Laurenci Barros Esteves

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3975136047744389
  • Última atualização do currículo em 27/07/2017


É mestre em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará (UFC) e graduado em Letras com habilitação em língua portuguesa, língua Inglesa e suas respectivas literaturas pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Atua como revisor e tradutor de textos em língua inglesa e língua portuguesa e foi um dos membros fundadores do Jornal Grapiúba: o jornal dos estudantes de Letras da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), tendo sido, ainda, membro do Centro Acadêmico do curso de Letras da mesma universidade. Desenvolveu pesquisa no campo da Análise do Discurso, intitulada "Análise do Discurso e Argumentação: a construção do ethos no discurso político de Dilma Rousseff" (FAPESB, 2011-2012), e também a pesquisa "Outrização Produtiva, Subalternidade e Literatura Pós-Colonial Caribenha" (CNPq, 2012-2013), que se insere no campo de estudo das Literaturas Modernas de Língua Inglesa. É membro integrante do ELLE - Estudos em Línguas e Literaturas Estrangeiras (UESC) e do PROTEXTO (UFC) - grupo de estudos que se dedica à Linguística Textual. Durante o mestrado, realizou estudos conduzidos sob a égide da Linguística Textual, nos quais investigou as funções discursivas dos processos referenciais de encapsulamento em artigos de opinião. Possui experiência na área de Letras, com ênfase em Linguística Textual, atuando principalmente nos seguintes temas: referenciação, gêneros textuais, argumentação, metadiscursividade, tradução e communicative approach. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Laurenci Barros Esteves
Nome em citações bibliográficas
ESTEVES, L. B.


Formação acadêmica/titulação


2015 - 2017
Mestrado em Lingüística.
Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
Título: Funções discursivas dos processos referenciais de encapsulamento em artigos de opinião,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Mônica Magalhães Cavalcante.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
2009 - 2013
Graduação em Letras.
Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
Título: A anáfora associativa em dois gêneros: a crítica jornalística e a crônica.
Orientador: Marileide dos Santos de Oliveira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2000 - 2007
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Status, CS, Brasil.
1996 - 1999
Ensino Fundamental (1º grau).
Escola Monte Sinai, EMS, Brasil.




Formação Complementar


2012
Extensão universitária em English Course.
Fulbright Comissão para o Intercâmbio entre os Estados Unidos e o Brasil, FULBRIGHT, Brasil.
2016 - 2016
Theoretical Foundations of the International School Program. (Carga horária: 24h).
Colégio Ari de Sá Cavalcante, ASC, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em TEP - Teacher Education Program Preservice. (Carga horária: 40h).
Instituto de Idiomas Yázigi, YÁZIGI, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Conceitos básicos do pensamento de Mikhail Bakhtin. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Antropologia do Teatro. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Sociolinguística e Ensino. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em O homem: O que ele é?. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Introdução aos estudos de Análise do Discurso. (Carga horária: 24h).
Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
2004 - 2007
Língua Inglesa.
Fisk, FISK, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de mestrado


Instituto de Idiomas Yázigi, YÁZIGI, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 17, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20
Outras informações
Desenvolve o projeto de pesquisa intitulado "Outrização Produtiva, Subalternidade e Literatura Pós-Colonial Caribenha", com apoio do CNPq. A pesquisa em questão é desenvolvida sob a orientação do Prof. Dr. Isaías Francisco de Carvalho.

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de área
Outras informações
Coordenador da área de Ensino, Pesquisa e Extensão do Centro Acadêmico de Letras Ruy Póvoas, na Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC.

Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuou como bolsista de Iniciação Científica com apoio da FAPESB - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, tendo desenvolvido o projeto "Análise do Discurso e Argumentação: A construção do ethos no discurso político de Dilma Rousseff", sob orientação do Prof. Dr. Eduardo Lopes Piris.


Fisk, FISK, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor


Colégio Ari de Sá Cavalcante, ASC, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Professor Bilíngue, Enquadramento Funcional: Professor



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Referenciação, intertextualidade e argumentação
Descrição: Este projeto planeja o último ano de uma pesquisa iniciada em 2012, pelo grupo PROTEXTO, para a qual vêm colaborando as duas bolsistas de pós-doutorado pelo programa PNPD/CAPES: Mariza Angélica Paiva Brito e Meire Virgínia Cabral Gondim. O projeto das pós-doutorandas para o grupo PROTEXTO recobre três eixos investigativos: referenciação, intertextualidade e argumentação. Iniciaremos com algumas conjeturas sobre as noções de texto, de discurso, de sujeito, de enunciação, de práticas discursivas e de ato comunicativo, convocando, para isso, as articulações teóricas, realizadas pela doutoranda Hildenize Laurindo Andrade, entre a Linguística Textual e a Semiolinguística de Charaudeau. No que tange à referenciação, daremos sequência aos estudos desenvolvidos na tese em andamento de Antônia Suele de Souza Alves, sobre as funções discursivas dos processos referenciais. Também discutiremos a conceituação da dêixis, abordando os parâmetros semântico e pragmático-discursivo deste processo referencial - uma reflexão fomentada pela pesquisa de pós-doutorado da professora Leonor Werneck dos Santos (UFRJ). Concluiremos ainda o livro sobre referenciação e ensino, cuja publicação está prevista pela Editora Cortez para o ano corrente. Daremos continuidade, ainda dentro desta temática, à tentativa de Suelene Oliveira Nascimento de relacionar os parâmetros descritos na Gramática do Design Visual aos processos referenciais em textos multissemióticos. Em relação ao fenômeno da intertextualidade, buscaremos aplicar as funções discursivas das relações de citação, referência e alusão, propostas por Jamille Saínne Malveira Forte, a textos em quadrinhos. Além disso, retomaremos as discussões empreendidas por Kennedy Cabral Nobre e Maria da Graça dos Santos Faria, que refletiram sobre os pressupostos teóricos de Genette (1982), e testaremos algumas das conclusões a que esses autores chegaram. No que respeita à argumentação, dois projetos de tese, o de Olavo Garantizado Júnior e o de Flávia Cristina Cândido de Oliveira, ambos dedicados a uma proposta de abordagem da argumentação com finalidades, sobretudo, retóricas, guiarão nossa análise, também fundada em Perelman e Tyteca (1996) e em Breton (1999)...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Vozes do Caribe Estendido e do Atlântico Negro: confluências teórico-críticas
Descrição: As confluências de vozes literárias e crítico-teóricas que são propostas neste projeto são consignadas no conceito-atitude de outrização produtiva , delineado por Isaias Carvalho (2003; 2012), que se presta à análise e à apresentação de obras literárias de autores(as) anglófonos(as) e brasileiros(as) nas margens sul-sul do Atlântico Negro (GILROY, 2001) e do Caribe Estendido (WALLERSTEIN, 1974). Destacam-se as abordagens crítico-teóricas pós-coloniais e decoloniais promotoras de diálogos interculturais produtivos, mesmo que conflitantes em sua dinâmica, na contemporaneidade. Quanto a outrização produtiva, enfatiza-se que, enquanto o termo outrização , caracterizado por Gayatri Spivak (1985), implica a interdição, a desautorização, a inferiorização, a demonização, o silenciamento e a colonização do Outro, esse conceito-atitude serve de contraponto, uma vez que propõe a releitura da memória silenciada no âmbito das relações de trocas simbólicas contemporâneas que ocorrem entre culturas/grupos diversos, em nome de projetos coletivos e renovadores de poder, saber e ser. O corpus literário composto por textos dos caribenhos Derek Walcott e Jamaica Kincaid, do nigeriano Wole Soyinka e do brasileiro João Ubaldo Ribeiro será abordado também em termos de suas representações de subalternidade e de esforços de intervenção cultural, sobretudo no que concerne à negritude. O campo teórico em que este projeto se insere é o dos Estudos Culturais Pós-Coloniais, como delimitados por Walter Mignolo (1996) e Georg Gugelberger (1997), entre outros pensadores do campo. Pretende-se, portanto, aprofundar questões teórico-críticas sobre diversas correntes dos estudos acerca das literaturas anglófonas e brasileira. Esse aprofundamento não poderá carecer de questionamentos sobre a consistência das próprias classificações dessas literaturas produzidas a partir da segunda metade do século XX. A pesquisa examinará o histórico dos Estudos Culturais, com destaque para o pensamento pós-colonial e sua crítica atual pelo viés da teorização decolonial. Contudo, em que pese o eloquente distanciamento que teóricos do decolonial tais como Walter Mignolo e Immanuel Wallerstein, entre outros tentam manter em relação ao campo pós-colonial consolidado por intelectuais tais como Gayatri Spivak e Stuart Hall, entre outros , nesta pesquisa privilegiam-se seus pontos de convergência. Não são olvidadas suas diferenças, mas incluem-se ambos na perspectiva contemporânea de ressignificações, revisões e desrecalque de vozes reprimidas pelo colonialismo moderno e pelos neo-colonialismos contemporâneos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Laurenci Barros Esteves - Integrante / Danillo Mota Lima - Integrante / Isaias Francisco de Carvalho - Coordenador / Bárbara Albuquerque da Paixão - Integrante / Luana Caetano Thibes - Integrante / Tamíris Ramos de Castro - Integrante.
2012 - 2013
Outrização Produtiva: literatura pós-colonial, subalternidade e chulice
Descrição: a partir do conceito de ?outrização produtiva?, delineado por Isaias Carvalho (2003), objetiva-se analisar e apresentar A small place, de Jamaica Kincaid (1988), e A casa dos Budas ditosos, de João Ubaldo Ribeiro (1999), como obras literárias pós-coloniais e promotoras de diálogos interculturais no chamado ?Caribe Estendido?, que compreende a costa sul dos Estados Unidos até o Recôncavo Baiano. Enquanto o termo ?outrização?, caracterizado por Gayatri Spivak (1985), implica a int erdição, a desautorização, a inferiorização, a demonização, o silenciamento e a colonização do Outro, ?outrização produtiva? contrapõe-se à mera outrização, uma vez que propõe a releitura da memória silenciada no âmbito das relações de trocas simbólicas contemporâneas que ocorrem entre culturas/grupos diversos. O corpus literário será estudado também em termos de suas representações de subalternidade, sobretudo no que concerne à mulher negra, no caso de A small place, e de chulice, especificamente em A casa dos Budas ditosos. O campo teórico em que este projeto se insere é o dos Estudos Culturais Pós-Coloniais, como delimitados por Walter Mignolo (1996) e Georg Gugelberger (1997). Pretende-se, de igual modo, inserir a discussão do pós-colonial e do corpus literário no que Carvalho (2012) chama de ?a era da ironia?..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Laurenci Barros Esteves - Integrante / Danillo Mota Lima - Integrante / Isaias Francisco de Carvalho - Coordenador.
2011 - 2012
Análise do Discurso e Argumentação: exame dos mecanismos de construção do ethos discursivo
Descrição: O objetivo do projeto é investigar os procedimentos de construção do ethos em discursos enunciados a partir de dois campos de atividade institucionalizados, diametralmente opostos no que diz respeito à sua orientação argumentativa, a saber: o campo político e o campo literário. O corpus da pesquisa constitui-se com base nos pronunciamentos realizados por Dilma Rousseff durante a campanha presidencial brasileira de 2010 e os romances O país do carnaval (1930) e Gabriela, cravo e canela (1958), de Jorge Amado. A pesquisa assume os pressupostos teórico-metodológicos da Análise do Discurso (cf. Maingueneau, 1997), e da Teoria da Argumentação (cf. Amossy, 2007). Nessa perspectiva, aborda a noção de ethos, recorrendo especificamente aos trabalhos de Maingueneau (2005; 2006). A análise do ethos desses discursos volta-se para a descrição das formas da heterogeneidade enunciativa, das cenas de enunciação, da modalização, da dêixis linguística, dos usos, tipos e hierarquização dos argumentos etc. Por fim, a pesquisa pretende mostrar de que maneira procedimentos discursivos e mecanismos linguísticos da língua portuguesa são mobilizados para a construção do ethos no discurso político e no discurso literário, assim como apurar a qualidade de ethos que emerge dos discursos de Dilma Rousseff e de Jorge Amado, compreendendo aí os sentidos construídos por meio da linguagem...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - Atual
ELLE - Estudos em Línguas e Literaturas Estrangeiras
Descrição: Promover e divulgar a pesquisa científica em línguas e literaturas estrangeiras; incentivar a iniciação científica em estudos de línguas e literaturas estrangeiras na Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC; estudar comparativamente as produções literárias em línguas estrangeiras. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2011 - 2014
ProEDA - Programa de Divulgação dos Estudos sobre Discurso e Argumentação
Descrição: Este Programa de Extensão propõe um conjunto articulado de ações de extensão continuadas e temporárias, tais como cursos de extensão, seminários de pesquisa, ciclo de palestras, bem como a criação e a publicação da EID&A - Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação. Os trabalhos relacionados ao ProEDA afastam-se das visadas que tomam o texto fora de suas condições de enunciação e daquelas que compreendem a argumentação como mero mecanismo de persuasão. Em outros termos, isso equivale dizer que a preocupação dos pesquisadores envolvidos com o ProEDA volta-se para a análise das práticas discursivas presentes, de forma concreta, na sociedade, em que são examinados os procedimentos de construção do discurso, considerando seu contexto sócio-histórico de produção...
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Membro de corpo editorial


2012 - 2013
Periódico: Grapiúba - Jornal dos alunos de letras da UESC


Revisor de periódico


2011 - 2014
Periódico: Revista EID&A
2012 - 2013
Periódico: Grapiúba - Jornal dos alunos de Letras da UESC


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Linguística do Texto.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Russo
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Latim
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ESTEVES, L. B.2016ESTEVES, L. B.; CARVALHO, I. F. . A Small Place, de Jamaica Kincaid: o despertar da voz de Antígua. Folio (Online): revista de letras, v. 8, p. 11, 2016.

2.
2ESTEVES, L. B.2015ESTEVES, L. B.. Aspectos discursivo-funcionais da introdução referencial encapsuladora em artigos de opinião. Linguasagem (São Paulo), v. 24, p. 1-12, 2015.

3.
1ESTEVES, L. B.2015ESTEVES, L. B.; MACEDO, P. S. A. . Uma análise discursivo-funcional dos processos referenciais encapsuladores em artigos de opinião. Revista Língua Nostra, v. 3, p. 14-35, 2015.

4.
3ESTEVES, L. B.2012ESTEVES, L. B.; LIMA, E. C. O. ; MELO, J. O. ; LIMA, D. M. . Os sufixos de grau e a polissemia sufixal: análise dos sufixos -ão e -inho no texto publicitário.. Linguasagem (São Paulo), v. 12, p. 4, 2012.

5.
5ESTEVES, L. B.2011 ESTEVES, L. B.; MENDES, R. R. . Características das cantigas de escárnio presentes no rap "Fala sério", de Gabriel "O Pensador". Revista Anagrama (USP), v. 4, p. 1-9, 2011.

6.
4ESTEVES, L. B.2011 ESTEVES, L. B.; NASCIMENTO, Darling Moreira do . O ethos e a ideologia no discurso político de Dilma Rousseff. Linguasagem (São Paulo), v. 17, p. 1-12, 2011.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ESTEVES, L. B.. Sou aquele. Grapiúba: o jornal dos alunos de Letras da UESC, Universidade Estadual de Santa, p. 1 - 9, 31 dez. 2012.

2.
ESTEVES, L. B.. A atuação do professor em sala de aula: incumbências, necessidades e reflexões. Grapiúba: o jornal dos alunos de Letras da UESC, UESC, p. 1 - 9, 31 dez. 2012.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ESTEVES, L. B.; MELO, J. O. . A análise do arquétipo atribuído ao feminino em Helena, romance de Machado de Assis. In: Colóquio Internacional 100 anos de Jorge Amado: História, Literatura e Cultura, 2012, Ilhéus. Colóquio Internacional 100 anos de Jorge Amado: História, Literatura e Cultura (Trabalhos Completos), 2012. v. 1. p. 1-1114.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ESTEVES, L. B.. As funções discursivas dos processos referenciais encapsuladores em textos de alunos. In: I Simpósio de Linguística Textual, 2015, Fortaleza. Caderno de Resumos. Fortaleza: Edições Inesp, 2015. v. 1. p. 13-210.

2.
ESTEVES, L. B.. O papel das figuras retóricas na construção do ethos de Dilma Rousseff. In: II Jornada de Análise do Discurso da UESC, 2013, Ilhéus. II Jornada de Análise do Discurso da UESC - Programação e Caderno de Resumos, 2013. v. 1. p. 1-28.

3.
ESTEVES, L. B.; OLIVEIRA, M. S. . A anáfora associativa em dois gêneros: a crítica jornalística e a crônica. In: XVII Ebel - Encontro Baiano dos Estudantes de Letras, 2013, Ilhéus. Caderno de resumos, 2013.

4.
ESTEVES, L. B.. Análise do Discurso e Argumentação: a construção do ethos no discurso político de Dilma Rousseff. In: IV Sepexle - Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras, 2012, Ilhéus. IV SEPEXLE - Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras: Ensino e Pesquisa no Curso de Letras, 2012.

5.
ESTEVES, L. B.; MELO, J. O. . A análise do arquétipo atribuído ao feminino em Helena, romance de Machado de Assis. In: Colóquio Internacional 100 anos de Jorge Amado: História, Literatura e Cultura, 2012, Ilhéus. Colóquio Internacional 100 anos de Jorge Amado: História, Literatura e Cultura (Trabalhos Completos), 2012. v. 1. p. 1-1114.

6.
ESTEVES, L. B.. Figuras retóricas, ethos e discurso político:análise do pronunciamento de lançamento da candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República. In: I SEDiAr, Seminário de Estudos sobre Discurso e Argumentação, 2012, Ilhéus. Caderno de Resumos e Programação do I SEDiAr, Seminário de Estudos sobre Discurso e Argumentação. Ilhéus: Imprensa Universitária, 2012. v. 1. p. 5-75.

Apresentações de Trabalho
1.
ESTEVES, L. B.. As anáforas encapsuladoras axiológicas e suas funções discursivas: uma aproximação com a metadiscursividade hylandiana. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
ESTEVES, L. B.. Referenciação e ensino: a Linguística Textual em sala de aula. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
ESTEVES, L. B.. As funções discursivas dos processos referenciais encapsuladores em textos de alunos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
ESTEVES, L. B.. Um estudo da anáfora associativa no texto jornalístico e na crônica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
ESTEVES, L. B.. The communicative approach: how to teach English effectively?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
ESTEVES, L. B.. O papel das figuras retóricas na construção do ethos de Dilma Rousseff. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
ESTEVES, L. B.. Outrização produtiva, subalternidade e literatura pós-colonial caribenha. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
ESTEVES, L. B.. Jamaica Kincaid: o desrecalque da voz de Antígua. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
ESTEVES, L. B.. Análise do Discurso e Argumentação: a construção do ethos no discurso político de Dilma Rousseff. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
ESTEVES, L. B.; SILVA, N. F. . Vampirism in Literature: an approach about sexuality in Carmilla and Dracula. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
ESTEVES, L. B.. A análise do arquétipo atribuído ao feminino em Helena, romance de Machado de Assis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
ESTEVES, L. B.. Carmilla: a discussion about vampirism and homosexuality in literature. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
ESTEVES, L. B.. Figuras retóricas, ethos e discurso político:análise do pronunciamento de lançamento da candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
ESTEVES, L. B.. Jamaica Kincaid: words, thoughts and life. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
ESTEVES, L. B.. Jamaica Kincaid: post-colonial literature and words of hatred. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

16.
ESTEVES, L. B.. Jamaica Kincaid: the voice of Antigua. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
ESTEVES, L. B.; Darling Moreira do Nascimento . O ethos e a ideologia no discurso político de Dilma Rousseff. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
ESTEVES, L. B.. Poesias, contos, textos literários 2012 (Produções Poéticas).

2.
ESTEVES, L. B.; MELO, J. O. . Florbela Espanca em perspectiva. Feira de Santana 2012 (Artigo).

3.
ESTEVES, L. B.; OLIVEIRA, K. C. . Os sentidos de "Auditório". Ilhéus, 2012. (Tradução/Artigo).

4.
ESTEVES, L. B.; OLIVEIRA, K. C. . Sobre a combinação da pragma-dialética com a análise crítica do discurso, 2011. (Tradução/Artigo).

5.
ESTEVES, L. B.. Tradução ao inglês do site da EID&A - Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação, 2011. (Tradução/Outra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ESTEVES, L. B.. Consultoria Pedagógica ao CEBRASPE. 2015.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
ESTEVES, L. B.. Outrização Produtiva, Subalternidade e Literatura Pós-Colonial Caribenha. 2013. (Relatório de pesquisa).

2.
ESTEVES, L. B.. Outrização Produtiva: literatura pós-colonial, subalternidade e chulice. 2013. (Relatório de pesquisa).

3.
ESTEVES, L. B.. Parecerista - XVII Encontro Baiano dos Estudantes de Letras. 2013. (Parecerista).

4.
ESTEVES, L. B.. Capa da edição n. 2 da EID&A - Revista eletrônica de estudos integrados em discurso e argumentação. 2012. (Cartas, mapas ou similares/Outra).

5.
ESTEVES, L. B.; Eduardo Lopes Piris . Análise do Discurso e Argumentação: exame dos mecanismos de construção do ethos discursivo. 2012. (Relatório de pesquisa).

6.
ESTEVES, L. B.. Logomarca do IV Sepexle - Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras. 2012. (Criação de Logomarca).

7.
ESTEVES, L. B.. Caderno de Resumos do IV Sepexle - Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras. 2012. (Diagramação).

8.
ESTEVES, L. B.. Idea Factory: UESC English Teaching Convention. 2012. (Criação de Logomarca).

9.
ESTEVES, L. B.. II Simpósio de Estágio Supervisionado do Curso de Letras: Formação de Professor de Línguas e Cibercultura. 2012. (Monitoria).

10.
ESTEVES, L. B.. Monitoria voluntária no projeto 'Cadernos de Aulas do LEA - Revista C@LEA'. 2012. (Monitoria).

11.
ESTEVES, L. B.. I SEDiAr. 2012. (Monitoria).

12.
ESTEVES, L. B.. Capa da edição n. 1 da EID&A - Revista eletrônica de estudos integrados em discurso e argumentação. 2011. (Cartas, mapas ou similares/Outra).

13.
ESTEVES, L. B.. III SEPEXLE ? Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras ?Ensino e Pesquisa no Curso de Letras?. 2010. (Monitoria).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Palestra "Internationalisation in Spanish Tertiary Education". 2017. (Seminário).

2.
Palestra "The intercultural perspective in Brazilian High School EFL Textbooks". 2017. (Seminário).

3.
Palestra "UESC goes Russian". 2017. (Seminário).

4.
I Jornada de Pesquisas do Grupo de Estudos e Pesquisas em Linguística Aplicada. 2016. (Encontro).

5.
Minicurso "Vamos falar do professor de línguas do século XXI? - Por quê? Quem? Como? Onde?. 2016. (Outra).

6.
VIII Sepexle - Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras. 2016. (Seminário).

7.
I Simpósio de Linguística Textual. 2015. (Simpósio).

8.
I Simpósio de Linguística Textual.Avaliador de pôsteres. 2015. (Simpósio).

9.
Linguagem e sociedade. 2015. (Seminário).

10.
Problemas de análise textual para o ensino de línguas. 2015. (Outra).

11.
Curso Memorial de Formação. 2013. (Oficina).

12.
Idea Factory 2013: Uesc English Teaching Convention. 2013. (Outra).

13.
II Jornada de Análise do Discurso da UESC. 2013. (Outra).

14.
Memorial Descritivo: outros percursos da formação inicial. 2013. (Oficina).

15.
Colóquio Internacional 100 anos de Jorge Amado: História, Literatura e Cultura. 2012. (Outra).

16.
Curso Retórica e Argumentação. 2012. (Seminário).

17.
ICT and English teaching: NO WAY OUT!. 2012. (Oficina).

18.
Idea Factory: UESC English Language Teaching Convention. 2012. (Outra).

19.
IV SEPEXLE ? Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras ss. 2012. (Seminário).

20.
Minicurso "Conteúdos para o ensino de língua portuguesa no ensino básico". 2012. (Outra).

21.
Palestra narrativa pessoal e nacional no Bildungsroman negro do Caribe anglófono. 2012. (Outra).

22.
17° seminário de iniciação científica e 11ª semana de pesquisa e pós-graduação. 2011. (Seminário).

23.
A gramática cinematográfica: linguagem, imagem e discurso. 2011. (Oficina).

24.
Lendo o que se ouve: a música como recurso metacognitivo. 2011. (Outra).

25.
XV EBEL - Encontro Baiano dos Estudantes de Letras. 2011. (Encontro).

26.
A Morte: um tema sob vários olhares. 2010. (Encontro).

27.
Da cognição ao raciocínio lógico: linguagens híbridas e hipermídia. 2010. (Seminário).

28.
III SEPEXLE ? Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras ?Ensino e Pesquisa no Curso de Letras?. 2010. (Seminário).

29.
Mini-curso "Análise do Discurso: Enunciação e construção do sentido", com Helena Nagamine Brandão. 2010. (Seminário).

30.
Mini-curso "Argumentação e discurso político", com William Menezes.. 2010. (Seminário).

31.
II Seminário de Português como Língua Estrangeira na UESC: diálogos interculturais. 2009. (Seminário).

32.
O trágico e a culpa. 2009. (Seminário).

33.
Reforma Ortográfica. 2009. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ESTEVES, L. B.. I Simpósio de Linguística Textual. 2015. (Outro).

2.
ESTEVES, L. B.; CARVALHO, I. F. . Idea Factory: UESC English Language Teaching Convention 2013. 2013. (Outro).

3.
PIRIS, E. L. ; ESTEVES, L. B. ; SANTOS SOBRINHA, C. S. ; NASCIMENTO, Darling Moreira do . Curso Retórica e Argumentação. 2012. (Outro).

4.
CARVALHO, I. F. ; ROSA, P. A. ; ESTEVES, L. B. . Idea Factory:UESC English Language Teaching Convention. 2012. (Outro).

5.
ESTEVES, L. B.; SOBRINHA, Cecília Souza Santos ; SILVA, N. F. ; SANTOS, G. N. ; MELO, J. O. ; LIMA, E. C. O. . IV SEPEXLE ? Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras ?Ensino e Pesquisa no Curso de Letras?. 2012. (Outro).

6.
ESTEVES, L. B.; PIRIS, Eduardo Lopes . Conceitos básicos do pensamento de Mikhail Bakhtin. 2011. (Outro).



Outras informações relevantes


Projetos:

Em 2011, desenvolveu o projeto de Iniciação Científica voltando-se para a Análise do Discurso. O projeto consiste em pesquisas relacionadas à argumentação e ao discurso político.

Revista EID&A:

Trabalha com a revisão de textos em língua inglesa e em língua portuguesa como parte do corpo editorial da Revista EID&A - Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação. O periódico online abrange a publicação de artigos voltados para a análise do discurso e argumentação, contando com o apoio de importantes teóricos e estudiosos de várias partes do mundo que voltam as suas pesquisas para a Linguística.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 23:23:50