Gabriel Oliveira de Carvalho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6904466793290308
  • Última atualização do currículo em 27/11/2018


Mestre em Ciências Biológicas - Modalidade biofísica no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, pelo Laboratório de Radioisótopos (UFRJ), seu projeto envolveu a investigação da contaminação por mercúrio em tamanduá-bandeira. É bacharel em biologia com foco em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi bolsista de graduação sanduíche pelo programa Ciência sem Fronteiras na University of Queensland (Austrália) entre agosto de 2013 e novembro de 2014, com projeto de pesquisa no National Research Centre for Environmental Toxicology - ENTOX (Austrália), com foco no biomonitoramento de contaminação por metais pesados em Tartarugas Verdes (Chelonia mydas). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gabriel Oliveira de Carvalho
Nome em citações bibliográficas
CARVALHO, G. O.;CARVALHO, GABRIEL OLIVEIRA DE;DE CARVALHO, GABRIEL OLIVEIRA


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em Ciências Biológicas (Biofísica).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: OCORRÊNCIA DE MERCÚRIO EM PELOS DE TAMANDUÁ-BANDEIRA (Myrmecophaga tridactyla): monitoramento nas rodovias do Mato Grosso do Sul e na Estação Ecológica de Santa Bárbara, São Paulo, Brasil,Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: João Paulo Machado Torres.
Coorientador: Rodrigo Ornellas Meire.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Tamanduá-bandeira; Myrmecophaga tridactyla; Contaminação; Peticidas; ecotoxicologia.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Clínica e Cirurgia Animal / Especialidade: Toxicologia Animal.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecotoxicologia.
2017
Graduação em andamento em Sistemas de Computação.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2010 - 2015
Graduação em Ciências Biológicas - Ecologia.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
com período sanduíche em The University of Queensland (Orientador: Prof. Caroline Gaus).
2006 - 2008
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Pedro II, CP II, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Introduction to R. (Carga horária: 4h).
DataCamp, DATACAMP, Estados Unidos.
2015 - 2015
Forests and Humans: From the Midwest to Madagascar. (Carga horária: 8h).
THE UNIVERSITY OF WISCONSIN?MADISON, UW-MADISON, Estados Unidos.
2015 - 2015
Lei das Águas. (Carga horária: 20h).
Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.
2015 - 2015
Going Places with Spatial Analysis. (Carga horária: 18h).
Esri Udemy, ESRI, Estados Unidos.
2014 - 2014
English for Specific Purposes: Academic. (Carga horária: 250h).
The University of Queensland, UQ, Austrália.
2014 - 2014
Curso Avançado de Mergulho. (Carga horária: 20h).
Dive World, DIVE WORLD, Austrália.
2014 - 2014
Primeiros Socorros e CPR. (Carga horária: 10h).
One on One, 1ON1, Austrália.
2013 - 2013
Astrobiologia. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2013 - 2013
Direito Ambiental. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2010 - 2010
Diversidade Afetando Funcionamento de Ecossistemas. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2010 - 2010
Aves Marinhas no Brasil e na Antártica. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2012 - 2016
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Atividades

03/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, .

09/2012 - Atual
Estágios , Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, .

Estágio realizado
Estágio no Laboratório de Radioisótopos Eduardo Penna Franca.
08/2015 - 03/2016
Outras atividades técnico-científicas , UFRJ, UFRJ.

Atividade realizada
Monitoria da disciplina "Ecologia Básica" do curso de graduação em Ciências Biológicas.
09/2015 - 02/2016
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, .


The University of Queensland, UQ, Austrália.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Atividades

03/2014 - 11/2014
Pesquisa e desenvolvimento , The University of Queensland Brisbane, .

03/2014 - 11/2014
Estágios , The University of Queensland Brisbane, National Research Centre for Environmental Toxicology.

Estágio realizado
Biomonitarento de contaminação por metais em Tartarugas Verdes, usando métodos não invásivos..

Projeto Aruanã - Projeto de monitoramento das tartarugas marinhas, PROJETO ARUANÃ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Estagiário Voluntário, Enquadramento Funcional: Estagiário Voluntário, Carga horária: 10
Outras informações
O projeto Aruanã atua monitorando tartarugas marinhas na região da Baía de Guanabara e adjacências. Realizamos captura por rede na praia de Itaipú, para marcação, biometria e avaliação de saúde dos indivíduos. Adicionalmente, participamos de eventos de educação ambiental para conscientização da preservação de tartarugas marinhas e ambientes marinhos.


Escola Municipal Iasmim Gonzaga Arantes, EMIGA, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor I - Ciências, Carga horária: 16



Linhas de pesquisa


1.
"Desenvolvimento de metodologia para avaliar a exposição a Poluentes Orgânicos Persistentes em pelos de tamanduás-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) residentes em remanescentes de cerrado no centro sul de São Paulo"
2.
Avaliação da contaminação por pesticidas orgânicos persistentes em tamanduás-bandeira: uma abordagem multitecidual
3.
Biomonitoramento de contaminação por metais em Tartarugas Verdes, usando métodos não invásivos.
4.
Application of ICP-MS for multi-elemental quantification in Green Turtle scutes: A Study on Cleaning Procedures and Sampling Variability


Projetos de pesquisa


2016 - 2017
Contaminação por metais pesados na água utilizada por agricultores familiares na Região do Rio Doce
Descrição: O desastre ambiental decorrente do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, Minas Gerais, provocou o despejo inadequado da lama de rejeitos de minérios gerando uma drástica mudança por todo o leito do Rio Doce. Após o desastre, foram observadas alterações nas concentrações de metais pesados no meio hídrico, prejudicando o abastecimento de água para o consumo humano, a dessedentação de animais, bem como na irrigação da lavoura (ANA, 2015). Os impactos desse desastre afetaram o equilíbrio da Bacia Hidrográfica do Rio Doce, onde se pode observar a destruição direta de ecossistemas, prejuízos à fauna e flora, assim como prejuízos socioeconômicos. O impacto mais expressivo relaciona-se à impossibilidade do abastecimento de água tanto para meio rural como para o urbano. Os municípios banhados pelos rios afetados foram d?gua que foi diretamente afetada pela lama, planícies fluviais também foram afetadas. Nessas áreas, o acúmulo de lama torna-se preocupante, ao passo que as várzeas possuem solo arenoso, sendo mais permeáveis. Consequentemente, os aquíferos subterrâneos dessas áreas podem estar mais suscetíveis à contaminação por metais pesados associados à lama (IBAMA, 2015). Em função dos impactos na calha principal do Rio Doce, pode-se destacar o prejuízo na agricultura de pequena propriedade familiar; uma vez que, produtores rurais nos municípios no entorno da bacia hidrográfica do Rio Doce encontram dificuldades para manter a produção agrícola e pecuária devido à qualidade da água do rio. Desta forma, há necessidade de políticas públicas e intervenção estatal para a recuperação das áreas afetadas. Ademais, o controle da qualidade da água é essencial para o equilíbrio ecológico aquático da região, assim como a água destinada ao uso da irrigação na lavoura e dessedentação animal é essencial para a proteção da saúde e o bem-estar tanto animal, quanto humano (CONAMA, 2005). Os metais pesados estão entre os poluentes que tem a capacidade de se acumular na biota. Tendo em vista que estudos apontam para a dieta como sendo uma das principais vias de exposição aos metais pesados, o ambiente particular onde determinada população vive e obtém seu alimento se constitui em fator de intensificação para o risco humano à toxicidade por estes provocada (Walker et al., 1997). Sendo um fator preocupante à saúde pública a presença de metais pesados no meio hídrico, há a necessidade de monitoramento constante do ambiente afetado, bem como da remediação ou recuperação a ser indicada com base nos resultados dos parâmetros alterados. Considerando as informações supracitadas, conclui-se que há demanda por pesquisas em diversas áreas referentes à poluição ambiental decorrente do desastre. Portanto, a presente proposta tem por finalidade gerar dados para melhor compreensão sobre a real situação de exposição aos metais pesados, na qual a agricultura familiar da região afetada pelo desastre enfrenta. Tal afirmação torna-se essencial à medida que altas concentrações de metais pesados, entre estes, Hg, As, Pb, Cd, Mn, Sn e Fe, foram reportadas em relatório prévio feito pela Agência Nacional de Águas (2015).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (7) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gabriel Oliveira de Carvalho - Coordenador / João Paulo Machado Torres - Integrante / Juliana Silva Souza - Integrante / Janeide de Assis Padilha - Integrante / André de Almeida Pinheiro - Integrante / Thais de Castro Paiva - Integrante / Adriana Rodrigues de Lira Pessôa - Integrante / Dhoone Menezes de Sousa - Integrante.Financiador(es): Associação Civil Greenpeace - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecotoxicologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Conservação das Espécies Animais.
4.
Grande área: Outros / Área: Divulgação Científica / Subárea: Educação Ambiental.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2015
3° lugar - Prêmio ABBM para Estudantes, categoria Graduação, Associação Brasileira de Biologia Marinha.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
LINO, ADAN SANTOS2018LINO, ADAN SANTOS ; KASPER, DANIELE ; SILVA, ANA LUIZ ALMEIDA DA ; TEIXEIRA, BEATRIZ DA SILVA ; THOMAZ, JOSÉ RICARDO ; CARVALHO, GABRIEL OLIVEIRA DE ; MALM, OLAF . Zinc, Copper and Iron in Consumed Fish from Tapajós River Basin, PA, Brazil. ORBITAL: THE ELECTRONIC JOURNAL OF CHEMISTRY, v. 10, p. 272-278, 2018.

2.
MELLO, FLÁVIA VASCONCELOS DE2018MELLO, FLÁVIA VASCONCELOS DE ; DE CARVALHO, GABRIEL OLIVEIRA ; DE HOLANDA, TATIANE BÁRBARA ; LINO, ADAN SANTOS ; THOMAZ JÚNIOR, JOSÉ RICARDO ; AZEVEDO, JOSÉ PAULO SOAREZ ; TORRES, JOÃO PAULO MACHADO . Current State of Contamination by Persistent Organic Pollutants and Trace Elements on Piabanha River Basin - Rio de Janeiro, Brazil. ORBITAL: THE ELECTRONIC JOURNAL OF CHEMISTRY, v. 10, p. 327-336, 2018.

3.
CARVALHO, GABRIEL OLIVEIRA DE2018CARVALHO, GABRIEL OLIVEIRA DE; PINHEIRO, ANDRÉ DE ALMEIDA ; SOUSA, DHOONE MENEZES DE ; PADILHA, JANEIDE DE ASSIS ; SOUZA, JULIANA SILVA ; GALVÃO, PETRUS MAGNUS ; PAIVA, THAÍS DE CASTRO ; FREIRE, ALINE SOARES ; SANTELLI, RICARDO ERTHAL ; MALM, OLAF ; TORRES, JOÃO PAULO MACHADO . Metals and Arsenic in Water Supply for Riverine Communities Affected by the Largest Environmental Disaster in Brazil: The Dam Collapse on Doce River. ORBITAL: THE ELECTRONIC JOURNAL OF CHEMISTRY, v. 10, p. 299-307, 2018.

4.
PARENTE, C. E. T.2018PARENTE, C. E. T. ; VOLLU, R. E. ; CARVALHO, G. O. ; AZEREDO, A. ; TORRES, J. P. M. ; MEIRE, R. O. ; SELDIN, L. ; MALM, OLAF . Fluoroquinolone degradation ratio in poultry litter fertilized soils and persistence of biological impacts below analytical limits of detection: a field study. ORGANOHALOGEN COMPOUNDS, v. 80, p. xx, 2018.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
V Congresso Brasileiro de Biologia Marinha. Application of ICP­MS for multi­elemental quantification in Green Turtle scutes: A Study on Cleaning Procedures and Sampling Variability. 2015. (Congresso).

2.
1º Encontro Científico Sobre Uso e Conservação de Montanhas. 2012. (Encontro).

3.
Semana de Biologia de UFRJ. 2010. (Encontro).

4.
XXI Encontro Regional dos Estudantes de Biologia do Sudeste - EREB-SE. 2010. (Encontro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 10/12/2018 às 3:10:40