Carla Brito Sousa Ribeiro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8139938127208085
  • Última atualização do currículo em 01/12/2017


Graduada em Museologia pela Universidade Federal de Ouro Preto, é atualmente mestranda no Programa de Pós Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina. Possui experiência nas áreas de Análise do discurso Museológico, Discurso sobre o negro nos museus brasileiros, Museologia Comunitária, Arqueologia Regional e Arqueologia Indígena. Participou do programa de monitoria da disciplina Museologia e Educação, ministrada pelo mesmo curso em que se graduou e estagiou durante um ano no Museu Comunitário da Serra de Ouro Preto. É pesquisadora associada do Núcleo de Estudos de Identidades e Relações Interétnicas (NUER UFSC) e voluntária no projeto Territórios do Axé -Mapeamento das religiões africanas na Grande Florianópolis ? SC. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Carla Brito Sousa Ribeiro
Nome em citações bibliográficas
RIBEIRO, C. B. S.


Formação acadêmica/titulação


2016
Mestrado em andamento em Antropologia Social.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil. Orientador: Ilka Boaventura Leite.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Museologia.
2010 - 2014
Graduação em Museologia.
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Título: Os Contos da Senzala: Análise do Discurso e Recepção no Museu Casa dos Contos.
Orientador: Yára Mattos.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil.
2008 - 2009
Curso técnico/profissionalizante em Técnico em Museologia.
Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, CEETEPS, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Estética da Fruição e Sentido da Imagem: uma abordagem a partir de Kant a P. (Carga horária: 9h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: pesquisadora/monitora, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2011 - 2013
Arqueologia e História Indígena: Os Carijós de Vila Rica
Descrição: Esse trabalho foi a composição de uma proposta colaborativa, reunindo grupos de pesquisas de caráter interdisciplinar, que se debruçaram sob questões essenciais ligadas aos museus, à noção de patrimônio, à memória, história e sociedade. As intenções do projeto de pesquisa (PROBIC-FAPEMIG) foram múltiplas e simultâneas, assim como os resultados obtidos. A proposta de manter estudos numa perspectiva interdisciplinar veio de encontro com a característica da interdisciplinariedade da área do conhecimento da Museologia. A arqueologia aqui se protagoniza, pois enquanto ciência correlata, possui potencial em estabelecer elementos para a conformação de ethos cultural, e para a região, onde ainda não há o estabelecimento de uma arqueologia regional, possui grande força de contribuição profícua. Para tanto, a compreensão de modos de vida de populações historicamente excluídas perpassa por discussões e debates acerca do lugar do indígena em uma região considerada como ícone do processo de colonização e exploração do Brasil. A grande questão colocada é se há continuidade de ocupação de grupos Jê na região da Comarca de Vila Rica* no período anterior a colonização. Tal indagação emerge em um contexto de ausência do indígena, atestada pela historiografia, na medida em que há inclusive afirmações de que os grupos genericamente conhecidos como Carijós são provenientes de São Paulo, trazidos pelas Entradas e Bandeiras para a região. E nesse contexto o indígena só terá lugar como escravo no período da exploração aurífera. Para o desenvolvimento do projeto, era necessária a composição de um corpus arqueológico mais consistente, que permitisse a confrontação dos dados e verificação da dinâmica desses grupos. Na tentativa de melhor compreender a configuração da região anterior à colônia, buscamos fontes históricas e subsídios na historiografia produzida nos últimos anos, além de vestígios arqueológicos musealizados ou não em instituições da região, tendo percebido a grande complexidade da dinâmica de ocupação indígena e de contato dos colonos com as populações nativas da região, e principalmente as lacunas referentes às generalizações do uso do etnônimo Carijó. Foi possível, embora as dificuldades, a reflexão acerca dos procedimentos de musealizaçao adotados para comunicar as coleções arqueológicas depositadas em espaços museais, o que nos evidenciou a invisibilidade desses povos, encobertos historicamente pelos feitos da dominação colonial e pela busca sussessiva de homogeneização étnico-racial da população brasileira sob os auspícios de uma nação imaginada. *A região da antiga Comarca de Vila Rica engloba atualmente as microrregiões de Ouro Preto que abrange os municípios de Diogo de Vasconcelos, Itabirito, Mariana e Ouro Preto; e de Conselheiro Lafaiete que abarca os municípios de Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Cristiano Otoni, Desterro de Entre Rios, Entre Rios, Itaverava, Ouro Branco, Queluzito, Santana dos Montes, São Brás do Suaçuí..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Carla Brito Sousa Ribeiro - Integrante / Ana Paula de Paula Loures Oliveira - Coordenador / Denise Yonamine - Integrante / Taciana Begalli de Oliveira Ruellas - Integrante.
2010 - 2012
A Ocupação Pré-colonial da Região Metropolitana de Belo Horizonte, uma proposta de síntese analítica
Descrição: O Projeto de Iniciação à Pesquisa apoiado pela Universidade Federal de Ouro Preto (PIP/UFOP) foi desenvolvido entre 2010 até o fim de 2012, e teve como objetivo principal o estabelecimento de contatos e estreitamento de laços da região pesquisada com as perspectivas da arqueologia regional, a partir da proposta de uma síntese do cenário que teria se formado na ocupação pré-colonial da região metropolitana de Belo Horizonte. Para tanto, a metodologia se pautou em um levantamento sistemático de fontes etno-históricas e históricas, além de ter visado a busca de informações possíveis de serem obtidas por meio de entrevistas informais junto à população rural, tendo em vista as narrativas individuais inscritas na história social e cultural. Um levantamento inicial nos limites do território abordado possibilitou a identificação de equipamentos culturais, arquivos, laboratórios de arqueologia e instituições de guarda de material arqueológico da região. A intenção era compor estudos em cima dos vestígios arqueológicos musealizados ou não, encontrados nessas instituições, que auxiliassem na recomposição do cenário anterior à colonização. No entanto, a dificuldade em estabelecer contatos e parcerias com as instituições levantadas não possibilitou a realização de pesquisas in loco para além da região de Ouro Preto. Já o estabelecimento de uma perspectiva acerca da configuração espacial, cronológica e cultural da referida região, foi possível através da produção de relatórios com o levantamento histórico da ocupação dos municípios, sua localização geográfica, características territoriais, levantamento também dos sítios arqueológicos tombados na região, e como já foi dito, de espaços museais e laboratórios de Arqueologia..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Carla Brito Sousa Ribeiro - Integrante / Ana Paula de Paula Loures Oliveira - Coordenador / Carla Grião da Silva - Integrante / Elizabeth Albernaz Machado Franklin de Sant?Anna - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Ouro Preto - Bolsa.


Projetos de extensão


2011 - 2012
Compartilhando Experências: Educação Patrimonial e a Socialização do Saber
Descrição: Projeto de extensão realizado junto às comunidades escolares das áreas rurais do município de Ouro Preto (Santo Antônio do Salto, Santa Rita de Ouro Preto, Bandeiras, Piedade, Mata dos Palmitos) no qual através da proposição de uma série de atividades educativas era buscado o intercâmbio de saberes, a valorização da cultura indígena e afrodescendente, a transmissão da oralidade através da manutenção da memória das tradições e da manufatura, dos saberes e dos fazeres. O projeto se tratou de uma ramificação de um intuito muito maior: a inserção da região de Ouro Preto e Mariana no panorama da Arqueologia nacional através da delineação sistemática da sua Arqueologia Regional. para tanto, o projeto esteve também em busca de vestígios da ocupação pré-colonial na região..
Situação: Desativado; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Carla Brito Sousa Ribeiro - Integrante / Ana Paula de Paula Loures Oliveira - Coordenador / Carla Grião da Silva - Integrante / Luciane Monteiro Oliveira - Integrante / Denise Yonamine - Integrante / Gustavo Nascimento - Integrante / Ingrid da Silva Borges - Integrante / Paulo Otávio de Laia - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Ouro Preto - Bolsa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Museologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
RIBEIRO, C. B. S.. A Mão Afro-Brasileira de Emanoel Araújo Moldando o Museu Afro Brasil: o desdobramento de novas montagens artístiicas em suas exposições. In: III Congresso de Pesquisadores Negros/as da Região Sul: desenvolvimento, patrimônio e cultura afro-brasileira, 2017, Florianópolis. III COPENE SUL Negras e negros no Sul do Brasil: desenvolvimento, patrimônio e cultura afro-brasileira, 2017. v. 3. p. 672-680.

Apresentações de Trabalho
1.
RIBEIRO, C. B. S.. Relato de una experiencia etnográfica en el Museo Afro Brasil (São Paulo/SP). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
RIBEIRO, C. B. S.. A Mão Afro-Brasileira de Emanoel Araújo Moldando o Museu Afro Brasil: O desdobramento de novas montagens artísticas em suas exposições. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
RIBEIRO, C. B. S.. Relato de una experiencia etnográfica en el Museo Afro Brasil ? Brasil (São Paulo/SP). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
Oliveira, A. P. P. L. ; RIBEIRO, C. B. S. . Os Carijós de Vila Rica e a busca por dados que confrontem a invisibilidade indígena no cenário pré-colonial regional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
RIBEIRO, C. B. S.. Fazendo Gênero em Conjunto: Reflexões sobre as possibilidades da curadoria colaborativa. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
Oliveira, A. P. P. L. ; RIBEIRO, C. B. S. ; GRIÃO, C. S . I SEMINÁRIO DE MUSEOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
Oliveira, A. P. P. L. ; RIBEIRO, C. B. S. . A Região da antiga Comarca de Vila Rica: instituições de guarda de Patrimônio Arqueológico e o tratamento de suas informações. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
RIBEIRO, C. B. S.. Fazendo Gênero: A Museologia para a descoberta da travesti no Espaço Urbano e Social. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
Oliveira, A. P. P. L. ; RIBEIRO, C. B. S. . Os Carijós de Vila Rica nas Instituições de Guarda de Acervo Arqueológico em Ouro Preto. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
RIBEIRO, C. B. S.; MARTINS, R. S. . Documenação Museológica e Arte Conceitual: A problemática de duas possibilidades de registro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
Oliveira, A. P. P. L. ; RIBEIRO, C. B. S. . Educação Patrimonial: Arqueologia, Memória e Saberes. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
RIBEIRO, C. B. S.. Participação em Programa Hashtag (06/10) - Black Lives Matter. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).


Demais tipos de produção técnica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I SEMINÁRIO DE MUSEOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO.A região da antiga Comarca de Vila Rica: instituições de guarda de Patrimônio Arqueológico e o tratamento de suas informações. 2012. (Seminário).

2.
XX SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE DE FEDERAL DE OURO PRETO.Os Carijós de Vila Rica nas Instituições de Guarda de Acervo Arqueológico em Ouro Preto.. 2012. (Seminário).

3.
IV Encontro Nacional dos Estudantes de Museologia.Documentação Museológica e Arte Conceitual - A Problemática de Duas Possibilidades de Registro. 2011. (Encontro).

4.
XIX SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO.Compartilhando experiências: educação patrimonial e socialização do saber". 2011. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RIBEIRO, C. B. S.; Maia, C. G. A. ; SOUZA, A. M. ; SILVA, M. ; ROSA, W. . Coordenação do Eixo 19 - Pretas e Pretos nas encruzilhadas da Antropologia. 2017. (Congresso).

2.
TORRES, D. A. ; FURBRINGER, N. P. ; RIBEIRO, C. B. S. ; REIS, N. D. ; SILVA, I. L. R. ; ANDRADE, A.L.N. ; FERNANDES, E. ; MACEDO, J. S. ; SILVA, J. B. B. ; TEIXEIRA, L. J. C. ; SILVA, E. ; DUTRA, C. H. ; RODRIGUES, A. . Jornadas Antropológicas 2017. 2017. (Outro).

3.
RIBEIRO, C. B. S.; GRIÃO, C. S ; DAMIAO, L. C. ; SOUZA, A. S. ; MENDES, A. P. ; ARAUJO, C. D. S. ; DIAS, F. A. ; SANTOS, F. C. ; PEDROSA, F. D. ; BUDA, G. S. ; SILVA, H. A. ; SA, J. D. ; REIS, K. P. M. ; SANTOS, L. A. M. ; MARTON, M. V. ; SILVA, M. C. ; SOARES, M. L. ; SILVA, M. L. G. ; MIYAKE, M. A. B. ; KURMANN, M. D. ; TORRES, P. M. ; AMANCIO, T. ; FIGUEIREDO, T. C. P. ; SANTOS, T. P. . Et Alia: Territórios de Experiência da Arte. 2014. (Exposição).

4.
CASCARDO, A. B. S. ; RIBEIRO, C. B. S. ; GRIÃO, C. S ; DAMIAO, L. C. . Patrimônio em Trânsito. 2013. (Outro).

5.
Oliveira, A. P. P. L. ; OLIVEIRA, L. M. ; RIBEIRO, C. B. S. ; GRIÃO, C. S ; YONAMINE, D. ; NASCIMENTO, G. ; BORGES, I. S. . I SEMINÁRIO DE MUSEOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO. 2012. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/11/2018 às 12:38:13