Nelson Santiago

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6269182814045590
  • Última atualização do currículo em 15/01/2015


Possui graduação em Letras-Português-Literaturas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985). Atualmente é integrante do projeto de pesquisa "Currículos, narrativas audiovisuais e diferenças" (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Nelson Santiago
Nome em citações bibliográficas
SANTIAGO, N.


Formação acadêmica/titulação


2014
Mestrado em andamento em Educação.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Cinematografia de Claudio Assis à Luz da Teoria Queer,Orientador: Maria da Conceição da Silva Soares.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
1981 - 1985
Graduação em Letras-Português-Literaturas.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Centro Nacional de Folclore e cultura popular, CNFCP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 20
Outras informações
Ação educativa que consistiu em realizar entrevistas com o público visitante da exposição "A fé que move"



Projetos de pesquisa


2012 - Atual
Currículos, narrativas audiovisuais e diferenças
Descrição: Este projeto de pesquisa busca investigar, a partir do estudo das narrativas audiovisuais e das maneiras pelas quais professores e estudantes se apropriam delas, as relações entre os diversos modos de imaginar e significar o mundo e os outros que eles experimentam, as práticas/políticas curriculares que realizam e os posicionamentos éticos, estéticos e políticos que assumem, especialmente no enfrentamento entre os modos de subjetivação que se pretendem hegemônicos e às micropolíticas cotidianas que instituem outras significações, outras subjetividades e outros modos de existência. Nosso interesse está, dessa forma, especialmente na relação imaginação, experiência, educação e diferença, problematizando, com Homi Bhabha, a noção de diversidade, bem como as diferenças/identidades de gênero e sexualidade. Esta investigação está em consonância com outros estudos que desenvolvemos no mestrado, no doutorado (UFES) e no pós-doutorado em Educação (UERJ), sempre na interface educação, comunicação, cultura, subjetividade e redes educativas. Com Omar Rincón, partimos da premissa que as culturas audiovisuais juntam experiências e narrativas que produzem estilos de habitar sem chegar a conformar identidades plenas, constituindo assim laboratórios experimentais da sensibilidade e do pensamento. Com os pesquisadores que conformam a tendência em pesquisa nos/dos/com os cotidianos, compartilhamos que a pesquisa é também um lugar de intervenção e de ampliação das possibilidades para a ação e para o conhecimento. Assim, entendemos que nossas análises precisam considerar, além da compreensão das práticas já realizadas no entrecruzamento das redes de significações, o devir-imagético impulsionado com a pesquisa, ou seja, o vir a ser, o processo de subjetivação individual/coletivo em andamento a partir do momento que cada um e todos os envolvidos se põem a imaginar e a ficcionar sobre o mundo, sobre si e o outro e sobre as práticas educativas, inventado outros possíveis...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.



Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Apresentações de Trabalho
1.
SANTIAGO, N.; Simone Gomes da Costa ; Maria Clara Boing . Tomboy: um diálogo entre educação, cinema e sexualidade. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SANTIAGO, N.. OS MORTOS MEXICANOS SÃO DE METAL: identidade juvenil forjada em dois processos de comunicação.. Cidade do México: Editora da Universidade do México, 2013. (Tradução/Artigo).

2.
SANTIAGO, N.. Construções sobre a infância em processos migratórios transnacionais:Gêneros e espaços para políticas de identidade?. Cidade do México: Universidade do México, 2013. (Tradução/Artigo).

3.
SANTIAGO, N.. Metáforas de Ouro:coroas reais da Coréia Antiga. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, 2013. (Tradução/Artigo).

4.
SANTIAGO, N.. Patrimônio Cultural Alimentar Coreano: modos Kimchi e tradição Gimjang. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, 2013. (Tradução/Artigo).

5.
SANTIAGO, N.. Protegendo o patrimônio imaterial:o papel do conhecimento do folclore na República da Coréia. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, 2013. (Tradução/Artigo).

6.
SANTIAGO, N.. As Origens coloniais do passado coreano. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, 2013. (Tradução/Artigo).

7.
SANTIAGO, N.. As multiplicidades contemporâneas dos soldados de Lee. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, 2013. (Tradução/Artigo).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
A Fé que Move.Monitoria. 2013. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTIAGO, N.; BULCAO, H. . Bonecas para o combate. 2013. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SANTIAGO, N.; Simone Gomes da Costa ; Maria Clara Boing . Tomboy: um diálogo entre educação, cinema e sexualidade. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 23:33:08