Larissa Fernanda Sega Xavier

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0830819050132929
  • Última atualização do currículo em 05/11/2018


Doutoranda em Genética e Melhoramento pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), atuando na linha de pesquisa: Melhoramento de Feijão Comum visando resistência à doenças. Mestre em Genética e Melhoramento (outubro, 2016) pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), dissertação intitulada: Raças fisiológicas de Colletotrichum lindemuthianum em feijão comum no estado do Paraná. Graduada em Agronomia (dezembro, 2014) pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Durante a graduação realizou iniciação científica no Laboratório de Melhoramento Genético de Milho da Universidade - Centro de Ciências Biológicas, atuando nas linhas de pesquisa: Melhoramento Genético de Variedades, Linhagens e Híbridos de Milho Comum e Milho Doce e Melhoramento Genético Participativo junto à agricultores familiares na região norte do Paraná. Também atuou na linha de pesquisa: Desenvolvimento de cultivares de orquídeas para o norte do Paraná, no Laboratório de Fitotecnia da Universidade - Centro de Ciências Agrárias. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Larissa Fernanda Sega Xavier
Nome em citações bibliográficas
XAVIER, L. F. S.


Formação acadêmica/titulação


2016
Doutorado em andamento em Genética e Melhoramento.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Título: Mapeamento de um novo gene de resistência à antracnose na cultivar de feijão comum Beija Flor,
Orientador: Profa. Drª. Juliana Parisotto Poletine.
Coorientador: Profa. Drª. Maria Celeste Gonçalves Vidigal.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2015
Mestrado em andamento em Genética e Melhoramento.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Título: Raças fisiológicas de Colletotrichum lindemuthianum em feijão comum no estado do Paraná,Orientador: Profa. Drª. Juliana Parisotto Poletine.
Coorientador: Profa. Drª. Maria Celeste Gonçalves Vidigal.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2010 - 2014
Graduação em Agronomia.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: Capacidade combinatória em híbridos de linhagens S4 de milho superdoce.
Orientador: Prof. Dr. Josué Maldonado Ferreira.
2006 - 2008
Ensino Médio (2º grau).
Escola Estadual Professora Maria Jose Balzanelo Aguilera, MJ, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Preparatório em SAS. (Carga horária: 12h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2017 - 2017
New Methodologies for high resolution mapping and development of molecular. (Carga horária: 7h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2017 - 2017
CURSO BÁSICO DO R APLICADO À AGRONOMIA. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2014 - 2014
Terraceamento. (Carga horária: 10h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2013 - 2013
Curso de Conversão para produção orgânica de hortaliças. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2013 - 2013
Seleção de Genômica Ampla. (Carga horária: 4h).
7 ° Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas, 7° CBMP, Brasil.
2011 - 2011
Trabalhador em Reflorestamento (Matas Homogêneas) - cultivo de eucalipto. (Carga horária: 16h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - AR/PR, SENAR-PR, Brasil.
2011 - 2011
Atualização em Biotecnologia e Segurança. (Carga horária: 10h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado


Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Atividades desenvolvidas no Laboratório de Fitotecnia do Departamento de Agronomia da Universidade Estadual de Londrina.


Monsanto, MONSANTO, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Funcionária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40
Outras informações
Estagiária na área de Line Development Breeding - Corn Breeding.



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Caracterização de genes de resistência à antracnose em cultivares de feijão comum (Phaseolus vulgaris L.)
Descrição: O feijão comum é um dos principais componentes da dieta alimentar da maioria da população brasileira, destacando-se como uma das principais fontes de proteína. A cultura do feijão comum apresenta elevada importância socioeconômica para o Brasil, sendo o Paraná o Estado que apresenta maior destaque na produção nacional. No entanto essa cultura é severamente prejudicada por diversos patógenos, dentre os quais se destaca o Colletotrichum lindemuthianum, fungo causador da antracnose. As perdas ocasionadas por este patógeno podem chegar até 100%, bem como, a depreciação da qualidade do produto torna-o menos atrativo ao mercado consumidor. A diversidade genética do C. lindemuthianum é o principal fator limitante no controle da antracnose do feijão comum, de forma que a determinação da variabilidade deste patógeno é necessária para que se possa identificar fontes de resistência e disponibilizá-las para utilização em programas de melhoramento genético ou para cultivo pelos agricultores. A busca por novas fontes de resistência tem sido objetivo de muitos programas de melhoramento genético do feijoeiro. A identificação de novos genes e/ou alelos que poderão ser incorporados nas cultivares, propicia a ampliação do espectro de resistência das novas cultivares resultando assim, em maior estabilidade de produção desta cultura. Dessa forma, o presente projeto tem por objetivos: I- Identificar novos genes/alelos de resistência à antracnose do feijão comum por meio da caracterização genética das cultivares Perla, Paloma, Amendoim Cavalo e Jalo Pintado 2; II- Identificar marcadores moleculares microssatélites ligados a estes genes das cultivares em estudo. Neste contexto, o presente projeto tem a finalidade de gerar informações sobre novas fontes de resistência à antracnose propiciando a eficiência dos programas de melhoramento para a cultura do feijão. Processo: 090/2014..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Melhoramento do feijão comum: caracterização de novas fontes de resistência à antracnose
Descrição: A espécie Phaseolus vulgaris L. (feijão comum) é dos vegetais de maior importância socioe-conômica mundial, pelo fato de que os grãos do feijão comum destacarem-se como uma das princi-pais fontes de proteína para as populações das regiões tropicais e subtropicais. O Brasil situa-se entre os maiores produtores mundiais desta cultura, sendo o Paraná o principal produtor nacional. Dentre os fatores bióticos que afetam severamente o feijão comum destaca-se o fungo Colletotrichum lindemuthianum, agente causador da antracnose, enfermidade que pode resultar em perdas de até 100% na produtividade da cultura. Além disso, a elevada incidência da antracnose nas lavouras de feijão comum resulta, também, na depreciação da qualidade dos grãos, tornando-os menos atrativo ao mercado consumidor. A busca por novas fontes de resistência ao C. lindemuthianum tem sido objetivo de muitos programas de melhoramento genético de feijão comum, uma vez que a utilização de cultivares resistentes é o método mais efetivo e econômico de controle da antracnose. Associado a isso, a identificação de marcadores moleculares, ligados a genes de resistência às doenças, vem sendo muito adotada para auxiliar na introgressão dos referidos genes em cultivares comerciais por meio da seleção assistida. Dessa forma, o presente projeto tem por objetivo: I ? Caracterizar novos genes de resistência ao C. lindemuthianum presentes nas cultivares tradicionais, de origem andina, Amendoim Cavalo, Jalo Pintado 2, Perla e Paloma; II- Mapear os novos genes de resistência à antrac-nose por meio de marcadores moleculares STS, SSR e SNPs; e III - Identificar novas fontes de resistência às raças 2, 65, 73 e 2047 de C. lindemuthianum por meio da avaliação dos acessos de fei-jão comum pertencentes ao Banco Ativo de Germoplasma (BAGF) de Feijão Comum do Nupagri-UEM . - Processo: 311526/2013-6..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Larissa Fernanda Sega Xavier - Integrante / Maria Celeste Gonçalves Vidigal - Coordenador.
2014 - 2014
Desempenho de linhagens per se e em cruzamentos visando o desenvolvimento de híbridos de milho superdoce
Descrição: Os híbridos de milho superdoce são obtidos a partir de linhagens elites e são os cultivares que melhor atendem à demanda das indústrias de conservas e mercados consumidores, que prezam pela uniforme e padronização das espigas e grãos. Para obtenção das linhagens são realizados de cinco a sete ciclos de autofecundação, sendo consideradas linhagens elites apenas aquelas que apresentarem elevado desempenho per se e em cruzamentos. Os cruzamentos dialélicos entre linhagens permitem estimar as capacidades de combinação entre os genitores e identificar as melhores combinações híbridas. Assim, os objetivos deste projeto são obter linhagens de milho superdoce, a partir de populações de desenvolvidas pelo programa de melhoramento do departamento de biologia geral; determinar o potencial genético per se das linhagens para a produção de sementes híbridas; estimar a capacidade geral e específica de combinação entre linhagens de milho superdoce em cruzamentos dialélicos; identificar híbridos com elevado potencial agronômico; determinar o tipo de ação gênica predominante na herança de características importantes para o melhoramento de milho superdoce..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Larissa Fernanda Sega Xavier - Integrante / Josue Maldonado Ferreira - Coordenador / Jéssica Kelly Pestana - Integrante / Aline Sekiya - Integrante.
2012 - 2014
Desenvolvimentos e avaliação de cultivares de milho superdoce
Descrição: O milho doce é um tipo de milho especial com sabor adocicado, destinado exclusivamente ao consumo humano, sendo utilizado principalmente como milho verde, tanto "in natura" como para processamento pelas indústrias de produtos vegetais em conserva. Este tipo de milho doce pode ser uma alternativa de cultivo para pequenos agricultores, em áreas próximas a grandes centros urbanos e, em razão de suas características agronômicas, pode obter preços diferenciados no mercado. os objetivos deste projeto são: a) sintetizar 22 populações de milho superdoce, a partir do cruzamento entre 11 populações de milho comum, do programa de melhoramento do departamento de biologia geral, com duas variedades de milho superdoce contendo os genes sh2 e bt2, respectivamente; b) determinar o potencial destas novas populações de milho superdoce, visando selecionar genótipos com potencial para o melhoramento genético e uso por agricultores; c) contribuir na formação de estudantes de graduação e pós-graduação para aturarem em pesquisas envolvendo melhoramento de plantas e estudos genéticos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Larissa Fernanda Sega Xavier - Integrante / Josue Maldonado Ferreira - Coordenador / Jéssica Kelly Pestana - Integrante / Matheus Dalsente Krause - Integrante / Alana Padia Cavalcante - Integrante.
2010 - 2012
Desenvolvimento de cultivares de orquídeas para o norte do Paraná
Descrição: No Brasil são escassos os trabalhos de melhoramento genético de orquídeas devido ao ciclo longo das plantas que, no gênero Dendrobium leva da polinização até o florescimento em média três a quatro anos e nas outras espécies até dez anos. As plantas matrizes de orquídeas utilizadas serão as existentes no orquidário do Departamento de Agronomia e as obtidas de produtores e selecionadas de acordo com características comerciais como coloração, número de flores, porte da planta, época de florescimento e tamanho das flores e realizados os cruzamentos e autofecundações. As flores serão polinizadas artificialmente, obtidas as cápsulas contendo as sementes dos cruzamentos e autofecundações, as sementes serão germinadas em meio de cultura MS com a metade da concentração dos macronutrientes. Após a germinação e desenvolvimento, as plântulas serão aclimatizadas e cultivadas em vasos em estufas. No florescimento serão realizadas avaliações e selecionadas as plantas com potencial para comercialização..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (15) .
Integrantes: Larissa Fernanda Sega Xavier - Integrante / Ricardo Tadeu de Faria - Coordenador.
2008 - 2008
Planejamento de defensivos agrícolas de origem vegetal
Descrição: Participação como Bolsista do Programa de Iniciação Científica Junior..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2013 - 2014
Agricultores da Região Norte do Paraná Produzindo, Conservando e Melhorando suas Próprias Sementes de Milho
Descrição: O processo de modernização da agricultura causou mudança significativa na prática dos agricultores, de selecionar plantas e conservar sementes delas colhidas a taxa de utilização de sementes melhoradas de culturas tem se mantido em valores muito baixos e esse fato indica que, um número significativo de agricultores familiares com poucos recursos financeiros, utiliza os grãos colhidos na lavoura como sementes. Ao longo dos anos, devido à falta de informações, as cultivares vão perdendo qualidade fisiológica e genética. A recuperação da autonomia dos agricultores na produção de sementes é também o resgaste ao patrimônio cultural que diz respeito à própria preservação da biodiversidade existente no planeta e a coevolução de sistemas agrícolas. Os agricultores familiares e suas entidades representativas são responsáveis pela manutenção de um patrimônio importantíssimo para a humanidade, por meio da conservação das sementes de cultivares locais, apesar do grande avanço da agricultura moderna. O projeto visa implementar e consolidar ações de cunho participativo em comunidades camponesas da região norte do paraná, com o objetivo de apoiar, melhorar e disseminar o processo de produção e conservação de sementes próprias. A execução do projeto pressupõe a realização do trabalho participativo, assim como a orientação e acompanhamento de todas as ações dos camponeses relativas à conservação e melhoramento das sementes. Isso permitirá que as comunidades dominem os conhecimentos e técnicas do melhoramento genético e produção agrícola, o que lhes oportunizará o acesso a sementes de qualidade e adaptada ao sistema em que vivem, e assim obterem uma melhoria da produtividade e consequente aumento da renda familiar, sem mencionar a conservação da agrobiodiversidade. Enfim, trata-se de um trabalho com impactos ambientais positivos, e benefícios sociais oriundos da conquista da autonomia na produção de sementes nas comunidades envolvidas..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CALVI, A. C.2018CALVI, A. C. ; VIDIGAL, M. C. G. ; VALENTINI, G. ; VIDIGAL FILHO, P. S. ; XAVIER, L. F. S. ; DARTIBALE, G. B. ; SOUZA, V. B. ; GEPTS, P. . CO-SEGREGATION OF RECOMBINANT INBRED LINES OF THE CALIFORNIA DARK RED KIDNEY × YOLANO TO RACES 73 AND 3481 OF Colletotrichum lindemuthianum. ANNUAL REPORT OF THE BEAN IMPROVEMENT COOPERATIVE, v. 61, p. 61-62, 2018.

2.
XAVIER, L. F. S.2018 XAVIER, L. F. S.; POLETINE, J. P. ; VIDIGAL FILHO, P. S. ; SOUZA, M. C. M. ; CALVI, A. C. ; CASTRO, S. A. L. ; SILVA, J. B. ; DARTIBALE, G. B. ; VIDIGAL, M. C. G. . RACES OF COLLETOTRICHUM LINDEMUTHIANUM IN COMMON BEAN FROM PARANÁ STATE, SOUTHERN OF BRAZIL. ANNUAL REPORT OF THE BEAN IMPROVEMENT COOPERATIVE, v. 61, p. 107-108, 2018.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
PESTANA, J. K. ; XAVIER, L. F. S. ; SEKIYA, A. ; ALMEIDA, L. F. ; STELMACHUK, P. K. ; ROCKEMBACHER, R. ; FERREIRA, J. M. . Desempenho e Predição de Médias de Diferentes Tipos de Híbridos Experimentais de Linhagens de Milho Superdoce. In: 23º Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014, Londrina. Anais 23º Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014.

2.
XAVIER, L. F. S.; PESTANA, J. K. ; KRAUSE, M. D. ; HARBS, J. C. R. ; CAVALCANTE, A. P. ; STELMACHUK, P. K. ; ROSSETTO, L. M. ; DIAS, H. A. C. ; MARINO, T. P. ; ROCKEMBACHER, R. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . Correlações Fenotípicas em Populações de Milho Superdoce. In: 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013, Uberlândia-MG. 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013.

3.
PESTANA, J. K. ; XAVIER, L. F. S. ; HARBS, J. C. R. ; KRAUSE, M. D. ; CAVALCANTE, A. P. ; DIAS, H. A. C. ; STELMACHUK, P. K. ; ROSSETTO, L. M. ; MARINO, T. P. ; ROCKEMBACHER, R. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . Desempenho Agronômico de Populações de Milho Superdoce Portadoras do Gene brittle-2. In: 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013, Uberlândia-MG. 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013.

4.
KRAUSE, M. D. ; PESTANA, J. K. ; XAVIER, L. F. S. ; MARINO, T. P. ; HARBS, J. C. R. ; DIAS, H. A. C. ; CAVALCANTE, A. P. ; ROSSETTO, L. M. ; STELMACHUK, P. K. ; ROCKEMBACHER, R. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . Potencial Agronômico de Populações de Milho Superdoce Portadoras do gene shrunken-2. In: 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013, Uberlândia-MG. 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013.

5.
XAVIER, L. F. S.; PESTANA, J. K. ; CAVALCANTE, A. P. ; HARBS, J. C. R. ; KRAUSE, M. D. ; STELMACHUK, P. K. ; DIAS, H. A. C. ; MARINO, T. P. ; ROCKEMBACHER, R. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . Estudo de Correlações em Variedades de Milho Superdoce Portadoras do gene brittle-2. In: 22º Encontro Anual de Iniciação Científica - 22º EAIC e 3º Encontro Anual de Iniciação Tecnológica - 3º EAITI, 2013, Foz do Iguaçú. Anais.

6.
CAVALCANTE, A. P. ; MARINO, T. P. ; KRAUSE, M. D. ; XAVIER, L. F. S. ; PESTANA, J. K. ; DIAS, H. A. C. ; HARBS, J. C. R. ; STELMACHUK, P. K. ; ROCKEMBACHER, R. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . Potencial Agronômico de Onze Populações de Milho Superdoce Portadoras do Gene brittle 2. In: 22º Encontro Anual de Iniciação Científica - 22º EAIC e 3º Encontro Anual de Iniciação Tecnológica - 3º EAITI., 2013, Foz do Iguaçú. Anais, 2013.

7.
PIGOZZO, F. R. ; OLIVEIRA, B. A. N. ; XAVIER, L. F. S. ; RALISCH, R. . Relação entre a massa produzida na cultura de inverno e a produtividade da cultura de verão. In: 22° Encontro Anual de Iniciação Científica - 22° EAIC e 3° Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação - 3° EAITI, 2013, Foz do Iguaçu. Anais XII EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica III EAITI Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação, 2013.

8.
HARBS, J. C. R. ; PESTANA, J. K. ; XAVIER, L. F. S. ; KRAUSE, M. D. ; MARINO, T. P. ; CAVALCANTE, A. P. ; DIAS, H. A. C. ; STELMACHUK, P. K. ; ROSSETTO, L. M. ; ROCKEMBACHER, R. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . Avaliação de Progênies de Meio ? Irmãos da População de Milho Superdoce St2109B em Londrina. In: 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013, Uberlândia-MG. 7º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas., 2013.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
XAVIER, L. F. S.; PESTANA, J. K. ; SEKIYA, A. ; ALMEIDA, L. F. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . CAPACIDADE COMBINATÓRIA EM HÍBRIDOS DE LINHAGENS S4 DE MILHO SUPERDOCE. In: 9º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas (CBMP), 2017, Foz do Iguaçu. E-BOOK do 9º CBMP. Maringá: PGM/UEM, 2017. v. 1. p. 196-196.

2.
XAVIER, L. F. S.; POLETINE, J. P. ; VIDIGAL, M. C. G. ; SOUZA, M. C. M. ; SILVA, J. B. ; DARTIBALE, G. B. ; EDUARDO, G. S. . Isolates characterization of Colletotrichum lindemuthianum in common bean crop in Parana state. In: 9º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas (CBMP), 2017, Foz do Iguaçu. E-BOOK do 9º CBMP. Maringá: PGM/UEM. v. 1. p. 354-354.

3.
DARTIBALE, G. B. ; VIDIGAL, M. C. G. ; SOUZA, M. C. M. ; CALVI, A. C. ; VALENTINI, G. ; XAVIER, L. F. S. . VARIABILIDADE GENÉTICA EM ISOLADOS DE Colletotrichum lindemuthianum. In: 9º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas (CBMP), 2017, Foz do Iguaçu. E-BOOK do 9º CBMP. Maringá: PGM/UEM, 2017. v. 1. p. 476-476.

4.
COÊLHO, M. ; LUIZ, A. S. ; VIDIGAL, M. C. G. ; VIDIGAL FILHO, P. S. ; XAVIER, L. F. S. ; VALENTINI, G. . SEQUENCIAMENTO DA REGIÃO ITS EM ISOLADOS DE Colletotrichum lindemuthianum. In: 12° Congresso Nacional de Pesquisa de Feijão, 2017, Piracicaba. Resumos do 12° Congresso Nacional de Pesquisa de Feijão, 2017. p. 128.

5.
PIGOZZO, F. R. ; XAVIER, L. F. S. ; OLIVEIRA, B. A. N. ; BRUNO, J. L. ; RALISCH, R. ; PRETE, C. E. C. . Efeito de Diferentes Culturas de Inverno Sobre a Cultura de Verão. In: 13° Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha Sistema Plantio Direto, 2012, Passo Fundo / RS. 13° Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha Sistema Plantio Direto, 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
XAVIER, L. F. S.; POLETINE, J. P. ; VIDIGAL, M. C. G. ; SOUZA, M. C. M. ; SILVA, J. B. ; DARTIBALE, G. B. ; EDUARDO, G. S. . Isolates characterization of Colletotrichum lindemuthianum in common bean crop in Parana state. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
XAVIER, L. F. S.; PESTANA, J. K. ; SEKIYA, A. ; ALMEIDA, L. F. ; FERREIRA, J. M. ; MOREIRA, R. M. P. . Capacidade combinatótia em híbridos de linhagens S4 de milho superdoce. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
XAVIER, L. F. S.; PESTANA, J. K. ; KRAUSE, M. D. ; HARBS, J. C. R. ; CAVALCANTE, A. P. ; STELMACHUK, P. K. ; ROSSETTO, L. M. ; DIAS, H. A. C. ; MARINO, T. P. ; ROCKEMBACHER, R. ; MOREIRA, R. M. P. ; FERREIRA, J. M. . Correlações Fenotípicas em Populações de Milho Superdoce. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
XAVIER, L. F. S.; PESTANA, J. K. ; CAVALCANTE, A. P. ; KRAUSE, M. D. ; STELMACHUK, P. K. . Estudo de Correlações em Variedades de Milho Superdoce Portadoras do gene brittle-2. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
XAVIER, L. F. S.. Identificação e caracterização de híbridos de orquídeas produzidos na UEL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
XAVIER, L. F. S.. Banca do 8° Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação (8°EAITI). 2018. Universidade Estadual de Maringá.

2.
XAVIER, L. F. S.. Banca do 27° Encontro Anual de Iniciação Científica e 7° Encontro Anual de Iniciação Científica Júnior. 2018. Universidade Estadual de Maringá.

3.
XAVIER, L. F. S.; CALVI, A. C.. Banca do 26° Encontro Anual de Iniciação Científica e 6° Encontro Anual de Iniciação Científica Júnior. 2017. Universidade Estadual de Maringá.

4.
ANTONIOTONIN, T.; ANDRADE, C. A. B.; XAVIER, L. F. S.. Banca de defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2017. Universidade Estadual de Maringá.

5.
SCAPIM, C. A.; GOMES, F. H.; XAVIER, L. F. S.. Banca de Defesa de Estágio Curricular Supervisionado. 2017. Universidade Estadual de Maringá.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
15 Anos do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento da UEMEM. 2017. (Seminário).

2.
9º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas (CBMP). 2017. (Congresso).

3.
XIII Seminário Nacional Milho Safrinha. 2015. (Seminário).

4.
Quantificação e Impactos das Mudanças Climáticas na Agricultura. 2014. (Seminário).

5.
22° Encontro Anual de Iniciação Científica - 22° EAIC e 3° Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação - 3° EAITI,. 2013. (Encontro).

6.
3° Encontro de agricultores familiares do norte do Paraná: da semente à comercialização de alimentos saudáveis. 2013. (Encontro).

7.
7° Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas. 2013. (Congresso).

8.
Palestra: Liderança e Agronegócio. 2013. (Outra).

9.
13° Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha. 2012. (Encontro).

10.
II Debate Técnico Consoagro: Resistência de Plantas Daninhas a Herbicidas. 2012. (Seminário).

11.
II Dia de Campo Consoagro - Novos Inoculantes para a Agricultura. 2012. (Outra).

12.
III Encontro Paranaense de microbiologia. 2012. (Encontro).

13.
Produção de Biodiesel: Aspectos Agronômicos e Perspectivas Futuras. 2012. (Seminário).

14.
I Debate Técnico: Inovações Tecnológicas no Monitoramento e Controle da Ferrugem Asiática. 2011. (Outra).

15.
I Dia de Campo Consoagro - Feijão Caupi. 2011. (Outra).

16.
VI Encontro de bolsistas do programa de apoio a ações afirmativas para inclusão social. 2011. (Encontro).

17.
II Ciclo de Palestras Consoagro - Manejo da Fertilidade dos Solos e Nutrição de Plantas. 2010. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIDIGAL, M. C. G. ; VIDIGAL FILHO, P. S. ; VALENTINI, G. ; LACANALLO, G. F. ; MARTINS, V. S. R. ; XAVIER, L. F. S. . 9º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas (CBMP). 2017. (Congresso).

2.
VIDIGAL FILHO, P. S. ; XAVIER, L. F. S. . XIII Seminário Nacional Milho Safrinha. 2015. (Congresso).

3.
FERREIRA, J. M. ; MOREIRA, R. M. P. ; ROCKEMBACHER, R. ; XAVIER, L. F. S. ; PESTANA, J. K. . 3º ENCONTRO DE AGRICULTORES FAMILIARES DO NORTE DO PARANÁ: DA SEMENTE À COMERCIALIZAÇÃO DE ALIMENTOS SEGUROS.. 2013. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/01/2019 às 23:03:41