Felipe Ventura Vargas

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2701178220111434
  • Última atualização do currículo em 08/12/2017


Felipe Ventura Vargas começou o curso de Engenharia Mecânica em 2010 participando de projetos na área de física do estado sólido, participando do projeto financiado pelo CNPQ "Análise de resistência a Corrosão de juntas soldadas de diversas classes de aços inoxidáveis", estudando diversas áreas, desde química à análise espectrográfica. Trocou para curso Física Bacharelado em 2012 onde continuou atuando na área de estado sólido onde participou do projeto "Produção e caracterização de uma amostra policristalina supercondutora de alta temperatura crítica", financiado pela PROPESP. Passou três semestres na Irlanda com uma bolsa financiada pela CAPES pelo programa Ciência Sem Fronteiras, na National University of Ireland, Maynooth, estudando astrofísica, onde, com as habilidades desenvolvidas até então na engenharia e na área de materiais, participou de um projeto da missão COrE da European Space Agency (ESA), onde, além de estudar disciplinas específicas da astrofísica, aprendeu a trabalhar com programas de Física Ótica especializados, analisando performance ótica de objetos, implementando programação matemática para projetar os espelhos de telescópios espaciais, definindo parâmetros e orientação dos espelhos. Ao retornar participou do projeto com bolsa financiada pela FAPERGS de nome "Avanços Observacionais e as soluções de Friedmann-Lemaitre-Robertson-Walker" também na área de astrofísica. Escreveu a monografia intitulada de "Estudando o Universo em Larga Escala, Função de Correlação de dois Pontos: Uma Análise de suas limitações e potencialidades". (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Felipe Ventura Vargas
Nome em citações bibliográficas
VARGAS, F. V.


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2017
Graduação em Física Bacharelado.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
com período sanduíche em National University of Ireland Maynooth (Orientador: Neil Trappe).
Título: Estudando o Universo em Larga Escala: Função de Correlação de dois Pontos, uma Análise de suas limitações e potencialidades.
Orientador: Evelise Gausmann.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil.
2010 interrompida
Graduação interrompida em 2012 em Engenharia Mecânica.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Ano de interrupção: 2012
2006 - 2008
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Técnico Industrial Prof. Mário Alquati, CTI, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Introdução LaTeX: Editor de Textos Científicos. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsa Financiada pela FAPERGS na qual estudou o Universo em larga escala. Analisando a Função de Correlação de Dois Pontos, uma ferramenta muito importante, ao comparar distribuições amostrais com distribuições geradas por um Processo Pontual de Poisson Homogêneo, identifica escalas nas quais há homogeneidade ou aglomeração. Por ter tal importância, a Função de Correlação de dois Pontos teve suas limitações e potencialidades explorados. Estudos e testes com diferentes distribuições sintéticas foram realizados. Os resultados mostraram que a Função de Correlação de Dois Pontos consegue identificar escalas características nas quais distribuições podem ser considerada homogêneas, concentradas ou apresentam vazio. Um limite para a resolução das oscilações que representam escalas características foi encontrado, caso o afastamento entre picos das oscilações (e, portanto, distância entre distribuições) for inferior a quatro vezes o desvio padrão das distribuições, as oscilações são sobrepostas - informação que não se perde no histograma de distâncias que forma a função. Também, um resultado encontrado na literatura foi confirmado. Foi mostrado que diferentes distribuições podem gerar Funções de Correlação de dois Pontos similares.

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor de Física III, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 20
Outras informações
Professor de Física para o Núcleo Educacional Popular Quinta Superação, atividade de extensão promovida pelo Programa de Auxílio ao Ingresso nos Ensinos Técnico e Superior - PAIETS, da Universidade Federal do Rio Grande.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Supercondutores são materiais que, dentre outras, apresentam duas propriedades: resistividade elétrica e indução magnética nula abaixo de uma determinada temperatura crítica (TC). Dentre as diversas classes do material existem os Cupratos, sais de cobre que apresentam temperatura de transição supercondutora acima do ponto de liquefação do nitrogênio líquido, tornando relativamente fácil e barata a utilização do material. O trabalho tem como objetivo produzir e caracterizar um cuprato, óxido de ítrio, bário e cobre, com fórmula estequiométrica YBa2Cu3O7, e estudar suas características, desde a reação de estado sólido com tratamento térmico para ajustar a estrutura cristalina desejada, até seus testes de resistividade que determinam a temperatura de transição do material. A metodologia consiste em misturar os compostos que formam o material, favorecer as reações do estado sólido, fazer os tratamentos térmicos necessários, caracterizar o material pronto e testar suas propriedades. Como resultado do trabalho, foi produzida uma amostra policristalina do YBa2Cu3O7 e foram feitas caracterizações estruturais através de difração de raios-X e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Também foi feita uma medida de resistividade elétrica em função da temperatura para determinação do TC da amostra. A partir do resultado da medida de resistividade foi constatado que a amostra produzida é supercondutora numa temperatura de aproximadamente 92 K.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
O projeto consiste na caracterização inicial de diversos aços inoxidáveis de diversas classes fazendo a soldagem, caracterização pós-soldagem através de análise microscópica e espectrográfica, realização de ensaios de corrosão e de ensaios mecânicos visando avaliar a variação de propriedades provenientes do processo de transformação.

Atividades

4/2015 - 7/2015
Ensino, Física Bacharelado, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Física III
3/2013 - 9/2013
Ensino,

Disciplinas ministradas
Física I
Física II
Física III

National University of Ireland Maynooth, NUI, Irlanda.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante visitante e Bolsista, Carga horária: 40
Outras informações
Bolsista Capes do programa Ciência Sem Fronteiras. Estudou astrofísica na National University of Ireland, Maynooth, onde participou da missão do satélite astronômico COrE, um projeto da Agência Espacial Européia (ESA).

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante, Carga horária: 40
Outras informações
O tema da pesquisa foi a análise óptica de sistemas de telescópio para uma futura missão de astronêmica de um satélite, conhecido como COrE. Esta foi uma proposta de missão da Agência Espacial Européia dedicada à observação da polarização da Radiação Cósmica de Fundo. Felipe foi encarregado de encontrar um design óptico para o telescópio de satélite (2 sistemas de espelho) para obter a resolução óptica necessária, mas também para encaixar mecanicamente dentro de um volume confinado devido aos limites de volume do iniciador. Esta missão visa frequências em torno de 100 GHz (radioastronomia) e Felipe teve que aprender e usar o software especializado em Óptica Física (PO) para analisar o desempenho óptico do telescópio. Também para implementar um projeto de telescópio, foi necessária programação matemática para definir os parâmetros do espelho e os vetores de orientação.



Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Astronomia / Subárea: Astrofísica Extragalactica.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Astronomia / Subárea: Instrumentação Astronômica.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Física / Subárea: Física da Matéria Condensada.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Apresentações de Trabalho
1.
VARGAS, F. V.; GAUSMANN, E. . Aplicação de Teoria de Grafos na Caracterização de Distribuições de Dados: Uma Comparação com a Função de Correlação de Dois Pontos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
VARGAS, F. V.; GAUSMANN, E. . Análise da Função de Correlação de Dois Pontos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
VARGAS, F. V.; COSTA, R. M. . PRODUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE UMA AMOSTRA POLICRISTALINA SUPERCONDUTORA DE ALTA TEMPERATURA CRÍTICA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
VARGAS, F. V.; DUARTE, D. R. ; CARDOSO, P. H. S. . ANÁLISE DE RESISTÊNCIA À CORROSÃO DE JUNTAS SOLDADAS DE DIVERSAS CLASSES DE AÇOS INOXIDÁVEIS. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
VARGAS, F. V.; GAUSMANN, E. . Estudando o Universo em Larga Escala, Função de Correlação de dois Pontos: Uma Análise de suas limitações e potencialidades 2016 (Trabalho de Conclusão de Curso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
VARGAS, F. V.. Experiências de acadêmicos do curso de Física ? FURG no Programa Ciências sem fronteiras. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
VARGAS, F. V.. Núcleo Educacional Popular Quinta Superação. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
16ª Mostra de Produção Universitária. Aplicação da Teoria de Grafos na Caracterização de Distribuições de Dados: Uma Comapração com a Função de Correlação de Dois Pontos.. 2017. (Congresso).

2.
15ª Mostra de Produção Universitária. Análise Numérica da Função de Correlação de Dois Pontos. 2016. (Congresso).

3.
IX Semana Acadêmica da Física. 2016. (Congresso).

4.
VIII Semana Acadêmica da Física. 2016. (Congresso).

5.
VIII Semana Acadêmica da Física. Experiência de Acadêmicos do curso de Física - FURG no Programa Ciência sem Fronteiras. 2016. (Congresso).

6.
3ª Edição do Dia das Profissões do IMEF: O Mercado de Trabalho e o Desenvolvimento Tecnológico. 2013. (Congresso).

7.
Galacttic Nuclei and Their Connection With Stars and the Environment. 2012. (Congresso).

8.
XI Mostra da Produção Universitária. PRODUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE UMA AMOSTRA POLICRISTALINA SUPERCONDUTORA DE ALTA TEMPERATURA CRÍTICA. 2012. (Congresso).

9.
X Mostra da Produção Universitária. ANÁLISE DE RESISTÊNCIA À CORROSÃO DE JUNTAS SOLDADAS DE DIVERSAS CLASSES DE AÇOS INOXIDÁVEIS. 2011. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VARGAS, F. V.. 21ª Semana Aberta da FURG. 2016. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
VARGAS, F. V.. Núcleo Educacional Popular Quinta Superação. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
VARGAS, F. V.. Experiências de acadêmicos do curso de Física ? FURG no Programa Ciências sem fronteiras. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VARGAS, F. V.. 21ª Semana Aberta da FURG. 2016. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/11/2018 às 19:13:32