacientes febris. Foi utilizado teste sorológico ELISA para identificação de hantaviroses, além de um hemograma completo do indivíduo. Foram coletadas 209 amostras de soro, foi aplicado o método ELISA in house para determinar anticorpos IgM e IgG em amostras de pacientes febris para identificar hantavirus, houve uma soroprevalência de 7%, sendo o sexo feminino o mais atingido e nessa faixa, criança e idosos são os mais acometidos e descritos sintomas como cefaléia, náuseas/vômitos, diarréia, dores no corpo em geral e em seus exames laboratoriais uma discreta anemia, baixa quantidade de hemácias, hemoglobinas e diminuição na taxa do hematócrito e uma elevada quantidade de leucócitos, principalmente de células segmentadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Caroline Brandão Monteiro - Integrante / Marcos Lázaro Moreli - Coordenador / Eduardo Luzia França - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
2011 - 2012
ANÁLISE FARMACOEPIDEMIOLÓGICA DO USO DE ANTIINFLAMATÓRIOS NÃO-ESTEROIDAIS (AINES) PELA POPULAÇÃO NO MUNICÍPIO DE JATAÍ ? GO
Descrição: A inflamação pode ocorrer devido a estímulos flogísticos. Frente a tais estímulos, o organismo responde desencadeando o processo inflamatório, caracterizado pela liberação de mediadores químicos. Tal processo objetiva eliminar o agente agressor, este fenômeno desencadeia sintomas clássicos de uma inflamação: dor, calor, rubor, edema, e o agravamento desses sintomas poderá levar a perda da função. Os antiinflamatórios não esteroidais (AINEs) são comumente utilizados para uma ampla variedade de síndromes dolorosas e, nem sempre há um processo inflamatório instalado. Os AINEs combatem a inflamação através da inibição das prostaglandinas, inativando as cicloxigenases. Frente a esse mecanismo, é possível observar reações não esperadas, que são chamados de efeitos adversos. Dados relatam um elevado consumo dessa classe de medicamentos pela população mundial. Diante disso, é extremamente importante realizar um estudo sobre a utilização de AINEs pela população do município de Jataí - GO. Objetivos: Avaliar a utilização de antiinflamatórios não-esteroidais pela população do município de Jataí - Goiás, objetivando elaborar intervenções educativas para evitar os riscos da automedicação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Caroline Brandão Monteiro - Integrante / Lidiane Gaban - Integrante / Igor Sousa - Integrante / Tracy Martina Marques Martins - Integrante / Cleber Douglas L. Ramos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 3


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos/Especialidade: Virologia.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecoepidemiologia.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2012
1º Lugar na Apresentação de Pôster na SEMAC - UEG, Universidade Estadual de Goiás.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos aceitos para publicação
1.
FERREIRA, C. P. ; CARISTE, L. M. ; VIRGILIO, F. S. ; MORASCHI, B. F. ; MONTEIRO, C. B. ; MACHADO, A. M. V. ; GAZZINELLI, R. T. ; BRUNA-ROMERO, O. ; RUIZ, P. L. M. ; RIBEIRO, D. A. ; LANNES-VIEIRA, J. ; LOPES, M. F. ; RODRIGUES, M. M. ; VASCONCELOS, J. R. C. . LFA-1 mediates cytotoxicity and tissue migration of specifc CD8+ T cells after heterologous prime-boost vaccination against Trypanosoma cruzi infection. Frontiers in Immunology, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
MONTEIRO, C. B.; FERREIRA, C. P. ; CARISTE, L. M. ; MORASCHI, B. F. ; MACHADO, A. M. V. ; GAZZINELLI, R. T. ; BRUNA-ROMERO, O. ; CARVALHO, C. P. F. ; VASCONCELOS, J. R. C. . Prime-boost immunization protocol protects genetically obese mice against experimental infection with T. cruzi. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
MONTEIRO, C. B.; MARTINS, T. ; Ramos, C. D. L ; GABAN, L. ; SOUSA, I. ; MORELI, M. L. . Estudo Transversal sobre o uso de antiinflamatórios não-esteroidais (AINEs) e ocorrência de efeitos colaterais pela população de Jataí - GO. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
MONTEIRO, C. B.; MARTINS, T. ; SOUSA, I. ; GABAN, L. ; Ramos, C. D. L ; MORELI, M. L. . ANÁLISE FARMACOEPIDEMIOLÓGICA DO USO DE ANTIINFLAMATÓRIOS NÃO-ESTEROIDAIS (AINES) PELA POPULAÇÃO NO MUNICÍPIO DE JATAÍ ? GO. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
MONTEIRO, C. B.; MORELI, M. L. ; COSTA, V. G. . Boletim Epidemiológico 01. Jataí - GO: Prefeitura de Jataí - GO, 2013 (Boletim Epidemiológico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MONTEIRO, C. B.; FRANÇA, E. L.; FRANCA, A. C. H.. Participação em banca de Débora da Cunha Ormond Rosa.CONTROLE DE QUALIDADE NO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Mato Grosso.

2.
BRUNE, M. W.; ROCHA, E. M.; MONTEIRO, C. B.. Participação em banca de CAMILLA DA SILVA RIBEIRO.O GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Mato Grosso.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VI international course on Molecular Biology of Tripanosomátidos and International Symposium of cell biology and Molecular of Chagas disease.. 2017. (Outra).

2.
Gerenciamento de Risco no Ambiente de Trabalho, com Ênfase em Laboratórios. 2016. (Outra).

3.
II Congresso Acadêmico da UNIFESP. II Congresso Acadêmico da UNIFESP - Seção área da Saúde: Imunologia. 2016. (Congresso).

4.
XLI Congress of the Brazilian Society of Immunology 2016 | IX ESCI ? Extra Section of Clinical Immunology. PRIME-BOOST IMMUNIZATION PROTOCOL PROTECTS GENETICALLY OBESE MICE AGAINST EXPERIMENTAL INFECTION WITH T. CRUZI.. 2016. (Congresso).

5.
XLI Congress of the Brazilian Society of Immunology 2016 and IX ESCI ? Extra Section of Clinical Immunologyogy. PRIME-BOOST IMMUNIZATION PROTOCOL PROTECTS GENETICALLY OBESE MICE AGAINST EXPERIMENTAL INFECTION WITH T. CRUZI.. 2016. (Congresso).

6.
Curso De Treinamento No Uso De Animais De Laboratório Do Campus Baixada Santista. 2015. (Outra).

7.
I Seminário Nacional de Ciências Tecnologias e Inovação em Saúde.ANÁLISE FARMACOEPIDEMIOLÓGICA DO USO DE ANTIINFLAMATÓRIOS NÃO-ESTEROIDAIS (AINES) PELA POPULAÇÃO NO MUNICÍPIO DE JATAÍ ? GO. 2011. (Seminário).

8.
I Congresso Integrado de Saúde. 2009. (Congresso).

9.
11º Encontro Regional de Biomedicina. 2008. (Encontro).

10.
II Encontro de Biomedicina. 2008. (Encontro).



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
MONTEIRO, C. B.; MARTINS, T. ; SOUSA, I. ; GABAN, L. ; Ramos, C. D. L ; MORELI, M. L. . ANÁLISE FARMACOEPIDEMIOLÓGICA DO USO DE ANTIINFLAMATÓRIOS NÃO-ESTEROIDAIS (AINES) PELA POPULAÇÃO NO MUNICÍPIO DE JATAÍ ? GO. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
MONTEIRO, C. B.; FERREIRA, C. P. ; CARISTE, L. M. ; MORASCHI, B. F. ; MACHADO, A. M. V. ; GAZZINELLI, R. T. ; BRUNA-ROMERO, O. ; CARVALHO, C. P. F. ; VASCONCELOS, J. R. C. . Prime-boost immunization protocol protects genetically obese mice against experimental infection with T. cruzi. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/10/2018 às 9:19:36